ORPLANA INFORMA N de JUNHO de 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORPLANA INFORMA N 21 16 de JUNHO de 2014"

Transcrição

1 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: P F de de 2014 S PEