OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL SUGESTÕES AO PLO 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL SUGESTÕES AO PLO 2013"

Transcrição

1 OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL SUGESTÕES AO PLO 2013

2 Índice 3 Paraná 3 Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 6 Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário 8 Infraestrutura de Transportes Modal Ferroviário 10 Santa Catarina 10 Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 17 Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário 21 Infraestrutura de Transportes Modal Aeroviário 24 Infraestrutura de Transportes Modal Ferroviário 28 Rio Grande do Sul 28 Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 33 Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário 35 Infraestrutura de Transportes Modal Ferroviário 38 Sugestões ao PLO Total por Estado e por Modal 2

3 Paraná Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 3

4 DUPLICAÇÃO E ADEQUAÇÃO DA BR-163 PR Adequação de Cascavel a Barracão com 184 km (duplicação de Cascavel a Ponte do Rio Iguaçu, com distância de 77 km). Valor Estimado: R$ 400 milhões. DUPLICAÇÃO E ADEQUAÇÃO DA BR-476 PR Adequação da BR-476, no trecho Lapa - São Mateus do Sul União da Vitória, numa extensão de 172,5 km. Valor Estimado: R$ 400 milhões. ADEQUAÇÃO DA CAPACIDADE E MELHORIAS NA BR-153 PR Adequação da capacidade e melhorias na BR-153, numa extensão de 106 km, no trecho Imbituva a Paulo Frontin, para permitir a consolidação do corredor da BR-153 que corta Paraná nas direções de São Paulo (ao norte) e de Santa Catarina (ao sul). Valor Estimado: R$ 160 milhões. LIGAÇÃO PARANÁ MATO GROSSO DO SUL, BR-272 PR Implantaçao e pavimentação do Trecho Iporã- Goioerê, da BR-272 ( Ligação Paraná Mato Grosso do Sul), com extensão de 73 km, incluindo licitação de EVTEA e Projeto de Engenharia. Valor Estimado: R$ 173 milhões. CONTORNO NORTE DE CURITIBA PR Implantação e pavimentação do contorno norte de Curitiba com extensão aproximada de 25 km, incluindo licitação do EVTEA e Projeto de Engenharia, ligando o contorno leste com o contorno sul de Curitiba. Valor Estimado: R$ 150 milhões. 4

5 CONTORNO NORTE DE CASCAVEL PR Execução do Contorno Norte de Cascavel, numa extensão de 15 km, para melhorar as condições de tráfego na travessia da cidade, caracterizada pela confluência das Rodovias Federais BR-277/PR, BR-467/PR, BR-369/PR e BR-163/PR, que tem sobrecarregado a interseção denominada Trevo das Cataratas. Valor Estimado: R$ 89 milhões. PROLONGAMENTO DA BR-101- PR Elaboração de estudos de viabilidade, projetos de engenharia e de licenciamento ambiental e construção da BR-101 no Paraná, em trecho que vai de Garuva à Variante do Alpino (BR-116), com extensão aproximada de 169 km. Valor Estimado: R$ 700 milhões. TOTAL RODOVIÁRIO PR: 2 bilhões 5

6 Paraná Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário 6

7 DRAGAGEM E APROFUNDAMENTO DOS CANAIS DE ACESSO E DA BACIA DE EVOLUÇÃO DOS PORTOS DE PARANAGUÁ E ANTONINA PR Permitir atender navios de maior porte e dar plena utilização aos investimentos públicos e privados existentes e previstos no sistema portuário paranaense. Valor Estimado: R$ 146 milhões. REESTRUTURAÇÃO DO CORREDOR LESTE DE EXPORTAÇÃO - PR Reestruturação do corredor Leste de Exportação, com a construção de um sistema de píers formando um conjunto em "T" perpendicular ao atual cais, remoção dos atuais ship-loaders e correias do corredor e instalação de correias transportadoras, embarcadores e balanças de fluxo, mais a implantação de 4 berços. Valor Estimado: R$ 600 milhões. REVITALIZAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DOS ACESSOS VIÁRIOS AO PORTO DE PARANAGUÁ PR Revitalização e implementação dos acessos ao Porto de Paranaguá, com a construção de obras de transposição em desnível e adequação da Av. Airton Senna, de forma a organizar os fluxos de tráfego portuário e urbano. Valor Estimado: R$ 140 milhões. IMPLANTAÇÃO DE VTMS NO PORTO DE PARANAGUÁ Implantação de VTMS, sistema de apoio à navegação, no Porto de Paranaguá. Valor Estimado: R$ 20 milhões. TOTAL AQUAVIÁRIO PR: R$ 906 milhões 7

8 Paraná Infraestrutura de Transportes Modal Ferroviário 8

9 ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CONSTRUÇÃO DE TRECHO FERROVIÁRIO LIGANDO GUARAPUAVA A PARANAGUÁ PR Elaboração de EVTA e Projeto de Engenharia para Construção de trecho ferroviário ligando Guarapuava a Paranaguá a fim de permitir a mobilidade de cargas e desobstruir o fluxo de transporte, numa extensão de 450 km. Valor Estimado: R$ 50 milhões. ELABORAÇÃO DE PROJETO PARA CONSTRUÇÃO DE TRECHO FERROVIÁRIO LIGANDO GUAÍRA A MARACAJU PR Elaboração de EVTEA e Projeto de Engenharia para a Construção de trecho ferroviário ligando Guaíra (PR) a Maracaju (MS) para permitir o fluxo da produção do MS em direção ao Porto de Paranaguá, com 350 km de extensão. Valor Estimado: R$ 35 milhões. TOTAL FERROVIÁRIO PR: R$ 85 milhões 9

10 Santa Catarina Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 10

11 BR 101 SUL DUPLICAÇÃO - SC Conclusão das obras de duplicação. Valor Estimado: R$ 250 milhões. BR 101 SUL OBRAS DE ARTE ESPECIAIS COMPLEXO TRAVESSIA CANAL DAS LARANJEIRAS - SC Composto pela ponte estaiada (R$ 605 milhões) + Viaduto de acesso e duplicação das duas cabeceiras (R$ 58 milhões). Valor Estimado: R$ 165 milhões. BR 101 SUL OBRAS DE ARTE ESPECIAIS TÚNEL DO FORMIGÃO - SC Construção de túnel no morro do formigão. Valor Estimado: R$ 30 milhões. BR 101 SUL OBRAS DE ARTE ESPECIAIS TÚNEL DO MORRO DOS CAVALOS - SC Construção de túnel no morro dos cavalos. Valor Estimado: R$ 50 milhões. BR SC Conclusão do projeto e obras de adequação da capacidade e projeto de eliminação dos pontos críticos da BR-470 entre Rio do Sul - BR-101 (125,7km) 1ª etapa, de um montante total estimado em R$ 1,1 bilhão. Valor Estimado: R$ 500 milhões (1ª etapa). 11

12 PONTE ILHOTA - SC Construção de Ponte sobre o rio Itajaí - açú na cidade de Ilhota, que ligará a Rodovia Jorge Lacerda (SC 470) à BR 470. Valor Estimado: R$ 14 milhões. BR 280 TRECHO SÃO FRANCISCO DO SUL JARAGUÁ DO SUL - SC Inicio da adequação da capacidade e obras de artes especiais da BR 280, no trecho São Francisco do Sul Jaraguá do Sul 74 km, de um total estimado em R$ 1,1 bilhão. Valor Estimado: R$ 125 milhões. BR 280 TRECHO CANOINHAS PORTO UNIÃO - SC Obras de melhorias na BR 280, no trecho entre Canoinhas à Porto União com extensão de 85 km. Valor Estimado: R$ 50 milhões. BR SC Implantação e pavimentação divisa SC/ RS à Timbé do Sul, trecho de 22Km. Valor Estimado: R$ 20 milhões. BR SC Início das obras de adequação da capacidade trecho São Miguel do Oeste à Dionísio Cerqueira com 62km. Valor Estimado: R$ 30 milhões. 12

