DIRECTIVAS DESTINADAS AOS AUTORES DAS COMUNICAÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIRECTIVAS DESTINADAS AOS AUTORES DAS COMUNICAÇÕES"

Transcrição

1 COCOA PRODUCERS' ALLIANCE ALIANÇA DOS PAÍSES PRODUTORES DE CACAU CONFERÊNCIA SOBRE INVESTIGAÇÃO CACAUEIRA DIRECTIVAS DESTINADAS AOS AUTORES DAS COMUNICAÇÕES Julho de 2008 Brick House, Nacional Assembly Complex, Tafawa Balewa Square, P.O. Box 1718 Lagos, Nigéria Site Web: ; Telefone: / ; Fax:

2 SUMÁRIO SUMÁRIO 1 PREÂMBULO 2 1. ÂMBITO Tipos de Comunicações Limites aos direitos de autor únicos ou principal Layout das Comunicações Dimensão das Comunicações Sumário Comunicações completas Comunicações na sua forma definitiva 3 2. TÍTULO 3 3. TÍTULOS DAS SECÇÕES 3 4. CHAMADAS 4 5. NOMES CIENTÍFICOS Nomes científicos em latim Designações comerciais 4 6. UNIDADES DE MEDIDA 4 7. ABREVIATURAS 4 8. ILUSTRAÇÕES Generalidades Desenhos, gráficos e fotografias 4 9. ESTATÍSTICAS QUADROS MENÇÕES BIBLIOGRÁFICAS Artigos de Revistas e de Boletins Actas de colóquios, conferências, workshops, etc Livros Referências anónimas Outras referências IDIOMAS DE TRABALHO Textos integrais, sumários e debates Actas APRESENTAÇÃO ORAL E DEBATE Pessoas autorizadas a apresentar uma Comunicação Método e duração da apresentação Débito de palavras Diapositivos SESSÃO POR AFIXAÇÃO ADENDA 8 A. CLASSIFICAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES 8 B. DIAPOSITIVOS 9 Página 1

3 PREÂMBULO Pede-se aos autores das Comunicações apresentadas durante a Conferência Internacional sobre Investigação Cacaueira que sigam as presentes directivas. O respeito por estas directivas permitirá garantir o bom funcionamento da Conferência, reduzir os custos e apressar a elaboração das Actas da Conferência. 1. ÂMBITO 1.1 Tipos de Comunicações Solicitam-se contribuições científicas originais, artigos de síntese de interesse científico geral sobre o cacau, produtos à base de cacau e produtos seus derivados, bem como artigos sobre a vulgarização do cacau. Estas comunicações não devem ter sido publicadas ou apresentadas anteriormente noutros locais. 1.2 Limites aos direitos de autor único ou principal Qualquer participante será autorizado a apresentar um máximo de duas Comunicações na qualidade de autor único ou de autor principal. O nome de um autor pode no entanto aparecer na qualidade de co-autor noutras Comunicações. 1.3 Layout das Comunicações Os sumários, bem como as Comunicações completas, números e quadros devem ser apresentados no seguinte formato electrónico: - Layout: papel A4 (21,0 x 29,69 cm) - Espaço: simples - Fonte: Times New Roman - Tamanho da fonte: 10 - Margens: pelo menos 4 cm à esquerda, 2 cm à direita, 2 cm de margem superior e 2 cm de margem inferior. Todas as Comunicações devem ser apresentadas sob a forma de ficheiro electrónico por correio electrónico ou em CD-Rom. 1.4 Dimensão das Comunicações Sumário Cada Comunicação completa deve compreender um sumário informativo de 400 palavras, com todas as informações essenciais sobre os objectivos, os materiais e os métodos, os resultados e conclusões, omitindo no entanto os números, títulos de secções, gráficos, quadros e referências. O sumário deve ser cuidadosamente preparado, pois é o único documento que será examinado e debatido pelo Comité internacional da Organização (CIO). O CIO baseia-se no conteúdo deste sumário para aceitar ou não uma Comunicação i) para apresentação oral e publicação nas Actas, ii) para publicação nas Actas, iii) para publicação nas Actas da conferência. 2

4 O sumário da Comunicação deve preceder o texto completo da Comunicação. Deve ser recebido, antes da data limite, no endereço indicado nos Anúncios sobre a Conferência. O sumário que precede o texto da Comunicação completa e o sumário enviado com antecedência devem ser idênticos Comunicações completas Nenhuma Comunicação completa pode ultrapassar as palavras, incluindo quadros, números e gráficos. Cada quadro, número ou gráfico será considerado como igual ao número de palavras que teriam sido introduzidas no espaço equivalente. Nenhuma contribuição que ultrapasse a dimensão fixada será publicada nas Actas. Uma Comunicação por convite não deve ultrapassar as palavras, incluindo quadros e ilustrações. 1.5 Comunicações na sua forma definitiva As Comunicações completas consideram-se como tendo sido apresentadas na sua forma definitiva, tendo as gralhas e outros erros sido cuidadosamente verificados. As entidades dos institutos de investigação e de outros institutos devem certificar-se que as Comunicações podem ser publicadas sem qualquer aprovação ou revisão posteriores. 2. TÍTULO O título de todas as Comunicações completas propostas ou por convite deve ser redigido em maiúsculas e os nomes e endereços postais completos do ou dos autores, incluindo os códigos postais, devem figurar por baixo, em minúsculas. O título deve ser tão sucinto quanto possível e reflectir correctamente o conteúdo da Comunicação. No caso de figuras em que o endereço profissional não seja o endereço actual do ou dos autores, o(s) novo(s) endereço(s) postal(is) deve(m)t ser indicado(s) como nota de pé de página. O título de cada Comunicação completa deve ser idêntico ao título do sumário e manter-se inalterado. 3. TÍTULOS DAS SECÇÕES Um Comunicação que relate os resultados de um estudo deve ser subdividida em secções, como indicado a seguir: (i) Sumário, (ii) Introdução, (iii) Materiais e Métodos, (iv) Resultados, (v) Discussões, (vi) Conclusões, (vii) Agradecimentos e (viii) Referências. O autor pode combinar Resultados e Discussões ou omitir uma ou mais secções se não aplicáveis; por exemplo, um relatório preliminar sobre um projecto de investigação que não tenha ainda sido finalizado não deve ser incluído numa secção nas Conclusões. Todas as outras Comunicações devem também ser subdivididas de maneira lógica em secções adequadas. Os títulos das secções devem ser centrados e em maiúsculas e as subsecções (primeiros subtítulos) devem ser à margem e ser sublinhados, enquanto que os segundos subtítulos devem ser deslocados no próprio parágrafo, por ex.: Produção de folhagem DISCUSSÃO Número de folhas O grau de maturidade dos frutos tem um efeito significativo sobre o número médio de folhas por planta. 3

