PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E LAZER CONSCIENTE (PEDAL- CONSCIENTE): RELATOS DE PROFESSORES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E LAZER CONSCIENTE (PEDAL- CONSCIENTE): RELATOS DE PROFESSORES"

Transcrição

1 PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E LAZER CONSCIENTE (PEDAL- CONSCIENTE): RELATOS DE PROFESSORES Paula C. Bertuso (BB/UFSCar) Luiz Gonçalves Junior (DEFMH-PPGE/UFSCar) Mariana Ignatios (CCS/UFSCar - ASC) Camila Cultri (ASC) Adriana A. S. Machado (ASC) Fabrizio Crivelli (ASC) Everton D. Pariser (ASC) Eixo temático: Ludomotricidade Agência Financiadora: ProEx UFSCar Resumo O Projeto Pedal Consciente é uma parceria da Associação São-Carlense de Ciclismo (ASC) com a UFSCar e a Prefeitura Municipal de São Carlos e tem como público-alvo adolescentes de escolas públicas de 13 a 15 anos. O objetivo é incentivar o uso da bicicleta em todas as suas possibilidades: transporte, saúde, lazer e esporte. Durante o ano serão atendidas 8 escolas de São Carlos, sendo 15 adolescentes de cada uma delas. Durante as aulas são abordados temas como preservação do meio ambiente, leis de trânsito, postura para pedalar, equipamentos de segurança, benefícios da atividade física para saúde e mecânica de bicicletas. Ao fim das 4 semanas de curso, são selecionados 2 alunos para compor a equipe júnior de ciclismo de rendimento de São Carlos, que podem vir a se tornar atletas. Palavras-chave: ciclismo, educação ambiental, mobilidade urbana. Introdução De acordo com o relatório de Planejamento Cicloviário: Diagnóstico Nacional (BRASIL, 2001), 70% dos municípios avaliados apresentam alto grau de interesse no transporte cicloviário; tal pode ser explicado pelos constantes congestionamentos observados em cidades de médio e grande porte, onde, apesar das obras e medidas adotadas atualmente para minimização desse problema, o tráfico lento é uma constante no dia a dia dos cidadãos. Como as políticas de transporte público das cidades não estão conseguindo atender o grande contingente de pessoas que precisa se deslocar todos os dias, a bicicleta surge como uma alternativa prática, saudável, sustentável e barata para população. Além da bicicleta poder ser utilizada como transporte, também pode ser utilizada para o lazer e para prática de esporte de rendimento. Segundo a Carta Internacional de Educação Física e Esporte da UNESCO (1978), a prática de esportes é um direito fundamental de todos, sendo este indispensável ao desenvolvimento da personalidade e das capacidades da pessoa. Este mesmo documento também afirma que o esporte prepara melhor o indivíduo para 696

2 enfrentar e lidar com os problemas que a vida moderna e, ao nível social, é capaz de aprimorar as relações sociais e desenvolver o espírito esportivo. E ainda, de acordo com o artigo 6o, capítulo II da Constituição Brasileira (BRASIL, 1988) o lazer é considerado um direito social de todo cidadão e, segundo GONÇALVES JUNIOR et al (2011) no campo do lazer, a bicicleta pode favorecer o contato com trilhas, matas, rios, cachoeiras, lagos, represas, praias, praças, parques, fazendas históricas, unidades de conservação, entre outros, possibilitando uma alternativa de fruição do mesmo que privilegie contato com as citadas paisagens. O Projeto de Educação Ambiental e Lazer Consciente (PEDAL-Consciente) é uma realização da Associação São-Carlense de Ciclismo (ASC) em parceria com o Departamento de Educação Física e Motricidade Humana da Universidade Federal de São Carlos (DEFMH/UFSCar) e Prefeitura Municipal de São Carlos, através da Secretaria Municipal de Esportes e da Coordenadoria de Meio Ambiente. Este projeto de extensão tem como público alvo adolescentes, entre 13 e 15 anos de idade, matriculados em escolas públicas de São Carlos que queiram aprender como utilizar a bicicleta, seja como transporte, esporte ou lazer, que não estejam participando de outro projeto social e que tenham autorização do responsável. Até o final do ano de 2012 serão atendidas 8 escolas da rede pública de São Carlos, preferencialmente da região periférica da cidade, sendo 15 adolescentes de cada uma delas, totalizando 120 alunos. O mesmo número de alunos foi atendido no ano de 2011, quando teve início o projeto Pedal Consciente e também a Equipe Juvenil de Ciclismo de Rendimento e BMX ligada a ASC. A participação dos alunos é inteiramente gratuita, sendo oferecido aos participantes uma van para transporte entre a UFSCar e a escola, lanche composto por um salgado assado e suco, material didático (apostilas e canetas), são emprestadas bicicletas (doadas por empresas ou colaboradores) e equipamentos de segurança (capacetes e coletes, por exemplo), é cedido também bloqueador solar e repelente de insetos. Para os alunos que tiverem o mínimo de 90% de frequência são fornecidos certificados de conclusão do curso. O principal objetivo da extensão consiste em incentivar o uso da bicicleta em todas as suas possibilidades: transporte, lazer e esporte. O projeto também pretende alcançar os seguintes objetivos: praticar o ciclismo enquanto promotor de saúde; estabelecer relações entre o uso da bicicleta e educação ambiental; apresentar e vivenciar o Código Nacional de Trânsito Brasileiro (BRASIL, 2008), principalmente no que diz respeito aos deveres e direitos 697

