Prof. Dr. Vicente Barros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Dr. Vicente Barros"

Transcrição

1 Prof. Dr. Vicente Barros Um breve resumo histórico sobre a Finlândia -Uma longa história de dominação - Domínio sueco. - Domínio russo. - A primeira guerra mundial e a independência. - O período entre guerras. - A guerra de inverno e a segunda guerra mundial. - A reconstrução e a guerra fria. - O estado de bem-estar social. - A reforma educacional.

2 Uma longa história de dominação O território que hoje conhecemos como Finlândia é habitado a muitos anos. Dados arqueológicos levantam a hipótese de desde período pós era glacial por volta de A.C. Os primeiros relatos das terras pantanosas Suomi ocorreu no período das cruzadas nórdicas no século XIII. Os relatos suécos são os primeiros relatos escritos dos povos que moravam esta região e falava o idioma que surgiu a palavra Suomi

3 O Domínio sueco Durante 700 anos entre os anos por volta de 1100 A.D a Finlândia ficou na dominação sueco, no entanto o idioma finlandês foi preservado Durante a dominação sueca houve a conversão ao cristianismo e posteriormente durante o século XV a conversão ao protestantismo em sua versão luterana.

4 O Domínio russo No final do século XVIII o Império russo conquistou a região oriental do reino da Suécia e com ela a Finlândia. Durante um período o finlandês foi proibido, mas com a ascensão ao grão-ducado da Finlândia no século XIX a Finlândia teve um momento de liberdade e grande prosperidade. A prosperidade neste período era interrompida pelas constantes incursões bélicas expansionista da Rússia que causavam aumento de impostos e pressão populacional.

5 A primeira guerra mundial e a independência Durante a primeira guerra mundial o império Russo lutou ao lado de Inglaterra e França. Contudo, no decorrer do conflito o exército russo foi massacrado pelo bem equipado e treinado exército alemão. Somado a isso, as tensões sociais da Rússia levarão à revolução bolchevique. Se aproveitando deste momento o povo da Finlândia acabou por reinvindicar a independência que foi aceita pelo comando revolucionário de Lenin.

6 O período entre guerras Após a independência a Finlândia sofreu com dois grandes problemas. A guerra entre brancos e vermelhos que discutiam a instauração de um regime socialista aos moldes soviéticos ou um regime democrático. Por fim, prevaleceu o segundo. A dificuldade de se firmar como um país economicamente forte em virtude de sua pobreza em recursos naturais. Os anos 20 e 30 do século XX foram marcados por vários eventos que consumaram a liderança da Finlândia como democracia. A liberdade de voto das mulheres, o primeiro parlamento finlandês possuia muitas mulheres, algo inédito no mundo. Neste período a Finlândia passava por muitas dificuldades econômicas

7 A guerra de inverno e a segunda guerra mundial. No setembro de 1939 a União Soviética e a Alemanha invadiram a Polônia. Em fevereiro de 1940 os soviéticos invadiram a Finlândia com o pretexto de que a Karelia possuia fronteiras muito próximas a Leningrado (São Petersburgo. Os finlandeses conseguiram retardar o avanço soviético a muito custo. Finlândia possuia na época 4 milhões de habitantes e a União Soviética 170 milhões. Por esta razão durante a invasão alemã na União Soviética que ocorreu no verão de 1941 os filandeses se aliaram aos alemães no famoso cerco de Leningrado que durou quase 3 anos e matou cerca de um terço da população da cidade (1 milhão e 200 mil pessoas).

8 A reconstrução e a guerra fria Após o término da II guerra mundial a Finlândia foi obrigada a pagar idenização aos soviéticos. Neste momento alguns características mudarm no país. O país deixou de ser majoritariamente rural e se urbanizou. O extrativismo da madeira foi alterado pela manufatura do papel e celulose. A Finlândia não recebeu ajuda do plano Marshall, mas soube utilizar de diplomacia entre os países da cortina de ferro e o mundo ocidental. Alguns eventos são marcantes no país neste período. Um deles foi as Olimpíadas de Helsinke de Após 7 anos do fim da guerra o país tinha tido condições de se organizar para receber um evento mundial. Esta foi uma das vitrines do sistema finlandês de administração.

9 A reconstrução e a guerra fria A guerra deixou um saldo de mais de 120 mil mortos, 90 mil órfãos, 60 mil mutilados ou inválidos. Algumas políticas foram marcantes neste período. Uma política agrária clara e simples procurando equidade na distribuição de terras. A instauração de empresas estatais eficientes em áreas estratégicas. No mesmo sentido a iniciativa privada recebeu incentivos para a transferência tecnológica com as empresas estatais. Em poucos anos o esforço de reconstrução somado ao desenvolvimento estratégico permitiram uma rápida melhora nas condições de vida da população. Alguns estudiosos apontam que o fato da Finlândia ser como um estado satélite do Ocidente no mundo soviético permitiu uma melhora nas relações comerciais da mesma. Mas, nunca se teve notícia de ajuda econômica do Ocidente. Nos anos 70 a Finlândia já estava em terceiro lugar no mundo como produtor de papel e celulose. Hoje o país está em quarto lugar atrás de USA, China e Brasil.

