Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no"

Transcrição

1 FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. Rua Antonio Ayres Primo, 2398 Centro Porto Nacional TO CEP ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. Fone: 07 S/Nº (63) Jardim 7814 dos - Ypês CNPJ Porto Nacional 569/0001 TO 64 CEP Fone: (63) CNPJ / Porto Nacional, 10 de fevereiro de A Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Prof. M.Sc. Carllini Vicentini Senhor Coordenador, Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no processo de aprendizagem dos conteúdos propostos pelos programas curriculares desta IES, apresento ao senhor a proposta de monitoria na disciplina de Anatomia Humana para o curso de medicina, solicitando a aprovação do edital em anexo. Atenciosamente, Prof. Carllini Vicentini PROFESSOR DE ENSINO SUPERIOR - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA-ITPAC-PORTO. - Correspondência para Av. Ibanez Aires, 925, Setor Aeroporto Porto Nacional /TO

2 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PIM PLANO ANUAL DE MONITORIA Disciplinas: Anatomia I e Anatomia II Publico: Alunos do curso de Medicina 1º semestre/2014 JUSTIFICATIVA A boa interação entre os diversos integrantes de um grupo de trabalho proporciona normalmente um maior rendimento e permite solucionar questões que muitas vezes comprometeriam a qualidade dos objetivos propostos. Quando o grupo não demonstra na prática um grau aceitável de interação, faz-se necessário criar mecanismos de motivação entre determinadas pessoas e assim vencer as barreiras existentes. A disciplina de Anatomia Humana é básica nos Cursos das Áreas da Saúde e funcionam como requisitos importantes para outras disciplinas tanto do nível básico quanto profissionalizante. O conhecimento teórico e prático em Anatomia Humana é fundamental para que o acadêmico possa compreender com maior eficiência os conteúdos propostos pelas disciplinas de Fisiologia, Patologia, Semiologia e disciplinas Clínicas. Nesta disciplina preparamos o acadêmico não só para conhecer as diferenças entre os processos fisiológicos e patológicos, mas também a aplicação dos conhecimentos básicos no ciclo clínico de aprendizado. O programa de monitoria de Anatomia Humana propõe motivação acadêmica, interação entre grupos de áreas afins e participação junto às diversas atividades laboratoriais. VAGAS Solicito a abertura de 04 (quatro) vagas para monitoria das disciplinas de Anatomia humana, sendo 02 (duas) vagas para monitores bolsistas e 02 (duas) vagas para monitores voluntários. Esta monitoria atenderá a todos os acadêmicos matriculados nas disciplinas de Anatomia Humana I e II, tanto os de período normal quanto aos acadêmicos em dependência. ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS O projeto tem como objetivo despertar o interesse dos acadêmicos para a preparação e interpretação de peças anatômicas e interpretação de casos clínicos com enfoque generalista. Melhorando, desta forma, o grau de conhecimento e o raciocínio de cada um e, em conseqüência o índice de rendimento e aprovação das disciplinas em questão. Serão atribuições do Monitor: 1- acompanhar os acadêmicos nas atividades de laboratório; 2- cuidar da disciplina e postura acadêmica (paramentação) no laboratório; 3- orientar os acadêmicos na execução dos exercícios teóricos; 4- auxiliar os acadêmicos na utilização dos mecanismos de buscas para conteúdos afins, tanto em publicações de livros e revistas quanto em materiais disponíveis na internet; 5- discutir com os acadêmicos as dúvidas mais frequentes; 6- atender aos acadêmicos, em horário extraordinário, sempre que possível e necessário; 7- controlar a frequência dos acadêmicos nas atividades de monitoria; 8- elaborar o relatório de frequência bimestral e entregar ao professor até a data da última avaliação bimestral - conforme o cronograma da disciplina; 9- relatar os casos de transtornos durante as atividades de monitoria tanto prática quanto teórica; 10- relatar os casos de monitoria voluntária nomes e tempos de atuação dos monitores voluntários, juntamente com o relatório de frequência;

3 11- atender ao representante de turma para discutir assuntos relacionados ao bom andamento das atividades; 12- procurar o professor da disciplina, para discutir quaisquer questões acadêmicas da turma assistida. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES O acadêmico deverá disponibilizar 6 horas semanais de atividades relacionadas à assistências aos acadêmicos e procedimentos laboratoriais que atendam aos objetivos do referido programa. Laboratório de Anatomia Humana ITPAC/Porto, 10 de fevereiro de Prof. Carllini Vicentini Prof. Maribel Fernandez

