Director: Alexandre Franco - ANO: LXXV - EDIÇÃO Nº a 17 de Maio de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Director: Alexandre Franco - ANO: LXXV - EDIÇÃO Nº 3936-11 a 17 de Maio de 2007 - www.omileniostadium.com"

Transcrição

1 Director: Alexandre Franco - ANO: LXXV - EDIÇÃO Nº a 17 de Maio de Joe Botelho - Salesperson Ida Botelho - Broker VEJA O NOSSO ANÚNCIO NA ÚLTIMA PÁGINA RE/MAX 2000 REALTY INC. Brokerage 1480 St. Clair Ave. W. Toronto, On. M6E 1C7 Telefone:

2 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de Presidente do parlamento da Baía quer parcerias com Portugal na segurança Continuado da página 2 ses e luso-descendentes uma rara oportunidade de manter o contacto com a língua portuguesa". O ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, que também enviou mensagem escrita, destacou a importância do portal na Internet da imprensa regional, medida criada recentemente no âmbito do Plano de Incentivo à Leitura. As publicações regionais podem alojar gratuitamente as suas edições neste portal. O IV congresso da UNIR, no qual participam representantes da imprensa regional e das comunidades portuguesas, decorreu em Salvador da Baía, sob o tema "Desafios de Uma Nova Portugalidade". CONGRESSO AGITADO António Braga citado por detido Foi então que uma notícia divulgada pelo Expresso, fez com que o Congresso sentisse a mudança dos seus objectivos, uma vez que as atenções gerais passaram a recair sobre o Secretário de Estado das Comunidade, António Braga. E nós cotamos: Jaime Garcia Dias, advogado e um dos detidos pela Polícia Federal (PF) brasileira no caso da "máfia das sentenças", foi escutado a conversar com o pai, dizendo a este que António Braga poderia ser um contacto para desembargar uma obra em Portugal. Na conversa, que consta do relatório da PF a que o Expresso teve acesso, é ainda feita uma referência a um presidente de câmara socialista da região de Braga. No processo foram detidos dois portugueses: Laurentino Santos e Licínio Soares Bastos, nomeado, em 2006, Cônsul Honorário em Cabo Frio. O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, foi citado por um dos empresários portugueses detidos no Brasil no âmbito da 'Operação Furacão', que desmantelou uma rede de branqueamento de capitais, anunciou ontem o 'Expresso on-line'. Fonte da secretaria de Estado disse ao CM que António Braga conhecia Licínio Soares Bastos (um dos detidos) de quem tinha as "melhores referências". O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, é referenciado por um dos detidos como um contacto para desembargar uma obra. Reunião com deputados também é mencionada. António Braga, Secretário de Estado das Comunidades, negando conhecer os envolvidos, donos do bingo Icaraí no Estado do Rio de Janeiro. O Jornal Globo do Rio de Janeiro fez questão de referir que os acusados, os manos Laurentino e Licínio, eram financiadores do Partido Socialista no Brasil. DRA. MANUELA AGUIAR E DR. JOSÉ CESÁRIO - DOIS EX-SECRETÁRIOS DE ESTADO DAS COMUNIDADES ANTÓNIO BRAGA NEGA CONHECER ENVOLVIDOS NA "MÁFIA"... O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, disse desconhecer os portugueses envolvidos no processo "Máfia das Sentenças" e assegurou não ter "qualquer relação" com as acusações que feitas pelo Expresso online. "Não conheço nenhum desses protagonistas. Nunca tive nenhuma relação, a qualquer nível, com as referências que são feitas. Portanto, fico deveras admirado", garantiu António Braga, no Estado brasileiro da Baía. O secretário de Estado sublinhou que a notícia do Expresso online "não tem nenhum sentido" e que não tinha de ser nela referido nos termos em que lhe parece que está a ser, acrescentando que já fez as mesmas declarações ao jornal Expresso. O processo brasileiro designado por "Máfia das Sentenças" levou à prisão vários juízes, advogados e empresários, entre os quais os portugueses Licínio Bastos e Laurentino dos Santos, por alegadamente negociarem sentenças em benefício do funcionamento de casas de jogo no Brasil. António Braga sublinhou igualmente que não conhece Laurentino Santos, um dos portugueses detidos, tendo apenas recebido, em audiência, Licínio Bastos, outros dos portugueses envolvidos no caso. Licínio Bastos foi indigitado para cônsul honorário de Portugal em Cabo Frio, faltando a sua nomeação oficial junto das autoridades brasileiras, nomeação que foi suspensa "enquanto se aguarda o desenvolvimento do processo", esclareceu António Braga. Ainda de acordo com o responsável político, o currículo de Licínio Bastos indicava que se tratava de uma pessoa com prestígio junto da comunidade portuguesa, tendo mesmo sido nomeado para cidadão honorário do Estado do Rio de Janeiro. Presidente do parlamento da Baía quer parcerias com Portugal na segurança O presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Baía, Marcelo Nilo, defendeu o estabelecimento de parcerias entre Portugal e aquele Estado brasileiro no âmbito da segurança, actualmente "o maior problema" do Brasil. "As parcerias entre as polícias da Baía e de Portugal são fundamentais para tirar o Brasil desta situação difícil", disse Marcelo Nilo aos jornalistas, no final de um encontro com o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, António Braga, que efectuou uma visita de uma semana aos Estados brasileiros da Baía e Ceará. De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa da Baía, as polícias e militares do Estado deveriam realizar intercâmbios com Portugal para verem a forma como actuam os portugueses. Marcelo Nilo destacou que a Baía "ainda não chegou aos níveis de insegurança do Rio de Janeiro e de São Paulo, mais já existe um bairro com elevado tráfico de droga, onde é perigoso andar à noite. Salvador da Baía tem três milhões de habitantes, mas o Estado da Baía é o quarto do país em termos de população, com cerca de 10 milhões de pessoas. O presidente da Assembleia Legislativa destacou ainda os investimentos de Portugal no Estado sobretudo na área do Turismo, adiantando que Portugal e a Baía deveriam estabelecer igualmente parcerias a nível da Cultura. Nilo realçou o "vínculo forte" da Baía com Portugal sublinhando que "Salvador é a cidade mãe do Brasil a cujo estado Pedro Alvares Cabral chegou em 1500".

3 4 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! Destinos MAFRA UM LUGAR DE SONHO PARA CAÇADORES!!! ATapada de Mafra, bem perto de Lisboa, constitui um cenário único para entrar em contacto com a natureza. Numa área com mais de 800 hectares, veados, gamos, javalis, raposas, aves de rapina e muitas outras espécies convivem num cenário de perfeita harmonia. A Tapada de Mafra nasceu no reinado de D. João V, após a construção do convento, com o objectivo de se tornar num local de lazer e convívio para o monarca e para a sua corte. Em 1747, este espaço era um local ideal também para a caça, pelas suas potencialidades cinegéticas. Cerca de 260 anos depois, a área da tapada continua a ser um local único, com paisagens que fazem esquecer o rebuliço urbano. Para tal, este espaço põe à disposição dos visitantes uma gama diversificada de actividades e serviços em equilíbrio com o ambiente. Como nunca perdeu a sua vo-cação inicial, a tapada é zona de caça nacional, embora tenha entretanto adquirido a classificação de zona de caça turística. Na verdade, continua a desenvolver com êxito esta actividade. Em condições de total respeito pela natureza, o exercício da caça é realizado para o equilíbrio entre as espécies, já que dentro dos muros da tapada não existem predadores naturais. No entanto, a caça maior, de gamos, veados e javalis, decorre em períodos determinados e é reservada a um número limitado de inscrições por caçada. Esta forma de gerir a flora e a fauna pretende colocar de outra maneira a questão da caça, que aqui adquire os contornos de uma necessidade para manter o equilíbrio ecológico como é feito um acompanhamento da dinâmica populacional, o abate dos animais garante uma correcta gestão do habitat. É esta a tónica dos planos de caça, que só prevêem o abate dos animais em excesso. Estes têm que estar doentes ou feridos e são previamente assinalados para que não sejam sacrificados os animais saudáveis. Além disso, as regras desta actividade implicam que cada caçador seja acompanhado por um responsável da tapada para que o abate do animal seja feito de acordo com as regras de higiene e não possa causar sofrimento desnecessário. Se assim não for, o caçador é obrigado a pagar uma multa como forma de penalização. Toda esta estratégia visa incutir e fomentar nos visitantes uma nova forma de conceber a caça. Não numa perspectiva apenas recreativa, condenada pelos defensores dos direitos animais, mas segundo uma perspectiva construtiva que garanta o bem-estar e o convívio equilibrado entre as diversas espécies existentes na tapada. Mas não é só da caça que vive este espaço. Seja para comemorar um aniversário ou mesmo para uma reunião de trabalho num ambiente mais descontraído, a 50 quilómetros de Lisboa, a tapada tem também ao dispor dos visitantes uma série de espaços que vão desde um grande salão de festas até a uma casa de campo. No antigo Pavilhão de Caça do Rei D. Carlos vivese um ambiente descontraído mas cheio de história, rodeado por uma floresta ímpar, recheada por uma flora e fauna únicas. Há ainda um jardim para desfrutar um aperitivo ao fim da tarde, longe da cidade e perto dos veados ou javalis que por ali passeiam ao ritmo da calma campestre.

4 2 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! SALVADOR DA BAÍA IV CONGRESSO DA UNIÃO PORTUGUESA DE IMPRENSA REGIONAL Valores diferentes procuraram roubar a concentração dos congressistas que em Salvador da Baía participaram naquele que foi o IV Congresso a União Portuguesa da Imprensa Regional. Antes de mais, devemos sentirmo-nos sensibilizados pelo facto de termos sido um dos três jornalistas da diáspora convidados para este importante evento. O POST MILÉNIO, em representação do Canadá; o 24 Horas, pelos Estados Unidos, na pessoa do seu Director, Vítor Alves, e a Rádio Latina do Luxemburgo, na pessoa do seu Director, Luís Barreira. Colegas de quem, de imediato, registámos as melhores referências. Depois da Sessão de Abertura, com a presença de António Braga, Secretário de Estado das Comunidade; Aníbal Araújo, Presidente da União Portuguesa de Imprensa Regional; Embaixador de Portugal no Brasil, Seixas Costa; e o Presidente do Gabinete de Leitura Português da Baía, João Rodrigues, eis que foi homenageado o Luso- Brasileiro Jao Lourenço, pelo alto prestígio alcançado no Brasil como político de alto gabarito. O Congresso teve o seu primeiro orador na pessoa do Jornalista Manuel Dias, ex-jornal de Notícias, nosso velho e prezado, com quem tivemos o prazer de trabalhar quando o Jornal O Jogo era pertença do Jornal de Notícias do Porto. Manuel Dias foi ele próprio. Um professor, escritor, historiador, que muito nos ensinou durante os poucos minutos de oração. Simplesmente maravilhoso. Outra coisa não seria de esperar. Da parte da tarde, os dois oradores foram jornalistas da diáspora. Na circunstância este vosso amigo, em representação do POST MILÉNIO, e Luís Barreira, Director da Rádio Latina do Luxemburgo. Luís Barreira orientou as atenções de todos quanto estavam presentes na necessidade de ter que existir uma maior aproximação entre todos os Órgãos de Comunicação Social de Língua Portuguesa, acabando por sugerir a realização de uma Associação que englobasse a Imprensa Regional e a Comunitária. Subscrevemos as palavras de Luís Barreira e divagámos sobre a importância das plataformas electrónicas no mundo da Comunicação Social e de como elas nos aproximam cada vez mais do mundo da Imprensa Portuguesa Comunitária e Regional, onde os objectivos são muito semelhantes em termos de servirmos situações muito idênticas, mas dispersas. NOVO REGIME PORTE PAGO "APROXIMA IMPRENSA REGIONAL E GOVERNO" O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, António Braga, disse em Salvador da Baía que a solução encontrada para o novo regime de porte pago "aproxima as ambições dos responsáveis da imprensa regional e do governo". O governante, que falava na sessão de abertura do IV Congresso da União Portuguesa da Imprensa Regional (UNIR), disse que o novo regime de comparticipação do Estado "é uma boa solução" e tem em conta os objectivos dos responsáveis dos jornais locais. Em vigor desde o início de Abril, o diploma estabeleceu que este ano a comparticipação financeira estatal no envio por correio de jornais regionais para o país e estrangeiro teria uma diminuição entre os 60 e os 90 por cento. O porte pago em 2008 descerá para os 50 por cento e em 2009 para os 40 por cento. O governo português tinha previsto inicialmente o fim do porte pago, mas de acordo com o secretário de Estado "houve uma longa, difícil e dura negociação" para que a intenção não se concretizasse. António Braga destacou ainda a importância da imprensa regional para as comunidades portuguesas, sublinhando que estes jornais se devem "modernizar e ter capacidade de competir", para se tornaram "mais atractivos" e manterem a actual proximidade com os portugueses que vivem no estrangeiro. Para o presidente da UNIR, Aníbal Araújo, os órgãos regionais são importantes para os emigrantes portugueses pelo "carácter de proximidade" e pelo elo de ligação às suas terras de origem. Aníbal Araújo disse ainda que a imprensa regional representa "uma carta de família" que chega aos leitores de todos os cantos do mundo". O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, numa mensagem escrita enviada ao congresso, referiu que a "imprensa regional representa para muitos desde portugue- Continuação na página 3 Editorial QUANTO CUSTA UM AMIGO? Alexandre Ribeiro Franco Director Recentemente tivemos a oportunidade de nos debruçar sobre um artigo que tinha como titulo: Quanto custa um amigo? Um estudo feito na Inglaterra, analisou como os amigos podem trazer tanta felicidade como o dinheiro. Se esta pesquisa tivesse sido feita entre nós, os resultados seriam muito semelhantes. Só que, diz-nos a experiência, que os verdadeiros amigos são aqueles que nos amam e que nós amamos. Mais concretamente, as nossas famílias. Quando nos questionamos sobre "amigos", aí, o dinheiro, a riqueza, têm um peso impensável e até inaceitável. Mas comecemos por apresentar o artigo a que nos referimos. "Estudo britânico revela que os amigos podem trazer tanta felicidade como o dinheiro. Uma pessoa que ganhe 14 mil euros por ano e encontre com frequência os amigos é tão feliz como outra que tenha um salário dez vezes mais alto e sacrifique a vida social. Analisando os dados de uma pesquisa com oito mil britânicos em todo o país, que se propôs a "colocar etiquetas de preço em amigos, parentes e vizinhos", é possível concluir que, se for possível comprar felicidade, ela tem um preço alto. Na pesquisa, os britânicos responderam a perguntas sobre seus hábitos sociais e analisaram o grau de felicidade. As pessoas que ganham 14 mil euros, em média, e estão com os seus amigos quase todos os dias são tão felizes quanto as que ganham 139 mil euros por ano e nunca ou quase nunca se encontram com "amigos". Com base nestes dados um economista calculou que ver os amigos duas vezes por mês traria tanta felicidade como ganhar 98 mil euros por ano. "Os resultados mostram claramente que um aumento no nível de envolvimento social equivale a dezenas de libras adicionais por ano em termos de satisfação de vida", conclui o autor da pesquisa, o especialista em Economia Aplicada a temas de felicidade Nick Powdthavee. "Aumentos de rendimentos, por outro lado, trazem muito pouca felicidade". Mas Nick Powdthavee ressaltou que os ganhos de felicidade resultantes da convivência social são mais duráveis que os resultantes de aumentos de salário. "As actividades sociais tendem a requerer a nossa atenção enquanto estão a ser vivenciadas e portanto o prazer decorrente dura mais tempo na memória", adiantou." Entre nós, constata-se a preocupação dos "pseudoamigos" ao se inquietarem com os valores de cada um. Se fulano tal tiver um automóvel muito dispendioso, só procura a amizade de quem está ao mesmo nível. Isso. Se a casa de determinada pessoa for uma verdadeira mansão, esse imbecil só procura a amizade de quem (na sua mente tacanha) tiver uma casa do mesmo género, mesmo que o valor intelectual dessa dita pessoa nada tenha a ver com o seu dinheiro. Claro que não há regra sem excepção, mas no computo geral, a preocupação de se ter um Cadillac porque espelha evolução, ou de ter uma mansão porque denota classe, é, quanto a nós, a alegria dos verdadeiramente infelizes, daqueles que no fundo sabem que só têm "amigos" por causa do seu dinheiro. POST-MILÉNIO: Semanário Todas as Sextas-feiras, bem pertinho de si! Propriedade de: O MILÉNIO-STADIUM 2138 Truscott Dr., Mississauga, ON, L5J 2A6 Tel: e Fax: (905) s: Administrador: Alexandre Franco Director: Alexandre Franco Desenhadora Gráfica e Paginadora: Fabiane Azevedo Colaboradores: Fernando Correia, Bernardete Gouveia, António Nóbrega, Alexandre Campos Silva, Cláudia Afonso Marques, Ângelo Rocha de Oliveira, Natércia Rodrigues, Luís Tavares Bello, Dr. Alberto João Jardim, Dra. Aida Batista, Dr. César Cordeiro, Carlos Morgadinho, ARF. e Fátima Martins Colaboradores do Suplemento Desportivo STADIUM: Aro, Camilo dos Reis e Fernando Correia Correspondentes: Luís Tavares Bello (Montreal), Eduardo Mário Albuquerque (Lisboa), Manuel Simões (Portugal) Marketing e Repórter: Bernardete Gouveia Colaboração Fotográfica: Tony Pavia Distribuição: TDLTD, Tony Vilhena, Jack Neves e OMS. Delegação de "O Milénio-Stadium" em Montreal: PMC Publimed Conseil Luís Tavares Bello 7800, Boul. Tashereau Suite 161 Brossard, Qc J4X 1V7 Tel. (514) /Fax (450) A Direcção de O MILÉNIO-STADIUM não é responsável pelos artigos publicados neste Jornal, sendo os mesmos de total responsabilidade de quem os assina.