5 4. CHAMADAS A inserção de chamadas no texto deve ser evitada tanto quanto possível. Se forem necessárias, devem ser inseridas no pé da página e separadas do texto por uma linha horizontal. 5. NOMES CIENTÍFICOS 5.1 Nomes científicos em latim Os nomes científicos em latim devem ser em itálicos ou sublinhados, por ex. Theobroma cacau L. ou Theobroma cacau L. Os nomes científicos devem ser sempre acompanhados pelos seus nomes comuns, com excepção dos casos muito conhecidos. Se um nome científico for repetido mais de uma vez, o nome genérico deve ser abreviado e o autor do nome omitido, por ex. T. cacau. No caso de plantas obtidas por cultura, deve ser utilizado «cultivar» em vez de «variedade». 5.2 Designações comerciais Sempre que forem utilizadas, as designações comerciais dos produtos químicos devem ser acompanhadas pelos ingredientes activos destes últimos. 6. UNIDADES DE MEDIDA Apenas se podem utilizar as unidades de medida do sistema métrico, mas outras unidades de medida podem também ser inseridas, entre parêntesis. 7. ABREVIATURAS Os autores devem utilizar abreviaturas e símbolos padrão para as unidades de medida, por ex. km : quilómetro ha : hectare g : grama cm3 : centímetro cúbico J : Joule lx : lux 8. ILUSTRAÇÕES 8.1 Generalidades Os desenhos, gráficos e fotografias devem ser inseridos no local adequado no texto. Não será aceite qualquer comunicação em que as imagens sejam apresentadas em separado. 8.2 Desenhos, gráficos e fotografias Os desenhos, gráficos e fotografias podem ser a preto e branco ou a cores, e devem ter um bom contraste e ser de boa qualidade. Cada um deve comportar título e legenda. As fotografias devem ser unicamente no formato imagem jpeg. 4

6 9. ESTATÍSTICAS No caso das recensões de análises de dados, a ênfase deve ser colocada nos resultados científicos que apresentem um certo interesse. Devem ser aplicadas técnicas de estatística para utilizar de modo eficaz os dados pertinentes, mas devem ser adaptadas ao dispositivo dos ensaios ou dos inquéritos. O dispositivo experimental deve ser descrito com clareza. 10. QUADROS Os quadros devem conter títulos descritivos suficientemente completos para permitir a sua compreensão sem recurso ao texto. As unidades de medida devem ser indicadas no início do quadro ou da coluna. As unidades, símbolos ou abreviaturas utilizados no quadro devem ser conformes aos utilizados no texto. Utilizar um travessão (-) se não foi assinalada ou se não estava disponível qualquer observação e um 0 para uma observação ou uma medida zero. Os valores inferiores à unidade devem ser expressos sob a forma 0.19 ou 0,19 e não.19. Todos os quadros devem ser inseridos no lugar adequado do texto. Os quadros devem ser acompanhados por legendas. 11. MENÇÕES BIBLIOGRÁFICAS Deve fazer-se referência no texto a «autor (ano)» ou «(autor, ano)». Sempre que as Comunicações sejam redigidas por mais de dois autores, devem ser especificados todos os nomes aquando da primeira menção; todas as referências futuras devem apresentar-se sob a forma «primeiro autor et al». Apenas no caso das Comunicações de síntese, em que a lista das obras enumeradas seja exaustiva, a documentação deve ser numerada e as obras mencionadas pelo seu número no texto. As referências bibliográficas devem ser cuidadosamente verificadas. Apenas as referidas no texto devem ser incluídas na lista de referências. As referências devem ser enumeradas por ordem alfabética dos nomes dos autores e por ordem da data de publicação, no caso de várias referências para um mesmo autor. Sempre que várias referências sejam mencionadas para um determinado ano, as letras a, b, c, etc. devem seguir a data de publicação, se possível por ordem cronológica. As referências devem incluir as informações essenciais para permitir ao leitor encontrá-las 11.1 Artigos de Revistas e de Boletins As referências aos artigos de revistas e de boletins devem ser apresentadas como segue: (a) nome(s) e iniciais do ou dos autores, (b) ano de publicação, (c) título do artigo, (d) nome da revista ou do boletim, (e) volume e (f) números das páginas, por ex. ENSISI, B. (1983) The growth of the cocoa tree (Theobroma cocoa L.) Trop. Hort. 100, 1-5. ALPHA, A. and ENSISI, B. (1983). Cocoa growth Rhythms. Trop. Hort. 100,

7 11.2 Actas de colóquios, conferências, workshops, etc. Os artigos tirados de actas de colóquios, conferências, workshops, etc. devem igualmente precisar o nome, local e ano do colóquio, da conferência ou do workshop, por ex Livros ENSISI, B (1981). The growth of cocoa pod. Proc. 7th Int. Cocoa Res. Conf., Douala, 1979, As referências feitas a livros devem incluir (a) os nomes e iniciais do ou dos autores, (b) o ano de publicação entre parêntesis, (c) o título do livro em itálico ou sublinhado, (d) a edição e o número do volume se aplicável, (e) o local da publicação e os editores, por ex Referências anónimas ENSISI, B. (1983). Cacau or Cacau 4th ed. London: ABC Publishers. As referências anónimas devem ser tratadas do mesmo modo que as categorias anteriores, salvo que a palavra «ANON» deve substituir o nome do ou dos autores Outras referências Os artigos «no prelo» só podem ser enunciados se já tiverem sido aceites para publicação e deve ser indicado o nome da publicação que os aceitou. Pode fazer-se referência a dados não publicados e a comunicações pessoais entre parêntesis no texto, mencionando as iniciais e o nome do autor. 12. IDIOMAS DE TRABALHO Os idiomas de trabalho da Conferência Internacional sobre Investigação Cacaueira são o inglês, o espanhol, o francês e o português Textos integrais, sumários e debates Os sumários serão distribuídos nos quatro idiomas. As apresentações orais bem como os debates serão objecto de interpretação simultânea Actas As actas incluirão os textos integrais das Comunicações no seu idioma de origem, precedidos de sumários nos quatro idiomas de trabalho, bem como extractos dos debates, igualmente nos quatro idiomas. 13. APRESENTAÇÃO ORAL E DEBATE As apresentações orais e os debates devem decorrer nos quatro idiomas de trabalho. As apresentações podem realizar-se sob a forma electrónica, de preferência em Microsoft PowerPoint, para possibilitar a projecção. 6