10 O estado de bem-estar social. Nos anos 70 a Finlândia alcançou o chamado estado de bem-estar social. Que é definido como: Estado político onde as instituições públicas são preservadas e reconhecidas. A quase totalidade da população têm acesso a serviços básicos como saneamento básico, habitação, segurança alimentar, saúde e educação No entanto, a despeito do estado de bem estar social Sahlberg (2011) lembra que o sistema educacional finlandês estava bem distante de seus vizinhos escandinavos, atrás de países como Malásia ou Perú. Nos anos 60 um em cada 10 finlandeses adultos tinham completado mais que 9 anos de educação básica. Alcançar o grau universitário era algo muito incomum nesta época. Neste momento, era necessário no início dos anos 70 uma reforma educacional ampla.

11 A reforma educacional. Nos anos 70 o banco mundial incentivava os países em desenvolvimento a mudar suas políticas educacionais. Por esta razão, Brasil e Finlândia fizeram reformas na mesma época. Na Finlândia a proposta foi. Federalização nacionais. do currículo e das decisões Repasse específico com verba definida para os municípios para definição da infra-estrutura escolar. Definição de um valor mínimo de investimento por estudante. Provimento de material escolar e alimentação para todos alunos na Educação Básica

12 A reforma educacional. Outros pontos da reforma se referiam a forma com que o ensino seria estruturado. Refortalecimento do Matriculation Examination ou ylioppilastutkinto como exame para verificação da qualidade do sistema de ensino e não para ingresso no nível superior. Reestruturação das vocational schools para formação mais dinâmica visando o mundo do trabalho. Inserção de disciplinas e cursos regulares em língua estrangeira. Outras mudanças ocorreram nos anos 90 como a mudança no sistema de avaliação e criação de formas diferentes de desenvolvimento de projetos. Nos anos 2000 o sistema educacional em sua quase totalidade se baseia em avaliação por habilidades e competências.

13 Vamos parar por aqui Vamos dar um tempo e continuar após o intervalo falando sobre a filosofia do sistema finlandês de ensino.

14 Referências SARAJALA. J. Equality and Cooperation: Finland's Path to Excellence. American Educator, pp SAHLBERG, P. Lessons from Finland. American Educator, 35, pp , 2011

História. Período entre guerras- Revolução Russa de 1917 Parte 3. Profª. Eulália Ferreira

História. Período entre guerras- Revolução Russa de 1917 Parte 3. Profª. Eulália Ferreira História Período entre guerras- Revolução Russa de 1917 Parte 3 Profª. Eulália Ferreira Etapas da revolução 1905 Domingo Sangrento e levante do Encouraçado Potemkim 1917- Revolução Liberal- projeto burguês

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES GEOGRAFIA AULA. Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Conteúdo: Geopolítica e Conflitos Entre os Séculos XIX e XX Habilidade: Analisar a interferência na organização dos territórios a partir das guerras mundiais. Geopolítica e Território A Europa foi cenário

Leia mais

ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da

ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da REVOLUÇÃO RUSSA ESTRUTURA SOCIAL E ECONÔMICA Sociedade: Agrária Elite latifundiária (20%): detinha 80% das terras. Economia: Uma das economias mais atrasadas da Europa. BASE: agro-exportação. 2. POLÍTICA:

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Monique Bilk História

REVOLUÇÃO RUSSA. Monique Bilk História REVOLUÇÃO RUSSA Monique Bilk História CONTEXTO Rússia Feudal até 1860. (XIX) Monarquia absolutista, teocrática Czarismo. Aristocracia rural. No começo do século XX, a Rússia era um país de economia atrasada

Leia mais

CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO

CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO CAPÍTULO 2 O MUNDO DIVIDIDO PELO CRITÉRIO IDEOLÓGICO PROF. LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ CAVALCANTE 8º ANO O MUNDO DIVIDIDO P. 23 Existem vários critérios para regionalizar um território. Critério ideológico:

Leia mais

A Primeira Guerra Mundial ( )

A Primeira Guerra Mundial ( ) A Primeira Guerra Mundial (1914 1918) Módulo 21 - Geral Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Rivalidades e Tensões Alsácia e Lorena Velha disputa entre França e Alemanha Revanchismo Francês

Leia mais

Na aula de hoje vamos tratar de dois assuntos: Primeira guerra Mundial e Revolução Russa:

Na aula de hoje vamos tratar de dois assuntos: Primeira guerra Mundial e Revolução Russa: Na aula de hoje vamos tratar de dois assuntos: Primeira guerra Mundial e Revolução Russa: Observe as figuras abaixo: Cavour Unificação Italiana Bismarck Unificação Alemã O processo de unificação da Alemanha

Leia mais

EUROPA. o velho continente. Professora: Rilvania Flôr.