4 Edital para seleção de monitor 2014/1 Estão abertas inscrições para a seleção de 04 (quatro) monitores para a disciplina de Anatomia humana para o curso de Medicina do Instituto Tocantinense Presidente Antonio Carlos Porto Nacional. Os alunos interessados deverão procurar a coordenação do respectivo curso de acordo com as datas e horários determinados no presente edital. I Requisitos: Ser aluno(a) regularmente matriculado(a) no Instituto Tocantinense Presidente Antonio Carlos Porto Nacional Ter sido aprovado na disciplina do curso na qual pretende ser monitor; Atender os demais requisitos que constam neste edital. II Inscrição: De 14 a 20 de fevereiro de 2014, no horário das 9:00 às 11:30 e das 14:30 às 16:30 horas, na sala de coordenação de cursos, mediante preenchimento de formulário apropriado. III- Seleção: Para a seleção serão utilizados os seguintes critérios: a) Prova de conhecimentos específicos b) Média de aprovação da disciplina. c) Entrevista: Documentos a serem apresentados no ato da entrevista: - histórico escolar; - grade horária do período em curso; - disponibilidade de horário para monitoria; - carta proposta. A entrevista deverá ser realizada visando os seguintes objetivos: Verificar o índice de aproveitamento na disciplina cursada; Verificar a possibilidade do candidato em contribuir com o Programa de Monitoria e o Plano de Atividade proposto pela disciplina; Avaliar o candidato com atenção aos seguintes aspectos: Disponibilidade de tempo para a monitoria; Grau de interesse pela carreira acadêmica; Capacidade de comunicação;

5 Relacionamento humano; Organização; Desempenho acadêmico com base na análise do histórico escolar. d) apresentação de carta-proposta: Na carta-proposta, o(a) candidato(a) escreverá sobre: 1- o seu interesse pela disciplina e pelo programa de monitoria; 2- o seu interesse pelo desenvolvimento de atividades extracurriculares; 3- sugestões para as disciplinas e para o exercício da monitoria. e) participação em estágio na disciplina e/ou avaliação do conhecimento: Alunos que tenham participado como estagiários, auxiliando o professor da disciplina, serão avaliados segundo critério do professor. f) Avaliação do conhecimento: A realização de avaliação do conhecimento será feira mediante prova escrita, envolvendo todo o conteúdo abordado pelos livros de Anatomia humana, onde o acadêmico deverá identificar as estruturas anatômicas, interpretar e dissertar sobre suas funções e correlações clínicas. Data: 21 de fevereiro de 2014 (sexta-feira). Local: laboratório de Anatomia humana. Horário: 15h00min - prova escrita às 15h00min, no laboratório de Anatomia humana. - entrevista, no mesmo dia e local, na ordem em que forem terminando a prova escrita. Cálculo da nota: As notas nos critérios acima mencionados serão publicadas com um decimal após a virgula. Será selecionado o acadêmico que obtiver maior número de pontos de acordo com a distribuição relacionada abaixo: Histórico escolar (10,0) Grade horária do período em curso com a disponibilidade de horário para monitoria (5,0) Carta-proposta (10,0) Participação em estágio na disciplina e/ou avaliação do conhecimento (5,0) Avaliação do conhecimento (20,0)

6 IV Da remuneração: Os critérios para remuneração pelas atividades de monitoria contemplarão os dois primeiros colocados e serão implantados pela superintendência financeira, devendo o acadêmico se informar adequadamente antes de optar pelo programa. Aos demais candidatos classificados serão oferecidas duas vagas de monitoria voluntária pela ordem de pontuação. V Monitoria voluntária: A monitoria voluntária não garante bolsa para o aluno contemplado, apenas certificado com a carga horária cumprida no decorrer do programa. O monitor voluntário deverá cumprir a mesma jornada de trabalho e desempenhar as mesmas atribuições do monitor bolsista. VI Desclassificação: Será considerado desclassificado o aluno que não tiver a disponibilidade de horário, estiver em dependência ou tratamento especial em qualquer outra disciplina ou com punição em seu histórico. VII Tempo de monitoria: O prazo máximo de permanência como monitor da disciplina de Anatomia humana é de um ano, devendo ocorrer o desligamento do monitor após o cumprimento deste tempo. VIII Desligamento da monitoria: Fica a critério dos professores da disciplina o desligamento do monitor em qualquer tempo para o caso de descumprimento das atribuições publicadas neste edital.