8 13.1 Pessoas autorizadas a apresentar uma Comunicação Todas as Comunicações devem ser apresentadas pelos seus autores ou, no caso da sua impossibilidade, por uma pessoa com profundos conhecimentos sobre o assunto e capaz de responder às questões que lhe serão colocadas durante o debate Método e duração da apresentação Afim de garantir o bom desenrolar das sessões, os participantes não devem ultrapassar os 10 minutos que lhe são alocados e os conferencistas convidados não devem exceder os 30 minutos. Todos devem elaborar um documento escrito sobre a sua apresentação oral, incluindo os pontos proeminentes da sua Comunicação, explicando igualmente os números, quadros, etc. Devem disponibilizar 8 exemplares do texto da apresentação oral para facilitar o processo de interpretação simultânea. Este texto é indispensável para o bom êxito da conferência Débito de palavras O débito de palavras não deve ultrapassar as 100 palavras por minuto. No caso de Comunicações que incluam equações matemáticas e /ou nomes científicos, os participantes devem exprimir-se mais lentamente Diapositivos O objectivo dos diapositivos é clarificar e abreviar as Comunicações. As ilustrações que podem ser colocadas sobre os diapositivos são: os diagramas lineares que indicam tendências e proporções, os histogramas e os desenhos em perspectiva, que demonstrem as características essenciais, bem como fotografias. Os quadros só muito raramente são compreendidos pelos participantes no período de tempo em que são projectados. Todas as apresentações devem ser feitas em Microsoft PowerPoint. O texto dos diapositivos deve ser tão breve quanto possível. Os caracteres devem ser suficientemente grandes para serem legíveis a partir do fundo da sala. O limite de legibilidade é constituído por trinta e cinco letras, símbolos e espaços, no caso de uma linha de um diapositivo quadrado (ou de uma linha paralela ao lado mais comprido de um diapositivo rectangular). Se for necessário utilizar uma máquina de escrever para inserir o texto de um diagrama, não se deve utilizar uma máquina com caracteres estreitos. Para ser legível, cada linha de texto deve ser separada das outras por uma linha e meia. 14. SESSÃO POR AFIXAÇÃO O Comité internacional da organização pode decidir que algumas contribuições ganhariam em ser apresentadas sob a forma de posters expostos durante as sessões por afixação, e os proponentes serão devidamente notificados muito antes da conferência. O ou os autores podem no entanto escolher apresentar a sua contribuição sobre a forma de poster. Tal pedido será aceite pelos organizadores desde que esta preferência seja claramente especificada no sumário da Comunicação aquando da sua apresentação aos organizadores. 7

9 Será alocado a cada expositor de poster um espaço especificado num painel de afixação. Os posters serão instalados nestes painéis. Cada autor deverá estar presente junto do seu poster durante um determinado período de tempo, limitado a um dado momento de uma jornada precisa. O apresentador deverá poder responder às questões que lhe serão colocadas pelos participantes. Os posters serão agrupados de acordo com as sessões a que correspondem e os seus títulos serão indicados num local adequado do programa da conferência. Cada poster deve incluir o título da Comunicação e o(s) nome(s) e endereço(s) do ou dos autores. As fotografias a cores ou a preto e branco e os gráficos, números, mapas e até maquetas e qualquer outro material podem ser instalados em painéis. Os organizadores irão propor locais adequados à apresentação de material de grandes dimensões. O ou os autores podem propor ao seu público duplicados ou impressos, reimpressões e qualquer outra informação sobre o assunto. Será especialmente útil que o ou os autores possam apresentar documentos, se possível, pelo menos em dois dos idiomas da conferência. Os organizadores não podem aceitar qualquer responsabilidade quanto à tradução destes documentos. O formato final pode ser tão flexível quanto os participantes o desejem. ADENDA Para além das directivas destinadas aos autores, são disponibilizadas as informações a seguir para guiar os proponentes. A. CLASSIFICAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES As Comunicações submetidas para apresentação durante a Conferência Internacional, serão examinadas pelo Comité Internacional da Organização (CIO) com base nos sumários durante uma reunião que se realiza 4 a 6 meses antes da data da conferência. Os sumários das Comunicações, disponibilizados pelos autores, são cuidadosamente analisados e são objecto de debates minuciosos por parte dos membros do CIO com o objectivo de avaliar o seu interesse científico. No seguimento desta avaliação, as comunicações são classificadas de acordo com as categorias seguintes: (1) apresentação oral e publicação nas actas da Conferência; ou (2) apresentação sob forma de poster e publicação nas actas da Conferência; ou (3) publicação nas actas da conferência. (4) não guardada O número de Comunicações submetidas aos organizadores está a aumentar e é indispensável limitar o número de Comunicações apresentadas oralmente para poder dispor de tempo suficiente para os debates, as reuniões de grupos de trabalho, etc. O facto de o CIO decidir que uma Comunicação deve ser apresentada sob a forma de poster e não oralmente não reflecte necessariamente a sua relevância científica, mas antes a sua pertinência para uma apresentação oral. Algumas Comunicações, por exemplo, contêm numerosos dados complexos, desenhos complicados ou uma metodologia extremamente detalhada que podem ser mais bem adaptados a uma apresentação durante uma sessão por afixação. 8

10 Os autores serão informados atempadamente pelo Secretariado da COPAL sobre as categorias em que as suas Comunicações foram classificadas para lhes permitir que preparem as suas apresentações em conformidade. B. DIAPOSITIVOS Todas as apresentações devem ser feitas em Microsoft PowerPoint. Copyright 2008, Aliança dos Produtores de Cacau 9