3 dos ciclistas; proporcionar noções básicas de mecânica de bicicletas para que o ciclista possa realizar consertos e manutenções em sua própria bicicleta. Todo o conteúdo do curso é dividido em quatro módulos, sendo desenvolvido um por semana: Módulo 1 Mecânica, peças da bicicleta e ciclismo; Módulo 2 Mobilidade urbana e segurança no trânsito; Módulo 3 Meio ambiente e pedal na terra; e Módulo 4 Ciclismo para a saúde e escolinha de ciclismo e BMX. Cada módulo é ministrado por 1 professor diferente, com exceção do de meio ambiente, que é dado por duas professoras. Os professores têm conhecimento específico aprofundado do módulo ministrado, bem como no mínimo noções dos demais para melhor integração dos conteúdos. O coordenador do projeto, que acompanha os alunos todos os dias, é professor do 4 módulo. As aulas são realizadas em todo campus São Carlos da UFSCar, algumas no audiovisual II do Deparatamento de Educação Física e Motricidade Humana e, durante a prática propriamente do ciclismos nas vias asfaltadas e/ou de terra do campus. O conteúdo das aulas é transmitido de maneira lúdica e, para tanto, foi desenvolvido para ser uma grande gincana/jogo entre os alunos inscritos. Após a realização desses jogos ou mesmo através de perguntas feitas pelo professor em sala de aula, os alunos que se saem melhor têm direito a andar algumas casas (simbolizadas por cinco bicicletas de cores diferentes) no painel de pontuação e o grupo de 3 alunos que chegar ao final do quadro primeiro, participa do sorteio de brindes doados pelos colaboradores do projeto. Durante as práticas do ciclismo propriamente, por sua vez, são realizados exercícios de alongamento, equilíbrio, mudança de direção e destreza; também diálogo de elementos como escolha da bicicleta em acordo com o biótipo, postura adequada para pedalar, utilização correta dos equipamentos de segurança, respeito a natureza durante a passagem pelas trilhas do cerrado da UFSCar e técnicas de pedalada. No fim de cada dia de aula as atividades realizadas são relatadas em um blog (http://pedalconsciente.blogspot.com.br/) mantido pelo coordenador do projeto, onde também é possível encontrar as datas e as próximas escolas que serão atendidas, além de um espaço para quem quiser contribuir com o projeto através da doação de bicicletas e/ou equipamentos. No blog, também é possível encontrar a apostila utilizada pelos alunos durante o curso, o relatório feito mensalmente para cada escola e todas as informações para quem desejar realizar um trabalho semelhante ao Pedal Consciente em sua comunidade. O objetivo central deste estudo é buscar uma compreensão dos processos educativos envolvidos em intervenções realizadas junto ao projeto de extensão PEDAL-Consciente, 698

4 observando a perspectiva dos professores em relação: a) ao uso seguro da bicicleta em diferentes meios, b) convivência entre os envolvidos (participantes e professores). Procedimentos Metodológicos Trata-se de um relato de experiência da intervenção no PEDAL Consciente. Na citada intervenção, solicitamos aos professores que relatassem oralmente as atividades realizadas em cada dia, os quais foram redigidos no formato de relatório, incluindo ilustrações ao tema abordado. Tais registros escritos e imagéticos foram submetidos à análise qualitativa, do tipo análise de conteúdo temático, na qual, segundo Gomes (2011), realiza-se um processo de categorização no sentido de estabelecer classificações agrupando elementos, ideias ou expressões, cujo eixo central é o tema. Ainda segundo o autor, a categorização tanto pode ser realizada previamente como surgir a partir da análise do material de pesquisa, sendo este último o procedimento adotado no presente relato. Salientamos que seguindo os preceitos éticos, obtivemos a autorização para a publicação dos dados em documento próprio (Termo de Consentimento Livre e Esclarecido TCLE), os quais autorizaram o uso do nome real. Resultados Durante todo o curso, a preocupação com a segurança é uma constante nas aulas teóricas e práticas. O tema é abordado principalmente pelos professores de mobilidade urbana e mecânica de bicicletas. As aulas de mecânica, segundo o professor que as ministra, visam dar autonomia para que os alunos possam fazer manutenção e consertos em suas próprias bicicletas, além de conscientizar o aluno para que ele sempre verifique a bicicleta antes de usá-la para evitar acidentes. Já a professora Adriana, de mobilidade urbana, além de reforçar a importância do uso dos equipamentos, dá diversas dicas para um pedal seguro, como por exemplo, não andar muito próximo a guia. Segundo Adriana, a coisa mais importante ao andar de bicicleta na rua é ser visto sempre, pois a bicicletas é um veículo pequeno e silencioso. A visita do Tour da Reciclagem também tem contribuído significativamente para o desenvolvimento do senso crítico dos alunos. De acordo com a professora Paula, que ministra algumas aulas no módulo de meio ambiente e acompanha os alunos durante a visita acima citada, ao conhecer como são tratados os resíduos produzidos pela cidade de São Carlos, eles passam a perceber que o lixo é um problema de todos e a importância de se reduzir a 699

5 quantidade de resíduos gerados por dia. Além de perceberem a importância de economizar recursos, como água e energia. A professora Paula, relatou também, que, em conversa com alguns alunos que já passaram pelo projeto, por meio de redes sociais, foi informado a ela que alguns adquiriram bicicletas após o curso, e uma aluna, particularmente, passou a realizar passeios de bicicleta com os familiares nas trilhas existentes no campus da UFSCar aos finais de semana. Segundo ela, isso mostra o envolvimento dos alunos com o projeto, despertando neles o interesse pela uso da bicicleta em suas diferentes possibilidades. Também na semana de meio ambiente, está sendo realizada um dinâmica com os alunos onde, metade da turma responde o que não pode faltar na sua vida? antes do início da aula, e a outra metade responde a mesma pergunta após a aula teórica. Segundo a professora de meio ambiente Camila, as respostas dos dois grupos foram bastante divergentes, sendo que o primeiro respondeu, entre outras coisas, família, saúde, video-game e ao término da aula, as respostas do segundo grupo foram centradas em ar, água, vida e ecossistema. Segundo a professora, o resultado dessa dinâmica mostra como as aulas teóricas têm mudado a percepção dos alunos a respeito dos assuntos abordados. A professora Camila também atentou para o papel de uma presença feminina durante as aulas teóricas e práticas, principalmente quando existem meninas no grupo de alunos selecionados para o projeto. Ela atentou para o fato de que as meninas tendem a se identificar mais com a professora, acompanhando-a durante as aulas. Há um consenso entre os professores a respeito do uso de jogos, como bingo (Figuras 1 e 2) e palavras cruzadas, e questionários para fixação e reflexão dos assuntos abordados. Segundo eles, essas atividades, aliadas a um quadro de pontuação (Figura 3) onde a cada boa resposta, vitória nos jogos ou exemplos de comportamento positivo perante o grupo, são avançadas algumas casas, têm estimulado a participação dos alunos e interação deles entre si, o companheirismo, a vontade de aprender mais e, também, ajudou muito na permanência dos alunos no projeto. 700