5 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de CONCLUSÕES DO IV CONGRESSO DA UNIÃO PORTUGUESA DA IMPRENSA REGIONAL OIV Congresso da União Portuguesa da Imprensa Regional, realizado nas instalações do Gabinete Português de Leitura, na Cidade de Salvador da Baía, no Brasil, subordinado ao tema geral "Os desafios da nova Portugalidade", constituiu um acontecimento relevante para a abordagem e discussão de muitos dos problemas que afectam preocupantemente a Imprensa Regional. Cabe agora apresentar as conclusões finais, decorrentes da explanação de diversos painéis que fizeram parte deste Congresso. 1.º - O Congresso resolveu mandatar os órgãos da UNIR, para solicitar ao Governo a autorização dos editores enviarem ofertas, pagando os próprios editores os custos da distribuição, para os colaboradores, associações, colectividades, Gabinetes Portugueses de Leitura e outras entidades espalhadas pelo mundo, sem serem penalizados pela tutela, contrariamente ao que prevê a nova Lei do Porte-Pago. 2.º - A defesa do prestígio da Imprensa Regional é fundamental para a preservação da Língua e Cultura Portuguesas, nas comunidades portuguesas espalhadas pelo Mundo, havendo múltiplos testemunhos de pessoas que, na diáspora, dão abundantes e inquestionáveis exemplos de quanto prezam a ligação à sua terra, à sua região e ao seu país, através da Imprensa Regional. 3.º - Foi amplamente demonstrado o papel fundamental que a Imprensa Regional tem desempenhado na sedimentação das comunidades portuguesas dispersas pelo Mundo, tendo-se mesmo apelado ao Governo para que, com realismo, reveja o problema da circulação de jornais nas comunidades emigrantes, que em tantos milhões de dólares têm concorrido para o desenvolvimento de Portugal. 4.º - Foi reconhecida a dificuldade de conseguir total transparência nas relações autárquicas com os jornais regionais, fruto, a maioria das vezes, da falta de um instrumento regulador susceptível de não permitir a existência de situações e excepção ou de simples simpatia. Foi defendido, com o ênfase necessário, que ambas as partes entendam ser útil adoptar uma plataforma de cooperação sem dependência, como forma eficaz de melhorar as relações entre autarquias e jornais. 5.º Considerando os constantes progressos que as novas tecnologias vêm pondo à disposição dos meios de comunicação social, o Congresso foi alertado para a premência de se criarem condições que permitam caminhar no sentido de serem criadas várias plataformas que cubram integralmente as comunidades portuguesas espalhadas pelo Mundo e consistam numa grande fluidez da informação. 6.º - A fim de aprofundar, como bem se justifica, esta problemática, foi sugerido que a UNIR encare a hipótese de realizar um congresso onde possam ser lançadas as bases para a criação de um organismo vocacionado para implementação do projecto. 7.º - Tendo por base a importância das associações culturais, sociais e de beneficência existentes no estrangeiro, que continuam a diáspora dos portugueses além fronteiras, seria importante o Governo do Portugal apoiar projectos de dinamização cultural e cientifica desses espaços, numa atitude de cooperação que não esquece as comunidades lusófonas. 8.º - Por último, foram salientados os vários exemplos de portugueses de sucesso, que hoje são referências indissociáveis da construção de uma nova portugalidade. Referiu-se a necessidade de haver um projecto capaz de aglutinar as nossas comunidades na diáspora. A ideia é a certeza de que, nestes tempos em que vivemos, nos indicia claramente que Portugal é mais futuro do que presente. EMPRESÁRIOS PORTUGUESES VÃO INVESTIR MAIS DE 625 MILHÕES DE EUROS NA BAÍA Empresários portugueses vão investir mais de 625 milhões de euros no estado brasileiro da Baía nos próximos três anos, segundo a Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - Baía. De acordo com o presidente daquela associação, Eduardo Salles, os investimentos portugueses são sobretudo nas áreas do turismo, agricultura e construção. O mesmo responsável adiantou que os investimentos portugueses na Baía se situam actualmente nos 880 milhões de euros e são responsáveis pela criação de 45 mil empregos directos e indirectos no estado. GOVERNO ASSUME "SEMPRE" NOMEAÇÕES QUE FAZ, ANTÓNIO BRAGA São Paulo é o estado brasileiro que acolhe mais investimentos de Portugal, seguindo-se o Ceará, Rio de Janeiro e Baía. Aproveitando o 1º Seminário de Oportunidades de Negócios Baía/Portugal, que reuniu nos últimos três dias cerca de 300 empresários dos dois países em Salvador da Baía, Eduardo Salles apelou para que se criem mais negócios portugueses no estado. "Não chega ser o quarto estado brasileiro com mais investimentos.queremos que os empresários de Portugal criem mais negócios na Baía", sublinhou. No 1º Seminário de Oportunidades de Negócios Baía/Portugal, os associados da Câmara estreitaram relações e promoveram negócios bilaterais. Segundo Eduardo Salles, a iniciativa deu início a uma sequência de eventos que visam aumentar a integração comercial e cultural entre o estado da Baía e Portugal. Criada em 2003, a Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - Baía tem 156 associados, dos quais 110 são empresários brasileiros dos mais variados ramos e 46 são portugueses. CMP. Osecretário de Estado das Comunidades Portuguesas, António Braga, garantiu que o Governo assume "sempre" as nomeações que são feitas para os cargos de titulares de postos consulares. "Co-responsabilizo-me, como sempre faço, com as nomeações que realizamos", disse António Braga, ao iniciar uma visita de dois dias a Fortaleza, estado brasileiro do Ceará, em que a criação de um vice-consulado no âmbito da reforma consular é o assunto em destaque. Em Fortaleza existe actualmente um consulado honorário que no âmbito da reestruturação consular vai ser transformado em vice-consulado. "Antes de fazer as nomeações dos titulares dos postos quero conhecer em concreto a pessoa que eventualmente vai assumir a liderança desse vice-consulado", adiantou o secretário de Estado. Para tal, António Braga vai "conhecer em concreto o actual modelo de funcionamento do consulado honorário". António Braga garantiu ainda que até ao final do ano estará em funcionamento uma central telefónica que liga o Ministério dos Negócios Estrangeiros a todos os consulados de Portugal espalhados pelo mundo, visando um contacto mais estreito com os emigrantes no mundo. O secretário de Estado das Comunidades termina quarta-feira uma deslocação de sete dias ao Brasil, durante a qual manteve encontros com autoridades estaduais da Baía e participou no congresso da União Portuguesa da Imprensa Regional (UNIR) e num encontro de empresários portugueses e baianos em Salvador da Baía. CMP.

6 6 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! Governo dos Açores desafia NASA a desenvolver projectos nos Açores Osecretário regional da Habitação e Equipamentos, José Contente, recebeu em Ponta Delgada, Elizabeth Williams, investigadora da NASA (Agência Espacial Norte-Americana), que se encontra de visita aos Açores, acompanhada de Jeanette Rébert, da Embaixada dos Estados Unidos em Lisboa. No encontro, o responsável governamental açoriano desafiou a representante da NASA a desenvolver projectos de investigação nos Açores, à semelhança do que já acontece com outras entidades europeias, como é o caso da Agência Espacial Europeia (ESA) que, em parceria com a Edisoft, e através da estação móvel de rastreio de satélites instalada em Santa Maria, vai fornecer dados aos Estados Unidos no âmbito do projecto Ocean Eye, designadamente relativos a temperatura, correntes, plâncton e outras características oceanográficas do Atlântico. Para José Contente, trata-se de uma realidade que vem reforçar a ideia de que "os Açores estão a ser descobertos como zona central do Atlântico e a sua disponibilidade para novos projectos traz vantagens científicas e económicas para a Região". GaCS/JSF/CP "Por ortas do Mar" vão mudar a frente marítima de Ponta Delgada Ponta Delgada recebeu em 2006 meia centena de navios de cruzeiros com mais de 50 mil passageiros a bordo, mas só nos 30 dias mais recentes deste ano 23 navios de cruzeiros, trazendo cerca de 25 mil turistas, já escalaram o porto desta cidade, anunciou hoje o presidente do Governo Regional durante uma visita às obras de construção das "Portas do Mar", um projecto de reordenamento da frente marítima que tem, entre os seus principais objectivos, a criação de melhores condições para o turismo de cruzeiros no porto da capital da ilha de S. Miguel. "Foi a partir da necessidade de ultrapassar os constrangimentos infra-estruturais existentes neste segmento da actividade turística, associados ao congestionamento frequente do porto comercial, que nasceu este projecto das 'Portas do Mar'", acrescentou Carlos César, para quem a execução do empreendimento, de " qualidade excepcional", representa, para Ponta Delgada, a "sua mais importante transformação nas últimas e nas próximas décadas". O chefe do executivo sublinhou as dificuldades que enfrentam, actualmente, os turistas que chegam por via marítima a S. Miguel - sendo obrigados a caminhar entre guindastes, contentores ou viaturas pesadas - e destacou as outras diversas valências associadas ao projecto, cujas obras estarão concluídas dentro de um ano. Além da construção de um cais acostável de 370 metros que permitirá a atracagem dos maiores navios de cruzeiros da actualidade, o projecto "Portas do Mar" permitirá a criação de duas baías - uma para o recreio náutico e outra para o complexo de piscinas, explicou. Além disso, o novo terminal portuário em construção permitirá a implantação de uma moderna e acolhedora gare marítima, indicou, revelando que o Governo vai abrir, em breve, o concurso para a concessão dos cerca de cinco mil metros quadrados de área comercial que o empreendimento vai disponibilizar. Segundo o chefe do executivo, o estudo de mercado elaborado por uma empresa da especialidade definiu os termos em que as "Portas do Mar" serão, também, um espaço de lazer, restauração, de serviços e entretenimento, tendo já sido enviada à Câmara de Comércio e Industria de Ponta Delgada, para parecer, a proposta de ocupação dos espaços comerciais. "Contamos, em Setembro, entregar, simbolicamente, aos futuros concessionários as chaves das respectivas lojas, para que possam fazer os arranjos finais para início das suas actividades", referiu, indicando que o Pavilhão do Mar, planeado para apoiar um vasto conjunto de feiras temáticas e congressos de grande dimensão, disporá de uma área de serviços de refeições em simultâneo para mil pessoas. Carlos César aludiu, ainda, às novas piscinas previstas pelo projecto e salientou que a entrada em funcionamento da nova marina que lhe está associada (476 lugares) permitirá aumentar a oferta açoriana para o acolhimento de dois mil barcos de recreio. Segundo afirmou, chegou, também, a hora de os Açores dedicarem "outra atenção" ao turismo associado ao iatismo, aproveitando a circunstância de um crescimento acentuado na construção de embarcações de recreio tanto na Europa como na América. "Actualmente, a estadia média dos iates, na sua maioria provenientes de Franca, Inglaterra e Estados Unidos, é de cerca de nove dias, sendo que o número de embarcações anualmente construídas é muito superior ao número de lugares criados nas marinas europeias, o mesmo se passando com os EUA, que é o maior mercado mundial de recreio náutico", considerou. O presidente do Governo Regional destacou, ainda, o facto do projecto "Portas do Mar" ter sido possível devido à decisão do primeiro-ministro, José Sócrates, de afectação extraordinária aos Açores de fundos europeus que estavam reservados ao Continente. GaCS/AP

7 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de Cartão Europeu de Seguro Doença - CSED Antes de viajar para a Europa, dirija-se à Segurança Social e peça o cartão de seguro de doença gratuito. Se precisar de assistência, tem os mesmos direitos dos cidadãos desse país. A Comissão Europeia criou o cartão europeu de seguro de doença (CESD), que substitui eventuais documentos para aceder a cuidados de saúde, em particular o modelo E-111. Em Portugal, desde 28 de Fevereiro último, é possível pedir a sua emissão na instituição de previdência onde se encontra inscrito. Também pode pedir o seu cartão na Loja do Cidadão. Se viajar com a família, deverá pedir um cartão para cada elemento do agregado, pois este documento é individual. Convém fazê-lo uma ou duas semanas antes da viagem. Prevê-se que o cartão seja enviado para casa cinco dias após o pedido, mas podem ocorrer atrasos, sobretudo no Verão ou em épocas festivas, como o Natal, Carnaval e Páscoa. Se os serviços não puderem enviá-lo a tempo, fornecem-lhe um certificado provisório. O cartão dá acesso a tratamentos urgentes (como o modelo E- 111) e a outros em consequências de um acidente, doença ou maternidade. Só não poderá utilizá-lo se for ao estrangeiro para obter um tratamento que, por limitações técnicas ou outras, é inviável em Portugal. Munido deste cartão, tem Tudo sobre o Cartão de Saúde Europeu <http://europa.eu.int/comm/employment_social/healthcard/index_en.htm> acesso a cuidados médicos nas mesma condições dos residentes do país onde se encontra. Ou seja, recebe cuidados gratuitos, paga eventuais taxas moderadoras ou outras despesas aí cobradas. Além dos viajantes, o cartão pode ser usado por quem residir temporariamente no estrangeiro (estudantes, por exemplo). Ainda não foi definido um prazo, mas, normalmente, o cartão é passado com uma validade de um ano. Trata-se de uma vantagem sobre o modelo E-111, cuja validade era limitada ao período de estada no estrangeiro. Onde pode utilizá-lo? Em qualquer dos 25 países da União Europeia. E ainda na Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suiça. No Reino Unido, não tem de apresentar o cartão, bastando identificar-se com o Bilhete de Identidade. Se possível, refira que pretende tratamentos do Serviço Nacional de Saúde. AÇORES: ESTUDO SOBRE O EMIGRANTE REGRESSADO CONCLUÍDO EM CINCO ILHAS Oestudo que o Governo Regional está a realizar para apurar o número de emigrantes que regressaram aos Açores está concluído em cinco das nove ilhas, anunciou fonte da direcção regional das Comunidades. Ana Paula Borges, que falava no último de três dias do II Encontro Açoriano de Lusofonia, a decorrer na ilha de São Miguel, adiantou que já estão tratados 999 inquéritos realizados nas ilhas do Corvo, Flores, São Jorge, Graciosa e Santa Maria. "Temos mais de 400 inquéritos realizados entretanto que vão agora começar a ser tratados", afirmou Ana Paula Borges, alegando que o estudo sobre os emigrantes regressados à região vai permitir às autoridades terem uma noção exacta dos números e das necessidades ao nível social. Quanto a São Miguel, já foram realizados 195 inquéritos, sendo até agora Vila Franca do Campo o único concelho da maior ilha açoriana em que a informação já foi toda recolhida, disse. Salientando que a recolha tem sido feita porta-a-porta, Ana Paula Borges adiantou que, no Faial e Terceira, os trabalhos decorrem a bom ritmo e no Pico falta apurar a informação de um concelho. A direcção regional das Comunidades está a realizar, desde o final do último ano, inquéritos a todos os emigrantes para apurar as razões do seu regresso, conhecer como está a decorrer o processo de reintegração no arquipélago e poder traçar linhas de acção em relação a esta franja da população. Os dados preliminares do estudo indicam que 65 por cento dos emigrantes são homens e 35 por cento mulheres, dos quais 60 por cento frequentaram apenas o ensino básico e 17,6 por cento são analfabetos funcionais, disse. Ana Paula Borges referiu, ainda, que os dados recolhidos até ao momento apontam também para o facto de a maioria dos emigrantes regressados dos Estados Unidos, Canadá e Brasil terem mais de 55 anos. O questionário está dividido em seis partes, com o intuito de efectuar uma caracterização social do inquirido, do seu agregado familiar, conhecer a sua situação antes, durante e pós emigração e os apoios institucionais recebidos, explicou a técnica da direcção regional das Comunidades. "Esta é a primeira fase de um longo processo que está a avançar à velocidade de cruzeiro", frisou Ana Paula Borges, acrescentando que por mês estão a ser introduzidos no programa informático 500 questionários. O II Encontro Açoriano da Lusofonia reuniu durante três dias vários especialistas nacionais e internacionais para debater e trocar experiências sobre a riqueza da língua portuguesa. No encerramento dos trabalhos o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, considerou que o evento tem ainda um longo percurso a trilhar, acrescentando que gostaria de envolver mais instituições locais, escolas e público em geral em futuras edições. RME. TVE BAÍA EMITE A PARTIR SETEMBRO PROGRAMA SOBRE PORTUGUESES ATVE Baía vai emitir a partir de Setembro um programa semanal sobre a presença portuguesa naquele estado brasileiro, revelou hoje à Agência Lusa o director daquele canal de televisão, Walter Silveira. O programa, que será realizado em co-produção com a Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - Baía, vai mostrar a presença histórica portuguesa em Salvador da Baía e retratar os portugueses que vivem no estado, cerca de três mil. De acordo com Walter Silveira, o espaço semanal na televisão estatal da Baía terá um espaço de entrevistas e dará destaque aos empreendimentos turísticos portugueses de "sucesso", além de dar a conhecer a gastronomia e a cultura. O responsável adiantou que o canal de televisão pretende também gravar junto dos brasileiros que moram em Portugal, actualmente a maior comunidade de imigrantes. Walter Silveira manifestou ainda a intenção de estabelecer uma parceria com um canal de televisão português para que o programa, que deverá chamar-se "Negócios e Oportunidades Portugal/Baía", seja também emitido em Portugal. CMP.

