Fabíola Féo Período: Abril, Maio e Junho. NAPNE Núcleo de Atendimento as Pessoas com Necessidades Especiais.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fabíola Féo Período: Abril, Maio e Junho. NAPNE Núcleo de Atendimento as Pessoas com Necessidades Especiais."

Transcrição

1 LIBRAS Aula noite I a VI Fabíola Féo Período: Abril, Maio e Junho. NAPNE Núcleo de Atendimento as Pessoas com Necessidades Especiais.

2 LIBRAS HISTÓRIA

3 Gerolamo Cardomo (1501 a 1576), médico e matemático inventou um código para ensinar pessoas surdas a ler e escrever, influenciando o monge beneditino Pedro Ponce de Leon ( ) a desenvolver um método de educação para pessoa com deficiência auditiva, por meio de sinais. Esses métodos contrariaram o pensamento da sociedade da época que não acreditava que pessoas surdas pudessem ser educadas.

4 Juan Pablo Bonet ( ) Escreveu sobre as causas das deficiências auditivas e dos problemas da comunicação, condenando os métodos brutais e de gritos para ensinar alunos surdos.

5 Língua de sinais apresentada pela primeira vez por Pablo Bonet em seu livro Reduction de las letras y arte para ensenar a hablar los mudos.

6 Língua de sinais apresentada pela primeira vez por Pablo Bonet em seu livro Reduction de las letras y arte para ensenar a hablar los mudos.

7 Deficiência auditiva Termo designado à pessoas que tiveram uma perda sensorial auditiva. Não designa o grupo cultural dos surdos.

8 SURDO O fato de uma pessoa ser surda não significa que ela seja muda. A mudez é uma outra deficiência, totalmente desagregada à surdez. São minorias os surdos que também são mudos. Também é possível um surdo nunca ter falado, sem que seja mudo, mas apenas por falta de exercício. Por isso, o surdo só será também mudo se, e somente se, for constatada clinicamente deficiência na sua oralização, impedindo-o de emitir sons. Por isto, é um erro chamá-los de surdo-mudo. Apague esta idéia!

9 Alguns pontos diante de uma pessoa surda: Olhar em seus olhos enquanto estiver falando; Falar com movimentos labiais bem definidos,; Sem alterações de voz; Evite falar de costas, de lado ou com a cabeça baixa; Seja expressivo; Caso queira chamar a atenção, sinalize as mãos no campo visual ou toque gentilmente em seu braço. Sinais em lugares adequados.

10 Não posso dizer que estou cansado, tendo uma expressão de sorriso, assim como não posso dizer que estou feliz tendo uma expressão de tristeza.

11 Alfabeto

12 Numerais

13 Pontos a serem discutidos na aula: O importante é o contexto da frase e não o sinal isolado; A língua de sinais são feitas em um espaço neutro a frente do emissor; Para aprimorar os conhecimentos e os movimentos dos sinais, é preciso treinamento e se possível um contato direto com uma pessoa surda, isso facilitará o aprimoramento dos sinais, como também para os movimentos das mãos.

14 Apresentação Bom Dia Boa Tarde Boa Noite Meu / minha Eu tenho Teu / seu Meu nome é... Como vai você? Eu vou bem, obrigada! Eu não vou muito bem! Estou trabalhando demais e ando muito cansado! Nosso

15 Apresentação Professor em Libras Apresentação dos alunos em Libras; Sinais dos pronomes possessivos (meu, teu, nosso, eu tenho), pedindo um exemplo com cada pronome. OBS: cada palavra que o professor não saiba, será escrita no quadro e procurada no dicionário Acesso Brasil. Expressar um sentimento sem utilizar as expressões faciais, só os movimentos do corpo. Exercício para dar importância as expressões.

16 Sinais de FAMÍLIA, junto com o de homem e mulher. Pai Mãe Filho (a) Tio (a) Sobrinho (a) Irmão (ã) Vô (ó)

17 ESTADO CIVIL Casado Solteiro Amante Noivo Namorado Conversas sobre a família. alunos e professor; Diálogo Família, retirado do livro: Libras em Contexto: Curso Básico Livro Estudante; autor: Tanya A. Felipe. Reproduzir e apresentar para a turma.

18 Atividade Animais Mímica dos animais (Imitar os animais, utilizando o corpo e expressões); Retomar os animais utilizando o próximo slides; Depois fazer a dinâmica da seqüência das palavras, onde o aluno faz o seu e acrescenta o do colega.

