Códigos A CONQUISTA. Alfabetização Matemática. 1o ao 3o 27669COL COL02. Ciências Humanas e da Natureza 27664COL55. Ciências 27663COL62

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Códigos A CONQUISTA. Alfabetização Matemática. 1o ao 3o 27669COL32 27670COL02. Ciências Humanas e da Natureza 27664COL55. Ciências 27663COL62"

Transcrição

1

2 A CONQUISTA Códigos Disciplinas Anos Códigos Alfabetização Matemática 1o ao 3o 27669COL32 Matemática 4o e 5o 27670COL02 Ciências Humanas e da Natureza 1o ao 3o 27664COL55 Ciências 4o e 5o 27663COL62 Geografia 4o e 5o 27665COL60

3 Sumário Conheça a Coleção Pág. 2 Estrutura do Plano de Curso Pág. 14 Alfabetização Matemática de José Ruy Giovanni Jr. Pág. 16 Ciências Humanas e da Natureza de Leandro Godoy, Marcela Ogo, Liz Andreia Giaretta e Thatiane Pinela Pág. 32

4 LANÇAMENTO UM PROJETO DINÂMICO E COMPLETO PARA TODAS AS DISCIPLINAS DO ENSINO FUNDAMENTAL. CONHEÇA A ESTRUTURA DO PROJETO DISCIPLINAS VOLUMES / ANOS 4º 5º X X Ciências X X Geografia X X Alfabetização Matemática 1º 2º 3º X X X Matemática Ciências Humanas e da Natureza X X X Cada agrupamento destacado em azul corresponde a uma adoção, com um código de escolha específico.

5 No projeto A Conquista, a experiência que provou seu sucesso no ensino da Matemática é aplicada também às outras disciplinas do Ensino Fundamental. Sob uma visão contemporânea, com situações alinhadas ao cotidiano dos alunos, o conteúdo da coleção é apresentado de maneira prática e em diferentes formatos, atendendo às necessidades de cada escola. Linguagem clara e objetiva: apresenta o conteúdo de modo a privilegiar o fácil entendimento, tanto de alunos quanto de professores. Visual estimulante: as ilustrações e outros recursos visuais contribuem significativamente para manter a atenção da turma. NÃO É À TOA QUE A OBRA CONQUISTA TANTOS PROFESSORES. E ELES MESMOS CONTAM OS MOTIVOS. Convidamos profissionais da educação a fazer uma análise minuciosa sobre a coleção A Conquista. Confira nas páginas a seguir os diferenciais que eles elegeram como principais.

6 Oferecem conteúdos de modo claro e objetivo e de fácil entendimento tanto para o professor como para o aluno. Sugerem leituras e outras indicações de estudo que complementam o trabalho com os alunos e contribuem para o conhecimento do próprio professor. As ilustrações são dinâmicas e bem distribuídas, atraindo a atenção para o livro e colaborando para a compreensão dos conteúdos abordados. As orientações ao professor auxiliam no planejamento das aulas e na avaliação dos alunos, trazendo subsídios importantes para a prática docente. Introduzem o trabalho com gráficos e as tabelas como fonte de informação e interpretação para variados assuntos e áreas do conhecimento. Trazem atividades diversificadas que promovem uma melhor compreensão das funções sociais dos números e permitem identificar os saberes prévios dos alunos.

7 OS DIFERENCIAIS DOS LIVROS DE ACORDO COM OS ESPECIALISTAS NA DISCIPLINA Apresentam o significado do uso da Matemática no dia a dia por meio de atividades que desafiam as crianças a colocar seu conhecimento em prática. Fazem uso de jogos para o desenvolvimento de diversas habilidades, como o raciocínio lógico, além de proporcionar a interação social entre os alunos. Retomam conceitos trabalhados anteriormente como base para consolidar novos conhecimentos. Abrangem a História da Matemática na Educação até os dias atuais como forma de despertar o prazer pelo aprendizado da disciplina.

8 A obra integrada propicia que as três disciplinas sejam trabalhadas de forma coesa, alinhando os conceitos específicos de cada área. Apresentam a educação inclusiva de forma inovadora, usando o contato com obras de arte para possibilitar a reflexão sobre as igualdades e diferenças entre as pessoas. Os temas abordados estão contextualizados de forma significativa a partir de situações do cotidiano do aluno. As atividades são propostas a partir de situações de letramento com diferentes linguagens, efetivando o compromisso da obra com a demanda da atualidade. Direcionam pesquisas de forma a propiciar o protagonismo do aluno, para que ele possa desenvolver o trabalho proposto autonomamente. Abordam a cidadania a partir da realidade do aluno, possibilitando uma reflexão sobre determinadas atitudes individuais e suas consequências.

9 OS DIFERENCIAIS DOS LIVROS DE ACORDO COM OS ESPECIALISTAS NA DISCIPLINA Propõem um ensino de História voltado para a construção de um conhecimento com respeito a múltiplas abordagens que explicam um mesmo tema ou acontecimento. Apresentam o ensino de Geografia a partir do lugar em que se vive, discutindo mudanças e permanências na paisagem ao longo do tempo. Em Ciências, propiciam atividades em que o aluno pode posicionar-se criticamente diante de temas diversos. Oferecem um ensino não linear, no qual o aluno aprende tanto na interação com o conteúdo quanto na interação com os colegas da classe.

10 Aguçam o interesse dos alunos por meio do levantamento dos conhecimentos prévios, gerando uma predisposição para as discussões que se seguirão. Apresentam textos informativos entremeados por outros gêneros textuais que circulam no cotidiano dos alunos, tornando o conteúdo mais fácil de ser interpretado. Propõem situações de simples resolução a fim de aproximar o aluno das práticas científicas, incentivando o levantamento de hipóteses por meio de questionamentos. Trabalham diferentes gêneros abordando uma mesma temática sob diferentes óticas, possibilitando uma maior compreensão dos temas estudados e a intertextualização. Trazem sugestão de filmes e leituras que enriquecem as aulas aprofundando e contextualizando os conteúdos trabalhados. O Guia de Orientação ao Professor propicia um estudo reflexivo sobre a disciplina, discorrendo sobre situações de ensino.

11 OS DIFERENCIAIS DOS LIVROS DE ACORDO COM OS ESPECIALISTAS NA DISCIPLINA Ajudam na construção do pensamento crítico da turma propondo atividades em que o aluno pode expor sua opinião sobre temas diversos. Proporcionam um importante instrumento para os professores que necessitam ensinar uma disciplina específica, sem ser, muitas vezes, especialista da área. Contêm atividades desenvolvidas em diferentes estratégias que estimulam os alunos, como análise de tabelas, imagens, mapas e gráficos, interpretação de textos e esquemas. Sugerem diferentes recursos como ferramentas pedagógicas: internet, televisão e cinema, artes visuais e literatura, jornais e revistas.

12 As aberturas das unidades apresentam representações artísticas que garantem o levantamento de conhecimento prévio e promovem a sensibilização para o estudo. Proporcionam um estudo do lugar a partir de diferentes representações, como textos imagéticos, plantas e representações cartográficas. A presença de textos informativos com representações gráficas, escalas, legendas e glossário propiciam ao aluno a leitura de diferentes recursos não verbais. Trazem curiosidades pertinentes ao tema abordado, promovendo uma maior reflexão e o aprofundamento dos temas e conceitos estudados. Conceitos como o de localização são trabalhados a partir de diferentes recursos, ajudando no entendimento das diferentes possibilidades para uma mesma questão. Fazem relação de conceitos abstratos com situações do dia a dia do aluno, o que motiva a elaboração do conhecimento científico.