8 8 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! CÂMARA DE LISBOA ELEIÇÕES INTERCALARES A CAMINHO DEPOIS DE QUEDA DE EXECUTIVO As renúncias de 11 vereadores ditaram a queda do executivo da Câmara Municipal de Lisboa, abrindo caminho a eleições intercalares que se deverão realizar num prazo máximo de dois meses. Pelo PSD, foram apresentadas vinte renúncias entre os 26 eleitos na lista, permanecendo o presidente da Câmara, Carmona Rodrigues, os vereadores Pedro Feist, Fontão de Carvalho e Gabriela Seara (os dois últimos com mandato suspenso), Remédio Pires e Fernando Santana. De resto, todos os partidos da oposição - PS, PCP, CDS-PP e Bloco de Esquerda - apresentaram as renúncias dos respectivos vereadores. Carmona Rodrigues só deverá falar sobre a queda da Câmara na quinta-feira, uma vez que as renúncias só se tornarão efectivas à meia- noite. De acordo com a lei, até à posse dos novos eleitos o funcionamento da Câmara será assegurado por uma comissão administrativa composta por representantes de todos os partidos com assento no executivo municipal e limitada a actos de gestão corrente e inadiáveis. O Governo Civil de Lisboa anunciou hoje que está à espera de ser informado oficialmente sobre as renúncias aos cargos dos vereadores lisboetas, após o que começará o processo de marcação de eleições intercalares. Com a eleição de um novo executivo a caminho, Helena Roseta anunciou a sua desfiliação do PS e a preparação de uma candidatura à câmara da capital como independente através de um movimento de cidadãos por Lisboa. O vereador socialista Dias Baptista defendeu a realização de intercalares "o mais rapidamente possível" e afirmou que a candidatura de Helena Roseta não é uma ameaça para o PS, que "escolherá um bom candidato com o desejo e a vontade de vencer". Por seu lado, o eleito pelo Bloco de Esquerda, José Sá Fernandes, reafirmou a sua disponibilidade para se recandidatar, comentando que a queda da câmara representa uma "grande vitória da democracia" porque "os lisboetas vão poder ter voz no futuro". O vereador comunista Ruben de Carvalho responsabilizou PSD, PS e Bloco de Esquerda pela viabilização de negócios como a permuta de terrenos do parque Mayer por outros terrenos camarários em Entrecampos, a fonte do caso Bragaparques, um dos que levou à queda da Câmara. Miguel Anacoreta Correia, do CDS-PP, reiterou que as eleições deverão abranger também a Assembleia Municipal de maioria PSD, prevendo "conflito institucional" com a Câmara que sair das intercalares. Fontão de Carvalho admitiu a hipótese de se candidatar numa lista independente sem no entanto se pronunciar sobre a possibilidade de Carmona Rodrigues também integrar essa eventual lista. O Presidente da República, Cavaco Silva, apelou a que a governabilidade e a estabilidade regressem "tão rapidamente quanto possível" à Câmara Municipal de Lisboa. O antecessor de Carmona Rodrigues na presidência da Câmara, Pedro Santana Lopes manifestou "profunda tristeza" pela queda do executivo, afirmando que Carmona Rodrigues "tinha um ambiente político todo a favor" para gerir a autarquia. Na sessão camarária ordinária de hoje, o executivo adiou por proposta do PCP e com votos contra do PSD a discussão e votação sobre o loteamento dos terrenos do Sporting, decisão a que o presidente do clube de Alvalade deverá reagir na quinta-feira. APN. Mutação genética ligada à falta de sono à noite Jovem investigadora portuguesa integra equipa de investigação Uma mutação genética é afinal responsável pela incapacidade de algumas pessoas de adormecerem a horas ditas "normais" e se tornarem assim noctívagas. A descoberta foi feita por equipa internacional, que integra a portuguesa Sofia Godinho, de 30 anos, investigadora no Conselho de Investigação Médica da Unidade de Genética de Mamíferos de Harwell, em Oxfordshire, no Reino Unido. A descoberta da mutação - a que os investigadores chamaram "After Hours" (Afh), de "fora de horas" em inglês - poderá ter implicações para a saúde nas sociedades modernas, onde se trabalha cada vez mais todo o dia, sete dias por semana, e sem respeito pelos ciclos biológicos. Segundo Sofia Godinho, "os ritmos circadianos (de um dia) estão envolvidos na regulação de muitos processos para além dos padrões de sono, a que estão mais vulgarmente associados". Assim, nota, "tornou-se cada vez mais evidente que as perturbações mentais, a obesidade e o cancro poderão resultar da desregulação dos ritmos circadianos". Estudando a questão em ratinhos com mutações genéticas, os investigadores identificaram esta em animais com ritmos circadianos anormalmente longos, de 27 horas. Esta descoberta abre caminho a potenciais terapias no futuro. Nova lei da Imigração deverá ser hoje aprovada PERCIP diz que fica "aquém das expectativas" por apenas prever mecanismos de legalização de carácter extraordinário Anova lei da imigração deverá ser hoje aprovada no Parlamento, com os votos favoráveis do PS e do PSD. A Plataforma das Estruturas Representativas das Comunidades de Imigrantes em Portugal (PERCIP) criticou hoje a nova Lei da Imigração por ficar "aquém das expectativas" e por incitar a imigração ilegal ao prever mecanismos de legalização apenas de carácter extraordinário. "A lei não contém um mecanismo de legalização ordinária, está programada para a permanência de imigrantes ilegais e apenas prevê regimes de legalização extraordinários", explicou Galina Leonova, membro da Comissão Coordenadora da PERCIP. De acordo com a PERCIP, a única forma de resolver a questão da imigração ilegal é "incluindo na lei um mecanismo de legalização ordinário, que pode ser aplicado caso a caso para imigrantes que estão cá há muitos anos". A nova legislação prevê a atribuição de um visto de residência temporário aos estrangeiros que queiram encontrar trabalho em Portugal, desde que possuam as qualificações adequadas à bolsa de emprego anualmente fixada. Timóteo Macedo, igualmente membro da Comissão Coordenadora da PERCIP, considerou hoje que a lei ficou "aquém das expectativas" e que já está provado que "leis restritivas que contemplam um regime de quotas, não funcionam". De acordo com Timóteo Macedo, em Portugal o estabelecimento de quotas foi um fracasso e a única forma de evitar o "trabalho ilegal, escravo e o tráfico de humanos" é através da legalização. A PERCIP reúne 40 associações representativas de imigrantes em Portugal. A criação de um único título para todos os imigrantes que residem legalmente em Portugal, bem como a aplicação de coimas a entidades patronais que contratem imigrantes ilegais são algumas das alterações introduzidas pela nova Lei da Imigração.

9 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! SONHO DE UMA "VILA PORTUGUESA" NO CORAÇÃO DO BAIRRO 17 CÉSAR PALÁCIO 11 a 17 de Maio de OVereador da Câmara Municipal de Toronto pelo bairro 17 da Davenport, César Palácio inaugurou a rua com o nome de Terceira Circle que está situada no bairro residential da Turnberry, na area da Old Weston Road a norte da St. Clair Avenue. Presentes na inauguração estavam residentes deste mesmo bairro assim como diversas figuras da comunidade portuguesa como Carlos Botelho, presidente da Casa dos Açores do Ontário e Joe Porto também da Casa dos Açores. No bairro 17 da Davenport 35 a 40 por cento dos habitantes são de origem portuguesa e mais especificamente na área da Turnberry onde a maioria dos seus residentes são portugueses, oriundos das muitas províncias e ilhas de Portugal e este bairro é a reflexão desta realidade com ruas como Braga Gardens, Estoril Terrace, Alentejo Street, Sagres Crescent e Algarve Crescent e agora com Terceira Circle, e esta era a visão que César Palácio tinha para este bairro. O que será interessante saber é que a área da Turnberry há aproximadamente seis anos, naquela altura considerada uma área industrial, estava para ser vendida por 300 mil dólares como futura área de sucata, prevista a ser a maior da cidade de Toronto. César Palácio e Betty Disero trabalharam arduamente para apresentarem uma proposta alternativa à assembleia municipal da Câmara de Toronto. O objectivo desta proposta era mudar a área da Turnberry para uma área residencial, e construir um bairro que viria a ser o orgulho bairro 17. A proposta foi aceite pela assembleia municipal. O terreno foi vendido por 2.7 milhões de dólares. Este montante foi usado para limpar o terreno da Turnberry assim como uma sucata já existente e localizada na Hounslow Heath, área adjacente a Turnberry, criando assim uma área verde. E assim nasceu o projecto do bairro residencial da Turnberry. Hoje Turnberry é um bairro lindíssimo construído na sua maioria por trabalhadores portugueses e que nos faz recordar um pouco de Portugal, era aquilo que César Palácio precisamente queria obter como tributo à comunidade portuguesa, pela sua participação no desenvolvimento da cidade de Toronto e como agradecimento aos portugueses pela sua participação e enriquecimento do mosaico económico, social e cultural da cidade de Toronto. Turnberry também conta com uma associação de residentes muito activa, sendo o presidente desta Joe Melo, que trabalha arduamente para continuar o sonho do bairro da Turnberry. RAÍZES DA LOURINHÃ PATROCINA ON YOUR MARK! Ogrupo Raízes da Lourinhã apresentou um donativo de $9,000 ao programa de apoio escolar On Your Mark, fundos recolhidos durante um jantar de gala promovido pela associação patrocinadora. Este magnânimo donativo ajudará On Your Mark, um programa financiado exclusivamente pela comunidade Portuguesa, a apoiar mais estudantes Luso-Canadianos, e não só. On Your Mark não recebe apoio financeiro do governo e depende da generosidade e da boa vontade de patrocinadores como Raízes da Lourinhã. O programa On Your Mark Tutoring Program fornece apoio individualizado ou em grupos pequenos a estudantes do nível primário e secundário de escolaridade. Os assistentes educacionias, todos estes voluntários, são combinados com alunos participantes, muitos destes em risco de desisitir dos estudos. Estes alunos e seus respectivos assistentes educacionais reúnem-se aos Sábados de manhã e / ou depois do horário escolar normal durante o mínimo de uma hora para receber ajuda com deveres escolares, matemática e estudos literários/linguísticos. On Your Mark acredita que o apoio individualizado, o crescimento da auto-estima e o desenvolvimento de novas amizades são todos elementos críticos para o aproveitamento escolar. Os assistentes voluntários do programa On Your Mark fornecem não só apoio académico, como tambem aproveitam o tempo de estudo para fomenter amizades e discussão. Neste sexto ano de actividade, o programa On Your Mark já apoiou mais de 500 estudantes! O programa On Your Mark, que está aberto a toda a comunidade, foi criado para apoiar e melhorar o sucesso académico e aproveitamento escolar de estudantes Luso- Canadianos e de expressão / descendência Portuguesa e para contrariar o ciclo de desvantagem em que muitos destes alunos se encontram. Raízes Da Lourinãa deixa aqui uma apelo e uma desafio a outros grupos, associações e entidades na comunidade Portuguesa a apoiarem este programa importantíssimo. Para fazer um donativo, é favor ligar para Marcie Ponte, directora executiva, através do ou por Agradecemos ao grupo Raízes Da Lourinhã e a todos os nossos patrocinadores por esta oferta generosa.

10 10 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! O POVO DECIDIU... RESPEITEM-NOS! ALBERTO JOÃO JARDIM Odia 6 de Maio é daqueles que ficarão na História da Madeira. Pela primeira vez, desde que instituída a Autonomia Politica pela Constituição da República Portuguesa de 1976, o Povo Madeirense pronunciou-se DIRECTA- MENTE sobre a evolução do processo autonómico, novo e conquistado na nossa História de quase seiscentos anos após se ter iniciado a colonização do arquipélago. Até agora, na regularidade de eleições regionais de quatro em quatro anos, o Povo escolheu de entre os habituais partidos políticos, qual o que deveria governar a Região Autónoma nos quatro anos seguintes. Embora identificasse quem de maior política autonomista ou quem mais se apresentasse incondicionalmente instrumento de Lisboa. Em 6 de Maio de 2007, estivemos numa situação diferente. Os abusos e prepotências cometidos sobre o Povo Madeirense, a todos atingindo no seu futuro e na sua qualidade de vida, foram objecto do juízo consciente do eleitorado. Juízo que incluiu também as consequências sobre cada um, da actual política nacional. O Povo Madeirense decidiu entre duas posições. Não aceitar que os Direitos constitucionalmente conquistados e consagrados no Estatuto Político-Administrativo, estivessem à mercê dos intuitos partidários de qualquer Governo de Lisboa. Não aceitar ser joguete de poucas-vergonhas partidárias. Que a Autonomia Política não é para andar para trás. Que, pelo contrário, a Autonomia Política é um processo definitivamente evolutivo, nem sequer estático. Ou, então, aceitaria a fatalidade de estar à mercê do que Lisboa entender nos impôr em qualquer momento. Vergar-se-ia à vontade das jogatanas partidárias que atingem o bem-estar das Famílias Madeirenses. É simples. Daí se dizer que estas eleições foram diferentes. Jogou-se a evolução da Autonomia Política conquistada. Jogou-se a História. Jogou-se o futuro. A par também de uma tomada de posição sobre a própria política nacional. Se os autonomistas não tivessem obtido a maioria absoluta, Lisboa teria as portas abertas para fazer dos Direitos entretanto conquistados pelo Povo Madeirense, tudo aquilo que bem lhe apetecesse. Estivemos perante um plebiscito. Não numas eleições de rotina. Demos a resposta à derrota militar de 1931, Revolução da Madeira, derrotando democraticamente o Governo da República. Qualquer Eleitor sabia que só a Autonomia Política e os meios que Esta faculta à Região, permitem o desenvolvimento. Permitiram as mudanças dos últimos trinta anos. Qualquer Eleitor sabia que sem esta Autonomia Política e os meios que propicia, a Madeira nunca teria deixado de ser a Região mais atrasada de Portugal, estaríamos hoje tão degradados como muitas zonas do Continente, nomeadamente as que não se situam no respectivo litoral. Não teríamos voz. Não teríamos a capacidade de dialéctica política frente a Lisboa, para afirmarmos os nossos Direitos. Seríamos ninguém no mapa político e na Opinião Pública europeia e nacional. É isto que não quisemos sacrificar. Como qualquer Eleitor também sabia da cultura politica centralista que sempre marcou Portugal ao longo da sua História, e daí o incómodo que a nossa situação institucional gera a Lisboa, ao ponto das tentações para começar a nos destruir o que conquistámos. Destruir o que tem de, para sempre, ser irreversível. Mais tem de ser evolutivo no tempo, como agora referendado. E qualquer Eleitor também sabia que certa gente, vendo a pequena dimensão da nossa terra que não é rica, prefira cumpliciar e trabalhar para os objectivos políticopartidários do Poder Central, deste esperando vantagens, benesses ou carreiras pessoais, à custa do esmagamento do Povo Madeirense. Tudo isto conduziu à opção de consciência de cada um, em 6 de Maio. Demiti-me, não apenas como atitude de quem não pode cumprir um Programa a que se comprometera até Não apenas como atitude de protesto contra os que faltaram à respectiva palavra e programa, utilizando vergonhosamente o Estado como mero instrumento partidário. Não apenas com os seis objectivos de recandidatura, que anunciei, a fim de poder inverter esta situação vilmente ofensiva dos Direitos do Povo Madeirense. Demiti-me, também, por uma questão de clarificação. Para, em Democracia, na qual acredito, dar a decisão ao Povo soberano. Para não haver mais equívocos. Para que o Eleitorado Madeirense, de uma vez por todas e sobre o percurso da Autonomia Política, dissesse se concorda, ou não, com o caminho de Libertação e de Desenvolvimento que venho defendido e prosseguindo. Ou, então, dissesse, no seu Direito, que queria voltar ao tempo da subjugação aos políticos de Lisboa. Para quem, como eu, acredita na Democracia, embora despreze a "democracia à portuguesa" que destrói Portugal, nada mais claro e mais simples. O Povo decidiu, e bem. Assim se cumpra. JARDIM SOMA MAIS UMA VITÓRIA EM ELEIÇÕES LEGISLATIVAS Olíder do PSD/M, Alberto João Jardim, conquistou a sua nona vitória consecutiva em eleições legislativas regionais, alcançando 64,20 por cento dos votos expressos que permitem uma representação parlamentar de 33 deputados. Jardim provocou este processo eleitoral, apresentando, a 19 de Fevereiro, o pedido de demissão do cargo de presidente do Governo Regional que exercia há cerca de 30 anos, sendo a primeira vez que não levou um mandato até o fim. A demissão foi motivada pela aprovação, por proposta do Governo de José Sócrates, da Lei de Finanças Regionais. Jardim é fundador e líder do PSD- Madeira desde 1974 e chefe do executivo madeirense desde Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim, nascido a 4 de Fevereiro de 1943, é licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra. Foi professor dos ensinos técnico e secundário, director do Centro de Formação Profissional da Madeira e jornalista profissional, tendo sido director do matutino regional Jornal da Madeira. Durante o cumprimento do serviço militar, Jardim foi oficial de acção psicológica no Estado-Maior do Exército, em Lisboa e no quartel-general da Madeira. Em termos de cargos europeus, desde 1978 que é membro do congresso dos Poderes Locais e Regionais do Conselho da Europa, presidindo à delegação portuguesa. De 1978 a 1996 foi presidente da Conferência das Regiões Periféricas da UE, do qual é chefe honorário. O líder insular foi igualmente co-fundador da Assembleia das Regiões da Europa e é, presentemente, vice-presidente do Partido Popular Europeu. Jardim foi empossado a 16 de Novembro de 2004 como presidente do VIII governo madeirense, na sequência de mais uma vitória nas eleições legislativas regionais que aconteceram a 17 de Outubro desse ano, tendo reconduzido todos os elementos do seu anterior executivo. PSD com nova maioria, MPT e PND conseguem "entrar" As eleições legislativas realizadas na Madeira ficaram marcadas pela renovação da maioria absoluta do PSD, a derrota do PS e a conquista de lugares no parlamento pelo MPT e PND. O presidente do PSD/Madeira, Alberto João Jardim, conquistou mais uma maioria absoluta na Região, elegendo para o parlamento madeirense 33 dos 47 deputados em eleições provocadas pela demissão do líder madeirense em protesto pelos cortes financeiros à Região determinados pelo Governo da República. Os sociais-democratas alcançaram a nona vitória consecutiva em eleições legislativas realizadas nesta Região, conseguindo 64,2 por cento dos votos expressos (90.339). O PS/M, com 15,42 pc (21.699), foi o principal derrotado neste acto eleitoral, vendo o seu grupo parlamentar reduzido de 19 para sete elementos, retornando a resultados de 1988, afectado também pela nova lei eleitoral que diminui de 68 para 47 deputados. Quanto à CDU/M, tornou-se na terceira força política na Região com 5,44 pc (7.659 votos), mantendo os dois deputados que tinha no parlamento, o mesmo número que o CDS/PP, que obteve 5,34 por cento (7.512), enquanto que o BE, com 2,97 pc (4.186) mantém o único deputado que tinha.a grande novidade é a entrada do MPT e do PND, que, pela primeira, concorreram a eleições regionais e conseguiram eleger um representante cada. O MPT teve 2,25 por cento, pelos votos obtidos, e o PND 2,08, pc graças aos votantes do partido. Dos eleitores inscritos, exerceram o direito de votar, pelo que a abstenção se situou nos 39,5 por cento. Com a aplicação da nova lei eleitoral da Madeira, há uma redução do número de deputados no parlamento madeirense de 68 para 47, que foram eleitos por um único circulo. Nas últimas legislativas regionais, que se realizaram a 17 de Outubro de 2004, o PSD/M de Alberto João Jardim alcançou 53,7 pc dos votos, o PS 27,4 pc, o CDS/PP 7pc, a CDU 5,5pc e o BE 3,6pc. Com estes resultados, o PSD/M ficou então representado na Assembleia Legislativa da Madeira com 44 deputados e o PS com 19, dos quais dois passaram a independentes, enquanto que o CDS e a CDU tinham dois parlamentares cada e o Bloco de Esquerda um. A vitória do PSD/M foi amplamente festejada pelos militantes nas ruas da capital madeirense, tendo merecido honras de fogo de artifício no Funchal.

