Para interposição de recurso especial e de recurso ordinário em mandado de segurança são devidos porte de remessa e retorno dos autos e custas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Para interposição de recurso especial e de recurso ordinário em mandado de segurança são devidos porte de remessa e retorno dos autos e custas."

Transcrição

1 DÚVIDAS FREQÜENTES RECOLHIMENTO DAS CUSTAS E DO PORTE DE REMESSA E RETORNO DOS AUTOS DO RECURSO ESPECIAL E DO RECURSO ORDINÁRIO DE COMPETÊNCIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Para interposição de recurso especial e de recurso ordinário em mandado de segurança são devidos porte de remessa e retorno dos autos e custas. O recolhimento das custas do recurso especial e do recurso ordinário em mandado de segurança para o Superior Tribunal de Justiça está regulamentado na Resolução nº 04, de 1º de fevereiro de 2013, disponibilizada no Diário da Justiça Eletrônico do STJ de 4 de fevereiro de 2013, e publicada em 5 de fevereiro de Isenções previstas na resolução regulamentadora: Art. 3º Não é devido o preparo nos processos de habeas data, habeas corpus e recursos em habeas corpus, nem nos demais processos criminais, salvo a ação penal privada. Art. 4º São dispensados de preparo os recursos interpostos pelo Ministério Público, pela União, pelos Estados, Municípios e respectivas autarquias, e por outras entidades que também gozem de isenção legal. Art. 5º Não será exigido o pagamento de preparo nos agravos de instrumento interpostos contra decisões que deixem de processar o recurso ordinário em mandado de segurança ou a apelação nas hipóteses de que trata o art. 105, II, c, da CF.

2 PROCEDIMENTOS PARA RECOLHER O VALOR REFERENTE ÀS CUSTAS DO RECURSO ESPECIAL E DO RECURSO ORDINÁRIO EM MANDADO DE SEGURANÇA Devem ser recolhidas mediante preenchimento da Guia de Recolhimento da União (GRU). Como ter acesso a GRU? A GRU não está à venda, nem disponível nas agências bancárias. É encontrada no sítio do Tesouro Nacional, podendo ser também acessada na página do STJ: Clique aqui para ter acesso ao formulário de preenchimento e impressão da GRU. Como preencher a GRU? Unidade Gestora Código : ; Gestão : 00001; Nome da Unidade : SECRETARIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA; Recolhimento : Código : ; Descrição do Recolhimento : STN CUSTAS JUDICIAIS 2ª INSTÂNCIA; Clique no botão avançar para continuar; Número de Referência : preencher com o número do processo judicial. Apesar da falta do preenchimento desse campo não impedir a geração da GRU, é importante fazê-lo a fim de vincular o pagamento ao processo referente; Competência mm/aaaa (preenchimento opcional): preencher com o mês e o ano do recolhimento; Vencimento dd/mm/aaaa : preencher com a data em que for efetuar o recolhimento; Contribuinte : CPF ou CNPJ : preencher com o CPF (se pessoa física) ou CNPJ (se pessoa jurídica);

3 Nome do Contribuinte : preencher com o nome do recorrente; Valor principal : preencher com o valor do recolhimento, conforme a tabela correspondente; Os campos Descontos/Abatimentos, Outras Deduções, Mora/Multa, Juros/Encargos e Outros Acréscimos não precisam ser preenchidos. Valor Total : preencher com o mesmo valor do campo Valor Principal ; Clique no botão emitir GRU para expedir a guia; Mande imprimir e leve a uma agência bancária para efetuar o pagamento. Para os correntistas do Banco do Brasil, é possível proceder ao recolhimento do valor on line, através da Internet, ou nos terminais de auto-atendimento. Clique aqui para fazer o recolhimento on line na página do Banco do Brasil (exclusivo para correntistas com acesso ao home-banking). Os procedimentos para recolhimento da complementação das custas do recurso especial e do recurso ordinário em mandado de segurança, depois de apurado o valor da diferença, são os mesmos.

4 PROCEDIMENTOS PARA RECOLHER O VALOR REFERENTE AO PORTE DE REMESSA E RETORNO DOS AUTOS DO RECURSO ESPECIAL E DO RECURSO ORDINÁRIO EM MANDADO DE SEGURANÇA É devido o pagamento do porte de remessa e retorno dos autos em valor único, e não um para remessa e outro para retorno. Deve ser recolhido mediante preenchimento da Guia de Recolhimento da União (GRU). Como ter acesso a GRU? A GRU não está à venda, nem disponível nas agências bancárias. É encontrada no sítio do Tesouro Nacional. Clique aqui para ter acesso ao formulário de preenchimento e impressão da GRU. Como preencher a GRU? Unidade Gestora Código : ; Gestão : 00001; Nome da Unidade : SECRETARIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA; Recolhimento : Código : ; Descrição do Recolhimento : STJ RESSARC DESP PORTE REMESSA/RETORNO AUTOS; Clique no botão avançar para continuar; Número de Referência : preencher com o número do processo judicial. Apesar da falta do preenchimento desse campo não impedir a geração da GRU, é importante fazê-lo a fim de vincular o pagamento ao processo referente; Competência mm/aaaa (preenchimento opcional): preencher com o mês e o ano do recolhimento; Vencimento dd/mm/aaaa : preencher com a data em que for efetuar o recolhimento; Contribuinte :

