FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA"

Transcrição

1 FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA Artigo 1º - O Programa de Pós-graduação em Geografia, PPGG, da Faculdade de Ciências e Tecnologia do câmpus de Presidente Prudente, FCT-PP, é regido pelas normas fixadas pelo Órgão Federal Competente, pelo Estatuto e Regimento Geral da UNESP e pelo Regimento Geral de Pós-graduação, RGPG da UNESP Resolução UNESP n.º 88, de , em seus aspectos gerais e por este Regulamento em seus aspectos específicos. I - DO CORPO DOCENTE Artigo 2º - O corpo docente do Programa de Pós-graduação será constituído por professores com titulação acadêmica igual ou superior à de Doutor. 1º - Poderão integrar o corpo docente do Programa, docentes vinculados à UNESP, a outras instituições de ensino superior, de pesquisa ou sem vínculo formal, credenciados nos termos do RGPG da UNESP e deste Regulamento, devendo ser apreciados pela Congregação. 2º - O Conselho do Programa avaliará a indicação do docente, à vista do seu currículo, considerando seu perfil para docência e orientação, e a identidade com as linhas de pesquisa do Programa. 3º - O credenciamento será revisto a cada três anos e mantido desde que o docente: 1. exerça atividades de orientação de, no mínimo, dois orientandos, em mestrado ou doutorado; 2. ofereça disciplina no Programa, no mínimo, uma vez a cada dois anos; 3. apresente produção intelectual avaliada através de relatório anual; 4. participe regularmente de eventos científicos nacionais e internacionais da área; 5. desenvolva projeto compatível com a linha de pesquisa na qual atua. Artigo 3º - O interessado em se credenciar no PPGG, na condição de docente e orientador, deverá: I demonstrar capacidade de orientação, tendo orientado, previamente, pelo menos dois bolsistas de Iniciação Científica com bolsas de agências externas, ou ter produção intelectual compatível com o especificado para a nota seis, nos padrões da CAPES para a Área de Humanas; II propor disciplina a ser apreciada e aprovada pelo Conselho do PPGG;

2 III apresentar projeto(s) de pesquisa(s), como responsável ou participante, compatível com a linha de pesquisa na qual pretende atuar. Artigo 4º - O Programa não poderá ter mais que trinta por cento dos orientadores não vinculados à UNESP. Artigo 5º - O número de orientandos por orientador, considerando conjuntamente os cursos de Mestrado e Doutorado e levando em conta todos os Programas da UNESP nos quais estiver credenciado, não ultrapassará a dez. II - DO CORPO DISCENTE Artigo 6º - O corpo discente será constituído de alunos regularmente matriculados, portadores de diploma de nível superior em Geografia ou áreas afins, nas categorias de bacharel ou licenciado, aprovados em Processo Seletivo e aceitos formalmente por um orientador. 1º - Na hipótese da existência de vagas em disciplinas, poderá ser aceita matrícula de alunos especiais, em número que não ultrapasse o de alunos regulares e, ao mesmo tempo, o total de até cinco por disciplina. 2º - A seleção dos alunos especiais será procedida pelo professor responsável pela disciplina e o aceite apreciado pelo Conselho do Programa. 3º - Os interessados poderão cursar até duas disciplinas na condição de alunos especiais. 4º - Não será aceita solicitação de matrícula de candidato a aluno especial que, inscrito anteriormente em qualquer disciplina do programa, por qualquer motivo, tenha desistido ou pedido cancelamento da matrícula. Artigo 7º - A indicação de orientador pelo candidato e de aceitação deste por aquele deverá se realizar até seis meses após o início do primeiro ano letivo. 1º - Não tendo sido feita a indicação de orientador no prazo estabelecido no caput deste artigo, caberá ao Conselho do Programa proceder a indicação. 2º - A qualquer tempo poderá ser apreciada, pelo Conselho do Programa, a transferência de orientando para outro orientador. 3º - As transferências de orientação serão formalizadas em documento a ser juntado ao prontuário do aluno. Artigo 8º - Será facultado, ao aluno regular, sempre que haja anuência do orientador, o cancelamento de matrícula em qualquer disciplina, desde que seja apresentado requerimento à Seção de Pós-graduação, antes que tenha sido ministrado um terço da carga horária prevista para o seu desenvolvimento.

3 Artigo 9º - Além das exigências para fins de inscrição para ingresso no Programa, contidas no artigo 17 do Regimento Geral da UNESP, os candidatos ao Mestrado e ao Doutorado deverão submeter-se ao Processo de Seleção, que consta das seguintes etapas: I análise do projeto de pesquisa submetido no ato da inscrição II análise do curriculum vitae Plataforma Lattes documentado e do histórico escolar apresentado no ato da inscrição; III prova escrita de conhecimentos gerais envolvendo aspectos teóricos e metodológicos atinentes à Geografia; IV prova escrita de proficiência em idioma estrangeiro, sendo exigido um para o mestrado e dois para o doutorado, entre os seguintes: inglês, francês e espanhol; V entrevista por banca constituída pelo Conselho do Programa. Parágrafo único - os incisos I e IV terão caráter eliminatório. Artigo 10 - Terá direito à matrícula o candidato aprovado no Processo de Seleção estabelecido neste Regulamento, considerando o número de vagas oferecidas pelo Programa. Artigo 11 - Será obrigatória a freqüência dos alunos, pelo menos, a setenta e cinco por cento das atividades programadas. III DA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA Artigo 12 - O Programa de Pós-graduação em Geografia será coordenado pelo Conselho do Programa regido, no que tange às atribuições de coordenação, pelo previsto no capítulo DA COORDENAÇÃO, do RGPG da UNESP. Artigo 13 - O Conselho do Programa será constituído por quatro docentes e um representante dos alunos regulares e seus respectivos suplentes e, presidido por um Coordenador. Artigo 14 - Para a composição do Conselho do Programa, serão eleitos quatro candidatos e seus respectivos suplentes, por voto direto dos professores credenciados no Programa. 1º - Serão eleitos quatro docentes e seus respectivos suplentes, segundo os critérios estabelecidos nos artigos 30 e 31 do RGPG da UNESP. 2º - A votação para as eleições a que se refere este artigo poderá ser realizada através de comparecimento às urnas ou por correspondência, na forma em que o Conselho a regulamentar. 3º - O Coordenador e o Vice-coordenador serão eleitos, por maioria simples, pelos membros docentes titulares do Conselho do Programa.

