TIPO DE DOCUMENTO PRAZO FUNDAMENTO LEGAL. Alvará Permanente **** Atestado Médico/Abono de Falta 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TIPO DE DOCUMENTO PRAZO FUNDAMENTO LEGAL. Alvará Permanente **** Atestado Médico/Abono de Falta 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46"

Transcrição

1 PRAZOS PARA GUARDA DE DOCUMENTOS Importante: Os documentos contidos nessa lista não são exaustivos, o intuito é direcionar e contribuir para organização da empresa. Porém deve- se analisar qualquer particularidade da empresa. É necessário verificar a existência de autos de infração, e de ações judiciais ou trabalhistas, para os quais é recomendável o prazo de guarda dos documentos até a decisão administrativa ou judicial correspondente. Para os documentos exigidos por mais de um órgão fiscalizador, deve- se observar o maior prazo existente na legislação. TIPO DE DOCUMENTO PRAZO FUNDAMENTO LEGAL Acordos de Compensação de Horas CF artigo 7o, inciso XXIX Advertência e Suspensão CF artigo 7o, inciso XXIX Alvará Permanente **** Apólice de Seguro Atas de Assembléias e Conselho de Administração 01 ano Permanente **** Atestado Médico/Abono de Falta 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Auxilio natalidade 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Balancetes CAGED 03 anos Portaria MTE 235/2003 Cartão de Ponto CF artigo 7o, inciso XXIX Comprovante de Ticket- Refeição CF artigo 7o, inciso XXIX Comprovante de Vale- Transporte CF artigo 7o, inciso XXIX Comunicado de Dispensa 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Conciliação Bancária Conhecimento de Frete Contas de água, energia e telefone Contrato de Leasing 10 anos 1

2 Contrato de Locação de Bem Imóvel 03 anos Contrato de Prestação de Serviço 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Contrato de Trabalho Permanente **** Contrato Social e alterações Permanente **** Cópia de Certidões do Empregado 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 DAE (Documento de Arrecadação Estadual) Lei artigo 173 DAMEF (Declaração Anual de Movimento Econômico e Fiscal) DAPI (Demonstrativo de Apuração e Informação do ICMS) DARF (demais tributos) Lei artigo 173 Lei artigo 173 DARF (PIS/COFINS) 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 DARJ, inclusive ICMS DARM- RIO DECLAN- IPM Declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (DIPJ) 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Declaração de Opção 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Demais Declarações SRF Demais Livros Fiscais Depósitos FGTS, inclusive através de GFIP 30 anos Lei 8.936/90 Duplicatas Escritura de Compra e Venda Permanente **** Escritura de Compra e Venda Permanente **** Estatuto Permanente **** 2

3 Extrato Bancário Folha de Pagamento 30 anos Lei 8.936/90 GAM (Guia de Arrecadação Municipal) Lei artigo 173 GIA- ICMS Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical (GRCS) Guia de Recolhimento da Previdência Social (GPS) ICMS (Imposto de Circulação de Mercadorias) 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Lei artigo 173 Imposto de Renda Pessoa Física 5 anos após a entrega da Declaração na Receita Federal Instrução Normativa no 8/93 artigo 4o Secretaria da Receita Federal Inscrição Estadual/Municipal Permanente **** Inscrição no CNPJ Permanente **** IPI (Imposto de Produtos industrializados) Lei artigo 173 IPTU (Imposto Predial urbano) Lei artigo 173 IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) ISSQN (Imposto sobre Serviços de qualquer natureza) ITBI (Imposto de Transmissão Bens Imóveis) Lei artigo 173 Lei artigo 173 Lei 5172 artigo 173 ITR (Imposto Territorial Rural) Lei artigo 173 Livro Balanço Patrimonial/Geral Permanente A lei não prevê descarte Livro de Acionista Permanente Lei 6.404/76 artigo 177 Livro de Apuração de Lucro Real (LALUR) 10 anos considerando a data do último lançamento Lei artigo 173 Livro de Inspeção no Trabalho Permanente **** Livro de Registro de ICMS 5 anos considerando a Data do último lançamento Lei artigo 173 3

