EXIN Cloud Computing Fundamentos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXIN Cloud Computing Fundamentos"

Transcrição

1 Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013

2 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada num sistema de processamento de dados ou transmitida em qualquer forma por impressão, impressão de fotos, microfilme, ou quaisquer outros meios sem permissão por escrito da EXIN. 2

3 Conteúdo Introdução 4 Exame simulado 5 Gabarito de respostas 10 Avaliação 19 3

4 Introdução Este é um exemplo de exame de EXIN Cloud Computing Fundamentos. Este exemplo de exame consiste de 20 questões de múltipla escolha. O exame real consiste de 40 questões de múltipla escolha. Cada questão tem um número de possíveis respostas, das quais somente uma resposta é a correta. O número máximo de pontos que podem ser obtidos nesse exame é 20. Cada resposta correta tem o valor de um ponto. Se você obtiver 13 pontos ou mais será considerado aprovado. O tempo máximo permitido para a realização do exame é de 30 minutos. Nenhum direito será derivado desta informação. Boa sorte! 4

5 Exame simulado 1 de 20 Qual é a definição correta de Cloud Computing? A. Um grande conjunto de recursos virtualizados úteis e acessíveis B. Uma rede de computadores clientes interconectados globalmente C. Uma arquitetura de serviço baseada em "thin clients" (computadores clientes dependentes de um servidor) D. Um serviço oferecido pelo provedor de serviço, não limitado por um Acordo de Nível de Serviço (ANS) 2 de 20 Onde surgiu a internet? A. Em um conjunto de universidades cooperadas nos EUA B. Por aficionados por computação C. Na CIA (Agência Central de Inteligência dos EUA) D. No Ministério da Defesa dos EUA 3 de 20 Por que a virtualização impulsionou o surgimento da Cloud Computing? A. Uma máquina virtual é mais segura do que uma máquina física. B. A virtualização facilitou e barateou o compartilhamento de recursos entre usuários. C. As máquinas virtuais têm um desempenho maior do que as máquinas físicas. D. A virtualização proporciona uma melhor utilização da rede 4 de 20 Qual destas opções é exemplo de um ambiente de finalidade única? A. Qualquer aplicativo em qualquer servidor B. A interface de um grande computador C. A interface de um grande dispositivo de armazenamento D. Um mainframe 5

6 5 de 20 O que o cliente deve considerar uma preocupação importante em ambientes com vários locatários? A. Disponibilidade B. Largura de banda da rede C. Latência da rede D. Segurança 6 de 20 Qual destas opções é um benefício importante da cloud? A. Dados altamente protegidos B. Independência da internet C. Custo reduzido D. Pequena largura de banda 7 de 20 O que é uma Rede Virtual Privada (VPN)? A. Uma conexão segura para acesso remoto à rede de área local (LAN) B. Uma cloud privada segura para um único usuário C. Um dispositivo de rede virtual para fins particulares D. Um sistema operacional para sistemas em rede privada 8 de 20 O que pode ser feito para aproveitar ao máximo o uso do princípio de interoperabilidade da Cloud Computing? A. Empregar vários integradores de sistemas para criar uma Cloud privada B. Usar somente provedores de Cloud localizados na Europa C. Usar hardware e software de um único fornecedor D. Usar protocolos padrão 6

7 9 de 20 Qual desses motivos não é válido para o cliente perguntar a um provedor de Cloud onde estão localizados seus servidores? A. A localização geográfica pode dizer algo sobre a latência da rede B. A localização geográfica pode dizer algo sobre a legislação C. O número de locais diz algo sobre as possibilidades de recuperação de desastres D. Quando um servidor falha, o cliente quer enviar um técnico para corrigir o problema o quanto antes 10 de 20 Qual processo não consta da norma ISO/IEC 20000? A. Gerenciamento de configuração B. Gerenciamento de pessoas C. Gerenciamento do nível de serviço D. Gerenciamento de fornecedor 11 de 20 Qual desses requisitos é importante para que os aplicativos sejam acessíveis na Cloud? A. O aplicativo deve ser compatível com o navegador do computador do usuário B. O aplicativo deve usar a mesma linguagem de programação que os clientes C. O usuário deve saber em qual servidor o aplicativo está localizado D. A identidade do usuário deve ser fornecida ao aplicativo 12 de 20 Qual modelo de serviço permite que o cliente escolha mais camadas na arquitetura de computação? A. Infraestrutura como um Serviço (IaaS) B. Plataforma como um Serviço (PaaS) C. Software como um Serviço (SaaS) D. Não há diferença entre os modelos de serviço 7

8 13 de 20 Como a Cloud Computing muda o relacionamento entre o provedor e o cliente? A. Maior foco nos Acordos de Nível de Serviço (ANS) B. Menor conformidade aos padrões C. Menor foco nos Acordos de Nível de Serviço (ANS) D. Maior foco em treinamento 14 de 20 Como é possível obter confidencialidade das informações? A. Garantindo recursos suficientes para disponibilizar as informações para todos os usuários B. Evitando alterações não autorizadas C. Fazendo backup das informações regularmente D. Restringindo o acesso às informações 15 de 20 Qual destas seguintes opções não é uma medida de redução de perda de dados? A. Auditorias B. Autenticação e autorização C. Criptografia D. Rede de Área de Armazenamento (SAN) 16 de 20 O que é federação no gerenciamento de identidades? A. O gerenciamento de identidades baseado em Cloud que permite login único em vários sistemas B. Os sistemas em Cloud que compartilham informações sobre a identidade dos usuários C. A Cloud de todos os sistemas acessíveis por um único usuário D. A identidade de um grupo de usuários que compartilham os mesmos recursos em Cloud 8

9 17 de 20 Para que as informações de localização são usadas na cloud? A. Para determinar a localização geográfica do usuário de um aplicativo B. Para determinar a identidade do usuário de um aplicativo C. Para determinar se o usuário de um aplicativo está on-line D. Para determinar quem acessou um documento armazenado na cloud 18 de 20 Qual é o benefício da disponibilidade de armazenamento em Cloud? A. O armazenamento adicional não exige orçamento para novos grandes dispositivos de armazenamento B. O armazenamento em Cloud tem maior disponibilidade do que os dispositivos de armazenamento na rede de área local C. O armazenamento em Cloud tem períodos de acesso menores do que o armazenamento na rede de área local D. O armazenamento em Cloud é mais fácil de proteger contra intrusões 19 de 20 Qual é o benefício da Cloud Computing para os funcionários de TI? A. Melhor pagamento dos funcionários de TI envolvidos na Cloud Computing B. Menor interrupção do trabalho causada pelos pedidos de suporte dos usuários C. Menor conhecimento necessário: a Cloud Computing não exige habilidades especiais D. Menores níveis de estresse: menor preocupação quanto às atividades diárias normais, como fazer backups 20 de 20 Por que um período de avaliação é necessário ao usar Software como um Serviço (SaaS)? A. Para estabelecer a largura de banda necessária para usar os serviços em Cloud B. Para avaliar se os serviços em Cloud serão úteis C. Para descobrir se o fornecedor cumprirá o Acordo de Nível de Serviço D. Para ter tempo de adaptar a rede local ao uso dos novos serviços 9

10 Gabarito de respostas 1 de 20 Qual é a definição correta de Cloud Computing? A. Um grande conjunto de recursos virtualizados úteis e acessíveis B. Uma rede de computadores clientes interconectados globalmente C. Uma arquitetura de serviço baseada em "thin clients" (computadores clientes dependentes de um servidor) D. Um serviço oferecido pelo provedor de serviço, não limitado por um Acordo de Nível de Serviço (ANS) A. Correto. Essa é uma definição correta de Cloud Computing. B. Incorreto. Uma rede nem sempre é uma Cloud. C. Incorreto. Um "thin client" é um ativo possível de ser utilizado, mas não necessário em uma Cloud. D. Incorreto. Os serviços oferecidos por um provedor de serviço não constituem uma Cloud por definição. 2 de 20 Onde surgiu a internet? A. Em um conjunto de universidades cooperadas nos EUA B. Por aficionados por computação C. Na CIA (Agência Central de Inteligência dos EUA) D. No Ministério da Defesa dos EUA A. Incorreto. Não foi um conjunto de universidades que desenvolveu a internet. B. Incorreto. Não foi um grupo de aficionados por computação que desenvolveu a internet. C. Incorreto. A CIA não desenvolveu a internet. D. Correto. A internet surgiu como projeto Arpanet do Ministério da Defesa dos EUA. 10

11 3 de 20 Por que a virtualização impulsionou o surgimento da Cloud Computing? A. Uma máquina virtual é mais segura do que uma máquina física. B. A virtualização facilitou e barateou o compartilhamento de recursos entre usuários. C. As máquinas virtuais têm um desempenho maior do que as máquinas físicas. D. A virtualização proporciona uma melhor utilização da rede A. Incorreto. As máquinas virtuais não são menos vulneráveis do que as máquinas físicas. B. Correto. A virtualização facilitou a implementação de um sistema com vários locatários. C. Incorreto. As máquinas virtuais apresentam alguma sobrecarga em comparação com as máquinas físicas. D. Incorreto. Não há qualquer diferença na utilização da rede. 4 de 20 Qual destas opções é exemplo de um ambiente de finalidade única? A. Qualquer aplicativo em qualquer servidor B. A interface de um grande computador C. A interface de um grande dispositivo de armazenamento D. Um mainframe A. Incorreto. Isso é exemplo de um ambiente de múltiplas finalidades. B. Incorreto. Isso é exemplo de um ambiente de múltiplas finalidades. C. Incorreto. Isso é exemplo de um ambiente de múltiplas finalidades. D. Correto. Um mainframe é usado para uma finalidade única. 5 de 20 O que o cliente deve considerar uma preocupação importante em ambientes com vários locatários? A. Disponibilidade B. Largura de banda da rede C. Latência da rede D. Segurança A. Incorreto. A disponibilidade também é importante em um ambiente com um único locatário. B. Incorreto. A largura de banda da rede não é um aspecto específico da multilocação. C. Incorreto. A latência da rede não é um aspecto específico da multilocação. D. Correto. Os ambientes com vários locatários compartilham dados de diversos clientes. A segurança é um aspecto (ou risco) importante da multilocação. 11