13 OS DIFERENCIAIS DOS LIVROS DE ACORDO COM OS ESPECIALISTAS NA DISCIPLINA Utilizam jogos e brincadeiras infantis como forma de contextualizar conceitos pertinentes à área. Trabalham a cartografia como ferramenta extremamente necessária para a aquisição de saberes que são requisitos para os anos posteriores. Apresentam textos instrucionais paralelamente a trabalhos manuais, integrando as diversificadas áreas do ensino: leitura e escrita, fazer artístico e conceitos da Geografia. Contêm indicação de links para estimular a busca por novos saberes, tanto nas questões abordadas na escola quanto no uso direcionado de novas tecnologias.

14 CONJUNTO DE SOLUÇÕES EDUCACIONAIS FTD COLEÇÕES QUE APOIAM PROFESSORES E ALUNOS NA CONQUISTA DE MELHORES RESULTADOS. Atividades de Resultado esultado Apresentam exercícios da Prova Brasil. Preparam os alunos na prática para as avaliações. Contêm modelos de prova fotocopiáveis. Trazem definições e curiosidades dos indicadores do MEC. EXERCITE AS HABILIDADES DAS PRINCIPAIS AVALIAÇÕES DO PAÍS.

15 Planos de Curso Trazem em detalhes os conteúdos das obras da FTD. Possibilitam trabalhar as habilidades relacionadas por bimestre. Permitem explorar ao máximo os recursos dos livros didáticos. Ajudam na análise do desenvolvimento dos alunos. Guia de Resultados Brasil Apresenta todas as possibilidades das obras da FTD. Contempla Diretrizes Nacionais, Prova Brasil e PNAIC. Indica conteúdos procedimentais, conceituais e atitudinais. Traz exemplos bastante práticos Programa de Formação Continuada Cursos em EAD para atualização profissional de educadores. Tem abordagem autoinstrucional com Plantão de Dúvidas. Conteúdo elaborado por especialistas renomados. Compartilha experiências de professores em exercício. CURSOS CERTIFICADOS EM PARCERIA COM A PUCPR. ACESSE EAD.FTD.COM.BR TODOS OS CONTEÚDOS DISPONÍVEIS NA ÍNTEGRA EM: FTD.COM.BR

16 PROFESSOR, SEU TRABALHO TEM TODO O NOSSO APOIO E RESPEITO. Preparamos este Plano de Curso que auxiliará você a planejar suas aulas e a explorar ao máximo todos os recursos de seu livro didático. Entenda como utilizá-lo: HABILIDADES Esta seção indica quais tipos de habilidades devem ser trabalhadas com a turma em cada momento do livro, auxiliando o professor na análise do desenvolvimento dos alunos e facilitando a identificação de pontos que necessitem de maior atenção. 14 Planos de Curso Ensino Fundamental I

17 CONTEÚDOS Esta seção contempla todos os conteúdos de cada unidade, fazendo o cruzamento dos temas com as habilidades a serem trabalhadas. Essa indicação oferece um panorama geral do livro, que contribui positivamente no momento de planejar as aulas. Estrutura PÁGINAS Este espaço indica em quais páginas do livro estão apresentados os conteúdos citados. Baixe a versão eletrônica do Plano de Curso e folheie os livros. ftd.com.br Acesse: ftd.com.br 15

18 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 1 o Identificar a necessidade e a função dos números no dia a dia. Números em diversas situações 10 UNIDADE 1 Números naturais 1 Dez unidades ou uma dezena 2 A soma é 10 Realizar contagem e composição de números utilizando unidades e dezenas. Compreender o conceito de unidade e de unidades e dezenas. Conceito de dezena Ideia de dezena Ideia de formação de uma dezena 12 13, 14, 15 16, Planos de Curso Ensino Fundamental I

19 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 1 o Reconhecer padrões geométricos e utilizá-los em diferentes situações. Padrões geométricos 18 Padrões geométricos em artesanatos 19 UNIDADE 1 Números naturais 3 Padrões geométricos 4 Escrevendo números ordinais Conhecer os números ordinais. Perceber os números do nosso dia a dia que indicam ordem. Números do dia a dia que indicam ordem 20, 21 Acesse: ftd.com.br 17

20 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 1 o UNIDADE 1 Números naturais 5 Formando grupos de 10 6 Contando em grupos de 10: dezenas exatas Compreender a formação de dezenas por meio de adições que resultem em 10. Realizar contagens de 10 em 10. Composição de números até 19 Contagens de 10 em a a Planos de Curso Ensino Fundamental I

21 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 1 o UNIDADE 1 Números naturais 8 Formando outros números em grupos de 10: números de 20 a 99 7 Adição e subtração de dezenas exatas Adicionar e subtrair com dezenas exatas. Ler e anotar números de 0 a 99 e reconhecer seus antecessores e sucessores. Cálculos com números exatos Contagem termo a termo Contagem e agrupamento de 10 em 10 Relação entre número e quantidade Cálculos Registro numérico Organização de dados em tabelas e gráficos 38 a a Acesse: ftd.com.br 19

22 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 1 o UNIDADE 1 Números naturais 9 Sucessão dos números naturais até 99 Analisar o sistema de numeração, os números que vêm antes e depois de cada numeral de 2 algarismos. Sequência numérica até a 55 UNIDADE 2 As ideias da adição e as ideias da subtração 1 As ideias da adição Relacionar a adição às situações de juntar e de acrescentar, representando-as por meio de uma sentença matemática. Ideias de juntar (duas quantidades que já se tem) e de acrescentar (acrescer uma quantidade nova a outra que já se tem) ligadas à adição de números naturais. 59 a Planos de Curso Ensino Fundamental I

23 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 2 o UNIDADE 2 As ideias da adição e as ideias da subtração 2 Adição com três ou mais números 3 As ideias da subtração Realizar adições com dois ou mais números. Refletir e compreender as ideias de tirar (ou retirar), de comparar (verificar quem tem mais ou quem tem menos e achar a diferença) e de completar (uma quantidade para atingir outra), ligadas à subtração de dois números naturais em situações diferenciadas. Estimar resultados antes de efetuar cálculos. Adição com três ou mais parcelas Ideias de tirar, de comparar e de completar, ligadas à subtração de dois números naturais 68 a a 85 Acesse: ftd.com.br 21

24 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 2 o Identificar as formas de alguns sólidos geométricos e relacioná-los a objetos do dia a dia. Sólidos geométricos O cubo e o paralelepípedo retângulo 89, 90, 91, 92 93, 94, 95 UNIDADE 3 Figuras geométricas 1 Sólidos geométricos 2 Figuras geométricas planas Reconhecer que o paralelepípedo e o cubo possuem vértices, faces e arestas. Quantificar os vértices, as faces e as arestas do paralelepípedo e do cubo. Identificar os vértices e os lados de polígonos. Cubo Paralelepípedo Pirâmide Cilindro Figuras geométricas planas que podem estar representadas em alguns sólidos geométricos Figuras geométricas planas, suas formas, elementos e nomes a Planos de Curso Ensino Fundamental I

25 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 2 o Identificar diferentes instrumentos de medida de tempo. Hora 115, 116, 117 Identificar hora, semana, mês e ano como unidades de medida de tempo. Relógio 118 UNIDADE 4 Números e medidas: medindo o tempo 1 Medindo o tempo Fazer a leitura das horas utilizando um relógio cujo mostrador apresente numerais (relógios analógicos). Identificar quantos dias tem a semana e a ordem dos dias na semana. Identificar quantos dias tem cada mês, quantos meses têm o ano e a ordem dos meses no ano. Utilizar conhecimentos anteriores, como adição, subtração, números ordinais e situações de medidas de tempo. Dias da semana O mês e o ano 119, , 122, 123, 124 Acesse: ftd.com.br 23