11 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de Brasil Máfia dos bingos financiou PS no Brasil e queria casino em Lisboa "O PS e o Governo têm de clarificar esta situação com urgência, é o nome de Portugal e das comunidades portuguesas que está em risco" UM DOS PORTUGUESES DETIDOS NUMA MEGA OPERAÇÃO NO BRASIL FINANCIOU A CAMPANHA DOS SOCIALISTAS EM 2005 E É PROPRIETÁRIO DA SEDE DO PS NO RIO OPSD exige que o PS esclareça "com urgência" as ligações dos socialistas aos detidos na operação Furacão, um grupo acusado de, a partir do Brasil, negociar sentenças judiciais e decisões políticas para beneficiar casas de bingo e de máquinas de jogos de azar. Licínio Soares Bastos, um dos empresários portugueses detidos, é dos maiores financiadores do PS no Brasil e suportou grande parte das despesas da campanha do candidato socialista ao círculo fora da Europa nas legislativas de 2005, Aníbal Araújo. Licínio é também proprietário do imóvel onde está instalada a sede do PS no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. O empresário viria a ser nomeado cônsul honorário de Portugal em Cabo Frio, um ano depois de José Sócrates chegar ao poder, mas o processo nunca chegou a ser formalizado junto do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. A Polícia Federal (PF) brasileira suspeita que o português fosse o intermediário do grupo nas negociações para abrir casinos em Portugal e no Brasil. Numa das escutas anexadas ao processo, outro detido, o advogado e empresário Jaime Garcia Dias, admitia ao vice-presidente da Associação dos Bingos do Rio de Janeiro, José Renato Granado, que estava em Portugal reunido com deputados e que as despesas da estadia estavam a ser suportadas "pelo presidente da câmara". Na transcrição da escuta, o empresário brasileiro nunca revelava o nome ou o partido dos deputados e do autarca. "O PS e o Governo têm de clarificar esta situação com urgência, é o nome de Portugal e das comunidades portuguesas que está em risco", sublinhou José Cesário, deputado do PSD e antigo secretário de Estado das Comunidades. Licínio Soares Bastos é natural de Oliveira de Azeméis, de onde é também oriundo o candidato do PS ao círculo de fora da Europa em 2005, Aníbal Araújo. O primeiro é fundador de alguns dos jornais administrados por Aníbal Araújo. "É um benemérito que muito ajuda a comunidade portuguesa, não há qualquer promiscuidade", enfatiza Araújo. Antes das legislativas de 2005, a confusão instalou-se na secção do PS no Rio de Janeiro, sem se saber quem dirigia esta estrutura. Terá sido por essa altura que se tornaram públicas as relações entre Aníbal Araújo e Licínio Bastos - alguns elementos do PS defendem que o empresário brasileiro impôs o nome do futuro candidato. "Foi então que o sr. Licínio [Soares Bastos] disse que foi contactado pela direcção do PS para ajudar o partido. Aí, criou a sede e pagou a campanha de Aníbal Araújo", disse ao PÚBLICO Eduardo Moreira, antigo deputado do PSD para o círculo fora da Europa e residente no Rio de Janeiro. A "ostentação" da campanha motivou uma queixa do PSD à Comissão Nacional de Eleições, apresentada a 20 de Abril de "Utilizaram aviões, cartazes em autocarros, programas de rádio e televisão aqui no Brasil. É óbvio quem suportou tudo isso", expõe o social-democrata. "Eu desconheço se o sr. Licínio, de quem sou amigo, financiou ou não a minha campanha", contrapôs Aníbal Araújo. O deputado José Lello, antigo secretário de Estado e responsável pela área das Comunidades Portuguesas do PS, também alega desconhecer a origem do financiamento. "Isso é da responsabilidade do candidato. Conheci Licínio Soares Bastos durante essa campanha, foi-me apresentado por Aníbal Araújo. Não sei se foi ele o financiador", afirmou, argumentando também ignorar que a sede do PS no Rio de Janeiro funciona em instalações do empresário agora detido. O actual responsável pelo departamento de Relações Internacionais e Comunidades Portuguesas do PS, Luís Pisco, admite e desvaloriza o facto de a sede do PS no Rio de Janeiro estar instalada numa propriedade de Licínio Bastos. "É normal isso acontecer, ele quis ajudar o partido. Posso é garantir que as reuniões políticas do partido se realizam noutro lugar", frisou. Pisco não soube, no entanto, identificar os actuais dirigentes socialistas no Rio de Janeiro. Cônsul em Cabo Frio Colocando a tónica na sede do partido e na "generosidade" do empresário agora detido, o social-democrata Eduardo Moreira recorda conversas antigas. "Eu não sei se há promiscuidade ou não, sei é que o Sr. Licínio dizia que o apoio ao PS lhe renderia contrapartidas comerciais em Portugal", sublinhou. Um ano depois de o PS chegar ao poder, Licínio Soares Santos foi nomeado cônsul honorário de Portugal em Cabo Frio, a 150 quilómetros do Rio de Janeiro. A nomeação, despachada pelo secretário de Estado das Comunidades, António Braga, foi publicada em Diário da República dia 16 de Maio de 2006, mas veio a ser suspensa meses depois quando se constatou que Licínio Bastos estava a ser investigado pelas autoridades brasileiras. A Secretaria de Estado justificou a indigitação pela "disponibilidade" manifestada por Licínio Bastos para suportar todas as despesas do posto consular. "O Estado português não teria qualquer despesa com esse consulado, Licínio Bastos ofereceu-se para suportar todo o investimento para ajudar a comunidade portuguesa, ele é um benemérito e até ser condenado merece a presunção de inocência", explicou ao PÚBLICO Eduardo Saraiva, assessor de imprensa do secretário de Estado das Comunidades, António Braga. Um argumento que não colhe, pelo menos junto de Eduardo Moreira, que também já presidiu ao Conselho das Comunidades Portuguesas no Rio de Janeiro."Em Cabo Frio residem no máximo 20 portugueses, não faz sentido abrir aí um consulado e encerrar o de Santos, onde habitam cerca de 15 mil pessoas com ligações a Portugal", disse. António Braga, Eduardo Saraiva e Luís Pisco foram telefonicamente contactados pelo PÚBLICO em Salvador da Bahia, onde participam no congresso da União Portuguesa da Imprensa Regional, estrutura presidida por Aníbal Araújo. José Lello alega desconhecer a origem do financiamento da campanha dos socialistas para o candidato de fora da Europa Com a devida vénia: Nuno Amaral, Rio de Janeiro. "Publico" PS RECUSA POLÉMICA SOBRE GASTOS NAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS Oporta-voz do PS, Vitalino Canas, recusou a existência de motivos para polémica sobre os gastos do partido, no Brasil, na campanha das eleições legislativas, dizendo que todas as despesas foram fiscalizadas pelo Tribunal Constitucional. "Os gastos do PS na última campanha para as eleições legislativas foram feitos de acordo com a lei [de financiamento dos partidos] e as contas foram fiscalizadas pelo Tribunal Constitucional", declarou Vitalino Canas à agência Lusa. Na edição do jornal "Público" o ex-militante socialista (de São Paulo) e advogado Miguel Reis, que se demitiu do PS por desacordo com a escolha do cabeça de lista do partido pelo círculo da emigração fora da Europa, disse que na campanha do PS no Brasil "havia dinheiro a rodos para avionetas e acções de grande impacto". Ainda de acordo com o mesmo jornal, a campanha do cabeça de lista do PS por este círculo, Aníbal Araújo, foi financiada pelo empresário Licínio Soares Bastos, recentemente detido por suspeitas de pertencer à chamada máfia dos bingos e que chegou a ser nomeado cônsul honorário no Brasil pelo secretário de Estado das Comunidades, António Braga. Miguel Reis afirmou ainda que a estrutura socialista no Brasil escolheu António Almeida e Silva como candidato a deputado do PS nas últimas eleições legislativas - nome que acabou por ser recusado pela direcção nacional do partido, que optou por Aníbal Araújo, de Oliveira de Azeméis, proprietário de jornais e revistas ligados à comunidade emigrante. Interrogado sobre o processo de escolha do cabeça de lista do PS pelo círculo da emigração fora da Europa, Vitalino Canas assegurou "foram cumpridas rigorosamente todas as normas estatutárias do partido". Fonte da direcção dos socialistas adiantou à agência Lusa que a escolha de Aníbal Araújo se deveu "à sua reputação de homem sério, residente em território nacional, mas que possui grandes ligações às comunidades lusas nos Estados Unidos, Canadá, Brasil e África do Sul". Já em relação ao facto de a estrutura do Brasil ter preferido António Almeida e Silva, a mesma fonte referiu que se trata de uma "personalidade de prestígio, mas que se encontra mais próximo do PSD do que do PS". PMF.

12 12 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! Brasil PORTUGUESES DETIDOS NA OPERAÇÃO FURACÃO NEGAM ACUSAÇÕES Os dois portugueses detidos no Rio de Janeiro, no âmbito da operação Furacão da Polícia Federal (PF), negam "categoricamente" qualquer envolvimento com a exploração de jogos ilegais, afirmou o advogado dos empresários. Rogério Marcolini de Souza disse à agência Lusa que já apresentou um pedido de liberdade ("habeas corpus") de Laurentino Frei dos Santos e de Licínio Soares Bastos, no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, que deverá ser apreciado até hoje, sexta-feira. "Queremos a imediata soltura dos dois empresários, uma vez que eles são acusados primários, com bons antecedentes e a legislação brasileira determina a liberdade até que haja uma sentença de condenação", disse. Segundo o advogado, os dois empresários admitem que foram sócios de uma casa de bingo, na cidade de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, até O negócio funcionava na época com a autorização da Loterj, empresa pública responsável pela promoção e venda de lotarias, no Estado do Rio de Janeiro. "A partir de 2002, quando houve questionamentos quanto à legalidade da operação, os dois empresários deixaram de operar a casa de jogos", disse Marcolini de Souza. Actualmente, Laurentino Frei dos Santos e Licínio Soares Bastos são sócios em diversos "hotéis e motéis", no Rio de Janeiro, salientou o advogado. Instado a comentar uma possível ligação entre os acusados e a secção local do Partido Socialista Português, o advogado disse "não ter qualquer conhecimento sobre o facto". "Os meus dois clientes encontram-se detidos num estabelecimento prisional, incomunicáveis, mantendo apenas contatos restritos com o seu advogado", disse. O advogado sublinhou ainda que o facto de Licínio Soares Bastos ter sido indigitado, no ano passado, para cônsul honorário de Portugal em Cabo Frio, era "compatível com a projecção do empresário" junto da comunidade portuguesa. A nomeação para cônsul honorário de Cabo Frio, entretanto, não chegou a ser formalizada junto ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Distante 168 quilómetros do Rio de Janeiro, no litoral Norte do Estado, Cabo Frio fica na famosa região dos Lagos, local de grande concentração turística. A "Operação Furação" deteve em Abril uma quadrilha acusada de movimentar cerca de 200 milhões de dólares na exploração de jogos ilegais, branqueamento de capitais, inclusive com ramificações nos Tribunais brasileiros. A Polícia Federal tem diversas gravações de conversas telefónicas, legalmente autorizadas, onde advogados e empresários de casas de jogos negoceiam com juizes a compra e venda de sentenças judiciais favoráveis. MAN. EXPERIÊNCIA DA RTP PODE SER ÚTIL PARA CRIAÇÃO DA TV PÚBLICA BRASILEIRA Orepresentante da RTP no I Foro de TVs Públicas do Brasil, considera fundamental a criação de uma TV pública no país e avalia que a experiência portuguesa poderá ser útil para os brasileiros. O director das Antenas Internacionais da RDP apresentará sua palestra no Fórum sobre o processo da TV pública de Portugal sexta-feira. Segundo Gonçalves, Portugal tem uma boa experiência no domínio da gestão pública, porque a evolução foi no sentido de uma "forte autonomia e independência" dos órgãos de comunicação social do sector público. O Brasil poderá ter interesse também no actual modelo de financiamento da RTP, que acolhe várias fontes: a contribuição para o audiovisual, a publicidade e as indemnizações compensatórias por parte do Estado, além de outras residuais. "Pretendemos dar um pouco ao Brasil a experiência do que foi o processo de desenvolvimento de uma televisão pública que está neste momento a comemorar 50 anos de existência em Portugal ", afirmou Jorge Gonçalves à agência Lusa. A contribuição para o audiovisual, paga directamente pelos utilizadores (1,71 euros/mês), corresponde a cerca de 50 por cento do financiamento. A publicidade, com limites de tempo e com todas as receitas destinadas a amortizar a dívida acumulada pela TV antes da adopção, em 2002, do actual modelo, representa 30 por cento do financiamento. O restante do financiamento da RTP vem do Orçamento do Estado, através das indemnizações compensatórias do serviço público. "O actual modelo que existe em Portugal para o serviço público é um modelo equilibrado entre os interesses da televisão pública e os interesses das televisões privadas e corresponde também a uma ideia que marcou a história do audiovisual europeu desde a sua génese, estruturalmente pública, ao contrário do Brasil", assinalou Gonçalves. Na avaliação do representante português, o grande desafio do Brasil na criação de uma TV pública será conciliar os interesses das 200 TVs legislativas, educativas e universitárias que existem hoje no Brasil. "Mas é fundamental num país como o Brasil, com dimensões territoriais continentais, com grandes diferenças sociais e com dificuldades para que uma imensa população tenha acesso aos bens culturais e ao exercício da liberdade e da cidadania, a existência de uma televisão pública", destacou. Jorge Gonçalves disse ainda que não se pode confundir TV pública com TV do governo e que o Estado tem a obrigação de se munir de mecanismos e regras que impeçam uma eventual mistura de interesses.na abertura do Foro, o ministro brasileiro da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins, disse que o governo apresentará dentro de 15 dias um modelo de gestão e financiamento para a construção de uma rede pública de televisão. A proposta levará em conta as contribuições do Foro Nacional de TVs Públicas, que reune até sexta-feira, em Brasília, cerca de 500 participantes, entre geradores e programadores de TVs públicas, representantes das agências reguladoras do cinema e das telecomunicações, de universidades e organizações da sociedade civil e do governo federal. Para além desses, participam nos plenários representantes de emissoras públicas com a trajectória de sucesso no mundo, como é o caso da RTP, da BBC, do Reino Unido e da NHK, do Japão. Do Foro sairá um documento intitulado "Carta de Brasília, com recomendações para o desenvolvimento de uma política pública para o sector". CMC. LEIA O NOSSO JORNAL NA INTERNET

