(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES Página 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1"

Transcrição

1 SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES Página 1

2 1- INTRODUÇÃO: As coberturas oferecidas pelo mercado podem ser básicas, especiais e adicionais. Cobertura básica Seguros para obras civis em construção (OCC), para instalação e montagem (IM) e para OCC e IM: riscos inerentes à construção ou à instalação/montagem, inclusive incêndio, erro de execução ou de projeto e sabotagens; roubo e furto qualificado; riscos da natureza (danos causados p de granizo, queda de raio e alagamento, entre outros); e impacto de veículos e queda de aeronaves. Seguro para quebra de máquinas, perdas e danos materiais aos bens descritos na apólice, de natureza súbita e imprevisível, e decorrentes de causas como: defeitos de fabricação e de material; erros de projeto e de montagem; falta de habilidade; negligência; sabotagem; desintegração por força curto-circuito; e tempestade ou qualquer outra causa, exceto as expressamente excluídas e desde que tais bens necessitem de reparo ou reposição e enquanto permanecerem válidos os elementos declarados na proposta e no questionário respondido na contratação dessa cobertura. Coberturas especiais Despesas extraordinárias Cobre despesas de mão de obra para serviços noturnos e/ou realizados em feriados e finais de semana para consertos ou fretamento de meios de transporte. Tumultos cobre despesas com danos causados por tumulto, greve ou greve patronal (lockout). Desentulho do local Cobre despesas com a retirada de entulho do local. Obras concluídas Cobre danos materiais causados a partes da obra quando finalizadas. Obras temporárias Cobre danos materiais causados exclusivamente a barracões e andaimes existentes no local da construção. Incêndio após entrega da obra Cobre danos causados ao prédio e ao conteúdo de apartamentos, escritórios comerciais, etc. Despesas de salvamento e contenção de sinistros. Cobre despesas com providências de emergência para conter as consequências de prejuízo decorrente de acidentes. Danos morais decorrentes de responsabilidade civil. Cobre danos morais causados involuntariamente a terceiros em decorrência dos trabalhos pertinentes à obra Página 2

3 Coberturas adicionais Erro de projeto / risco de fabricante Cobre danos causados à obra decorrentes de erro de projeto mais prejuízos ocorridos durante reposição, reparo ou retificação. Responsabilidade civil Além de garantir indenização para danos a terceiros, cobre gastos com honorários de advogados. Responsabilidade civil cruzada Cobre os danos materiais e corporais causados involuntariamente a terceiros, decorrentes da execução da obra por empreiteiros ou subempreiteiros ligados diretamente ao segurado principal na prestação de serviços durante o prazo de vigência da apólice. Propriedade circunvizinha Cobre danos materiais a outros bens de propriedade do segurado ou bens de terceiros sob a sua guarda, custódia ou controle, existentes no canteiro de obras, desde que comprovadamente decorrentes dos trabalhos de execução ou testes. Equipamentos móveis/estacionários na obra Cobre danos de causa externa a equipamentos móveis ou estacionários dentro do canteiro de obras. Equipamentos e ferramentas de pequeno e médio porte. Garante perdas e danos materiais causados a equipamentos e ferramentas (como furadeiras, marteletes, serras elétricas, compressores,lixadeiras, betoneiras, de propriedade do segurado e/ou por provisórias dentro do canteiro de obras. Manutenção simples, ampla e garantia Manutenção simples Garante danos causados aos bens decorrentes da execução dos trabalhos de acertos, ajustes e verificação realizados durante o período de manutenção. Manutenção ampla Além da cobertura para manutenção simples, ou seja, para os empreiteiros segurados, durante as operações realizadas por eles, no período de manutenção, garante danos verificados nesse mesmo período, porém ocorridos na fase de construção ou instalação. Manutenção garantia Além das garantias para manutenção simples e ampla, garante os danos indiretos causados por erro de projeto e defeito de fabricação e de material. Esta garantia se aplica apenas para os seguros de instalação e montagem, sendo obrigatória a cobertura riscos do fabricante Página 3