5 CPF ou CNPJ : preencher com o CPF (se pessoa física) ou CNPJ (se pessoa jurídica); Nome do Contribuinte : preencher com o nome do recorrente; Valor principal : preencher com o valor do recolhimento, conforme a tabela correspondente; Os campos Descontos/Abatimentos, Outras Deduções, Mora/Multa, Juros/Encargos e Outros Acréscimos não precisam ser preenchidos. Valor Total : preencher com o mesmo valor do campo Valor Principal ; Clique no botão emitir GRU para expedir a guia; Mande imprimir e leve a uma agência bancária para efetuar o pagamento. Para os correntistas do Banco do Brasil, é possível proceder ao recolhimento do valor on line, através da Internet, ou nos terminais de auto-atendimento. Clique aqui para fazer o recolhimento on line na página do Banco do Brasil (exclusivo para correntistas com acesso ao home-banking). Os procedimentos para recolhimento da complementação do porte de remessa e retorno do recurso especial e do recurso ordinário em mandado de segurança, depois de apurado o valor da diferença, são os mesmos.

6 RECOLHIMENTO DAS CUSTAS E DO PORTE DE REMESSA E RETORNO DOS AUTOS DO RECURSO EXTRAORDINÁRIO DE COMPETÊNCIA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL No Supremo Tribunal Federal, o recolhimento de custas é regulamentado por Resolução, na qual consta, dentre outras previsões, a tabela de custas e a forma de recolhimento. Os valores da tabela de custas devem ser recolhidos através de GRU Ficha de Compensação. No sítio eletrônico do STF ( no menu Processos Custas Processuais, na opção Emitir GRU ou no link abaixo, o usuário tem a sua disposição um formulário eletrônico, que possibilita emitir uma GRU Ficha de Compensação, visando ao recolhimento das custas processuais para a interposição de recursos, ajuizamento de ações originárias, atos processuais e serviços. O Supremo Tribunal Federal editou a Resolução nº 500, de 16 de janeiro de 2013, divulgada no Diário da Justiça Eletrônico de 18 de janeiro de 2013, tornando a GRU Ficha de Compensação o exclusivo meio de recolhimento de custas e porte de remessa e retorno de autos. Clique aqui para fazer os recolhimentos.

7 FACILIDADES DA GRU FICHA DE COMPENSAÇÃO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Além da facilidade de não necessitar preencher nenhum dado complexo, como antes ocorria com a GRU emitida via sítio eletrônico da Secretaria do Tesouro Nacional, o boleto da GRU Ficha de Compensação dispõe de código de barras para pagamento em qualquer agência bancária. A partir da emissão da GRU Ficha de Compensação, o usuário disporá de 30 dias para efetuar o pagamento. Após esta data, o boleto é automaticamente cancelado. Se informado endereço de durante a emissão da GRU Ficha de Compensação, o usuário receberá o número do código de controle, que possibilitará a reimpressão do boleto.

8 PROCEDIMENTOS PARA RECOLHIMENTO DA GRU QUANDO NÃO PUDER SER EMITIDA EM DECORRÊNCIA DE PROBLEMAS TÉCNICOS Art. 7º O recolhimento das custas judiciais e do porte de remessa e retorno dos autos será realizado mediante guia de recolhimento da União GRU Simples.... 8º Quando a GRU não puder ser emitida em decorrência de problemas técnicos no sítio do Tesouro Nacional, poderá ser utilizada a GRU Depósito ou GRU DOC/TED, devendo-se alegar o fato obstativo. (Grifamos). (Resolução nº 4, de 1º fevereiro de 2013, do STJ). Art. 5º º Quando, por problemas técnicos, a GRU não puder ser emitida no sítio eletrônico do Supremo Tribunal Federal, o recolhimento das custas poderá ser feito na forma orientada pela Central de Atendimento do STF, pelos seguintes canais de comunicação: ou (61) (Grifamos). (Resolução nº 500, de 16 de janeiro de 2013, do STF).

SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO

SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO Orientações sobre o recolhimento dos valores devidos em face dos Contratos de Transição 1. Do Valor Devido 2. Do Recolhimento 2.1. Recolhimento por GRU Simples 2.2. Recolhimento

Leia mais

O que é porte de remessa e retorno dos autos e quando é devido? Quando há isenção do pagamento do porte de remessa e retorno dos autos?

O que é porte de remessa e retorno dos autos e quando é devido? Quando há isenção do pagamento do porte de remessa e retorno dos autos? Perguntas Frequentes Custas Processuais 1. O que é preparo? Preparo é o recolhimento das custas judiciais e do porte de remessa e retorno dos autos para o ajuizamento de uma ação ou a interposição de um

Leia mais

Tutorial de emissão de GRU via Sinapse

Tutorial de emissão de GRU via Sinapse Tutorial de emissão de GRU via Sinapse O novo sistema de Emissão e Controle de GRU (Guia de Recolhimento da União) foi desenvolvido no intuito de integrar a Emissão de GRU's dos tipos Simples e Cobrança,

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS 1- Como proceder com relação aos Mandados de Segurança?... 2 2- É possível distribuir um feito sem recolher custas iniciais?... 2 3- É necessário recolher custas referentes