4 4º - Caberá à Congregação homologar a eleição docente para o Conselho do Programa e a escolha do Coordenador e do Vice-coordenador. Artigo 15 - O representante dos alunos regulares e seu respectivo suplente serão indicados nos termos da legislação em vigor. IV - DO REGIME DIDÁTICO Artigo 16 - O Regime Didático do Programa de Pós-graduação em Geografia será regido pelo disposto no capítulo DO REGIME DIDÁTICO do RGPG da UNESP. Parágrafo único - O ano letivo do Programa de Pós-graduação em Geografia será dividido em dois períodos para atender às exigências de planejamento didático e administrativo e será adotado o regime de matrícula semestral. Artigo 17 - O número de vagas oferecidas para ingresso a cada Processo Seletivo será proposto pelo Conselho do Programa, devendo ser aprovado pela Congregação, respeitado o limite de dez vagas para cada orientador. Artigo 18 - Os alunos aprovados no Processo Seletivo deverão realizar a matrícula conforme o calendário escolar do Programa, mediante a apresentação de todos os documentos exigidos pelo RGPG da UNESP. 1º - Os alunos ingressantes que não efetuarem sua matrícula no período definido no calendário, perderão o direito de ingresso no Programa, permitindo que a Seção de Pósgraduação proceda à chamada para matrícula do classificado subseqüente, de acordo com o número de vagas oferecido. 2º - A matrícula nas disciplinas ocorrerá em regime semestral ou por período, conforme o calendário escolar do Programa. Artigo 19 - Além do exigido para transferência, contido no artigo 24 do RGPG, poderão ser aceitas transferências de alunos de outros Programas de Pós-graduação em Geografia, da UNESP ou de outras universidades, nos cursos de Mestrado ou Doutorado, nas seguintes condições: I - o candidato será avaliado por uma banca examinadora, que considerará a qualidade do projeto de pesquisa, do curriculum vitae (Lattes) do candidato e de seu desempenho em prova escrita sobre tema definido pela banca. II - as transferências poderão ser solicitadas nos meses de janeiro e junho. Artigo 20 - Os créditos correspondentes às atividades dos cursos de Mestrado e Doutorado são: 1º - Para o Mestrado, deverá compreender, no mínimo, noventa e seis créditos (hum mil e quatrocentos e quarenta horas), sendo sessenta e quatro créditos (novecentos e sessenta horas) pela dissertação, vinte e seis créditos (trezentos e noventa horas) em disciplinas e seis créditos (noventa horas) em outras atividades.

5 2º - Para o Doutorado, deverá compreender, no mínimo, cento e noventa e dois créditos (duas mil e oitocentas e oitenta horas), sendo cento e vinte e oito créditos (hum mil e novecentas e vinte horas) pela dissertação, cinqüenta e dois créditos (setecentas e oitenta horas) em disciplinas e doze créditos (cento e oitenta horas) em outras atividades. 3º - Serão consideradas como outras atividades quando desenvolvidas durante o Programa: I - Participação em eventos científicos regionais em geral e/ou eventos diretamente ligados à temática da pesquisa em desenvolvimento com a publicação do trabalho completo, como autor principal atribuindo-se um crédito; II - Participação em eventos científicos nacionais em geral e/ou eventos diretamente ligados à temática da pesquisa em desenvolvimento com a publicação do trabalho completo, atribuindo-se até dois créditos; III - Participação em eventos científicos no estrangeiro em geral e/ou eventos diretamente ligados à temática da pesquisa em desenvolvimento com a publicação do trabalho completo, atribuindo-se até três créditos; IV - Participação em eventos científicos em geral e/ou eventos diretamente ligados à temática da pesquisa em desenvolvimento com publicação do resumo, como autor principal atribuindo-se um crédito; V - Participação em eventos científicos em geral e/ou eventos diretamente ligados à temática da pesquisa em desenvolvimento com apresentação de painel, como autor principal atribuindo-se um crédito; VI - Publicação de artigo em revista especializada, atribuindo-se até dois créditos; VII - Publicação de livro de sua própria autoria, atribuindo-se até quatro créditos; VIII - Publicação de capítulo de livro, atribuindo-se até dois créditos; IX - Resenha e nota, atribuindo-se um crédito; X - Organização de livro, atribuindo-se até quatro créditos; XI - Mesa redonda, atribuindo-se um crédito; XII - Revista internacional, atribuindo-se até dois créditos; XIII - Participação em Comissão Editorial de revista classificada no Qualis, atribuindo-se um crédito. Artigo 21 - Os prazos referidos para integralização de créditos e outras atividades previstas neste Regulamento serão contabilizados a partir do primeiro dia letivo do calendário escolar da Unidade no ano de ingresso do aluno no Programa e ficam assim definidos:

6 I o plano definitivo de atividades do Mestrando e Doutorando, com o aval do orientador deverá ser entregue à Seção de pós-graduação, no prazo de seis meses a contar da data da matrícula, acompanhado da carta de aceite do orientador; II os créditos das disciplinas deverão ser concluídos em, no máximo, doze meses para o Mestrado e dezoito meses para o Doutorado; III os créditos em outras atividades deverão ser concluídos, no máximo, vinte três meses para os alunos do Mestrado e vinte nove meses para os alunos do Doutorado. Artigo 22 - O aluno estrangeiro será aceito no Programa mediante a comprovação de proficiência em língua portuguesa. Parágrafo único - O candidato cuja língua materna não for o português, deverá submeter-se também à prova escrita de proficiência em língua portuguesa, no decorrer do primeiro ano de matrícula. Artigo 23 - O aluno deverá, antes da defesa de dissertação ou tese, se submeter a Exame Geral de Qualificação, destinado a avaliar sua formação global em função do título pretendido, integralizado os créditos em disciplinas e atividades complementares e, no máximo, em até vinte e quatro meses para os alunos do Mestrado e até trinta meses para os alunos do Doutorado: 1º - O Exame Geral de Qualificação consistirá da análise do relatório organizado pelo aluno, com a ciência do orientador, contendo os objetivos e o desenvolvimento do projeto de pesquisa e a discussão dos seus resultados: I o relatório deverá ser organizado conforme a orientação contida na deliberação número 066/99, aprovada pelo Conselho do Programa em reunião de 01/10/ º - No Exame Geral de Qualificação, a banca examinadora determinará a aprovação ou reprovação do aluno, que deverá obter conceito igual ou superior a B, com a maioria dos membros da mesma. 3º - O candidato não qualificado poderá repetir uma única vez o Exame Geral de Qualificação, no mínimo três meses e no máximo seis meses após o primeiro exame realizado resultado. Artigo 24 - Será permitido aos alunos o aproveitamento de créditos em disciplinas isoladas e em outras atividades de acordo com o artigo 10 do RGPG da UNESP nas seguintes condições: I - o aluno regularmente matriculado no Programa poderá aproveitar, automaticamente, até o limite de cinqüenta por cento, do total de créditos em disciplinas e outras atividades exigidos para o Mestrado, obtidos em disciplinas isoladas e atividades complementares em Programas de Pós-graduação da UNESP, USP e UNICAMP, quando solicitado pelo aluno e justificado pelo orientador; II - o aluno regularmente matriculado no Programa poderá aproveitar, até o limite de cinqüenta por cento, do total de créditos em disciplinas e atividades complementares exigidos

7 para o Mestrado, obtidos em disciplinas isoladas e outras atividades em Programas de Pósgraduação de outras instituições, quando solicitado pelo aluno e justificado pelo orientador, após julgamento de mérito do Conselho do Programa e aprovação da Congregação; III - o aluno regularmente matriculado no Programa poderá aproveitar, automaticamente, até o limite de cinqüenta por cento, do total de créditos em disciplinas e outras atividades exigidos para o Doutorado, obtidos em disciplinas isoladas e atividades complementares em Programas de Pós-graduação da UNESP, USP e UNICAMP, quando solicitado pelo aluno e justificado pelo orientador; IV - o aluno regularmente matriculado no Programa poderá aproveitar, até o limite de cinqüenta por cento, do total de créditos em disciplinas e atividades complementares exigidos para o Doutorado, obtidos em disciplinas isoladas e outras atividades em Programas de Pósgraduação de outras instituições, quando solicitado pelo aluno e justificado pelo orientador, após julgamento de mérito do Conselho do Programa e aprovação da Congregação; Parágrafo único A diferença de créditos necessários à conclusão do mestrado e Doutorado deverá ser completada conforme disciplinado nos do artigo 20 deste Regulamento; Artigo 25 - Será permitido aos alunos portadores do título de Mestre o aproveitamento de créditos e disciplinas isoladas e em outras atividades de acordo com os artigos 8º e 9º do RGPG da UNESP nas seguintes condições: 1º - Os portadores do título de Mestre obtido na UNESP, na USP e na UNICAMP ao ingressarem no curso de Doutorado deste Programa aproveitarão, automaticamente, trinta e dois créditos em disciplinas e outras atividades. 2º - A critério do Conselho do Programa, o portador de título de Mestre, obtido em instituições não mencionadas no 1º deste artigo, em áreas afins, de Programas recomendados pela CAPES ou em Programas do exterior, poderá ter aproveitados créditos em disciplinas e outras atividades para o curso de Doutorado até o limite de trinta e dois créditos. 3º - Cinqüenta por cento, no mínimo, da diferença de créditos necessários à conclusão do curso de Doutorado deverá ser completada no programa em atividades estabelecidas nos do artigo 20 deste regulamento. O restante dos créditos poderá ser completado em outros Programas stricto sensu. 4º - O aproveitamento de créditos mencionados no 2º deste artigo dependerá de apreciação pelo Conselho do Programa e aprovação pela Congregação. 5º - Em qualquer hipótese o pedido de aproveitamento de créditos deverá ser requerido pelo aluno e devidamente justificado pelo orientador. Artigo 26 - A Dissertação deverá ser entregue à Seção de Pós-graduação no prazo máximo de trinta meses e terá mais três meses como prazo para a sua defesa e reencaminhamento do exemplar definitivo para ser homologado pela Congregação.

8 Artigo 27 - A Tese deverá ser entregue à Seção de Pós-graduação no prazo máximo de quarenta e quatro meses e terá mais quatro meses como prazo para a sua defesa e reencaminhamento do exemplar definitivo para ser homologado pela Congregação. Artigo 28 - O aluno será desligado do Programa de Pós-graduação na ocorrência das seguintes hipóteses: I mais de uma reprovação na mesma disciplina; II não renovação da matrícula; II reprovação, por duas vezes, no Exame Geral de Qualificação; III não observância dos prazos previstos no RGPG da UNESP e neste Regulamento; IV por solicitação do orientador, mediante justificativa circunstanciada de não cumprimento das tarefas programadas; V por sua própria iniciativa; VI por processo disciplinar, situação em que deverá ser garantida ampla defesa por parte do aluno; VII outras, a critério e após análise do problema pelo Conselho do Programa. 1º - O aluno desligado do Programa, por qualquer motivo, poderá reingressar, submetendo-se ao processo seletivo vigente. V DA DISSERTAÇÃO, TRABALHO EQUIVALENTE OU TESE Artigo 29 - Para obtenção do título de Mestre ou Doutor será exigida, além das outras atividades estabelecidas pelo Regulamento do Programa, obrigatoriamente a apresentação escrita de dissertação sobre o trabalho de pesquisa ou apresentação de trabalho equivalente. 1º - É considerado como Dissertação todo trabalho no qual o candidato evidencie cabalmente seu domínio, tanto metodológico quanto técnico, em investigação científica. No caso de Tese, além das competências anteriormente descritas, que o aluno também revele criatividade na elaboração do texto baseada em trabalho original de pesquisa. 2º - É considerado como trabalho equivalente todo aquele que, revelando as mesmas características da dissertação, se consubstancia em análise crítica de textos produzidos na área de Geografia, considerando a interdisciplinaridade com ciências afins, contemplando, neste caso, uma detalhada avaliação teórica e metodológica do mesmo. O trabalho equivalente poderá ser apresentado nas seguintes formas: I livro publicado e ou aceito para publicação por editoras de atuação em âmbito nacional;

9 II conjunto de artigos, com unidade temática, publicados e/ou aceitos para publicação em revistas indexadas nacionais ou estrangeiras e, classificadas pelo Qualis da CAPES. Artigo 30 - A Tese exigida para obtenção do título de Doutor deverá ser trabalho original de pesquisa com contribuição significativa para o conhecimento na Área de Concentração do Programa. Artigo 31 - O julgamento da Dissertação ou trabalho equivalente será feito por banca composta por três examinadores com título mínimo de doutor sendo, pelo menos, um deles externo à UNESP. Artigo 32 - O julgamento da Tese será feito por banca composta por cinco examinadores com título mínimo de doutor sendo, pelo menos, dois deles externo à UNESP. Artigo 33 - No julgamento da Dissertação, trabalho equivalente ou Tese, serão atribuídos os conceitos de aprovado ou de reprovado, prevalecendo a avaliação de, no mínimo, dois para o Mestrado e três para o Doutorado. 1º - Cada examinador deverá emitir um parecer circunstanciado sobre a aprovação ou não do candidato. 2º - No julgamento da Dissertação, Tese ou trabalho equivalente, além dos conceitos de aprovado ou reprovado a que se refere o caput deste artigo, a banca, prevalecendo a avaliação de dois examinadores, no mínimo, poderá atribuir o conceito de Aprovado sujeito à revisão que se julgar necessário antes da homologação do título pelos órgãos colegiados da UNESP. VI - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 34 - Prevalecerá, nos casos não previstos neste Regulamento, as disposições estabelecidas no RGPG da UNESP, baixado pela Resolução UNESP Nº 88, de e, os casos omissos, serão resolvidos, conforme o grau de competência e oportunidade, pela Congregação desta Faculdade e pela CCPG.; VI - DAS DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS Artigo 35 - A partir da publicação deste Regulamento, os alunos atualmente matriculados no Programa de Pós-graduação em Geografia, terão o prazo máximo de noventa dias para optar pelo mesmo. APROVADO pelo Conselho do Programa de Pós-graduação em Geografia em reunião de 30/06/2003. Aprovado pela Congregação em 22/07/2003. APROVADO RESOLUÇÃO UNESP N 98, DE 26/10/2005, PUBL. NO DOE DE 27/10/2005

