RESPONSABILIDADE CIVIL EM OBRAS DE FUNDAÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESPONSABILIDADE CIVIL EM OBRAS DE FUNDAÇÕES"

Transcrição

1 Seminário de Engenharia De Fundações Especiais E Geotecnia 1ª Feira da Indústria de Fundações e Geotecnia RESPONSABILIDADE CIVIL EM OBRAS DE FUNDAÇÕES Sussumu Niyama, Dr. Eng.

2 QUANTAS LEIS EXISTEM NO BRASIL? > Leis Federais 2000 a 2010: novas Leis em leis todas as esferas ( 2007) QUANTAS LEIS PRECISAMOS CONHECER?

3 CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Lei 8.078/90 CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO Lei /2002 CONSTITUIÇÃO DO BRASIL 1988 Definem Responsabilidades

4 Dever que alguém tem de reparar o prejuízo decorrente da violação de um direito de outrem (Del Mar, 2008). RESPONSABILIDADE CIVIL Art. 927 Cód. Civil: Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, quando a atividade implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem Responsabilidad e Objetiva Código Civil de 2002 ampliou as hipóteses de responsabilidade objetiva, em que a prova da culpa não se faz mais necessária. Basta a demonstração do dano e do nexo causal (Del Mar, 2008). Atividade de Risco

5 FUNDAÇÕES ATIVIDADE COM RISCO Estatísticas indicam que riscos geotécnicos estão entre os principais causadores de prejuízos na indústria da construção (Marzullo, 2012). Há um falso conceito de que a Engenharia civil é uma ciência exata. Isso não é verdadeiro. Não há duas obras iguais. Segurança estrutural é uma questão de confiabilidade estatística. Não há obra de Engenharia isenta de riscos (Del Mar, 2008). Reconhecendo que a engenharia de fundações não é uma ciência exata e que riscos são inerentes a toda e qualquer atividade que envolva fenômenos ou materiais da natureza... (NBR 6122, 2010).

6 FUNDAÇÕES ATIVIDADE COM RISCO Risco = Probabilidade de ruína x Custo de reparação da ruína (Aoki 2011, 2008). O público em geral, o investidor, o projetista e o executor devem estar cientes de que a engenharia é uma atividade de risco, e devem trabalhar no sentido de minimizar a probabilidade de ruína estimada. Os riscos esperados decorrentes desta análise devem ser cobertos por seguros adequados. (Aoki, 2008). Investir mais em investigação, tecnologia, qualidade, segurança e sustentabilidade, reduz o risco e traz economia à obra.

7 Nossa atividade tem RISCO Nossa responsabilidad e é OBJETIVA SEGURO DE RISCO DE ENGENHARIA criado para necessidades específicas da construção civil

8 Nossa atividade tem risco Nossa responsabilidad e é objetiva Cobertura Adicional Responsabilidade Civil Geral Responsabilidade Civil Cruzada Cobre danos causados por seus subempreiteiros, como se cada um tivesse um seguro. SEGURO DE RISCO DE ENGENHARIA contrata Obrigatoriamente Cobertura básica de instalações e montagens (IM); Cobertura básica de obras civis em construção (OCC) Cobertura básica de obras civis em construção e instalações e montagens (OCC/IM).

9 MUDANÇAS NO MERCADO DE SEGUROS Seguradoras concluem que a cobertura de riscos geológicogeotécnicos pode lhes imputar prejuízos não previstos Inclusão de algumas cláusulas de exclusão nos contratos de Seguro de Risco de Engenharia e de Responsabilidade Civil.

10 MUDANÇAS NO MERCADO DE SEGUROS Exemplos de cláusulas de exclusão... este seguro não cobre perdas, danos ou responsabilidades decorrentes de condições geológicas adversas e/ou situações imprevistas do solo, quer tenham sido detectadas ou não pelas sondagem contratadas para obra objeto deste seguro. Salvo estipulação expressa nesta Apólice, este contrato não cobre danos causados por sondagens, rebaixamento de lençol, escavações, galerias, estaqueamento e serviços correlatos (fundações) nas coberturas de Responsabilidade Civil Geral e Cruzada (RCGC) e Propriedades Circunvizinhas. O salvo estipulação implica cobertura adicional de Responsabilidade Civil Geral e Cruzada com Fundações.

11 MUDANÇAS NO MERCADO DE SEGUROS Condições para Cobertura de RCGV com Fundações Só indenizará se perdas e danos de bens, terra ou prédio resultarem em desmoronamento total ou parcial. Só indenizará se, antes do início da construção, sua condição for perfeita e as medidas de prevenção tiverem sido tomadas e se houver um relatório prévio sobre as condições destes bens, terra ou prédio em perigo. Não indenizará danos previsíveis considerando a natureza do trabalho de construção ou a maneira de execução.

12 Outras cláusulas de exclusão Inobservância de normas da ABNT ou de disposições específicas de outros órgãos competentes. uso de materiais ainda não testados. uso de métodos de trabalho ainda não experimentados e aprovados pelos órgãos competentes

13 COMO CONTRATAR SEGUROS O contrato se configura como de adesão; as condições de apólice são padronizadas e aprovadas pelos órgãos governamentais. O segurado adere com margem limitada de opção. (Finn, 2012). Cada seguradora define forma de contratação das coberturas existentes em seus planos e a sua complexidade, pode originar debate judicial para aclarar quanto à cobertura contratada na ocorrência de algum sinistro.

14 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Código Civil Brasileiro e o entendimento do Direito se encaminham para inversão do fundamento da responsabilidade civil. Aquele que causar dano a outrem se obriga a indenizar, com ou sem culpa. Art. 625 do Código Civil: Poderá o empreiteiro suspender a obra, quando, no decorrer dos serviços, se manifestarem dificuldades imprevisíveis de execução, resultantes de causas geológicas ou hídricas, ou outras semelhantes, de modo que torne a empreitada excessivamente onerosa, e o dono da obra se opuser ao reajuste do preço inerente ao projeto por ele elaborado, observados os preços.

15 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Atividade de fundações tem riscos. Probabilidade de ruína um fator para avaliar o risco e contratar o valor de SEGURO que cubra efetivamente a reparação desta ruína. Norma NBR 6122, de 20/10/2010, estabelece obrigatoriedade de provas de carga. Para poder reduzir coeficiente de segurança de 2,0 para 1,6!!! Engenheiros também são acionados por clientes por erros ou omissões que resultam em prejuízos. Fundamental contratar Seguro de Responsabilidade Civil Profissional

16 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Seguradoras perceberam que obras geotécnicas e fundações não são tão previsíveis e criaram cláusulas de exclusão para estes riscos e coberturas adicionais para fundações. A complexidade das cláusulas de coberturas e exclusões, envolvendo riscos geotécnicos e de fundações recomenda que os seguros de risco de engenharia, de responsabilidade civil e profissional sejam contratados através de corretores e consultores especializados.

17 Seminário de Engenharia De Fundações Especiais E Geotecnia 1ª Feira da Indústria de Fundações e Geotecnia OBRIGAD O Sussumu Niyama, Dr. Eng.

Seguros e Garantias para Empreendimentos de Construção Civil. Eng. Augusto Andrade

Seguros e Garantias para Empreendimentos de Construção Civil. Eng. Augusto Andrade Seguros e Garantias para Empreendimentos de Construção Civil Eng. Augusto Andrade 17/04/2013 Agenda Estrutura do Mercado Seguros no Brasil; Mercado de Resseguros; Seguros e Garantias para Construção Civil:

Leia mais

Minuta de Apólice de Responsabilidade Civil Profissional de Projectistas Requerida para Qualquer Contratação da PARQUE ESCOLAR, E.P.E.

Minuta de Apólice de Responsabilidade Civil Profissional de Projectistas Requerida para Qualquer Contratação da PARQUE ESCOLAR, E.P.E. Minuta de Apólice de Responsabilidade Civil Profissional de Projectistas Requerida para Qualquer Contratação da PARQUE ESCOLAR, E.P.E. No entanto, para que o nível de exigência aqui definido não constitua

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a seguir indicadas, nas condições

Leia mais

RISCOS DE ENGENHARIA CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL

RISCOS DE ENGENHARIA CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL As Coberturas Adicionais mencionadas nas Condições Especiais de Responsabilidade Civil serão aplicadas conjuntamente com as Condições Gerais e Especiais de Obras Civis em Construção, Instalação e Montagem

Leia mais

CONTRATUAL Obrigação de meio X Obrigação de Resultado. EXTRACONTRATUAL (ex. direito de vizinhança, passagem, águas, etc)

CONTRATUAL Obrigação de meio X Obrigação de Resultado. EXTRACONTRATUAL (ex. direito de vizinhança, passagem, águas, etc) Artigo 186, do Código Civil: Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito. CONTRATUAL

Leia mais

Condições da Apólice de Seguro

Condições da Apólice de Seguro Condições da Apólice de Seguro Minuta de Apólice de Responsabilidade Civil Profissional de Projectistas Requerida para Qualquer Contratação da PARQUE ESCOLAR, E.P.E. O seguro de RC Profissional, nos exactos

Leia mais

1. Razões Técnicas da Medida Sugerida

1. Razões Técnicas da Medida Sugerida VOTO ASSUNTO: Criação de norma que dispõe sobre regras e critérios para operação das coberturas oferecidas em planos de seguro de Riscos de Engenharia. PROCESSO N.º 15414.002179/2008-19 DIRETOR ALEXANDRE

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TRACKER COM SEGURO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TRACKER COM SEGURO Página 1 de 7 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TRACKER COM SEGURO ET DO BRASIL LTDA., empresa com sede à Rua Federação Paulista de Futebol, 777, Barra Funda, São Paulo/SP, CEP: 01141-040, inscrita no

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PROJETOS DE BARRAGENS DE REJEITOS

BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PROJETOS DE BARRAGENS DE REJEITOS SEMINÁRIO SOBRE A GESTÃO DA SEGURANÇA DE BARRAGENS EM MINERAÇÃO DNPM/IBRAM/SINDIEXTRA/FEAM/CREA-MG BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE PROJETOS DE BARRAGENS DE REJEITOS ENG. JOAQUIM PIMENTA DE ÁVILA ENG. RICARDO

Leia mais

Riscos de Projetos / Obras. Edson Toguchi, superintendente de Engenharia, Garantia e Responsabilidades da Allianz Seguros

Riscos de Projetos / Obras. Edson Toguchi, superintendente de Engenharia, Garantia e Responsabilidades da Allianz Seguros Riscos de Projetos / Obras Edson Toguchi, superintendente de Engenharia, Garantia e Responsabilidades da Allianz Seguros Apresentação 1 Falando de Oportunidades 2 Mercado Segurador diante das oportunidades

Leia mais

PERÍCIAS PARA SEGUROS

PERÍCIAS PARA SEGUROS Apresentação PERÍCIAS PARA SEGUROS Eng. Civil Inálvaro Nazaré Soares Especialista em Gestão de Riscos Conselheiro do IBAPE/Ba inalvaro@gmail.com tel.(71) 9956-3263 PERÍCIAS PARA SEGUROS Boa Tarde! Porque

