PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANILHA ORÇAMENTÁRIA"

Transcrição

1 8. MODELOS 8.1 MODELO DE PLANILHA ORÇAMENTÁRIA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA UNIDADE: BASE: OBRA LEI SOCIAL: LOCAL BDI: - VALOR TOTAL DA OBRA ITEM CODIGO DISCRIMINAÇÃO UND QUANT $ UNIT SUB TOTAL 1.0 SERVIÇOS INICIAIS 2.0 DESPESAS ADMINISTRATIVAS TOTAL DO CUSTO DA OBRA BDI 1.0 FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTOS C/ BDI DIFERENCIADO TOTAL DO CUSTO DOS EQUIPAMENTOS BDI SUB TOTAL SUB TOTAL SUB TOTAL TOTAL GERAL DA OBRA 1

2 8.2 - MODELO DE CRONOGRAMA FÍSICO SINTÉTICO OBRA LOCAL CRONOGRAMA FISICO FINANCEIRO BDI: CRONOGRAMA FÍSICO-FINANCEIRO Item Descrição Valor Total (com BDI ) % 1º Mês 2º Mês 3º Mês 4º Mês 5º Mês 6º Mês 7º Mês 8º Mês VALOR DO ITEM % de cada item A B C D E F G H I J K K Total Total por etapa Percentual por etapa Acumulado Percentual Acumulado 2

3 8.3 MODELO DE CRONOGRAMA DETALHADO EM PROJECT MODELO DE CRONOGRAMA DETALHADO (MS PROJECT) OBS: OBS: PARA O CRONOGRAMA DETALHADO, O CONTRATADO DEVERÁCONTEMPLAR TODOS OS ITENS CONSTANTES DA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA E ESTABELECER TODAS AS PREDECESSORAS, PLANO DE COMPRAS, BEM COMO O CAMINHO CRÍTICO DA OBRA. 3

4 8.4 MODELO DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS UNITÁRIOS CONCRETO - fck 20 MPa CÓD. DESCRIÇÃO COEFICIENTE PREÇO TOTAL MÃO-DE-OBRA 4750 OFICIAL 6115 SERVENTE TOTAL MÃO DE OBRA : SERVIÇOS / EQUIPAMENTO 370 AREIA MÉDIA 643 BETONEIRA 320L DIESEL 5,5HP 1379 CIMENTO PORTLAND CP PEDRA BRITADA N. 2 OU 25 MM VIBRADOR DE IMERSAO C/ MOTOR ELETRICO 2HP TOTAL SERVIÇOS / EQUIPAMENTO SUBTOTAL : R$ ENCARGOS ( XX % ) : R$ TOTAL : R$ 4

5 8.5 MODELO DE LISTA DE EQUIPAMENTOS PARA APLICAÇÃO DE REGIME DIFERÊNCIADO DE BDI PLANILHA DE EQUIPAMENTOS UNIDADE: RESUMO BASE: abril/2012 X AMPLIAÇÃO E REFORMA DA UNIDADE LAURO DE FREITAS VALOR TOTAL DA OBRA OBRA RESUMO GERAL LEI SOCIAL: 124,28% ,00 LOCAL Av. Luis Tarquinio Pontes, nº 938, Aracuí, Lauro de Freitas, Bahia DBI: 5,00% ITEM CODIGO DISCRIMINAÇÃO UND QUANT $ UNIT $UNIT C/ BDI C N/C FORNECIMENTO DE ELEVADOR SEM CASA DE MÁQUINAS CAP 6 PASSAGEIROS, VEL=1,5 M/S, ABERTURA CENTRAL UND 1, , ,00 TOTAL DO CUSTO DA OBRA ,00 DBI 5,00% 5.250, ,00 TOTAL GERAL ,00 5

6 8.6 MODELO DE MEMORIAL DESCRITIVO/CADERNO DE ENCARGOS MEMORIAL - PROJETO ARQUITETÔNICO SUMÁRIO I. CONCEPÇÃO Imagem do Edifício 02 Ordenamento dos Fluxos e Interligação dos Blocos 03 Espaços Internos Setorização 03 Conforto Ambiental, Térmico e Acústico 04 Concepção Estrutural e Modulação 04 Técnicas de Produção Mais Limpa 04 Instalações Complementares II. PROGRAMA E PRÉ-DIMENSIONAMENTO 05 III. ESPECIFICAÇÕES DETALHADAS PRÉDIO 3 06 IV. ESPECIFICAÇÕES DETALHADAS PRÉDIO 4 28 V. RELAÇÃO DE PRANCHAS E ARQUIVOS 42 VI. RELAÇÃO DE PENAS PARA PLOTAGEM 44 6

7 MEMORIAL - PROJETO ARQUITETÔNICO 1. CONCEPÇÃO O PRÉDIO. Foram implantados de acordo com os condicionantes do terreno e das relações de proximidade em função dos fluxos das atividades e integração dos ambientes. PRÉDIO 3 agrega, essencialmente, espaços de convenções, convivência e eventos, nova Biblioteca, espaços gerenciais, de coordenação acadêmica e de ensino à distância. PRÉDIO 4 amplia espaços agregando novas competências e amplia instalações de competências já instaladas. Imagem do Edifício Os edifícios foram concebidos com elementos da linguagem arquitetônica do PRÉDIO 1 e 2, buscando, com novas aplicações destes elementos, valorizar a PRÉDIO dos edifícios que, no conjunto, conformam o EMPREENDIMENTO do. A preocupação com a identidade, que fortalece a imagem da instituição, constitui-se em diretriz para as opções adotadas, acentuando a comunicação com o público externo, fortalecendo a imagem desse Centro de Tecnologia como instituição de ponta. O edifício PRÉDIO 1 mantém-se como o maior referencial para a identidade do EMPREENDIMENTO, visto que, os edifícios implantados, a posteriori, embora sendo de maior porte, não comprometem este edifício que confere para o conjunto forte diferencial estético, associado ao atual estágio de desenvolvimento, transferindo para todo o EMPREENDIMENTO estes atributos, assegurado pela preservação da situação de destaque mantida para o edifício inicial. Os novos edifícios se agregam reforçando o porte do empreendimento - EMPREENDIMENTO da -PRÉDIO -, ampliando e reforçando a imagem do conjunto. Foram mantidas as premissas que nortearam a concepção do PRÉDIO 2 quanto à utilização estratégica dos elementos construtivos:: Preservar a predominância de revestimentos especiais: esquadrias de alumínio, alumínio composto em marcações horizontais, no edifício construído, associando este tratamento aos ambientes hierarquicamente mais importantes da estrutura organizacional. Utilizar empenas de alvenaria com contornos curvos e cobertura em telha metálica branca para as demais áreas do conjunto, especialmente, na fachada Leste, sobre a qual se rebate a construção inicial, vinculando este novo edifício ao PRÉDIO 1, como sua área complementar. A importância de estabelecer estes vínculos entre as edificações garante, nesta etapa, de construção de uma PRÉDIO harmônica com as anteriores, sem que deixem de refletir as peculiaridades funcionais e a contemporaneidade do momento de sua realização. Ordenamento dos Fluxos e Interligação dos Blocos Devido às áreas de Convenções e eventos agregadas, o fluxo de pessoas, inclusive a presença de público externo, é fortemente intensificado. Foi preservado o grande eixo de circulação entre os edifícios que culmina numa grande Praça que tem a função de convivência tanto para o público interno quanto para o público participante dos eventos. Ligações entre a nova Biblioteca e a Praça do PRÉDIO 2, através de passarela de fluxo exclusivo, integram a praça como espaço 7

8 privativo da Biblioteca qualificando-a exponencialmente, e, a ligação entre o PRÉDIO 2 e 3 e PRÉDIO 3 e 4, no mesmo nível, e através da Praça de Alimentação, permite a integração de todos os Blocos, também no nível do piso do primeiro pavimento. Dado a quantidade de público que afluirá para o PRÉDIO 3, está previsto acesso independente para este edifífio. Elementos de sinalização reforçarão a atratividade para a convergência dos diferentes públicos ao acesso adequado. Espaços Internos Setorização Foram condicionantes para distribuição dos ambientes: localizar no Pavimento Térreo os ambientes de maior a concentração de público(prédio 3) e equipamentos de maior peso (PRÉDIO 4) para evitar sobrecargas na estrutura, atividades que demandam facilidade no suprimento de combustíveis e insumos, e outras peculiaridades das instalações. articulação da Biblioteca com a Praça do PRÉDIO 2. articulação dos espaços de convivência para utilização confortável pelo público de ambos os edifícios. acesso de veículos e a complementação e situação da via de serviço visibilidade de espaços de maior interesse. assegurar flexibilidade para futuras adaptações / expansões. Iniciativa de empreendimento EMPREENDIMENTO- para ampliação do estacionamento dos edifícios, em conjunto. No PRÉDIO 3 foram reunidos: no pavimento térreo, o Auditório, o Espaço de Eventos que se interligam com a Praça de Convivência; no 1º pavimento, encontra-se a Biblioteca, a Praça de Alimentação com Restaurantes, Espaços de apoio, além do Studio; no 2º pavimento, o Núcleo de Educação à Distância, a Cave, a Secretaria de Cursos e a Direção Acadêmica; no 3º pavimento, serão, oportunamente, projetadas as áreas gerenciais do EMPREENDIMENTO. No PRÉDIO 4, no pavimento Térreo, encontra-se o Lab. de Armazenagem, Lab. De Conformação, Lab.Fundição e outras dependências de apoio e serviços. No pavimento Mezanino situa-se a Sala dos Técnicos e o Lab. de Logística. Neste edifício, foi prevista a possibilidade de ampliação vertical, futura, para ampliação de Salas de Aula. Conforto Ambiental, Térmico e Acústico O projeto arquitetônico incorpora soluções para otimização do conforto térmico-acústico do edifício. Soluções diferenciadas para as diversas orientações de fachada foram adotadas, alem de trabalho criterioso para definição dos elementos construtivos, enfocando a minimização do consumo de energia. O estudo elaborado pelo LACAM (Laboratório de Conforto Ambiental da FaUFBA) em 2000, foi resgatado para aplicação neste projeto, observadas as orientações correspondentes de fachadas. Foram adotadas soluções que potencializam a utilização da iluminação e ventilação naturais. Por necessidade de assegurar um padrão de conforto para as atividades serão refrigerados os ambientes fechados de concentração de público: Auditório e Biblioteca, e dependências de atividades técnicas e didáticas. Ainda, baseado no estudo de Conforto Ambiental foi definida a orientação dos sheds, das áreas do PRÉDIO 4 que terão tratamento apenas com os recursos de exaustão natural e mecanizada. As áreas de circulação, Praças de Eventos e Alimentação não terão condicionamento de ar, dadas às condições de troca possibilitadas pelo projeto arquitetônico, que cria um grande canal de captação e exaustão para a ventilação natural. 8