12 6 de 20 Qual destas opções é um benefício importante da cloud? A. Dados altamente protegidos B. Independência da internet C. Custo reduzido D. Pequena largura de banda A. Incorreto. A proteção de dados é algo com que se preocupar. B. Incorreto. A dependência da internet é alta. C. Correto. A Cloud Computing é econômica de várias maneiras. D. Incorreto. A alta largura de banda é necessária para a Cloud Computing. 7 de 20 O que é uma Rede Virtual Privada (VPN)? A. Uma conexão segura para acesso remoto à rede de área local (LAN) B. Uma cloud privada segura para um único usuário C. Um dispositivo de rede virtual para fins particulares D. Um sistema operacional para sistemas em rede privada A. Correto. Uma VPN permite que um usuário remoto acesse uma rede de área local através de uma conexão segura. B. Incorreto. Uma VPN pode ser usada por vários usuários para acessar uma rede local. C. Incorreto. Uma VPN não é um dispositivo, mas um meio de conexão com uma rede de área local usado não somente para fins particulares. D. Incorreto. Uma VPN não é um sistema operacional, mas um meio de conexão com uma rede de área local. 8 de 20 O que pode ser feito para aproveitar ao máximo o uso do princípio de interoperabilidade da Cloud Computing? A. Empregar vários integradores de sistemas para criar uma Cloud privada B. Usar somente provedores de Cloud localizados na Europa C. Usar hardware e software de um único fornecedor D. Usar protocolos padrão A. Incorreto. O emprego de vários integradores de sistemas não garante a interoperabilidade. B. Incorreto. A localização geográfica do provedor não é um fator importante para a interoperabilidade. C. Incorreto. O uso de um único fornecedor cria dependência ao mesmo. D. Correto. Os padrões garantem a interoperabilidade. 12

13 9 de 20 Qual desses motivos não é válido para o cliente perguntar a um provedor de Cloud onde estão localizados seus servidores? A. A localização geográfica pode dizer algo sobre a latência da rede B. A localização geográfica pode dizer algo sobre a legislação C. O número de locais diz algo sobre as possibilidades de recuperação de desastres D. Quando um servidor falha, o cliente quer enviar um técnico para corrigir o problema o quanto antes A. Incorreto. Essa é uma pergunta válida porque a localização geográfica pode realmente dizer algo sobre a latência da rede. B. Incorreto. Essa é uma pergunta válida porque a localização geográfica pode realmente dizer algo sobre a legislação. C. Incorreto. Essa é uma pergunta válida porque as possibilidades de recuperação de desastres serão limitadas, se o provedor usar somente um local. D. Correto. A falha de um servidor é responsabilidade do provedor da Cloud. 10 de 20 Qual processo não consta da norma ISO/IEC 20000? A. Gerenciamento de configuração B. Gerenciamento de pessoas C. Gerenciamento do nível de serviço D. Gerenciamento de fornecedor A. Incorreto. O gerenciamento de configuração faz parte dos processos de controle. B. Correto. O gerenciamento de pessoas não faz parte da norma ISO/IEC C. Incorreto. O gerenciamento do nível de serviço faz parte do processo de fornecimento do serviço. D. Incorreto. O gerenciamento de fornecedor faz parte do processo de relacionamento. 13

14 11 de 20 Qual desses requisitos é importante para que os aplicativos sejam acessíveis na Cloud? A. O aplicativo deve ser compatível com o navegador do computador do usuário B. O aplicativo deve usar a mesma linguagem de programação que os clientes C. O usuário deve saber em qual servidor o aplicativo está localizado D. A identidade do usuário deve ser fornecida ao aplicativo A. Correto. Como os usuários acessam o aplicativo pelo navegador, o navegador deve ser compatível com os recursos usados pelo aplicativo. B. Incorreto. Os aplicativos não trocam códigos de programação com os clientes. C. Incorreto. Na nuvem, o usuário não precisa da localização do aplicativo. D. Incorreto. Esse pode ser um problema de segurança, mas em geral não é necessário para acessibilidade. 12 de 20 Qual modelo de serviço permite que o cliente escolha mais camadas na arquitetura de computação? A. Infraestrutura como um Serviço (IaaS) B. Plataforma como um Serviço (PaaS) C. Software como um Serviço (SaaS) D. Não há diferença entre os modelos de serviço A. Correto. O cliente pode escolher mais camadas. B. Incorreto. A plataforma permite que somente determinadas linguagens de programação sejam usadas. C. Incorreto. O software pode ser configurado somente pelo usuário. D. Incorreto. A IaaS oferece mais opções de camadas ao cliente. 13 de 20 Como a Cloud Computing muda o relacionamento entre o provedor e o cliente? A. Maior foco nos Acordos de Nível de Serviço (ANS) B. Menor conformidade aos padrões C. Menor foco nos Acordos de Nível de Serviço (ANS) D. Maior foco em treinamento A. Correto. Os provedores executam virtualmente os processos de negócio do cliente, portanto, o cliente precisa definir os ANS. B. Incorreto. Os padrões são ainda mais importantes com a Cloud Computing. C. Incorreto. Os ANS recebem ainda mais atenção com a Cloud Computing. D. Incorreto. Os requisitos de treinamento não mudam necessariamente por causa da Cloud Computing. 14

15 14 de 20 Como é possível obter confidencialidade das informações? A. Garantindo recursos suficientes para disponibilizar as informações para todos os usuários B. Evitando alterações não autorizadas C. Fazendo backup das informações regularmente D. Restringindo o acesso às informações A. Incorreto. O fornecimento de recursos é necessário para a disponibilidade das informações. B. Incorreto. O impedimento de alterações não autorizadas garante a integridade das informações. C. Incorreto. Os backups ajudam a garantir a disponibilidade e integridade das informações. D. Correto. A proteção das informações contra o acesso não autorizado é a principal ferramenta para obtenção de confidencialidade. 15 de 20 Qual destas seguintes opções não é uma medida de redução de perda de dados? A. Auditorias B. Autenticação e autorização C. Criptografia D. Rede de Área de Armazenamento (SAN) A. Incorreto. As auditorias ajudam a identificar e corrigir pontos fracos. B. Incorreto. A autenticação e autorização ajudam a evitar o acesso não autorizado. C. Incorreto. A criptografia atenua as consequências do vazamento de dados. D. Correto. Uma SAN é uma maneira de centralizar o armazenamento de dados, não necessariamente reduzindo a perda de dados. 15

16 16 de 20 O que é federação no gerenciamento de identidades? A. O gerenciamento de identidades baseado em Cloud que permite login único em vários sistemas B. Os sistemas em Cloud que compartilham informações sobre a identidade dos usuários C. A Cloud de todos os sistemas acessíveis por um único usuário D. A identidade de um grupo de usuários que compartilham os mesmos recursos em Cloud A. Correto. A federação se refere ao gerenciamento de identidades baseado em Cloud para permitir login único. B. Incorreto. O compartilhamento de informações ainda não forneceria login único como exigido na federação. C. Incorreto. Um grupo de sistemas como esse não é uma federação no sentido do gerenciamento de identidades. D. Incorreto. Um grupo de usuários como esse não é uma federação no sentido do gerenciamento de identidades. 17 de 20 Para que as informações de localização são usadas na cloud? A. Para determinar a localização geográfica do usuário de um aplicativo B. Para determinar a identidade do usuário de um aplicativo C. Para determinar se o usuário de um aplicativo está on-line D. Para determinar quem acessou um documento armazenado na cloud A. Correto. Os dados de localização dizem respeito à localização real do usuário. B. Incorreto. Os dados de localização não são confiáveis para a identificação de usuários. C. Incorreto. Os dados de localização não são necessários para verificar se um usuário está conectado a um aplicativo. D. Incorreto. Os dados de localização não podem ser usados para identificar o comportamento de um usuário no passado. 16

17 18 de 20 Qual é o benefício da disponibilidade de armazenamento em Cloud? A. O armazenamento adicional não exige orçamento para novos grandes dispositivos de armazenamento B. O armazenamento em Cloud tem maior disponibilidade do que os dispositivos de armazenamento na rede de área local C. O armazenamento em Cloud tem períodos de acesso menores do que o armazenamento na rede de área local D. O armazenamento em Cloud é mais fácil de proteger contra intrusões A. Correto. O armazenamento em Cloud exige investimento apenas na capacidade necessária. B. Incorreto. O armazenamento em Cloud pode ter até mesmo menor disponibilidade devido a problemas na rede. C. Incorreto. O armazenamento em Cloud pode ter até mesmo períodos de acesso maiores devido a problemas na rede. D. Incorreto. O armazenamento em Cloud poderá ser até mesmo menos seguro, se acessível pela internet. 19 de 20 Qual é o benefício da Cloud Computing para os funcionários de TI? A. Melhor pagamento dos funcionários de TI envolvidos na Cloud Computing B. Menor interrupção do trabalho causada pelos pedidos de suporte dos usuários C. Menor conhecimento necessário: a Cloud Computing não exige habilidades especiais D. Menores níveis de estresse: menor preocupação quanto às atividades diárias normais, como fazer backups A. Incorreto. Os funcionários de TI envolvidos na Cloud Computing não necessariamente ganham salários maiores. B. Incorreto. A Cloud Computing não reduz automaticamente a necessidade de suporte do usuário. C. Incorreto. O uso da Cloud Computing pode exigir menos funcionários, mas ainda precisa de profissionais qualificados. D. Correto. O uso da Cloud Computing pode ser menos estressante para os funcionários de TI, liberados das atividades diárias normais nos datacenters típicos. 17

18 20 de 20 Por que um período de avaliação é necessário ao usar Software como um Serviço (SaaS)? A. Para estabelecer a largura de banda necessária para usar os serviços em Cloud B. Para avaliar se os serviços em Cloud serão úteis C. Para descobrir se o fornecedor cumprirá o Acordo de Nível de Serviço D. Para ter tempo de adaptar a rede local ao uso dos novos serviços A. Incorreto. A largura de banda durante o período de avaliação nem sempre é realista e poderá ser ampliada durante o uso do aplicativo. B. Correto. Antes de investir no novo serviço, a organização desejará saber com certeza se o aplicativo selecionado é apropriado. C. Incorreto. O período de avaliação será muito curto para avaliar adequadamente o ANS com o fornecedor. D. Incorreto. As mudanças na infraestrutura terão que aguardar por uma decisão final e não serão realizadas durante o período de avaliação. 18

19 Avaliação A tabela a seguir mostra as respostas corretas às questões apresentadas neste exame modelo Número Resposta Pontos 1 A 1 2 D 1 3 B 1 4 D 1 5 D 1 6 C 1 7 A 1 8 D 1 9 D 1 10 B 1 11 A 1 12 A 1 13 A 1 14 D 1 15 D 1 16 A 1 17 A 1 18 A 1 19 D 1 20 B 1 19

20 Contato EXIN

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 1 Conceitos da Computação em Nuvem A computação em nuvem ou cloud computing

Leia mais

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer lugar e independente da plataforma, bastando para isso

Leia mais

O que é Cloud Computing?

O que é Cloud Computing? O que é Cloud Computing? Referência The Economics Of The Cloud, Microsoft, Nov. 2010 Virtualização, Brasport, Manoel Veras, Fev. 2011. 2 Arquitetura de TI A arquitetura de TI é um mapa ou plano de alto

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Cluster, Grid e computação em nuvem Slide 8 Nielsen C. Damasceno Introdução Inicialmente, os ambientes distribuídos eram formados através de um cluster. Com o avanço das tecnologias

Leia mais

Virtualização de Sistemas Operacionais

Virtualização de Sistemas Operacionais Virtualização de Sistemas Operacionais Felipe Antonio de Sousa 1, Júlio César Pereira 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipeantoniodesousa@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

GIS Cloud na Prática. Fabiano Cucolo 26/08/2015

GIS Cloud na Prática. Fabiano Cucolo 26/08/2015 GIS Cloud na Prática Fabiano Cucolo 26/08/2015 Um pouco sobre o palestrante Fabiano Cucolo fabiano@soloverdi.com.br 11-98266-0244 (WhatsApp) Consultor de Geotecnologias Soloverdi Engenharia www.soloverdi.com.br.

