As Aulas de Campo... Lugares visitados Aspectos positivos e negativos Relevância para o processo de ensino e aprendizado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "As Aulas de Campo... Lugares visitados Aspectos positivos e negativos Relevância para o processo de ensino e aprendizado"

Transcrição

1

2 As Aulas de Campo... Lugares visitados Aspectos positivos e negativos Relevância para o processo de ensino e aprendizado A aula de campo não pode ser, segundo ALENTEJANO & ROCHA-LEÃO, 2006, p. 53, entendida como simples passeio pelos estudantes: trabalho de campo é fundamental, mas, se realizado desarticulado do método e da teoria, tornase banal.

3 De acordo com Brasil (1998b, p. 126): (...) Esses trabalhos contemplam visitas planejadas a ambientes naturais, a áreas de preservação ou conservação, áreas de produção primária (plantações) e indústrias, segundo os diferentes planos de ensino do professor (...). Além de unidades de conservação, deve-se considerar a riqueza do trabalho de campo em áreas próximas, como o próprio pátio da escola, a praça que muitas vezes está a poucas quadras da escola, as ruas da cidade, os quintais das casas, os terrenos baldios e outros espaços do ambiente urbano, como a zona comercial ou industrial da cidade.

4 É um processo que se inicia quando a criança reconhece os lugares, conseguindo identificar as paisagens. Para tanto, precisa aprender a... Olhar Observar Descrever Registrar Analisar Comparar Estabelecer relações Interagir Questionar Representar...

5 ANÁLISE DO ESPAÇO REPRESENTADO Barragem Piraquara II a) O que você observa na fotografia? b) O que está representado? c) Que lugar é esse? d) Você presenciou essa construção ou ouviu comentários na época? e) E a Barragem pronta, você a conhece? f) Quais elementos estão representados nessa paisagem? g)essa paisagem sofreu muitas transformações? h) Como os lugares são transformados? i) Houve impactos ambientais nessa área? Quais? j) E os moradores dessa região, o que tiveram que fazer (o que aconteceu com eles)? k) Qual a função de uma Barragem (para que ela serve)? l) Por que essa barragem, que não é a única em Piraquara, foi construída no nosso município? m) Quais fatores podem promover transformações tão evidentes nos lugares? Por quê?

6 O Processo de Construção...

7

8 ESPAÇO GEOGRÁFICO OCUPAÇÃO ORGANIZAÇÃO TRANSFORMAÇÃO

9 Alguns Objetivos Aproximar os estudantes do conhecimento geográfico; Vivenciar e identificar as semelhanças e diferenças da realidade geográfica escolhida com seu espaço de referência; Analisar as dimensões naturais, sociais elementos geográficos do espaço local; e culturais dos Estabelecer ligação entre realidade do estudante; os conteúdos estudados e a Observar e sentir, in loco, a natureza, assim como os problemas provocados no meio ambiente pela ação humana; Estabelecer relações com outras abordagens metodológicas: diferentes formas de linguagens, inclusive visuais, auditivas ou de tamanho proporcional ao natural, fontes documentais, imagens/fotografias, música, estudo do meio, leitura de textos, dramatizações, pesquisas, etc.;

10 Propiciar a participação do estudante na leitura da realidade desenvolvendo o senso crítico, atitudes de responsabilidades e consciência do mundo em que vive; Compreender que relação a sociedade tem com o ambiente; Promover análises inter-relacionando a paisagem local com outros pontos do local, da cidade, do campo, do país e do mundo. Elucidar a importância e as significações do espaço geográfico.

11 Para realizar uma aula de campo é necessário: Selecionar os conteúdos que se pretende trabalhar (Plano de Trabalho Docente); Estabelecer um roteiro para a aula de campo que esteja de acordo com os conteúdos e objetivos propostos; Conhecer previamente os locais que serão visitados responsável (guia) que possa orientar o trabalho em campo. ou ter um Retomar o trabalho realizado durante a aula de campo quando retornar a sala de aula. Durante o trabalho com a aula de campo, é imprescindível que o professor faça uso de diversos documentos. O documento é um dos resultados da atividade humana capaz de representar um fato, ou seja, segundo o dicionário Aurélio (p. 700), documento é qualquer base de conhecimento disposta de forma que se possa utilizar como consulta, estudo, prova. FOTOGRAFIA

12 É a partir do meio que se pode perceber a obra dos homens no tempo e no espaço e perceber-se como sujeito.

13

14 LAMBE-LAMBE Lambe-lambe era o fotógrafo ambulante que tirava foto das pessoas nas ruas. Foram chamados assim porque em épocas passadas, era obrigatório que as fotografias de alguns documentos fossem datadas. Para isso, costumava-se fazer uma plaquinha de papel fotográfico. Como no instantâneo o negativo é em papel, que é fotografado, a plaquinha era feita em um minúsculo pedacinho de papel fotográfico, colado ao negativo. Até aí tudo bem. Mas o que essa história tem a ver como o nome lambe-lambe??? É que para fazer a colagem, o fotógrafo passava a língua na plaquinha para molhá-la e criar aderência. Daí, a famosa denominação, Lambe-lambe.

15 Niérci o pai da fotografia batizou-a inicialmente de heliografia. O nome definitivo veio em 1839 através de John Herschel. O 1º livro ilustrado com fotografias Pencil of Nature foi publicado em Londres entre 1844 e VOCÊ CARREGA NUM BOTÃO, NÓS FAZEMOS O RESTO. Slogam para venda da 1ª câmara popular. Tratava-se de uma câmara comercializada pela Kodak em 1888 que vinha com um rolo de 100 fotos prontas para utilizar. Ver foto da pessoa amada reduz a dor. 15 voluntários foram estudados por Arthur Aron, profº de Psicologia da Universidade de New York com ajuda de ressonância. Ficou comprovado que as áreas do cérebro que são ativadas ao ver a foto do par, pode reduzir até 44% de uma dor. Tal como o paracetamol.

16 12 de abril de 2015 Análise da fotografia a) O que fazendo? as pessoas estão b) Qual o público desta pedalada? c) Será que é aqui em Piraquara? d) O que leva a esta conclusão? e) Você participou alguém que foi? ou conhece f) Eles usam algum equipamento de segurança? g) Será que todos são atletas? h) Será que a intenção desta foto foi para Documentar ou representar um estilo de vida? i) Quais os objetos retratados? j) Como está a fisionomia dos participantes? k) Porque você acha imagem foi feita? que essa l) O que você acha que fotógrafo queria mostrar? o m) Que temas podem ser abordados em aula a partir dessa fotografia?

17 PEDALANDO E CONHECENDO PIRAQUARA 2015 Cerca de 180 ciclistas participaram da primeira etapa do ano Neste domingo (12) teve início a terceira temporada do Pedalando e Conhecendo Piraquara. Foi a primeira etapa, de cinco programadas durante todo o ano em diferentes lugares do município. Com um percurso entre estradas rurais de aclives e declives, o passeio inicial da edição 2015 levou os participantes para um local pouco conhecido, no bairro Planta Deodoro. Grupos de pedal de diversos municípios, famílias inteiras, casais e participantes sozinhos aproveitaram a manhã ensolarada deste domingo (12) para passear em Piraquara. Após a concentração no Centro de Informações Turísticas, o grupo de aproximadamente 180 pessoas seguiu pela Rua Manoel Alves Cordeiro para um destino surpresa programado pelo Departamento de Turismo. Logo no início do passeio os ciclistas enfrentaram os primeiros trechos de trilha no bairro Vila Rosa. O suspense sobre o trajeto chegou ao fim quando o grupo foi levado até uma propriedade particular, onde está sendo construído um aeroporto, na Planta Deodoro. A dimensão da obra e da pista surpreendeu os participantes, que ainda foram contemplados com a belíssima paisagem da Serra da Baitaca. Pedalando e conhecendo Piraquara O Pedalando e Conhecendo Piraquara foi idealizado em 2013 pelo Departamento Municipal de Turismo, com o intuito de fomentar a atividade turística no município, que possui um rico patrimônio natural e histórico. A cada etapa um trajeto inédito proporciona um novo passeio, em locais que apresentaram características diferentes. Próximas etapas 2ª Etapa 14/06 3ª Etapa 12/07 4ª Etapa 16/08 5ª Etapa 20/09

18 QUE PONTO METODOLÓGICO DE HISTÓRIA ESTAMOS?

19 Milhares de pessoas tiraram suas bicicletas de casa na manhã de domingo, dia 22 de março de 2015, para comemorar o aniversário de 322 anos de Curitiba no Passeio Ciclístico Condor, realizado pelo Condor Super Center e com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Curitiba e da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude.

20 ITABIRA MG OUTUBRO 2014

21 Os participantes tinham como temática a frase Salvando + Vidas, e, a partir daí foram decorações coloridas e criativas, que puderam ser vistas ao longo do passeio. Além deste concurso foi realizado um sorteio com os cupons de participação, que eram trocados por um quilo de alimento ou um pacote fralda. Rincão fev SC

22 METODOLOGIA?

23 DIFERENÇAS EXISTENTES ENTRE O PASSEIO CICLISTICO DE CURITIBA E O DE PIRAQUARA.

24 PIRAQUARA DÉC. 50

25 SÃO PAULO

26 QUAIS AS MUDANÇAS OCORRIDAS NO PASSEIO CICLISTICO EM PIRAQUARA DA DÉCADA DE 50 E DO ANO DE 2015?

27 Tecnologia Educacional

Conteúdo: Aula 1: As paisagens do mundo. O que é paisagem? A paisagem e as marcas do tempo. Aula 2: A paisagem e as desigualdades sociais.

Conteúdo: Aula 1: As paisagens do mundo. O que é paisagem? A paisagem e as marcas do tempo. Aula 2: A paisagem e as desigualdades sociais. Conteúdo: Aula 1: As paisagens do mundo. O que é paisagem? A paisagem e as marcas do tempo. Aula 2: A paisagem e as desigualdades sociais. 2 Habilidades: Aula 1: Entender que as características peculiares

Leia mais

EXERCÍCIO DA CIDADANIA E O TRABALHO DE CAMPO NA ESCOLA

EXERCÍCIO DA CIDADANIA E O TRABALHO DE CAMPO NA ESCOLA EXERCÍCIO DA CIDADANIA E O TRABALHO DE CAMPO NA ESCOLA ESTEVAN LISKA 1, DENIS DE OLIVEIRA RODRIGUES 1, GUSTAVO COSTA 1, GUSTAVO FIALHO 1, JENNIFER SILVA 1, JOSIAS OLIVEIRA 1, RENAN FERNANDO 1, TAMARES

Leia mais

Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo

Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo Daniel de Castro Brainer Pereira PIRES 1 Thatiane Oliveira de ALENCAR 2 Alessandra Oliveira ARAÚJO 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE RESUMO

Leia mais

1 Acadêmico, formando do Curso de Licenciatura com Habilitação em Música da UDESC. 2 Professora Mestra do Departamento de Música da UDESC.

1 Acadêmico, formando do Curso de Licenciatura com Habilitação em Música da UDESC. 2 Professora Mestra do Departamento de Música da UDESC. 1 O ensino de música extracurricular na Escola Técnica Federal em Florianópolis/SC: relato de experiência sobre uma oficina de improvisação musical realizada Maycon José de Souza 1 Universidade do Estado

Leia mais

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto 1 de 7 04/06/2013 12:52 globo.com notícias esportes entretenimento vídeos ASSINE JÁ CENTRAL E-MAIL criar e-mail globomail free globomail pro ENTRAR Paraná 04/06/2013 09h20 - Atualizado em 04/06/2013 12h15

Leia mais

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?)

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ação nº41/2012 Formadora: Madalena Moniz Faria Lobo San-Bento Formanda: Rosemary Amaral Cabral de Frias Introdução Para se contar histórias a crianças,

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR EM MATEMÁTICA RELATO DE EXPERIÊNCIA NO PROGRAMA GESTAR II Sidnei Luís da Silva Escola Municipal Vereador Benedito Batista Congatem - MG sidneiluisdasilva@yahoo.com.br Camila

Leia mais

Projeto: Formação continuada do maternal ao 3 ano do Ensino Fundamental A Turma que pensa... reflete e age Cidadania Ambiental

Projeto: Formação continuada do maternal ao 3 ano do Ensino Fundamental A Turma que pensa... reflete e age Cidadania Ambiental QUALIDADE NA PRÁTICA DOSCÊNCIA Centro Educacional Ana Galvan CNPJ 83.548.867?0001-03 Endereço: Rodovia SC 302 Km 292 Comunidade : Santa Tereza 89186 000 Aurora(SC) Fone: 47 3533-1108 Direção EDINARA JANIELI

Leia mais

48 Os professores optaram por estudar a urbanização, partindo dos espaços conhecidos pelos alunos no entorno da escola. Buscavam, nesse projeto, refletir sobre as características das moradias existentes,

Leia mais

TOTAL DE RESPONDENTES: 698 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 30 de maio e 01 de junho, nas ruas do centro do Rio de Janeiro.

TOTAL DE RESPONDENTES: 698 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 30 de maio e 01 de junho, nas ruas do centro do Rio de Janeiro. Enquete Um estudo feito por matemáticos da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, mostrou que o dia preferido pelas pessoas é o domingo. Os pesquisadores analisaram 2,4 milhões de mensagens pela

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Geografia Nome: Ano: 2º Ano 1º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Ciências Humanas Disciplina:

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO

A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino INTRODUÇÃO A Interdisciplinaridade como Metodologia de Ensino O bom professor é o que consegue, enquanto fala trazer o aluno até a intimidade do movimento de seu pensamento. Paulo Freire INTRODUÇÃO A importância

Leia mais

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes Financiamento e apoio técnico Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Conselho Nacional dos Direitos

Leia mais

EDUCAÇÃO E PROGRESSO: A EVOLUÇÃO DO ESPAÇO FÍSICO DA ESCOLA ESTADUAL ELOY PEREIRA NAS COMEMORAÇÕES DO SEU JUBILEU

EDUCAÇÃO E PROGRESSO: A EVOLUÇÃO DO ESPAÇO FÍSICO DA ESCOLA ESTADUAL ELOY PEREIRA NAS COMEMORAÇÕES DO SEU JUBILEU 1 EDUCAÇÃO E PROGRESSO: A EVOLUÇÃO DO ESPAÇO FÍSICO DA ESCOLA ESTADUAL ELOY PEREIRA NAS COMEMORAÇÕES DO SEU JUBILEU Resumo Rodrigo Rafael Pinheiro da Fonseca Universidade Estadual de Montes Claros digasmg@gmail.com

Leia mais

Proposta de Ensino de Geografia para o 3º ano do ensino fundamental rede de Escolas Municipais de Presidente Prudente SP

Proposta de Ensino de Geografia para o 3º ano do ensino fundamental rede de Escolas Municipais de Presidente Prudente SP Proposta de Ensino de Geografia para o 3º ano do ensino fundamental rede de Escolas Municipais de Presidente Prudente SP Willian Henrique Martins Faculdade de Ciência e Tecnologia UNESP Email: willteenspirit@hotmail.com

Leia mais

RELATÓRIO GERAL DO CENTRO DE CIÊNCIAS DE SEABRA

RELATÓRIO GERAL DO CENTRO DE CIÊNCIAS DE SEABRA Universidade Federal da Bahia Instituto de Biologia Departamento de Zoologia Campus Universitário de Ondina, Salvador - Bahia, Brasil 40.170-210 # (071) 3263-6564, FAX (071) 3263-6511 e-mail: 1 RELATÓRIO

Leia mais

ENSINAR E APRENDER GEOGRAFIA COM ALUNOS SURDOS: ALGUMAS ATIVIDADES NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL INTRODUÇÃO

ENSINAR E APRENDER GEOGRAFIA COM ALUNOS SURDOS: ALGUMAS ATIVIDADES NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL INTRODUÇÃO ENSINAR E APRENDER GEOGRAFIA COM ALUNOS SURDOS: ALGUMAS ATIVIDADES NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Dirlene A. Costa Gonçalves Professora Escola para Surdos Dulce de Oliveira, Uberaba-MG. dirlenecosta12@hotmail.com

Leia mais

A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NA VIDA ACADÊMICA E NO AUXÍLIO DE EDUCANDOS DA ESCOLA PÚBLICA

A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NA VIDA ACADÊMICA E NO AUXÍLIO DE EDUCANDOS DA ESCOLA PÚBLICA A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NA VIDA ACADÊMICA E NO AUXÍLIO DE EDUCANDOS DA ESCOLA PÚBLICA Kellyn Brenda Chriezanoski Carneiro 1 Rejane Klein 2 Resumo: O presente trabalho tem como objetivo apresentar um breve

Leia mais

O Turismo em Bernojah

O Turismo em Bernojah O Turismo em Bernojah Sala 10 Temas Diversificados EF II Integral E.E. LAURO GOMES DE ALMEIDA Professores Apresentadores: Fábio Lourivaldo da Silva Valderlice do Carmo S. da Silva Ronivaldo Fernandes Cássia

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ

PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL VOLTADAS AOS RESIDUOS SOLIDOS DE UMA UNIDADE ESCOLAR DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PARÁ Fabiana Bassani (1) Tecnóloga Ambiental Universidade Tecnológica Federal do Paraná; Mestre

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A RELAÇÃO ENTRE AS AULAS DE CAMPO E O CONTEÚDO FORMAL DA BIOLOGIA

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A RELAÇÃO ENTRE AS AULAS DE CAMPO E O CONTEÚDO FORMAL DA BIOLOGIA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A RELAÇÃO ENTRE AS AULAS DE CAMPO E O CONTEÚDO FORMAL DA BIOLOGIA NOGUEIRA, Bárbara Gabriele de Souza PUCPR barbaragsnogueira@gmail.com GONÇALVES, Guilherme Machado PUCPR guilhermemg40@hotmail.com

Leia mais

3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS. Ensino Religioso História Geografia. cotidiano

3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS. Ensino Religioso História Geografia. cotidiano 1 TÍTULO DO PROJETO O REGISTRO DE NASCIMENTO 2 CICLO OU SÉRIE 1º CICLO OU SÉRIE 1º CICLO 7 anos 3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS Ensino Religioso História Geografia Alteridade (O Eu/ EU sou História local

Leia mais

ESPAÇO E TEMPO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ALTERNATIVAS DIDÁTICO- PEDAGÓGICAS.

ESPAÇO E TEMPO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ALTERNATIVAS DIDÁTICO- PEDAGÓGICAS. ESPAÇO E TEMPO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: ALTERNATIVAS DIDÁTICO- PEDAGÓGICAS. Introdução: O presente artigo tem a pretensão de fazer uma sucinta exposição a respeito das noções de espaço e tempo trabalhados

Leia mais

A prática da Educação Patrimonial:

A prática da Educação Patrimonial: A prática da Educação Patrimonial: uma experiência no município de Restinga Sêca / RS HELIANA DE MORAES ALVES E LAURO CÉSAR FIGUEIREDO Introdução O presente trabalho é um breve relato sobre uma prática

Leia mais

METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS

METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS METODOLOGIA PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS DE CASOS 1 O Método do Caso e o Ensino em Administração O uso do Método do Caso nas escolas de administração no Brasil é relativamente recente, embora não haja

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 NATAÇÃO E DESEMPENHO ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DE UMA EXTENSÃO DA UFG COM UMA ESCOLA PÚBLICA Poliana Siqueira Pedroza 1 Luís César de Souza 2 RESUMO Comunidade Aquática é um projeto de extensão do curso de

Leia mais

?- Período em que participavam das aulas.

?- Período em que participavam das aulas. Iniciativa Apoio como foi a campanha HISTÓRIAS EX ALUNOS 1997 2013 as perguntas eram relacionadas ao:?- Período em que participavam das aulas. - Impacto que o esporte teve na vida deles. - Que têm feito

Leia mais

PROJETO ESCOLA PARA PAIS

PROJETO ESCOLA PARA PAIS PROJETO ESCOLA PARA PAIS Escola Estadual Professor Bento da Silva Cesar São Carlos São Paulo Telma Pileggi Vinha Maria Suzana De Stefano Menin coordenadora da pesquisa Relator da escola: Elizabeth Silva

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro

Colégio Visconde de Porto Seguro Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2011 AULA 1 Ensino Fundamental e Ensino Médio Atividade de Recuperação Contínua Nome do (a) Aluno (a): Atividade de Recuperação Contínua de Ciências Nível I Classe:

Leia mais

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL O patrimônio cultural de uma comunidade é o conjunto de referências que compõem o seu dia-a-dia e fazem com que ela tenha uma memória e uma história

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013 Atividades Pedagógicas Outubro 2013 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO IV A GRUPO IV B GRUPO IV C GRUPO IV

Leia mais

Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo

Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo Apêndice F-16 Relatório Mensal de Atividades de Campo Nome: Janet Strauss, Consultora do World Fisheries Trust Relatório Relativo ao Mês de: Março de 2006 Resumo Executivo Entre 6 e 26 de março de 2006,

Leia mais

PLANTANDO NOVAS SEMENTES NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

PLANTANDO NOVAS SEMENTES NA EDUCAÇÃO DO CAMPO PLANTANDO NOVAS SEMENTES NA EDUCAÇÃO DO CAMPO Alunos Apresentadores:Aline Inhoato; Rafhaela Bueno de Lourenço; João Vitor Barcelos Professor Orientador: Mario Ubaldo Ortiz Barcelos -Email: muobubaldo@gmail.com

Leia mais

A PRÁTICA DE PROJETOS ESCOLARES COMO MEIO DE APRENDIZAGEM: UMA EXPERIENCIA EM BARRA DO GARÇAS (MT)

A PRÁTICA DE PROJETOS ESCOLARES COMO MEIO DE APRENDIZAGEM: UMA EXPERIENCIA EM BARRA DO GARÇAS (MT) A PRÁTICA DE PROJETOS ESCOLARES COMO MEIO DE APRENDIZAGEM: UMA EXPERIENCIA EM BARRA DO GARÇAS (MT) Rosinei Borges de Mendonça UFMT-Araguaia rosineibm@gmail.com Adriana Queiroz do Nascimento UFMT-Araguaia

Leia mais

Uma perspectiva do turismo em Ponta Grossa: Estudo de Caso do Encontro de Motos Easy Road

Uma perspectiva do turismo em Ponta Grossa: Estudo de Caso do Encontro de Motos Easy Road 8. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO Uma perspectiva do turismo em Ponta Grossa: Estudo de Caso do Encontro de Motos Easy Road Apresentador 1 Ana Paula Cunha Apresentador

Leia mais

Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro

Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro O Rio de Janeiro se prepara para fazer da Olimpíada um momento inesquecível em sua história. Cariocas e milhões de visitantes terão a oportunidade de conhecer o bem mais valioso da Cidade Olímpica: a riqueza

Leia mais

COMPOSTAGEM: um terreno fértil para a consciência ambiental.

COMPOSTAGEM: um terreno fértil para a consciência ambiental. COMPOSTAGEM: um terreno fértil para a consciência ambiental. PANZENHAGEN, Liane Margarete 1, VALE, Giovane Maia 2 ; MOREIRA, Ilson 3. Palavras-chave: composteira, meio ambiente, comunidade escolar. Introdução

Leia mais

Revista da ESPM Janeiro/Fevereiro de 2002. Aera da mídia exterior ORLANDO MARQUES

Revista da ESPM Janeiro/Fevereiro de 2002. Aera da mídia exterior ORLANDO MARQUES Aera da mídia exterior ORLANDO MARQUES 27 No mundo urbano em que vivemos, passamos mais tempo fora de casa, que dentro. Quando estamos em casa, são tantas as alternativas de comunicação, que o tempo de

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Educação Infantil Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil (RCNEI) parte 3 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015

Leia mais

AÇÃO INTEGRADA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A PARTIR DE UM PROJETO DE SAÚDE. Adriana Noviski Manso - PUCPR

AÇÃO INTEGRADA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A PARTIR DE UM PROJETO DE SAÚDE. Adriana Noviski Manso - PUCPR AÇÃO INTEGRADA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A PARTIR DE UM PROJETO DE SAÚDE Adriana Noviski Manso - PUCPR Beatriz Ferreira da Rocha - PUCPR Romilda Teodora Ens - PUCSP/PUCPR Resumo O presente relato

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Dezembro 2014

Atividades Pedagógicas. Dezembro 2014 Atividades Pedagógicas Dezembro 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO I A GRUPO I B GRUPO I C GRUPO I D

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

nós na sala de aula - módulo: geografia 4º e 5º anos - unidade 9

nós na sala de aula - módulo: geografia 4º e 5º anos - unidade 9 As paisagens urbanas e as paisagens rurais são visualmente distintas. As atividades propostas têm como objetivo diferenciar e evidenciar as relações espaciais entre as paisagens urbanas e rurais, colocando

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC

Sistema de Ensino CNEC 1 SUMÁRIO VOLUME 1 "O homem é um pedaço do Universo cheio de vida." Ralph Waldo Emerson Capítulo 1 O Tempo não para 5 Capítulo 2 Você percebendo-se como sujeito histórico 20 Capítulo 3 O Universo que nos

Leia mais

GUIA PARA A TRILHA ADAPTADA DO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA: UMA PROPOSTA MULTIDISCIPLINAR SOB A PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

GUIA PARA A TRILHA ADAPTADA DO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA: UMA PROPOSTA MULTIDISCIPLINAR SOB A PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA GUIA PARA A TRILHA ADAPTADA DO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA: UMA PROPOSTA MULTIDISCIPLINAR SOB A PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA Renata Maia Ribeiro de Barros Braga 1 ; Andréa Espinola de Siqueira 1 ; Erika

Leia mais

SANTANA, Luzia Martins de Universidade Estadual da Paraíba luziamartins2020@gmail.com

SANTANA, Luzia Martins de Universidade Estadual da Paraíba luziamartins2020@gmail.com O USO DA LEITURA DA IMAGEM NAS AULAS DE GEOGRAFIA EPARA O ESTUDO DA PAISAGEM NO ENSINO DA GEOGRAFIA: RFLEXÕES APARTIR DA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA ELAÇOES NA TEORIA PRÀTICAS SANTANA, Luzia Martins de Universidade

Leia mais

JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA

JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA Valinhos, setembro de 2014 1 JOSANE BATALHA SOBREIRA DA SILVA APROXIMANDO CULTURAS POR MEIO DA TECNOLOGIA Relato do Projeto

Leia mais

Figura 5 - Mapa no papel vegetal pronto Autor: PEREIRA, T. mar/2006.

Figura 5 - Mapa no papel vegetal pronto Autor: PEREIRA, T. mar/2006. 55 Figura 5 - Mapa no papel vegetal pronto Autor: PEREIRA, T. mar/2006. Depois desta etapa no módulo seguinte realizou-se um trabalho de campo na área localizada anteriormente, registraram-se as coordenadas

Leia mais

Projeto Meu Brasil Brasileiro

Projeto Meu Brasil Brasileiro 1 Projeto Meu Brasil Brasileiro 1.0 - APRESENTAÇÃO O presente projeto será realizado pelos estudantes da Escola Carpe Diem de forma transdisciplinar, sob a orientação do corpo docente como objeto de estudo

Leia mais

Disciplina Corpo Humano e Saúde: Uma Visão Integrada - Módulo 3

Disciplina Corpo Humano e Saúde: Uma Visão Integrada - Módulo 3 3. A transversalidade da saúde Você já ouviu falar em Parâmetros Curriculares Nacionais? Já ouviu? Que bom! Não lembra? Não se preocupe, pois iremos, resumidamente, explicar o que são esses documentos.

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA

PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA Escola Estadual Leontino Alves de Oliveira PROJETO MEIO AMBIENTE / PRIMAVERA Rio Negro MS, Setembro de 2012. Identificação Escola Estadual Leontino Alves de Oliveira Cidade: Rio Negro MS Período: Setembro

Leia mais

APRENDER A LER PROBLEMAS EM MATEMÁTICA

APRENDER A LER PROBLEMAS EM MATEMÁTICA APRENDER A LER PROBLEMAS EM MATEMÁTICA Maria Ignez de Souza Vieira Diniz ignez@mathema.com.br Cristiane Akemi Ishihara crisakemi@mathema.com.br Cristiane Henriques Rodrigues Chica crischica@mathema.com.br

Leia mais

ATUAÇÃO DO PIBID NA ESCOLA: (RE) DESCOBRINDO AS PRÁTICAS LÚDICAS E INTERDISCIPLINARES NO ENSINO FUNDAMENTAL

ATUAÇÃO DO PIBID NA ESCOLA: (RE) DESCOBRINDO AS PRÁTICAS LÚDICAS E INTERDISCIPLINARES NO ENSINO FUNDAMENTAL ATUAÇÃO DO PIBID NA ESCOLA: (RE) DESCOBRINDO AS PRÁTICAS LÚDICAS E INTERDISCIPLINARES NO ENSINO FUNDAMENTAL Adriana do Nascimento Araújo Graduanda Pedagogia - UVA Francisca Moreira Fontenele Graduanda

Leia mais

Proposta de Ensino de Geografia para o 3º ano do ensino fundamental rede de Escolas Municipais de Presidente Prudente SP

Proposta de Ensino de Geografia para o 3º ano do ensino fundamental rede de Escolas Municipais de Presidente Prudente SP Proposta de Ensino de Geografia para o 3º ano do ensino fundamental rede de Escolas Municipais de Presidente Prudente SP Willian Henrique Martins Faculdade de Ciência e Tecnologia UNESP Email: ehowill@hotmail.com

Leia mais

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR

LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR LINGUAGENS DA INFÂNCIA: PROJETO RECICLAR ANNA PAULA SILVA (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS), ELIANE FERREIRA PINTO (PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS). Resumo A reciclagem tem como principal foco a conscientização

Leia mais

MODELAGEM MATEMÁTICA

MODELAGEM MATEMÁTICA 600 MODELAGEM MATEMÁTICA *Carla da Silva Santos **Marlene Menegazzi RESUMO Este artigo retrata através de seus dados históricos, métodos e exemplo prático uma metodologia alternativa de ensino nos levando

Leia mais

Medindo a Produtividade do Desenvolvimento de Aplicativos

Medindo a Produtividade do Desenvolvimento de Aplicativos Medindo a Produtividade do Desenvolvimento de Aplicativos Por Allan J. Albrecht Proc. Joint SHARE/GUIDE/IBM Application Development Symposium (October, 1979), 83-92 IBM Corporation, White Plains, New York

Leia mais

Tristes Olhos 1. Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Tristes Olhos 1. Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN Tristes Olhos 1 Lamonier Charles Souza de ARAÚJO 2 * Itamar de Morais NOBRE 3 Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN RESUMO O presente trabalho trata-se de um registro fotográfico realizado

Leia mais

NOTÍCIAS CURRÍCULO B TECNOLOGIA PROPORCIONA NOVAS APRENDIZAGENS ATIVIDADES E EVENTOS 1º SEMESTRE AULA DE INFORMÁTICA 1 AULA PRÁTICA EM ALDEIA INDÍGENA

NOTÍCIAS CURRÍCULO B TECNOLOGIA PROPORCIONA NOVAS APRENDIZAGENS ATIVIDADES E EVENTOS 1º SEMESTRE AULA DE INFORMÁTICA 1 AULA PRÁTICA EM ALDEIA INDÍGENA NOTÍCIAS CURRÍCULO B TECNOLOGIA PROPORCIONA NOVAS APRENDIZAGENS ATIVIDADES E EVENTOS 1º SEMESTRE AULA DE INFORMÁTICA 1 AULA PRÁTICA EM ALDEIA INDÍGENA 2 VISITA AO AQUÁRIO 2 Alunos do 4º ano nas aulas de

Leia mais

Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre

Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre Ao longo deste 2 semestre, a turma dos 1 anos vivenciaram novas experiências e aprendizados que contemplaram suas primeiras conquistas do semestre anterior, dentro de contextos que buscavam enfatizar o

Leia mais

AÇÕES MARÇO/2015 Patrocínio Apoi o :

AÇÕES MARÇO/2015 Patrocínio Apoi o : AÇÕES MARÇO/2015 RELATÓRIO No findar de janeiro, foi firmado entre Prefeitura Municipal de Bonito, através da SEMA - Secretaria de Meio Ambiente, com apoio do COMDEMA Conselho Municipal de Meio Ambiente

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Natureza e Sociedade na parte 1 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Natureza e Sociedade na O eixo de trabalho Natureza e Sociedade

Leia mais

FOTOGRAFIA O MUNDO FOTOGRAFICO Hoje, as fotografias fazem parte do nosso mundo de uma maneira impressionante. Seja em computadores, smartphones, tablets, câmeras digitais, não importa, aonde olharmos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR

A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR A IMPORTÂNCIA DO JOGO XADREZ NO AMBIENTE ESCOLAR Introdução OBERJAN ROCHA KOZAN FABIANA LEIFELD RAFAEL TRENTIN SCREMIN FACULDADE SANT ANA, PONTA GROSSA/ PARANÁ/ BRASIL oberjan_15@hotmail.com O objeto de

Leia mais

Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios"

Portugal - João Seixas: As cidades são grandes espelhos de nós próprios Portugal - João Seixas: "As cidades são grandes espelhos de nós próprios" Nas crônicas urbanas do investigador João Seixas, agora publicadas em livro, a cidade é o reflexo das realizações e aspirações

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSO: PEDAGOGIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSO: PEDAGOGIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CURSO: PEDAGOGIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA I. Dados de Identificação: Escola:Escola Estadual Arthur Damé Professor (a): Professora supervisora do Pibid:

Leia mais

O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente

O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente Leandro Pedro de Oliveira¹ INTRODUÇÃO A introdução à carreira docente tem sido objeto de

Leia mais

UM MINUTO PRA FALAR DO MUNDO Davina Marques Ludmila Alexandra dos Santos Sarraipa

UM MINUTO PRA FALAR DO MUNDO Davina Marques Ludmila Alexandra dos Santos Sarraipa CULTURAS E CONHECIMENTOS DISCIPLINARES ANO 3 EDIÇÃO 16 UM MINUTO PRA FALAR DO MUNDO Davina Marques Ludmila Alexandra dos Santos Sarraipa O sabiá Teco vai fugir da gaiola em busca de um lugar melhor para

Leia mais

SEGURANÇA ALIMENTAR, SUSTENTABILIDADE, EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLEXÕES A CERCA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR.

SEGURANÇA ALIMENTAR, SUSTENTABILIDADE, EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLEXÕES A CERCA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR. SEGURANÇA ALIMENTAR, SUSTENTABILIDADE, EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLEXÕES A CERCA DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR. Jonas da Silva Santos Universidade do Estado da Bahia UNEB DEDC XV jonasnhsilva@hotmail.com jonas.ss@inec.org.br

Leia mais

EMPREENDEDORISMO DE. Professor Victor Sotero

EMPREENDEDORISMO DE. Professor Victor Sotero EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS COM INFORMÁTICA Professor Victor Sotero 1 OBJETIVOS DA DISCIPLINA Esta disciplina apresenta uma metodologia para formação de empreendedores. Aberta e flexível, baseada em princípios

Leia mais

MATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA

MATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA MATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA Autor: Marusa Fernandes da Silva marusafs@gmail.com Orientadora: Profª. Ms. Mônica Mª N. da Trindade Siqueira Universidade de Taubaté monica.mnts@uol.com.br Comunicação oral:

Leia mais

PLANO DE GOVERNO - PSDB - 2013/2016 PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ

PLANO DE GOVERNO - PSDB - 2013/2016 PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ PLANO DE GOVERNO - PSDB - 2013/2016 PREFEITURA MUNICIPAL DE BAGÉ ADMINISTRAÇÃO 1. Redução do número de cargos em comissão (CCs) e contratações, bem como o número de Secretarias, contemplando um rigoroso

Leia mais

PROJETO. MEMÓRIA LOCAL 3ºs anos Profªs Eliana Zoccoler Lamano e Priscila Gabanella Gomes

PROJETO. MEMÓRIA LOCAL 3ºs anos Profªs Eliana Zoccoler Lamano e Priscila Gabanella Gomes PROJETO MEMÓRIA LOCAL 3ºs anos Profªs Eliana Zoccoler Lamano e Priscila Gabanella Gomes Objetivos Nosso projeto tem como objetivo principal levar os alunos a construírem conhecimentos sobre o tempo histórico

Leia mais

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL PEDAGOGIA EM AÇÃO: O USO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COMO ELEMENTO INDISPENSÁVEL PARA A TRANSFORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Kelly Cristina Costa de Lima, UEPA Aline Marques Sousa, UEPA Cassia Regina Rosa

Leia mais

HABILIDADES. Compreender que cada pessoa é única e especial. Valorizar a identidade de cada um. Descobrir e conhecer a sua história de vida.

HABILIDADES. Compreender que cada pessoa é única e especial. Valorizar a identidade de cada um. Descobrir e conhecer a sua história de vida. Disciplina: História Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL - 2012 Série: 2º ano Turma: 21, 22, 23 e 24 CONTEÚDOS HABILIDADES AVALIAÇÕES Unidade 1 Cada um tem um jeito de ser. Descobrindo a minha história. Eu

Leia mais

4.1.1) ATUALIZAÇÃO. (1) www.nuevamirada.cl/la_pedagogiahtml

4.1.1) ATUALIZAÇÃO. (1) www.nuevamirada.cl/la_pedagogiahtml Figura 96 - Trecho do desenho da paisagem local, formado por desenhos individuais colados justapostos um no outro, constituindo uma só peça, um extenso rolo A localização da escola, no tocante a sua topografia,

Leia mais

No quadro abaixo, transcreva sua resenha, organizando-a conforme solicitado:

No quadro abaixo, transcreva sua resenha, organizando-a conforme solicitado: Colégio Pedro II Unidade Escolar Realengo II Informática Educativa 2014 Professores: Simone Lima e Alexandra Alves (informática educativa) Raquel Cristina, Reni Nogueira e Marcos Ponciano (Língua Portuguesa)

Leia mais

ACORDAR SUAVE : AÇÃO DO DESIGN E SUSTENTABILIDADE CULTURAL

ACORDAR SUAVE : AÇÃO DO DESIGN E SUSTENTABILIDADE CULTURAL ACORDAR SUAVE : AÇÃO DO DESIGN E SUSTENTABILIDADE CULTURAL Geni Pereira dos Santos Mestre em Comunicação, genipereira2000@yahoo.combr Universidade Federal de Pernambuco Resumo: Este artigo discorre sobre

Leia mais

PUBLICO ESCOLAR QUE VISITA OS ESPAÇOS NÃO FORMAIS DE MANAUS DURANTE A SEMANA DO MEIO AMBIENTE

PUBLICO ESCOLAR QUE VISITA OS ESPAÇOS NÃO FORMAIS DE MANAUS DURANTE A SEMANA DO MEIO AMBIENTE PUBLICO ESCOLAR QUE VISITA OS ESPAÇOS NÃO FORMAIS DE MANAUS DURANTE A SEMANA DO MEIO AMBIENTE Marcia Karina Santos Ferreira 1 ; Augusto Fachín Terán 2 ¹Licenciada em Pedagogia. Universidade do Estado do

Leia mais

POLO ARTE NA ESCOLA: FORMAÇÃO CONTINUADA DE ENSINO DA ARTE PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE BANANEIRAS/PB

POLO ARTE NA ESCOLA: FORMAÇÃO CONTINUADA DE ENSINO DA ARTE PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE BANANEIRAS/PB POLO ARTE NA ESCOLA: FORMAÇÃO CONTINUADA DE ENSINO DA ARTE PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE BANANEIRAS/PB ANDRADE, Luciene de 1 BARBOSA,Jamylli da Costa 2 FERREIRA, Jalmira Linhares Damasceno 3 SANTOS,

Leia mais

INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA DEFICIENTE AUDITIVO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE TRABALHO REALIZADO EM COLÉGIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Adriana Oliveira Bernardes UENF (Universidade do Estado do Norte

Leia mais

O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA

O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA Maria Lúcia C. Neder Como já afirmamos anteriormente, no Texto-base, a produção, a seleção e a organização de textos para a EAD devem

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CIDADANIA ELEMENTOS COMPLEMENTARES NO COTIDIANO ESCOLAR

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CIDADANIA ELEMENTOS COMPLEMENTARES NO COTIDIANO ESCOLAR EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CIDADANIA ELEMENTOS COMPLEMENTARES NO COTIDIANO ESCOLAR LUZ, Janes Socorro da 1, MENDONÇA, Gustavo Henrique 2, SEABRA, Aline 3, SOUZA, Bruno Augusto de. 4 Palavras-chave: Educação

Leia mais

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos...

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos... Dicas para se inscrever no Prêmio Vivaleitura e outros projetos... 2011 Vaga Lume R. Aspicuelta, 678 Vila Madalena São Paulo SP 05433-011 (11) 3032-6032 www.vagalume.org.br falecom@vagalume.org.br 1) Apresentação

Leia mais

Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental

Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental Luciana Vieira Professora efetiva rede estadual de ensino de Santa Catarina e doutoranda em Ensino de Geografia/UFRGS lucianageografia1996@gmail.com

Leia mais

PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA

PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA CURSO DE CAPACITAÇÃO EM MEIO AMBIENTE 1º SEMESTRE-2015 GRUPO: MOBILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL (Prefeitura de Contagem - Agenda 21-Contagem - Governo de Minas I.E.F. e COPASA) PORTFÓLIO DAS ATIVIDADES

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FERNANDA SERRER ORIENTADOR(A): PROFESSOR(A) STOP MOTION RECURSO MIDIÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E DE APRENDIZAGEM

Leia mais

Manual Sistema MLBC. Manual do Sistema do Módulo Administrativo

Manual Sistema MLBC. Manual do Sistema do Módulo Administrativo Manual Sistema MLBC Manual do Sistema do Módulo Administrativo Este documento tem por objetivo descrever as principais funcionalidades do sistema administrador desenvolvido pela MLBC Comunicação Digital.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NA CIDADE DE AREIA-PB: DO MUSEU PARA A COMUNIDADE Resumo Natália Cândido da Cruz Silva 1 - UFPB Márcia Verônica Costa Miranda 2 - UFPB Rebeca Nogueira Martins 3 -

Leia mais

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE ESPANHOL: EDUCAÇÃO BÁSICA E O CLIC/UFS.

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE ESPANHOL: EDUCAÇÃO BÁSICA E O CLIC/UFS. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE ESPANHOL: EDUCAÇÃO BÁSICA E O CLIC/UFS. Maria da Conceição da Cruz (PIBIX/PIBID-UFS) marynni@hotmail.com Tayane dos Santos (PIBIX -UFS) tayaneyat@gmail.com Resumo:

Leia mais

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA DE SANTANA FERREIRA PEREIRA JÉSSICA PALOMA RATIS CORREIA NOBRE PEDAGOGIA: PROJETO MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA JANDIRA - 2012 FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Pedagogia 4ª Série Organização e Metodologia da Educação Infantil A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MEIO RURAL: Análise curricular

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MEIO RURAL: Análise curricular EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MEIO RURAL: Análise curricular Vanessa Minuzzi Bidinoto 1 Viviane Dal-Souto Frescura 2 Aline Pegoraro 3 Resumo: O presente trabalho buscou provocar reflexões sobre a importância da

Leia mais

Palavras-chave: Ambiente de aprendizagem. Sala de aula. Percepção dos acadêmicos.

Palavras-chave: Ambiente de aprendizagem. Sala de aula. Percepção dos acadêmicos. PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA UENP, EM RELAÇÃO AOS ASPECTOS QUE CARACTERIZAM UM AMBIENTE FAVORECEDOR DA APRENDIZAGEM RESUMO Maria Cristina SIMEONI 1 Este resumo

Leia mais