Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa"

Transcrição

1 Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa

2 Relação entre um elemento subordinante (palavra, constituinte ou oração) e uma oração subordinada.

3 As orações subordinadas podem ser: adverbiais adjetivas substantivas

4 Como distinguir orações subordinadas substantivas relativas de orações subordinadas adjetivas relativas?

5 1. Oração subordinada substantiva relativa As orações subordinadas substantivas têm funções sintáticas tipicamente desempenhadas por grupos nominais e dividem-se em relativas e completivas. As orações subordinadas substantivas relativas são introduzidas por: pronomes quantificadores advérbios relativos

6 1. Oração subordinada substantiva relativa Pode desempenhar a função de: sujeito complemento do verbo direto indireto oblíquo agente da passiva predicativo do sujeito modificador do grupo verbal

7 1. Oração subordinada substantiva relativa Pode desempenhar a função de: sujeito Ex.: Quem tudo quer tudo perde. c. direto Ex.: A Rita gastou quanto dinheiro tinha. c. indireto Ex.: O Luís deu um abraço a quem estava na sala. c. oblíquo Ex.: Eu gosto de quem me trata bem. c. agente da passiva Ex.: O prémio foi ganho por quem mais precisava.

8 1. Oração subordinada substantiva relativa Pode desempenhar a função de: predicativo do sujeito modificador do grupo verbal Ex.: O Pedro não é quem parece. Ex.: Ele compra livros onde é mais barato. Conectores que introduzem orações subordinadas substantivas relativas Pronomes Quantificadores Advérbios que, quem o/a qual, os/as quais quanto, quanta, quantos, quantas onde como

9 2. Oração subordinada adjetiva relativa As orações subordinadas adjetivas relativas têm funções sintáticas tipicamente desempenhadas por grupos adjetivais. Dividem-se em: relativas restritivas relativas explicativas

10 2.1. Oração subordinada adjetiva relativa restritiva Oração introduzida por um pronome, determinante, quantificador ou advérbio relativo. Restringe ou limita a informação relativa ao seu antecedente (grupo nominal) e, por isso, esta oração não pode ser delimitada por vírgulas. Desempenha a função sintática de modificador restritivo do nome. Ex.: Os livros que me ofereceste são fantásticos! Os alunos cuja nota foi positiva terão uma surpresa. O restaurante onde jantamos todos os sábados fechou para obras.

11 2.2. Oração subordinada adjetiva relativa explicativa Oração introduzida por um pronome, determinante, quantificador ou advérbio relativo. Fornece um esclarecimento adicional relativamente ao seu antecedente (grupo nominal) e, por isso, encontra-se delimitada por vírgulas. Geralmente desempenha a função sintática de modificador apositivo do nome, embora haja relativas explicativas com a função sintática de modificador da frase.

12 2.2. Oração subordinada adjetiva relativa explicativa Estas orações são introduzidas por um pronome relativo que retoma o conteúdo de toda a subordinante. Ex.: O meu tio, que tem estado no Brasil, regressa a Portugal. A Luísa, cujo irmão é meu vizinho, vai casar. O João, a quem tinha pedido o troco, gastou todo o dinheiro.

13 2.2. Oração subordinada adjetiva relativa explicativa O meu melhor amigo perdeu o emprego, o que me entristeceu bastante. Nesta frase, a relativa explicativa introduzida por o que não acrescenta nenhuma informação ou explicação adicional, mas retoma todo o conteúdo da oração subordinante.

14 Conectores que introduzem orações subordinadas adjetivas relativas Pronomes Determinantes Quantificadores Advérbios que, o que, quem, a quem o/a qual, os/as quais cujo, cuja, cujos, cujas quanto, quanta, quantos, quantas onde

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Ficha 2 FUNÇÕES SINTÁTICAS A NÍVEL DA FRASE. 1. Sujeito. Classificação do sujeito

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Ficha 2 FUNÇÕES SINTÁTICAS A NÍVEL DA FRASE. 1. Sujeito. Classificação do sujeito FUNÇÕES SINTÁTICAS FUNÇÕES SINTÁTICAS A NÍVEL DA FRASE Caderno de atividades e avaliação contínua ficha 2 1. Sujeito A função sintática de sujeito é desempenhada pelo constituinte da frase que controla

Leia mais

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329)

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Orações Subordinadas d Adjetivas Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Professora Simone 2 Orações Subordinadas Adjetivas A sua história assustadora será contada para todos assustadora

Leia mais

Orações subordinadas substantivas e adjetivas

Orações subordinadas substantivas e adjetivas Orações subordinadas substantivas e adjetivas Sintaxe do período simples Os termos podem ser compostos por: Substantivos (Sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo do sujeito, complemento nominal

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

Funções sintáticas. Porto Editora

Funções sintáticas. Porto Editora Funções sintáticas Funções sintáticas ao nível da frase Sujeito Função sintática desempenhada por grupos nominais ou por alguns tipos de orações. O sujeito pode ser classificado como: sujeito simples sujeito

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes

Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes 2012 São Subordinadas Substantivas as orações equivalentes a substantivos dos períodos simples. Exemplos: Período simples: Substantivo (núcleo do OD) Quero a sua presença

Leia mais

Coordenação e subordinação. Porto Editora

Coordenação e subordinação. Porto Editora Coordenação e subordinação Frase simples complexa Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Ex.: A Maria brinca muito com o irmão. frase simples (constituída por um verbo)

Leia mais

Valor modal e aspetual.

Valor modal e aspetual. ÍNDICE GERAL Índice de conteúdos 4 Apresentação 6 Ficha 1 7 Subclasses de palavras. Ficha 2 12 Classes Palavras convergentes. Ficha 3 17 Subclasses de palavras. Orações coordenadas. Ficha 4 22 Ficha 5

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais Finitas Consoante a natureza da relação existente entre a oração subordinada e a subordinante, aquela pode ser: 1. Temporal situa um acontecimento anterior ou posterior

Leia mais

É possível transformar a expressão "a profundidade das palavras dele", objeto direto, em oração. Observe:

É possível transformar a expressão a profundidade das palavras dele, objeto direto, em oração. Observe: PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Classificação das Orações Subordinadas As orações subordinadas dividem-se em três grupos, de acordo com a função sintática que desempenham e a classe de palavras a que

Leia mais

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66 ÍNDICE 1 TEXTO E DISCURSO 4 1.1. Coesão e coerência textual organização de parágrafos 4 1.2. Pontuação 7 1.3. Discurso direto / discurso indireto 10 1.4. Frase ativa / frase passiva 13 CONSOLIDAÇÃO: EXERCÍCIOS

Leia mais

Pronome relativo A língua portuguesa apresenta 7 formas de pronomes e advérbios relativos consensuais: Que O que Quem O qual Onde Quanto Cujo

Pronome relativo A língua portuguesa apresenta 7 formas de pronomes e advérbios relativos consensuais: Que O que Quem O qual Onde Quanto Cujo Orações Subordinadas Relativas / Adjectivas (Bibliografia: Peres, J. e Móia, T., (1995), Áreas Críticas da Língua Portuguesa, Editorial Caminho, Lisboa) Não são argumentos de um predicador (ou seja, não

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte I Conceitos

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO As orações podem ser constituídas da seguinte forma: Períodos simples» são aqueles formados por uma só oração. Exemplo: O mar estava calmo. (Aparece apenas um verbo: estava. Logo, período

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação Bárbara da Silva Português Aula 13 Período composto por subordinação No período composto por subordinação existe pelo menos uma oração principal e uma subordinada. A oração principal é sempre incompleta,

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS PORTUGUÊS 8.º ANO 2015/2016

PLANO DE ESTUDOS PORTUGUÊS 8.º ANO 2015/2016 PLANO DE ESTUDOS PORTUGUÊS 8.º ANO 2015/2016 O aluno, no final do 8.º ano, deve ser capaz de: Domínio da diversificados e recorrendo a mecanismos de Produzir textos orais de Domínio da Domínio da Domínio

