R. interno internacional. R. interno internacional e externo. Lic. Matemática/ Econ. / Gestão / Logística Basta formação profissional

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "R. interno internacional. R. interno internacional e externo. Lic. Matemática/ Econ. / Gestão / Logística Basta formação profissional"

Transcrição

1 Funções Competências * Mobilidade * Sucessão Necessidades do Titular Potencial / Observações Técnicas E E D D Comptais E E D D Gestão E E D D Funcional Geográfica Curto-prazo Médio/Longo Habilitação Exp. Prof. Formação/acções Responsável pela Gestão Logística Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços Nacional e internacional R. interno internacional Apenas no Grupo Nacional R. interno internacional e Apenas no Grupo Nacional Lic. Matemática/ Econ. / Gestão / Logística Basta formação profissional Logistica farmacêutica 1 ano em logística e distribuição SAP (R3-ERP) Pretende assumir cargo de maior responsabilidade na área financeira, uma vez que a sua formação e experiencia anterior é nesse sentido; Actividades indoor e outdoor para promover melhor relacionamento interpessoal e funcionalidade inter-departamental. Considera haver vícios na comunicação e relacionamento interno ; A comunicação Top-Down deveria funcionar melhor e mais abertamente. O sucessor terá de ter mobilidade e ficará responsável pelas compras. Responsável pela área Administrativa e Financeira (controller financeiro) Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura /Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. interno R. interno ao grupo e Lic. Econ. / Finanças Controller financeiro ou e conheci. Negócio Formação em inglês; Técnicas e ferramentas da gestão do tempo; Pretende assumir apenas a função de controller e a responsabilidade do Dept. Administrativo Não tem capacidade de delegar daí sentir necessidade desta gestão de tempo; o D-G não lhe reconhece a competência de Liderança uma vez que só tem responsabilidade porque este confia nele e nos conhecimentos que tem da empresa. TOC Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. interno Lic. Contab. (fiscal) 1 ano TOC 3anos TOC com exp. em contabilidade internacional Formação em inglês; Curso de Gestão do tempo; Excell avançado; Actualização fiscal das normas internacionais de contabilidade; SAP-Saphega Pretende finalizar a licenciatura da sua área, a partir das equivalências que tem ao Bacharelato mas não consegue fazê-lo por falta de tempo. Necessita de ajuda para aliviar as responsabilidades da função, porque as exigências do grupo são cada vez maiores e as pessoas do departamento são cada vez menos. Tem problemas de audição o que dificulta a sua aprendizagem do inglês. É muito rigorosa e meticulosa no desempenho da sua função, o que a leva a estar mais tempo na empresa, e a "perder" mais tempo nas tarefas; Assistente de Compras Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. interno: R. interno 12º ano Contab. 2 anos Contab. Não é mandatório, basta ser da área de compras do serviço administrativo Não tem aptência para desenvolver o inglês; Irá reformar-se dentro de 5 anos; Se for bem liderada motiva-se mais; Sente falta de apoio/supervisão da chefia directa, isto é reflexo do departamento estar cada vez mais reduzido; Sente que esta não é a sua área nem se sente realizada no que faz Considera que as formações que faz como TOC são uma mais-valia para si, uma vez que efectua o trabalho do TOC quando este está de férias; Assistente de Recursos Humanos Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação R. interno, 12º ano + experiência 1 ano RH no Grupo, processos e sist. informáticos Reciclagem em código de trabalho e sua regulamentação; SAP-RH; Eureka, Saphega. Sente falta de acompanhamento daí propor um departamento de RH na Empresa; Polivalência Produtos / Serviços Director Médico e dos Assuntos Regulamentares Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise internacional Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. R. interno apenas Lic. e Pós-grad. 5 anos Farmac. / médico / Área Reg. Formação em gestão; análise de vendas; Formação necessária para consolidar ferramentas na área médica e regulamentar; Pretende assumir o cargo de Director-Geral daqui a 7/8 anos; Maior comunicação interna (feedback 360º aos colaboradores); Considera não haver alinhamento entre cultura da Empresa e objectivos estratégicos do Grupo. Considerado na linha de sucessão para Director-Geral mas para tal terá de ter disponibilidade para mobilidade internacional Direcção Técnica e dos Assuntos Regulamentares Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. Interno R. interno Lic. Farmac. 5 anos Farmac. e área Reg. e Qualidade Reciclagem de formação em Excell; Mais reuniões com o Departamento dos Assuntos Regulamentares e da Qualidade; Necessita desenvolver competências relacionais e de trabalho em equipa Reuniões oficiais de todos os departamentos para dar informação, definir objectivos e delimitar estratégias; Maior transparência nas funções de cada colaborador; Maior participação do Dept.Médico nas reuniões de ciclo e em congressos realizados em Portugal sobre o Grupo. Falhas ao nível do relacionamento interpessoal e comunicação. Deputy de Assuntos Regulamentares e Técnico de Garantia da Qualidade Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Internacional Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. R. Lic. 2 anos Formação em Gestão de Processos; Curso Farmac. e na área em Farmaco-economia ; Balanço score-card; G.Qualidade 1ano apenas Pós-graduação em Gestão da Qualidade; Pretende assumir cargo de maior responsabilidade na Unidade de Gestão da Qualidade senão vai desmotivar; Como TAR tem necessidade de maior clarificação de funções e actividades ; Sente necessidade em melhorar a comunicação formal e informal dentro do departamento O Director do departamento não quer que tenha mobilidade, para poder preparar este colaborador para vir assumir mais responsabilidades.