Leia mais

COMO EMITIR A GRU. Atenção: As custas devem ser recolhidas por meio de GRU exclusivamente na Caixa Econômica Federal

COMO EMITIR A GRU. Atenção: As custas devem ser recolhidas por meio de GRU exclusivamente na Caixa Econômica Federal COMO EMITIR A GRU Passo-a-passo para preenchimento de GRU de Custas Iniciais, Complementares, Recursais/Finais e Certidões na Justiça Federal de 1º Grau em São Paulo Atenção: As custas devem ser recolhidas

Leia mais

1 Acesso ao Módulo de Agendamento do Portal de Serviços do Inmetro nos Estados

1 Acesso ao Módulo de Agendamento do Portal de Serviços do Inmetro nos Estados 1 Acesso ao Módulo de Agendamento do Para acessar o Módulo de Agendamento, o usuário deverá acessar o sitio do Portal de Serviços do Inmetro no Estados (PSIE), digitando na barra de endereço de seu navegador

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 30 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica Acessar a página www.passaquatro.mg.gov.br, ir a SERVIÇOS e clicar em NFS-e que será redirecionado para a tela de autenticação do usuário e precisará informar o Usuário (Login) e

Leia mais

Sumário. Credenciamento... 3. Ato de Concentração... 6. Requerimento de TCC... 10

Sumário. Credenciamento... 3. Ato de Concentração... 6. Requerimento de TCC... 10 Sumário Credenciamento... 3 Ato de Concentração... 6 Requerimento de TCC... 10 Credenciamento 1. O interessado deve acessar o sítio eletrônico do Cade (www.cade.gov.br) e realizar cadastro como Usuário

Leia mais

D Ú V I D A S F R E Q U E N T E S

D Ú V I D A S F R E Q U E N T E S DÚVIDAS FREQUENTES RECOLHIMENTO DAS CUSTAS E DO PORTE DE REMESSA E RETORNO DOS AUTOS DO RECURSO ESPECIAL E DO RECURSO ORDINÁRIO DE COMPETÊNCIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Para interposição de recurso

Leia mais

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE)

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página

Leia mais

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE)

Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página

Leia mais

ART Eletrônica. Guia de Utilização - CRBIO-04

ART Eletrônica. Guia de Utilização - CRBIO-04 ART Eletrônica Guia de Utilização - CRBIO-04 Acesso ao CRBio04 Online Caso seja seu primeiro acesso siga as instruções para criar um login Entre com seu login e senha para emitir uma ART Incluir ART Eletrônica

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça REVOGADO Revogado pela Resolução n. 8 de 23 de abril de 2012 RESOLUÇÃO N. 1 DE 12 DE JANEIRO DE 2012. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA - CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO

MANUAL DO SISTEMA - CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO O portal da Sala de Atendimento ao Cidadão está disponível no endereço: www.cidadao.mpf.mp.br. Nesse ambiente é possível registrar uma manifestação, consultar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor PORTARIA Nº 473/GR/UFFS/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor PORTARIA Nº 473/GR/UFFS/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Gabinete do Reitor O REITOR PRÓ TEMPORE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, no uso de suas atribuições legais, resolve: Art. 1º ESTABELECER os critérios

Leia mais

VIA FÁCIL - BOMBEIROS

VIA FÁCIL - BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS VIA FÁCIL - BOMBEIROS MANUAL DO USUÁRIO Versão V1.0 1 Índice A INTRODUÇÃO, 4 B USUÁRIO NÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO N. 8 DE 23 DE ABRIL DE 2012. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE

Leia mais

Check-List. Cadastro de Instituições. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 5 de novembro de 2007.

Check-List. Cadastro de Instituições. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Brasília, 5 de novembro de 2007. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Check-List Cadastro de Instituições Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília,

Leia mais

CADASTRO ELETRÔNICO DE PESSOAS QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES FLORESTAIS Manual do Usuário

CADASTRO ELETRÔNICO DE PESSOAS QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES FLORESTAIS Manual do Usuário CADASTRO ELETRÔNICO DE PESSOAS QUE DESEMPENHAM ATIVIDADES FLORESTAIS Manual do Usuário Índice 1. Cadastro eletrônico de pessoas que desempenham Atividades Florestais... 3 2. Cadastrando uma nova pessoa

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO STJ N. 4 DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 045/2009 - PRORH DÚVIDAS FREQUENTES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 045/2009 - PRORH DÚVIDAS FREQUENTES EDITAL Nº 045/2009 - PRORH DÚVIDAS FREQUENTES 1. Onde estão as informações importantes? Resposta: No edital. O candidato deve ler atentamente o Edital que está disponível no sítio: www.concurso.ufjf.br.