13 MANUTENÇÃO E RESTAURAÇÃO DE RODOVIAS FEDERAIS - SC Restauração de rodovias Federais no Estado de Santa Catarina, (BRs 163, 101, 282, 470, 153, 158, 280, 475, 480). Valor Estimado: R$ 135 milhões. ANÉIS RODOVIÁRIOS EM CRICIÚMA SC (MINISTÉRIO DAS CIDADES) Obra do Anel rodoviário na área urbana de Criciúma. Valor Estimado: R$ 30 milhões. ANÉIS RODOVIÁRIOS EM GASPAR SC (MINISTÉRIO DAS CIDADES) Obra do Anel rodoviário na área urbana de Gaspar. Valor Estimado: R$ 20 milhões. SINALIZAÇÃO DAS RODOVIAS FEDERAIS - SC Continuação da implantação e recuperação da sinalização das rodovias Federais no Estado de Santa Catarina, (BRs 163, 101, 282, 470, 153, 158, 280, 475, 480). Valor Estimado: R$ 20 milhões. VIA EXPRESSA DE ACESSO A FLORIANÓPOLIS - BR SC Finalização do projeto e início da obra de adequação da capacidade da via expressa acesso a Florianópolis. Valor Estimado: R$ 30 milhões. 13

14 PROJETO DE ADEQUAÇÃO DA CAPACIDADE DA BR 282 ATÉ A BR SC Projeto de adequação da capacidade da BR 282 de São Miguel do Oeste até a intersecção com a BR 153. Valor Estimado: R$ 30 milhões. BR 282 TRAVESSIA URBANA LAGES - SC Adequação da capacidade da travessia urbana da cidade de Lages. Valor Estimado: R$ 12 milhões. BR 282 TRAVESSIA URBANA XANXERÊ - SC Adequação da capacidade da travessia urbana da cidade de Xanxerê. Valor Estimado: R$ 15 milhões. BR 282 TRAVESSIA URBANA PINHALZINHO - SC Adequação da capacidade da travessia urbana da cidade de Pinhalzinho. Valor Estimado: R$ 15 milhões. BR 282 TRAVESSIA URBANA MARAVILHA - SC Adequação da capacidade da travessia urbana da cidade de Maravilha. Valor Estimado: R$ 10,5 milhões. 14

15 BR 282 TRAVESSIA URBANA PONTE SERRADA - SC Adequação da capacidade da travessia urbana da cidade de Ponte Serrada. Valor Estimado: R$ 7,6 milhões. BR 282 ACESSO A CHAPECÓ - SC Adequação da capacidade do acesso a BR-282, em Chapecó. Valor Estimado: R$ 20 milhões. BR 480 ACESSO A CHAPECÓ - SC Construção da travessia urbana da cidade de Chapecó. Valor Estimado: R$ 20 milhões. BR 282 MELHORAMENTOS - SC Obras para atenuar os índices de acidentes rodoviários na BR 282 (Restaurações de pavimentos, terceiras faixas, interseções de acessos e sinalizações). Valor Estimado: R$ 80 milhões. ACESSO RODOVIÁRIO AO PORTO DE ITAJAÍ - SC Construção da Via Expressa Portuária conclusão da primeira etapa e início da segunda. Valor Estimado: R$ 60 milhões. 15

16 ACESSO RODOVIÁRIO AO PORTO DE IMBITUBA - SC Adequação do acesso rodoviário ao Porto de Imbituba. Valor Estimado: R$ 40 milhões. ACESSO AO AEROPORTO INTERNACIONAL DE FLORIANÓPOLIS (HERCÍLIO LUZ) - SC (MINISTÉRIO DAS CIDADES) Construção do acesso ao Aeroporto Internacional de Florianópolis. Valor Estimado: R$ 80 milhões. ACESSO AO AEROPORTO PLANALTO SERRANO SC Construção de acesso ao Aeroporto Planalto Serrano no município de Correia Pinto. Valor Estimado: R$ 10 milhões. PROJETO DE ALÇA DE CONTORNO RODOVIARIO DA CIDADE DE GUARUVA SC Projeto de contorno de Guaruva - SC, retirando do centro urbano a movimentação de caminhões de carga com destino ao Porto de Itapoá. Valor Estimado: R$ 6 milhões. TOTAL RODOVIÁRIO SC: R$ 1,8 bilhão 16

17 Santa Catarina Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário 17

18 PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL DRAGAGEM - SC Projeto para dragagem e derrocamento de rochas para alargamento entre 160 a 220 metros e aprofundamento dos canais interno e externo, bacia de evolução e dársena do Porto de São Francisco do Sul, elevando seu calado para 14m. Valor Estimado: R$ 40 milhões. PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL DERROCAGEM - SC Complementação de derrocamento de rochas na área de manobras do futuro berço 401. Valor Estimado: R$ 35 milhões. PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL BERÇO SC Obras de acabamento do realinhamento e reforço do berço 201. Valor Estimado: R$ 30 milhões. PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL BERÇO SC Obras de reforço do berço 101. Valor Estimado: R$ 18 milhões. PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL BERÇO 401/A - SC Projeto para construção do Berço 401 Multiuso, (granel e contêineres) no Porto de São Francisco do Sul, com comprimento de 280 metros e calado de 14 metros. Valor Estimado: R$ 80 milhões. 18

19 DRAGAGEM E DERROCAMENTO NO PORTO DE ITAJAÍ - SC Dragagem, derrocagem de afloramento rochoso dos canais interno e externo e da baía de evolução, para aumento de calado de 11 para 14 metros. Valor Estimado: R$ 40 milhões. DRAGAGEM DE MANUTENÇÃO NO PORTO DE ITAJAÍ - SC Dragagem de manutenção dos canais interno e externo e da baía de evolução. Valor Estimado: R$ 30 milhões. NOVA BACIA DE EVOLUÇÃO DO PORTO DE ITAJAÍ - SC Obras de engenharia para a execução da nova bacia de evolução (450m) com remoção do guia corrente localizado no enraizamento do molhe norte. Valor Estimado: R$ 30 milhões. SINALIZAÇÃO NÁUTICA - PORTO DE ITAJAÍ - SC Implantação de mecanismo de sinalização náutica - VTS. Valor Estimado: R$ 5 milhões. PORTO DE IMBITUBA - MOLHE DE ABRIGO - SC Continuação da obra de recuperação do molhe de abrigo. Valor Estimado: R$ 30 milhões. 19

20 PORTO DE IMBITUBA - DRAGAGEM - SC Dragagem do canal de acesso para 15 metros. Valor Estimado: R$ 20 milhões. PORTO DE LAGUNA - MOLHE DE ABRIGO - SC Conclusão das obras do molhe do Porto de Laguna. Valor Estimado: R$ 5 milhões. HIDROVIAS NO ESTADO DE SANTA CATARINA - SC Estudo do Potencial Hidroviário do Estado de Santa Catarina. Valor Estimado: R$ 20 milhões. TOTAL AQUAVIÁRIO SC: R$ 373 milhões 20

21 Santa Catarina Infraestrutura de Transportes Modal Aeroviário 21

22 NOVO TERMINAL DE PASSAGEIROS AEROPORTO HERCÍLIO LUZ - SC Construção do novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Florianópolis. Valor Estimado: R$ 295 milhões. AEROPORTO DE NAVEGANTES - SC Ampliação da pista de pouso e decolagem. Valor Estimado: R$ 10 milhões. AEROPORTO DE JOINVILLE - SC Projeto de ampliação do aeroporto de Joinville. Valor Estimado: R$ 15 milhões. AEROPORTO PLANALTO SERRANO - SC Complementação das obras e implantação dos equipamentos de auxílio à navegação aérea no Aeroporto Regional Planalto Serrano, em Correia Pinto. Valor Estimado: R$ 8 milhões. AEROPORTO CHAPECÓ - SC Construção de novo terminal de passageiros e cargas e implantação de equipamento de proteção de voo e adequação de pista. Valor Estimado: R$ 25 milhões. AEROPORTO REGIONAL SUL - SC Alargamento da Pista de 30m para 45m- Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna. Valor Estimado: R$ 12 milhões. 22