EUROPA. o velho continente. Professora: Rilvania Flôr. EUROPA o velho continente. Professora: Rilvania Flôr. http://noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2015/04/30/1124394/profissionais-iberoamericanos-preferem-trabalhareuropa-aponta-pesquisa.html Ocupação

Leia mais

PERCURSO 1 Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria. Prof. Gabriel Rocha 9º ano - EBS

PERCURSO 1 Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria. Prof. Gabriel Rocha 9º ano - EBS PERCURSO 1 Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria. Prof. Gabriel Rocha 9º ano - EBS 1 O mundo multipolar e as guerras mundiais do século XX Entre meados do século XIX e o final da Segunda Guerra

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

CHINA Política e Economia

CHINA Política e Economia China séculos XIX e XX Exportadora de produtos primários para países capitalistas mais desenvolvidos Canela, seda, chá (produtos de exportação chineses) Guerra do Ópio contra a Inglaterra (1839 1842, 1856

Leia mais

Professor Matheus Lemos

Professor Matheus Lemos Professor Matheus Lemos A China Imperial Por muito tempo a China foi importante fornecedora de especiarias para as potências europeias. Durante o século XIX a China se envolveu em diversos conflitos: Guerra

Leia mais

UNIDADE 04 Leste Europeu e CEI

UNIDADE 04 Leste Europeu e CEI Leste europeu: 24 países CEI: 7 países europeus: Ucrânia, Belarus, Moldávia, Geórgia, Armênia, Azerbaijão e Rússia. 5 asiáticos: Turcomenistão, Uzbequistão, Quirguistão, Tadjiquistão e Cazaquistão. Minsk

Leia mais

A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR

A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR A ORDEM GEOPOLÍTICA BIPOLAR CAPITALISMO X SOCIALISMO Economia de mercado lei da oferta e procura; Propriedade privada dos meios de produção; Obtenção de lucro; Sociedade dividida em classes sociais; Trabalho

Leia mais

*RÚSSIA E CHINA A FORMAÇÃO DE SUAS ECONOMIAS

*RÚSSIA E CHINA A FORMAÇÃO DE SUAS ECONOMIAS RÚSSIA E CHINA A FORMAÇÃO DE SUAS ECONOMIAS O TERMO BRICS SURGE NO REINO UNIDO, ESSES PAÍSES ATINGIRIAM SEU AUGE ECONÔMICO ATÉ O ANO DE 2050; BRICS É COMPOSTA PELA PRIMEIRA LETRA DESSES PAÍSES EM CRESCIMENTO

Leia mais

O fim da União Soviética e nova geopolítica da região Marco Abreu dos Santos.

O fim da União Soviética e nova geopolítica da região Marco Abreu dos Santos. O fim da União Soviética e nova geopolítica da região Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com Introdução Rússia, principal potência política, econômica e militar da

Leia mais

Crescendo atrás da Cortina de Ferro PETER SÍS. Tradução de Érico Assis

Crescendo atrás da Cortina de Ferro PETER SÍS. Tradução de Érico Assis Crescendo atrás da Cortina de Ferro PETER SÍS Tradução de Érico Assis Copyright 2007 by Peter Sís Os quatro cartazes de propaganda que aparecem no primeiro jornal são provenientes de Power of images, images

Leia mais

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTORIA Professor (a): RODRIGO CUNHA Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo 03. REVOLUÇÃO RUSSA Importante acontecimento do século XX Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo ao capitalismo Rússia no início do século XX

Leia mais

1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p Roberson de Oliveira

1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p Roberson de Oliveira 1º bimestre 3ª série Contemporânea Revoluções Russas Cap. 42 p. 404 Roberson de Oliveira 1. As transformações econômicas, sociais e políticas na ordem feudal-czarista Fatores e alguns efeitos: 1. Fatores

Leia mais

Módulos 79 e 80. Industrialização I e II (Europa) Prof. Lucas Guide 2º ano EM

Módulos 79 e 80. Industrialização I e II (Europa) Prof. Lucas Guide 2º ano EM Módulos 79 e 80 Industrialização I e II (Europa) Prof. Lucas Guide 2º ano EM Tipos de industrialização http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/tipos-industrializacao.htm Industrialização Tipos Clássica

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917)

IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) Marca o fim do império dos czares, sendo a primeira tentativa bem-sucedida de implantação de um regime comunista. Divide-se em duas etapas: a democrática, em fevereiro de 1917, e a socialista, com a instalação

Leia mais

MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Prova de: HISTÓRIA Conteúdos: Programa do 10º Ano Módulo 2 DINAMISMO CIVILIZACIONAL DA EUROPA OCIDENTAL NOS SÉCULOS XIII A XIV

Leia mais

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTORIA Professor (a): RODRIGO CUNHA Ano: 9º Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

Segunda Revolução Industrial. Um mundo cheio de mudanças

Segunda Revolução Industrial. Um mundo cheio de mudanças Segunda Revolução Industrial Um mundo cheio de mudanças Nas relações humanas da contemporaneidade, a informação circula com muita rapidez. A globalização envolve diferentes esferas sociais tais como a

Leia mais

P R O F E S S O R E D M Á R I O V I C E N T E

P R O F E S S O R E D M Á R I O V I C E N T E 1 Liberalismo pode ser definido como um conjunto de princípios e teorias políticas, que apresenta como ponto principal a defesa da liberdade política e econômica. Neste sentido, os liberais são contrários