26 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 3 o Relacionar a adição a situações de juntar e acrescentar, traduzindo-as por meio de uma sentença matemática. Algoritmo da adição, resolução de situações-problema 129 a 138 UNIDADE 5 Adição e subtração com números naturais 1 A adição 2 A subtração Determinar a soma (menor que 100) de dois ou mais números naturais por meio de uma técnica operatória (sem e com agrupamento). Relacionar a subtração a situações de tirar, de completar e de comparar, traduzindo-as por meio de uma sentença matemática. Determinar a diferença entre dois números naturais menores que 100, por meio de uma técnica operatória (sem trocas). Algoritmo da subtração, resolução de situações-problema Coleta de dados e gráficos 140 a , Planos de Curso Ensino Fundamental I

27 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 3 o UNIDADE 6 Multiplicação 1 As ideias da multiplicação 2 Duas vezes Relacionar a multiplicação a situações que representam adições de parcelas iguais, organizações retangulares e combinações, traduzindo-as por meio de uma sentença matemática. Compreender a tabuada do 2, por meio do uso de tabelas. Perceber que o dobro de uma quantidade pode ser obtido multiplicando o número associado a essa quantidade por 2. Ideias ligadas à multiplicação de números naturais em situações diferenciadas: a de adicionar parcelas iguais, a de organização retangular e a de combinar possibilidades Tabuada do 2 O dobro 156 a , 165, , 168, 169 Acesse: ftd.com.br 25

28 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 3 o UNIDADE 6 Multiplicação 5 Cinco vezes 4 Quatro vezes 3 Três vezes Compreender e memorizar a tabuada do 3 por meio da tabela e do uso em situações em que as operações aparecem fora de ordem. Perceber que o triplo de uma quantidade pode ser obtido multiplicando o número associado a essa quantidade por 3. Compreender a tabuada do 4, por meio do uso de tabelas. Compreender e memorizar a tabuada do 5 por meio da tabela e do uso em situações em que as operações aparecem fora de ordem. Tabuada do 3 Triplo Tabuada do 4 Tabuada do 5 170, 171, , 174, a a Planos de Curso Ensino Fundamental I

29 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 4 o 1 As ideias da divisão Relacionar a divisão a situações de repartir uma quantidade em partes iguais ou determinar quantas vezes uma quantidade cabe em outra quantidade (ideia de medir). Ideia de repartir em partes iguais e de repartir distribuindo de um em um 190 a 198 UNIDADE 7 Divisão Compreender o termo metade. Conceito de metade 200, Calculando a metade Acesse: ftd.com.br 27

30 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 4 o Compreender a ideia de simetria, em que as partes opostas são idênticas. A simetria apoia a ideia da metade 202 UNIDADE 7 Divisão 4 Dúzia e meia dúzia 3 A ideia de simetria Compreender que a dúzia se refere a uma quantidade específica que é 12. Dúzia e meia dúzia 203, Planos de Curso Ensino Fundamental I

31 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 4 o Comparar linhas retas e linhas curvas, estabelecendo diferenças entre elas. Classificar linhas curvas que não se cruzam em abertas e fechadas. Tipos de linhas: retas, curvas, linhas que se cruzam e linhas que não se cruzam 212, 213, 214 UNIDADE 8 Linhas, localização e vistas 2 Localização 1 Linhas Identificar as figuras geométricas planas fechadas que são formadas por linhas retas (segmentos) que não se cruzam. Localizar-se a partir de coordenadas. Dar coordenadas para outra pessoa encontrar algo. Localização e os trajetos 216, 217, 218 Acesse: ftd.com.br 29

32 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 4 o UNIDADE 8 Linhas, localização e vistas 3 Vistas Localizar-se a partir de coordenadas. Dar coordenadas para outra pessoa encontrar algo. Perceber que objetos podem ter diferentes formas dependendo do ponto de vista. Diferentes pontos de vista 220, 221 UNIDADE 9 Números e medidas 1 Medindo comprimento e distância Reconhecer o centímetro por meio do uso da régua e utilizar essa unidade de medida em diversas situações do dia a dia conforme a necessidade. Realizar medições com instrumentos de medida que expressam medidas com unidades não padronizadas. Comparar comprimentos. Reconhecer a necessidade de utilização de determinada unidade como padrão de medida de comprimento. Medidas de comprimento não padronizadas Medidas de comprimento: centímetro 227, 228, a Planos de Curso Ensino Fundamental I

33 ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA 2 4 o Reconhecer o quilograma como unidade de medida de massa e utilizar em situações variadas. Conceito de medida de massas e comparações de massas de dois corpos; o quilograma 233, 234 UNIDADE 9 Números e medidas 3 Medindo a quantidade de líquidos 2 Medindo a massa Identificar a balança como um instrumento para medir a massa de um corpo. Reconhecer o litro como unidade de medida de capacidade e utilizar em situações variadas. Conceito de capacidade com unidades não padronizadas em situações do cotidiano que exploram esse tema; o litro 235, 236 Acesse: ftd.com.br 31

34 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 1 o UNIDADE 4 Vida em UNIDADE comum 1 A história de UNIDADE cada um 3 Meu lugar de morar 2 Objetos que contam história 1 Cada pessoa tem uma história Perceber que a história de vida é composta de acontecimentos ocorridos até mesmo antes do nascimento de uma pessoa. Compreender que as lembranças são parte da história de vida de uma pessoa. Perceber que as lembranças fazem parte da história de vida das pessoas. Reconhecer que as lembranças podem ser criadas e depois percebidas por meio dos órgãos dos sentidos. Relacionar os órgãos do corpo humano aos sentidos. Conhecer os quatro gostos básicos. Compreender que é possível obter informações da história de vida por meio de objetos pessoais. História de vida Lembranças pessoais Lembranças da infância As lembranças e os sentidos do corpo humano Os órgãos do corpo humano e os sentidos Gosto e sabor Os objetos pessoais como fonte de informação 10 10, 11 12, a a a Planos de Curso Ensino Fundamental I

35 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 1 o UNIDADE 1 A história de cada um 3 Imagens que contam história 4 Os documentos pessoais Identificar a fotografia como forma de registro de momentos importantes e como fonte de informação. Compreender o significado da representação gráfica da passagem do tempo expressa pela linha do tempo da vida. Desenvolver noções de passagem do tempo. Reconhecer os documentos pessoais como importantes fontes de informação. Analisar a certidão de nascimento como uma fonte de informação. Identificar que algumas pessoas deixaram seu lugar de origem para viver em outros locais. As fotografias como fonte de informação Linha do tempo: organização dos fatos e história da vida Documentos pessoais Certidão de nascimento Local de nascimento 26, a 30 32, 33 34, 35 36, 37 Acesse: ftd.com.br 33

36 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 1 o Conhecer algumas fontes históricas. Diferentes fontes históricas 38, 39 UNIDADE 1 3 A Meu história lugar de de cada morar um 5 As fontes históricas Compreender que a carteira de vacinação também pode ser uma fonte de informação histórica. Reconhecer a importância da vacinação para a saúde pública. Perceber que os relatos são importantes fontes de informação para conhecer o passado. Carteira de vacinação Os relatos 40, UNIDADE 4 2 Vida Nosso em dia comum a dia 1 Os lugares e o dia a dia das pessoas Conhecer aspectos do cotidiano de crianças que vivem em lugares diferentes. Estabelecer a relação entre o cotidiano e o lugar onde mora. Perceber que, de acordo com o local em que vivemos, conhecemos e frequentamos lugares diferentes. Valorizar a diversidade cultural brasileira. Conhecer a cultura indígena. O modo de vida e o cotidiano de três crianças em diferentes lugares Literatura indígena 46 a Planos de Curso Ensino Fundamental I