6 Fig. 1: Alunos da Escola Estadual Antônio Militão de Lima participando do Bingo sobre os problemas ambientais. Fig. 2: Tabela do Bingo Pedal, utilizada pelos alunos durante a semana de meio ambiente para auxiliar na fixação dos conteúdos abordados em sala de aula. Fig. 3: Quadro de pontuações utilizado durante as aulas teóricas. Os alunos são divididos em 5 grupos com 3 integrantes cada, sendo cada um representado por uma cor diferente. De modo geral, todos os envolvidos com o projeto, concordam que o blog (http://pedalconsciente.blogspot.com.br/) têm dado extrema visibilidade ao projeto. E segundo Mariana, uma das idealizadoras do projeto, grupos de diversas partes do país, como por 701

7 exemplo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, têm procurado a assessoria da ASC para implementação de projetos semelhantes em suas cidades. O coordenador do projeto e professor do módulo de ciclismo para saúde, que acompanha os alunos durante todo o curso, salienta a importância da presença do monitor para o bom andamento do projeto. Segundo ele, por já ter passado por todas as aulas do PEDAL-Consciente, o aluno consegue auxiliar os novos alunos e também os professores durante as aulas práticas e teóricas. Figura 4: Alunos da Escola Estadual Antônio Militão de Lima participantes do projeto Pedal Consciente juntamente com as professoras de Meio Ambiente e Mobilidade Urbana, ao fundo, usando coletes verdes; e alunos selecionados das escolas anteriores para compor a Equipe Juvenil de Ciclismo de Rendimento, a frente. Considerações Finais Este trabalho mostrou alguns dos relatos e impressões que os professores e profissionais envolvidos com o projeto PEDAL-Consciente têm a respeito do projeto. A partir deles é montado o relatório final da participação escola, juntamente com as atividades registradas diariamente no blog. Como sequência deste trabalho, pretende-se coletar relatos dos alunos que passaram pelo projeto, a fim de determinar os pontos fortes e fracos da metodologia adotada pelos professores atualmente. Uma vez que os alunos apontem as deficiências, o passo seguinte será a discussão de estratégias para solucionar os problemas. Referências BRASIL. Código de Trânsito Brasileiro e Legislação Complementar em Vigor. DENATRAN, Disponível em <http://www.denatran.gov.br/publicacoes/download/ctb_e_legislacao_complemen TAR.pdf> acesso em 29 de maio de BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 5 de outubro de

8 BRASIL. Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes. Planejamento cicloviário: diagnóstico nacional. (2001). Disponível em <http://www.geipot.gov.br/novaweb/indexest.htm> acesso em 26 de maio de GOMES, Romeu. A análise de dados em pesquisa qualitativa. In: MYNAIO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 30. ed. Petrópolis: Vozes, GONÇALVES JUNIOR, Luiz; CARMO; Clayton da S.; COLLOCA, Edson A.; CORRÊA, Denise A. Projeto de educação ambiental e lazer (PEDAL): dialogando a partir do cicloturismo na escola. Licere (Centro de Estudos de Lazer e Recreação. Online). v.14, nº4, p.1-16, (eissn ). PEDAL CONSCIENTE <http://pedalconsciente.blogspot.com.br/> acesso em 26 de maio de UNESCO. Carta Internacional da Educação Física e do Desporto. (1978). Disponível em <http://www.fpf.pt/portal/page/portal/portal_futebol/regulamentacao/diplom as%20internacionais/unesco.pdf> acesso em 26 de maio de

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 ESCOLA DE Pedal Batatais Histórico da Entidade e Descritivo de Atividades Fundada em 1999 por JOSÈ REGINALDO

Leia mais

PEDALAR PARA RESPIRAR

PEDALAR PARA RESPIRAR PEDALAR PARA RESPIRAR Inscrição Case de Sucesso CDL Jovem2010 Categoria Mobilização Realização CDL Jovem Capixaba www.cdljovemcapixaba.com.br Sumário 1- Identificação do Projeto 1.1- Título do Evento 1.2-

Leia mais

Escola de Ciclismo Facex LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010

Escola de Ciclismo Facex LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 Histórico da Entidade e Descritivo de Atividades Após uma carreira repleta de desafios, conquistas e vitórias

Leia mais

WOONERFS: RUAS DE LAZER PARA PEDESTRES. O CASO DE LIMEIRA- SP

WOONERFS: RUAS DE LAZER PARA PEDESTRES. O CASO DE LIMEIRA- SP Eixo Temático: Ciências Sociais WOONERFS: RUAS DE LAZER PARA PEDESTRES. O CASO DE LIMEIRA- SP RESUMO: Carolina Furlan Carcaioli 1 Odaleia Telles M.M. Queiroz 2 O planejamento urbano lida basicamente com

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO A EMPRESA A T2N Esporte e Lazer foi fundada pelos professores de Educação Física, Tetê Nahas e Bruno Rodrigues, com a proposta de desenvolver um serviço diferenciado nas áreas de recreação, esporte e lazer,

Leia mais

TNT Cargas e Encomendas Expressas

TNT Cargas e Encomendas Expressas TNT Cargas e Encomendas Expressas Introdução Ação: Programa Road Safety Período: outubro de 2011 - atual Responsável pela ação: Setor de Treinamento de Motoristas E-mail: emerson.lima@tntbrasil.com.br

Leia mais

Etec Paulino Botelho Rua Marechal Deodoro 3183 Vila Nery São Carlos SP (16) 3371 1027 -www.etepb.com.br. Plano de Trabalho Docente 2ºsem / 2015

Etec Paulino Botelho Rua Marechal Deodoro 3183 Vila Nery São Carlos SP (16) 3371 1027 -www.etepb.com.br. Plano de Trabalho Docente 2ºsem / 2015 Plano de Trabalho Docente 2ºsem / 2015 Ensino Técnico Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal.

Palavras-chave: Escola, Educação Física, Legitimidade e cultura corporal. A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA MUNICIPAL RECANTO DO BOSQUE: LIMITES E POSSIBILIDADES PARA UMA INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A PARTIR DO SUBPROJETO DA EDUCAÇÃO FÍSICA DA ESEFFEGO/UEG.

Leia mais

VIÇOSA VERDE - EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES DA SUSTENTABILIDADE.

VIÇOSA VERDE - EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES DA SUSTENTABILIDADE. VIÇOSA VERDE - EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A FORMAÇÃO DE MULTIPLICADORES DA SUSTENTABILIDADE. Patric Vinicius Silva Gomes (1) Técnico em Meio Ambiente, pela ETEV Escola Técnica de Viçosa, Estudante de graduação

Leia mais

1) A prática e o aprofundamento das habilidades comunicativas específicas que serão avaliadas nos exames.

1) A prática e o aprofundamento das habilidades comunicativas específicas que serão avaliadas nos exames. C U R S O S ESPECIAIS I n s t i t u t o C e r v a n t e s d e B r a s i l i a CURSOS ESPECIAIS O Instituto Cervantes de Brasília dispõe de uma ampla oferta de cursos especiais para se adaptar as necessidades

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA INTRODUÇÃO

RELATO DE EXPERIÊNCIA INTRODUÇÃO RELATO DE EXPERIÊNCIA INTRODUÇÃO Na EEMASA - Escola Estadual Maria Augusta Silva Araújo, antes do início do ano letivo, professores, coordenação pedagógica e direção da escola definem coletivamente, em

Leia mais

B1 - ATELIER BALÉ JOVEM (CICLO INTERMEDIÁRIO E CICLO PROFISSIONALIZANTE)

B1 - ATELIER BALÉ JOVEM (CICLO INTERMEDIÁRIO E CICLO PROFISSIONALIZANTE) B) PROJETOS ESPECIAIS O eixo de PROJETOS ESPECIAIS engloba as atividades extracurriculares, complementares ao PROGRAMA DE FORMAÇÃO EM DANÇA. São atividades promovidas pela Escola com artistas convidados,

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARQUE VILLA LOBOS

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARQUE VILLA LOBOS PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARQUE VILLA LOBOS OBJETIVO Proporcionar atividades de campo visando sensibilização, conhecimento e conscientização de crianças, adolescentes, adultos e idosos sobre questões

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTANHA ES SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTANHA ES SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE 0 PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTANHA ES SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE PRORAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PEA PLANO DE AÇÃO Montanha ES 2014 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 02 2. JUSTIFICATIVA... 03 3. OBJETIVO GERAL...

Leia mais

I GINCANA CULTURAL E ESPORTIVA DA JUVENTUDDE DE GENERAL SAMPAIO REGULAMENTO

I GINCANA CULTURAL E ESPORTIVA DA JUVENTUDDE DE GENERAL SAMPAIO REGULAMENTO I GINCANA CULTURAL E ESPORTIVA DA JUVENTUDDE DE GENERAL SAMPAIO I. DAS FINALIDADES REGULAMENTO Art. 1º - A I Gincana Cultural e Esportiva da Juventude de General Sampaio é uma atividade promovida pela

Leia mais

RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana; Dia sem carro; Bicicleta; Automóvel. 1 INTRODUÇÃO

RESUMO: PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade Urbana; Dia sem carro; Bicicleta; Automóvel. 1 INTRODUÇÃO A evolução está a uma pedalada de acontecer 1. Evandro Luiz Gomes 2 Fabiana Tarnowsky 3 Gisele Baumgarten Rosumek 4 Instituto Blumenauense de Ensino Superior IBES Sociesc RESUMO: A presente peça publicitária

Leia mais

Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro

Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro 1 Em apoio às campanhas Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro A Universidade Federal de Santa Catarina e a Rede

Leia mais

PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL FORMANDO CIDADÃOS E ATLETAS PARA O FUTURO. 1 P á g i n a

PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL FORMANDO CIDADÃOS E ATLETAS PARA O FUTURO. 1 P á g i n a PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL FORMANDO CIDADÃOS E ATLETAS PARA O FUTURO 1 P á g i n a DESEMBARGADOR OTONI/MG 2014 ÍNDICE 1. SÍNTESE 2. JUSTIFICATIVA 3. OBJETIVOS GERAIS 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 5. METODOLOGIA

Leia mais

A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas

A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas A ideia inicial é tornar o conteúdo mais dinâmico, menos descritivo e valorizar mais as pesquisas, as atividades lúdicas, artísticas, investigativas e as representações subjetivas sobre os conceitos estudados.