Leia mais

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de Referência de HISTÓRIA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL H01 Identificar diferentes tipos de modos de trabalho através de imagens. X H02 Identificar diferentes fontes históricas. X H03 Identificar as contribuições de diferentes grupos

Leia mais

FIM DA URSS E A DEMOCRATIZAÇÃO DO LESTE EUROPEU

FIM DA URSS E A DEMOCRATIZAÇÃO DO LESTE EUROPEU FIM DA URSS E A DEMOCRATIZAÇÃO DO LESTE EUROPEU A CRISE ECONÔMICA DA URSS Aumento de gastos com produção de armas, espionagem, repressão; Diminuição do investimento interno, provocando escassez de habitações,

Leia mais

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de:

Disciplina: História Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: A herança do Mediterrâneo Antigo Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: Perfil de Aprendizagens Específicas O aluno é capaz de: Ensino Básico

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7 ºANO

PERFIL DE APRENDIZAGENS 7 ºANO 7 ºANO No final do 7º ano, o aluno deverá ser capaz de: DISCIPLINA DOMÍNIO DESCRITOR Das Sociedades Recoletoras às Primeiras Civilizações A Herança do Mediterrâneo Antigo 1. Conhecer o processo de hominização;

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFA. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 9º ANO

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFA. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 9º ANO CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFA. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 9º ANO DIVISÃO REGIONAL (REGIONALIZAÇÃO) *Europa Ocidental *Europa Centro Oriental *Europa Setentrional *Europa Mediterrânea

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von Bismarck

Leia mais

O sistema socialista

O sistema socialista O sistema socialista O sistema Socialista Pode ser definida como um modo de produção (sistema de organização política e econômica de uma sociedade) que propõe a construção de uma sociedade sem classes

Leia mais

1.(Unicamp 2014) O cartaz abaixo foi usado pela propaganda soviética contra o capitalismo ocidental, durante o período da Guerra Fria.

1.(Unicamp 2014) O cartaz abaixo foi usado pela propaganda soviética contra o capitalismo ocidental, durante o período da Guerra Fria. 1.(Unicamp 2014) O cartaz abaixo foi usado pela propaganda soviética contra o capitalismo ocidental, durante o período da Guerra Fria. O texto diz: Duas infâncias. Na URSS (parte superior) crianças são

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA -A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 -Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano Ano Letivo 017-018 TEMAS/ CONTEÚDOS Aulas Previstas (* ) TEMA A- A Península

Leia mais

Curso de História. Prof. Fabio Pablo. efabiopablo.wordpress.com

Curso de História. Prof. Fabio Pablo. efabiopablo.wordpress.com RÚSSIA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA OPOSIÇÃO AO CZARISMO REVOLUÇÃO DE 1905 REVOLUÇÃO DE 1917 REDS DA REVOLUÇÃO RUSSA À QUEDA DO MURO DE BERLIM O ENCOURAÇADO POTEMKIN EFABIOPABLO.WORDPRESS.COM GUERRA CIVIL #OPOSIÇÃO

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Santo André Departamento de Ciências Sociais e Humanas Ano letivo 2017/2018

Agrupamento de Escolas de Santo André Departamento de Ciências Sociais e Humanas Ano letivo 2017/2018 Das sociedades recoletoras às primeiras civilizações PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPEÍFICAS: HISTÓRIA 7º Ano As sociedades recoletoras e as primeiras sociedades produtoras O aluno não conhece e não adquiriu

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar.

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Antecedentes: REVOLUÇÃO RUSSA Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Situação Econômica: era um país extremamente atrasado, economia agrária,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA QUINTA DO CONDE Escola Básica Integrada/JI da Quinta do Conde. Departamento de Ciências Humanas e Sociais HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Distribuição dos tempos letivos disponíveis para o 6 º ano de escolaridade 1º Período 2º Período 3º Período *Início: 15 setembro 2014 *Fim: 16 dezembro 2014 *Início: 5

Leia mais

Europa espaço econômico

Europa espaço econômico Europa espaço econômico União Europeia O continente europeu é historicamente conhecido como Velho Continente, por ter sido responsável pela colonização da América e da África. No ano de 1500, a Europa

Leia mais

Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º Ano. Turmas 5º1 5º2 5º3. 1º Período 38 aulas 38 aulas 38 aulas

Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º Ano. Turmas 5º1 5º2 5º3. 1º Período 38 aulas 38 aulas 38 aulas DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Programação do 5º Ano 1.Aulas previstas (tempos letivos de 45 minutos) 5º1 5º2 5º3 1º 38 aulas 38

Leia mais

INSTRUÇÔES. Não é permitido o uso de corretivo, rasuras acarretarão a anulação da questão.

INSTRUÇÔES. Não é permitido o uso de corretivo, rasuras acarretarão a anulação da questão. Humanas Geografia Eliane Martins da Silva Trabalho de recuperação final 35 pts 9º INSTRUÇÔES Leia atentamente cada questão antes de responde-la. Construa suas respostas completas e claras. Não é permitido

Leia mais

Atividades de Recuperação Paralela de Geografia

Atividades de Recuperação Paralela de Geografia Atividades de Recuperação Paralela de Geografia 8º ano Ensino Fundamental II Leia as orientações de estudos antes de responder as questões Comece revisando a aula através dos apontamentos relembrando,

Leia mais

Viagem Educacional RÚSSIA FINLÂNDIA. Maio 2014 Organização: Sindicato das Escolas Particulares do Estado de São Paulo)

Viagem Educacional RÚSSIA FINLÂNDIA. Maio 2014 Organização: Sindicato das Escolas Particulares do Estado de São Paulo) Viagem Educacional RÚSSIA FINLÂNDIA Maio 2014 Organização: Sindicato das Escolas Particulares do Estado de São Paulo) A Escola São Vicente de Paulo, representada pela Direção Pedagógica, juntou-se novamente

Leia mais

Prof. Tácius Fernandes O IMPÉRIO PERSA BLOG:WWW.PROFTACIUSFERNANDES.WORDPRESS.COM

Prof. Tácius Fernandes O IMPÉRIO PERSA BLOG:WWW.PROFTACIUSFERNANDES.WORDPRESS.COM Prof. Tácius Fernandes O IMPÉRIO PERSA Os persas viviam onde hoje é o Irã. A partir do século VI a.c., iniciaram a conquista de um dos maiores impérios da Antiguidade. Em 1935, a Pérsia passou a se chamar

Leia mais

Prof. Franco Augusto

Prof. Franco Augusto Prof. Franco Augusto Rússia, é um país localizado no norte da Eurásia. Com 17. 075. 400 de quilômetros quadrados, a Rússia é o país com maior área do planeta, cobrindo mais de um nono da área terrestre.

Leia mais

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO

Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Revolução Russa AULA 38 PROF. THIAGO Antecedentes Absolutismo (Czar Nicolau II). País mais atrasado da Europa. (85% pop. Rural) Ausência de liberdades individuais. Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino

Leia mais

04. O INÍCIO DO SÉCULO XX E A GRANDE GUERRA

04. O INÍCIO DO SÉCULO XX E A GRANDE GUERRA 04. O INÍCIO DO SÉCULO XX E A GRANDE GUERRA La Belle Époque Visão otimista entre as grandes nações domínio sobre os continentes asiático e africano consolidação do capitalismo monopolista industrialização

Leia mais

Variedades de Capitalismo. Aula 7 Itália. Prof.: Rodrigo Cantu

Variedades de Capitalismo. Aula 7 Itália. Prof.: Rodrigo Cantu Variedades de Capitalismo Aula 7 Itália Prof.: Rodrigo Cantu Características principais Economia de mercado mediterrânea (EMM) Relações conflituosas - fragmentação Coordenação estatal Política social limitada

Leia mais

REVOLUÇÕES RUSSAS H I S T Ó R I A 1 2 D E J U L H O I F M G - C A M P U S O U R O P R E T O

REVOLUÇÕES RUSSAS H I S T Ó R I A 1 2 D E J U L H O I F M G - C A M P U S O U R O P R E T O REVOLUÇÕES RUSSAS H I S T Ó R I A 1 2 D E J U L H O I F M G - C A M P U S O U R O P R E T O A s a n t a r ú s s i a i m p e r i a l e a s t r a d i ç õ e s r e v o l u c i o n á r i a s Monarquia Absolutista

Leia mais

1ª GUERRA MUNDIAL

1ª GUERRA MUNDIAL 1ª GUERRA MUNDIAL 1914-1918 PANORAMA INTERNACIONAL Divisão do mundo em: Países industrializados e países não industrializados. Industrializados Europa, América (EUA) e Ásia (Japão). Não Industrializados

Leia mais

Geopolítica. foi criado pelo cientista. político sueco Rudolf Kjellén, no início do século. XX, inspirado pela obra de Friedrich Ratzel,

Geopolítica. foi criado pelo cientista. político sueco Rudolf Kjellén, no início do século. XX, inspirado pela obra de Friedrich Ratzel, Geopolítica O termo foi criado pelo cientista político sueco Rudolf Kjellén, no início do século XX, inspirado pela obra de Friedrich Ratzel, Politische Geographie (Geografia Política), de 1897. Geopolítica

Leia mais

COMO SERIA A NOSSA VIDA SEM A UNIÃO EUROPEIA?

COMO SERIA A NOSSA VIDA SEM A UNIÃO EUROPEIA? COMO SERIA A NOSSA VIDA SEM A UNIÃO EUROPEIA? O QUE É A UNIÃO EUROPEIA? A União Europeia é uma união de países democráticos europeus, que partilham valores comuns e que se encontram empenhados num projeto

Leia mais

Escola Básica Carlos Gargaté - Mais de 20 Anos a Educar. Departamento de Ciências Sociais e Humanas 2017/ História 7º/8º Ano

Escola Básica Carlos Gargaté - Mais de 20 Anos a Educar. Departamento de Ciências Sociais e Humanas 2017/ História 7º/8º Ano Escola Básica Carlos Gargaté - Mais de 20 Anos a Educar 2017/ 2018 História 7º/8º Ano Informação aos Encarregados de Educação Descritores localização no tempo Instrumentos de Avaliação Fichas de Avaliação