2 Funções Competências* Mobilidade Sucessão Necessidades do titular Potencial / Observações Técnicas E E D D Comptais E E D D Gestão E E D D Funcional Geográfica Curto-prazo Médio/Longo Habilitação Exp. Prof. Formação/acções Reciclagem de formação e informação para todo o Inglês R. interpessoal Conh. gestão departamento; Formações outdoor para melhorar Director de Lic. 3/5anos Reciclagem/formação em chefia de equipas relacionamento intra-departamental, promovam a Marketing & Vendas Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise R. interno, R.interno Marketing / evolução DIM- e liderança; confiança, a comunicação e o espírito de equipa. Para ascender Internacional Só R. Gestão ou CRV-Marketing Não faz sentido solicitar formação porque ele Acomodado à sua posição de poder, aqui apenas se a D-G então Aplicações informática Cultura / Valores Só R. formação prof. 7/8 anos nem sequer finalizou a anterior, poderia considerar R. porque não há ninguém este nível 1 é Lic + pósgraduação indústria liderança e time management. responsabilidades por não consegue finalizar um evolução nesta Deveria fazer formação em Coaching de com competências para o substituir; Delega contraditório Conh. Legislação projecto; negligencia a equipa de vendas; Necessita de Produtos / Serviços mostrar mais dinamismo e incentivar mais a equipa Gestor de Produto 1 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Internacional Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação R. R. e interno Lic. Marketing / Gestão 12º + formação prof. 1 ano DIM + PM da indust. farmac. 2anos Tem algumas insuficiências no inglês escrito; dá pouca atenção ao detalhe no desenvolvimento do seu trabalho. Pretende ser Medical Cientifical Liaeson ; Fazer carreira internacional; Proposta de alteração da estrutura funcional do departamento; O PM deveria comunicar directamente com o DIM (há falha de comunicação funcional); Não reconhece actual chefia com competencias. Produtos / Serviços Gestor de Produto 2 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços Internacional PMGlobal R.interno R.interno 12ºano + 2/3anos Formação em Marketing institucional; Market Formação DIM profissional research; Gestão Mark.farmac e gestão farmac., comunicação, técn.vendas, rel.interpessoal, apresentações Carreira internacional; Marketing Institucional; BUM (Business Unit Manager )Equipas de trabalho nos produtos específicos (PM+DIM); Maior comunicação entre departamentos; Alargar horizontalmente as chefias intermédias (não há perspectivas de progressão na carreira); Gestor de Produto 3 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação GP internacional 12º ou Lic. ou pós-grad. Marketing 2/3anos DIM Formação em Inglês; Pós-graduação em Marketing Management; Participação em Marketing Institucional com colaboração dos três PM, de forma a fazer face às mudanças sentidas no mercado da indústria farmacêutica GP internacional Produtos / Serviços Chefe Nacional de Vendas Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação R. interno R. interno Lic. GRH / Mark / Vendas / Gestão Lic.não é condição 1,5ano CRV 2anos como CNV Formação em inglês; Team Building entre quadros; Acções de liderança interna; Técnicas avançadas de trabalho em equipa; Comunicação assertiva; Formação avançada em PNL; Promoção de licenciaturas nos quadros para melhor antecipar o futuro; Direcção de vendas com alteração da estrutura hierárquica. Está desmotivado com a falta de empowerment; Permitir o cunho pessoal dos funcionários no processo estratégico da empresa; Maior transparência nos processos de GRH; Marketing Social; Produtos / Serviços Chefe Regional de Vendas 1 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Internacional Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R. interno R. interno Lic. Gestão / GRH Apenas formação profissional 2/3anos Indústria farmac. com contacto com pessoas Formação em inglês; Formação em gestão financeira; Transitar para CNV; Boas competências relacionais mas precisa desenvolver mais as de gestão; irá iniciar uma pósgraduação; Reuniões mais frequentes entre departamentos para trocar ideias, facilitar comunicação e transparência e permitir o chegar de informação da base da pirâmide ao topo; É muito bom em capacidade de análise Chefe Regional de Vendas 2 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços Europa / América Sul R. interno R. interno Lic. 2 anos Reciclagem de técnica de vendas; Liderança Sociologia/ DIM e gestão de pessoas; gestão empresarial Psicologia / Gestão (para ter diferentes perspectivas da Apenas 12º + organização); formação prof. Gestão e áreas comptais Transitar para CNV ou uma função em RH para dar formação aos DIM Chefe Regional de Vendas 3 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação R.interno Formação prof. Comunicação / Vendas / TIC/ e gestão de equipas 2/4anos DIM Reciclagem (técnicas de vendas, comunicação, etc); Daqui a 5/6 anos vai entrar na reforma; Considera que toda a formação deve ser dada aos Chefes Regionais para que estes a transmitam às suas equipas de DIM. Produtos / Serviços

3 Funções Competências* Mobilidade Sucessão Necessidades do titular Potencial / Observações Técnicas E E D D Comptais E E D D Gestão E E D D Funcional Geográfica Curto-prazo Médio/Longo Habilitação Exp. Prof. Formação/acções Chefe Regional de Vendas 4 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços R.interno 12º + formação prof. Gestão / Mark / RH 4/5 anos DIM Formação em gestão de conflitos; Formação em Inglês; Formação para desenvolver skills técnicos em gestão; Pretende manter-se na actual função Chefe Regional de Vendas 5 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Aplicações informática Cultura / Valores Conh. Legislação Produtos / Serviços Internacional (não quer países nem africanos nem muçulmanos) R.interno 12º ano Técnicas vendas / GRH / Gestão equipas ou Lic. DIM Formação em RH a todos os CRV; Formação em PNL; Formação em excell; Necessita desenvolver mais a liderança e relacionamento interpessoal; Transitar para PM ou para CNV; Necessita de desenvolver a parte relacional e assertividade uma vez que é muito analítica e racional. Tem vindo a desmotivar com falta de incentivos de progressão da carreira; Maior reconhecimento da função de CRV pelo topo, uma vez que esse reconhecimento e apoio pára no CNV. Chefe Regional de Vendas 6 Inglês R. interpessoal Conh. gestão Ferramentas Windows Comunicação Cap. análise Internacional (Espanha) Aplicações informática Cultura / Valores Nacional Conh. Legislação (Sul Coimbra) Produtos / Serviços R. interno Luís Lérias 12ºano 4 anos DIM Formação em liderança Pretende reformar-se dentro de 10 anos; Maior reconhecimento das equipas de vendas; Existe um hiato entre a cultura da Empresa e do Grupo; A sua equipa é a que tem piores resultados; desenvolve uma noção de coorporativismo e não de equipa com os seus DIM; Exerce pouca liderança, mas sim paternalismo com a sua equipa; É muito resistente à mudança; Tem pouco espírito de iniciativa; *Legenda: Escala de competências E (essenciais): e D (detidas):,-2, -1, 0, 1, 2, E = Competências Essenciais nas validações N+1 ; D = Competências Detidas nas validações N+1

4

5

6 de lho wn ral

7 de os há

8 al. as

9

10

11

12

13

o Empresa Internacional de Executive Search e Consultoria em Gestão Estratégica de Recursos Humanos.

o Empresa Internacional de Executive Search e Consultoria em Gestão Estratégica de Recursos Humanos. o Empresa Internacional de Executive Search e Consultoria em Gestão Estratégica de Recursos Humanos. o Formada por uma Equipa de Consultores com uma consolidada e diversificada experiência, quer na área

Leia mais

Advocacia e TI estão entre as mais procuradas e melhor pagas

Advocacia e TI estão entre as mais procuradas e melhor pagas Guia das Funções Mais Procuradas Page Personnel 2015 Advocacia e TI estão entre as mais procuradas e melhor pagas Lisboa, 16 de Junho de 2015 - A Page Personnel, empresa de recrutamento de quadros intermédios

Leia mais

Commercial & Marketing. Estudos de Remuneração 2012

Commercial & Marketing. Estudos de Remuneração 2012 Commercial & Marketing Estudos de Remuneração 2012 Estudos de Remuneração Commercial & Marketing 2012 2 Nota preliminar pág. 3 Funções de Marketing Funções Comerciais Assistente de Marketing pág. 12 Supervisor

Leia mais

CURRICULUM VITAE. - Licenciatura em Engenharia da Produção de Óleos Alimentares, pela Escola Superior Agrária de Castelo Branco, concluído em 2002.

CURRICULUM VITAE. - Licenciatura em Engenharia da Produção de Óleos Alimentares, pela Escola Superior Agrária de Castelo Branco, concluído em 2002. CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS NOME: Maria Luisa Cruz Baptista Fernandes Rodrigues DATA NASCIMENTO: 05/09/67 IDADE: 38anos MORADA: Rua Padre Américo, n.º 24 2º Esq. 3000 Coimbra TELEFONE: 239 72 45 28

Leia mais

GOVERNANTA GERAL. Ref. 3 ( M /F ) Integração num projecto sólido e em franca expansão Retribuição e benefícios sociais ajustados à função

GOVERNANTA GERAL. Ref. 3 ( M /F ) Integração num projecto sólido e em franca expansão Retribuição e benefícios sociais ajustados à função GOVERNANTA GERAL Ref. 3 ( M /F ) Preferencialmente curso técnico profissional na área de housekeeping Espírito inovador e disponibilidade para trabalhar em contextos de elevada exigência Boas capacidades

Leia mais

A Gestão de Competências na Modernização da Administração Pública

A Gestão de Competências na Modernização da Administração Pública A Gestão de Competências na Modernização da Administração Pública 4º Congresso Nacional da Administração Pública 2 e 3 Novembro de 2006 José Alberto Brioso Pedro Santos Administração Pública Contexto Perspectiva

Leia mais

REGULAMENTO. 1) Os Masters do Capital Humano são uma iniciativa do Grupo IFE e do Salão Profissional de Recursos Humanos - EXPO RH.

REGULAMENTO. 1) Os Masters do Capital Humano são uma iniciativa do Grupo IFE e do Salão Profissional de Recursos Humanos - EXPO RH. 12 de Março de 2014 Centro de Congressos do Estoril REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS 1) Os Masters do Capital Humano são uma iniciativa do Grupo IFE e do Salão Profissional de Recursos Humanos - EXPO RH.

Leia mais

ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2013. Specialists in human resources recruitment www.michaelpage.pt

ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2013. Specialists in human resources recruitment www.michaelpage.pt ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2013 Healthcare Human Resources & Life Sciences Specialists in human resources recruitment www.michaelpage.pt Human Resources Estudo de Remuneração 2013 Apresentamos-lhe os Estudos

Leia mais

Marca Pessoal e Carreira Profissional

Marca Pessoal e Carreira Profissional O MERCADO Marca Pessoal e Carreira Profissional Managing Partner da Stanton Chase international Vivemos tempos difíceis! Tempos em que muitos passam por situações de desemprego, alguns têm que aceitar

Leia mais

Barómetro das Profissões

Barómetro das Profissões Número 1T/2011 Período: 1 de Janeiro a 31 de Março Abril 2011 Realizado por Isabel Machado para IPAM Carreiras INTRODUÇÃO O presente Barómetro trimestral inserido na investigação do IPAM Carreiras pretende

Leia mais

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação LEARNING MENTOR Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219 Perfil do Learning Mentor Módulos da acção de formação 0. Pré-requisitos para um Learning Mentor 1. O papel e a função que um Learning Mentor

Leia mais

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Tem entre 30 e 45 anos? A sua experiência profissional é superior a 5 anos? Encontra-se numa situação de desemprego há pelo menos 6 meses? Está

Leia mais

www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E

www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E Quem somos? Quem somos? O que fazemos? O que nos distingue? Onde estamos? 2 Quem somos? APRESENTAÇÃO A Talent Search foi

Leia mais

REGULAMENTO. 1) Os Masters do Capital Humano são uma iniciativa do Grupo IFE e do Salão Profissional de Recursos Humanos - EXPO RH.