4 Este deve ser necessariamente o montador e mantenedor do bem segurado. Transporte de materiais a serem incorporados à obra Cobre perdas e danos materiais causados aos bens e mercadorias sob a responsabilidade do segurado, inerentes ao seu ramo de atividade e relacionados à construção civil, exclusivamente durante o seu transporte, nos percursos terrestre, aéreo e aquaviário dentro do território brasileiro. Lucros cessantes decorrentes de responsabilidade civil.garante as quantias pelas quais o segurado é responsável, referentes a perdas financeiras e lucros cessantes causados involuntariamente a terceiros em decorrência dos trabalhos pertinentes à obra. Responsabilidade civil do empregador Garante as quantias pelas quais o segurado vier a ser responsável civilmente, devido aos danos corporais causados involuntariamente a empregados ou a seus representantes quando estiverem exclusivamente a seu serviço no canteiro de obras. Vale ainda lembrar que até novembro de 2013 a SUSEP divulgava os resultados por ramo considerando em cada rubrica do Demonstrativo de Resultado as operações de seguros e as de cessão de resseguro, ou seja, os prêmios ganhos consideravam os cedidos, os sinistros incluíam as recuperações de sinistros e as despesas de comercialização as recuperações de comissão. De agora em diante (após dez 2014) temos um aglomerado de números que produzem relações inúteis e confusas que somente os técnicos da SUSEP conseguem entender. O fato acima detonou as análises dos segmentos onde as operações de resseguro são fundamentais Como: Garantias, Riscos de Engenharia, Riscos Nomeados e Operacionais, Cascos, Marítimos, Aeronáuticos, Satélites, Riscos Rurais, Responsabilidade Civil, Riscos Nucleares, Lucros Cessantes, e Riscos de Petróleo. Para esse conjunto perdemos: 1- % Cessão de Resseguro; 2- % Sinistralidade Retida; 3- % Recuperação de Sinistros; 4- % Corretagem; 5- % Recuperação de Comissão de Resseguro. Isto é Brasil!!!!!!!!!! Página 4

5 2- MERCADO RISCOS DE ENGENHARIA: O segmento de Riscos de Engenharia encerrou o período com uma margem equivalente a 16,7% dos prêmios ganhos contra 15,0% dos mesmos no ano passado. Essa melhoria decorreu da redução da sinistralidade retida (soma dos sinistros ocorridos + Resultado de Resseguro a grosso modo), As despesas com comercialização praticamente foram iguais. O volume de vendas somou R$ 280,9 milhões contra R$ 232,3 milhões de 2014, um aumento de 20,9% (bem superior à inflação média do período IPCA = 8,47%). Vale lembrar que o Governo ainda está honrando contratos passados e que segundo o Ministro do Planejamento os novos investimentos somente após muito estudo, mesmo porque as verbas serão diminutas. A tendência é de declínio nas vendas. Seus números são detalhados a seguir: RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2015 R$ 2014 % 2015 % %15/14 PRÊMIOS EMITIDOS R$ ,00% R$ ,00% 20,95% PRÊMIOS GANHOS R$ ,00% R$ ,00% 3,83% SINISTROS OCORRIDOS R$ ,04% R$ ,44% -63,84% RESULTADO RESSEGURO -R$ ,12% -R$ ,99% >1000% MAGEM TÉCNICA R$ ,84% R$ ,57% 14,80% DESPESAS COMERCIAIS R$ ,81% R$ ,86% 13,92% MARGEM R$ ,03% R$ ,71% 15,43% Vejam que maluquice! Sinistralidade de 73% em 2014 e em 2015 de 25,4%. Só que em 2015 temos uma despesa de R$ 119 milhões de resseguro, onde tá embolado: Prêmios Cedidos, PPNG, Recuperação de Sinistros, Recuperação de Comissão!!!!!!!!!!! Uma loucura de bananas com laranjas. A SUSEP não tem mais estatística confiável para o Mercado (pelo menos nos negócios que possuem alta dependência de resseguro) Página 5

6 RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2015 R$ 2014 % 2015 % %15/14 AIG SEGUROS BRASIL S.A. R$ ,94% R$ ,54% >1000% ACE SEGURADORA S.A. R$ ,15% R$ ,41% 23,08% ZURICH MINAS BRASIL SEGUROS S.A. R$ ,21% R$ ,58% -26,05% ALLIANZ SEGUROS S.A. R$ ,79% R$ ,23% 162,61% LIBERTY SEGUROS S.A. R$ ,12% R$ ,96% 104,47% TOKIO MARINE SEGURADORA S.A. R$ ,05% R$ ,19% -37,87% SWISS RE CORPORATE SOLUTIONS BRASIL SEGUROS S.A. R$ ,03% R$ ,25% 153,38% GRUPO BB MAPFRE R$ ,05% R$ ,77% 49,30% FAIRFAX BRASIL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. R$ ,21% R$ ,59% -47,09% CAIXA SEGURADORA S.A. R$ ,25% R$ ,32% -35,72% FATOR SEGURADORA S.A. R$ ,16% R$ ,89% 62,16% BERKLEY INTERNATIONAL DO BRASIL SEGUROS S.A. R$ ,08% R$ ,79% -17,26% YASUDA MARÍTIMA SEGUROS S.A. R$ ,99% R$ ,09% -15,48% J. MALUCELLI SEGUROS S.A. R$ ,28% R$ ,38% -26,66% HDI SEGUROS S.A. -R$ ,31% R$ ,37% * BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS R$ ,09% R$ ,14% -34,19% ARGO SEGUROS BRASIL S.A. R$ ,47% R$ ,96% -21,18% PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS R$ ,73% R$ ,49% -19,55% SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS R$ ,26% R$ ,42% -59,63% ROYAL & SUNALLIANCE SEGUROS (BRASIL) S.A. R$ ,68% R$ ,42% -81,07% AXA SEGUROS S.A. R$ 0 0,00% R$ ,41% 0,00% CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS R$ ,79% R$ ,40% -38,56% DEMAIS -R$ ,23% R$ ,34% * AUSTRAL SEGURADORA S.A. R$ ,44% R$ ,33% -88,42% PAN SEGUROS S.A. R$ 0 0,00% R$ ,26% 0,00% NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. R$ ,25% R$ ,18% -11,67% POTTENCIAL SEGURADORA S.A. R$ ,11% R$ ,18% 86,77% GENERALI BRASIL SEGUROS S.A. R$ ,40% R$ ,11% -67,01% Totais R$ ,00% R$ ,00% 20,95% Página 6

7 RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2015 R$ 2014 % 2015 % %15/14 SP R$ ,72% R$ ,41% 43,75% RJ R$ ,79% R$ ,37% 25,13% BA R$ ,06% R$ ,29% -9,59% MG R$ ,53% R$ ,18% -25,36% PR R$ ,73% R$ ,60% -28,98% RS R$ ,85% R$ ,31% -14,32% PE R$ ,60% R$ ,12% -15,45% GO R$ ,55% R$ ,86% -32,62% RN R$ ,89% R$ ,78% 6,19% SC R$ ,95% R$ ,75% -4,81% CE R$ ,86% R$ ,67% -6,48% PA R$ ,10% R$ ,49% -71,96% DF R$ ,51% R$ ,38% -81,71% MS R$ ,33% R$ ,36% 31,25% AM R$ ,31% R$ ,31% 19,81% MA R$ ,50% R$ ,29% -29,71% RO R$ ,75% R$ ,27% -57,19% ES R$ ,43% R$ ,25% -29,80% SE R$ ,15% R$ ,25% 106,24% TO R$ ,08% R$ ,24% 265,19% MT R$ ,80% R$ ,23% -65,06% PI R$ ,24% R$ ,21% 8,43% PB R$ ,19% R$ ,15% -2,84% AL R$ ,32% R$ ,14% -48,27% AP R$ ,74% R$ ,05% -91,32% AC R$ ,02% R$ ,04% 114,21% RR R$ ,00% R$ ,01% 93,59% Totais R$ ,00% R$ ,00% 20,95% Página 7

8 RISCOS DE ENGENHARIA R$ % MARGEM ACE SEGURADORA S.A. 5,27% 11,59% AIG SEGUROS BRASIL S.A. 1,55% 21,42% ALLIANZ SEGUROS S.A. 34,17% 19,21% ARGO SEGUROS BRASIL S.A. 9,04% -8,79% AUSTRAL SEGURADORA S.A. 29,25% 8,32% AXA SEGUROS S.A. 0,00% 112,03% BERKLEY INTERNATIONAL DO BRASIL SEGUROS S.A. 22,53% 13,02% BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS 21,81% 7,45% CAIXA SEGURADORA S.A. 60,61% 56,35% CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS 14,72% 9,35% FAIRFAX BRASIL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. 3,57% 5,61% FATOR SEGURADORA S.A. 15,86% 7,67% GENERALI BRASIL SEGUROS S.A. 23,99% 81,89% HDI SEGUROS S.A. 0,01% -1,87% J. MALUCELLI SEGUROS S.A. -12,26% -13,71% LIBERTY SEGUROS S.A. 16,87% 17,28% GRUPO BB MAPFRE -20,03% 29,47% NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. -14,41% 26,70% PAN SEGUROS S.A. 0,00% 56,42% PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS 35,88% 50,86% POTTENCIAL SEGURADORA S.A. 210,18% -39,69% ROYAL & SUNALLIANCE SEGUROS (BRASIL) S.A. 32,25% 57,15% SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS 10,77% 6,03% SWISS RE CORPORATE SOLUTIONS BRASIL SEGUROS S.A. 5,62% 26,23% TOKIO MARINE SEGURADORA S.A. 20,18% 6,94% YASUDA MARÍTIMA SEGUROS S.A. -7,80% 32,84% ZURICH MINAS BRASIL SEGUROS S.A. 12,10% 9,61% DEMAIS -0,83% 24,10% Totais 15,03% 16,71% Página 8

9 RISCOS DE ENGENHARIA R$ % SINISTRALIDADE % COMERCIAL ACE SEGURADORA S.A. 110,70% 32,51% 7,91% 8,05% AIG SEGUROS BRASIL S.A. 798,23% 61,36% 10,98% 12,54% ALLIANZ SEGUROS S.A. -20,55% 78,60% 9,70% 7,34% ARGO SEGUROS BRASIL S.A. 31,67% 32,54% 19,88% 20,22% AUSTRAL SEGURADORA S.A. 42,46% -9,23% 11,30% 10,81% AXA SEGUROS S.A. 0,00% 77,75% 0,00% 16,91% BERKLEY INTERNATIONAL DO BRASIL SEGUROS S.A. 36,09% 50,85% 20,87% 24,47% BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS 29,46% -17,00% 5,24% 12,86% CAIXA SEGURADORA S.A. 37,57% 12,31% 13,82% 11,08% CHUBB DO BRASIL COMPANHIA DE SEGUROS 44,08% 132,90% 20,82% 21,91% FAIRFAX BRASIL SEGUROS CORPORATIVOS S.A. 25,63% 20,23% 11,56% 12,04% FATOR SEGURADORA S.A. 0,85% 13,73% 11,10% 15,99% GENERALI BRASIL SEGUROS S.A. 73,77% -3,70% 14,39% 9,55% HDI SEGUROS S.A. 159,14% 18,29% -0,59% 6,34% J. MALUCELLI SEGUROS S.A. 25,99% 51,96% 16,08% 16,72% LIBERTY SEGUROS S.A. 32,63% 13,27% 15,26% 17,51% GRUPO BB MAPFRE 127,14% -69,35% 8,48% 9,98% NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. 1,15% 8,60% 22,01% 21,75% PAN SEGUROS S.A. 0,00% -17,11% 0,00% 9,10% PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS 18,19% 13,74% 22,71% 24,97% POTTENCIAL SEGURADORA S.A. -165,78% 78,81% -126,10% 17,73% ROYAL & SUNALLIANCE SEGUROS (BRASIL) S.A. 47,61% -19,34% 12,60% 14,34% SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS 24,75% -23,98% 4,49% 3,86% SWISS RE CORPORATE SOLUTIONS BRASIL SEGUROS S.A. -19,86% 6,31% 16,05% 10,41% TOKIO MARINE SEGURADORA S.A. 20,05% 32,04% 16,52% 23,96% YASUDA MARÍTIMA SEGUROS S.A. 66,08% -13,13% 19,20% 19,78% ZURICH MINAS BRASIL SEGUROS S.A. 161,11% 20,56% 7,18% 9,79% DEMAIS -33,61% 3,21% 12,37% 7,60% Totais 73,04% 25,44% 10,81% 11,86% Página 9

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os

Leia mais

(MLRV) SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: D&O é uma abreviação da expressão em inglês Directors and Officers Liability Insurance. Este seguro

Leia mais

(MLRV) SEGURO EMPRESARIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO EMPRESARIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro Empresarial vem sofrendo baixas expressivas em função da situação econômica do País. Baixo

Leia mais

Classificação A Classificação do ramo Riscos de Engenharia compreende várias modalidades, enquadradas em duas grandes categorias:

Classificação A Classificação do ramo Riscos de Engenharia compreende várias modalidades, enquadradas em duas grandes categorias: MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO / 2011 Os Seguros de Riscos de Engenharia garantem, basicamente, a reposição de bens que tenham sofrido danos materiais, oferecendo cobertura

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os prêmios

Leia mais

RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012

RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012 RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012 1 ANÁLISE RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS: Essa análise está calcada nos números divulgados pela SUSEP referente ao período de jan a maio de 2012 através

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Transportes Internacionais encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 85 milhões contra R$ 84 milhões

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL I BIMESTRE -2013 1 O segmento de RC Geral encerrou o I Bimestre com um volume de produção de R$ 130 milhões contra R$ 124 milhões de 2012, um crescimento nominal

Leia mais

(MLRV) SEGURO RESIDENCIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO RESIDENCIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO RESIDENCIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro Residencial na atualidade tem um objetivo primordial à proteção das residenciais

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 26/10/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a setembro de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco

Leia mais

De forma geral serve como um elemento de apoio econômico, proporcionando segurança financeira ao investimento.

De forma geral serve como um elemento de apoio econômico, proporcionando segurança financeira ao investimento. MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA 12 MESES ENCERRADOS EM ABRIL DE 2009 O seguro de Riscos de Engenharia garante ao construtor a cobertura para os prejuízos que venha a sofrer em decorrência

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar

Leia mais

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País.

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 21/09/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a julho de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

(MLRV) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015)

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

(MLRV) CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Também chamado seguro de crédito doméstico, esse seguro oferece cobertura com validade no território

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações de

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 07/03/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao mês de janeiro 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de dados SES o

Leia mais

(MLRV) SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O seguro de Garantia Estendida tem como objetivo fornecer ao segurado, facultativamente

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários em caso de morte acidental, em caso de

Leia mais

(MLRV) SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: No seguro de vida podem ser contratadas garantias de morte ou invalidez, ambas por acidente

Leia mais

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente esse estudo será restrito ao volume de prêmios não tendo, por

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES SEGURO JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários em caso de morte acidental, em caso de invalidez permanente

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

CASTIGLIONE SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: No seguro de vida podem ser contratadas garantias de morte ou invalidez, ambas por acidente

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Automóveis encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 4,3 bilhões contra R$ 3,4 bilhões de 2012, um crescimento

Leia mais

SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012

SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012 SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012 1 SEGURO RISCOS RURAIS Esse estudo tomou por base dados oficiais gerados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, IBGE e pela SUSEP (Superintendência

Leia mais

SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012

SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras enviam

Leia mais

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL:

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL: VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 1- MERCADO GLOBAL: O segmento de Vida em Grupo detém o segundo lugar no ranking de vendas do Mercado, representando 10,92% das vendas totais em contra 10,48% do ano passado.

Leia mais

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO GARANTIA - TOTAL R$ 2010 % 2011 % %11/10. Prêmios Líquidos Emitidos R$ 260.843.284 100,0% R$ 313.271.

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO GARANTIA - TOTAL R$ 2010 % 2011 % %11/10. Prêmios Líquidos Emitidos R$ 260.843.284 100,0% R$ 313.271. MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS GARANTIA JAN A MAIO 2011 Esse foi um dos conjuntos que sofreram alterações em classificação de produtos. Pelo relatório da SUSEP passamos a ter somente dois ramos: Garantia

Leia mais

CASTIGLIONE (MLRV) SEGURO GARANTIA UM MERCADO NERVOSO

CASTIGLIONE (MLRV) SEGURO GARANTIA UM MERCADO NERVOSO SEGURO GARANTIA UM MERCADO NERVOSO A SUSEP acabou de divulgar os números referentes ao período de janeiro a novembro de 2011. Sem sombra de dúvidas o SES Sistema de Estatísticas da SUSEP é o único instrumento

Leia mais

ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014

ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014 ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 PRÊMIOS EMITIDOS: De acordo com os números divulgados pela SUSEP (07/08/2014)

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As características do seguro prestamista fazem com que o período de vigência seja de acordo

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PRESTAMISTA RESULTADOS E INDICADORES JAN A MAIO 2010 09-07-2010 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PRESTAMISTA Esse conjunto encerrou o período com um volume de vendas de R$

Leia mais

SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA

SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras enviam

Leia mais

AUTOMÓVEIS JAN A JUNHO 2015

AUTOMÓVEIS JAN A JUNHO 2015 AUTOMÓVEIS JAN A JUNHO 2015 Como sabemos a modalidade de Automóveis ainda é o carro-chefe do segmento de seguros. Desde a renúncia fiscal (IPI), aumento de crédito e taxa de juros mais coerentes, que a

Leia mais

AUTOMÓVEIS JAN A ABRIL 2015

AUTOMÓVEIS JAN A ABRIL 2015 AUTOMÓVEIS JAN A ABRIL 2015 Como sabemos a modalidade de Automóveis ainda é o carro-chefe do segmento de seguros. Desde a renúncia fiscal (IPI), aumento de crédito e taxa de juros mais coerentes, que a

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE 2010 X 2009

MERCADO BRASILEIRO DE 2010 X 2009 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS 2010 X 2009 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESULTADOS DE 2010 X 2009 A SUSEP divulgou hoje os números do Mercado de Seguros referente ao Exercício de 2010. Essa divulgação

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A AGOSTO -2013 1 O segmento de Transportes Nacionais encerrou o período com um volume de produção de R$ 1,14 bilhão contra R$ 1,10 bilhão de 2012,

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A AGOSTO -2013 1 O segmento de Transportes Internacionais encerrou o período com um volume de produção de R$ 322,5 milhões contra R$ 358,5 milhões

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGURO GARANTIA I BIMESTRE DE 2011

MERCADO BRASILEIRO DE SEGURO GARANTIA I BIMESTRE DE 2011 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS SEGURO GARANTIA I BIMESTRE DE 2011 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS SEGURO GARANTIA A SUSEP divulgou os números do I Bimestre de 2011 através do sistema SES, calcado nas informações

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL JAN A MAIO -2013 1 O segmento de Residencial encerrou o período com um volume de produção de R$ 804,8 milhões contra R$ 652,4 milhões de 2012, um crescimento nominal

Leia mais

A Margem de Contribuição do conjunto passou de 23,7% dos prêmios emitidos em 2014 para 21,9% em 2015.

A Margem de Contribuição do conjunto passou de 23,7% dos prêmios emitidos em 2014 para 21,9% em 2015. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 09/06/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a abril de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de

Leia mais

A Margem de Contribuição do conjunto passou de 28,1% dos prêmios emitidos em 2014 para 22,1% em 2015.

A Margem de Contribuição do conjunto passou de 28,1% dos prêmios emitidos em 2014 para 22,1% em 2015. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 30/07/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a junho de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de

Leia mais

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF]

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] [ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] ESTUDO DE MERCADO REFERENTE AO TOTAL ARRECADADO ENTRE PRÊMIOS E CONTRIBUIÇÕES NO MERCADO Realizado Acumulado - 2009 / 2010 -

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS FIANÇA LOCATÍCIA

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS FIANÇA LOCATÍCIA MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS FIANÇA LOCATÍCIA I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Fiança Locatícia encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 51,1 milhões contra R$ 40,3 milhões de 2012, um

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: Considerando o seguro residencial temos: Coberturas para estrutura e conteúdo do imóvel

1- INTRODUÇÃO: Considerando o seguro residencial temos: Coberturas para estrutura e conteúdo do imóvel 1- INTRODUÇÃO: O Seguro Residencial na atualidade tem um objetivo primordial à proteção das residenciais devido à total falta de segurança do País. Na verdade a população se encontra presa em suas casas

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL JAN -2013 1 O segmento de Residencial encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 160 milhões contra R$ 125 milhões de 2012, um crescimento nominal

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A NOV 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A NOV 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 11/01/2016 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a novembro de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESIDENCIAL I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Residencial encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 307 milhões contra R$ 247 milhões de 2012, um crescimento

Leia mais

Como poderemos ver é uma modalidade de alta rentabilidade e dominada pelo canal banco.

Como poderemos ver é uma modalidade de alta rentabilidade e dominada pelo canal banco. MERCADO DE SEGUROS BRASILEIRO RESIDENCIAL JANEIRO A JULHO DE 2008 Esse poderá ser o primeiro grande produto do chamado micro seguro. De fato a dificuldade para sua aplicabilidade para as camadas menos

Leia mais

MARGEM DE TRANSPORTES 2010 JAN A SET/2012. lcastiglione@uol.com.br - 11-992836616

MARGEM DE TRANSPORTES 2010 JAN A SET/2012. lcastiglione@uol.com.br - 11-992836616 MARGEM DE TRANSPORTES 2010 JAN A SET/2012 1 CONCEITOS E FONTES: Esse estudo tomou por base as informações divulgadas pela SUSEP através do sistema SES de 2010, 2011 e de jan a set/2012. Esses números foram

Leia mais

O proprietário tem a garantia do recebimento dos aluguéis atrasados; O seguro Locatícia oferece coberturas adicionais de danos ao imóvel, multa por

O proprietário tem a garantia do recebimento dos aluguéis atrasados; O seguro Locatícia oferece coberturas adicionais de danos ao imóvel, multa por Esse estudo está calcado nas informações divulgadas pela SUSEP através de seu sistema de informações SES obtido através da consolidação dos FIPES que as seguradoras enviam para a superintendência de forma

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a OUT/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201510_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A OUT 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A OUT 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A OUT 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações de

Leia mais

A Taxa Média de Retorno do Patrimônio Líquido foi equivalente a uma aplicação financeira com remuneração anual de 34,69% contra 24,94%.

A Taxa Média de Retorno do Patrimônio Líquido foi equivalente a uma aplicação financeira com remuneração anual de 34,69% contra 24,94%. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 07/03/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao mês de janeiro 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de dados SES o

Leia mais

AUTOMÓVEIS JAN A DEZ MERCADO GLOBAL:

AUTOMÓVEIS JAN A DEZ MERCADO GLOBAL: AUTOMÓVEIS JAN A DEZ 2015 1- MERCADO GLOBAL: Como sabemos a modalidade de Automóveis é o carro-chefe do segmento de seguros. Com o agravamento da situação econômica do País (inflação, desemprego, redução

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a SET/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201509_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA I TRIMESTRE - 2012

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA I TRIMESTRE - 2012 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA I TRIMESTRE - 2012 1 INTRODUÇÃO: A SUSEP divulgou os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao I Trimestre de 2011. Esses números são calcados

Leia mais

ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente:

ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente: ANEXO VI.9 - CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO DE SEGUROS Proponente: Declaro que, caso venha a ser adjudicado com o objeto do Edital MS/CS 510- R02474, comprometo-me a efetuar a contratação de seguros para

Leia mais

Seguros e Garantias para Empreendimentos de Construção Civil. Eng. Augusto Andrade

Seguros e Garantias para Empreendimentos de Construção Civil. Eng. Augusto Andrade Seguros e Garantias para Empreendimentos de Construção Civil Eng. Augusto Andrade 17/04/2013 Agenda Estrutura do Mercado Seguros no Brasil; Mercado de Resseguros; Seguros e Garantias para Construção Civil:

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS ACIDENTES PESSOAIS RESULTADOS E INDICADORES JAN A MAIO 2010 09-07-2010 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS ACIDENTES PESSOAIS Esse conjunto encerrou o período com um volume de

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS FIANÇA LOCATÍCIA

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS FIANÇA LOCATÍCIA MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS FIANÇA LOCATÍCIA JAN A MAIO -2013 1 O segmento de Fiança Locatícia encerrou o período com um volume de produção de R$ 141,8 milhões contra R$ 116,0 milhões de 2012, um crescimento

Leia mais

AUTOMÓVEIS JAN A NOV MERCADO GLOBAL:

AUTOMÓVEIS JAN A NOV MERCADO GLOBAL: AUTOMÓVEIS JAN A NOV 2015 1- MERCADO GLOBAL: Como sabemos a modalidade de Automóveis é o carro-chefe do segmento de seguros. Com o agravamento da situação econômica do País (inflação, desemprego, redução

Leia mais

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO SEGURO PRESTAMISTA 12 MESES ENCERRADOS EM ABRIL DE 2009 e 2008.

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO SEGURO PRESTAMISTA 12 MESES ENCERRADOS EM ABRIL DE 2009 e 2008. MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO SEGURO PRESTAMISTA 12 MESES ENCERRADOS EM ABRIL DE 2009 e 2008. O Seguro de Vida Prestamista é um seguro que garante o recebimento da dívida de seus clientes. Destinado às

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO PRESTAMISTA JAN A SET DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO PRESTAMISTA JAN A SET DE 2015 SUSEP SES SEGURO PRESTAMISTA JAN A SET DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: As características do seguro prestamista fazem com que o período de vigência seja de acordo com a cobertura individual. O início é às 24

Leia mais

RISCOS DE INFRAESTRUTURA XIV Encontro Anual do Comitê do Setor Elétrico da ABGR

RISCOS DE INFRAESTRUTURA XIV Encontro Anual do Comitê do Setor Elétrico da ABGR RISCOS DE INFRAESTRUTURA XIV Encontro Anual do Comitê do Setor Elétrico da ABGR Tópicos 1. Principais Modalidades de Seguros para os Projetos de Infraestrutura e suas Principais Coberturas. 2. Desafios

Leia mais

PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO. Seguros de Pessoas

PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO. Seguros de Pessoas PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO Seguros de Pessoas SEGUROS DE PESSOAS Brasil por UF SP e RJ detém 60% do mercado; MG se mantém em 3º no Brasil, com 7,6% de participação;

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2016 a ABR/2016 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201601_a_201604_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2016

Leia mais

ANEXO VI.7 - CONDIÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente:

ANEXO VI.7 - CONDIÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS. Proponente: ANEXO VI.7 - CONDIÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS Proponente: Declaro que, caso venha a ser adjudicado com o objeto do Edital MS/CS 510-R02473, comprometo-me a efetuar a contratação de seguros para a

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A SET 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A SET 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A SET 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações de

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a SET/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201509_BRL.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

:: SEI / CADE - 0056816 - Parecer ::

:: SEI / CADE - 0056816 - Parecer :: Página 1 de 9 Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770-504 Telefone:

Leia mais

ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF. Período de Referência: Dezembro de 2012

ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF. Período de Referência: Dezembro de 2012 ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF Período de Referência: Dezembro de 2012 Dezembro de 2012 Os dados apresentados foram extraídos da base SUSEP, a qual

Leia mais

Período de Referência: Dezembro de 2010 [ ESTUDO RERERENTE AO MERCADO SEGURADOR NACIONAL NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF

Período de Referência: Dezembro de 2010 [ ESTUDO RERERENTE AO MERCADO SEGURADOR NACIONAL NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF Período de Referência: Dezembro de 2010 [ ESTUDO RERERENTE AO MERCADO SEGURADOR NACIONAL NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF ] ABRANGÊNCIA DO SINDSEG Os dados apresentados foram extraídos da

Leia mais

SEGURO FIANÇA LOCATÍCIA

SEGURO FIANÇA LOCATÍCIA SEGURO FIANÇA LOCATÍCIA DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras enviam a

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

Normas gerais em seguro privado: concorrência e regulação de sinistro (Seminário Nova Lei Geral de Seguros 2012) CADE USP

Normas gerais em seguro privado: concorrência e regulação de sinistro (Seminário Nova Lei Geral de Seguros 2012) CADE USP Normas gerais em seguro privado: concorrência e regulação de sinistro (Seminário Nova Lei Geral de Seguros 2012) A lessandro O c tav iani CADE USP Agenda 1. Análise de voto do CADE BB Mapfre (2012) 2.

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A JUNHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A JUNHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS JAN A JUNHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações de mercado,

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a seguir indicadas, nas condições

Leia mais

RESENHA DO RESULTADO DO MERCADO DE SEGUROS. Faturamento e Rentabilidade dos Segmentos de Seguros, Previdência Privada e Capitalização.

RESENHA DO RESULTADO DO MERCADO DE SEGUROS. Faturamento e Rentabilidade dos Segmentos de Seguros, Previdência Privada e Capitalização. RESENHA DO RESULTADO DO MERCADO DE SEGUROS Janeiro a Dezembro de 2008 Faturamento e Rentabilidade dos Segmentos de Seguros, Previdência Privada e Capitalização. Dados Realizados em 2008 e Estimados para

Leia mais

Prefeitura Municipal de Limeira Secretaria de Urbanismo

Prefeitura Municipal de Limeira Secretaria de Urbanismo ANEXO 6 CONDIÇÕES GERAIS DAS APÓLICES DE SEGUROS A CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter vigentes durante todo o prazo da CONCESSÃO as seguintes apólices de seguros: 1. Riscos Nomeados, para cobertura

Leia mais

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS O objetivo do programa é combinar a sinergia existente entre concessionárias e seguradoras a fim de que, mediante a fidelização dos clientes,

Leia mais

MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO

MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO MANUAL SIMPLIFICADO DO SEGURO EMPRESARIAL DA PUC-RIO IMPORTANTE Este Manual tem função meramente informativa, não substituindo, em hipótese alguma, as condições gerais e especiais da apólice. Da mesma

Leia mais

N SEGURADO DADOS DO SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000

N SEGURADO DADOS DO SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000 SEGURADO DADOS DO SEGURADO N SEGURADO FACULDADES CATOLICAS 3039218 33.555.921/0001-70 LOCAL DE COBRANÇA / CORRESPONDÊNCIA CEP R ACRE 47 20081-000 CIDADE RIO DE JANEIRO UF RJ DADOS DA E-MAIL RAMO CONTRATO

Leia mais

Anexo 7 Apólices de Seguros

Anexo 7 Apólices de Seguros Anexo 7 Apólices de Seguros A CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter vigentes durante todo o prazo da CONCESSÃO as seguintes apólices de seguros: 1. Riscos Nomeados, para cobertura dos bens patrimoniais

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA 2015 RANKING DE OPERADORAS COM E SEM VGBL E INDICADORES OPERACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA 2015 RANKING DE OPERADORAS COM E SEM VGBL E INDICADORES OPERACIONAIS E PREVIDÊNCIA 2015 RANKING DE OPERADORAS COM E SEM VGBL E INDICADORES OPERACIONAIS 04/02/2016 1 Esse estudo vem apresentar o ranking brasileiro de seguradoras do Execício de 2015 com e sem o produto financeiro

Leia mais

Tecle ENTER para iniciar.

Tecle ENTER para iniciar. Tecle ENTER para iniciar. Energia Energias Renováveis Um mercado em ascensão Gerson CMS Raymundo São Paulo, Nov 2013 Agenda Allianz Investimentos e Seguros Informações necessárias para a contratação O

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2011 % Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2012 x Jan a Dez 2011 Morte 58.134 16% 60.752 12% 5% Invalidez Permanente 239.738 65% 352.495 69% 47% Despesas Médicas (DAMS) 68.484

Leia mais

Energias Renováveis. Seguros de Infraestrutura. Gerson CMS Raymundo. São Paulo, Junho 2013

Energias Renováveis. Seguros de Infraestrutura. Gerson CMS Raymundo. São Paulo, Junho 2013 Energias Renováveis Seguros de Infraestrutura Gerson CMS Raymundo São Paulo, Junho 2013 Contato Grandes Riscos Gerson CMS Raymundo (11) 3171-6637 (11) 9.9912-6944 gerson.raymundo@allianz.com.br Agenda

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO JAN -2013 1 INTRODUÇÃO: Esse estudo está baseado nos números divulgados pela SUSEP através do sistema SES referente ao mês de janeiro de 2013. Esses dados são calcados

Leia mais

Tecnologia e Inovação: Clientes Especiais. Paulo Sgarbi Agosto 2015

Tecnologia e Inovação: Clientes Especiais. Paulo Sgarbi Agosto 2015 Tecnologia e Inovação: Clientes Especiais. Paulo Sgarbi Agosto 2015 NOSSO CARTÃO DE VISITAS Alemanha > Grupo TALANX - Terceiro maior grupo segurador alemão > 9,8 milhões de veículos segurados Prêmio Emitido

Leia mais

SEGUROS DE CRÉDITO DADOS SUSEP JAN A AGOSTO

SEGUROS DE CRÉDITO DADOS SUSEP JAN A AGOSTO SEGUROS DE CRÉDITO DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras enviam a SUSEP,

Leia mais

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa e Acidentes por Unidade Federativa - 2016 Data: 23/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos, Caminhões, Ônibus Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Estados com maior número de mortes e acidentes - 2016 Este

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO

MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO MERCADO BRASILEIRO CAPITALIZAÇÃO I BIMESTRE -2013 1 INTRODUÇÃO: Esse estudo está baseado nos números divulgados pela SUSEP através do sistema SES referente ao mês de janeiro de 2013. Esses dados são calcados

Leia mais

Já considerando o VGBL temos um crescimento nominal de 11,44% ou real de 0,86% (praticamente acompanhou a inflação).

Já considerando o VGBL temos um crescimento nominal de 11,44% ou real de 0,86% (praticamente acompanhou a inflação). INTRODUÇÃO: Nesse estudo apresento o desempenho do Mercado de Seguros em termos de volume de prêmios emitidos e resultados por grupo / seguradora nas versões com e sem o produto financeiro VGBL e a estrutura

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE CAPITALIZAÇÃO OS NÚMEROS AINDA SÃO FAVORÁVEIS DADOS DE SUSEP -SES

MERCADO BRASILEIRO DE CAPITALIZAÇÃO OS NÚMEROS AINDA SÃO FAVORÁVEIS DADOS DE SUSEP -SES MERCADO BRASILEIRO DE CAPITALIZAÇÃO OS NÚMEROS AINDA SÃO FAVORÁVEIS DADOS DE 2007 2015 SUSEP -SES 1 INTRODUÇÃO: Como estamos acompanhando desde 2014 a situação econômica do País vem se deteriorando ao

Leia mais