Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS"

Transcrição

1 Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS Prof. Adm. Ismael Mendes 2º Semestre/2011

2 UNIDADE II ESTUDOS DE VIABILIDADE TÉCNICA

3 ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA É a etapa de um projeto que consiste num conjunto de definições de parâmetros necessários à elaboração dos projetos de engenharia, definições essas decorrentes das decisões estratégicas para os negócios da empresa. Estudo de viabilidade Projeto de engenharia Execução do projeto

4 ETAPAS DE UM PROJETO Início Decisão estratégica Estudo de viabilidade Projeto preliminar (Continua)

5 ETAPAS DE UM PROJETO (Continuação) Projeto preliminar Gerência da implantação Projeto detalhado Montagem Compras Projeto organizacional Operações (Start-up)

6 PROCESSO INDUSTRIAL MODERNO MERCADO Conceitos Desenvolvimento Entrega PRODUTO Desenvolvimento de estratégias Desenvolvimento de Produtos Atendimento de pedidos PRODUÇÃO Desenvolvimento da capacidade de fabricação Fonte: Adaptado de Hammer e Champy (1993) apud Casarotto (2008)

7 COMPONENTES DO PROJETO DE VIABILIDADE Estudo de mercado: define produtos, faixas de mercado, condições de comercialização, etc. Estudo de localização: define onde produzir. Estudo de tamanho: define a escala e nível econômico. Estudo de engenharia: define a tecnologia e caracteriza o processo produtivo. Estudo econômico-financeiro: define recursos financeiros necessários.

8 COMPONENTES DO PROJETO DE VIABILIDADE Estudo de mercado: O quê, quanto, a quem, onde e de que forma comercializar? Estudo de localização: Onde produzir? Estudo de engenharia: Como produzir? Estudo de tamanho: Quanto produzir? Estudo econômico-financeiro: Quanto investir? E os projetos de viabilidade de TI???

9 ESTUDOS DE VIABILIDADE DE PROJETOS DE TI Requisitos de negócios; Descrição da tecnologia; Integração da tecnologia aos processos de negócio. Estudo de viabilidade Relatório que servirá de base para análise de requisitos e desenvolvimento do sistema. O relatório deve responder aos seguintes questionamentos: A tecnologia contribui para os objetivos gerais da organização? O sistema pode ser implementado com tecnologia atual e dentro das restrições definidas de custo e prazo? A tecnologia pode ser integrada a outros sistemas já implantados?

10 PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES EM PROJETOS DE TI Viabilidade operacional: a solução vai se adequar a organização? Há resistência das pessoas quanto ao novo sistema? Viabilidade técnica: a solução técnica é prática? Os recursos técnicos e especializados estão disponíveis? Viabilidade de cronograma: os prazos são razoáveis?

11 ESTUDO DE MERCADO É um conjunto de atividades orientadas para: a compreensão das necessidades do mercado; a definição de uma solução (produto); e estruturação da estratégia comercial adequada para obter os maiores retornos.

12 OBJETIVOS DO ESTUDO DE MERCADO OBJETIVO ITEM AFETA O quê? Produto(s) Tecnologia e processo Quanto? Dimensionamento do mercado Tecnologia e capacidade Onde? Distribuição do mercado Localização e capacidade A quem? Segmentação Distribuição De que forma? Estratégia de comercialização (4P2R): - Qualidade do produto Tecnologia e processo - Preço Investimentos, recursos e custos - Promoção Custos - Distribuição (Praça) Localização - Inovação (Renovação) Tecnologia e processo - Responsividade Processos e gerência

13 PRODUTO: O QUE COMERCIALIZAR? As pessoas não compram produtos, mas sim soluções para seus problemas (LEVITT, 1986). O desenvolvimento de novas soluções para problemas existentes pode ser grande oportunidade para negócios. O estudo de mercado objetiva detectar essas necessidades e parte da definição do produto. Mas como definir o produto?

14 DIMENSÕES DE UM PRODUTO Desempenho (características operacionais); Características (adereços); Confiabilidade (probabilidade de falha); Conformidade (acordo aos padrões); Durabilidade (vida útil); Atendimento (rapidez, cortesia e facilidades) Estética (aparência); Valor (qualidade reconhecida); Flexibilidade (customização). (Adaptado de Casarotto (2009, p. 73)

15 DEMANDA: QUANTO COMERCIALIZAR? Parte da definição do produto e tem como objetivo programar a quantidade pretendida para a comercialização a partir dos níveis de oferta e procura esperados. Impacta as tecnologias de produção e capacidade produtiva das unidades. As previsões são feitas a partir de técnicas quantitativas ou qualitativas.

16 LOCALIZAÇÃO DO MERCADO: ONDE COMERCIALIZAR? Fornece as informações necessárias para a escolha da localização das unidades produtivas da empresa. Parte da localização geográfica dos maiores consumidores, principais produtores e dos fornecedores.

17 SEGMENTAÇÃO DE MERCADO: A QUEM VENDER? Refere-se à definição do mercado consumidor agrupado conforme suas características em função de necessidades e desejos comuns. Pode-se fazer por: região, população, renda, sexo, raça, idade, perfil psicológico, etc. Desafio: como segmentar os clientes?