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL NA AMÉRICA LATINA E CARIBE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL NA AMÉRICA LATINA E CARIBE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL NA AMÉRICA LATINA E CARIBE TÍTULO I - Do Programa Artigo 1º - O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial na América

Leia mais

Campus de Presidente Prudente

Campus de Presidente Prudente Minuta de Resolução UNESP-70, de 12-09-2016 O Reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, com fundamento no inciso IX do artigo 24 do Regimento Geral da UNESP, nos termos do Parecer

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS FCL UNESP/ASSIS. Resolução UNESP nº 52 de 28/03/2012. TÍTULO I Do Programa

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS FCL UNESP/ASSIS. Resolução UNESP nº 52 de 28/03/2012. TÍTULO I Do Programa REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS FCL UNESP/ASSIS Resolução UNESP nº 52 de 28/03/2012 TÍTULO I Do Programa Artigo 1º - O Programa de Pós-graduação em Letras, Cursos de Mestrado Acadêmico

Leia mais

TITULO I Do Programa

TITULO I Do Programa Resolução Unesp nº 71, de 11/05/2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós- Graduação em Educação Escolar, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara TITULO

Leia mais

Resolução Unesp n. 71, de 11/05/2012 (alterado pela Resolução Unesp n. 48, de 14/06/2017) TITULO I Do Programa. TITULO II Dos Cursos

Resolução Unesp n. 71, de 11/05/2012 (alterado pela Resolução Unesp n. 48, de 14/06/2017) TITULO I Do Programa. TITULO II Dos Cursos Resolução Unesp n. 71, de 11/05/2012 (alterado pela Resolução Unesp n. 48, de 14/06/2017) Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Educação Escolar, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado,

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS Artigo 1º- O Programa de Pós-graduação

Leia mais

Resolução UNESP nº 42 de 12/06/2015

Resolução UNESP nº 42 de 12/06/2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL FCHS UNESP CAMPUS DE FRANCA Resolução UNESP nº 42 de 12/06/2015 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Serviço Social, Cursos Mestrado

Leia mais

Resolução UNESP nº 15 de 03/03/2016, alterada pela Resolução nº 31 de 05/04/2017. TÍTULO I Do Programa

Resolução UNESP nº 15 de 03/03/2016, alterada pela Resolução nº 31 de 05/04/2017. TÍTULO I Do Programa REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM, CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO, DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DO CÂMPUS DE BAURU. Resolução UNESP nº 15 de

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE)

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) Resolução UNESP nº de / /2012 Aprova o Regulamento do Programa de

Leia mais

Resolução Unesp nº 57, de

Resolução Unesp nº 57, de Diário Oficial - 05 de abril de 2012 - Poder Executivo - Seção I pág. 80 Estado de São Paulo Geraldo Alckmin - GOVERNADOR Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05650-000 - Fone: 2193-8000

Leia mais

Artigo 1º - O Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas,

Artigo 1º - O Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, Diário Oficial Poder Executivo Seção I dia 26.08.2011 pag. 36 Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-34, de 25-8-2011 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas,

Leia mais

Dispõe sobre o Regimento Geral de Pós-graduação da UNESP.

Dispõe sobre o Regimento Geral de Pós-graduação da UNESP. RESOLUÇÃO UNESP Nº 30, DE 17 DE JUNHO DE 2010. Dispõe sobre o Regimento Geral de Pós-graduação da UNESP. O Reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, tendo em vista o deliberado

Leia mais

PUBLICADO NO D.O.E. DE 05/06/2012 pág. 50 e 51 Seção I

PUBLICADO NO D.O.E. DE 05/06/2012 pág. 50 e 51 Seção I PUBLICADO NO D.O.E. DE 05/06/2012 pág. 50 e 51 Seção I Resolução UNESP nº 80 de 04 de junho de 2012. Alterada pela Resolução UNESP nº 89 de 22 de dezembro de 2014 e pela Resolução UNESP nº 101 de 22 de

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA FLORESTAL DA FCA/UNESP

REGULAMENTO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA FLORESTAL DA FCA/UNESP REGULAMENTO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA FLORESTAL DA FCA/UNESP Seção de Pós-Graduação 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CÂMPUS DE BOTUCATU REGULAMENTO DO PROGRAMA

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 36, DE 5 DE JUNHO DE 2013 Publicada no D.O.E. de , Seção I, pág. 149

RESOLUÇÃO UNESP Nº 36, DE 5 DE JUNHO DE 2013 Publicada no D.O.E. de , Seção I, pág. 149 RESOLUÇÃO UNESP Nº 36, DE 5 DE JUNHO DE 2013 Publicada no D.O.E. de 06.06.13, Seção I, pág. 149 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Comunicação, Curso de Mestrado Acadêmico, da Faculdade

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 148, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012 Publicada no D.O.E. de , Seção I, pág. 54. JULIO CEZAR DURIGAN Reitor

RESOLUÇÃO UNESP Nº 148, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012 Publicada no D.O.E. de , Seção I, pág. 54. JULIO CEZAR DURIGAN Reitor RESOLUÇÃO UNESP Nº 148, DE 14 DE NOVEMBRO DE 2012 Publicada no D.O.E. de 15.11.12, Seção I, pág. 54 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Televisão Digital: Informação e Conhecimento, Curso

Leia mais

Diário Oficial Poder Executivo - Seção I - São Paulo, 122 (68) sábado, 14 de julho de 2012

Diário Oficial Poder Executivo - Seção I - São Paulo, 122 (68) sábado, 14 de julho de 2012 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I - São Paulo, 122 (68) sábado, 14 de julho de 2012 Universidade Estadual Paulista REITORIA REITORIA Resolução UNESP nº 95, de 13-7-2012 Aprova o Regulamento do Programa

Leia mais

REGULAMENTO. Resolução UNESP nº 25 de 13 de março de 2014

REGULAMENTO. Resolução UNESP nº 25 de 13 de março de 2014 REGULAMENTO Resolução UNESP nº 25 de 13 de março de 2014 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Genética e Melhoramento Animal, Cursos: Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Ciências

Leia mais

Resolução UNESP nº 59 de 10/04/2012

Resolução UNESP nº 59 de 10/04/2012 Resolução UNESP nº 59 de 10/04/2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós- Graduação em Zootecnia, Cursos: Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias do campus de

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA DA FCA/UNESP

REGULAMENTO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA DA FCA/UNESP REGULAMENTO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA DA FCA/UNESP Estabelecido pela Resolução UNESP n. 21, de 15-4-2013 (Publicado no DOE de 16/04/2013, Seção I, Pág. 39 e 40) Alterada pela Resolução UNESP

Leia mais

quinta-feira, 6 de junho de 2013 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 123 (104) 149 Universidade Estadual Paulista REITORIA

quinta-feira, 6 de junho de 2013 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 123 (104) 149 Universidade Estadual Paulista REITORIA quinta-feira, 6 de junho de 2013 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 123 (104) 149 Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-37, de 5-6-2013 Aprova o Regulamento do Programa

Leia mais

(Processo nº 191/20/02/97-FE/IS) JULIO CEZAR DURIGAN

(Processo nº 191/20/02/97-FE/IS) JULIO CEZAR DURIGAN RESOLUÇÃO UNESP Nº 54, DE 28 DE MARÇO DE 2012. (Alterada pela RESOLUÇÃO UNESP Nº 14, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2017) Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciência dos Materiais, Cursos de Mestrado

Leia mais

Biociências e Biotecnologia Aplicadas à Farmácia,

Biociências e Biotecnologia Aplicadas à Farmácia, Resolução UNESP-91 de 10/07/2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biociências e Biotecnologia Aplicadas à Farmácia, Cursos: Mestrado e Doutorado Acadêmicos, da Faculdade de Ciências

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS Resolução UNESP nº 20 de10/04/2013. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais, Cursos Mestrado Acadêmico e

Leia mais

Diário Oficial Estado de São Paulo Geraldo Alckmin Governador PODER Executivo

Diário Oficial Estado de São Paulo Geraldo Alckmin Governador PODER Executivo SEÇÃO I Volume 123 Número 02 sexta-feira, 04 de janeiro de 2013 Página 36 Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução UNESP Nº 169, de 13-12-2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação

Leia mais

TÍTULO I Do Programa. TÍTULO II Dos Cursos

TÍTULO I Do Programa. TÍTULO II Dos Cursos Resolução Unesp-14, de 10 de fevereiro de 2012 Texto consolidado, com as alterações promovidas pela Resolução Unesp n.º 80, de 11 de outubro de 2016. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em

Leia mais

Resolução Unesp-14, de

Resolução Unesp-14, de Resolução Unesp-14, de 10-2-2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Linguística e Língua Portuguesa, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado,da Faculdade de Ciências e Letras do Campus

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATERIAIS DA UNESP (POSMAT)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATERIAIS DA UNESP (POSMAT) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATERIAIS DA UNESP (POSMAT) Dos objetivos Artigo 1º O Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Materiais da UNESP (POSMAT),

Leia mais

MINUTA DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANIMAIS SELVAGENS

MINUTA DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANIMAIS SELVAGENS MINUTA DO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANIMAIS SELVAGENS Resolução UNESP nº de / /2015 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Animais Selvagens, Cursos de Mestrado Acadêmico

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CIRURGIA VETERINÁRIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CIRURGIA VETERINÁRIA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CIRURGIA VETERINÁRIA Resolução UNESP nº 09 de 08/03/2013 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Cirurgia Veterinária, Cursos: Mestrado Acadêmico e

Leia mais

Resolução UNESP nº 47 de 21/06/2016

Resolução UNESP nº 47 de 21/06/2016 Resolução UNESP nº 47 de 21/06/2016 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Engenharia do Campus de Bauru TÍTULO

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº121 DE 14/09/2012. TÍTULO I Do Programa

RESOLUÇÃO UNESP Nº121 DE 14/09/2012. TÍTULO I Do Programa RESOLUÇÃO UNESP Nº121 DE 14/09/2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Animal: Mestrado Acadêmico Interunidades, do Câmpus de Ilha Solteira e do Câmpus Experimental

Leia mais

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Curso Mestrado Acadêmico da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Curso Mestrado Acadêmico da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília Resolução UNESP nº 42 de 09/05/2014 TÍTULO I Do Programa Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Curso Mestrado Acadêmico da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília Artigo

Leia mais

São Paulo, 122 (42) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 3 de março de 2012

São Paulo, 122 (42) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 3 de março de 2012 São Paulo, 122 (42) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 3 de março de 2012 REITORIA Resolução Unesp-32, de 2-3-2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Aquicultura, Cursos

Leia mais

Artigo 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação.

Artigo 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. 1 de 5 06/03/2017 12:09 RESOLUÇÃO UNESP Nº 84, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2015. Altera os dispositivos da Resolução UNESP Nº 121 de, de 14/09/2012, que dispõe sobre o Regulamento do Programa de Pós-graduação

Leia mais

Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-31, de

Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-31, de Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-31, de 15-7-2011 2011,, alterada pela Resolução Unesp-52 de 02-06 06-2014 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Alimentos e Nutrição,

Leia mais

Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista 1 Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Volume 123 - Número 02 - São Paulo, sexta-feira, 04 de janeiro de 2013 página 36. Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução UNESP 171,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA Artigo 1º O Programa de Pós-graduação stricto sensu em Engenharia Mecânica, da Faculdade de Engenharia do câmpus de Bauru, será estruturado

Leia mais

Artigo 1º - O Programa de Pós-graduação em Educação, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, levará aos títulos de Mestre ou de Doutor em Educação.

Artigo 1º - O Programa de Pós-graduação em Educação, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, levará aos títulos de Mestre ou de Doutor em Educação. Resolução UNESP nº 61, de 22/12/2011 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Educação, Cursos: Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Filosofia e Ciências TÍTULO I Do Programa Artigo

Leia mais

Artigo 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação.

Artigo 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. RESOLUÇÃO UNESP Nº 45, DE 23 DE MARÇO DE 2012. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Educação, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, do Instituto de Biociências do Câmpus de Rio Claro.