13 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! Presidente do Governo felicita Ramos-Horta pela sua vitória eleitoral Ochefe do executivo açoriano, Carlos César, enviou uma mensagem de felicitações a José Ramos-Horta pela sua vitória na segunda volta das eleições presidenciais de Timor-Leste. Apesar de ainda decorrer a contagem de votos, o actual primeiro-ministro timorense, que se apresentou como independente, dispõe de uma grande vantagem sobre o seu adversário, o presidente do Parlamento, apoiado pela FRETILIN, Francisco "Lu Olo" Guterres. Quando estão escrutinados mais de 90 por cento dos boletins, José Ramos-Horta lidera com 73% dos votos, contra 27% de Guterres. Na missiva, Carlos César destaca que este resultado é "inequívoco e demonstrativo da solidez do processo democrático timorense", manifestando-se "certo de que o seu desempenho das funções para as quais foi agora eleito constituirá um passo decisivo na caminhada de consolidação de Timor-Leste enquanto jovem nação imbuída do espírito e dos valores democráticos da liberdade, do desenvolvimento e da justiça social." O presidente do Governo considera, ainda, que com o empenho sempre demonstrado, José Ramos-Horta será capaz de ultrapassar as dificuldades que se apresentarem, "contribuindo de forma decisiva para o futuro da nação timorense e do seu projecto democrático". O presidente do Governo dos Açores reuniu-se já com Ramos-Horta por diversas vezes, a primeira das quais em Setembro de 1998, quando visitou o Pavilhão de Timor-Leste na Expo98, em Lisboa, sendo recebido pelo então líder da Resistência Timorense, que lutava pela libertação e independência do território nessa altura ainda ocupado pela Indonésia. Depois, a 17 de Dezembro de 2001, Carlos César recebeu-o, já ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, num encontro a dois, na Casa dos Açores de Lisboa (nas fotos), durante o qual foram abordadas questões relacionadas com o apoio e participação dos Açores em algumas acções específicas da cooperação de Portugal com o novo país. Em Maio de 2002, o presidente do Governo dos Açores assistiu às cerimónias oficiais da Independência de Timor- Leste, integrado na comitiva oficial do Estado português, liderada pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio, 11 a 17 de Maio de ocasião em que voltou a contactar José Ramos-Horta. GaCS/JSF Modernizar a Administração para melhor servir os cidadãos anunciou, adiantando que as chamadas Centrais de Serviço vão ser criadas a partir do segundo semestre deste ano. A qualificação dos funcionários e chefias, através de formação profissional específica, e a avaliação dos serviços, por parte dos próprios e dos utentes, são outros vectores que Sérgio Ávila considerou fundamentais para a reforma em curso. GaCS/FA O Governo Regional dos Açores tem vindo a implementar várias medidas para modernizar e simplificar a Administração Pública Regional e, consequentemente, servir melhor a população do arquipélago. A afirmação é do vice-presidente do executivo, Sérgio Ávila, e foi proferida em Angra do Heroísmo, na abertura do seminário Novas perspectivas na contratação pública. O governante revelou, na ocasião, que o número de trabalhadores da Administração Regional é, presentemente, de (16,7% da população activa) e acrescentou que "tudo o que possa ser feito para que melhoremos a nossa actividade e o serviço que prestamos a todos os açorianos, é relevante". Sérgio Ávila apelou aos cerca de 130 dirigentes e formadores da Administração que participam no seminário, no sentido de se empenharem neste processo de mudança, "que não pode ser feito sem a colaboração activa" de todos os envolvidos. "Sabemos que as mudanças nunca são fáceis e nem sempre bem aceites, mas só mudando podemos evoluir, adaptarmo-nos aos novos tempos e aos desafios da globalização e da sociedade de informação em que vivemos", vincou o vice-presidente. "E para mudar e fazer este percurso precisamos de saber exactamente qual é a nossa realidade, quantos somos, o que fazemos, como o fazemos e o que devemos mudar para melhorar - o que pode sempre ser melhor", frisou. Instrumentos como o Ficheiro Central de Pessoal ou a Bolsa de Emprego Público dos Açores (BEPA), ajudam a concretizar esses objectivos, nomeadamente a racionalizar os recursos humanos e, neste âmbito, Sérgio Ávila anunciou que, até ao final de Junho, estarão implementados os Quadros Regionais de Ilha. "Este é um mecanismo de flexibilização que permite que os funcionários estejam onde são mais necessários", sem que "nenhum funcionário seja obrigado a mudar de ilha ou a percorrer longas distâncias, a menos que o queira fazer de livre vontade", garantiu o governante. Ainda neste âmbito da flexibilização "considerámos ser essencial juntar num único serviço tarefas que eram dispersas por vários". Questões como a gestão de frotas ou o processamento de vencimentos passarão a ser feitos num único departamento,

14 14 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! FESTIVIDADES DO 5º ANIVERSÁRIO DO PORTAL ADIASPORA.COM Com um programa cultural rico e com grande participação o Portal Adiaspora.com comemorou, no passado fim de semana, o seu quinto aniversário, nas instalações do Sport Club Lusitânia de Toronto, sob a temática Lusofonia na Diáspora Um valor a Preservar. Assim, no Sábado (5) deu-se inicio às comemorações natalícias deste Portal cujas visitas já ultrapassou a casa dos dois milhões, número bastante significativo e quase, que nos aventuramos a acrescentar, a palavra, inigualável. As portas desta agremiação da nossa comunidade e anfitriã de mais um evento cultural, abriram-se pelas 19 horas, com diversas exposições de pintura pelos respeitados artistas plásticos Hildebrando Silva, Luís Palaio e Maria Oliveira e de fotografia por José Henrique Brum e Vasco Oswaldo Santos além de diversos e interessantes trabalhos em estanho por Maria Ficher. Foram lidas mensagens tendo seguidamente aberto as cerimónias pelo presidente do Portal, José Ilídio Ferreira. Seguiu-se uma mesa redonda formada por diversos jovens e moderada por Natasha Santos onde se abordaram diversos temas como, por exemplo, a continuidade e preservação das tradições e a língua portuguesa pelos jovens, do insucesso escolar com o abandono precoce dos estudos e outros assuntos relevantes ligados à juventude e à comunidade onde estão integrados. Seguiu-se da intervenção do Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónima dos Açores, Dr. Fernando Menezes, que saudando e dando os parabéns ao presidente do portal aniversariante, José Ilídio Ferreira, e ao Sport Club Lusitânia pela recente celebração do seu 31º aniversário, que na sua breve alocução mencionou...estar ali na qualidade de representante do Parlamento e da Região Autónoma dos Açores, congratulava os voluntários, que eram muitos, que ajudaram a erguer esta festa, e depois de ouvir o jovens do painel que foi muito importante, enriquecedor e fascinante para ele. Enalteceu, desta maneira, a forma como os jovens compreendem o seu momento e o seu tempo e como percebem as dificuldades e o que devem e têm que fazer para irem para a frente. Mencionou nesta intervenção do 25 de Abril e das recentes comemorações e que só foi possível de o fazer-se com a democracia implantada em Portugal e que possibilitou a descentralização política possibilitando que hoje naquelas ilhas tivessem órgãos próprios e terem a capacidade de resolverem os seus problemas e de desenvolverem aquela Região Atlântica. Mais adiante referiu, como se estivesse a escrever uma carta de Portugal ou dos Açores que, na Ilha Terceira já começaram as touradas, já se pensa nas Sanjoaninas, em Angra do Heroísmo e na Praia da Vitória. De que em São Miguel prepara-se os festejos do Senhor Santo Cristo dos Milagres, por aqui e ali preparam-se também outras festas naquelas Ilhas e em todas começam-se as celebrações das festas do povo açoriano que é o do Divino Espírito Santo, festa essa tão ligada a todos nós, açorianos, com raízes tão profundas da nossa cultura, festa de fraternidade da partilha que se celebra agora, por esta altura e que coincide, felizmente também, com o dia da Região Autónoma e que será este ano celebrado na Ilha do Pico, no Concelho de São Roque. Afirmou também trazer um abraço fraterno e amigo dos portugueses e açorianos e uma palavra à Diáspora.com que celebra 5 anos de portal na Internet que em pouco tempo ganhou relevância, importância e é hoje imprescindível para muita gente. Logo a abrir, afirmou, dizem-se coisas importantes e nós devemos reflectir sobre elas. Diz-se que, continuou aquele membro governativo da Região dos Açores, ali na Diáspora se pretende promover a lusitanidade nas suas múltiplas vertentes, divulgar-se a imensa história da cultura da nossa pátria, satisfazer a necessidade de informação, estabelecer contacto e marcar a presença portuguesa e os nossos valores também nesse mundo. Realça que, nesta aldeia global vai ser cada vez mais importante haver algumas coisas diferentes e nós podemos ser diferentes e nós, portugueses, só podemos ser diferentes com as nossas raízes e com a nossa cultura e o portal Adiaspora.com que hoje celebra 5 anos contribuiu também, certamente, para isso. Reenforça que o programa desta celebrações, bastante vasto e exigente, e com um importante tema da Lusofonia na Diáspora um Valor a Preservar é decisivo. Que durante, continua, 3 dias vamos reflectir, vamos certamente ouvir música, confraternizar, divertirmos e tomar contacto com outras realidades e, como portugueses, vamos abraçar também, fraternalmente, os nossos irmãos do Brasil, de Cabo Verde, de Macau, etc, nesses lugares onde se fala português. Serão, diz mais à frente, três dias importantes, três dias onde se vai falar da nossa cultura, da nossa língua, do nosso papel no mundo. E vamos fazê-lo com afecto também porque nós conhecemos, nós sabemos quando pensamos, nós trocamos olhares e conversas e abraços e é importante também trazer este estudo com a reflexão e com a nossa língua tão próprio dos portugueses e que, se o permitissem, também tão próprio dos açorianos. Termina sua intervenção agradecendo a atenção dos presentes desejando, ao mesmo tempo, o maior sucesso ao portal Adiáspora.com. Seguiu-se um período de variedades preenchido com os artistas locais Daniel Carvalho e Victor Martins terminando aquela noite com um convívio e beberete onde a abundante fartura da nossa culinária, do chicharro, da feijoada, da alcatra, etc. agradou o mais exigente palato. No Domingo (6) deu-se continuidade a esta expressão da nossa cultura e festejos do portal Adiaspora.com, pelas 14 horas, tendo sido aberta com uma intervenção do Dr. Carlos Corvelo, representante do Presidente do Governo Regional dos Açores seguido do jornalista Paulo Luís Ávila e da escritora Fátima Toste. Seguiu-se um período musical com os conhecidos artistas da nossa praça, Marcelo Neves e Maria dos Anjos. Seguiu-se o Secretário da Educação da Prefeitura de São José da Terra Firme, Dr. Adriano de Brito, que apresentou um interessante vídeo daquela cidade e obras bem marcantes da presença dos portugueses no século XVII mais particularmente aos colonos oriundos da Região dos Açores, os primeiros a chegar e a fixarem-se naqueles lugares onde hoje se situa a cidade de São José. Acabado foi tempo de intervenção para o Dr. Ricardo Macedo Ferreira, Director-Geral do Banco Comercial dos Açores. Outra intervenção foi CARLOS MORGADINHO a do Engenheiro Manuel António Cansado, Presidente do Grupo SATA-Air Açores que no período de perguntas foi bombardeado com séries de perguntas críticas sobre os serviços daquela transportadorea aérea, pelos atrasos constantes, bagagens extraviadas, exigência de pagamento de excesso de peso no momento em que os voos internacionais terminam na cidade de Ponta Delgada afectando bastante os visitantes, na sua maioria açorianos e que têm forçosamente de se deslocarem para as outras ilhas do arquipélago e na ausência de mais voos que liguem o Continente do Norte da América com a Ilha Terceira e que possam beneficiar, igualmente, todos aqueles naturais ou que desejam visitar aquela segunda maior ilha dos Açores. Outras perguntas impertinentes foi o da tarifa única, não aplicada aos portugueses de raízes açorianas e não só que vivem fora do espaço físico das Ilhas, sendo um assunto muito estafado e debatido, ao longo destes últimos anos, e há muito solicitada ser aplicada a todos esses filhos que residem fora da Região. O Engenheiro Cansado deu, de imediato, a explicação para tais fenómenos que, ao que parece e nos deu a imagem óptica, não ter sido lá muito convincente para a maioria dos presentes, muitos deles afectados por tais políticas administrativas ou políticas daquela empresa transportadora. Seguiu-se um concerto musical pelo Conjunto de Instrumentos Tradicionais Chineses Amigu di Macau que agradou plenamente por tocar exitos da nossa musica tradicional com diferentes e típicos instrumentos usados pela população daquela cidade do Continente Asiático. Foi a vez de intervir José Cordeiro com um tema de Lusofonia na Diáspora. Outra apresentação muito interessante e de melhor valia foi os 50 anos da erupção do vulcão dos Capelinhos, na Ilha do Faial, que devastou parte daquela ilha. A excelente apresentação pela Drª Dalila da Silva, Assessora de Imprensa da Câmara Municipal da Horta, foi acompanhada pela projecção de diapositivos que mostraram imagens daquela tragédia que muitos de nós ainda se recordam. Acabou este sarau com um convívio e beberete e, mais uma vez, com gastronomia dos Açores e não só. Segunda-feira (7) abriu o salão de exposições pelas 19 horas tendo as intervenções iniciado com o Editor do portal Adiaspora.com, Vasco Oswaldo Santos, sob a temática A visão para o futuro da Adiaspora.com. Seguiu-se-lhe um bailado de folclore pelo Grupo de Cantares e Bailares de São Miguel, de Toronto, que, mais uma vez, fizeram jus do respeito que granjearam na preservação do folclore da Ilha de São Miguel, por estas terras de acolhimento. Foi lida também a mensagem do Prefeito de São José da Terra Firme, Brasil, pelo Secretário da Educação Dr. Adriano de Brito. Interveio, já na reta final deste colóquio de cultura portuguesa e do mundo Lusófono, também a Drª Maria Amélia Paiva, Cônsul Geral de Portugal em Toronto. A encerrar estes três dias de celebração do V Aniversário do portal Adiaspora.com subiu ao palco o seu presidente, José Ilídio Ferreira, que agradeceu a todos o apoio que lhe vem sido dado, pela comunidade em geral e não só, ao longo destes 5 anos de actividade no difundir as raízes da lusitanidade e dos valores culturais que o emigrante trouxe consigo no acto de emigrar para longe do seu torrão natal. Acrescentou ainda que o VI Aniversário do portal Adiaspora.com terá lugar na segunda semana do mês de Junho do próximo ano (2008) na cidade de São José de Terra Firme. E assim encerrou um rico e interessante aniversário de um portal que tem por missão, a sublime tarefa, de intercâmbio cultural pelas muitas comunidades Lusófonas espalhadas por esta mundo, por muitos chamada de Aldeia Global com o aparecimento da Internet e da nova tecnologia. Está de parabéns o seu presidente pelo excelente conteúdo cultural apresentado nestas celebrações.

15 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de Papa chega a São Paulo e pede respeito pela vida Bento XVI defendeu a excomunhão de políticos que legalizem o aborto O Papa chegou quartafeira a São Paulo, iniciando a sua visita de cinco dias ao Brasil com o desejo de que a Igreja latino-americana reforce a sua identidade "promovendo o respeito pela vida desde a sua concepção até ao seu declínio natural". Bento XVI, que discursou em português, foi recebido pelo Presidente Lula da Silva. Ainda a bordo do Boeing 777 da Alitalia, o Papa defendeu que os políticos católicos que aprovem a legalização do aborto sejam excomungados. "Está escrito no direito canónico que a morte de uma criança é incompatível com a comunhão ", disse. Bento XVI referia-se à ameaça de excomunhão proferida pela hierarquia da Igreja mexicana ao presidente da câmara da Cidade do México, que aprovou a liberalização da interrupção voluntária da gravidez.a polémica sobre o aborto foi também lançada no Brasil pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Ontem, o ministro afirmou que se os homens engravidassem "a questão já estaria resolvida há muito tempo".além do aborto, o Papa deverá também falar da sua "preocupação" com a progressão das "seitas" no Brasil, numa referência às igrejas evangélicas e pentecostais. Nos últimos anos, o número de católicos no Brasil caiu para quase 74% - ou seja 140 milhões, enquanto os evangélicos representam já perto de 18% da população. "Devemos tornar-nos mais missionários, ou mais dinâmicos, para oferecer respostas à sede de Deus", afirmou o Papa no avião. O tema será um dos principais da V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caraíbas, que Bento XVI inaugura no domingo. Milhares de pessoas aguardavam desde a manhã de ontem, à chuva e ao frio, a chegada do Papa ao Mosteiro de São Bento, para receber a sua primeira benção. Dez mil homens sob comando do exército brasileiro participam na Operação Arcanjo, que garantirá a segurança do Papa durante a visita ao Brasil. Uma viagem que não está isenta de polémica, nomeadamente devido aos custos que acarreta. Bento XVI poderá falar na pobreza que existe no país e na região, mas ao almoço irá beber um vinho que custa 350 reais (130 euros) a garrafa. Inauguração da maior IKEA na Península Ibérica é a 31 de Julho Cadeia sueca recebeu 15 mil candidatos para 500 postos de trabalho que levou mesmo à assinatura, ontem, de um protocolo de cooperação para diminuir o desemprego no concelho e, simultaneamente, melhorar a formação e qualidade da mão-de-obra disponível. Além da área de exposição de artigos com 6500 metros quadrados e da área de self-service - onde os clientes recolhem os produtos que pretendem adquirir - com 9300 metros quadrados, a loja de Matosinhos irá ainda contar com uma zona de cafetaria e restaurante com capacidade para 750 pessoas, um espaço infantil, 34 caixas de pagamento e lugares de estacionamento. Até 2015, o grupo IKEA estima investir em Portugal cerca de 660 milhões de euros, englobando sete lojas - Alfragide e Matosinhos incluídas -, as três fábricas do grupo industrial Swedwood, em Paços de Ferreira, e dois centros comerciais, um deles em Matosinhos e cuja abertura está prevista para o ano de Em termos de lojas, a IKEA não nega a possibilidade de três estabelecimentos comerciais ficarem instalados na Grande Lisboa e dois no Grande Porto. A região de Coimbra e o Algarve são as hipóteses para as outras duas. HR Abre a 31 de Julho a segunda loja da cadeia sueca IKEA em Portugal. O espaço em Matosinhos, que representa um investimento de 60 milhões de euros, recebeu, nos últimos meses, mais de 15 mil candidaturas para os cerca de 500 postos de trabalho existentes. A partir do próximo dia 18 de Junho e até ao dia 15 de Julho, adianta o director de loja Ricardo Pinheiro, "50 novas pessoas vão integrar, todos os dias, a equipa IKEA". A abertura da loja em Matosinhos será um marco importante para a cadeia sueca de mobiliário e artigos de decoração. Com uma superfície edificada de metros quadrados, este espaço será "a maior loja da IKEA na Península Ibérica e uma das maiores a nível mundial", adiantou António Machado, director de expansão da IKEA na Península Ibérica. Segundo as previsões dos responsáveis da IKEA, a loja de Matosinhos poderá servir cerca de três milhões de potenciais clientes, desde a região da Galiza até Coimbra, e, no primeiro ano de funcionamento, deverá receber cerca de dois milhões de visitantes. Para o presidente da Câmara de Matosinhos, o investimento sueco é uma importante mais-valia para a cidade, situando-o como um importante centro económico da Área Metropolitana do Porto. Guilherme Pinto destacou ainda a grande entreajuda entre a autarquia e a empresa,