Leia mais

Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica

Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica Manual do Usuário Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica SISTCADPJ Cadastro de Pessoa Jurídica Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 3. Cadastro da Pessoa Jurídica...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA PREFEITURA MUNICIPAL DE SERRA Prestadores de Serviços Tomadores de Serviços GUIA DO USUARIO FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS Sumário INTRODUÇÃO 3 1. ACESSO AO SISTEMA 4 2. AUTORIZAR USUÁRIO 5 3. TELA

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão nº 07 Consulta Processual de 2º Grau no Portal e-saj

Procedimento Operacional Padrão nº 07 Consulta Processual de 2º Grau no Portal e-saj Procedimento Operacional Padrão nº 07 Consulta Processual de 2º Grau no Portal e-saj 1 Introdução O Portal e-saj disponibiliza os seguintes serviços: - peticionamento eletrônico; - intimações e citações

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO. Roteiro Tomadores de Serviços

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO. Roteiro Tomadores de Serviços ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Tomadores de Serviços 2ª edição 2011 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura...3 2. Acesso ao Sistema...3 3. Trocar Senha de Acesso...3 4. Declaração dos Serviços Prestados...4

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Tomadores de Serviços 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Trocar Senha de Acesso... 3 4. Declaração Eletrônica de Serviços Tomados...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL MONTE ALTO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO INSTITUIÇÃO FINANCEIRAS / BANCOS

PREFEITURA MUNICIPAL MONTE ALTO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO INSTITUIÇÃO FINANCEIRAS / BANCOS PREFEITURA MUNICIPAL MONTE ALTO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO INSTITUIÇÃO FINANCEIRAS / BANCOS 2011 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Trocar Senha de Acesso... 3 4.

Leia mais

PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA. # Manual Operacional # Matriz de Ações 2013

PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA. # Manual Operacional # Matriz de Ações 2013 PROGRAMA TERRITÓRIOS DA CIDADANIA # Manual Operacional # Matriz de Ações 2013 Para informar os dados de programação da(s) sua(s) ação(ões) para o ano de 2013, você deve seguir os seguintes passos: 1. Acesse

Leia mais

Você sabe o que é GISS? A partir de Março ela agilizará o Serviço Tributário

Você sabe o que é GISS? A partir de Março ela agilizará o Serviço Tributário Secretaria da Fazenda Como utilizar o GISSONLINE Você sabe o que é GISS? A partir de Março ela agilizará o Serviço Tributário O que é a GISS? A GISS é uma Guia de Informação e Escrituração Eletrônica de

Leia mais

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P TÍTULO Guia Prático Entidades Contratantes (2034 v1.05) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Departamento de Prestações

Leia mais

MOVIMENTAÇÃO DIÁRIA DE COMBUSTÍVEIS

MOVIMENTAÇÃO DIÁRIA DE COMBUSTÍVEIS MOVIMENTAÇÃO DIÁRIA DE COMBUSTÍVEIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO NO RECEITA/PR O preenchimento do formulário online disponível no Receita/PR é uma das opções para transmissão das informações

Leia mais

PJe - NOVIDADES DA VERSÃO 1.7.1.5 USUÁRIOS INTERNOS

PJe - NOVIDADES DA VERSÃO 1.7.1.5 USUÁRIOS INTERNOS PJe - NOVIDADES DA VERSÃO 1.7.1.5 USUÁRIOS INTERNOS Esse documento tem como objetivo apresentar as novidades da versão 1.7.1.5 do Sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe), liberada em 31/08/2015. 1.

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO INSTITUIÇÃO FINANCEIRAS / BANCOS

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO INSTITUIÇÃO FINANCEIRAS / BANCOS ISSQN MANUAL DO USUÁRIO INSTITUIÇÃO FINANCEIRAS / BANCOS 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema...3 3. Trocar Senha de Acesso... 3 4. Declaração dos Serviços Prestados...

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO Nº 01, DE 18 DE JANEIRO DE 2011.(*) Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O VICE-PRESIDENTE DO SUPERIOR

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE USO Núcleo de Relacionamento com o Cliente

GUIA PRÁTICO DE USO Núcleo de Relacionamento com o Cliente GUIA PRÁTICO DE USO Núcleo de Relacionamento com o Cliente Seja bem vindo ao nosso canal de relacionamento! Neste Guia Prático de Uso você conhecerá como funciona esta ferramenta de gestão de relacionamento

Leia mais

Dúvidas Frequentes: Fonte: http://www.inea.rj.gov.br. 1. O que é o Sistema de Manifesto de Resíduos?

Dúvidas Frequentes: Fonte: http://www.inea.rj.gov.br. 1. O que é o Sistema de Manifesto de Resíduos? Dúvidas Frequentes: Fonte: http://www.inea.rj.gov.br 1. O que é o Sistema de Manifesto de Resíduos? É o instrumento de controle que permite ao Inea conhecer e monitorar a geração, o transporte e a destinação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDIRA Prestadores de Serviços Tomadores de Serviços FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS 1 GUIA DO USUARIO SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 03 2. RECURSOS DO SISTEMA 03 2.1 Tela de Login

Leia mais

PARCELAMENTO SIMPLIFICADO PREVIDENCIÁRIO DAU ECAC

PARCELAMENTO SIMPLIFICADO PREVIDENCIÁRIO DAU ECAC PARCELAMENTO SIMPLIFICADO PREVIDENCIÁRIO DAU ECAC Brasília, 10 julho de 2015 PASSO A PASSO Índice 1º PASSO Acessar o Portal e-cac... 1 2º PASSO Parcelamento Simplificado Previdenciário DAU...3 3º PASSO

Leia mais

MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Organização: Patrícia Bianchi Machado, membro da Secretaria Executiva do Comitê Gestor do Simples Nacional V 2.0 02.07.2012

Leia mais

Manual de Cadastro e Acesso Sistema Boleto

Manual de Cadastro e Acesso Sistema Boleto Manual de Cadastro e Acesso Sistema Boleto Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Impressão de Boletos... 4 2.1. Acesso... 4 2.1.1. Como encontrar o número do Fistel?... 5 2.2. Consulta... 5 2.2.1.

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 28 Índice 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Número de Referência Código de Recolhimento Unidade Gestora(UG) Gestão 15232

Número de Referência Código de Recolhimento Unidade Gestora(UG) Gestão 15232 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências da Saúde Departamento de Enfermagem Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Mestrado Profissional INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO E RECOLHIMENTO DE GRU

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE ESTADO DE SÃO PAULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE ESTADO DE SÃO PAULO Versão 1.12.03 Manual de Instalação do Programa de Declaração dos Contribuintes do ICMS Manual desenvolvido pelo Departamento de Informática da Prefeitura

Leia mais

Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP

Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Conteúdo Introdução... 3 Procedimento para cadastro... 3 Cadastro de Usuário Pesquisador... 4 Cadastro de Usuário Comum... 10 Ativação de Conta...

Leia mais

PAGAMENTO DE IMPOSTOS

PAGAMENTO DE IMPOSTOS PAGAMENTO DE IMPOSTOS Guia de Apoio Julho de 2014 DMK Enquadramento A Direcção Nacional de Impostos (DNI), entidade afecta ao Ministério das Finanças (MINFIN), criou o Portal do Contribuinte que permite

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO MANUAL DE PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO 2003 PROCESSO DE PREENCHIMENTO DO PPP - PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO De acordo com a Instrução Normativa INSS/DC nº

Leia mais

SICLOM Mapa Mensal. 1 Mapa Mensal. Versão: 2012. Manual de preenchimento do mapa mensal no SICLOM Gerencial

SICLOM Mapa Mensal. 1 Mapa Mensal. Versão: 2012. Manual de preenchimento do mapa mensal no SICLOM Gerencial 1 Mapa Mensal SICLOM Mapa Mensal Manual de preenchimento do mapa mensal no SICLOM Gerencial Versão: 2012 2 Mapa Mensal 3 Mapa Mensal Índice.. Introdução. 5 Como Acessar o SICLOM Gerencial. 5 Menu Geral.

Leia mais

Perguntas e Respostas Nota Fiscal Avulsa eletrônica (NFAe)

Perguntas e Respostas Nota Fiscal Avulsa eletrônica (NFAe) Perguntas e Respostas Nota Fiscal Avulsa eletrônica (NFAe) 1. O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica? Atualizado em 03/12/2010 A Nota Fiscal Avulsa eletrônica é um serviço, disponível na AR.internet (usuário:

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA E GERAÇÃO DAS GUIAS DE RECOLHIMENTO DO IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMOVEIS PELA INTERNET.

PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA E GERAÇÃO DAS GUIAS DE RECOLHIMENTO DO IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMOVEIS PELA INTERNET. ITBI Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis. PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA E GERAÇÃO DAS GUIAS DE RECOLHIMENTO DO IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS IMOVEIS PELA INTERNET. 01. Como acessar

Leia mais

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC EVENTUAL

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC EVENTUAL 1 MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC EVENTUAL Este manual tem como objetivo apresentar os procedimentos necessários para a emissão, on-line, da autorização para

Leia mais

Manual de Habeas Corpus do e-saj para Defensores ATENÇÃO: NÃO IMPRIMA ESTE MANUAL! PENSE NA NATUREZA!

Manual de Habeas Corpus do e-saj para Defensores ATENÇÃO: NÃO IMPRIMA ESTE MANUAL! PENSE NA NATUREZA! Manual de Habeas Corpus do e-saj para Defensores Este manual tem como objeto a apresentação de maneira clara e objetiva do caminho a se percorrer noe-saj (Sistema de Automação da Justiça) a fim de lograr

Leia mais

1. Cadastro de Funcionários

1. Cadastro de Funcionários Pró-labore 1. Cadastro de Funcionários... 2 1.1. Tela Dados... 2 1.2. Tela Ident. Adm.... 3 1.3. Tela Outros... 3 2. Eventos dos Pró-labores... 4 3. Digitação... 5 4. Impressão de Recibo... 6 5. Folha

Leia mais

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC CONTINUO

MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC CONTINUO 1 MANUAL PARA EMISSÃO DA AUTORIZAÇÃO DE TRANSPORTE SEM OBJETIVO COMERCIAL TSOC CONTINUO Este manual tem como objetivo apresentar os procedimentos necessários para a emissão, on-line, da autorização para

Leia mais

Há um único número 0800 para resolução de problemas relativos a todos os negócios fornecidos pela instituição financeira?

Há um único número 0800 para resolução de problemas relativos a todos os negócios fornecidos pela instituição financeira? 1. SAC O SAC - Serviço de Apoio ao Consumidor -, conforme disciplinado no Decreto 6523/08, é o serviço prestado pelos fornecedores, pela via telefônica, para resolução de problemas na relação de consumo,

Leia mais

SISTEMA SFUST. 1 A empresa deve designar um ou mais funcionários autorizados para acessar o Sistema Boleto em nome da entidade.