Leia mais

O MUNDO APÓS A GUERRA FRIA O FIM DA BIPOLARIDADE

O MUNDO APÓS A GUERRA FRIA O FIM DA BIPOLARIDADE O MUNDO APÓS A GUERRA FRIA O FIM DA BIPOLARIDADE Em 11 de março de 1985, assume o governo soviético MIKHAIL GORBACHEV; Anuncia então os projetos da GLASNOST (liberdade de expressão) e da PERESTROIKA (reforma

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Informação aos Pais / Encarregados de Educação Programação do 5º ano Turma 1 1. Aulas previstas (Tempos letivos) 2. Conteúdos a leccionar

Leia mais

KIT DE RECUPERAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 8º ANO A/ B GEOGRAFIA. Profºs. Marcelo e Fernando

KIT DE RECUPERAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 8º ANO A/ B GEOGRAFIA. Profºs. Marcelo e Fernando KIT DE RECUPERAÇÃO 1º SEMESTRE/2017 8º ANO A/ B GEOGRAFIA Profºs. Marcelo e Fernando Aluno (a):... Rua São Leopoldo 326-356 - Belenzinho - São Paulo-SP - CEP 03055-000 Telefones: (11) 2692 1196 - (11)

Leia mais

formação da sociedade

formação da sociedade Paulo Tumasz Junior Introdução à Geografia e a Slides, Gravação e Aula formação da sociedade Fonte: Google imagens 2017. GEO = Terra; Grafia = Escrita ou Estudo; É a ciência que estuda a Terra. (Grécia

Leia mais

Professor Ronaldo Costa Barbosa

Professor Ronaldo Costa Barbosa PAÍSES POPULOSOS E PAÍSES POVOADOS (200-201) POPULAÇÃO ABSOLUTA Número de pessoas que habitam determinado espaço geográfico POPULOSO Você já estudou 8º ano POPULAÇÃO RELATIVA (a.k.a. Densidade Demográfica)

Leia mais

Outras Regionalizações do Espaço Mundial. Percurso 4. Expedições Geográficas. Profª Bruna Andrade 8ºANO

Outras Regionalizações do Espaço Mundial. Percurso 4. Expedições Geográficas. Profª Bruna Andrade 8ºANO Outras Regionalizações do Espaço Mundial. Percurso 4. Expedições Geográficas. Profª Bruna Andrade 8ºANO 1. Fim da IIGM (1939-1945) As desigualdades social, econômica, científica e tecnológica entre os

Leia mais

UDESC 2017/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2017/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Essa questão apresenta no enunciado a data incorreta (1931) da abdicação de Dom Pedro I, que ocorreu em 1831. Dessa forma, aguardamos o parecer da banca. Erros das demais: Revoltas no período

Leia mais

História B aula 17 As Revoluções Russas.

História B aula 17 As Revoluções Russas. História B aula 17 As Revoluções Russas. Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo Antecedentes do processo revolucionário... Características da Rússia na virada do século XIX: -Governada pelo

Leia mais

Primeiro Período. Segundo Período GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HGP. Ano letivo de Informação aos Pais / Encarregados de Educação

Primeiro Período. Segundo Período GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HGP. Ano letivo de Informação aos Pais / Encarregados de Educação GRUPO DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HGP Ano letivo de 2016-2017 1. Aulas previstas (tempos letivos) Programação do 5º ano 5º1 (45m) 5º2 (45m) 5º3 (45m) 1º período 37 aulas 2º período 27 aulas 3º período 22 aulas

Leia mais

A CRISE DA URSS e o fim da Guerra Fria

A CRISE DA URSS e o fim da Guerra Fria A CRISE DA URSS e o fim da Guerra Fria Socialismo Teórico X Socialismo Real Fundamentos marxistas de uma sociedade igualitária eram o meio pelo qual a URSS propagava seu ideal de felicidade. A aplicação

Leia mais

História. Guerra Fria. Professor Cássio Albernaz.

História. Guerra Fria. Professor Cássio Albernaz. História Guerra Fria Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br História GUERRA FRIA Introdução - o que foi e definição A Guerra Fria tem início logo após a Segunda Guerra Mundial, pois os

Leia mais

Disciplina: História e Geografia de Portugal

Disciplina: História e Geografia de Portugal Península Ibérica: dos primeiros povos à formação de Portugal (século XII) A Península Ibérica: Localização e quadro natural CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO Disciplina: História e Geografia de Portugal

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO BONFIM ESCOLA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO BONFIM ESCOLA SECUNDÁRIA MOUZINHO DA SILVEIRA PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS - DESCRITORES DE DESEMPENHO DO ALUNO: História - 3.º CICLO 7º ANO História ESCALAS Fraco (05 19%) INSUFICIENTE (20 % - 49%) SUFICIENTE (50% - 69%) BOM (70% - 89%) MUITO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 11/2002

RESOLUÇÃO Nº 11/2002 RESOLUÇÃO Nº 11/2002 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias; CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 7.239/01-31

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS 5ºANO

PERFIL DE APRENDIZAGENS 5ºANO 5ºANO No final do 5.º ano, o aluno deverá ser capaz de: DISCIPLINA DOMÍNIO DESCRITOR A Península Ibérica: Localização e quadro -Conhecer e utilizar mapas em Geografia e em História -Conhecer a localização

Leia mais

GEOPOLÍTICA DO SÉCULO XX GUERRA FRIA FLAVIANO BATISTA DE SOUSA

GEOPOLÍTICA DO SÉCULO XX GUERRA FRIA FLAVIANO BATISTA DE SOUSA GEOPOLÍTICA DO SÉCULO XX GUERRA FRIA FLAVIANO BATISTA DE SOUSA GUERRA FRIA 1. O pós-guerra pode ser dividido em dois momentos: Primeiro (1945-1980) Ordem bipolar ampliação das áreas de influência (EUA

Leia mais

O Imperialismo O ATRASO ALEMÃO: Grande crescimento industrial Ampliação de mercados; Lorena: ¾ do fornecimento de matéria-prima para a indústria de aço; 1880 amplo programa de expansão naval: Lei Naval

Leia mais

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog:

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: A REVOLUÇÃO RUSSA Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: www.proftaciusfernandes.wordpress.com RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX 170 milhões de pessoas Economia agrária 85% da população vivia no campo camponeses

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V GRUPO DA ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA História e Geografia de Portugal Informação aos Pais / Encarregados de Educação, turma 3 Programação do 5º ano 1. Aulas previstas (tempos letivos) 5º1 5º2 1º período

Leia mais

Os Impérios e o Poder Terrestre. Apresentação cedida, organizada e editada pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila

Os Impérios e o Poder Terrestre. Apresentação cedida, organizada e editada pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila Os Impérios e o Poder Terrestre Apresentação cedida, organizada e editada pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila A opção terrestre do poder militar Ao estudarmos a história dos impérios, percebe-se

Leia mais

HISTÓRIA. aula Imperialismo e Neocolonialismo no século XIX

HISTÓRIA. aula Imperialismo e Neocolonialismo no século XIX HISTÓRIA aula Imperialismo e Neocolonialismo no século XIX Origens do imperialismo Resultado da 2ª Revolução Industrial na Europa e nos EUA Características gerais: Novidades tecnológicas Aumento da produção

Leia mais

Fatores da Segunda Guerra

Fatores da Segunda Guerra EUROPA 1942 Fatores da Segunda Guerra O império Austro-Húngaro desintegrou-se dando origem a Áustria, Hungria e Tchecoslováquia O império Turco- Otomano desapareceu dando origem a Turquia. Tratado de Versalhes

Leia mais

10/03/2010 CAPITALISMO NEOLIBERALISMO SOCIALISMO

10/03/2010 CAPITALISMO NEOLIBERALISMO SOCIALISMO CAPITALISMO NEOLIBERALISMO SOCIALISMO Uma empresa pode operar simultaneamente em vários países, cada um dentro de um regime econômico diferente. 1 A ética não parece ocupar o papel principal nos sistemas

Leia mais

Curriculum Guide 11 th grade / História

Curriculum Guide 11 th grade / História Curriculum Guide 11 th grade / História Tema Conteúdo Habilidades Essential Questions 1) Era das Revoluções 1.1) Império Napoleônico 1.1a)Compreender o período napoleônico como uma época de consolidação

Leia mais

RÚSSIA: POTÊNCIA GEOPOLÍTICA

RÚSSIA: POTÊNCIA GEOPOLÍTICA RÚSSIA: POTÊNCIA GEOPOLÍTICA CARACTERÍSTICAS GERAIS A Rússia é o maior país do mundo (+17 milhões km²) Grande parte do território predomina o clima temperado continental (estações bem definidas e invernos

Leia mais

Antecedentes da Revolução. Fases. Revolução Branca Revolução Vermelha Guerra Civil. Domingo Sangrento Revolta do Potemkin A greve geral

Antecedentes da Revolução. Fases. Revolução Branca Revolução Vermelha Guerra Civil. Domingo Sangrento Revolta do Potemkin A greve geral REVOLUÇÃO RUSSA Antecedentes da Revolução Domingo Sangrento Revolta do Potemkin A greve geral Fases Revolução Branca Revolução Vermelha Guerra Civil Contexto Político Econômico Social Ideológico Czar Nicolau

Leia mais

Instituição: Colégio Mauá Professor: Marcelo Tatsch Disciplina: Geografia

Instituição: Colégio Mauá Professor: Marcelo Tatsch Disciplina: Geografia Otawa - Canadá Washington D.C Cidade do México - México Instituição: Colégio Mauá Professor: Marcelo Tatsch Disciplina: Geografia ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA URBANIZAÇÃO E POPULAÇÃO - formação das metrópoles

Leia mais

Departamento de Ciências Sociais e Humanas Ano

Departamento de Ciências Sociais e Humanas Ano Departamento de Ciências Sociais e Humanas Ano 2017-2018 Disciplina: História e Geografia de Portugal (5º e 6º Anos) Critérios de Avaliação ENSINO BÁSICO - 5º E 6º ANOS MATERIAL NECESSÁRIO Manual, caderno

Leia mais

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP

Unificação Italiana e Alemã. Prof. Leopoldo UP Unificação Italiana e Alemã Prof. Leopoldo UP Antecedentes: O Congresso de Viena(1815) Tentativa frustrada de manter o Antigo Regime. A Revolução de 1830. A Revolução Industrial se espalha por várias regiões

Leia mais

A RÚSSIA IMPERIAL monarquia absolutista czar

A RÚSSIA IMPERIAL monarquia absolutista czar A RÚSSIA IMPERIAL Desde o século XVI até a Revolução de 1917 a Rússia foi governada por uma monarquia absolutista; O rei era chamado czar; O czar Alexandre II (1818-1881) deu início, na metade do século

Leia mais

História. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista História e o currículo do Estado do Paraná.

História. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista História e o currículo do Estado do Paraná. Comparativos curriculares SM História Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista História e o currículo do Estado do Paraná Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

Revolução Russa. Setor Aula 23 Revolução Russa Aula 23. Prof. Edu. 1 Antecedentes. 2 Revolução de Outubro (1917)

Revolução Russa. Setor Aula 23 Revolução Russa Aula 23. Prof. Edu. 1 Antecedentes. 2 Revolução de Outubro (1917) Aula 23 Revolução Russa 1 Antecedentes Setor 1606 2 Revolução de Outubro (1917) 3 Construção do Socialismo ealvespr@gmail.com 1.1 Antecedentes Czar Nicolau II Absolutismo Igreja Ortodoxa Monopólio do ensino

Leia mais

ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA. RESUMO

ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA. RESUMO ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA. Rogério Erbereli 1 ; Daniel Augusto Borges Pavani 2 1,2 Faculdade Anhanguera de Matão SP - erbereli@yahoo.com.br RESUMO A abertura de novas vagas

Leia mais

UDESC 2017/1 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2017/1 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Apesar da grande manifestação em São Paulo, no ano de 1984, com a presença de políticos como Ulisses Guimarães, a emenda Dante de Oliveira, que restabelecia as eleições presidenciais diretas,

Leia mais

Reportagem. Domingo Sangrento (Rússia )

Reportagem. Domingo Sangrento (Rússia ) Reportagem Fotos e legendas retiradas do site: http://www.historia.uff.br/nec/pesquisas/fotos-1 Domingo Sangrento (Rússia - 1905) Soldados leais aos bolcheviques assumem posições fora do Palácio de Inverno,

Leia mais

Recuperação de Geografia. Roteiro 8 ano

Recuperação de Geografia. Roteiro 8 ano Recuperação de Geografia Dicas: Roteiro 8 ano Comece revisando a aula através dos apontamentos relembrando, passando a limpo, fazendo leitura do assunto no módulo, no livro e principalmente resolvendo

Leia mais

II GUERRA MUNDIAL

II GUERRA MUNDIAL II GUERRA MUNDIAL 1939-1945 ASCENSÃO DOS REGIMES TOTALITÁRIOS EUROPA NO PÓS GUERRA Com o fim da Primeira Guerra Mundial, a Europa teve de enfrentar uma de suas piores crises econômicas. O uso do território

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

História. Primeira Guerra Mundial Parte 3. Profª. Eulália Ferreira

História. Primeira Guerra Mundial Parte 3. Profª. Eulália Ferreira História Primeira Guerra Mundial Parte 3 Profª. Eulália Ferreira Articulações da paz... Primeira Guerra Mundial W Woodrow Wilson Clemenceau Lloyd Georde 14 pontos de Wilson 1. Inaugurar pactos de paz,

Leia mais

Professor João Paulo Bandeira

Professor João Paulo Bandeira Professor João Paulo Bandeira A Guerra Fria tem início logo após a Segunda Guerra Mundial, pois os Estados Unidos e a União Soviética vão disputar a hegemonia política, econômica e militar no mundo. A

Leia mais

Divisão clássica da História da humanidade

Divisão clássica da História da humanidade 10. no Brasil Parte 3: séc. XIX e a vinda da Corte Portuguesa para o Brasil 1 Divisão clássica da História da humanidade História Moderna: entre o final do século XV - início das grandes navegações - conquista

Leia mais

Conteúdos Exame Final

Conteúdos Exame Final Componente Curricular: HISTÓRIA Ano: 9º ANO Professora: Paula Schaedler Conteúdos Exame Final 1. Revolução Industrial e Imperialismo; 2. República Velha; 3. República da Espada e Café-com-Leite 4. Sociedade

Leia mais

CONTEXTO HISTÓRICO A situação existente em Portugal e no mundo durante o período da vida de Alfredo Dinis ficou marcada pela luta abnegada dos povos e dos trabalhadores, no sentido de melhorarem as suas

Leia mais

MANUAL DIDÁTICO PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA. Elaborado por: Prof. Adriano Cardoso

MANUAL DIDÁTICO PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA. Elaborado por: Prof. Adriano Cardoso MANUAL DIDÁTICO PARA ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO DE TRABALHOS DE PESQUISA Elaborado por: Prof. Adriano Cardoso ITENS OBRIGATÓRIOS PARA TRABALHO DE PESQUISA EM FORMATAÇÃO ABNT 1. Capa; 2. Folha de Rosto; 3.

Leia mais