16 16 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! MADDIE "NÃO SE VÊ ACÇÃO" DA POLÍCIA Ex-detective britânico critica acção "pouco visível" das autoridades portuguesas. Chegaram mais polícias britânicos para ajudar nas buscas. Profilers ingleses já estão em Portugal. O embaixador britânico em Portugal, John Buck, revelou que já chegaram a Portugal elementos da polícia britânica para ajudarem as autoridades portuguesas na investigação do desaparecimento da pequena Maddie. A SIC avança que estes novos elementos britânicos em Portugal são profilers que vêm tentar definir o perfil do possível raptor. Polícia portuguesa "não dá informação" e "podia fazer mais Sem conhecer os factos da investigação por ser um simples observador, Mark Williams-Thomas, ex-detective da polícia criminal de Surrey, arredores de Londres, apenas se atreve a colocar alguns cenários para o estranho desaparecimento de Madeleine, na noite da passada quinta-feira, em Lagos. Mas, apesar de olhar de fora, lamenta a pouca acção visível das polícias portuguesas. "Não dão informação" para o exterior e o que "é visível da acção da polícia é pouco", afirma. Para o ex-detective as autoridades deviam "estar junto ao local do crime, a interpelar as pessoas. Deviam ter batido às portas de todos os apartamentos do empreendimento turístico e dos prédios vizinhos. Se não estivesse, ninguém voltavam mais tarde para insistir", explica. Mark Williams-Thomas reconhece que estão a decorrer inquéritos no que chama de "bastidores", mas lembra que todos desejam ver "algo mais importante, como apelos à população" ou a falar com "as pessoas da zona e do hotel". Podiam perguntar, por exemplo, se viram "algum carro ou alguma pessoa suspeita nos dias ou semanas antes do desaparecimento", sugere o ex-investigador. Ela pode estar perto A hipótese de Madeleine estar presa num apartamento próximo é improvável "devido à forte presença e pressão dos jornalistas", mas isso não significa que seja impossível ou que não possa estar perto", a alguns metros. Daí insistir na necessidade de se baterem em todas as portas. Para o que aconteceu na noite em que Madeleine desapareceu, o actual detective privado, convidado pela estação britânica Sky News para acompanhar em Portugal o caso apenas coloca cenários. "Ela pode ter saído pelo seu próprio pé, mas isso é cada vez mais improvável, porque o tempo de ausência já é muito grande", explica o ex-policial. "A segunda possibilidade é um casal ter levado a menina porque queria uma filha. No entanto, tenho dúvidas, uma vez que não foi levado o cobertor e o urso de peluche", algo que, segundo Mark Williams-Thomas, iria perturbar a menina e "dificultar a sua adaptação a estranhos". Outro cenário é a menina "ter sido levada para ser vendida por uma rede dedicada ao tráfico de seres humanos" e, finalmente, o ex-detective teme o que considera "o pior cenário": que tenha sido "levada por um pedófilo e assassinada". Quantos mais dias passam, pior pode ser o desfecho Mark Williams-Thomas afirma que "tenta manter-se optimista", mas reconhece que "quantos mais dias passam, mais triste se adivinha o final". A diferença na actuação entre a polícia britânica e portuguesa tem sido difícil de compreender para todos os britânicos. O ex-policial considera complicado explicar às pessoas e até às autoridades inglesas "o controlo muito apertado da informação". Quanto à presença de agentes da Scotland Yard, Mark acredita que "estão cá, essencialmente, para ajudar e dar apoio à família". A sua função não será "ajudar as autoridades portuguesas. O que não significa que não possa haver colaboração". MADELEINE: RAPTOR PODE SER INGLÊS indivíduo de "Éum estatura média e encorpado". Britânicos que viajavam com os pais da menina foram investigados. Criminalista defende que houve premeditação e que os hábitos da família foram estudados. Sequestrador até podia conhecer a criança. A Polícia Judiciária (PJ) confirma a existência de um retrato-robot de um homem suspeito de ter raptado a pequena Madeleine e admite que o suspeito seja britânico. "É um indivíduo de estatura média e encorpado", afirmou fonte próxima das investigações, que não pode ser identificada, adiantando que "são conhecidos os traços fisionómicos principais" do raptor. Todos os britânicos que viajavam com os pais da menina foram investigados. Também o criminalista Barra da Costa afirmou à Lusa ter informações de que o sequestrador da menina britânica deve ser um cidadão inglês. O exinspector chefe da Polícia Judiciária disse ter indicações de que o "retrato falado" aponta para que o sequestrador seja um "homem alto, de cabelo curto", e que provavelmente foi visto, de costas, naquela zona há alguns dias. Este retrato, acrescentou, "foi feito tendo em conta testemunhos falados sobre uma pessoa que terá sido vista na zona e com características de um cidadão inglês". José Barra da Costa disse concordar com a teoria de que o sequestrador era conhecedor dos hábitos dos pais da criança, já que seria mais fácil a um cidadão britânico recolher essa informação, até por contacto com os progenitores. O criminalista defende também que houve premeditação neste caso e um estudo sobre os hábitos dos pais. "Já devia saber que os pais saíam às vezes para jantar na zona e que as crianças estavam sozinhas em casa. Não é o caso de alguém que passa, espreita para dentro de casa e vê algo valioso para roubar e arromba a janela e entra. Era alguém que sabia que as crianças estavam sozinhas", defendeu. Segundo Barra da Costa, que esteve cerca de 30 anos na PJ, "ninguém força uma janela de uma casa à noite sem ter a certeza de que lá dentro não está ninguém que lhe possa fazer frente". O criminalista põe também a hipótese de o sequestrador conhecer a criança, já que assim seria mais fácil ela não resistir quando acordasse, pois poderia dizer-lhe que a iria levar aos pais. O criminalista criticou o facto de as buscas feitas pelas autoridades se terem Leia o nosso jornal na internet limitado a terra, lembrando quão fácil seria levar a menina até um barco que estivesse fundeado perto. Mais de 60 horas após a menina de três anos ter desaparecido de um complexo turístico da Praia da Luz, em Lagos, a polícia prossegue as buscas incessantemente, mas remete-se ao silêncio quanto aos resultados da investigação. FAMÍLIA DEVASTADA As autoridades continuam as buscas para encontrar a menina britânica desaparecida, na Praia da Luz. Os pais divulgaram um novo apelo para o regresso da pequena Maddie. Horas antes foram filmados a andar no resort onde ainda estão hospedados. Sem sinais da filha mais velha. O vídeo foi divulgado pela Sky News e mostra os pais de Maddie com os filhos gémeos e um casal de amigos a caminharem por entre os apartamentos. Ao início da noite a família voltou a falar aos jornalistas e pediu o regresso da filha. A cirurgiã, mãe de Madeleine, mostrou um pequeno urso cor-de-rosa. "Apelamos a quem tenha uma informação, por pequena que seja, que contacte sem hesitação as autoridades", disse Gerry McCan, que leu uma curta declaração. O pai da pequena Maddie frisou a angústia que a família está a viver e agradeceu o esforço que as autoridades portuguesas têm revelado para o esclarecimento do caso. Gerry agradeceu igualmente o respeito que os órgãos de comunicação social têm mantido pela privacidade da família, em especial pelos irmãos de Madeleigne, gémeos, de dois anos. Perímetro de busca alargado As buscas para encontrar a menina com quase quatro anos não param, tendo sido intensificadas. O perímetro de busca foi alargado de três para cinco quilómetros. No Algarve estão também três polícias ingleses que vão colaborar com as autoridades portuguesas e sobretudo fazer a ponte com a família, na esperança de acalmar algumas suspeitas que têm sido levantadas quanto à actuação das polícias portuguesas. A operação, que está a juntar no terreno praticamente todas as autoridades policiais portuguesas, efectuou várias operações STOP onde os condutores foram obrigados a parar e a abrir as bagageiras. Aeroportos e fronteiras terrestres estão sob controlo apertado e todas as polícias europeias estão em alerta. O director nacional adjunto e responsável pela directoria de Faro da PJ, Guilhermino Encarnação, avançou estar em situação de afirmar que Madeleine terá sido raptada. A polícia "tem elementos que asseguram o rapto", referiu o responsável, acrescentando que este tipo de crime não é só para pedido de resgate, mas envolve também a prática sexual. O responsável da PJ assegurou que existe um "esboço" de um eventual suspeito, mas que se recusou a divulgar para "assegurar a vida da criança". A Judiciária apela a quem tiver informações para que ligue O ministro da Administração Interna, António Costa, escusou-se a tecer qualquer comentário sobre o caso da menina inglesa desaparecida.

17 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de

18 18 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! GOLFE PCGA OPENING DAY 2007 "O PONTAPÉ DE SAÍDA" Por: José Pinto Sócio Fundador do PCGA A Taça Camões está em disputa AAssociação de Golfe Lusp-Canadiana abriu oficialmente a época de golfe para Depois de um longo Inverno, finalmente os golfistas apareceram em grandes quantidades, com enormes sorrisos na cara, de orelha a orelha. A Associacao PCGA (Portuguese Canadian Golfers Association) foi fundada em 2002 com cerca de 20 golfistas que vieram a ser conhecidos come sócios fundadores. Hoje, a PCGA já conta com mais ou menos 250 membros. Já tem 5 anos de vida mas continua a ser novidade para muitos golfistas, pois continuam a aparecer golfistas de origem Luso-Canadiana diariamente. O golfe é um desporto que não é de origem Portuguesa mas já é um desporto descoberto por muitos Portugueses. Quantos existem pelos campos do Canadá? Não sei nem tenho a mínima ideia. Mas de facto já há muitos no PCGA e muitos mais por ai. O dia da abertura oficial foi domingo 6 de Maio no campo de Golfe de Carlisle. 108 golfistas, membros e convidados, incluindo 5 da equipa feminina deram o Tee Off de saída e assim começou a competição para a Taça Camões Esta taça é uma competição que será disputada no final da época no dia 14 de Outubro, no famoso campo de Glen Abbey em Oakville. Durante o ano a PCGA tem 7 eventos de qualificação e no dia 14 de Outubro terá o dia de encerramento da época onde será disputada a taça entre duas equipas. Estas equipas serão constituídas por 12 elementos em cada equipa. 12 elementos de origem Açoriana e 12 elementos oriundos do Continente e Madeira. Os sócios da PCGA são designados por origem de nascimento ou a da sua família. Os 12 elementos que disputarão esta competição serão qualificados por acumulação de pontos alcançados durante os sete eventos organizados durante o ano. A participação em si dá logo 5 pontos, depois a acumulação pontos consoante os resultados da prova com o "handicap" também em conta. O "handicap" e uma medida utilizada em golfe que identifica a habilidade do jogador. Um golfista consegue ter handicap depois de 5 jogos concluídos e entregues na RCGA (Royal Canadian Golf Association). Quanto mais baixo for o handicap melhor é o golfista. O handicap equilibra as possibilidades em competição a todos os participantes. O PCGA possui jogadores de todos os níveis. Desde handicaps altos 28 (28 é o mais alto atribuído, a zero que é o nível dos Profissionais) a 2,4. Embora a PCGA ainda não tenha nenhum Tiger Woods, a verdade é que possui vários jogadores com habilidades de se lhe tirar o chapéu. Ilido Medeiros (2.4), José Nunes Pacheco (2.6), José Barcelos, Joe de Sousa, Fernando Pinheiro, Tony Silva (Alentejano), entre outros, são exemplos de golfistas com handicaps baixos e portanto de alta habilidade. A Taça Camões teve inicio em 2006 e foi ganha pela equipa Continente e Madeira. Embora a equipa dos Açores se desse ao luxo de ter do seu lado jogadores com handicaps mais baixos e portanto melhores jogadores, deixou escapar a Taça. Pela primeira vez, forão nomeados capitães de equipas. José Rodrigues, mais conhecido por Joe do Peppers, é o sócio fundador número 2, foi nomeado como capitão da equipa dos Açores. O Sr. Rodrigues diz que a equipa de 2006 foi apanhada de surpresa mas que isso não vai acontecer este ano. O capitão da equipa do Continente/Madeira escolhido foi José Pinto sócio fundador número um. E embora como capitão reconheço que a outra equipa está de facto abençoada com mais talento, mas lembro todos que não é só o talento que ganha. Basta 2006 como exemplo e por isso envio um grande amigável desafio ao Sr. Rodrigues e a sua equipa. "Vamos a elas". O dia de abertura foi fresco, com vento, mas com sol. Não era um dia com óptimas condições para se alcançar os melhores resultados, mas a verdade é que estes apareceram. Depois de um pequeno atraso, por causa da geada encontrada, a competição abriu. Logo nos primeiros grupos as coisas começaram a correr bem para uns e mal para ouros. A meio da jornada já se ouviam palavras portuguesas que não se podem escrever. Contudo, também já se ouviam vozes de grande alegria. Por fim, os resultados não mentem. Depois de somados os números, apareceram grandes surpresas, algumas positivas, outras menos positivas. Ao lado apresentamos os resultados dos primeiros 20 qualificados. Por razões de espaço, não apresentamos a lista completa. Porem os sócios podem ir ao site e lá encontrarão a tabela completa. Do lado do equipa dos Açores, pode dar-se os parabéns a António Coelho, Victor Dias e a Adalberto Vieira entre outros, por terem realizado uma boa prova. Os ilustres jogadores que tradicionalmente sobressaem, tais como Ilidio Medeiros, José Barcelos, F. Pinheiro, etc. Vão com toda a certeza concentrarem-se na próxima prova. Na equipa Continente Madeira, também vemos mais ou menos a mesma história. Alguns com bons resultados como o Dr. Mário Santos, Tony (Alentejano) Silva, Valdemar Serrano e outros. É verdade que talvez se esperasse mais por parte de outros golfistas, mas esses dias acabarão por chegar. A próxima prova vai realizarse no Royal Woodbine Golf Course em Etobicoke. Este campo é de características muito bonitas mais também muito difícil. Embora seja um campo curto, muito estreito e com muitos perigos, é um campo que desafia todos os níveis de jogadores, e na maior parte das vezes, quem ganha é o campo. Estamos no princípio de uma longa prova. É claro que o Campeão só se encontra no fim, quando a Taça for erguida a 14 de Outubro. Até lá, vai se ver muito e bom Golfe.

19 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si! 11 a 17 de Maio de ª JORNADA FC PORTO PODE SER CAMPEÃO DOMINGO... OU CAIR NO SEGUNDO LUGAR! OFC Porto pode conquistar domingo em Paços de Ferreira o 22º título de campeão português de futebol, mas, se perder e o Sporting vencer em Coimbra, cairá para o segundo lugar, a uma jornada do final. Para tudo ficar resolvido à 29ª ronda da Liga, os comandados de Jesualdo Ferreira têm de conquistar mais pontos do que os "leões", que têm vantagem no confronto directo, mas o empate - junto ao triunfo da Académica - só vale o título se o Benfica não ganhar em Setúbal. A duas jornadas do fim, o campeão em título FC Porto soma 65 pontos, dependendo em exclusivo de si próprio, contra 62 do Sporting, segundo colocado, e 61 do Benfica, terceiro, sendo estas as três equipas que ainda podem chegar ao título. Para arrebatarem o ceptro, os "dragões" necessitam de somar quatro pontos, enquanto o Sporting precisa que o FC Porto perca três pontos e o Benfica que os "azuis e brancos" esbanjem cinco e os "leões" cedam um empate, além de vencerem os seus jogos. Desta forma, também é certo que um triunfo dos líderes na Mata Real deixa, desde logo, o Benfica fora da corrida: neste cenário, só uma vitória do Sporting adiaria a discussão do título para a última ronda, a Programa da 29ª e penúltima jornada Sábado, 12 de Maio Boavista-Sporting de Braga, 16 horas (SportTV) Belenenses-Marítimo, 16 horas (SportTV) Domingo, 13 de Maio União de Leiria-Naval, Desportivo das Aves-Estrela da Amadora, Paços de Ferreira-F.C. Porto, (SportTV) Nacional-Beira-Mar, Académica-Sporting, (FPtv-RTPi) Vitória de Setúbal-Benfica, (SportTV) exemplo do que aconteceu em 2004/2005. A formação "leonina" joga em Coimbra a continuidade na luta pelo título, mas também a manutenção do segundo posto, já que se o Benfica conquistar mais pontos nesta ronda ascende ao lugar que dá acesso directo à próxima edição da Liga dos Campeões. O terceiro lugar, que será sempre ocupado por um dos "grandes" - o quarto colocado, o Belenenses, está a 15 pontos do Benfica -, também pode dar acesso à prova "milionária", mas após uma sempre ingrata pré-eliminatória, mesmo com o estatuto de cabeça-de-série. No que respeita aos outros lugares europeus, o Belenenses (recebe o Marítimo) e o Sporting de Braga (deslocase ao Bessa) têm acesso garantido, faltando apenas conhecer o nome do sexto representante: Paços de Ferreira (sexto, com 40 pontos), União de Leiria (sétima, com 39) ou Nacional (oitavo, com 35). A formação da Mata Real sai na frente, mas recebe o FC Porto, pelo que poderá ser ultrapassada pela União de Leiria (recebe a Naval), numa luta em que os insulares (recebem o Beira-Mar) só entram porque matematicamente ainda têm essa possibilidade. No que respeita à luta pela manutenção, a Académica, mesmo recebendo o Sporting e acabando na Luz, está praticamente salva, enquanto Desportivo das Aves (14º, com 22 pontos), Beira-Mar (15º, com 22) e Vitória de Setúbal (16º, com 21) jogam tudo. A formação da Vila das Aves, liderada por Neca, tem uma boa oportunidade para assegurar, desde já, a permanência, pois recebe o Estrela da Amadora, enquanto os aveirenses actuam na Choupana e os sadinos recebem o Benfica. Mas, se falhar nesta ronda e os seus adversários pontuarem, as coisas complicam-se, pois, a fechar, o Aves desloca-se ao Dragão, enquanto o Beira-Mar é anfitrião do Paços de Ferreira e o Vitória de Setúbal actua no reduto da conformada Naval. JOGO DECISIVO DEPOIS DE ESPECTÁCULO Quando no sábado, pelas 22 horas, George Michael subir ao palco instalado no Estádio Cidade de Coimbra, estará longe de imaginar que menos de 24 horas depois irá disputar-se no mesmo recinto um dos jogos determinantes para a conquista do título do campeonato nacional português de futebol. O cantor pop inglês vai fazer, com certeza, vibrar os milhares de pessoas que vão assistir ao espectáculo num local habitualmente povoado apenas por atletas o relvado. Por isso mesmo, da parte do Sporting surgiu alguma apreensão no que respeita às condições do recinto de jogo após o evento musical, mas a Liga de Clubes já garantiu que tudo está a ser acautelado para que o encontro entre leões e estudantes decorra dentro da normalidade. "Os clubes têm dificuldades financeiras e têm de ter alguma imaginação para rentabilizar o seu recinto. No entanto, também sabem que não podem por em causa a realização do espectáculo desportivo. Sei que a Liga e a organização do referido evento acautelaram tudo e que o encontro entre a Académica e o Sporting irá decorrer dentro do que é a normalidade e o exigível para que se realize um jogo de futebol", assegurou Hermínio Loureiro. Ao que apurámos os elementos da Liga de Clubes irão deslocar-se ao Estádio Cidade de Coimbra algumas horas antes do encontro, para proceder à habitual inspecção do recinto. E, se não estiverem reunidas as condições exigíveis, só na altura se procederá à diligência adequada. PERFEITAS CONDIÇÕES Também a produtora de espectáculos Ritmos e Blues e a Académica/Organismo Autónomo de Futebol asseguraram, que o relvado estará em perfeitas condições. Álvaro Ramos, responsável pela produtora, garantiu, após uma visita de jornalistas ao relvado, que "não faz sentido qualquer preocupação pela realização do jogo", uma vez que "estão a ser tomadas todas as medidas para preservar o bom estado da relva". O promotor de espectáculos lembrou que o palco de George Michael está montado fora do relvado e na área reservada ao jogo de futebol irá ficar apenas o público, mas por cima de um tapete de protecção, uma passadeira circular por onde o músico vai andar durante o concerto e as estruturas de som e luz. Porém, todo esse material fica apoiado em grelhas de plástico perfurado "para deixar respirar a relva", explicou Álvaro Ramos. Para "desfazer equívocos", a Ritmos e Blues mostrou, ainda, o sistema de espelhos "para levar luz à relva" que está por baixo das estruturas de som e luz e garantiu que à hora do encontro conta ter desmontado toda a estrutura do concerto, incluindo o palco, no topo norte. AAcadémica subscreveu a posição da Ritmos e Blues e lembrou que o "relvado do Estádio Cidade de Coimbra foi considerado o melhor do Euro 2004" e que "nunca teve que ser substituído, ao contrário de outros, como o de Alvalade, no qual já se realizaram diversos jogos em condições absolutamente impraticáveis". AJUSTAR CONTAS COM LEÕES Por sua vez, o presidente do clube José Eduardo Simões não deixou de lançar uma provocação ao clube de Alvalade. "Há por aí certos senhores que estão com medo de perder o jogo. De resto não há motivo para preocupações". José Eduardo Simões garantiu que o relvado estará em condições para receber a partida e assegurou "Às 9 horas da manhã de domingo o relvado do Estádio Cidade de Coimbra estará em condições de ser utilizado com toda a normalidade. Ora se o jogo com o Sporting está marcado para as horas não vejo razões para receios", destacou. O presidente dos estudantes mostrou-se ainda optimista para o encontro com a formação leonina e, sem hesitar, garantiu que a sua equipa quer "ajustar contas" com a equipa orientada por Paulo Bento. "Na primeira volta a Académica foi prejudicada", destacou.