19 Ensinando os sinais de alguns Animais

20 Dicionário Acesso Brasil Link

21 Ensinando os sinais de algumas Frutas

22 Frutas Perguntas: Que fruta você mais gosta? Vamos ir a feira? Nessa dinâmica o aluno fala: Eu ir a feira e querer... faz o sinal de uma fruta e acrescenta a do colega ao lado e assim por diante até cessar todas as frutas aprendidas.

23 Elementos Acesse os Links para conhecer cada assunto! Alfabeto; Link Numerais; Link Comprimentos, pronomes pessoais e verbos; Link Cores, vestuário, Pronomes interrogativos e verbos; Link Dados pessoais, adjetivos e verbos; Link

24 Revisão utilizando o CD No Mundo dos Surdos (01) Família (02) Numerais para quantidade (03) Datilogia (04) Pronomes Demonstrativos (05) O CD disponibilizado pelo curso Libras da UCS Carvi.

25 Meses do ano Janeiro

26 Fevereiro

27 Março

28 Abril

29 Maio

30 Junho

31 Julho

32 Agosto

33 Setembro

34 Outubro

35 Novembro

36 Dezembro

37 Dias da semana Segunda Terça Quarta Sábado Domingo Quinta Sexta

38 Atividades Perguntar para os colegas o dia, mês e ano de nascimento, ou seja, dia de seu aniversário. (Depois mostrar para a professora) Escolher um mês e pedir para o aluno fazer o sinal. Assim como o dia da semana.

39 Reconhecendo frases sinalizadas Entregar uma atividade para que possam reconhecer e conhecer as falas de uma pessoas surda. Atividade retirada do livro: Libras em Contexto: Curso Básico Livro Estudante; Autor: Tanya A. Felipe.

40 Países Cidade Bairro Estados

41 Capitais

42 Américas e alguns Países

43 Perguntas Você já viajou para que lugar do Brasil? Que lugares fora do Brasil você conhece? Você mora aonde? País Você mora aonde? País Estado? Qual bairro? Qual cidade? Qual o nome da Rua?

44 Cores Amarelo Verde Marrom Vermelho Preto Branco Azul claro Azul escuro Laranja Rosa Roxo

45 Cores Descrever a roupa para o colega, enfatizando as cores. Dinâmica das cores: o aluno fala a cor e acrescenta a cor do colega.

46 Atividade final Criar em duplas, contextos utilizando os sinais aprendidos : Escolha um ou mais de um e crie conversas, que envolvam um desses assuntos. Família Animais Frutas Meses do ano Dias da semana Países Estados Cidades Capitais Observação: A conversa deve ter no mínimo 5 diálogos cada integrante. Antes de iniciá-la deve situar os colegas sobre o assunto escolhido.

47 Dicionários de libras. Dicionário Libras. Disponível em: <http://www.dicionariolibras.com.br/website/dicionariolibras/datilolog ia.asp?cod=124&idi=1&moe=6> acesso em 13 abril Libras. Disponível em: <http://www.acessobrasil.org.br/libras/> acesso em 13 abril INES. Disponível em: <http://www.ines.gov.br/libras/index.htm> acesso em 13 abril Fala sobre as possibilidade de sinais com a configuração de mão selecionada.

O início... Pequena Obra para surdos. Pertence a Pequena Obra : CNPJ:6.675.950/0001-56 Página 1

O início... Pequena Obra para surdos. Pertence a Pequena Obra : CNPJ:6.675.950/0001-56 Página 1 O início... Pequena Obra para surdos Pertence a Pequena Obra : CNPJ:6.675.950/0001-56 Página 1 Alfabeto manual Pertence a Pequena Obra : CNPJ:6.675.950/0001-56 Página 2 O que é Libras? A Língua Brasileira

Leia mais

ENSINO DE LIBRAS PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA POR MEIO DE UMA AÇÃO EXTENSIONISTA

ENSINO DE LIBRAS PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA POR MEIO DE UMA AÇÃO EXTENSIONISTA ENSINO DE LIBRAS PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO BÁSICA POR MEIO DE UMA AÇÃO EXTENSIONISTA Merlânia Lino da Silva (1); Ana Cristina Silva Daxenberger (2) (1) Universidade Federal da Paraíba (CCA), merlaniaareiapb@gmail.com

Leia mais

Curso Intermediário de LIBRAS

Curso Intermediário de LIBRAS Curso Intermediário de LIBRAS 1 Curso Intermediário de LIBRAS 2 Unidade 2 Fazer as compras Sábado foi dia de ir ao Tok Stok. Nós, casal, fomos passear e dar uma voltada para olhar os moveis e objetos.

