XII Simposio Iberoamericano sobre planificación de sistemas de abastecimento de água

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XII Simposio Iberoamericano sobre planificación de sistemas de abastecimento de água"

Transcrição

1 XII Simposio Iberoamericano sobre planificación de sistemas de abastecimento de água MODELO MATEMÁTICO PARA IDENTIFICAR LOCAIS DE ESTAÇÕES DE MONITORAMENTO EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA Roberto Suse (1), Edevar Luvizotto Junior (2); Bruno Melo Brentan (3)

2 CONTEÚDO 1. INTRODUÇÃO 2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 3. METODOLOGIA 4. RESULTADOS E DISCUSSÃO 5. CONCLUSÃO 6. RECOMENDAÇÕES E TRABALHOS FUTUROS 7. BIBLIOGRAFIA 2

3 INTRODUÇÃO 1. Qualidade de água nas redes de distribuição Deterioração da qualidade de água: contaminação, aporte de patóge- -nos, decaimento do desinfetante residual e recrescimento bacteriano. Desinfetante residual = cloro residual livre. Ocorrência de reações; Diminuição da concentração. 2. Monitoramento dos sistemas de distribuição de água potável Custo e viabilidade Parâmetros: turbidez, cloro residual livre, cloroaminas e dióxido de cloro. 3. Modelagem matemática Simulação computacional Tomada de decisão: estratégias operacionais; monitoramento 3

4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 1. Modelo Matemático Cobertura de Demanda Relação entre a demanda coberta por uma estação de monitoramento e a qualidade de água. Trajetória do fluxo da água; vazão nos trechos; demanda dos nós Representatividade de uma estação de monitoramento Procedimentos para o desenvolvimento: 1. Definição da topologia do sistema de distribuição de água; 2. Determinação da matriz de fração de água; 3. Determinação da matriz de cobertura; 4

5 Nó de amostragem FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA fração de água através do nó: nó 1 nó 2 nó 3 nó 4 nó 5 nó 6 nó , , ,72 0,8 1 0,2 0, Fonte: LEE e DEININGER (1992) 5

6 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA nós com cobertura sob o critério de 50% Nó de amostragem nó 1 nó 2 nó 3 nó 4 nó 5 nó 6 nó Fonte: LEE e DEININGER (1992) 6

7 REVISÃO DA LITERATURA 5. Algoritmo Genético Procedimentos Determinação de conjuntos de estações de monitoramento Fonte: Adaptado de AL-ZAHRANI e MOIED (2003) 7

8 METODOLOGIA 1. Modelo Matemático Cobertura de Demanda 2. Método Algoritmo Genético 3. Aplicação do modelo proposto Fonte: AL-ZAHRANI e MOIED (2003) 8

9 RESULTADOS E DISCUSSÃO 9

10 RESULTADOS E DISCUSSÃO 10

11 CONCLUSÕES Determinação dos ótimos locais para monitorar a rede de distribuição de água. Quantidade de estações de monitoramento porcentagem de cobertura da rede. Horário de menor consumo de água momento crítico para realizar o monitoramento. 11

12 RECOMENDAÇÕES E TRABALHOS FUTUROS 12

13 REFERÊNCIAS AL-ZAHRANI, M. A.; MOIED, K. Optimizing water quality monitoring stations using genetic algo- -rithms. The Arabian Journal for Science and Engineering. Vol. 28, n. 1B, HIROSE, H. Localização ótima de estações de monitoramento de qualidade da água em redes de distribuição baseada em algoritmo genéticos. Trabalho de conclusão de Curso Faculdade de Enge- -nharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, KUMAR, A.; KANSAL, M. L.; ARORA, G. Identification of monitoring stations in water distribution System. Journal of Environmental Engineering, n. 123, , LEE, B. H.; DEININGER, R. A. Optimal locations of monitoring stations in water distribution system. Journal of Environmental Engineering. n. 118, 4-16, MAYS, L. W. Water distribution system handbook. McGraw-Hill, New York, chapter 9, 11 e 12, MEIER, R. W.; BARKDOLL, B. D. Sampling design for network model calibration using genetic algorithms. Journal of Water Research, Planning and management. n. 126, ROSSMAN, L. A.; CLARK, R. M.; GRAYMAN, W. M. Modeling chlorine residuals in drinking-water Distribution systems. Journal of Environmental Engineering. n. 120, , TRIMBOLI, M. J. Aplicação e análise de um modelo de qualidade de água para a determinação da concentração de cloro livre residual em um setor de abastecimento de água f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil, Área Recursos Hídricos) Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas 13

14 OBRIGADO 14

Simulação da qualidade de água em redes de distribuição empregando o EPANET-MSX

Simulação da qualidade de água em redes de distribuição empregando o EPANET-MSX Simulação da qualidade de água em redes de distribuição empregando o EPANET-MSX Water quality simulation in distribution network using EPANET-MSX Roberto Suse* Andréa Manami Yoshikawa Edevar Luvizotto

Leia mais

VIII-Lubi-Brasil-1 REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA NAS ESTAÇÕES DE BOMBEAMENTO COM O MODELO HÍBRIDO.

VIII-Lubi-Brasil-1 REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA NAS ESTAÇÕES DE BOMBEAMENTO COM O MODELO HÍBRIDO. XXX CONGRESO INTERAMERICANO DE INGENIERÍA SANITARIA Y AMBIENTAL 26 al 30 de noviembre de 2006, Punta del Este Uruguay ASOCIACIÓN INTERAMERICANA DE INGENIERÍA SANITARIA Y AMBIENTAL - AIDIS VIII-Lubi-Brasil-1

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Vigilância em Saúde Ambiental Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões

Leia mais

RESÍDUOS SÓLIDOS X RECURSOS HÍDRICOS: ESTUDOS NO LIXÃO SANTA MADALENA, SÃO CARLOS, SP

RESÍDUOS SÓLIDOS X RECURSOS HÍDRICOS: ESTUDOS NO LIXÃO SANTA MADALENA, SÃO CARLOS, SP Programa de Pós- Graduação em Engenharia Hidráulica e Saneamento RESÍDUOS SÓLIDOS X RECURSOS HÍDRICOS: ESTUDOS NO LIXÃO SANTA MADALENA, SÃO CARLOS, SP Tema: Saneamento Ambiental e Qualidade da Água Autores:

Leia mais

A análise descritiva dos resultados foi levada a efeito utilizando a planilha Excel 98.

