INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL INFORMAÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL INFORMAÇÕES"

Transcrição

1 1/9 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores da COCEL deverá apresentar os modelos devidamente preenchidos, acompanhados dos documentos enunciados nestas instruções. Todos os modelos estão disponíveis para download, juntamente com estas instruções. As declarações deverão ser assinadas pelo representante legal da empresa, constituído para tal fim e com os devidos poderes, sendo necessário juntar o respectivo instrumento. II. Os interessados poderão, a qualquer tempo, solicitar seu cadastramento na Divisão de Logística e Compras, pessoalmente, no horário das 8h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00 ou via Correios, mediante o encaminhamento de toda a documentação especificada no endereço abaixo indicado: Divisão de Logística e Compras Sala 14 Rua Rui Barbosa, n.º 520, Centro, Campo Largo - CEP Informações e orientações sobre o processo de cadastramento também podem ser obtidas através dos seguintes canais: Telefones: (41) ; e Web: - Fornecedores No caso de envio da documentação via correio é de inteira responsabilidade do interessado a apresentação correta da documentação ora

2 2/9 solicitada, frisando que a COCEL não se responsabilizará pelo possível extravio ou ausência de prévia conferência da documentação. Os documentos em idioma estrangeiro deverão ser acompanhados de tradução por tradutor juramentado, em original ou cópia autenticada. Todos os documentos citados deverão ser referentes à Jurisdição do local da sede do fornecedor. Os documentos exigidos devem ser apresentados numa das seguintes formas: em original; por cópia autenticada por tabelião; por cópia autenticada por funcionário da COCEL; por publicação em órgão da imprensa oficial. III. Os interessados que venham a obter registro no Cadastro de Fornecedores da COCEL deverão, a seu critério, manter atualizados os documentos e informações inicialmente fornecidos. IV. Os pedidos de cadastramento, atualizações ou renovações cadastrais serão devidamente analisados em até 10 (dez) dias úteis, a partir da entrega de toda documentação. Analisada a documentação, serão solicitados eventuais documentos faltantes que deverão ser enviados à COCEL Divisão de Logística e Compras, sob pena de indeferimento. Após aprovação do cadastro será emitido o Certificado de Registro Cadastral CRC e o mesmo enviado à empresa/representante no prazo de até 15 dias úteis. A Empresa que solicitar o CRC COCEL e enviar documentação incompleta e não regularizar a mesma dentro do prazo de 45 dias, a contar da notificação feita pela COCEL, terá o pedido indeferido e a documentação destruída. V. É dever do fornecedor comunicar, formalmente, quaisquer alterações de seus dados cadastrais. A renovação do cadastro é de responsabilidade da empresa, que deverá apresentar os formulários e as documentações pertinentes para o mesmo.

3 3/9 VI. A qualquer momento poderá ser alterado, suspenso ou cancelado o Certificado de Registro Cadastral CRC da empresa que deixar de satisfazer as condições estabelecidas no processo de cadastramento ou não atenda as exigências contratuais. VII. O Certificado de Registro Cadastral (CRC) não confere direito líquido e certo à habilitação em licitações, uma vez que conforme as especificidades dos objetos a serem licitados, os editais podem ser acrescidas de outras exigências em relação às necessárias ao cadastramento. VIII. Validade do Certificado de Registro Cadastral CRC: o Certificado de Registro Cadastral poderá ser emitido em qualquer época do ano; data de emissão e data de validade estarão impressas no próprio CRC. A validade do CRC nunca será superior a 12 (doze) meses da data de emissão, podendo ser alterado, suspenso ou cancelado o registro da inscrita que deixar de satisfazer às exigências dos arts. 82 a 87 do Regulamento Interno de Licitações e Contratos da Companhia Campolarguense de Energia - COCEL, ou as estabelecidas para classificação cadastral. IX. Renovação do cadastro: para renovação do cadastro deverá ser apresentada toda a documentação exigida nos itens 1 a 5 deste Regulamento, não necessitando apresentar a documentação: relativa à Habilitação Jurídica, caso não tenha sofrido nenhuma alteração em seu Contrato Social, Ato Constitutivo, etc., e que já conste em nossos arquivos; relativa a qualificação financeira, caso já tenha sido apresentado o último exercício social exigido em lei; e a relativa à Qualificação Técnica, não sendo necessário apresentar os mesmos atestados que já constem em nossos arquivos, apresentar somente novos atestados. A renovação do cadastro é responsabilidade do fornecedor, ao qual recomendamos apresentar a documentação pertinente até 30 (trinta) dias antes do vencimento do CRC. X. Os interessados em se cadastrar na COCEL, para fornecimento de materiais, serviços e/ou obras, deverão enviar ou apresentar os documentos exigidos neste Regulamento, numa das seguintes formas: em original; por

4 4/9 cópia autenticada por tabelião; por cópia autenticada por funcionário da COCEL; por publicação em órgão da imprensa oficial. XI. O cadastramento não pressupõe e não obriga a COCEL ao compromisso de estabelecer em tempo algum, qualquer tipo de contratação com a empresa cadastrada. DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA A documentação a ser entregue aos cuidados da Divisão de Logística e Compras consistirá: 1. HABILITAÇÃO JURÍDICA 1.1 Cédula de Identidade e prova de inscrição no CPF Cadastro de Pessoa Física, no caso de licitante pessoa física; 1.2 Prova de inscrição no CNPJ Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica; 1.3 Registro Comercial, no caso de empresa individual (Empresário); 1.4 Ato constitutivo, estatuto ou contrato social em vigor, devidamente registrado, em se tratando de sociedades comerciais (Sociedade Empresária), acompanhado de documentos da eleição de seus administradores; 1.5 Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis (Sociedade Simples), acompanhada de prova de diretoria em exercício; 1.6 Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no País, e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir;

5 5/9 1.7 Documentos (RG e CPF) dos sócios e administradores. A documentação requerida relativa à habilitação jurídica, salvo a exigida nos incisos I, II, III e VII, pode ser substituída pela Certidão Simplificada expedida pela Junta Comercial, para firmas individuais (Empresário) ou sociedades mercantis (Sociedade empresária), ou Certidão em breve relatório expedida pelo Registro Civil das Pessoas Jurídicas para Sociedades Civis. Caso a licitante seja enquadrada como Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP) deve apresentar Certidão da Junta Comercial ou Prova da Inscrição no Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições (Simples Nacional) para comprovar esta condição. Em se tratando de Sociedade Simples o documento para comprovar a condição de ME ou EPP deve ser expedido pelo Registro Civil de Pessoas Jurídicas. O objeto social especificado nos documentos acima determina a participação da Empresa nas licitações promovidas pela COCEL, devendo ser totalmente compatível com o objeto licitado. 2. REGULARIDADE FISCAL 2.1 Prova de regularidade com o INSS, mediante a apresentação da Certidão Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Dívida Ativa da União; 2.2 Prova de Regularidade ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), mediante a apresentação do Certificado de Regularidade do FGTS (CRF); 2.3 Prova de inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação de certidão negativa, nos termos da Lei nº , de 7 de julho de 2011.