SISTEMA SFUST. 1 A empresa deve designar um ou mais funcionários autorizados para acessar o Sistema Boleto em nome da entidade. SISTEMA SFUST Acessar o site http://sistemas.anatel.gov.br/sis/sistemasinterativos.asp e clicar no link SFUST - Sistema de Acolhimento da Declaração do FUST. 1 A empresa deve designar um ou mais funcionários

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão nº 07 Cadastro de Usuários no SAJ5

Procedimento Operacional Padrão nº 07 Cadastro de Usuários no SAJ5 Procedimento Operacional Padrão nº 07 Cadastro de Usuários no SAJ5 1- Cadastro Geral Acessar SAJ5/ADM. No menu Usuários, acessar Cadastro e clicar no botão Novo, conforme Figura 1; Figura 1 Botão novo

Leia mais

Selo de Autorização para Circulação de Carga Autorização para Estacionamento - AE. 2. Cadastro da Pessoa Jurídica / Pessoa Física

Selo de Autorização para Circulação de Carga Autorização para Estacionamento - AE. 2. Cadastro da Pessoa Jurídica / Pessoa Física Selo de Autorização para Circulação de Carga Autorização para Estacionamento - AE 1. Acessando o Sistema 2. Cadastro da Pessoa Jurídica / Pessoa Física 3. Alterando a Senha 4. Alterando o Cadastro 5. Recuperando

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SC Nota Fiscal Eletrônica de estorno emitida após o prazo previsto de cancelamento.

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SC Nota Fiscal Eletrônica de estorno emitida após o prazo previsto de cancelamento. ICMS-SC Nota Fiscal Eletrônica de estorno emitida após o prazo previsto de 12/03/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX PREVIDÊNCIA SOCIAL Orientador Empresarial Previdência Complementar-GRU-Retificação de Dados-Créditos Devidos à PREVIC- Restituição

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-E VERSÃO ON-LINE. Manual do Usuário do Sistema NFS-E

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-E VERSÃO ON-LINE. Manual do Usuário do Sistema NFS-E NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS-E VERSÃO ON-LINE Manual do Usuário do Sistema NFS-E PRONIM NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Usuário Pagina 1 Sumário 1. TELA DE ACESSO AO SISTEMA

Leia mais

SISTEMA DE NF-e. Manual de Exportação de NF-e Instruções e Layout

SISTEMA DE NF-e. Manual de Exportação de NF-e Instruções e Layout SISTEMA DE NF-e Instruções e Layout Para baixar a versão mais atualizada deste documento, acesse o link: https://nfe.prefeitura.sp.gov.br/arquivos/nfe_layout_emitidas_recebidas.pdf 6/12/2006 Página 1 de

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART MÚLTIPLA A ART Múltipla que substitui o registro de diversas ARTs específicas, no caso de execução de obras ou prestação de serviços de rotina, deve ser registrada até o

Leia mais

2.- Será Reaberta as Inscrições no período de 08 de abril de 2016 as 17h a 28 de abril as 12h, conforme disposto nos itens a seguir:

2.- Será Reaberta as Inscrições no período de 08 de abril de 2016 as 17h a 28 de abril as 12h, conforme disposto nos itens a seguir: A Prefeitura Municipal de Monte Azul Paulista Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais nos termos do artigo 37, inciso IX, da Constituição Federal, sob a organização da empresa Instituto

Leia mais

J.O. E-book GRÁTIS. Contábil J.Oliver. Aprenda o passo a passo para emitir uma nota de serviços Paulistana.

J.O. E-book GRÁTIS. Contábil J.Oliver. Aprenda o passo a passo para emitir uma nota de serviços Paulistana. J.O Contábil J.Oliver Aprenda o passo a passo para emitir uma nota de serviços Paulistana. E-book GRÁTIS Neste e-book gratuito você irá aprender o passo a passo para emitir uma nota de serviços Paulistana.

Leia mais

Inclusão Manual de dados via Formulário SAGRES Captura Pessoal 2012

Inclusão Manual de dados via Formulário SAGRES Captura Pessoal 2012 Inclusão Manual de dados via Formulário SAGRES Captura Pessoal 2012 Para os jurisdicionados que não geram arquivo layout para serem importados no SAGRES, as informações devem ser incluídas de forma manual

Leia mais

Portal do Contribuinte. Manual Operacional FREIRE 05/2016

Portal do Contribuinte. Manual Operacional FREIRE 05/2016 2016 s Portal do Contribuinte Manual Operacional FREIRE 05/2016 ÍNDICE 1 - APRESENTAÇÃO... 3 2 - VISÃO GERAL SOBRE O SISTEMA... 4 3 - ACESSO AO PORTAL DO CONTRIBUINTE... 5 4 - ACESSANDO O MENU - PARA EMPRESA...

Leia mais

Inclusão de Novo Processo Administrativo

Inclusão de Novo Processo Administrativo Inclusão de Novo Processo Administrativo Tela Inicial Site: Ensino a Distância PROCERGS Curso: PROA - Processos Administrativos v5.0 Livro: Inclusão de Novo Processo Administrativo Impresso por: Glauco

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ SECRETARIA MUNICIPAL ESPECIAL DE FINANÇAS Gabinete do Secretário

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAÉ SECRETARIA MUNICIPAL ESPECIAL DE FINANÇAS Gabinete do Secretário RESOLUÇÃO SEMFI Nº 007/2008 Complementa normas para tramitação de expedientes no âmbito da Secretaria Municipal Especial de Finanças, e dá outras providências. O Secretário Municipal Especial de Finanças

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA TRT-5 PRESTADOR MÉDICO

MANUAL DO SISTEMA TRT-5 PRESTADOR MÉDICO Tribunal Regional do Trabalho 5ª Região MANUAL DO SISTEMA TRT-5 PRESTADOR MÉDICO Manual do Sistema TRT5-Saúde para Prestador Médico Baseado no modelo fornecido pelo TST-SAÙDE Versão 1.0 7/outubro/2014

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTO ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO DO BANCO DO BRASIL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTO ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO DO BANCO DO BRASIL PREFEITURA DE JUIZ DE FORA SECRETARIA DA FAZENDA SUBSECRETARIA DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DEPARTAMENTO DE NORMAS TÉCNICAS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTO ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO DO BANCO DO BRASIL DATA:

Leia mais

RioCard Saúde Presente

RioCard Saúde Presente Sumário 1) Acesso ao Sistema... 2 1.1) Esqueci minha senha... 2 1.2) Alteração de Senha... 3 1.3) Seleção de Perfil de Acesso e Local de Atendimento... 3 2) Home... 5 3) Menu Cadastro... 5 3.1) Cadastrar

Leia mais

PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR

PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR PORTAL DE GERENCIAMENTO DE INSPEÇÃO VEICULAR ORIENTAÇÕES GERAIS - EMPRESAS DE TRANSPORTE A partir de 1º de outubro de 2013 entrou em vigor a Resolução da METROPLAN nº 083, de 24 de maio de 2013, estabelecendo

Leia mais

Manual Certidão Web - Certidão Específica

Manual Certidão Web - Certidão Específica Manual Certidão Web - Certidão Específica 1 Sumário 1. NORMATIVA... 3 2. PROCEDIMENTO PARA SOLICITAÇÃO... 4 3. PROCEDIMENTO PARA ACOMPANHAR O ANDAMENTO DA SOLICITAÇÃO13 2 1. NORMATIVA De acordo com a INSTRUÇÃO

Leia mais

Considerando a Lei nº. 14.653, de 22 de dezembro de 2011, que instituiu o regime de Previdência Complementar do Estado de São Paulo;

Considerando a Lei nº. 14.653, de 22 de dezembro de 2011, que instituiu o regime de Previdência Complementar do Estado de São Paulo; Instrução SP-PREVCOM / TJ nº 04/2013. Considerando a Lei nº. 14.653, de 22 de dezembro de 2011, que instituiu o regime de Previdência Complementar do Estado de São Paulo; A Fundação de Previdência Complementar

Leia mais

Manual. Cadastro de Instituições. www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008.

Manual. Cadastro de Instituições. www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008. Manual Cadastro de Instituições Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Gerência de Desenvolvimento de Sistemas www.anvisa.gov.br Brasília, 14 de maio de 2008. SUMÁRIO 1. CADASTRO DE INSTITUIÇÕES...

Leia mais

Diário Oficial Digital. Sistema web para pesquisa de mátérias Manual do usuário

Diário Oficial Digital. Sistema web para pesquisa de mátérias Manual do usuário Diário Oficial Digital Sistema web para pesquisa de mátérias Manual do usuário Conhecendo a consulta online Apresentação 3 Pré-requisitos 3 Navegando nas edições do jornal Acessando a última edição disponível

Leia mais

02 Manual de Políticas e Procedimentos 02.02 Processo de Pagamento 02.02.01 Pagamento de Bolsa Atualizado em 15/07/2014

02 Manual de Políticas e Procedimentos 02.02 Processo de Pagamento 02.02.01 Pagamento de Bolsa Atualizado em 15/07/2014 Dispõe sobre as políticas, procedimentos e prazos necessários para a realização do pagamento de bolsas sujeitas à realização de empenho. 1. DA POLÍTICA 1.1 O pagamento de bolsas de auxílio financeiro a

Leia mais

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF Atualizado em 09/11/2016 RESOLUÇÃO Nº 581, DE 8 DE JUNHO DE 2016 Dispõe sobre as Tabelas de Custas e a Tabela de Porte de Remessa e Retorno dos Autos e dá outras providências.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI

PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI Nota Fiscal Eletrônica FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS - 1 - GUIA DO USUARIO SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 03 2. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 04 2.1 Menu do sistema

Leia mais

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF Atualizado em 16/04/2018 RESOLUÇÃO Nº 606, DE 23 DE JANEIRO DE 2018 Dispõe sobre as Tabelas de Custas e a Tabela de Porte de Remessa e Retorno dos Autos e dá outras providências.

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão nº 25 INTEGRAÇÃO SAJ/SG X SAJ/PG

Procedimento Operacional Padrão nº 25 INTEGRAÇÃO SAJ/SG X SAJ/PG 1 Sumário INTRODUÇÃO... 2 1. RECURSO ELETRÔNICO... 2 1.1. Envio de Recurso Eletrônico... 2 1.2. Recebimento de Recurso Eletrônico... 4 2. DECLÍNIO DE COMPETÊNCIA... 4 2.1. Recebimento de Declínio de Competência

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAJARÁ-MIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAJARÁ-MIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAJARÁ-MIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/GAB.SEMFAZ/2013, 25 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o disposto no Decreto Municipal Nº

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES VALEC ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E FERROVIAS S.A.