4 Livro de Registro de Inventário 10 anos Lei 8.212/91 artigo 45 e 46 Livro de Registro de Saídas 10 anos considerando a data do último lançamento Lei artigo 46 Livro Diário Permanente Lei 6.404/76 artigo 177 Livro ou Ficha de Registro de Empregados Permanente **** Livro Razão Permanente Lei 6.404/76 artigo 177 Livro Registro de Entradas Movimento Contábil ou Movimento de Caixa Nota Fiscal (Ativo Imobilizado) 5 anos considerando a data do último lançamento Lei artigo 173 Lei 5172 artigo 173 Permanência do bem na empresa **** Nota Fiscal de Fornecedor Lei artigo 173 Nota Fiscal de Saídas de Mercadorias Lei art.173. Nota Fiscal de Serviços Lei art.173. Nota Fiscal de Venda de Imobilizado Lei artigo 173 Ordem de Serviço Lei artigo 173 PAT 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 PCMSO 20 anos Norma Regulamentadora 7 Pedido de Dispensa/Aviso Prévio 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 PRA 20 anos Norma Regulamentadora 9 RAIS 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Recibo de Depósito Bancário Lei artigo 173 Recibo de Pensão Alimentícia Recibo de Pró- Labore 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 4

5 Recibos de Salário, Férias e 13o 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Reembolso de Despesas/Despesas Viagens Lei artigo 173 RPA 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 RPA (Recibo de Pagamento de Autônomo) 30 anos Lei 8212 artigo 45 1o Salário Educação 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Salário Família 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Salário Maternidade 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 Taxa de Fiscalização para Funcionamento Lei artigo 173 Termo de Rescisão de Contrato 10 anos Lei 8.212/91 artigo 46 VAF (Verificação de Apuração Fiscal) Lei artigo 173 5

Acordos de Compensação de Horas 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Advertência e Suspensão 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Alvará Permanente ****

Acordos de Compensação de Horas 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Advertência e Suspensão 05 anos CF artigo 7º, inciso XXIX. Alvará Permanente **** PRAZOS PARA GUARDA DE DOCUMENTOS Importante: Os documentos contidos nessa lista não são exaustivos, o intuito é direcionar e contribuir para organização da empresa. Porém deve-se analisar qualquer particularidade

Leia mais

Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas

Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas A presente tabela contém os principais documentos fiscais, contábeis e trabalhistas das empresas com o tempo que deve ser mantido em arquivo

Leia mais

TABELA DE TEMPORALIDADE Competência Federal / Trabalhista e Previdenciário

TABELA DE TEMPORALIDADE Competência Federal / Trabalhista e Previdenciário TABELA DE TEMPORALIDADE Competência Federal / Trabalhista e Previdenciário Acordo de compensação de horas Acordo de prorrogação de horas Atestado de Saúde Ocupacional Tempo de validade CAGED - Cadastro

Leia mais

Contfisco Empresa de Contabilidade

Contfisco Empresa de Contabilidade Competência Federal I - Trabalhista e Previdenciário Documento Tempo de guarda 1 Início da contagem Acordo de compensação de horas Retroativo à data da extinção do contrato de trabalho Acordo de prorrogação

Leia mais

ENTENDENDO A PREFEITURA

ENTENDENDO A PREFEITURA EDUCAÇÃO FISCAL Sensibilizar o cidadão para a função socioeconômica do Tributo; Facilitar e estimular o cumprimento da obrigação tributária pelo cidadão; Incentivar a sociedade a acompanhar e fiscalizar

Leia mais

PRAZOS DE GUARDA E MANUTENÇÃO DE LIVROS E DOCUMENTOS

PRAZOS DE GUARDA E MANUTENÇÃO DE LIVROS E DOCUMENTOS PRAZOS DE GUARDA E MANUTENÇÃO DE LIVROS E DOCUMENTOS Regra geral Regra geral, o prazo de guarda e manutenção de livros e documentos fiscais, seja de competência federal, estadual ou municipal, tem ligação

Leia mais

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL EMPREENDEDOR INDIVIDUAL Oportunidade de regularização para os empreendedores individuais, desde a vendedora de cosméticos, da carrocinha de cachorro-quente ao pipoqueiro. 2 Empresas em geral Microempresas

Leia mais

Escrito por Galdino WS Seg, 12 de Maio de 2008 06:44 - Última atualização Seg, 12 de Maio de 2008 07:43

Escrito por Galdino WS Seg, 12 de Maio de 2008 06:44 - Última atualização Seg, 12 de Maio de 2008 07:43 Prestamos serviços com o objetivo de atender as necessidades de cada empresa. Trabalhamos com softwares e equipamentos de ponta totalmente integrados em rede. Investimos constantemente na melhoria dos