6 6/9 3. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA 3.1 Registro ou inscrição na entidade profissional competente; 3.2 Comprovação de aptidão para desempenho de atividade pertinente e compatível em características, quantidades e prazos com o objeto da licitação, e indicação das instalações e do aparelhamento e do pessoal técnico adequados e disponíveis para a realização do objeto da licitação, bem como da qualificação de cada um dos membros da equipe técnica que se responsabilizará pelos trabalhos; A documentação para comprovação da Qualificação Técnica do Fornecedor/Licitante será exigida pela COCEL, nos Editais de Licitações, de acordo com o objeto licitado. A comprovação de aptidão referida, no caso das licitações pertinentes a obras e serviços, será feita por atestados fornecidos por pessoas jurídicas de direito público ou privado, devidamente registrados nas entidades profissionais competentes, limitadas as exigências a: I - capacitação técnico-profissional: comprovação do licitante de possuir em seu quadro permanente, na data prevista para entrega da proposta, profissional de nível superior ou outro devidamente reconhecido pela entidade competente, detentor de atestado de responsabilidade técnica por execução de obra ou serviço de características semelhantes, limitadas estas exclusivamente às parcelas de maior relevância e valor significativo do objeto da licitação, vedadas as exigências de quantidades mínimas ou prazos máximos. 3.3 Prova de atendimento de requisitos previstos em lei especial, quando for o caso, e 3.4 Prova de requisitos de sustentabilidade ambiental, quando couber. Observações:

7 7/9 a) O(s) atestado(s) de capacidade técnica referente a obras e serviços de engenharia, os serviços de informática, contabilidade e outros deverão estar devidamente registrados (certificados) pela entidade profissional competente do respectivo Estado; b) Caso o(s) atestado(s) esteja(m) em nome do profissional a empresa deverá apresentar cópia autenticada do registro de empregado (não temporário) ou da carteira de trabalho que comprove o vinculo do profissional ao seu Quadro Permanente; c) Caso o(s) Atestado(s) esteja(m) em nome o sócio da empresa, tal informação deverá constar de seu ato constitutivo, estatuto ou contrato social, em vigor; d) Não serão aceitos atestados de capacidade técnica emitida por empresas que possuam ligações societárias com a empresa requerente; e) O atestado, em nome da interessada, fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado, explicitando o serviço prestado ou o fornecimento realizado, deverá estar acompanhado da Nota Fiscal ou Contrato. 4. QUALIFICAÇÃO ECONÔMICO/FINANCEIRA 4.1 Balanço Patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício social, já exigíveis e apresentados na forma da Lei, que comprovem a boa situação financeira da empresa Quanto às demonstrações contábeis, entende-se que estas serão apresentadas na forma da Lei nas seguintes situações e condições: As Demonstrações Contábeis devem conter o Termo de Abertura e de Encerramento devidamente registrados ou arquivados na Junta Comercial do Estado, ou Cartório pertinente, com as respectivas folhas numeradas, ou seja, cópia fiel do Livro Diário, autenticado; As empresas que publicam suas Demonstrações Contábeis na Imprensa Oficial poderão apresentar cópia autenticada da publicação no

8 8/9 Diário Oficial da União, do Estado, ou do Distrito Federal, conforme o lugar em que esteja situada a empresa, ou em jornal de grande circulação; As empresas sujeitas à apresentação da Escrituração Contábil Digital (ECD), nos termos do Art. 2º do Decreto Federal nº 6.022/2007, com a utilização do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) deverão apresentar em documentos impressos extraídos do livro digital, tais como: o Balanço Patrimonial, a Demonstração de Resultado, os Termos de Abertura e Encerramento do livro digital e o Recibo de entrega do livro digital; As empresas constituídas no Exercício em curso deverão enviar cópia do último Balancete de Verificação, devidamente assinado pelo Profissional Contábil e Representante Legal da Empresa; Até 30 de abril serão aceitas Demonstrações Contábeis do penúltimo exercício encerrado, após esta data é obrigatória à apresentação das Demonstrações do último exercício encerrado; Para as empresas sujeitas à apresentação da Escrituração Contábil Digital (ECD), nos termos do Art. 2º do Decreto Federal nº 6.022/2007, com a utilização do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), fica prorrogado até o dia 30 de junho aceitabilidade das Demonstrações Contábeis do penúltimo exercício encerrado; O balanço patrimonial e as demonstrações contábeis deverão estar assinadas por Profissional de Contabilidade, devidamente registrado no Conselho Regional de Contabilidade e pelo Titular ou representante legal da empresa As Demonstrações Contábeis devem ser referentes a um exercício completo, exceto o Balanço de Abertura que será apresentado por empresas constituídas no exercício em curso;

9 9/ Para microempresas e empresas de pequeno porte inscritas no SIMPLES, a exigência pertinente a balanço patrimonial será atendida mediante a apresentação do resumo de suas demonstrações contábeis; A apresentação das Demonstrações Contábeis é obrigatória para todas as empresas, independentemente do porte, classificação ou enquadramento para fins tributários. 4.2 Certidão negativa de falência, recuperação judicial ou extrajudicial, expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica, ou de execução patrimonial, expedida no domicílio da pessoa física. Obs.: Para as certidões que não apresentem prazo de validade consideraremos as mesmas válidas por 60 (sessenta) dias, a partir da data de sua expedição. Serão aceitas as certidões obtidas através da internet. 5. FICHA CADASTRAL E DECLARAÇÕES 5.1 Preenchimento da ficha cadastral, conforme modelo 1; 5.2 Declaração de inidoneidade, conforme modelo 2; 5.3 Declaração de observância ao disposto no inciso XXXIII do artigo 7º da Constituição Federal, conforme modelo 3; 5.4 Declaração de Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte, conforme modelo 4. DAS OBSERVAÇÕES GERAIS I. É dever do fornecedor/licitante comunicar, por escrito, quaisquer alterações de seus dados.