Leia mais

Teste de Habilidade Específica - THE

Teste de Habilidade Específica - THE LEIA COM ATENÇÃO 1. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 2. Preencha os dados pessoais. 3. Autorizado o inicio da prova, verifique se este caderno

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 3 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 3 I Pronomes possessivos Ele Eles Ela Elas Dele Deles Dela Delas Observação: Dele(s)

Leia mais

Temario Serie 1. Introducción / Lección 1. Competencias: Gramática: Vocabulario: Las Introducciones. Nombres Tudo bem!

Temario Serie 1. Introducción / Lección 1. Competencias: Gramática: Vocabulario: Las Introducciones. Nombres Tudo bem! Temario Serie 1 Introducción / Lección 1 Introducciones Nombres Tudo bem! Las Introducciones > muito prazer, tudo bem, com licença Vocabulario: com licença por favor obrigado, obrigada muito prazer bom

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Projeto - Mães empreendedoras: Minha mãe, nossas mães

Projeto - Mães empreendedoras: Minha mãe, nossas mães Projeto - Mães empreendedoras: Minha mãe, nossas mães A proposta a seguir refere-se a um Projeto Didático (PD) elaborado para trabalhar com as crianças do 1º e 2º períodos da Educação Infantil (4 e 5 anos

Leia mais

PROEX Assessoria de Ações Inclusivas Encontro dos NAPNEs: por um IFRS Inclusivo

PROEX Assessoria de Ações Inclusivas Encontro dos NAPNEs: por um IFRS Inclusivo PROEX Assessoria de Ações Inclusivas Encontro dos NAPNEs: por um IFRS Inclusivo Pergunta 01 Quais termos você usa para identificar uma pessoa surda? A Deficiente auditivo B Surdo-Mudo C Surdo D Mudinho

Leia mais

Todos os dias Leitura: atividades

Todos os dias Leitura: atividades Todos os dias Leitura: atividades 1. Escreva Certo (C) ou Errado (E) para as afirmações a seguir. A) O marido acorda a esposa todos os dias de manhã. ( ) B) Às seis da tarde ele volta para casa depois

Leia mais

Dicas de relacionamento com as pessoas com deficiência

Dicas de relacionamento com as pessoas com deficiência Dicas de relacionamento com as pessoas com deficiência Respeito à Diversidade A INFORMAÇÃO é fundamental para vencermos as barreiras do preconceito e da discriminação. Ao buscarmos a INFORMAÇÃO, exercitamos

Leia mais

Desfazendo Mitos e Mentiras Sobre Línguas de Sinais

Desfazendo Mitos e Mentiras Sobre Línguas de Sinais Desfazendo Mitos e Mentiras Sobre Línguas de Sinais Renê Forster 1 Resumo: Este artigo apresenta uma das cartilhas desenvolvidas pelo Programa Surdez com informações sobre a LIBRAS e as línguas de sinais

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II Aprendendo a ESTUDAR Ensino Fundamental II INTRODUÇÃO Onde quer que haja mulheres e homens, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender. Paulo Freire DICAS EM AULA Cuide da

Leia mais

Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre

Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre Prova bimestral 5 o ano 3 o Bimestre língua portuguesa Escola: Nome: Data: / / Turma: 1. Leia o trecho da letra da música a seguir. migrante Tantos sonhos são desfeitos Uma mãe que afaga o peito Seu filho

Leia mais

Libras. Teleaula 1. Apresentação da Professora. Ementa. Organização da Disciplina. Contribuições da Disciplina. Profa.

Libras. Teleaula 1. Apresentação da Professora. Ementa. Organização da Disciplina. Contribuições da Disciplina. Profa. Apresentação da Professora Libras Teleaula 1 Profa. Elizanete Fávaro Pedagogia (Facinter) Pós-Graduação em Educação Bilíngue (IPM) Cursando Letras/Libras (UFSC) Credenciada como Instrutora de Libras (FENEIS/CTBA)

Leia mais

PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT

PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT Universidade do Estado da Bahia Monitoria de Física Geral e Experimental I PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT Victor Mendes Lopes 1.0 Design Simples, moderno ou

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 6 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 6 I Ir Preposição para + artigo Preposição a + artigo Eu vou Para + o = para o

Leia mais

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas

Português. e) Não conheço a pessoa de * você falou. f) Você é tudo * sonhei! Respostas Português Página 71 3. Complete as frases no caderno com pronomes relativos. a) O livro * peguei da biblioteca é ótimo. b) Os doces de * mais gosto estão fresquinhos! c) A escola * estudo fica perto de

Leia mais

Histórias em Sequência

Histórias em Sequência Histórias em Sequência Objetivo Geral Através das histórias em sequência fazer com que os alunos trabalhem com a oralidade, escrita, causalidade e vivências pessoais. Objetivos Específicos Trabalho envolvendo

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

Educação Infantil - Ensino Fundamental - Ensino Médio. Atividade: Reflexão sobre Amadurecimento e Relacionamento Interpessoal

Educação Infantil - Ensino Fundamental - Ensino Médio. Atividade: Reflexão sobre Amadurecimento e Relacionamento Interpessoal Educação Infantil - Ensino Fundamental - Ensino Médio Atividade: Reflexão sobre Amadurecimento e Relacionamento Interpessoal Público: Oitavos anos Data: 25/5/2012 181 Dentro deste tema, foi escolhida para

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

- Ler com ritmo, fluência e entonação adequada ao gênero estudado em sala de aula, compreendendo as idéias contidas no texto.

- Ler com ritmo, fluência e entonação adequada ao gênero estudado em sala de aula, compreendendo as idéias contidas no texto. PLANO DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA GÊNERO: História em quadrinho PERÍDO APROXIMADAMENTE: 5º Ano CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Ritmo, fluência e entonação na leitura;

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 5 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 5 I Querer + verbo Achar + que Eu quero Eu acho Você/ ele/ ela quer Você/ ele/

Leia mais

Normas para elaboração de trabalhos escolares

Normas para elaboração de trabalhos escolares Normas para elaboração de trabalhos escolares Ensino Fundamental 8 os e 9 os anos Ensino Médio fevereiro/2012 O que é um trabalho escolar? É uma atividade relacionada a um tema ou assunto sobre o conteúdo

Leia mais

Aula 3. Conversação 1. Preenchendo Formularios.

Aula 3. Conversação 1. Preenchendo Formularios. Aula 3 Conversação 1 Preenchendo Formularios. Ana esta na faculdade hoje ela tem que preencher um formulario sobre seus dados pessoais para a atualização de seu cadastro. Ela vai à secretaria para fazer

Leia mais

Educação especial: um novo olhar para a pessoa com deficiência

Educação especial: um novo olhar para a pessoa com deficiência Educação especial: um novo olhar para a pessoa com deficiência INOCÊNCIO, Sibelle Williane Dias dos Santos DAXENBERGER, Ana Cristina Silva Universidade Federal da Paraíba Centro de Ciências Agrárias Departamento

Leia mais

Quem será o campeão? Dinâmica 2. Professor. 9º Ano 4º Bimestre. DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO DINÂMICA. Tratamento da Informação.

Quem será o campeão? Dinâmica 2. Professor. 9º Ano 4º Bimestre. DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO DINÂMICA. Tratamento da Informação. Reforço escolar M ate mática Quem será o campeão? Dinâmica 2 9º Ano 4º Bimestre DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Professor Matemática Ensino Fundamental 9º DINÂMICA Quem será o campeão? Tratamento da Informação.

Leia mais

O SISTEMA DE COMUNICAÇÃO DACTYLS

O SISTEMA DE COMUNICAÇÃO DACTYLS O SISTEMA DE COMUNICAÇÃO DACTYLS Introdução: Quando uma pessoa não pode ouvir, começa a viver utilizando outros sistemas de comunicação. Os sistemas que utilizam depende do seu tipo de surdez: congênita

Leia mais

ROTEIRO DIÁRIO. Vinheta do Projeto

ROTEIRO DIÁRIO. Vinheta do Projeto Componente Curricular: Língua Inglesa Série/Ano Letivo: 7 Ano/ 2014 Professores Ministrantes: Tiago Pereira & Claudia Borges Carga Horária: 5 horas/aula Data: 07/07/2014 Aula: 03 Teleaula: 16 Título: Be

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

Ficar ao mesmo nível da criança

Ficar ao mesmo nível da criança Ficar ao mesmo nível da criança Ponha-se ao nível dos olhos com a criança, toque o braço dela ou diga o seu nome para que ela saiba que você está pronto(a) para fazer parte de uma conversação. Imitar De

Leia mais

Dicas de relacionamento com as pessoas com deficiência

Dicas de relacionamento com as pessoas com deficiência Dicas de relacionamento com as pessoas com deficiência Respeito à Diversidade Devemos respeitar as pessoas exatamente como elas são. O respeito à diversidade humana é o primeiro passo para construirmos

Leia mais

Olá! Como está? ser / ser de ter / em chamar-se; morar (em); falar

Olá! Como está? ser / ser de ter / em chamar-se; morar (em); falar Olá! Como está? 1 Apresentar-se Cumprimentar Despedir-se Dar informações de carácter pessoal Nome Morada Estado civil Nacionalidades Países / Cidades Profissões Números (até 20) Adjetivos Pronomes pessoais

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

Daniel no mundo do silêncio

Daniel no mundo do silêncio Guia para pais Daniel no mundo do silêncio Walcyr Carrasco série todos juntos ilustrações de Cris Eich Daniel perde a audição nos primeiros anos de vida, e sua família dá todo o apoio para ele se comunicar

Leia mais

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade

Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães. Conhecendo a Cidade Guia do Professor / Vozes da Cidade / Conhecendo.../ Eduardo Guimarães 1 Guia do Professor Episódio Conhecendo a Cidade Programa Vozes da Cidade Apresentação Como já vimos nos trabalhos desenvolvidos para

Leia mais

As maiores histórias brincadeira de motivação para vendedores

As maiores histórias brincadeira de motivação para vendedores Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdemotivacao 5 Dinâmicas de Grupo e Brincadeiras Motivacionais Apesar de disponibilizarmos algumas centenas de dinâmicas de grupo fizemos uma seleção

Leia mais

De que forma se pode expressar na HQ o fato de a personagem estar gritando, Fabricante ou vendedor de cestas. Profissional que dirige o bonde.

De que forma se pode expressar na HQ o fato de a personagem estar gritando, Fabricante ou vendedor de cestas. Profissional que dirige o bonde. 1 Observe a posição da sílaba tônica em cada uma das palavras abaixo. Coloque-as na tabela para classificá-las. também lápis lágrima sofá história década desapontar matemática quando oxítona paroxítona

Leia mais

VOCÊ QUER LER EM INGLÊS EM APENAS 7 DIAS?

VOCÊ QUER LER EM INGLÊS EM APENAS 7 DIAS? VOCÊ QUER LER EM INGLÊS EM APENAS 7 DIAS? Olá. Eu sou o Charlles Nunes, coordenador do BLZ Idiomas. Aprendi inglês como autodidata e trabalho com ensino há mais de 20 anos. Tenho uma ideia para compartilhar:

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

CONTANDO HISTÓRIA: CONVIVENDO COM AS CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA

CONTANDO HISTÓRIA: CONVIVENDO COM AS CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA CONTANDO HISTÓRIA: CONVIVENDO COM AS CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA RELATÓRIO ANUAL 2010 SORRI-BRASIL Rua Benito Juarez, 70 - Vila Mariana 04018-060 - São Paulo - SP (0xx11) 5082-3502 sorribrasil@sorri.org.br

Leia mais

Livro 1. Activity. Tradução para o Português

Livro 1. Activity. Tradução para o Português 1 Pag. 5 Pag. 6 Pag. 7 Pag. 8 LIÇÃO 1 Diga as falas das crianças depois de ouvi-las. Estes são os seus novos amigos. Você vai aprender inglês com eles. Uau! Vamos ouvir as crianças. Preste atenção à fisionomia

Leia mais

Objetivos. Introdução. Letras Português/Espanhol Prof.: Daniel A. Costa O. da Cruz. Libras: A primeira língua dos surdos brasileiros

Objetivos. Introdução. Letras Português/Espanhol Prof.: Daniel A. Costa O. da Cruz. Libras: A primeira língua dos surdos brasileiros Letras Português/Espanhol Prof.: Daniel A. Costa O. da Cruz Libras: A primeira língua dos surdos brasileiros Objetivos Apresentar a discussão atual sobre a primeira língua dos surdos: a língua de sinais;

Leia mais

A EDUCAÇÃO DOS SURDOS: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-CRÍTICA RESUMO

A EDUCAÇÃO DOS SURDOS: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-CRÍTICA RESUMO A EDUCAÇÃO DOS SURDOS: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-CRÍTICA Mayara Cordeiro da Silva ( UFAL) Mayaracordeiro4@gmail.com Rebecca Thamyres de Missena Costa( UFAL) rebecca.ufal@gmail.com RESUMO Muito vem sendo discutido

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. 2014-09a-20s-tg-09 Trabalho de Geografia Eu no Mundo

Sistema de Ensino CNEC. 2014-09a-20s-tg-09 Trabalho de Geografia Eu no Mundo TRABALHO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Aluno: n o Data para entrega: _11/07/ Créditos distribuídos: 6 pontos / Créditos obtidos: 4º ano do Ensino Fundamental Turma: 1-09a-20s-tg-09 Trabalho de Geografia Eu no

Leia mais

Mariana, 9 anos - Escrever esse livro foi uma experiência interessante, legal e divertida!