Leia mais

III Simpósio de Pesquisa e de Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGB ANAIS - 2015 ENSINANDO A ENSINAR

III Simpósio de Pesquisa e de Práticas Pedagógicas dos Docentes do UGB ANAIS - 2015 ENSINANDO A ENSINAR ENSINANDO A ENSINAR Natasha Teixeira Logsdon Mestre em Ensino de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda DADOS DE IDENTIFICAÇÃO O relato de prática pedagógica intitulado

Leia mais

SENTIDOS E POSSIBILIDADES DA DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR

SENTIDOS E POSSIBILIDADES DA DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR SENTIDOS E POSSIBILIDADES DA DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR Rafaella Oliveira SILVA; Ananda Luiza Bezerra DESTRO; Cecilia Yade Nogueira ALVES; Marlini Dorneles de LIMA. FEF litlle_rafaella@hotmail.com Palavras-chaves:

Leia mais

ANEXO 18 - PLANEJAMENTO DETALHADO DE ATIVIDADES CURSO GESTÃO ADMINISTRATIVA E CAPTAÇÃO DE RECURSOS

ANEXO 18 - PLANEJAMENTO DETALHADO DE ATIVIDADES CURSO GESTÃO ADMINISTRATIVA E CAPTAÇÃO DE RECURSOS ANEXO 18 - PLANEJAMENTO DETALHADO DE ATIVIDADES CURSO GESTÃO ADMINISTRATIVA E CAPTAÇÃO DE RECURSOS Data: março 2012 - total 12 horas com 03 módulos de 4 horas Local: Municípios de Paranaíta, Alta Floresta

Leia mais

C M D C A CONSELHO MUNICIPAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

C M D C A CONSELHO MUNICIPAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE C M D C A CONSELHO MUNICIPAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE RUA CONSELHEIRO ZACARIAS N 58 CENTRO TELEFONE 075 3641-8630 PROJETO ESCOLINHA DE FUTEBOL E KARATÈ ESPORTE CIDADÃO JUVENIL IDENTIFICAÇÃO: DENOMINAÇÃO

Leia mais

A Educação Inclusiva, realidade ou utopia?

A Educação Inclusiva, realidade ou utopia? A Educação Inclusiva, realidade ou utopia? Gloria Contenças Marques de Arruda (Escola Municipal Luiz de Lemos) Baseado em informações dos conteúdos estudados, Michels (2006) diz que "[...] as reformas

Leia mais

Propostas para o Plano Diretor de Curitiba

Propostas para o Plano Diretor de Curitiba Propostas para o Plano Diretor de Curitiba Revisão de 2014 Andressa Mendes Fernanda Castelhano Rafaela Scheiffer As propostas contidas nesta cartilha foram resultados de intervenções urbanas e processos

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) INGLÊS INTERMEDIÁRIO Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. ATIVIDADE DE EXTENSÃO 1 IDENTIFICAÇÃO: Projeto de Extensão 1.1 Título da Atividade: Recreação 1.1.1 Meios de Divulgação: site, murais, banner, mídia impressa e televisiva 1.2 Modalidade da Oferta: (X)

Leia mais

PROGRAMA CIDADES DO ESPORTE QUESTIONÁRIO

PROGRAMA CIDADES DO ESPORTE QUESTIONÁRIO PROGRAMA CIDADES DO ESPORTE QUESTIONÁRIO 2013 Sumário Introdução... 3 Instruções gerais para o preenchimento do Questionário... 5 1. Informações de contexto... 6 2. Institucionalidade e recursos... 11

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL PORTÃO 25/03/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Propostas do dia 25

Leia mais

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS

II SIMPÓSIO DE PESQUISA E DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 2014 ANAIS A IV CONFERÊNCIA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE EM NOSSA SALA DE AULA Mary Lucia da Silva Doutora em Ciências- Química Analítica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA (FIC) AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE 1 ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL: RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA PRÁTICA DOCENTE Natália Maria G. Dantas de Santana- UAE/CFP/UFCG Mayrla Marla Lima Sarmento-UAE/CFP/UFCG Maria Thaís de Oliveira

Leia mais

ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO

ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Mostra Local de: Maringá PR Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Facinor- Faculdade

Leia mais

Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo?

Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo? Coleção Verdeamarelo O que é a Coleção Verdeamarelo? A Coleção Verdeamarelo é composta por material institucional de apoio pedagógico, elaborado na forma de HQ Histórias em Quadrinhos coloridos, para serem

Leia mais

PROJETO RECICLAR PARA PRESERVAR

PROJETO RECICLAR PARA PRESERVAR PROJETO RECICLAR PARA PRESERVAR FABIA GRAVINA VIEIRA ROCHA Colégio e Faculdade Modelo do Paraná- Curitiba/PR fabiagravina@hotmail.com RESUMO Sensível à necessidade de reflexão sobre as relações dos seres

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA E PRÁTICA A PRÁTICA PEDAGÓGICA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA COMO MEDIADORA DE SABERES

RELATO DE EXPERIÊNCIA E PRÁTICA A PRÁTICA PEDAGÓGICA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA COMO MEDIADORA DE SABERES RELATO DE EXPERIÊNCIA E PRÁTICA A PRÁTICA PEDAGÓGICA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA COMO MEDIADORA DE SABERES Nayane Camila Silva Cavalcanti * Roberta de Paula Sales ** Francisco Kennedy Silva dos Santos

Leia mais

A gente aprende, Agente ensina

A gente aprende, Agente ensina DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA DEPARTAMENTO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO RELATÓRIO 01/JANEIRO A 10 DE ABRIL/2013 100 DIAS GOVERNO PROGRAMAS PERMANENTES DE EDUCAÇÃO

Leia mais

LEITURA E ESCRITA: ALIMENTAÇÃO E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

LEITURA E ESCRITA: ALIMENTAÇÃO E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE LEITURA E ESCRITA: ALIMENTAÇÃO E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE Renata Angélica dos SANTOS, Cristiana Alves da SILVA, Maria Marta L. FLORES, Dulcéria TARTUCI, Ângela Aparecida DIAS, Departamento de Educação,

Leia mais

AS PRODUÇÕES LITERÁRIAS COMO INSTRUMENTOS DE APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

AS PRODUÇÕES LITERÁRIAS COMO INSTRUMENTOS DE APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL AS PRODUÇÕES LITERÁRIAS COMO INSTRUMENTOS DE APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Ivone Aparecida Borges (1) Coordenadora de projetos, professora de Biologia e Educadora Ambiental no Centro Operacional de

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas EDUCAÇÃO FÍSICA Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o

Leia mais

PROJETO ESPORTIVO MODIFICA ESTILO DE VIDA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM VULNERABILIDADE SOCIAL

PROJETO ESPORTIVO MODIFICA ESTILO DE VIDA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM VULNERABILIDADE SOCIAL 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PROJETO ESPORTIVO MODIFICA ESTILO DE VIDA DE CRIANÇAS

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

Módulo 1 // Poupar dinheiro. Profissional: mais de 18 anos

Módulo 1 // Poupar dinheiro. Profissional: mais de 18 anos Módulo 1 // Poupar dinheiro Profissional: mais de 18 anos módulo 1 // BATE-BOLA FINANCEIRO Bate-bola Financeiro é um jogo interativo desenvolvido para transmitir aos estudantes questões importantes sobre

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE ARTIGO DE OPINIÃO : UM OLHAR INCLUSIVO E UM SER MAIS CIDADÃO

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE ARTIGO DE OPINIÃO : UM OLHAR INCLUSIVO E UM SER MAIS CIDADÃO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA SEQUÊNCIA

Leia mais

A INCLUSÃO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

A INCLUSÃO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1 A INCLUSÃO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA MACIEL, Rosana Mendes FPM macielrosana28@hotmail.com Este estudo insere se no âmbito das investigações sobre políticas e gestão em Educação e tem como temática

Leia mais

Conhecendo a Fundação Vale

Conhecendo a Fundação Vale Conhecendo a Fundação Vale 1 Conhecendo a Fundação Vale 2 1 Apresentação Missão Contribuir para o desenvolvimento integrado econômico, ambiental e social dos territórios onde a Vale atua, articulando e

Leia mais

PROJETO DE INTERVEÇÃO: UM OLHAR DIFERENTE PARA O LIXO

PROJETO DE INTERVEÇÃO: UM OLHAR DIFERENTE PARA O LIXO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO-UFERSA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO :EDUCAÇÃO AMBIENTAL ALUNA:FRANCISCA IÊDA SILVEIRA DE SOUZA TUTORA: ANYELLE PAIVA ROCHA ELIAS PROFESSORA: DIANA GONSALVES

Leia mais

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL Resumo 1 Discente do Curso de Serviço Social da Faculdade Novos Horizontes MG 2 Discente do Curso de Serviço

Leia mais

Educação para Sustentabilidade. Projeto Cultura Ambiental nas Escolas. Oficina

Educação para Sustentabilidade. Projeto Cultura Ambiental nas Escolas. Oficina Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Auditório da Secretaria de Educação do Município de Santana do Ipanema Educador Ambiental: Marcos Wilson Cidade: Santana do

Leia mais

Avaliação do Programa Cidadania em Trânsito PROFESSORES Novembro / 2013

Avaliação do Programa Cidadania em Trânsito PROFESSORES Novembro / 2013 Avaliação do Programa Cidadania em Trânsito PROFESSORES Novembro / 2013 1 INDICE: METODOLOGIA:... 3 ESCOLA:...4 Quando a sua turma participou das aulas Cidadania no Trânsito na Gidion, o dia estava com

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO: COMPARTILHANDO RESPONSABILIDADES

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO: COMPARTILHANDO RESPONSABILIDADES EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO: COMPARTILHANDO RESPONSABILIDADES MARIA, Selma 1 ; SILVA, Marisleila Júlia; GARCIA, Alessandra Brandão Silva; ALVES, Aline Aparecida Rocha; SILVA, Ana Paula Costa; RODRIGUES, Tályta

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em 14 de setembro de 1993, pela

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLETINDO SOBRE A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE

EDUCAÇÃO FÍSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLETINDO SOBRE A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE EDUCAÇÃO FÍSICA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: REFLETINDO SOBRE A FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE Thais Messias MORAES; Humberto Luís de Deus INÁCIO Faculdade de Educação Física/UFG - thaismemo@gmail.com Palavras-chave:

Leia mais

LEI Nº. 602/2015, DE 08 DE OUTUBRO DE 2015.

LEI Nº. 602/2015, DE 08 DE OUTUBRO DE 2015. LEI Nº. 602/2015, DE 08 DE OUTUBRO DE 2015. DISPÕE SOBRE FIXAÇÃO DE REGRAS PARA PROMOÇÃO DO ESPORTE NO MUNICÍPIO DE MATADE SÃO JOÃO-BA. O Prefeito Municipal de Mata de São João, Estado da Bahia, faz saber

Leia mais

XADREZ NAS ESCOLAS: ESPORTE, CIÊNCIA OU ARTE.

XADREZ NAS ESCOLAS: ESPORTE, CIÊNCIA OU ARTE. Resumo XADREZ NAS ESCOLAS: ESPORTE, CIÊNCIA OU ARTE. OLIVEIRA, Vanessa Duarte de PUCPR vane_do@hotmail.com CARVALHO, João Eloir PUCPR j.eloir@uol.com.br Eixo Temático: Educação, arte e movimento Agência

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DESAFIOS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE BUSCA TRANSFORMAR REALIDADES SOCIAIS

PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DESAFIOS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE BUSCA TRANSFORMAR REALIDADES SOCIAIS PESQUISA-AÇÃO COMO ESTRATÉGIA PARA A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: DESAFIOS DA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE BUSCA TRANSFORMAR REALIDADES SOCIAIS Adriana Do Amaral - Faculdade de Educação / Universidade Estadual de

Leia mais

PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA COMO FERRAMENTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA

PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA COMO FERRAMENTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA COMO FERRAMENTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA ESCOLA Rachel de Souza Melo 1 - rachelmelo2@hotmail.com; Romário Roberto Xavier de Araújo 2 - romarioaraujo124@gmai.com; Catarina de Medeiros

Leia mais

Educação para o trânsito

Educação para o trânsito Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino Fundamental Publicado em 2011 Projetos temáticos 5 o ANO Data: / / Nível: Escola: Nome: Educação para o trânsito JUSTIFICATIVA O estudo do tema: Educação

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 A Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, por meio da Escola de Gestão Pública de Palmas, torna

Leia mais

Grupo de Trabalho: Temas Livres

Grupo de Trabalho: Temas Livres ATIVIDADE FÍSICA, LAZER E SAÚDE NA ADOLESCÊNCIA: POSSÍVEIS APROXIMAÇÕES Alipio Rodrigues Pines Junior (alipio.rodrigues@gmail.com) Grupo Interdisciplinar de Estudos do Lazer - GIEL/USP/CNPq Tiago Aquino

Leia mais

PROJETO TE VEJO NA ESCOLA

PROJETO TE VEJO NA ESCOLA PROJETO TE VEJO NA ESCOLA Flávia Oliveira Machado 1 Isabela Mayara Cheida José Leonardo Gallep Maria do Carmo Palhaci (coordenadora) Maria Helena Gamas (coordenadora) RESUMO O projeto em questão visa a

Leia mais

4 4 Ter uma educação básica de qualidade faz toda a diferença para o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Para contribuir com essa

Leia mais

CUIDAR, EDUCAR E BRINCAR: REFLETINDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

CUIDAR, EDUCAR E BRINCAR: REFLETINDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CUIDAR, EDUCAR E BRINCAR: REFLETINDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Gislaine Franco de Moura (UEL) gislaine.franco.moura@gmail.com Gilmara Lupion Moreno (UEL) gilmaralupion@uel.br

Leia mais

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Plano de Curso Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

UNIÃO BRASILEIRA EDUCACIONAL UNIBR FACULDADE DE SÃO VICENTE

UNIÃO BRASILEIRA EDUCACIONAL UNIBR FACULDADE DE SÃO VICENTE UNIÃO BRASILEIRA EDUCACIONAL UNIBR FACULDADE DE SÃO VICENTE NÚCLEO DE PROJETOS SOCIAIS RELATÓRIO DO CONVÊNIO NÚMERO 2 ENTRE A UNIBR e FUNDAÇÃO VICTÓRIO LANZA PROJETOS VOVÔ DIGITAL e GURI NOVEMBRO/2014

Leia mais

Disciplina de Oferta Complementar. Formação Pessoal e Social

Disciplina de Oferta Complementar. Formação Pessoal e Social Disciplina de Oferta Complementar Formação Pessoal e Social Promover a cidadania Aprender a viver no mundo que nos rodeia Mod. AEVPA - Conselho Pedagógico Página 1 de 11 Disciplina de Oferta Complementar

Leia mais

V PASSEIO CICLÍSTICO DA FAMÍLIA. Projeto de Extensão e Cultura PET Engenharia de Alimentos

V PASSEIO CICLÍSTICO DA FAMÍLIA. Projeto de Extensão e Cultura PET Engenharia de Alimentos V PASSEIO CICLÍSTICO DA FAMÍLIA Projeto de Extensão e Cultura PET Engenharia de Alimentos Samanta VINCIGUERRA¹; Priscylla Rodrigues VILELLA 2 ; Xu YINSHENG²; Sarah Carneiro HENRIQUES 3 ; Celso José de

Leia mais

Viva em paz. com a natureza. Um breve estudo sobre a legislação 29ª SUBSEÇÃO PALHOÇA/SC NÚCLEO PALHOÇA S IL

Viva em paz. com a natureza. Um breve estudo sobre a legislação 29ª SUBSEÇÃO PALHOÇA/SC NÚCLEO PALHOÇA S IL ORDEM DOS ADVOGADO S DO BRA S IL Viva em paz com a natureza Um breve estudo sobre a legislação Realização Apoio 29ª SUBSEÇÃO PALHOÇA/SC NÚCLEO PALHOÇA Breve estudo sobre a legislação A Ordem dos Advogados

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO SECRETARIA MUNICIPAL DA DEFESA SOCIAL E DA CIDADANIA EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO EducAção Cidadania em Ação RESUMO DIA ANTERIOR 1 Função do Agente de Trânsito Orientar e prestar informações a qualquer cidadão

Leia mais

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental GOVERNO DO ESTADO DE SÃO APULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIRETRIZES PEDAGÓGICAS O que se espera

Leia mais

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIXO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL. Vera Lúcia Alves.

SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIXO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL. Vera Lúcia Alves. SABER E ATUAR PARA MELHORAR O MUNDO: ÉTICA, CIDADANIA E MEIO AMBIENTE LIO ORGANIZADO: UM SONHO POSSÍVEL Vera Lúcia Alves. RIO VERDE GO 2010 Identificação: EMEF José do Prado Guimarães. Localização: Rio

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Oficina Educação para Sustentabilidade Sala de Capacitação do Centro Paulo Freire Recife, Pernambuco (PE) Educador Ambiental: William Monteiro Rocha Cidade: Recife (Pernambuco)

Leia mais

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social

PROJETO TRAVESSIA. Cidadânia e Responsabilidade Social PROJETO TRAVESSIA Cidadânia e Responsabilidade Social PALMAS-TO 2014 Principais Parceiros das edições anteriores CONTATOS Projeto realizado pelo Grupo Pedais e Trilhas do Tocantins Coordenador do Projeto:

Leia mais

ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES

ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES MARCELA NEIVA SOUSA 1 SAMARA MARIA VIANA DA SILVA 2 RESUMO O presente artigo tem como objetivo investigar

Leia mais

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC

PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC PLANO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DO PRONATEC Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição e do Programa Supervisor do Curso Titulação Nome do Curso Características

Leia mais

OFICINA EDUCOMUNICATIVA EM FOTOGRAFIA

OFICINA EDUCOMUNICATIVA EM FOTOGRAFIA OFICINA EDUCOMUNICATIVA EM FOTOGRAFIA Uma proposta para aplicação no Programa Mais Educação Izabele Silva Gomes Universidade Federal de Campina Grande UFCG izabelesilvag@gmail.com Orientador (a): Professora

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE METAS Gestão 2013/2016 APRESENTAÇÃO... 2 I - VISÃO DO MUNICÍPIO... 3 II COMPROMISSO... 3 III PRINCÍPIOS DE GESTÃO... 3 IV DIRETRIZES ESTRATÉGIAS... 4 PROGRAMA DE METAS DESENVOLVIMENTO URBANO...