REGULAMENTO. 1) Os Masters do Capital Humano são uma iniciativa do Grupo IFE e do Salão Profissional de Recursos Humanos - EXPO RH. 18 de Março de 2015 Centro de Congressos do Estoril REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS 1) Os Masters do Capital Humano são uma iniciativa do Grupo IFE e do Salão Profissional de Recursos Humanos - EXPO RH.

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 COMMERCIAL & MARKETING Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

Licenciatura em Gestão

Licenciatura em Gestão Departamento de Gestão Licenciatura em Gestão Novo Plano de Estudos versão de 21 de Março de 2002 Meio Envolvente Licenciados em Gestão: capacidade de decisão e aprendizagem e flexibilidade Actual plano

Leia mais

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T BUSINESS IMPROVEMENT A I N D E V E QUEM É A Indeve é uma empresa especializada em Business Improvement, composta por consultores com uma vasta experiência e com um grande conhecimento do mundo empresarial

Leia mais

CURRICULUM VITAE João Trabuco

CURRICULUM VITAE João Trabuco CURRICULUM VITAE João Trabuco Ponta Delgada, 1 de Março de 2008 1 DADOS BIOGRÁFICOS Nome: João Manuel Beliz Trabuco Filiação: Álvaro Velez Trabuco Catarina Lopes Beliz Data de nascimento: 20 de Abril de

Leia mais

T&E Tendências & Estratégia

T&E Tendências & Estratégia FUTURE TRENDS T&E Tendências & Estratégia Newsletter número 1 Março 2003 TEMA deste número: Desenvolvimento e Gestão de Competências EDITORIAL A newsletter Tendências & Estratégia pretende ser um veículo

Leia mais

Healthcare & Life Sciences Healthcare & Life Sciences. Estudos de Remuneração 2012

Healthcare & Life Sciences Healthcare & Life Sciences. Estudos de Remuneração 2012 Healthcare & Life Sciences Healthcare & Life Sciences Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Estudos de Remuneração 2012 - Healthcare 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012, realizados pela

Leia mais

DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO

DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL DIRECTOR(A) DE RESTAURAÇÃO ÁREA DE ACTIVIDADE - HOTELARIA, RESTAURAÇÃO E TURISMO OBJECTIVO GLOBAL - Planear, dirigir e controlar as actividades de produção e de serviço de alimentos

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Paulo Jorge Ferreira Gomes, casado, natural de Lisboa, Portugal, nascido a 11/11/72. R. Maria Almira Medina, nº26 2710-717 Sintra

CURRICULUM VITAE. Paulo Jorge Ferreira Gomes, casado, natural de Lisboa, Portugal, nascido a 11/11/72. R. Maria Almira Medina, nº26 2710-717 Sintra CURRICULUM VITAE 1. Dados Pessoais Nome Paulo Jorge Ferreira Gomes, casado, natural de Lisboa, Portugal, nascido a 11/11/72. Morada R. Maria Almira Medina, nº26 2710-717 Sintra Contactos 913482441 p11gomes@hotmail.com

Leia mais

Recursos Humanos em Portugal

Recursos Humanos em Portugal O Maior Salão Profissional de Recursos Humanos em Portugal 9.ª Edição 17e 18 de Março de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt OS DECISORES SÃO UMA PRESENÇA GARANTIDA + 2000 profissionais de

Leia mais

Cegoc Moçambique O MAIOR GRUPO EUROPEU DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL AGORA EM MOÇAMBIQUE. cegoc.co.mz

Cegoc Moçambique O MAIOR GRUPO EUROPEU DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL AGORA EM MOÇAMBIQUE. cegoc.co.mz Cegoc Moçambique Formação e Consultoria em Capital Humano O MAIOR GRUPO EUROPEU DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL AGORA EM MOÇAMBIQUE cegoc.co.mz O maior grupo europeu de formação profissional agora em Moçambique

Leia mais

21 vagas abertas para estágios profissionais IEFP 12 meses

21 vagas abertas para estágios profissionais IEFP 12 meses PROGRAMA ESTÁGIOS PROFISSIONAIS EM CASCAIS 21 vagas abertas para estágios profissionais IEFP 12 meses (atualizado a 05.08) Referência Área/função Entidade Habilitações Requisitos Candidatura 52/2013 CC

Leia mais

ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015. Specialists in human resources recruitment www.michaelpage.pt

ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015. Specialists in human resources recruitment www.michaelpage.pt ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015 Healthcare Human Resources & Life Sciences Specialists in human resources recruitment www.michaelpage.pt Human Resources Estudo de Remuneração 2015 Apresentamos-lhe os Estudos

Leia mais

OFERTA FORMATIVA DO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO, FINANÇAS E BANCA - 2.º SEMESTRE

OFERTA FORMATIVA DO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM ADMINISTRAÇÃO, FINANÇAS E BANCA - 2.º SEMESTRE BANCA Iniciação Bancária Para Assistente de Cliente - Edição 1 252 Módulo 1 - Noções de Matemática 36 21-30 1 Módulo 2 - Cálculo Financeiro Bancário 36 12-122 Módulo 3 - Linguística 40 01-23 Módulo 4 -