7 FORMULÁRIO PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO DE MONITORIA 2014/1 DA DISCIPLINA DE ANATOMIA HUMANA PARA O CURSO DE MEDICINA Nome: data de nascimento: / / Curso: Período em curso: Endereço: Bairro: Cidade: Estado: Telefone fixo: ( ) Cel.: ( ) Opção de monitoria ( ) Anatomia Humana. É vedado ao candidato concorrer à monitoria de 02 (duas) ou mais disciplinas, simultaneamente. O requerente abaixo assinado declara conhecer os critérios para Seleção de Monitores, que conhece todos os termos do edital em anexo e que aceita fazer parte do programa de Monitoria oferecido pelo Instituto Presidente Antonio Carlos Porto Nacional. Porto Nacional, de de Assinatura do(a) candidato(a) COMPROVANTE DO(A) CANDIDATO(A) Atesto que o(a) aluno(a): está inscrito(a) no concurso de monitoria 2014/1 da disciplina de: ( ) Anatomia Humana Porto Nacional, de de Assinatura do(a) funcionário(a) do ITPAC/Porto.

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. Rua Antonio Ayres Primo, 2398 Centro Porto Nacional TO CEP 77.500-000 ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. Fone: 07

Leia mais

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. 07 - Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone: (63) 3363 9600 - CNPJ

Leia mais

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos INSTITUTO TOCANTINENSE PRES. ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02, Qd. 07 - Jardim dos Ypês Centro Porto Nacional-TO CEP 77.500-000 CX Postal 124 Fone: (63) 3363-9600

Leia mais

FAPAC Faculdade Presidente Antonio Carlos. Rua 02, Qd. 07 Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000

FAPAC Faculdade Presidente Antonio Carlos. Rua 02, Qd. 07 Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 FAPAC Faculdade Presidente Antonio Carlos ITPAC INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02, Qd. 07 Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone: (63) 3363-9600 CNPJ 10.261.569/0001-64

Leia mais

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. 07 - Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone: (63) 3363 9600 - CNPJ

Leia mais

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no Of Circular /2011 FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. 07 - Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone:

Leia mais

EDITAL Nº 85/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIM 2015/1

EDITAL Nº 85/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIM 2015/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA Av. NS 15, 109 Norte, sala 219, Bloco IV 77001-090 Palmas/TO

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA DOS CURSOS SUPERIORES

REGULAMENTO DA MONITORIA DOS CURSOS SUPERIORES REGULAMENTO DA MONITORIA DOS CURSOS SUPERIORES Considerando o artigo 84 da LDB nº 9.394/96 o qual estabelece que: Os discentes da educação superior poderão ser aproveitados em tarefas de ensino e pesquisa

Leia mais

UNIFRAN Universidade de Franca PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 2/2015

UNIFRAN Universidade de Franca PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 2/2015 UNIFRAN Universidade de Franca PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 2/2015 PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA A Pró-Reitora de Graduação, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o disposto

Leia mais

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL FACULDADE UNIGRAN CAPITAL PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA ACADÊMICA DE ENSINO E EXTENSÃO PARA OS CURSOS SUPERIORES DA FACULDADE UNIGRAN CAPITAL NA CATEGORIA DE MONITOR VOLUNTÁRIO PARA O 2016.1. EDITAL

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS 1. Possibilitar o crescimento acadêmico de alunos do Curso, tanto do Aluno/Monitor quanto dos alunos por ele assistidos; 2. Oferecer

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA no. 01/2014

EDITAL DE MONITORIA no. 01/2014 EDITAL DE MONITORIA no. 01/2014 Dispõe sobre o procedimento de seleção de alunos ao Programa de Monitoria do Curso de Administração da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Contagem e dá outras providências.