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÕES E ENVIO DE TRABALHOS 1. CATEGORIAS DOS TRABALHOS

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÕES E ENVIO DE TRABALHOS 1. CATEGORIAS DOS TRABALHOS INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÕES E ENVIO DE TRABALHOS 1. CATEGORIAS DOS TRABALHOS Os trabalhos deverão ser submetidos com base nas seguintes modalidades: a. Comunicações orais (pesquisas concluídas ou em andamento

Leia mais

PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE

PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE PROJETO: EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO NÃO TEM IDADE SEMANA NACIONAL DO TRÂNSITO "Cidade para as pessoas: proteção e prioridade ao pedestre" Autoria: Leticia Garroni Felix Martins Projeto: Educação no Trânsito

Leia mais

Edenilson Fernando Catarina 1 ; Leisi Fernanda Moya 2

Edenilson Fernando Catarina 1 ; Leisi Fernanda Moya 2 A CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES SOBRE A DANÇA, JOGOS E BRINCADEIRAS NO CONTEXTO ESCOLAR Experiência teórica e prática por meio de um projeto extensionista Edenilson Fernando Catarina 1 ; Leisi Fernanda Moya

Leia mais

Arte e Cultura na Escola

Arte e Cultura na Escola SECRETARIA NACIONAL DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS SNAI DIRETÓRIO NACIONAL DO PT Arte e Cultura na Escola GESTÃO: MUNICÍPIO: 2001-2004 IMPERATRIZ PREFEITO: Jomar Fernandes Perereira Filho ÓRGÃO RESPONSÁVEL:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROJETO JUDÔ NA ESCOLA: A SALA DE AULA E O TATAME Projeto: Domingos Sávio Aquino Fortes Professor da Rede Municipal de Lorena Semeie um pensamento,

Leia mais

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DE 6 AO 9 ANO EM UMA ESCOLA PARTICULAR NO MUNICIPIO DE TERESINA-PI Graciane Rodrigues Rocha (*), Juliana Rodrigues Rocha, Caroline

Leia mais

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2015 MISSÃO 2015 Reforçar a imagem do CCD enquanto instituição cultural e desportiva Promover as ações de carácter cultural, desportivo e recreativo Promover e incentivar

Leia mais

MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA

MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA Ivinhema MS 2011 MARCIA CONCEIÇÃO DE SOUZA SILVA Projeto apresentado no Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional PROINFO INTEGRADO III: Elaboração

Leia mais

Palavras-chaves: Atividades extracurriculares. Processos de ensino e aprendizagem. Internato e ensino técnico.

Palavras-chaves: Atividades extracurriculares. Processos de ensino e aprendizagem. Internato e ensino técnico. ATIVIDADES EXTRACURRICULARES ENQUANTO MEDIADORAS DO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO CURSO TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS

Leia mais

Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas

Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas Responsável pelo Projeto: Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas. 2015 CONCEITOS DE SUSTENTABILIDADE

Leia mais

Faculdade de Direito Ipatinga Núcleo de Investigação Científica e Extensão NICE Coordenadoria de Extensão. Identificação da Ação Proposta

Faculdade de Direito Ipatinga Núcleo de Investigação Científica e Extensão NICE Coordenadoria de Extensão. Identificação da Ação Proposta Faculdade de Direito Ipatinga Núcleo de Investigação Científica e Extensão NICE Coordenadoria de Extensão Identificação da Ação Proposta Área do Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas Área Temática:

Leia mais

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia Nome da empresa: BIT Company Data de fundação: Julho de 1993 Número de funcionários: 49 funcionários Localização (cidade e estado em que estão sede e franquias): Sede em São Paulo, com franquias em todo

Leia mais

UMA PROPOSTA DE DRAMATIZAÇÃO PARA ABORDAGEM DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO ENSINO MÉDIO

UMA PROPOSTA DE DRAMATIZAÇÃO PARA ABORDAGEM DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO ENSINO MÉDIO UMA PROPOSTA DE DRAMATIZAÇÃO PARA ABORDAGEM DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NO ENSINO MÉDIO SOUZA, Caio Henrique Bueno de 1 RODRIGUES, Davi 2 SANTOS, Edna Silva 3 PIRES, Fábio José 4 OLIVEIRA, Jully Gabriela

Leia mais

1ª Copa FBR Esportes de Mountain Bike 2015

1ª Copa FBR Esportes de Mountain Bike 2015 1ª Copa FBR Esportes de Mountain Bike 2015 Este regulamento define as regras da Primeira Copa FBR Esportes de Mountain Bike 2015, portanto é fundamental o competidor ter conhecimento do seu conteúdo. 1.

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA OS ALUNOS DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA

A IMPORTÂNCIA DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA OS ALUNOS DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2010, v. 11, n. 11, p. 61 66 A IMPORTÂNCIA DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA OS ALUNOS DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA Flávia Bastos 1, Fernanda Martins 1, Mara Alves 1, Mauro

Leia mais

Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Identificação. http://lattes.cnpq.br/2431034310174335

Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Identificação. http://lattes.cnpq.br/2431034310174335 PROEX - Projeto de Extensão Universitária Página 1 Modalidade: Trâmite Atual: Com solicitação de bolsas e/ou recursos (Em continuidade) Identificação Ano Base: 2016 Título: Reinventando espaços:a construção

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E AUXÍLIOS PARA ATIVIDADES DE EXTENSÃO (PIBAEX) DO INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (IFMS)

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E AUXÍLIOS PARA ATIVIDADES DE EXTENSÃO (PIBAEX) DO INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (IFMS) PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E AUXÍLIOS PARA ATIVIDADES DE EXTENSÃO (PIBAEX) DO INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (IFMS) CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 O Programa Institucional de Bolsas e Auxílios

Leia mais