Leia mais

SEGURO D&O NOVEMBRO 2010

SEGURO D&O NOVEMBRO 2010 SEGURO D&O NOVEMBRO 2010 Princípios Gerais (Lei das Sociedades por Ações): O administrador não é pessoalmente responsável pelas obrigações que contrair em nome da sociedade e em virtude de ato regular

Leia mais

7. Tópicos Especiais em Responsabilidade Civil. Tópicos Especiais em Direito Civil

7. Tópicos Especiais em Responsabilidade Civil. Tópicos Especiais em Direito Civil 7. Tópicos Especiais em Responsabilidade Civil Tópicos Especiais em Direito Civil Introdução A Responsabilidade Civil surge em face de um descumprimento obrigacional pela desobediência de uma regra estabelecida

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO

MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO IMPORTANTE Este Manual tem função meramente informativa, não substituindo, em hipótese alguma, as condições gerais e especiais da apólice. Da mesma

Leia mais

Escola Nacional de Seguros

Escola Nacional de Seguros Escola Nacional de Seguros Seminário Seguros de Riscos Ambientais e Seguros de Responsabilidade Civil Geral no Brasil Palestra: Seguros de Riscos Ambientais: estágio de desenvolvimento atual São Paulo,

Leia mais

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador.

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador. SEGURO-GARANTIA - CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador no contrato principal, firmado com o segurado, conforme os termos da apólice. I. Seguro-Garantia:

Leia mais

Prefeitura Municipal de Limeira Secretaria de Urbanismo

Prefeitura Municipal de Limeira Secretaria de Urbanismo ANEXO 6 CONDIÇÕES GERAIS DAS APÓLICES DE SEGUROS A CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter vigentes durante todo o prazo da CONCESSÃO as seguintes apólices de seguros: 1. Riscos Nomeados, para cobertura

Leia mais

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO

REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO REGULAMENTOS DAS COBERTURAS OPCIONAIS PREVCAR AUTO RESPONSABILIDADE CIVIL FACULTATIVA ESTA COBERTURA NÃO PODERÁ SER CONTRATADA ISOLADAMENTE FICANDO CONDICIONADA À COBERTURA DO EQUIPAMENTO ATIVO CADASTRADO

Leia mais

COBERTURA DE PERDA DE LUCRO BRUTO E DESPESAS EXTRAORDINARIAS

COBERTURA DE PERDA DE LUCRO BRUTO E DESPESAS EXTRAORDINARIAS COBERTURA DE PERDA DE LUCRO BRUTO E DESPESAS EXTRAORDINARIAS Forma de Contratação do Limite Máximo de Responsabilidade 1. SEGURO A PRIMEIRO RISCO RELATIVO A seguradora responderá pelos prejuízos de sua

Leia mais

A SEGURADORA GLOBAL DE CONFIANÇA

A SEGURADORA GLOBAL DE CONFIANÇA A SEGURADORA GLOBAL DE CONFIANÇA RESPONSABILIDADE CIVIL Principais Características ÍNDICE O que é RC Riscos Excluídos Forma de Contratação e Prescrição O que é a Responsabilidade Civil Responsabilidade

Leia mais

Seguro de Riscos de Engenharia. Condições Especiais

Seguro de Riscos de Engenharia. Condições Especiais Seguro de Riscos de Engenharia Condições Especiais Agosto/2011 1 Índice 1. DESPESAS EXTRAORDINÁRIAS... 3 2. DESPESAS DE DESENTULHO... 3 3. TUMULTOS... 4 4. MANUTENÇÃO SIMPLES... 5 5. MANUTENÇÃO AMPLA...

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ARGOPAR PARTICIPAÇÔES LTDA FUNDAÇÕES ITABORAÍ SHOPPING ITABORAÍ - RJ ÍNDICE DE REVISÕES

RELATÓRIO TÉCNICO ARGOPAR PARTICIPAÇÔES LTDA FUNDAÇÕES ITABORAÍ SHOPPING ITABORAÍ - RJ ÍNDICE DE REVISÕES CLIENTE: FOLHA 1 de 17 PROGRAMA: FUNDAÇÕES AREA: ITABORAÍ SHOPPING ITABORAÍ - RJ RESP: SILIO LIMA CREA: 2146/D-RJ Nº GEOINFRA ÍNDICE DE REVISÕES REV DESCRIÇÃO E / OU FOLHAS ATINGIDAS Emissão inicial DATA

Leia mais

Cálculo Web agora com os produtos de: Risco de Engenharia e RC Obras

Cálculo Web agora com os produtos de: Risco de Engenharia e RC Obras Cálculo Web agora com os produtos de: Risco de Engenharia e RC Obras Cálculo Web: Risco de Engenharia e RC Obras Risco de Engenharia com limite de contratação para obras de até R$ 10 milhões; RC Obras

Leia mais

CONSULTORES RISCOS DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA

CONSULTORES RISCOS DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA RISCOS DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA CONSULTORES Uma pesquisa interna recente demonstra que 70% das PME de consultoria não têm uma proteção de seguros eficaz contra reclamações de responsabilidade civil.

Leia mais

RISCOS DE INFRAESTRUTURA XIV Encontro Anual do Comitê do Setor Elétrico da ABGR

RISCOS DE INFRAESTRUTURA XIV Encontro Anual do Comitê do Setor Elétrico da ABGR RISCOS DE INFRAESTRUTURA XIV Encontro Anual do Comitê do Setor Elétrico da ABGR Tópicos 1. Principais Modalidades de Seguros para os Projetos de Infraestrutura e suas Principais Coberturas. 2. Desafios

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS BÁSICOS PRELIMINARES SOBRE SEGUROS PARA O ÂMBITO DO MERCOSUL

GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS BÁSICOS PRELIMINARES SOBRE SEGUROS PARA O ÂMBITO DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES.Nº 83/99 GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS BÁSICOS PRELIMINARES SOBRE SEGUROS PARA O ÂMBITO DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Recomendação Nº

Leia mais

SEGUROS PATRIMONIAIS. www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013

SEGUROS PATRIMONIAIS. www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013 SEGUROS PATRIMONIAIS www.sindsegsc.org.br PDES Programa de Desenvolvimento dos Executivos do Seguro Agosto/2013 SEGUROS COMPREENSIVOS Nilso Gonçalves Membro Comissão Ramos Diversos PDES Seguros Compreensivos

Leia mais

Gestão de Riscos. Glossário de seguros

Gestão de Riscos. Glossário de seguros Gestão de Riscos Glossário de seguros A ADESÃO - Termo utilizado para definir características do contrato de seguro; contrato de adesão; ato ou efeito de aderir. ADITIVO - Termo utilizado para definir

Leia mais

Estacas hélice contínua: solução ou problema? Ou melhor dizendo: lucro ou prejuízo? Você decide ao contratar

Estacas hélice contínua: solução ou problema? Ou melhor dizendo: lucro ou prejuízo? Você decide ao contratar Estacas hélice contínua: solução ou problema? Ou melhor dizendo: lucro ou prejuízo? Você decide ao contratar Urbano Rodriguez Alonso Eng. Civil, projetista e consultor em geotecnia, ex-professor da Escola

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA CIRCULAR SUSEP 232/03. Processo SUSEP nº 10.003.017/01-08

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA CIRCULAR SUSEP 232/03. Processo SUSEP nº 10.003.017/01-08 CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA CIRCULAR SUSEP 232/03 Processo SUSEP nº 10.003.017/01-08 Cláusula 1ª - OBJETO Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo Tomador no contrato principal,

Leia mais

RISCOS DE ENGENHARIA

RISCOS DE ENGENHARIA RISCOS DE ENGENHARIA AGENDA Mercado Brasileiro e Consultoria Especializada Enzo Ferracini ( JLT Riscos e Seguros ) Atuação do Engenheiro de Risco - Flavia Souza (Allianz Group ) Tendências e Coberturas

Leia mais

Anexo 7 Apólices de Seguros

Anexo 7 Apólices de Seguros Anexo 7 Apólices de Seguros A CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter vigentes durante todo o prazo da CONCESSÃO as seguintes apólices de seguros: 1. Riscos Nomeados, para cobertura dos bens patrimoniais

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Sócio Administrador (Pessoa Física) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros indenizados durante a vigência

Leia mais

SEGURO RODOVIAS ITAÚ Apólice de Seguro

SEGURO RODOVIAS ITAÚ Apólice de Seguro SEGURO RODOVIAS ITAÚ Apólice de Seguro Nº de Apólice: 1-96-4003077-0 Apólice anterior: 1-96 -4002010-0ência: 18/09/2011 A 18/09/2012 Nº da Proposta: 91911430 Dados do CONCESSIONARIA DA ROD OSORIO S/A 1.654.604/0001-14

Leia mais

A Recondução à Legalidade do Seguro Obrigatório de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga RCTR-C

A Recondução à Legalidade do Seguro Obrigatório de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga RCTR-C Grupo: A Recondução à Legalidade do Seguro Obrigatório de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga RCTR-C E Irregularidades do Seguro na DDR Comercialização do Frete até 1.990 EMPRESA

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

Entenda o seguro de responsabilidade civil

Entenda o seguro de responsabilidade civil HOME PERGUNTAS FREQUENTES MAPA DO SITE Segunda, 7 de Maio de 2012 HOME INDIVÍDUO EMPRESA MERCADO GLOSSÁRIO FALE CONOSCO RC EMPRESARIAL O que é? Tipos de coberturas Comprando uma apólice e poupando dinheiro

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA CIVIL MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Civil do CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTACIO RADIAL DE SÃO PAULO tem por missão graduar Engenheiros Civis

Leia mais

(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As coberturas oferecidas pelo mercado podem ser básicas, especiais e adicionais.

Leia mais

Questionário/Proposta para o Seguro de Construção/Montagem

Questionário/Proposta para o Seguro de Construção/Montagem Questionário/Proposta para o Seguro de Construção/Montagem 1. Título da Obra/Projecto (Se o Projecto tiver várias secções, especificar a(s) secções a segurar) 2. Local das obras País/ Estado Cidade/Bairro

Leia mais

Seguro de. Responsabilidade. Civil Profissional. Agências e Operadoras de Turismo

Seguro de. Responsabilidade. Civil Profissional. Agências e Operadoras de Turismo Seguro de O que é Seguro de (RCP)? 1 Trata-se do seguro que garante o reembolso de prejuízos, pelos quais as agências de turismo possam vir a ser responsabilizadas civilmente em decorrência de danos causados

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE BIZVOX, UBOOK E UMBARATO

MANUAL DO CLIENTE BIZVOX, UBOOK E UMBARATO MANUAL DO CLIENTE BIZVOX, UBOOK E UMBARATO Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Nov./14 2 MANUAL DO CLIENTE BIZVOX, UBOOK E UMBARATO O produto disponibilizado pelas empresas Bizvox, Ubook

Leia mais

Seguro RCG Cláusulas das Cob Adic ao Seguro Zurich Riscos Operacionais - fevereiro 2008 1/9

Seguro RCG Cláusulas das Cob Adic ao Seguro Zurich Riscos Operacionais - fevereiro 2008 1/9 RESPONSABILIDADE CIVIL DANOS MORAIS Gerais, fica entendido e acordado que tendo sido pago o prêmio adicional correspondente, o presente seguro indenizará também as quantias mensuráveis pelas quais o segurado

Leia mais

REGRAS PADRÃO DA FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE TRANSITÁRIOS (FIATA) PARA SERVIÇOS DE AGENTE TRANSITÁRIO PARTE I -DISPOSIÇÕES GERAIS

REGRAS PADRÃO DA FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE TRANSITÁRIOS (FIATA) PARA SERVIÇOS DE AGENTE TRANSITÁRIO PARTE I -DISPOSIÇÕES GERAIS REGRAS PADRÃO DA FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE TRANSITÁRIOS (FIATA) PARA SERVIÇOS DE AGENTE TRANSITÁRIO PARTE I -DISPOSIÇÕES GERAIS 1. Aplicabilidade 1.1. As regras presentes entram em vigor quando incorporadas

Leia mais

Tecle ENTER para iniciar.

Tecle ENTER para iniciar. Tecle ENTER para iniciar. Energia Energias Renováveis Um mercado em ascensão Gerson CMS Raymundo São Paulo, Nov 2013 Agenda Allianz Investimentos e Seguros Informações necessárias para a contratação O

Leia mais

Responsabilidade Civil do Engenheiro. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Responsabilidade Civil do Engenheiro. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Responsabilidade Civil do Engenheiro Para Reflexão Ao indivíduo é dado agir, em sentido amplo, da forma como melhor lhe indicar o próprio discernimento, em juízo de vontade que extrapola as previsões legais

Leia mais

O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL

O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL O SEGURO AMBIENTAL COMO REQUISITO PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL PNRS POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS LEI N 13.577/2009 PROTEÇÃO DA QUALIDADE DO SOLO E GERENCIAMENTO DE ÁREAS CONTAMINADAS (SP) O

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Diretor, Conselheiro, CEO, CFO ou cargo Equivalente (pessoa física) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros

Leia mais

CO-SEGURADO VIGÊNCIA DO SEGURO OBJETO DO SEGURO CONDIÇÕES DE COBERTURA DE RESPONSABILIDADE CIVIL

CO-SEGURADO VIGÊNCIA DO SEGURO OBJETO DO SEGURO CONDIÇÕES DE COBERTURA DE RESPONSABILIDADE CIVIL DADOS DO ESTIPULANTE/SEGURADO Nome CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AEROMODELISMO Atividade Principal Desenvolvida CPF / CNPJ 42.508.044/0001-77 Endereço RUA DO ARROZ CE 21011-070 Nome Bairro PENHA CIRCULAR

Leia mais

RISCOS DE ENGENHARIA OBRAS CIVIS EM CONSTRUÇÃO

RISCOS DE ENGENHARIA OBRAS CIVIS EM CONSTRUÇÃO Nas próximas páginas estão contidas as CONDIÇÕES GERAIS que regem este seguro e estabelecem suas normas de funcionamento. - CONDIÇÕES GERAIS Cláusula 1ª - OBJETO DO SEGURO O presente seguro tem por objetivo

Leia mais

Energias Renováveis. Seguros de Infraestrutura. Gerson CMS Raymundo. São Paulo, Junho 2013

Energias Renováveis. Seguros de Infraestrutura. Gerson CMS Raymundo. São Paulo, Junho 2013 Energias Renováveis Seguros de Infraestrutura Gerson CMS Raymundo São Paulo, Junho 2013 Contato Grandes Riscos Gerson CMS Raymundo (11) 3171-6637 (11) 9.9912-6944 gerson.raymundo@allianz.com.br Agenda

Leia mais

Dispõe sobre a redução do valor global das gratificações de encargos especiais nos casos em que menciona e dá outras providências.

Dispõe sobre a redução do valor global das gratificações de encargos especiais nos casos em que menciona e dá outras providências. DECRETO Nº 25.826, DE 14 DE DEZEMBRO DE 1999. Publicado no D.O. nº 237, de 15 Dez 99, Pág, 04 e 05 e 06 e Transcrito no Boletim da SEDEC nº 179, de 15 Dez 99. Dispõe sobre a redução do valor global das

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES PARTICULARES

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES PARTICULARES SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES PARTICULARES 1 ÍNDICE CONDIÇÕES PARTICULARES Conteúdo 1. Estipulante... 3 2. Grupo Segurável... 3 3. Grupo Segurado... 3 4. Segurado... 3 5. Início, Vigência

Leia mais

ANEXO 19 Programa de Seguros. Fase de Construção

ANEXO 19 Programa de Seguros. Fase de Construção ANEXO 19 Programa de Seguros Fase de Construção 1. APÓLICE C.A.R. (todos os riscos de construção) Cobertura: Segurado: - Todos os riscos de perdas ou danos aos bens seguros por qualquer causa não expressamente

Leia mais

RELATÓRIO DE SONDAGEM

RELATÓRIO DE SONDAGEM Vitória, 19 de junho de 201 RELATÓRIO DE SONDAGEM CLIENTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KENNEDY OBRA/LOCAL: SANTA LUCIA - PRESIDENTE KENNEDY CONTRATO: ETFC.0..1.00 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...02 PERFIL

Leia mais

APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA

APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA APÓLICE/ENDOSSO DE SEGURO GARANTIA Apólice: 024612013000107750002827 Processo SUSEP : 15414.004045/2010-49 Endosso: 0000000 Número de Controle Interno: 7202Ě CONDIÇÕES PARTICULARES A Austral Seguradora

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005463/99-80 0 ÍNDICES CLÁUSULA SUPLEMENTAR DE INCLUSÃO AUTOMÁTICA DE FILHOS 1. Objetivo do Seguro 2. Definições 3. Garantias do Seguro 4.

Leia mais

AÇÕES REGRESSIVAS INSS

AÇÕES REGRESSIVAS INSS AÇÕES REGRESSIVAS INSS Salim Jorge Curiati São Paulo, 28 de outubro de 2008 Com fundamento no quanto disposto nos artigos 120 e 121 da 8.213/91 (Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS SOJA E SOJA IRRIGADA SEGURO AGRÍCOLA 1. APLICAÇÃO 2. OBJETO DO SEGURO

CONDIÇÕES ESPECIAIS SOJA E SOJA IRRIGADA SEGURO AGRÍCOLA 1. APLICAÇÃO 2. OBJETO DO SEGURO CONDIÇÕES ESPECIAIS SOJA E SOJA IRRIGADA SEGURO AGRÍCOLA 1. APLICAÇÃO 1.1. As presentes Condições Especiais complementam as Condições Gerais da apólice de Seguro Agrícola e se aplicam ao seguro de Soja

Leia mais

BILHETEPREMIÁVEL. Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14

BILHETEPREMIÁVEL. Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14 BILHETEPREMIÁVEL Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A Versão Ago./14 2 BILHETE PREMIÁVEL CAPEMISA MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O Bilhete Premiável Capemisa é um Seguro de Acidentes

Leia mais

REGRAS PADRÃO FIATA PARA SERVIÇOS DE AGENTE TRANSITÁRIO

REGRAS PADRÃO FIATA PARA SERVIÇOS DE AGENTE TRANSITÁRIO REGRAS PADRÃO FIATA PARA SERVIÇOS DE AGENTE TRANSITÁRIO PARTE I - DISPOSIÇÕES GERAIS 1. Pertinência 1.1. As presentes regras passam a vigorar quando incluídas em contrato, o que se dá por escrito, verbalmente

Leia mais

go to http://www.speculumscriptum.com

go to http://www.speculumscriptum.com go to http://www.speculumscriptum.com CONTRATO DE EMPREITADA - Conceito: Empreitada é o contrato em que uma das partes (empreiteiro) se obriga, sem subordinação ou dependência, a realizar certo trabalho

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão Curso: Engenharia Civil SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Civil da UNESA tem por missão formar Engenheiros Civis com sólida formação básica e profissional, alinhada com as diretrizes

Leia mais

PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO E ESTIPULAÇÃO AP-MODULAR ASSOC DE VETERANOS DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS 01.678.208/0001-27

PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO E ESTIPULAÇÃO AP-MODULAR ASSOC DE VETERANOS DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS 01.678.208/0001-27 ITAÚ SEGUROS S.A.CNPJ 61.557.039/000107 Produto APModular 10/2012v5 código cotação: 3250,108233 PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO E ESTIPULAÇÃO APMODULAR Estipulante CNPJ ASSOC DE VETERANOS DO CORPO DE FUZILEIROS

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO)

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) ESSOR Seguros S.A CNPJ 14.5 25.684/0001-50 Process o SUSEP Nº 1 54 14.002 72 3/2 01 2-09 O registro deste plano na SUSEP não im plica,

Leia mais

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial

(**) Renegociação de divida representada por Acordo Judicial São Paulo, 15 de maio de 2015. À Comissão de es Mobiliários ( CVM ) Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados - GIE Rua Sete de Setembro, 111 30º andar 20159-900 - Rio de Janeiro - RJ REF.: RELATÓRIO

Leia mais

Royal & SunAlliance Seguros

Royal & SunAlliance Seguros Royal Acidentes Pessoais O maior patrimônio de uma empresa são as pessoas. Por isso, o Royal Acidentes Pessoais garante a tranqüilidade dos funcionários e de suas famílias diante de imprevistos ocorridos.

Leia mais

RAMO RESPONSABILIDADE CIVIL GERAL CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL MÉDICO SEGURO COLECTIVO DA ORDEM DOS MÉDICOS

RAMO RESPONSABILIDADE CIVIL GERAL CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL MÉDICO SEGURO COLECTIVO DA ORDEM DOS MÉDICOS RAMO RESPONSABILIDADE CIVIL GERAL CONDIÇÕES ESPECIAIS RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL MÉDICO SEGURO COLECTIVO DA ORDEM DOS MÉDICOS ART 1 o OBJECTO DO SEGURO Pela presente Condição Especial fica garantida,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CADERNO DE ENCARGOS

CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO PARA ARRENDAMENTO COMERCIAL DO ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO/BEBIDAS DO PARQUE MANUEL DE CASTRO, EM CUBA CADERNO DE ENCARGOS CLÁUSULAS GERAIS Artº. 1º Âmbito de aplicação As cláusulas

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO. Condições Especiais

SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO. Condições Especiais SEGURO PRESTAMISTA IPTA - CARTÃO DE CRÉDITO Condições Especiais Processo SUSEP 15414. 004450/2009-23 Companhia de Seguros Aliança do Brasil - CNPJ 28.196.889/0001-43 Central de Atendimento aos Clientes:

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO SECRETARIA DE APOIO LEGISLATIVO - SGP2 SISTEMA DE APOIO AO PROCESSO LEGISLATIVO

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO SECRETARIA DE APOIO LEGISLATIVO - SGP2 SISTEMA DE APOIO AO PROCESSO LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO SECRETARIA DE APOIO LEGISLATIVO - SGP2 SISTEMA DE APOIO AO PROCESSO LEGISLATIVO PROJETO DE LEI 01-0516 / 2012 DE 2012 MATÉRIA LEGISLATIVA: PL 01-0516 / 2012 DE 10/12/2012

Leia mais

SEGUROS AMBIENTAIS. Dra. Eliane Pereira Rodrigues Poveda. Porto Alegre, 03 setembro de 2012

SEGUROS AMBIENTAIS. Dra. Eliane Pereira Rodrigues Poveda. Porto Alegre, 03 setembro de 2012 SEGUROS AMBIENTAIS Dra. Eliane Pereira Rodrigues Poveda Porto Alegre, 03 setembro de 2012 Corporate Solutions INSTRUMENTOS PREVENTIVOS DE CONTROLE: Aeroporto Aeroporto s s Aeroporto s Pré-sal Pré-sal Pré-sal

Leia mais

REGULAMENTO DO SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL

REGULAMENTO DO SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL REGULAMENTO DO SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL Artigo 1º Têm direito ao seguro de responsabilidade civil profissional contratado pela Ordem dos Contabilistas Certificados os profissionais neles inscritos

Leia mais

1.2 - São indenizáveis até o limite máximo indicado na especificação de seguro aeronáutico, os seguintes prejuízos:

1.2 - São indenizáveis até o limite máximo indicado na especificação de seguro aeronáutico, os seguintes prejuízos: CONDIÇÕES ESPECIAIS ADITIVO A GARANTIA CASCOS 1 - Objeto do seguro 1.1. Perda ou avaria da aeronave Respeitados os limites indicados na especificação de seguro aeronáutico a Seguradora, com base nas condições

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

INDENIZAÇÃO DE VIATURAS CIVIS

INDENIZAÇÃO DE VIATURAS CIVIS INDENIZAÇÃO DE VIATURAS CIVIS LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA: - IG 10-44 Instruções Gerais para Indenização de Danos Causados a Terceiros por Viaturas Pertencentes ao Exército; - Mensagem SIAFI 1999/197996,

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO Este Manual visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados

Leia mais

Gerenciamento de Risco e Programa de Seguros para Mineraçã. ção o em Subsolo e a Céu C u Aberto

Gerenciamento de Risco e Programa de Seguros para Mineraçã. ção o em Subsolo e a Céu C u Aberto Gerenciamento de Risco e Programa de Seguros para Mineraçã ção o em Subsolo e a Céu C u Aberto Principais Questões de Gerência de Risco A Incerteza quanto a estes questionamentos expõe as Empresas em:

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Corretores de seguros (pessoa física) e/ou Corretoras de Seguros (pessoa jurídica) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS - ALGODÃO HERBÁCEO SEGURO AGRÍCOLA

CONDIÇÕES ESPECIAIS - ALGODÃO HERBÁCEO SEGURO AGRÍCOLA 1. APLICAÇÃO Nº do Processo SUSEP: 15414.001178/2005-04 CONDIÇÕES ESPECIAIS - ALGODÃO HERBÁCEO SEGURO AGRÍCOLA 1.1. As presentes Condições Especiais complementam as Condições Gerais da apólice de Seguro

Leia mais

Artigo Técnico: Startup de Elevadores

Artigo Técnico: Startup de Elevadores Artigo Técnico: Startup de Elevadores Problemas enfrentados no início de operação de elevadores instalados em edifícios existentes modernização ou substituição dos equipamentos em edificações habitadas.

Leia mais

Parecer Técnico de Análise das Causas do Desabamento do Ed. Coroa do Meio RESUMO 1

Parecer Técnico de Análise das Causas do Desabamento do Ed. Coroa do Meio RESUMO 1 Parecer Técnico de Análise das Causas do Desabamento do Ed. Coroa do Meio RESUMO 1 1 OBJETIVO / FINALIDADE / INTERESSADO O Parecer Técnico tem por objetivo identificar as causas do desabamento do edifício

Leia mais

NORMA REGULAMENTAR N.º 18/2007-R, de 31 de Dezembro SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL DOS MEDIADORES D E SEGUROS

NORMA REGULAMENTAR N.º 18/2007-R, de 31 de Dezembro SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL DOS MEDIADORES D E SEGUROS Não dispensa a consulta do regulamento publicado em Diário da República NORMA REGULAMENTAR N.º 18/2007-R, de 31 de Dezembro SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL DOS MEDIADORES D E SEGUROS O Decreto-Lei

Leia mais

ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente:

ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente: ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS Proponente: Declaro que, caso venha a ser adjudicado com o objeto do Edital MS/CS 510- R02474, comprometo-me a efetuar a contratação de seguros para

Leia mais

De forma geral serve como um elemento de apoio econômico, proporcionando segurança financeira ao investimento.

De forma geral serve como um elemento de apoio econômico, proporcionando segurança financeira ao investimento. MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA 12 MESES ENCERRADOS EM ABRIL DE 2009 O seguro de Riscos de Engenharia garante ao construtor a cobertura para os prejuízos que venha a sofrer em decorrência

Leia mais

QUEM SOMOS. 1948 Interamericana Seguros chega ao Brasil. 1996 Assume o nome de AIG Brasil. 1997 Joint Venture com Unibanco Seguros criando

QUEM SOMOS. 1948 Interamericana Seguros chega ao Brasil. 1996 Assume o nome de AIG Brasil. 1997 Joint Venture com Unibanco Seguros criando AIG Seguros Brasil QUEM SOMOS 1948 Interamericana Seguros chega ao Brasil. 1996 Assume o nome de AIG Brasil. 1997 Joint Venture com Unibanco Seguros criando 2008 Após 10 anos de Joint Venture, Unibanco

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 269, de 30 de setembro de 2004. Estabelece, altera e consolida as regras e critérios complementares de funcionamento e de operação dos contratos de seguros de automóveis, com inclusão

Leia mais

SUMÁRIO 2.0 - SONDAGENS, AMOSTRAGENS E ENSAIOS DE LABORATÓRIO E CAMPO

SUMÁRIO 2.0 - SONDAGENS, AMOSTRAGENS E ENSAIOS DE LABORATÓRIO E CAMPO ESPECIFICAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE SERVIÇOS GEOTÉCNICOS ADICIONAIS SUMÁRIO 1.0 INTRODUÇÃO 2.0 - SONDAGENS, AMOSTRAGENS E ENSAIOS DE LABORATÓRIO E CAMPO 2.1 - CORTES 2.2 - ATERROS 2.3 - OBRAS DE

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE UNIDADES AUTÔNOMAS IMOBILIÁRIAS HOTELEIRAS OBJETO DE CONTRATOS DE INVESTIMENTO COLETIVO ( CIC ) NO EMPREENDIMENTO

OFERTA PÚBLICA DE UNIDADES AUTÔNOMAS IMOBILIÁRIAS HOTELEIRAS OBJETO DE CONTRATOS DE INVESTIMENTO COLETIVO ( CIC ) NO EMPREENDIMENTO OFERTA PÚBLICA DE UNIDADES AUTÔNOMAS IMOBILIÁRIAS HOTELEIRAS OBJETO DE CONTRATOS DE INVESTIMENTO COLETIVO ( CIC ) NO EMPREENDIMENTO CONDOMÍNIO HOTEL TATUAPÉ ( OFERTA ) DECLARAÇÃO DO ADQUIRENTE NOME DO

Leia mais

CONSULTORIA e PERÍCIAS em ENGENHARIA CIVIL

CONSULTORIA e PERÍCIAS em ENGENHARIA CIVIL CONSULTORIA e PERÍCIAS em ENGENHARIA CIVIL 1. CONSULTORIA / PERÍCIA DE ACOMPANHAMENTO NAS DIVERSAS ETAPAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL O acompanhamento das etapas da execução de um empreendimento imobiliário, por

Leia mais

As Compras Públicas, Sustentabilidade e Micro e Pequenas Empresas. Maurício Zanin Consultor SEBRAE Nacional

As Compras Públicas, Sustentabilidade e Micro e Pequenas Empresas. Maurício Zanin Consultor SEBRAE Nacional As Compras Públicas, Sustentabilidade e Micro e Pequenas Empresas Maurício Zanin Consultor SEBRAE Nacional 8.666/93 Lei Geral de Licitações 10.520/2002 Lei do Pregão 123/2006 Lei Geral de da MPE Modelo

Leia mais

O objetivo deste Termo é regular as condições de uso, cadastro e validação do Usuário da 99motos

O objetivo deste Termo é regular as condições de uso, cadastro e validação do Usuário da 99motos INTRODUÇÃO Bem-vindo ao aplicativo mobile 99motos e website da 99motos, certifique-se de ter lido e entendido os Termos de Uso e Política de Privacidade, denominados termos, que consistem em contrato firmado

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. 3.1- A Tabela de Preços pode ser alterada sem aviso prévio (P.V.P.). Os preços estão sujeitos á Taxa de IVA em vigor na lei fiscal

CONDIÇÕES GERAIS. 3.1- A Tabela de Preços pode ser alterada sem aviso prévio (P.V.P.). Os preços estão sujeitos á Taxa de IVA em vigor na lei fiscal CONDIÇÕES GERAIS 1- Disposições Gerais 1.1- As vendas de materiais e serviços pela Politejo S.A. regem-se pelas condições especiais de cada fornecimento, pelas presentes condições gerais e pela lei aplicável.

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 - ANEXO I

CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 - ANEXO I Fls. 3 da CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 - ANEXO I SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Siga Seguro Versão Mai./12 2 SIGA SEGURO MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. O SIGA SEGURO é um seguro de acidente pessoal coletivo por prazo certo, garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A. Prevenir é sempre

Leia mais

Contrato de Seguro. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Contrato de Seguro. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Contrato de Seguro Seguro Seguro: latim securus - tranqüilo, sem receio, isento de cuidados, fora de perigo. Gramaticalmente exprime o sentido de livre e isento de perigos e cuidados, posto a salvo, garantido.

Leia mais

CIRCULAR SUSEP 477/2013

CIRCULAR SUSEP 477/2013 CIRCULAR SUSEP 477/2013 Alterações e seus impactos sobre os agentes do mercado Roque Jr. de Holanda Melo Diretor de Sinistro e Jurídico AGENDA I. O QUE MUDOU? 1.1. Cobertura de Multas 1.2. Endosso Obrigatório

Leia mais

ANEXO C PROCEDIMENTO ALTERNATIVO PARA LICITAÇÕES

ANEXO C PROCEDIMENTO ALTERNATIVO PARA LICITAÇÕES ANEXO C LEG/OPR1/IDBDOCS: 547205 PROCEDIMENTO ALTERNATIVO PARA LICITAÇÕES Programa de Modernização do Sistema de Controle Externo dos Estados, Distrito Federal e Municípios Brasileiros - PROMOEX (Fase

Leia mais