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO CAPÍTULO I

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO CAPÍTULO I 1 FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - FCT/UNESP CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA NATUREZA E OBJETIVOS CAPÍTULO I Artigo 1º- O Programa de Pós-graduação

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO AGRONOMIA (PRODUÇÃO VEGETAL)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO AGRONOMIA (PRODUÇÃO VEGETAL) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO AGRONOMIA (PRODUÇÃO VEGETAL) Resolução UNESP nº 49 de 05 de setembro 2018. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal), Cursos:

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO AGRONOMIA (ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA)

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO AGRONOMIA (ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO AGRONOMIA (ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA) Resolução UNESP nº 55 de 13 de junho de 2014 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola),

Leia mais

Resolução UNESP nº 65 de 23/04/2012

Resolução UNESP nº 65 de 23/04/2012 Resolução UNESP nº 65 de 23/04/2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciências Odontológicas- Áreas de Odontopediatria, Ortodontia e Dentística Restauradora, Cursos de Mestrado Acadêmico

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 35, DE 05 DE JUNHO DE 2013 Publicada no D.O.E. de 06/06/ Seção I, p. 148

RESOLUÇÃO UNESP Nº 35, DE 05 DE JUNHO DE 2013 Publicada no D.O.E. de 06/06/ Seção I, p. 148 RESOLUÇÃO UNESP Nº 35, DE 05 DE JUNHO DE 2013 Publicada no D.O.E. de 06/06/2013 - Seção I, p. 148 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica, Cursos de Mestrado Acadêmico

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL Resolução UNESP nº 02, de 11 de janeiro de 2016 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental,

Leia mais

Quarta-feira, 23 de março de 2016 Diário Oficial Poder Executivo - Seção ISão Paulo, 126 (54) 71

Quarta-feira, 23 de março de 2016 Diário Oficial Poder Executivo - Seção ISão Paulo, 126 (54) 71 Quarta-feira, 23 de março de 2016 Diário Oficial Poder Executivo - Seção ISão Paulo, 126 (54) 71 Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-21, de 22-3-2016 Aprova o Regulamento do Programa

Leia mais

TÍTULO I Da natureza e objetivos do programa

TÍTULO I Da natureza e objetivos do programa Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas - Microbiologia Aplicada - IB-Unesp-CRC Resolução UNESP 78, de 5-11-2014 (publicada no DOE de 06/11/2014) TÍTULO I Da natureza e objetivos

Leia mais

Artigo 2º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Exp FM/Bo.

Artigo 2º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Exp FM/Bo. Resolução UNESP- 67, de 07/08/2014 (Publicada no D.O.E - Poder Executivo dia 09/08/2014 - Seção I fls. 47 e 48), alterada pela Resolução Unesp-87, de 16/12/2015 (Publicada no D.O.E - Poder Executivo dia

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 38, DE 05 DE JUNHO DE 2018.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 38, DE 05 DE JUNHO DE 2018. RESOLUÇÃO UNESP Nº 38, DE 05 DE JUNHO DE 2018. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ensino e Processos Formativos, Curso de Mestrado Acadêmico, Interunidades, entre o Instituto de Biociências,

Leia mais

MARILZA VIEIRA CUNHA RUDGE Vice-Reitora no exercício da Reitoria

MARILZA VIEIRA CUNHA RUDGE Vice-Reitora no exercício da Reitoria RESOLUÇÃO UNESP Nº 35, DE 11 DE ABRIL DE 2014 Publicada no D.O.E. de 12.04.14, Seção I, pág. 70 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo, Curso de Mestrado Acadêmico,

Leia mais

Regulamento até 2005 REITORIA Resolução UNESP-113, de

Regulamento até 2005 REITORIA Resolução UNESP-113, de Regulamento até 2005 REITORIA Resolução UNESP-113, de 20-12-2001 O Programa de Pós-graduação em Lingüística e Língua Portuguesa, Cursos de Mestrado e Doutorado, da Faculdade de Ciências e Letras, reger-se-á

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 122 de 14 de Setembro de 2012.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 122 de 14 de Setembro de 2012. RESOLUÇÃO UNESP Nº 122 de 14 de Setembro de 2012. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação, Curso de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Filosofia e Ciências

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS DA UNESP - FFC/MARÍLIA. SEÇÃO I Dos Objetivos

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS DA UNESP - FFC/MARÍLIA. SEÇÃO I Dos Objetivos REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS DA UNESP - FFC/MARÍLIA SEÇÃO I Dos Objetivos Artigo 1º - O programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia e Ciências

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA Resolução UNESP nº 64 de 18/08/2016. TÍTULO I Do Programa Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia, Cursos de MESTRADO

Leia mais

Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Administração: Mestrado Profissional

Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Administração: Mestrado Profissional 1 Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Administração: Mestrado Profissional Resolução UNESP nº 89 de 21/12/2015 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Administração, Curso: Mestrado

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 01, DE 14 DE JANEIRO DE 2010.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 01, DE 14 DE JANEIRO DE 2010. RESOLUÇÃO UNESP Nº 01, DE 14 DE JANEIRO DE 2010. Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Engenharia Civil e Ambiental, Curso de Mestrado Acadêmico, da Faculdade de Engenharia do Câmpus de Bauru

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Bauru

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Bauru RESOLUÇÃO UNESP nº º 31 de 24 de fevereiro de 2012. Dispõe sobre o Regulamento do Programa de de Educação para a Ciência, Curso Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Ciências Ciências de Bauru

Leia mais

Resolução Unesp-18, de 10/2/2012 (publicada no Diário Oficial - Poder Executivo dia 11/02/ Caderno I fl. 43)

Resolução Unesp-18, de 10/2/2012 (publicada no Diário Oficial - Poder Executivo dia 11/02/ Caderno I fl. 43) Resolução Unesp-18, de 10/2/2012 (publicada no Diário Oficial - Poder Executivo dia 11/02/2012 - Caderno I fl. 43) alterada pela Resolução Unesp 90, de 21/12/2015 (publicada no Diário Oficial - Poder Executivo

Leia mais

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia, cursos de Mestrado e Doutorado, do Instituto de Química, do Campus de Araraquara

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia, cursos de Mestrado e Doutorado, do Instituto de Química, do Campus de Araraquara Resolução Unesp-66, de 1º-12-2004 Alterada pela Resolução Unesp nº 16, de 15/04/2008, que dispõe sobre o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado,

Leia mais

Resolução UNESP nº 29, de 28/03/2014

Resolução UNESP nº 29, de 28/03/2014 Resolução UNESP nº 29, de 28/03/2014 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Animal, Cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA. Resolução UNESP-17, de

REGULAMENTO PROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA. Resolução UNESP-17, de REGULAMENTO PROGRAMA PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA Resolução UNESP-17, de 10-2-2012 (Publicado no DOE de 24/03/2012, Seção I, Página 39) Botucatu SP 2012 Resolução UNESP-17, de 10-2-2012 Aprova