Leia mais

Soluções em Mobilidade

Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Desafios das empresas no que se refere a mobilidade em TI Acesso aos dados e recursos de TI da empresa estando fora do escritório, em qualquer lugar conectado

Leia mais

Computação em Nuvem. Alunos: Allan e Clayton

Computação em Nuvem. Alunos: Allan e Clayton Computação em Nuvem Alunos: Allan e Clayton 1 - Introdução 2 - Como Funciona? 3 - Sistemas Operacionais na Nuvem 4 - Empresas e a Computação em Nuvem 5 - Segurança da Informação na Nuvem 6 - Dicas de Segurança

Leia mais

Qual servidor é o mais adequado para você?

Qual servidor é o mais adequado para você? Qual servidor é o mais adequado para você? Proteção de dados Tenho medo de perder dados se e o meu computador travar Preciso proteger dados confidenciais Preciso de acesso restrito a dados Acesso a dados

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com Planejamento Estratégico de TI Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com VPN Virtual Private Network Permite acesso aos recursos computacionais da empresa via Internet de forma segura Conexão criptografada

Leia mais

Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores

Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores Disciplina - Sistemas Distribuídos Prof. Andrey Halysson Lima Barbosa Aula 12 Computação em Nuvem Sumário Introdução Arquitetura Provedores

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 FileMaker Pro 13 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 2007-2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ TRIBUTAÇÃO NA NUVEM Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ PROGRAMA 1. INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS APLICÁVEIS 2. PRINCIPAIS OPERAÇÕES E ASPECTOS TRIBUTÁRIOS POLÊMICOS INTRODUÇÃO À

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE APLICAÇÕES GRATUITAS EM NUVEM

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE APLICAÇÕES GRATUITAS EM NUVEM ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE APLICAÇÕES GRATUITAS EM NUVEM Pedro Victor Fortunato Lima, Ricardo Ribeiro Rufino Universidade Paranaense UNIPAR Paranavaí Paraná Brasil pedrin_victor@hotmail.com, ricardo@unipar.br

Leia mais

Segurança nas Nuvens Onde Coloco Meus Dados?

Segurança nas Nuvens Onde Coloco Meus Dados? Segurança nas Nuvens Onde Coloco Meus Dados? Expectativa de 20 minutos Uma abordagem prática e sensata de usar os Serviços em Nuvem de forma segura. Segurança nas Nuvens O que é? Quais as Vantagens das

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos.

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. O papel de um servidor Introdução à rede básica Sua empresa tem muitas necessidades recorrentes, tais como organizar

Leia mais

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor Gestão e Governança de TI Modelo de Governança em TI Prof. Marcel Santos Silva PMI (2013), a gestão de portfólio é: uma coleção de projetos e/ou programas e outros trabalhos que são agrupados para facilitar

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

Classificação::Modelo de implantação

Classificação::Modelo de implantação Classificação::Modelo de implantação Modelo de implantação::privado Operada unicamente por uma organização; A infra-estrutura de nuvem é utilizada exclusivamente por uma organização: Nuvem local ou remota;

Leia mais

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Conceitos principais Nuvem Local Dados (informações) Profissional Pessoal Procedimento padrão (modelo) Produzir Armazenar Como era... Como

Leia mais

Microsoft Azure. Softmanager Soluções em TI. ModernBiz

Microsoft Azure. Softmanager Soluções em TI. ModernBiz Microsoft Azure Softmanager Soluções em TI ModernBiz Programação ModernBiz: seu caminho para a empresa moderna Visão geral do Microsoft Azure Principais soluções de negócios Hospede seus aplicativos na

Leia mais

Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio. Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist

Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio. Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist 05 De onde vem o termo nuvem? Business Servidores SAN WAN SAN LANs Roteador NAS Switch

Leia mais

Uma aplicacação de privacidade no gerenciamento de identidades em nuvem com uapprove

Uma aplicacação de privacidade no gerenciamento de identidades em nuvem com uapprove Uma aplicacação de privacidade no gerenciamento de identidades em nuvem com uapprove Daniel Ricardo dos Santos Universidade Federal de Santa Catarina 10 de novembro de 2011 Agenda 1 Introdução 2 Identidade

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

Cloud Computing. Eduardo Roloff

Cloud Computing. Eduardo Roloff Cloud Computing Eduardo Roloff Sumário Conceituação Modelos de Serviços Modos de Implantação Oportunidades de Pesquisa Discussão Conceituação Cloud Computing é um modelo que pretende prover computação

Leia mais

14/IN01/DSIC/GSIPR 00 30/JAN/12 1/7

14/IN01/DSIC/GSIPR 00 30/JAN/12 1/7 14/IN01/DSIC/GSIPR 00 30/JAN/12 1/7 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação ORIGEM e Comunicações Departamento de Segurança da Informação e

Leia mais

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Cloud Computing é a denominação adotada para a mais recente arquitetura de sistemas informáticos. Cada vez mais empresas

Leia mais

Fernando Seabra Chirigati. Universidade Federal do Rio de Janeiro EEL879 - Redes de Computadores II Professores Luís Henrique Costa e Otto Duarte

Fernando Seabra Chirigati. Universidade Federal do Rio de Janeiro EEL879 - Redes de Computadores II Professores Luís Henrique Costa e Otto Duarte Fernando Seabra Chirigati Universidade Federal do Rio de Janeiro EEL879 - Redes de Computadores II Professores Luís Henrique Costa e Otto Duarte Introdução Grid x Nuvem Componentes Arquitetura Vantagens

Leia mais

Alexandre Malveira, Wolflan Camilo

Alexandre Malveira, Wolflan Camilo Alexandre Malveira, Wolflan Camilo Introdução Cloud Computing Computação Móvel SaaS, PaaS e IaaS CloudBees Diariamente arquivos são acessados, informações dos mais variados tipos são armazenadas e ferramentas

Leia mais

actualtests.exin.ex0-116.2012.04.13.by.getitcert_português

actualtests.exin.ex0-116.2012.04.13.by.getitcert_português actualtests.exin.ex0-116.2012.04.13.by.getitcert_português Number: 000-000 Passing Score: 650 Time Limit: 60 min File Version: 1.0 http://www.gratisexam.com/ WWW.GETITCERT.COM Get IT Certification Without

Leia mais

Relatório de Progresso

Relatório de Progresso Luís Filipe Félix Martins Relatório de Progresso Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Preparação para a Dissertação Índice Introdução... 2 Motivação... 2 Cloud Computing (Computação

Leia mais

Implementações Tecnológicas 2014/2015

Implementações Tecnológicas 2014/2015 Implementações Tecnológicas 2014/2015 1. Conexão direta entre as Unidades - Contrato anexo 8790 A Escola do Futuro e Provedor Americanet implementou um link ponto a ponto de 5Mb com fibra ótica interligando

Leia mais

MÓDULO 11 ELEMENTOS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO DO SISTEMA

MÓDULO 11 ELEMENTOS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO DO SISTEMA MÓDULO 11 ELEMENTOS QUE FAZEM PARTE DO PROJETO DO SISTEMA Através dos elementos que fazem parte do projeto do sistema é que podemos determinar quais as partes do sistema que serão atribuídas às quais tipos

Leia mais

Serviços em Nuvem: Oportunidade para Operadoras Parte III

Serviços em Nuvem: Oportunidade para Operadoras Parte III Serviços em Nuvem: Oportunidade para Operadoras Parte III Este artigo introduz os conceitos de computação em nuvem, Cloud Computing, e a insere no contexto de mercado de serviços ao apresenta-la como uma

Leia mais

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor]

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Data Gerador do documento: Gerente de Negociação: Versões Versão Data Revisão Autor Aprovação (Ao assinar abaixo, o cliente concorda com todos os

Leia mais

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Bruno Sanchez Lombardero Faculdade Impacta de Tecnologia São Paulo Brasil bruno.lombardero@gmail.com Resumo: Computação em nuvem é um assunto que vem surgindo

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O BlackBerry Mobile Voice System (BlackBerry MVS) leva os recursos do telefone do escritório aos smartphones BlackBerry. Você pode trabalhar

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos Eficiência operacional no setor público Dez recomendações para cortar custos 2 de 8 Introdução Com grandes cortes no orçamento e uma pressão reguladora cada vez maior, o setor público agora precisa aumentar

Leia mais

EXIN Business Information Management Foundation

EXIN Business Information Management Foundation Guia de Preparação EXIN Business Information Management Foundation with reference to BiSL Edição Maio 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicada,

Leia mais

A falha em alguns destes pontos pode resultar num excessivo e desnecessário investimento/despesa

A falha em alguns destes pontos pode resultar num excessivo e desnecessário investimento/despesa Nuno Melo e Castro Segurança Infra-estruturas Hardware e software Políticas de autenticação Protecção dos dados Algoritmos de cifra Sistemas de detecção e prevenção de intrusões Medidas de segurança Devem

Leia mais

MODELO CLIENTE SERVIDOR

MODELO CLIENTE SERVIDOR SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Modelo Cliente Servidor Modelo que estrutura um S.O. como um grupo de processos cooperantes, chamados servidores, que oferecem serviços a processos usuários, denominados clientes;

Leia mais

Grid e Gerenciamento Multi-Grid

Grid e Gerenciamento Multi-Grid Principais Benefícios Alta disponibilidade, Escalabilidade Massiva Infoblox Oferece serviços de rede sempre ligados através de uma arquitetura escalável, redundante, confiável e tolerante a falhas Garante

Leia mais

É CLOUD. É ON-DEMAND.

É CLOUD. É ON-DEMAND. É CLOUD. É ON-DEMAND. Última geração de software para transferência de arquivos digitais PARA MOVIMENTAÇÃO INTELIGENTE DA SUA MÍDIA Conceito digital FedEx: A maneira mais fácil e confiável para enviar

Leia mais

Cloud Computing. Edy Hayashida E-mail: edy.hayashida@uol.com.br

Cloud Computing. Edy Hayashida E-mail: edy.hayashida@uol.com.br Cloud Computing Edy Hayashida E-mail: edy.hayashida@uol.com.br Facebook 750 milhões de usuários 42% de todos os usuários do Facebook estão localizado na América, 27% na Ásia e 25% na Europa 4% na África

Leia mais

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO 10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO UMA DAS GRANDES FUNÇÕES DA TECNOLOGIA É A DE FACILITAR A VIDA DO HOMEM, SEJA NA VIDA PESSOAL OU CORPORATIVA. ATRAVÉS DELA, ELE CONSEGUE

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Introdução a Computação nas Nuvens

Introdução a Computação nas Nuvens Introdução a Computação nas Nuvens Professor: Rômulo César Dias de Andrade. E-mail: romulocesar@faculdadeguararapes.edu.br romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br PROFESSOR... Mini CV: NOME: RÔMULO

Leia mais

Microsoft é uma marca registrada ou comercial da Microsoft Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países.