10 10/9 II. O desempenho do fornecedor/licitante será avaliado sobre os seguintes aspectos: respostas às consultas efetuadas; cumprimento das condições contratuais de fornecimento (prazo de entrega, condições de pagamento, garantias, etc.); fornecimento de materiais e/ou serviços com o padrão de qualidade especificado; desempenho do material em uso e da assistência técnica. III. Em função de seu desempenho o fornecedor/licitante estará sujeito as seguintes penalidades: advertência; suspensão do CRC; cancelamento do CRC. IV. Os registros cadastrais serão amplamente divulgados e ficarão permanentemente abertos para a inscrição de interessados. V. Todas as decisões tomadas pela COCEL serão devidamente comunicadas ao fornecedor interessado, tanto no caso de aprovação ou indeferimento do Certificado de Registro Cadastral. Deferida a inscrição, será expedido o CRC. Do indeferimento da inscrição ou de sua renovação caberá recurso, observado o disposto no Regulamento Interno de Licitações e Contratos, da COCEL. VI. Todos os fornecedores, através de seus representantes legais, responsabilizar-se-ão, sob as penas da lei, pela veracidade das informações prestadas e pela autenticidade dos documentos entregues. VII. A ocorrência de fatos que impeçam essas mesmas exigências, nos termos desta norma, deverão ser comunicados de imediato. Os casos omissos serão resolvidos pela Divisão de Logística e Compras da COCEL. Este regulamento entra em vigor a partir da data estabelecida logo abaixo.

CADASTRO. 4. Cópia autenticada da Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova de diretoria em exercício.

CADASTRO. 4. Cópia autenticada da Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis, acompanhada de prova de diretoria em exercício. COMISSÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES CADASTRO Relação dos documentos necessários para CADASTRAMENTO no Serviço de Previdência Municipal - SEPREM, conforme artigos 27 a 31 da Lei Federal nº 8.666, de 21

Leia mais

CONDIÇÕES E INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO e/ou CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES

CONDIÇÕES E INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO e/ou CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES CONDIÇÕES E INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO e/ou CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES 1. DEFINIÇÃO E OBJETIVO 1.1. O objetivo desta instrução é fornecer informações básicas aos interessados em obter seu cadastramento

Leia mais

NORMAS PARA O REGISTRO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO SAAE

NORMAS PARA O REGISTRO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO SAAE NORMAS PARA O REGISTRO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO SAAE (SEÇÃO III DOS REGISTROS CADASTRAIS ART. 34 AO 37 DA LEI Nº 8.666/93 E ALTERAÇÕES POSTERIORES.) 1 Requerimento do interessado: a) Conforme modelo

Leia mais

CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL (CRC) LEI FEDERAL Nº DE 21 DE JUNHO DE 1993 E SUAS ALTERAÇÕES

CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL (CRC) LEI FEDERAL Nº DE 21 DE JUNHO DE 1993 E SUAS ALTERAÇÕES CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL (CRC) LEI FEDERAL Nº. 8.666 DE 21 DE JUNHO DE 1993 E SUAS ALTERAÇÕES 1 INSTRUÇÕES PARA OBTENÇÃO DO CRC A) O fornecedor deverá apresentar os documentos necessários para

Leia mais

FICHA DE REGISTRO CADASTRAL. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax:

FICHA DE REGISTRO CADASTRAL. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DADOS DO FORNECEDOR RAZÃO SOCIAL: CNPJ: INSC. EST.: Endereço: Bairro: Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: e-mail: Site: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA Endereço: Bairro: Cep:

Leia mais

EDITAL Nº 001/2.019 CADASTRO DE FORNECEDORES DE BENS, PRESTADORES DE SERVIÇOS E EMPREITEIROS DE OBRAS E SERVIÇOS

EDITAL Nº 001/2.019 CADASTRO DE FORNECEDORES DE BENS, PRESTADORES DE SERVIÇOS E EMPREITEIROS DE OBRAS E SERVIÇOS EDITAL Nº 001/2.019 CADASTRO DE FORNECEDORES DE BENS, PRESTADORES DE SERVIÇOS E EMPREITEIROS DE OBRAS E SERVIÇOS O Município de Itapecerica da Serra torna público, para conhecimento dos interessados que

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO DA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO DA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO DA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DO CÂMPUS DE ASSIS DA UNESP Emissão de Certificado de Registro Cadastral nos

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA PAULISTA DIVISÃO DE LICITAÇÃO, COMPRAS E ALMOXARIFADO.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA PAULISTA DIVISÃO DE LICITAÇÃO, COMPRAS E ALMOXARIFADO. DIVISÃO DE LICITAÇÃO, COMPRAS E ALMOXARIFADO. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA INSCRIÇÃO E REGISTRO NO QUADRO DE FORNECEDORES DESTA PREFEITURA Endereço: Av. Antonio Pires Pimentel, n 2015 CEP: 12.914.000 Bragança

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC"

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL CRC MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" DO MUNICÍPIO DE PARAÚNA/GO, PARA CADASTRO DE FORNECEDORES/PRESTADORES DE SERVIÇOS. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

Leia mais

dorescadastrodefornecedorescadastr INSTRUÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DA ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO PIAUÍ

dorescadastrodefornecedorescadastr INSTRUÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DA ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO PIAUÍ cadastrodefornecedorescadastrodefo rnecedorescadastrodefornecedoresca dastrodefornecedorescadastrodeforn ecedorescadastrodefornecedorescad astrodefornecedorescadastrodeforne cedorescadastrodefornecedorescadas

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC"

MANUAL DE PROCEDIMENTOS CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL CRC MANUAL DE PROCEDIMENTOS CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" CISSUL - CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE PARA GERENCIAMENTO DA REDE DE Página 1 de 5 SETOR DE LICITAÇÕES INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS Comissão Permanente de Licitação EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA CADASTRO DE FORNECEDORES O Município de Colinas do Tocantins, Estado do Tocantins, com fundamento nos artigos 34 a 37 da Lei nº 8.666/93 e demais alterações, torna público

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA CADASTRO DE FORNECEDORES INSTRUÇÕES GERAIS. 1. OBJETIVO Estabelecer normas e procedimentos para efeito de habilitação em licitações da Prefeitura Municipal de Porto Ferreira, nos termos da Lei Federal

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO EDITAL Nº 005/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA. De conformidade com o disposto no artigo 34 da Lei Federal nº 8666, de

Leia mais

EDITAL INSTITUTO SOLEIL Nº 02/2018

EDITAL INSTITUTO SOLEIL Nº 02/2018 EDITAL INSTITUTO SOLEIL Nº 02/2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO GERAL DE FORNECEDORES E PRESTADORES DE SERVIÇOS DO INSTITUTO SOLEIL O INSTITUTO SOLEIL, pessoa jurídica

Leia mais

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras O, por intermédio da, comunica que, de acordo com o que dispõe a Lei Federal nº 8.666/93 e suas alterações, os Srs. Fornecedores da Prefeitura do Município de Piracicaba que desejarem se inscrever no CERTIFICADO

Leia mais

NÚMERO DA PÁGINA 01/06

NÚMERO DA PÁGINA 01/06 01/06 JOSÉ AUGUSTO DE CARVALHO GONÇALVES NUNES, Diretor Presidente da ÁGUAS E ESGOTOS DO PIAUÍ S/A - AGESPISA, no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto Social da Empresa e, CONSIDERANDO a conveniência

Leia mais

ANEXO II CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO COMPLEMENTARES E OBRIGATÓRIAS

ANEXO II CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO COMPLEMENTARES E OBRIGATÓRIAS ANEXO II CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO COMPLEMENTARES E OBRIGATÓRIAS 1. LOCAL DE ENTREGA 1.1. A entrega será efetuada no endereço constante na Ordem de Fornecimento ou Pedido de Compra. NOTA 1 : AS ENTREGAS

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: / Av. Cel. Martiniano, 993 Centro COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: / Av. Cel. Martiniano, 993 Centro COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL DE INSCRIÇÃO E/OU RENOVAÇÃO A na forma do art. 34, 1 da Lei n 8.666/93, torna público que para fornecimento de materiais e prestações de serviços ao Município de Caicó / RN, os interessados deverão

Leia mais

Prefeitura Municipal de Correntina publica:

Prefeitura Municipal de Correntina publica: Prefeitura Municipal de Correntina 1 Terça-feira Ano Nº 2641 Prefeitura Municipal de Correntina publica: Edital de Chamamento Público nº001/2018 Processo Administrativo 001/2018-Objeto:Convocação de pessoas

Leia mais

CONCORRÊNCIA N 2014/0111L (7421) CENTRO DE APOIO AOS NEGOCIOS E OPERAÇÕES DE LOGISTICA SÃO PAULO (SP) Errata n 2

CONCORRÊNCIA N 2014/0111L (7421) CENTRO DE APOIO AOS NEGOCIOS E OPERAÇÕES DE LOGISTICA SÃO PAULO (SP) Errata n 2 CONCORRÊNCIA N 2014/0111L (7421) CENTRO DE APOIO AOS NEGOCIOS E OPERAÇÕES DE LOGISTICA SÃO PAULO (SP) Errata n 2 Comunicamos que os itens abaixo foram alterados: Item 5. HABILITAÇÃO, páginas 4, 5, 6 e

Leia mais

Manual de Cadastramento de Pessoas Físicas (Instrutores Externos e Prestadores de Serviços Autônomos)

Manual de Cadastramento de Pessoas Físicas (Instrutores Externos e Prestadores de Serviços Autônomos) Manual de Cadastramento de Pessoas Físicas (Instrutores Externos e Prestadores de Serviços Autônomos) Cadastro de Fornecedores Manual de Cadastramento de Pessoas Físicas 16. Jun. 2016 Pág.:1/6 Sumário

Leia mais

Estado da Bahia Câmara Municipal de Vereadores de Correntina

Estado da Bahia Câmara Municipal de Vereadores de Correntina Terça-feira, 02 de Janeiro de 2018 Edição N 380 Caderno I PORTARIA Nº 001/18. De 02 de janeiro de 2018. Nomeia Representante para acompanhar e fiscalizar a execução dos contratos administrativos desta

Leia mais

COMÉRCIO Revisão: 19/10/2017

COMÉRCIO Revisão: 19/10/2017 O cadastro de fornecedores na CELESC é unificado, sendo válido para Centrais Elétricas de Santa Catarina S/A, Celesc Distribuição S/A e Celesc Geração S/A. Poderão se inscrever no cadastro de fornecedores

Leia mais

1. DO CADASTRAMENTO E DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL

1. DO CADASTRAMENTO E DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL EDITAL DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL Nº 005/2019 Edital de Convocação de Pessoas Físicas e Jurídicas para Inscrição ou Renovação no Cadastro de Fornecedores da Prefeitura Municipal de Coqueiros

Leia mais

ESCLARECIMENTOS REFERENTE: LICITAÇÃO CREDENCIAMENTO SPAL Nº 01/2018

ESCLARECIMENTOS REFERENTE: LICITAÇÃO CREDENCIAMENTO SPAL Nº 01/2018 ESCLARECIMENTOS REFERENTE: LICITAÇÃO CREDENCIAMENTO SPAL Nº 01/2018 Um licitante nos solicitou os seguintes esclarecimentos: Seguem respostas das unidades organizacionais da COPASA MG, responsáveis pela

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 A Comissão de Licitação do Conselho Nacional do SESI vem por meio desta

Leia mais

Câmara Municipal de Aparecida Estância Turístico-Religiosa

Câmara Municipal de Aparecida Estância Turístico-Religiosa 1 DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A INSCRIÇÃO NO REGISTRO CADASTRAL (Em conformidade com os artigos 28 a 31 da Lei Federal Nº 8.666/93 e demais alterações posteriores): Mediante requerimento conforme anexo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Correntina publica:

Prefeitura Municipal de Correntina publica: Prefeitura Municipal de 1 Ano Nº 3303 Prefeitura Municipal de publica: Lei N 1.040/2018 de 20 de dezembro de 2018 Lei N 1.041/2018 de 20 de dezembro de 2018 Lei N 1.042/2018 de 20 de dezembro de 2018 Decreto