Leia mais

CIRCULAR 001/2006 INSTRUÇÕES PARA ARQUIVO

CIRCULAR 001/2006 INSTRUÇÕES PARA ARQUIVO CIRCULAR 001/2006 INSTRUÇÕES PARA ARQUIVO Seguem abaixo, orientações sobre o arquivo de documentos em vossa empresa, para sua segurança e para melhor controle administrativo, facilitando assim qualquer

Leia mais

Fiscalização Trabalhista. Anita Maria Meinberg Perecin

Fiscalização Trabalhista. Anita Maria Meinberg Perecin Anita Maria Meinberg Perecin Apresentação dos documentos : Livro de inspeção do trabalho Cópia do contrato social CNPJ Cópia da convenção coletiva da categoria Laudo PPRA Carta de preposição Procuração

Leia mais

GUARDA DE DOCUMENTOS

GUARDA DE DOCUMENTOS GUARDA DE DOCUMENTOS Tabela de Temporalidade de Documentos de Pessoa Física 1. VIDA FINANCEIRA 1.1 PAGAMENTO DE TRIBUTOS 1.1.1 Imposto de 5 anos, contados Renda de Pessoa a partir do Física (IRPF) e exercício

Leia mais

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação:

Documentação. O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: Documentação Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações documento de identificação próprio e dos demais membros

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 -

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 - ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO...

Leia mais

- Imposto com função regulatória, também chamado de imposto aduaneiro de importação.

- Imposto com função regulatória, também chamado de imposto aduaneiro de importação. 1. DIREITO TRIBUTÁRIO 1.5. Imunidade Tributária - Nenhum ente federativo pode criar impostos sobre: a) Patrimônio, renda ou serviços uns dos outros; b) Templos de qualquer culto; c) Partidos políticos,

Leia mais

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações

ProUni FADERGS. Documentos para Comprovação de Informações ProUni FADERGS Documentos para Comprovação de Informações Os candidatos Pré-Selecionados deverão apresentar a FADERGS, para comprovação de informações, cópia simples acompanhada da via original dos seguintes

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI -

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - Os candidatos pré-selecionados devem entrar em contato com o SAE (Serviço de Assistência ao Estudante) para agendar a entrevista. Telefone: 35-3299-3044 Segue abaixo a relação

Leia mais

Previdência Social. Trabalhista

Previdência Social. Trabalhista Previdência Social Comunicação de acidente do trabalho - CAT Comprovantes do exercício da atividade remunerado dos segurados e contribuintes individuais Comprovantes de pagamento (cópias) ou a declaração

Leia mais

OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência.

OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência. ATENÇÃO: Apresentar a documentação na Central de Atendimento - UNICURITIBA, na rua Chile, 1.678, Bairro Rebouças em Curitiba, das 8 às 21 horas. Documentação necessária OBS.: Devem ser apresentadas pelo

Leia mais

Atenção Inscrito - Leia com atenção.

Atenção Inscrito - Leia com atenção. Atenção Inscrito - Leia com atenção. A não entrega da documentação comprobatória correta pode comprometer na sua desclassificação. Será necessário somente aquela documentação que comprove os dados informados

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CLIENTE

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CLIENTE MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CLIENTE ORGANIZAÇÃO CONTÁBIL RAJA LTDA. I - INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo orientar ao cliente quanto aos procedimentos realizados por nossa empresa, para que todos tenham

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14

LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 LISTA DE DOCUMENTOS PROUNI 2014 PORTARIA NORMATIVA Nº2, 06/01/14 DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR O coordenador do ProUni deverá solicitar, salvo em caso de

Leia mais

Tributos em orçamentos

Tributos em orçamentos Tributos em orçamentos Autores: Camila de Carvalho Roldão Natália Garcia Figueiredo Resumo O orçamento é um dos serviços mais importantes a serem realizados antes de se iniciar um projeto. É através dele

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS. A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível

MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS. A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível seu quadro de avisos para análise da fiscalização os seguintes

Leia mais

TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS CONTÁBEIS

TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS CONTÁBEIS TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS CONTÁBEIS COMPETÊNCIA FEDERAL I TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIO DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA INÍCIO DA CONTAGEM ARQUIVO Acordo de compensação Retroativo à data da de horas

Leia mais

ASSUNTOS CONTÁBEIS EXEMPLOS DE APURAÇÃO DO IRPJ - LUCRO REAL. Balancete encerrado em 31.08.2007