18 ALGUMAS PERGUNTAS PARA SEGMENTAÇÃO A quem interessa este tipo de produto? Quem pode adquirir este produto ao preço desejado? Quem considera a qualidade do produto aceitável? Que nível de tecnologia o consumidor espera do produto? O mercado é novo ou já é explorado por algum outro produto ou empresa? O novo produto é inovador ou já existe no mercado algo semelhante?

19 ESTRATÉGIA DE COMERCIALIZAÇÃO (4P2R) Dimensões da qualidade (Produto) Responsividade Preço Inovação/Renovação Promoção Ponto de distribuição

20 DETERMINAÇÃO DE PREÇOS O preço deve refletir o valor que o bem representa ao usuário Preço Produto Segmentação

21 LEVAR EM CONTA AO DEFINIR O PREÇO Custo + margem de lucro (markup); Preço em função da taxa de retorno; Preço atual ou paridade; Preço da empresa líder no mercado; Preço costumeiro; Preço psicológico; Preço promocional. (BOYD,1978 apud CASAROTTO, 2009)

22 PROMOÇÃO É a principal responsável pela decisão de compra do consumidor. Essencial para consolidação de marca, novo produto ou novos habitos de consumo.

23 TIPOS DE PROMOÇÃO Propaganda. Preços baixos. Brindes (grátis). Participação em feiras. Facilidades de crédito e descontos. Como medir o retorno?

24 PROPAGANDA: A ALMA DO NEGÓCIO

25 PROPAGANDA: A ALMA DO NEGÓCIO Quando fazer? Lançamento de produto; Produtos com alta margem de lucro; Produtos de massa; Mercado com muitos concorrentes; Mercado com fortes concorrentes; Produtos muito semelhantes; Existência de capacidade de produção ociosa.

26 PROPAGANDA: A ALMA DO NEGÓCIO Quando NÃO fazer? Produtos em fase de declínio; Produtos com baixa margem de lucro; Mercado com poucos concorrentes; Mercado dominado; Produtos altamente diferenciados; Capacidade de produção insuficiente. (MCCARTHY, 1982 apud CASAROTTO, 2009)

27 INOVAÇÃO OU RENOVAÇÃO O sucesso em vendas também e decorrente da estratégia de renovação dos produtos. Renovação Produção Preços

28 CICLO DE VIDA DO PRODUTO O sucesso em vendas também e decorrente da estratégia de renovação dos produtos. Introdução Declínio Crescimento Saturação Maturidade

29 RESPONSIVIDADE Diz respeito à velocidade de resposta aos desejos dos clientes. Quanto maior a responsividade: Maior a produtividade; Sobrepreço; Redução de riscos (menor horizonte de previsão); Aumento da participação de mercado. (STALK E HOUT, 1993 apud CASAROTTO, 20009)

30 INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS Análise de filiére (cadeia produtiva); Técnica de cenários; Análise de competitividade; Técnicas quantitativas (indicadores, taxas, séries); Pesquisa de mercado; Brainstorming; Análise de valor; Quality Function Deployment (QFD).

Aula 3. Professora : Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração pela UEFS

Aula 3. Professora : Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração pela UEFS Disciplina: Projetos Aula 3 Assunto: Anteprojeto Professora : Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração pela UEFS Características

Leia mais

Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica. Antonio Cabral

Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica. Antonio Cabral Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica Antonio Cabral acabral@maua.br Roteiro Desafio; Sistemas; O custo e o valor do controle de processo; Mapeamento; Principais indicadores usados

Leia mais

Papel Estratégico e Objetivos da produção

Papel Estratégico e Objetivos da produção Papel Estratégico e Objetivos da produção Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande RAD1512 Administração: gestão e logística Ambiente Estratégia de operações Estratégia Recursos de entradas a serem transformados

Leia mais

Sistema Produttare de Produção II Competing Through Design. Ivan De Pellegrin

Sistema Produttare de Produção II Competing Through Design. Ivan De Pellegrin Ivan De Pellegrin O porquê desta ideia... Maximizar a apropriação do valor gerado depende de modelos de negócio que considerem toda a cadeia de valor. O porquê desta ideia... O porquê desta ideia... Alguns

Leia mais

Professor: Flávio Fernandes Aula 5 Projeto de Produtos e Serviços Vide capítulo 5 do livro base

Professor: Flávio Fernandes Aula 5 Projeto de Produtos e Serviços Vide capítulo 5 do livro base Professor: Flávio Fernandes Aula 5 Projeto de Produtos e Serviços Vide capítulo 5 do livro base Livro Base: SLACK, Nigel e outros. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2009. Flávio Fernandes aula5

Leia mais

Análise de Mercado. Plano de Negócios

Análise de Mercado. Plano de Negócios Análise de Mercado Plano de Negócios Estudo de Clientes 1 º passo Identificando as características gerais dos clientes Se pessoas físicas Qual a faixa etária? Na maioria são homens o mulheres? Tem família

Leia mais

Fundamentos de Marketing Sessão 26 07/06/18

Fundamentos de Marketing Sessão 26 07/06/18 Fundamentos de Marketing Sessão 26 07/06/18 1º semestre / 2018 Profa Kavita Hamza kavita@usp.br Composto de Marketing Produto Produto Produto Produto Produto Produto MARCA / NOME / LOGO Produto COR /

Leia mais

Incorporação no mundo das empresas

Incorporação no mundo das empresas Gestão de Des & Empresa Compreensão e contribuição Compatibilidade d do Des e as outras áreas Incorporação no mundo das empresas Possibilida do Des como ferramenta de Gestão Empresarial e como fator de

Leia mais

Projeto Informacional. Projeto do Produto Engenharia de Produção FACIP UFU

Projeto Informacional. Projeto do Produto Engenharia de Produção FACIP UFU Projeto Informacional Projeto do Produto Engenharia de Produção FACIP UFU 1 Projeto Informacional Atualizar o Plano de Projeto Informacional Ideia Projeto Informacional Especificações-Meta - Requisitos

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS 2019.1 5º PERÍODO DISCIPLINA: ESTATÍSTICA APLICADA À ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Séries estatísticas. Medidas de tendência central. Medidas separatrizes. Medidas de dispersão.