Cursos Profissionais. Prova de Aptidão Profissional

Cursos Profissionais. Prova de Aptidão Profissional Escola Secundária de S. João do Estoril Cursos Profissionais Normas para a apresentação do relatório Professora Orientadora: Apresentação As normas que se apresentam têm por objectivo uniformizar a apresentação

Leia mais

1 Edital para submissão de materiais para o Congresso

1 Edital para submissão de materiais para o Congresso DIGICONGRESS 2014 Congresso de Comunicação e Marketing Digital 1 Edital para submissão de materiais para o Congresso 1.1 Informações gerais - O DIGICONGRESS (Congresso de Comunicação e Marketing Digital)

Leia mais

SINAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO TRABALHOS

SINAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO TRABALHOS SINAGRO NORMAS PARA ELABORAÇÃO TRABALHOS Os Resumos podem ser elaborados em qualquer programa, porém somente poderão ser submetidos em PDF. As tabelas e figuras deverão estar inseridas no Banner e apresentadas

Leia mais

Normas para participação com apresentação de pôsteres e/ou Trabalhos completos (Comunicações Orais)

Normas para participação com apresentação de pôsteres e/ou Trabalhos completos (Comunicações Orais) Normas para participação com apresentação de pôsteres e/ou Trabalhos completos (Comunicações Orais) *Os participantes do Congresso Internacional de Saúde poderão participar na modalidade OUVINTE, APRESENTAÇÃO

Leia mais

NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014

NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014 NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014 07 a 08 de dezembro de 2014 São Paulo - SP DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES Os trabalhos técnicos deverão ser enviados eletronicamente,

Leia mais

Guia para os autores

Guia para os autores Guia para os autores CALENDÁRIO 15/ Outubro / 2015: Envio dos artigos completos com imagens, carta de direitos de autoria pelas imagens e comprovante de pagamento da inscrição. Outubro / Novembro /2015:

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL

NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL AQUIDAUANA MS 2009 1. PAPEL E PROCESSO DE MULTIPLICAÇÃO O papel

Leia mais

NORMAS ARTIGOS COMPLETOS PARA DEFESA DO TRABALHO DE CURSO

NORMAS ARTIGOS COMPLETOS PARA DEFESA DO TRABALHO DE CURSO NORMAS ARTIGOS COMPLETOS PARA DEFESA DO TRABALHO DE CURSO 1 NORMAS GERAIS Pesquisas realizadas em humanos devem apresentar o número de protocolo do Comitê de Ética em Pesquisa no item "Material e Método"

Leia mais

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DA VERSÃO DEFINITIVA DA DISSERTAÇÃO NO 1. VERSÃO FINAL O original da versão final da Dissertação deverá ser entregue pelo aluno a Coordenação do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

III FORUM CIENTIFICO: A PRODUÇÂO DO CONHECIENTO CIENTIFICO NO EXERCICIO DA CIDADANIA

III FORUM CIENTIFICO: A PRODUÇÂO DO CONHECIENTO CIENTIFICO NO EXERCICIO DA CIDADANIA NORMATIVA PARA ENVIO DE TRABALHOS Os trabalhos, obrigatoriamente, deverão ser redigidos em português e encaminhados na forma de Resumo, que serão analisados por uma comissão de professores quanto à formatação

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I Diretrizes para Autores das áreas de GESTÃO E FINANÇAS / LICENCIATURAS/ ENGENHARIAS: Os trabalhos deverão seguir a seguinte extensão: - artigos: entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo as

Leia mais

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS 1. Cada interessado poderá submeter um trabalho, como primeiro autor, independente da categoria e quantos quiser como autor; Não serão aceitos trabalhos com mais de 5 autores.

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003)

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) Maio de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. 2 NORMAS

Leia mais

DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES

DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES NORMAS DE ENVIO DE TRABALHOS AO XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS E XVII ENCONTRO NACIONAL DE PERFURADORES DE POÇOS São Luís - MA, 31 de agosto a 03 de setembro de 2010 DATAS E CONSIDERAÇÕES

Leia mais

GUIA DE PREPARAÇÃO DA DISSERTAÇÃO E RESUMO ALARGADO PARA OS CURSOS DE MESTRADO DE 2º CICLO NO IST

GUIA DE PREPARAÇÃO DA DISSERTAÇÃO E RESUMO ALARGADO PARA OS CURSOS DE MESTRADO DE 2º CICLO NO IST GUIA DE PREPARAÇÃO DA DISSERTAÇÃO E RESUMO ALARGADO PARA OS CURSOS DE MESTRADO DE 2º CICLO NO IST 1. TRAMITAÇÃO DE DISSERTAÇÃO/PROJECTO... 2 2. INFORMAÇÃO A INTRODUZIR NO SISTEMA FÉNIX... 4 3. CONFIDENCIALIDADE...

Leia mais

Regras de Estilo para teses e dissertações e outros trabalhos escritos apresentados à FDUNL Aprovadas em Conselho Científico de 21 de Maio de 2014

Regras de Estilo para teses e dissertações e outros trabalhos escritos apresentados à FDUNL Aprovadas em Conselho Científico de 21 de Maio de 2014 Regras de Estilo para teses e dissertações e outros trabalhos escritos apresentados à FDUNL Aprovadas em Conselho Científico de 21 de Maio de 2014 O n.º 3 do art. 16.º do Regulamento do Terceiro Ciclo

Leia mais

FACULDADE LEÃO SAMPAIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM IX SEMANA DE ENFERMAGEM. Edital 001/2014

FACULDADE LEÃO SAMPAIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM IX SEMANA DE ENFERMAGEM. Edital 001/2014 FACULDADE LEÃO SAMPAIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM IX SEMANA DE ENFERMAGEM Edital 001/2014 Dispõe sobre normas para inscrição de trabalhos científicos na IX Semana de Enfermagem da Faculdade Leão

Leia mais

COMO ELABORAR UM RELATÓRIO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM RELATÓRIO CIENTÍFICO COMO ELABORAR UM RELATÓRIO CIENTÍFICO 1. O que é um relatório? Um relatório de uma actividade prática, é uma exposição escrita de um determinado trabalho ou experiência laboratorial. Não é apenas uma descrição

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA ANEXO da Norma 004/2008 CCQ Rev 1, 28/09/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE QUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Salvador 2009 2 1 Objetivo Estabelecer parâmetros para a apresentação gráfica

Leia mais

Agência - Contrato de prestação de serviços - Anúncio de concurso - Concurso público

Agência - Contrato de prestação de serviços - Anúncio de concurso - Concurso público 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:42434-2015:text:pt:html Irlanda-Dublim: Prestação de serviços para a formação e desenvolvimento do pessoal da Eurofound

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO. REVISTA DiCA!