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO EXECUTIVO TRILÍNGUE DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE SECRETARIADO

Leia mais

EDITAL Nº 05 - /2014 FATEPI INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PRIMO

EDITAL Nº 05 - /2014 FATEPI INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PRIMO Faculdade de Tecnologia do Piauí FATEPI Qualidade em Educação DIRETORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE PESQUISA Rua 1º de Maio Nº 2235/N Bairro Primavera Teresina PI Brasil Fone:(86) 2107-2200 Site: www.faespicom.br

Leia mais

NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO

NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO Art. 1º A monitoria é uma atividade acadêmica, no âmbito da graduação, que pretende oferecer ao aluno experiência de iniciação à docência. 1º A monitoria

Leia mais

Programa de Atividades de Monitoria

Programa de Atividades de Monitoria Programa de Atividades de Monitoria CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS DA MONITORIA Art. 1º A atividade de monitoria é desenvolvida por discentes para aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem,

Leia mais

www.queroserprofessor.

www.queroserprofessor. www.queroserprofessor. Documento Revisado em março de 2011 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. O QUE É A MONITORIA? 3. OBJETIVOS DA MONITORIA 4. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA MONITORIA 5. INSCRIÇÃO 6. ATRIBUIÇÕES

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA FACIIP REGULAMENTO

PROGRAMA DE MONITORIA FACIIP REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA FACIIP REGULAMENTO Capitulo I Do Programa Art.1 O presente regulamento do Programa de Monitoria estabelece as regras para o exercício da monitoria por alunos regularmente matriculados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Projeto Monitoria CAp 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Projeto Monitoria CAp 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO Projeto Monitoria CAp 2014 1. Definição O Projeto Monitoria CAp é uma ação institucional que abre mais um espaço de aprendizagem

Leia mais

CAPACITAÇÃO DE EGRESSOS PARA DOCENTES - CAED

CAPACITAÇÃO DE EGRESSOS PARA DOCENTES - CAED CAPACITAÇÃO DE EGRESSOS PARA DOCENTES - CAED Edital N 004/2014 1ª EDIÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO a. Capacitação de Egressos para Docência CAED é um programa para preparação didático/pedagógica de possíveis docentes,

Leia mais

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução UnC- CONSEPE 099/2004 e as disposições em contrário.

Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogada a Resolução UnC- CONSEPE 099/2004 e as disposições em contrário. RESOLUÇÃOUnC-CONSEPE018/209 Aprova Regulamento do Programa de Monitoria, para a Universidade do Contestado UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés Regulamento do Programa de Monitoria para os cursos de Graduação A Monitoria é uma atividade Acadêmica dos cursos de Graduação que visa dar oportunidade de aprofundamento vertical de estudos em alguma

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE MONITORIA DA UFPel CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

NORMAS DO PROGRAMA DE MONITORIA DA UFPel CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES NORMAS DO PROGRAMA DE MONITORIA DA UFPel CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Programa de Monitoria, vinculado à Seção de Apoio Estudantil da Coordenadoria de Assuntos Estudantis e Comunitários,

Leia mais

RESOLUÇÃO 04/2001 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Art. 1º - Fixar normas para o Funcionamento do Programa de Bolsas de Monitoria na UESB.

RESOLUÇÃO 04/2001 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Art. 1º - Fixar normas para o Funcionamento do Programa de Bolsas de Monitoria na UESB. Dispõe sobre o Programa de Bolsa de Monitoria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB, revogando as disposições em contrário, em especial as Resoluções CONSEPE/UESB 18/94 e 48/97. O Conselho

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012 Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Alterada pela

Leia mais

Curso de Administração

Curso de Administração EDITAL Nº 64, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2015. A DIRETORA DO CÂMPUS DE PARANAÍBA, da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais; e considerando a Resolução COEG nº

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA EM CURSOS SUPERIORES E SUBSEQUENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS OSÓRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 008/2004 - CONSUNIV

RESOLUÇÃO Nº 008/2004 - CONSUNIV RESOLUÇÃO Nº 008/2004 - CONSUNIV Cria o Programa de Monitoria e dá outras providências. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO, no uso de suas atribuições

Leia mais

NUCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO - NUPE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC REGULAMENTO/2015

NUCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO - NUPE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC REGULAMENTO/2015 NUCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO - NUPE PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC REGULAMENTO/2015 Este Regulamento tem por objetivo organizar e regulamentar as propostas, atividades, projetos e/ou programas

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA

REGULAMENTO DA MONITORIA REGULAMENTO DA MONITORIA FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC SUMÁRIO TÍTULO I... 1 DA MONITORIA... 1 CAPÍTULO I... 1 DA CARACTERIZAÇÃO... 1 CAPÍTULO II... 2 DOS OBJETIVOS... 2 CAPÍTULO III... 2 DO

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012 Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal de Santa

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Formação de Professores

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA Centro de Formação de Professores EDITAL No. 012/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) UFRB A Universidade Federal do

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E OBJETIVOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA A Faculdade Raimundo Marinho FRM, em conformidade com a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional e em consonância

