Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software"

Transcrição

1 .:: Universidade Estadual de Maringá Bacharelado em Informática Eng. de Software III :. Sistema de Gerenciamento de Eventos - Equipe 09 EPSI Event Programming System Interface Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software Helton M. Adigneri João C. Peres 2009 Leandro C. Manso 1

2 1. Metodologia: RUP >> CARACTERISTÍCAS PRINCIPAIS Método iterativo, incremental, baseado na Arquitetura e guiado por casos de uso; Processo bem definido e estruturado; Define claramente o que fazer e os seus responsáveis; Flexível: suporta a customização e autoria de processos; Visa auxiliar no controle do planejamento da qualidade; Gestão e Controle de Mudanças do Software; Uso de software de modelos visuais, utilizando principalmente a UML; Riscos são previstos e amenizados antes de iniciar a programação do software; A cada iteração tem-se um gerenciamento de Riscos; Verificação da qualidade de software Atividades de garantia da qualidade devem ser realizadas durante o processo de desenvolvimento: Apesar do RUP não ter uma disciplina específica para controle da qualidade, ela garante o controle da qualidade. >> FASES DO PROCESSO -Revisões -Homologação -Controle de Riscos -Testes 2 2

3 1. Metodologia: RUP >> PERSONALIZANDO OS PROCESSOS, DEFININDO DOCUMENTOS E ARTEFATOS. No RUP original, não são especificados estes workflows: REQUISITOS revisão - Levantamento de Requisitos; - Revisão dos Requisitos; - Elaboração do Documentos de Requisitos; - Estimativas de Custos e Tempo; - Contrato de Construção de Software; - Diagrama de Use Case; (levantamos está falha ) - Estimativa de Custo / Tempo; revisão - Elaboração de Orçamento; - Elaboração de Contrato; - Diagrama de Classes; LO HOMO TESTE GAÇÃO PLANO DE TESTE - Levantamento de Tecnologias; - Use Case de Análise; - Diagrama de Pacotes; - Criação e Gerenciamento de equipe de trabalho; - Métricas; - Descrição dos Casos de Uso; - Protótipo do Sistema. - Homologação - Monitoramento de Equipe - Documento de Levantamento / Avaliação de novas Tecnologia; - Criação e Gerenciamento de Equipes de Trabalho; - Métodos de Métricas; - Documentação do MER; - Documento de plano de instalação. revisão revisão (Diagrama de Arquitetura) CONTROLAR A QUALIDADE DO PROCESSO MELHORA A QUALIDADE DO PRODUTO - Controle e Gerenciamento da Fábrica de Software. 3 3

4 2. Descrição e Especificação do Sistema E PSI Projeto de um sistema de computação, destinado ao gerenciamento de eventos; >> DESCRIÇÃO DO SISTEMA O sistema permitirá que os congressistas façam as seguintes operações: Cadastro no sistema; Inscrição no evento e em minicursos; Gerar boletos bancários e fazer seu controle; Gerar crachá de identificação e certificados de participação; Atualizar seus dados cadastrais. O sistema permitirá que os gestores realizam as seguintes operações: Cadastrar novos gestores, palestrantes, palestras e minicursos; Publicar noticias, minicursos e grade do evento no sistema; Controlar grade do evento; Dar baixa em títulos bancários; Consultar relatórios definidos; Controlar entrada de congressistas no evento; Editar informações publicados no site. O sistema permitirá que qualquer usuário veja os conteúdos publicados (livres) e façam a autentificação eletrônica dos certificados emitidos. 4 4

5 2. Descrição e Especificação do Sistema >> ESPECIFICAÇÃO DO SISTEMA Use Case Diagram (Domínio) EPSI 5 5

6 2. Descrição e Especificação do Sistema >> ESPECIFICAÇÃO DO SISTEMA Use Case Diagram (Domínio) EPSI No RUP, conforme vai caminhando os processos, a cada fase, o sistema vai ganhando uma especificação mais técnica e robusta. Maiores detalhes no site do projeto. 6 6

7 3. Qualidade no Processo O RUP garante a qualidade no desenvolvimento, trazendo as seguintes ações: Planejamento e Gestão do Projeto: garantem organização e eficazes; Requisitos: é possível delimitar a abrangência do sistema e controlar mudanças no decorrer do projeto e também permite o gerenciamento de riscos; Desenvolvimento baseado na Arquitetura: Alternativas de solução para atender aos requisitos definidos são desenvolvidas de acordo com critérios identificados; Projetar Sub-Sistemas: permite utilizar reuso de componentes (muitos já utilizados e testados); Casos de Uso: Permite maior esclarecimento sobre o sistema e levantamento das atividades. Permite a distribuição das atividades em grupo de trabalho; Projetar Classes: Os componentes do produto e a sua documentação associada são implementados e verificados de acordo com o projeto; Inspeção e Testes: Permite o controle da qualidade no produto final. Modelagem Consistente: solução disciplinada de como assinalar tarefas e responsabilidades dentro de uma organização de desenvolvimento de software. Grande ganho de produtividade, permite programação e treinamentos em ambientes distribuídos. Cada iteração permite: Gerenciar Riscos, Fazer reparos, Revisões e Monitoramento. 7 7

8 3. Qualidade no Processo >> EQUIPE DE TRABALHO Após a construção de um Diagrama de Use Case, é possível realizar um mapeamento das atividades que serão necessárias, para a construção do sistema modelado; Tendo em mãos as atividades necessárias para a elaboração do projeto, fica fácil realizar a criação de equipes de trabalho, a distribuição das atividades em grupos, ter uma noção de quantidade de mão-de-obra necessária, fazer estimativas em relação a força humana. Distribuídas e criadas as equipes de trabalho, fica fácil controlar-las, podendo ser feita com a utilização de ferramentas especializadas. O DotProject é uma ferramenta que se adapta muito bem ao RUP. Ótimo >> AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO Existem várias ferramentas CASE que se adaptam perfeitamente ao RUP; Permitem maior produtividade, gerenciamento e controle do processo, resultando em um produto de maior qualidade. 8 8

9 3. Qualidade no Processo >>EXEMPLO: DotProject : Controla os Processos, Gerência Equipes de Trabalho e Projetos. 9 9

10 3. Qualidade no Processo FASES DO PROCESSO X CARACTERÍSTICAS DE QUALIDADE - Entendimento do sistema; - Abrangência do sistema; - Porte do Sistema; Iterações Geram : - Formulação das Tarefas; - Criação e Controle de Grupos de Trabalho; - Distribuição das Tarefas e dos Papeis; - Monitoramento das atividades distribuídas; - Monitoramento dos prazos e dos requisitos; - Elaboração de planos de Testes - Controle de Prazos; - Criação de Manual do sistema e help ; - Revisões no Processo; - Utilizar Componentes já testados; - Planejamento de instalação do sistema; -Controle na Qualidade; - Modulação - Avaliação da interface com o usuário; - Gerenciamento de Riscos; - Homologações - Padrões de Software e de Projeto - Feedback com o cliente; - Testes Betas: maior qualidade; - Treinamentos: usuários e equipe de manutenção; - Plano de Suporte - Planos Atualizações no Produto. - Controle - CVC. 10 * Algumas das características iniciam-se em uma fase do processos e seguem durante as outras fases. 10

11 4. Expectativa da Metodologia >> Como que a metodologia atende os objetivos planejados Diagr. de Atividade CLIENTE GERENTE DO PROJETO DIRETORIA ANALISTA DE SISTEMAS NECESSIDADE ESTUDO DOS REQUISITOS REVISÃO ESTIMATIVAS DE CUSTOS DIAG. DE CASO DE USO DOCUMENTO DE REQUISITOS WEBDESIGN ARQUITETO EQUIPE DE HOMOLOGAÇÃO EQUIPE DE TRABALHO DESEMPENHA VÁRIOS PAPEIS DURANTE O PROCESSO EQUIPE: PACOTE DE CASO DE USO ESBOÇOS DE TELAS APROVAÇÃO PROTÓTIPO APROVAÇÃO ESPECIFIC. DE CASO DE USO DEFINIÇÃO INIC. DA ARQUITETURA ESTIMATIVAS E MÉTRICAS HOMOLOGAÇÃO = Ações de Análise = Ações de Requisitos *Métrica utilizada (UCP), disponível no site do sistema

12 4. Expectativa da Metodologia >> Como que a metodologia atende os objetivos planejados Diagr. de Atividade ANÁLISTA DO ARQUITETO PROJETO DBA ANALISTA DE SISTEMAS EQUIPE DE HOMOLOGAÇÃO REFINAR A ARQUITETURA DIAGRAMA DE CLASSES DIAGRAMA DE SEQUÊNCIA MER BD FÍSICO MASSA DE DADOS P/ TESTE DIAGRAMA DE INSTALAÇÃO PLANO DE TESTES / DESCR. DE CASO DE USO DE TESTE HOMOLOGAÇÃO = Ações do Design 12 12

13 4. Expectativa da Metodologia >> Como que a metodologia atende os objetivos planejados Diagr. de Atividade PROGRAMADOR ANÁLISTA DE SISTEMAS TESTADOR EQUIPE DE HOMOLOGAÇÃO CLIENTE CODIFICAÇÃO DE COMPONENTES TESTE UNITÁRIO MANUAL DO USUÁRIO E HELP TESTE DE INTEGRAÇÃO REVISÕES E / OU TESTES ADICIONAIS HOMOLOGAÇÃO TESTE DE ACEITAÇÃO EFETIVAÇÃO = Ação de Implementação Metodologia atende os objetos 13 planejados. 13

14 4. Expectativa da Metodologia >> Como Objetivo Final, temos: processo contínuo Mundo real análise projeto codificação Mundo virtual 14 14

15 Helton Messias Adigneri - João Chicati Peres - Leandro Caprioti Manso

Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software v.2

Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software v.2 .:: Universidade Estadual de Maringá Bacharelado em Informática Eng. de Software III :. Sistema de Gerenciamento de Eventos - Equipe 09 EPSI Event Programming System Interface Metodologia e Gerenciamento

Leia mais

ARCO - Associação Recreativa dos Correios. Sistema para Gerenciamento de Associações Recreativas Plano de Desenvolvimento de Software Versão <1.

ARCO - Associação Recreativa dos Correios. Sistema para Gerenciamento de Associações Recreativas Plano de Desenvolvimento de Software Versão <1. ARCO - Associação Recreativa dos Correios Sistema para Gerenciamento de Associações Recreativas Versão Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor Página

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software. Engenharia de Software. nelmarpg@yahoo.com.br

Processo de Desenvolvimento de Software. Engenharia de Software. nelmarpg@yahoo.com.br Processo de Desenvolvimento de Software nelmarpg@yahoo.com.br 1 Objetivos Contextualizar Análise e Projeto de software dentro de uma metodologia de desenvolvimento (um processo de desenvolvimento de software)

Leia mais

RELATÓRIO DOS SEMINÁRIOS DE ENGENHARIA DE SOFTWARE III

RELATÓRIO DOS SEMINÁRIOS DE ENGENHARIA DE SOFTWARE III CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA BACHARELADO EM INFORMÁTICA RELATÓRIO DOS SEMINÁRIOS DE ENGENHARIA DE SOFTWARE III HELTON MESSIAS ADIGNERI 39869 JOÃO CHICATI PERES 39868 LEANDRO CAPRIOTI

Leia mais

A Disciplina Gerência de Projetos

A Disciplina Gerência de Projetos A Disciplina Gerência de Projetos Atividades, Artefatos e Responsabilidades hermano@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar atividades da disciplina Gerência de Projetos Discutir os artefatos e responsáveis envolvidos

Leia mais

O Processo de Desenvolvimento de Software

O Processo de Desenvolvimento de Software O Processo de Desenvolvimento de Software Objetivos Contextualizar Análise e Projeto de software dentro de uma metodologia de desenvolvimento (um processo de desenvolvimento de software) Um processo de

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Introdução Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software Os modelos de processos de desenvolvimento de software surgiram pela necessidade de dar resposta às

Leia mais

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Departamento de Sistemas de Informação PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE Denise Xavier Fortes Paulo Afonso BA Agosto/2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PERFIS FUNCIONAIS...

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE I

ENGENHARIA DE SOFTWARE I ENGENHARIA DE SOFTWARE I Prof. Cássio Huggentobler de Costa [cassio.costa@ulbra.br] Twitter: www.twitter.com/cassiocosta_ Agenda da Aula (002) Metodologias de Desenvolvimento de Softwares Métodos Ágeis

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Processo de Desenvolvimento de Software Faculdade Mauricio de Nassau S.I 5 Período NA Alunos: Elthon Diego 021707 Vitor da Cruz 033420 Professora Suzana Sampaio

Leia mais

Padronização de Documentação de Sistemas. Projeto a ser desenvolvido no âmbito da Gerência de Sistemas/GGTIN e ANVISA

Padronização de Documentação de Sistemas. Projeto a ser desenvolvido no âmbito da Gerência de Sistemas/GGTIN e ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária Padronização de Documentação de Sistemas Projeto a ser desenvolvido no âmbito da Gerência de Sistemas/GGTIN e ANVISA Brasília, junho de 2006. 1. IDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

Engenharia de Software. Parte I. Introdução. Metodologias para o Desenvolvimento de Sistemas DAS 5312 1

Engenharia de Software. Parte I. Introdução. Metodologias para o Desenvolvimento de Sistemas DAS 5312 1 Engenharia de Software Parte I Introdução Metodologias para o Desenvolvimento de Sistemas DAS 5312 1 Mitos do Desenvolvimento de Software A declaração de objetivos é suficiente para se construir um software.

Leia mais

Introdução à Engenharia de. Software. Introdução à Engenharia de. Software. O que é a Engenharia de Software? Software

Introdução à Engenharia de. Software. Introdução à Engenharia de. Software. O que é a Engenharia de Software? Software Introdução à Engenharia de Gidevaldo Novais (gidevaldo.vic@ftc.br) Introdução à Engenharia de Objetivo Depois desta aula você terá uma noção geral do que é a engenharia de software e dos seus objetivos

Leia mais

Engenharia de Software Processo de Desenvolvimento de Software

Engenharia de Software Processo de Desenvolvimento de Software Engenharia de Software Processo de Desenvolvimento de Software Prof. Edison A. M. Morais prof@edison.eti.br http://www.edison.eti.br Objetivo (1/1) Conceituar PROCESSO E CICLO DE VIDA, identificar e conceituar

Leia mais

Processo Unificado (RUP)

Processo Unificado (RUP) Fases do Desenvolvimento Processo Unificado (RUP) Ulf Bergmann ulf@ime.eb.br Domínio do Problema Objetos Objetos do do Mundo Mundo real real Modelo Semântico Domínio da Solução Aplicação Interface Serviços

Leia mais

Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619

Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619 Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2 Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619 Engenharia de Software Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma revisão sobre o

Leia mais

Engenharia de Software. Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr

Engenharia de Software. Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr Engenharia de Software Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 12/08/2014 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr Agenda Introdução à Engenharia

Leia mais

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 02 Áreas e Profissionais de TI Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos

Leia mais

Processo de Desenvolvimento Unificado

Processo de Desenvolvimento Unificado Processo de Desenvolvimento Unificado Processo de Desenvolvimento de Software? Conjunto de atividades bem definidas; com responsáveis; com artefatos de entrada e saída; com dependências entre as mesmas

Leia mais

Unified Process. Sueleni Mendez Batista. Orientadora: Dra. Elisa Hatsue Moriya Huzita

Unified Process. Sueleni Mendez Batista. Orientadora: Dra. Elisa Hatsue Moriya Huzita Unified Process Sueleni Mendez Batista Orientadora: Dra. Elisa Hatsue Moriya Huzita Processo de Desenvolvimento de Software 8O processo de desenvolvimento de software é um conjunto de atividades e resultados

Leia mais

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral 9.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) O Processo Unificado (RUP) Processo Unificado: Visão Geral 9.2 Encaixa-se na definição geral de processo:

Leia mais

Análise e projeto de sistemas PROF. REGILAN SILVA

Análise e projeto de sistemas PROF. REGILAN SILVA Análise e projeto de sistemas PROF. REGILAN SILVA Apresentação da disciplina Ver ementa... Solução Técnicas para identificação e detalhamento de requisitos Técnicas para modelagem de sistemas Definir

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL)

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL) Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (MDS - ANEEL) Versão 2.0 Escritório de Gerenciamento de Projetos - EGP Superintendência da Gestão Técnica da Informação SGI Agência Nacional de Energia Elétrica

Leia mais

! Introdução. " Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do Processo Unificado

! Introdução.  Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP)  Definições  RUP x USDP  Características do Processo Unificado Agenda! Introdução " Motivação para Processos de Software! (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do! Descrição detalhada do! Processos Derivados! Templates simplificados! Conclusões 2 Processo

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

Universidade Paulista

Universidade Paulista Universidade Paulista Ciência da Computação Sistemas de Informação Gestão da Qualidade Principais pontos da NBR ISO/IEC 12207 - Tecnologia da Informação Processos de ciclo de vida de software Sergio Petersen

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Conceitos e Metodologias para Desenvolvimento de Software Cascata, Prototipação, Espiral e RUP Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Agência Nacional de Vigilância Sanitária METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GGTIN GESIS Brasília, julho de 2006. Página: 1 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 12/06/2006 1.0.00 Criação

Leia mais

Feature-Driven Development

Feature-Driven Development FDD Feature-Driven Development Descrição dos Processos Requisitos Concepção e Planejamento Mais forma que conteúdo Desenvolver um Modelo Abrangente Construir a Lista de Features Planejar por

Leia mais

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 Introdução ao RUP Rational Unified Process por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 1 Contexto Não é suficiente apenas a presença de desenvolvedores altamente treinados: Precisamos de uma linguagem para a

Leia mais

Roteiro para a escrita do documento de Especificação de Requisitos de Software (ERS)

Roteiro para a escrita do documento de Especificação de Requisitos de Software (ERS) Roteiro para a escrita do documento de Especificação de Requisitos de Software (ERS) Definição Geral: Disciplina de Compiladores Prof. Jorge Bidarra (UNIOESTE) A especificação de requisitos tem como objetivo

Leia mais

Introdução à Engenharia de Software

Introdução à Engenharia de Software Introdução à Engenharia de Software Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Imagem Clássica Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma visão sobre o que é a engenharia

Leia mais

Projeto Pé na Dança. www.penadanca.com. Bruno Barros Comunicador Visual. bruno@brunobarros.com www.brunobarros.com 21 2704 3991 / 9605 0589

Projeto Pé na Dança. www.penadanca.com. Bruno Barros Comunicador Visual. bruno@brunobarros.com www.brunobarros.com 21 2704 3991 / 9605 0589 Projeto Pé na Dança www.penadanca.com 1 Sumário I. Esta proposta... 3 II. Metodologia de trabalho... 5 III. Investimento... 6 IV. Cronograma... 6 V. Termos e Condições... 7 VI. Manutenção do site... 7

Leia mais

Segurança Computacional. Rodrigo Fujioka

Segurança Computacional. Rodrigo Fujioka Segurança Computacional Rodrigo Fujioka Segurança Computacional Auditoria da Tecnologia da Informação Auditoria da Tecnologia da Informação A Auditoria da TI é uma auditoria operacional, analisa a gestão

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Software (MDS) do DNIT

Metodologia de Desenvolvimento de Software (MDS) do DNIT Versão 1.02 Metodologia de Desenvolvimento de Software (MDS) do DNIT Projeto: FUB/DNIT Emissão: 08/06/2015 Arquivo: MDS DNIT v1.02 20150701a - revisado e formatado (2).doc 1/86 FICHA TÉCNICA Grupo de Trabalho

Leia mais

Nome da Empresa. <Nome do Projeto> Plano de Desenvolvimento de Software. Versão <1.0>

Nome da Empresa. <Nome do Projeto> Plano de Desenvolvimento de Software. Versão <1.0> Nome da Empresa Plano de Desenvolvimento de Software Versão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 2/7 Índice Analítico 1. Objetivo

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software

Processos de Desenvolvimento de Software Processos de Desenvolvimento de Software Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais

Na medida em que se cria um produto, o sistema de software, que será usado e mantido, nos aproximamos da engenharia.

Na medida em que se cria um produto, o sistema de software, que será usado e mantido, nos aproximamos da engenharia. 1 Introdução aos Sistemas de Informação 2002 Aula 4 - Desenvolvimento de software e seus paradigmas Paradigmas de Desenvolvimento de Software Pode-se considerar 3 tipos de paradigmas que norteiam a atividade

Leia mais

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SETI Versão 1.0 MANAUS-AM (2010) MDS Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Sites

Processo de Desenvolvimento de Sites ANEXO 4 METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO PROCERGS MDP Processo de Desenvolvimento de Sites O processo de desenvolvimento de sites foi definido com base nas características deste produto e na forma de trabalho

Leia mais

Dicionário da EAP - Software FarmaInfor

Dicionário da EAP - Software FarmaInfor Software FarmaInfor 1.Gerenciamento 2.Iniciação 3.Elaboração 4. Desenvolvimento 5.Trenferência 6. Finalização 6.1 Assinatura 1.1 Montar Equipe 2.1 Levantar Requisitos 3.1 Definir Módulos 4.1 Codificar

Leia mais

O que é um processo de software?

O que é um processo de software? O que é um processo de software? Um conjunto de atividades realizadas por pessoas cujo objetivo é desenvolvimento ou evolução de software e sua documentação. Atividades genéricas em todos os processos:

Leia mais

Resumo do BABok 2.0 O Guia de Referência de Análise de Negócio Curso de Analista de Negócio 3.0

Resumo do BABok 2.0 O Guia de Referência de Análise de Negócio Curso de Analista de Negócio 3.0 O que é BABok? O BABok 2.0, Corpo de Conhecimento de Análise de Negócios, é considerado como um Guia Referência de Práticas de Análise de Negócio. Este guia é publicado e mantido pelo IIBA. O guia BABok

Leia mais

O Rational Unified Process (RUP) é um processo de desenvolvimento de software inspirado no

O Rational Unified Process (RUP) é um processo de desenvolvimento de software inspirado no 1.1 RATIONAL UNIFIED PROCESS (RUP) O Rational Unified Process (RUP) é um processo de desenvolvimento de software inspirado no processo que atende pelo nome de Processo Unificado (ou UP do inglês Unified

Leia mais

TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO Regime Modular ORIENTAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DO PROJETO FINAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO Regime Modular ORIENTAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DO PROJETO FINAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES TRABALHO DE DIPLOMAÇÃO Regime Modular ORIENTAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DO PROJETO FINAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES [Observação: O template a seguir é utilizado como roteiro para projeto de sistemas orientado

Leia mais

Referências internas são os artefatos usados para ajudar na elaboração do PT tais como:

Referências internas são os artefatos usados para ajudar na elaboração do PT tais como: Plano de Teste (resumo do documento) I Introdução Identificador do Plano de Teste Esse campo deve especificar um identificador único para reconhecimento do Plano de Teste. Pode ser inclusive um código

Leia mais

Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr.

Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr. Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr. Novatec Sumário Agradecimentos... 17 Sobre o autor... 18 Prefácio... 19 Capítulo 1 Desenvolvimento de software para o valor de negócios... 20 1.1 Qualidade

Leia mais

O modelo unificado de processo. O Rational Unified Process, RUP.

O modelo unificado de processo. O Rational Unified Process, RUP. Cursos: Sistemas de Informação Disciplina: Administração ADM Prof. Jarbas Avaliação: Prova B1, 5º/6º semestres Data: 27/09/2010 Nome: Gabarito RA: Assinatura: Turma: 1) Segundo as afirmações a seguir,

Leia mais

GTI2-2015 Gestão Tecnologia Da Informação. Analisador de logs

GTI2-2015 Gestão Tecnologia Da Informação. Analisador de logs GTI2-2015 Gestão Tecnologia Da Informação Analisador de logs Documento Visão Versão : 1.0 Helton Klinthon Douglas Silva Dyonathan Rodrigues ANALISADOR DE LOGS Documento Visão Histórico de Revisões Data

Leia mais

Fundamentos de Engenharia de Software Professor Rafael Escalfoni

Fundamentos de Engenharia de Software Professor Rafael Escalfoni Escola Superior de Gestão e Tecnologia Fundamentos de Engenharia de Software Professor Rafael Escalfoni Introdução a Engenharia de Software Aula 1 1 Fundamentos em Engenharia de Software Objetivos da disciplina

Leia mais

Metodologias de Desenvolvimento de Sistemas. Analise de Sistemas I UNIPAC Rodrigo Videschi

Metodologias de Desenvolvimento de Sistemas. Analise de Sistemas I UNIPAC Rodrigo Videschi Metodologias de Desenvolvimento de Sistemas Analise de Sistemas I UNIPAC Rodrigo Videschi Histórico Uso de Metodologias Histórico Uso de Metodologias Era da Pré-Metodologia 1960-1970 Era da Metodologia

Leia mais

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Envio de Boleto Automático

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Envio de Boleto Automático CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Envio de Boleto Automático Índice ÍNDICE... 2 OBJETIVO DO PROJETO... 3 ESCOPO... 3 PREMISSAS... 4 LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES... 4 OBSERVAÇÕES... 5 POLÍTICA DA CUSTOMIZAÇÃO... 5 INVESTIMENTO...