Leia mais

sábado, 27 de setembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (183) 124

sábado, 27 de setembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (183) 124 sábado, 27 de setembro de 2014 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 124 (183) 124 Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução UNESP-70, de 26-9-2014 Aprova o Regulamento do Programa

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 61, DE 26 DE OUTUBRO DE 2018.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 61, DE 26 DE OUTUBRO DE 2018. RESOLUÇÃO UNESP Nº 61, DE 26 DE OUTUBRO DE 2018. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade de Ambientes Costeiros, Cursos: Mestrado em Biodiversidade de Ambientes Costeiros e

Leia mais

Resolução UNESP no. 84 de 29/06/2012, publicado DO 30/06/2012. TÍTULO I Do Programa

Resolução UNESP no. 84 de 29/06/2012, publicado DO 30/06/2012. TÍTULO I Do Programa REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA ÁREAS DE PERIODONTIA, ENDODONTIA E IMPLANTODONTIA DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE ARARAQUARA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INTERUNIDADES DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DA UNESP

REGULAMENTO DO PROGRAMA INTERUNIDADES DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DA UNESP REGULAMENTO DO PROGRAMA INTERUNIDADES DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DA UNESP Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC), Curso:Mestrado, interunidades,

Leia mais

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica, Curso de Mestrado Acadêmico, da Faculdade de Engenharia do Câmpus de Bauru.

Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica, Curso de Mestrado Acadêmico, da Faculdade de Engenharia do Câmpus de Bauru. RESOLUÇÃO UNESP Nº 64, DE 21 DE SETEMBRO DE 2007. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica, Curso de Mestrado Acadêmico, da Faculdade de Engenharia do Câmpus de Bauru. O

Leia mais

Diário Oficial Estado de São Paulo Geraldo Alckmin Governador PODER Executivo

Diário Oficial Estado de São Paulo Geraldo Alckmin Governador PODER Executivo SEÇÃO I Volume 122 Número 41 sexta-feira, 02 de março de 2012 Página 49 Universidade Estadual Paulista GABINETE DO SECRETÁRIO Resolução Unesp-30, de 1º-3-2012 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação

Leia mais

Resolução Unesp - 46, de 04/09/2013 (Diário Oficial Poder Executivo dia 05 de setembro de Caderno I fl. 109)

Resolução Unesp - 46, de 04/09/2013 (Diário Oficial Poder Executivo dia 05 de setembro de Caderno I fl. 109) Resolução Unesp - 46, de 04/09/2013 (Diário Oficial Poder Executivo dia 05 de setembro de 2013 - Caderno I fl. 109) alterada pela Resolução Unesp - 88, de 28/10/2017 (Diário Oficial Poder Executivo dia

Leia mais

Seção I Dos Objetivos

Seção I Dos Objetivos REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA DA FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS - UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO - UNESP CAMPUS DE MARÍLIA Seção I Dos Objetivos

Leia mais

Artigo 2º - Esta resolução entrará em vigor na data de sua publicação. (Proc. 191/20/01/97-Ilha Solteira).

Artigo 2º - Esta resolução entrará em vigor na data de sua publicação. (Proc. 191/20/01/97-Ilha Solteira). Resolução Unesp-41, de 19-4-2005 O Reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, com fundamento no inciso IX do artigo 24 do Regimento Geral da Unesp, nos termos do Parecer 238/04-CCPG

Leia mais

TÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS

TÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas - Microbiologia Aplicada - IB-Unesp-CRC Resolução Unesp 18, de 16/02/2006 (publicada no DOE de 17/02/2006) TÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LITERÁRIOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS,

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LITERÁRIOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS, PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LITERÁRIOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS, ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ESTUDOS LITERÁRIOS TÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS Art. 1º Este regulamento se

Leia mais

Resolução Unesp 104, de 11 de novembro de alterada pela Resolução Unesp 78, de

Resolução Unesp 104, de 11 de novembro de alterada pela Resolução Unesp 78, de Resolução Unesp 104, de 11 de novembro de 2005 - alterada pela Resolução Unesp 78, de 19-12-2006 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOPATOLOGIA EM CLÍNICA MÉDICA DA FACULDADE DE MEDICINA

Leia mais

Artigo 3º Para obtenção do título de Doutor o aluno deverá:

Artigo 3º Para obtenção do título de Doutor o aluno deverá: REGULAMENTO DO PROGRAMA INTEGRADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENERGIA DA UNIVERSADE DE SÃO PAULO, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS E UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. O Reitor da Universidade

Leia mais

Volume 113 Número São Paulo, quinta-feira, 12 de junho de 2003

Volume 113 Número São Paulo, quinta-feira, 12 de junho de 2003 Diário Oficial GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Volume 113 Número 110 - São Paulo, quinta-feira, 12 de junho de 2003 Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 08, DE 23 DE JANEIRO DE 2018.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 08, DE 23 DE JANEIRO DE 2018. RESOLUÇÃO UNESP Nº 08, DE 23 DE JANEIRO DE 2018. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, Curso de Mestrado Acadêmico, Interunidades, entre o Instituto de Ciência e Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS DA NATUREZA E OBJETIVOS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS DA NATUREZA E OBJETIVOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CARTOGRÁFICAS DA NATUREZA E OBJETIVOS Artigo 1º O Programa de Pós-graduação em Ciências Cartográficas, PPGCC, da Faculdade de Ciências e Tecnologia

Leia mais

Regulamento a Partir de 2006 REITORIA Resolução Unesp-70, de Alterada pela Resolução Unesp n 90, de 21 de dezembro de 2007

Regulamento a Partir de 2006 REITORIA Resolução Unesp-70, de Alterada pela Resolução Unesp n 90, de 21 de dezembro de 2007 Regulamento a Partir de 2006 REITORIA Resolução Unesp-70, de 6-7-2005 Alterada pela Resolução Unesp n 90, de 21 de dezembro de 2007 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Lingüística e Língua

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP No. 32 DE (publicada no D.O.E. de Seção I Página 55)

RESOLUÇÃO UNESP No. 32 DE (publicada no D.O.E. de Seção I Página 55) RESOLUÇÃO UNESP No. 32 DE 09.05.2006 (publicada no D.O.E. de 13.05.06 Seção I Página 55) Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas - Zoologia - IB-Unesp-CRC Artigo 1º - O programa

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Alimentos e Nutrição REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ALIMENTOS E NUTRIÇÃO

Programa de Pós-graduação em Alimentos e Nutrição REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ALIMENTOS E NUTRIÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ALIMENTOS E NUTRIÇÃO Resolução UNESP 117 de 21/12/2005 (alterada pela Resolução UNESP n 35 de 16/05/2007, 30 de 18/06/2008 e 31 de 05/05/2009) CAPÍTULO I DOS

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DISPOSIÇÕES GERAIS

Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DISPOSIÇÕES GERAIS Resolução UNESP n 77 de 19/08/2005, alterada pela Resolução UNESP n 34 de 17/07/2008 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo

Leia mais

Artigo 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação.