ASSUNTOS CONTÁBEIS EXEMPLOS DE APURAÇÃO DO IRPJ - LUCRO REAL. Balancete encerrado em 31.08.2007 SUPERAVIT - Boletim Eletrônico Fiscal Consultoria TRIBUTÁRIA: (84) 3331-1310 E-Mail: jorge@superavitcontabil@com.br MSN: superavit.contabil@hotmail.com SITE: www.superavitcontabil.com.br ASSUNTOS CONTÁBEIS

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR A CPSA deverá solicitar, salvo em caso de dúvida, somente um dos seguintes comprovantes de identificação: 1. Carteira

Leia mais

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007 PLANO DE S FOLHA: 000001 1 - ATIVO 1.1 - ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 - DISPONÍVEL 1.1.1.01 - BENS NUMERÁRIOS 1.1.1.01.0001 - (0000000001) - CAIXA 1.1.1.02 - DEPÓSITOS BANCÁRIOS 1.1.1.02.0001 - (0000000002)

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR - Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das Unidades da Federação; - Carteira Nacional de Habilitação, novo modelo,

Leia mais

Documentação necessária

Documentação necessária Documentação necessária OBS.: Devem ser apresentadas pelo candidato na fase de comprovação de informações: cópias dos documentos e originais para conferência. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA. Conceitos PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE RENDA FAMILIAR BRUTA MENSAL PER CAPITA E DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Conceitos De acordo com a Portaria Normativa do Ministério da Educação de n 18, de 11 de outubro de 2012, que

Leia mais

Prazos obrigatórios de guarda de documentos pelo Amparo Legal.

Prazos obrigatórios de guarda de documentos pelo Amparo Legal. Há muito tempo as empresas preocupam-se com a guarda dos documentos, fiscais, contábeis, trabalhistas, encargos sociais, tributos, etc. 2011 Quando entramos na "era da revolução informática" acreditou-se

Leia mais

Anexo III - Requisição de Documentos

Anexo III - Requisição de Documentos Anexo III - Requisição de Documentos I - Identificação Documentos de identificação do candidato/aluno e dos membros de seu grupo familiar: 1. Documento de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO Art 1 - Antes da lavratura de escritura pública, nas hipóteses previstas nos artigos 982 e 1.124-A do Código de Processo Civil, na redação dada pela Lei federal

Leia mais

DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2

DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2 PROTOCOLO DOCUMENTOS PRÉ-SELECIONADOS PARA AS BOLSAS REMANESCENTES DO PROUNI 2009/2 Os documentos seguintes foram devidamente entregues pelo candidato pré-selecionado do PROUNI para o Curso de, à Faculdade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera dispositivos das Portarias Normativas nº 10, de 30 de abril de 2010, e nº 23, de 10 de novembro de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 30/12/2014 11:50:21 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 22, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014 Altera dispositivos das Portarias Normativas nº 10, de 30 de abril de 2010, e nº 23, de 10 de novembro de

Leia mais

ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR

ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR ANEXO I DOCUMENTOS A SEREM APRESENTADOS NA CPSA 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DO SEU GRUPO FAMILIAR - Carteira de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança pública das Unidades da Federação;

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA Após realizar o pré-cadastro no Sistema PBP, (permanencia.gov.mec.br) o estudante deve fazer o seguinte: 1. Imprimir, assinar o Termo de Compromisso,

Leia mais

Agenda de Obrigações Dezembro/2014

Agenda de Obrigações Dezembro/2014 Agenda de Obrigações Dezembro/204 Federal IOF IOF IR/FONTE IR/FONTE CAGED - CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED - CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CBE - DECLARAÇÃO DE CAPITAL

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 03/12/2009

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 03/12/2009 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS Dia 07/12/2009 SALÁRIOS - Pagamento de salários - mês de NOVEMBRO/2009 - Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. FGTS - Recolhimento do mês de NOVEMBRO/2009 - Base

Leia mais

ANEXO IV - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita

ANEXO IV - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita ANEXO IV - Procedimentos para cálculo e apuração da renda familiar bruta mensal per capita 1. A renda familiar bruta mensal per capita, para fins de verificação da Ação Afirmativa 1A e Ação Afirmativa

Leia mais

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA PELO ESTUDANTE Após concluir sua inscrição no SisFIES, o estudante deverá procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino e validar