Microsoft é uma marca registrada ou comercial da Microsoft Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. Este documento serve apenas para fins informativos. A MICROSOFT NÃO CONCEDE GARANTIAS EXPRESSAS, IMPLÍCITAS OU LEGAIS NO QUE DIZ RESPEITO ÀS INFORMAÇÕES NESTE DOCUMENTO. Este documento é fornecido no estado

Leia mais

OBJETIVOS DA APRESENTAÇÃO

OBJETIVOS DA APRESENTAÇÃO Institucional OBJETIVOS DA APRESENTAÇÃO Apresentar as vantagens de se trabalhar com Thin Clients Apresentar como funciona a tecnologia Server Based Computing, Virtualização de Desktop e Aplicativos EVOLUÇÃO

Leia mais

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1, Tiago Piperno Bonetti 1, Ricardo Germano 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO.

NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO. NUVEM HÍBRIDA: DEIXE AS PREOCUPAÇÕES COM SEGURANÇA NO PASSADO. Muitas empresas brasileiras estão interessadas nas vantagens proporcionadas pela computação em nuvem, como flexibilidade, agilidade e escalabilidade,

Leia mais

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Visão geral do Serviço Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Os Serviços de gerenciamento de dispositivos distribuídos ajudam você a controlar ativos

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Anéis Ópticos em Backbone www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Em 1980 foi formado o grupo de trabalho ANSI X3T9.5 com a finalidade de desenvolver

Leia mais

Cloud Computing. Andrêza Leite. andreza.lba@gmail.com

Cloud Computing. Andrêza Leite. andreza.lba@gmail.com Cloud Computing Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Roteiro O que é cloud computing? Classificação O que está 'por traz' da cloud? Exemplos Como montar a sua? O que é cloud computing? Cloud Computing O

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

TRIBUTAÇÃO NAS NUVENS Uma Regulação em Debate

TRIBUTAÇÃO NAS NUVENS Uma Regulação em Debate TRIBUTAÇÃO NAS NUVENS Uma Regulação em Debate Workshop Divisão Tributária 18.04.2013 CIESP - CAMPINAS PROGRAMA 1. BREVE INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2. PRINCIPAIS OPERAÇÕES E ASPECTOS TRIBUTÁRIOS POLÊMICOS

Leia mais

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital WHITEPAPER Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital Câmera IP ou câmera analógica? Se você está em dúvida sobre a aquisição de uma solução analógica

Leia mais

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING)

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) Thiago Batista de Oliveira¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil thiagoolyveira@gmail.com,juliocesarp@unipar.br

Leia mais

Ferramentas de Acesso Remoto

Ferramentas de Acesso Remoto Ferramentas de Acesso Remoto Minicurso sobre Ferramentas de Acesso remoto Instrutor Marcelino Gonçalves de Macedo Tópicos Abordados O que é acesso remoto? Por que utilizar acesso remoto? Características

Leia mais

Controles gerais iguais aos de pacotes de softwares: Instalação, Configuração, Manutenção, Utilitários.

Controles gerais iguais aos de pacotes de softwares: Instalação, Configuração, Manutenção, Utilitários. $XWDUTXLD(GXFDFLRQDOGR9DOHGR6mR)UDQFLVFR± $(96) )DFXOGDGHGH&LrQFLDV6RFLDLVH$SOLFDGDVGH3HWUROLQD± )$&$3( &XUVRGH&LrQFLDVGD&RPSXWDomR $8',725,$'$7(&12/2*,$'$,1)250$d 2 &RQWUROHVVREUHEDQFRGHGDGRVH PLFURFRPSXWDGRUHV

Leia mais

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 a computação na nuvem está presente em todos os lugares e está crescendo 72% das empresas

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade...

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Reduzir custo de TI; Identificar lentidões no ambiente de TI Identificar problemas de performance

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores Conceitos Básicos de Rede Um manual para empresas com até 75 computadores 1 Conceitos Básicos de Rede Conceitos Básicos de Rede... 1 A Função de Uma Rede... 1 Introdução às Redes... 2 Mais Conceitos Básicos

Leia mais

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless)

Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) Política de Utilização da Rede Sem Fio (Wireless) UNISC Setor de Informática/Redes Atualizado em 22/07/2008 1. Definição Uma rede sem fio (Wireless) significa que é possível uma transmissão de dados via

Leia mais

Portfólio de Serviços Dominit 2016

Portfólio de Serviços Dominit 2016 Portfólio de Serviços Dominit 2016 A Dominit é uma empresa nacional que atua como integradora de soluções de tecnologia da informação. Temos como diferencial a proposta de parceria para nossos clientes

Leia mais

Armazenamento em nuvem é feito em serviços que poderão ser acessados de diferentes lugares, a qualquer momento e utilizando diferentes dispositivos,

Armazenamento em nuvem é feito em serviços que poderão ser acessados de diferentes lugares, a qualquer momento e utilizando diferentes dispositivos, Nuvem cloud Armazenamento em nuvem é feito em serviços que poderão ser acessados de diferentes lugares, a qualquer momento e utilizando diferentes dispositivos, não havendo necessidade de armazenamento

Leia mais

1 http://www.google.com

1 http://www.google.com 1 Introdução A computação em grade se caracteriza pelo uso de recursos computacionais distribuídos em várias redes. Os diversos nós contribuem com capacidade de processamento, armazenamento de dados ou

Leia mais

João Víctor Rocon Maia Engenharia de Computação - UFES

João Víctor Rocon Maia Engenharia de Computação - UFES João Víctor Rocon Maia Engenharia de Computação - UFES Agenda Quem usa? Conceito Ilustração Vantagens Tipologia Topologia Como fazer? O que é preciso? Infraestrutura Sistema Operacional Software Eucalyptus