Artigo 2º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. RESOLUÇÃO UNESP Nº 57, DE 17 DE JULHO DE 2003. Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Biofísica Molecular Cursos de Mestrado e Doutorado, do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas

Leia mais

PROPOSTA DE MODELO DE REGULAMENTO PADRONIZADO

PROPOSTA DE MODELO DE REGULAMENTO PADRONIZADO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA PROPOSTA DE MODELO DE REGULAMENTO PADRONIZADO Resolução UNESP nº 32 de 24/05/2013 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Medicina

Leia mais

Universidade Estadual Paulista REITORIA. Resolução Unesp-13, de

Universidade Estadual Paulista REITORIA. Resolução Unesp-13, de Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-13, de 29-2-2016 Aprova o Regulamento do Programa de Pósgraduação em Letras, Curso de Mestrado Profissional - Profletras, das Faculdades de Ciências

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP 105, DE 10/11/2005 PUBLICADO NO DOE DE 12/11/2005. Pub. DOE nº 214, de 12/11/2005, p : 68 Ret. DOE nº 216, de 18/11/2005, p : 36

RESOLUÇÃO UNESP 105, DE 10/11/2005 PUBLICADO NO DOE DE 12/11/2005. Pub. DOE nº 214, de 12/11/2005, p : 68 Ret. DOE nº 216, de 18/11/2005, p : 36 RESOLUÇÃO UNESP 105, DE 10/11/2005 PUBLICADO NO DOE DE 12/11/2005. Pub. DOE nº 214, de 12/11/2005, p : 68 Ret. DOE nº 216, de 18/11/2005, p : 36 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Bases

Leia mais

Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-128, de 29-10-2003 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em, Cursos de Mestrado e Doutorado, da Faculdade de Ciências, do Campus de Bauru

Leia mais

quarta-feira, 23 de maio de 2007 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 117 (96) 33

quarta-feira, 23 de maio de 2007 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 117 (96) 33 quarta-feira, 23 de maio de 2007 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 117 (96) 33 Universidade Estadual Paulista REITORIA Resolução Unesp-23, de 9-4-2007 Aprova o Regulamento do Programa

Leia mais

RESOLUÇÃO UNESP Nº 121, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005.

RESOLUÇÃO UNESP Nº 121, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005. RESOLUÇÃO UNESP Nº 121, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005. Alterada pela Resolução Unesp nº 41, de 15/09/2008, que dispõe sobre o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Química, cursos de Mestrado Acadêmico

Leia mais

Regulamento do Programa de Pós-graduação em HISTÓRIA - Resolução UNESP-12, de , alterado pela Resolução UNESP-24, de

Regulamento do Programa de Pós-graduação em HISTÓRIA - Resolução UNESP-12, de , alterado pela Resolução UNESP-24, de Regulamento do Programa de Pós-graduação em HISTÓRIA - Resolução UNESP-12, de 20-02-2004, alterado pela Resolução UNESP-24, de 09-04-2007 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em História,

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS UNESP/CAMPUS DE ASSIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA MESTRADO E DOUTORADO

FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS UNESP/CAMPUS DE ASSIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA MESTRADO E DOUTORADO Resolução Unesp-108, de 11-12-2001 FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS UNESP/CAMPUS DE ASSIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA MESTRADO E DOUTORADO TÍTULO I DOS OBJETIVOS E DISPOSIÇÕES GERAIS

Leia mais

Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Unesp FFC/Marília

Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Unesp FFC/Marília Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Unesp FFC/Marília DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Faculdade de Filosofia e Ciências do Campus de Marília é

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LITERÁRIOS REGULAMENTO PARA ALUNOS INGRESSANTES A PARTIR DO ANO DE 2005 Resolução UNESP - 50, de

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LITERÁRIOS REGULAMENTO PARA ALUNOS INGRESSANTES A PARTIR DO ANO DE 2005 Resolução UNESP - 50, de PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LITERÁRIOS REGULAMENTO PARA ALUNOS INGRESSANTES A PARTIR DO ANO DE 2005 Resolução UNESP - 50, de 12-05-2005 TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Programa

Leia mais

MANUAL DO PÓS-GRADUANDO DO PROGRAMA DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

MANUAL DO PÓS-GRADUANDO DO PROGRAMA DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO MANUAL DO PÓS-GRADUANDO DO PROGRAMA DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO ORIENTADOR A definição de orientador durante o processo seletivo é feita em função da afinidade de tema de pesquisa entre orientador e orientando,

Leia mais

Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade

Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade Resolução Unesp-13, de 20-2-2004 Aprova o Regulamento do Programa de Pós-graduação em Ciências da Motricidade, Cursos de Mestrado e Doutorado,

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Análises Clínicas. RESOLUÇÃO UNESP 35 DE 16/05/2006 (alterado pela Res. Unesp 69 de 27/11/2008)

Programa de Pós-Graduação em Análises Clínicas. RESOLUÇÃO UNESP 35 DE 16/05/2006 (alterado pela Res. Unesp 69 de 27/11/2008) RESOLUÇÃO UNESP 35 DE 16/05/2006 (alterado pela Res. Unesp 69 de 27/11/2008) REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISES CLÍNICAS CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1 - O Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Regulamento do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Humano e Tecnologias Área de Concentração: Tecnologias nas Dinâmicas Corporais Da Organização do Programa Artigo 1º - O Programa de Pós-graduação

Leia mais

Artigo 3 - O Programa de Pós-graduação em Química compreende o nível de formação que leva ao título de Mestre.

Artigo 3 - O Programa de Pós-graduação em Química compreende o nível de formação que leva ao título de Mestre. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA, CURSO DE MESTRADO DO INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS CAMPUS DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. Artigo 1 - O Programa de Pós-graduação em Química

Leia mais

S U M Á R I O UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CÂMPUS DE BOTUCATU

S U M Á R I O UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS CÂMPUS DE BOTUCATU S U M Á R I O Página Dos Objetivos... 01 Do Conselho do Programa... 02 Do Corpo Docente... 02 Da Inscrição... 03 Da Matrícula... 04 Do Corpo Discente... 05 Da Proficiência em Idioma... 06 Das Disciplinas,

Leia mais