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES VALEC ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E FERROVIAS S.A. MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES VALEC ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E FERROVIAS S.A. CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE NÍVEL MÉDIO E NÍVEL SUPERIOR DO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PERMANENTES DA VALEC 2012.

Leia mais

Manual Escrituração Fiscal Digital

Manual Escrituração Fiscal Digital Manual Escrituração Fiscal Digital 29/11/2013 Sumário 1 Introdução... 3 2 Funcionalidade... 3 3 Navegação no Sistema... 3 3.1 Inicialização... 3 4 Configurações Gerais... 6 4.1 Domínios... 6 4.2 Configuração

Leia mais

CARTILHA SOBRE O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA. Sumário

CARTILHA SOBRE O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA. Sumário CNPDP Certidão de Não Pagamento de Despesas Processuais CARTILHA SOBRE O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA Elaborado por: Gerência de Orientação aos Sistemas Judiciais Informatizados (GESCOM) e Gerência de Sistemas

Leia mais

CADASTRO PESSOA JURÍDICA

CADASTRO PESSOA JURÍDICA CADASTRO PESSOA JURÍDICA Nº Conta Corrente Elaboração Renovação Alteração 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Identificação da empresa CNPJ Nome fantasia N o de registro Data de constituição Capital social realizado

Leia mais

Sistema Gerador de Boletos

Sistema Gerador de Boletos Sistema Gerador de Boletos Você não precisa mais de um banco para emitir boletos. Com o Sistema Gerador de Boleto, as pessoas físicas, profissionais liberais e empresas podem contar com um sistema fácil,

Leia mais

1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação da autuação e defesa da autuação?

1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação da autuação e defesa da autuação? Diante da veiculação e circulação de e-mails falsos, o DER/MG esclarece que não faz uso de correio eletrônico para notificar sobre a existência de multas. 1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. Sandro Alex) Dispõe sobre a tipificação criminal de condutas na Internet e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei dispõe sobre a tipificação

Leia mais

País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Progress/Oracle

País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Progress/Oracle Release Incremental - Boletos Produto : TOTVS11 - Faturamento de Planos TOTVS 12.1.3 Chamado : D_GPS_A11 / PCREQ-2076 Data da publicação : 09/12/2014 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Progress/Oracle

Leia mais

O Prefeito Municipal de Divinópolis, Vladimir de Faria Azevedo, no uso de suas atribuições legais,

O Prefeito Municipal de Divinópolis, Vladimir de Faria Azevedo, no uso de suas atribuições legais, PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS DECRETO Nº. 10.496 INSTITUI A DECLARAÇÃO ELETRÔNICA DE SERVIÇOS PRESTADOS E TOMADOS POR MEIO DE SISTEMA ELETRÔNICO DE GESTÃO TRIBUTÁRIA E A NOTA FATURA DE LOCAÇÃO, REGULAMENTA

Leia mais

O Prefeito Municipal de Divinópolis, Demetrius Arantes Pereira, no uso de suas atribuições legais,

O Prefeito Municipal de Divinópolis, Demetrius Arantes Pereira, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 7646 INSTITUI O SISTEMA ELETRÔNICO DE GESTÃO E REGULAMENTA NOVAS DISPOSIÇÕES DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇO DE QUALQUER NATUREZA ISSQN, CONTIDAS NA LEI COMPLEMENTAR Nº 007/91 E MODIFICAÇÕES POSTERIORES,

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO TCE RS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO 1 SOBRE A LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO E O SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO A Lei de Acesso à Informação, Lei Federal nº

Leia mais

Manual do Portal do Beneficiário

Manual do Portal do Beneficiário 1 Manual do Portal do Beneficiário ÍNDICE Informações preliminares 3 1 Como chegar ao Portal da CASSE? 4 2 Acesso por cada Plano contratado 5 3 Cadastrar a senha 6 4 Esqueci a senha 8 5 Login / Acesso

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISS SIGISS. Manual de Envio de Notas Fiscais Eletrônicas em lote Instruções e Layout

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISS SIGISS. Manual de Envio de Notas Fiscais Eletrônicas em lote Instruções e Layout SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISS SIGISS Manual de Envio de Notas Fiscais Eletrônicas em lote Instruções e Layout Versão 2.1 São Paulo, 08 de junho de 2015. Índice 1. Introdução... 2 2. Especificação...

Leia mais

Atualização do Cartão Nacional de Saúde para o Siscan

Atualização do Cartão Nacional de Saúde para o Siscan Atualização do Cartão Nacional de Saúde para o Siscan Quando um novo exame é requisitado no Siscan é necessário inserir o CNS do paciente para preenchimento dos campos do cadastro. Estes dados estão armazenados

Leia mais

Manual do Usuário. Cadastro

Manual do Usuário. Cadastro Manual do Usuário Cadastro Consulta Cadastro - Informações Comerciais - Autofax Índice O que é a Consulta Cadastro da Autofax?... 3 Como realizar consultas?... 4 Quais informações a consulta apresenta?...

Leia mais