Mariana, 9 anos - Escrever esse livro foi uma experiência interessante, legal e divertida! Giulia, 12 anos - Participar de um livro dessa importância é muito interessante, pois se eu me revelar uma boa escritora, posso escrever outros textos e outros livros, o que seria muito legal, já que o

Leia mais

Plano de Aula - Diversidade Interdisciplinar

Plano de Aula - Diversidade Interdisciplinar Plano de Aula - Diversidade Interdisciplinar TEMA: Diversidade-Abordaremos de modo interdisciplinar as seguintes disciplinas: História, Geografia, Língua Portuguesa, Ciências Naturais, Matemática e Artes.

Leia mais

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos...

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos... Sumário Volta às aulas. Vamos recordar?... Números... 0 Um pouco da história dos números... Como os números são usados?... 2 Números e estatística... 4 Números e possibilidades... 5 Números e probabilidade...

Leia mais

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Resumo Esse vídeo pretende oferecer instrumentos aos professores da educação infantil e do ensino fundamental para as tarefas da educação

Leia mais

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS...

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS... SUMÁRIO 1 EU E MEUS COLEGAS... 8 FAZENDO AMIGOS... 8 BRINCAR É CONVIVER COM OS AMIGOS... 10 VAMOS CIRANDAR?... 12 O MAPA DA MINHA MÃO... 16 PARA LER... 17 2 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES...

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 1

PROJETO PEDAGÓGICO 1 PROJETO PEDAGÓGICO 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Título: Maricota ri e chora Autor: Mariza Lima Gonçalves Ilustrações: Andréia Resende Formato: 20,5 cm x 22 cm Número de páginas: 32

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 1 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 1 - I Pronomes pessoais Eu Tu 1 Você 2 / ele/ela A gente 3 Nós Vós 4 Eles/ elas

Leia mais

Edificando o casamento dos sonhos

Edificando o casamento dos sonhos Edificando o casamento dos sonhos Formando a identidade do Casal Módulo 1 - Construção Meditando Genesis - 2.24 Eclesiastes 4.12 Genesis - 2.24 Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher,

Leia mais

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil!

Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Os 3 Passos da Fluência - Prático e Fácil! Implemente esses 3 passos para obter resultados fantásticos no Inglês! The Meridian, 4 Copthall House, Station Square, Coventry, Este material pode ser redistribuído,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /.

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /. ROTEIRO DE ESTUDOS 3º ano 1º trimestre / 2015 Nome: Data: / /. Querido (a) Aluno (a), Elaboramos este roteiro com dicas sobre os conteúdos trabalhados no 1º trimestre e que serão abordados nas avaliações

Leia mais

FORMAS DE COMUNICAÇÃO

FORMAS DE COMUNICAÇÃO FORMAS DE COMUNICAÇÃO Surdocegos usam diferentes formas de comunicação. As formas utilizadas por cada pessoa vai depender do grau de perda sensorial (visão/audição) e da capacidade de utilizar a forma

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 Desenvolver juntamente aos professores, alunos, equipe diretiva e demais participantes atividades que auxiliem no uso do aplicativo KlogoTurtle e KPresenter assim os

Leia mais

Deficiência auditiva parcial. Annyelle Santos Franca. Andreza Aparecida Polia. Halessandra de Medeiros. João Pessoa - PB

Deficiência auditiva parcial. Annyelle Santos Franca. Andreza Aparecida Polia. Halessandra de Medeiros. João Pessoa - PB 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE MATERIAL DIDÁTICO- ORIENTAÇÕES AOS DOCENTES Deficiência auditiva parcial Annyelle Santos Franca Andreza Aparecida Polia Halessandra

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional

SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional Sequencia Didática destinada aos Anos Finais do Ensino

Leia mais

ROSA APARECIDA ABIB CAVALCANTE Graduada em Matemática e Ciências Físicas e Biológicas, Prática Pedagógica Fundamental 2 e Ensino Médio.

ROSA APARECIDA ABIB CAVALCANTE Graduada em Matemática e Ciências Físicas e Biológicas, Prática Pedagógica Fundamental 2 e Ensino Médio. Matemática AUTORAS: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Graduada em História e Pedagogia, Doutora em Filosofia e Metodologia de Ensino, Autora da Metodologia ACRESCER. ROSA APARECIDA ABIB CAVALCANTE Graduada

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

percebe diferença e qual?

percebe diferença e qual? 1 percebe diferença e qual? este ano ficou melhor 1 os cursos/qualificação 2 aulas de informática/internet 5 ter 2 diplomas 1 chances de emprego 1 mais oportunidades 1 diminuiu o tempo para a conclusão

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS BEM-VINDO Aprender inglês é um desafio, mas descobrir como aprimorá-lo não deve ser a parte mais difícil nesse processo! Anos de pesquisa

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS INGLÊS 1º, 2º, 3º anos Teachers: Bianca e Ligia