37 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 1 o Perceber que as pessoas costumam ter uma rotina de atividades diárias. Atividades do cotidiano de uma família 52 a 54 UNIDADE 2 Nosso dia a dia 2 O cotidiano da família 3 A convivência em nosso cotidiano Reconhecer que os hábitos de alimentação e higiene fazem parte do cotidiano. Reconhecer atividades que realizamos em diferentes períodos do dia. Identificar objetos, produtos ou situações que podem trazer risco de acidentes. Reconhecer que a orientação preventiva dos adultos, os responsáveis pela segurança das crianças, deve ser seguida para evitar acidentes. Identificar símbolos que indicam risco de acidentes com produtos comuns nas residências. Identificar semelhanças e diferenças entre o dia a dia das crianças na atualidade e o dia a dia das crianças no passado. Reconhecer que o bairro é um lugar de convivência entre as pessoas. Desenvolver atitudes de respeito e gentileza com as pessoas do bairro. Identificar atitudes e valores que devemos ter para uma boa convivência. O dia a dia de uma criança Hábitos de higiene e alimentação O cotidiano das crianças no passado Prevenção de acidentes domésticos A convivência com os familiares Hábitos para a boa convivência no bairro 56, , a 63 64, 65 66, 67 Acesse: ftd.com.br 35

38 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 2 o Reconhecer a importância da moradia. A importância da moradia 72 UNIDADE 4 Vida em comum UNIDADE 3 Um lugar para UNIDADE viver 3 Meu lugar de morar 1 A importância da nossa casa Reconhecer a moradia como um local de abrigo e convivência. Perceber as relações afetivas com o lugar onde mora. Reconhecer a importância dos relatos como fonte histórica. Identificar objetos encontrados nas moradias. Diferenciar objetos utilizados nas moradias do passado e da atualidade. Identificar as partes da moradia em que plantas podem ser cultivadas. Diferenciar animais de estimação de animais silvestres. Identificar os diferentes modos de locomoção dos animais. Relacionar a história de vida de uma pessoa à casa e aos elementos nela presentes. Afetividade com o lugar onde mora Objetos encontrados nas moradias do presente e do passado Plantas encontradas nas moradias Animais de estimação e animais silvestres Revestimento do corpo dos animais Locomoção dos animais Sons dos animais 72 a 76 78, 79 80, 81 82, 83 84, 85 86, Planos de Curso Ensino Fundamental I

39 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 2 o Conhecer diferentes moradias do Brasil. Diferentes moradias no Brasil 92 UNIDADE 3 Um lugar para viver 3 Tipos de moradia Relacionar as diferentes moradias à cultura local. Identificar os materiais com que são feitas as casas. Conhecer diferentes moradias pelo mundo. Reconhecer a moradia como um direito de todo cidadão. Materiais que compõem as moradias Diferentes moradias no mundo Direito à moradia 93 a 95 96, 97 98, 99 UNIDADE 4 Observando lugares e paisagens 1 Um olhar mais atento Perceber os elementos existentes nos lugares. Relacionar os diferentes lugares às suas respectivas funções. Representar paisagens com desenhos simples. Os lugares do dia a dia das pessoas Os lugares e suas funções 104 a , 108 Acesse: ftd.com.br 37

40 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 2 o Identificar elementos naturais e construídos pelo ser humano. Elementos dos lugares 110 a 113 UNIDADE 4 Vida UNIDADE em comum 4 Observando lugares UNIDADE e paisagens 3 Meu lugar de morar 2 O que existe em cada lugar? Identificar, por meio da observação, a presença de elementos naturais e elementos construídos pelo ser humano existentes nos lugares. Conhecer a importância das Unidades de Conservação. Conhecer seres vivos que podem ser encontrados nas Unidades de Conservação. Unidades de Conservação 114 a Planos de Curso Ensino Fundamental I

41 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 2 o Compreender que cada lugar possui uma paisagem. Os lugares e suas paisagens 120 UNIDADE 4 Vida UNIDADE em comum 4 Observando lugares UNIDADE e paisagens 3 Meu lugar de morar 4 Percebemos as paisagens por meio do corpo humano 3 Cada lugar tem uma paisagem Compreender que as paisagens são diferentes. Perceber mudanças e permanências nos elementos da paisagem ao longo do tempo. Compreender que o ser humano transforma e interfere nas paisagens conforme sua necessidade. Identificar transformações em uma paisagem por meio de elementos antigos e de elementos novos. Representar paisagens por meio de croqui. Relacionar o sentido da visão à capacidade de observação dos elementos da paisagem. Reconhecer a importância dos outros sentidos do corpo humano na percepção das paisagens. Identificar objetos por meio do tato. Reconhecer a importância dos sentidos do corpo humano. A transformação das paisagens ao longo do tempo Como percebemos os elementos das paisagens A importância dos sentidos do corpo humano na percepção dos elementos das paisagens 121 a a 129 Acesse: ftd.com.br 39

42 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 3 o UNIDADE 4 Vida em comum UNIDADE 5 O tempo não UNIDADE para! 3 Meu lugar de morar 2 O tempo em nosso dia a dia 1 Alguém viu o tempo passar? Perceber que podemos reconhecer a passagem do tempo por meio da observação dos acontecimentos ao longo da vida de uma pessoa e das transformações nas paisagens. Reconhecer que as características físicas de uma pessoa se alteram ao longo de sua vida. Relacionar a passagem de tempo ao preparo de uma receita de bolo e às transformações dos ingredientes em um novo produto. Conhecer os diferentes períodos de tempo existentes. Relacionar a passagem do mês às transformações de uma residência. Identificar os meses que compõem um ano. Desenvolver noções de sucessão temporal por meio da passagem dos meses. Diferentes maneiras de perceber a passagem do tempo O tempo e as transformações nos seres humanos O tempo e as transformações nas paisagens Os diferentes períodos de tempo Agenda e organização do dia a dia A passagem dos meses O decorrer de um ano a , a Planos de Curso Ensino Fundamental I

43 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 3 o UNIDADE 3 5 Meu O tempo lugar não de morar para! 3 O tempo pode ser medido Conhecer diferentes instrumentos utilizados para medir a passagem do tempo. Compreender as informações do calendário. Perceber que podemos organizar as atividades do nosso cotidiano por meio dos instrumentos de medição do tempo. Compreender de que maneira os povos antigos mediam a passagem do tempo. Conhecer as noções de passagem do tempo para os povos indígenas. Conhecer o conceito de relógio biológico, relacionando-o à passagem de tempo e ao funcionamento do corpo humano. Diferentes maneiras de marcar a passagem do tempo O calendário O relógio A medição do tempo no passado Momentos da Lua A passagem do tempo entre os povos indígenas 154, , , 167 UNIDADE Maneiras Meu Vida lugar em de comum de ir morar e vir 1 Os meios de transporte em nosso dia a dia Conhecer diferentes tipos de meio de transporte. Relacionar a utilização dos meios de transporte à necessidade dos indivíduos. Identificar os meios de transporte como terrestre, aéreo ou aquático. Reconhecer que alguns meios de transporte são coletivos e outros são individuais. Perceber a importância de utilizarmos os meios de transporte coletivos. Os meios de transporte e seu uso em nosso cotidiano Tipos de meio de transporte Meios de transporte coletivos e individuais 172 a , , 179 Acesse: ftd.com.br 41