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA A Capital Nacional da Cerâmica Artística e da Decoração Lei 13492/2017

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA A Capital Nacional da Cerâmica Artística e da Decoração Lei 13492/2017 INSTRUÇÕES GERAIS PARA OBTENÇÃO DO C.R.C. (CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL), CONFORME DISPOSTO NA LEI Nº 8.666/93 1. CADASTRAMENTO 1.1 PROCEDIMENTO 1.1.1 A empresa interessada em obter o Certificado

Leia mais

DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO N.º 001/2013

DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO N.º 001/2013 DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO N.º 001/2013 Raul Camilo Isotton, Prefeito em exercício de Dois Vizinhos/PR, no uso de suas atribuições, em especial o contido na Lei Federal n.º

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Pato Branco Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Materiais e Patrimônio ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA

Leia mais

Município de Sinimbu Secretaria Municipal de Saúde

Município de Sinimbu Secretaria Municipal de Saúde Município de Sinimbu Secretaria Municipal de Saúde AÇÕES E SERVIÇOS EM SAÚDE, NAS ÁREAS DE INTERNAÇÃO HOSPITALAR, DE ATENÇÃO AMBULATORIAL, DE APOIO DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICO, DE CARÁTER ELETIVO E URGÊNCIA/EMERGÊNCIA

Leia mais

3- Essa Ordem de Serviço e seus anexos são válidos a partir dessa data, devendo ser atendido na íntegra, e dê-se ciência aos interessados.

3- Essa Ordem de Serviço e seus anexos são válidos a partir dessa data, devendo ser atendido na íntegra, e dê-se ciência aos interessados. ORDEM DE SERVIÇO Nº 7-213 DA: DIRETORIA EXECUTIVA PARA: COMISSÃO DE CADASTRO DE FORNECEDORES A Diretoria Executiva da Eletrocar, representada nesse ato por seu Diretor Administrativo- Financeiro, visando

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014.

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014. O Prefeito Municipal de Guabiju, no uso de suas atribuições legais, em especial o art. 34, 1º da Lei 8.666/93 e suas posteriores alterações e em virtude da realização

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS)

CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS) CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS) ÍNDICE RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DE MATERIAL/SERVIÇOS PÁGINA 2 FICHA DE INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES PÁGINA 4 DECLARAÇÃO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DE PERNAMBUCO CADFOR

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DE PERNAMBUCO CADFOR ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DE PERNAMBUCO CADFOR SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO GERÊNCIA DE CADASTRO DE FORNECEDORES, MATERIAIS E SERVIÇOS ORIENTAÇÕES INICIAIS Como se tornar um

Leia mais

Universidade Municipal de São Caetano do Sul FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES

Universidade Municipal de São Caetano do Sul FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÕES Requeremos por meio desta, junto ao Setor de Compras e Licitações Registro n.º EMPRESA Inscrição ( ) Revalidação ( ) Razão Social:...

Leia mais

1. Por meio deste aditamento, foram feitas as seguintes alterações: No referido edital no item Da Qualificação Econômico-Financeira

1. Por meio deste aditamento, foram feitas as seguintes alterações: No referido edital no item Da Qualificação Econômico-Financeira Aditamento nº 01 Pregão Eletrônico nº 15/03531 Objeto: Celesc Distribuição S.A. Aquisição de Alicate Terrômetro Digital e caixas de papelão para medidores. Data: 18/08/2015 1. Por meio deste aditamento,

Leia mais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha 525 Belo Horizonte MG NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE A COMPANHIA DE

Leia mais

SISTEMA DE CADASTRO DE FORNECEDORES EDITAL

SISTEMA DE CADASTRO DE FORNECEDORES EDITAL SISTEMA DE CADASTRO DE FORNECEDORES EDITAL EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE LAGOA DOS GATOS. Em conformidade com

Leia mais

MANUAL DE CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES

MANUAL DE CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES MANUAL DE CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES Curitiba, OUTUBRO de 2005 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 03 REGISTRO CADASTRAL DO SESC I FICHA CADASTRAL... 04 Finalidade... 04 PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO DE FORNECEDORES

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA ELETROBRAS

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA ELETROBRAS 1 INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA ELETROBRAS 2 INTRODUÇÃO O Cadastro de Fornecedores está voltado para o registro prévio e acompanhamento dos fornecedores de bens, obras e serviços

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4.

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4. 1/9 CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES A inscrição no Cadastro de Fornecedores da CET é regulada pelas presentes Condições Gerais, nos termos da Seção III - DOS REGISTROS CADASTRAIS

Leia mais

LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 53/2018- MODO DE DISPUTA FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO

LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 53/2018- MODO DE DISPUTA FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 53/2018- MODO DE DISPUTA FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO OBJETO: Contratação de empresa de engenharia especializada para execução das obras do TERGIP reforma da administração,

Leia mais

REQUERIMENTO DE TRANSFERÊNCIA DIRETA

REQUERIMENTO DE TRANSFERÊNCIA DIRETA REQUERIMENTO DE TRANSFERÊNCIA DIRETA Nome da Pessoa Jurídica: IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE CEDENTE CNPJ: CEP da sede: Endereço da sede: E-mail de contato: Serviço executado: Localidade de execução do serviço:

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/ SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/ SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2016 - SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS E RECOMENDAÇÕES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM PORTFÓLIO DE SERVIÇOS ( SMART CAMPUS ) PARA

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS À SANEAGO

PROCEDIMENTOS PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS À SANEAGO PROCEDIMENTOS PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS À SANEAGO Para estar apto a fornecer produtos ou serviços à Saneago, o interessado deve protocolar, simultaneamente, duas solicitações: CRC + CHF/M

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 527, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2016. Estabelece procedimentos para obtenção de autorização prévia para instalação de escritório de representação, cadastramento,

Leia mais

DECRETO Nº DE 02 DE JANEIRO 2017.

DECRETO Nº DE 02 DE JANEIRO 2017. Gabinete do Praça Duque de Caxias nº 39 Centro Areal/RJ Tel.:(24)2257-399 Cep.: 25.845-000 E-mail: governo@areal.rj.gov.br DECRETO Nº.508 DE 02 DE JANEIRO 207. Altera 3º do Artigo 2 do Decreto nº 86, de

Leia mais

ANÁLISE DE DOCUMENTAÇÃO PARA HABILITAÇÃO TÉCNICA

ANÁLISE DE DOCUMENTAÇÃO PARA HABILITAÇÃO TÉCNICA ANÁLISE DE DOCUMENTAÇÃO PARA HABILITAÇÃO TÉCNICA LICITAÇÃO ELETRÔNICA: 61/2018 PROCESSO INTERNO: 333/2018 MODO DE DISPUTA: FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO DATA: 03/01/2019 OBJETO: CONTRATAÇÃO

Leia mais

Sexta-feira, 04 de Janeiro de 2019 Edição N Caderno I

Sexta-feira, 04 de Janeiro de 2019 Edição N Caderno I Sexta-feira, 04 de Janeiro de 209 Edição N.692 Caderno I Gabinete do Praça Duque de Caxias nº 39 Centro Areal/RJ Tel.: (24)2257-399 Cep.: 25.845-000 PORTARIA Nº 00/209/GP TORNA SEM EFEITO a Portaria nº

Leia mais

CHAMAMENTO 340/2016 PROCESSO:

CHAMAMENTO 340/2016 PROCESSO: CHAMAMENTO 340/2016 PROCESSO: 2016.07.2217.00 O Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (ICIPE) torna pública a retificação com inclusão de subitem no item 7 DA DOCUMENTAÇÃO e do item 19.12

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES REGULAMENTO

CADASTRO DE FORNECEDORES REGULAMENTO CADASTRO DE FORNECEDORES REGULAMENTO O Movimento Brasil Competitivo, organização da sociedade civil de interesse público e associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, com sede estabelecida

Leia mais

2. HABILITAÇÃO JURÍDICA E CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO INCISO XXXIII DO ART. 7º. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL

2. HABILITAÇÃO JURÍDICA E CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO INCISO XXXIII DO ART. 7º. DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL O cadastro de fornecedores na CELESC é unificado, sendo válido para Centrais Elétricas de Santa Catarina S/A, Celesc Distribuição S/A e Celesc Geração S/A. Poderão se inscrever no cadastro de fornecedores

Leia mais

Prefeitura Municipal de Buritirama publica:

Prefeitura Municipal de Buritirama publica: Prefeitura Municipal de 1 Ano IX Nº 328 Prefeitura Municipal de publica: Aviso de Abertura-Chamamento Público 001-2018- Objeto:Cadastramento de fornecedores de materiais, equipamentos e prestadores de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Paripiranga publica:

Prefeitura Municipal de Paripiranga publica: Prefeitura Municipal de Paripiranga 1 Sexta-feira Ano X Nº 598 Prefeitura Municipal de Paripiranga publica: Errata Edital de Licitação - Pregão Presencial N.º 018/2017 - Na Publicação no Diário Oficial

Leia mais

PORTARIA ANP Nº 202, DE DOU REPUBLICADA DOU

PORTARIA ANP Nº 202, DE DOU REPUBLICADA DOU PORTARIA ANP Nº 202, DE 30.12.1999 - DOU 31.12.1999 - REPUBLICADA DOU 3.5.2004 Estabelece os requisitos a serem cumpridos para acesso a atividade de distribuição de combustíveis líquidos derivados de petróleo,

Leia mais

ANÁLISE DE HABILITAÇÃO TÉCNICA

ANÁLISE DE HABILITAÇÃO TÉCNICA ANÁLISE DE HABILITAÇÃO TÉCNICA LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 33/2018 - MODO DE DISPUTA FECHADO PROCESSO INTERNO: 237/2018 ECM: 57723 CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO DATA: 27/02/2018 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE

Leia mais

ASPECTOS GERAIS. 1 - O que é o SICAF? O Sistema Unificado de Cadastramento de Fornecedores Sicaf, constitui-se em módulo informatizado que

ASPECTOS GERAIS. 1 - O que é o SICAF? O Sistema Unificado de Cadastramento de Fornecedores Sicaf, constitui-se em módulo informatizado que ASPECTOS GERAIS 1 - O que é o SICAF? O Sistema Unificado de Cadastramento de Fornecedores Sicaf, constitui-se em módulo informatizado que compõe o Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais

Leia mais

LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 01/2018- MODO DE DISPUTA FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO

LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 01/2018- MODO DE DISPUTA FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO LICITAÇÃO ELETRÔNICA N 01/2018- MODO DE DISPUTA FECHADO CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO OBJETO: execução das obras de Tratamento, Reparo e Pintura dos Tetos do Terminal Rodoviário Governador Israel

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ENTRE RIOS - BA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ENTRE RIOS - BA Ano II Edição n 83 Caderno 03 Prefeitura Municipal de Entre Rios publica: AVISO DE ABERTURA / CREDENCIAMENTO Nº 001/2018 EDITAL / CREDENCIAMENTO Nº 001/2018 Tv. Sen. Eduardo Veloso, Entre Rios - BA Tel.:

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA FASE DE HABILITAÇÃO - VOLUME 3

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA FASE DE HABILITAÇÃO - VOLUME 3 Os documentos de Habilitação do Consórcio Estrada do Feijão Bahia, formado pelas empresas Construções Ltda e Paviservice Serviços de Pavimentação Ltda, foram analisados em conjunto com a B3/BM&FBOVESPA.

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL E EMISSÃO DE CRC PELO IPRESF

INSTRUÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL E EMISSÃO DE CRC PELO IPRESF INSTRUÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL E EMISSÃO DE CRC PELO IPRESF LEI FEDERAL N. 8.666/93 E ALTERAÇÕES POSTERIORES 1. DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.1. Os interessados, sejam pessoas físicas ou jurídicas,

Leia mais

DECRETO Nº , DE 13 DE MARÇO DE 2017.

DECRETO Nº , DE 13 DE MARÇO DE 2017. DECRETO Nº 19.700, DE 13 DE MARÇO DE 2017. Regulamenta a Lei Municipal nº 12.162, de 9 de dezembro de 2016, que dispõe sobre o serviço de transporte motorizado privado e remunerado de passageiros. O PREFEITO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Quijingue publica:

Prefeitura Municipal de Quijingue publica: Prefeitura Municipal de 1 Ano Nº 1427 Prefeitura Municipal de publica: Aviso de Continuidade de Licitação Tomada de Preços Nº. 001/2019 - Objeto: Contratação de empresa especializada em engenharia para

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA N⁰ 03/2018 EDITAL DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À CONTRATAÇÃO COM A FAN E COM BRDE

CHAMADA PÚBLICA N⁰ 03/2018 EDITAL DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À CONTRATAÇÃO COM A FAN E COM BRDE CHAMADA PÚBLICA N⁰ 03/2018 EDITAL DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À CONTRATAÇÃO COM A FAN E COM BRDE ANEXO 5 1) DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À CONTRATAÇÃO COM A FAN PROPONENTE PESSOA JURÍDICA

Leia mais

PROCEDIMENTO CADASTRAL

PROCEDIMENTO CADASTRAL PROCEDIMENTO CADASTRAL SERVIÇOS DE LIMPEZA CONTROLE DE PRAGAS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE PILHAS E BATERIAS COLETA, TRANSPORTE DESCONTAMINAÇÃO E DESTINAÇÃO

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE SERVIÇOS GRÁFICOS E BRINDES. EDITAL n. 006/2013. TOMADA DE PREÇO n. 002/2013

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE SERVIÇOS GRÁFICOS E BRINDES. EDITAL n. 006/2013. TOMADA DE PREÇO n. 002/2013 PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE DE SERVIÇOS GRÁFICOS E BRINDES EDITAL n. 006/2013 TOMADA DE PREÇO n. 002/2013 Item 01. Requisitos básicos com justificativa a. Serviço a ser licitado: contratação

Leia mais

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO Ofício Nº. 195/2017 - FPMA Araucária, 22 de setembro de 2017. Dispensa de licitação, em caráter emergencial, para contratação de assessoria contábil pelo período de 180 (cento e oitenta) dias. Ilustríssimo

Leia mais

MUNICÍPIO DE SINIMBU/RS SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE E BEM ESTAR SOCIAL EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 036/2017

MUNICÍPIO DE SINIMBU/RS SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE E BEM ESTAR SOCIAL EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 036/2017 /RS SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE E BEM ESTAR SOCIAL EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 036/2017 O Município de Sinimbu comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas jurídicas

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 01/2018 CHAMAMENTO PUBLICO DICAS PARA MELHOR ENTENDIMENTO E COMPREENSÃO SOBRE O EDITAL DE CREDENCIAMENTO:

EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 01/2018 CHAMAMENTO PUBLICO DICAS PARA MELHOR ENTENDIMENTO E COMPREENSÃO SOBRE O EDITAL DE CREDENCIAMENTO: EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 01/2018 CHAMAMENTO PUBLICO DICAS PARA MELHOR ENTENDIMENTO E COMPREENSÃO SOBRE O EDITAL DE CREDENCIAMENTO: 1. Sobre o Documento: O Edital é extenso, pois possui todas as informações

Leia mais

Fábio Tyrone Braga de Oliveira I. E. Comércio de Derivados de Petróleo Limitada EPP

Fábio Tyrone Braga de Oliveira I. E. Comércio de Derivados de Petróleo Limitada EPP 93 DIRETORIA DE AUDITORIA E FISCALIZAÇÃO-DIAFI DEPARTAMENTO DE ACOMPANHAMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL I DEAGM I DIVISÃO DE ACOMPANHAMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL VIII Processo TC nº Natureza Jurisdicionado Responsável

Leia mais

Ministério de Minas e Energia Consultoria Jurídica

Ministério de Minas e Energia Consultoria Jurídica Ministério de Minas e Energia Consultoria Jurídica PORTARIA N o 232, DE 13 DE ABRIL DE 2012. O MINISTRO DE ESTADO DE MINAS E ENERGIA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº ABC 14/2018

TERMO DE REFERÊNCIA nº ABC 14/2018 1 TERMO DE REFERÊNCIA nº ABC 14/2018 1. OBJETO DA CONTRATAÇÃO O objeto da presente competição é a escolha da proposta mais vantajosa para compra de 2 (dois) relógios eletrônicos de ponto, cujas descrições

Leia mais

Anexo I Análise Técnica (POI nº 12) Objetivo: Autorização para o exercício da atividade de Produção de Óleo Lubrificante acabado.

Anexo I Análise Técnica (POI nº 12) Objetivo: Autorização para o exercício da atividade de Produção de Óleo Lubrificante acabado. Anexo I Análise Técnica (POI nº ) Legislação: Resolução ANP nº 8, de 9/06/009. Requerente: IQ Soluções & Química S/A CNPJ: 6.7.509/000-9 Processo nº: 4860.00966/008-78 Objetivo: Autorização para o exercício

Leia mais

Noções Básicas Sobre Licitações Públicas. By Marcos Antonio da Silva Blog Licitações Públicas

Noções Básicas Sobre Licitações Públicas. By Marcos Antonio da Silva Blog Licitações Públicas Noções Básicas Sobre Licitações Públicas By Marcos Antonio da Silva Blog Licitações Públicas Módulo II 2.1. Habilitação Habilitação Para que as empresas se habilitem para participar das Licitações públicas

Leia mais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha, 453 Belo Horizonte (MG) NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE A COMPANHIA

Leia mais

Prefeitura do Município de Lages Secretaria Municipal da Fazenda Diretoria de Fiscalização

Prefeitura do Município de Lages Secretaria Municipal da Fazenda Diretoria de Fiscalização INSTRUÇÃO NORMATIVA 007/2014 DISPÕE SOBRE O MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS DA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO DA SECRETARIA DA FAZENDA DO MUNICÍPIO DE LAGES Considerando a necessidade de promover agilidade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010.

RESOLUÇÃO Nº 01 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010. RESOLUÇÃO Nº 01 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre o Regulamento Interno de Credenciamento de Instituições Financeiras junto ao Instituto de Previdência de Prudentópolis nos casos de sua ausência

Leia mais

Centro de Estudos e Pesquisas 28 Organização Social em Saúde - RJ CNPJ nº 33.927.377/0001-40

Centro de Estudos e Pesquisas 28 Organização Social em Saúde - RJ CNPJ nº 33.927.377/0001-40 EDITAL PARA SELEÇÃO DE FORNECEDOR - AUDITORIA CONTÁBIL EXTERNA O Centro de Estudos e Pesquisas 28 (Organização Social em Saúde), entidade privada de utilidade pública, inscrito no, torna pública a realização,

Leia mais

COMÉRCIO Revisão: 02/08/2016

COMÉRCIO Revisão: 02/08/2016 O cadastro de fornecedores na CELESC é unificado, sendo válido para Centrais Elétricas de Santa Catarina S/A, Celesc Distribuição S/A e Celesc Geração S/A. Poderão se inscrever no cadastro de fornecedores

Leia mais

Associação dos Universitários de Terra Roxa AUTER Avenida Presidente Castelo Branco, nº 1037, Centro CNPJ: / Terra Roxa Pr.