A análise descritiva dos resultados foi levada a efeito utilizando a planilha Excel 98. XII-18 ESTUDO DA VAZÃO HORÁRIA AFLUENTE DA LAGOA ANAERÓBIA PROFUNDA DA PEDREIRA Nº 7 DO PÓLO DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA BACIA DO RIO PARAÍBA NA GRANDE JOÃO PESSOA (ESTUDO DE CASO) Carolina Baracuhy Amorim

Leia mais

Diretoria da ABRH Francisco de Assis de Souza Filho Francisco José Lobato da Costa Sergio Koide Marco Palermo Joel A. Goldenfum

Diretoria da ABRH Francisco de Assis de Souza Filho Francisco José Lobato da Costa Sergio Koide Marco Palermo Joel A. Goldenfum Diretoria da ABRH Presidente: Francisco de Assis de Souza Filho Vice-presidente: Francisco José Lobato da Costa Diretor de publicações: Sergio Koide Diretor de eventos: Marco Palermo Diretor de representações

Leia mais

LISTA DE TEMAS PARA CONCURSO DE PROFESSOR ADJUNTO EDITAL 90/2010 ÁREA DE ANATOMIA VEGETAL GERAL, COM ÊNFASE EM ANATOMIA ECOLÓGICA * * * * * *

LISTA DE TEMAS PARA CONCURSO DE PROFESSOR ADJUNTO EDITAL 90/2010 ÁREA DE ANATOMIA VEGETAL GERAL, COM ÊNFASE EM ANATOMIA ECOLÓGICA * * * * * * ÁREA DE ANATOMIA VEGETAL GERAL, COM ÊNFASE EM ANATOMIA ECOLÓGICA 1. Sistema de formação. 2. Sistema de revestimento (de proteção). 3. Tecidos fundamentais (parênquima, colênquima e esclerênquima). 4. Sistema

Leia mais

MODELAGEM DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS USANDO CENÁRIO AMBIENTAL ALTERNATIVO NA REGIÃO NO NOROESTE DO RIO DE JANEIRO - BRAZIL

MODELAGEM DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS USANDO CENÁRIO AMBIENTAL ALTERNATIVO NA REGIÃO NO NOROESTE DO RIO DE JANEIRO - BRAZIL MODELAGEM DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS USANDO CENÁRIO AMBIENTAL ALTERNATIVO NA REGIÃO NO NOROESTE DO RIO DE JANEIRO - BRAZIL SEDIMENT YIELD MODELING USING AN ALTERNATIVE ENVIRONMENTAL SCENARIO IN NORTHWESTERN

Leia mais

CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSO NA REDE PÚBLICA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSO NA REDE PÚBLICA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSO NA REDE PÚBLICA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA Rejane Helena Ribeiro da Costa (*) Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. Florianópolis, SC, Brasil. Engenheira Civil, Dra.

Leia mais

I-026 FUNDAMENTOS DA CONTAGEM DE PARTÍCULAS EM ÁGUAS DE ABASTECIMENTO

I-026 FUNDAMENTOS DA CONTAGEM DE PARTÍCULAS EM ÁGUAS DE ABASTECIMENTO I-026 FUNDAMENTOS DA CONTAGEM DE PARTÍCULAS EM ÁGUAS DE ABASTECIMENTO Frederico de Almeida Lage Filho (1) Engenheiro Consultor, Ph.D. em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade da Califórnia

Leia mais

INTEGRAÇÃO DA TELEMETRIA NO SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO DA SABESP PARA MONITORAMENTO HIDROLÓGICO E OPERAÇÃO DOS MANANCIAIS DA RMSP

INTEGRAÇÃO DA TELEMETRIA NO SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO DA SABESP PARA MONITORAMENTO HIDROLÓGICO E OPERAÇÃO DOS MANANCIAIS DA RMSP INTEGRAÇÃO DA TELEMETRIA NO SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO DA SABESP PARA MONITORAMENTO HIDROLÓGICO E OPERAÇÃO DOS MANANCIAIS DA RMSP Nilzo Renê Fumes 1 *, Carlos Toshio Wada 2 Resumo O abastecimento público

Leia mais

TÍTULO: APLICAÇÃO DE REDE DE SENSORES SEM FIO PARA SENSORES DE FLUXO DE ÁGUA EM INSTALAÇÕES PREDIAIS E INDUSTRIAIS

TÍTULO: APLICAÇÃO DE REDE DE SENSORES SEM FIO PARA SENSORES DE FLUXO DE ÁGUA EM INSTALAÇÕES PREDIAIS E INDUSTRIAIS TÍTULO: APLICAÇÃO DE REDE DE SENSORES SEM FIO PARA SENSORES DE FLUXO DE ÁGUA EM INSTALAÇÕES PREDIAIS E INDUSTRIAIS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO:

Leia mais

Eng. Monica Cris.na Cabrini Medeiros Prof. Dr. Werner Siegfried Hanisch Biol. Vanessa Bastos da Silveira

Eng. Monica Cris.na Cabrini Medeiros Prof. Dr. Werner Siegfried Hanisch Biol. Vanessa Bastos da Silveira MODELAGEM DO DECAIMENTO DO CLORO RESIDUAL LIVRE EM SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA TRATADA - IMPORTÂNCIA PARA O REGIME DE INTERMITÊNCIA Eng. Monica Cris.na Cabrini Medeiros Prof. Dr. Werner Siegfried Hanisch

Leia mais

Otimização Aplicada à Engenharia de Processos

Otimização Aplicada à Engenharia de Processos Otimização Aplicada à Engenharia de Processos Aula 1: Introdução Felipe Campelo http://www.cpdee.ufmg.br/~fcampelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Belo Horizonte Março de 2013 Antes de

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 27 de setembro a de outubro de 2 COMPARAÇÃO DOS MÉTODOS DOS MOMENTOS E DA MÁXIMA VEROSSSIMILHANÇA PARA ESTIMATIVA DOS PARÂMETROS DA DISTRIBUIÇÃO DE PROBABILIDADE WEIBULL LIDIANE APARECIDA BORGES, CARLOS

Leia mais

II METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE PONTOS DE AMOSTRAGEM DE ÁGUA EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO

II METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE PONTOS DE AMOSTRAGEM DE ÁGUA EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO II-017 - METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE PONTOS DE AMOSTRAGEM DE ÁGUA EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO José Goes Vasconcelos Neto (1) Engenheiro Civil graduado pela Universidade de Brasília. Especialização no Nagoya

Leia mais

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO 01 DEZEMBRO 2005 SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO SCAI Automação Ltda. INSTRUMENTAÇÃO NÍVEL PRESSÃO VAZÃO GRANDEZAS

Leia mais

Workshop Internacional Transientes Hidráulicos: uma abordagem inovadora e prática

Workshop Internacional Transientes Hidráulicos: uma abordagem inovadora e prática CONVITE O EVENTO Você está convidado a participar do sobre Transientes Hidráulicos: uma, a realizar-se nos dias 02 e 03 de dezembro de 2013, no auditório da Faculdade de Engenharia Civil da Universidade

Leia mais

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA: Garantindo a qualidade e promovendo a saúde. -Um olhar do SUS. Mariely Daniel

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA: Garantindo a qualidade e promovendo a saúde. -Um olhar do SUS. Mariely Daniel PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA: Garantindo a qualidade e promovendo a saúde -Um olhar do SUS Mariely Daniel Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Ministério da Saúde Departamento

Leia mais

A experiência do TECPAR

A experiência do TECPAR Inteligência Artificial em aplicações industriais A experiência do TECPAR Dr. Eng. Milton Pires Ramos Centro de Engenharia de Sistemas Inteligentes Empresa pública vinculada à Secretaria de Estado da Ciência,

Leia mais

VI-004 MONITORAMENTO EM TEMPO REAL DA QUALIDADE DA ÁGUA DOS MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO - RMSP

VI-004 MONITORAMENTO EM TEMPO REAL DA QUALIDADE DA ÁGUA DOS MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO - RMSP VI-004 MONITORAMENTO EM TEMPO REAL DA QUALIDADE DA ÁGUA DOS MANANCIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO - RMSP Armando Perez Flores (1) Bacharel em Química pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras

Leia mais

XIX SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HIDRÍCOS MODELO ITERATIVO DE CALIBRAÇÃO DE REDES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM VISTAS À REABILITAÇÃO

XIX SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HIDRÍCOS MODELO ITERATIVO DE CALIBRAÇÃO DE REDES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM VISTAS À REABILITAÇÃO XIX SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HIDRÍCOS MODELO ITERATIVO DE CALIBRAÇÃO DE REDES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM VISTAS À REABILITAÇÃO Moisés Menezes Salvino 1 & Heber Pimentel Gomes 2 ; Nicolle de Belmont

Leia mais

Engenharia de Software: Introdução. Mestrado em Ciência da Computação 2008 Profa. Itana Gimenes

Engenharia de Software: Introdução. Mestrado em Ciência da Computação 2008 Profa. Itana Gimenes Engenharia de Software: Introdução Mestrado em Ciência da Computação 2008 Profa. Itana Gimenes Programa 1. O processo de engenharia de software 2. UML 3. O Processo Unificado 1. Captura de requisitos 2.

Leia mais

Sistemas Compactos de Tratamento de Esgotos Sanitários para Pequenos Municípios

Sistemas Compactos de Tratamento de Esgotos Sanitários para Pequenos Municípios Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Jacuí - COAJU III Seminário Estadual sobre os Usos Múltiplos da Água Erechim, 30 de julho de 2010 Sistemas Compactos de Tratamento de Esgotos Sanitários

Leia mais

Amilcar Soares Junior Curriculum Vitae

Amilcar Soares Junior Curriculum Vitae Amilcar Soares Junior Curriculum Vitae Contact Information Name Amilcar Soares Junior Birthday 19/05/1986 - João Pessoa/PB Brazil Email amilcarsj@gmail.com Address Rua Sebastião Azevedo Bastos, nº 714,

Leia mais

Contaminantes microbiológicos e químicos confiabilidade do monitoramento laboratorial para efetiva ação

Contaminantes microbiológicos e químicos confiabilidade do monitoramento laboratorial para efetiva ação Segurança da Água para Consumo Humano Como Moldar o Futuro da Água para as partes Interessadas 07 Maio de 2015 Contaminantes microbiológicos e químicos confiabilidade do monitoramento laboratorial para

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE QUALIDADE DA ÁGUA 2014

RELATÓRIO ANUAL DE QUALIDADE DA ÁGUA 2014 RELATÓRIO ANUAL DE QUALIDADE DA ÁGUA 2014 A LITORAL SANEAMENTO LTDA, atuante como concessionária do Município de Jaguaruna SC, prestando serviços de abastecimento de água nos Balneários Copa 70, Balneário

Leia mais

Automação de Processos de Negócios com BPMS:

Automação de Processos de Negócios com BPMS: Automação de Processos de Negócios com BPMS: Um Relato de Experiência da ATI ATI- /UPG Unidade de Processos de Negócios do Governo Adelnei Felix adelnei.felix@ati.pe.gov.br 1 Agenda Introdução Relato da

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL JOHNATAN FELIPE DA CAS

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL JOHNATAN FELIPE DA CAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL JOHNATAN FELIPE DA CAS PROCEDIMENTOS DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E POSTERIOR ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE PASSA SETE/RS Santa Cruz do Sul, novembro

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : MATEMÁTICA. CRÉDITOS Obrigatórios: 138 Optativos: 36. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : MATEMÁTICA. CRÉDITOS Obrigatórios: 138 Optativos: 36. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:16:06 Curso : MATEMÁTICA

Leia mais

Sistema de de Gerenciamento, Automação e Economia de Água PROJETO 3T (SCADA + GIS + MODELAGEM) "UM MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS"

Sistema de de Gerenciamento, Automação e Economia de Água PROJETO 3T (SCADA + GIS + MODELAGEM) UM MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS Sistema de de Gerenciamento, Automação e Economia de de Água ABINEE TEC - Minas Gerais 2006 PROJETO 3T (SCADA + GIS + MODELAGEM) "UM MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS" COPASA DIRETORIA METROPOLITANA AGOSTO / 2006

Leia mais

Módulo 1 BLOCO CÓDIGO DISCIPLINA CREDITOS PRÉ-REQUISITOS RECOMENDADOS. (30hs) 4 (60hs) 4 (60hs) (45hs) (30hs) (45hs) 4 (60hs)

Módulo 1 BLOCO CÓDIGO DISCIPLINA CREDITOS PRÉ-REQUISITOS RECOMENDADOS. (30hs) 4 (60hs) 4 (60hs) (45hs) (30hs) (45hs) 4 (60hs) GRADE CURRICULAR Módulo 1 BLOCO CÓDIGO DISCIPLINA CREDIOS PRÉ-REQUISIOS 1 2 3 SIHC-1-1 Introdução à EaD SICC-1-3 SI-1- SI-1-5 SIMM-1-6 SICC-1-7 SICC-1-8 SIC-1-9 Orientação Profissional Construção de Algoritmos

Leia mais

Modelagem do Cloro Residual em Redes de Distribuição Aplicação ao Sistema de Abastecimento de Santa Maria

Modelagem do Cloro Residual em Redes de Distribuição Aplicação ao Sistema de Abastecimento de Santa Maria RBRH Revista Brasileira de Recursos Hídricos Volume 11 n.4 Out/Dez 2006, 201-208 Modelagem do Cloro Residual em Redes de Distribuição Aplicação ao Sistema de Abastecimento de Santa Maria Rosalina de David

Leia mais

Eixo Temático ET-08-007 - Recursos Hídricos DIAGNÓSTICO DA TURBIDEZ NA REDE DE ABASTECIMENTO NO MUNICÍPIO DE PRINCESA ISABEL-PB

Eixo Temático ET-08-007 - Recursos Hídricos DIAGNÓSTICO DA TURBIDEZ NA REDE DE ABASTECIMENTO NO MUNICÍPIO DE PRINCESA ISABEL-PB 374 Anais do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustentabilidade - Vol. 1: Congestas 2013 Eixo Temático ET-08-007 - Recursos Hídricos DIAGNÓSTICO DA TURBIDEZ NA REDE DE ABASTECIMENTO NO MUNICÍPIO

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ÁGUA DE CHUVA

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ÁGUA DE CHUVA ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ÁGUA DE CHUVA Eduardo Cohim Ana Garcia 1/ 15 Justificativa Em 1900 População mundial - cerca de 1,6 bilhões de habitantes Apenas 160 milhões viviam em cidades. Em 2005

Leia mais

APLICAÇÃO COMBINADA DE TECNICAS DE OTIMIZAÇÃO E DE MODELAGEM DE QUALIDADE DE ÁGUA NO PROCESSO DE SELEÇÃO DE SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS

APLICAÇÃO COMBINADA DE TECNICAS DE OTIMIZAÇÃO E DE MODELAGEM DE QUALIDADE DE ÁGUA NO PROCESSO DE SELEÇÃO DE SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS APLICAÇÃO COMBINADA DE TECNICAS DE OTIMIZAÇÃO E DE MODELAGEM DE QUALIDADE DE ÁGUA NO PROCESSO DE SELEÇÃO DE SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS Juliana Pereira Louzada Valory 1 *; Vinícius Gama Valory Frauches

Leia mais

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA NO BRASIL

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA NO BRASIL Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA

Leia mais

MERCOFRIO 2000 CONGRESSO DE AR CONDICIONADO, REFRIGERAÇÃO, AQUECIMENTO E VENTILAÇÃO DO MERCOSUL

MERCOFRIO 2000 CONGRESSO DE AR CONDICIONADO, REFRIGERAÇÃO, AQUECIMENTO E VENTILAÇÃO DO MERCOSUL MERCOFRIO 2000 CONGRESSO DE AR CONDICIONADO, REFRIGERAÇÃO, AQUECIMENTO E VENTILAÇÃO DO MERCOSUL ANÁLISE COMPARATIVA DAS TAXAS TRANSFERÊNCIA DE CALOR EM SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO DO TIPO VOLUME DE AR CONSTANTE

Leia mais

CONTROLE MENSAL - SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA (SAA)

CONTROLE MENSAL - SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA (SAA) CONTROLE MENSAL - SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA (SAA) IDENTIFICAÇÃO DO SAA UF PR Município Santa Cecília do Pavão Nome do SAA Mês/ano de referência 10/2014 Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto

Leia mais

I-096 OPERAÇÃO DE BOMBAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

I-096 OPERAÇÃO DE BOMBAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA I-096 OPERAÇÃO DE BOMBAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA Juliana Maria do Socorro Gomes Barbosa (1) Engenheira Civil e Mestre em Engenharia Civil, Área de Recursos Hídricos, pela Universidade Federal

Leia mais

DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA EM LAGOA FACULTATIVA DE ESGOTO: CARACTERIZAÇÃO DA ETA

DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA EM LAGOA FACULTATIVA DE ESGOTO: CARACTERIZAÇÃO DA ETA 1 DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA EM LAGOA FACULTATIVA DE ESGOTO: CARACTERIZAÇÃO DA ETA Susane Campos Mota ANGELIM Escola de Engenharia Civil, UFG. Aluna do curso de Mestrado em

Leia mais

Erro! ROTEIRO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS E SOLUÇÕES ALTERNATIVAS COLETIVAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM REDE DE DISTRIBUIÇÃO

Erro! ROTEIRO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS E SOLUÇÕES ALTERNATIVAS COLETIVAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM REDE DE DISTRIBUIÇÃO Erro! ROTEIRO PARA INSPEÇÃO SISTEMAS E SOLUÇÕES ALTERNATIVAS COLETIVAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM REDE DE DISTRIBUIÇÃO Formulário de Entrada de Dados - PARTE A - IDENTIFICAÇÃO DO SISTEMA OU SOLUÇÃO ALTERNATIVA

Leia mais

MÉTODOS COMPUTACIONAIS PARA OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS METALÚRGICOS (1)

MÉTODOS COMPUTACIONAIS PARA OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS METALÚRGICOS (1) MÉTODOS COMPUTACIONAIS PARA OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS METALÚRGICOS (1) Carlos Eduardo Gurgel Paiola (2) Ricardo Caruso Vieira (3) Resumo: O objetivo deste trabalho é descrever e estudar uma metodologia de

Leia mais

PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O PLANEJAMENTO DE TRANSPORTE DE PRODUTOS ENTRE UMA FÁBRICA E SEUS CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO

PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O PLANEJAMENTO DE TRANSPORTE DE PRODUTOS ENTRE UMA FÁBRICA E SEUS CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O PLANEJAMENTO DE TRANSPORTE DE PRODUTOS ENTRE UMA FÁBRICA E SEUS CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO Umberto Sales Mazzei Bruno Vieira Bertoncini PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O PLANEJAMENTO

Leia mais

Recomendação ERSAR n.º 03/2010

Recomendação ERSAR n.º 03/2010 Recomendação ERSAR n.º 03/2010 PROCEDIMENTO PARA A COLHEITA DE AMOSTRAS DE ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO (Substitui a Recomendação IRAR n.º 08/2005) Considerando que: O procedimento

Leia mais

SISTEMAS COM AMORTECIMENTO NÃO-PROPORCIONAL NO DOMÍNIO DA FREQÜÊNCIA

SISTEMAS COM AMORTECIMENTO NÃO-PROPORCIONAL NO DOMÍNIO DA FREQÜÊNCIA SISTEMAS COM AMORTECIMENTO NÃO-PROPORCIONAL NO DOMÍNIO DA FREQÜÊNCIA Zacarias Martin Chamberlain Pravia Professor - Faculdade de Engenharia e Arquitetura - Universidade de Passo Fundo/UFP zacarias@upf.br

Leia mais

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS DA SUB-BACIA DOS RIO JURUENA-ARINOS, MT COM APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA (IQA NSF ) PARA OS ANOS DE 2012 E 2013

Leia mais

Ordilei Aparecido Gaspar de Melo¹ Manoel Luiz dos Santos²

Ordilei Aparecido Gaspar de Melo¹ Manoel Luiz dos Santos² Ordilei Aparecido Gaspar de Melo¹ Manoel Luiz dos Santos² ¹UNIMEO/CTESOP UEM Professor da Faculdade UNIMEO/CTESOP-Assis Chateaubriand/PR Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geografia PGE-UEM ordmelo@hotmail.com

Leia mais

A experiência da Estação de Tratamento de Esgoto de Itabira e sua contribuição em pesquisa e monitoramento e aprimoramento em parceria com UFMG

A experiência da Estação de Tratamento de Esgoto de Itabira e sua contribuição em pesquisa e monitoramento e aprimoramento em parceria com UFMG A experiência da Estação de Tratamento de Esgoto de Itabira e sua contribuição em pesquisa e monitoramento e aprimoramento em parceria com UFMG J.M. Borges - SAAE - Itabira UFMG/DESA - Universidade Federal

Leia mais

Geomecânica dos resíduos sólidos

Geomecânica dos resíduos sólidos III Conferência Internacional de Gestão de Resíduos da América Latina Geomecânica dos resíduos sólidos urbanos: uma introdução Miriam Gonçalves Miguel Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Francisca Raquel de Vasconcelos Silveira Gustavo Augusto Lima de Campos Mariela Inés Cortés

Francisca Raquel de Vasconcelos Silveira Gustavo Augusto Lima de Campos Mariela Inés Cortés Francisca Raquel de Vasconcelos Silveira Gustavo Augusto Lima de Campos Mariela Inés Cortés Introdução Trabalhos Relacionados Abordagem Proposta Considerações Finais Conclusão Trabalhos Futuros 2 Agentes

Leia mais

ENSAIOS FÍSICO-QUÍMICOS PARA O TRATAMENTO DOS EFLUENTES DO TRANSPORTE HIDRÁULICO DAS CINZAS PESADAS DA USINA TERMELÉTRICA CHARQUEADAS

ENSAIOS FÍSICO-QUÍMICOS PARA O TRATAMENTO DOS EFLUENTES DO TRANSPORTE HIDRÁULICO DAS CINZAS PESADAS DA USINA TERMELÉTRICA CHARQUEADAS GIA / 10 17 a 22 de Outubro de 1999 Foz do Iguaçu Paraná - Brasil GRUPO XI GRUPO DE ESTUDOS DE IMPACTOS AMBIENTAIS (GIA) ENSAIOS FÍSICO-QUÍMICOS PARA O TRATAMENTO DOS EFLUENTES DO TRANSPORTE HIDRÁULICO

Leia mais

DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES PREDIAIS DE GÁS ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPECTRAL DE TRANSIENTES DE PRESSÃO

DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES PREDIAIS DE GÁS ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPECTRAL DE TRANSIENTES DE PRESSÃO DETECÇÃO DE VAZAMENTOS EM TUBULAÇÕES PREDIAIS DE GÁS ATRAVÉS DA ANÁLISE ESPECTRAL DE TRANSIENTES DE PRESSÃO R. B. SANTOS 1, M.M. de F. SILVA e A. M. F. FILETI Universidade Estadual de Campinas, Faculdade

Leia mais

MEDIDAS NECESSÁRIAS HOJE PARA PREVISÕES CONFIÁVEIS SOBRE A FUTURA DISPONIBILIDADE E QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS

MEDIDAS NECESSÁRIAS HOJE PARA PREVISÕES CONFIÁVEIS SOBRE A FUTURA DISPONIBILIDADE E QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS MEDIDAS NECESSÁRIAS HOJE PARA PREVISÕES CONFIÁVEIS SOBRE A FUTURA DISPONIBILIDADE E QUALIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS Como prever? MODELOS MATEMÁTICOS TIPO DE USO PARA A ÁGUA Concentração admissível BACIA

Leia mais

METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE PONTOS DE MONITORAMENTO DE PRESSÃO NA CALIBRAÇÃO DE REDES HIDRÁULICAS

METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE PONTOS DE MONITORAMENTO DE PRESSÃO NA CALIBRAÇÃO DE REDES HIDRÁULICAS João Pessoa (Brasil), 8 a 0 de novembro de 2004 METODOLOGIA PARA SELEÇÃO DE PONTOS DE MONITORAMENTO DE PRESSÃO NA CALIBRAÇÃO DE REDES HIDRÁULICAS Henrique da Silva Pizzo e Edevar Luvizotto Júnior 2 Resumo

Leia mais

APLICAÇÃO DE MÉTODOS HEURÍSTICOS EM PROBLEMA DE ROTEIRIZAÇÃO DE VEICULOS

APLICAÇÃO DE MÉTODOS HEURÍSTICOS EM PROBLEMA DE ROTEIRIZAÇÃO DE VEICULOS APLICAÇÃO DE MÉTODOS HEURÍSTICOS EM PROBLEMA DE ROTEIRIZAÇÃO DE VEICULOS Bianca G. Giordani (UTFPR/MD ) biancaggiordani@hotmail.com Lucas Augusto Bau (UTFPR/MD ) lucas_bau_5@hotmail.com A busca pela minimização

Leia mais

A Influência da Indústria em Meio Urbano. Metodologia de Estudo. Sara Capela, Luísa Carrilho, Carlos Pedro Ferreira RESUMO

A Influência da Indústria em Meio Urbano. Metodologia de Estudo. Sara Capela, Luísa Carrilho, Carlos Pedro Ferreira RESUMO A Influência da Indústria em Meio Urbano Metodologia de Estudo Sara Capela, Luísa Carrilho, Carlos Pedro Ferreira RESUMO A metodologia de avaliação da influência da indústria na qualidade do ar em meio

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE ILHAMENTO ELÉTRICO EM REDES DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA

IDENTIFICAÇÃO DE ILHAMENTO ELÉTRICO EM REDES DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA ELETROTÉCNICA ANA CARLA CORDEIRO MICHEL ADOLPHO SLEDER ROSS IDENTIFICAÇÃO DE ILHAMENTO

Leia mais

Perdas de água Experiências e Tecnologias do Japão

Perdas de água Experiências e Tecnologias do Japão Seminário do Planejamento à Prática: Uso Sustentável dos Recursos Hídricos Perdas de água Experiências e Tecnologias do Japão Renata Sayuri Muranaka TOR-Departamento de Gestão do Programa Corporativo de

Leia mais

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE SIMULAÇÃO DA CAPACIDADE DE AUTODEPURAÇÃO EM DIFERENTES CENÁRIOS DE VAZÃO DE UM TRECHO DO RIO CACHOEIRA, SUL DA BAHIA. José Wildes Barbosa dos Santos; Neylor Alves Calasans Rêgo INTRODUÇÃO O forte crescimento

Leia mais

Planos de Segurança da Água no cenário internacional e nacional

Planos de Segurança da Água no cenário internacional e nacional Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Planos de Segurança da Água no cenário internacional e nacional Guilherme Franco

Leia mais

MODELAGEM DA EFICIÊNCIA DO TRATAMENTO DE ÁGUA PARA ABASTECIMENTO PÚBLICO URBANO ATRAVÉS DE ANÁLISE DE REGRESSÃO MULTIVARIADA

MODELAGEM DA EFICIÊNCIA DO TRATAMENTO DE ÁGUA PARA ABASTECIMENTO PÚBLICO URBANO ATRAVÉS DE ANÁLISE DE REGRESSÃO MULTIVARIADA MODELAGEM DA EFICIÊNCIA DO TRATAMENTO DE ÁGUA PARA ABASTECIMENTO PÚBLICO URBANO ATRAVÉS DE ANÁLISE DE REGRESSÃO MULTIVARIADA Wamberto Raimundo da Silva Júnior 1 ; Taysa Tamara Viana Machado 2 ; Ana Carolina

Leia mais

Inteligência Computacional: resolvendo problemas difíceis da vida real

Inteligência Computacional: resolvendo problemas difíceis da vida real Instituto de Computação Semana Nacional da Ciência e Tecnologia Escola Agrotécnica Federal de Inconfidentes Inteligência Computacional: resolvendo problemas difíceis da vida real Carlos Eduardo de Andrade

Leia mais

MODELO PROBABILÍSTICO DE AMOSTRAGEM PARA CONTROLE

MODELO PROBABILÍSTICO DE AMOSTRAGEM PARA CONTROLE MODELO PROBABILÍSTICO DE AMOSTRAGEM PARA CONTROLE DA QUALIDADE BACTERIOLÓGICA DA ÁGUA EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO WALDIR MEDRI Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina

Leia mais

Os Sistemas de Informação Geográfica e a Otimização Espacial no Apoio à Decisão: Problemas, Modelos e Soluções

Os Sistemas de Informação Geográfica e a Otimização Espacial no Apoio à Decisão: Problemas, Modelos e Soluções Os Sistemas de Informação Geográfica e a Otimização Espacial no Apoio à Decisão: Problemas, Modelos e Soluções Alexandre B. Gonçalves Instituto Superior Técnico, Univ. de Lisboa SIG Processam informação

Leia mais

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes EN-3610 Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes Aula 01 Introdução Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, julho de 2013 Roteiro PARTE I Apresentação da Disciplina Apresentação do Professor Metodologia

Leia mais

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CONTROLE AUTOMÁTICO PARA UMA CENTRAL DE COGERAÇÃO COM MICROTURBINA A GÁS E CHILLER

Leia mais

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA - GARANTINDO QUALIDADE E PROMOVENDO A SAÚDE PÚLICA. Eng Roseane Maria Garcia Lopes de Souza

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA - GARANTINDO QUALIDADE E PROMOVENDO A SAÚDE PÚLICA. Eng Roseane Maria Garcia Lopes de Souza PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA - GARANTINDO QUALIDADE E PROMOVENDO A SAÚDE PÚLICA Eng Roseane Maria Garcia Lopes de Souza 2 INDICE 1 Saúde Pública e Saneamento 2 Portaria 2914/2011 3 PSA 3 INDICE 1 Saúde Pública

Leia mais

Model Checking of Statecharts using Automatic White Box Test Generation

Model Checking of Statecharts using Automatic White Box Test Generation Model Checking of Statecharts using Automatic White Box Test Generation Um artigo de: Doron Drusinsky (Cupertino, CA) Apresentado por: Charles-Edouard Winandy Disciplina: CSE310-4 Engenharia de Software

Leia mais

V-038 - IDENTIFICAÇÃO DE VULNERABILIDADES DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO RIO DE JANEIRO USANDO SIG

V-038 - IDENTIFICAÇÃO DE VULNERABILIDADES DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO RIO DE JANEIRO USANDO SIG V-038 - IDENTIFICAÇÃO DE VULNERABILIDADES DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO RIO DE JANEIRO USANDO SIG Christovam Barcellos (1) Engenheiro sanitarista (UFRJ). Geógrafo (UERJ). Doutor em Geociências

Leia mais

GESTÃO DE OPERAÇÕES NO BRASIL: UMA ANÁLISE DA ÁREA ENTRE 1999 E 2009.

GESTÃO DE OPERAÇÕES NO BRASIL: UMA ANÁLISE DA ÁREA ENTRE 1999 E 2009. GESTÃO DE OPERAÇÕES NO BRASIL: UMA ANÁLISE DA ÁREA ENTRE 1999 E 2009. Elaine Madalena Cetnarski (PUCPR ) elainemadalena@hotmail.com Caroline Bauer Ohpis (PUCPR ) carol.ohpis@hotmail.com Juliana Araujo

Leia mais

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 ESTUDO E DETERMINAÇÃO DE UM SISTEMA DE AQUECIMENTO DE MISTURA ÁGUA/ÓLEO PARA AVALIAÇÃO AUTOMÁTICA DE MEDIDORES DE VAZÃO

Leia mais

PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA

PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA PLANO DIRETOR PARA COMBATE ÀS PERDAS EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE ÁGUA A PERDA DE ÁGUA NO ABASTECIMENTO PÚBLICO O índice de perdas é um dos principais indicadores da eficiência da operação dos

Leia mais

feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia

feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia feam engebio 126 feam engebio 127 feam engebio 128 feam engebio 129 ANEXO F Planilha Check List Uberlândia feam engebio 130 feam engebio 131 feam engebio 132 feam engebio 133 REFERÊNCIAS ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Leia mais

EPI 2011 - WPG. Uma Extensão de Rede de Petri para Modelagem de Processos e Controle de Projetos. Ulrich Schiel ulrich@dsc.ufcg.edu.

EPI 2011 - WPG. Uma Extensão de Rede de Petri para Modelagem de Processos e Controle de Projetos. Ulrich Schiel ulrich@dsc.ufcg.edu. EPI 2011 - WPG Uma Extensão de Rede de Petri para Modelagem de Processos e Controle de Projetos Cecir Almeida Farias calmeida@ufcg.edu.br Ulrich Schiel ulrich@dsc.ufcg.edu.br Universidade Federal de Campina

Leia mais

I-021 PERDAS DE ÁGUA NO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ - UFPA

I-021 PERDAS DE ÁGUA NO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ - UFPA I-021 PERDAS DE ÁGUA NO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ - UFPA Evaristo C. Rezende dos Santos 2 José Almir R. Pereira 1 Lindemberg Lima Fernandes 2 Rui Guilherme

Leia mais

ESTUDO DA FOLGA PRESENTE NA TRANSMISSÃO MECÂNICA DE ROBÔS COM ACIONAMENTO ELÉTRICO 1

ESTUDO DA FOLGA PRESENTE NA TRANSMISSÃO MECÂNICA DE ROBÔS COM ACIONAMENTO ELÉTRICO 1 ESTUDO DA FOLGA PRESENTE NA TRANSMISSÃO MECÂNICA DE ROBÔS COM ACIONAMENTO ELÉTRICO 1 Angelo Fernando Fiori 2, Ismael Barbieri Garlet 3, Antonio Carlos Valdiero 4, Luiz Antonio Rasia 5, Leonardo Bortolon

Leia mais

COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO RELATÓRIO DE VIAGEM

COMPANHIA AMBIENTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO RELATÓRIO DE VIAGEM RELATÓRIO DE VIAGEM 1 PROCESSO / OFÍCIO N.º: 049/2015/324/E INTERESSADO (A): Cely Roledo INSTITUIÇÃO / ÁREA: CETESB Companhia Ambiental do Estado de São Paulo Divisão de Laboratório de Taubaté - EDT DESTINO/LOCAL:

Leia mais

Sistema de Monitoramento Hidrológico por Satélite. HidroSat. João Carlos Carvalho. Superintendência de Gestão da Rede Hidrometeorológica SGH/ANA

Sistema de Monitoramento Hidrológico por Satélite. HidroSat. João Carlos Carvalho. Superintendência de Gestão da Rede Hidrometeorológica SGH/ANA Sistema de Monitoramento Hidrológico por Satélite HidroSat João Carlos Carvalho Superintendência de Gestão da Rede Hidrometeorológica SGH/ANA Brasília, 18/08/2015 Estrutura da Apresentação Introdução Arquitetura

Leia mais

SISTEMA COMPUTACIONAL PARA ANÁLISES DE DADOS EM AGRICULTURA DE PRECISÃO

SISTEMA COMPUTACIONAL PARA ANÁLISES DE DADOS EM AGRICULTURA DE PRECISÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA PROJETO SISTEMA COMPUTACIONAL PARA ANÁLISES DE DADOS EM AGRICULTURA DE PRECISÃO ALUNO RICARDO CARDOSO TERZELLA

Leia mais

Valongo- 24 de abril de 2014. Ana Heitor ana.heitor@arsnorte.min-saude.pt

Valongo- 24 de abril de 2014. Ana Heitor ana.heitor@arsnorte.min-saude.pt Ana Heitor ana.heitor@arsnorte.min-saude.pt Água, o princípio de todas as coisas Tales de Mileto, 625 a.c. Ideias são sementes Há 2.000 anos, a população mundial correspondia a 3% da população actual,

Leia mais

OPERAÇÃO OTIMIZADA DE PARTE DO SISTEMA ADUTOR DE ÁGUA DE CAMPINA GRANDE-PB

OPERAÇÃO OTIMIZADA DE PARTE DO SISTEMA ADUTOR DE ÁGUA DE CAMPINA GRANDE-PB OPERAÇÃO OTIMIZADA DE PARTE DO SISTEMA ADUTOR DE ÁGUA DE CAMPINA GRANDE-PB Juliana Maria do Socorro Gomes Barbosa 1, Carlos Oliveira Galvão 1, Heber Pimentel Gomes 2, Clédson Wagner Souto Santana 1 Resumo

Leia mais

Avaliação Técnica da Proposta de

Avaliação Técnica da Proposta de Avaliação Técnica da Proposta de Enquadramento do PERH-GUANDU Leonardo Fernandes Gerência de Instrumentos de Gestão de Recursos Hídricos Diretoria de Gestão das Águas e do Território Instituto Estadual

Leia mais

Logística Hospitalar. Bruno de Athayde Prata. Doutoramento em Engenharia Industrial e Gestão. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

Logística Hospitalar. Bruno de Athayde Prata. Doutoramento em Engenharia Industrial e Gestão. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Logística Hospitalar Bruno de Athayde Prata Estrutura da apresentação Introdução; Planeamento e controlo de custos de stock; Técnicas de gestão de stocks; Cases; Conclusões; e Bibliografia consultada.

Leia mais

WONE Water Optimization for Network Efficiency Otimizar a Gestão de Redes e o Controlo de Perdas de Água

WONE Water Optimization for Network Efficiency Otimizar a Gestão de Redes e o Controlo de Perdas de Água WONE Water Optimization for Network Efficiency Otimizar a Gestão de Redes e o Controlo de Perdas de Água CONTEXTO DO PAÍS As fugas de água nos sistemas de abastecimento são um problema, mas têm de deixar

Leia mais

PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL

PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM PARA SISTEMAS DE CONTROLE DE PROCESSOS: IDENTIFICAÇÃO DE SISTEMAS UTILIZANDO UMA PLANTA DIDÁTICA INDUSTRIAL Lyvia Regina Biagi Silva 1 lybiagi@hotmail.com Wagner Endo 1 wendo@utfpr.edu.br

Leia mais

CONTROLE DE SISTEMAS LINEARES SUJEITOS A SALTOS MARKOVIANOS APLICADO EM VEÍCULOS AUTÔNOMOS

CONTROLE DE SISTEMAS LINEARES SUJEITOS A SALTOS MARKOVIANOS APLICADO EM VEÍCULOS AUTÔNOMOS CONTROLE DE SISTEMAS LINEARES SUJEITOS A SALTOS MARKOVIANOS APLICADO EM VEÍCULOS AUTÔNOMOS Uma abordagem prática Apresentação preliminar Universidade de São Paulo USP Escola de Engenharia de São Carlos

Leia mais

VARIAÇÃO TÉRMICA NA ÁREA INTRA- URBANA DA CIDADE DE CURITIBA, PARANÁ, BRASIL NO VERÃO

VARIAÇÃO TÉRMICA NA ÁREA INTRA- URBANA DA CIDADE DE CURITIBA, PARANÁ, BRASIL NO VERÃO VARIAÇÃO TÉRMICA NA ÁREA INTRA- URBANA DA CIDADE DE CURITIBA, PARANÁ, BRASIL NO VERÃO Antonio Carlos Batista, Luciana Leal, Daniela Biondi Curso de Pós-graduação em Engenharia Florestal Universidade Federal

Leia mais

Engenharia de Software no Curso de Ciência da Computação

Engenharia de Software no Curso de Ciência da Computação Engenharia de Software no Curso de Ciência da Vera Maria B. Werneck; Rosa Maria E. M. da Costa; Maria Clicia Stelling de Castro; Alexandre Sztajnberg; Paulo Eustáquio D. Pinto; Roseli S.Wedemann Departamento

Leia mais

Reunião Técnica Plano de Segurança da Água. 23 de novembro de 2010 - OPAS

Reunião Técnica Plano de Segurança da Água. 23 de novembro de 2010 - OPAS Reunião Técnica Plano de Segurança da Água 23 de novembro de 2010 - OPAS Introdução Qualidade da água e saneamento inadequados provocam 1,8 milhão de mortes infantis a cada ano no mundo (OMS, 2004), o

Leia mais

DRHi-SF - DISPONIBILIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS NA BACIA DO SÃO FRANCISCO

DRHi-SF - DISPONIBILIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS NA BACIA DO SÃO FRANCISCO DRHi-SF - DISPONIBILIDADE DOS RECURSOS HÍDRICOS NA BACIA DO SÃO FRANCISCO João Felipe Souza 1 ; Fernando Falco Pruski 2, Renata del Giudice Rodriguez 3 & Heber Tormentino de Sousa 4 RESUMO A bacia do rio

Leia mais

T- 072 FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA

T- 072 FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA T- 072 FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA FERRAMENTAS PARA DETERMINAÇÃO DO PADRÃO DE CONSUMO RESIDENCIAL DE ÁGUA Tema I: Abastecimento de Água Autores: Jennifer Conceição

Leia mais

Reconhecimento de Dados Biométricos em Larga Escala

Reconhecimento de Dados Biométricos em Larga Escala Reconhecimento de Dados Biométricos em Larga Escala Profa. Fabíola Gonçalves Pereira Greve DCC - UFBA Departamento de Ciência da Computação Grupo de Algoritmos e Computação Distribuída http:// Equipe Profa.

Leia mais

IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems

IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems OFFICIAL SESSION n FT 5-13 March, 21 st 2005-16 H 30-18 H 30 BANAMEX CENTER ROOM ITURBIDE N 3 Mr. Oscar Cordeiro NETTO

Leia mais

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos.

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. CHAMADA PÚBLICA SENAT/TRANSPORTES Nº 001/2013 Em Ordem Alfabética A) PROPOSTAS

Leia mais

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DE METAIS COMPLEXADOS EM CHUVAS ÁCIDAS

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DE METAIS COMPLEXADOS EM CHUVAS ÁCIDAS AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DE METAIS COMPLEXADOS EM CHUVAS ÁCIDAS Ana Beatris Souza de Deus (1) Aluna de Doutorado no CPG - Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental Instituto de Pesquisas Hidráulicas

Leia mais

19 à 22 de outubro de 2014. Minascentro Belo Horizonte / MG. Resíduos de Serviços de Saúde, Ambiente e Saúde

19 à 22 de outubro de 2014. Minascentro Belo Horizonte / MG. Resíduos de Serviços de Saúde, Ambiente e Saúde 2º Simpósio Brasileiro Saúde e Ambiente Desenvolvimento, conflitos territoriais e saúde: ciência e movimentos sociais para a justiça ambiental na políticas públicas. 19 à 22 de outubro de 2014 Minascentro

Leia mais

HORÁRIO DE PROVAS 2º semestre 2013

HORÁRIO DE PROVAS 2º semestre 2013 1º PERÍODO 1ª Bimestrais 11/09 Cálculo Diferencial e Integral I 27/09 Física Experimental I 30/09 Física Geral I 2ª Bimestrais 23/10 Cálculo Diferencial e Integral I 25/10 Física Experimental I 31/10 Física

Leia mais

Formação de um Game Developer

Formação de um Game Developer M1ND Corporation 29 de maio de 2005 Game levado a sério Mercado e Academia Mercado Internacional Mercado Nacional O Profissional Duelo dos FPS (Quake x Duke Nuken) Definição dos grandes tipos de games

Leia mais