Leia mais

ATO Nº 91/2015/GP/TRT 19ª, DE 1º DE JUNHO DE 2015

ATO Nº 91/2015/GP/TRT 19ª, DE 1º DE JUNHO DE 2015 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA DÉCIMA NONA REGIÃO ATO Nº 91/2015/GP/TRT 19ª, DE 1º DE JUNHO DE 2015 O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA

Leia mais

Tipos de teste de software

Tipos de teste de software Tipos de teste de software Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br Adilson Hira ayhira@lsi.usp.br Laboratório de Sistemas Integráveis Departamento de Sistemas Eletrônicos Escola Politécnica da USP Sumário

Leia mais

Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com 18/09/2013. 2 Semestre de 2013 SIN-NA7

Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com 18/09/2013. 2 Semestre de 2013 SIN-NA7 Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com 18/09/2013 2 Semestre de 2013 SIN-NA7 Planejamento do Projeto: Parte 2_Declaração de Escopo Se preparando para que tudo dê certo... Iniciação Planejamento Execução

Leia mais

Plano de Gerenciamento do Projeto

Plano de Gerenciamento do Projeto Projeto para Soluções Contábeis 2015 Plano de Gerenciamento do Projeto Baseado na 5ª edição do Guia PMBOK Brendon Genssinger o e Elcimar Silva Higor Muniz Juliermes Henrique 23/11/2015 1 Histórico de alterações

Leia mais

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO 1 - Descrição do Plano de Gerenciamento detempo (PMBOK) O gerenciamento de tempo do projeto inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo.

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

RUP. Evolução. Principais Características do RUP. Principais Características do RUP RUP

RUP. Evolução. Principais Características do RUP. Principais Características do RUP RUP RUP Rational Unified Process ( Unificado de Desenvolvimento da Rational) Conjunto de passos que tem como objetivo atingir uma meta de software na ES, processo que visa a produzir o software - de modo eficiente

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos

Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos Gerenciamento de Projetos Modulo III Grupo de Processos Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com PMBoK Processos de Gerenciamento de Projetos Para que um projeto seja bem-sucedido,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional Os presentes TERMOS são objetos do edital 002/2012 código: 002/2012/11. O consultor selecionado para o código desejado, será associado a um dos termos de referência conforme as necessidades da Agência

Leia mais

Termo de Abertura. SIGAC Sistema Gerenciador de Atividades Complementares. 14BISS - Business InnovationSolution Software

Termo de Abertura. SIGAC Sistema Gerenciador de Atividades Complementares. 14BISS - Business InnovationSolution Software Elaborado por: Revisado por: Aprovador por: Karla Daniella Xavier Gomes Micael Alves Souza Araújo Emaur Florêncio de Oliveira 2013 ÍNDICE 1. OBJETIVOS DO DOCUMENTO... 3 2. PROJETO... 3 3. OBJETIVOS DO

Leia mais

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Objetivo dessa aula é mostrar a importância em utilizar uma metodologia de implantação de sistemas baseada nas melhores práticas de mercado

Leia mais

Gerenciamento de Integração do Projeto Planejamento e Execução do Projeto

Gerenciamento de Integração do Projeto Planejamento e Execução do Projeto Gerenciamento de Integração do Projeto Planejamento e Execução do Projeto 4. Gerenciamento de integração do projeto PMBOK 2000 PMBOK 2004 4.1 Desenvolver o termo de abertura do projeto 4.2 Desenvolver

Leia mais

Atendimento CREA-RO. Plano de Desenvolvimento de Software. Histórico das Reuniões do Grupo

Atendimento CREA-RO. Plano de Desenvolvimento de Software. Histórico das Reuniões do Grupo Plano de Desenvolvimento de Software Histórico das Reuniões do Grupo Data Descrição Integrantes O que foi deliberado. 1 Índice Analítico 1. Introdução 3 1.1 Finalidade 3 1.2 Escopo 3 1.3 Visão geral 3

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Histórico de Revisões Data Versão Descrição 30/04/2010 1.0 Versão Inicial 2 Sumário 1. Introdução... 5 2. Público-alvo... 5 3. Conceitos básicos...

Leia mais

3. Fase de Planejamento dos Ciclos de Construção do Software

3. Fase de Planejamento dos Ciclos de Construção do Software 3. Fase de Planejamento dos Ciclos de Construção do Software A tarefa de planejar os ciclos de construção do software pode partir de diretrizes básicas. Estas diretrizes visam orientar que os ciclos de

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO SISTÊMICO DA QUALIDADE 1. OBJETIVO Estabelecer, documentar, implementar, aprimorar e manter um, que assegure a conformidade com os requisitos da norma de referência. 2. CONTROLE DE DOCUMENTOS E REGISTRO 2. CONTROLE DE DOCUMENTOS

Leia mais

II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP.

II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP. II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP. Nesta fase busca-se o refinamento dos objetivos do projeto e detalhamento do melhor caminho

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Envio de Boleto Automático

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Envio de Boleto Automático CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Envio de Boleto Automático Objetivo do projeto Gerar boletos automaticamente a partir da console de notas fiscais de saída eletrônicas. Escopo Este projeto englobará os requisitos

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza ajdsouza@cefetrn.br 1 Rational Unified Process RUP Fase Elaboração 2 VISÃO GERAL Fase Elaboração. Visão Geral 3

Leia mais

Pós Graduação Engenharia de Software

Pós Graduação Engenharia de Software Pós Graduação Engenharia de Software Ana Candida Natali COPPE/UFRJ Programa de Engenharia de Sistemas e Computação FAPEC / FAT Estrutura do Módulo Parte 1 QUALIDADE DE SOFTWARE PROCESSO Introdução: desenvolvimento

Leia mais

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI Nome da Empresa Documento Visão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 23/02/2015 1.0 Início do projeto Anderson, Eduardo, Jessica, Sabrina, Samuel 25/02/2015 1.1 Correções Anderson e Eduardo

Leia mais

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO

TECNICO EM INFORMATICA PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO (s15h PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 500446 - TECNICO EM INFORMATICA Nivel: Tecnico Area Profissional: 0042 - COMERCIO-TEC Area de Atuacao: 0440 - BANCO DADOS/COMERCIO-TEC

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (Versão 2.0)

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (Versão 2.0) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL DEPARTAMENTO NACIONAL DE OBRAS CONTRA AS SECAS Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas (Versão 2.0) 1 Sumário 1Introdução... 5 1.1 Objetivo...

Leia mais

Agenda. Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria

Agenda. Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria Agenda Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria Introdução Processo de software é o conjunto de ferramentas, métodos

Leia mais

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES

Prova de Conhecimento para Consultores de Implementação MPS.BR INSTRUÇÕES Implementação MPS.BR 26 de maio de 2008 4 horas de duração e-mail: (DEIXAR EM BRANCO) RESULTADO: Q1 Q2 Q3 Q4 Q5 Q6 Q7 Q8 Q9 Q10 Nota INSTRUÇÕES Para a maioria das questões você tem mais de uma opção e

Leia mais

Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC

Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC Política Organizacional para Desenvolvimento de Software no CTIC O CTIC/UFPA Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação da Universidade Federal do Pará define neste documento sua Política Organizacional

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos com UML UP/RUP: Projeto

Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos com UML UP/RUP: Projeto Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos com UML UP/RUP: Projeto Engenharia de Software I Informática 2009 Profa. Dra. Itana Gimenes RUP: Artefatos de projeto Modelo de Projeto: Use-Case Realization-projeto

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Evolução dos SI s CRM OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO OPERACIONAL TÁTICO ESTRATÉGICO SIT SIG SAE SAD ES EIS

Leia mais

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Juarez Bachmann Orientador: Alexander Roberto Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática

Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Programa de Pós-Graduação em Informática Disciplina: INF5008 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 3. Gerência de

Leia mais

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 Índice 1. Importância do ERP para as organizações...3 2. ERP como fonte de vantagem competitiva...4 3. Desenvolvimento e implantação de sistema de informação...5

Leia mais

Modelo Cascata. Alunos: Bruno Nocera Zanette Pedro Taques

Modelo Cascata. Alunos: Bruno Nocera Zanette Pedro Taques Modelo Cascata Alunos: Bruno Nocera Zanette Pedro Taques Principais Características Gerenciamento Simples das etapas Também conhecido como "Ciclo de Vida Clássico", sugere uma abordagem sistemática e sequencial

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software. Prof. Hélio Engholm Jr

Processos de Desenvolvimento de Software. Prof. Hélio Engholm Jr Processos de Desenvolvimento de Software Objetivos Descrever o processo de desenvolvimento de software Orientado a Objetos (Object Oriented Software Development - OOSD) Descrever como a modelagem suporta

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0

Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0 Termo de Abertura Sistema de Vendas de Pizzas Online (PizzaWeb) - Versão 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Montar o Termo de Abertura.

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SIG Aula N : 11 Tema: Como desenvolver e

Leia mais