Leia mais

Categoria: Inovação Tecnológica

Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo III Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Inovação Tecnológica Dimensão

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS Marketing Prof. Augusto Santana 31/01/2013 INTRODUÇÃO Atividade de Marketing Consiste em determinar as necessidades e

Leia mais

Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 6

Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 6 Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 6 Por que uma empresa deve adotar a perspectiva de rede de suprimento total? rojeto da rede de operações produtivas O que está implícito na configuração

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS (DPD) AULA 06 UFPR. Prof.ª Nicolle Sotsek Ramos

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS (DPD) AULA 06 UFPR. Prof.ª Nicolle Sotsek Ramos PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS (DPD) AULA 06 UFPR Prof.ª Nicolle Sotsek Ramos REVISÃO Planejamento do Produto Definição base do produto: características, funções e restrições Definição base do

Leia mais

Planejamento e Controle da Produção I

Planejamento e Controle da Produção I Planejamento e Controle da Produção I Prof. M.Sc. Gustavo Meireles 2012 Gustavo S. C. Meireles 1 Introdução Planejamento Agregado: Maximizar os resultados das operações e minimizar os riscos de tomadas

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica Modelo de gestão Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e legais Planejamento estratégico Orçamento empresarial

Leia mais

Fundamentos de Marketing e Comportamento do Consumidor

Fundamentos de Marketing e Comportamento do Consumidor Fundamentos de Marketing e Comportamento do Consumidor Prof. Dr. Andres Rodriguez Veloso 1º Semestre de 2017 2ª e 5ª feira Matutino 30/06/2017 Cap. 14 - Desenvolvimento de estratégias e programas de determinação

Leia mais

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Conceitos básicos Logística e Varejo Entendendo a cadeia de abastecimento integrada OBJETIVOS Os conceitos, definições e importância da cadeia de abastecimento;

Leia mais

Gestão de Produção Aula 4: Localização das Instalações. Prof. Valdir Tavares de Lucena

Gestão de Produção Aula 4: Localização das Instalações. Prof. Valdir Tavares de Lucena Gestão de Produção Aula 4: Localização das Instalações Prof. Valdir Tavares de Lucena O que faz uma empresa estar localizada em determinado endereço? Trata-se de uma decisão estratégico com fortíssimo

Leia mais

IFPB CAMPUS MONTEIRO - EMPREENDEDORISMO - Profº. Adm. João Moraes Sobrinho CRA/PB 3600

IFPB CAMPUS MONTEIRO - EMPREENDEDORISMO - Profº. Adm. João Moraes Sobrinho CRA/PB 3600 IFPB CAMPUS MONTEIRO - EMPREENDEDORISMO - Profº. Adm. João Moraes Sobrinho CRA/PB 3600 O plano de marketing busca orientar o processo decisório de mercado de uma empresa. Deve identificar as oportunidades

Leia mais

Modelo Unificado do PDP DESENVOLVIMENTO E PÓS-DESENVOLVIMENTO

Modelo Unificado do PDP DESENVOLVIMENTO E PÓS-DESENVOLVIMENTO Modelo Unificado do PDP DESENVOLVIMENTO E PÓS-DESENVOLVIMENTO 1 Características das Fases Iniciais Planejamento do Processo Informacional Conceitual Detalhado Preparação da Produção Lançamento do Produto?

Leia mais

Prof. Clovis Alvarenga Netto

Prof. Clovis Alvarenga Netto Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia de Produção Março/2009 Prof. Clovis Alvarenga Netto Aula 04 Pacotes de valor gerados e entregues pelas Operações: compostos bens-serviços Redes de operações

Leia mais

Capacitação Organizacional - O Ambiente Empresa 1

Capacitação Organizacional - O Ambiente Empresa 1 Capacitação Organizacional - O Ambiente Empresa 1 O Ambiente - Contextualização Elevada dinâmica Frequentes alterações no status quo Mudanças de paradigmas Ocorrem em vários ambientes Empresarial Político

Leia mais

PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção

PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção Conceitos e Funções Prof. Nilton Ferruzzi Prof. Nilton Ferruzzi 1 Elementos para o sucesso da estratégia de manufatura Objetivos São prioridades competitivas

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA Dado que as atividades de inovação podem estar tanto reunidas como espalhadas pelas mais diversas áreas da empresa, concentramos nossa atenção em quatro áreas: (1) Desenvolvimento, (2) Operações, (3) Administração,

Leia mais

3. CONCEITOS IMPORTANTES

3. CONCEITOS IMPORTANTES 3. CONCEITOS IMPORTANTES As organizações realizam essas funções, adquirindo e usando recursos, para desenvolver fornecer produtos e serviços, com o objetivo de resolver problemas de seus usuários e das

Leia mais

Plano de negócios. Sua necessidade, erros a não cometer e tipologias. Estrutura base

Plano de negócios. Sua necessidade, erros a não cometer e tipologias. Estrutura base Plano de negócios Sua necessidade, erros a não cometer e tipologias Estrutura base O que é um plano de negócios? Um Plano de Negócios é um Plano base, essencial para a estruturação e defesa de uma nova

Leia mais

Dispersão geográfica Demonstrar dispersão geográfica dos clientes e apontar as implicações desse levantamento para o projeto.