Leia mais

Service Level Management SLM. Gerenciamento de Níveis de Serviço

Service Level Management SLM. Gerenciamento de Níveis de Serviço Service Level Management SLM Gerenciamento de Níveis de Serviço 1 É o balanço o entre... Qualidade dos serviços entregues Expectativa do cliente 2 Processo: Definições Service Level Management (SLM) Têm

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ISPBACKUP

MANUAL TÉCNICO ISPBACKUP MANUAL TÉCNICO ISPBACKUP 1 LISTA DE FIGURAS Figura 01: Exemplo de Backup...07 Figura 02: Produto...09 2 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...04 1.1 Objetivo do manual...04 1.2 Importância do Manual...04 1.3 Backup...04

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Aluno: Tiago Castro da Silva

Aluno: Tiago Castro da Silva Faculdade Tecnodohms I Mostra de Ciência e Tecnologia Tecnologias de Virtualização para CLOUD COMPUTING Aluno: Tiago Castro da Silva CURSO: REDES DE COMPUTADORES A Computação evoluiu e Cloud Computing

Leia mais

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE Andressa T.R. Fenilli 1, Késsia R.C.Marchi 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil andressa.trf@gmail.com, kessia@unipar.br Resumo. Computação em

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Design de Rede Local Design Hierárquico Este design envolve a divisão da rede em camadas discretas. Cada camada fornece funções específicas que definem sua função dentro da rede

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 10 Segurança na Camadas de Rede Redes Privadas Virtuais (VPN) Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação 1º Semestre / 2015

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Escolha seu serviço Cloud O melhor do Cloud

Escolha seu serviço Cloud O melhor do Cloud Escolha seu serviço Cloud O melhor do Cloud CAPA Comparamos os melhores serviços de Cloud Computing do Brasil em três categorias de ofertas. Leia e descubra qual é o mais adequado para suas necessidades.

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

Soluções em Armazenamento

Soluções em Armazenamento Desafios das empresas no que se refere ao armazenamento de dados Aumento constante do volume de dados armazenados pelas empresas, gerando um desafio para manter os documentos armazenados Necessidade de

Leia mais

Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança

Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança Questionário básico de Segurança da Informação com o objetivo de ser um primeiro instrumento para você avaliar, em nível gerencial, a efetividade

Leia mais

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos FOLHA DE PRODUTOS: CA AppLogic Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos agility made possible O CA AppLogic é uma plataforma de computação na nuvem pronta para o uso que ajuda a

Leia mais

Funcionalidade Escalabilidade Adaptabilidade Gerenciabilidade

Funcionalidade Escalabilidade Adaptabilidade Gerenciabilidade Projeto de Redes Requisitos Funcionalidade -- A rede precisa funcionar. A rede precisa permitir que os usuários desempenhem os seus deveres profissionais. A rede precisa oferecer conectividade de usuário-para-usuário

Leia mais

Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud

Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud Database Cloud Service Database Backup para Oracle Cloud Copyright 2014 Oracle Corporation. All Rights Reserved. Oracle Database Backup Service é uma solução segura, escalável e sob demanda para backup

Leia mais

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet

III. Norma Geral de Segurança da Informação para Uso da Internet O B J E CT I V O Estabelecer critérios para acesso à Internet utilizando recursos do Projecto Portal do Governo de Angola. Orientar os Utilizadores sobre as competências, o uso e responsabilidades associadas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Soluções em Segurança

Soluções em Segurança Desafios das empresas no que se refere a segurança da infraestrutura de TI Dificuldade de entender os riscos aos quais a empresa está exposta na internet Risco de problemas gerados por ameaças externas

Leia mais

Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo Núcleo detecnologia da Informação (NUTI)

Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo Núcleo detecnologia da Informação (NUTI) Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo Núcleo detecnologia da Informação (NUTI) Coordenador: Paulo Celso Budri Freire Aprovada pelo Conselho do Departamento de Dermatologia da

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. O que é a nova infra-estrutura informação (TI) para empresas? Por que a conectividade é tão importante nessa infra-estrutura

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PROF. SÓCRATES FILHO http://socratesfilho.wordpress.com

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PROF. SÓCRATES FILHO http://socratesfilho.wordpress.com Comentários sobre prova do TRE/PR 2009 (CESPE TRE/PR 2009 Analista Judiciário Especialidade: Análise de Sistemas) A figura acima ilustra como um sistema de gerenciamento de segurança da informação (SGSI)

Leia mais

Arquiteturas Paralelas e Distribuídas

Arquiteturas Paralelas e Distribuídas Arquiteturas Paralelas e Distribuídas TSI-6AN Apresentado por: Cleber Schroeder Fonseca 1 CLOUD COMPUTING 2 Cloud Computing A expressão cloud computing (computação nas nuvens) começou a ganhar força em

Leia mais

Introdução. O que é Serviços de Terminal

Introdução. O que é Serviços de Terminal Introdução Microsoft Terminal Services e Citrix MetaFrame tornaram-se a indústria padrões para fornecer acesso de cliente thin para rede de área local (LAN), com base aplicações. Com o lançamento do MAS

Leia mais

10 Dicas Eficazes Para Fazer Backup Online

10 Dicas Eficazes Para Fazer Backup Online 10 Dicas Eficazes Para Fazer Backup Online Luiz H. Reis Com mais de 20 anos em TI, e trabalhos realizados em grandes empresas, como Allen, Grupo Contax, Todo! e Rede D Or, especialidade atual em Backup,

Leia mais