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL MONITORIA

REGULAMENTO INSTITUCIONAL MONITORIA UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE MONITORIA São Paulo 2010 CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DO IFMS Campo Grande - MS 2014 PROGRAMA DE MONITORIA DO IFMS Capítulo I DA APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente Programa estabelece as finalidades, objetivos, atribuições e normas para

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EDITAL N o 03/2009

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EDITAL N o 03/2009 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFCO E TECNOLÓGICO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 12/2015, DE 13 DE OUTUBRO DE 2015, DO COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, REDE E-TEC BRASIL

EDITAL Nº 12/2015, DE 13 DE OUTUBRO DE 2015, DO COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, REDE E-TEC BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA REDE E-TEC BRASIL COORDENADORIA DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015 EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015 VAGAS: 06 (quatro) vagas Público Alvo: Alunos regularmente matriculados no curso de

Leia mais

EDITAL MONITORIA 2011

EDITAL MONITORIA 2011 EDITAL MONITORIA 2011 Edital de Seleção para o Programa de Monitoria Acadêmica do Curso de Nutrição da Faculdade Metropolitana de Manaus- FAMETRO Nº. 01/2011. A Direção Geral da Faculdade Metropolitana

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS PARA A ESCOLA DE AGRÁRIAS 2015/02

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS PARA A ESCOLA DE AGRÁRIAS 2015/02 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS PARA A ESCOLA DE AGRÁRIAS 2015/02 A Direção Geral da Faculdade Católica do Tocantins, no uso de suas atribuições faz saber

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO 2008 (mestrado)

PROCESSO DE SELEÇÃO 2008 (mestrado) EDITAL nº 01/2008 PROCESSO DE SELEÇÃO 2008 (mestrado) A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação e a Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia (PPGQB), com área de concentração

Leia mais

EDITAL COPE/PROME/NUPEX/FAMAZ 2015-2B-ENGENHARIA CIVIL CONCESSÃO DE VAGAS NO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA DE ENSINO (PROME)

EDITAL COPE/PROME/NUPEX/FAMAZ 2015-2B-ENGENHARIA CIVIL CONCESSÃO DE VAGAS NO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA DE ENSINO (PROME) FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZÔNIA - FAMAZ NÚCLEO GESTOR DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPEX COORDENADORIA DE PESQUISA - COPE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA DE ENSINO - PROME EDITAL COPE/PROME/NUPEX/FAMAZ

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram

Leia mais

UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA

UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA Sumário Estrutura da Monitoria... 1 Edital de Convocação 2007... 5 Anexo

Leia mais

FADITU. Núcleo de Pós-Graduação e Extensão

FADITU. Núcleo de Pós-Graduação e Extensão A Coordenação do Curso de Direito do no uso de suas atribuições, propõe ao corpo discente o seguinte: EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORES DE DISCIPLINAS 2012 - NPGE DAS DISCIPLINAS E ATIVIDADES DISPONIBILIZADAS

Leia mais

EDITAL Abertura de Processo Seletivo

EDITAL Abertura de Processo Seletivo EDITAL Abertura de Processo Seletivo Projeto de Iniciação Científica das Faculdades Integradas Campo-grandenses (FIC) Dispõe sobre as normas para o processo de chamada de propostas de projetos de iniciação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA CURSO DE FISIOTERAPIA SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 01/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA CURSO DE FISIOTERAPIA SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 01/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA CURSO DE FISIOTERAPIA SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 01/2015 O Curso de Fisioterapia comunica que estão abertas as inscrições para Seleção de Monitores

Leia mais

SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR FACULDADE REDENTOR 2º EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS 2015-01

SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR FACULDADE REDENTOR 2º EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS 2015-01 2º EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS 2015-01 Pelo presente edital ficam estabelecidas as regras para as vaga de monitorias, disponíveis nas seguintes áreas para atuação na Faculdade Redentor: Remuneradas

Leia mais

FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009

FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009 ASSOCIAÇÃO LENÇOENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA - ALEC FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009 Usando as atribuições que lhe confere o regimento

Leia mais

1. PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 03 a 09 de Setembro de 2013, das 08h às12h e das 13h às 16h.

1. PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 03 a 09 de Setembro de 2013, das 08h às12h e das 13h às 16h. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE A Direção Geral do Campus de Maracanaú, através da Coordenação Local do Pronatec no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

EDITAL INTERNO 005/2016

EDITAL INTERNO 005/2016 EDITAL INTERNO 005/2016 Dispõe sobre a seleção de candidatos à monitoria para o 1º semestre de 2016 na. O Diretor da, de acordo com o aprovado pela Congregação, faz publicar o presente edital para o processo

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015. 1.1. A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 002/2015. 1.1. A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7020 dpag.prograd@ufabc.edu.br EDITAL

Leia mais

FACAM FACULDADE DO MARANHÃO SOMAR SOCIEDADE MARANHENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA CNPJ 04.855.275/0001-68 GRADUAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO ENSINO A DISTÂNCIA

FACAM FACULDADE DO MARANHÃO SOMAR SOCIEDADE MARANHENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA CNPJ 04.855.275/0001-68 GRADUAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO ENSINO A DISTÂNCIA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 01/2015 ABERTURA DE CONCURSO INTERNO PARA PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA A Faculdade do Maranhão - FACAM, através da Coordenação do curso de Administração,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA 2013.1 A Faculdade Unida da Paraíba, mantida pela Sociedade Paraibana de Educação e Cultura ASPEC com sede em João Pessoa, PB, torna públicas as regras de funcionamento do sistema de Monitoria no Curso de Graduação,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE CULTURA EDITAL Nº 11/2014/PROCULT

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE CULTURA EDITAL Nº 11/2014/PROCULT EDITAL Nº 11/2014/PROCULT SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESPORTE NO ÂMBITO DA - 2015 A Pró-Reitoria de Cultura torna pública a abertura das inscrições destinadas a selecionar estudantes

Leia mais

Faculdade Batista de Minas Gerais. Curso de Direito. Edital de Monitoria No. 1/2014.2. AGOSTO de 2014

Faculdade Batista de Minas Gerais. Curso de Direito. Edital de Monitoria No. 1/2014.2. AGOSTO de 2014 Faculdade Batista de Minas Gerais Curso de Direito Edital de Monitoria No. 1/2014.2 AGOSTO de 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE BATISTA DE MINAS

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTOS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTOS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE PEDAGOGIA REGULAMENTOS DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades Complementares

Leia mais

MANUAL DE MONITORIA ACADÊMICA DA FESAR

MANUAL DE MONITORIA ACADÊMICA DA FESAR MANUAL DE MONITORIA ACADÊMICA DA FESAR Elaborado por: Georgia Miranda Tomich Coordenadora de Pesquisa e Extensão da FESAR Redenção 2014 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...3 JUSTIFICATIVA...3 PROGRAMA DE MONITORIA...4

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 - PROCIENT

EDITAL Nº 001/2015 - PROCIENT FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE - FACDO NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO NUPEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROCIENT FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE Rua Santa Cruz, 557. Centro - 77804-090

Leia mais

FACULDADE DE VETERINÁRIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA

FACULDADE DE VETERINÁRIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA FACULDADE DE VETERINÁRIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS E NÃO-BOLSISTAS PROPET SUSTENTABILIDADE EM MEDICINA VETERINÁRIA 3/2014 O PROPET Sustentabilidade em Medicina

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Administração é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

EDITAL Nº 09, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015 PROGRAMA DE MONITORIA

EDITAL Nº 09, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015 PROGRAMA DE MONITORIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE ENSINO COMISSÃO GESTORA DO PROGRAMA DE MONITORIA EDITAL Nº 09, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015

Leia mais

CCS - CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 017/2016

CCS - CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 017/2016 Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência Tecnologia e Educação Superior Fundação Universidade Estadual do Ceará - FUNECE Centro de Ciências da Saúde - CCS CCS - CHAMADA PÚBLICA DE SELEÇÃO Nº 017/2016

Leia mais

EDITAL 007/2014-PIBID-Inglês/UFRR Boa Vista, 01 de setembro de 2014.

EDITAL 007/2014-PIBID-Inglês/UFRR Boa Vista, 01 de setembro de 2014. EDITAL 007/2014-PIBID-Inglês/UFRR Boa Vista, 01 de setembro de 2014. PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE PIBID / UFRR A Universidade Federal de Roraima UFRR, por meio

Leia mais

EDITAL PARA MONITORIA PERÍODO DE MARÇO DE 2015 A JULHO DE 2015

EDITAL PARA MONITORIA PERÍODO DE MARÇO DE 2015 A JULHO DE 2015 EDITAL PARA MONITORIA PERÍODO DE MARÇO DE 2015 A JULHO DE 2015 A pró-reitora do UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que as inscrições para o concurso interno de monitoria

Leia mais

Universidade de Brasília FACE - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Economia Programa de Pós-Graduação

Universidade de Brasília FACE - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Economia Programa de Pós-Graduação Regulamento do Programa de Pós-Graduação do Departamento de Economia Aprovado pelo Colegiado de Pós-Graduação em 17/02/2009 Título I Disposições Gerais Art. 1º Art. 2º Art. 3º O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL Nº 16/2015. 2.1. A atividade de monitoria acadêmica na graduação em 2015 será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 16/2015. 2.1. A atividade de monitoria acadêmica na graduação em 2015 será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4996.7983 gabinete.prograd@ufabc.edu.br

Leia mais

Regulamento de Monitoria

Regulamento de Monitoria Regulamento de Monitoria REGULAMENTO DE MONITORIA CAPÍTULO I Da Monitoria Art. 1º - A monitoria é uma atividade acadêmica auxiliar a docência que é exercida por alunos regularmente matriculados, na Escola

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ UNESPAR PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ UNESPAR PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL 004/2015 PIBID/UNESPAR ABERTURA DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS DE Paranavaí- FAFIPA, NA ÁREA DE LETRAS, PARA ATUAR COMO BOLSISTA NO PIBID - À DOCÊNCIA

Leia mais

EDITAL Nº 88/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIMI 2015/2

EDITAL Nº 88/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIMI 2015/2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA Av. NS 15, 109 Norte, sala 219, Bloco IV 77001-090 Palmas/TO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA E NÃO-BOLSISTAS PROGRAMA PET

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA E NÃO-BOLSISTAS PROGRAMA PET EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA E NÃO-BOLSISTAS PROGRAMA PET São João Del-Rei, 15 de março de 2012. O Grupo PET - Ciências Humanas, Estética e Artes torna público o presente edital de seleção de Bolsistas

Leia mais

EDITAL PROGRAD/PIBID Nº 026/2014 SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

EDITAL PROGRAD/PIBID Nº 026/2014 SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EDITAL PROGRAD/PIBID Nº 026/2014 SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA 1. APRESENTAÇÃO 1.1. A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal do Acre - UFAC, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ENSINO MÉDIO RIBEIRÃO PRETO 2013 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Aluno: RA: Ano/semestre: Período letivo: 2 SUMÁRIO ORIENTAÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Engenharia Mecânica é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO (lato sensu) CAPITULO I DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS DOS CURSOS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO (lato sensu) CAPITULO I DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS DOS CURSOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA R E I T O R I A Rua Esmeralda, 430-97110-060 Faixa Nova Camobi Santa

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016

EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 EDITAL SELEÇÃO DE ESTUDANTES DA UNOESTE PARA O PROGRAMA DE BOLSAS IBERO AMERICANAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL SANTANDER UNIVERSIDADES 2016 PROGRAMA DE CONCESSÃO DE BOLSAS IBERO- AMERICANAS PARA ESTUDANTES

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE SOLICITAÇÃO DE BENEFÍCIO PROSUP/CAPES MESTRADO EM DIREITO - 1º SEMESTRE/2014

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE SOLICITAÇÃO DE BENEFÍCIO PROSUP/CAPES MESTRADO EM DIREITO - 1º SEMESTRE/2014 EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE SOLICITAÇÃO DE BENEFÍCIO PROSUP/CAPES MESTRADO EM DIREITO - 1º SEMESTRE/2014 1. A Coordenação do Programa de Pós-graduação em Direito (Mestrado) da Universidade de Marília - UNIMAR,

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO Justificativa Conforme consta nas leis de 2004 e 2005, parecer CNE/CES Nºs: 210/2004, e 023/2005, um curso de graduação em Administração desenvolve-se

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CIM

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CIM SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CIM Edital nº.02 de 30, de junho de 2014. A COORDENAÇÃO DA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE

Leia mais

Processo Seletivo para Monitoria. Edital n o 10/2014

Processo Seletivo para Monitoria. Edital n o 10/2014 Processo Seletivo para Monitoria Edital n o 10/2014 A Direção da FACULDADE DE CASTANHAL - FCAT, mantida pelas Faculdades Integradas de Castanhal Ltda., no uso de suas atribuições, de acordo com seu regimento

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2015/1. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM PESQUISA AÇÃO PARA A MELHORIA NA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA - FAPEAL /CAPES/ UNEAL

PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM PESQUISA AÇÃO PARA A MELHORIA NA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BÁSICA - FAPEAL /CAPES/ UNEAL ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82) 3521-3379. E-mail: propep@uneal.edu.br PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES EM

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e revoga as Resoluções CONSEPE nº 09/2013; 10/2014

Leia mais

EDITAL Nº 024/2014 PRAP PREENCHIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO

EDITAL Nº 024/2014 PRAP PREENCHIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO EDITAL Nº 024/24 PRAP PREENCHIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO O Pró-Reitor de Administração e Planejamento da Fundação Universidade do Contestado FUnC, no uso de suas atribuições torna publico, para conhecimento

Leia mais

EDITAL 2 / 2015 DO PET ODONTOLOGIA SELEÇÃO DE NOVOS INTEGRANTES

EDITAL 2 / 2015 DO PET ODONTOLOGIA SELEÇÃO DE NOVOS INTEGRANTES EDITAL 2 / 2015 DO PET ODONTOLOGIA SELEÇÃO DE NOVOS INTEGRANTES O tutor do Programa de Educação Tutorial - PET, do Curso de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições

Leia mais

NORMAS PARA EXECUÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO

NORMAS PARA EXECUÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO NORMAS PARA EXECUÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º A presente Resolução fixa as normas para o funcionamento do Programa de Bolsa de Extensão.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CIM

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CIM SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO INSTITUCIONAL DE MONITORIA CIM Edital nº. 1 de 28 de janeiro de 2015. A COORDENAÇÃO DA COMISSÃO INSTITUCIONAL DE

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades Complementares constituem ações a serem desenvolvidas ao longo do curso, criando

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTAGIÁRIOS CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ E D I T A L Nº 008/2015

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTAGIÁRIOS CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ E D I T A L Nº 008/2015 SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTAGIÁRIOS CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ E D I T A L Nº 008/2015 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A Fundação Santo André, mantenedora do Centro Universitário da Fundação

Leia mais

Edital 04/2014 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas

Edital 04/2014 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas Edital 04/2014 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação torna público o presente Edital de chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas do

Leia mais

Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-Reitoria Acadêmica

Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-Reitoria Acadêmica Centro Universitário do Vale do Ipojuca UNIFAVIP DeVry Pró-Reitoria Acadêmica PROGRAMA DE MONITORIA 2016.1 EDITAL Nº 07/2015 DE 23 DE OUTUBRO DE 2015 A Pró-Reitoria Acadêmica torna público que, no período

Leia mais

Mais informações podem ser obtidas na Coordenação do curso.

Mais informações podem ser obtidas na Coordenação do curso. MANUAL DE MONITORIA O IBES tem interesse em gerar recursos humanos de qualidade entre seus próprios alunos para, no futuro, atuarem em função docente. Para tanto, mantém um programa de monitoria junto

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades Complementares constituem ações a serem desenvolvidas ao longo do curso, criando

Leia mais

CONSIDERANDO a Portaria MEC nº 4.059, de 24/11/2004;

CONSIDERANDO a Portaria MEC nº 4.059, de 24/11/2004; Resolução nº 004/2015. Altera o Regulamento das Disciplinas Interativas nos cursos de graduação reconhecidos, do Sistema de Ensino Presencial, ofertadas no Centro Universitário Cândido Rondon UNIRONDON.

Leia mais

EDITAL PROGRAD Nº 05/2014

EDITAL PROGRAD Nº 05/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL PROGRAD

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Instrução normativa Nº 01/2011 Revoga a Instrução Normativa N 02/2008 da comissão

Leia mais

Faculdade Batista de Minas Gerais. Curso de Direito Manual Monitoria Nº 01/2016.01

Faculdade Batista de Minas Gerais. Curso de Direito Manual Monitoria Nº 01/2016.01 Faculdade Batista de Minas Gerais Curso de Direito Manual Monitoria Nº 01/2016.01 1. Dos Objetivos da Monitoria 1.1. Despertar o interesse pela pesquisa científica e pelas rotinas do trabalho docente.

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL - N.º 084/2015 O Professor Miguel Archanjo de Freitas Júnior, Pró-Reitor de Graduação da Universidade Estadual de Ponta Grossa, no uso de suas atribuições, tendo em vista

Leia mais

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO Campus V Regulamento Interno de Estágio Supervisionado e ou Trabalho Pedagógico Supervisionado FAN-CEUNSP-SALTO -Campus V O presente

Leia mais