Dispersão geográfica Demonstrar dispersão geográfica dos clientes e apontar as implicações desse levantamento para o projeto. Título Resumido do Projeto: Nome resumido que o projeto deverá ser referenciado. Nome do Coordenador do Projeto: Nome da pessoa responsável pelo projeto 1. ANÁLISE DE MERCADO Consiste na apresentação da

Leia mais

Projeto e Planejamento da Indústria Química

Projeto e Planejamento da Indústria Química Indústria Química Prof. Marcus V. Americano da Costa F o Departamento de Engenharia Química Universidade Federal da Bahia Salvador-BA, 16 de maio de 2017. Sumário Sumário Projeto Um projeto é definido

Leia mais

Implantação do BIM: caminhos e desafios. Sergio Leusin, Arquiteto, D.Sc. Universidade Federal Fluminense

Implantação do BIM: caminhos e desafios. Sergio Leusin, Arquiteto, D.Sc. Universidade Federal Fluminense Implantação do BIM: caminhos e desafios Sergio Leusin, Arquiteto, D.Sc. Universidade Federal Fluminense BIM: uma inovação tecnológica radical! É o processo de produzir e gerenciar os dados da construção

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Prof. Marcelo Mello Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Gerenciamento de serviços Nas aulas anteriores estudamos: 1) Importância dos serviços; 2) Diferença entre produtos x serviços; 3) Composto de Marketing

Leia mais

Estratégia de Operações

Estratégia de Operações Estratégia de Operações Prof. MSc. Hugo J. Ribeiro Junior Engenharia de Produção - 9º período Janeiro de 2011 SUMÁRIO 1. Introdução; 2. Competências Essenciais; 3. Prioridades Competitivas; 4. Estratégia

Leia mais

TÍTULO: GRA DE MATURIDADE PARA GERENCIMAMENTO DE PROJETOS EM DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS VOLTADO PARA EMPRESA DE COSMÉTICOS

TÍTULO: GRA DE MATURIDADE PARA GERENCIMAMENTO DE PROJETOS EM DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS VOLTADO PARA EMPRESA DE COSMÉTICOS TÍTULO: GRA DE MATURIDADE PARA GERENCIMAMENTO DE PROJETOS EM DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PRODUTOS VOLTADO PARA EMPRESA DE COSMÉTICOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

Normas ISO:

Normas ISO: Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software Normas ISO: 12207 15504 Prof. Luthiano Venecian 1 ISO 12207 Conceito Processos Fundamentais

Leia mais

RAD 1504 Gestão da Qualidade I. Profa. Márcia Mazzeo Grande Pro. Erasmo José Gomes

RAD 1504 Gestão da Qualidade I. Profa. Márcia Mazzeo Grande Pro. Erasmo José Gomes RAD 1504 Gestão da Qualidade I Profa. Márcia Mazzeo Grande Pro. Erasmo José Gomes A era da qualidade acabou? Modismo ou Modelo de Gestão? Panorama atual Elevado número de recalls Requisitos de qualidade

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE SSC-546 Avaliação de Sistemas Computacionais Profa. Rosana Braga (material profas Rosely Sanches e Ellen F. Barbosa) Agenda Visão Geral de Qualidade Qualidade Aplicada ao Software

Leia mais

WEBINAR E-COMMERCE BRASIL. Buscando a rentabilidade do seu E-commerce

WEBINAR E-COMMERCE BRASIL. Buscando a rentabilidade do seu E-commerce WEBINAR E-COMMERCE BRASIL Buscando a rentabilidade do seu E-commerce Ferdinando Brito CFO selia e-commerce engineering CFO e-cadeiras.com.br WEBINAR Escolha do regime tributário Custos Transacionais Gestão

Leia mais

GESTÃO DAS OPERAÇÕES PRODUTIVAS

GESTÃO DAS OPERAÇÕES PRODUTIVAS GESTÃO DAS OPERAÇÕES PRODUTIVAS Professor: Flávio Fernandes UNIP Administração 5/6º sem. 2º Semestre de 2018 Livro Base: SLACK, Nigel e outros. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2015. Flávio

Leia mais

PLANEJAMENTO E AGREGAÇÃO DE VALOR EM EMPREENDIMENTOS RURAIS

PLANEJAMENTO E AGREGAÇÃO DE VALOR EM EMPREENDIMENTOS RURAIS PLANEJAMENTO E AGREGAÇÃO DE VALOR EM EMPREENDIMENTOS RURAIS Profª Caroline P. Spanhol CONTEXTUALIZAÇÃO Necessidade de eficiência e eficácia; Competitividade A gerência do negócio assume grande importância,

Leia mais

Workshop Paraense de Tecnologia de Software PROCESSO DE MEDIÇÃO. Fabrício Medeiros Alho