23 AEROPORTO REGIONAL SUL - SC Terminal de Cargas no Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna. Valor Estimado: R$ 5,5 milhões. AEROPORTO REGIONAL SUL - SC Projeto para construção de duas pistas Fast ways - duas saídas rápidas, no Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna. Valor Estimado: R$ 6 milhões. AEROPORTO REGIONAL SUL - SC Projeto da ampliação do pátio de estacionamento de aeronaves, no Aeroporto Regional Sul, em Jaguaruna. Valor Estimado: R$ 6,3 milhões. TOTAL AEROVIÁRIO SC: R$ 382 milhões 23

24 Santa Catarina Infraestrutura de Transportes Modal Ferroviário 24

25 FERROVIA LITORÂNEA - SC Conclusão do projeto para o Início da construção do trecho ferroviário - Ferrovia Litorânea, Imbituba - Araquari com 235,6 Km. Valor Estimado: R$ 21,5 milhões. FERROVIA LESTE OESTE - SC Projeto para construção do trecho ferroviário Leste - Oeste. Valor Estimado: R$ 31,5 milhões. FERROVIA SUL NORTE - SC Projeto do trecho catarinense da Ferrovia Sul Norte (Norte Sul), cruzando o Estado nas imediações da cidade de Chapecó, e que interligará os estados do sul com a malha ferroviária brasileira. Valor Estimado: 15 milhões. TRECHO FERROVIÁRIO MAFRA SÃO FRANCISCO DO SUL - SC Revitalização do trecho Mafra São Francisco do Sul, com 215 km de extensão. Valor Estimado: R$ 250 milhões. CONSTRUÇÕES DE TERMINAIS INTERMODAIS - SC Estudo para implantação de terminais intermodais ao longo da malha ferroviária existente e projetada, no estado de Santa Catarina. Valor Estimado: R$ 7 milhões. 25

26 CONTORNO FERROVIÁRIO NO MUNICÍPIO DE JOINVILLE - SC Construção de contorno ferroviário no município de Joinville. Valor Estimado: R$ 20 milhões. CONTORNO FERROVIÁRIO NO MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO DO SUL - SC Construção de contorno ferroviário no município de São Francisco do Sul. Valor Estimado: R$ 10 milhões. CONTORNO FERROVIÁRIO NO MUNICÍPIO DE JARAGUÁ DO SUL - SC Construção de contorno ferroviário no município de Jaraguá do Sul. Valor Estimado: R$ 20 milhões. RAMAL FERROVIÁRIO NO MUNICÍPIO DE TUBARÃO - SC Desativação do ramal ferroviário de carga do perímetro urbano no município de tubarão. Valor Estimado: R$ 10 milhões. PROJETO DE ACESSO FERROVIÁRIO AOS PORTOS DE SANTA CATARINA - SC Projeto para construção de acesso ferroviário e parques de transbordo aos Portos de Itajaí, Navegantes, São Francisco do Sul, Imbituba, Itapoá e Laguna ligando aos trechos projetados das ferrovias litorânea, Leste Oeste e Norte - Sul. Valor Estimado: R$ 25 milhões. 26

27 ACESSO FERROVIÁRIO AO PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL - SC Projeto e Construção do acesso rodoferroviário (pêra) do Porto de São Francisco do Sul. Valor Estimado: R$ 10 milhões. TOTAL FERROVIÁRIO SC: R$ 420 milhões 27

28 Rio Grande do Sul Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 28

29 BR RS Trata da adequação de trecho Rodoviário no Município de Santa Cruz do Sul, Efetuará conexão entre as Rodovias BR-153 e a BR-471, em direção do Porto de Rio Grande, incorporando-se à Malha Rodoviária Federal, de forma a efetuar o escoamento das produções Centro Oeste e Oeste do Estado. Valor Estimado: R$ 50 milhões. BR RS Construção de Ponte rodo-ferroviária sobre o Rio Jaguarão (Fronteira Brasil-Uruguai) no Estado do Rio Grande do Sul Alternativa de ligação a seco com a República Oriental do Uruguai. Valor Estimado: R$ 80 milhões. BR RS Trata do projeto de adequação e melhoria de trecho rodoviário na BR 158 com 322 Km, entre Ijuí e Santa Maria. Valor Estimado: R$ 20 milhões. BR RS Construção de Trecho Rodoviário Santa Maria (BR-287/RS) Santo Ângelo na BR-392 (310 km). Permitirá a melhor integração entre a região Centro Norte do Estado com as malhas rodoviárias, interligando os corredores do MERCOSUL, com a região de maior produção agropecuária do Estado. Valor Estimado: R$ 50 milhões. BR RS Construção do prolongamento de ligação da BR 448 até a cidade de Portão. Valor Estimado: R$ 20 milhões. 29

30 BR RS Construção entre a BR 290 até Sapucaia do Sul. Alternativa viária imprescindível e urgente para o tráfego da BR 116/RS, de mais de veículos/dia na Região Metropolitana de Porto Alegre, no segmento mais congestionado da Rodovia. Valor Estimado: R$ 450 milhões. BR RS Conclusão da construção da BR-470/RS, trecho: Nova Prata - Lagoa Vermelha - Alternativa de ligação do Estado com Santa Catarina. Valor Estimado: R$ 92 milhões. BR RS Obras de tratamento viário em segmentos com VDM acima de veículos, para melhoria do nível de operação da rodovia, com conforto e segurança. A situação é efetivamente crítica, com constantes congestionamentos diários e muitos acidentes, principalmente entre Sapucaia do Sul (km 254) e Porto Alegre (km 270,8), viaduto de acesso a Sapucaia do Sul. Valor Estimado: R$ 40 milhões. NOVA PONTE SOBRE O RIO GUAÍBA - RS Projeto de uma nova ponte sobre o Rio Guaíba como nova alternativa para o tráfego hoje alocado à travessia do Guaíba, em direção ao Sul do Estado e MERCOSUL. Valor Estimado: R$ 20 milhões. CONTORNO DE PELOTAS - RS Construção do contorno de Pelotas (Anel viário) com extensão de 24 km. Valor Estimado: R$ 100 milhões. 30

31 BR RS Duplicação da capacidade da BR 290 no trecho de ligação da localidade de Eldorado a Pântano Grande. Valor Estimado: R$ 100 milhões. TRAVESSIAS URBANAS - RS Trata estas Travessias de adequações, aumento de capacidade e Melhoramentos nas Travessias das cidades: Passo Fundo na BR 285 Erechim na BR 153, Santa Maria nas BR s - 158/287, Ijuí e Coronel Barros na BR 285 e de Uruguaiana nas BRs 290 e 472. Valor Estimado: R$ 130 milhões. RS RS Implantação da RS 020 no trecho de Cambará do Sul à São José dos Ausentes, roteiro turístico denominado Caminho das Neves, integrando região dos cânions (Ministério do Turismo). Valor Estimado: R$ 50 milhões. RS RS Implantação da RS 630 no trecho de São Gabriel à Dom Pedrito, necessária ao escoamento da produção de grãos e hortifrutigranjeiros na área de influência das Barragens de Jaguari e Taquarembó, ora em implantação (Ministério da Integração). Valor Estimado: R$ 100 milhões. BR RS Projeto de duplicação da capacidade da BR 86 no trecho de Lajeado à Soledade Valor Estimado: R$ 20 milhões. 31

32 BR RS Duplicação da rodovia BR-386, trecho: Tabaí Estrela, numa extensão de 33,5 km, integrante do Corredor de Produção do Estado. Valor Estimado: R$ 90 milhões. BR RS Duplicação de segmento Guaíba Pelotas para aumento da capacidade e melhoria do fluxo ao Porto de Rio Grande e fronteira com Uruguai. Valor Estimado: R$ 500 milhões. PROGRAMA DE SEGURANÇA VIÁRIA - RS Este programa visa à manutenção, conservação, restauração, sinalização, recuperação de obras de artes especiais, tratamentos de pontos críticos e educação para o trânsito, na malha rodoviária federal da jurisdição do DNIT/RS, com destaque para o programa CREMA. Valor Estimado: R$ 250 milhões. PROJETOS DE DUPLICAÇÃO E CONSTRUÇÃO - RS Projetos: Projeto das Obras Complementares da BR-101/RS, trecho Divisa SC/RS Osório / Projeto de Adequação e Restauração da BR-101/RS trecho Osório - São José do Norte / Projeto de adequação da capacidade da BR-116/RS trecho Caxias do Sul - Nova Petrópolis - Dois Irmãos / Projeto construção BR-470/RS trecho Lagoa Vermelha - Nova Prata / Projeto de Construção BR 158/ 377/RS trecho Contorno de Cruz Alta / Projeto de Adequação da Capacidade BR- 116/RS trecho Dois Irmãos Estância Velha/ EVTEA e Projeto de pavimentação da BR-153/RS, trecho Erechim Passo Fundo (68,4 km)/evtea e projeto de adequação da capacidade da BR-285/RS, trecho Panambi São Borja (260 km). Valor Estimado: R$ 100 milhões. TOTAL RODOVIÁRIO RS: R$ 2,2 bilhão 32

33 Rio Grande do Sul Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário 33

34 DRAGAGEM RS Dragagem de aprofundamento da Bacia de Evolução do Porto de Rio Grande e São José do Norte. Valor Estimado: R$ 87 milhões. REFORMA DE CAIS RS Reforma de 1.125m do Cais do Porto Valor Estimado: R$ 193 milhões. PROJETOS DE DUPLICAÇÃO E CONSTRUÇÃO RS Projetos de recuperação e estabilização do Molhe Leste do Porto de Rio Grande, melhorando a navegação pelo canal de acesso ao Porto. Valor Estimado: R$ 80 milhões. PORTO DE PORTO ALEGRE RS Melhorias em equipamentos da área portuária e do cais do Porto de Porto Alegre. Valor Estimado: R$ 10 milhões. ADEQUAÇÃO DA HIDROVIA DO MERCOSUL RS Dragagem da hidrovia do Mercosul incluindo os terminais na Lagoa dos Patos. Valor Estimado: R$ 108 milhões. TOTAL AQUAVIÁRIO RS: R$ 478 milhões 34

35 Rio Grande do Sul Infraestrutura de Transportes Modal Ferroviário 35

36 TRAVESSIA FERROVIÁRIA URBANA - RS Travessia Urbana Ferroviária nas cidades de Pelotas, melhorando a logística ao Porto de Rio Grande. Valor Estimado: R$ 50 milhões. CONSTRUÇÃO DE RAMAL FERROVIÁRIO - RS Construção ramal de Caxias do Sul via Carlos Barbosa e Garibaldi integração ferroviária do polo industrial de Caxias do Sul. Valor Estimado: R$ 60 milhões. PROJETO FERROVIÁRIO - RS Projeto para construção de trecho entre Estrela e Rio Pardo de 80 km. Desvio do tráfego Região Metropolitana de Porto Alegre, e diminuindo 250 km Uruguaiana / São Paulo. Valor Estimado: R$ 20 milhões. FERROVIA SUL NORTE - RS Ferrovia que deverá ser construída pela estatal federal Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. que interligará o Porto de Rio Grande, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul com o restante da malha brasileira. Valor Estimado: 30 milhões. ADEQUAÇÃO DE TRECHOS FERROVIARIO - RS Recuperação total dos trechos ferroviários entre Roco Sales á Passo Fundo e o Trecho entre Passo Fundo á Cruz Alta. Valor Estimado: 637 milhões. 36

37 TERMINAL INTERMODAL - RS Ampliar a capacidade do Terminal Ferroviário de Uruguaiana, principal entrada e saída de visitantes da Argentina e Mercosul. Valor Estimado: 15 milhões. TOTAL FERROVIÁRIO RS: R$ 812 milhões 37

38 OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A REGIÃO SUL SUGESTÕES AO PLO 2013 TOTAL POR ESTADO DEMANDA REGIÃO SUL Estados PARANÁ SANTA CATARINA RIO GRANDE DO SUL TOTAL REGIÃO SUL Total R$ 3 bilhões R$ 3 bilhões R$ 3,5 bilhões R$ 9,5 bilhões POR MODAL DEMANDA REGIÃO SUL ESTADO RODOVIÁRIO AQUAVIÁRIO AEROVIÁRIO FERROVIÁRIO TOTAL PARANÁ R$ 2,1 bilhões R$ 906 milhões * R$ 85 milhões R$ 3 bilhões SANTA CATARINA R$ 1,8 bilhões R$ 383 milhões R$ 382 milhões R$ 420 milhões R$ 3 bilhões RIO GRANDE DO SUL R$ 2,2 bilhões R$ 478 milhões * R$ 812 milhões R$ 3,5 bilhões TOTAL REGIÃO SUL R$ 6,1 bilhões R$ 1,7 bilhão R$ 382 milhões R$ 1,3 bilhões R$ 9,5 bilhões Fonte: FIESC / FIEP / FIERGS Elaboração e compilação: FIESC / DRI / COI *Obras Demandas inseridas nos recursos da União para a Copa de

39 Fórum Industrial Parlamentar Sul - FIEP, FIERGS, FIESC Secretaria Executiva: Rodovia Admar Gonzaga, Itacorubi Florianópolis/SC Fone: (48) Fax (48)

Modal Rodoviário. 9 Paraná Modal Aquaviário. 14 Paraná Modal Aeroviário 17 Paraná Modal Ferroviário. Modal Rodoviário

Modal Rodoviário. 9 Paraná Modal Aquaviário. 14 Paraná Modal Aeroviário 17 Paraná Modal Ferroviário. Modal Rodoviário OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL SUGESTÕES AO PPA 2012-2015 E AO PLO 2012 Índice 3 Paraná 3 Paraná Modal Rodoviário 9 Paraná Modal Aquaviário 14 Paraná

Leia mais

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA INDÚSTRIA CATARINENSE Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina FIESC Glauco José

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA SUGESTÕES AO PLO 2013

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA SUGESTÕES AO PLO 2013 OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA SUGESTÕES AO PLO 2013 Índice 10 Santa Catarina 10 Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 17 Infraestrutura

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA - 2014 Índice Santa Catarina 1 Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário 2 Infraestrutura de Transportes Modal

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão Aeroviário Ferroviário Criciúma - Forquilinha/ Criciúma - Forquilinha/ Construção/Melhorias Não Planejado 8.081 N.A. Pós 2015 Florianópolis/ (Internacional Hercílio Luz) - Infraero Jaguaruna, Correia Pinto

Leia mais

Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande. Portuária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS. Categoria: Dragagem / Derrocamento

Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande. Portuária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS. Categoria: Dragagem / Derrocamento Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande E9 Portuária TIPO: Eixo Estruturante LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS Categoria: Dragagem / Derrocamento EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME: 2.000.000 m³ JUSTIFICATIVA:

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL

OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL OBRAS DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA DA REGIÃO SUL - 2014 Índice 3 Paraná Infraestrutura de Transportes Modal Rodoviário Infraestrutura de Transportes Modal Aquaviário Infraestrutura

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL

A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL 04/05/2011 Senado Federal - Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo O BRASIL EM NÚMEROS BASE PARA O CRESCIMENTO Os investimentos nas áreas

Leia mais

Categoria: Construção de Ferrovia

Categoria: Construção de Ferrovia Projeto 015 : Construção do contorno ferroviário de São Francisco do Sul E2 Ferroviária LOCALIZAÇÃO: São Francisco do Sul - SC INTERVENÇÃO: Construção Categoria: Construção de Ferrovia EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME:

Leia mais

PROJETOS DE TRANSPORTES NO BRASIL

PROJETOS DE TRANSPORTES NO BRASIL GEIPOT Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes PROJETOS DE TRANSPORTES NO BRASIL Eixo Mercosul Chile Eixo Brasil Paraguai Bolívia Peru - Chile IIRSA Integração da Infra-estrutura Regional na

Leia mais

SUBSÍDIO EXPEDITO SOBRE A FERROVIA LESTE - OESTE MARACAJÚ (MS) MAFRA(SC) e PORTOS SC e PR

SUBSÍDIO EXPEDITO SOBRE A FERROVIA LESTE - OESTE MARACAJÚ (MS) MAFRA(SC) e PORTOS SC e PR SUBSÍDIO EXPEDITO SOBRE A FERROVIA LESTE - OESTE MARACAJÚ (MS) MAFRA(SC) e PORTOS SC e PR Realização: Apoio: Execução: Fl. 1 Apresentação Este estudo é uma iniciativa da FIESC, que conta com o apoio do

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Matriz de Transporte Brasil Estado de São Paulo Modal Participação Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA

EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA O eixo de infraestrutura logística do PAC tem como objetivo ampliar a qualidade dos serviços de transporte, para aumentar a competitividade da

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão Angra dos Reis/ Angra dos Reis/ Ampliação/Melhorias Não Planejado 30.000 N.A. Pós 2015 Angra dos Reis: ampliação do Pátio de Aeronaves, Terminal de Passageiros e Ampliação de Pista. Área do Terminal: 450m2.

Leia mais

Ministério dos Transportes PNLT - Plano Nacional de Logística e Transportes Portfólio dos Projetos por Unidades da Federação - Versão 2011 Paraná

Ministério dos Transportes PNLT - Plano Nacional de Logística e Transportes Portfólio dos Projetos por Unidades da Federação - Versão 2011 Paraná Ministério dos s Curitiba/ (Bacacheri) - Infraero Curitiba/ (Bacacheri) - Infraero Construção/Melhorias Planejado 1.269 N.A. Pós 2015 Curitiba/ (Internacional Afonso Pena) - Infraero Curitiba/ (Internacional

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

ANEXO. PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007 2ª alteração. Relação de empreendimentos

ANEXO. PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007 2ª alteração. Relação de empreendimentos ANEXO Unidade da Federação: RIO GRANDE DO SUL Processo nº 50000.061537/2006-18 Programa de Trabalho contendo as alterações propostas pelo Estado recebidas em 25 de outubro de 2007 e publicado no Diário

Leia mais

Objetivo 3.2. Melhorar a infra-estrutura de transporte e logística do Estado. As prioridades estaduais, segundo a visão da indústria, estão na

Objetivo 3.2. Melhorar a infra-estrutura de transporte e logística do Estado. As prioridades estaduais, segundo a visão da indústria, estão na Objetivo 3.2. Melhorar a infra-estrutura de transporte e logística do Estado. As prioridades estaduais, segundo a visão da indústria, estão na ampliação do número de terminais portuários, rodovias, ferrovias

Leia mais

Resultados dos Seminários Regionais FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA

Resultados dos Seminários Regionais FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Resultados dos Seminários Regionais FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC Glauco José Côrte - Presidente Mario Cezar de Aguiar

Leia mais

HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL

HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL Eng. José Luiz Fay de Azambuja azambuj@uol.com.br TREINTA Y TRES 04.10.2012 CARACTERIZAÇÃO Lagoa Mirim São Gonçalo Lagoa dos

Leia mais

Duplicação BR-101 Sul - Santa Catarina

Duplicação BR-101 Sul - Santa Catarina DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES Duplicação BR-101 Sul - Santa Catarina (Palhoça Passo de Torres/Divisa SC-RS) Relatório de andamento de obras Junho 2013 Fase 1 Obras contratadas

Leia mais

Amapá 2,1. Pará 46,2. Ceará 25,4 Pernambuco 22,3. Maranhão 17,4. Roraima 3,7. Tocantins 19,7. Rio Grande do Norte 7,5. Piauí 9,9.

Amapá 2,1. Pará 46,2. Ceará 25,4 Pernambuco 22,3. Maranhão 17,4. Roraima 3,7. Tocantins 19,7. Rio Grande do Norte 7,5. Piauí 9,9. INFRAESTRUTURA Valores de investimentos sugeridos pelo Plano CNT de Transporte e Logística 2014 em todos os Estados brasileiros, incluindo os diferentes modais (em R$ bilhões) Tocantins 19,7 Roraima 3,7

Leia mais

LABORATÓRIO DE TRANSPORTES E LOGÍSTICA

LABORATÓRIO DE TRANSPORTES E LOGÍSTICA LABORATÓRIO DE TRANSPORTES E LOGÍSTICA Departamento de Engenharia Civil Universidade Federal de Santa Catarina Engenheiro André Ricardo Hadlich andre.labtrans@yahoo.com.br Maio de 2014 Engenharia Civil

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais

ANEXO 21 PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007. Relação de Empreendimentos:

ANEXO 21 PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007. Relação de Empreendimentos: ANEXO 21 Unidade da Federação: RIO GRANDE DO SUL Processo nº 50000.061537/2006-18 Programa de Trabalho publicado no Diário Oficial da União, de 21 de dezembro de 2006, seção 1, pág. 118, na forma da portaria

Leia mais

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL HISTÓRICO ESTADO DE SANTA CATARINA PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL A história do Porto de São Francisco do Sul teve inicio em dezembro de 1912, quando a Companhia Estrada de Ferro São Paulo - Rio Grande

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Curitiba Setembro/2013 Curitiba: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

PELT 2035 1. PORTOS 2. FERROVIAS 3. RODOVIAS 4. AEROPORTOS 5. DUTOVIAS 6. HIDROVIAS 7. LIGAÇÕES METROPOLITANAS 8.

PELT 2035 1. PORTOS 2. FERROVIAS 3. RODOVIAS 4. AEROPORTOS 5. DUTOVIAS 6. HIDROVIAS 7. LIGAÇÕES METROPOLITANAS 8. 1. PORTOS 2. FERROVIAS 3. RODOVIAS 4. AEROPORTOS 5. DUTOVIAS 6. HIDROVIAS 7. LIGAÇÕES METROPOLITANAS 8. BANCO DE PROJETOS Modal portuário Porto de Paranaguá 2015 Porto de Paranaguá - 2015 Modal portuário

Leia mais

4 INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NA REGIÃO CENTRO-SUL

4 INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NA REGIÃO CENTRO-SUL 94 4 INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA NA REGIÃO CENTRO-SUL Nos capítulos anteriores foi apresentado o produto a ser tratado, suas principais regiões produtoras, suas perspectivas de crescimento, sua logística

Leia mais

PORTO MEARIM AESA UM PORTO NÃO É GRANDE APENAS POR SEU CAIS, SUA INFRAESTRUTURA OU CAPACIDADE LOGÍSTICA

PORTO MEARIM AESA UM PORTO NÃO É GRANDE APENAS POR SEU CAIS, SUA INFRAESTRUTURA OU CAPACIDADE LOGÍSTICA v UM PORTO NÃO É GRANDE APENAS POR SEU CAIS, SUA INFRAESTRUTURA OU CAPACIDADE LOGÍSTICA UM PORTO É UM GRANDE PORTO QUANDO ELE OFERECE OPORTUNIDADES No litoral Maranhense, na margem leste da Baía de São