Associação dos Universitários de Terra Roxa AUTER Avenida Presidente Castelo Branco, nº 1037, Centro CNPJ: / Terra Roxa Pr. Edital 001/2017 A ASSOCIAÇÃO DOS UNIVERSITÁRIOS DE TERRA ROXA -, através da Comissão Especial de Análise de Documentos constituída na forma da Portaria nº 001/2017, torna público, para conhecimento dos

Leia mais

EDITAL 008/2016 CONVÊNIO N /2014

EDITAL 008/2016 CONVÊNIO N /2014 EDITAL 008/2016 CONVÊNIO N 813037/2014 CONTRATAÇÃO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE WEBDESIGN NO AMBITO DO CONVÊNIO N 813037/2014 ENTRE O INSTITUTO DH E A SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS

Leia mais

Os documentos a serem apresentados são os seguintes: b) registro comercial, no caso de empresa individual;

Os documentos a serem apresentados são os seguintes: b) registro comercial, no caso de empresa individual; EDITAL DE COLETA DE PROPOSTAS E CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS EM AUDITORIA PARA A ASSOCIAÇÃO DOS PROPRIETÁRIOS DO RESIDENCIAL VEREDAS DAS GERAES Torna-se público, para conhecimento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BURITIRAMA CNPJ: / Tel./Fax. (77) Avenida Buriti, 291 Centro Buritirama - Bahia CEP. 47.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BURITIRAMA CNPJ: / Tel./Fax. (77) Avenida Buriti, 291 Centro Buritirama - Bahia CEP. 47. Aviso de Abertura - Chamamento Público 001-2019 Objeto: A Prefeitura Municipal de Buritirama comunica a todas as empresas nacionais e estrangeiras que está procedendo ao chamamento público para cadastramento

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES N.º 01/16 de 06/05/2016

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES N.º 01/16 de 06/05/2016 AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO - SAAE CNPJ: 21.260.443/0001-91 - Inscrição Estadual: isento Rua Nonô Ventura, 394, CEP 35680-205, Bairro Lourdes - Itaúna/MG EDITAL DE CHAMAMENTO PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC

HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC PROCEDIMENTO GERÊNCIA DE LOGÍSTICA DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Data de Aprovação: 11.10.2006 Doc. de Aprovação:Res. nº 4720/2006 HOMOLOGAÇÃO DE MARCAS DE TUBOS E CONEXÕES DE PVC SUMÁRIO 1- OBJETIVO...02 2-

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 021/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 22 de Junho de 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de

1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de INFORMÁTICA, AUDIVISUAL, MÍDIA DESK E EQUIPAMENTOS DE TRADUÇÃO

Leia mais

Anexo I Análise Técnica (POI nº 5)

Anexo I Análise Técnica (POI nº 5) Anexo I Análise Técnica (POI nº 5) Legislação: Resolução ANP nº 8, de 08/0/007. Requerente:. CNPJ: Processo nº: Objetivo: Autorização para o exercício da atividade de TRR O processo de autorização para

Leia mais

CARTA-CONVITE Processo Seletivo nº 001/2013

CARTA-CONVITE Processo Seletivo nº 001/2013 CARTA-CONVITE Processo Seletivo nº 001/2013 A Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC), com sede na cidade de Brasília, no SCN, quadra 1, bloco C Ed. Brasília

Leia mais

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA Solicitamos o Cadastro de Fornecedores da UniRV - Universidade de Rio Verde, nos termos da Lei nº 8666/93 Art. 27,28 e 29 atualizada, conforme informações

Leia mais

Rua Domingos Nascimento, 285 Bom Retiro Curitiba Paraná CEP: sistemare.com.br fone/fax: (41)

Rua Domingos Nascimento, 285 Bom Retiro Curitiba Paraná CEP: sistemare.com.br fone/fax: (41) Referente: Concorrência n 55/2018 Á COMISSÃO DE LICICITAÇÃO DO SISTEMA FIEP Ilmo. Sr. Presidente A empresa SISTEMARE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS, vem respeitosamente através deste apresentar Recurso contra

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.555, DE 6 DE DEZEMBRO DE O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.555, DE 6 DE DEZEMBRO DE O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.555, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2018. Dispõe sobre o registro das organizações contábeis. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, R E S

Leia mais

CONVITE PARA LICITAÇÃO

CONVITE PARA LICITAÇÃO CONVITE PARA LICITAÇÃO A Caixa Escolar Padre José Maria Xavier, convida a empresa para participar do processo licitatório, cujo objeto é a Contratação de Empresa de Consultoria e Eventos, para a Maratona

Leia mais

ESOLUÇÃO CFC Nº 1.390, DE 30 DE MARÇO DE 2012 DOU Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis.

ESOLUÇÃO CFC Nº 1.390, DE 30 DE MARÇO DE 2012 DOU Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. ESOLUÇÃO CFC Nº 1.390, DE 30 DE MARÇO DE 2012 DOU 24.04.2012 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e

Leia mais

PORTARIA Nº 47 DE 20 DE JUNHO DE 2017.

PORTARIA Nº 47 DE 20 DE JUNHO DE 2017. PORTARIA Nº 47 DE 20 DE JUNHO DE 2017. DISPÕE sobre o prévio credenciamento das Instituições Financeiras gestoras e ou administradoras de ativos que poderão vir a receber recursos financeiros do Fundo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº ABC 34/2017

TERMO DE REFERÊNCIA nº ABC 34/2017 1 TERMO DE REFERÊNCIA nº ABC 34/2017 1. OBJETO DA CONTRATAÇÃO O objeto da presente competição é a escolha da proposta mais vantajosa para compra de 2 (dois) condicionadores de ar, cujas descrições estão

Leia mais