Workshop Paraense de Tecnologia de Software PROCESSO DE MEDIÇÃO. Fabrício Medeiros Alho Workshop Paraense de Tecnologia de Software 1 PROCESSO DE MEDIÇÃO Fabrício Medeiros Alho E-mail: fabricioalho@unama.br Empresa: UNAMA Workshop Paraense de Tecnologia de Software 2 Roteiro Introdução; Por

Leia mais

Unidade I. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade I. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade I Marketing Profª. Daniela Menezes O que é Marketing? Marketing é:...um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo que necessitam e o que desejam com a criação, oferta

Leia mais

Implantação de Empresas - Etapas fundamentais:

Implantação de Empresas - Etapas fundamentais: Implantação de Empresas - Etapas fundamentais: 1- Estudo de viabilidade, justificando aspectos: Técnicos - Tecnologia Econômicos - Lucro(sucesso) Financeiros - Fonte de recursos($); 2- Localização da empresa:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Professora: Jeane Souza da Silva Titulação: Especialista Curso: Agroindústria Turma: 3124 Período de Execução: 07/05/2018 a 01/09/2018 Componente Curricular/Disciplina: Elaboração

Leia mais

Apresentação Resultados 2º ITR e Questões Estratégicas Parte V. Questões Estratégicas Companhia Industrial Cataguases

Apresentação Resultados 2º ITR e Questões Estratégicas Parte V. Questões Estratégicas Companhia Industrial Cataguases Apresentação Resultados 2º ITR e Questões Estratégicas Parte V Questões Estratégicas Companhia Industrial Cataguases São Paulo, 15 de Outubro de 2014 1 Cronograma de ações ETAPAS E1. Análise Estratégica

Leia mais

Administração Matriz - Agosto

Administração Matriz - Agosto Administração Matriz - Agosto 1º PERÍODO Pré-requisito Comunicação Empresarial 60 3 3 - Fundamentos das Ciências Sociais 60 3 3 - Matemática Aplicada à Administração 80 4 4 - Tecnologia da Informação 60

Leia mais

Marketing. Marketing -1-

Marketing. Marketing -1- Marketing -1- ÍNDICE CAPÍTULO 1 MARKETING... 07 MIX DE MARKETING... 08 MARKETING DE RELACIONAMENTO... 09 CONCORRENTES... 11 ESTRATÉGIA... 12 FERRAMENTAS... 19 PROMOÇÃO DE VENDAS... 22 CAPÍTULO 2 PESQUISA

Leia mais

Gestão de Projetos Industriais: Lições Aprendidas

Gestão de Projetos Industriais: Lições Aprendidas Gestão de Projetos Industriais: Lições Aprendidas Seminário: Gestão e Competitividade na Indústria da Construção Copyright INDG - Instituto de Desenvolvimento Gerencial Belo Horizonte, 13 de abril de 2012

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING Prof. Gilson B. Feitosa

ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING Prof. Gilson B. Feitosa ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING Prof. Gilson B. Feitosa APRESENTAÇÕES. Quem é você? Onde trabalha? Quais suas expectativas em relação à disciplina? ESCLARECIMENTOS INICIAIS. Contrato de convivência. Avaliações,

Leia mais

Estratégias de Determinação de Preços. INCT Nanofarma

Estratégias de Determinação de Preços. INCT Nanofarma Estratégias de Determinação de Preços INCT Nanofarma PROFA. DRA. VANIA PASSARINI TAKAHASHI Elemento do mix mkt produz receita Flexível Alterado com rapidez Informa ao mercado o posicionamento de valor

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CICUTA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CICUTA EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CICUTA EMENTAS 2018-2 4º PERÍODO DISCIPLINA: FENÔMENOS DE TRANSPORTE Estudo das Propriedades dos Fluidos e da Estática dos Fluidos. Análise de escoamentos incompressíveis

Leia mais

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. Aula 5

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO. Aula 5 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 5 1 AGENDA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Tecnicas e conhecimentos (PMI) Processo Praxis 3.0 (Baseado em PMI) Visão Geral Atividades Bibliografia 2 Questões

Leia mais

Fernando Trigueiro QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE LOGISTICA NO MERCADO INTERNACIONAL

Fernando Trigueiro QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE LOGISTICA NO MERCADO INTERNACIONAL QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE LOGÍSTICA NO MERCADO INTERNACIONAL Fernando Trigueiro LOGÍSTICA Criar Vantagens Competitivas e Maximizar Resultados com Satisfação dos Clientes MISSÃO DA LOGÍSTICA É dispor a

Leia mais

Faturamento médio por funcionário. Empresa. Página 1 de 11

Faturamento médio por funcionário. Empresa. Página 1 de 11 Número de Faturamento por Faturamento Real em 2000 funcionários funcionários 1 54 R$ 2.099.459,01 R$ 38.878,87 2 18 R$ 800.000,00 R$ 44.444,44 3 75 R$ 5.400.000,00 R$ 72.000,00 4 86 R$ 5.353.971,97 R$

Leia mais

Gestão de Produção Aula 5: Projeto do Produto e do Processo. Prof. Valdir Tavares de Lucena

Gestão de Produção Aula 5: Projeto do Produto e do Processo. Prof. Valdir Tavares de Lucena Gestão de Produção Aula 5: Projeto do Produto e do Processo Prof. Valdir Tavares de Lucena Gestão da Produção Cada empresa é única, assim como seus produtos e processos, e gerenciar envolve planejamento,