REUNIÃO DE PAIS INGLÊS 1º, 2º, 3º anos Teachers: Bianca e Ligia REUNIÃO DE PAIS INGLÊS 1º, 2º, 3º anos Teachers: Bianca e Ligia ASSESSORIA TARGET IDIOMAS Especialização em línguas estrangeiras Referências: construtivismo e aprendizado de idiomas em contextos multilíngues

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia este texto para resolver as questões propostas. CONHEÇA A HISTÓRIA DO PAPAI NOEL Era uma vez um menino chamado Nicolau. Os pais

Leia mais

Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância [SNIPI]

Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância [SNIPI] Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância [SNIPI] Informação para os pais Estimulando a linguagem das crianças Do nascimento aos 2 anos O bebé recém-nascido tenta comunicar com os pais através

Leia mais

Institucional. Realização. Patrocínio. Parceria

Institucional. Realização. Patrocínio. Parceria Relatório Fotográfico Março, Abril e Maio de 2009 Institucional Realização Patrocínio Parceria Introdução Existe uma grande diferença entre as águas do mar e o azul das ondas. A água é concreta, objetiva,

Leia mais

ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS

ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS PROJETO CINEMA MUDO CONSTRUINDO HISTÓRIAS NO DIA DOS PAIS PROFESSORA LIA HEBERLÊ DE ALMEIDA TURMA KANDINSKY PROJETO CINEMA MUDO CONSTRUINDO HISTÓRIAS NO DIA

Leia mais

Escala de classificação. - Produção de textos - Nome do aluno(a) Comentário: Dificuldade. Comentário: Dificuldade. Comentário:

Escala de classificação. - Produção de textos - Nome do aluno(a) Comentário: Dificuldade. Comentário: Dificuldade. Comentário: Escala de classificação - Produção de textos - Nome do aluno(a) Ano Turma Data / / 1. Escreve de um modo legível? Dificuldade Comentário: 2. Organiza o texto com lógica? Dificuldade Comentário: 3. Faz

Leia mais

TÓPICOS DE AULAS. Prof. Rafael Murakami

TÓPICOS DE AULAS. Prof. Rafael Murakami Definição: No Power Point, podemos fazer apresentação de slides com efeitos em cada slide e na transição de slide, com isso dando um toque de agrado pessoal na apresentação. No Power Point, podemos inserir

Leia mais

Introdução. O que é um survey? Projeto de Surveys. Tópicos Especiais em E.S.: Surveys. Cleidson de Souza. representatividade de amostras;

Introdução. O que é um survey? Projeto de Surveys. Tópicos Especiais em E.S.: Surveys. Cleidson de Souza. representatividade de amostras; Introdução Tópicos Especiais em E.S.: Surveys Cleidson de Souza LABES - DI - UFPA cdesouza@ufpa.br! Um dos principais exemplos de pesquisa empírica:! Pesquisas de votos;! Pesquisas de opinião pública;!

Leia mais

Área - Relações Interpessoais

Área - Relações Interpessoais Área - Relações Interpessoais Eu e os Outros ACTIVIDADE 1 Dar e Receber um Não. Dar e Receber um Sim. Tempo Previsível 60 a 90 m COMO FAZER? 1. Propor ao grupo a realização de situações de role play, em

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA 2 Aula 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA 3 Vídeo Arredondamento de números. 4 Arredondamento de números Muitas situações cotidianas envolvendo valores destinados à contagem, podem ser facilitadas utilizando o

Leia mais

*Email: *Nome (para ser impresso em etiqueta): *Sobrenome (para ser impresso em etiqueta): Posição na Jocum/UofN: *País: *Endereço 1: Endereço 2:

*Email: *Nome (para ser impresso em etiqueta): *Sobrenome (para ser impresso em etiqueta): Posição na Jocum/UofN: *País: *Endereço 1: Endereço 2: *Email: *Nome (para ser impresso em etiqueta): *Sobrenome (para ser impresso em etiqueta): Posição na Jocum/UofN: *País: *Endereço 1: Endereço 2: *Cidade: US State/Canadian Provence: CEP: Celular (com

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO Introdução a Interpretação em Língua Brasileira de Sinais (libras/português)

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

Queridos Pais e educandos!

Queridos Pais e educandos! 1 Queridos Pais e educandos! Pensando em sua saúde, e da sua família, ficaremos sem nos ver mais esta semana e para que o semestre não fique prejudicado estamos enviando algumas atividades para serem realizadas

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo:

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I Conteúdo: - Alguns aspectos que interferem na saúde das pessoas - Saúde como Direito Constitucional dos brasileiros

Leia mais

EDITAL N 03/2016/COEXT CURSO DE EXTENSÃO DESVENDANDO A LÍNGUA INGLESA

EDITAL N 03/2016/COEXT CURSO DE EXTENSÃO DESVENDANDO A LÍNGUA INGLESA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, Campus Limoeiro do Norte, torna pública a abertura do edital para seleção de 10 candidatos da comunidade externa e da comunidade interna

Leia mais

Exercício de Reforço de Língua Portuguesa 2º ano

Exercício de Reforço de Língua Portuguesa 2º ano Exercício de Reforço de Língua Portuguesa 2º ano 1- Conforme estudamos em sala de aula, os substantivos são palavras que dão nomes aos seres, objetos, sentimentos etc. Marque a alternativa que explica

Leia mais

ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP

ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP 1 ARCO-ÍRIS DE SABERES NA PRÁTICA EDUCATIVA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO IFESP Claudete da Silva Ferreira - IFESP Márcia Maria Alves de Assis - IFESP RESUMO Esta apresentação se

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS Código: ENF 405 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

Falta preparo para inclusão de crianças com deficiência na escola regular

Falta preparo para inclusão de crianças com deficiência na escola regular Entrevistas PARTICIPAÇÃO, DIREITOS E CIDADANIA Falta preparo para inclusão de crianças com deficiência na escola regular 1 DE JUNHO DE 2015 A inclusão da pessoa com deficiência na escola regular está prevista

Leia mais

SURDOS-MUDOS E MÁQUINAS DE TRADUÇÃO. Ângelo Lemos Vidal de Negreiros PET.Com

SURDOS-MUDOS E MÁQUINAS DE TRADUÇÃO. Ângelo Lemos Vidal de Negreiros PET.Com SURDOS-MUDOS E MÁQUINAS DE TRADUÇÃO Ângelo Lemos Vidal de Negreiros PET.Com Roteiro da apresentação Quem são os surdos? Quem são os mudos? Surdez x Mudez Escolas Especiais X Escolas Comuns Máquinas de

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 009. Nome: 3 o ano ( a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE Eixo temático Culturas nativas Disciplina/Valor Português 4,0

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue.

Conta-me Histórias. Lê atentamente o texto que se segue. Prova de Língua Portuguesa 5.º Ano de escolaridade Ano letivo 2013 / 2014-1.ª Chamada Ano lectivo 2012 / 2013 Lê atentamente o texto que se segue. Conta-me Histórias Quando eu era pequena, os campos estavam

Leia mais

NetEtiqueta. É uma abreviação de Etiqueta na Internet. Aplica-se ao envio de e-mails, conversas de chat e envio de mensagens para Fóruns de discussão.

NetEtiqueta. É uma abreviação de Etiqueta na Internet. Aplica-se ao envio de e-mails, conversas de chat e envio de mensagens para Fóruns de discussão. NetEtiqueta É uma abreviação de Etiqueta na Internet. Aplica-se ao envio de e-mails, conversas de chat e envio de mensagens para Fóruns de discussão. No caso das comunicações virtuais é fácil esquecer

Leia mais

PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula!

PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula! PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula! Bete Masini A pontuação é, sem dúvida, um dos principais elementos coesivos do nosso texto. Certamente, não podemos crer no que muitos já falaram (e ainda falam):

Leia mais

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa?

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa? Antigamente, quando não tinha rádio a gente se reunia com os pais e irmãos ao redor do Oratório para rezar o terço, isso era feito todas as noites. Eu gostaria que agora a gente faça isso com os filhos,

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

O tradutor e intérprete de língua brasileira de sinais e língua portuguesa

O tradutor e intérprete de língua brasileira de sinais e língua portuguesa O tradutor e intérprete de língua brasileira de sinais e língua portuguesa Dra. (página 7 a 11 do livro) O Mini-dicionário dos intérpretes de língua de sinais Intérprete Pessoa que interpreta de uma língua

Leia mais

O Livro de informática do Menino Maluquinho

O Livro de informática do Menino Maluquinho Coleção ABCD - Lição 1 Lição 1 O Livro de informática do Menino Maluquinho 1 2 3 4 5 6 7 8 Algumas dicas para escrever e-mails: 1. Aprender português. Não adianta fi car orgulhoso por mandar um e-mail

Leia mais

www.portalfuturum.com.br

www.portalfuturum.com.br www.portalfuturum.com.br GEOGRAFIA Solos GUIA RÁPIDO DO AMBIENTE DE FORMAÇÃO DO PORTAL FUTURUM Prezado(a) cursista, Bem-vindo(a) ao Ambiente de Formação do Portal Futurum (AFPF)!!! A proposta deste material

Leia mais