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Curso de Técnico Comercial Bancário

Curso de Técnico Comercial Bancário Curso de Técnico Comercial Bancário Este curso é integralmente financiado pelo Estado Português e Fundo Social Europeu não tendo quaisquer custos para os participantes. OBJECTIVOS Os Cursos de Aprendizagem

Leia mais

LISTA DE COMPETÊNCIAS TÉCNICO SUPERIOR E TÉCNICO

LISTA DE COMPETÊNCIAS TÉCNICO SUPERIOR E TÉCNICO LISTA DE COMPETÊNCIAS TÉCNICO SUPERIOR E TÉCNICO N.º ORIENTAÇÃO PARA RESULTADOS: Capacidade para concretizar eficiência os objectivos do serviço e as tarefas e que lhe são solicitadas. com eficácia e 1

Leia mais

Property & Construction Property & Construction. Estudos de Remuneração 2012

Property & Construction Property & Construction. Estudos de Remuneração 2012 Property & Construction Property & Construction Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Page Estudos de Remuneração 2012 - Property & Construction 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012,

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Caixa Mais - Gestão de Atuação Comercial Política de Sustentabilidade

Caixa Mais - Gestão de Atuação Comercial Política de Sustentabilidade Caixa Mais - Gestão de Atuação Comercial Política de Introdução Política de O BI assume o papel importante que desempenha na promoção do desenvolvimento sustentável de Cabo Verde, uma vez que pode contribuir

Leia mais

1º Ciclo de Workshops em Empreendedorismo - 2013

1º Ciclo de Workshops em Empreendedorismo - 2013 1º CICLO DE WORKSHOPS EM Abril e Maio de 2013 EMPREENDEDORISMO AS PEQUENAS IDEIAS GERAM GRANDES NEGÓCIOS! Co-financiamento: APRESENTAÇÃO O Município de Penacova, através do Gabinete de Desenvolvimento

Leia mais

apresentação corporativa

apresentação corporativa apresentação corporativa 2 Índice 1. Apresentação da BBS a) A empresa b) Evolução c) Valores d) Missão e Visão 2. Áreas de Negócio a) Estrutura de Serviços b) Accounting/Tax/Reporting c) Management & Consulting

Leia mais

CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES

CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES Processos de Gestão ADC/DEI/FCTUC/2000/01 CAP. 2 Introdução à Gestão das Organizações 1 CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES 2.1. Conceito de Gestão Vivemos numa sociedade de organizações (dos

Leia mais

Procura de Excelência

Procura de Excelência www.mba.deg.uac.pt Procura de Excelência MASTER IN BUSINESS ADMINISTRATION Mestrado em Gestão (MBA) Secretariado Departamento de Economia e Gestão Rua da Mãe de Deus Apartado 1422 E-mail: mba@uac.pt Tel:

Leia mais

DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004)

DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004) DESENVOLVER E GERIR COMPETÊNCIAS EM CONTEXTO DE MUDANÇA (Publicado na Revista Hotéis de Portugal Julho/Agosto 2004) por Mónica Montenegro, Coordenadora da área de Recursos Humanos do MBA em Hotelaria e

Leia mais

de empresas ou de organizações de todos os tipos? O que fazem os líderes eficazes que os distingue dos demais?

de empresas ou de organizações de todos os tipos? O que fazem os líderes eficazes que os distingue dos demais? TEMA - liderança 5 LEADERSHIP AGENDA O Que fazem os LÍDERES eficazes Porque é que certas pessoas têm um sucesso continuado e recorrente na liderança de empresas ou de organizações de todos os tipos? O

Leia mais

Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva. Curriculum vitae. Experiência Profissional

Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva. Curriculum vitae. Experiência Profissional Dados Pessoais Nome: Cristina Maria Coelho Lopes Nunes Narciso Morada: Rua Quirino da Fonseca, 4-2º Esq. 1000-252 Lisboa Telefone: +351 93 825 18 92 Mail: cnarciso64@gmail.com Linkedin: http://www.linkedin.com/pub/cristina-narciso/18/89/280

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

Currículos. 1. Membros do Conselho de Administração. 1.1. Administradores Executivos. 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra

Currículos. 1. Membros do Conselho de Administração. 1.1. Administradores Executivos. 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra Currículos 1. Membros do Conselho de Administração 1.1. Administradores Executivos 1.1.1. Presidente CA Luís Filipe Ottolini Coimbra Ano de Nascimento: 1944 - Licenciatura em Engenharia Aeronáutica e Mecânica

Leia mais

Descubra o que fazemos

Descubra o que fazemos Descubra o que fazemos Coaching Coaching Considerada uma das ferramentas mais eficazes no treino e desenvolvimento de competências, o Coaching ajuda as Empresas e Pessoas a alcançar os seus objetivos,

Leia mais

Descubra o que fazemos

Descubra o que fazemos Descubra o que fazemos Coaching Coaching - Programa de Treino de Líderes - Considerada uma das ferramentas mais eficazes no treino e desenvolvimento de competências, o Coaching ajuda as Empresas e Pessoas

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA OBJETIVOS: promover competências pessoais específicas; disponibilizar ferramentas práticas de gestão de competências pessoais e profissionais;

Leia mais

APRESENTAÇÃO. www.get-pt.com 1

APRESENTAÇÃO. www.get-pt.com 1 APRESENTAÇÃO www.get-pt.com 1 -2- CULTURA GET -1- A nossa Visão Acreditamos que o elemento crítico para a obtenção de resultados superiores são as Pessoas. A nossa Missão A nossa missão é ajudar a melhorar

Leia mais

DINÂMICA DO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO A BOLONHA

DINÂMICA DO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO A BOLONHA DINÂMICA DO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO A BOLONHA SITUAÇÃO ACTUAL CRITÉRIOS DE RECONHECIMENTO SITUAÇÃO PRÉ - BOLONHA ADAPTAÇÃO A BOLONHA DISCIPLINAS CHAVE DISCIPLINAS INSTRUMENTAIS DISCIPLINAS CHAVE DISCIPLINAS

Leia mais

Property & Construction

Property & Construction ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015 Healthcare Property & Construction & Life Sciences Property & Construction Specialists in property & construction recruitment www.michaelpage.pt Property & Construction Estudo

Leia mais

Healthcare & Life Sciences

Healthcare & Life Sciences ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2015 Healthcare & Life Sciences Healthcare & Life Sciences Specialists in healthcare & life sciences recruitment www.michaelpage.pt Healthcare & Life Sciences Estudo de Remuneração

Leia mais

Marketing e Comunicação Interna

Marketing e Comunicação Interna Marketing e Comunicação Interna Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de RH 2º Semestre Cristina Mouta 2 Conteúdo Programático 2. Marketing interno 2.1. Conceito 2.2. Teorias e ferramentas do Marketing

Leia mais

Human Resources Human Resources. Estudos de Remuneração 2012

Human Resources Human Resources. Estudos de Remuneração 2012 Human Resources Human Resources Estudos de Remuneração 2012 3 Michael Page Page 4 Apresentamos-lhe os Estudos de Remuneração 2012, realizados pela Michael Page. O objectivo dos nossos Estudos de Remuneração

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 HUMAN RESOURCES Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

Vagas de Estágio (21.03.2014)

Vagas de Estágio (21.03.2014) Vagas de Estágio (21.03.2014) Assistente Administrativo / Secretariado Técnico de Eletromecânica Psicólogo Clínico Engenheiro Eletrotécnico / Mecânico Farmacêutico Mecânico de Automóveis Programador Informático

Leia mais

Os 7 Pilares da Gestão - Ciclo de Workshops Qualidade da Gestão nas PMEs Portuguesas -

Os 7 Pilares da Gestão - Ciclo de Workshops Qualidade da Gestão nas PMEs Portuguesas - Vários estudos provam que a Gestão de Recursos Humanos é a área mais problemática nas organizações e a que consome grande parte do tempo do empresário. Por outro lado, a área da inovação e do Marketing

Leia mais

GESTÃO E CAPACITAÇÃO MÓDULO NO 3º SETOR FORMAÇÃO ESPECIALIZADA NA ÁREA FORMADOR/DATA SOCIAL CENTRO DE FORMAÇÃO. a nossa missão é a sua formação

GESTÃO E CAPACITAÇÃO MÓDULO NO 3º SETOR FORMAÇÃO ESPECIALIZADA NA ÁREA FORMADOR/DATA SOCIAL CENTRO DE FORMAÇÃO. a nossa missão é a sua formação GESTÃO E CAPACITAÇÃO AÇÃO ORGANIZACIONAL MÓDULO NO 3º SETOR FORMAÇÃO ESPECIALIZADA NA ÁREA FORMADOR/DATA SOCIAL a nossa missão é a sua formação CENTRO DE FORMAÇÃO COIMBRA BISSAYA BARRETO 17-06-2015 DURAÇÃO

Leia mais

Liderança Estratégica

Liderança Estratégica Liderança Estratégica A título de preparação individual e antecipada para a palestra sobre o tema de Liderança Estratégica, sugere-se a leitura dos textos indicados a seguir. O PAPEL DE COACHING NA AUTO-RENOVAÇÃO

Leia mais

GESTÃO de PROJECTOS. Gestor de Projectos Informáticos. Luís Manuel Borges Gouveia 1

GESTÃO de PROJECTOS. Gestor de Projectos Informáticos. Luís Manuel Borges Gouveia 1 GESTÃO de PROJECTOS Gestor de Projectos Informáticos Luís Manuel Borges Gouveia 1 Iniciar o projecto estabelecer objectivos definir alvos estabelecer a estratégia conceber a estrutura de base do trabalho

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

Programas Master Ibéria 2013-2014

Programas Master Ibéria 2013-2014 Programas Master Ibéria 2013-2014 Master em Indústria Farmacêutica e Parafarmacêutica. LISBOA Master em Direção Comercial e Marketing para Indústria Farmacêutica e Afins. Master em Monitorização de Ensaios

Leia mais

COACHING EM PORTUGAL 2009

COACHING EM PORTUGAL 2009 Alexandra Barosa-Pereira e Diana Vieira 16H30 APRESENTAÇÃO DO ESTUDO 18H00 COFFEE-END ORGANIZAÇÃO Licenciatura em Recursos Humanos ESEIG Núcleo de Investigação e Desenvolvimento em RH NID-RH ESEIG ABP

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 information TECHNOLOGY Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados,

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt Telf: Lisboa +351 217 931 365 Luanda: +244 94 112 60 90 Maputo: +258 82 019 0748

www.highskills.pt geral@highskills.pt Telf: Lisboa +351 217 931 365 Luanda: +244 94 112 60 90 Maputo: +258 82 019 0748 Índice Designação do Curso... 3 Apresentação do Curso... 3 Carga horária:... 3 Perfil de saída... 3 Pré-Requisitos... 3 Objetivos gerais... 4 Objetivos específicos... 4 Estrutura modular e respectiva carga

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Correio(s) electrónico(s) Miguel Pedro Mendes d Araújo Morada(s) Rua António Gustavo Moreira, n.º 35 Hab. 2.5 4400-660 Vila

Leia mais

MEDI T FINANCE CONTABILIDADE CONSULTORIA

MEDI T FINANCE CONTABILIDADE CONSULTORIA AMedi T Finance é a mais recente aposta do Grupo Medi T. É uma organização multidisciplinar que presta serviços profissionais nasáreas da Assessoria Financeira, Contabilidade, Auditoria e Consultoria.

Leia mais

O DESAFIO DOS EXECUTIVOS

O DESAFIO DOS EXECUTIVOS COACHING EXECUTIVO O DESAFIO DOS EXECUTIVOS Os executivos das empresas estão sujeitos a pressões crescentes para entregarem mais e melhores resultados, liderando as suas organizações através de mudanças

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

Estudo de Remuneração 2015

Estudo de Remuneração 2015 2015 FINANCE Temporary & permanent recruitment www.pagepersonnel.pt Editorial Page Personnel ir ao encontro do talento A Page Personnel recruta para os seus clientes os melhores perfis qualificados, sendo

Leia mais

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Abril de 2008 Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária 1 Bashen Agro Um projecto Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Parceria FZ AGROGESTÃO Consultoria em Meio Rural, Lda Av.

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011.

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011. O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, António Trigo 2, João Barroso 1 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 2 Instituto

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Organização de Eventos Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL SAÍDAS

Leia mais

Finance. Estudos de Remuneração 2012

Finance. Estudos de Remuneração 2012 Estudos de 2012 Estudos de Finance 2012 2 Nota preliminar pág. 3 Finance Auditor Interno Controller Financeiro Contabilista Accounts Payable Accounts Receivable Técnico de Controlo de Crédito e Cobranças

Leia mais

Anexo VI (A que se refere o artigo 2.º) LISTA DE COMPETÊNCIAS DIRIGENTES INTERMÉDIOS

Anexo VI (A que se refere o artigo 2.º) LISTA DE COMPETÊNCIAS DIRIGENTES INTERMÉDIOS Anexo VI (A que se refere o artigo 2.º) LISTA DE COMPETÊNCIAS DIRIGENTES INTERMÉDIOS N.º ORIENTAÇÃO PARA RESULTADOS: Capacidade para se focalizar na concretização dos objectivos do serviço e garantir que

Leia mais

Planeamento e Controlo de Gestão Parte I

Planeamento e Controlo de Gestão Parte I Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças as Empresariais Planeamento e Controlo de Gestão Parte I António nio Samagaio Lisboa, 21 de Fevereiro de 2008 APRESENTAÇÃO I. Apresentação Docente Alunos

Leia mais

Property & Construction

Property & Construction ESTUDO DE REMUNERAÇÃO 2014 Healthcare Property & Construction & Life Sciences Property & Construction Specialists in property & construction recruitment www.michaelpage.pt Property & Construction Estudo

Leia mais

Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as organizações

Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as organizações Curso de Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as organizações Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa 2 A globalização da Sociedade da Informação em

Leia mais

Caso de Sucesso Vinho do Porto Taylor s Port. Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP

Caso de Sucesso Vinho do Porto Taylor s Port. Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP Taylor s Port: Da vinha ao vinho com SAP The Fladgate Partnership Taylor s Port Sector Produção vinícola Produtos Vinho do Porto Web www.taylor.pt/pt Soluções e serviços SAP SAP Business Suite A Taylor

Leia mais

REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ISVOUGA - INSTITUTO SUPERIOR DE ENTRE O DOURO E VOUGA

REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ISVOUGA - INSTITUTO SUPERIOR DE ENTRE O DOURO E VOUGA REGULAMENTO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS DOCENTES DO ISVOUGA - INSTITUTO SUPERIOR DE ENTRE O DOURO E VOUGA O Estatuto de Carreira do Pessoal Docente do Ensino Superior Politécnico (ECPDP), na redacção

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO DINSTITUTO SUPERIOR CURSOS PARA EXECUTIVOS E GESTÃO BANCÁRIA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO Início: 29 de Setembro de 2005 INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO

Leia mais

Health Management Future

Health Management Future 2012 Health Management Future COM O PATROCÍNIO DE O grupo BIAL tem como missão desenvolver, encontrar e fornecer novas soluções terapêuticas na área da Saúde. Fundado em 1924, ao longo dos anos BIAL conquistou

Leia mais

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você.

Permita-se ir além e descubra uma nova possibilidade, um conjunto de ideias e inovação, construído por você. Somos uma empresa inovadora, que através de uma metodologia vencedora proporciona a nossos clientes um ambiente favorável ao desenvolvimento de capacidades, para que seus profissionais alcancem o melhor

Leia mais

TITULAÇÕES - VIRGINIA RAMALHO

TITULAÇÕES - VIRGINIA RAMALHO TITULAÇÕES - VIRGINIA RAMALHO LEGENDAS: LP (LICENCIATURA PLENA) EII (ESQUEMA II) 01 - Projeto de Redes I (Redes de Computadores) de Sistemas de Informação Análise de Sistemas Análise de Sistemas Administrativos

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal agosto 2015

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal agosto 2015 DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal agosto 2015 Ofertas de emprego em Beja Anúncio: A Visatempo, Empresa de Gestão de Recursos Humanos e Trabalho Temporário Recruta SERVENTES

Leia mais

Relatório de Empregabilidade 2010/2011. Licenciaturas e Mestrados Full-time

Relatório de Empregabilidade 2010/2011. Licenciaturas e Mestrados Full-time Relatório de Empregabilidade 2010/2011 (ALUNOS QUE FINALIZARAM O CURSO EM 2009/2010) Licenciaturas e Mestrados Full-time 1 A. LICENCIATURAS 2009/2010 3 1. Informação Geral da amostra recolhida 3 1.1 Género

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Identificação. Habilitações Literárias. Conhecimentos de Informática 1/6 CARLA MARIA DOS SANTOS CAETANO. Data de Nascimento 16-11-72

CURRICULUM VITAE. Identificação. Habilitações Literárias. Conhecimentos de Informática 1/6 CARLA MARIA DOS SANTOS CAETANO. Data de Nascimento 16-11-72 CURRICULUM VITAE Identificação Nome CARLA MARIA DOS SANTOS CAETANO Data de Nascimento 16-11-72 Morada Estado Civil Nacionalidade Quinta da Piedade 2ª fase, Lote 93 A 4º B 2625 Póvoa de Stª Iria Casada

Leia mais

Formação 2010. Nov. TQM (Total Quality Management)

Formação 2010. Nov. TQM (Total Quality Management) ACADEMY Nº máx. inscritos: 15 Nº máx. inscritos : 15 Nº máx. inscritos: 15 Formação 2010 07 Jul. TQM (Total Quality Management) Resolução de Problemas Conteúdos: (Duração: 8h) -Transformar problemas em

Leia mais

A Qualificação de Jovens e Adultos

A Qualificação de Jovens e Adultos A Qualificação de Jovens e Adultos Na região do Algarve, a rede de oferta formativa tem vindo a ser construída, alargada e consolidada com a colaboração e empenho de um número crescente de entidades públicas

Leia mais

Gestão da inovação A avaliação e a medição das actividades de IDI

Gestão da inovação A avaliação e a medição das actividades de IDI Gestão da inovação A avaliação e a medição das actividades de IDI Projecto GAPI 2.0 Universidade de Aveiro, 19 de Fevereiro de 2010 João M. Alves da Cunha Introdução Modelo de Interacções em cadeia Innovation

Leia mais

Gestão de Equipas. Lisboa, 11 e 18 de abril de 2013. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC

Gestão de Equipas. Lisboa, 11 e 18 de abril de 2013. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC www.pwc.pt/academy Gestão de Equipas Lisboa, 11 e 18 de abril de 2013 Academia da PwC O sucesso das organizações depende cada vez mais de equipas de alto desempenho. Venha conhecer connosco as melhores

Leia mais

Licenciaturas. Organização e Gestão Hoteleira Gestão de Empresas Turismo

Licenciaturas. Organização e Gestão Hoteleira Gestão de Empresas Turismo Licenciaturas Organização e Gestão Hoteleira Gestão de Empresas Turismo L I C E N C I A T U R A O R G A N I Z A Ç Ã O E G E S T Ã O H O T E L E I R A O B J E T I V O Formar profissionais competentes para

Leia mais

Conceito O2. O futuro tem muitos nomes. Para a Conceito O2 é Coaching. Sinta uma lufada de ar fresco. :!:!: em foco

Conceito O2. O futuro tem muitos nomes. Para a Conceito O2 é Coaching. Sinta uma lufada de ar fresco. :!:!: em foco :!:!: em foco Conceito O2 Sinta uma lufada de ar fresco Executive Coaching Através do processo de Executive Coaching a Conceito O2 realiza um acompanhamento personalizado dos seus Clientes com objectivo

Leia mais

Documento de apresentação Software de Gestão e Avaliação da Formação

Documento de apresentação Software de Gestão e Avaliação da Formação Documento de apresentação Software de Gestão e Avaliação da Janeiro-2010 Para a boa gestão de pessoas, as empresas devem elevar o RH à posição de poder e primazia na organização e garantir que o pessoal

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO E INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Angra do Heroísmo 2010/2011 1 Objectivos Este curso de pós-graduação

Leia mais

Planeamento e estratégia

Planeamento e estratégia Planeamento e estratégia Tipos de planos e vantagens Etapas do processo de planeamento Informação para o planeamento Análise SWOT Definir missão e objectivos Processo de gestão estratégica Níveis da estratégia

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

Gestão de Conhecimento - Estudos de caso -

Gestão de Conhecimento - Estudos de caso - Gestão de Conhecimento - Estudos de caso - Irina Saur-Amaral Aveiro, 28 de Abril de 2006 Estudos de caso 1. MKS (consultoria TIC Índia): importância da cultura de conhecimento 2. Siemens AG: implementação

Leia mais

CURRICULUM VITAE MANUEL MARQUES DA COSTA FIGUEIREDO ECONOMISTA - ROC

CURRICULUM VITAE MANUEL MARQUES DA COSTA FIGUEIREDO ECONOMISTA - ROC 1 CURRICULUM VITAE MANUEL MARQUES DA COSTA FIGUEIREDO ECONOMISTA - ROC 2 ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Manuel Marques da Costa Figueiredo Filho de : Armando da Costa Figueiredo e de : Maria da Anunciação

Leia mais

Marketing de Feiras e Eventos: Promoção para Visitantes, Expositores e Patrocinadores

Marketing de Feiras e Eventos: Promoção para Visitantes, Expositores e Patrocinadores Gestão e Organização de Conferências e Reuniões Organização de conferências e reuniões, nos mais variados formatos, tais como reuniões educativas, encontros de negócios, convenções, recepções, eventos

Leia mais

Organograma. Director Geral. Secretária. Departamento Técnico. Departamento Financeiro. Técnico Informática Técnico de Contabilidade

Organograma. Director Geral. Secretária. Departamento Técnico. Departamento Financeiro. Técnico Informática Técnico de Contabilidade Organograma Director Geral Secretária Departamento Técnico Departamento Financeiro Técnico Informática Técnico de Contabilidade Trabalho realizado por: Adriana Martins nº 10378 Entrevista 1) Identificação

Leia mais