Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto."

Transcrição

1 PN ; Ag.: TC. VN Gaia; Ag.es2: Ag.a3: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto. 1. As Ag.es discordaram da decisão pela qual foi julgada extinta a execução que lhes moveu a Ag.a, mostrando-se, no dizer do tribunal, pagas a quantia exequenda e as custas, art. 919/1 CPC. 2. Não houve contra-alegações. 3. A decisão foi favorável às recorrentes. 4. Entretanto, veio CRL, exequente, requerer nos termos dos arts. 666 e 669 CPC a aclaração do acórdão: (a) O tribunal entendeu que o depósito feito [por uma das executadas] era uma caução que suspendia o curso executivo; (b) No entanto limitou-se a uma análise genérica, sem explicar o porquê da conclusão; 1 Vistos: Des. Ferreira de Des. Paiva 2 Adv.: Dr.. 1

2 (c) E sem respeitar os casos julgados existentes (despacho de sustação executiva e de remessa à conta); (d) Nem é sequer perceptível a afirmação de não terem podido as partes aperceber-se de dados suficientes para compreenderem a situação processual, após o surgimento desses dois despachos, nomeadamente tendo em vista o quadro legal, onde a ignorância ou má interpretação da lei não releva, art. 8 CC; (e) Por outro lado, a executada não fez constar do depósito que este era condicional, ou que apenas era para valer até ser julgada a caução; (f) Circunstância a que deve acrescentar-se o seguinte: da guia de depósito, cuja emissão foi requerida pela depositante, consta expressamente proveniente da quantia exequenda, e nada é referido quanto a caucionar seja o que fôr; (g) Por fim, não se alcança o que se pretende, e de onde provém, a conclusão [do acórdão]: a exequente declarou bastar-se com o depósito; (h) É que a menos que se tenha deturpado o sentido pretendido, não se entrevê o que efectivamente se pretendeu dizer: a recorrida apenas alegou bastar-se por motivos que têm a ver com a constituição de provisões bancárias nos termos da lei; (i) Ou seja, por motivos perfeitamente internos, e que nada têm a ver com os autos ou com o tribunal; (j) Ademais, não se entende como iria a exequente prescindir em sede de caução dos juros vencidos e vincendos, quando até solicitou ao tribunal ( sem oposição da parte das recorrentes) que fosse prestada caução no excedente de juros moratórios; (k) Os quais (vincendos) sempre referiu que deviam ser abrangidos pela garantia; (l) Aspectos todos estes que não se alcançam nem explicam no acórdão, e que o tornam obscuro. 5. Responderam as executadas, defendendo que nada havia a aclarar. 3 Adv.: 2

3 6. Foi decidido nada haver a aclarar, vistos os arts. 666 e 669 CPC: (a) todos os problemas enunciados pela reclamante tiveram resposta, com que esta não concorda, e está no seu direito; contudo, não cabe aclaração, mas para a discordância o recurso que é da lei; (b) ficou sem dúvida explicado porque motivos foi defendido que não interferiam na solução dada ao caso os despachos intercalares de sustação da execução e remessa à conta; (c) E porque razão, tendo as executadas falhado na intervenção processual, deveriam todavia ter sido solicitadas a corrigir, omissão esta que é afinal de contas a base da nulidade processual verificada e aceite sob que foi construída a solução do caso; (d) [Por outro lado] no acórdão apenas se diz poder ser desde já proferido despacho em volta do tema da idoneidade da caução, porque a exequente já se pronunciou (já foi ouvida) sobre o assunto, balanceando entre uma radical recusa e aquele outro bastar-se com o pagamento proveniente do depósito efectuado; e pagamento que afinal de contas aceitava [e aceita] no processo executivo, acaso tivesse [ou tenha mesmo] cessado a execução 7. A reclamante não foi condenada nas custas. 8. O Digno Procurador-Geral da República Adjunto, ao abrigo dos arts. 662/2, 667/1 e 716 CPC vem requerer, agora, que se supra a omissão quanto a custas: (a) O acórdão é omisso; (b) Contudo, a requerente da aclaração deve ser condenada, já que o requerimento foi indeferido; (c) Na verdade, estamos perante um incidente tributável, uma vez que se trata de ocorrência estranha ao desenvolvimento normal da lide e que deu lugar a processado anómalo, art. 16 CCJ4; 4 Cit. tb Ac. RC, , CJ (1989), I/57. 3

4 (d) Por outro lado, qualquer decisão que julgue a acção ou alguns dos sus incidentes condenará em custas a parte que a elas houver dado causa, art. 446/1 CPC; (e) E entende-se que lhes dá causa a parte vencida, na proporção em que o for, art. 446/2 CPC; (f) Deve, pois, a requerente da aclaração ser condenada nas custas do incidente, por ter ficado vencida, i.é, porque o requerimento foi indeferido. 9. Não houve qualquer resposta. 10. Cumpre apreciar e decidir. 11. A responsabilidade pelas custas decorre, geométrica, da sucumbência: diz-se objectiva. Assim, tendo a reclamante sido vencida, i.é, não tendo obtido deferimento, não só lhes deu causa como, não tendo o acórdão consignado a condenação é omisso quanto a custas e deve ser reformado ao abrigo dos preceitos legais invocados pelo MP. 12. Atento o exposto, vistos os arts. 16 CCJ e 446/1.2, 662/2, 667/1 e 716 CPC, decidem aditar o número 10. ao texto da decisão aclaranda com o seguinte teor: custas por, sucumbente. x Voto separado: entendo que não há lugar à condenação em custas no caso do pedido de esclarecimento ou mera reforma circunstancial da sentença, porquanto de um ponto de vista lógico-normativo não se compreende que possa ficar vencida qualquer posição que afinal de contas reside na dúvida sobre o sentido de um texto jurídico, ou intenta o melhoramento, a correcção de mero lapso: a circunstância de, na resposta, ser dito, ou poder ser dito que não há nada a aclarar ou reformar não pode ser entendida como 4

5 indeferimento mas apenas como reafirmação da sentença tal como foi escrita; e não se segue sequer que não continue a haver uma dúvida legítima sobre o sentido ou acabamento do escrito. Certamente não há aqui caso julgado sobre a clareza da decisão do tribunal! Ora a actividade do Serviço de Justiça a dar lugar à tributação será aquela que incorpora o verdadeiro encerramento judicial de um debate, e a partir de posições sustentadas: não é este o caso; logo, não deve haver lugar a custas. Não foi, com efeito, solucionada definitivamente através da autoridade do tribunal qualquer questão controversa, e o eventual recurso que caiba tem por objecto, então, a sentença e só a sentença de que foi pedido o esclarecimento. 5

Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto.

Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto. PN 1634.011 ; Ag.: TC. VN Gaia; Ag.es2: Ag.a3: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto. 1. As Ag.es discordaram da decisão pela qual foi julgada extinta a execução que lhes moveu a Ag.a, mostrando-se,

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto.

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. PN 1634.011 ; Ag.: TC. VN Gaia; Ag.es2: Ag.a3 Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. As Ag.es discordam da decisão pela qual foi julgada extinta a execução que lhes moveu a Ag.a, mostrando-se, no

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1092.01 1 ; Ag: TC Santo Tirso; Age 2 : José Julião João, Rua Senhora da Conceição 25/27 Peniche; Aga 3 : Ivone da Conceição Antunes Romão, Rua Senhora da Conceição 25 Peniche. Acordam no Tribunal da

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1143.01 1 ; Ag: TC Porto, 2ª Vara; Age 2 : BPI/SFAC, Soc, Fin. p\aquisições a Crédito, SA Rua da Saudade, 132 4º Porto Ago: PT Telecomunicações SA, Avª Fontes Pereira de Melo 40, 1000 Lisboa. Acordam

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1060.011 ; Ap: TC VN Gaia; Ape2: Apo3: Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. A Ape não se conforma com a decisão de 1ª instância pela qual foi apenas concedido parcialmente o pedido baseado em

Leia mais

PN. 1010/99; Ag.: TC Santarém; Ag.e: Ag.o: Acordam no Tribunal da Relação de Évora

PN. 1010/99; Ag.: TC Santarém; Ag.e: Ag.o: Acordam no Tribunal da Relação de Évora PN. 1010/99; Ag.: TC Santarém; Ag.e: Ag.o: Acordam no Tribunal da Relação de Évora 1. BCI., Banco de Comércio e Indústria SA., deu à execução, contra,, L.da, com sede em Estarreja, e, três letras de câmbio

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. A sentença recorrida absolveu da instância, por litispendência, arts. 288/1e., 493/2, 494i.

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. A sentença recorrida absolveu da instância, por litispendência, arts. 288/1e., 493/2, 494i. PN 483.021; Ap.: TC. Gondomar; Ap.es2: ; Ap.o3:. Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. A sentença recorrida absolveu da instância, por litispendência, arts. 288/1e., 493/2, 494i., 499 CPC: verificam-se

Leia mais

ECLI:PT:TRE:2006:

ECLI:PT:TRE:2006: ECLI:PT:TRE:2006:376.06.3.21 http://jurisprudencia.csm.org.pt/ecli/ecli:pt:tre:2006:376.06.3.21 Relator Nº do Documento Maria Alexandra Moura Santos Apenso Data do Acordão 13/07/2006 Data de decisão sumária

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1686.011 ; Ag: TC. S. J. Pesqueira; Ag.e2: Ag.os3: Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. A Ag.e não se conforma com a decisão de 1ª instância que ordenou o despejo, por falta de pagamento de rendas

Leia mais

Tribunal de Contas. Acórdão 4/2008 (vd. Acórdão 2/06 3ª S de 30 de Janeiro) Sumário

Tribunal de Contas. Acórdão 4/2008 (vd. Acórdão 2/06 3ª S de 30 de Janeiro) Sumário Acórdão 4/2008 (vd. Acórdão 2/06 3ª S de 30 de Janeiro) Sumário 1. São duas as questões suscitadas pelo Demandado: - uma que respeita a competência do relator para a decisão tomada e a eventual nulidade

Leia mais

(a) Os Ag.es impugnam a decisão que homologou a desistência do pedido que declarou extinto o direito que o exequente fazia valer contra os Ag.os.

(a) Os Ag.es impugnam a decisão que homologou a desistência do pedido que declarou extinto o direito que o exequente fazia valer contra os Ag.os. PN 6678.03-5; Ag.: Tc. SM Feira, 4º J. (399.99); Ag.es 1 : José Salgueiro Felizardo, José Fernandes Camejo e António João Fernandes Camejo; Ag.os: Lusosuber, Produtos de Cortiça e Derivados, SA 2, Pedro

Leia mais

1. O Ag.e discorda do indeferimento liminar3 da providência cautelar comum

1. O Ag.e discorda do indeferimento liminar3 da providência cautelar comum PN 37.021; Ag.: Tc. VN Famalicão; Ag.e2: ; Ag.a: Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. O Ag.e discorda do indeferimento liminar3 da providência cautelar comum que intentou contra a Ag.a, para [lhe]

Leia mais

Regulamento das Cus stas Processuais A Conta de Custas no Regulamento das Custas Processuais

Regulamento das Cus stas Processuais A Conta de Custas no Regulamento das Custas Processuais A Conta de Custas no Regulamento das Custas Processuais 1 Conceito de taxa de justiça no C.C.J. A taxa de justiça do processo corresponde ao somatório das taxas de justiça inicial e subsequente de cada

Leia mais

Em Conferência, no Tribunal da Relação do Porto I.INTRODUÇÃO

Em Conferência, no Tribunal da Relação do Porto I.INTRODUÇÃO PN 338.051-5; Ag.: TC VN Gaia, 5J ( ) Age.: Ago.: Em Conferência, no Tribunal da Relação do Porto I.INTRODUÇÃO (1) A age. insurgiu-se contra o despacho de 1.ª instância que julgou procedente a excepção

Leia mais

O despacho recorrido absolveu da instância: erro na forma do processo.