Leia mais

ProUni Vagas Remanescentes CURSO PERÍODO VAGAS

ProUni Vagas Remanescentes CURSO PERÍODO VAGAS ProUni Vagas Remanescentes CURSO PERÍODO VAGAS Publicidade e Propaganda Noturno 1 Publicidade e Propaganda Matutino 1 Fotografia Noturno 2 O aluno que manifestar interesse deverá atender aos Pré-Requisitos

Leia mais

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato):

DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI. 1 - Documentos de Escolaridade do Candidato (exclusivo para o candidato): Atenção Candidato! DOCUMENTOS PARA COMPROVAÇÃO DE INFORMAÇÕES PROCESSO SELETIVO PROUNI Na Fase de Comprovação você deverá apresentar cópia, acompanhada dos documentos originais abaixo solicitados. Para

Leia mais

Relatório do Plano de Contas

Relatório do Plano de Contas 1 10000 ATIVO 1.01 10001 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 10002 DISPONIVEL 1.01.01.01 10003 CAIXA 1.01.01.01.00001 10004 CAIXA GERAL S 1.01.01.02 10020 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.02.00001 10021 BANCO DO BRASIL

Leia mais

Art. 4º A emissão da DECORE fica condicionada à realização do upload, efetuado eletronicamente, de toda documentação legal que serviu de lastro.

Art. 4º A emissão da DECORE fica condicionada à realização do upload, efetuado eletronicamente, de toda documentação legal que serviu de lastro. RESOLUÇÃO CFC Nº 1.492/2015 Altera a Resolução CFC n.º 1.364/11 que dispõem sobre a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos DECORE e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE,

Leia mais

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Apresentação... 17 Prefácio... 19. Parte I TRIBUTOS EM ESPÉCIE

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Apresentação... 17 Prefácio... 19. Parte I TRIBUTOS EM ESPÉCIE Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Apresentação... 17 Prefácio... 19 Parte I TRIBUTOS EM ESPÉCIE Capítulo I IMPOSTO... 25 1. Imposto... 27 1.1. Sínteses das

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAR UMA EMPRESA

PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAR UMA EMPRESA PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAR UMA EMPRESA Equipe Portal de Contabilidade Para encerrar as atividades de uma empresa, é preciso realizar vários procedimentos legais, contábeis e tributários, além de, é claro,

Leia mais

ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma:

ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma: ATENÇÃO: 1º e 2 CHAMADA E LISTA DE ESPERA PROUNI 1º/2016. Conforme edital do PROUNI, as inscrições ocorrerão da seguinte forma: As inscrições para as bolsas da 1º e 2º chamada e lista de espera do Prouni

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais

Tabela Comparativa de funcionalidades

Tabela Comparativa de funcionalidades Sage Sage Gestão Contábil A evolução A do do escritório Tabela Comparativa de funcionalidades Sage Folha de Pagamento A disponibilidade da funcionalidade dependerá da modalidade do pacote 1 Gerenciador

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2015 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 5 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013

LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 LISTA DE DOCUMENTOS ProUni 2 º Semestre 2013 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Os candidatos pré-selecionados deverão entregar cópia simples dos documentos adiante solicitados de todos aqueles que compõem a família.

Leia mais

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES

R E C E I T A G E R A L RECURSOS DE TODAS AS FONTES TESOURO OUTRAS FONTES T O T A L ----------------------------------------------------------------------------------------------------- CÓDIGO E S P E C I F I C A Ç Ã O RECURSOS OUTROS TOTAL RECURSOS OUTROS

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CEAP 5º CCN 2012.1 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CEAP 5º CCN 2012.1 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO O artigo 187 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 (Lei das Sociedades por Ações), instituiu a Demonstração do Resultado do Exercício. A Demonstração do Resultado

Leia mais

100 RECEITA ESTADUAL

100 RECEITA ESTADUAL 2 TABELA DE TEMPORALIDADE PARA OS DOCUMENTOS ORIUNDOS DAS ATIVIDADES-FIM DA SEFAZ/AM CÓD. ASSUNTO 100 RECEITA ESTADUAL 111 112 110 ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO RECEITA ESTADUAL: NORMAS. REGULAMENTAÇÕES.