20 20 11 a 17 de Maio de 2007 Post-Milénio... Às Sextas-feiras, bem pertinho de si!

MARCA REGISTADA INPI 363960 -

MARCA REGISTADA INPI 363960 - Lista Negra Companhias Aéreas Consulte aqui a Lista Negra actualizada das Companhias Aéreas. http://ec.europa.eu/transport/air-ban/list_pt.htm Circular Nº 115 / 2008 (SF) - RF/MS - Actualização http://eurlex.europa.eu/johtml.do?uri=oj:l:2008:306:som:en:html

Leia mais

CONSELHO CONSULTIVO REGIONAL PARA OS ASSUNTOS DA IMIGRAÇÃO ACTA

CONSELHO CONSULTIVO REGIONAL PARA OS ASSUNTOS DA IMIGRAÇÃO ACTA CONSELHO CONSULTIVO REGIONAL PARA OS ASSUNTOS DA IMIGRAÇÃO ACTA Aos vinte e oito dias do mês de Setembro do ano dois mil e sete, reuniu, em sessão ordinária, na sala de reuniões da Direcção Regional do

Leia mais

Realizar exames supletivos com o apoio da representação diplomática brasileira

Realizar exames supletivos com o apoio da representação diplomática brasileira Propostas da Comunidade Brasileira na Bélgica para a II Conferência Brasileiros no mundo, Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro, dias 14, 15 e 16 de Outubro de 2009 Considerando os Documentos propositivos

Leia mais

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

PRESIDENTE DA REPÚBLICA CONCEITO: Cidadão directamente eleito que representa a República Portuguesa e garante a independência nacional, a unidade do Estado e o regular funcionamento das instituições democráticas. CARACTERÍSTICAS

Leia mais

LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL)

LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL) LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL) Com as alterações introduzidas pelas seguintes leis: Lei n.º 80/98, de 24 de Novembro; Lei n.º 128/99, de 20 de Agosto; Lei n.º 12/2003,

Leia mais

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DAS MICROEMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO PARA 2010/2011

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DAS MICROEMPRESAS DO SECTOR DO TURISMO PARA 2010/2011 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DOS ACTIVOS DAS EMPRESAS DE HOTELARIA E RESTAURAÇÃO 2011/2012

NECESSIDADES DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DOS ACTIVOS DAS EMPRESAS DE HOTELARIA E RESTAURAÇÃO 2011/2012 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

A Participação Cívica dos Jovens

A Participação Cívica dos Jovens A Participação Cívica dos Jovens 2 Parlamento dos Jovens 2009 Nos dias 25 e 26 de Maio de 2009, realizou-se em Lisboa, no Palácio de São Bento, a Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens 2009 do Ensino

Leia mais

Estatutos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Estatutos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Estatutos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (com revisões de São Tomé/2001, Brasília/2002, Luanda/2005, Bissau/2006 e Lisboa/2007) Artigo 1º (Denominação) A Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

Balanço Intercalar Sumário. da execução na Assembleia Municipal de Lisboa do Programa Eleitoral da Candidatura Autárquica do Bloco de Esquerda

Balanço Intercalar Sumário. da execução na Assembleia Municipal de Lisboa do Programa Eleitoral da Candidatura Autárquica do Bloco de Esquerda Balanço Intercalar Sumário da execução na Assembleia Municipal de Lisboa do Programa Eleitoral da Candidatura Autárquica do Bloco de Esquerda 1- A avaliação política de um mandato pressupõe, no essencial,

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente Diário da Sessão n.º 008 de 25/01/01 Vamos passar ao ponto nº 4 da nossa ordem do dia, ou seja, à Proposta de Resolução Medidas de Combate à Leptospirose. Tem a palavra o Sr. Deputado Bento Barcelos. Deputado

Leia mais

Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhora e Senhores Membros do Governo

Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhora e Senhores Membros do Governo Grupo Parlamentar Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhora e Senhores Membros do Governo Somos uma Região Insular. Somos uma Região que pela sua condição arquipelágica depende em exclusivo

Leia mais

Lei n. 108/91 de 17 de Agosto

Lei n. 108/91 de 17 de Agosto Lei n. 108/91 de 17 de Agosto Conselho Económico e Social A Assembleia da República decreta, nos termos dos artigos 164., alínea d), 168. n. 1, alínea m) e 169., n. 3 da Constituição, para valer como lei

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Diário da República, 1.ª série N.º 30 10 de fevereiro de 2012 661 ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Lei n.º 6/2012 de 10 de fevereiro Primeira alteração à Lei n.º 8/2009, de 18 de Fevereiro, que cria o regime jurídico

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL LUSO-ALEMÃ

MISSÃO EMPRESARIAL LUSO-ALEMÃ Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2004 ECONOMIA MISSÃO EMPRESARIAL LUSO-ALEMÃ A Federação de Empresários Portuguesas na Alemanha organiza de 3 a 9 de Fevereiro uma viagem de trabalho à Madeira, que conta com

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR 2014-2015

GUIA DO PROFESSOR 2014-2015 GUIA DO PROFESSOR 2014-2015 Exmo(a). Senhor(a) Professor(a), Este documento procura ser um roteiro útil, que sistematiza as principais etapas e prazos a que os professores responsáveis pelo desenvolvimento

Leia mais

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1

Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto 1 Jornadas de Educação Pelo Desporto As Jornadas de Educação Pelo Desporto alinham-se com os objetivos gerais do Diálogo Estruturado na área da juventude, uma vez que

Leia mais

Relatório de atividades 2012

Relatório de atividades 2012 Associação Nacional de Proprietários Propriedade e Liberdade. Relatório de atividades 2012 Direção da ANP 9-Mai-2013 Para cumprimento da alínea h) do art.º 25.º dos Estatutos, apresentamos o Relatório

Leia mais

CONSELHO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS Texto integral

CONSELHO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS Texto integral CONSELHO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS Texto integral Lei 48/96, 4 de Setembro Com as alterações introduzidas pelos seguintes diplomas legais: Declaração de Rectificação 16-P/96, 26 de Novembro; Lei 21/2002,

Leia mais

Novembro 2008. XXXIV Congresso APAVT - Macau

Novembro 2008. XXXIV Congresso APAVT - Macau Novembro 2008 XXXIV Congresso APAVT - Macau Revista de Imprensa 12-12-2008 1 - RTP 1, 23-11-2008, Férias no Natal 2 - Expresso, 22-11-2008, Portugal vendido na Ásia 3 - Jornal de Notícias, 22-11-2008,

Leia mais

entre o Senhor Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, e o Senhor Ministro da Economia e Trabalho, Álvaro dos Santos Pereira, tendo

entre o Senhor Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, e o Senhor Ministro da Economia e Trabalho, Álvaro dos Santos Pereira, tendo Exma. Senhora Presidente da Assembleia Ex. mas Senhoras e Senhores Deputados. Ex. mo Senhor Presidente do Governo, Senhoras e Senhores membros do Governo, Foi no dia 18 Agosto de 2011, em Lisboa, que ocorreu

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 557/X/4.ª

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 557/X/4.ª PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 557/X/4.ª Iniciativa Europeia Proposta de Decisão - Quadro COM (2007) 654 final SEC (2007) 1422 e 1453, relativa à utilização dos dados do Registo de Identificação de Passageiros

Leia mais

(COM GALERIA DE FOTOS)

(COM GALERIA DE FOTOS) Intervenção de Encerramento do Colóquio O Serviço Público de Comunicação Social: de Portugal para o Mundo, pelo Presidente da Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação, Deputado Mendes Bota Sala

Leia mais

ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA ESTATUTO DA ASSEMBLEIA PARLAMENTAR DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Nós, representantes democraticamente eleitos dos Parlamentos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné- Bissau, Moçambique, Portugal,

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

PREÇO VS. SERVIÇO. Imagem das Agências de Viagens

PREÇO VS. SERVIÇO. Imagem das Agências de Viagens Análise Imagem das Agências de Viagens PREÇO VS. SERVIÇO Os portugueses que já recorreram aos serviços de uma Agência de Viagens fizeram-no por considerar que esta é a forma de reservar viagens mais fácil

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA. Concurso. Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto

CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA. Concurso. Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto Concurso 2015 CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA PROJECTO APRESENTADO PARA EFEITO DE APRECIAÇÃO E RESPECTIVO

Leia mais

HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR

HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR HÁ NORTE! ACREDITAR E MOBILIZAR Programa da lista candidata à eleição para os órgãos regionais do Norte da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Triénio 2011-2013 25 de

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES GOVERNO REGIONAL PROPOSTA DE DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE ACÇÃO SOCIAL ESCOLAR

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES GOVERNO REGIONAL PROPOSTA DE DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE ACÇÃO SOCIAL ESCOLAR PROPOSTA DE DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE ACÇÃO SOCIAL ESCOLAR As modalidades de acção social escolar de que beneficiam os alunos da Região Autónoma dos Açores

Leia mais

Lei dos Partidos Políticos

Lei dos Partidos Políticos Lei dos Partidos Políticos Lei Orgânica n.º 2/2003, de 22 de Agosto, com as alterações introduzidas pela Lei Orgânica n.º 2/2008, de 14 de Maio 1 A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea

Leia mais

HELLO CABO VERDE EXPO 2011

HELLO CABO VERDE EXPO 2011 New Bedford, 31 de Janeiro de 2011 HELLO CABO VERDE EXPO 2011 Exposição sobre as Oportunidades de Negócios e Turismo em Cabo Verde New Bedford, MA 27 a 29 de Maio de 2011 OBJECTIVO O objectivo da exposição

Leia mais

SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES

SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES Hilmar, Califórnia, 29 de Agosto de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro Começo

Leia mais

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores, Exmas. e Exmos. Deputados, Exma. e Exmos. Membros do Governo Regional,

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores, Exmas. e Exmos. Deputados, Exma. e Exmos. Membros do Governo Regional, Ilhas da Coesão Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores, Exma. e Exmos. Membros do Governo Regional, As Ilhas da Coesão são um conceito recentemente introduzido no dicionário

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 10-11-2011

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 10-11-2011 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 10-11-2011 Presidente - António Fernando Raposo Cordeiro Vereadores - Nina Márcia Pacheco Rodrigues Pinto - Helga Margarida Soares Costa - Rui António Dias da Câmara Carvalho

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS EXIGE UMA NOVA ESCOLA DO 1ºCEB

O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS EXIGE UMA NOVA ESCOLA DO 1ºCEB O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS EXIGE UMA NOVA ESCOLA DO 1ºCEB Sem qualquer negociação, o Ministério da Educação anunciou, e está desenvolver, algumas medidas avulsas relacionadas com o 1º Ciclo do Ensino Básico.

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO ÍNDICE Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Trancoso... 1 Preâmbulo... 1 CAPÍTULO I... 2 Parte Geral... 2 Artigo 1º... 2 Lei Habilitante

Leia mais

Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000)

Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000) Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000) CAPÍTULO I CONSTITUIÇÃO, SEDE, DURAÇÃO, OBJECTIVOS, ÂMBITO Art.º 1º

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA ILHA DE S.MIGUEL AMIGOS DO AMBIENTE

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA ILHA DE S.MIGUEL AMIGOS DO AMBIENTE ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA ILHA DE S.MIGUEL AMIGOS DO AMBIENTE PELO QUE S. MIGUEL TEM DE MELHOR. Na altura em que se completam dez anos sobre o início da actividade da AMISM, é oportuno fazer um balanço

Leia mais

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO A noção de Empreendedorismo, como uma competência transversal fundamental para o desenvolvimento humano, social e económico, tem vindo a ser reconhecida

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Através do Decreto -Lei n.º 212/2006, de 27 de Outubro (Lei Orgânica do Ministério da Saúde), e do Decreto -Lei n.º 221/2007, de 29 de Maio,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO CLUBE VARADERO CROSSTOURER PORTUGAL

REGULAMENTO INTERNO CLUBE VARADERO CROSSTOURER PORTUGAL REGULAMENTO INTERNO CLUBE VARADERO CROSSTOURER PORTUGAL pag 1 de 11 REGULAMENTO INTERNO A - Sócios Efectivos 1. A inscrição de um novo sócio deve ser precedida de uma proposta de admissão que será entregue

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 219/VIII

PROJECTO DE LEI N.º 219/VIII PROJECTO DE LEI N.º 219/VIII CONSIDERA O TEMPO DE SERVIÇO PRESTADO NA CATEGORIA DE AUXILIAR DE EDUCAÇÃO PELOS EDUCADORES DE INFÂNCIA HABILITADOS COM CURSOS DE FORMAÇÃO A EDUCADORES DE INFÂNCIA PARA EFEITOS

Leia mais

Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro. Regulamento

Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro. Regulamento Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro Regulamento 2ª Edição, Novembro de 2011 Prémio de Jornalismo Hospital Veterinário Montenegro 2ª Edição Novembro de 2011 Regulamento Artigo 1º Objectivo

Leia mais

Resumo de Imprensa. Dos dias, 9 e 10 de Maio de 2009

Resumo de Imprensa. Dos dias, 9 e 10 de Maio de 2009 Resumo de Imprensa Dos dias, 9 e 10 de Maio de 2009 JORNAL DE NOTÍCIAS (dia 10) 1. Não sou homem de desistir (págs.1, 6 a 11) Entrevista José Sócrates, primeiro-ministro. O PS assumirá as suas responsabilidades

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DE 06 DE JULHO DE 2009 PRESIDÊNCIA: DR. FRANCISCO RODRIGUES DE ARAÚJO VEREADORES PRESENTES: DR. JOÃO MANUEL DO AMARAL ESTEVES

Leia mais

RELATÓRIO E PARECER À PETIÇÃO SOBRE AS LIGAÇÕES AÉREAS AÇORES/PORTO.