O despacho recorrido absolveu da instância: erro na forma do processo. PN 2884.02-5; Ag.: TC VN Gaia, 1º J. (511/00); Ag.e 1 : Carla Cristina Santos Martinez,, Rua Saraiva de Carvalho, 27 5º A 4000 Porto; Ag.as: Cátia Solange Ferreira Xavier, rep. Maria Miquelina da Silva

Leia mais

PN ; Ag.: TCMaia, 2.ºJ ( Ag.e: Ag.a: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

PN ; Ag.: TCMaia, 2.ºJ ( Ag.e: Ag.a: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 4979.07-5; Ag.: TCMaia, 2.ºJ ( Ag.e: Ag.a: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: (a) A Ag.e discorda da deserção do recurso interposto da sentença, por não terem sido apresentadas

Leia mais

S. R. TRIBUNAL DA RELAÇÃO DE GUIMARÃES

S. R. TRIBUNAL DA RELAÇÃO DE GUIMARÃES PROCº 64/03.5TBCBT-C.G1 F. veio reclamar do despacho do Sr. Juiz do Tribunal Judicial de Celorico de Basto, datado de 24.03.2011, que não lhe admitiu o recurso por si interposto, por falta de fundamento

Leia mais

senhoria operou-se no fim do prazo estabelecido (caducidade do contrato); do estabelecimento comercial em causa outro se extinguiu;

senhoria operou-se no fim do prazo estabelecido (caducidade do contrato); do estabelecimento comercial em causa outro se extinguiu; PN. 1277.00; Ap.: TC Santarém, 1º J; Ap.e: Maria José Couto Pereira dos Santos, Rª António Vicente Júnior, 17º 2º Esq., Vale de Estacas; Ap.a: DIM Portugal, Importação e Comercialização Lda, Rª da Matinha,

Leia mais

Comercial de M. d e Can aveses, frente à pretensão da A. no sentido de r ectificar o

Comercial de M. d e Can aveses, frente à pretensão da A. no sentido de r ectificar o PN 254.06-5; Ag: TC M. Canaveses 2º J. ( Ag.e: Ag.a: Em Conferência, no Tribunal da Relação do Porto. I. INTRODUÇÃO: (a) A recorrente não se conformou com a decisão de 1ª instância, que manteve o despacho

Leia mais

A recorrente não se conformou concerteza com a condenação em custas por incidente anómalo.

A recorrente não se conformou concerteza com a condenação em custas por incidente anómalo. PN 3227.02-5 1 ; Ag.: Tc. Arouca; Ag.e 2 : Maria da Conceição Vieira da Silva, Rua da Alegria, 378, 4000-005 Porto; Ag.o: Fernando Pinho Garrido, Lugar de Santa Eulália, 4540 Arouca. Rcte.: MP. Rcda.:

Leia mais

PN ; Ap.: Tc. Gondomar, 1º J. (); Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução:

PN ; Ap.: Tc. Gondomar, 1º J. (); Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução: PN 5134.04-5; Ap.: Tc. Gondomar, 1º J. (); Ap.e1: Ap.a2: Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. Introdução: (a) A Ap.e discorda da improcedência dos embargos de executada, onde alegara nada dever à

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIA

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE DIREITO DIREITO DE PROCESSO EXECUTIVO Frequência: 07.02.14 Diurno I Critique, à luz dos conceitos de certeza, liquidez e exequibilidade,

Leia mais

Acordam, em conferência, na 3" Secção Criminal do Tribunal da Relação de Lisboa

Acordam, em conferência, na 3 Secção Criminal do Tribunal da Relação de Lisboa Telef: 213222900 Fax: 213479845 Mail: lisboa.tr@lribunais.org.pt Processo n 350/08.8TYLSB.L3 Acordam, em conferência, na Criminal do Tribunal da Relação de Lisboa 1 - Após ter sido notificada do acórdão

Leia mais

Idem. Acordam no Tribunal da Relação do Porto.

Idem. Acordam no Tribunal da Relação do Porto. PN 342.021; Ag.: TC. SM Feira; Ag.e2: Ag.o3:, Idem. Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. O despacho recorrido, proferido em inventário por motivo de divórcio, indeferiu reclamação da Ag.e que entendia

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 772.021; Ap.: TC. Fam./Men. Matosinhos, 6º Juízo; Ap.e2: M. ; Ap.o3:. Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. O Ap.e discorda da sentença de 1ª instância que o condenou a pagar à Ap.a o montante

Leia mais

estrada municipal; insc. mat. art (VP Aguiar).

estrada municipal; insc. mat. art (VP Aguiar). PN 527.021; Ap.: TC. VP Aguiar; Ap.es2: Ap.os3: Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. A sentença recorrida reconheceu a a qualidade de herdeiros de ; condenou a restituírem à herança indivisa aberta

Leia mais

PN ; Ag: TC P. Varzim, 4º J ( Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

PN ; Ag: TC P. Varzim, 4º J ( Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 3405.06-5; Ag: TC P. Varzim, 4º J ( Ag.e: Agª: Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: (1) A ag.e não se conforma com a rejeição parcial da ex ecução, por litispendência; (2) Do despacho

Leia mais

Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa

Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa Acórdãos TRL Processo: 402/16.OYRLSB-8 Relator: ILÍDIO SACARRÃO MARTINS Descritores: ARBITRAGEM VOLUNTÁRIA DECISÕES INTERLOCUTÓRIAS Nº do Documento: RL Data do Acordão: 10-03-2016 Votação: DECISÃO INDIVIDUAL

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0919/08 Data do Acordão: 11-03-2009 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO MIRANDA DE PACHECO IMPUGNAÇÃO JUDICIAL RECLAMAÇÃO

Leia mais

Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 3598.07-5; Cf.Comp.: TRP Rq.e: Maria Helena Marques Coelho Rodrigues Correia Simões1, Rua da Firmeza, 148 4000-225 Porto Rq.do: Carlos Alberto Correia Simões Rodrigues2 Em Conferência no Tribunal da

Leia mais

PN ; Ap.: Tc. VN Gaia, 2ª VM ( ); Ap.a. Acordam no Tribunal da Relação do Porto I.INTRODUÇÃO:

PN ; Ap.: Tc. VN Gaia, 2ª VM ( ); Ap.a. Acordam no Tribunal da Relação do Porto I.INTRODUÇÃO: PN 2164.05-5; Ap.: Tc. VN Gaia, 2ª VM ( ); Ap.e1: Ap.a Acordam no Tribunal da Relação do Porto I.INTRODUÇÃO: (1) A Ap.e n ão se conforma com a parcial procedência do pedido: ser a R. condenada ao pagamento

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1991.03-51; Ag.: Tc. Porto, 1ª V. ( Ag.e2:; Ap.os:, Acordam no Tribunal da Relação do Porto interpõe o presente Agravo do despacho que indeferiu a intervenção principal que requerera na causa que corre

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0187/11 Data do Acordão: 25-05-2011 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO ANTÓNIO CALHAU OPOSIÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL NULIDADE

Leia mais

ACORDAM OS JUÍZES NO TRIBUNAL DE SEGUNDA INSTÂNCIA DA R.A.E.M.:

ACORDAM OS JUÍZES NO TRIBUNAL DE SEGUNDA INSTÂNCIA DA R.A.E.M.: Processo nº (Autos de Recurso Civil e Laboral) Data: 29 de Novembro de 2012 Recorrente: A (embargante) Recorridos: B (embargado) Banco Luso Internacional, S.A. (exequente) ACORDAM OS JUÍZES NO TRIBUNAL

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto.

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. PN 1931.011 ; Ag.: TC. Paredes, 3º Juízo; Ag.es2: ; Ag.a3:. Acordam no Tribunal da Relação do Porto. 1. Os Ag.es discordam de decisão de 1ª instância que indeferiu pedido de apensação da acção ordinária

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação de Évora

Acordam no Tribunal da Relação de Évora PN 577.001; Ag.: TC Faro; Ag.es2: ; Ag.o3:. Acordam no Tribunal da Relação de Évora 1. Os Ag.es [AA.] demandam a Ag.a [R.], pedindo que seja condenada a ressarci-los dos danos que lhes advieram da necessidade

Leia mais

Rui Duarte Morais QUANDO A ADMINISTRAÇÃO FISCAL INCUMPRE QUINTAS-FEIRAS DE DIREITO 7 DE JULHO DE 2011

Rui Duarte Morais QUANDO A ADMINISTRAÇÃO FISCAL INCUMPRE QUINTAS-FEIRAS DE DIREITO 7 DE JULHO DE 2011 Rui Duarte Morais 1 QUANDO A ADMINISTRAÇÃO FISCAL INCUMPRE QUINTAS-FEIRAS DE DIREITO 7 DE JULHO DE 2011 Compensação por Iniciativa do Contribuinte 2 Artigo 90º n.º 1 C.P.P.T. A compensação com créditos

Leia mais

(a) A recorrida não concluiu as fracções dentro do prazo acordado; (b) E apenas foi concedida à recorrida a prorrogação do prazo até 03.

(a) A recorrida não concluiu as fracções dentro do prazo acordado; (b) E apenas foi concedida à recorrida a prorrogação do prazo até 03. PN 1369.011 ; Ap: TC Braga; Ap.es2: Ap.a3: Em Conferência, no Tribunal da Relação do Porto. 1. Os AA discordaram da sentença que apenas condenou parcialmente a R. no pedido, compelindo-a tão só ao pagamento

Leia mais

PN ; Ap: TC Porto, 4ª Vara, 2ª. Sec. ( Ap.e: ] Apºs: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

PN ; Ap: TC Porto, 4ª Vara, 2ª. Sec. ( Ap.e: ] Apºs: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 2840.07-5; Ap: TC Porto, 4ª Vara, 2ª. Sec. ( Ap.e: ] Apºs: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: (1) O recorrente discorda de não ter sido admitido ao concurso de credores, apresentada

Leia mais

Processo n. 182/ 14.4TTFUN.L1 Apelação. Acordam na Secção Social do Tribunal da Relação de Lisboa

Processo n. 182/ 14.4TTFUN.L1 Apelação. Acordam na Secção Social do Tribunal da Relação de Lisboa Processo n. 182/ 14.4TTFUN.L1 Apelação. Acordam na Secção Social do Tribunal da Relação de Lisboa A Ré, Q - Gestão e Exploração Hoteleira, Lda no seu requerimento de interposição do recurso, requereu o

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Processo: 01941/13 Data do Acordão: 29-01-2014 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: ISABEL MARQUES DA SILVA Descritores: Sumário: Nº Convencional: JSTA000P16946

Leia mais

PN ; Ap: TC Ovar; Ape: BTA, S.A, Rua do Ouro, 88, Lisboa; Apa: Irmãos Neto, Construções, Lda., Rua 62, 8 1ºB, Espinho.

PN ; Ap: TC Ovar; Ape: BTA, S.A, Rua do Ouro, 88, Lisboa; Apa: Irmãos Neto, Construções, Lda., Rua 62, 8 1ºB, Espinho. PN 1380.00; Ap: TC Ovar; Ape: BTA, S.A, Rua do Ouro, 88, Lisboa; Apa: Irmãos Neto, Construções, Lda., Rua 62, 8 1ºB, Espinho. Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. BTA, S.A, apela da sentença de graduação

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução:

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução: PN 3799.04-5; Ag.: Tc. VN Famalicão, 1º J. (760-B.99); Ag.es 1 : Maria Adelina Barbosa de Sousa, Manuel Adriano Barbosa de Sousa, Maria da Conceição Barbosa de Sousa Oliveira, Belmira Barbosa de Sousa;

Leia mais

PN ; Ap.: Tc. Lamego, 1º J. ); Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução:

PN ; Ap.: Tc. Lamego, 1º J. ); Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução: PN 1926.04-5; Ap.: Tc. Lamego, 1º J. ); Ap.e1: Ap.o2: Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. Introdução: (a) A Ap.e não se conforma com a sentença d e conversão em divór cio da separação de pessoas

Leia mais

ACÓRDÃO N.º 36/09 15.Set. -1ª S/PL

ACÓRDÃO N.º 36/09 15.Set. -1ª S/PL ACÓRDÃO N.º 36/09 15.Set. -1ª S/PL Recurso Ordinário n.º 4/2009-R (Processo de fiscalização prévia nº 1294/2008) DESCRITORES: Aclaração de Acórdão / Esclarecimento Suplementar / Indeferimento do Pedido

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Processo: 0483/13 Data do Acordão: 13-11-2013 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: ISABEL MARQUES DA SILVA Descritores: IMPUGNAÇÃO JUDICIAL PROCEDIMENTO DE

Leia mais

Nas alegações, conclui o seguinte:

Nas alegações, conclui o seguinte: Acórdãos STA Processo: 0568/12 Data do Acordão: 24-10-2012 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: LINO RIBEIRO Descritores: CADUCIDADE DE GARANTIA Sumário: Nº Convencional: JSTA000P14744 Nº do Documento: SA2201210240568

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0142/09 Data do Acordão: 03-06-2009 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO MIRANDA DE PACHECO OPOSIÇÃO À EXECUÇÃO FISCAL EXTEMPORANEIDADE

Leia mais

Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 5860.06-5; Ag: TC Juízos Cíveis do Porto, 2º J, 1ª Sec (725/02) Ag.e: Maria do Rosário Moreira Martins 1, Bairro dos Pescadores, bloco h, entrada 2, 2º esqº, 4450 Matosinhos Agº: Credibanco Banco de

Leia mais

PN ; Ag.: TC Porto, 3º J (1684A. 02) Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução:

PN ; Ag.: TC Porto, 3º J (1684A. 02) Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução: PN 4112.03-5; Ag.: TC Porto, 3º J (1684A. 02) Ag.e1: ; Ag.o2: Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. Introdução: (a) O Ag.e não se conforma com as decisões sucessivas através das quais (i) lhe não

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Página 1 de 5 Acórdãos STA Processo: 0416/10 Data do Acordão: 01/03/2011 Tribunal: 2 SUBSECÇÃO DO CA Relator: PIRES ESTEVES Descritores: CONTRA-INTERESSADO CUSTAS Sumário: Nº Convencional: JSTA000P12653

Leia mais

Exame de Prática Processual Penal

Exame de Prática Processual Penal Exame de Prática Processual Penal I No dia 20/02/06 António foi surpreendido na sua caixa do correio com uma notificação do Tribunal ali colocada nesse dia que, recebendo a acusação que contra si era deduzida

Leia mais

PN ; Cf. C.: TR. Porto; Rq.: MP; TR.s Conf.: 4ª Vara Cível do Porto, 1º Juízo Cível do Porto. Acordam no Tribunal da Relação do Porto

PN ; Cf. C.: TR. Porto; Rq.: MP; TR.s Conf.: 4ª Vara Cível do Porto, 1º Juízo Cível do Porto. Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1274.01; Cf. C.: TR. Porto; Rq.: MP; TR.s Conf.: 4ª Vara Cível do Porto, 1º Juízo Cível do Porto. Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. O Digno Procurador-Geral da República junto deste Tribunal

Leia mais

1. cc (beneficiários de apoio judiciário), demandaram, em acção de demarcação que culminou pela

1. cc (beneficiários de apoio judiciário), demandaram, em acção de demarcação que culminou pela PN: 884/001; AG: TC Cartaxo; Ag.es2: Ag.os3: Acordam no Tribunal da Relação de Évora 1. cc (beneficiários de apoio judiciário), demandaram, cc, em acção de demarcação que culminou pela homologação do laudo

Leia mais

O Ag.e não se conforma com o procedimento da execução de alimentos que a filha lhe move.

O Ag.e não se conforma com o procedimento da execução de alimentos que a filha lhe move. PN 6922.03-5; Ag.: Tc. Porto, Família e Menores, 2º J. (380-C/96); Ag.e 1 : José Carlos Mota da Silva, Rua Sol Poente, 656, habitação G, Leça da Palmeira; Ag.a 2 : Teresa Susana Martins Gonçalves Mota

Leia mais

Tribunal da Relação de Lisboa Rua do Arsenal Letra O Tel: Fax:

Tribunal da Relação de Lisboa Rua do Arsenal Letra O Tel: Fax: Tribunal da Relação de Lisboa Rua do Arsenal Letra O - 1100-038 Tel: 213222900 - Fax: 213222992 Email: correio@flsboalrmj.pt Exmo(a) Senhor(a) RUa Laura Alves, n 4-7 Lisboa 1050-138 LISBOA Nossa Referência:

Leia mais

PN ; Ag: TC Porto (1ª Vara, ) Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

PN ; Ag: TC Porto (1ª Vara, ) Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 1534.07; Ag: TC Porto (1ª Vara, ) Ag.e: Agº: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: (1) O ag.e discorda da solução dada à oposição por via de embargos de terceiro, que intentou

Leia mais

SIADAP 2 AT Serviços Tributários. Avaliação dos dirigentes intermédios e do pessoal de chefia tributária

SIADAP 2 AT Serviços Tributários. Avaliação dos dirigentes intermédios e do pessoal de chefia tributária SIADAP 2 AT Serviços Tributários Avaliação dos dirigentes intermédios e do pessoal de chefia tributária Procedimento de Reclamação - Linhas Orientadoras I Apreciação pela Comissão Paritária constituída

Leia mais

Contencioso Tributário do Supremo Tribunal Administrativo: I O Instituto da Segurança Social, IP Centro

Contencioso Tributário do Supremo Tribunal Administrativo: I O Instituto da Segurança Social, IP Centro Acórdãos STA Processo: 04/10 Data do Acordão: 18-02-2010 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO ANTÓNIO CALHAU RECLAMAÇÃO DE CRÉDITOS DÍVIDA À SEGURANÇA

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC RECURSOS

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC RECURSOS OFICINA DO NOVO CPC RECURSOS RECURSO DE APELAÇÃO Artigos 1.009 a 1.014 do Código de Processo Civil 1. Recurso de Apelação Conceito Cabe recurso de apelação contra a sentença do juiz que põe fim à fase

Leia mais

PN ; Ap: Tc. Paredes, 2ª J.( ) Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I INTRODUÇÃO:

PN ; Ap: Tc. Paredes, 2ª J.( ) Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I INTRODUÇÃO: PN.1768.07-5; Ap: Tc. Paredes, 2ª J.( ) Ap.: Ap.o: Em Conferência no Tribunal da Relação do Porto I INTRODUÇÃO: (a) Os recorrentes não se conformam com a sentença de primeira instância que julgou improcedentes

Leia mais

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL Ex.~(j Senhor(a) Av de Berna, 19 1050 037 LISBOA 2.~ Secção Autos de Traslado n. 366 a/li Extraídos dos Autos de Recurso n. 366/li Vindos do Tribunal da Relação de Lisboa (Proc. n. 350/0B.STYLSB.L1, 3asec)

Leia mais

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO DOS PROCESSOS EXECUTIVOS

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO DOS PROCESSOS EXECUTIVOS LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO DOS PROCESSOS EXECUTIVOS DADOS GERAIS PROCESSO N.º TRIBUNAL: JUÍZO: SECÇÃO: DATA DE ENTRADA: _ TÍTULO EXECUTIVO: TIPO DE EXECUÇÃO: EXECUÇÃO INICIADA ANTES DE 15/09/2003: FORMA

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN. 1237.001; Ag.: TC Sto. Tirso; Ag.es: Ag.os: Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. Os Ag.es interpuseram recurso de revisão (art. 771º c CPC) da sentença proferida, em 00.02.15, nos autos de acção

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0196/09 Data do Acordão: 25-03-2009 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO MIRANDA DE PACHECO EXTEMPORANEIDADE RECLAMAÇÃO DE

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0545/10 Data do Acordão: 15-09-2010 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO ANTÓNIO CALHAU IVA CADUCIDADE DO DIREITO À LIQUIDAÇÃO

Leia mais

Deliberação nº 1 /CC/2018. de 14 de Setembro. Relatório

Deliberação nº 1 /CC/2018. de 14 de Setembro. Relatório Deliberação nº 1 /CC/2018 de 14 de Setembro Processo nº 14/CC/2018 Deliberam os Juízes Conselheiros do Conselho Constitucional: I Relatório André Joaquim Magibire, na qualidade de mandatário do Partido

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto

Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 219.011; AG: TC VN Gaia; Ag.e2: Ag.a3: Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1., Investimentos Imobiliários Lda. interpôs o presente agravo da decisão de 1ª instância pela qual foi indeferido requerimento

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL SUPREMO Câmara do Cível, Administrativo, Fiscal e Aduaneiro ACÓRDÃO

REPÚBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL SUPREMO Câmara do Cível, Administrativo, Fiscal e Aduaneiro ACÓRDÃO REPÚBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL SUPREMO Câmara do Cível, Administrativo, Fiscal e Aduaneiro PROCESSO N.º 2104/14 ACÓRDÃO Na Câmara do Cível, Administrativo, Fiscal e Aduaneiro do Tribunal Supremo, os Juízes

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0765/10 Data do Acordão: 24-02-2011 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO ISABEL MARQUES DA SILVA INDEFERIMENTO LIMINAR DA

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Página 1 de 7 Acórdãos STA Processo: 0270/18.8BEPRT-S1 Data do Acordão: 06-02-2019 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: ISABEL MARQUES DA SILVA Descritores: CONTRA-ORDENAÇÃO APENSAÇÃO PORTAGEM Sumário: Acórdão

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Página 1 de 5 Acórdãos STA Processo: 01380/14 Data do Acordão: 06-05-2015 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: ISABEL MARQUES DA SILVA Descritores: Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo GRADUAÇÃO DE CRÉDITOS

Leia mais

RECLAMAÇÃO VERIFICAÇÃO GRADUAÇÃO DE CRÉDITOS

RECLAMAÇÃO VERIFICAÇÃO GRADUAÇÃO DE CRÉDITOS 1 de 5 10/07/17, 11:09 Acórdãos STA Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Processo: 0589/15 Data do Acordão: 28-06-2017 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: FONSECA CARVALHO Descritores: Sumário: EXECUÇÃO

Leia mais

Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa EXONERAÇÃO DO PASSIVO RESTANTE DIFERIMENTO DO PAGAMENTO DE CUSTAS APOIO JUDICIÁRIO.

Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa EXONERAÇÃO DO PASSIVO RESTANTE DIFERIMENTO DO PAGAMENTO DE CUSTAS APOIO JUDICIÁRIO. Acórdãos TRL Processo: Relator: Descritores: Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa 3198/13.4TBMTJ.L1-7 DINA MONTEIRO EXONERAÇÃO DO PASSIVO RESTANTE DIFERIMENTO DO PAGAMENTO DE CUSTAS APOIO JUDICIÁRIO

Leia mais

TRIBUNAL DA RELAÇÃO DE LISBOA

TRIBUNAL DA RELAÇÃO DE LISBOA Vi Proc. N.~ 7251/07 3 Secção Relator: Carlos Rodrigues de Almeícia + Acordam, em conferência, no Tribunal da Relação de Lisboa 1 No dia 29 de Novembro de 2007, deu entrada neste tribunal requerimento

Leia mais

PAPEL DO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA NA ORIENTA- ÇÃO DA JURISPRUDÊNCIA: PROCEDIMENTOS DE UNIFOR- MIZAÇÃO BREVES NOTAS

PAPEL DO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA NA ORIENTA- ÇÃO DA JURISPRUDÊNCIA: PROCEDIMENTOS DE UNIFOR- MIZAÇÃO BREVES NOTAS PAPEL DO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA NA ORIENTA- ÇÃO DA JURISPRUDÊNCIA: PROCEDIMENTOS DE UNIFOR- MIZAÇÃO BREVES NOTAS 1. Estrutura judiciária - Tribunais Judiciais (1) Supremo Tribunal de Justiça (com

Leia mais

Regulamento de Dispensa de Segredo Profissional

Regulamento de Dispensa de Segredo Profissional Regulamento de Dispensa de Segredo Profissional Regulamento n.º 94/2006 OA (2ª Série), de 25 de Maio de 2006 / ORDEM DOS ADVOGADOS. Conselho Geral. - Regulamento de dispensa de segredo profissional. Diário

Leia mais

P. N. 404/98.1; AG-TJSesimbra Agv.te: José César Antunes Gomes Luís. Agv.dos: CEA, SA e E. I. Representações Mascote, Lda.

P. N. 404/98.1; AG-TJSesimbra Agv.te: José César Antunes Gomes Luís. Agv.dos: CEA, SA e E. I. Representações Mascote, Lda. P. N. 404/98.1; AG-TJSesimbra Agv.te: José César Antunes Gomes Luís. Agv.dos: CEA, SA e E. I. Representações Mascote, Lda. Acordam no Tribunal da Relação de Évora 1. Caixa Económica Açoriana, S. A., com

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 01583/15 Data do Acordão: 15 02 2017 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: ISABEL MARQUES DA SILVA Descritores: IMPUGNAÇÃO FUNDAMENTOS OPOSIÇÃO ERRO NA FORMA DE PROCESSO CONVOLAÇÃO Sumário:

Leia mais

ANEXO III DADOS ESTATÍSTICOS DA CPEE

ANEXO III DADOS ESTATÍSTICOS DA CPEE ANEXO III DADOS ESTATÍSTICOS DA CPEE I. PARTICIPAÇÕES.) ANO DE 009 No período compreendido entre 3 de Março e 3 de Dezembro de 009, foram recebidas pela CPEE 7 (setenta e uma) participações/queixas. 0

Leia mais

Supremo Tribunal Administrativo:

Supremo Tribunal Administrativo: Acórdãos STA Processo: 0125/10 Data do Acordão: 05-05-2010 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO MIRANDA DE PACHECO EXECUÇÃO FISCAL OPOSIÇÃO CITAÇÃO

Leia mais

(Termo eletrónico elaborado por Escrivão Adjunto Paula Leite) =CLS=

(Termo eletrónico elaborado por Escrivão Adjunto Paula Leite) =CLS= Insolvência pessoa singular (Apresentação) 154419288 CONCLUSÃO - 04-09-2017 (Termo eletrónico elaborado por Escrivão Adjunto Paula Leite) =CLS= I. Relatório Guilherme Albino Ribeiro Rebelo, comerciante,

Leia mais

PN ; Ap: TC Ovar; Ape: Apa: Acordam no Tribunal da Relação do Porto

PN ; Ap: TC Ovar; Ape: Apa: Acordam no Tribunal da Relação do Porto PN 1380.00; Ap: TC Ovar; Ape: Apa: Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1., apela d a sentença de graduação de créditos prof erida no apenso á execução ordinária para pagamento de quantia certa que.

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução.

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução. PN 796.02 1 ; Ag.: Tc. V.N. Gaia; Ag.e: Joaquim Fernando Mendes Ribeiro 2, Av. Gomes Junior, 767, Madalena, 4405 V.N. Gaia; Ag.a: Mendes Ribeiro & Filhos, Ldª 3, Rua Dr. Joaquim Pires de Lima, 243, 4200-350

Leia mais

ECLI:PT:TRC:2017: TBCTB.B.C1.DF

ECLI:PT:TRC:2017: TBCTB.B.C1.DF ECLI:PT:TRC:2017:1786.05.1TBCTB.B.C1.DF http://jurisprudencia.csm.org.pt/ecli/ecli:pt:trc:2017:1786.05.1tbctb.b.c1.df Relator Nº do Documento Emidio Francisco Santos Apenso Data do Acordão 28/03/2017 Data

Leia mais

Exmos. Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça. Proc. NUIPC 147/13.3TELSB-K.L1

Exmos. Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça. Proc. NUIPC 147/13.3TELSB-K.L1 Exmos. Senhores Juízes Conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça Proc. NUIPC 147/13.3TELSB-K.L1 Antero Luís, Juiz Desembargador, visado no incidente de recusa deduzido pelo Ministério Público, vem dar

Leia mais

Exmo. Senhor Dr. Juiz de Direito do Tribunal Administrativo e Fiscal de [ ] Execução fiscal Serviço de finanças de [ ] Processo n.º : [ ] e aps.

Exmo. Senhor Dr. Juiz de Direito do Tribunal Administrativo e Fiscal de [ ] Execução fiscal Serviço de finanças de [ ] Processo n.º : [ ] e aps. Exmo. Senhor Dr. Juiz de Direito do Tribunal Administrativo e Fiscal de [ ] Execução fiscal Serviço de finanças de [ ] Processo n.º : [ ] e aps. [, Lda.], com sede na Rua [ ], [ ], matriculada na Conservatória

Leia mais

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. ACÓRDÃO N. o 115/2010. (Recurso do Acórdão N 104/2009 ) Acordam, em nome do Povo, no Plenário do Tribunal Constitucional

TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. ACÓRDÃO N. o 115/2010. (Recurso do Acórdão N 104/2009 ) Acordam, em nome do Povo, no Plenário do Tribunal Constitucional " REPúBLICA DE ANGOLA TRIBUNAL CONSTITUCIONAL ACÓRDÃO N. o 115/2010 Processo n 55/2008 (Recurso do Acórdão N 104/2009 ) Acordam, em nome do Povo, no Plenário do Tribunal Constitucional Miguel João Sebastião

Leia mais

RECURSOS JURISDICIONAIS

RECURSOS JURISDICIONAIS PRÁTICAS PROCESSUAIS ADMINISTRATIVAS RECURSOS JURISDICIONAIS Coimbra, 02.11.2010 José Pereira de Sousa - Advogado 1 Recursos Jurisdicionais Os recursos das decisões jurisdicionais proferidas pelos Tribunais

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Processo: 0440/08 Data do Acordão: 18-09-2008 Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Tribunal: Relator: Descritores: Sumário: 2 SECÇÃO MIRANDA DE PACHECO EXECUÇÃO FISCAL ERRO NA FORMA

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

Acordam no Tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 2714.06-5; Ag: TC V. Conde, 3 J ( 339A/99) Ag.e: Maria Ramos dos Santos, Luísa Ramos Carneiro cc José Fernando das Silva Linhares, Maria América ramos Miranda cc Joaquim Luís Piló Sales 1, Rua do Facho,

Leia mais

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo

Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Acórdãos STA Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo Processo: 01375/13 Data do Acordão: 09-10-2013 Tribunal: 2 SECÇÃO Relator: ISABEL MARQUES DA SILVA Descritores: PAGAMENTO EM PRESTAÇÕES IVA REQUERIMENTO

Leia mais

ECLI:PT:TRE:2008:

ECLI:PT:TRE:2008: ECLI:PT:TRE:2008:1945.07.2 http://jurisprudencia.csm.org.pt/ecli/ecli:pt:tre:2008:1945.07.2 Relator Nº do Documento Acácio Neves Apenso Data do Acordão 17/01/2008 Data de decisão sumária Votação unanimidade

Leia mais

O Requerente salienta mesmo que é a única pessoa que sabe que as tornas agora exigidas foram efectivamente pagas.

O Requerente salienta mesmo que é a única pessoa que sabe que as tornas agora exigidas foram efectivamente pagas. - Dispensa de Segredo Profissional nº 168/2008 1. Requerimento O Exmo. Sr. Dr. ( ), Advogado (CP nº ( )), com escritório na ( ), em ( ), veio requerer a dispensa de guardar segredo profissional para prestar

Leia mais

1. O ap.e insurge-se contra a decisão pela qual foi judicialmente reconhecido como pai do menor :

1. O ap.e insurge-se contra a decisão pela qual foi judicialmente reconhecido como pai do menor : PN 1594.001 ; Ap: TC Peso da Régua; Ap.e2: ; Ap.o: MP. Acordam no Tribunal da Relação do Porto 1. O ap.e insurge-se contra a decisão pela qual foi judicialmente reconhecido como pai do menor : (a) O tribunal

Leia mais

ACÓRDÃO NA CÂMARA DO CÍVEL E ADMINISTRATIVO DO TRIBUNAL POPULAR SUPREMO, ACORDAM EM CONFERÊNCIA, EM NOME DO POVO:

ACÓRDÃO NA CÂMARA DO CÍVEL E ADMINISTRATIVO DO TRIBUNAL POPULAR SUPREMO, ACORDAM EM CONFERÊNCIA, EM NOME DO POVO: ACÓRDÃO PROC. N.º 43/91 NA CÂMARA DO CÍVEL E ADMINISTRATIVO DO TRIBUNAL POPULAR SUPREMO, ACORDAM EM CONFERÊNCIA, EM NOME DO POVO: Na Sala do Cível e Administrativo do Tribunal Popular Provincial de Luanda,

Leia mais

PN ; Ap: TC Porto, 2ª V ( Apª:. Em Conferência no tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO:

PN ; Ap: TC Porto, 2ª V ( Apª:. Em Conferência no tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: PN 2437.07-5; Ap: TC Porto, 2ª V ( Ap.e: Apª:. Em Conferência no tribunal da Relação do Porto I. INTRODUÇÃO: (1) O recorrente não se conformou com a improcedência da excep ção de prescrição decidida no

Leia mais

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução:

Acordam no Tribunal da Relação do Porto. I. Introdução: PN 3383.03-5; Ag.: TC º Azemeis, 2º J (996.02) Ag.e 1 : Manuel da Costa Cristino, Rua João Crisóstomo de Aguiar, s.n., Costa, Cucujães, O. Azemeis; Ag.os 2 : Luis António da Costa Gomes, Maria de Fátima

Leia mais

O Conselho Geral delibera, nos termos do parecer jurídico que se anexa à presente deliberação e para o qual se remete: Tendo em conta a imposição

O Conselho Geral delibera, nos termos do parecer jurídico que se anexa à presente deliberação e para o qual se remete: Tendo em conta a imposição Deliberação pública Deliberação 20140510.11.5 Definição do procedimento adotado pela Câmara dos Solicitadores quando lhe é diretamente solicitado uma desassociação de agente de execução Tendo em consideração

Leia mais

Tribunal da Relação de Évora, Acórdão 22 Janeiro 2004 (Ref. 356/2004)

Tribunal da Relação de Évora, Acórdão 22 Janeiro 2004 (Ref. 356/2004) JURISPRUDÊNCIA E PARECERES Tribunal da Relação de Évora, Acórdão 22 Janeiro 2004 (Ref. 356/2004) Relator: José Manuel Bernardo Domingos Processo: 2128/03 Jurisdição: Cível Colectânea de Juriprudência,

Leia mais