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO. REVISTA DiCA! CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO REVISTA DiCA! Biblioteca - FAAG Tel. (14) 3262-9400 Ramal: 417 Email: biblioteca@faag.com.br http://www.faag.com.br/faculdade/biblioteca.php

Leia mais

CHAMADA DE TRABALHOS. 9º Congresso de Gerenciamento de Projetos PMI-MG. Submissão de trabalhos técnicos e palestras para o

CHAMADA DE TRABALHOS. 9º Congresso de Gerenciamento de Projetos PMI-MG. Submissão de trabalhos técnicos e palestras para o Submissão de trabalhos técnicos e palestras para o 29 e 30 de Setembro de 2014 Belo Horizonte, Minas Gerais. I. Apresentação Projetos, pessoas e resultados: da diversidade cultural às estratégias de gestão.

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E RELATÓRIOS. 1. Documentação a entregar para admissão à dissertação

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E RELATÓRIOS. 1. Documentação a entregar para admissão à dissertação NORMAS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E RELATÓRIOS 1. Documentação a entregar para admissão à dissertação Modelo de Admissão à Dissertação 2. Documentação a entregar até à data limite de

Leia mais

Título do trabalho: subtítulo do trabalho

Título do trabalho: subtítulo do trabalho Título do trabalho: subtítulo do trabalho Resumo Este documento apresenta um modelo de formatação a ser utilizado em artigos e tem como objetivo esclarecer aos autores o formato a ser utilizado. Este documento

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO EXPANDIDO DO V CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ - FEPI

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO EXPANDIDO DO V CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ - FEPI NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO EXPANDIDO DO V CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ - FEPI Período de submissão de resumos expandidos: 06/06/2014 a 22/08/2014 (até às 21

Leia mais

A SINAPSE é uma revista médica, propriedade da Sociedade Portuguesa de Neurologia (SPN), publicada em edição clássica e em suporte electrónico.

A SINAPSE é uma revista médica, propriedade da Sociedade Portuguesa de Neurologia (SPN), publicada em edição clássica e em suporte electrónico. SINAPSE A SINAPSE é uma revista médica, propriedade da Sociedade Portuguesa de Neurologia (SPN), publicada em edição clássica e em suporte electrónico. A SINAPSE é orgão oficial da Sociedade Portuguesa

Leia mais

Protecção das Invenções: Patentes e Modelos de Utilidade

Protecção das Invenções: Patentes e Modelos de Utilidade Protecção das Invenções: Patentes e Modelos de Utilidade As invenções são soluções novas para problemas técnicos específicos que, se cumprirem os requisitos de concessão, podem ser protegidos direitos

Leia mais

Normas para Apresentação de Monografias

Normas para Apresentação de Monografias UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE DEPARTAMENTO DE SISTEMAS E COMPUTAÇÃO COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Normas para Apresentação de Monografias Campina Grande, dezembro 2010

Leia mais

Faculdade do Sul da Bahia Você vai levar esta marca para sempre!

Faculdade do Sul da Bahia Você vai levar esta marca para sempre! NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1. OBJETIVOS E DIRETRIZES PARA PUBLICAÇÃO O II Seminário de Iniciação Científica da FASB tem como objetivo ampliar as discussões para o conhecimento

Leia mais

Calendário CBNA 2015 Envio de Trabalhos Científicos

Calendário CBNA 2015 Envio de Trabalhos Científicos Calendário CBNA 2015 Envio de Trabalhos Científicos Evento - Data envio do trabalho comprovação da inscrição do 1º autor resposta sobre aceitação ou recusa do trabalho Tema dos Trabalhos XIV CONGRESSO

Leia mais

REVISTA CEUMA PERSPECTIVAS. Chamada para submissão de trabalhos científicos

REVISTA CEUMA PERSPECTIVAS. Chamada para submissão de trabalhos científicos REVISTA CEUMA PERSPECTIVAS Chamada para submissão de trabalhos científicos A Revista Científica Ceuma Perspectivas é uma publicação científica voltada à divulgação da produção acadêmica discente e docente

Leia mais

Cidadania e Desenvolvimento Social. Universidade Federal do Paraná Curitiba Paraná Brasil 03, 04 e 05 de outubro de 2012

Cidadania e Desenvolvimento Social. Universidade Federal do Paraná Curitiba Paraná Brasil 03, 04 e 05 de outubro de 2012 XX Jornadas de Jovens Pesquisadores da Associação de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM) Cidadania e Desenvolvimento Social Universidade Federal do Paraná Curitiba Paraná Brasil 03, 04 e 05 de outubro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS MONOGRAFIA Trata-se de uma construção intelectual do aluno-autor que revela sua leitura, reflexão e interpretação sobre o tema da realidade. Tem como base a escolha de uma unidade ou elemento social, sob

Leia mais

VI Seminário da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação CONVITE E CHAMADA DE TRABALHOS

VI Seminário da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação CONVITE E CHAMADA DE TRABALHOS VI Seminário da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação CONVITE E CHAMADA DE TRABALHOS A Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação (RBMA) convida os interessados a participarem do seu VI Seminário,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Título

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Título UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E HUMANAS Programa de Pós-Graduação em Biotecnociência Título Santo André dd/mm/aaaa Normas para Dissertações Mestrado em Biotecnociência - UFABC.

Leia mais

XIV JORNADA DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE SÃO LUCAS VII FÓRUM DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL II CATNEPÃO PORTO VELHO. Data: 29 a 31.10.

XIV JORNADA DE NUTRIÇÃO DA FACULDADE SÃO LUCAS VII FÓRUM DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL II CATNEPÃO PORTO VELHO. Data: 29 a 31.10. REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE RESUMOS DE TRABALHOS CIENTÍFICOS E FICHA DE INSCRIÇÃO 1- NORMAS GERAIS LEIA ATENTAMENTE Poderão participar da APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS: I- Alunos de graduação

Leia mais

CONVITE E CHAMADA DE TRABALHOS E PROPOSTAS DE SESSÕES E MINICURSOS

CONVITE E CHAMADA DE TRABALHOS E PROPOSTAS DE SESSÕES E MINICURSOS CONVITE E CHAMADA DE TRABALHOS E PROPOSTAS DE SESSÕES E MINICURSOS A Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação (RBMA) convida os interessados a participarem do seu VII Seminário, que acontecerá nos

Leia mais

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Poderão ser inscritos no XXVI Encontro Científico dos Acadêmicos de Medicina (XXVI ECAM), a ser realizado entre os dias 24 e 26 de setembro de

Leia mais

2. REQUERIMENTO PARA OUTORGA DO TÍTULO DE ESPECIALISTA

2. REQUERIMENTO PARA OUTORGA DO TÍTULO DE ESPECIALISTA 1 PRINCÍPIOS ORIENTADORES PARA APRESENTAÇÃO DE PROVAS PÚBLICAS PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA, COM PROCESSO INSTRUTÓRIO ATRAVÉS DO ISPGAYA 1. INTRODUÇÃO A publicação em Diário da República dos

Leia mais

NORMAS DE REDAÇÃO PARA QUALIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES

NORMAS DE REDAÇÃO PARA QUALIFICAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES 1 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/ DE 30 DE MAIO DE 2011/ PRODEMA-UFS DE Estas normas de redação foram definidas como diretrizes básicas pelo Colegiado do Núcleo de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Leia mais

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 1 Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 Pré-textuais Textuais Pós-textuais Estrutura Elemento OK Capa (obrigatório) Anexo A (2.1.1) Lombada (obrigatório) Anexo H Folha

Leia mais

DIRETRIZES E MODELO DE ARTIGO PARA O COLÓQUIO DE MODA E O CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM DESIGN E MODA

DIRETRIZES E MODELO DE ARTIGO PARA O COLÓQUIO DE MODA E O CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM DESIGN E MODA 1 º Colóquio de Moda ª Edição Internacional º Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Design e Moda 201 DIRETRIZES E MODELO DE ARTIGO PARA O COLÓQUIO DE MODA E O CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

FAJ FACULDADE DE JUSSARA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Artigo Científico) Instruções aos autores e orientadores

FAJ FACULDADE DE JUSSARA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Artigo Científico) Instruções aos autores e orientadores FAJ FACULDADE DE JUSSARA COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Artigo Científico) Instruções aos autores e orientadores ESTRUTURA DO ARTIGO 1. Recomenda-se a utilização do processador

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS PARA QUALIFICAÇÃO (MESTRADO E DOUTORADO), TESES E TRABALHOS

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO O trabalho deve ser digitado e impresso em papel formato A4. O texto deve ser digitado, no anverso das folhas, em espaço 1,5, letra do tipo

Leia mais

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL EDITAL DE CHAMADA DE ARTIGOS PARA PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL 1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Microsoft Word Folha

Leia mais

CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS

CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS V Colóquio Internacional de Epistemologia e Sociologia da Ciência da Administração Florianópolis, 18, 19 e 20 de março de 2015 O colóquio tem quatro subtemas: I. Análise

Leia mais

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Faculdade de Educação UAB/UnB Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA Parceria MEC/SECAD NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL)

Leia mais

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica:

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Conforme NBR 6022:2003 Seção de atendimento ao usuário - SISBI Outubro 2013 Normas técnicas Norma técnica é um documento estabelecido

Leia mais

Normas de publicação de Neurociências & Psicologia

Normas de publicação de Neurociências & Psicologia Normas de publicação de Neurociências & Psicologia A revista Neurociências & Psicologia é uma publicação com periodicidade bimestral e está aberta para a publicação e divulgação de artigos científicos

Leia mais

Tópico 4. Como Elaborar um Relatório e Apresentar os Resultados Experimentais

Tópico 4. Como Elaborar um Relatório e Apresentar os Resultados Experimentais Tópico 4. Como Elaborar um Relatório e Apresentar os Resultados Experimentais 4.1. Confecção de um Relatório 4.1.1. Organização do relatório Um relatório é uma descrição detalhada, clara e objetiva de

Leia mais

Submissão de trabalhos técnicos e palestras para o 10º Congresso de Gerenciamento de Projetos PMI-MG

Submissão de trabalhos técnicos e palestras para o 10º Congresso de Gerenciamento de Projetos PMI-MG Submissão de trabalhos técnicos e palestras para o Setembro de 2015 Belo Horizonte, Minas Gerais. I. Apresentação Oportunidades em tempos de crise: Hard skills impulsionando seus projetos. Este é o tema

Leia mais

REGRAS PARA ENVIO DE RESUMOS

REGRAS PARA ENVIO DE RESUMOS NORMAS DE ENVIO DE RESUMOS EXPANDIDOS AO IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE MEIO AMBIENTE SUBTERRÂNEO São Paulo - SP, 05 e 06 de outubro de 2015 REGRAS PARA ENVIO DE RESUMOS A submissão de resumos expandidos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO CAMPINA GRANDE 2015 1 DISSERTAÇÃO A defesa pública da dissertação

Leia mais

Boletim do Museu Integrado de Roraima (Bol. Mus. Integr. Roraima)

Boletim do Museu Integrado de Roraima (Bol. Mus. Integr. Roraima) Boletim do Museu Integrado de Roraima (Bol. Mus. Integr. Roraima) ISSN 2317-5206 uerr.edu.br/bolmirr Normas de publicação para os Autores O Boletim do Museu Integrado de Roraima aceita contribuições em

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE Página 1 de 5 Apresentação A V I I Jornada de Iniciação Científica tem como objetivo divulgar os resultados das pesquisas realizadas por alunos de graduação dos diversos cursos na área de Saúde do Estado.

Leia mais

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico As orientações abaixo estão de acordo com NBR 14724/2011 da Associação

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE POMPEIA FATEC CURSO TECNOLOGIA EM MECANIZAÇÃO EM AGRICULTURA DE PRECISÃO

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE POMPEIA FATEC CURSO TECNOLOGIA EM MECANIZAÇÃO EM AGRICULTURA DE PRECISÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA DE POMPEIA FATEC CURSO TECNOLOGIA EM MECANIZAÇÃO EM AGRICULTURA DE PRECISÃO NORMAS PARA REDAÇÃO DE ARTIGOS Pompeia 2012 A composição dos textos deverá obedecer as orientações abaixo.

Leia mais

Diretrizes para Submissões

Diretrizes para Submissões 1 Diretrizes para Submissões Os artigos científicos são elaborados com a pretensão de divulgar pesquisas e ideias, cujo objetivo principal, é democratizar o conhecimento através de um instrumento fiável,

Leia mais

1. Normas para inscrição de trabalhos

1. Normas para inscrição de trabalhos I CONGRESSO DE ENFERMAGEM DA FACULDADE ASCES DESAFIOS DO CUIDADO INTEGRAL: UM OLHAR PARA OS CENÁRIOS DE TRANSFORMAÇÃO 25 e 26/09/2014 FACULDADE ASCES, CAMPUS II NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA SUBMISSÃO, SELEÇÃO

Leia mais

2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA

2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA 2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA ISSN 2358-2995 Normas para submissão de trabalhos Cronograma: 31/03/15 início das inscrições dos trabalhos

Leia mais

REVISTA PARA RELATOS DE EXPERIÊNCIA E ARTIGOS DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EXTENSIONISTAS

REVISTA PARA RELATOS DE EXPERIÊNCIA E ARTIGOS DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EXTENSIONISTAS REVISTA PARA RELATOS DE EXPERIÊNCIA E ARTIGOS DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E EXTENSIONISTAS INSTRUÇÕES AOS AUTORES 1 GERAIS: Originais: Os artigos e os relatos de experiência devem ser enviados exclusivamente

Leia mais

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS EM BANNER (Pôster) 4º Leite e Queijo & Cia. 30 e 31 de agosto e 1º de setembro de 2012

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS EM BANNER (Pôster) 4º Leite e Queijo & Cia. 30 e 31 de agosto e 1º de setembro de 2012 NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS EM BANNER (Pôster) 4º Leite e Queijo & Cia 30 e 31 de agosto e 1º de setembro de 2012 IFSULDEMINAS Campus Muzambinho Estrada de Muzambinho Km 35, s/n - Morro Preto Muzambinho

Leia mais

Guia de Estudo Folha de Cálculo Microsoft Excel

Guia de Estudo Folha de Cálculo Microsoft Excel Tecnologias da Informação e Comunicação Guia de Estudo Folha de Cálculo Microsoft Excel Estrutura geral de uma folha de cálculo: colunas, linhas, células, endereços Uma folha de cálculo electrónica ( electronic

Leia mais

V CONGRESSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UFF/VOLTA REDONDA. Chamada de Trabalhos para as Sessões Temáticas

V CONGRESSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UFF/VOLTA REDONDA. Chamada de Trabalhos para as Sessões Temáticas UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PÓLO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA ESCOLA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DE VOLTA REDONDA V CONGRESSO DE ADMINISTRAÇÃO DA UFF/VOLTA REDONDA Chamada de Trabalhos para as

Leia mais

Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013

Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013 Instruções para Submissão de Trabalhos ao EPETUSP 2013 O trabalho deverá ser submetido em formato PDF e não serão feitas correções após o envio. Portanto, solicitamos o máximo cuidado e atenção na elaboração

Leia mais

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC

REVISTA DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS / FAeCC / UFMT. NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A RCiC NORMAS DE APRESENTAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO PARA A 1 ARTIGO É o trabalho acadêmico que apresenta resultado de uma pesquisa, submetido ao exame de um corpo Editorial, que analisa as informações, os métodos

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA OU DO TRABALHO CIENTIFICO

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA OU DO TRABALHO CIENTIFICO 39 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA OU DO TRABALHO CIENTIFICO 1. MONOGRAFIA Monografias são exposições de um problema ou assunto específico, investigado cientificamente, assim, não exige originalidade,

Leia mais

V Simpósio Internacional de Fisioterapia, Fisiatria e Reabilitação Veterinária

V Simpósio Internacional de Fisioterapia, Fisiatria e Reabilitação Veterinária CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICO V Simpósio Internacional de Fisioterapia, Fisiatria e Reabilitação Veterinária 26-29 de Novembro de 2015, Instituto Bioethicus, Botucatu SP Os organizadores

Leia mais

Chamada conjunta para trabalhos. 3rd AMVEBBEA International Congress 7 th Latin American Meeting of the AVLZ 2nd International Meeting of the CLEVe

Chamada conjunta para trabalhos. 3rd AMVEBBEA International Congress 7 th Latin American Meeting of the AVLZ 2nd International Meeting of the CLEVe Chamada conjunta para trabalhos 10 th International Veterinary Behaviour Meeting em associação com 3rd AMVEBBEA International Congress 7 th Latin American Meeting of the AVLZ 2nd International Meeting

Leia mais

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO Este capítulo visa a orientar a elaboração de artigos científicos para os cursos de graduação e de pós-graduação da FSG. Conforme a NBR 6022 (2003, p. 2),

Leia mais

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores CGA Directa Manual do Utilizador Acesso, Adesão e Lista de Subscritores Versão 1.00 de 10 de Março de 2008 Índice Pág. Introdução 3 Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Acesso Acesso 4 Adesão Adesão 5 2.1

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ GESTÃO2010/2012 ESCOLASUPERIORDOMINISTÉRIOPÚBLICO(Art.1ºdaLei11.592/89) Credenciada pelo Parecer 559/2008, de 10/12/08, do CEC (Art. 10, IV da Lei Federal n.º 9.394, de 26/12/1996 - LDB) NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA FIMCA

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA FIMCA NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA FIMCA A Revista FIMCA é dirigida a acadêmicos e profissionais de Saúde, destinada às publicações inéditas de trabalhos de pesquisa básica e aplicada, revisões científicas,

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP 2011 ESTRUTURA 1 ELEMENTOS DE PRÉ-TEXTO 1.1 Capa 1.2 Lombada descendente 1.3 Folha de rosto 1.4 Folha de aprovação 1.5 Dedicatória 1.6 Agradecimentos 1.7 Epígrafe

Leia mais

Guia De Preparação Da Dissertação

Guia De Preparação Da Dissertação 2012/2013 Guia De Preparação Da Dissertação Direção Académica 1. ESTRUTURA E FORMATO DA DISSERTAÇÃO A dissertação, redigida em Língua Portuguesa ou em Língua Inglesa (e apenas em uma das línguas), deverá

Leia mais

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida Ministério Público Ministério Público Guia de Consulta Rápida Versão 3 (Outubro de 2009) - 1 - ÍNDICE 1. ACEDER AO CITIUS MINISTÉRIO PÚBLICO... 4 2. BARRA DE TAREFAS:... 4 3. CONFIGURAR O PERFIL DO UTILIZADOR...