9 As condições acústicas foram tratadas, desde a fase de concepção de projeto tendo sido adotadas opções construtivas em função deste critério: paredes acústicas, paredes duplas, esquadrias especiais, outros. Concepção Estrutural e Modulação A estrutura do edifício observa preponderantemente a modulação de 7,50x7,50m. Exceção para o espaço do Auditório e a Biblioteca no PRÉDIO 3 e para as áreas do PRÉDIO 4, em pé direito duplo e cobertura metálica. Repetiu-se a modulação adotada para o edifício existente por permitir a compartimentação adequada à demanda do programa arquitetônico. Concebida em concreto moldada in loco com alguns elementos em estrutura metálica como: passarelas de interligação dos edifícios e respectiva cobertura. Técnicas de Produção Mais Limpa Além da adoção dos recursos de potencialização do uso de iluminação e ventilação naturais comentados acima foram observados os seguintes aspectos: Instalação de brises soleil e anteparo para dosar a incidência solar em esquadrias visando a redução da carga térmica do edifício. Padronização das especificações de pisos e revestimentos evitando desperdícios como sobras de materiais de diversos tipos, padronagens e cores. Racionalização do sistema de ar condicionado. Coleta e tratamento de águas pluviais integrando o sistema de suprimento hidrossanitário e de irrigação. Especificação de equipamentos de iluminação de última geração com ênfase na economia de energia. II. PROGRAMA E PRÉ-DIMENSIONAMENTO O Programa Arquitetônico inicial que previra uma demanda de ,00m 2, foi ampliado na fase de anteprojeto para o resultado do somatório da relação adiante apresentada, totalizando ,72m 2. Este acréscimo, representou um incremento de 24,53% da expectativa inicial da área de construção total, que se distribui nos diversos níveis da seguinte forma: PRÉDIO 3 Pavimento Térreo 3.807,77 m2 Mezanino - 896,15 m2 1º Pavimento 3.591,49 m2 2º Pavimento ,53 m2 3º Pavimento 1.563,12 m 2 Casa de Máquinas 84,35 m2 PRÉDIO 4 Pavimento Térreo 3.399,41 m 2 1º Pavimento 1.715,18 m 2 Silos - Subestação - III. ESPECIFICAÇÕES DETALHADAS - PRÉDIO 3 1. CONDIÇÕES GERAIS 9

10 Os serviços contratados serão executados rigorosamente de acordo com os projetos e especificações fornecidas pelo. Os materiais especificados podem ser substituídos por similares na condição de apresentação das amostras dos materiais para aprovação pelo AUTOR DO PROJETO ARQUITETÔNICO e pela FISCALIZAÇÃO. Todos os materiais, salvo o disposto pelo PROPRIETÁRIO, serão fornecidos pelo CONSTRUTOR. Toda a mão de obra será fornecida pelo CONSTRUTOR, exceto nos casos em que o PROPRIETÁRIO dispuser diferentemente. Serão impugnados pela FISCALIZAÇÃO todos os trabalhos que não satisfizerem as condições contratuais. O PROPRIETÁRIO poderá exigir do CONSTRUTOR a substituição de qualquer profissional do canteiro de obras, justificada a sua demanda, o que deverá ocorrer num prazo máximo de 48 horas. Serão obedecidas as normas regulamentadoras expedidas pelos órgãos governamentais competentes e normas da ABNT atinentes ao assunto. 2. IMPLANTAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO 2.1 Barracão e tapume O projeto do Barracão deverá ser elaborado pelo CONSTRUTOR e submetido à avaliação da FISCALIZAÇÃO. Conterá instalações para abrigar escritório com sanitário para a FISCALIZAÇÃO, Administração da Obra, Almoxarifado, Vestiários, Sanitários e Refeitório para operários. Deverão ser observadas as condições de segurança, e salubridade das instalações, e será executado em padrão construtivo a ser proposto pelo CONSTRUTOR. O fechamento da obra será executado com tapume de Madeirit ou OSB, conforme disposições das Normas e disposição da Prefeitura Municipal. Deverá ser acordado com a FISCALIZAÇÃO o tratamento visual do tapume e a inserção de identificação da obra e do PROPRIETÄRIO. O tapume isolará a área de construção do edifício PRÉDIO existente. A localização do tapume, novo portão e via de acesso à obra constam de planta específica. 2.2 Instalações Provisórias Estarão a cargo do CONSTRUTOR as providências para suprir provisoriamente a obra de: água, e energia. O esgotamento sanitário poderá vir a ser entroncado na rede existente na condição de compatibilização das instalações sanitárias projetadas com aquela. O suprimento de água será permanente, ainda que seja necessário abastecimento através caminhão pipa. A água para confecção de concreto, alvenaria, pavimentação e revestimento da obra, deverá ser especialmente analisada. 2.3 Preparo do Terreno O terreno resulta de serviços de terraplanagem recém executados onde foram definidos os planos de implantação dos edifícios. Será necessário apenas raspagem e nivelamento do terreno para ajuste às cotas de implantação do edifício, conforme indicado na planta de situação. No curso da obra, os serviços de manutenção do terreno consistirão da limpa e remoção periódicas dos entulhos que não devem ser acumulados. 2.4 Vigilância da obra Caberá ao CONSTRUTOR exercer vigilância enérgica das instalações do canteiro, bem como de todo o material armazenado e do patrimônio imobilizado no curso da obra, responsabilizando-se por todo dano material que venha ocorrer. Os fluxos de descarga de material, trânsito de funcionários, enfim o planejamento das atividades da obra deverão ser pactuadas com a FISCALIZAÇÃO de modo a evitar distúrbios nas 10

11 atividades. Medidas especiais de proteção deverão ser adotadas quando os trabalhos forem desenvolvidos junto à edificação existente. 2.5 Locação A locação será executada topograficamente. As marcações de referência de nível e alinhamento deverão ser mantidas em perfeitas condições para eventual verificação ou reconstituição. A identificação de discrepância entre o projeto e as reais condições do terreno deverá ser imediatamente comunicada à FISCALIZAÇÃO, a quem competirá deliberar a respeito. 2.6 Placas de Obra Serão instaladas as placas da obra, do licenciamento do Alvará, do CONSTRUTOR e dos AUTORES DOS PROJETOS de acordo com o que dispõe o CREA e a Prefeitura de Salvador relativamente à identificação do exercício profissional em obras, instalações e serviços de Engenharia, Arquitetura e Agronomia. Serão fornecidas e instaladas as placas do proprietário, como previsto em contrato. 2.7 Movimento de Terra Os serviços de terraplanagem restringem-se à regularização necessária a colocar o terreno na cota de implantação do edifício e escavações para a execução das fundações, baldrames, poços dos elevadores, instalações, etc. Os serviços de aterro e compactação necessários são os relativos à diferença entre esta cota de implantação da terraplanagem e a cota de soleira do edifício, cujo procedimento observará a boa técnica para compactação, verificação do nível de umidade do solo, materiais adequados para composição do aterro. 3. FUNDAÇÕES As fundações serão executadas conforme projeto específico. Os serviços só poderão ser iniciados após aprovação, pela FISCALIZAÇÃO, da locação das fundações. Caso julgue necessário, A FISCALIZAÇÃO definirá, no caso das fundações de superfície, os locais onde serão realizadas as provas de carga. No caso de fundações profundas, serão indicados quais os elementos que serão ensaiados. A quantidade de testes necessária será a estabelecida pela Norma, salvo outra requisição da FISCALIZAÇÃO. O CONSTRUTOR será responsável por todas as despesas decorrentes de providências necessárias à estabilização da obra: contenção de taludes, escoramentos, etc. Deverá ser preservada a contenção em solo grampeado e promover as contenções decorrentes da execução dos seus serviços. A execução de fundações bem como quaisquer outros serviços através de empresa subempreiteira só poderá ser iniciada após concordância expressa do PROPRIETÁRIO. As fundações profundas e superficiais ((indiretas ou diretas) deverão ter as profundidades de projeto confirmadas em campo. 3.1 Muros Será mantido o muro existente. Remanejamento de trechos e eventuais recomposições devem observar o mesmo padrão adotado. 4. REATERRO, COMPACTAÇÃO E CONCRETO MAGRO Após a escavação e execução de fundações e baldrames, deverá ser executado o reaterro com compactação para preparo da área para execução da camada impermeabilizadora. Para este procedimento será utilizado material selecionado, saibro ou areia isentos de matérias orgânicas. 11

12 A compactação será em camadas sucessivas, com espessura nunca superior a 0,20m umedecidas e fortemente apiloadas pela utilização de compactador mecânico. Observar o projeto de cálculo estrutural quanto à indicação de lajes armadas em função da carga de equipamentos, antes de executar a camada impermeabilizadora. 5. ESTRUTURA A execução da estrutura observará todas as recomendações e dimensões do projeto específico. 6. PAREDES E PAINÉIS DIVISÓRIOS 6.1 Alvenarias de Blocos Cerâmicos Serão executadas com blocos cerâmicos ou de cimento, assentados com argamassa no traço 1:3:4 cimento, areia média, arenoso, com juntas de espessura máxima de 1,5 cm, alinhadas e niveladas. Deverá ser observado o padrão de fabricação dos blocos para assegurar as espessuras e alinhamentos previstos no projeto. Na compartimentação dos ambientes as alvenarias estarão associadas a painéis divisórios de gesso acartonado, a painéis compostos por pré-moldados de concreto, conforme indicado em projeto. 6.2 Painéis Divisórios Divisória acústica de gesso acartonado, Drywall, D 120/70/600-2ST+2ST CL e D150/2x48/600 2ST+2ST CL Parede D 120/70/600-2ST+2ST CL Parede acústica isolante de ruído, composta de 04 (quatro) placas de gesso acartonado, com espaço de ar, semi-preenchido com painéis de lã de vidro ou lã de rocha, 50mm de espessura. Estruturado em perfis metálicos zincados, tipo guias e montantes com 70mm. Espessura total de 120mm. As paredes deverão ser construídas do piso até a laje. Especificação: D 120/70/600-2ST+2ST CL, fabricação "Lafarge" ou similar. Serão empregadas na compartimentação dos ambientes internos da edificação, conforme indicação de projeto. Parede D150/2x48/600 2ST+2ST CL Parede acústica isolante de ruído, composta de 04 (quatro) placas de gesso acartonado, com espaço de ar, semi-preenchido com painéis de lã de vidro ou lã de rocha, 50mm de espessura. Estruturado em perfis metálicos zincados, tipo guias e montantes duplos com 48mm. Espessura total de 150mm. As paredes deverão ser construídas do piso até a laje. Especificação: D150/2x48/600 2ST+2ST CL, fabricação "Lafarge" ou similar. Será empregada na compartimentação da Cave e Sala de Reunião do 2º pavimento Serão empregadas portas do Sistema divisório Divilux, sendo que nos caixilhos dos painéis e portas serão utilizados perfis de alumínio anodizado, natural, fosco, preenchidos com poliuretano expandido, injetado. As ferragens serão de fabricação LaFonte, idênticas às adotadas no PRÉDIO 2, ressalvadas as portas acústicas especificadas Este sistema divisório, conforme indicado em projeto, apresenta acabamento diferenciado nos andares além de compor com visores para alguns ambientes. Vide planta de Esquadrias e Divisórias. 12

13 As superfícies dos painéis divisórios, voltadas para a circulação e para, serão revestidos com laminado plástico com a seguinte escala de aplicação: Pavimento Térreo Fórmica, M 439 Sumaúma 1º Pavimento Fórmica, M 412 Marfim Natural 2º Pavimento Fórmica, M 418 Marfim Montreal 3º Pavimento Fórmica, L 515, Branco Real Frost compondo com lâminas de madeira Os painéis divisórios terão acabamento em pintura PVA látex, branco neve, no interior dos ambientes não especificados com revestimento em laminado melamínico ou outra indicação Será executada contra parede curva, no Studio, com chapa de gesso acartonado, 9,5mm de espessura, estruturada em montantes metálicos de 48mm, pintada com tinta especial para fundo infinito, tipo "Chroma-key", cor azul Divisória de granito, carioca, com portas em painel de 10mm de espessura e ferragens do Sistema Pertech de Divisórias Sanitárias Será utilizada nos sanitários, em todo o edifício. Sanitários Femininos Portas com acabamento em laminado plástico, Fórmica, M 439 Sumaúma e ferragens cromadas. Trechos de parede revestidos com laminado plástico, Fórmica, M 820 Ergonoce. Divisória de granito, carioca. Sanitários Masculinos Portas com acabamento em laminado plástico, Fórmica, M 821 Carvalho Linheiro e ferragens cromadas. Trechos de parede revestidos em laminado plástico, Fórmica, M 418 Marfim Montreal Divisória de Tela aramada Será utilizada para delimitar a Praça de Eventos, H = 2,50m, conforme indicação de projeto, e, na Praça de Convivência para proteção/segurança no limite do corte do estacionamento, H= 2,00m. Composta por estrutura tubular de aço galvanizado de 2 1/2 e cantoneiras para fixação de tela aramada, Aramita, malha 2 x 2 com acabamento em PVC, cor verde. Com este material também serão estruturados portões e portas que integram esta divisória Divisória acústica em painéis multi-direcionais, móveis, individuais, suspensos por trilhos, com dupla roldana e vedação mecânica retrátil. Índice de redução sonora de no mínimo 40db e espessura mínima de 90mm, fabricação "Hufcor", "Interflex" ou similar. Será instalada para assegurar flexibilidade de compartimentação do Auditório. 6.3 Painéis pré-moldados de concreto, auto-portantes, de fabricação WINBLOK, nas dimensões 90x90x15 cm. Serão empregados na confecção de trechos da parede que separa o Foyer do Hall de circulação no Pav. Térreo, no fechamento da escada principal, pavimento térreo, conforme indicado em projeto, em elementos da Praça, no fechamento da Área de Eventos. 7.0 REVESTIMENTOS 7.1 Chapisco 13

14 A aderência dos revestimentos às alvenarias e às superfícies de concreto deverá ser garantida através da aplicação de argamassa de cimento e areia grossa no traço 1:3. Quando aplicada sobre superfície de concreto deverá ter a respectiva água de amassamento aditivada de Bianco ou similar. 7.2 Massa Única Executada em argamassa de cimento, areia e saibro, dosada racionalmente e convenientemente aditivada para minimizar os efeitos de retração e conseqüentemente evitar a ocorrência de fissuras (trincas). Deverão também ser evitadas grandes espessuras admitindo-se como máxima a de 2,5 cm. 7.3 Revestimentos Cerâmicos Cerâmica Portobello, Cetim Branco, 30x60cm, com arremate de canto, Belmetal 2831, assentada com material específico, Portokoll, Concremassa, ou cimento branco com Bianco, na altura total do piso ao forro. Será assentada nos sanitários em composição com superfícies revestidas com pastilhas brancas e trechos revestidos com laminado plástico. Serão revestidos, ainda, a circulação de serviço dos restaurantes da Praça de Alimentação, o ambiente de acesso ao Restaurante climatizado, a copa na área de apoio ao Auditório. As superfícies internas das caixas de escada do restaurante climatizado e da escada de acesso aos restaurantes da Praça de Alimentação Cerâmica Portobello 45cmx45cm, Linha Essencial, cor Cimento Natural, com arremate de canto, Belmetal Será assentada na superfície das alvenarias do núcleo de elevadores e sanitários voltadas para a Praça de Exposições/Eventos e Praça de Alimentação Pastilha Atlas Bórax SG-8414 Na superfície da caixa do núcleo de elevadores / sanitários, voltada para o Hall e Circulações, em todos os andares. Na caixa da escada interna principal. No pavimento térreo - nas superfícies curvas de proteção aos acessos dos sanitários do espaço de eventos / Auditório Pastilha Atlas Branco B-2140 Em trechos das superfícies das paredes internas dos sanitários, conforme detalhe Cerâmica Portobello, Linha ECO WOOD, Canela V3 Pavimento térreo e demais pavimentos Revestindo as caixas de alvenaria que emolduram os elevadores Porcelanato Portobello, Linha City Revestindo superfície de paredes na Praça de Alimentação canto do restaurante climatizado e canto da circulação de serviço Pastilha Atlas Marrom Café B2 109 Revestirá as superfícies externas das alvenarias que conformam o grêmio e diretório estudantil; as superfícies do balcão e fechamento superior da esquadria do bar do Foyer, neste, observar a faixa de granito vermelho h=25 cm, empregado como rodapé. 7.4 Laminado Melamínico Revestindo a face das alvenarias que correspondem às áreas de circulação do edifício em todos os níveis, exceto os trechos do núcleo de elevador/sanitários, especificados de outra forma: 14

15 Pavimento Térreo M 439 Sumaúma 1º Pavimento M 412 Marfim Natural 2º Pavimento M 418 Marfim Montreal 3º Pavimento Branco Real Frost compondo com Durawall. 7.5 Revestimento Poliface / Durawall, retangular, 34 x 90,5cm, cor nogueira Pavimento Térreo Revestindo as caixas de armazenamento das divisórias do Auditório. 1º Pavimento - Revestindo os pilares da Praça de Alimentação a partir da altura H=1,40m até. 3º Pavimento Compondo com laminado plástico, painéis no Hall e circulação. (Este item não será executado no momento). 7.6 Granito Vermelho 1º Pavimento - Revestindo os pilares da Praça de Alimentação até H= 1,40m. Em todos os pavimentos revestindo a superfície onde se inserem as portas dos elevadores. 7.7 Alumínio Composto, de fabricação ALUCOBOND, linha ALUCOAT, cor Silver Metallic 2-30 XL, com rebaixos da mesma cor. Revestindo pilares do pavimento térreo (Hall de Chegada e Foyer). Revestindo a caixa do elevador da Praça de Eventos. Testeira de vigas diversas 1º, 2º e 3º pavimentos. Elemento PRÉDIO sobre as portas dos elevadores. Revestindo o volume das passarelas, à exceção da cobertura que será em telha metálica. Revestindo a testeira a cobertura em curvas no 1º pavimento (Acesso ao Hall e trânsito para Praça Alimentação). Em composição com as esquadrias nas fachadas Leste e Sul. 7.8 Argamassa Ibratim, padrão similar ao aplicado no edifício existente. Será executada nas superfícies das fachadas, onde indicado em projeto, nas cores: areia, vinho e terra. O preparo da superfície e a aplicação do material deverá ser executado conforme recomendação do fabricante. Cor areia, referência Suvinil, H 101. Fachada Leste - Revestimento externo da superfície curva do volume do Auditório/Biblioteca; viga do guarda corpo da praça de alimentação e alvenaria de fechamento da reprografia. Fachada Oeste Volume do Studio; vigas do plano de fachada recuado com relação à caixa da escada; volumes da casa de máquina de ar condicionado, som e serviço ao fundo do Auditório. Fachada Norte Alvenaria e vigas correspondentes à Praça de Alimentação e Área de Eventos. Fachada Sul - Revestimento externo da superfície curva do volume do Auditório/Biblioteca volumes da casa de máquina de ar condicionado, som e serviço ao fundo do Auditório. O volume da Casa de Máquinas dos elevadores que comparece em todas as fachadas. Foyer Parede curva Cor vinho, referência Suvinil, M 128. Fachada Leste Nos pórticos da Área de Eventos e Praça de Alimentação. Facha Oeste Alvenaria curva que delimita o espaço do Bar/café e em superfície correspondente ao acesso à circulação de serviço do Auditório. 15

16 Fachada Norte No pórtico da Área de Eventos e Praça de Alimentação e seguimento de viga correspondente. Fachada Sul - Alvenaria curva que delimita o espaço do Bar/café e em superfície correspondente ao acesso à circulação de serviço do Auditório. Cor terra, referência Suvinil, M 125 Fachada Leste Viga de coroamento de cobertura da Biblioteca. Superfície do guarda corpo, sob esquadrias no trecho que corresponde aos pórticos. Fachada Oeste revestindo predominantemente todas as superfícies, conforme indicado em projeto. Fachada Norte Superfícies do núcleo vertical de escada e caixa murária do depósito e de ambientes da Área de circulação dos restaurantes. Fachada Sul - Caixa do volume que corresponde à parte posterior do Auditório e á Biblioteca. 7.9 Revestimento acústico absorvedor de som em painéis de lã de vidro com 25mm de espessura, 80kg/m3 de densidade, revestidos com tecido em poliéster, dimensão da placa:(1200x2700)mm. Modelo "Sonare", fabricação "Isover" ou similar. Fixado diretamente nas paredes através de perfis metálicos pintados. Será aplicado nas paredes do Auditório, conforme detalhe executivo Revestimento Acústico em painéis vibrantes em madeira, tipo MDF, revestidos com laminado de madeira, com 10mm de espessura, tipo "Ideatec", fabricação "Illbruck" ou similar. Estruturado sobre barrotes de madeira de lei, (25x25)mm e enchimento com lã de rocha ou lã de vidro, ensacada, 25mm/32kg/m3. Será aplicado nas paredes do Auditório, conforme detalhe executivo Revestimento Acústico Sonex Flexonic Revestimento acústico absorvedor de som em espuma flexível de poliuretano expandida, autoextinguível, superfície ondulada, 35mm de espessura e 30kg/m3 de densidade, cor natural grafite, tipo "Sonex Flexonic 35/35", fabricação "Illbruck" ou similar. Colado diretamente nas paredes e no forro em gesso através de adesivo especial "Illbond. Será aplicado nas paredes e forro da Sala Técnica de Som e Luz, Cabine de Locução e no teto do Studio, Edição e Cave Revestimento acústico Sonex ILLTEC Revestimento acústico absorvedor de som em espuma melamina expandida microcelular, autoextinguível, superfície perfilada, 35mm de espessura e 11kg/m3 de densidade, cor natural cinza claro, dimensão da placa: (1250x625)mm, tipo "Sonex ILLTEC perfilado 35/125", fabricação "Illbruck" ou similar. A ser colado com adesivo especial fornecido. Será aplicado no teto das Casas de Máquinas de Ar condicionado Revestimento acústico Isosound Revestimento acústico absorvedor de som em painéis de lã de vidro revestidos com tecido de vidro preto, tipo "Isosound", 50mm de espessura, 40kg/m3 de densidade, dimensão da placa: (1200x2400)mm, fabricação "Isover" ou similar. Fixado diretamente nas paredes através de perfis metálicos específicos. Será aplicado nas paredes dos ambientes de Studio e Edição assim como nas paredes das Casas de Máquinas de Ar condicionado. 16

17 8.0 PAVIMENTAÇÃO 8.1 Contrapiso para posterior assentamento de revestimento cerâmico Pavimento Térreo - Hall do Restaurante Climatizado e escada. 1º Pavimento Nos Restaurantes, Circulação e Hall de Serviço do restaurante climatizado, Livraria, sendo que o revestimento cerâmico será executado pelo arrendatário posteriormente. 8.2 Cimentado Cimentado desempolado Será executado com areia média no traço 1:4, com espessura de 0,03m, com juntas plásticas a cada 1,50 m e acabamento liso. Na escada secundária, protegida, com cantoneira metálica de arremate do degrau; no Depósito da área de Eventos e DML. Nas Casas de Máquinas de Ar Condicionado e Elevadores. (No caso de casas de máquinas de ar condicionado preponderam as especificações do projeto respectivo). No terceiro pavimento, na área de descompressão. Cimentado liso com arremates em granito cinza Será empregado no trecho de passeio na proximidade do acesso descoberto ao edifício e no passeio da saída alternativa, externa, do Auditório. 8.3 Cerâmica Portobello, Troia, na dimensão 45x45cm, cores Bone e/ou White, conforme detalhe. Pavimento Térreo - Revestindo o piso da Varanda do Foyer, cor Bone, com soleira de granito vermelho. A cerâmica também revestirá a caixa da floreira, o Bar e a Área de Serviço. 1º Pavimento Revestindo o Hall e Circulação externa e Hall Biblioteca/Praça, Posto bancário, Reprografia e Varanda. Será empregado na cor Bone com molduras da mesma cerâmica, na cor White. 2º Pavimento - Será assentado piso cerâmico na cor Bone na Varanda do Estar dos professores. 8.4 Granitos Granito Cinza Levigado, em pedras de 50x50 cm Pavimento Térreo Hall de Chegada, trecho do passeio. Polido, 45x45 cm, em composição com o Porcelanato Duramax e Granito vermelho. Todos os andares - Hall de Elevadores e Circulações indicadas. Polido 45x45 cm Serão pavimentados todos os pisos dos sanitários e copa, à exceção do Sanitário do Auditório. Polido, com detalhe frisado Serão os degraus da escada interna principal e da escada de ligação da Área de Eventos com a Praça de Alimentação. Terão os pisos revestidos com placas de granito polido, com uma faixa de 10cm de largura frisada no bordo do degrau, mesmo padrão da escada do edifício existente. Os espelhos e o rodapé (H= 10 cm), serão em granito polido Granito Vermelho, polido 17

18 Será utilizado no Auditório, em todo o ambiente do Salão. Será empregado, também, como detalhe da diagramação do piso do Foyer e do Hall dos Elevadores / Circulação em todos os pavimentos. 8.5 Porcelanato Duramax White, 45x45cm, Potinari Será aplicado: No Foyer, em composição com o mármore pérola Bahia e o granito vermelho. No Hall de Elevadores e Circulação, em todos os pavimentos, em composição com o granito cinza e granito vermelho. Em todas as demais dependências, não especificadas de outro modo, no 1º pavimento, e em todos os ambientes do 2º Pavimento. 8.6 Piso Portobello Essencial, Crema, 45x45cm Serão pavimentados os pisos dos sanitários masculino e feminino do Auditório. 8.7 Carpete de fabricação SHAW, Linha Lynchburg, cor Tarragon, alto tráfego, espessura 4,75mm, composição 90% polipropileno e 10% poliolefina. Pavimento Térreo - Será instalado nas dependências da retaguarda do Auditório, correspondendo à circulação, Sala VIP e espaços de Apoio. Mezanino nas Salas de Som. 8.8 Piso de Alta Resistência tipo Durbeton, em cores ou liso, com juntas de PVC, com aplicação final de resina. Será executado, após impermeabilização das áreas molhadas, observando as diferenças de níveis dos pisos, declividade para ralos, demarcação de soleiras e programação de juntas, conforme detalhe. Pavimento térreo - na circulação de serviço na lateral do Auditório, nos depósitos de apoio ao Auditório; na Área de Eventos (em cores, conforme detalhe), circulação de acesso ao depósito e à escada protegida e na Sala de apoio. 1º Pavimento na Praça de Alimentação (em cores, conforme detalhe). Na Circulação de serviço dos restaurantes, na Biblioteca em todas as dependências. 8.9 Cerâmica Portobello, Linha ECO WOOD, Canela V3 Será empregada no piso da entrada da Biblioteca e Hall da Biblioteca Piso em tabuado de madeira com 15 cm de largura. Será empregado tabuado de madeira de primeira qualidade, pau d arco, no Palco do Auditório Piso vinílico Piso vinílico flexível, heterogêneo, em manta, com junta à solda quente, composto de resina de PVC, manta de fibra de vidro, plastificantes, pigmentos e cargas minerais, espessura 3,2mm, cor cinza, modelo "Absolute Acoustic", fabricação "Fademac" ou similar. Será empregado no Studio e Edição Piso Emborrachado da Fademac, tipo Plurigoma, cor cinza, com garras para assentamento sobre argamassa, em placas de 30 x 30 cm. Será aplicado nas Passarelas de interligação dos Blocos. 9. CARPINTARIA 9.1 Aduelas e Portas As divisórias de gesso acartonado e de alvenaria serão arrematadas por peças de madeira ebanizadas, conforme detalhe, onde se inserem os caixilhos e portas semi-ocas, com requadro de alumínio, no padrão 18

19 das Divisórias Divilux, preenchidos com poliuretano expandido. Exceção para as aduelas do 3º pavimento (a ser executado posteriormente) que serão em madeira de lei, enceradas e portas com acabamento em laminado melamínico branco, frost. As ferragens serão da marca La Fonte, mesmo padrão aplicado no PRÉDIO 2 - fechaduras e maçanetas. As portas de fechamento dos shafts, na circulação, seguem o mesmo padrão das portas do andar. As portas dos shafts de insuflamento/retorno estão especificadas no projeto de condicionamento de ar. 9.2 Porta acústica isolante de ruído, em madeira de lei maciça, hermética, 48mm de espessura total. A porta deverá apresentar condições de alta estanqueidade com vedação acústica perimetral de todas as frestas. Vedação inferior com guilhotina. Capacidade de isolamento acústico: (PT>32dB em 250Hz) Acabamento superficial em laminado de madeira. Fornecida com dobradiças e ferragens compatíveis ao peso. Dimensões: (1.80x2.60)m. Equipada com maçaneta anti-pânico da marca La Fonte. Será utilizada nas portas de acesso ao Auditório. 9.3 Porta acústica isolante de ruído, de aço, hermética, com preenchimento em fibra de vidro tratada com resina especial e alta densidade. A porta deverá apresentar condições de alta estanqueidade com vedação acústica de todas as frestas, sem bandeira. Capacidade de isolamento acústico: (PT>35dB em 250Hz) Com acabamento em pintura sintética. Fabricação "Somax", "Atenuasom" ou similar. Será utilizada na Sala Técnica de Som e Luz, Cabine de Locução, Studio e Edição. 9.4 Visor Simples Visor com vidro simples de 8mm de espessura e caixilhos de alumínio anodizado, cor alumínio natural. 9.5 Visor Acústico Visor acústico duplo, hermético, com caixilhos em alumínio anodizado e vidros de 8mm e 6mm de espessura, com vedação perimetral de todas as frestas. 9.6 Revestimento de pilares Pavimento térreo Os pilares no Hall de Chegada, Hall de Elevadores e Foyer, no pavimento térreo, serão redondos, revestidos em MDF, com acabamento em alumínio composto e rodapé em granito vermelho. Os pilares da Área de Eventos serão revestidos com Ibratim à exceção para o pilar da escada será revestido em alumínio composto. 1º Pavimento os pilares da Praça de alimentação serão revestidos em granito vermelho até H=1,40m e acima deste nível serão envelopados por Poliface / Durawall. Os pilares das fachadas dos Restaurantes e Livraria, etc, terão acabamento em concreto aparente com aplicação de verniz poliuretano. O pilar do Hall de Circulação será revestido de granito vermelho. O pilar da escada será revestido em Alumínio composto. Geral - Os pilares das circulações serão revestidos em laminado melamínico da mesma cor do especificado para cada nível, observada a utilização de arremates de canto de PVC nas cores 19

20 correspondentes ao especificado para o laminado melamínico. Pilares de ambientes internos terão acabamento final em pintura, cor branca, salvo indicação especifica. 10. SERRALHERIA 10.1 Esquadrias de alumínio Os perfis serão dimensionados para permitir a perfeita estabilidade dos quadros, tendo em consideração a carga representada pelos vidros. Os perfis dos aros e batentes deverão ser providos de encaixes para aplicação de vedantes, de forma a evitar a penetração de água e poeira. Serão utilizados baguetes de pressão e gaxetas de neoprene para colocação dos vidros. As juntas entre o alumínio e as alvenarias, peitoris e soleiras deverão ser vedadas a mastique elástico, preenchendo os interstícios. As esquadrias de alumínio deverão ser fixadas em contramarcos previamente chumbados nas alvenarias. Todas as portas de alumínio, conforme detalhe, serão em alumínio anodizado, chumbados, natural, fosco, Linha N.º 30. Todas as janelas da edificação, exceto aquelas diferenciadas nesta especificação, serão em alumínio anodizado, natural, fosco, Linha N.º 25. Esquadrias com montantes externos no 2º e 3º pavimentos devem atender à recomendações do fabricante. As venezianas constantes das esquadrias são do tipo abertas ou fechadas conforme indicação em detalhe Porta Automática de Enrrolar, confeccionada com lâminas de aço galvanizado, perfil tipo TransVision, micro furo de 2,0mm, 22msg. Serão utilizadas no pavimento térreo no Hall de Elevadores e na varanda do Foyer e no fechamento do balcão do Bar/Foyer Divisória de Tela aramada Será utilizada para delimitar a Praça de Eventos, fechamento das alvenarias na Varanda do Foyer e do entorno do edifício, conforme indicação de projeto. Composta por estrutura tubular de aço galvanizado de 2 1/2 e cantoneiras para fixação de tela aramada, Aramita, malha 2 x 2 com acabamento em PVC, cor verde. Com este material também deverão ser estruturados os portões que integram esta divisória Escadas Escada principal Será em concreto armado, conforme detalhes constantes do projeto de estrutura. Pavimento conforme caracterizado no Item 8.4. Os elementos de aço inoxidável estão carcterizados no item , Corrimãos Escada secundária, protegida Será em concreto armado com portas corta fogo de folha dupla, conforme indicação de projeto. Pavimento conforme caracterizado no item 8.2, sendo as arestas dos degraus protegidas por cantoneiras metálicas. Corrimão caracterizado no item específico e conforme detalhe Escada de ligação Área de Eventos e Praça de Alimentação Terá estrutura em concreto armado com degraus em granito cinza, conforme caracterizado no item 8.4. O corrimão será em aço inoxidável composto por estrutura secundária, também em aço inoxidável, conforme detalhe Escada de Marinheiro 20

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA 1 PRELIMINARES 1.1 Instalações do canteiro de obra vb 1,00 5.000,00 5.000,00 90,09 1.2 Placa de obra 2,00m x 3,00m, conforme orietações da administração vb 1,00 550,00 550,00 9,91 SUB TOTAL PRELIMINARES

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO

MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO MEMORIAL DESCRITIVO/TÉCNICO PROPRIETÁRIO: Prefeitura Municipal de Carmo de Minas. ENDEREÇO: Rua Luiz Gomes, nº. 150, Bairro: Centro, CEP: 37472-000. CNPJ: 18.188.243/0001-60. ENDEREÇO DA OBRA: Rua Euclides

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Ministério Público do Trabalho Procuradoria Regional da 23 ª Região Anteprojeto do novo Edifício-Sede Cuiabá MT Memorial Descritivo Terreno localizado no CPA (Centro Político-Administrativo) da cidade

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Municipio de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Municipio de Venâncio Aires MEMORIAL DESCRITIVO Obra: OBRAS CIVIS, REFORMA E INSTALAÇÕES - PMAT PAVIMENTO TÉRREO E SUPERIOR DA PREFEITURA MUNICIPAL Local: Rua Osvaldo Aranha-nº 634 Venâncio Aires EXECUÇÃO E SERVIÇOS A execução dos

Leia mais

ESSENCIAL FLEX HOUSE

ESSENCIAL FLEX HOUSE ESSENCIAL FLEX HOUSE ESPECIFICAÇÕES BÁSICAS DE MATERIAIS R4 A PAVIMENTO TIPO 1 PISOS 1.1 Porcellanato Pana Natural 50x50cm, Tratado da Eliane. No Estar, Jantar, Varandas e Circulação. 1.2 Porcelanato polido

Leia mais

E S T A D O D O M A T O G R O S S O. Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D O M A T O G R O S S O. Prefeitura Municipal de Jaciara MEMORIAL DESCRITIVO REDE CEGONHA - HOSPITAL MUNICIPAL JACIARA/MT O presente memorial descritivo define diretrizes referentes à reforma do espaço destinado a Programa REDE CEGONHA no Hospital Municipal

Leia mais

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO PADRÃO PARA QUADRA POLIESPORTIVA COBERTA COM

Leia mais

Residencial Recanto do Horizonte

Residencial Recanto do Horizonte MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Recanto do Horizonte FUNDAÇÃO E ESTRUTURA As Fundações serão executadas de acordo com o projeto estrutural, elaborado de acordo com as normas técnicas pertinentes e baseadas

Leia mais

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária

Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária Nº: 2.0 ARQUITETURA E URBANISMO 2.1.1 2.1.1.1 DEMOLIÇÃO, RETIRADAS E REMOÇÕES 2.1.1.1.1 REMOÇÃO DE TELHAS EXISTENTES 2.1.1.1.1.1 REMOÇÃO DE TELHAS 161333 ICC - Salvador - Mão de Obra 53 2.1.1.1.2 REMOÇÃO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO O

MEMORIAL DESCRITIVO O MEMORIAL DESCRITIVO O presente memorial tem por objetivo estabelecer requisitos técnicos, definir materiais e padronizar os projetos e execuções da obra localizada na Rua Jorge Marcelino Coelho, s/n, Bairro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DE MERITI MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DE MERITI MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DE MERITI MEMORIAL DESCRITIVO Objeto: Reforma e Adequação sem acréscimo de área construída do Posto de Saúde de Eden. End.: Rua Roberto Silveira s/n Éden - São João de

Leia mais

ITEM DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. 1.00 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.01 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO M2 6,00

ITEM DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. 1.00 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.01 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO M2 6,00 MEMORIAL DE CÁLCULO OBRA: AMPLIAÇÃO DA UNIDADE DE ATENDIMENTO NO DISTRITO DE RIO BRANCO LOCAL: ZONA RURAL, DISTRITO DE RIO BRANCO ÁREA: 77,05M² ITEM DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. QUANT. 1.00 SERVIÇOS

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALÃO SECRETARIA DE 0BRAS 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 DISPOSIÇÕES GERAIS

MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CATALÃO SECRETARIA DE 0BRAS 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 DISPOSIÇÕES GERAIS MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: Nova Instalação da SEMMAC LOCAL: Rua Dr. Lamartine Pinto de Avelar, 2338. Setor Ipanema. Catalão GO TIPO DE SERVIÇO: Reforma e Ampliação. 1.0 INTRODUÇÃO A finalidade do presente

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase

MEMORIAL DESCRITIVO. Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Reforma da Câmara Municipal de Conchas 2ª Fase Este Memorial Descritivo tem por finalidade especificar os materiais e serviços a serem executados na REFORMA DA CÂMARA MUNICIPAL

Leia mais

PROJETO PARA FECHAMENTO DE QUADRA DE ESPORTES E.E.B MARIA DO ROSÁRIO

PROJETO PARA FECHAMENTO DE QUADRA DE ESPORTES E.E.B MARIA DO ROSÁRIO PROJETO PARA FECHAMENTO DE QUADRA DE ESPORTES E.E.B MARIA DO ROSÁRIO MONTE CARLO SC JULHO DE 2015 Fazem parte deste projeto: - Projeto Arquitetônico e Detalhes. - Memorial Descritivo. - Orçamento, Cronograma.

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

CENTRO ADMINISTRATIVO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ESPECIFICAÇÃO TRATAMENTO ACÚSTICO

CENTRO ADMINISTRATIVO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ESPECIFICAÇÃO TRATAMENTO ACÚSTICO 1 / 11 CENTRO ADMINISTRATIVO DO ESTADO DE MINAS GERAIS ESPECIFICAÇÃO 2 / 11 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...03 2. DESCRIÇÃO GERAL...03 3. / ABSORÇÃO...06 4. DOCUMENTOS...10 3 / 11 1 - INTRODUÇÃO: Trata-se do Projeto

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada:

MEMORIAL DESCRITIVO. 2.0 - Calçadas Externas/rampa/escada: PROJETO Nº 051/2013 Solicitação: Memorial Descritivo Tipo da Obra: Reforma, ampliação e adequação acesso Posto de Saúde Santa Rita Área existente: 146,95 m² Área ampliar: 7,00 m² Área calçadas e passeio:

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 Limpeza do Canteiro de Obras. 1,00 vb 1.2 Locação da Obra. 236,69 m² 1.3 Licenças e Taxas. 1,00 vb 1.4 Projeto Arquitetônico. 1,00 vb 1.5 Projeto Estrutural. 1,00 vb 1.6 Projeto

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO O objeto desta licitação é a recuperação, requalificação e manutenção da área, hoje degradada, na Avenida Rio de Janeiro, sob o viaduto Elevado de conexão da Via Perimetral

Leia mais

Memorial Descritivo Condomínio Residencial Renascer

Memorial Descritivo Condomínio Residencial Renascer Memorial Descritivo Memorial Descritivo Condomínio Residencial Renascer Um novo tempo. Sua nova vida. Incorporação e Construção: JDC Engenharia Ltda Empreendimento: Construção de 2 torres residenciais,

Leia mais

EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA MELHORIAS NA INFRAESTRUTURA DA EMBRAPA ALGODÃO. Item Discriminação 15 30 45 60 75 90

EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA MELHORIAS NA INFRAESTRUTURA DA EMBRAPA ALGODÃO. Item Discriminação 15 30 45 60 75 90 EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA MELHORIAS NA INFRAESTRUTURA DA EMBRAPA ALGODÃO Item Discriminação 15 30 45 60 75 90 1 SERVIÇOS GERAIS 1.1 ADMINISTRAÇÃO PROJETOS COMPLEMENTARES e "as

Leia mais

ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m² ÁREA TOTAL CASA: 48,00m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 65,00m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m² ÁREA TOTAL CASA: 48,00m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 65,00m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS 1 1.1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas 01520.8.1.1 m² 7,50 1.2 Ligação provisória de água para a obra

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

Obra: Ampliação Câmara de Vereadores Local : VRS- 801 Almirante Tamandaré do Sul - RS Proprietário: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul

Obra: Ampliação Câmara de Vereadores Local : VRS- 801 Almirante Tamandaré do Sul - RS Proprietário: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul MEMORIAL DESCRITIVO Obra: Ampliação Câmara de Vereadores Local : VRS- 801 Almirante Tamandaré do Sul - RS Proprietário: Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré do Sul 1. O presente memorial tem por

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE OBRAS E TRANSPORTES DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS ALBERGUE ROCHDALE

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE OBRAS E TRANSPORTES DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS ALBERGUE ROCHDALE ALBERGUE ROCHDALE RUA BELO HORIZONTE, 85 - ROCHDALE 1 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS O presente Memorial tem por objetivo estabelecer as condições técnicas essenciais, no que tange a materiais, serviços e instalações

Leia mais

MUNICÍPIO DE ILHA COMPRIDA

MUNICÍPIO DE ILHA COMPRIDA MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: REFORMA, ADEQUAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA CRECHE CRIANÇA FELIZ LOCAL: BALNEÁRIO ICARAÍ DE IGUAPE 1. Descrição As adequações e ampliações da Creche Criança feliz visam melhorar o atendimento

Leia mais

1 ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO

1 ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO 1 ANEXO XII - MEMORIAL DESCRITIVO ARQUITETÔNICO 4.1 APRESENTAÇÃO O presente MEMORIAL DESCRITIVO tem por finalidade determinar os detalhes de acabamento, tipo e a qualidade dos materiais a serem utilizados

Leia mais

Prefeitura Municipal de Piratini

Prefeitura Municipal de Piratini MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo visa estabelecer as condições de materiais e execução referentes à construção de um Vestiário Esportivo, localizado na Av. 6 de julho s/n, em Piratini/RS,

Leia mais

FUNDAÇÃO PROFESSOR MARTINIANO FERNANDES- IMIP HOSPITALAR - HOSPITAL DOM MALAN

FUNDAÇÃO PROFESSOR MARTINIANO FERNANDES- IMIP HOSPITALAR - HOSPITAL DOM MALAN 25% 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES R$ 12.734,82 1.1 COTAÇÃO MOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, FERRAMENTAS E PESSOAL. M² 200,00 2,57 3,21 642,50 1.2 74220/001 TAPUME DE CHAPA DE MADEIRA COMPENSADA, E= 6MM, COM PINTURA

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015

MEMORIAL DESCRITIVO. Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015 MEMORIAL DESCRITIVO Objeto: Ampliação e Reforma Escola Municipal Maria Cassiano Município: Bom Jesus de Goiás - GO Elaborado em: Junho de 2015 1. DESCRIÇÃO DA OBRA As presentes especificações, bem como

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO.

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO CASTANHAL (PA) MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS OBRAS DE REFORMA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO LOIOLA PASSARINHO E CONSTRUÇÃO DO ANEXO. ABRIL/2014 REFORMA

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES GLOBAIS DE SERVIÇOS E MATERIAIS REFORMA E ADAPATAÇÃO DO PRÉDIO DA ANTIGA CPFL - GRADUAÇÃO INSTITUTO UNI-FAMEMA / OSCIP Marília/SP ÍNDICE 1. PRELIMINARES. 2. DEMOLIÇÕES E RETIRADAS.

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS 1. LOCALIZAÇÃO: O empreendimento localiza-se à Rua Aragão Bozano,131 Lotes 2, Quadra 57, Praia Grande, Torres/RS.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR PEDRINHO Estado de Santa Catarina

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOUTOR PEDRINHO Estado de Santa Catarina MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Obra: AMPLIAÇÃO UNIDADE DE SAÚDE CENTRAL Local: Rua Santa Catarina, Centro Área de Ampliação: 161,82 m² Município: Doutor Pedrinho SC Data: Novembro / 2015

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA PROJETO ARQUITETÔNICO MOTO TAXI RODOVIÁRIA

MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA PROJETO ARQUITETÔNICO MOTO TAXI RODOVIÁRIA MEMORIAL DESCRITIVO DE OBRA PROJETO ARQUITETÔNICO MOTO TAXI RODOVIÁRIA 1. OBJETIVO O presente memorial descritivo tem por objetivo estabelecer requisitos técnicos, definir materiais a utilizar e normatizar

Leia mais

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS:

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: Á PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO EM ANEXO. VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: - 12 EDIFICIOS COM 10

Leia mais

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA VALORES PARA ELABORAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA VALORES PARA ELABORAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA VALORES PARA ELABORAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS CÓDIGO DESCRIÇÃO UND PREÇO 70-31-01-063 E REVISÃO DE PORTÃO EM GRADE DE FERRO M2 46,63 70-31-01-064 E VÁLVULA

Leia mais

OBRA: CONSTRUÇÃO DE UM RESERVATÓRIO ELEVADO, UM RESERVATÓRIO SUBTERRÂNEO E UMA CASA DE MÁQUINAS LOCAL DA OBRA: UNIDADE DE ENSINO DE JOÃO CÂMARA

OBRA: CONSTRUÇÃO DE UM RESERVATÓRIO ELEVADO, UM RESERVATÓRIO SUBTERRÂNEO E UMA CASA DE MÁQUINAS LOCAL DA OBRA: UNIDADE DE ENSINO DE JOÃO CÂMARA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE INFRA-ESTRUTURA DO PROJETO DE EXPANSÃO Av. Sen. Salgado Filho, 1559, Natal/RN. FONE (084) 4005-2612 OBRA: CONSTRUÇÃO DE UM

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO DE USO COMERCIAL

MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO DE USO COMERCIAL 1 MEMORIAL DESCRITIVO EDIFÍCIO DE USO COMERCIAL PROPRIETÁRIO: Araçatuba Office Empreendimentos Imobiliários Ltda. LOCAL: Rua Carlos Gomes, n.º 239 Bairro: Centro Araçatuba/SP. DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO

Leia mais

CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA. ANEXO II Memorial Descritivo

CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA. ANEXO II Memorial Descritivo CONDOMÍNIO RESIDENCIAL FORTALEZA ANEXO II Memorial Descritivo 1. DESCRIÇÃO GERAL DO EMPREENDIMENTO. O Empreendimento, comercializado sob Condomínio Residencial Viva Bem, é composto por 04 (quatro) blocos,

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO DE ESCRITÓRIO EM ARIQUEMES/RO.

PROJETO BÁSICO DE CONSTRUÇÃO DE ESCRITÓRIO EM ARIQUEMES/RO. UNID. QUANT. UNITÁRIO TOTAL CÓD. DEOSP 1. SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 1.2 Aquisição e assentamento de placas de obras pronta de 3,00 x 2,00 m, conforme modelo. Barracão de obra em chapa de madeira compensada

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA.

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA REFORMA E AMPLIAÇÃO / OBRA INSTITUCIONAL EM ALVENARIA, FORRO DE GESSO E COBERTURA EM TELHA METÁLICA. Dados da Obra: Endereço da obra: Rua Amazonas, nº512, Centro. Parte

Leia mais

ANEXO II PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DISCRIMINADA

ANEXO II PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DISCRIMINADA ANEXO II PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DISCRIMINADA (MODELO DE PROPOSTA) SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM O MEMORIAL DESCRITIVO Local: PROCURADORIA DA REPÚBLICA

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON DIRETORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA DA GERÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO GERAL AGG MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO: CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S. A. CERON OBRA: ENDEREÇO: REFORMA E ADEQUAÇÃO DE SALAS NO PRÉDIO DA UNIDADE DE NEGÓCIOS NORTE UNN, VISANDO A INSTALAÇÃO DO POSTO DE ENSAIO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONCLUSÃO DA QUADRA DA ESCOLA ALTO BONITO. Rua Florêncio Busatto - Caçador SC.

MEMORIAL DESCRITIVO CONCLUSÃO DA QUADRA DA ESCOLA ALTO BONITO. Rua Florêncio Busatto - Caçador SC. MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo tem por objetivo descrever os serviços, materiais e técnicas construtivas a serem utilizadas na execução da obra abaixo qualificada. DADOS FÍSICOS LEGAIS

Leia mais

ÁREA TOTAL CASA: 67,50m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 80,20m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

ÁREA TOTAL CASA: 67,50m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 80,20m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS ENDEREÇO: Rua nº 01 - Loteamento Maria Laura ÁREA TOTAL CASA: 67,50m² 1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 1.1 Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas

Leia mais

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total

ANEXO I-B. Descrição dos Serviços Material Mão de Obra Quant. Unid. Unitário Total Unitário Total PAVIMENTO TÉRREO. Item. Total ANEXO I-B PLANILHA DE PREÇOS, COM OS SERVIÇOS E MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA A COMPLETA EXECUÇÃO DO OBJETO, DE ACORDO COM AS ESPECIFICAÇÕES DO MEMORIAL DESCRITIVO Item 1 Descrição dos Serviços Material Mão

Leia mais

CONSTRUÇÃO - BLOCO DE PESQUISADORES - PAVIMENTO TÉRREO

CONSTRUÇÃO - BLOCO DE PESQUISADORES - PAVIMENTO TÉRREO ANEXO XII PLANILHA ORÇAMENTÁRIA PLANILHA DE ORÇAMENTO UNIDADE: Embrapa Algodão Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Embrapa Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura-CEN/DRM OBRA: AMPLIAÇÃO DOS

Leia mais

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST

Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST Ministério da Educação Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE Coordenação Geral de Infraestrutural Educacional CGEST MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO PADRÃO PARA COBERTURA DE QUADRA POLIESPORTIVA

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MEMÓRIA DE CÁLCULO Objeto: CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Proprietário: Endereço: Área da Edificação: 165,30 M² Pavimento: térreo Área do Terreno: 450,00 M² INTRODUÇÃO Este documento técnico

Leia mais

GINÁSIO ESPORTIVO DA COMUNIDADE RIO BONITO ALTO - PONTÃO - RS

GINÁSIO ESPORTIVO DA COMUNIDADE RIO BONITO ALTO - PONTÃO - RS MEMORIAL DESCRITIVO Obra: GINÁSIO ESPORTIVO DA COMUNIDADE RIO BONITO ALTO - PONTÃO - RS Área: 488,50 m² Local: Comunidade de Rio Bonito Alto Bairro: Rio Bonito Alto Cidade: Pontão - RS Proprietário: Comunidade

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO- REV.01

MEMORIAL DESCRITIVO- REV.01 SESI UNIDADE SIMÕES FILHO MEMORIAL DESCRITIVO- REV.01 PROJETO DE QUADRA POLIESPORTIVA COBERTA COM SANITÁRIOS PÚBLICOS E VESTIÁRIOS PROJETO : Arq. Manoel J. de Aguiar Liberato de Mattos Simões Filho - 2010

Leia mais

TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE

TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE Para: Fone: Fax: De: Luciana Ribeiro Suffi TEL: (61) 2192-8888 FAX: (61) 2192-8882 Número de páginas incluindo esta: 02 Data: 29/06/2006 Se não receber bem esta transmissão,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO VERCELLI RESIDENCIAL

MEMORIAL DESCRITIVO VERCELLI RESIDENCIAL MEMORIAL DESCRITIVO VERCELLI RESIDENCIAL Rua Firmino Toreli, 171 Torres-RS 1. LOCALIZAÇÃO: O empreendimento localiza-se à Rua Firmino toreli 171, Torres/RS. 2. INFORMAÇÕES GERAIS: O empreendimento será

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Obra: Obra de implantação de uma quadra poliesportiva, com piso em concreto armado, equipamentos e marcações para a realização das

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: ESPAÇO FITNESS FLORAIS CUIABÁ

MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: ESPAÇO FITNESS FLORAIS CUIABÁ MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: ESPAÇO FITNESS FLORAIS CUIABÁ ESPECIFICAÇÕES DE ARQUITETURA OBRA: PROJETO DO ESPAÇO FITNESS - FLORAIS CUIABÁ 1.0 - DESCRIÇÃO DO PROJETO: O empreendimento será implantado no Condomínio

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÃO DE VOLUME DE CAIXA D'ÁGUA NA CASA DE PASSAGEM DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÃO DE VOLUME DE CAIXA D'ÁGUA NA CASA DE PASSAGEM DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÃO DE VOLUME DE CAIXA D'ÁGUA NA CASA DE PASSAGEM DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR 1 SUMÁRIO SUMÁRIO 2 MEMORIAL DESCRITIVO 3 I. DADOS FÍSICOS LEGAIS 3 II. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 3 III.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA

MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA MEMORIAL DESCRITIVO DE ARQUITETURA Reforma da Câmara dos Vereadores de Jataí GO DADOS DA OBRA OBRA: Câmara Municipal de Jataí LOCAL: Praça da Bandeira S/N SERVIÇOS: Projeto de reforma NÚMERO DE PAVIMENTOS:

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM

MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM 1/10 MEMORIAL DESCRITIVO PORTARIA / GARAGEM As obras serão realizadas obedecendo rigorosamente aos projetos, detalhes e especificações, bem como as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Leia mais

SEDE SPU. Rua Melo e Souza, nº 142 São Cristóvão Rio de Janeiro RJ MEMORIAL DESCRITIVO DE ESPECIFICAÇÃO

SEDE SPU. Rua Melo e Souza, nº 142 São Cristóvão Rio de Janeiro RJ MEMORIAL DESCRITIVO DE ESPECIFICAÇÃO Anexo 3: SEDE SPU Rua Melo e Souza, nº 142 São Cristóvão Rio de Janeiro RJ MEMORIAL DESCRITIVO DE ESPECIFICAÇÃO Emissão 00 de 16/07/2013. A) FACHADAS: FACHADA RUA MELO E SOUZA: Esquadrias em estrutura

Leia mais

EMOP - Outubro/2013. m x m = m² 3.281,25 0,60 1.968,75 1.968,75 m²

EMOP - Outubro/2013. m x m = m² 3.281,25 0,60 1.968,75 1.968,75 m² 01 01 1.1 01.018.0001-0 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE TRÊS RIOS Centro - /RJ Marcação de obra sem instrumento topográfico, considerada a projeção horizontal da área envolvente 3.281,25 0,60 1.968,75 1.968,75

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul Secretaria Municipal de Obras Departamento Engenharia

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul Secretaria Municipal de Obras Departamento Engenharia ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1 ARQUITETURA 1.1 VEDAÇÕES 1.1.1 Alvenaria de Blocos Cerâmicos Tipo: 10x20x20 Aplicação: todas as Paredes internas e externas 1.2 ESQUADRIAS 1.2.1 Porta de madeira Compensada As

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre

MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS. Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre MEMORIAL DESCRITIVO PRÉDIO DE APARTAMENTOS Local: Rua General Auto, N 101 e 111 Centro Porto Alegre INDICE 1. GENERALIDADES 1.1. OBJETOS E DADOS 1.2. NORMAS 1.3. PLANTAS 2. INTERPRETAÇÃO 3. PRÉDIO 3.1.

Leia mais

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA

PLANILHA DE SERVIÇOS GERAIS DE OBRA 1 PRELIMINARES 1.1 Instalações do canteiro de obra vb 1,00 5.000,00 5.000,00 90,09 1.2 Placa de obra 2,00m x 3,00m, conforme orietações da administração vb 1,00 550,00 550,00 9,91 SUB TOTAL PRELIMINARES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ÂNGELO MEMORIAL DESCRITIVO Ampliação E.M.E.I. Manoel dos Santos Ribeiro Bairro José Alcebíades de Oliveira GENERALIDADES Execução por Empreitada Global O presente memorial

Leia mais

Manual do impermeabilizador

Manual do impermeabilizador 1 Manual do impermeabilizador Preparação e aplicação em superfícies cimenticia Índice INTRODUÇÃO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO ESTATÍSTICAS NORMAS TÉCNICAS ELABORAÇÃO DO PROJETO DE IMPERMEABILIZAÇÃO NBR

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 7.992,27 1.1 74209/001 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO m2 3,91 289,92 1.133,59 1.2 73899/002 DEMOLICAO DE ALVENARIA DE TIJOLOS FURADOS S/REAPROVEITAMENTO

Leia mais

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica.

VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Descrição VEDAPREN cobre a estrutura com uma membrana impermeável e elástica. Características Densidade: 1,02 g/cm 3 Aparência: Cor preta Composição básica: emulsão asfáltica modificada com elastômeros

Leia mais

KEPLER ROCHA PASCOAL Engenheiro Civil 98-8833-6064 - kepler@franere.com.br

KEPLER ROCHA PASCOAL Engenheiro Civil 98-8833-6064 - kepler@franere.com.br VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA ALVENARIA ESTRUTURAL COM BLOCOS DE CONCRETO 2a. parte: ECONÔMICA-ESTUDO DE CASO KEPLER ROCHA PASCOAL Engenheiro Civil 98-8833-6064 - kepler@franere.com.br UNIVERSIDADE

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO STRIP MALL REAL PARQUE RUA BARÃO DE MONTE MOR, 500 REAL PARQUE SÃO PAULO SP

MEMORIAL DESCRITIVO STRIP MALL REAL PARQUE RUA BARÃO DE MONTE MOR, 500 REAL PARQUE SÃO PAULO SP MEMORIAL DESCRITIVO STRIP MALL REAL PARQUE RUA BARÃO DE MONTE MOR, 500 REAL PARQUE SÃO PAULO SP Este memorial apresenta os materiais e fornecedores propostos para a construção de um empreendimento comercial

Leia mais

CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA

CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA MEMORIAL DESCRITIVO OBS.: OS ITENS COM * SERÃO ENTREGUES PELO COMPRADOR QUANDO O IMÓVEL FOR VENDIDO NA OPÇÃO DE VENDA SEM ACABAMENTO...1 1 O IMÓVEL...3 2 ESPECIFICAÇÕES GERAIS...3

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida)

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) TAMANHO E DEPENDÊNCIAS DO IMÓVEL Definido com o Corretor de Imóveis da negociação em conjunto com nosso Escritório de Arquitetura parceiro: FRAN Arquitetura

Leia mais

TOMADA DE PREÇO IIRS Nº 002/09-TP

TOMADA DE PREÇO IIRS Nº 002/09-TP TOMADA DE PREÇO IIRS Nº 002/09-TP ERRATA Nº 01 ONDE SE LÊ: ANEXO III OBRA : UBS Jd. Das Palmas. Descrição dos Serviços ESCOPO DETALHE UN. Quantidade Preço Unitário Prop. Material Parcial Mat. M.O 01. Gerenciamento

Leia mais

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP.

Placa de obra: Haverá a colocação em local visível de placa de obra, metálica, fixada em estrutura de madeira, conforme padrão fornecido SOP. MEMORIAL DESCRITIVO RECONSTRUÇÃO DO ALBERGUE JUNTO AO PRESIDIO ESTADUAL DE VACARIA RS. VACARIA RS. GENERALIDADES: Este Memorial Descritivo tem a função de propiciar a perfeita compreensão do projeto e

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA OBRA. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAM ENTO DE ENGENHARIA E INFRAESTRUTURA BR 406 - Km 73 n 3500 Perímetro Rural do Município de João Câmara / RN, CEP: 59550-000

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DATA agosto/2013 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.2 74209/001 Aquisição e assentamento de placas de obra em aço galvanizado. Abrigo Provisorio de madeira executado na obra para m² 6,00 157,35 944,10 1.3 01520.8.1.1

Leia mais

FS-06. Fossa séptica. Componentes. Código de listagem. Atenção. FS-06-01 (L=3,00m) FS-06-02 (L=3,80m) FS-06-03 (L=5,40m) 01 27/12/10

FS-06. Fossa séptica. Componentes. Código de listagem. Atenção. FS-06-01 (L=3,00m) FS-06-02 (L=3,80m) FS-06-03 (L=5,40m) 01 27/12/10 - -03 1/5 - -03 2/5 - -03 3/5 - -03 4/5 DESCRIÇÃO Constituintes Lastro de concreto magro, traço 1:4:8, cimento, areia e brita. Fundo e vigas de concreto armado, moldados in loco: - Fôrmas de tábuas de

Leia mais

ORÇAMENTO BÁSICO PARA MANUTENÇÃO PREDIAL DA INSPETORIA REGIONAL DE MOSSORÓ - IRM

ORÇAMENTO BÁSICO PARA MANUTENÇÃO PREDIAL DA INSPETORIA REGIONAL DE MOSSORÓ - IRM Página 1/6 01 SERVIÇOS PRELIMINARES 2,64% 2.665,26 MOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E PESSOAL (0001/CREA_ATUALIZADO INSUMOS 01.01 DESMOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E PESSOAL (0002/CREA_ATUALIZADO INSUMOS 01.02

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL

MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL MEMORIAL DESCRITIVO CIVIL I SERVIÇOS DE ENGENHARIA Constitui objeto do presente memorial descritivo uma edificação para abrigar segura e adequadamente equipamentos de rede estabilizada, Grupo Moto-gerador

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES BLOCO F JOÃO MONLEVADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES BLOCO F JOÃO MONLEVADE UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES BLOCO F JOÃO MONLEVADE FEVEREIRO-2009 CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES BLOCO F JOÃO MONLEVADE A - PISOS 1 - Piso revestido com laminado vinílico

Leia mais

TERMO DE ABERTURA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO COM FINS DE LICITAÇÃO

TERMO DE ABERTURA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO COM FINS DE LICITAÇÃO TERMO DE ABERTURA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO COM FINS DE LICITAÇÃO Pelo presente termo, em cumprimento ao disposto no art. 38, da Lei Federal 8666/93 Lei das Licitações, DECLARO aberto o Processo Administrativo

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO 40ª CIRETRAN PRÉDIO-SEDE

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO 40ª CIRETRAN PRÉDIO-SEDE MEMORIAL DESCRITIVO 40ª CIRETRAN PRÉDIO-SEDE Local: Município: Área Estim.: 271,18 m² Av. Cascavel, Quadra 39, Lote 14, Bairro Primavera II Primavera do Leste MT SETEMBRO / 2008 SUMÁRIO 1 INFORMAÇÕES GERAIS:

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MEMÓRIA DE CÁLCULO Objeto: Centro de Referência de Assistência Social CRAS Proprietário: Endereço: Área da Edificação: 165,30 m² Pavimento: Térreo

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02

RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE. Julho 2011 Revisão 02 RELATÓRIO TÉCNICO ORIENTATIVO PARA REVITALIZAÇÃO DOS CENTOS DE SAÚDE Julho 2011 Revisão 02 2 INTRODUÇÃO Os Centros de Saúde incluídos nesta categoria são unidades que foram construídas recentemente e que

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE Estúdio de Arquitetura: Sustentabilidade Steel Framing Aluna: Gabriela Carvalho Ávila Maio de 2014 ÍNDICE 1 Introdução... 4 2 Sistema Ligth Steel Framing... 5 2.1

Leia mais

APÊNDICE "D" Descrição Técnica dos Pequenos Serviços de

APÊNDICE D Descrição Técnica dos Pequenos Serviços de APÊNDICE "D" Descrição Técnica dos Pequenos Serviços de A INTRODUÇÃO Neste apêndice estão discriminados os Serviços de Adequação (PSA) de menor complexidade para atendimento da dinâmica funcional da ECT,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ESTAÇÃO. Planilha Orçamentária ITEM DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. QUANT. PR. UNIT.(R$) VALOR (R$)

PREFEITURA MUNICIPAL DE ESTAÇÃO. Planilha Orçamentária ITEM DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. QUANT. PR. UNIT.(R$) VALOR (R$) 1.0 1.1 Placa de obra em chapa de aço galvanizado m² 1,00 245,51 245,51 1.2 Locação da obra através de gabarito de tábuas corridas pontaletadas m² 52,00 5,80 301,60 1.3 Ligação provisória de energia elétrica

Leia mais

ANEXO I PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE JUAZEIRO DO NORTE - CE

ANEXO I PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE JUAZEIRO DO NORTE - CE ANEXO I PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE JUAZEIRO DO NORTE - CE ITEM ESPECIFICAÇÃO DO SERVIÇO UNID QUANT P. UNIT TOTAL 1.0 OBRAS CIVIS 123.197,588 1.1 IMPLANTAÇÃO

Leia mais

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório Clínica veterinária Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m² Corte AA B Recepção Esterilização Assepsia Sala de curativos Lavanderia Canil Corte BB A Lavagem Sala de espera Jardim

Leia mais

Memorial Descritivo de Cliente

Memorial Descritivo de Cliente 1. DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO O empreendimento Residencial Peres será construído em um terreno situado na Av. Comendador Pedro Facchini, Centro, Lindóia. Será composto por 26 casas residenciais, sendo

Leia mais

LISTAGEM DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREDIAL PREVENTIVA E CORRETIVA

LISTAGEM DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO PREDIAL PREVENTIVA E CORRETIVA 1 Serviços de Demolições, Remoções e Retiradas 1.1 Serviço de demolição de contrapiso m² 330,00-1.2 Serviço de demolição do chapisco/emboço m² 95,30-1.3 Serviço de demolição de alvenaria de 1/2 vez m²

Leia mais

Divisórias APRESENTAÇÃO

Divisórias APRESENTAÇÃO DIVDESIGN As divisórias Div Design oferecem classe e beleza preservando o bem estar e o conforto térmico e acústico. Especialista em soluções inteligentes para divisão de espaços corporativos. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Projeto Executivo Prancha 01 Inst Plantas de Lay-out das Instalações Elétricas do 1 e 2 pavimentos SERVIÇOS A EXECUTAR:

Projeto Executivo Prancha 01 Inst Plantas de Lay-out das Instalações Elétricas do 1 e 2 pavimentos SERVIÇOS A EXECUTAR: MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE AMPLIAÇÃO DO POSTO DE SAÚDE MUNICIPAL DE ILÓPOLIS / RS OBJETIVO O presente Memorial Descritivo tem por objetivo estabelecer as diretrizes básicas do projeto de arquitetura,

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL DE 1º GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO ADEQUAÇÕES ÀS EXIGÊNCIAS DO CORPO DE BOMBEIROS E PMV

JUSTIÇA FEDERAL DE 1º GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESPÍRITO SANTO ADEQUAÇÕES ÀS EXIGÊNCIAS DO CORPO DE BOMBEIROS E PMV 01 DEMOLIÇÕES E RETIRADAS 01.01 Demolição de concreto armado para correção da área de abertura dos poços de ventilação de tomada de ar exterior (devem ter área mínima de Térreo - acesso às galerias m³

Leia mais

Av. Carlos Braga de Faria nº38 Jd. Cruzeiro - M ogi Guaçu - SãoPaulo CAMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM. Caderno de Encargos. Elaboração e Verificação

Av. Carlos Braga de Faria nº38 Jd. Cruzeiro - M ogi Guaçu - SãoPaulo CAMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM. Caderno de Encargos. Elaboração e Verificação CAMARA MUNICIPAL DE MOGI MIRIM Caderno de Encargos Elaboração e Verificação Área Arquiteto 450,27M² André Araújo Vedovato Aprovação: Presidente da câmara: Benedito José do Couto APLICAÇÃO O presente Memorial

Leia mais

Valores em Reais. Preço Unit. (Mat.+MO) Preço Parcial 1.0 EDIFÍCIO SEDE

Valores em Reais. Preço Unit. (Mat.+MO) Preço Parcial 1.0 EDIFÍCIO SEDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Coordenação-Geral de Recursos Logísticos Coordenação de Obras e Suporte Técnico Divisão de Engenharia PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

CONJUNTO RESIDENCIAL COLINAS SÃO LOURENZO

CONJUNTO RESIDENCIAL COLINAS SÃO LOURENZO CONJUNTO RESIDENCIAL COLINAS SÃO LOURENZO MEMORIAL DESCRITIVO ZIVA EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA LOCAL: Rua JOSE DEL ROIO, n 105 Bairro JARDIM SÃO LOURENÇO Bragança Paulista S. P. MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais