Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul"

Transcrição

1 Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul Reabilitação oral e estética

2 Amamos reconstruir sorrisos Protocolo Branemark Duplo Carga imediata (2009)

3 Dimensão Vertical Linha de sorriso Suporte labial Acabamento Oclusão Funcionalidade Fonética Harmonia

4 O tratamento reabilitador oral com a utilização de implantes osseointegrados tornou possível o restabelecimento da FUNÇÃO e da ÉSTÉTICA de modo mais parecido aos dentes naturais.

5 O tratamento reabilitador oral com a utilização de implantes osseointegrados tornou possível o restabelecimento da FUNÇÃO e da ÉSTÉTICA de modo mais parecido aos dentes naturais.

6 Variedades de tratamentos. Periodontia e controle de saúde clinica Dentistica Estética avançada Endodontia Protese dentaria Ortodontia Cirurgias preventivas e ou corretivas implantodontia

7 O TRATAMENTO REABILITADOR deve objetivar não apenas a osseointegração, mas, sobretudo, a manutenção da saúde dos tecidos adjacentes.desta forma o estabelecimento de programas de avaliação do risco individual e instituição de medidas que possibilitem a prevenção e o diagnóstico precoce de alterações patológicas nas áreas implantadas. (Thalji et al., 2014; Lyle, 2013; Esposito et al., 2003).

8 A perda de implantes osseointegrados comumente se relaciona a doença periimplantar, uma condição inflamatória que afeta os tecidos ao redor dos implantes, levando a perda de osso de suporte (Berglundh et al., 2002). O acúmulo de bactérias como conseqüência da ausência de higiene oral na superfície do implante representa o principal fator etiológico da doença periimplantar (Chen and Darby, 2003; Esposito et al., 2003; Hancock and Newell, 2001).

9 Em função da crescente utilização das reabilitações com implantes osseointegrados faz-se necessária a instituição de programas de manutenção que tenham como principal foco manter o controle de biofilme e a saúde do tecido periimplantar.

10 *Programa de Manutenção e Controle de Higiene Oral da Clínica Odontológica Dr. Veit.

11

12 Após todo tratamento reabilitador, os pacientes tratados na clínica são inseridos em um programa de manutenção e controle de higiene oral. Este programa consiste no acompanhamento periódico dos pacientes por um cirurgião-dentista especialista em Periodontia.

13 As consultas são semestrais, entretanto a freqüência irá depender do risco individual e da colaboração dos pacientes.

14 Primeira Consulta: Na primeira consulta o paciente recebe todas as informações sobre como deve ser realizada a higiene com as novas próteses e os cuidados necessários de limpeza na região periimplantar.

15 Primeira Consulta: Como protocolo de higiene oral, o programa recomenda o tradicional uso da escova dental, das interdentais, do fio dental e do IRRIGADOR ORAL. Durante a consulta, são feitos exames periodontais de índice de placa, sangramento e cálculo além da realização de medidas educativas para reforço na qualidade da higiene bucal dos pacientes.

16 PROTOCOLO DE HIGIENE ORAL ESCOVA DENTAL MANUAL + ESCOVA INTERDENTAL+ FIO DENTAL + PASSA FIO + IRRIGADOR ORAL

17 Dr. Veit Dental Floss Premium Quality..Feito em PTFE (material fino e resistente).sabor Aloe Vera.Transparente.25 m

18 Dr. Veit Dental Floss O Dr. Veit Passa Fio é mais um produto revolucionário e inovador, de tecnologia inédita no Brasil, exclusivamente concebido para uma higiene oral com mais segurança, conforto e eficiencia. Ajuda na introdução e passagem do fio dental nos espaços entre os dentes, brackets de aparelhos ortodonticos, sob pontes fixas e implantes.

19 Dr. Veit Interdental Cerdas Cilíndricas Dupont Tynex As Escovas Interdentais Dr. Veit foram desenvolvidas com a mais alta tecnologia e utilizando os mais modernos conceitos para proporcionar uma limpeza eficiente entre os dentes. Ideal para quem precisa fazer higienização de próteses, implantes e aparelhos ortodônticos. As Escovas têm fio de aço revestido com fina camada de plástico, evitando o desconforto do choque entre o metal e os dentes. As escovas também têm cabo flexível permitindo maior mobilidade. Possui tampa protetora que vira extensor de cabo, proporcionando maior alcance e limpeza. As Escovas Interdentais estão disponíveis em 3 tamanhos diferenciados por cores: 0,5 mm (rosa), 0,6 mm (laranja) e 0,8 mm (azul).

20 Escovas de Dente Dr. Veit As Escovas Dentais Dr. Veit foram desenvolvidas com a mais alta tecnologia, utilizando os mais modernos conceitos para proporcionar uma limpeza eficiente nos dentes e gengivas de maneira confortável e suave. Possui formato oval em sua cabeça, o que facilita a limpeza e o alcance de todos os dentes, adequando-se à anatomia da arcada dentária. Suas cerdas bem distribuídas, com suave textura, foram desenvolvidas para proporcionar limpeza e preservação dos dentes e gengivas. Cada modelo possui uma finalidade específica à sua necessidade, para uso diário. Disponíveis nas cores: Azul, Verde, Lilás e Rosa, diferenciadas de forma elegante através de suas gotas existentes nos cabos transparentes.

21 Dr. Veit Dental Water Jet O Dr. Veit Dental Water Jet é um aparelho prático e de fácil utilização, que através de jatos d água, limpa e remove profundamente os resíduos entre os dentes e abaixo da linha da gengiva, locais onde normalmente a escovação e o uso do fio dental, por si só, não alcançam. Possui botão de duplo controle, com baixa pressão para gengivas sensíveis e alta pressão para limpeza profunda. Vem com três bicos apropriados para uso familiar, além de dois bicos extras, um para quem utiliza aparelho ortodôntico e outro para limpeza da língua. Pode ser utilizado com o seu enxaguante bucal preferido. Excelente para pacientes com: Aparelho ortodôntico, implantes dentários e necessidades periodontais. Portátil e bi-volt inteligente, conveniente para ser levado em viagens também.. Produto Bi-Volt ( V) Recarregável

22 FOLLOW UP DE 1003 CASOS DE PROTOCOLO DE BRANEMARK

23 O presente estudo foi desenvolvido a partir da análise de prontuários de pacientes atendidos na Clínica Odontológica Dr. Veit entre os anos de 2004 à Foram selecionados todos os pacientes da Clínica que foram submetidos ao tratamento reabilitador com protocolo tipo Branemark, seja superior, inferior ou superior e inferior e encaminhados ao Programa de Manutenção e Controle de Higiene Oral.

24 662 prontuários contendo 1003 PROTOCOLOS DE BRANEMARK foram avaliados e a situação dos pacientes dividida de acordo com a Tabela: Pacientes aderidos ao Programa de Manutenção Pacientes casualmente aderidos ao Programa de Manutenção (visitas não regulares à Clínica) Pacientes há mais de 1 ano não aderidos Pacientes não aderidos Pacientes falecidos Implantes perdidos

25 Total de pacientes atendidos por ano na Clínica Odontológica Dr. Veit

26 Total de protocolos instalados por ano na Clínica Odontológica Dr. Veit

27 Com relação ao tipo de protocolo instalado, foi utilizado uma divisão entre único (Superior ou Inferior) e duplo (Superior e Inferior). Abaixo a distribuição anual de cada tipo de protocolo instalado. Número de casos de protocolo único e duplo / ano Número de casos Único Duplo Ano

28 Após a instalação todos os pacientes são inseridos no Programa de Manutenção, entretanto nem todos os pacientes aderem ao programa. Desta forma, um índice foi utilizado para que se possa quantificar os pacientes aderidos. Foi observado uma maior aderência dos pacientes com o passar dos anos. Isso pode ser explicado pelas medidas de conscientização da necessidade e da importância da saúde bucal enfatizados pela Clínica e também pelos meios de comunicação em geral.

29 Porcentagem de pacientes aderidos ao Programa de Manutenção de 2004 à 2013

30 Em alguns casos, os pacientes não estão aderidos ao Programa, através da presença em consultas regularmente marcadas pela periodontista responsável, entretanto não abandonaram completamente o tratamento e fazem consultas esporádicas. Estes pacientes foram classificados como Casualmente Aderidos ao Programa e estão relatados no próximo Gráfico.

31 Pacientes casualmente aderidos ao Programa de Manutenção % CASUALMENTE ADERIDOS / ANO % de pacientes Ano

32 Também foi observado que alguns pacientes logo após a instalação dos implantes aderiram ao Programa, no entanto não compareceram às consultas no último ano. % PACIENTES NÃO ADERIDOS HÁ MAIS DE 1 ANO / ANO % de pacientes Ano

33 Implantes perdidos % IMPLANTES PERDIDOS / ANO % implanets perdidos Ano

34 Pacientes Falecidos % PACIENTES FALECIDOS / ANO % de pacientes Ano

35 CONCLUSÃO Desde sua implementação em 2004 o Programa de Manutenção tem demonstrado resultados positivos, que pode ser observado pelo aumento da aderência dos pacientes ao longo dos anos. Informações e medidas eficazes de higiene oral associadas à utilização de produtos de boa qualidade são fundamentais para que o paciente se sinta motivado ao cuidado e manutenção de sua saúde bucal.

36 Desafio de engajamento sorriso 100%

37 Natal azul 13ª edição

38 Paixão por desafios

39 Exercício prazeroso

40 Trabalhando em sintonia com a equipe

41 Comemorando Resultados Protocolo duplo provisório entregue no mesmo dia da cirurgia (2004)

42 Sensação de dever cumprido Definitivas em porcelana acompanhamento 8 anos

43 Será que realmente tivemos sucesso?

44 Qual a avaliação final da equipe em cima do planejamento?

45 O desafio não acaba aqui!

46 Vídeo

47 Obrigado. Salve o Planeta Azul!

Índice. Passo a passo para uma higiene bucal completa

Índice. Passo a passo para uma higiene bucal completa Índice Introdução...03 Primeiramente enxague...04 Procure a escova certa...05 Pasta de dentes...06 Escove da maneira correta...07 Passe fio dental...08 Nunca esqueça da língua...09 Cuidado no uso de enxaguatórios

Leia mais

Doença Periodontal Orientações para manter uma boca saudável Anatomia Estrutura saudável Gengivas A A figura mostra as gengivas de uma pessoa que tenha a constituição clara. As pessoas de pele escura têm

Leia mais

Implantes Dentários. Qualquer paciente pode receber implantes?

Implantes Dentários. Qualquer paciente pode receber implantes? Implantes Dentários O que são implantes ósseos integrados? São uma nova geração de implantes, introduzidos a partir da década de 6O, mas que só agora atingem um grau de aceitabilidade pela comunidade científica

Leia mais

Como a palavra mesmo sugere, osteointegração é fazer parte de, ou harmônico com os tecidos biológicos.

Como a palavra mesmo sugere, osteointegração é fazer parte de, ou harmônico com os tecidos biológicos. PRINCIPAIS PERGUNTAS SOBRE IMPLANTES DENTÁRIOS. O que são implantes osseointegrados? É uma nova geração de implantes, introduzidos a partir da década de 60, mas que só agora atingem um grau de aceitabilidade

Leia mais

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA!

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! INTRODUÇÃO Um sorriso bonito, saudável e harmônico faz toda a diferença! Na autoestima traz diversos benefícios, pois quem sorri abertamente acredita em si mesmo

Leia mais

Implantes dentários. A solução mais natural, estética e segura

Implantes dentários. A solução mais natural, estética e segura Implantes dentários A solução mais natural, estética e segura Sorria naturalmente Os implantes dentários são tão reais como um dente: fiáveis, duradouros, estéticos e funcionais Os implantes: Em que consistem?

Leia mais

5 dicas para uma excelente higiene oral

5 dicas para uma excelente higiene oral 5 dicas para uma excelente higiene oral O nosso objetivo é exaltar a adequada saúde bucal como geradora de bem-estar e qualidade de vida. Acreditamos que podemos brindar-lhe todo o conhecimento e motivação

Leia mais

CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS

CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS CIRURGIAS ORTOGNÁTICAS Informações ao paciente Contém: 1. Explicação geral sobre cirurgias ortognáticas, 2. Perguntas e respostas, A cirurgia ortognática, também chamada de ortodontia cirúrgica, é um tipo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2011 PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL

PLANO DE TRABALHO 2011 PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL PLANO DE TRABALHO 2011 PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL COLATINA 2011 ÍNDICE 1) INTRODUÇÃO 2) DESCRIÇÃO DA CLIENTELA 3) OBJETIVOS 4) CARGA HORÁRIA 5) DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES 6) CRONOGRAMA 7) PREVISÃO

Leia mais

INOVAÇÃO Praticidade garantida com o Passa-Fio Sensefresh, a evolução do palito e fio dental.

INOVAÇÃO Praticidade garantida com o Passa-Fio Sensefresh, a evolução do palito e fio dental. MARÇO 2014 ANO 01 EDIÇÃO 01 INOVAÇÃO Praticidade garantida com o Passa-Fio Sensefresh, a evolução do palito e fio dental. DIVERSIDADE Escovas dentais em várias cores e modelos para agradar toda a família

Leia mais

Você sabe o que é cárie?

Você sabe o que é cárie? Clínica Geral Você sabe o que é cárie? Todo mundo acredita que a cárie é uma espécie de bichinho que vai comendo o dente! Mas na verdade, chamamos de cárie a deterioração do dente que é causada pelas bactérias

Leia mais

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA

ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA ESPECIALIDADE MEDICINA DENTÁRIA Cirurgia Oral A Cirurgia Oral é uma especialidade da Medicina Dentária que inclui o diagnóstico e o tratamento cirúrgico de patologias dos tecidos moles e tecidos duros

Leia mais

Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados

Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados Caso Selecionado Excelência estética obtida com diagnóstico, planejamento e tratamento integrados Carlos Eduardo Francischone O caso clínico apresentado mostra resultados estéticos e funcionais excelentes,

Leia mais

Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos.

Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos. Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos. 9.1 Explicações iniciais A avaliação é algo que faz parte de nossas vidas, mesmo antes de nascermos, se não

Leia mais

"UMA BOCA SAUDÁVEL NA IDADE ADULTA DEPENDE DOS CUIDADOS QUE FOREM MANTIDOS DESDE O BERÇO".O que é a Odontopediatria?

UMA BOCA SAUDÁVEL NA IDADE ADULTA DEPENDE DOS CUIDADOS QUE FOREM MANTIDOS DESDE O BERÇO.O que é a Odontopediatria? "UMA BOCA SAUDÁVEL NA IDADE ADULTA DEPENDE DOS CUIDADOS QUE FOREM MANTIDOS DESDE O BERÇO".O que é a Odontopediatria? A Odontopediatria é uma especialidade dentro da Medicina Dentária que oferece aos bebés,

Leia mais

Doença Periodontal na Infância

Doença Periodontal na Infância Universidade de São Paulo Faculdade de Odontologia Doença Periodontal na Infância Profa. Dra. Ana Estela Haddad Camilla V. Galatti / Dr. Cássio Alencar Doença periodontal é uma afecção da fase adulta?

Leia mais

Dicas de uso - Render Up (versão 3.6.7 ou superior)

Dicas de uso - Render Up (versão 3.6.7 ou superior) Dicas de uso - Render Up (versão 3.6.7 ou superior) Desenvolvido por: Procad Softwares para Layout Rua dos Cinamomos - 517 - Cinqüentenário CEP 95012-140 - Caxias do Sul - RS Brasil Fone/Fax: 54 3209 9200

Leia mais

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO

IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO PACIENTE DR. MARCOLINO ANTONIO PELLICANO DR. BENEDITO UMBERTO BUENO 1 IMPLANTES OSSEOINTEGRADOS PORQUE PODEM SER COLOCADOS QUANDO PODEM SER COLOCADOS COMO

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS OBJETIVO Este manual foi elaborado para orientar o usuário quanto ao preenchimento das fichas de Coleta de Dados Simplificados (CDS). Esse documento visa descrever

Leia mais

Regeneração Membranas de Colagénio

Regeneração Membranas de Colagénio Regeneração Membranas de Colagénio Membrana Dentária Colagénio A Membrana Dentária GT-Medical é fabricada com Atelo-colagénio de tipo I, sem ligações cruzadas adicionais e com uma matriz semi-translúcida,

Leia mais

ODONTOLOGIA ESTÉTICA

ODONTOLOGIA ESTÉTICA ODONTOLOGIA ESTÉTICA O sorriso enaltece os dentes que podem assim como outros elementos da face denunciar a idade cronológica do ser humano por meio de desgastes ou mesmo pela alteração da cor. Nesse contexto,

Leia mais

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente).

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). Consiste na regularização do alvéolo (local onde está inserido o dente), geralmente após a

Leia mais

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL

Cuidados profissionais para a higiene bucal HIGIENE BUCAL HIGIENE BUCAL A Higiene bucal é considerada a melhor forma de prevenção de cáries, gengivite, periodontite e outros problemas na boca, além de ajudar a prevenir o mau-hálito (halitose). Higiene bucal é

Leia mais

Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia.

Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia. Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia. Descrição. O entendimento dos processos fisiológicos, celulares e moleculares associados com o uso de diversos materiais, medicamentos e demais

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO

A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO Lorem. 2 A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO TÉCNICA DE HARMONIA DENTAL UTILIZANDO A PROPORÇÃO ÁUREA DIGITAL,

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DO PERIODONTO ESTUDAR COM ATENÇÃO AMPLIAR AS IMAGENS PARA OBSERVAR OS DETALHES O periodonto (peri= em redor de; odontos = dente) compreende a gengiva, o ligamento periodontal,

Leia mais

PRODUZINDO AUTOESTIMA DESDE 1990

PRODUZINDO AUTOESTIMA DESDE 1990 Mau Hálito Todas as pessoas têm mau hálito? Se considerássemos o hálito desagradável ao acordar, praticamente 100% da população seria portadora de halitose. Por isso, o hálito da manhã é considerado fisiológico.

Leia mais

INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A PROVA DE SELEÇÃO DO CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DO HOSPITAL DE AERONÁUTICA DOS AFONSOS TURMA 1/2016

INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A PROVA DE SELEÇÃO DO CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DO HOSPITAL DE AERONÁUTICA DOS AFONSOS TURMA 1/2016 INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A PROVA DE SELEÇÃO DO CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DO HOSPITAL DE AERONÁUTICA DOS AFONSOS TURMA 1/2016 1. EXAME DE SELEÇÃO 1.1 FINALIDADE 1.1.1 Estas instruções têm por

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Pernambuco FACEPE convida as universidades públicas de Pernambuco, federais ou estaduais,

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

Higiene bucodental. Professora Monica Zeni Refosoco Odontologia UNOCHAPECÓ

Higiene bucodental. Professora Monica Zeni Refosoco Odontologia UNOCHAPECÓ Higiene bucodental Professora Monica Zeni Refosoco Odontologia UNOCHAPECÓ A promoção da saúde bucal Odontologia preventiva: é soma total dos esforços para promover, manter e/ou restabelecer a saúde do

Leia mais

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE

INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DA CORRENTE UNP-130408 1 de 6 INSTALAÇÃO, LUBRIFICAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS CORRENTES TRANSPORTADORAS A vida útil das correntes transportadoras e elevadoras está diretamente ligada aos cuidados com a instalação, lubrificação

Leia mais

Planejamento Cirúrgico

Planejamento Cirúrgico Planejamento Cirúrgico Embora existam aspectos inerentes ao procedimento cirúrgico, a inter-relação entre esta etapa e a confecção da prótese consiste em um fator preponderante para o sucesso da reabilitação.

Leia mais

INTRODUÇÃO. Entendemos por risco a probabilidade de ocorrer um dano como resultado à exposição de um agente químico, físico o biológico.

INTRODUÇÃO. Entendemos por risco a probabilidade de ocorrer um dano como resultado à exposição de um agente químico, físico o biológico. INTRODUÇÃO No nosso dia-a-dia enfrentamos diferentes tipos de riscos aos quais atribuímos valor de acordo com a percepção que temos de cada um deles. Estamos tão familiarizados com alguns riscos que chegamos

Leia mais

3M Littmann Estetoscópios. Para especialistas. à escuta

3M Littmann Estetoscópios. Para especialistas. à escuta s Para especialistas à escuta s Littmann é a marca que garante uma qualidade inquestionável. É reconhecida mundialmente pela precisão, superioridade acústica, design inovador e excepcional performance.

Leia mais

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM Caro dentista, agora você faz parte da Turma do Bem! É com grande satisfação que preparamos esse manual com informações sobre o Projeto DENTISTA DO BEM.

Leia mais

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL

CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL CONTROLE MECÂNICO DO BIOFILME DENTAL PLACA DENTAL OU BACTERIANA = BIOFILME DENTAL BIOFILME pode ser definido como uma comunidade bacteriana, em uma matriz composta por polímeros extracelulares, aderidas

Leia mais

MANUAL DO DENTISTA VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO DENTISTA DO BEM

MANUAL DO DENTISTA VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO DENTISTA DO BEM MANUAL DO DENTISTA VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO DENTISTA DO BEM 2008 TURMA DO BEM Fundada em 2002, a Turma do Bem é uma OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que tem como

Leia mais

VistaScan Perio Plus Digitalizador de placas de fósforo Certamente haverá mais tempo para os pacientes

VistaScan Perio Plus Digitalizador de placas de fósforo Certamente haverá mais tempo para os pacientes VistaScan Perio Plus Digitalizador de placas de fósforo Certamente haverá mais tempo para os pacientes AR COMPRIMIDO ASPIRAÇÃO IMAGIOLOGIA TRATAMENTO HIGIENE Eficiência no decorrer dos procedimentos na

Leia mais

UMA ESCOVA PARA CADA USO

UMA ESCOVA PARA CADA USO UMA ESCOVA PARA CADA USO Nem só das importantes medidas preventivas(alimentação sadia e Flúor na água/tópico),vive o cuidado adequado com os dentes e cavidade bucal...tem aquele diário, cada vez que você

Leia mais

Espresso 3000 - Cod. M0S04159 - Edizione 1H10

Espresso 3000 - Cod. M0S04159 - Edizione 1H10 10 2 3 6 4 5 15 8 7 9 14 16 11 12 1 13 18 17 19 20 Espresso 3000 - Cod. M0S04159 - Edizione 1H10 PORTOGUÊS Espresso 3000 1) Interruptor geral 2) Luz de aviso de funcionamento ON: máquina ligada 3) Luz

Leia mais

Princípios de Funcionamento do Filtro de do Combustível

Princípios de Funcionamento do Filtro de do Combustível 10 Princípios Princípios de Funcionamento do Sistema de Filtração de Combustível O sistema de alimentação de combustível tem a finalidade de conduzir o combustível, do tanque até a camara de combustão,

Leia mais

NORMA Nº 003/2016 PARA EXECUÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE IMPLANTE ODONTOLÓGICO

NORMA Nº 003/2016 PARA EXECUÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE IMPLANTE ODONTOLÓGICO NORMA Nº 003/2016 PARA EXECUÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE IMPLANTE ODONTOLÓGICO As normas descritas abaixo deverão ser seguidas por todos os beneficiários e profissionais da especialidade de Implante Odontológico

Leia mais

Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas Urubatan Medeiros Doutor (USP) - Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária (UERJ/UFRJ) - Consultor do Ministério da Saúde I - Introdução A Odontologia

Leia mais

Capa (esse texto não será impresso) Dr. Celso Rios Dr. Renato Cabral. Manual de Orientação ao Paciente de IMPLANTES DENTÁRIOS

Capa (esse texto não será impresso) Dr. Celso Rios Dr. Renato Cabral. Manual de Orientação ao Paciente de IMPLANTES DENTÁRIOS Capa (esse texto não será impresso) Dr. Celso Rios Dr. Renato Cabral Manual de Orientação ao Paciente de IMPLANTES DENTÁRIOS Página propositalmente em branco Este foi o melhor investimento que fiz em toda

Leia mais

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO DIAS, Larissa Nadine Silva 1 FARIAS, Luciana Lombardi Pedrosa de 2 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 3 RESUMO A adolescência

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção.

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção. RESOLUÇÃO CONSEPE 91/2000 ATERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ODONTOLOGIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CCBS. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A INVEST ORAL Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon ; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 11 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

Instalações Máquinas Equipamentos Pessoal de produção

Instalações Máquinas Equipamentos Pessoal de produção Arranjo físico e fluxo Procedimentos de arranjo físico O arranjo físico (em inglês lay-out) de uma operação produtiva preocupa-se com o posicionamento dos recursos de transformação. Isto é, definir onde

Leia mais

Caderneta de Saúde do(a) Adolescente

Caderneta de Saúde do(a) Adolescente Caderneta de Saúde do(a) Adolescente Dentre as ações do Ministério da saúde da área técnica da saúde do adolescente e do jovem, encontra-se a Caderneta da Saúde do(a) Adolescente (2009). portalsaude.saude.gov.br

Leia mais

INSTITUIÇÃO: Universidade Paranaense-UNIPAR ÁREA DE ESCOLHA TEMÁTICA: Saúde

INSTITUIÇÃO: Universidade Paranaense-UNIPAR ÁREA DE ESCOLHA TEMÁTICA: Saúde TÍTULO: PROJETO DE EXTENSÃO CENTRO DE SAÚDE ESCOLA: AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DOS PROGRAMAS ATRAVÉS DA IMPLANTAÇÃO DAS FICHAS DE ATENDIMENTO DO SERVIÇO. AUTORES: Fernanda Francisco Luiz E-mail: fefe.99@bol.com.br;

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES GERAIS SISTEMA DE AR CONDICIONADO 1. OBJETIVO O presente memorial tem pôr objetivo conceituar, definir e apresentar as bases do sistema de ar condicionado que irá atender ao imóvel

Leia mais

SÉRIE 46 DA GETINGE TERMODESINFECTORAS. Always with you

SÉRIE 46 DA GETINGE TERMODESINFECTORAS. Always with you SÉRIE 46 DA GETINGE TERMODESINFECTORAS Always with you Quantos materiais reutilizáveis você necessita processar? Quais tipos? A Termodesinfectora série 46 da Getinge inclui acessórios que se adaptam de

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Anatomia geral 1º período Básica Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18 90 Políticas de Saúde Anatomia e

Leia mais

FECHAMENTO DE ESPAÇOS

FECHAMENTO DE ESPAÇOS FECHAMENTO DE ESPAÇOS Rua 144, n 77 - Setor Marista - Goiânia (GO) - CEP 74170-030 - PABX: (62) 278-4123 - 1 - Introdução Podemos definir essa etapa do tratamento ortodôntico como aquela onde o principal

Leia mais

DeLaval InService All Inclusive. O plano de pós-vendas e serviços para a sua fazenda

DeLaval InService All Inclusive. O plano de pós-vendas e serviços para a sua fazenda DeLaval InService All Inclusive O plano de pós-vendas e serviços para a sua fazenda Confie em quem é especialista em produção de leite A DeLaval é uma empresa global com mais de 130 anos de inovação e

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Obrigado por adquirir a escova elétrica corporal e facial D-Clean Plus. Este manual deve ser guardado para consultas futuras.

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Obrigado por adquirir a escova elétrica corporal e facial D-Clean Plus. Este manual deve ser guardado para consultas futuras. MANUAL DE INSTRUÇÕES Obrigado por adquirir a escova elétrica corporal e facial D-Clean Plus. Este manual deve ser guardado para consultas futuras. 2 Esse produto contém: Aparelho 3 escovas (facial normal,

Leia mais

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG Bradesco Dental SPG Plano para pequenas empresas Mercado de Planos Odontológicos Ranking das Operadoras Características Produto desenvolvido para pequenos grupos Compulsório:

Leia mais

MANUAL TÉCNICO PREALL

MANUAL TÉCNICO PREALL MANUAL TÉCNICO PREALL ÍNDICE 1. PRODUTO 2. RECEBIMENTO 3. ARMAZENAMENTO 4. PREPARAÇAO DO LOCAL DE APLICAÇÃO 5.1 DEFINIÇÃO DE JUNTA 5.2 ASSENTAMENTO 6. LIMPEZA 7. PROTEÇÃO 8. GARANTIA 9. PISO ELEVADO 10.

Leia mais

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR www.rehau.com.br Construção Automotiva Indústria DESIGN PARA MÓVEIS DA REHAU: SOLUÇÕES INOVADORAS DE SISTEMAS NO MESMO LOCAL A REHAU se estabeleceu como a principal

Leia mais

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt Mini Ferro de Viagem Sm-110 Bivolt ÍNDICE NOTAS: Parabéns por ter adquirido o seu Mini Ferro de Viagem. Características do produto Dicas de Segurança Informações do aparelho Usando o aparelho Cuidados

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de Tratamento Odontológico Versão eletrônica atualizada em Janeiro 2009 A EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA UTMO Fernanda de Paula Eduardo Letícia Mello Bezinelli Pacientes que

Leia mais

3. Quais são os planos disponíveis para a contratação do produto BB Dental Massificado?

3. Quais são os planos disponíveis para a contratação do produto BB Dental Massificado? 1. Quem é a Brasildental? Empresa criada a partir da associação do Banco do Brasil e OdontoPrev, com a finalidade de distribuir e comercializar, por meio da BB Corretora, planos odontológicos sob a marca

Leia mais

Um jeito simples e suave de injetar

Um jeito simples e suave de injetar Um jeito simples e suave de injetar ACABE COM O MEDO DE ANESTESIA LOCAL DOS SEUS PACIENTES... NÃO USE AGULHAS Milhares de pessoas em todo o mundo sofrem de algum grau de fobia de agulhas ou ansiedade.

Leia mais

Manual das planilhas de Obras v2.5

Manual das planilhas de Obras v2.5 Manual das planilhas de Obras v2.5 Detalhamento dos principais tópicos para uso das planilhas de obra Elaborado pela Equipe Planilhas de Obra.com Conteúdo 1. Gerando previsão de custos da obra (Módulo

Leia mais

BARÓMETRO NACIONAL SAÚDE ORAL 2014. Ordem dos Médicos Dentistas

BARÓMETRO NACIONAL SAÚDE ORAL 2014. Ordem dos Médicos Dentistas BARÓMETRO NACIONAL SAÚDE ORAL 2014 Ordem dos Médicos Dentistas índice 1 2 3 4 6 Enquadramento página 3 Hábitos de saúde oral página 4 Perceções e motivações página 12 Honorários e formas de pagamento página

Leia mais

A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 295/08 CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: a regionalização dos serviços de saúde no Sistema Único de Saúde conforme PDR/RS; a

Leia mais

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO

FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Preparo de uma região para cirurgia FÁTIMA BARK BRUNERI LORAINE MERONY PINHEIRO UNIVERSIDADE POSITIVO Clinica Integrada II 3º Período Diurno Professores: Carmen Lucia Mueller Storrer Eli Luis Namba Fernando

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS GENGICARE > Massageador de gengiva; > Cerdas polidas e extramacias: protegem dentes e gengivas; > Cabo emborrachados; > Design anatômico; > Cabeça com bordas protetoras. BIFLEX > Cabeça

Leia mais

PORTUGUÊS CÂMARA DE CALÇADA MANUAL DE INSTRUÇÕES

PORTUGUÊS CÂMARA DE CALÇADA MANUAL DE INSTRUÇÕES PORTUGUÊS CÂMARA DE CALÇADA MANUAL DE INSTRUÇÕES Câmara de Calçada ÍNDICE PREFÁCIO... 5 ABREVIATURAS UTILIZADAS... 5 SÍMBOLOS UTILIZADOS... 6 INTRODUÇÃO... 7 TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E RECEBIMENTO...

Leia mais

PALESTRA SOBRE GESTÃO DE RISCOS

PALESTRA SOBRE GESTÃO DE RISCOS PALESTRA SOBRE GESTÃO DE RISCOS 11 de Maio de 2016 Palestrante Everton J. De Ros Diretor Executivo da EJRos Brasil Objetivos desta Palestra Capacitar os participantes para entenderem o pensamento baseado

Leia mais

Título: Programa 5S s em uma Empresa Júnior: da melhoria do ambiente físico ao cuidado com as pessoas Categoria: Projeto Interno Temática: Qualidade

Título: Programa 5S s em uma Empresa Júnior: da melhoria do ambiente físico ao cuidado com as pessoas Categoria: Projeto Interno Temática: Qualidade Título: Programa 5S s em uma Empresa Júnior: da melhoria do ambiente físico ao cuidado com as pessoas Categoria: Projeto Interno Temática: Qualidade Resumo Manter um ambiente de trabalho adequado à realização

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA

CURSO DE ODONTOLOGIA CURSO DE ODONTOLOGIA Componente Curricular: ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM DENTÍSTICA Código: ODO-027 CH Total: 60h Pré-requisito: Período Letivo: 2015.2 Turma: 5 semestre Professor: 1 Profa. Msc. Saryta Argolo

Leia mais

PT CONTORNO CORPORAL 1

PT CONTORNO CORPORAL 1 PT CONTORNO CORPORAL 1 2 PAIXÃO INSPIRANDO A CIÊNCIA. 3 SILIMED HÁ 35 ANOS LANÇANDO AS NOVAS GERAÇÕES DE IMPLANTES DE SILICONE NO MUNDO. Criada em 1978, no Rio de Janeiro, a Silimed atende as áreas de

Leia mais

Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC)

Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC) Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC) Instruções Esta pesquisa solicita sua opinião sobre segurança do, erros associados ao cuidado de saúde e notificação de eventos em seu hospital

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO SIGPROJ VERSÃO USUÁRIO

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO SIGPROJ VERSÃO USUÁRIO GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO SIGPROJ VERSÃO USUÁRIO INTRODUÇÃO O SIGProj é um sistema para elaboração, acompanhamento e gestão de projetos. Ele foi criado e é mantido pela Universidade Federal do Mato

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3218

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3218 MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3218 POR FAVOR, LEIA ESTE MANUAL ATENTAMENTE ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO Você acabou de adquirir um produto ETERNY, da mais alta qualidade. Agradecemos a sua

Leia mais

Ortodontia A força dos dentes

Ortodontia A força dos dentes Ortodontia A força dos dentes O estudo da mecânica da boca é fundamental para a resolução de problemas que prejudicam o quotidiano dos pacientes. A solução encontrada apoia-se, muitas vezes, numa estrutura

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA

PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA PREFEITURA MUNICIPAL NOVA SANTA BÁRBARA EDITAL N.º 002/ 2010. ANEXO III DESCRIÇÃO DOS CARGOS CARGO: 012- Ajudante Geral Requisitos: Conhecimentos gerais na área Atribuições do cargo: Proceder a limpeza

Leia mais

Apresentação das Peças Catalogo TOP Catalogo TOP O material tem as cores da identidade visual, Azul e Verde que simbolizam a união da Remaster com a tecnologia e a natureza, um produto ambientalmente correto.

Leia mais

HD 100. P Cobertor elétrico Instruções de utilização. BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) www.beurer.com. 06.0.

HD 100. P Cobertor elétrico Instruções de utilização. BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) www.beurer.com. 06.0. HD 100 P 06.0.43510 Hohenstein P Cobertor elétrico Instruções de utilização BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) www.beurer.com Conteúdo 1. Volume de fornecimento... 3 1.1 Descrição do aparelho...

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil 1 DIAGNÓSTICO 1.1 Consulta Clínico 1.2 Consulta Especialista 1.3 Condicionamento em Odontologia para crianças

Leia mais

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO

PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DAS GUIAS DE ENCAMINHAMENTO ODONTOLÓGICO PROGEO 1 1. PROPÓSITO Efetuar controle da Guias de Encaminhamentos Odontológicos em conformidade com a Circular 006/2007 da DSM e DGPM-401

Leia mais

A PolíticA que faz muitos brasileiros voltarem A sorrir.

A PolíticA que faz muitos brasileiros voltarem A sorrir. A PolíticA que faz muitos brasileiros voltarem A sorrir. POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE BUCAL PROGRAMA BRASIL SORRIDENTE Durante anos a Odontologia esteve à margem das políticas públicas de saúde. O acesso

Leia mais

ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante

ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante 1 Conteúdo Conselho consultivo de especialistas Hugo Roberto Lewgoy, DDS, MSc, PhD, Departamento de Biomateriais. Universidade Bandeirante de São

Leia mais

Crawford 542 Portas Seccionadas

Crawford 542 Portas Seccionadas Crawford 2 Crawford Crawford Dedicação ao cliente A Crawford 542 é uma porta seccionada concebida para aplicação em armazéns, centros de logística e todo o tipo de unidades de produção. O desenho é ideal

Leia mais

XL JORNADA ODONTOLÓGICA FRANCISCANA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO

XL JORNADA ODONTOLÓGICA FRANCISCANA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO XL JORNADA ODONTOLÓGICA FRANCISCANA II CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO Trabalhos aprovados apresentação, Orientador responsável, Área de concentração e Data de apresentação.

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2015/1. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

3 Alguns fatores estão diretamente relacionados e influenciam o meio ambiente. São fatores físicos, biológicos, mecânicos e químicos.

3 Alguns fatores estão diretamente relacionados e influenciam o meio ambiente. São fatores físicos, biológicos, mecânicos e químicos. História Natural da Doença Urubatan Medeiros Doutor (USP) Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária UERJ/UFRJ Coordenador da Disciplina de Odontologia Preventiva UFRJ Resumo

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

O não cumprimento dessas instruções bem como as de todo!manual e termo de garantia acarretará a perda total da mesma.

O não cumprimento dessas instruções bem como as de todo!manual e termo de garantia acarretará a perda total da mesma. Manual do Usuário Manual do Usuário 1 A GPTRONICS desenvolve soluções em produtos eletrônicos microcontrolados. É uma empresa 100% nacional, inovadora e focada na satisfação de seus clientes. Oferece um

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO

MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA COORDENAÇÃO DE INTERAÇÃO SERVIÇO ESCOLA-EMPRESA MANUAL DO PROGRAMA DE ESTAGIO SUPERVISIONADO CAMPUS COLINAS DO TOCANTINS-TO COLINAS

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

Eng Civil Washington Peres Núñez Dr. em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Eng Civil Washington Peres Núñez Dr. em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul PESQUISA ANÁLISE DE CARACTERÍSTICAS DE QUALIDADE DE MISTURAS ASFÁLTICAS PRODUZIDAS NA ATUALIDADE NO SUL DO BRASIL E IMPACTOS NO DESEMPENHO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS. MANUAL DE OPERAÇÃO DO BANCO DE DADOS

Leia mais

Métodos de marcação direta de peças. Identificação legível de máquina para indústrias automotivas e aeroespaciais

Métodos de marcação direta de peças. Identificação legível de máquina para indústrias automotivas e aeroespaciais Guia técnico Métodos de marcação direta de peças Identificação legível de máquina para indústrias automotivas e aeroespaciais A prática da Marcação Direta de Peças (DPM) é utilizada em muitas indústrias

Leia mais

LABORA TÓRIO DENT AL TÓRIO AL DENT LABORA 196 197 196-203_Labo-1_POR_1506.indd 196-197 15.6.12 3:15:05 PM

LABORA TÓRIO DENT AL TÓRIO AL DENT LABORA 196 197 196-203_Labo-1_POR_1506.indd 196-197 15.6.12 3:15:05 PM 196 197 196-203_Labo-1_POR_1506.indd 196-197 15.6.12 3:15:05 PM Micromotor de Indução Potente e Cômodo Suavidade e potência sem precedentes O líder no mundo de micromotores de laboratório se superou mais

Leia mais