REGULAMENTO ICATU SEG APOSENTADORIA US INDEX FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF Nº /

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO ICATU SEG APOSENTADORIA US INDEX FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF Nº 20.155.991/0001-99"

Transcrição

1 REGULAMENTO ICATU SEG APOSENTADORIA US INDEX FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF Nº / CAPÍTULO I - FUNDO Artigo 1º O ICATU SEG APOSENTADORIA US INDEX FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO ( FUNDO ), é uma comunhão de recursos destinados à aplicação em ativos financeiros disponíveis no âmbito do mercado financeiro e de capitais, constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo indeterminado de duração, regido por este Regulamento e pelas disposições legais e regulamentares que lhe forem aplicáveis. CAPÍTULO II PÚBLICO ALVO Artigo 2º - O FUNDO destina-se exclusivamente a receber aplicações de fundos de investimento, administrados pelo ADMINISTRADOR, os quais recebem investimentos provenientes das reservas, provisões e fundos de planos PGBL Plano Gerador de Benefício Livre e de planos VGBL Vida Gerador de Benefício Livre instituídos pela Icatu Seguros S.A., doravante designado COTISTA, e será regido pelas normas da Comissão de Valores Mobiliários - CVM aplicáveis aos fundos de investimentos, pela Resolução nº 226/2010 do Conselho Nacional de Seguros Privados CNSP, pela Resolução nº 3.308/05 do Conselho Monetário Nacional - CMN ( Resolução CMN 3308/2005 ) e pelas Circulares nº 338/07 e 339/07 da Superintendência de Seguros Privados SUSEP, no que expressamente previsto neste Regulamento. Artigo 3º O COTISTA é considerado investidor profissional, conforme legislação vigente. CAPÍTULO III - OBJETIVO Artigo 4º O objetivo do FUNDO é, a longo prazo, buscar a valorização dos capitais investidos pelos cotistas através do investimento no mercado de renda variável, visando gerar retornos compatíveis com o índice "S&P500 - Standard & Poor s 500" ( Índice S&P ). CAPÍTULO IV - POLÍTICA DE INVESTIMENTO Artigo 5º - No mercado de renda variável, o FUNDO realizará operações com derivativos na BM&FBovespa, envolvendo contratos futuros referenciados ao índice "S&P500 - Standard & Poor s 500".

2 Artigo 6º - O ADMINISTRADOR poderá investir em títulos públicos federais, cotas de fundos de investimento (FIs), cotas de fundos de investimento em cotas (FICs), ativos financeiros emitidos por pessoas juridicas de direito privado e operações compromissadas com lastro em títulos públicos federais. Parágrafo 1º O FUNDO poderá realizar aplicações em quaisquer ativos ou modalidades operacionais de responsabilidade de pessoas jurídicas de direito privado que, em seu conjunto, não exceda o percentual de 50% (cinquenta por cento) de seu patrimônio líquido. Parágrafo 2º - É vedado ao FUNDO investir em: (a) ativos financeiros de emissão do ADMINISTRADOR; e (b) ativos financeiros emitidos por pessoas físicas. Artigo 7º - O FUNDO observará os seguintes limites de concentração por emissor: I até 20% (vinte por cento) do patrimônio líquido do FUNDO quando o emissor for instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil; II até 10% (dez por cento) do patrimônio líquido do FUNDO quando o emissor for companhia aberta; III até 10% (dez por cento) do patrimônio líquido do FUNDO quando o emissor for fundo de investimento; e IV não haverá limites quando o emissor for a União Federal. Artigo 8º - Cumulativamente aos limites por emissor, o FUNDO observará os seguintes limites de concentração por modalidades de ativo financeiro: I até 40% (quarenta por cento) do patrimônio líquido do FUNDO, para o conjunto dos seguintes ativos: a) cotas de fundos de investimento registrados com base na Instrução CVM nº 555; b) cotas de fundos de investimento em cotas de fundos de investimento registrados com base na Instrução CVM nº 555; c) cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIDC; d) cotas de Fundos de Investimento em Fundos de Investimento em Direitos Creditórios FIC-FIDC; e) Certificados de Recebíveis Imobiliários CRI; e f) outros ativos financeiros não previstos no inciso II abaixo, desde que permitidos pela legislação. II até 25% (vinte e cinco por cento) do patrimônio líquido do FUNDO para operações compromissadas lastreadas em títulos públicos federais, sendo vedada operações compromissadas com lastro em títulos emitidos por emissores privados. III não haverá limite de concentração por modalidade de ativo financeiro para o investimento em: a) títulos públicos federais; 2

3 b) títulos de emissão ou coobrigação de instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil; c) valores mobiliários diversos daqueles previstos no inciso I, desde que registrados na CVM e objeto de oferta pública de acordo com a Instrução CVM nº 400; e d) contratos derivativos, exceto se referenciados nos ativos listados no inciso I acima. Parágrafo 1º - O FUNDO poderá aplicar até 10% (dez por cento) de seu patrimônio líquido em cotas de fundos de investimentos em direitos creditórios e cotas de fundos de investimentos em cotas de fundos de investimento em direitos creditórios, constituídos sob a forma de condomínio aberto ou fechado, sendo certo que esta aplicação está limitada a 25% (vinte e cinco por cento) do patrimônio líquido do fundo aplicado, caso este seja constituído sob a forma de condomínio fechado. Parágrafo 2º - O percentual máximo de aplicação em cotas de fundos de investimento administrados pelo ADMINISTRADOR, pelo GESTOR ou empresas a eles ligadas será de 80% (oitenta por cento), ressalvando-se caso os mesmos sejam considerados Fundos de Investimento Especialmente Constituídos ( FIE ), nos termos da Resolução do Conselho Monetário Nacional nº 3.308/2005, hipótese em que as aplicações podem ser de 100% (cem por cento) do patrimônio líquido do FUNDO. Parágrafo 3º - O FUNDO pode aplicar, até o limite de 100% (cem por cento) do patrimônio líquido, em um mesmo fundo de investimento, desde que este seja considerado um FIE, nos termos da Resolução CMN 3308/2005. Artigo 9º - É facultado ao FUNDO atuar nos mercados de derivativos, desde que as operações sejam realizadas com finalidade de proteção das posições detidas à vista ( hedge ) ou posicionamento, sendo vedada a alavancagem. Parágrafo 1º - O ADMINISTRADOR poderá realizar operações com instrumentos disponíveis no mercado de derivativos com o objetivo de buscar atrelar, direta ou indiretamente, a rentabilidade dos ativos financeiros do FUNDO à variação da taxa de juros. Parágrafo 2º - O FUNDO pode participar de operações nos mercados de derivativos e de liquidação futura até 1 (uma) vez o seu patrimônio líquido, de acordo com o abaixo descrito: I a operação no mercado de derivativos deve ser realizada exclusivamente para proteção da carteira, podendo, inclusive, realizar operações de síntese de posição do mercado à vista; II a operação no mercado de derivativos não pode gerar, a qualquer tempo, exposição superior a uma vez o respectivo patrimônio líquido; III - a operação no mercado de derivativos não pode gerar, a qualquer tempo e cumulativamente com as posições detidas à vista, exposição superior a uma vez o respectivo patrimônio líquido, por cada fator de risco; IV - a operação no mercado de derivativos não pode ser realizada na modalidade "sem garantia"; e V - não podem ser realizadas operações de venda de opção a descoberto. 3

4 Parágrafo 3º - Para fins do exposto acima, considera-se proteção de carteira a utilização de instrumentos derivativos de hedge com objetivo de redução da exposição a determinados fatores de risco com simultâneo aumento da exposição ao índice de referência da carteira, do FUNDO ou do passivo vinculado ao plano ou seguro, conforme o caso. Artigo 10 - Os investimentos integrantes das carteiras do FUNDO obedecerão, no que couber, aos critérios fixados pelo CMN para aplicação de recursos provenientes das reservas, provisões e fundos de planos PGBL Plano Gerador de Benefício Livre e de planos VGBL Vida Gerador de Benefício Livre instituídos pela Icatu Seguros S.A. Artigo 11 - É vedado ao ADMINISTRADOR contratar operações por conta dos FIEs e do FUNDO que tenham como contraparte quaisquer outros fundos de investimento ou carteiras administradas pelo ADMINISTRADOR. Artigo 12 - É vedado ao FUNDO: a- aplicar em fundos regulados pela Instrução CVM nº 555 cujo regulamento preveja a cobrança de taxa de administração, de performance ou de desempenho; b- aplicar em títulos de emissão e/ou coobrigação do ADMINISTRADOR, do GESTOR, do COTISTA e de seus respectivos controladores, sociedades por eles direta ou indiretamente controladoras e de empresas ligadas ou sociedades sob controle comum; c- realizar operações que tenham como contraparte fundos do ADMINISTRADOR e/ou do GESTOR; d- realizar operações de day-trade, assim consideradas aquelas iniciadas e encerradas em um mesmo dia, com o mesmo ativo financeiro, em que a quantidade negociada tenha sido liquidada, total ou parcialmente; e- realizar operações que tenham como contraparte empresas ligadas ao COTISTA; f- aplicar em ativos financeiros negociados no exterior; g- realizar operações que tenham como contraparte, o COTISTA, o ADMINISTRADOR, o GESTOR, e/ou pessoas ou empresas a eles ligadas, exceto as operações compromissadas destinadas à aplicação, por um único dia, de recursos que não puderam ser alocados em outros ativos, no mesmo dia; h- aplicar em cotas de fundos de investimento imobiliários; i- realizar operações de empréstimo de títulos e valores mobiliários nas posições tomadora e doadora; j- adquirir debêntures de emissão privada. Parágrafo 1º - O FUNDO não pode realizar operações na contraparte da tesouraria do ADMINISTRADOR, GESTOR ou de empresas a eles ligadas. Parágrafo 2º - É vedada a realização de aplicações pelo FUNDO em cotas de fundos de investimento que invistam diretamente no FUNDO. Artigo 13 - No processo de análise e seleção dos ativos financeiros que comporão as respectivas carteiras dos FIEs, após o ADMINISTRADOR ter definido qual a exposição pretendida nos mercados autorizados, o ADMINISTRADOR avalia quais os ativos financeiros que julga mais adequados para implementar essa estratégia, considerando parâmetros tais como os seus prazos, rentabilidade esperada e liquidez. CAPÍTULO V FATORES DE RISCOS Artigo 14 É obrigação do ADMINISTRADOR ser diligente e adotar boas práticas de gestão em relação ao FUNDO. Contudo, a adoção dessas práticas não elimina os riscos inerentes aos diversos mercados em que o FUNDO atua, os riscos inerentes à natureza dos ativos financeiros que compõem a carteira, e, ainda, os riscos inerentes às 4

5 técnicas de investimento utilizadas pelo ADMINISTRADOR na gestão do FUNDO. Assim, os capitais aplicados pelos cotistas podem valorizar-se ou sofrer depreciação no período entre o investimento realizado e o resgate de cotas, podendo haver consequentemente perdas significativas do patrimônio do FUNDO. Parágrafo Único Em virtude de ocorrência de quaisquer riscos que afetem adversamente o patrimônio do FUNDO, especialmente aqueles mencionados e descritos neste Regulamento, não poderá ser imputada ao ADMINISTRADOR qualquer responsabilidade, direta ou indireta, parcial ou total, por eventual depreciação dos ativos financeiros integrantes da carteira do FUNDO, ou por eventuais prejuízos que venham a sofrer os cotistas em caso de liquidação do FUNDO ou resgate de suas cotas, exceto na hipótese de comprovada culpa, dolo ou máfé por parte do ADMINISTRADOR, seus sócios, administradores ou representantes legais, na administração e gestão do FUNDO. Artigo 15 Os principais fatores de risco a que o FUNDO está exposto são: Risco de Mercado é o risco de oscilação diária do valor da cota do FUNDO, em função da oscilação diária dos preços dos ativos negociados nos mercados em que o FUNDO atua. O FUNDO corre Risco de Mercado porque sua carteira é composta, entre outros, por títulos de renda fixa, ações ou índices de ações, operações cambiais e commodities. Os preços destes títulos e operações oscilam em função de vários fatores, podendo causar perdas para a cota do FUNDO, dependendo do seu posicionamento. Dentre estes fatores podemos destacar: i) oscilação das taxas de juros, pois os preços dos títulos constantes da carteira do FUNDO são contabilizados de acordo com as taxas de juros praticadas no dia; ii) oscilação da taxa de câmbio; iii) oscilação dos preços das commodities; iv) oscilação dos preços das ações ou índices de ações. Risco de Liquidez: é o risco de não conseguir vender um determinado título, ou não conseguir se desfazer de uma determinada operação, no momento desejado e por um preço próximo do último preço negociado. Neste caso, o FUNDO pode ser obrigado a vender estes títulos e operações por preços aviltados, causando impacto negativo no valor da cota. O FUNDO corre Risco de Liquidez porque investe em títulos ou operações que, mesmo em condições normais, são pouco negociados no mercado. Além disso, o volume de negociação de títulos e operações pode cair drasticamente em condições de stress de mercado, aumentando o risco de liquidez do FUNDO. Risco de Derivativos: Derivativos são operações que permitem aumentar ou diminuir a exposição ao Risco de Mercado ao qual o FUNDO se expõe, podendo aumentar a volatilidade, limitar ganhos ou não proporcionar os ganhos desejados. O Risco de Derivativos, portanto, é o risco advindo da utilização de derivativos pelo FUNDO. O FUNDO corre o Risco de Derivativos porque utiliza estes instrumentos em sua carteira. Risco de Crédito ou de Contraparte: é o risco de não pagamento de uma obrigação na data acordada, seja por parte do emissor de um título, seja por parte da contraparte de uma operação realizada pelo FUNDO. O FUNDO corre Risco de Crédito ou porque investe parte de sua carteira em títulos emitidos por empresas ou instituições financeiras, que podem não honrar o pagamento de suas obrigações nas datas devidas, ou porque, ao atuar nos mercados de derivativos e operações compromissadas, o FUNDO sujeitar-se-á ao risco da contraparte não honrar seus compromissos. Risco de Concentração: é o risco advindo da concentração da carteira em ativos financeiros emitidos por um número limitado de emissores, ou que pertençam a um número reduzido de setores econômicos, ou ainda da exposição significativa a um determinado emissor/grupo econômico. O FUNDO corre Risco de Concentração porque investe em ativos emitidos por um número bastante limitado de emissores. Esta concentração em ativos de poucos emissores faz o FUNDO correr o risco específico destes emissores e setores econômicos, fazendo com que 5

6 alterações das condições financeiras de uma única companhia ou grupo econômico, ou nas perspectivas de um único setor econômico, possam ter efeitos bastante negativos sobre a performance do FUNDO. O FUNDO pode estar exposto a significativa concentração em ativos financeiros de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Risco de Evento: é o risco de que um único evento, normalmente estranho às atividades normais do emissor do ativo financeiro, possa afetar negativamente a performance do referido ativo. Dentre estes eventos, podemos destacar, entre outros, acidentes naturais, acidentes causados por imperícia, processos judiciais, corrupção. Todos os títulos estão sujeitos a Risco de Evento, razão pela qual este FUNDO corre Risco de Evento. Risco Sistêmico: é aquele se origina de eventos que afetam, com maior ou menor intensidade, os preços de todos os ativos financeiros negociados no mercado. São fontes de Risco Sistêmico mudanças nas condições econômicas nacionais, internacionais, interferências de autoridades governamentais e órgãos reguladores nos mercados, moratórias, alterações da política monetária, dentre outros. O FUNDO corre Risco Sistêmico, na medida em que investe em ativos financeiros sujeitos aos eventos descritos acima. Riscos Operacionais: são aqueles que ocorrem em decorrência de falhas nos processos operacionais, tanto internos quanto de outros participantes do mercado com o qual o FUNDO transaciona, e que podem afetar a aplicação e resgate dos cotistas, bem como a liquidação das operações do FUNDO, podendo acarretar perdas no valor da cota. O FUNDO corre Risco Operacional, na medida em que está sujeito aos riscos descritos acima. Artigo 16 - Com relação à parcela da carteira do fundo destinada ao mercado de ações o FUNDO poderá estar exposto a significativa concentração em ativos financeiros de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Artigo 17 - O FUNDO está sujeito a outros riscos que podem afetar adversamente o seu patrimônio, incluindo, mas não se limitando a, eventual concentração de investimentos em determinado(s) setor(es), e eventual divergência entre a avaliação estimada e teórica do preço dos ativos financeiros do FUNDO e os preços dos referidos ativos financeiros quando de sua efetiva negociação. Artigo 18 Os prejuízos decorrentes dos investimentos serão rateados entre os cotistas na proporção de suas cotas. As aplicações realizadas no FUNDO não contam com a garantia do ADMINISTRADOR ou de outro prestador de serviço do FUNDO, nem do Fundo Garantidor de Créditos - FGC. CAPÍTULO VI - ADMINISTRAÇÃO Artigo 19 - A administração e a gestão do FUNDO serão realizadas pela WESTERN ASSET MANAGEMENT COMPANY DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LIMITADA, sediada na Av. Presidente Juscelino Kubitschek, nº 1.455, 15º andar, conjunto 152, São Paulo SP, inscrita no CNPJ/MF nº / , autorizada a prestar serviço de administração de carteiras de valores mobiliários pela CVM de acordo com o Ato Declaratório CVM nº 8.561, de ( ADMINISTRADOR ). Artigo 20 - Os serviços de custódia dos ativos financeiros integrantes da carteira do FUNDO, de controle e processamento dos ativos financeiros, de tesouraria, e de escrituração da emissão e do resgate de cotas do FUNDO serão realizados pela CITIBANK DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., sediada na Avenida Paulista, n.º 1.111, 2º andar - parte, São Paulo SP, inscrita no CNPJ/MF nº / , autorizada a prestar serviço de custódia fungível de valores mobiliários pela CVM, de acordo com o Ato Declaratório CVM nº 4.384, de ( CUSTODIANTE ). 6

7 CAPÍTULO VII - TAXA DE ADMINISTRAÇÃO E ENCARGOS DO FUNDO Artigo 21 O FUNDO não cobrará taxas de administração e de performance. Artigo 22 O FUNDO não cobrará taxa de ingresso ou de saída. Artigo 23 - A taxa máxima de custódia que pode ser paga pelo FUNDO ao CUSTODIANTE é de 0,02% ao ano, calculada sobre o valor do patrimônio líquido do FUNDO. Artigo 24 - Constituem encargos do FUNDO, as seguintes despesas, que lhe podem ser debitadas diretamente pelo ADMINISTRADOR: (i) taxas, impostos ou contribuições federais, estaduais, municipais ou autárquicas, que recaiam ou venham a recair sobre os bens, direitos e obrigações do FUNDO; (ii) despesas com o registro de documentos em cartório, impressão, expedição e publicação de relatórios e informações periódicas previstos na regulamentação em vigor; (iii) despesas com correspondência de interesse do FUNDO, inclusive comunicações aos cotistas; (iv) honorários e despesas do auditor independente; (v) emolumentos e comissões pagas por operações do FUNDO; (vi) honorários de advogado, custas e despesas processuais correlatas, incorridas em razão de defesa dos interesses do FUNDO, em juízo ou fora dele, inclusive o valor da condenação imputada ao FUNDO, se for o caso; (vii) parcela de prejuízos não coberta por apólices de seguro e não decorrente diretamente de culpa ou dolo dos prestadores dos serviços de administração no exercício de suas respectivas funções; (viii) despesas relacionadas, direta ou indiretamente, ao exercício de direito de voto decorrente dos ativos financeiros do FUNDO; (ix) despesas com custódia e liquidação de operações com ativos financeiros; (x) despesas com fechamento de câmbio, vinculadas às suas operações ou com certificados ou recibos de depósito de valores mobiliários; e (xi) as taxas de administração e de performance. Parágrafo Único - Quaisquer despesas não previstas como encargos do FUNDO, correm por conta do ADMINISTRADOR, devendo ser por ele contratadas. CAPÍTULO VIII - EMISSÃO E RESGATE DAS COTAS Artigo 25 - O valor da cota é: (a) calculado e divulgado diariamente, considerando apenas os dias úteis; e (b) resultante da divisão do valor do patrimônio líquido pelo número de cotas do FUNDO, apurados, ambos, no encerramento do dia, assim considerado o horário de fechamento dos mercados em que o FUNDO atue. Artigo 26 As solicitações de aplicação e resgate deverão ser realizadas em dias úteis, obedecendo-se o horário previsto no Formulário de Informações Complementares. Parágrafo 1º - Nos dias de feriados na Cidade e/ou no Estado de São Paulo ou nos dias em que as praças onde estão localizados os mercados em que são negociados os ativos integrantes da carteira do FUNDO não estiverem em funcionamento, o ADMINISTRADOR não acatará pedidos de aplicação de recursos no FUNDO e/ou de resgate de suas cotas, independentemente da praça em que os cotistas estiverem localizados. 7

8 Parágrafo 2º - Em dias de feriados de âmbito estadual ou municipal em outras localidades que não aquelas indicadas acima, os cotistas não poderão efetuar aplicações de recursos no FUNDO mediante débito em suas respectivas contas correntes ou conta investimento mantidas em agências bancárias abrangidas pelo feriado. Os pedidos de resgates, entretanto, serão acatados e processados normalmente, embora o crédito dos recursos referente ao resgate de cotas do FUNDO, nas localidades abrangidas pelo feriado, somente seja efetivado quando as agências bancárias estiverem em funcionamento nessas localidades. Artigo 27 - Na emissão das cotas do FUNDO deve ser utilizado o valor da cota do próprio dia da efetiva disponibilidade, pelo ADMINISTRADOR ou intermediários contratados, dos recursos investidos (D+0). Parágrafo Único - A integralização do valor das cotas do FUNDO deve ser realizada em moeda corrente nacional. Artigo 28 As cotas do FUNDO poderão ser resgatadas a qualquer tempo com rendimento, ressalvado o disposto neste capítulo. Artigo 29 Para efeito de resgates, as cotas serão convertidas com base no valor apurado no próprio dia do recebimento do respectivo pedido, pelo ADMINISTRADOR ou intermediários contratados (D+0). Artigo 30 - O pagamento do resgate será efetuado em moeda corrente nacional, no 1º (primeiro) dia útil seguinte ao da conversão de cotas (D+1). Artigo 31 - Em casos excepcionais de iliquidez dos ativos financeiros componentes da carteira do FUNDO, inclusive em decorrência de pedidos de resgates incompatíveis com a liquidez existente, ou que possam implicar alteração do tratamento tributário do FUNDO ou do conjunto dos cotistas, em prejuízo destes últimos, o ADMINISTRADOR poderá declarar o fechamento do FUNDO para a realização de resgates, devendo observar e cumprir todos os procedimentos estabelecidos na legislação em vigor. Artigo 32 - É facultado ao ADMINISTRADOR suspender, a qualquer momento, novas aplicações no FUNDO, desde que tal suspensão se aplique indistintamente a novos investidores e cotistas atuais, sendo que a suspensão do recebimento de novas aplicações em um dia não impede a reabertura posterior do FUNDO para aplicações. Artigo 33 As cotas do FUNDO são os ativos garantidores das provisões, reservas e fundos de planos previdenciários, devendo estar, permanentemente, vinculadas ao órgão executivo do Sistema Nacional de Seguros Privados, não podendo ser gravadas sob qualquer forma ou oferecidas como garantia para quaisquer outros fins. Parágrafo Único - As cotas do FUNDO não podem ser objeto de cessão ou transferência. CAPÍTULO IX POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES Artigo 34 - Para o atendimento ao cotista, tais como esclarecimento de dúvidas, recebimento de solicitações, sugestões e reclamações, e obtenção de informações do FUNDO, inclusive referentes a exercícios anteriores, entre as quais resultados, demonstrações contábeis, relatórios do ADMINISTRADOR e demais documentos pertinentes que tenham sido divulgados ou elaborados por força de disposições regulamentares aplicáveis, o cotista poderá entrar em contato com o SAC Serviço de Atendimento ao Cliente/Cotista por meio dos seguintes canais: 1) telefone (11) , em dias úteis, das 9h às 18h; 2) website Seção Fale Conosco; ou 3) correspondência para Av. Presidente Juscelino Kubitschek, n.º 1.455, 15º andar, conjunto 152, São Paulo 8

9 SP, CEP Caso a solução apresentada pelo SAC não tenha sido satisfatória, o cotista poderá acessar a Ouvidoria da pelos seguintes canais: 1) telefone (11) , em dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 18h; 2) website 3) ou 4) correspondência para Av. Presidente Juscelino Kubitschek, nº 1.455, 15º andar, conjunto 152, São Paulo SP, CEP Artigo 35 - As informações ou documentos para os quais a norma expedida pela CVM exija a comunicação, acesso, envio, divulgação ou disponibilização, inclusive a convocação de Assembleia Geral de Cotistas, podem ser comunicados, enviados, divulgados ou disponibilizados aos cotistas, ou por eles acessados, por meio de canais eletrônicos ou por outros meios expressamente previstos na norma expedida pela CVM, incluindo a rede mundial de computadores. CAPÍTULO X DISTRIBUIÇÃO DE RESULTADOS DO FUNDO Artigo 36 O FUNDO não pagará diretamente aos cotistas as quantias que lhes forem atribuídas, tais como rendimentos e dividendos, distribuídos pelos emissores de títulos e valores mobiliários que integrem a carteira do FUNDO, devendo ser as referidas quantias necessariamente reinvestidas pelo FUNDO. CAPÍTULO XI - DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 37 - O exercício social do FUNDO tem início em primeiro de abril de cada ano e término em trinta e um de março do ano subsequente. Artigo 38 - Fica eleito o foro da cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, com expressa renúncia de qualquer outro, para ações ou processos judiciais relativos ao FUNDO ou a questões decorrentes deste Regulamento. Regulamento em vigor a partir de

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO.

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Cambial Dólar, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento

Leia mais

ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO

ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO.

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Ações CAIXA Brasil Ibovespa, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo

Leia mais

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e pessoas jurídicas privadas e públicas, doravante designados, Cotista.

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e pessoas jurídicas privadas e públicas, doravante designados, Cotista. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Premium Renda Fixa Referenciado DI Longo Prazo, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento

Leia mais

REGULAMENTO DO SANTANDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO INTELIGENTE RENDA FIXA CURTO PRAZO CNPJ/MF n.º 02.908.

REGULAMENTO DO SANTANDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO INTELIGENTE RENDA FIXA CURTO PRAZO CNPJ/MF n.º 02.908. O presente Regulamento é parte integrante da Ata de Assembleia Geral de Cotistas do Santander Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Inteligente Curto Prazo, realizada em 29 de abril

Leia mais

ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 11.039.

ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 11.039. ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF 11.039.121/0001-63 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI.

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO

PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA RENDA FIXA ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

NÃO HÁ GARANTIA DE QUE ESTE FUNDO TERÁ O TRATAMENTO TRIBUTÁRIO PARA FUNDOS DE LONGO PRAZO.

NÃO HÁ GARANTIA DE QUE ESTE FUNDO TERÁ O TRATAMENTO TRIBUTÁRIO PARA FUNDOS DE LONGO PRAZO. PROSPECTO WESTERN ASSET SOVEREIGN II SELIC REFERENCIADO FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ/MF Nº 07.892.335/0001-00 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO

Leia mais

REGULAMENTO DO BNB BTG PACTUAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO AÇÕES DIVIDENDOS CNPJ: 18.098.502/0001-62 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BNB BTG PACTUAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO AÇÕES DIVIDENDOS CNPJ: 18.098.502/0001-62 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BNB BTG PACTUAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO AÇÕES DIVIDENDOS CNPJ: 18.098.502/0001-62 CAPÍTULO I DO FUNDO Art. 1º - O BNB BTG PACTUAL FUNDO DE INVESTIMENTO EM

Leia mais

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 00.071.477/0001-68 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 00.071.477/0001-68 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 00.071.477/0001-68 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

ALFA SPECIAL - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES. CNPJ nº 00.575.922/0001-27 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO

ALFA SPECIAL - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES. CNPJ nº 00.575.922/0001-27 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO ALFA SPECIAL - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ nº 00.575.922/0001-27 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA SPECIAL - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES ( FUNDO ), é um fundo de investimento constituído

Leia mais

ALFA ORBIS DI FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO LONGO PRAZO. CNPJ nº 02.733.802/0001-36 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO

ALFA ORBIS DI FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO LONGO PRAZO. CNPJ nº 02.733.802/0001-36 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO CNPJ nº 02.733.802/0001-36 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA ORBIS DI FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO LONGO PRAZO ( FUNDO ), é um fundo de investimento constituído sob a forma de condomínio

Leia mais

ALFA DIVIDENDOS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF Nº 10.758.216/0001-74 REGULAMENTO

ALFA DIVIDENDOS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF Nº 10.758.216/0001-74 REGULAMENTO ALFA DIVIDENDOS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF Nº 10.758.216/0001-74 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA DIVIDENDOS - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES INVESTIDOR QUALIFICADO

Leia mais

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE CNPJ 11.087.074/0001-23 REGULAMENTO

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE CNPJ 11.087.074/0001-23 REGULAMENTO SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE CNPJ 11.087.074/0001-23 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE, doravante designado FUNDO, constituído sob a

Leia mais

SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL CNPJ 03.564.825/0001-27 CAPÍTULO I - DO FUNDO

SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL CNPJ 03.564.825/0001-27 CAPÍTULO I - DO FUNDO SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL CNPJ 03.564.825/0001-27 CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL, doravante designado FUNDO, constituído

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.922. Da Alocação dos Recursos e da Política de Investimentos. I - as disponibilidades oriundas das receitas correntes e de capital;

RESOLUÇÃO Nº 3.922. Da Alocação dos Recursos e da Política de Investimentos. I - as disponibilidades oriundas das receitas correntes e de capital; RESOLUÇÃO Nº 3.922 Dispõe sobre as aplicações dos recursos dos regimes próprios de previdência social instituídos pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios. O Banco Central do Brasil, na forma

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.922. Da Alocação dos Recursos e da Política de Investimentos. I - as disponibilidades oriundas das receitas correntes e de capital;

RESOLUÇÃO Nº 3.922. Da Alocação dos Recursos e da Política de Investimentos. I - as disponibilidades oriundas das receitas correntes e de capital; RESOLUÇÃO Nº 3.922 Dispõe sobre as aplicações dos recursos dos regimes próprios de previdência social instituídos pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios. O Banco Central do Brasil, na forma

Leia mais

REGULAMENTO DO DAYCOVAL MULTIFUNDS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO DAYCOVAL MULTIFUNDS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CAPÍTULO I - DO FUNDO Este Regulamento integra a ata da Assembleia Geral Extraordinária do DAYCOVAL MULTIFUNDS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO de 16 de janeiro de 2015. REGULAMENTO DO

Leia mais

BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00

BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00 BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00 Características Público Alvo O FUNDO destina-se ao público em geral, inclusive

Leia mais

ITAÚ FAPI RENDA FIXA - Fundo de Aposentadoria Programada Individual CNPJ - 02.177.812/0001-32 REGULAMENTO

ITAÚ FAPI RENDA FIXA - Fundo de Aposentadoria Programada Individual CNPJ - 02.177.812/0001-32 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1 - O ITAÚ FAPI RENDA FIXA - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL, designado FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo indeterminado de duração, é regido

Leia mais

REGULAMENTO DO BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 05.786.931/0001-80 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 05.786.931/0001-80 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 05.786.931/0001-80 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA, doravante designado

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO

MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO PRAZO. CNPJ n.º: 21.170.347/0001-52 REGULAMENTO

FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO PRAZO. CNPJ n.º: 21.170.347/0001-52 REGULAMENTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO PRAZO CNPJ n.º: 21.170.347/0001-52 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO

Leia mais

REGULAMENTO DO BNB RPPS PREVIDÊNCIA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 08.266.261/0001-60 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BNB RPPS PREVIDÊNCIA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 08.266.261/0001-60 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BNB RPPS PREVIDÊNCIA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 08.266.261/0001-60 CAPÍTULO I DO FUNDO Art. 1º - O BNB RPPS PREVIDÊNCIA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA, doravante designado

Leia mais

Safra SAFRA BOLSA AMERICANA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ Nº 18.766.

Safra SAFRA BOLSA AMERICANA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ Nº 18.766. SAFRA BOLSA AMERICANA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ Nº 18.766.488/0001-28 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1.1 O SAFRA BOLSA AMERICANA FUNDO

Leia mais

REGULAMENTO DO BNB MAIS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO CNPJ: 11.074.758/0001-90 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BNB MAIS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO CNPJ: 11.074.758/0001-90 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BNB MAIS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO CNPJ: 11.074.758/0001-90 CAPÍTULO I DO FUNDO Art. 1º - O BNB MAIS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE

Leia mais

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO Porto Alegre, 21 de maio de 2013 SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO

Leia mais

REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 14.099.145/0001-04 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 14.099.145/0001-04 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 14.099.145/0001-04 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

INVEST CLUBE RIO PRETO CNPJ/MF 07.959.303/0001-85 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

INVEST CLUBE RIO PRETO CNPJ/MF 07.959.303/0001-85 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA INVEST CLUBE RIO PRETO CNPJ/MF 07.959.303/0001-85 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Banco Cooperativo Sicredi S.A. ( Administrador ), inscrito no CNPJ sob o nº 01.181.521/0001-55,

Leia mais

BANPARÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ 00.857.364/0001-92 PROSPECTO

BANPARÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ 00.857.364/0001-92 PROSPECTO BANPARÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ 00.857.364/0001-92 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM

Leia mais

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Multi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

ESTE FUNDO PODE ESTAR EXPOSTO A SIGNIFICATIVA CONCENTRAÇÃO EM ATIVOS DE RENDA VARIÁVEL DE POUCOS EMISSORES, APRESENTANDO OS RISCOS DAÍ DECORRENTES.

ESTE FUNDO PODE ESTAR EXPOSTO A SIGNIFICATIVA CONCENTRAÇÃO EM ATIVOS DE RENDA VARIÁVEL DE POUCOS EMISSORES, APRESENTANDO OS RISCOS DAÍ DECORRENTES. ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA OS FUNDOS DE INVESTIMENTO, BEM COMO ÀS NORMAS EMANADAS

Leia mais

3 - AVISOS E ADVERTÊNCIAS:

3 - AVISOS E ADVERTÊNCIAS: MB ESPECIAL RENDA FIXA LONGO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 01.605.448/0001-00 DATA DO PROSPECTO 30/04/2015 1 - DAS CARACTERÍSTICAS DO FUNDO: O MB ESPECIAL RENDA FIXA

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES PETROBRAS PRÉ-SAL

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES PETROBRAS PRÉ-SAL PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES PETROBRAS PRÉ-SAL CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA: AÇÕES SETORIAIS FOCO DE ATUAÇÃO: PETROBRAS ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO

REGULAMENTO DO BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO REGULAMENTO DO BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO LONGO PRAZO O Banco do Nordeste Fundo de Investimento Renda Fixa Crédito Privado Longo Prazo, doravante designado abreviadamente

Leia mais

I - o modelo de gestão a ser adotado e, se for o caso, os critérios para a contratação de pessoas jurídicas autorizadas ou credenciadas nos termos da

I - o modelo de gestão a ser adotado e, se for o caso, os critérios para a contratação de pessoas jurídicas autorizadas ou credenciadas nos termos da RESOLUCAO 3.506 Dispõe sobre as aplicações dos recursos dos regimes próprios de previdência social instituídos pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ: 00.812.433/0001-41 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ: 00.812.433/0001-41 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ: 00.812.433/0001-41 CAPÍTULO I DO FUNDO Art. 1º - O BANCO DO NORDESTE FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO, doravante designado abreviadamente

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL RJ. CNPJ n.º 07.038.766/0001-04 REGULAMENTO

FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL RJ. CNPJ n.º 07.038.766/0001-04 REGULAMENTO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL RJ CNPJ n.º 07.038.766/0001-04 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL

Leia mais

CSHG ALLOCATION CLARITAS LONG SHORT Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento Multimercado

CSHG ALLOCATION CLARITAS LONG SHORT Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento Multimercado CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CSHG ALLOCATION CLARITAS LONG SHORT Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento Multimercado Data emissão: Quotista: N : CAPÍTULO I: DO FUNDO 1. O CSHG ALLOCATION

Leia mais

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º O CAIXA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRAS IV CAIXA FMP FGTS PETROBRAS IV, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é uma comunhão de recursos, constituído sob

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FORPUS FIC FIA. CNPJ/MF: 21.917.184/0001-29 Informações referentes a Dezembro de 2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FORPUS FIC FIA. CNPJ/MF: 21.917.184/0001-29 Informações referentes a Dezembro de 2015 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o. As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

Porto Alegre, 06 de fevereiro de 2014 SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M 1

Porto Alegre, 06 de fevereiro de 2014 SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M 1 Porto Alegre, 06 de fevereiro de 2014 SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M 1 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO

Leia mais

DA CONSTITUIÇÃO E DAS CARACTERÍSTICAS

DA CONSTITUIÇÃO E DAS CARACTERÍSTICAS MB SUPER REFERENCIADO DI LONGO PRAZO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.420.190/0001-94 ALTERADO PELA AGO DO DIA 30/04/2015 REGULAMENTO DA CONSTITUIÇÃO E DAS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

PROSPECTO. Administrado por: Taquari Administradora de Carteira de Valores Mobiliários Ltda.

PROSPECTO. Administrado por: Taquari Administradora de Carteira de Valores Mobiliários Ltda. PROSPECTO CSN INVEST FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ Nº. 68.670.512/0001-07 Prospecto elaborado em 26 de agosto de 2013. Em vigor a partir de 02 de setembro de 2013. Administrado por: Taquari Administradora

Leia mais

REGULAMENTO DO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO

REGULAMENTO DO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO REGULAMENTO DO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. CNPJ/MF 92.702.067/0001-96 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1. O BANRISUL

Leia mais

Safra MANAGER APEX EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

Safra MANAGER APEX EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO MANAGER APEX EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ Nº 13.667.539/0001-40 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1.1. O MANAGER APEX EQUITY HEDGE FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES SMALL CAPS ATIVO

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES SMALL CAPS ATIVO PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES SMALL CAPS ATIVO CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA: AÇÕES SMALL CAPS ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE

Leia mais

PROSPECTO DO ITAÚ EP CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 17/09/2010

PROSPECTO DO ITAÚ EP CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 17/09/2010 ESTE PROSPECTO OBSERVA O CÓDIGO Anbima de Regulação e Melhores Práticas Para os Fundos de Investimento (ANBIMA) E AS NORMAS DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS (CVM). O REGISTRO DE VENDA DE COTAS DESSE

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO Data de Competência: 07/06/2016 1. CNPJ 14.386.926/0001-71 2. PERIODICIDADE

Leia mais

Pacifico Ações Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento de Ações

Pacifico Ações Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento de Ações Pacifico Ações Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento de Ações Maio 2012 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DIS- POSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM N.º 411, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2004. Altera a Instrução CVM n o 409, de 18 de agosto de 2004.

INSTRUÇÃO CVM N.º 411, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2004. Altera a Instrução CVM n o 409, de 18 de agosto de 2004. INSTRUÇÃO CVM N.º 411, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2004 Altera a Instrução CVM n o 409, de 18 de agosto de 2004. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM torna público que o Colegiado, em reunião

Leia mais

PROSPECTO CONCÓRDIA SET FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

PROSPECTO CONCÓRDIA SET FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES PROSPECTO CONCÓRDIA SET FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO DE AUTO-REGULAÇÃO DA ANBID PARA A INDÚSTRIA DE

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CAIXA VALE DO RIO DOCE Data de Competência: 27/01/2016 1. CNPJ 04.885.820/0001-69 2. PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO

Leia mais

Novembro/2011 BRADESCO PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BTG PACTUAL HIGH YIELD PROSPECTO

Novembro/2011 BRADESCO PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BTG PACTUAL HIGH YIELD PROSPECTO Novembro/2011 BRADESCO PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BTG PACTUAL HIGH YIELD PROSPECTO CNPJ nº. 06.190.203/0001-74 Cidade de Deus, Prédio Prata, 4º andar,

Leia mais

BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES REGULAMENTO DO FUNDO O BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES, regido pelas disposições do presente Regulamento, e regulado pelas Instruções CVM nº 302

Leia mais

PROSPECTO WESTERN ASSET IRF-M ATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF 18.821.585/0001-76

PROSPECTO WESTERN ASSET IRF-M ATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF 18.821.585/0001-76 PROSPECTO WESTERN ASSET IRF-M ATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF 18.821.585/0001-76 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA

Leia mais

REGULAMENTO DO BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 17.593.934/0001-87 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 17.593.934/0001-87 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 17.593.934/0001-87 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES, abreviadamente designado

Leia mais

BRADESCO FIC RENDA FIXA MARTE Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Marte CNPJ: 02.567.

BRADESCO FIC RENDA FIXA MARTE Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Marte CNPJ: 02.567. BRADESCO FIC RENDA FIXA MARTE Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Marte CNPJ: 02.567.997/0001-91 Características Público Alvo O Fundo destina-se ao público em geral

Leia mais

MULTIMERCADOS PROSPECTO - JULHO DE 2015 FUNDO DE INVESTIMENTO

MULTIMERCADOS PROSPECTO - JULHO DE 2015 FUNDO DE INVESTIMENTO PROSPECTO Julho de 2015 PARNAMIRIM MULTIMERCADO CNPJ n o 09.274.058/0001-06 ADMINISTRADORA Daycoval Asset Management Adm de Recursos Ltda CNPJ: 72.027.832/0001-02 Registro CVM Ato Declaratório nº 8056,

Leia mais

PROSPECTO DO PARANÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO SENTER CNPJ/MF N.º 03.148.543/0001-49 AGOSTO 2010

PROSPECTO DO PARANÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO SENTER CNPJ/MF N.º 03.148.543/0001-49 AGOSTO 2010 PROSPECTO DO PARANÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO SENTER CNPJ/MF N.º 03.148.543/0001-49 AGOSTO 2010 Classificação do FUNDO junto à Comissão de Valores Mobiliários

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento DI Institucional Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20)

Leia mais

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes Safra Petrobras - Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de (Administrado pelo Banco Safra de Investimento S.A.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 30 de Junho de 2007 e ao Período

Leia mais

PROSPECTO WESTERN ASSET ADVANTAGE IPCA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF 05.090.896/0001-60

PROSPECTO WESTERN ASSET ADVANTAGE IPCA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF 05.090.896/0001-60 PROSPECTO WESTERN ASSET ADVANTAGE IPCA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF 05.090.896/0001-60 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA

Leia mais

CAPÍTULO I DO FUNDO. Parágrafo Único - Conforme faculta a legislação vigente, o FUNDO não elaborará prospecto.

CAPÍTULO I DO FUNDO. Parágrafo Único - Conforme faculta a legislação vigente, o FUNDO não elaborará prospecto. CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1 o - O VINCI CRÉDITO ESTRUTURADO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO, doravante denominado Fundo, constituído sob a forma de

Leia mais

REGULAMENTO DO BNY MELLON ARX FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA REFERENCIADO DI LONGO PRAZO CNPJ nº 07.161.378/0001-16 FUNDO.

REGULAMENTO DO BNY MELLON ARX FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA REFERENCIADO DI LONGO PRAZO CNPJ nº 07.161.378/0001-16 FUNDO. Capítulo I. Do FUNDO Artigo 1º. O BNY MELLON ARX FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA (doravante designado FUNDO) é uma comunhão de recursos, constituído sob a forma de condomínio aberto e com prazo indeterminado

Leia mais

REGULAMENTO DO JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF n.º 09.550.197/0001-07 CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E CARACTERÍSTICAS

REGULAMENTO DO JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF n.º 09.550.197/0001-07 CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E CARACTERÍSTICAS REGULAMENTO DO JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF n.º 09.550.197/0001-07 CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E CARACTERÍSTICAS Artigo 1º - O JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

PROSPECTO DO PARANÁ FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA EXECUTIVO CNPJ/MF Nº 03.567.277/0001-99 AGOSTO 2010

PROSPECTO DO PARANÁ FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA EXECUTIVO CNPJ/MF Nº 03.567.277/0001-99 AGOSTO 2010 PROSPECTO DO PARANÁ FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA EXECUTIVO CNPJ/MF Nº 03.567.277/0001-99 AGOSTO 2010 Classificação do FUNDO junto à Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) Fundo Renda Fixa Classificação

Leia mais

REGULAMENTO DO CLARITAS VALOR FEEDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ nº 11.403.850/0001-57

REGULAMENTO DO CLARITAS VALOR FEEDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ nº 11.403.850/0001-57 Capítulo I. Do FUNDO Artigo 1º. O CLARITAS VALOR FEEDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES (doravante designado FUNDO) é uma comunhão de recursos, constituído sob a forma de condomínio aberto e com prazo indeterminado

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONDRES. CNPJ/MF n º 07.938.843/0001-82 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONDRES. CNPJ/MF n º 07.938.843/0001-82 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONDRES CNPJ/MF n º 07.938.843/0001-82 CAPÍTULO I DO FUNDO ARTIGO 1 - O FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONDRES doravante designado, abreviadamente,

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA CNPJ 05.107.310/0001-23 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA CNPJ 05.107.310/0001-23 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA CNPJ 05.107.310/0001-23 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA, doravante designado abreviadamente FUNDO, constituído

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352. FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.186/0001-43 Mês de Referência: Novembro de 2015 CLASSIFICAÇÃO ANBIMA:

Leia mais

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO BRB FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM RENDA FIXA DI LONGO PRAZO 500 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Competência: 19/01/2016 CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO MULHER & NEGOCIOS ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição,

Leia mais

ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42

ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42 ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto,

Leia mais

REGULAMENTO DO SCHRODER BRASIL BALANCED FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF Nº 09.273.

REGULAMENTO DO SCHRODER BRASIL BALANCED FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF Nº 09.273. REGULAMENTO DO SCHRODER BRASIL BALANCED FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF Nº 09.273.614/0001-11 CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1. O SCHRODER BRASIL BALANCED FUNDO DE

Leia mais

FIEX HSBC PREMIER FUNDO DE INVESTIMENTO NO EXTERIOR HSBC PREMIER PROSPECTO. ADMINISTRAÇÃO e GESTÃO: HSBC BANK BRASIL S.A.

FIEX HSBC PREMIER FUNDO DE INVESTIMENTO NO EXTERIOR HSBC PREMIER PROSPECTO. ADMINISTRAÇÃO e GESTÃO: HSBC BANK BRASIL S.A. FIEX HSBC PREMIER FUNDO DE INVESTIMENTO NO EXTERIOR HSBC PREMIER PROSPECTO ADMINISTRAÇÃO e GESTÃO: HSBC BANK BRASIL S.A. BANCO MÚLTIPLO Atualizado em março de 2004 Fundo de Investimento no Exterior HSBC

Leia mais

ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ N 04.787.992/0001-08

ZENITH FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ N 04.787.992/0001-08 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA OS FUNDOS DE INVESTIMENTO, BEM COMO ÀS NORMAS EMANADAS

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO PALO ALTO ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição, em

Leia mais

BTG Pactual Caixa LI Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo

BTG Pactual Caixa LI Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo BTG Pactual Caixa LI Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo Janeiro 2012 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DIS- POSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

3) Ações, bônus ou recibos de subscrição e certificados de depósito de 0% 100%

3) Ações, bônus ou recibos de subscrição e certificados de depósito de 0% 100% CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1 - O BLUE SKY FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO INVESTIMENTO NO EXTERIOR, doravante denominado FUNDO, constituído sob a forma de condomínio fechado, com prazo

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

BB AÇÕES IBOVESPA INDEXADO ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 09.005.823/0001-84 PROSPECTO (*)

BB AÇÕES IBOVESPA INDEXADO ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 09.005.823/0001-84 PROSPECTO (*) BB AÇÕES IBOVESPA INDEXADO ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 09.005.823/0001-84 PROSPECTO (*) AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES WESTERN ASSET AÇÕES SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL NOME DO FUNDO:

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES WESTERN ASSET AÇÕES SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL NOME DO FUNDO: FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES WESTERN ASSET AÇÕES SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL NOME DO FUNDO: FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ/MF Nº: 29.413.945/0001-17 PERIODICIDADE

Leia mais

Características. Público Alvo O Fundo destina-se ao público em geral que busque rentabilidade que acompanhe as variações das taxas do CDI.

Características. Público Alvo O Fundo destina-se ao público em geral que busque rentabilidade que acompanhe as variações das taxas do CDI. BRADESCO FIC REFERENCIADO DI HIPERFUNDO Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Hiperfundo CNPJ: 03.766.575/0001-08 Características Público Alvo O Fundo destina-se

Leia mais

PROSPECTO DO J.MALUCELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF N.º 06.228.245/0001-57 DEZEMBRO 2008

PROSPECTO DO J.MALUCELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF N.º 06.228.245/0001-57 DEZEMBRO 2008 PROSPECTO DO J.MALUCELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF N.º 06.228.245/0001-57 DEZEMBRO 2008 Classificação do FUNDO junto à Comissão de Valores Mobiliários

Leia mais

ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO

ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO ITAÚ PERSONNALITÉ RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 00.832.424/0001-12 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio

Leia mais

GAS Dividendos Fundo de Investimento de Ações

GAS Dividendos Fundo de Investimento de Ações GAS Dividendos Fundo de Investimento de Ações OUTUBRO/2009 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DA ANBID

Leia mais

Pacifico Ações Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento de Ações

Pacifico Ações Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento de Ações Pacifico Ações Fundo de Investimento em Quotas de Fundos de Investimento de Ações Janeiro 2014 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DIS- POSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA

Leia mais

REGULAMENTO DO NEST MILE HIGH 30 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ nº 08.139.641/0001-33

REGULAMENTO DO NEST MILE HIGH 30 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ nº 08.139.641/0001-33 REGULAMENTO DO NEST MILE HIGH 30 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ nº 08.139.641/0001-33 Capítulo I Constituição e Características Artigo 1º O NEST MILE HIGH 30

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

PROSPECTO DO JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF Nº 09.550.197/0001-07 JUNHO 2014. Ações Small Caps

PROSPECTO DO JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF Nº 09.550.197/0001-07 JUNHO 2014. Ações Small Caps PROSPECTO DO JMALUCELLI SMALL CAPS FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF Nº 09.550.197/0001-07 JUNHO 2014 Classificação do FUNDO junto à Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) Ações Classificação do

Leia mais

REGULAMENTO DO AZUL QUANTITATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ nº 11.690.100/0001-03

REGULAMENTO DO AZUL QUANTITATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ nº 11.690.100/0001-03 Capítulo I. Do FUNDO Artigo 1º. O AZUL QUANTITATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO (doravante designado FUNDO) é uma comunhão de recursos, constituído sob a forma de condomínio aberto e com prazo indeterminado

Leia mais

REGULAMENTO DO ARX LONG TERM FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ nº 10.237.480/0001-62 FUNDO.

REGULAMENTO DO ARX LONG TERM FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ nº 10.237.480/0001-62 FUNDO. Capítulo I. Do FUNDO Artigo 1º. O ARX LONG TERM FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES (doravante designado FUNDO) é uma comunhão de recursos, constituído sob a forma de condomínio aberto e com prazo indeterminado

Leia mais