Leia mais

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão. Ampliação e Construção

Vetor UF Nome Localização / Descrição Tipo de Intervenção PAC? Status Extensão. Ampliação e Construção Ministério dos s PNLT - Plano Nacional de Logística e s Aeroviário Ferroviário Aeroporto de Vitória/ (Eurico de Aguiar Salles): Ampliação e Construção de Mais um Módulo do Terminal de Passageiros, incluindo

Leia mais

O Círculo Vicioso da Instabilidade Política e a Necessidade de Planejamento Estratégico de Longo Prazo

O Círculo Vicioso da Instabilidade Política e a Necessidade de Planejamento Estratégico de Longo Prazo O Círculo Vicioso da Instabilidade Política e a Necessidade de Planejamento Estratégico de Longo Prazo Figura importada dos relatórios do PPIAF - Public Private Infrastructure Advisory Facility (http://www.ppiaf.org/)

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM. ARSESP - Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM. ARSESP - Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo Matriz de Transporte Modal Brasil Participação Estado de São Paulo Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

TRANSPORTE E LOGÍSTICA

TRANSPORTE E LOGÍSTICA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA AGENDA TRANSPORTE E LOGÍSTICA 2015 Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina Glauco José Côrte Presidente da FIESC Mario Cezar de Aguiar

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 8 Mobilidade e Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

1 de 5 ESPELHO DE EMENDAS DE INCLUSÃO DE META

1 de 5 ESPELHO DE EMENDAS DE INCLUSÃO DE META COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS E FISCALIZ S AO PLN 0001 / 2008 - LDO Página: 2726 de 2993 1 de 5 ESPELHO DE S DE INCLUSÃO DE META AUTOR DA 71260001 1220 Assistência Ambulatorial e Hospitalar Especializada

Leia mais

IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão. Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE. Maniçoba/BA Curaçá/BA. Mirorós/BA ESTUDOS E PROJETOS

IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão. Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE. Maniçoba/BA Curaçá/BA. Mirorós/BA ESTUDOS E PROJETOS IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE Maniçoba/BA Curaçá/BA Formoso/BA Mirorós/BA Gorutuba/MG ESTUDOS E PROJETOS EIXO NORTE Trecho VI / PE Estudos Barragens do

Leia mais

PORTO FLUVIAL DE PORTO DE PORTO ALEGRE

PORTO FLUVIAL DE PORTO DE PORTO ALEGRE PORTO FLUVIAL DE PORTO DE PORTO ALEGRE Integrantes: Mauricio Beinlich Pedro Granzotto Características físicas: O Porto de Porto Alegre é o mais meridional do Brasil. Geograficamente, privilegiado em sua

Leia mais

II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO

II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO aceleração do desenvolvimento sustentável no Brasil. Dessa forma, o país poderá superar os gargalos da economia e estimular o aumento da produtividade e a diminuição

Leia mais

Impactos dos investimentos previstos no PIL 2015 nos corredores logístico de exportação. Apoio

Impactos dos investimentos previstos no PIL 2015 nos corredores logístico de exportação. Apoio Impactos dos investimentos previstos no PIL 2015 nos corredores logístico de exportação Apoio s previstos no PIL 2015 no Corredor Logístico Centro-Norte s estimados em R$ 29,5bilhões com o PIL 2015 Rodovias

Leia mais

Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas

Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas Portos Brasileiros: Diagnósticos, Políticas e Perspectivas Congresso Internacional NAVEGAR 2010 Carlos Campos Neto Carlos.campos@ipea.gov.br Porto Alegre, agosto de 2010 2/33 Sumário Diagnóstico Marco

Leia mais

Projeto 010 : Construção de contorno ferroviário de Tutóia. Ferroviária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Araraquara - SP

Projeto 010 : Construção de contorno ferroviário de Tutóia. Ferroviária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Araraquara - SP Projeto 010 : Construção de contorno ferroviário de Tutóia E6 Ferroviária TIPO: Eixo Estruturante LOCALIZAÇÃO: Araraquara - SP INTERVENÇÃO: Construção Categoria: Construção de Ferrovia EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME:

Leia mais

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 -

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 - Anexo A - Mobilidade Urbana Empreendimento (obra, projeto e desapropriação) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2-2 Belo Horizonte Corredor Pedro II e Obras Complementares nos

Leia mais

PORTO DE PELOTAS PLANO DE DESENVOLVIMENTO E ZONEAMENTO PORTUÁRIO

PORTO DE PELOTAS PLANO DE DESENVOLVIMENTO E ZONEAMENTO PORTUÁRIO PORTO DE PELOTAS PLANO DE DESENVOLVIMENTO E ZONEAMENTO PORTUÁRIO Í N D I C E Aprovações e Alterações Resolução nº. 011, de 11 de Fevereiro de 2010, do Conselho de Autoridade Portuária do Porto de Pelotas/RS

Leia mais

Bruno Batista Diretor Executivo da CNT Brasília, Abril de 2009

Bruno Batista Diretor Executivo da CNT Brasília, Abril de 2009 Gargalos no Sistema de Transporte de Cargas no Brasil Bruno Batista Diretor Executivo da CNT Brasília, Abril de 2009 Panorama do Transporte Composição da Matriz de Transportes comparação outros países

Leia mais

Adm. Marcelo Leite Medeiros, Esp. CRA/SC 14.635 Consultor em Logística de Distribuição, Transporte e Armazenagem Sistema FIESC SENAI/SC ITAJAÍ

Adm. Marcelo Leite Medeiros, Esp. CRA/SC 14.635 Consultor em Logística de Distribuição, Transporte e Armazenagem Sistema FIESC SENAI/SC ITAJAÍ Instituto SENAI de Tecnologia em Logística Adm. Marcelo Leite Medeiros, Esp. CRA/SC 14.635 Consultor em Logística de Distribuição, Transporte e Armazenagem Sistema FIESC SENAI/SC ITAJAÍ A LOGÍSTICA EM

Leia mais

INVESTIMENTOS DO PAC NO ESTADO DO PARANÁ: AVALIAÇÃO PRELIMINAR

INVESTIMENTOS DO PAC NO ESTADO DO PARANÁ: AVALIAÇÃO PRELIMINAR Nº 4 - FEVEREIRO 2011 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ Carlos Alberto Richa Governador SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO GERAL Cassio Taniguchi Secretário INSTITUTO PARANAENSE DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Leia mais

INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES AÇÕES EXECUTADAS A retomada dos investimentos em transporte determinou a implantação de programas governamentais que otimizassem o gasto público por meio

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes. A Melhoria da Estrutura Portuária

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes. A Melhoria da Estrutura Portuária MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Secretaria de Gestão dos Programas de Transportes A Melhoria da Estrutura Portuária AGENDA PORTOS Coordenação das ações de governo, na Câmara de Política de Infra-estrutura,

Leia mais

ANEXO. PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007 1ª alteração. Relação de empreendimentos

ANEXO. PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007 1ª alteração. Relação de empreendimentos ANEXO Unidade da Federação: RIO GRANDE DO SUL Processo nº 50000.061537/2006-18 Programa de Trabalho contendo as alterações propostas pelo Estado recebidas em 20 de junho de 2007 e publicado no Diário Oficial

Leia mais

Navegação de Cabotagem

Navegação de Cabotagem Reunião Conjunta Câmaras Setoriais da Cadeia Produtiva de Milho e Sorgo e da Cadeia Produtiva de Aves e Suínos Identificação das formas de movimentação dos excedentes de milho no Brasil Navegação de Cabotagem

Leia mais

Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande

Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande Diferenciais Competitivos do Porto do Rio Grande Fórum de Infraestrutura e Logística do RS Nov/2009 Eng. Darci Tartari Divisão de Planejamento Localização do Porto do Rio Grande no Conesul São Francisco

Leia mais

Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br

Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br PORTO DE PORTO ALEGRE Histórico: Início da obra: 28 de outubro de 1911, pelo Governo Federal construído

Leia mais

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 Corredores de Ônibus Manaus: Atendem três condicionantes: 1) Plano de Estruturação da Malha Viária do Governo do Estado do Amazonas; 2) Demanda

Leia mais

.2.3 HISTÓRICO... 05. MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLíTICA DE QUALIDADE... 06 OPERAÇÃO PORTUÁRIA... 08 ATIVIDADES... 08 QUALIDADE...

