Uma marca global, para uma empresa com serviços globais!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma marca global, para uma empresa com serviços globais!"

Transcrição

1 Uma marca global, para uma empresa com serviços globais!

2 Quem somos? Fundada em 1998 em Curitiba, a Executiva é focada em soluções na área de Recursos Humanos, mais especificamente em Outsourcing de Processos de Negócio. Atende empresas dos mais variados segmentos e tamanhos, que tem como necessidade básica aumentar a produtividade, reduzindo custos e otimizando recursos. Para isso, aliamos aos nossos produtos soluções tecnológicas que auxiliarão sua empresa no atingimento destes objetivos. Administramos aproximadamente funcionários, em mais de 600 empresas, direta e indiretamente, em todas as regiões do Brasil. Temos Unidades de Negócio estabelecidas no RS, SP, PR e RJ.

3 Suíte de Produtos Terceirização de Folha Gestão de Ponto Gestão de Terceiros esocial Executiva Gestão de Afastados e Atestados Médicos Consultoria e Auditoria Relações Sindicais PME Executiva

4 Gerenciamento de empresas terceiras Controle de portaria - terceiros Gerenciamento de empresas terceiras. Gestão de ponto. Gerenciamento de empresas terceiras - obras Gerenciamento de empresas terceiras. Controle de notas fiscais de terceiros Gestão de afastados. Gestão de escoltas. Gestão de Folha de Pagamento Gestão de absenteísmo médico. Gestão de Ponto Eletrônico Portaria MTE 1510 Gestão de Folha de Pagamento e rotinas de admissão, férias, demissão.

5 Sua empresa está preparada?

6

7

8

9

10

11

12

13 Eventos não periódicos 1. Admissão: 2. CAT Comunicação de Acidente do Trabalho: 3. Afastamento Temporário: 4. Desligamento: 1. Alterações: 2. ASO Atestado de Saúde Ocupacional: 3. Atividades desempenhadas: 4. Aviso Prévio: 5. Exclusão: 6. Condição de trabalho diferenciada: 7. Estabilidade: 8. Trabalho sem vínculo: 9. Reintegração:

14

15 Fluxo do esocial

16 Quais os produtos deste novo sistema de informações Folha de Pagamento Digital Folha de Pagamento Digital Simplificada Registro de Eventos Trabalhistas (RET)

17 Quais os produtos deste novo sistema de informações Banco de Dados com Visão Empregado DCTF Web Portal do Trabalhador

18 Quais os produtos deste novo sistema de informações Sistema de Consulta da Declaração Módulo Reclamatória Trabalhista Plano de Capacitação e divulgação na sociedade civil Atendimento integrado aos órgãos da administração direta e indireta federal nas informações previdenciárias e trabalhistas SRF / MPS / MTE / INSS / CEF

19

20

21

22 Integração com DCTF Confissão de Dívida e Geração dos Documentos de Arrecadação

23

24 Retificações Eventos = envio de novo arquivo Folha de pagamento e outras informações: Abertura com indicativo de retificações Informação(ões) a ser(em) retificada(s) Encerramento

25 Mudanças nos órgãos do governo Investimentos nas integrações de sistemas Racionalização nos processos de informações Novo pacote de serviços ao trabalhador e empregador Melhoria na comunicação

26

27 RFB outras simplificações Único documento de arrecadação - DARF Compensação e pedidos de restituição e reembolso pelo PER/DCOMP (CMO / Sal. Família / maternidade) Parcelamento unificado

28 Interface Previdenciária

29

30

31 Saúde e Segurança do Trabalho Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) Acidente do trabalho - CAT Riscos ocupacionais específicos e agentes nocivos à saúde Reintegração de empregado

32 Impacto na Gestão de Terceiros

33 Premissas Toda a movimentação de folha de pagamento do prestador de serviços deverá ser informada na folha de pagamento do tomador de serviços; CEI (Cadastro Específico do INSS) será substituído pelo CNO (Cadastro Nacional de Obras); Subcontratação de empreitada também deverá ser informado ao esocial (quarteirização); Faturamento será controlado pelas informações enviadas ao esocial (nº contrato, boletins de medição, etc.).

34 Impactos na operação Prova de regularidade contábil: O prestador de serviço deverá manter escrituração contábil formalizada, destacando cada contribuição social em uma conta individualizada, devendo ser discriminada por: 1. Valor bruto; 2. Valor da retenção 3. Valor líquido a receber.

35 Impactos na operação Documentos exigidos antes do início das atividades PPRA / PCMSO / PGR / LTCAT / PCMAT Termo do contrato, constando: Objeto; Prazo; Cronograma físico-financeiro, para acompanhamento. Documentação funcional, para integração de segurança.

36 Impactos na operação Documentos exigidos durante andamento das atividades Documentos necessários para aprovação da emissão da NF: Cronograma físico-financeiro; Relatório de medição; Documentação de cumprimento das obrigações: Folhas de pagamento distintas por estabelecimento do tomador; Recibos de pagamento de salários; Cartões-ponto, devidamente assinados; CAGED; Protocolo de envio Conectividade Social SEFIP; GFIP, para cada estabelecimento do tomador;

37 Impactos na operação RET (Relação de Trabalhadores); GPS; ISSQN; CND (INSS e Receita Federal); Documentos dos processos rescisórios Nos casos de quarteirização, o prestador de serviços deverá informar, por meio de demonstrativo mensal (por contratante e por contrato): Denominação social e CNPJ, ou inscrição CNO; Número e data da NF emitida; Valores (bruto, retenção, líquido) da NF; Valores totais e consolidados por estabelecimento do prestador;

38 Impactos na operação Documentos exigidos para encerramento das atividades Toda a documentação mensal, incluindo: Declaração de realocação de pessoal, ou; Quitação rescisória, com: Cópia da CTPS; Cópia das T.R.C.T. s, devidamente assinadas e quitadas; GFIP; GPS.

39 Impactos na operação Art. 291, IN 971/2009 RFB Art. 134, II, IN 971/2009 RFB Art. 134, III, IN 971/2009 RFB Anexo VIII, IN 971/2009 RFB Art. 137, IN 971/2009 RFB NR 9 MTE NR 18 MTE

40 Atividades Cronograma esocial (Prazo estimado pela RFB Eventos Eventos Substituição da iniciais mensais GFIP Enviar até Competência A partir de Disponibilização do aplicativo para qualificação do cadastro dos trabalhadores existentes nas empresas - consulta de CPF, PIS/NIT e data de nascimento na base do sistema do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS): mar/14 Manual de especificação técnica do XML (layouts) e conexão webservice: abr/14 Ambiente de testes para conexão webservice e recepção dos eventos iniciais (préprodução): mai/14 Obrigatoriedade de prestar a informação via esocial, módulo empregador doméstico: 120 dias após a publicação da regulamentação da Emenda Constitucional 72/2013 (a antiga PEC das domésticas). Implantação do esocial com recolhimento unificado para segurado especial e pequeno produtor rural: (*) Empresas de lucro real com faturamento acima de R$ 78 milhões 30/04/2014 mai/14 mai/14 31/10/2014 novembro-14 janeiro-15 Empresas de lucro real com faturamento abaixo de R$ 78 milhões Estima-se 01/2015 Empresas de lucro presumido, Simples Nacional, entidades imunes ou isentas, MEI, produtores rurais e demais equiparados a empresas: cronograma em análise pelos ministérios e pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República. Implantação do esocial por fases Entes públicos: administração direta, autárquica e fundacional da União, Estados, Distrito Federal e Municípios: Substituição da DIRF, RAIS, CAGED e outras informações acessórias e entrada do módulo da reclamatória trabalhista: 31/01/2015 Até 07/02/2015 jan/15 (*) Pequenos produtores rurais segurados especiais nos termos da Lei de 24/10/2013 conforme informqação da equipe do Ministério do Trabalho

41 Impacto Tecnológico Comportamental!

42 Obrigado! Marino Roberto Rodilha Executiva Outsourcing Skype: marinorodilha

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ABEMI Associação Brasileira de Engenharia Industrial São Paulo, 03/12/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ABEMI Associação Brasileira de Engenharia Industrial São Paulo, 03/12/2013 ABEMI Associação Brasileira de Engenharia Industrial São Paulo, 03/12/2013 Jeziel Tadeu Fior Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil O que é o esocial? Sistema de Escrituração Digital das Obrigações

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. FIESP, 23/10/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. FIESP, 23/10/2013 FIESP, 23/10/2013 O que é o esocial? Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... Termo de Rescisão Seguro Desemprego Consequências

Leia mais

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

Rio de Janeiro, 17/09/2013

Rio de Janeiro, 17/09/2013 Rio de Janeiro, 17/09/2013 Daniel Belmiro Fontes José Alberto Maia Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... Termo de

Leia mais

14/11/2013. Centralização do FGTS. Surgimento do REMAG. Surgimento da GFIP. Surgimento do SPED. Histórico das Obrigações JOHNATAN ABREU

14/11/2013. Centralização do FGTS. Surgimento do REMAG. Surgimento da GFIP. Surgimento do SPED. Histórico das Obrigações JOHNATAN ABREU JOHNATAN ABREU Histórico das Obrigações Centralização do FGTS Surgimento do REMAG Surgimento da GFIP Surgimento do SPED 1 Objetivos do Projeto OBJETIVO: O esocial tem por objeto, informações trabalhistas,

Leia mais

As novas obrigações trabalhistas e previdenciárias

As novas obrigações trabalhistas e previdenciárias As novas obrigações trabalhistas e previdenciárias JOHNATAN ABREU Janeiro de 2014 O que é o esocial? De acordo com o art. 2º da minuta da Portaria interministerial que regulamenta a ferramenta, é um instrumento

Leia mais

esocial Abril 2014 Equipe de Legislação

esocial Abril 2014 Equipe de Legislação esocial Abril 2014 Equipe de Legislação O que é o esocial? É um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados. Está sendo desenvolvido,

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013 CISPED, 21/11/2013 Aspectos Técnicos Utilização do CPF como chave do trabalhador associado ao PIS/NIT; Validação na base do CNIS CPF/PIS/Data de nascimento; Cadastramento inicial apenas dos vínculos ativos;

Leia mais

esocial e PUC Programa de Unificação do Crédito e PUC

esocial e PUC Programa de Unificação do Crédito e PUC esocial e PUC Programa de Unificação do Crédito VI Fórum Interestadual de Regularidade 9 de outubro de 2014 Frederico Faber Coordenador de Cobrança Cenário Atual Os empregadores são obrigados a preencher

Leia mais

O que é o esocial? Empregado

O que é o esocial? Empregado CICLO DE PALESTRAS O que é o esocial? É uma nova forma de registro de informações, também conhecida como folha de pagamento digital que unificará todos os sistemas. Empregado O Ato Declaratório Executivo

Leia mais

Não muda legislação, muda procedimentos.

Não muda legislação, muda procedimentos. Versão 1.1 esocial Não muda legislação, muda procedimentos. esocial = Transparência Fiscal Circular n. 642, de 06/01/2014 Aprova e divulga o leiaute do Sistema de Escrituração Fiscal Digital das obrigações

Leia mais

Evento esocial. Prof. Edison Garcia Junior

Evento esocial. Prof. Edison Garcia Junior Evento esocial Prof. Edison Garcia Junior INTRODUÇÃO PROJETO SPED (esocial 2009): AD EXECUTIVO SUFIS Nº 05, DE 17/07/2013 INTRODUÇÃO esocial: Preparado para ter uma DR com seus terceiros?? INTRODUÇÃO esocial:

Leia mais

esocial EFD FOLHA DE PAGAMENTO

esocial EFD FOLHA DE PAGAMENTO Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Conceito de EFD-Social O (EFD-Social) é um projeto do governo federal que visa a unificação das obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias

Leia mais

e-social expert PDF Trial Outubro 2013 Apoio O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade da Lefisc.

e-social expert PDF Trial Outubro 2013 Apoio O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade da Lefisc. Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Desvendando o esocial

Desvendando o esocial Desvendando o esocial O que é o esocial? O esocial é um dos componentes do SPED e visa formalizar digitalmente as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a todos os empregados e empregadores,

Leia mais

e-social Alexandre Corrêa

e-social Alexandre Corrêa e-social Alexandre Corrêa e-social O e-social consiste na escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais. Permitirá uma fiscalização muito mais eficaz,

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Sistema Público de Escrituração Digital SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED NF-e NFS-e ECD Contábil F-cont EFD - Folha EFD ICMS CT-e e-lalur EFD PIS/Cofins Contribuições Contribuinte RFB SEFAZ Leiaute Banco de Dados Procuração Eletrônica

Leia mais

Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos. WORKSHOP esocial. www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 14/02/2014

Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos. WORKSHOP esocial. www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 14/02/2014 Soft Trade, desenvolvendo soluções para RH há 26 anos WORKSHOP esocial www.esocial.gov.br www.softtrade.com.br 14/02/2014 E agora, José?? Carlos Drummond de Andrade Solução? Problema? Afinal é bom para

Leia mais

Decreto 6.022 de 22/01/2007 Procedimentos para Janeiro de 2014

Decreto 6.022 de 22/01/2007 Procedimentos para Janeiro de 2014 Decreto 6.022 de 22/01/2007 Procedimentos para Janeiro de 2014 ...Art. 2º O Sped (Sistema Público de Escrituração Digital) é instrumento que unifica as atividades de recepção, validação, armazenamento

Leia mais

Resultado da Fiscalização

Resultado da Fiscalização Resultado da Fiscalização Premissas do SPED Redução do Custo de Conformidade Redução do Custo de Conformidade Produtos do EDF Social (1) Bem simples!!!! Produtos do EDF Social (2) E tem muito mais: COAF

Leia mais

Andrezza Célia Moreira

Andrezza Célia Moreira Andrezza Célia Moreira Contadora e Perita Sócia da JANIR MOREIRA & CONTADORES ASSOCIADOS Conselheira do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais CRC-MG O esocial é um projeto do governo federal

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEPMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer????

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer???? Fevereiro de 2014 O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda E agora, o que tenho que fazer???? O QUE É AFINAL? Componente do SPED (Sistema Público de

Leia mais

VISÃO GERAL DO E-SOCIAL

VISÃO GERAL DO E-SOCIAL VISÃO GERAL DO E-SOCIAL 1 VISÃO GERAL DO E-SOCIAL SUMÁRIO 1.0 Introdução......03 2.0 Considerações Iniciais......03 2.1 Objeto do esocial......03 2.2 Conceito do esocial......03 2.3 Objetivos do projeto......03

Leia mais

e-social - (ex-efd Social)

e-social - (ex-efd Social) Relações do Trabalho, Folha de Pagamento e Obrigações á partir de JANEIRO-2014! O QUE VAI MUDAR? NOVO MODELO OPERACIONAL? POR ONDE COMEÇAR? E - SOCIAL e-social - (ex-efd Social) Projeto e-social Com a

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 O que é esocial? É o projeto de escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias

Leia mais

esocial - Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas

esocial - Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas esocial - Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas 1 Conhecendo e-social O e-social é um projeto do governo federal que vai coletar informações trabalhistas,

Leia mais

03/05/2015. Entendendo o esocial

03/05/2015. Entendendo o esocial Entendendo o esocial 1 O que é o esocial O esocialé o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade

Leia mais

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Dra. Valéria de Souza Telles esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Manual de Orientação do e - Social Versão 1.0 (Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/13 DOU de 18/07/2013) Manual de Orientação do

Leia mais

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo CONSTRUÇÃO CONJUNTA Receita Federal do Brasil; Caixa; Instituto Nacional do Seguro Social INSS; Ministério da Previdência Social MPS;

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. INPI, 27.05.2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. INPI, 27.05.2014 INPI, 27.05.2014 Daniel Belmiro Fontes Termo de Rescisão Seguro Desemprego Solução uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. Qual é o modelo operacional? O Registro dos Eventos

Leia mais

esocial A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO DE TRABALHO E DE ARRECAÇÃO SOBRE A FOLHA DE PAGAMENTO

esocial A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO DE TRABALHO E DE ARRECAÇÃO SOBRE A FOLHA DE PAGAMENTO esocial A TRANSFORMAÇÃO DA RELAÇÃO DE TRABALHO E DE ARRECAÇÃO SOBRE A FOLHA DE PAGAMENTO CENÁRIO ATUAL EMARANHADO DE NORMAS E LEIS INÚMERAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS INFORMAÇÕES NÃO CONSOLIDADAS E DE MÁ QUALIDADE

Leia mais

Pilares do SPED EFD ICMS/IPI EFD IRPJ. esocial ECF ECD. EFD Contribuições. (NF-e, NFS-e, CT-e) Doc. Fiscais Eletrônicos

Pilares do SPED EFD ICMS/IPI EFD IRPJ. esocial ECF ECD. EFD Contribuições. (NF-e, NFS-e, CT-e) Doc. Fiscais Eletrônicos Nossa trajetória... Doc. Fiscais Eletrônicos (NF-e, NFS-e, CT-e) ECD EFD ICMS/IPI EFD Contribuições EFD IRPJ Pilares do SPED esocial ECF Perfil 21 anos de atuação com dedicação exclusiva em projetos da

Leia mais

Breve contextualização

Breve contextualização Breve contextualização O esocial é o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade padronizar

Leia mais

O esocial e os desafios trabalhistas. A mudança na rotina de pessoal.

O esocial e os desafios trabalhistas. A mudança na rotina de pessoal. O esocial e os desafios trabalhistas. A mudança na rotina de pessoal. esocial -É o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhista (esocial); -Trata-se de um projeto

Leia mais

Entendendo o esocial

Entendendo o esocial Entendendo o esocial O que éo esocial O esocial éo instrumento de unificação da prestação das informações referentes àescrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e tem por finalidade

Leia mais

JANEIRO 2016 PROVIDÊNCIAS PARA O MÊS OBRIGAÇÕES DE ROTINA

JANEIRO 2016 PROVIDÊNCIAS PARA O MÊS OBRIGAÇÕES DE ROTINA JANEIRO 2016 PROVIDÊNCIAS PARA O MÊS OBRIGAÇÕES DE ROTINA PROVIDÊNCIAS PARA O MÊS DE JANEIRO/2016 I OBRIGAÇÕES DE ROTINA P.I.S. Fazer cadastramento dos empregados admitidos no mês de DEZ/2015 que ainda

Leia mais

Aprovação e divulgação do leiaute (padronização)

Aprovação e divulgação do leiaute (padronização) Legislação Início legal Ato Declaratório Executivo Sufis nº 5 de 17/07/2013, publicado no DOU em 18/07/2013 Aprovação e divulgação do leiaute (padronização) Manual V. 1.1 Site esocial - www.esocial.gov.br

Leia mais

FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013

FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013 FOLHA DE PAGAMENTO E SUAS RETENÇÕES Carlos Alencar OUTUBRO/2013 OBRIGATORIEDADE A empresa é obrigada a elaborar mensalmente a folha de pagamento da remuneração paga devida ou creditada a todos os segurados

Leia mais

esocial - EFD Social (Obrigações Trabalhista e Previdenciária na Folha de Pagamento)

esocial - EFD Social (Obrigações Trabalhista e Previdenciária na Folha de Pagamento) esocial - EFD Social (Obrigações Trabalhista e Previdenciária na Folha de Pagamento) Vagas Limitadas Cód. do Curso: 0052014 06 e 07.05.2014 O EFD Social ou SPED Folha como já se tornou conhecido, terá

Leia mais

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba SPED Sistema Público de Escrituração Digital esocial NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba 7 de outubro de 2014 O SPED Sistema Público de

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. AMCHAM-RJ, 24/02/2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. AMCHAM-RJ, 24/02/2014 AMCHAM-RJ, 24/02/2014 Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... Termo de Rescisão Seguro Desemprego Evento Trabalhista

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO Nº 02/2014 ANO XI (08 de janeiro de 2014)

BOLETIM INFORMATIVO Nº 02/2014 ANO XI (08 de janeiro de 2014) BOLETIM INFORMATIVO Nº 02/2014 ANO XI (08 de janeiro de 2014) 01. CIRCULAR DA CEF APROVA LEIAUTE DO esocial CIRCULAR Nº 642, DE 6 DE JANEIRO DE 2014 Aprova e divulga o leiaute do Sistema de Escrituração

Leia mais

esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros 19/05/2015 Vitória - ES

esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros 19/05/2015 Vitória - ES esocial 2.0: Nova realidade para Escritórios Contábeis e seus Clientes Cátia Maria Soares Medeiros 19/05/2015 Vitória - ES Regulamentação O que existia: Ato Declaratório SUFIS 05/2013 de 17 de julho de

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. esocial - FECON 19/02/2014 esocial - FECON 19/02/2014 Contextualização - Objetivo do Projeto OBJETIVOS - O que é o esocial Conceitos básicos - Qualificação cadastral - Povoamento da base - Eventos Não periódicos - Eventos periódicos

Leia mais

Projeto esocial Aspectos Legais

Projeto esocial Aspectos Legais Projeto esocial Aspectos Legais ÍNDICE O que é o esocial Cenários e Leiaute Cronograma do Governo Fiscalização e Penalidades ÍNDICE O que é o esocial? O esocial é um projeto do Governo Federal, com implantação

Leia mais

08/11/2012 Brasília DF - CURSO: ESOCIAL - AS NOVAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS

08/11/2012 Brasília DF - CURSO: ESOCIAL - AS NOVAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS Apresentação A EFD-Social consiste na escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a todo e qualquer vínculo trabalhista contratado no Brasil.

Leia mais

Auditoria e Consultoria para seu Negócio.

Auditoria e Consultoria para seu Negócio. Auditoria e Consultoria para seu Negócio. Apresentação do EFD Social O, também conhecido como EFD-Social ou Sped Folha é um dos componentes do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), em vigor há

Leia mais

EMPREGADORES COM MATRÍCULA CEI CADASTRO DA MATRÍCULA NO CEI

EMPREGADORES COM MATRÍCULA CEI CADASTRO DA MATRÍCULA NO CEI EMPREGADORES COM MATRÍCULA CEI CADASTRO DA MATRÍCULA NO CEI Inicialmente, cabe informar que a Matrícula CEI, de acordo com o artigo 17 da Instrução Normativa RFB nº 971/09, é considerada como cadastro

Leia mais

Navegação em Nuvem. Abrangência Atual

Navegação em Nuvem. Abrangência Atual SPED Apresentação Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC

Leia mais

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 26/2015 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

VERITAE Cursos/RJ/Abril/2010

VERITAE Cursos/RJ/Abril/2010 VERITAE Cursos/RJ/Abril/2010 CURSO RETENÇÃO PREVIDENCIÁRIA NAS CESSÕES DE MÃO DE OBRA E NAS EMPREITADAS APLICADA ÀS EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS Inclui Módulo Especial: RETENÇÃO PREVIDENCIÁRIA E

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Orientador Empresarial ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL RETENÇÃO PREVIDENCIÁRIA COMPENSAÇÃO E RESTITUIÇÃO DE VALORES RETIDOS NAS CESSÕES

Leia mais

07/06/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias

07/06/2013. EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... Antes da EFD Social. Obrigações acessórias trabalhistas/previdenciárias EFD SOCIAL Sua folha de pagamento vai mudar!! Saiba como... 1 Antes da EFD Social Falta de padronização na folha de pagamento Multiplicidade de obrigações acessórias Redundância no envio dos dados índice

Leia mais

Obrigações Fiscais das Entidades sem Fins Lucrativos e Sociedades Cooperativas. Impostos - Contribuições Obrigações Fiscais

Obrigações Fiscais das Entidades sem Fins Lucrativos e Sociedades Cooperativas. Impostos - Contribuições Obrigações Fiscais OSMAR REIS AZEVEDO Pós-graduado em Contabilidade. Formado em Ciências Contábeis. Professor universitário da Universidade São Judas Tadeu na década de 1990. Autor de três livros tributários, com os títulos:

Leia mais

Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho;

Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho; Agenda: ü Conceito do e- Social; ü Saúde e Segurança do Trabalho SSO- EHS; ü e- Social e a Saúde e Segurança do Trabalho; 1. O que é o esocial? Um Sistema de Escrituração Fiscal Digital das obrigações

Leia mais

RETENÇÃO DE 11% Ministério da Previdência Social - MPS Secretaria da Receita Previdenciária - SRP. Delegacia da Receita Previdenciária Vitória/ES

RETENÇÃO DE 11% Ministério da Previdência Social - MPS Secretaria da Receita Previdenciária - SRP. Delegacia da Receita Previdenciária Vitória/ES RETENÇÃO DE 11% Ministério da Previdência Social - MPS Secretaria da Receita Previdenciária - SRP Delegacia da Receita Previdenciária Vitória/ES Junho/2005 1 RETENÇÃO DE 11% FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei n.º

Leia mais

SPED Folha de Pagamento

SPED Folha de Pagamento SPED Folha de Pagamento Ricardo Nogueira www.ocftreinamento.com.br Cenário atual Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem, em muitos casos, as mesmas informações...

Leia mais

SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007

SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007 e Social e-social E-Social SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007 Art. 2º - O SPED é instrumento que unifica as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração das Obrigações Fiscais, Previdênciárias e Trabalhistas

esocial Sistema de Escrituração das Obrigações Fiscais, Previdênciárias e Trabalhistas esocial Sistema de Escrituração das Obrigações Fiscais, Previdênciárias e Trabalhistas O que é o esocial? O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (esocial)

Leia mais

Impacto do E Social para a Medicina do Trabalho. Dr Paulo R Zétola

Impacto do E Social para a Medicina do Trabalho. Dr Paulo R Zétola Impacto do E Social para a Medicina do Trabalho Dr Paulo R Zétola DECIFRA-ME OU DEVORO-TE! frase com que a esfinge, monstro da mitologia grega, híbrido de leão e mulher, iniciava a proposição de enigmas

Leia mais

IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9.

IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9. AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL JANEIRO DE 2016 06.01 (4ª Feira) IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9.430/1996

Leia mais

E- SOCIAL (SPED/EFD-SOCIAL) - Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas - Novas Regras

E- SOCIAL (SPED/EFD-SOCIAL) - Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas - Novas Regras E- SOCIAL (SPED/EFD-SOCIAL) - Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas - Novas Regras Myrian Bueno Quirino Myrian Bueno Quirino Página 1 Maio/2014 Instituído

Leia mais

e-social - VERSÃO 2.1

e-social - VERSÃO 2.1 Recursos Humanos OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Março de 2016 - Brasília Realização Workshop OBRIGAÇÕES TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA NA FOLHA DE PAGAMENTO Apresentação Com

Leia mais

Decreto nº 6.022-22/01/07. Objetivo: Institui o Sistema Público de Escrituração Digital - S P E D

Decreto nº 6.022-22/01/07. Objetivo: Institui o Sistema Público de Escrituração Digital - S P E D 1 Facilitador: JOSÉ AUGUSTO PICÃO Contador e Administrador de Empresas, com ênfase em Administração Tributária; Pós-Graduado em Contabilidade, Auditoria e Legislação Tributária Fundace - USP; Especialista

Leia mais

Desvendando o esocial

Desvendando o esocial 2011 Março de 2012 Outubro de 2012 1º semestre de 2013 Julho/2013 Primeiros layouts (não oficiais) Estudo dos layouts Primeira proposta de solução Segunda proposta de solução Indefinições do Governo Não

Leia mais

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Planejamento e Administração PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS

Leia mais

Agenda de Obrigações Tributárias, Trabalhistas e Previdenciárias

Agenda de Obrigações Tributárias, Trabalhistas e Previdenciárias Agenda de Obrigações Tributárias, Trabalhistas e Previdenciárias Fevereiro de 2016 Tipo Dia Obrigação 01/02-2ª Feira 03/02-4ª Feira INSS GPS - Fixação no Quadro de Horário O art. 225, VI do Decreto n 3.048/1999,

Leia mais

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL NF-e Abrangência ECD esocial EFD EFD - IRPJ CT-e NFS-e E-Lalur FCont O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar

Leia mais

Analista de Folha de Pagamento

Analista de Folha de Pagamento CURSOS DE ATUALIZAÇÃO PROFISSIONAL Analista de Folha de Pagamento Objetivo: Treinar o profissional da área para elaboração da Folha de Pagamento, ensinando a efetuar a conferência dos dados constantes

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ACIL Leme, 18/12/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. ACIL Leme, 18/12/2013 ACIL Leme, 18/12/2013 Jeziel Tadeu Fior Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Sustentador Regional do Estado de São Paulo 8ª Região Fiscal e-social Sistema de Escrituração Digital das Obrigações

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Retenção INSS por Contribuinte Individual

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Retenção INSS por Contribuinte Individual 12/05/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro de 2009... 4 3.2 Exemplo

Leia mais

CNS - Confederação Nacional de Serviços. Principais Reflexos no FGTS

CNS - Confederação Nacional de Serviços. Principais Reflexos no FGTS CNS - Confederação Nacional de Serviços Principais Reflexos no FGTS Números Grandes R$ 410,6 bilhões Total Ativo R$ 311,6 bilhões 70 Milhões de clientes Saldo Contas Vinculadas R$ 77,8 bilhões Patrimônio

Leia mais

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações.

Cenário Atual. Os empregadores devem preencher inúmeras declarações e documentos que possuem as mesmas informações. índice O que é o esocial?...03 Cenário Atual...04 Cenário Ideal...05 Abrangência...06 Identificadores das Empresas...07 Identificadores...08 Módulo Consulta Cadastral...09 Órgãos envolvidos no Projeto...11

Leia mais

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social.

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. E-SOCIAL Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. O E-Social é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 01/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 01/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 01/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

# CAMPO MOTIVO REFERÊNCIA LEGAL Cadastro da empresa (Tabela S-1000) Número de inscrição do contribuinte, CNPJ ou CPF # Campo Motivo

# CAMPO MOTIVO REFERÊNCIA LEGAL Cadastro da empresa (Tabela S-1000) Número de inscrição do contribuinte, CNPJ ou CPF # Campo Motivo ANEXO I 49 # CAMPO MOTIVO REFERÊNCIA LEGAL Cadastro da empresa (Tabela S-1000) Número de inscrição do contribuinte, CNPJ ou CPF # Campo Motivo 19-25 Informações de identificação do empregador (5) A partir

Leia mais

AGENDA DE CONTRIBUIÇÕES, TRIBUTOS E OBRIGAÇÕES

AGENDA DE CONTRIBUIÇÕES, TRIBUTOS E OBRIGAÇÕES Sinduscon Ceará - Agosto / 2014 DIAS OBRIGAÇÕES DESCRIÇÃO FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 05 (terça-feira) IRRF RETIDO NA FONTE Recolher até o 3º dia útil após o último decêndio do mês anterior, os fatos gerados a

Leia mais

esocial Uma nova forma de registro dos eventos trabalhistas

esocial Uma nova forma de registro dos eventos trabalhistas esocial Uma nova forma de registro dos eventos trabalhistas José Maia Ministério do Trabalho e Previdência Social Eduardo Tanaka Receita Federal Apresentação: - Visão geral do projeto - Aspectos conceituais

Leia mais

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa?

Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? Como o esocial muda o dia a dia da sua empresa? SISTEMA HUMANUS DE GESTÃO DE RH O QUE É O ESOCIAL? O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação

Leia mais

esocial O que muda na sua empresa? TAX

esocial O que muda na sua empresa? TAX TAX esocial O que muda na sua empresa? 20XX KPMG, uma [estrutura legal] brasileira e firma-membro da rede KPMG de firmasmembro independentes e afiliadas à KPMG International Cooperative ( KPMG International

Leia mais

Previdência Social. Trabalhista

Previdência Social. Trabalhista Previdência Social Comunicação de acidente do trabalho - CAT Comprovantes do exercício da atividade remunerado dos segurados e contribuintes individuais Comprovantes de pagamento (cópias) ou a declaração

Leia mais

Indenização adicional a data base da categoria. Neste bip. Você Sabia? Geração do arquivo Homolognet. Edição 58 Junho de 2015

Indenização adicional a data base da categoria. Neste bip. Você Sabia? Geração do arquivo Homolognet. Edição 58 Junho de 2015 Neste bip Indenização Artigo 9º, Lei n.º 7.238/84... 1 Geração do arquivo Homolognet... 1 Escrituração Contábil Digital... 2 Você Sabia? Que no sistema rumo é possível emitir o recibo de devolução e entrega

Leia mais

Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e. Luis Antônio dos Santos

Palestrantes: Reginaldo da Silva dos Santos, André Bocchi e. Luis Antônio dos Santos esocial SEMINÁRIO Uma realidade RETENÇÕES a ser DE enfrentada IMPOSTOS pelos E CONTRIBUIÇÕES profissionais de RH, Contabilidade e de Gestão Administrativa Palestrantes: André Bocchi da Silva Reginaldo

Leia mais

CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial

CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial CURSO LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO DO esocial LEGISLAÇÃO TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA e NR S DO TRABALHO com IMPACTOS, RISCOS e IMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

Escrituração Fiscal da Folha de Pagamento e das Obrigações Previdenciárias (EFD-Social) esocial

Escrituração Fiscal da Folha de Pagamento e das Obrigações Previdenciárias (EFD-Social) esocial Escrituração Fiscal da Folha de Pagamento e das Obrigações Previdenciárias (EFD-Social) esocial O esocialvisa a unificação do envio de informações pelo EMPREGADOR em relação aos seus EMPREGADOS.Este processo

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. RISCOS OCUPACIONAIS Demonstrações Ambientais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. RISCOS OCUPACIONAIS Demonstrações Ambientais MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL RISCOS OCUPACIONAIS Demonstrações Ambientais Conteúdo Programático I) Histórico II) Demonstrações Ambientais III) Perfil Profissiográfico

Leia mais

esocial esocial Compartilhar informações integradas e atualizadas através de um único banco de dados entre os órgãos envolvidos;

esocial esocial Compartilhar informações integradas e atualizadas através de um único banco de dados entre os órgãos envolvidos; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

Conferência esocial. Brasilia, abril de 2014

Conferência esocial. Brasilia, abril de 2014 Conferência esocial Brasilia, abril de 2014 O que é o esocial? Quem participa do esocial? O esocial é composto por consórcio do qual fazem parte: O Ministério do Trabalho e Emprego MTE O Ministério da

Leia mais

PLANILHA ORIENTATIVA PARA COBRANÇA DE HONORÁRIOS Os honorários estão vinculados ao valor de referência: Honorários Mensais

PLANILHA ORIENTATIVA PARA COBRANÇA DE HONORÁRIOS Os honorários estão vinculados ao valor de referência: Honorários Mensais Filiado à: SINCOLPAR - SINDICATO DOS CONTABILISTAS DO LITORAL PARANAENSE Rua Julia da Costa, nº 583, Centro Histórico, Paranaguá-PR CEP 83203-060 - Fone: (41) 3425-8181 e-mail: sincolpar@sincolpar.org.br

Leia mais

Deixe sua folha de pagamento com a gente e dedique-se ao seu negócio.

Deixe sua folha de pagamento com a gente e dedique-se ao seu negócio. Deixe sua folha de pagamento com a gente e dedique-se ao seu negócio. Quem Somos Fundada em 2005, A EXÍMIA faz a gestão operacional da sua Folha de Pagamento aliando a mais avançada tecnologia com a expertise

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA FEVEREIRO DE 2011 Até dia Obrigação Histórico 3 IRRF Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.01.2011,

Leia mais

Microempreendedor Individual Aspectos Tributários

Microempreendedor Individual Aspectos Tributários Microempreendedor Individual Aspectos Tributários SILAS SANTIAGO Vitória, 28 de julho de 2009. Gestão do Simples Nacional Gestão do Simples Nacional Comitê-Gestor do Simples Nacional (CGSN) órgão colegiado

Leia mais

NOVO PRISMA AGRO FLORESTAL

NOVO PRISMA AGRO FLORESTAL NOVO PRISMA AGRO FLORESTAL PROCEDIMENTO INTERNO PARA INGRESSO DE COLABORADORES DAS EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS FLORESTAIS HISTÓRICO DAS REVISÕES: REVISÃO DESCRIÇÃO 01 Criação do procedimento 11/2007

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 Ementa: Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro e/ou institucional junto ao CRMV-RJ. O - CRMV-RJ, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA esocial PROJETO, IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS IMPACTOS JUNTO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PÚBLICO-ALVO Servidores de órgãos públicos federais, estaduais ou municipais e sociedades de economia mista, empresas privadas

Leia mais

GUIA PRÁTICO NOVO FOLHA DE PAGAMENTO

GUIA PRÁTICO NOVO FOLHA DE PAGAMENTO GUIA PRÁTICO NOVO FOLHA DE PAGAMENTO Este manual visa facilitar a integração entre o sistema Folha de Pagamento antigo e a nova versão do sistema Folha de Pagamento. O sistema foi reformulado e agora compartilha

Leia mais

Dicas de importação na RAIS. Neste bip. Você Sabia? edição 30 Fevereiro de 2013

Dicas de importação na RAIS. Neste bip. Você Sabia? edição 30 Fevereiro de 2013 Neste bip Dicas sobre RAIS... 1 Contribuição Patronal para RAIS... 2 Rumodoc - Ajuda no sistema Rumo... 2 Fechamento contábil... 2 Dispensa da entrega da DACON... 3 Dicas de importação na RAIS Já era um

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS CONTÁBEIS

TABELA DE HONORÁRIOS CONTÁBEIS HONORÁRIOS BASE - CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Escrituração Contábil e Fiscal S/ Fatur. Bruto Comércio Atacadista 0,25% Indústria / Comércio Varejo 0,80% Micro Empresa (ME) e Empresa de Pequeno Porte

Leia mais