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Funções sintáticas a nível da frase. Profª Maria Rodrigues

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Funções sintáticas a nível da frase. Profª Maria Rodrigues FUNÇÕES SINTÁTICAS Funções sintáticas a nível da frase Profª Maria Rodrigues FUNÇÕES SINTÁTICA (ESQUEMA SÍNTESE) Sujeito Complementos: -direto -indireto -oblíquo -Agente da passiva Frase Funções internas

Leia mais

Período Composto por Subordinação

Período Composto por Subordinação Período Composto por Subordinação Todo período composto por subordinação contém uma oração principal, acompanhada de uma ou mais orações subordinadas. A oração principal é a que encerra o sentido fundamental

Leia mais

Funções do substantivo. Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto

Funções do substantivo. Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto Funções do substantivo Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto Orações desenvolvidas São introduzidas por uma conjunção integrante (que,se); ou introduzidas por pronome

Leia mais

Curso: 3.º Ciclo do Ensino Básico Disciplina: Português Ano: 7º, 8.º e 9.º

Curso: 3.º Ciclo do Ensino Básico Disciplina: Português Ano: 7º, 8.º e 9.º DOMÍNIOS A AVALIAR INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Tipo 1 Leitura, Educação Literária, Gramática e Escrita. Testes de avaliação (leitura, educação literária, gramática e escrita) DOMÍNIO COGNITIVO (COMPETÊNCIAS

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

CONSTITUINTES DA FRASE E FUNÇÕES SINTÁCTICAS

CONSTITUINTES DA FRASE E FUNÇÕES SINTÁCTICAS NOVA TERMINOLOGIA NO ENSINO DO PORTUGUÊS CONSTITUINTES DA FRASE E FUNÇÕES SINTÁCTICAS Helena Mateus Montenegro hmateus@uac.pt Ponta Delgada, 2010 I. Constituintes da frase Grupo nominal Grupo adjectival

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Termos Integrantes Sintaxe Termos Integrantes Termos integrantes Objeto Direto Objeto Indireto Complemento Nominal Agente da Passiva Predicativo do Sujeito

Leia mais

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio Escola E.B. 2, 3 professor Gonçalo Sampaio Departamento de línguas Português - 8ºano Planificação anual simplificada 2014/2015 1º Período Unidade 0 Uma nova viagem

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação Personagens Narrador Espaço Tempo Modalidades do discurso Narrativas de tradição popular O caldo de pedra Mestre Finezas: o passado glorioso Mestre

Leia mais

Funções sintáticas. Porto Editora

Funções sintáticas. Porto Editora Funções sintáticas Funções sintáticas 1. Funções sintáticas ao nível da frase 2. Funções sintáticas internas ao grupo verbal Quais são as funções sintáticas ao nível da frase? Sujeito Predicado Vocativo

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 11º ANO

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 11º ANO Objetivos: Desenvolver os processos linguísticos, cognitivos e metacognitivos necessários à operacionalização de cada uma das competências de compreensão e produção nas modalidades oral e escrita. Interpretar

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo 1 - Fonética e fonologia. Capítulo 11 - A frase

ÍNDICE. Capítulo 1 - Fonética e fonologia. Capítulo 11 - A frase ÍNDICE Capítulo 1 - Fonética e fonologia Fonética e fonologia; fonema e som; fonema e letra... 13 Representa9ao gráfica dos fonemas, nome das letras do alfabeto portugues, vogal e semivogal, consoante...............................................................

Leia mais

Conteúdos para o teste de ingresso MATEMÁTICA agosto 2018 (Ingresso em 2019) INGRESSO DE 6ª PARA 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL

Conteúdos para o teste de ingresso MATEMÁTICA agosto 2018 (Ingresso em 2019) INGRESSO DE 6ª PARA 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos para o teste de ingresso MATEMÁTICA agosto 2018 (Ingresso em 2019) INGRESSO DE 6ª PARA 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Operações com números naturais: adição, subtração, multiplicação, divisão,

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação e personagens Espaço e tempo Narrador e modalidades do discurso Narrativas de tradição popular Chocolate à Chuva: as férias de Mariana Chocolate

Leia mais

Constituintes da Frase

Constituintes da Frase Constituintes da Frase As frases são constituídas por conjuntos de palavras que se relacionam entre si e formam uma unidade de sentido. A tua irmã Marta ofereceu-te um xaile. Grupos Frásicos 2 Grupos Frásicos

Leia mais

Língua Portuguesa. Professor Valber Freitas

Língua Portuguesa. Professor Valber Freitas Língua Portuguesa Professor Valber Freitas Conteúdo Programático Ementa: Banca: FGV LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de textos argumentativos, com destaque para métodos de raciocínio e tipologia argumentativa;

Leia mais

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL SINTAXE II: TERMOS INTEGRANTES E TERMOS ACESSÓRIOS Tutora: Ariana de Carvalho TERMOS INTEGRANTES A nomenclatura está relacionada com a função dos

Leia mais

Professor Jailton. www. professorjailton.com.br

Professor Jailton. www. professorjailton.com.br Professor Jailton www. professorjailton.com.br Período Composto por Subordinação Oração Subordinada Substantiva Oração Subordinada Adjetiva Oração Subordinada Adverbial Funções do substantivo Sujeito Objeto

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

Professora Patrícia Lopes

Professora Patrícia Lopes Professora Patrícia Lopes É a junção entre a morfologia e a sintaxe. Trata-se de duas partes da gramática que apesar de estarem envolvidas entre si, constituem-se de particularidades distintas. A morfologia

Leia mais

Professora Patrícia Lopes

Professora Patrícia Lopes Professora Patrícia Lopes É a junção entre a morfologia e a sintaxe. Trata-se de duas partes da gramática que apesar de estarem envolvidas entre si, constituem-se de particularidades distintas. A morfologia

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM Sumário Apresentação 11 Lista de abreviações 13 Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM O homem, a linguagem e o conhecimento ( 1-6) O processo da comunicação humana ( 7-11) Funções da

Leia mais

A morfologia divide as palavras em classes gramaticais; já a sintaxe estuda a função das palavras dentro de um contexto oracional.

A morfologia divide as palavras em classes gramaticais; já a sintaxe estuda a função das palavras dentro de um contexto oracional. Patrícia Lopes É a junção entre a morfologia e a sintaxe. Trata-se de duas partes da gramática que apesar de estarem envolvidas entre si, constituem-se de particularidades distintas. A morfologia divide

Leia mais

8.º ano po port r uguês ês Oo CTEP-PORT8_ _P001_016_3P_CIMG.indd 1 01/08/17 15:07

8.º ano po port r uguês ês Oo CTEP-PORT8_ _P001_016_3P_CIMG.indd 1 01/08/17 15:07 português 8.º ano Oo Índice de conteúdos por domínio Apresentação... 2-3 Dicas de preparação para os testes... 6 Recursos expressivos... 50-52 Texto narrativo... 53-57 Ação... 53-57 O RA LI DA D E Tempo...

Leia mais

Parte I 1. Variedades e variações do português Português e comunidade linguística lusófona* 18 Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) 19

Parte I 1. Variedades e variações do português Português e comunidade linguística lusófona* 18 Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) 19 Parte I 1. Variedades e variações do português Português e comunidade linguística lusófona* 18 Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) 19 Variedades do português 20 Variedades geográficas (europeia

Leia mais

QUESTÕES GLOBAIS P E R Í O D O C O M P O S T O P R O N O M E R E L A T I V O

QUESTÕES GLOBAIS P E R Í O D O C O M P O S T O P R O N O M E R E L A T I V O QUESTÕES GLOBAIS P E R Í O D O C O M P O S T O P R O N O M E R E L A T I V O Pág. 40 Ex. 1 a) Referem-se aos cães: Alimento no Oriente; companheiro no Ocidente; o melhor amigo do homem; cães; eles; cachorro;