Leia mais

Normas para Apresentação dos Trabalhos no VI Congresso de Contabilidade do Sudoeste da Bahia - FAINOR

Normas para Apresentação dos Trabalhos no VI Congresso de Contabilidade do Sudoeste da Bahia - FAINOR Estão abertas, no período de 20 de Agosto a 10 de Setembro de 2013, as inscrições para submissão de Trabalhos no VI Congresso de Contabilidade do Sudoeste da Bahia, em conformidade com as disposições que

Leia mais

ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO

ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO ELABORAÇÃO DO ARTIGO CIENTÍFICO ORIENTAÇÕES BÁSICAS ESTRUTURA DO ARTIGO Regra geral um artigo possui a seguinte estrutura: 1.Título 2. Autor (es) 3. Resumo e Abstract 4. Palavras-chave; 5. Conteúdo (Introdução,

Leia mais

MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS

MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS TÍTULO DO TRABALHO Primeiro Autor e-mail Instituição de Ensino Endereço CEP Cidade Estado Segundo Autor e-mail

Leia mais

A redação deve primar por clareza, brevidade e concisão.

A redação deve primar por clareza, brevidade e concisão. Revista Rumos: Administração e Desenvolvimento Introdução A Revista Rumos é uma publicação do Centro Universitário do Cerrado Patrocínio Unicerp e publica artigos científicos nas áreas temáticas de administração

Leia mais

II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO

II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO Tema: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E CURRÍCULO: ABORDAGENS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS DATA: 31 de março e 1º de abril de 2016 1. OBSERVAÇÕES GERAIS a)

Leia mais

EPISTEME - Revista Científica da Faculdade Católica Salesiana do ES

EPISTEME - Revista Científica da Faculdade Católica Salesiana do ES FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO Coordenação de Pesquisa e Iniciação Científica - CPIC EPISTEME - Revista Científica da Faculdade Católica Salesiana do ES CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO EDITAL 1/2014

Leia mais

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS REGRAS BÁSICAS A submissão de trabalhos ao 9º Simpósio Brasileiro de Cartografia Geotécnica e Geoambiental será totalmente online, não mais sendo necessário o envio de cópias

Leia mais

1ª Etapa: A Escolha do Tema

1ª Etapa: A Escolha do Tema O que é um trabalho escrito? Realizar um trabalho escrito é pegar num tema, clarificá-lo e tomar uma posição sobre o mesmo. Para isso, deve utilizar-se bibliografia adequada. Quando é pedido a um aluno

Leia mais

EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA.

EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA. EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA. 1 - DISPOSIÇÕES INICIAIS Este edital tem por objetivo, organizar, divulgar e orientar

Leia mais

SAÚDE & TECNOLOGIA, revista científica da ESTeSL. Instruções aos Autores

SAÚDE & TECNOLOGIA, revista científica da ESTeSL. Instruções aos Autores SAÚDE & TECNOLOGIA, revista científica da ESTeSL Instruções aos Autores 1. Apresentação de Originais 1.1. Instruções gerais As propostas para submissão com vista à publicação na Saúde & Tecnologia, revista

Leia mais

REGULAMENTO DO VIII SIMPÓSIO DE CIÊNCIA, INOVAÇÃO & TECNOLOGIA

REGULAMENTO DO VIII SIMPÓSIO DE CIÊNCIA, INOVAÇÃO & TECNOLOGIA Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Av. Dr. José Sebastião da Paixão, s/nº. Lindo Vale Cx. Postal 45 - Rio Pomba MG 36180-000 Tel. Geral: (32) 3571-5700 Gabinete: (32) 3571-5715 e-mail: dppg.riopomba@ifsudestemg.edu.br

Leia mais

Normas de Publicação de Artigos para a Acta Urológica

Normas de Publicação de Artigos para a Acta Urológica Normas de Publicação de Artigos para a Acta Urológica A Acta Urológica Portuguesa publica artigos originais sobre todos os temas relacionados com Urologia. São também publicados artigos de revisão, casos

Leia mais

A programação da Mostra com dia, local e horário de apresentação será disponibilizada no site da ANPG.

A programação da Mostra com dia, local e horário de apresentação será disponibilizada no site da ANPG. Mostra Científica do IV Salão Nacional de Divulgação Científica da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) Desafios e perspectivas para o financiamento da Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:279505-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505 Anúncio de concurso

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO EXPANDIDO PARA O V SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CNPq/IEPA INSTRUÇÕES AOS AUTORES

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO EXPANDIDO PARA O V SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CNPq/IEPA INSTRUÇÕES AOS AUTORES NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RESUMO EXPANDIDO PARA O V SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CNPq/IEPA OBJETIVOS INSTRUÇÕES AOS AUTORES O V Seminário de Iniciação Científica do CNPq/IEPA, que está sendo organizada

Leia mais

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO FORMATAÇÃO GERAL PAPEL: A4 MARGEM: 3 cm à esquerda e superior e 2 cm à direita e inferior ESPAÇAMENTO: 1,5 texto corrido; entre parágrafo 6pts antes e depois FONTE: Times New Roman ou Arial TAMANHO DA

Leia mais

Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02

Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02 Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02 Chamada artigos A série Caderno Temático de Educação Patrimonial é uma publicação da Casa do Patrimônio de João Pessoa, uma parceria entre a Superintendência

Leia mais

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 ÍNDICE 1 Quem somos? 2 Informações, 3 Cursos Jurídicos, 4 Edição de Livros, 5 Loja Virtual, 6 Livros Digitais, 7 Livros Impressos, 8 Livros Usados, 9 Direitos Autorais,

Leia mais

Submissão de Trabalhos. Período: Observações importantes:

Submissão de Trabalhos. Período: Observações importantes: Submissão de Trabalhos Período: Observações importantes: 1. Leia atentamente os Eixos Temáticos para saber em qual o seu trabalho se enquadra. É possível que seu trabalho se enquadre em mais de um Eixo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado MANUAL DE DEFESA Exame de Qualificação: banca examinadora

Leia mais