.2.3 HISTÓRICO... 05. MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLíTICA DE QUALIDADE... 06 OPERAÇÃO PORTUÁRIA... 08 ATIVIDADES... 08 QUALIDADE... HISTÓRICO... 05 MISSÃO, VISÃO, VALORES E POLíTICA DE QUALIDADE... 06 OPERAÇÃO PORTUÁRIA... 08 ATIVIDADES... 08 QUALIDADE... 10 EVOLUIR SEMPRE... 12 ALTA TECNOLOGIA PARA GRANDES RESULTADOS... 15 EQUIPAMENTOS...

Leia mais

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Secretaria de Portos da Presidência da República Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Ministro Leônidas Cristino São Luiz, abril 2011 AGENDA:

Leia mais

CORREDOR MULTIMODAL DO SÃO FRANCISCO

CORREDOR MULTIMODAL DO SÃO FRANCISCO CORREDOR MULTIMODAL DO SÃO FRANCISCO SUMÁRIO DO PROJETO Contexto geral do projeto: potencias benefícios Eixo de integração e desenvolvimento regional Corredor facilitador do comércio interno: produção

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 VI Seminário ALACPA de Pavimentos Aeroportuários e IV FAA Workshop Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 28 Outubro 2009 Arq. Jonas M. Lopes INFRAERO Aeroportos - Copa do Mundo 2014 Belo Horizonte

Leia mais

DECRETO Nº- 8.437, DE 22 DE ABRIL DE 2015

DECRETO Nº- 8.437, DE 22 DE ABRIL DE 2015 DECRETO Nº- 8.437, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Regulamenta o disposto no art. 7º, caput, inciso XIV, alínea "h", e parágrafo único, da Lei Complementar nº 140, de 8 de dezembro de 2011, para estabelecer as

Leia mais

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES PORTO DE SANTOS A PORTA DO BRASIL. Março/2004

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES PORTO DE SANTOS A PORTA DO BRASIL. Março/2004 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES GOVERNO FEDERAL PORTO DE SANTOS A PORTA DO BRASIL Março/2004 PORTO DE SANTOS Localização dos Terminais Derivados Petróleo Autos Inflam. Papel Margem Esquerda Contêineres. Trigo

Leia mais

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB ARAÇOIABA 15.108 90 IGARASSU 82.277 323 ITAPISSUMA 20.116 74 ITAMARACÁ 15.858 65 PRAIA DE MARIA FARINHA A REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Municípios: 14 População:

Leia mais

TRANSPORTE AEROVIÁRIO. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados!

TRANSPORTE AEROVIÁRIO. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados! TRANSPORTE AEROVIÁRIO Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados! Dentre os diferentes segmentos de transportes no Brasil, o que recebe menor atenção por parte das autoridades e, conseqüentemente,

Leia mais

SETOR DE TRANSPORTE... 3. 1. TRANSPORTE AQUAVIÁRIO... 5 1.1. Transporte hidroviário marítimo... 5 1.2. Transporte hidroviário fluvial...

SETOR DE TRANSPORTE... 3. 1. TRANSPORTE AQUAVIÁRIO... 5 1.1. Transporte hidroviário marítimo... 5 1.2. Transporte hidroviário fluvial... Versão em EDIÇÃO SETOR DE TRANSPORTE... 3 1. TRANSPORTE AQUAVIÁRIO... 5 1.1. Transporte hidroviário marítimo... 5 1.2. Transporte hidroviário fluvial... 5 2. TRANSPORTE TERRESTRE... 7 2.1. Estruturas Rodoviárias...

Leia mais

PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO. IV Brasil nos Trilhos. Maurício Muniz Brasília, 11/08/2010 FERROVIAS

PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO. IV Brasil nos Trilhos. Maurício Muniz Brasília, 11/08/2010 FERROVIAS PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO IV Brasil nos Trilhos Maurício Muniz Brasília, 11/08/2010 FERROVIAS INVESTIMENTOS DA UNIÃO 2000-2010* (RAP + Pago) R$ milhões 2.500 904 998 125 133 112 57 133 279

Leia mais

Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados. Setembro 2011 Paulo Fleury

Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados. Setembro 2011 Paulo Fleury Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados Setembro 2011 Paulo Fleury Agenda Infraestrutura Logística Brasileira PAC: Investimentos e Desempenho PAC: Investimentos e Desempenho Necessidade

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA Plano Plurianual 28-211 1 ProPav Rural Órgão Responsável Objetivo Justificativa Secretaria de Estado da Infra-Estrutura Viabilizar a pavimentação de acessos e ruas das comunidades rurais. Integrar as comunidades

Leia mais

Renato Ferreira Barco

Renato Ferreira Barco 27/08/2013 OS PROBLEMAS LOGÍSTICOS DO PORTO DE SANTOS E SOLUÇÕES A CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO Renato Ferreira Barco DIRETOR PRESIDENTE 34 35 36 38 39 42 43 48 53 60 68 72 76 80,7 81,1 83,2 96 97,2 104,5

Leia mais

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba Curitiba SÃO PAULO População: 1.828.092 hab. Taxa de crescimento pop. 2000-2009: 1,71% 2008-2009:

Leia mais

TRANSPORTES: REDES MATERIAIS

TRANSPORTES: REDES MATERIAIS TRANSPORTES: REDES MATERIAIS TRANSPORTES desenvolvimento da tecnologia e a busca de economia de energia e tempo criação de equipamentos para transportar grandes volumes de carga e menor gasto de energia;

Leia mais

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. Agosto de 2013

QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL. Agosto de 2013 QUESTÕES FUNDAMENTAIS DA LOGÍSTICA NO BRASIL Agosto de 2013 PRINCIPAIS CADEIAS PRODUTIVAS Soja, milho e bovinos AGROPECUÁRIA AÇÚCAR E ÁLCOOL Soja, milho e bovinos Cana de açúcar MINERAÇÃO E SIDERURGIA

Leia mais

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2 Code-P0 AEROPORTOS PAC Atualizado em 05/03/0 0 Code-P ÍNDICE MAPA AEROPORTOS PAC 3 GUARULHOS 4 Projeto Básico do TPS 3 Terraplenagem para construção do TPS 3 Ampliação e Revitalização do Sistema de Pistas

Leia mais

ENTRAVES NO SETOR DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO

ENTRAVES NO SETOR DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO ENTRAVES NO SETOR DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO 1 INTRODUÇÃO A ANTF Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários congrega oito empresas Concessionárias prestadoras dos serviços públicos de transporte

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL

OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL Estudo realizado com 259 empresas; Faturamento das empresas pesquisadas representando mais de 30% do PIB brasileiro; O objetivo principal é mapear e avaliar a importância

Leia mais

MOBILIDADE E LOGÍSTICA NO RJ SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES 2015-2018

MOBILIDADE E LOGÍSTICA NO RJ SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES 2015-2018 MOBILIDADE E LOGÍSTICA NO RJ SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES 2015-2018 Plano Diretor de Mobilidade para Região Metropolitana do Rio de Janeiro Plano Estratégico de Logística e Cargas do Estado do Rio

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos

Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos Programa de Investimentos em Logística: Rodovias, Ferrovias e Portos Logística e Desenvolvimento Econômico Imperativos para o desenvolvimento acelerado e sustentável: Ampla e moderna rede de infraestrutura

Leia mais

Infraestrutura de Transportes

Infraestrutura de Transportes Infraestrutura de Transportes Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo Março/2012 Ministério dos Transportes Apresentação A sede do DNIT é em Brasília, no Distrito Federal. Atualmente

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 1. Belo Horizonte Copa do Mundo FIFA 2014 CODE-2 Belo Horizonte Belo Horizonte Quantitativo de Empreendimentos e Investimentos por Tema Nº de Empreendimentos Investimento Total (R$ mi) Estádio Mobilidade

Leia mais

- 41 - Lição III RIO GRANDE DO SUL

- 41 - Lição III RIO GRANDE DO SUL Lição III RIO GRANDE DO SUL - 41 - Na lição anterior estudamos sobre o Brasil. Vimos que existem 26 Estados e 1 Distrito Federal. E um desses Estados, é o Rio Grande do Sul, que fica no extremo sul do

Leia mais

LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE LEI:

LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE LEI: LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 Institui a Lei do Sistema Viário do Município de Cafeara, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO Jorge Herdina Superintendente. INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES PROJETOS ESTRATÉGICOS e PLANEJAMENTO DE INVESTIMENTO

AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO Jorge Herdina Superintendente. INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES PROJETOS ESTRATÉGICOS e PLANEJAMENTO DE INVESTIMENTO AEROPORTO INTERNACIONAL SALGADO FILHO Jorge Herdina Superintendente INFRAESTRUTURA E OPERAÇÕES PROJETOS ESTRATÉGICOS e PLANEJAMENTO DE INVESTIMENTO OBJETIVO Divulgar os Projetos Estratégicos do Aeroporto

Leia mais

Base Legal da Ação Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001, arts. 81 e 82; Lei nº 5.917, de 10 de Setembro de 1973, e suas alterações.

Base Legal da Ação Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001, arts. 81 e 82; Lei nº 5.917, de 10 de Setembro de 1973, e suas alterações. Programa 2073 - Transporte Hidroviário Número de Ações 107 110S - Melhoramentos no Canal de Navegação da Hidrovia dos Rios Paraná e Paraguai Garantia da navegabilidade durante todo o ano na hidrovia, mediante

Leia mais

Ministério dos Transportes

Ministério dos Transportes Ministério dos Transportes DNIT Investimentos do Governo Federal no Estado do Rio Grande do Sul Rodovias Palestrante: Hideraldo Luiz Caron Diretor de Infra-estrutura Rodoviária do DNIT Outubro/2008 2 PROGRAMA

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av.

Leia mais

A Vale no Maranhão. A Vale no Maranhão

A Vale no Maranhão. A Vale no Maranhão A Vale no Maranhão A Vale no Maranhão Estamos presentes em mais de 38 países Geramos mais de 174 mil empregos no mundo Além de minérios, atuamos na área de fertilizantes e nos segmentos de logística, energia

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 2ª Ano Tema da aula: transporte e Telecomunicação Objetivo da aula:. Entender as principais formas de

Leia mais

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Melhoria da Infraestrutura Viária e Transporte na Capital Abril/2011 Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE

Leia mais

NOVEMBRO 2013 1º RELATÓRIO DE ANDAMENTO

NOVEMBRO 2013 1º RELATÓRIO DE ANDAMENTO NOVEMBRO 2013 ESTUDO PRELIMINAR PARA IMPLANTAÇÃO DE PONTE SOBRE O RIO SÃO FRANCISCO, ENTRE OS MUNICÍPIOS DE PENEDO/AL E NEÓPOLIS/SE 1º RELATÓRIO DE ANDAMENTO ESTUDO PRELIMINAR PARA IMPLANTAÇÃO DE PONTE

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços Sumário Rio de Janeiro em números Energia Petróleo Carteira de Investimentos Rio de Janeiro em números Comércio Exterior Rio bate

Leia mais

PIC. Projeto de Incentivo à CABOTAGEM. Projeto de Incentivo à Cabotagem PIC

PIC. Projeto de Incentivo à CABOTAGEM. Projeto de Incentivo à Cabotagem PIC Projeto de Incentivo à Cabotagem PIC PORTO DE PELOTAS - RS 08/JULHO/2010 Projeto de Incentivo à CABOTAGEM LUIZ HAMILTON Coordenador Geral de Gestão da Informação do Departamento de Sistemas de Informações

Leia mais

O Papel do Governo no Transporte Ferroviário. Atuação do Ministério dos Transportes

O Papel do Governo no Transporte Ferroviário. Atuação do Ministério dos Transportes O Papel do Governo no Transporte Ferroviário Atuação do Ministério dos Transportes Brasília, 11 de agosto de 2010 Paulo Sérgio Passos Ministro dos Transportes Um momento especial 2010 tem sido um ano de

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Secretaria de Logística e Transportes Estrutura da Secretaria de Logística e Transportes Pátio 2 Obra Secretaria de Logística e Transportes Porto de São Sebastião Realizações 2011/2012 Descrição Nivelamento

Leia mais

A movimentação de cargas no Porto de Santos duplicou, desde a promulgação da Lei 8.630/93. Hoje, já são movimentados mais de 100 milhões de toneladas

A movimentação de cargas no Porto de Santos duplicou, desde a promulgação da Lei 8.630/93. Hoje, já são movimentados mais de 100 milhões de toneladas ACESSIBILIDADE AO PORTO DE SANTOS 12 de setembro de 2013 Atribuições da Prefeitura de Santos Definição de uso e ocupação de solo Constituição Federal Estatuto da Cidade Relação Cidade Porto Secretaria

Leia mais

Rodovia Perimetral Norte

Rodovia Perimetral Norte Buscando criar um novo caminho que integre as três rodovias Federais (Br s 101, 116 e 324), que cruzam Feira de Santana, a rodovia perimetral norte de 33 km, surge como uma alternativa muito importante

Leia mais

105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia

105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia Programa 2075 - Transporte Rodoviário Número de Ações 227 105S - Adequação de Trecho Rodoviário - Divisa SE/BA - Entroncamento BR-324 - na BR-101 - no Estado da Bahia UO: 39252 - Departamento Nacional

Leia mais

ARCO METROPOLITANO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE OBRAS

ARCO METROPOLITANO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE OBRAS DO RIO DE JANEIRO HISTÓRICO 1974 - passou a integrar o Plano Rodoviário Estadual (PRE) como RJ-109, rodovia planejada do trecho entre a BR 040 e a BR 101 (Sul) 1977 e 1984 - O Estado contratou projeto

Leia mais

IV Brasil nos Trilhos

IV Brasil nos Trilhos IV Brasil nos Trilhos Crescimento do Setor Ferroviá Bruno Batista Diretor Executivo CNT Brasília, 11 de agosto de 2010. Objetivos da Pesquisa Identificar as alterações ocorridas no setor nos últimos anos

Leia mais

Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014

Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014 Fórum de Logística Perspectivas para 2014 25/02/2014 David Barioni Neto Mar/10 a Jun/11: Presidente Executivo (CEO) da Facility Group S.A. Nov/07 a Out/09: Presidente Executivo (CEO) da TAM Linhas Aéreas

Leia mais

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL LEI N. ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO IPOJUCA VIAS ARTERIAIS VIA PE-060 PE-038 PE-009 I - Requalificação com sua duplicação em todo o trecho

Leia mais