RELATÓRIO E PARECER À PETIÇÃO SOBRE AS LIGAÇÕES AÉREAS AÇORES/PORTO. RELATÓRIO E PARECER À PETIÇÃO SOBRE AS LIGAÇÕES AÉREAS AÇORES/PORTO. HORTA, 13 DE JUNHO DE 2005 CAPITULO I INTRODUÇÃO Em 6 de Abril de 2005 deu entrada na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos

Leia mais

REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE REPENSAR O TURISMO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Num contexto de modernização e inovação constante, torna-se imperioso e urgente criar uma legislação turística em São Tomé e Príncipe, sendo este um instrumento

Leia mais

MINISTERIO DA ECONOMIA DIRECÇÃO DO TURISMO E HOTELARIA (Unidade-Disciplina-Trabalho)

MINISTERIO DA ECONOMIA DIRECÇÃO DO TURISMO E HOTELARIA (Unidade-Disciplina-Trabalho) REPUBLICA DEMOCRATICA DE S. TOMÉ E PRINCIPE MINISTERIO DA ECONOMIA DIRECÇÃO DO TURISMO E HOTELARIA (Unidade-Disciplina-Trabalho) CONCLUSÕES E PROPOSTAS DA 1ª CONFERÊNCIA DO TURISMO DE S. TOMÉ E PRÍNCIPE

Leia mais

Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República

Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República Resolução da Assembleia da República n.º 37/2007, de 20 de agosto com as alterações introduzidas pela Resolução da Assembleia da República

Leia mais

Intervenção de Manuel Freitas Primeiro Candidato à Câmara Municipal de Felgueiras. Caros Camaradas e Amigos,

Intervenção de Manuel Freitas Primeiro Candidato à Câmara Municipal de Felgueiras. Caros Camaradas e Amigos, Intervenção de Manuel Freitas Primeiro Candidato à Câmara Municipal de Felgueiras Caros Camaradas e Amigos, Quero partilhar convosco a minha satisfação e o quanto me sinto honrado por ter recebido o convite

Leia mais

LEI ELEITORAL do PARLAMENTO EUROPEU. Lei nº 14/87, de 29 de abril

LEI ELEITORAL do PARLAMENTO EUROPEU. Lei nº 14/87, de 29 de abril LEI ELEITORAL do PARLAMENTO EUROPEU Lei nº 14/87, de 29 de abril Com as alterações introduzidas pelos seguintes diplomas legais: Declaração de Retificação de 7 maio 1987, Lei nº 4/94, de 9 de março, e

Leia mais

Programa de Candidatura Eleições da FPAMC 2012

Programa de Candidatura Eleições da FPAMC 2012 Programa de Candidatura Eleições da FPAMC 2012 O candidato a Presidente Paulo Araújo Fundador da Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas - 1992 Cidadão português, nascido em Angola (uma das antigas

Leia mais

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE Enquadramento geral Os Programas de Educação para a Sustentabilidade têm como principal objectivo promover a educação e a sensibilização ambiental de todos

Leia mais

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com

Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Ciência na Cidade de Guimarãeswww.ciencianacidade.com Cidade de Guimarães Faixas Etárias do Concelho 65 ou mais 24-64 anos 15-24 anos 0-14 anos 0 20000 40000 60000 80000 100000 População do Concelho 159.576

Leia mais

DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015

DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015 DEBATE DO PG SRETC 21/05/2015 Senhor Presidente da Assembleia Legislativa Regional, Excelência Senhor Presidente do Governo Regional da Madeira, Excelência Senhoras e Senhores Secretários Regionais Senhoras

Leia mais

Estatutos da. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Estatutos da. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Estatutos da (com revisões de São Tomé/2001, Brasília/2002, Luanda/2005 e Bissau/2006) Artigo 1º (Denominação) A, doravante designada por CPLP, é o foro multilateral privilegiado para o aprofundamento

Leia mais

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO Portugal situa-se no extremo sudoeste da Europa e é constituído por: Portugal Continental ou Peninsular (Faixa Ocidental da Península Ibérica) Parte do território

Leia mais

MOÇÃO Solidariedade com os trabalhadores da Gestnave/Ereta

MOÇÃO Solidariedade com os trabalhadores da Gestnave/Ereta Deliberações de 1 de Fevereiro de 2008 1 de Fevereiro de 2008 Auditoria externa das Contas Aprovada a contratação da Sociedade de Revisores Oficiais de Contas Sebastião & Santos, para prestação de serviços

Leia mais

NORMAS RELATIVAS À TRANSFERÊNCIA PARA OS MUNICÍPIOS DAS NOVAS COMPETÊNCIAS EM MATÉRIA DE AÇÃO SOCIAL ESCOLAR EM DIVERSOS DOMÍNIOS

NORMAS RELATIVAS À TRANSFERÊNCIA PARA OS MUNICÍPIOS DAS NOVAS COMPETÊNCIAS EM MATÉRIA DE AÇÃO SOCIAL ESCOLAR EM DIVERSOS DOMÍNIOS NORMAS RELATIVAS À TRANSFERÊNCIA PARA OS MUNICÍPIOS DAS NOVAS COMPETÊNCIAS EM MATÉRIA DE AÇÃO SOCIAL ESCOLAR EM DIVERSOS DOMÍNIOS APROVADO PELO DECRETO-LEI N.º 399-A/84, DE 28 DE DEZEMBRO ALTERADO/A PELOS

Leia mais

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis,

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis, VIII Legislatura II Sessão Plenária Horta, 26 de Janeiro de 2005 Grupo Parlamentar do Partido Socialista Deputada Ana Isabel Moniz Assunto: Bolsa de Turismo de Lisboa Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras

Leia mais

InfoContab n.º 11/2006 (Nota Informativa) Luca Pacioli

InfoContab n.º 11/2006 (Nota Informativa) Luca Pacioli Página 1 de 6 Infocontab De: "Infocontab.com.pt" Enviado: terça-feira, 18 de Abril de 2006 17:38 Assunto: InfoContab n.º 11/2006 InfoContab n.º 11/2006 (Nota Informativa) Luca

Leia mais

Associação de Voluntariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego (AVESTGL)

Associação de Voluntariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego (AVESTGL) Associação de Voluntariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego AVESTGL (Em fase de Publicação em DR) ESTATUTOS Capítulo I (Constituição e fins) Artigo 1º 1. É constituída uma associação

Leia mais

ATA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2014

ATA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2014 ATA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2014 Aos vinte e dois dias do mês de março de dois mil e catorze, pelas quinze horas e dez minutos, reuniu, em segunda convocatória, a Assembleia Geral Ordinária da Confederação

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESTATUTOS. CAPÍTULO I Disposições Gerais. SECÇÃO I Princípios Fundamentais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESTATUTOS. CAPÍTULO I Disposições Gerais. SECÇÃO I Princípios Fundamentais INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ESTATUTOS CAPÍTULO I Disposições Gerais SECÇÃO I Princípios Fundamentais Artigo 1.º Missão A Escola Superior de Educação de Portalegre, adiante

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de Dezembro de 2003

Rio de Janeiro, 5 de Dezembro de 2003 Intervenção de Sua Excelência a Ministra da Ciência e do Ensino Superior, na II Reunião Ministerial da Ciência e Tecnologia da CPLP Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Rio de Janeiro, 5 de Dezembro

Leia mais

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014 GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 20/2014/A de 23 de Setembro de 2014 Subsistema de Incentivos para o Desenvolvimento Local Na prossecução da política de crescimento, de emprego

Leia mais

JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 1 de agosto de 2013

JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 1 de agosto de 2013 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quinta-feira, 1 de agosto de 2013 Série Sumário ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Aviso n.º 165/2013 Lista unitária de ordenação final do procedimento

Leia mais

RESOLUÇÃO SOBRE O CONTEÚDO DE TRABALHO NAS ORGANIZAÇÕES DE BASE DO PARTIDO

RESOLUÇÃO SOBRE O CONTEÚDO DE TRABALHO NAS ORGANIZAÇÕES DE BASE DO PARTIDO RESOLUÇÃO SOBRE O CONTEÚDO DE TRABALHO NAS ORGANIZAÇÕES DE BASE DO PARTIDO 1 FICHA TÉCNICA Regulamento Geral de Organização e Funcionamento das Estruturas do MPLA Edição: COMITÉ CENTRAL DO MPLA Ano de

Leia mais

Estudo de Satisfação de Turistas. Your Business Innovation Partner

Estudo de Satisfação de Turistas. Your Business Innovation Partner Estudo de Satisfação de Turistas Your Business Innovation Partner Índice Enquadramento 3 1.1 Objectivos 4 1.2 Metodologia 6 Síntese 9 Análise 16 3.1 Caracterização da Amostra 18 3.2 Caracterização das

Leia mais

ESPECIAL DIVULGAÇÃO DO PROJECTO. O projecto foi dividido em 3 componentes, nomeadamente: Portugal França Holanda Luxemburgo BOLETIM SEMANAL MDC

ESPECIAL DIVULGAÇÃO DO PROJECTO. O projecto foi dividido em 3 componentes, nomeadamente: Portugal França Holanda Luxemburgo BOLETIM SEMANAL MDC BOLETIM SEMANAL MDC ESPECIAL 19 Fev. 2015 Nº 2 DIVULGAÇÃO DO PROJECTO O projecto foi dividido em 3 componentes, nomeadamente: O Projecto RCCVGM, que teve como propósito o apoio à reintegração económica

Leia mais

Decreto-lei n.º 205/93 de 14 de Junho (DR 137/93 SÉRIE I-A de 1993-06-14)

Decreto-lei n.º 205/93 de 14 de Junho (DR 137/93 SÉRIE I-A de 1993-06-14) PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Decreto-lei n.º 205/93 de 14 de Junho (DR 137/93 SÉRIE I-A de 1993-06-14) O desenvolvimento das relações de cooperação entre Portugal e os países africanos de língua

Leia mais

ESCLARECIMENTO ORDEM DOS ARQUITECTOS, ENCOMENDA PÚBLICA E PARQUE ESCOLAR. UMA CRONOLOGIA 29-03-2010

ESCLARECIMENTO ORDEM DOS ARQUITECTOS, ENCOMENDA PÚBLICA E PARQUE ESCOLAR. UMA CRONOLOGIA 29-03-2010 ESCLARECIMENTO ORDEM DOS ARQUITECTOS, ENCOMENDA PÚBLICA E PARQUE ESCOLAR. UMA CRONOLOGIA 29-03-2010 Por forma a melhor esclarecer os membros da OA quanto à posição e actuação da Ordem, nos últimos dois

Leia mais

ESTATUTOS DO AMERICAN CLUB OF LISBON. (Escriturados em 2014) CAPÍTULO I. Denominação, sede, duração e objectivos. Artigo Primeiro

ESTATUTOS DO AMERICAN CLUB OF LISBON. (Escriturados em 2014) CAPÍTULO I. Denominação, sede, duração e objectivos. Artigo Primeiro 1 ESTATUTOS DO AMERICAN CLUB OF LISBON (Escriturados em 2014) CAPÍTULO I Denominação, sede, duração e objectivos Artigo Primeiro Denominação, duração e sede 1. É constituído o AMERICAN CLUB OF LISBON,

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS

CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS NOMES Raquel Alexandra de Jesus Gil Martins Brízida Castro DATA DE NASCIMENTO 13 de Setembro de 1968 NACIONALIDADE Portuguesa Estado Civil Casada raquelalexandraster@gmail.com;

Leia mais

Relatório de Actividades de 2004

Relatório de Actividades de 2004 Relatório de Actividades de 2004 1. Direcção A direcção da ABIC, como é da sua competência, durante o ano de 2004 coordenou e desenvolveu as seguintes actividades no sentido de cumprir o plano de actividades

Leia mais

SAÚDE DURANTE AS FÉRIAS. Já tem o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença?

SAÚDE DURANTE AS FÉRIAS. Já tem o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença? SAÚDE DURANTE AS FÉRIAS Boletim Informativo nº 10 Julho 2010 Já tem o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença? Se estiver num outro Estado-Membro, em viagem de negócios, de férias ou a estudar, o Cartão

Leia mais

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008 1. INTRODUÇÃO Em apenas 5 anos os OPEN DAYS Semana Europeia das Regiões e Cidades tornaram-se um evento de grande importância para a demonstração da capacidade das regiões e das cidades na promoção do

Leia mais

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes 2 Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Índice 1 Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) 2 Crédito

Leia mais

Eleições Autárquicas - Soure 2009

Eleições Autárquicas - Soure 2009 Licenciatura: Comunicação Empresarial Cadeira: Assessoria de Imprensa Eleições Autárquicas - Soure 2009 Docente: Dr.ª Carla Sofia de Carvalho Figueiredo Discentes: Jorge Maia Teixeira 7463 Maria Maló de

Leia mais

NOTÍCIAS À SEXTA 2013.08.30

NOTÍCIAS À SEXTA 2013.08.30 NOTÍCIAS À SEXTA 2013.08.30 Taxa de desemprego em Portugal baixou para 16,5% em Julho, um sinal positivo sobre o terceiro trimestre. Um relatório do Eurostat indica que a taxa de desemprego nacional diminuiu

Leia mais

Benefícios Fiscais. Incentivos em regime contratual

Benefícios Fiscais. Incentivos em regime contratual Benefícios Fiscais O Estatuto dos Benefícios Fiscais consagra um conjunto de medidas de isenção e redução da carga fiscal para diversos tipos de projectos e investimentos. Os incentivos e benefícios fiscais

Leia mais

DECLARAÇÃO CONJUNTA. Feito em São Tomé, em 30 de Maio de 1992. Pelo Governo da República Portuguesa:

DECLARAÇÃO CONJUNTA. Feito em São Tomé, em 30 de Maio de 1992. Pelo Governo da República Portuguesa: Decreto n.º 2/93 Protocolo de Cooperação no Âmbito da Administração Local entre a República Portuguesa e a República Democrática de São Tomé e Príncipe Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º

Leia mais

NOTÍCIAS À SEXTA 02.10.2015 INFORMAÇÕES DA CNIS

NOTÍCIAS À SEXTA 02.10.2015 INFORMAÇÕES DA CNIS INFORMAÇÕES DA CNIS Fonte: Estudo sobre o Acesso e a qualidade nos cuidados de saúde mental, Entidade Reguladora da Saúde, set.2015 REPRESENTAÇÃO ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

CÓDIGO DA PUBLICIDADE. Actualização N.º 4

CÓDIGO DA PUBLICIDADE. Actualização N.º 4 CÓDIGO DA PUBLICIDADE Actualização N.º 4 Código da Publicidade 2 TÍTULO: AUTORES: CÓDIGO DA PUBLICIDADE Actualização N.º 4 BDJUR EDITOR: EDIÇÕES ALMEDINA, SA Avenida Fernão de Magalhães, n.º 584, 5º Andar

Leia mais

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª Revoga os benefícios fiscais concedidos a PPR s planos de poupança reforma - e ao regime público de capitalização Procede a

Leia mais

Projecto de Resolução n.º 471/X

Projecto de Resolução n.º 471/X Projecto de Resolução n.º 471/X Recomenda ao Governo a adopção de medidas de excepção de apoio aos alunos do ensino superior com dificuldades económicas, face ao momento de recessão económica que o País

Leia mais

ACTA N.º6. Assembleia de Agricultores do Regadio do Açafal

ACTA N.º6. Assembleia de Agricultores do Regadio do Açafal ACTA N.º6 Assembleia de Agricultores do Regadio do Açafal Aos cinco dias do mês de Março do ano de dois mil e treze, pelas catorze horas e trinta minutos, reuniu a Assembleia de Agricultores do Regadio

Leia mais

Regime de constituição e de direitos e deveres das associações de pais e de encarregados de educação Decreto-Lei n.º 372/90 de 27 de Novembro

Regime de constituição e de direitos e deveres das associações de pais e de encarregados de educação Decreto-Lei n.º 372/90 de 27 de Novembro Regime de constituição e de direitos e deveres das associações de pais e de encarregados de educação Decreto-Lei n.º 372/90 de 27 de Novembro A Lei n.º 7/77, de 1 de Fevereiro, bem como a legislação que

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS ASSOCIAÇÃO DOS BOLSEIROS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE CONTAS 2003 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES 2003 A Associação dos Bolseiros de Investigação Científica, doravante denominada

Leia mais

1 - ambitur.pt, 27-01-2007, Porto Santo vai receber Congresso da APAVT em 2008? 2 - Diário de Viseu, 25-01-2007, Bolsa de Turismo de Lisboa

1 - ambitur.pt, 27-01-2007, Porto Santo vai receber Congresso da APAVT em 2008? 2 - Diário de Viseu, 25-01-2007, Bolsa de Turismo de Lisboa Notícias APAVT - Janeiro 2007 Revista de Imprensa 03-10-2007 1 - ambitur.pt, 27-01-2007, Porto Santo vai receber Congresso da APAVT em 2008? 2 - Diário de Viseu, 25-01-2007, Bolsa de Turismo de Lisboa

Leia mais

População Portuguesa. Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação 2002 DOCUMENTO METODOLÓGICO

População Portuguesa. Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação 2002 DOCUMENTO METODOLÓGICO População Portuguesa Inquérito à Utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação 2002 DOCUMENTO METODOLÓGICO ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO E OBJECTIVOS DO INQUÉRITO...3 2. RECOLHA E TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO...3

Leia mais

Conselho Nacional de Educação. Falecimento Prof. a Doutora Maria Teresa Ambrósio (1937-2006)

Conselho Nacional de Educação. Falecimento Prof. a Doutora Maria Teresa Ambrósio (1937-2006) Votos de Pesar VOTOS DE PESAR Conselho Nacional de Educação Falecimento Prof. a Doutora Maria Teresa Ambrósio (1937-2006) Faleceu hoje, vítima de doença prolongada, a Prof. a Doutora Maria Teresa Vieira

Leia mais

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA Por iniciativa da Confederação Empresarial da CPLP e das associações empresariais dos PALOP, realizou-se em Luanda, República de Angola, a 17 de Julho de 2014, o Fórum

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Título Estatísticas da Educação 2008/2009 - Adultos

FICHA TÉCNICA. Título Estatísticas da Educação 2008/2009 - Adultos FICHA TÉCNICA Título Estatísticas da Educação 2008/2009 - Adultos Autoria Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE) Direcção de Serviços de Estatística Edição Gabinete de Estatística e Planeamento

Leia mais

plano anual de educação ambiental

plano anual de educação ambiental plano anual de educação ambiental 2009/2010 complexo de educação ambiental da quinta da gruta PROGRAMA FAMÍLIAS Grelha Resumo por Sector Sector Rios/Espaços Verdes Animais Dias comemorativos Férias Datas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD Objectivos: ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA FICHA DE ACTIVIDADE N.º 4- " de A a Z " 1. Reconhecer conceitos que integram o indivíduo na sociedade. 2. Conhecer o exercício da cidadania. AUTARQUIAS:

Leia mais

PROGRAMA DESPORTO DE NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS

PROGRAMA DESPORTO DE NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS PROGRAMA DESPORTO DE NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS Decreto Regulamentar n.º 18/99, de 27 de Agosto (Alterado pelo Decreto Regulamentar n.º 17/2003, de 10 de Outubro) Âmbito...2 Definições...2 Tipologia...3

Leia mais