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 7.º ANO DE PORTUGUÊS - 7.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 7.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade,

Leia mais

Funções do Pronome Relativo Professora Cândida França

Funções do Pronome Relativo Professora Cândida França Funções do Pronome Relativo Professora Cândida França Pronomes relativos São aqueles que retomam um substantivo (ou um pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração seguinte. Exemplos: O

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE GONDOMAR PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS - 8º ANO 2014/20145

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE GONDOMAR PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS - 8º ANO 2014/20145 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE GONDOMAR PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS - 8º ANO 2014/20145 Metas Curriculares (Domínios de Referência, Objetivos e Descritores de Desempenho ORALIDADE 1. Interpretar discursos

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

Planificação Longo Prazo

Planificação Longo Prazo DEPARTAMENTO LÍNGUAS ANO LETIVO 2016 / 2017 DISCIPLINA Português ANO 7.ºANO Planificação Longo Prazo CONTEÚDOS TEXTOS DOS MEDIA E DO QUOTIDIANO 1.º período Notícia Frio arrasta centenas de corvos marinhos

Leia mais

Língua Portuguesa. Mara Rúbia

Língua Portuguesa. Mara Rúbia Língua Portuguesa Mara Rúbia Atenção! Pare! Um vulto cresce na escuridão. Clarissa se encolhe. É Vasco. Convém que te apresses. Período Composto por Coordenação - Orações sintaticamente independentes.

Leia mais

A ideia de organizares o festival Dias da Cultura Portuguesa, agradou-me. (oração completiva)

A ideia de organizares o festival Dias da Cultura Portuguesa, agradou-me. (oração completiva) Orações relativas As orações adjectivas, denominadas de acordo com a terminologia actual como relativas, são orações subordinadas tradicionalmente introduzidas pelos seguintes consituintes relativos: os

Leia mais

Português. Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas. Professor Arthur Scandelari.

Português. Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas. Professor Arthur Scandelari. Português Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS: RESTRITIVAS E EXPLICATIVAS 1. (FUNRIO

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. Pedro IV, Vila do Conde PLANIFICAÇÃO RESUMIDA - PORTUGUÊS - 8º ANO 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO

Agrupamento de Escolas D. Pedro IV, Vila do Conde PLANIFICAÇÃO RESUMIDA - PORTUGUÊS - 8º ANO 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO Agrupamento de Escolas D. Pedro IV, Vila do Conde PLANIFICAÇÃO RESUMIDA - PORTUGUÊS - 8º ANO ANO LETIVO: 2015/2016 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO Educação literária Texto literário e texto não literário.

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação Personagens Narrador Espaço Tempo Modalidades do discurso Diários e memórias Narrativas de tradição popular Saga: Vig, a ilha do mar do Norte Saga:

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 52 Adjunto adnominal

Bárbara da Silva. Português. Aula 52 Adjunto adnominal Bárbara da Silva Português Aula 52 Adjunto adnominal Adjunto Adnominal É o termo que determina, especifica ou explica um substantivo. O adjunto adnominal possui função adjetiva na oração, a qual pode ser

Leia mais

Orações subordinadas 8º ano f. Professora: Allana Rauana Almeida Cortez.

Orações subordinadas 8º ano f. Professora: Allana Rauana Almeida Cortez. 8º ano f Professora: Allana Rauana Almeida Cortez. Definição: adjetivas exercem função sintática de um adjetivo, ou seja, de um adjunto adnominal. Introduzidas pelos pronomes relativos que, cujo, quem,

Leia mais

Planificação Longo Prazo

Planificação Longo Prazo DEPARTAMENTO LÍNGUAS ANO LETIVO 2017 / 2018 DISCIPLINA Português ANO 7.ºANO Planificação Longo Prazo CONTEÚDOS TEXTOS DOS MEDIA E DO QUOTIDIANO 1.º período Textos não literários Notícia Reportagem Texto

Leia mais

Prof. Eduardo Pereira Machado

Prof. Eduardo Pereira Machado Prof. Eduardo Pereira Machado Período Simples Todos esperam sua volta. Período Composto Todos esperam que você volte. A comparação entre ambas permite concluir que: 1. No período simples, a função de objeto

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO:

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO: DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM 1) Balanceamento pelo método das tentativas; 2) Leis de Lavoisier e Proust; 3) Cálculo estequiométrico; 4) Estudo dos gases; 5) Soluções Estudo das concentrações;

Leia mais

DICAS ÚTEIS PARA ORAÇÕES

DICAS ÚTEIS PARA ORAÇÕES DICAS ÚTEIS PARA ORAÇÕES SUBSTANTIVAS ORAÇÃO PRINCIPAL Nome da oração que não possui a conjunção. ORAÇÃO SUBORDINADA Nome da oração que tem no seu início a conjunção; completa uma oração principal. CONJUNÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO À SINTAXE DA LÍNGUA PORTUGUESA

INTRODUÇÃO À SINTAXE DA LÍNGUA PORTUGUESA INTRODUÇÃO À SINTAXE DA LÍNGUA PORTUGUESA FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO FRASE: todo enunciado de sentido completo capaz de estabelecer comunicação. Pode ser nominal ou verbal. Nominal: não possui verbo Exemplos:

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M.

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. FRASE NOMINAL: enunciado sem verbo. Pois não, senhor... ; senhoras e senhores,... FRASE VERBAL/ORAÇÃO: enunciado COM verbo. Ivo viu a uva.... O

Leia mais

Revisão para a P2 9º ANO

Revisão para a P2 9º ANO Revisão para a P2 9º ANO Gênero textual: CRÔNICA A crônica é uma gênero textual que tem por base fatos que acontecem em nosso cotidiano. Como se estivesse em uma conversa informal, o cronista tende a dialogar

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 8º ano Ano letivo

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 8º ano Ano letivo Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 8º ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO ORALIDADE CONTEÚDOS Ouvinte. Locutor e interlocutor. Princípios reguladores da interação discursiva. Diálogo.

Leia mais

1º PERÍODO COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2016/2017 DEPARTAMENTO DE PORTUGUÊS DISCIPLINA: PORTUGUÊS 7º ANO ...

1º PERÍODO COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2016/2017 DEPARTAMENTO DE PORTUGUÊS DISCIPLINA: PORTUGUÊS 7º ANO ... ... DEPARTAMENTO DE PORTUGUÊS DISCIPLINA: PORTUGUÊS 7º ANO Conteúdos Aulas previstas 1º PERÍODO Textos jornalísticos (notícia, entrevista, reportagem, artigo de opinião, comentário, crónica) Textos biográficos

Leia mais

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é uma forma verbal. Existem também o sintagma adjetival

Leia mais

Exercícios de múltipla escolha

Exercícios de múltipla escolha Exercícios de múltipla escolha 1-A classe gramatical da palavra alegria é: a-substantivo b-adjetivo c-advérbio d-pronome e-sujeito 2-A função sintática da palavra alegria é: a-predicado b-predicativo do

Leia mais

M O R F O L O G I A P R O N O M E S R E L A T I V O S

M O R F O L O G I A P R O N O M E S R E L A T I V O S P R O N O M E S R E L A T I V O S PRONOMES RELATIVOS: São pronomes que retomam um substantivo (ou outro pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração seguinte. CARACTERÍSTICAS: Os pronomes

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ANEXO I. CLASSES DE PALAVRAS, SINTAXE E LEXICOLOGIA ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS Uma é aquela que surge numa frase complexa e que não depende sintaticamente da oração com a qual

Leia mais

Língua Portuguesa. Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza

Língua Portuguesa. Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza Língua Portuguesa Professoras: Natália Oliveira e Natália Souza Analise as orações: 1. Triste estou: o amigo comigo não está. 2. Ele começou a rir todos gargalharam. 3. Acordei: cinco estações tinham ficado

Leia mais

Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS

Complexo de Ensino Renato Saraiva  (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS MPU técnicos e analistas JÚNIA ANDRADE Exemplos Cespe - Abin Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer um relação exatamente

Leia mais

COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL. Profª Giovana Uggioni Silveira

COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL. Profª Giovana Uggioni Silveira COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL Profª Giovana Uggioni Silveira ADJUNTO ADNOMINAL É o termo da oração que acompanha e modifica um substantivo, conferindo-lhe características e atributos. Artigos,

Leia mais

8. 8 º º an a o n Volume 1 Volume Oo CRE-CR81_ _P001_033_1P.indd 1 10/12/15 15:01

8. 8 º º an a o n Volume 1 Volume Oo CRE-CR81_ _P001_033_1P.indd 1 10/12/15 15:01 8.º ano Volume 1 Oo ÍNDICE Ao Aluno... 5 Aos Pais e Professores... 5 PORTUGUÊS FICHA 1 A frase complexa (I)... 6 FICHA 2 A frase complexa (II)... 8 FICHA 3 Funções sintáticas internas ao grupo verbal...

Leia mais

Disciplina Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Bônus 0,2 Português 1 Cláudia Roteiro de estudos 2º/ /08/

Disciplina Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Bônus 0,2 Português 1 Cláudia Roteiro de estudos 2º/ /08/ Nome Nº Ano/Série 2º Ensino Médio Turma Disciplina Professores Natureza Trimestre/Ano Data da entrega Bônus 0,2 Português 1 Cláudia Roteiro de estudos 2º/2017 01/08/2017 -------- Introdução: Querido(a)

Leia mais

CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Frações decimais e números decimais; Operações com frações; Operações com

Leia mais

OBJETIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS. 1. Identificar o tema e explicitar o assunto. 2. Distinguir o essencial do acessório.

OBJETIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS. 1. Identificar o tema e explicitar o assunto. 2. Distinguir o essencial do acessório. DISCIPLINA: Português ANO DE ESCOLARIDADE: 7º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES DOMÍNIOS DE REFERÊNCIA PROGRAMA OBJETIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS Oralidade 1. Interpretar discursos orais com

Leia mais

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO.

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO. 3º ANO FORMAS NOMINAIS Para falarmos sobre as formas nominais do verbo, é importante sabermos o porquê desta denominação, ou seja, em certas circunstâncias, este verbo pode assumir o papel de um nome :

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 10 Sintaxe III A SUBORDINAÇÃO No período composto por subordinação, há uma que traz presa a si, como dependente, outra ou outras. Dependentes porque cada

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira ORAÇÕES SUBORDINADAS Exercem função sintática sobre as outras. Oração principal, orações desenvolvidas ou reduzidas. ORAÇÕES SUBORDINADAS

Leia mais

As orações subordinadas substantivas exercem funções próprias dos substantivos (sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento

As orações subordinadas substantivas exercem funções próprias dos substantivos (sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento As orações subordinadas substantivas exercem funções próprias dos substantivos (sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo, complemento nominal, aposto) (CEGALLA, 2008, p.379) SUBJETIVAS: Exercem

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º Ano Disciplina de Português Ano Letivo - 2016/2017 Objetivos das Metas Curriculares Conteúdos Nº de aulas

Leia mais

Processo Seletivo Estudantes/2018 Conteúdo Programático

Processo Seletivo Estudantes/2018 Conteúdo Programático Processo Seletivo Estudantes/2018 Conteúdo Programático 2º ano do Ensino Fundamental Componente Curricular Conteúdo Leitura e interpretação textual; Ordem alfabética; Bilhete; Carta; Convenções gráficas.

Leia mais

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles:

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles: PERÍODO SIMPLES Período simples é um enunciado de sentido completo construído com uma oração absoluta, ou seja, apenas um verbo. O período é um enunciado de sentido completo formado por duas ou mais orações.

Leia mais

2018_CLDF_Técnico Legislativo Comentário e Gabarito Extraoficiais Prof. Albert Iglésia

2018_CLDF_Técnico Legislativo Comentário e Gabarito Extraoficiais Prof. Albert Iglésia 1. Gabarito: A. O terceiro parágrafo já se inicia com um conectivo que corrobora o valor semântico de finalidade. No 10º parágrafo, o autor diz o contrário. O Brasil se desdobra em planos individuais.

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1 PERÍODO COMPOSTO PROFESSORA: FERNANDA SANTOS 1 CONJUNÇÃO É a palavra ou locução invariável que liga orações ou termos semelhantes da mesma oração. Exemplos: ANÁLISE DO QUE Todos os alunos disseram que

Leia mais

Escrita (expressiva e lúdica) Texto narrativo Texto poético Texto descritivo Texto instrucional

Escrita (expressiva e lúdica) Texto narrativo Texto poético Texto descritivo Texto instrucional Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Língua Portuguesa 6º ano Ano letivo 2012 2013 1º PERIODO CONTEÚDOS Expressão Oral Exposição oral Texto oral Leitura expressiva Leitura coral Dramatização de

Leia mais

PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO

PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; APOSTO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS OU ADJUNTOS. ORAÇÕES

Leia mais

Domínios / Conteúdos. Flexão adjetival; Classes de palavras: Funções sintáticas; Tipos de frase; Relações semânticas entre palavras.

Domínios / Conteúdos. Flexão adjetival; Classes de palavras: Funções sintáticas; Tipos de frase; Relações semânticas entre palavras. Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio Escola E.B. 2, 3 professor Gonçalo Sampaio Departamento de Línguas Português - 7ºano Planificação anual simplificada 2016/2017 1º Período Domínios / Conteúdos Unidade

Leia mais

COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL. Profª Giovana Uggioni Silveira

COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL. Profª Giovana Uggioni Silveira COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL Profª Giovana Uggioni Silveira ADJUNTO ADNOMINAL É o termo da oração que acompanha e modifica um substantivo, conferindo-lhe características e atributos. Artigos,

Leia mais

ROTA DE APRENDIZAGEM. Ano Letivo / º período

ROTA DE APRENDIZAGEM. Ano Letivo / º período Português Emília Amado (emilia.amado@mogofores.salesianos.pt) Sónia Martinho (sonia.martinho@mogofores.salesianos.pt) Catarina Marques (catarina.marques@mogofores.salesianos.pt) 7.º Ano ROTA DE APRENDIZAGEM

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FUNÇÃO SINTÁTICA DOS PRONOMES RELATIVOS

LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FUNÇÃO SINTÁTICA DOS PRONOMES RELATIVOS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FUNÇÃO SINTÁTICA DOS PRONOMES RELATIVOS Profª. Raquel Freitas Sampaio PARA QUE SABER Os pronomes relativos exercem um papel fundamental nas relações de vínculo e coesão entre

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 7.º ANO DE PORTUGUÊS - 7.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No final do 7.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir discursos/textos orais com diferentes graus de formalidade

Leia mais

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico...

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico... Sumário I A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1 A língua portuguesa no ensino superior... 3 POR QUE ESTUDAR PORTUGUÊS NO ENSINO SUPERIOR... 5 Concepções de gramática... 6 O novo acordo ortográfico...

Leia mais

derrota: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Ele admitiu a derrota.

derrota: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Ele admitiu a derrota. Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra derrota: Ele admitiu a derrota. suj VTD função: núcleo do objeto direto classe: substantivo

Leia mais

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio.

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio. A) Restritiva: é aquela que limita, restringe o sentido do substantivo ou pronome a que se refere. A restritiva funciona como adjunto adnominal de um termo da oração principal e não pode ser isolada por

Leia mais

PONTUAÇÃO. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

PONTUAÇÃO.  PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES PONTUAÇÃO GRAMÁTICA PONTUAÇÃO As regras de pontuação se baseiam, em sua maioria, nas regras de análise sintática, portanto saber pontuação requer conheciento prévio da sintaxe. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

Leia mais