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL (SRF e INSS)

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL (SRF e INSS) AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS Dia 06/12/2011 SALÁRIOS - Pagamento de salários - mês de NOVEMBRO/2011 - Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. Dia 07/12/2011 FGTS - Recolhimento do mês de NOVEMBRO/2011

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI Legislação Nacional: - Convênio ICMS 143/06 - Ajuste SINIEF 2/09 - Ato COTEPE/ICMS 09/08 - IN RFB 1.009/10 - Protocolos ICMS 77/08 e 3/11 L i l ã Etd d Sã P l Legislação

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

Quem tem conhecimento vai pra frente

Quem tem conhecimento vai pra frente blogdosempreendedores.com.br facadiferente.sebrae.com.br contabilidadeschmitt.com.br Fotos: Produtos do Projeto Gemas e Joias do Sebrae-PA Livro Artesanato- Um negócio genuinamente brasileiro (Sebrae,

Leia mais

DECRETO Nº 092, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2009.

DECRETO Nº 092, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2009. DECRETO Nº 092, DE 1º DE DEZEMBRO DE 2009. Dispõe sobre a Instituição do Regime Especial de Es-crituração Fiscal Eletrônica - REFE, aos prestadores e tomadores de serviços, sujeitos à tributação do Im-posto

Leia mais

Módulo Contábil e Fiscal

Módulo Contábil e Fiscal Módulo Contábil e Fiscal Escrita Fiscal Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Contábil e Fiscal Escrita Fiscal. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no

Leia mais

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014

Neste bip. Como converter o arquivo CAGED para acerto. Você Sabia? Edição 52 Dezembro de 2014 Neste bip Como converter o arquivo CAGED para acerto... 1 Novo modo de alterar senha de operador... 2 Novo recurso no lançamento [+ planilha]... 2 13 parcela final e SEFIP... 3 Como converter o arquivo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS ANEXO IV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS ANEXO IV ANEXO IV DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA OS CANDIDATOS APROVADOS PELA RESERVA DE VAGAS LEI 12.711 1. Não será aceita documentação incompleta. a) Modalidade 1 Reserva de Vagas: Escola Pública, Cor/Etnia e Renda

Leia mais

Cobras Contabilidade Brasília S/S Ltda

Cobras Contabilidade Brasília S/S Ltda MANUAL DO CLIENTE PROCEDIMENTOS NA ÁREA ADMINISTRATIVA A - QUADROS A.1 - Após a constituição da empresa, deverá ser mantido em local visível seu quadro de avisos para análise da fiscalização os seguintes

Leia mais

Detalhamento da Receita

Detalhamento da Receita Detalha da Receita 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 7.987.325.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 425.500.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda 1.1.1.2.02.00 Imposto

Leia mais

MANUAL E ROTEIRO DE REGISTRO DE EMPRESAS E ENTENDIMENTO DOS SERVIÇOS RELACIONADOS À CONTABILIDADE

MANUAL E ROTEIRO DE REGISTRO DE EMPRESAS E ENTENDIMENTO DOS SERVIÇOS RELACIONADOS À CONTABILIDADE MANUAL E ROTEIRO DE REGISTRO DE EMPRESAS E ENTENDIMENTO DOS SERVIÇOS RELACIONADOS À CONTABILIDADE Elaborado por: KLUKE SERV. CONT. E ECON. LTDA. Em: Janeiro de 2008 Atualizado em: Novembro de 2008 REGISTRO

Leia mais

DECRETO Nº 18.480, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2013.

DECRETO Nº 18.480, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2013. DECRETO Nº 18.480, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2013. Estabelece o Calendário Fiscal de Arrecadação dos Tributos Municipais para o exercício de 2014. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no uso das atribuições

Leia mais

CAPÍTULO 1 - TRIBUTOS 1.1 CONCEITO DE TRIBUTO...16 1.2 ESPÉCIES DE TRIBUTOS...20 1.3 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...22

CAPÍTULO 1 - TRIBUTOS 1.1 CONCEITO DE TRIBUTO...16 1.2 ESPÉCIES DE TRIBUTOS...20 1.3 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...22 CAPÍTULO 1 - TRIBUTOS 1.1 CONCEITO DE TRIBUTO...16 1.2 ESPÉCIES DE TRIBUTOS...20 1.3 COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...22 1.3.1 CARACTERÍSTICAS DA COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA...25 1.3.1.1 INDELEGABILIDADE...25 1.3.1.2

Leia mais

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte TEORIA DA CONTABILIDADE 1. CONTA: Conta é o nome técnico que identifica cada componente patrimonial (bem, direito ou obrigação), bem como identifica um componente de resultado (receita ou despesas). As

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 01/07/2011

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 01/07/2011 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS Dia 06/07/2011 SALÁRIOS - Pagamento de salários - mês de JUNHO/2011 - Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. Dia 07/07/2011 FGTS - Recolhimento do mês de JUNHO/2011

Leia mais

Relação de documentos exigidos para processo de Bolsa de Estudo FAPCOM 2015

Relação de documentos exigidos para processo de Bolsa de Estudo FAPCOM 2015 Relação de documentos exigidos para processo de Bolsa de Estudo FAPCOM 2015 IMPORTANTE: esta é uma ótima oportunidade para obter uma Bolsa de Estudo na FAPCOM e, para tanto, solicitamos sua atenção para

Leia mais

ANEXO III DECLARAÇÃO DE EGRESSO DE ESCOLA PÚBLICA (TERMO DE ESCOLA PÚBLICA) Assinatura do candidato/ responsável legal Local e Data:

ANEXO III DECLARAÇÃO DE EGRESSO DE ESCOLA PÚBLICA (TERMO DE ESCOLA PÚBLICA) Assinatura do candidato/ responsável legal Local e Data: ANEXO III DECLARAÇÃO DE EGRESSO DE ESCOLA PÚBLICA (TERMO DE ESCOLA PÚBLICA) Eu,, portador(a) do CPF:, aprovado(a) dentro das vagas reservadas para o curso, câmpus, do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 01/04/2010

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS. AGENDA DE OBRIGAÇÕES MUNICIPIO/BAURU-SP. Fonte:- http://www.bauru.sp.gov.br/ - em 01/04/2010 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS Dia 07/04/2010 SALÁRIOS - Pagamento de salários - mês de MARÇO/2010 - Base legal: Art. 459, parágrafo único da CLT. FGTS - Recolhimento do mês de MARÇO/2010 - Base legal:

Leia mais

FORMULÁRIO PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Processo nº... / 2016 (para uso do Colégio)

FORMULÁRIO PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Processo nº... / 2016 (para uso do Colégio) FORMULÁRIO PARA AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA Processo nº... / 2016 (para uso do Colégio) PREZADO(A) RESPONSÁVEL, Esclarecemos que este Formulário somente será avaliado com todas as informações preenchidas

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013 CISPED, 21/11/2013 Aspectos Técnicos Utilização do CPF como chave do trabalhador associado ao PIS/NIT; Validação na base do CNIS CPF/PIS/Data de nascimento; Cadastramento inicial apenas dos vínculos ativos;

Leia mais

Administração Pública. Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1

Administração Pública. Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1 Administração Pública Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1 Planejamento da Gestão Pública Planejar é essencial, é o ponto de partida para a administração eficiente e eficaz da máquina pública, pois

Leia mais

Plano de Contas Pag.: 1 de 7

Plano de Contas Pag.: 1 de 7 Plano de Contas Pag.: 1 de 7 1 ATIVO 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 ATIVO DISPONIVEL 1.1.1.001 NUMERARIOS 1.1.1.001.0001-0 CAIXA PEQUENO 11110 X 1.1.1.002 BANCOS CONTA MOVIMENTO 1.1.1.002.0001-5 BANCO BRADESCO

Leia mais

FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS

FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS FAQ - PERGUNTAS E RESPOSTAS ESCRITA FISCAL A nota eletrônica é melhor do que a nota em papel? Sim a nota eletrônica não possui custo para emissão, necessitando apenas de um computador, um certificado digital

Leia mais

Bolsa Artigo 170. Lista de documentos e declarações. Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo:

Bolsa Artigo 170. Lista de documentos e declarações. Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo: Bolsa Artigo 170 Lista de documentos e declarações 1- Comprovante de residência atualizado: Apresentar obrigatoriamente 2 (dois) comprovantes distintos, dentre os relacionados abaixo: 1. Água; 2. Luz;

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE = TERMO DE REFERÊNCIA = PROCESSO SELETIVO

CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE = TERMO DE REFERÊNCIA = PROCESSO SELETIVO CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE CONTABILIDADE = TERMO DE REFERÊNCIA = PROCESSO SELETIVO IADH JULHO / 2012 1. INTRODUÇÃO 1.1. Este Termo de Referência visa orientar a contratação de empresa especializados de

Leia mais

Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual

Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual 10/07 12/08 07/09 12/06 03/07 03/07 07/07 09/07 09/07 Sanção da Lei Geral da MPE (re)fundação da Frente Parlamentar da MPE Criação da subcomissão Permanente da MPE Entrada em vigor do Simples Nacional

Leia mais

PAULO HENRIQUE PÊGAS Contador. Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ - Professor de Contabilidade Tributária cursos de graduação e pós-graduação.

PAULO HENRIQUE PÊGAS Contador. Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ - Professor de Contabilidade Tributária cursos de graduação e pós-graduação. PAULO HENRIQUE PÊGAS Contador. Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ - Professor de Contabilidade Tributária cursos de graduação e pós-graduação. MANUAL DE CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA Freitas Bastos Editora

Leia mais

Agenda Tributária: de 07 a 13 de maio de 2015

Agenda Tributária: de 07 a 13 de maio de 2015 Agenda Tributária: de 07 a 13 de maio de 2015 Dia: 07 CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Envio ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) da relação das admissões, demissões e transferências

Leia mais

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual

Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Orientações sobre Micro Empreendedor Individual Micro Empreendedor individual Definição Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário.

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS ACEITOS PARA FINS COMPROBATÓRIOS I. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO UM)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS ACEITOS PARA FINS COMPROBATÓRIOS I. DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO UM) PARA ALUNOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA No ato da apresentação dos documentos comprobatórios obrigatórios deverão ser apresentados os originais e cópias dos mesmos OU cópias autenticadas

Leia mais

Metodologia de Cálculo da Receita

Metodologia de Cálculo da Receita Metodologia de Cálculo da Receita A elaboração da presente memória de cálculo destina-se ao esclarecimento da metodologia utilizada para a obtenção dos valores previstos na formação das principais receitas,

Leia mais

DICIONÁRIO DE TRIBUTOS

DICIONÁRIO DE TRIBUTOS DICIONÁRIO DE TRIBUTOS CGC/MF - Cadastro Geral de Contribuintes do Ministério da Fazenda. Substituído pelo CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), da Receita Federal, identifica cada pessoa jurídica

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO LEI N. 1.021, DE 21 DE JANEIRO DE 1992 "Define microempresa para efeito fiscal previsto na Lei Complementar n. 48/84 e dá outras providências." O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que

Leia mais

Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90): Artigos 260 a 260-L

Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90): Artigos 260 a 260-L Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90): Artigos 260 a 260-L Art. 260. Os contribuintes poderão efetuar doações aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente nacional, distrital, estaduais

Leia mais

DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE?

DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? 1. O que são os FUNDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? São recursos públicos mantidos em contas bancárias específicas. Essas contas têm a finalidade de receber repasses orçamentários e depósitos

Leia mais

Análise Social para redução de mensalidade 2015

Análise Social para redução de mensalidade 2015 Análise Social para redução de mensalidade 2015 ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Das disposições preliminares 1.1 As bolsas de estudo serão concedidas a alunos selecionados pela Comissão de Bolsas. 1.2 A seleção

Leia mais

INSCRIÇÃO PARA FIES 2015/1

INSCRIÇÃO PARA FIES 2015/1 INSCRIÇÃO PARA FIES 2015/1 ADMINISTRAÇÃO ENFERMAGEM ENGENHARIA CIVIL A inscrição para adquirir o FIES 2015/1 para os cursos de Administração, Enfermagem e Engenharia Civil será feita exclusivamente pelo

Leia mais

Agenda Tributária: de 06 a 12 de Março de 2014

Agenda Tributária: de 06 a 12 de Março de 2014 Agenda Tributária: de 06 a 12 de Março de 2014 Dia: 06 SP - Transmissão Eletrônica de Dados - Operações Interestaduais com Combustíveis - Importador O contribuinte importador de combustíveis deverá entregar,

Leia mais

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Como trabalhamos? no passado a pouco tempo Daqui para frente ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 O que é? : É a substituição

Leia mais

ANEXO I OBJETO. OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014.

ANEXO I OBJETO. OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014. ANEXO I OBJETO OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014. Prestação de serviços de auditoria para exame das demonstrações contábeis e financeiras do exercício de

Leia mais

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar A seguir um modelo de Plano de Contas que poderá ser utilizado por empresas comerciais, industriais e prestadoras de serviços, com as devidas adaptações: 1 Ativo 1.1 Ativo Circulante 1.1.1 Disponível 1.1.1.01

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Documentação RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Os documentos devem ser enviados pelos pré-selecionados, após a inscrição para a FAEL, no prazo definido no Cronograma do Processo Seletivo do Prouni 2015 (clique aqui

Leia mais