REGULAMENTO. Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Categoria Empresa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO. Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Categoria Empresa"

Transcrição

1 A. Objetivo O Prêmio Ser Humano Amazonas, Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social, tem o objetivo de certificar projetos sociais desenvolvidos por empresas, segundo critérios de avaliação, constantes desse regulamento e aprovados pela ABRH-AM. Destina-se a reunir trabalhos nacionais e internacionais, ficando reservado à ABRH-AM e à Comissão Julgadora o direito de impugnar qualquer trabalho com temas que se caracterizem como racista, discriminatório, e/ou façam apologia a drogas, bebidas, sexo, guerra, terrorismo ou que firam a ética, a moral e os bons costumes da sociedade em geral. B. Dos Casos B1. Os trabalhos deverão constituir real contribuição prática ao Desenvolvimento Sustentável/Responsabilidade Social, pautando-se nos conceitos e práticas atribuídos: Ao Desenvolvimento Sustentável: aquele que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade de as futuras gerações satisfazerem suas próprias necessidades Comissão Brundtland e tendo como pressupostos: Sustentabilidade Corporativa: uma visão de negócios de longo prazo que incorpora as dimensões social e ambiental à dimensão econômica, de negócios, formando o triple bottom line ; Governança corporativa consolidada compreendendo a revisão de relacionamento com clientes e cadeia de fornecimento, o gerenciamento de riscos, solidez financeira e práticas laborais que promovam a diversidade no trabalho com eqüidade, Sistema integrado de gestão do ambiente natural: variáveis físicas, químicas, geológicas e biológicas e ambiente social: variáveis de ordem ética, estética, histórica, cultural, política, econômica, psicológica e social. À Responsabilidade Social: "... forma de gestão que se define pela relação ética e transparente da empresa com todos os seus stakeholders e pelo estabelecimento de metas empresariais compatíveis com o desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos ambientais e culturais para gerações futuras, respeitando a diversidade e promovendo a redução das desigualdades sociais". Serão consideradas as ações com os diversos públicos de interesse, a saber: Público Interno, Meio Ambiente, Fornecedores, Clientes, Comunidade, Governo e Sociedade, nas áreas: Ciência e tecnologia; Combate à Fome e à Miséria; 1

2 Educação básica para todos; Educação para demais níveis; Geração de trabalho e renda: Capacitação técnica e profissional dos jovens; 1º emprego; Inclusão digital; Tecnologias para a inclusão da pessoa com deficiência; Igualdade entre os sexos e valorização da mulher; Incentivo para a prática de esportes; Habitação; Lazer; Promoção da Diversidade Cultural; Promoção da Diversidade no trabalho com equidade; Redução da mortalidade infantil; Saúde, entre outras áreas sócio-ambientais. B2. Os Casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu e um certificado por caso vencedor. B3. Os Casos que concorrerem ao Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas 2010 deverão ser apresentados conforme a seguir: a) Resumo inicial: com visão geral do trabalho - até três laudas; b) Introdução: identificando o porquê, o contexto em que foi desenvolvido, as principais premissas em que a conclusão se baseia, as linhas de pesquisas, a metodologia de desenvolvimento e outros dados relevantes ao entendimento da solução - até 3 laudas; c) Corpo do Caso: deverá conter o desenvolvimento da solução, o detalhamento contendo a contextualização da situação que gerou a implantação do projeto, os objetivos, os parâmetros, o desenvolvimento e resultados quantitativos e qualitativos - até 25 laudas; d) Conclusão e demais comentários de encerramento - até 5 laudas; e) Anexos: somente serão aceitos os anexos que façam parte do corpo do trabalho. Não serão aceitos anexos enviados separadamente. f) Bibliografia: - 01 lauda. g) O Caso deverá se enviado nas seguintes especificações: - Arquivo Word - Letra Arial - Fonte tamanho 12 - Citando: a modalidade, a categoria, o nome do caso e o(s) nome do(s) autor(es). B4. Os casos premiados serão objeto de divulgação por parte da ABRH-AM em seus veículos oficiais. Tal divulgação representará o reconhecimento da ABRH à importância do seu caso para a sociedade. A ABRH-AM entretanto, não responde pelos pontos de vista pessoais apresentados pelo(s) autor(es) em seus casos. C. Das Inscrições 2

3 C1. Todo participante poderá inscrever um ou mais casos, ficando sujeito às cláusulas deste regulamento. C2. Os casos deverão ter no mínimo seis meses de implantação e deverão também, comprovar que estão em desenvolvimento. C3. O prazo para as inscrições inicia-se em 24/02/2010 e termina em 30/07/2010. C4. As inscrições deverão ser realizadas no site do Prêmio Ser Humano: Os casos deverão ser em encaminhados para o identificando no assunto a Modalidade e Categoria em que estão inscritos. É necessário informar no o nome do caso e os dados para contato. Não serão aceitos casos para avaliação que não vierem por . C5. O valor para inscrição de cada caso é de R$ 1.000,00 (um mils reais). C6. O valor correspondente à inscrição do caso deverá ser depositado no Banco da Amazônia S/A - BASA, Agência 33-7, Conta Corrente , em nome de Associação Brasileira de RH Seccional Amazonas, CNPJ / O comprovante de depósito deverá ser enviado por fax para o número (92) , identificando o nome do Caso e o nome do(s) autor(es), aos cuidados do departamento financeiro, até o dia 30/07/2010. C7. O Participante poderá ser brasileiro ou estrangeiro, desde que preencha as condições estabelecidas no regulamento. O Participante estrangeiro terá que obrigatoriamente falar a língua portuguesa e apresentar todo o caso em português, tendo em vista, que não haverá tradução de material. D. Do Júri e do Julgamento D1. Os casos inscritos serão avaliados por um Júri convidado pelo coordenador da categoria, composto por até 5 pessoas do meio acadêmico e empresarial, especialistas no assunto. D2. A coordenação e Júri são soberanos e de seu julgamento não caberá recurso algum. D3. Os critérios de avaliação estão descritos no item E do regulamento. Os critérios de avaliação em caso de empate serão definidos pelo coordenador da modalidade. D4. A composição do júri será divulgada durante a cerimônia de entrega da premiação, prevista para o dia 06/10/

4 D5. As avaliações dos jurados ficarão sob guarda da ABRH-AM ou de um representante da auditoria. D6. A ABRH-AM fará a divulgação oficial dos classificados para a premiação no dia 22/09/2010, por e por divulgação no portal do Prêmio Ser Humano: Serão considerados classificados os casos que atingirem a nota mínima de 34 pontos, equivalente a 85% da nota máxima de 40 pontos (40 pontos = nota de 1 a 10 em 4 fatores de avaliação). D7. Os vencedores somente serão conhecidos na cerimônia de entrega da premiação. D8. O comitê Organizador do Prêmio Ser Humano Amazonas 2010 se reserva o direito de recusar trabalhos que não estejam enquadrados no escopo deste regulamento, ou que sejam de caráter preponderantemente publicitário. E -Critérios de avaliação dos casos do Prêmio Ser Humano, categoria empresa: E1 - Serão observados: - Apoio a entidades sociais, via doações, serviços, produtos, transferência de tecnologia visando qualificação e auto-suficiência; - Financiamento de projetos sociais apresentados por Organizações do Terceiro Setor; - Idealização e implantação dos próprios projetos sociais caracterizados principalmente por oferta de recursos (tecnologia, conhecimento, materiais, financeiros, pessoal voluntário) a projetos de Organizações do Terceiro Setor, onde atuem ou não voluntários da empresa. - Projetos sociais da empresa que possam ser executados por seus empregados no seu tempo livre. - Liberação dos empregados durante período pré-determinado para o trabalho voluntário, durante o horário de trabalho. - Formação de grupo de voluntários, com a responsabilidade de Planejamento e Gestão das atividades voluntárias. - Estudo e pesquisa para potencializar a atuação dos voluntários. - Estímulo à atuação dos voluntários em atividades de sua escolha no próprio tempo livre e sempre que possível extensiva aos aposentados. E2 - Critérios: Definição dos critérios: Competitividade 4

5 Pontuação: 0 a 10 O projeto permite ao leitor identificar os fatores de produtividade e a forma como os recursos foram empregados em todas as fases de desenvolvimento do projeto: 1) Voluntários: Informou as ações adotadas visando a melhoria do desempenho do voluntário, quanto a ampliação de conhecimentos, habilidades e atitudes, apresentado no comportamento individual e em grupo, no ambiente de trabalho. Informou os impactos dessas melhorias no trabalho em termos de índices de produtividade ou lucratividade da empresa apoiadora ou patrocinadora. 2) Materiais e equipamentos usados no projeto: Informou a quantidade e suficiência dos recursos, mencionando a sua adequação em relação ao prazo e às atividades. 3) Financeiros: Informou a adequação entre valores estimados e valores gastos até a fase em que o projeto se encontra. Demonstrou a relação investimento / retorno. 4) Prazo: Informou o cumprimento dos prazos estabelecidos Informou o impacto do projeto: curto, médio ou longo prazo, utilizando referenciais de comparação. Definição dos critérios: Eficácia Pontuação: 0 a 10. Capacidade de atingir resultados que atendam aos objetivos gerais do projeto, bem como, a capacidade de atendimento além das expectativas da população-alvo. Definição dos critérios: Efetividade Pontuação:0 a 10. Capacidade de perpetuação e evolução do projeto baseada nos parâmetros de aplicabilidade e sustentabilidade, conforme segue: 1) Independência e sustentabilidade do projeto 2) Autonomia gerada na população-alvo 3) Efeito multiplicador. 5

6 Definição dos critérios: Indicadores Pontuação:0 a 10. Medição da variação da qualidade e critérios usados para a avaliação do projeto, escolhidos pelo participante, antes e depois do desenvolvimento do projeto. Informação das métricas usadas para cada indicador. Total: 40 Pontos F Da Premiação: F1. A premiação dos casos será realizada durante a Cerimônia de Premiação, no dia 06/10/2010, em evento que antecede ao X Congresso de Gestão de Pessoas ABRH Amazonas. F2. Os casos não classificados não serão divulgados. F3. Os gabaritos finais de notas não serão divulgados e ficarão em poder da ABRH-AM e/ou Auditoria. F4. A ABRH AM informará se necessário, a nota total obtida em cada item de avaliação, apenas do case solicitado, diretamente ao seu autor. F5. Os premiados receberão os seguintes prêmios: - Certificado de Premiação - Troféu Prêmio Ser Humano - 01 inscrição cortesia para participação no Congresso de Gestão de Pessoas, a se realizar de 7e 8 de outubro no Hotel Tropical - Manaus - Divulgação de sinopse do caso na Revista Melhor Gestão de Pessoas - Divulgação de sinopse do caso na Revista In Circuito no site do Prêmio Ser Humano: F7. A ABRH-AM reserva-se o direito de não conceder os prêmios na hipótese de os casos concorrentes não alcançarem nível de qualidade adequado, se não preencherem os requisitos previstos neste regulamento, ou se forem considerados plágio. F8 - A ABRH AM não remunerará de nenhuma forma os trabalhos premiados e divulgados como acima descrito, sendo a título gratuito. G. Da Divulgação G1. A ABRH-AM promoverá a ampla divulgação do Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas 2010, em todas as suas fases, em seus veículos de comunicação oficiais. G2. Ao se inscreverem, os candidatos ao Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas 2010, certos de que têm seus direitos autorais resguardados pela legislação nacional vigente, concordam com a utilização gratuita de seu nome, 6

7 voz, imagem e caso inscrito para a divulgação nos veículos próprios da ABRH- AM (Página da ABRH-Nacional veiculada no jornal o Estado de São Paulo, Portal da ABRH-Nacional, Portal do Prêmio Ser Humano, Blog da ABRH- Nacional, Revista Melhor Gestão de Pessoas). H. Das Disposições Finais H1. As datas e informações não definidas neste regulamento, para as etapas do Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas 2010, serão divulgadas em tempo hábil, por meio dos veículos de comunicação oficiais da ABRH-AM. H2. Prazos: - Data e horário final para o envio dos cases via dia 30/07/2010 até às 18h - Divulgação dos classificados: 22/09/ Cerimônia de entrega dos prêmios: 06/10/2010 H3 O não cumprimento dos prazos previstos neste regulamento para inscrição, pagamento de inscrição e entrega dos trabalhos será considerado infração ao regulamento, sendo o participante automaticamente desclassificado, com exceção de caso fortuito ou força maior. H4 - Os casos omissos deste regulamento serão decididos pela Coordenadora Geral do Prêmio, Sra. Sonia Grasseschi. I. Fica, desde já, eleito o Foro de Manaus (AM), para dirimir dúvidas do presente Regulamento. J. Coordenação Coordenação Geral do Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas 2010: Sonia Grasseschi Mais informações: ABRH-AM Fone: (92) / e- mail: site: 7

MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL/ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR

MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL/ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL/ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR A. OBJETIVO A modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL / EMPRESA CIDADÃ

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL / EMPRESA CIDADÃ Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH/MA - Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Empresa Cidadã tem o objetivo de certificar projetos, a seguir denominados de

Leia mais

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa A. Objetivo O Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas, premia casos relacionados à Gestão de Pessoas, implantados, preferencialmente desenvolvidos por equipes, no âmbito da organização, seja ela de qualquer ramo

Leia mais

O reconhecimento de um trabalho bem realizado Melhoria na empregabilidade. Ter seu nome mencionado na mídia

O reconhecimento de um trabalho bem realizado Melhoria na empregabilidade. Ter seu nome mencionado na mídia MODALIDADE: Gestão de Pessoas CATEGORIA: Acadêmica Objetivo: O PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, categoria Acadêmica, objetiva premiar os trabalhos de natureza científica, referente a qualquer área

Leia mais

A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ACADÊMICA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico

Leia mais

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir:

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir: MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA A. Objetivo: O PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, Modalidade: Desenvolvimento Sustentável, Categoria: Empresa objetiva premiar projetos sociais

Leia mais

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor.

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / PROFISSIONAL A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Profissional premia casos de caráter técnico

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH-PB - Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Organização do Terceiro Setor tem o objetivo de reconhecer e premiar projetos desenvolvidos

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE 2: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH PB - Modalidade Gestão de Pessoas - Profissional, premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados à projetos implantados pelo profissional,

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA

Leia mais

A1. A partir de 2013, a modalidade Gestão de Pessoas/Empresas contará com as seguintes categorias:

A1. A partir de 2013, a modalidade Gestão de Pessoas/Empresas contará com as seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/EMPRESAS A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Empresas premia os casos relacionados à gestão de pessoas desenvolvidos e implantados,

Leia mais

B2. Os casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu por caso vencedor.

B2. Os casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu por caso vencedor. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/PROFISSIONAL A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Profissionais premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados

Leia mais

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/ACADÊMICA A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico ou científico produzidos por alunos

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia - Modalidade Gestão de Pessoas / Organização, premia os cases ou

Leia mais

Observação: Poderão participar empresas públicas, privadas e mistas.

Observação: Poderão participar empresas públicas, privadas e mistas. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIA: EMPRESAS PRIVADAS E

Leia mais

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social

REGULAMENTO. 10º Prêmio de Responsabilidade Social REGULAMENTO 10º Prêmio de Responsabilidade Social I DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO II DAS CATEGORIAS III DAS INSCRIÇÕES IV DOS PROJETOS V DO JULGAMENTO VI DAS DATAS VII DA COORDENAÇÃO I DA INSTITUIÇÃO DA

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESPONSABILIDADE SOCIAL ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia Modalidade Desenvolvimento

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia Modalidade Gestão de Pessoas / Empresa premia os cases ou projetos implantados

Leia mais

PRÊMIO PROCEL CIDADE EFICIENTE EM ENERGIA ELÉTRICA

PRÊMIO PROCEL CIDADE EFICIENTE EM ENERGIA ELÉTRICA PRÊMIO PROCEL CIDADE EFICIENTE EM ENERGIA ELÉTRICA FICHA DE INSCRIÇÃO 8 ª EDIÇÃO Prefeitura Municipal de Nome do(a) Prefeito(a) Endereço CEP UF Telefone Fax E-mail Responsável pelas informações (nome e

Leia mais

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Índice Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Prefácio --------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH A. OBJETIVO E TEMA CENTRAL A1. O Prêmio de inovação universitária em RH premia projetos inovadores de alunos de graduação e recém formados (até 2 anos) referentes

Leia mais

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014 SUMÁRIO ITEM SUMÁRIO 1 1. DOS OBJETIVOS 2 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E DA PREMIAÇÃO 2 3. DO PROCEDIMENTO DA INSCRIÇÃO 3 4. DAS CATEGORIAS 3 4.1 Projetos de impacto regional, com foco em ações de

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO I. DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pelo Instituto Social IRIS, o PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE

Leia mais

ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014

ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 PRÊMIOS-INCENTIVO ADVB/RS - TOP MINIEMPRESA ESCOLA E TOP STARTUP ADENDO DE REGULAMENTO DO TOP DE MARKETING ADVB/RS 2014 PRÊMIOS-INCENTIVO ADVB/RS

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 1 ÍNDICE CRONOGRAMA ------------------------------------------------------------------------------- 3 CATEGORIAS -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. As presentes disposições visam regulamentar o Programa Parceiros em Ação, instituído pela Área de Responsabilidade Social do BANCO

Leia mais

REGULAMENTO 1º PRÊMIO CORREIOS DE JORNALISMO

REGULAMENTO 1º PRÊMIO CORREIOS DE JORNALISMO REGULAMENTO 1º PRÊMIO CORREIOS DE JORNALISMO 1. OBJETIVO O 1º Prêmio Correios de Jornalismo visa reconhecer e estimular a publicação, pela imprensa brasileira, de reportagens que contribuam para a informação

Leia mais

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015

XX Ciência Viva. Tema: Luz, ciência e vida. 12 e 13 de Novembro de 2015 XX Ciência Viva Tema: Luz, ciência e vida 12 e 13 de Novembro de 2015 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica das instituições de ensino

Leia mais

REGULAMENTO 5º PRÊMIO APEX-BRASIL DE EXCELÊNCIA EM EXPORTAÇÃO O BRASIL QUE INSPIRA O MUNDO

REGULAMENTO 5º PRÊMIO APEX-BRASIL DE EXCELÊNCIA EM EXPORTAÇÃO O BRASIL QUE INSPIRA O MUNDO REGULAMENTO 5º PRÊMIO APEX-BRASIL DE EXCELÊNCIA EM EXPORTAÇÃO O BRASIL QUE INSPIRA O MUNDO 1 DO PRÊMIO 1.1 Fica estabelecido o 5º Prêmio Apex-Brasil de Excelência em Exportação O Brasil que inspira o mundo,

Leia mais

10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR

10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR R E G U L A M E N T O 1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 1.1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR é uma iniciativa do Comitê Consultivo

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA REGULAMENTO Tema do Concurso: A ÁGUA. E VOCÊ? 1. O CONCURSO 1.1. DA REALIZAÇÃO 1.1.1 O Concurso Nacional de Fotografia do XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos é promovido

Leia mais

Concurso para Professores e Estudantes Universitários

Concurso para Professores e Estudantes Universitários 8ª EDIÇÃO Concurso para Professores e Estudantes Universitários Sobre Responsabilidade Social Empresarial e Desenvolvimento Sustentável REGULAMENTO Introdução O Instituto Ethos, o UniEthos e o jornal Valor

Leia mais

CONCURSO: AS MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO NA PMSP.

CONCURSO: AS MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO NA PMSP. CONCURSO: AS MELHORES PRÁTICAS DE ESTÁGIO NA PMSP. A Prefeitura do Município de São Paulo - PMSP, por meio da Secretaria Municipal de Gestão - SMG, mantém o Sistema Municipal de Estágios, que é coordenado

Leia mais

5ª EDIÇÃO DA CERTIFICAÇÃO SELO ODM MOVIMENTO NÓS PODEMOS PARANÁ REGULAMENTO

5ª EDIÇÃO DA CERTIFICAÇÃO SELO ODM MOVIMENTO NÓS PODEMOS PARANÁ REGULAMENTO 5ª EDIÇÃO DA CERTIFICAÇÃO SELO ODM MOVIMENTO NÓS PODEMOS PARANÁ REGULAMENTO O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade - Nós Podemos Paraná, articulado pelo Sesi-PR e com o apoio de diversas instituições

Leia mais

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Artigo 1º - Idealizado e instituído pela Confederação Nacional da Indústria, o Prêmio CNI de Economia, cuja periodicidade é anual, tem por finalidade

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO 1. DO OBJETIVO: Reconhecer, disseminar e premiar boas práticas e bons

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÕES. Ministério da Cultura, Fundação Abrinq, Novelis do Brasil, Reckitt Benckiser e Consigaz apresentam

MANUAL DE INSCRIÇÕES. Ministério da Cultura, Fundação Abrinq, Novelis do Brasil, Reckitt Benckiser e Consigaz apresentam Ministério da Cultura, Fundação Abrinq, Novelis do Brasil, Reckitt Benckiser e Consigaz apresentam Orquestra e Fundação Abrinq III MANUAL DE INSCRIÇÕES Patrocínio Realização A Fundação Abrinq Criada em

Leia mais

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE III CONCURSO DE FOTOGRAFIA FAE REGULAMENTO Um olhar para o futuro I PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO A. O Concurso de Fotografia da FAE é uma iniciativa promovida pela Coordenação do Núcleo Cultural do Programa de

Leia mais

REGULAMENTO XIII PRÊMIO MÉRITO FITOSSANITÁRIO COOPERATIVAS 2009

REGULAMENTO XIII PRÊMIO MÉRITO FITOSSANITÁRIO COOPERATIVAS 2009 REGULAMENTO XIII PRÊMIO MÉRITO FITOSSANITÁRIO COOPERATIVAS 2009 1. Apresentação O Prêmio Mérito Fitossanitário é o reconhecimento ações de responsabilidade social e ambiental das indústrias de defensivos

Leia mais

1.2.1. O Concurso é aberto a todos os participantes inscritos no Congresso Eventos Brasil, sem limite de idade.

1.2.1. O Concurso é aberto a todos os participantes inscritos no Congresso Eventos Brasil, sem limite de idade. CONCURSO DE FOTOGRAFIA REGULAMENTO Tema do Concurso: A Vida é um Evento 1. O CONCURSO 1.1. DA REALIZAÇÃO 1.1.1 O Concurso de Fotografias da ABEOC Brasil tem caráter exclusivamente cultural, sem qualquer

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA XI PRÊMIO SER HUMANO AS MELHORES PRÁTICAS EM GESTÃO DE PESSOAS ABRH- MG MODALIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA BELO HORIZONTE, DEZEMBRO DE 2011. MODALIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA REGULAMENTO

Leia mais

11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO

11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 11º Prêmio MASTERINSTAL REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO Há mais de uma década o Prêmio MASTERINSTAL contribui para ampliar a visibilidade e o aperfeiçoamento da atividade empresarial dedicada à execução, manutenção

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica

REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica 1. O PRÊMIO O Prêmio CISER de Inovação Tecnológica, doravante denominado PRÊMIO, promovido pela Cia. Industrial H. Carlos Schneider (CISER),

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL OZIRES SILVA DE EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL OZIRES SILVA DE EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL OZIRES SILVA DE EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL I. Natureza do Prêmio 1. O Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável é uma iniciativa do Instituto Superior de Administração

Leia mais

MÉRITO LOJISTA 2014. 1.2. A ação ocorre na cidade de Bento Gonçalves, no período de 15 de fevereiro a 9 de abril de 2015.

MÉRITO LOJISTA 2014. 1.2. A ação ocorre na cidade de Bento Gonçalves, no período de 15 de fevereiro a 9 de abril de 2015. MÉRITO LOJISTA 2014 Considerações: Tradicional reconhecimento ao empreendedorismo no setor, o Prêmio Mérito Lojista é uma promoção da Câmara de Dirigentes Lojistas de Bento Gonçalves que visa a distinguir

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Londrina Departamento de Engenharia de Materiais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Londrina Departamento de Engenharia de Materiais Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Londrina Departamento de Engenharia de Materiais Londrina, quarta-feira, 02 de Setembro de 2015 Regulamento do Concurso para Criação

Leia mais

Prêmio. Participantes, Práticas Premiadas e Período de Execução REGULAMENTO PRÊMIO ANAMATRA DE DIREITOS HUMANOS 2014

Prêmio. Participantes, Práticas Premiadas e Período de Execução REGULAMENTO PRÊMIO ANAMATRA DE DIREITOS HUMANOS 2014 1 Prêmio O Prêmio Anamatra de Direitos Humanos 2014 consistirá na entrega de estatueta inspirada no Cilindro de Ciro e premiação em dinheiro para pessoas físicas ou jurídicas cujas ações se destaquem em

Leia mais

11º Mostra de Ações Socioambientais 2015 REGULAMENTO

11º Mostra de Ações Socioambientais 2015 REGULAMENTO Centro das Indústrias do Estado de São Paulo Grupo de Trabalho de Meio Ambiente - GTMA Grupo de Trabalho em Responsabilidade Social GTRS Diretoria Regional em Jacareí 11º Mostra de Ações Socioambientais

Leia mais

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias:

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias: REGULAMENTO 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART Utilities & Telecom, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom:

Leia mais

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento.

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento. PROGRAMA DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS FUNDEP REGULAMENTO PARA CADASTRAMENTO DE PROJETOS UFMG A Fundep//Gerência de Articulação de Parcerias convida a comunidade acadêmica da UFMG a cadastrar propostas de acordo

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental Novembro 2012 Página 1 1 1. Introdução A Política de Responsabilidade Socioambiental da Brasilcap consolida as diretrizes de ação social, ambiental e econômica.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PRÊMIO PROFESSOR DO ANO 2011. Capítulo I: Do regulamento

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PRÊMIO PROFESSOR DO ANO 2011. Capítulo I: Do regulamento PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PRÊMIO PROFESSOR DO ANO 2011 Capítulo I: Do regulamento ART 1 - O evento Prêmio Professor do Ano é uma promoção da SECRETARIA MUNICIPAL DE

Leia mais

O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das

O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das Apresentação O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi criado, em 2011, pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar

Leia mais

Prefeitura Municipal de São José dos Campos Secretaria de Meio Ambiente

Prefeitura Municipal de São José dos Campos Secretaria de Meio Ambiente REGULAMENTO 2º FESTIVAL REGIONAL DE VÍDEOS AMBIENTAIS I DA DATA E LOCAL Art. 1º O 2º Festival Regional de Vídeos Ambientais se realizará na Cidade de São José dos Campos SP, organizado pela do município

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.907, DE 28 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre o Regulamento do XX Prêmio Brasil de Economia. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais e

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 (Texto Final Aprovado Reunião Direx, de 8/1/2013) Art. 1 Idealizado pela Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), será realizado o Literatura

Leia mais

PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO-CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ

PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO-CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ R E G U L A M E N T O 2009 PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO-CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ Informação contábil: agregando valor ao capital Prêmio Internacional de Produção Contábil

Leia mais

PORTARIA MMA Nº 202, DE 07 DE JUNHO DE 2013

PORTARIA MMA Nº 202, DE 07 DE JUNHO DE 2013 PORTARIA MMA Nº 202, DE 07 DE JUNHO DE 2013 A MINISTRA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, Decreto nº 6.101, de

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO LUÍS CRUZ DE VASCONCELOS

PRÊMIO DE JORNALISMO LUÍS CRUZ DE VASCONCELOS PRÊMIO DE JORNALISMO LUÍS CRUZ DE VASCONCELOS A Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Ceará (OAB-CE), lança o Prêmio de Jornalismo Luís Cruz de Vasconcelos, que tem o objetivo de estimular a publicação

Leia mais

Art. 4º. As inscrições serão realizadas no hot site do Prêmio de Monografia no período de 02 de maio a 31 de maio de 2016.

Art. 4º. As inscrições serão realizadas no hot site do Prêmio de Monografia no período de 02 de maio a 31 de maio de 2016. EDITAL 18 PRÊMIO DE MONOGRAFIA DA UNIT Art. 1º. A Universidade Tiradentes UNIT, com o propósito de estimular a produção científica dos seus discentes, institui o PRÊMIO DE MONOGRAFIA DA UNIT 18ª Edição.

Leia mais

REGULAMENTO CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

REGULAMENTO CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS REGULAMENTO CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS apoio: organização: CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PRÊMIO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO E USO RACIONAL DE ENERGIA EDIÇÃO 2009 1 O PRÊMIO Instituído

Leia mais

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmio Cidadania, categoria Estudante, premia trabalhos de caráter técnico ou científico, referente a implementação

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO

REGULAMENTO DO CONCURSO REGULAMENTO DO CONCURSO 1 - NOME: BOVESPA NA ESCOLA - 2005 2 - OBJETIVOS 2.1 Gerais: Possibilitar aos alunos da rede pública estadual o conhecimento do funcionamento do mercado de capitais. Possibilitar

Leia mais

7 o Prêmio Jovem Jornalista

7 o Prêmio Jovem Jornalista 7 o Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão Regulamento 2015 1. Sobre o Prêmio 1.1 O Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão tem por objetivo incentivar jovens estudantes de Jornalismo

Leia mais

Introdução: 1. Objetivo: 2. Período de inscrição. 3. Cronograma

Introdução: 1. Objetivo: 2. Período de inscrição. 3. Cronograma Introdução: Este concurso nacional, promovido pela ABRACOPEL Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, entidade sem fins econômicos, visa estimular as crianças e os jovens

Leia mais

EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013.

EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013. EDITAL PROEXT Nº 05, DE 27 DE MAIO DE 2013. Seleção de Projetos ou Programas para concessão de bolsas do Programa de Bolsa de Extensão da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (PROBEXT-UFCSPA)

Leia mais

REGULAMENTO. I CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DOS CORREIOS Vá mais longe 1. OBJETIVO

REGULAMENTO. I CONCURSO NACIONAL DE FOTOGRAFIA DOS CORREIOS Vá mais longe 1. OBJETIVO REGULAMENTO 1. OBJETIVO 1.1 O I Concurso Nacional de Fotografia dos Correios tem como objetivos reunir imagens que representem a atuação dos Correios, especialmente a relação da empresa com a sociedade;

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 19, DE 16 DE JULHO DE 2012

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 19, DE 16 DE JULHO DE 2012 1 EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 19, DE 16 DE JULHO DE 22 22/FNDE, A SER REALIZADO NO MUNICÍPIO DE SANTA INÊS. A Direção-Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus

Leia mais

1 Concurso Cartão de Natal - IMEPAC

1 Concurso Cartão de Natal - IMEPAC CONCURSO FOTOGRÁFICO CARTÃO DE NATAL IMEPAC O INSTITUTO MASTER DE ENSINO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS, situado na Avenida Minas Gerais, 1889, Centro, na cidade de Araguari/MG, inscrita no CNPJ sob o n.º 11.010.877/0001-80,

Leia mais

1.1 O concurso exclusivamente cultural denominado Prêmio Científico Julio Voltarelli de

1.1 O concurso exclusivamente cultural denominado Prêmio Científico Julio Voltarelli de REGULAMENTO 1 - DO CONCURSO 1.1 O concurso exclusivamente cultural denominado Prêmio Científico Julio Voltarelli de iniciativa da SBMTO Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea- SBTMO com apoio

Leia mais

I CONCURSO DE TCC s 2015

I CONCURSO DE TCC s 2015 I CONCURSO DE TCC s 2015 O I Concurso de TCC s 2015 do CAOG Gestão INNOVARE, é uma proposta de incentivo a pesquisa encampada pela entidade, que visa estimular a produção acadêmica do corpo discente a

Leia mais

Prêmio Servidor Cidadão

Prêmio Servidor Cidadão Prêmio Servidor Cidadão REGULAMENTO 10 ª Edição A Secretaria de Administração do Estado da Bahia torna público o Regulamento da 10ª Edição do Prêmio Servidor Cidadão. O Prêmio será regido de acordo com

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC EDITAL Nº 018/2012 CAMPUS JIPARANÁ

Leia mais

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO O DIRETOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS, nomeado pela

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 21, DE 08 DE OUTUBRO DE 2012

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 21, DE 08 DE OUTUBRO DE 2012 ATUAÇÃO COMO PROFESSORES NOS CURSOS DO PROGRAMA NACIONAL DE O Diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus Buriticupu, no uso de suas atribuições, torna público que

Leia mais

EDITORA UNIVERSITÁRIA - EdUFMT EDITAL EdUFMT Nº: 01/2013

EDITORA UNIVERSITÁRIA - EdUFMT EDITAL EdUFMT Nº: 01/2013 Universidade Federal de Mato grosso Editora Universitária Av. Fernando Corrêa da Costa, 2.367. Boa Esperança. CEP: 78060-900. Cuiabá, Mato Grosso. www.editora.ufmt.br/edufmt ou ufmteditora@gmail.com Fone:

Leia mais

7º CONCURSO CULTURAL DE FOTOGRAFIAS COOPEREMBRAER Tema: Olímpiadas 2016 Meu esporte favorito é... REGULAMENTO

7º CONCURSO CULTURAL DE FOTOGRAFIAS COOPEREMBRAER Tema: Olímpiadas 2016 Meu esporte favorito é... REGULAMENTO 7º CONCURSO CULTURAL DE FOTOGRAFIAS COOPEREMBRAER Tema: Olímpiadas 2016 Meu esporte favorito é.... REGULAMENTO A Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da Embraer comunica a todos os seus associados,

Leia mais

REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT

REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT REGULAMENTO XIV PRÊMIOABT O PRÊMIO Dirigido a empresas e profissionais que praticam a excelência em atendimento e relacionamento com o cliente, o PrêmioABT tem como objetivos identificar, reconhecer e

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS DATA: 14.10.2015 REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS O I TECNÓLOGOS, promovido pelo CRA/RO- Conselho Regional de Administração de Rondônia e

Leia mais

Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial

Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial Edital 2/2013 Concurso Cultural Livro Antologia: Contos, crônicas e poemas Capa Edição Especial A comissão responsável pela organização do Projeto do Concurso e do Lançamento do Livro Antologia: Contos,

Leia mais

16º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE DANÇA DA UFAM 2015

16º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE DANÇA DA UFAM 2015 16º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE DANÇA DA UFAM 2015 REGULAMENTO GERAL O Festival Universitário de Dança da UFAM (FEUDAN) é uma mostra de caráter competitivo, no qual diversos grupos de dança de Manaus se

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2013 PROGRAMA OI DE PATROCINIO ESPORTIVO INCENTIVADO AVISO 1 PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2013 PROGRAMA OI DE PATROCINIO ESPORTIVO INCENTIVADO AVISO 1 PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2013 PROGRAMA OI DE PATROCINIO ESPORTIVO INCENTIVADO AVISO 1 PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO O Instituto Telemar, torna público, para conhecimento dos interessados, que

Leia mais

FUNDAÇÃO NACIONAL DO LIVRO INFANTIL E JUVENIL Seção Brasileira do IBBY. Disposições Gerais

FUNDAÇÃO NACIONAL DO LIVRO INFANTIL E JUVENIL Seção Brasileira do IBBY. Disposições Gerais FUNDAÇÃO NACIONAL DO LIVRO INFANTIL E JUVENIL Seção Brasileira do IBBY REGULAMENTO DO 21º CONCURSO FNLIJ OS MELHORES PROGRAMAS DE INCENTIVO À LEITURA JUNTO A CRIANÇAS E JOVENS DE TODO O BRASIL 2016 Disposições

Leia mais

EDITAL Nº 002/COEX/DEPEX/CAM/IFAM de 07 de agosto de 2015. Inscrições para os 1º Concurso Literário de Poemas e Contos do IFAM/CAM

EDITAL Nº 002/COEX/DEPEX/CAM/IFAM de 07 de agosto de 2015. Inscrições para os 1º Concurso Literário de Poemas e Contos do IFAM/CAM Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas Campus Avançado Manacapuru EDITAL Nº 002/COEX/DEPEX/CAM/IFAM de

Leia mais

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Sugerimos ler atentamente as regras para submissão de trabalhos científicos.

REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Sugerimos ler atentamente as regras para submissão de trabalhos científicos. REGRAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Sugerimos ler atentamente as regras para submissão de trabalhos científicos. APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O X Congresso Brasileiro de Farmácia Hospitalar, realizado

Leia mais

CRITÉRIOS PARA CREDENCIAMENTO DE LÍDERES E CERTIFICAÇÃO DE GRUPOS DE PESQUISA DO IFAM. CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

CRITÉRIOS PARA CREDENCIAMENTO DE LÍDERES E CERTIFICAÇÃO DE GRUPOS DE PESQUISA DO IFAM. CAPÍTULO I DAS FINALIDADES CRITÉRIOS PARA CREDENCIAMENTO DE LÍDERES E CERTIFICAÇÃO DE GRUPOS DE PESQUISA DO IFAM. Este Regulamento dispõe sobre os Critérios para Credenciamento de Líderes e Certificação de Grupos de Pesquisa do

Leia mais

A escola como construtora da identidade coletiva e multidimensional

A escola como construtora da identidade coletiva e multidimensional I CONCURSO DE REDAÇÃO DO PROJETO EducaNilópolis O projeto Educa Nilópolis, em desenvolvimento nas 22 escolas da rede municipal de ensino de Nilópolis, visa qualificar e dinamizar a rede municipal de ensino

Leia mais

EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS E RODAS DE CONVERSA DO II COIMAMA

EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS E RODAS DE CONVERSA DO II COIMAMA EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS E RODAS DE CONVERSA DO II COIMAMA 1. DO OBJETIVO E ORGANIZAÇÃO 1.1. O presente concurso tem como objetivo incentivar a participação dos acadêmicos e profissionais da saúde

Leia mais

Regulamento para o concurso para Seleção da Logomarca e Banner para a Campanha de Arrecadação do Óleo

Regulamento para o concurso para Seleção da Logomarca e Banner para a Campanha de Arrecadação do Óleo Regulamento para o concurso para Seleção da Logomarca e Banner para a Campanha de Arrecadação do Óleo 1 OBJETIVOS 2 PARTICIPAÇÃO 3 ABRANGÊNCIA 4 CONCEITO 5 APRESENTAÇÃO DO TRABALHO 6 INSCRIÇÃO 7 SELEÇÃO

Leia mais

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA REGIMENTO DA EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA EM DERMATOLOGIA EMC-D

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA REGIMENTO DA EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA EM DERMATOLOGIA EMC-D SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA REGIMENTO DA EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA EM DERMATOLOGIA EMC-D CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGIMENTO Art. 1º - O presente regimento tem por objetivo normatizar a Educação

Leia mais

III PRÊMIO DE INOVAÇÃO CIENTÍFICA DE VOLTA REDONDA INOVA VR 2012. EDITAL 2012

III PRÊMIO DE INOVAÇÃO CIENTÍFICA DE VOLTA REDONDA INOVA VR 2012. EDITAL 2012 III PRÊMIO DE INOVAÇÃO CIENTÍFICA DE VOLTA REDONDA INOVA VR 2012. EDITAL 2012 O Município de Volta Redonda, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Prefeitura Municipal de Volta

Leia mais

-------------------------------------------------------------------------------- RESOLUÇÃO CFM Nº 1772/2005

-------------------------------------------------------------------------------- RESOLUÇÃO CFM Nº 1772/2005 Normas para certificado de atualização profissional O Conselho Federal de Medicina aprovou, em sessão plenária encerrada no dia 12 de agosto, a Resolução 1772/2005, que institui o certificado de atualização

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DO RESUMO EXPANDIDO E TRABALHO COMPLETO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DO RESUMO EXPANDIDO E TRABALHO COMPLETO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE NORMAS PARA ELABORAÇÃO E SUBMISSÃO DO RESUMO EXPANDIDO E TRABALHO COMPLETO DO 3º CONGRESSO INTERNACIONAL EM SAÚDE: ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE O formato de trabalhos aceitos será o Resumo Expandido ou Trabalho

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região I MOSTRA REGIONAL DE PRÁTICAS EM PSICOLOGIA A TÉCNICA ALIADA À ARTE 50 ANOS DE HISTÓRIA 1. OBJETIVOS REGULAMENTO 1.1. A I Mostra Regional de Práticas em Psicologia tem como objetivo reunir trabalhos que

Leia mais

CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O

CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º - A Diretoria do Instituto Novos Horizontes de Ensino Superior e Pesquisa Ltda e a FACULDADE

Leia mais

PRÊMIO Dra. ANGEOLINA ROSSI FERREIRA CATEGORIA: TRABALHOS CIENTÍFICOS BEM VIVER 2013 HOMENAGEM AO DIA DO NUTRICIONISTA

PRÊMIO Dra. ANGEOLINA ROSSI FERREIRA CATEGORIA: TRABALHOS CIENTÍFICOS BEM VIVER 2013 HOMENAGEM AO DIA DO NUTRICIONISTA PRÊMIO Dra. ANGEOLINA ROSSI FERREIRA CATEGORIA: TRABALHOS CIENTÍFICOS BEM VIVER 2013 HOMENAGEM AO DIA DO NUTRICIONISTA APRESENTAÇÃO: O Prêmio Dra. Angeolina Rossi Categoria Trabalhos Científicos, foi criado

Leia mais

Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS

Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS REGULAMENTO 30 TOP DE MARKETING ADVB/RS 1. Da Instituição 1.1. Fica instituído, pela Diretoria da ADVB/RS, o 30º TOP DE MARKETING ADVB-RS. 2. Dos Objetivos: 2.1.

Leia mais