44 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 3 o UNIDADE 4 Vida em comum UNIDADE 6 Maneiras de UNIDADE ir e vir 3 Meu lugar de morar 3 O trânsito em nossos caminhos 2 As ruas e os transportes têm história Perceber as transformações ocorridas nas ruas e nos meios de transporte ao longo dos anos. Perceber que os meios de transporte se desenvolveram conforme as necessidades dos seres humanos. Analisar as mudanças das ruas ao longo do tempo e as transformações no comportamento das pessoas. Compreender o que é o trânsito. Compreender que o trânsito é o movimento de pessoas e veículos por ruas e estradas. Conhecer regras elementares de segurança no trânsito. Compreender o uso de símbolos nas orientações para o trânsito. Reconhecer e interpretar as cores do semáforo. As ruas e os meios de transporte ao longo do tempo O trânsito no cotidiano das pessoas Regras de trânsito Sinalização no trânsito 180 a , , , Planos de Curso Ensino Fundamental I

45 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 3 o Reconhecer a importância da acessibilidade nas vias públicas. Ir e vir como direito de todos os indivíduos 192 UNIDADE 3 6 Meu Maneiras lugar de ir morar e vir 4 Ir e vir para todos Conhecer a importância das adaptações para pessoas com deficiência nos locais públicos. Identificar adaptações para pessoas com deficiência na escola e em seus arredores. Desenvolver olhar crítico sobre acessibilidade e deslocamento nos lugares que frequenta. As adaptações para pessoas com deficiência em nosso dia a dia 193 a 195 UNIDADE UNIDADE 7 Comunicação 3 4 Meu Vida lugar em comum e de informação morar 1 Formas de comunicação Perceber que utilizamos diversas formas de comunicação em nosso dia a dia. Compreender que a leitura também é uma forma de comunicação. Compreender que as pessoas com deficiência em algum sentido do corpo ficam com os outros sentidos mais aguçados. Conhecer a Língua Brasileira de Sinais Libras. Conhecer a comunicação em Braille. Identificar algumas formas de comunicação praticadas no passado. Como as pessoas podem se comunicar A leitura como forma de comunicação A comunicação em Libras A comunicação em Braille Formas de comunicação no passado 202, , a a , 213 Acesse: ftd.com.br 43

46 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 3 o UNIDADE 4 Vida em UNIDADE comum 7 Comunicação e UNIDADE informação 3 Meu lugar de morar 2 Os meios de comunicação Identificar os principais meios de comunicação utilizados pelas pessoas. Diferenciar meio de comunicação de massa de meio de comunicação individual. Compreender a importância dos meios de comunicação. Identificar as transformações nos meios de comunicação utilizados no Brasil. Conhecer a história do rádio no Brasil. Identificar alguns cuidados que devemos ter ao utilizar a internet, em relação à saúde e à segurança. Diferentes meios de comunicação Os meios de comunicação de massa e os individuais Histórias dos meios de comunicação no Brasil A internet em nosso dia a dia , , Planos de Curso Ensino Fundamental I

47 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 4 o Identificar o trabalho realizado por diferentes profissionais. O trabalho de diferentes profissionais 230 a 233 UNIDADE 3 4 Meu Vida UNIDADE lugar em 8 comum de Os morar trabalhadores em UNIDADE nosso 3 dia Meu a dia lugar de morar 1 Profissionais ao nosso redor 2 O trabalho em diferentes lugares e épocas Perceber que precisamos do trabalho de diferentes profissionais em nosso dia a dia. Reconhecer o trabalho dos profissionais da escola. Valorizar o trabalho dos profissionais da escola. Relacionar os profissionais da escola à sua respectiva função. Perceber que podemos encontrar diferentes profissionais pelos lugares que passamos em nosso dia a dia. Identificar alguns trabalhos que são realizados no campo. Compreender a importância dos trabalhos realizados no campo. Conhecer alguns aspectos do trabalho no campo no passado. Conhecer algumas profissões que existiram no passado. Identificar profissões que surgiram nas últimas décadas. Profissionais da escola Diferentes profissionais nos caminhos do nosso dia a dia O trabalho das pessoas que vivem no campo O trabalho no campo no passado Profissões do passado e da atualidade 234, , , , , 247 Acesse: ftd.com.br 45

48 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 4 o UNIDADE UNIDADE 8 Os trabalhadores 3 Meu lugar em de nosso morar dia a dia 3 Noite e dia: rotinas de trabalho Identificar as diferentes rotinas por meio da observação dos astros. Compreender que existem profissionais que trabalham de dia e outros que trabalham de noite. Confeccionar um gráfico com as profissões almejadas pelos alunos. Desenvolver habilidades de síntese e representação das informações. Estimular o autoconhecimento. Perceber que cada pessoa tem suas preferências e habilidades. Profissionais que trabalham de dia e profissionais que trabalham de noite Profissionais que trabalham em diferentes horários Gráfico das profissões preferidas A escolha da profissão , a , 257 UNIDADE UNIDADE Cuidando Meu Vida lugar em dos comum de ambientes morar 1 Vamos cuidar dos ambientes próximos Desenvolver e exercitar atitudes que mantenham os ambientes limpos e organizados. Desenvolver e valorizar atitudes que promovam a higiene do corpo humano. Reconhecer a importância de atitudes de economia de energia elétrica e de água para o ambiente. Reconhecer que atitudes de boa convivência são importantes para um ambiente saudável. Cuidados com a limpeza e a organização dos ambientes 262 a Planos de Curso Ensino Fundamental I

49 CIÊNCIAS HUMANAS E DA NATUREZA 2 4 o UNIDADE 3 4 Meu Vida lugar em UNIDADE comum de morar 9 Cuidando dos UNIDADE ambientes 3 Meu lugar de morar 2 Precisamos cuidar bem da natureza! 3 O que eu posso fazer pelo ambiente? Identificar problemas ambientais em uma paisagem por meio da observação. Reconhecer que os problemas ambientais podem afetar a água, o ar e o solo. Perceber que os problemas ambientais podem afetar os seres vivos e refletir sobre essa questão. Identificar a poluição do ar, a poluição da água e a poluição do solo. Reconhecer que os diferentes tipos de poluição estão relacionados entre si. Conhecer o desmatamento e suas consequências para o ambiente. Reconhecer o ser humano como agente transformador dos ambientes. Diferenciar lixo de resíduo. Conhecer o tempo de decomposição de alguns resíduos. Classificar os tipos de resíduo e desenvolver noções iniciais sobre coleta seletiva de resíduos. Conhecer a destinação adequada para alguns tipos de resíduo. Problemas ambientais Poluição do ar Poluição da água Poluição do solo Desmatamento Queimadas Resíduos sólidos Tipos de resíduo 266, , , a 283 Acesse: ftd.com.br 47

50

51

Planejamento Anual 2014 Matemática 1º período 3º ano - Ensino Fundamental I. Reconhecer a necessidade de contar no cotidiano.

Planejamento Anual 2014 Matemática 1º período 3º ano - Ensino Fundamental I. Reconhecer a necessidade de contar no cotidiano. COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Planejamento Anual 2014 Matemática

Leia mais

Códigos A CONQUISTA. Alfabetização Matemática. 1o ao 3o 27669COL32 27670COL02. Ciências Humanas e da Natureza 27664COL55 27663COL62.

Códigos A CONQUISTA. Alfabetização Matemática. 1o ao 3o 27669COL32 27670COL02. Ciências Humanas e da Natureza 27664COL55 27663COL62. A CONQUISTA Códigos Disciplinas Anos Códigos Alfabetização Matemática o ao 3o 27669COL32 Matemática 4o e 5o 27670COL02 Ciências Humanas e da Natureza o ao 3o 27664COL55 Ciências 4o e 5o 27663COL62 Geografia

Leia mais

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos...

Sumário. Volta às aulas. Vamos recordar?... 7 1. Grandezas e medidas: tempo e dinheiro... 59. Números... 10. Regiões planas e seus contornos... Sumário Volta às aulas. Vamos recordar?... Números... 0 Um pouco da história dos números... Como os números são usados?... 2 Números e estatística... 4 Números e possibilidades... 5 Números e probabilidade...

Leia mais

HABILIDADES. Compreender que cada pessoa é única e especial. Valorizar a identidade de cada um. Descobrir e conhecer a sua história de vida.

HABILIDADES. Compreender que cada pessoa é única e especial. Valorizar a identidade de cada um. Descobrir e conhecer a sua história de vida. Disciplina: História Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL - 2012 Série: 2º ano Turma: 21, 22, 23 e 24 CONTEÚDOS HABILIDADES AVALIAÇÕES Unidade 1 Cada um tem um jeito de ser. Descobrindo a minha história. Eu

Leia mais

Plano de Estudo 3ª Etapa

Plano de Estudo 3ª Etapa Plano de Estudo 3ª Etapa NÍVEL DE ENSINO: ENSINO FUNDAMENTAL I ANO: 1º Srs. Pais, SAÚDE E PAZ! Esse plano de estudo tem como finalidade levá-los a conhecer melhor a proposta desenvolvida no 1º ano. Nele

Leia mais

Conteúdo Programático 1º ano Ensino Fundamental I

Conteúdo Programático 1º ano Ensino Fundamental I Conteúdo Programático 1º ano Ensino Fundamental I LÍNGUA PORTUGUESA Nome Vogais Encontro vocálico/ Sons nasais Consoante T Gêneros textuais:parlenda;trava língua;poema;história em quadrinhos;piada;lista

Leia mais

Recomendada. A coleção apresenta eficiência e adequação. Ciências adequados a cada faixa etária, além de

Recomendada. A coleção apresenta eficiência e adequação. Ciências adequados a cada faixa etária, além de Recomendada Por quê? A coleção apresenta eficiência e adequação metodológica, com os principais temas relacionados a Ciências adequados a cada faixa etária, além de conceitos em geral corretos. Constitui

Leia mais

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Domínios/Subdomínios Objetivos gerais Descritores de desempenho Avaliação Números e Operações Números naturais Contar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 1º Trimestre Domínios Números e Operações Números naturais Contar até cinco Correspondências

Leia mais

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA ESCOLA ESTADUAL ALMIRANTE TOYODA-2014 PROJETO IDENTIDADE MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA TURMA: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (AZALÉIA E ACÁCIA) PROFESSORAS: GENISMEYRE E LUCILEILA Projeto Identidade Público

Leia mais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia I nvestigativa Escolha de uma situação inicial: Adequado ao plano de trabalho geral; Caráter produtivo (questionamentos); Recursos (materiais/

Leia mais

Conteúdo Programático 2015 2 ano

Conteúdo Programático 2015 2 ano Conteúdo Programático 2015 2 ano Língua Portuguesa: Alfabeto Vogais e consoantes Ordem alfabética Sílabas e números de sílabas Encontro Vocálico História em quadrinho Jogral Pontuação e expressividade

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 324, Toledo PR Fone: 3277-850 PLANEJAMENTO ANUAL NATUREZA E SOCIEDADE SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR:

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Educação Infantil Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil (RCNEI) parte 3 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015

Leia mais

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Escola Básica e Secundária da Graciosa Planificação Anual de Matemática de 1º ano Ano letivo 2014/2015 Períodos Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Situar-se e situar objetos no espaço - Relações de posição

Leia mais

ÍNDICE DOS CONCEITOS, RELAÇÕES E OPERAÇÕES NAS ATIVIDADES E JOGOS DO LIVRO 2 O ANO

ÍNDICE DOS CONCEITOS, RELAÇÕES E OPERAÇÕES NAS ATIVIDADES E JOGOS DO LIVRO 2 O ANO ÍNDICE DOS CONCEITOS, RELAÇÕES E OPERAÇÕES NAS ATIVIDADES E JOGOS DO LIVRO 2 O ANO Páginas 1. A ORGANIZAÇÃO E O TRATAMENTO DE INFORMAÇÕES 1.1- Através de gráficos... 2, 9, 20, 65, 116 1.2- Através de tabelas...

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e Tecnologias para a Educação Básica Coordenação Geral de Materiais Didáticos PARA NÃO ESQUECER:

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA PLANOS DE CURSO PARA 6º E 7º ANOS Campina Grande, 2011 -

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO Matemática Aluno (a): 2º ano: Turma: Professora: Valor: 20 pontos Nota: Conteúdos Números - Comparação entre os números. Adição e subtração. Fatos

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

LURDINALVA PEDROSA MONTEIRO E DRª. KÁTIA APARECIDA DA SILVA AQUINO. Propor uma abordagem transversal para o ensino de Ciências requer um

LURDINALVA PEDROSA MONTEIRO E DRª. KÁTIA APARECIDA DA SILVA AQUINO. Propor uma abordagem transversal para o ensino de Ciências requer um 1 TURISMO E OS IMPACTOS AMBIENTAIS DERIVADOS DA I FESTA DA BANAUVA DE SÃO VICENTE FÉRRER COMO TEMA TRANSVERSAL PARA AS AULAS DE CIÊNCIAS NO PROJETO TRAVESSIA DA ESCOLA CREUSA DE FREITAS CAVALCANTI LURDINALVA

Leia mais

Caderno do aluno UM POR BIMESTRE: teoria, exercícios de classe, as tarefas de casa atividades complementares.

Caderno do aluno UM POR BIMESTRE: teoria, exercícios de classe, as tarefas de casa atividades complementares. NOSSA META Que todos os alunos entendam todas as nossas aulas! TUDO GIRA EM TORNO DA AULA COMO? Aula bem proposta (autor) Aula bem preparada (professor) Aula bem dada (professor) Aula bem assistida (aluno)

Leia mais

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS Dificuldades de Palestra EF e EM Todas Conscientizar sobre as dificuldades de aprendizagem aprendizagem que podem ser manifestadas pelos alunos numa sala de aula e sugerir ações de encaminhamento, conforme

Leia mais

Maternal 3 anos Educação Infantil

Maternal 3 anos Educação Infantil Maternal 3 anos Educação Infantil Eixo temático: Tema: Joca e suas aventuras As crianças, nesta fase, caracterizam-se pelo movimento e pela ação. Agem ativamente em seu entorno, acompanhando seus movimentos

Leia mais

A Turma da Tabuada 3

A Turma da Tabuada 3 A Turma da Tabuada 3 Resumo Aprender brincando e brincando para aprender melhor. É dessa forma que a turma da tabuada nos levará a mais uma grande aventura pelo mundo do espaço e das formas. Na primeira

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Natureza e Sociedade na parte 1 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Natureza e Sociedade na O eixo de trabalho Natureza e Sociedade

Leia mais

CONTEÚDOS AVALIATIVOS 3ª VERIFICAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3ª ETAPA

CONTEÚDOS AVALIATIVOS 3ª VERIFICAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3ª ETAPA 1º ANO A Alimentação A água Animais (aves, mamíferos, répteis, anfíbios, peixes) Interpretação de texto Leitura e Interpretação de imagens Gênero do Substantivo (masculino/feminino) Grau do Substantivo

Leia mais

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico.

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. PROJETO ARARIBÁ Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. ARARIBÁ HISTÓRIA O livro tem oito unidades, divididas

Leia mais

SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. RESUMO Nós, jovens brasileiros, é uma continuidade do conhecido Este jovem brasileiro, sucesso do portal por 6 edições consecutivas.