Leia mais

PRÁTICA PROFISSIONAL (PP) I e II (TCC I e II) ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS

PRÁTICA PROFISSIONAL (PP) I e II (TCC I e II) ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS PRÁTICA PROFISSIONAL (PP) I e II (TCC I e II) ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS Disciplinas: 254CD-04 Projeto de Negócios (TCC I - Via Empreendedora/240h) 254PN-04 Plano de Negócios (TCC II - Via Empreendedora/240h)

Leia mais

O DESEMPENHO OPERACIONAL

O DESEMPENHO OPERACIONAL O DESEMPENHO OPERACIONAL TIPOS DE OBJETIVOS DE DESEMPENHO OPERACIONAL PREÇO BAIXO, ALTAS MARGENS OU AMBOS ENTREGA RÁPIDA CUSTO ENTREGA CONFIÁVEL VELOCIDADE CICLO RÁPIDO ALTA PRODUTIVIDADE TOTAL OPERAÇÕES

Leia mais

GESTÃO da Qualidade GESTÃO DA QUALIDADE

GESTÃO da Qualidade GESTÃO DA QUALIDADE GESTÃO da Qualidade Práticas 1 GESTÃO DA QUALIDADE Definição de qualidade? d Consumidor vs. produtor Consumidor: qualidade é o grau em que o produto satisfaz as necessidades pelas quais foi adquirido qualidade

Leia mais

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 01: Gestão das Cadeias de Suprimentos

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 01: Gestão das Cadeias de Suprimentos GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 01: Gestão das Cadeias de Suprimentos Objetivos O aluno deverá ser capaz de: Entender os principais conceitos de Cadeia de Suprimentos Conhecer a origem da Cadeia

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS 2018.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: ESTUDOS SOCIOANTROPOLÓGICOS Panorama da história das Ciências Sociais, enfatizando seus princípios teóricos e metodológicos propostos.

Leia mais

PCP Planejamento de Controle da Produção. Aula 04 14/3/2011. Planejamento Estratégico da Produção. Planejamento Estratégico da Produção

PCP Planejamento de Controle da Produção. Aula 04 14/3/2011. Planejamento Estratégico da Produção. Planejamento Estratégico da Produção Para que serve o Planejamento Estratégico? PCP Planejamento de Controle da Aula 04 Profº. Ronaldo Oliveira contato@ronaldooliveira.com.br O planejamento estratégico busca maximizar os resultados das operações

Leia mais

EMPREENDEDORISMO X RISCOS

EMPREENDEDORISMO X RISCOS EMPREENDEDORISMO X RISCOS Moreira, Alessandro Messias. M835e Empreendedorismo x riscos / Alessandro Messias Moreira. Varginha, 2015. 38 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso:

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA

INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA PROF. ADM ENDERSON FABIAN INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA AULA PARA AS TURMAS DE ADMINISTRAÇÃO 2010 1 Conteúdo 1 O Que é o 2 Por Que o Nível de Serviço é Importante 3 Administração do Nível de Serviço 4 Fixação

Leia mais

ISO/IEC Processo de ciclo de vida

ISO/IEC Processo de ciclo de vida ISO/IEC 12207 Processo de ciclo de vida O que é...? ISO/IEC 12207 (introdução) - O que é ISO/IEC 12207? - Qual a finalidade da ISO/IEC 12207? Diferença entre ISO/IEC 12207 e CMMI 2 Emendas ISO/IEC 12207

Leia mais

Mesa Redonda Redes Inteligentes Smart Grid

Mesa Redonda Redes Inteligentes Smart Grid Mesa Redonda Redes Inteligentes Smart Grid Visão da Concessionária Denys Cláudio Cruz de Souza Superintendente de Desenvolvimento e Engenharia da Distribuição da CEMIG 11/Agosto/2010 A CEMIG Maior empresa

Leia mais

Prof. Linduarte Vieira da Silva Filho

Prof. Linduarte Vieira da Silva Filho Unidade II SISTEMA DE QUALIDADE Prof. Linduarte Vieira da Silva Filho Sistemas e Ferramentas de Gestão da Qualidade Estudaremos neste módulo técnicas e metodologias trabalhadas na área da administração

Leia mais

(esforço). Competência entendida segundo três eixos:

(esforço). Competência entendida segundo três eixos: em Gestão de Projetos Prof. Roberto Paixão Introdução Competência = com (conjunto) + petere (esforço). Competência entendida segundo três eixos: Características da pessoa; Formação educacional; Experiência

Leia mais

Capítulo 2. Planejamento Estratégico e Processos de Marketing

Capítulo 2. Planejamento Estratégico e Processos de Marketing Capítulo 2 Planejamento Estratégico e Processos de Marketing 1 Plano Formal Muitas empresas operam sem planos formais, ainda assim, estes planos podem fornecer muitos benefícios tais como: Encoraja a administração

Leia mais

PROCESSOS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS

PROCESSOS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS PROCESSOS PROCESSOS CONCEITOS Uma série de tarefas ou etapas que recebem insumos(materiais, informações, pessoas, máquinas, métodos) e geram produtos(produto físico, informação e serviço), com valor agregado,

Leia mais

Elaboração e Análise de Projetos

Elaboração e Análise de Projetos Elaboração e Análise de Projetos Engenharia, Tamanho e Localização Professor: Roberto César ENGENHARIA DO PROJETO Tem por objetivo definir e especificar os elementos que compõe os sistemas que constituem

Leia mais

Disciplina: GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Disciplina: GERENCIAMENTO DE PROJETOS Disciplina: GERENCIAMENTO DE PROJETOS Contextualização No início dos anos 1960, o Gerenciamento de Projetos foi formalizado como ciência. Os negócios e outras organizações começaram a enxergar o benefício

Leia mais

GESTÃO DE MARKETING. Marketing é o processo de. estabelecer e manter relações de troca mutuamente benéficas com clientes e outros grupos de interesse.

GESTÃO DE MARKETING. Marketing é o processo de. estabelecer e manter relações de troca mutuamente benéficas com clientes e outros grupos de interesse. GESTÃO DE MARKETING (55) 84110601 Marketing é o processo de estabelecer e manter relações de troca mutuamente benéficas com clientes e outros grupos de interesse. Nickels & Wood (1999) O objetivo do marketing

Leia mais

PESQUISA DE MERCADO. Profa. MSc Marilda Sena P. Zuza

PESQUISA DE MERCADO. Profa. MSc Marilda Sena P. Zuza PESQUISA DE MERCADO Profa. MSc Marilda Sena P. Zuza Pesquisa de Mercado no Contexto de Marketing É uma ferramenta para tornar as decisões a respeito do Mix de Marketing mais seguras. Algumas dúvidas envolvidas

Leia mais

Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing

Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing AULA 14 Marketing Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing Objetivo - Estabelecer todas as bases para a ação no mercado. Benefícios - Explorar uma oportunidade oferecida pelo mercado. - Integrar

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS 2018-1 3º PERÍODO DISCIPLINA: ÁLGEBRA LINEAR Estudo e resolução de sistemas de equações lineares. Estudo e resolução de matrizes e determinantes. Detalhamento de ortogonalidade

Leia mais

PROGRAMA PÓS-FLEX 2017 UNIVERSIDADE POSITIVO CÂMPUS SEDE - ECOVILLE CALENDÁRIO GERAL

PROGRAMA PÓS-FLEX 2017 UNIVERSIDADE POSITIVO CÂMPUS SEDE - ECOVILLE CALENDÁRIO GERAL PRESENCIAL E A DISTÂNCIA COMPLETA COM VOCÊ PROGRAMA PÓS-FLEX 2017 UNIVERSIDADE POSITIVO CÂMPUS SEDE - ECOVILLE CALENDÁRIO GERAL CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO ÁREA DE NEGÓCIOS, GESTÃO AMBIENTAL E ENGENHARIA

Leia mais

Inovar está na moda. Soluções Sebraetec para a Indústria de Moda

Inovar está na moda. Soluções Sebraetec para a Indústria de Moda Inovar está na moda Soluções Sebraetec para a Indústria de Moda INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA AUMENTAR O CRESCIMENTO DA SUA EMPRESA O mercado de Moda exige, cada vez mais, grande velocidade em acompanhar

Leia mais

Unidade I PROCESSOS ORGANIZACIONAIS. Prof. Léo Noronha

Unidade I PROCESSOS ORGANIZACIONAIS. Prof. Léo Noronha Unidade I PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Prof. Léo Noronha Introdução aos processos organizacionais Qualquer tamanho de empresa, até as informais ou do terceiro setor. Visão moderna de gestão organizacional,

Leia mais

03 Continuação de 02. O papel estratégico e objetivos da Produção

03 Continuação de 02. O papel estratégico e objetivos da Produção 03 Continuação de 02 O papel estratégico e objetivos da Produção Cobertos neste capítulo Objetivos estratégicos das operações Ambiente Estratégia de operações O papel e a posição competitiva das operações

Leia mais

Professor: Leandro Zvirtes UDESC/CCT

Professor: Leandro Zvirtes UDESC/CCT Professor: Leandro Zvirtes UDESC/CCT Idéias Básicas Aplicação de metodologias estatísticas Entendimento sobre as fontes de variação do processo Perpetuação do ciclo de melhoria contínua Os quatorze pontos:

Leia mais

Matriz 1 - Administração (Modalidade a Distância)

Matriz 1 - Administração (Modalidade a Distância) Matriz 1 - Administração (Modalidade a Distância) Nivelamento Língua Portuguesa 20 - - - 1º PERÍODO Comunicação Empresarial 60 3 3 - Fundamentos das Ciências Sociais 60 3 3 - Matemática Aplicada à Administração

Leia mais

Professor: Flávio Fernandes Aula 3 Estratégia da Produção Vide capitulo 3 do livro base

Professor: Flávio Fernandes Aula 3 Estratégia da Produção Vide capitulo 3 do livro base Professor: Flávio Fernandes Aula 3 Estratégia da Produção Vide capitulo 3 do livro base Livro Base: SLACK, Nigel e outros. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2009. Flávio Fernandes aula3 1 Informativo:

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS 2019.1 1 PERÍODO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO CÁLCULO Estudo de álgebra básica e expressões algébricas. Estudo de potenciação e radiciação. Estudo das funções e propriedades

Leia mais

Consultorias. Ensaios Laboratoriais. Cursos in Company. Apoio Tecnológico

Consultorias. Ensaios Laboratoriais. Cursos in Company. Apoio Tecnológico Consultorias Ensaios Laboratoriais Apoio Tecnológico Cursos in Company ÁREA DE GESTÃO E ALIMENTOS E BEBIDAS Consultoria em Planejamento e Controle dos Processos Produtivos; Consultoria para Atendimento

Leia mais

Etapas que antecedem a elaboração de um plano de negócios 1. Avaliação Preliminar

Etapas que antecedem a elaboração de um plano de negócios 1. Avaliação Preliminar Etapas que antecedem a elaboração de um plano de negócios 1. Avaliação Preliminar A - Mercado consumidor Características: É uma nova maneira de satisfazer a uma necessidade É um mercado mal atendido ou

Leia mais

Disciplinas Opcionais Curso de Especialização em Administração Industrial (CEAI)

Disciplinas Opcionais Curso de Especialização em Administração Industrial (CEAI) Disciplinas Opcionais - 2006 Curso de Especialização em Administração Industrial (CEAI) Administração de Materiais e de Compras Administração de estoques: Rotatividade, lote econômico de compra, custos

Leia mais

MICRO AMBIENTE CONCORRENTE A. Administração Mercadológica I. Forças tecnológicas. Forças naturais. Empresa

MICRO AMBIENTE CONCORRENTE A. Administração Mercadológica I. Forças tecnológicas. Forças naturais. Empresa de Marketing Parte 02 Micro e Macro Os profissionais precisam praticar a administração de relacionamento de parceria. Eles devem trabalhar em estreito contato com parceiros de outros departamentos da empresa

Leia mais

Douglas Fabian. Bacharel em Administração. MBA Gestão Estratégica de Pessoas

Douglas Fabian. Bacharel em Administração. MBA Gestão Estratégica de Pessoas Douglas Fabian Bacharel em Administração MBA Gestão Estratégica de Pessoas PLANO DE NEGÓCIOS PLANO DE NEGÓCIOS O que é um plano de negócios? INSTRUMENTO DE PLANEJAMENTO É um documento que especifica, em

Leia mais

Comércio Eletrônico AULA 04. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis

Comércio Eletrônico AULA 04. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis Comércio Eletrônico AULA 04 Professora Ms Karen Reis 2011 Sistemas para Internet 1 Estudo de Caso Apresentação 2 Cases - Mercado de Chocolate 2 Década 80 Queda Muro de Berlim Fim da contraposição do Capitalismo

Leia mais

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL 045 45 IDENTIFICAÇÃO: Título: AÇÕES PROMOCIONAIS CONJUNTAS E REGULARIDADE DAS COMPRAS. Atributo: INTENSIDADE E REGULARIDADE DAS COMPRAS. Processo: REALIZAÇÃO DE AÇÕES PROMOCIONAIS

Leia mais

ACME. Computadores. Uma divisão de A Company that Makes Everything

ACME. Computadores. Uma divisão de A Company that Makes Everything ACME Computadores Uma divisão de A Company that Makes Everything A Empresa A ACME Computadores é uma empresa que compra componentes de computadores de diversos fornecedores, monta seus próprios equipamentos

Leia mais

Oportunidade de Negócio: LAPIDAÇÃO DE PEDRAS

Oportunidade de Negócio: LAPIDAÇÃO DE PEDRAS Oportunidade de Negócio: LAPIDAÇÃO DE PEDRAS Maio/2007 1 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FICHA BÁSICA SEGMENTO: Gemas e Jóias DESCRIÇÃO: Lapidação de pedras de modo geral PÚBLICO ALVO: Joalherias e ourivesarias,

Leia mais

09 a 12 de novembro de 2016

09 a 12 de novembro de 2016 COMO ELABORAR PESQUISA DE MERCADO 08 a 11 de outubro de 2014 09 a 12 de novembro de 2016 Missão do Sebrae Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orientar na implantação e no desenvolvimento

Leia mais

ENADE CICLO PROFISSIONAL

ENADE CICLO PROFISSIONAL ENADE CICLO PROFISSIONAL ROTEIRO Observações sobre a prova Disciplinas mais importantes Resolução de algumas questões Observações sobre a prova Questões: Formação Geral (2 Dis 40% e 8 Obj 60%) = 25% +

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS Faça você mesmo

PLANO DE NEGÓCIOS Faça você mesmo PLANO DE NEGÓCIOS Faça você mesmo INTRODUÇÃO É um instrumento que visa estruturar as principais concepções e alternativas para uma análise correta de viabilidade do negócio pretendido, proporcionando uma

Leia mais

Desenvolvido pelo Software Engineering Institute-SEI em 1992 Possui representação por estágios (5 níveis)e contínua (6 níveis)

Desenvolvido pelo Software Engineering Institute-SEI em 1992 Possui representação por estágios (5 níveis)e contínua (6 níveis) CMMI / MPS.BR Modelos de Maturidade de Qualidade de Software Aplicações criteriosas de conceitos de gerenciamento de processos e de melhoria da qualidade ao desenvolvimento e manutenção de software CMMI

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS - 2017.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: CÁLCULO I Estudo e aplicação de limites. Estudo e aplicação de derivadas. Estudo de soluções de problemas com utilização de derivadas.

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Profª Esp. Mônica Suely Guimarães de Araujo Conceito Logística são os processos da cadeia de suprimentos (supply chain) que planejam, estruturam e controlam, de forma eficiente e

Leia mais