Leia mais

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia

Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia PAOLA GENTILE Ensinar a ler em História, Ciências, Matemática, Geografia A forma como se lê um texto varia mais de acordo com o objetivo proposto do que com o gênero, mas você pode ajudar o aluno a entender

Leia mais

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III 1ª ETAPA COMPONENTE CURRICULAR - BRINCAR Objetos e Significados na brincadeira Participar das brincadeiras exploradas. Utilizar os brinquedos de maneira cuidadosa. Participar de jogos com ou sem a intervenção

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO

INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO INSTITUTO SINGULARIDADES CURSO PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR POR ANO E SEMESTRE DE CURSO 1º N1 1. Espaços e Práticas Culturais 40h N1 2. Oficina de Artes Visuais 80h N1 3. Prática de Leitura e escrita 80h

Leia mais

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES PARCIAIS 2º BIMESTRE (7,0) 1º ANO

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES PARCIAIS 2º BIMESTRE (7,0) 1º ANO 2º BIMESTRE (7,0) 1º ANO 2ª feira (21/05) Inglês - Livro didático p. 14 a 19 e conteúdos do caderno 2º referentes ao 2º bimestre. 4ª feira (23/05) História e Geografia (O dia do livro / O índio / O dia

Leia mais

Apresentação do projeto:

Apresentação do projeto: Apresentação do projeto: Este projeto tem o intuito do conhecimento global do ser humano: conhecendo seu corpo, ampliando conceitos de higiene e saúde, descobrindo que o indivíduo está presente em todas

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA 2 Aula 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA 3 Vídeo Arredondamento de números. 4 Arredondamento de números Muitas situações cotidianas envolvendo valores destinados à contagem, podem ser facilitadas utilizando o

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS A língua é um sistema que se estrutura no uso e para o uso, escrito e falado, sempre contextualizado. (Autor desconhecido)

Leia mais

Identificar a passagem do tempo no dia-a-dia e sua organização. Compreender o conceito de cidadania e responsabilidade.

Identificar a passagem do tempo no dia-a-dia e sua organização. Compreender o conceito de cidadania e responsabilidade. Disciplina: História Período: 1º Unidade 1: Tempo para todos. 1.1. Ser solidário 1.2. Cada coisa a seu tempo 1.3. Todos nós temos responsabilidades Identificar a passagem do tempo no dia-a-dia e sua organização.

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 1.º Período Conteúdos Programados Previstas Dadas Números e Operações Utilizar corretamente os numerais ordinais até vigésimo. Ler e representar

Leia mais

informações em documentos.

informações em documentos. C O L É G I O L A S A L L E EducaçãoInfantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000- Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL:

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 12, Toledo PR Fone: 277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO. Português

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO. Português ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO ESCUTA/ LEITURA/ PRODUÇÃO DE TEXTO ORAL E ESCRITO Textos narrativos Contos de

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 Educação Infantil III Área de conhecimento: Linguagem Série: Infantil III Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

Explorando a geometria com as crianças das séries iniciais do ensino fundamental

Explorando a geometria com as crianças das séries iniciais do ensino fundamental Explorando a geometria com as crianças das séries iniciais do ensino fundamental Luciane de Fatima Bertini Universidade Federal de São Carlos Brasil lubertini@terra.com.br ) Nacir Aparecida Bertini Prefeitura

Leia mais

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa

Meio Ambiente PROJETOS CULTURAIS. 4 0 a O - fu dame tal. Cuidar da vida também é coisa de criança. Justificativa Meio Ambiente 4 0 a O - fu dame tal Cuidar da vida também é coisa de criança Justificativa PROJETOS CULTURAIS Na idade escolar, as crianças estão conhecendo o mundo (Freire, 1992), sentindo, observando,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORIENTAÇÕES PARA OS ESTUDOS EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem-vindo (a) às disciplinas ofertadas na modalidade a distância.

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 7º ano PROFESSORAS: SANDRA MARA

Leia mais

Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3

Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3 Introdução ao Aplicativo de Programação LEGO MINDSTORMS Education EV3 A LEGO Education tem o prazer de trazer até você a edição para tablet do Software LEGO MINDSTORMS Education EV3 - um jeito divertido

Leia mais

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II Aprendendo a ESTUDAR Ensino Fundamental II INTRODUÇÃO Onde quer que haja mulheres e homens, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender. Paulo Freire DICAS EM AULA Cuide da

Leia mais

Leitura e Literatura

Leitura e Literatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICAB Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação BásicaB Leitura e Literatura Dia e Semana Nacional da Leitura

Leia mais

A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos

A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos como ferramentas necessárias. Abertura de unidade Aprender

Leia mais

quociente razão. mesma área a partes de um tablete de chocolate

quociente razão. mesma área a partes de um tablete de chocolate 1 As sequências de atividades Vamos relembrar, Como lemos os números racionais?, Como escrevemos os números racionais?, As partes das tiras de papel, Comparando e ordenando números racionais na forma decimal

Leia mais

Programas Referenciais do 1º ciclo do Ensino Recorrente. Programa Referencial de MATEMÁTICA INTRODUÇÃO

Programas Referenciais do 1º ciclo do Ensino Recorrente. Programa Referencial de MATEMÁTICA INTRODUÇÃO Programa Referencial de MATEMÁTICA INTRODUÇÃO 1. Finalidades A Matemática intervém, em quase todas as actividades humanas do quotidiano, quer como instrumento para resolução de situações problemáticas,

Leia mais

5 Equacionando os problemas

5 Equacionando os problemas A UA UL LA Equacionando os problemas Introdução Nossa aula começará com um quebra- cabeça de mesa de bar - para você tentar resolver agora. Observe esta figura feita com palitos de fósforo. Mova de lugar

Leia mais

Responsáveis: Fernando Celso Villar Marinho e Rita Maria Cardoso Meirelles DOMINÓ DAS FRAÇÕES COM O USO DO TANGRAM

Responsáveis: Fernando Celso Villar Marinho e Rita Maria Cardoso Meirelles DOMINÓ DAS FRAÇÕES COM O USO DO TANGRAM FORMAÇÃO CONTINUADA DE DOCENTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RJ SUCESSO ESCOLAR SUPORTE DIDÁTICO PARA IMPLEMENTAÇÃO DA REORIENTAÇÃO CURRICULAR Matemática Pólo Rio de Janeiro Responsáveis:

Leia mais

Matemática Financeira II

Matemática Financeira II Módulo 3 Unidade 28 Matemática Financeira II Para início de conversa... Notícias como essas são encontradas em jornais com bastante frequência atualmente. Essas situações de aumentos e outras como financiamentos

Leia mais

1 o Período Educação Infantil

1 o Período Educação Infantil 1 o Período Educação Infantil Eixo temático: O tema Imaginação visa a estimular as distintas áreas de desenvolvimento integral das crianças, bem como favorecer o crescimento de suas habilidades e competências.

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA

REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA A DISTÂNCIA Telma Aparecida de Souza Gracias Faculdade de Tecnologia Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP telmag@ft.unicamp.br

Leia mais

AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM

AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM AS NOVAS DIRETRIZES PARA O ENSINO MÉDIO E SUA RELAÇÃO COM O CURRÍCULO E COM O ENEM MARÇO/ABRIL/2012 Considerações sobre as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio Resolução CNE/CEB

Leia mais

CURSO: LICENCIATURA DA MATEMÁTICA DISCIPLINA: PRÁTICA DE ENSINO 4

CURSO: LICENCIATURA DA MATEMÁTICA DISCIPLINA: PRÁTICA DE ENSINO 4 CAMPUS CARAGUATUBA CURSO: LICENCIATURA DA MATEMÁTICA DISCIPLINA: PRÁTICA DE ENSINO 4 PROFESSOR: ANDRESSA MATTOS SALGADO-SAMPAIO ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS PARA A PRÁTICA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO CURSO

Leia mais

Multiplicando Ideias EE Profa. Clorinda Tritto Giangiacomo Sala 12 Sessão 1

Multiplicando Ideias EE Profa. Clorinda Tritto Giangiacomo Sala 12 Sessão 1 Multiplicando Ideias EE Profa. Clorinda Tritto Giangiacomo Sala 12 Sessão 1 Professoras Apresentadoras: Carla Janaina Bravo Rosilene Maria de Melo Realização: Foco A sequência didática de Matemática, Multiplicando

Leia mais

CONTEÚDOS DE GEOGRAFIA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE GEOGRAFIA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE GEOGRAFIA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Ricardo Dantas SECRETÁRIA EXECUTIVA

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena.

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena. JUQUERIQUERÊ Resumo Neste breve documentário, um índio faz uma retrospectiva de como ele vivia na região do Rio Juqueriquerê, localizada no litoral norte do Estado de São Paulo. Em seu relato, compara

Leia mais

48 Os professores optaram por estudar a urbanização, partindo dos espaços conhecidos pelos alunos no entorno da escola. Buscavam, nesse projeto, refletir sobre as características das moradias existentes,

Leia mais

Códigos A CONQUISTA. Alfabetização Matemática. 1o ao 3o 27669COL32 27670COL02. Ciências Humanas e da Natureza 27664COL55. Ciências 27663COL62

Códigos A CONQUISTA. Alfabetização Matemática. 1o ao 3o 27669COL32 27670COL02. Ciências Humanas e da Natureza 27664COL55. Ciências 27663COL62 A CONQUISTA Códigos Disciplinas Anos Códigos Alfabetização Matemática 1o ao 3o 27669COL32 Matemática 4o e 5o 27670COL02 Ciências Humanas e da Natureza 1o ao 3o 27664COL55 Ciências 4o e 5o 27663COL62 Geografia

Leia mais

Letícia Fonseca Reis F. Castro Matemática e Livro das Formas 14/06/2011

Letícia Fonseca Reis F. Castro Matemática e Livro das Formas 14/06/2011 Explorando grandezas e medidas: Experiências práticas Letícia Fonseca Reis F. Castro Matemática e Livro das Formas 14/06/2011 Conteúdos RCN Espaço e forma (Oficina de maquetes) Número e sistema de numeração:

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 Justificativa do Projeto Conhecer o corpo humano é conhecer a vida, poucos assuntos são tão fascinantes para os alunos quanto esse. Por menores que sejam as crianças,

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA

REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA PROPÓSITOS DA REUNIÃO Apresentar o trabalho que será realizado no decorrer do ano letivo, em cada área do conhecimento. Compartilhar

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA Conceito: PROJETO: -Proposta -Plano; Intento -Empreendimento -Plano Geral de Construção -Redação provisória de lei; Estatuto Referência:Minidicionário - Soares Amora

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA

PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA PROJETO MEIO AMBIENTE NA SALA DE AULA Conceito: PROJETO: -Proposta -Plano; Intento -Empreendimento -Plano Geral de Construção -Redação provisória de lei; Estatuto Referência:Minidicionário - Soares Amora

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem O Projeto e-jovem é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Educação SEDUC, cuja proposta visa oferecer formação em Tecnologia da Informação

Leia mais

PRÊMIO AMAVI DE EDUCAÇÃO 2011: QUALIDADE EM GESTÃO E QUALIDADE NA PRÁTICA DA DOCÊNCIA. PROFESSORA: GILMARA NUSS

PRÊMIO AMAVI DE EDUCAÇÃO 2011: QUALIDADE EM GESTÃO E QUALIDADE NA PRÁTICA DA DOCÊNCIA. PROFESSORA: GILMARA NUSS PRÊMIO AMAVI DE EDUCAÇÃO 2011: QUALIDADE EM GESTÃO E QUALIDADE NA PRÁTICA DA DOCÊNCIA. PROFESSORA: GILMARA NUSS PROJETO ANIMAIS Projeto elaborado para o 3º ano I e II JOSÉ BOITEUX AGOSTO/2011 ÍNDICE JUSTIFICATIVA...

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 132, Toledo PR Fone: 3277-150 PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS SÉRIE: 1 ANO PROFESSOR: KELLY GISLAINE

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Ano: 3º Nome do (a) Aluno (a): Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Componente Curricular: Matemática Professor

Leia mais

PROJETO PIBID JOGO DO LUDO. Palavras chave: Jogo do Ludo. Educação Infantil. Matemática na Educação Infantil.

PROJETO PIBID JOGO DO LUDO. Palavras chave: Jogo do Ludo. Educação Infantil. Matemática na Educação Infantil. PROJETO PIBID JOGO DO LUDO Ana Paula do Valle 1 Kamylla Canalli 2 Lucilene Paixão 3 Neila Tonin Agranionih 4 Resumo: Este artigo tem como objetivo apresentar o desenvolvimento da sequência didática Jogo

Leia mais

METODOLOGIA & Hábito de estudos AULA DADA AULA ESTUDADA

METODOLOGIA & Hábito de estudos AULA DADA AULA ESTUDADA Educação Infantil METODOLOGIA & Hábito de estudos AULA DADA AULA ESTUDADA s s s Precisao e organizacao nos conceitos A agitação é a mesma. Com algumas adaptações ao espaço e ao tempo, a rotina e as histórias

Leia mais

Marilia Leite Conceição

Marilia Leite Conceição Marilia Leite Conceição Introdução Presença dos conhecimentos sobre natureza e sociedade na Educação Infantil: idéias e práticas correntes A criança, a natureza e a sociedade Objetivos Crianças de zero

Leia mais

O futuro da educação já começou

O futuro da educação já começou O futuro da educação já começou Sua conexão com o futuro A 10 Escola Digital é uma solução inovadora para transformar a sua escola. A LeYa traz para a sua escola o que há de mais moderno em educação, a

Leia mais

Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado

Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado Andréa Pereira de Souza Gestora da Formação Permanente na Secretaria Municipal de Educação do município de Mogi das Cruzes. Cintia

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

Mão na roda. Projetos temáticos

Mão na roda. Projetos temáticos Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Educação infantil Publicado em 2011 Projetos temáticos Educação Infantil Data: / / Nível: Escola: Nome: Mão na roda Justificativa A origem da invenção da

Leia mais

O SOFTWARE EUCLIDEAN REALITY AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS

O SOFTWARE EUCLIDEAN REALITY AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS O SOFTWARE EUCLIDEAN REALITY AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS Vânia de Moura Barbosa Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco vanibosa@terra.com.br Introdução Um dos primeiros questionamentos

Leia mais

O Ensino de Matemática na Educação Infantil

O Ensino de Matemática na Educação Infantil Débora de Oliveira O Ensino de Matemática na Educação Infantil No Brasil, desde 1996, a Educação Infantil é considerada a primeira etapa da educação básica e tem como guia de reflexão de cunho educacional

Leia mais

Vamos Vestir o Mar Nível de ensino: Articulação Curricular: 5.º ano Ciências Naturais

Vamos Vestir o Mar Nível de ensino: Articulação Curricular: 5.º ano Ciências Naturais Vamos Vestir o Mar Nível de ensino: 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º ano As atividades desta ficha deverão ser realizadas de forma interdisciplinar Articulação Curricular: 5.º ano Ciências Naturais no domínio

Leia mais

OS CONHECIMENTOS DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA IMPLICAÇÃO PARA A PRÁTICA DOCENTE

OS CONHECIMENTOS DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA IMPLICAÇÃO PARA A PRÁTICA DOCENTE OS CONHECIMENTOS DE ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA IMPLICAÇÃO PARA A PRÁTICA DOCENTE Maria Cristina Kogut - PUCPR RESUMO Há uma preocupação por parte da sociedade com a atuação da escola e do professor,

Leia mais

TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: MEDICINA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO AUTOR(ES): THAIS

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais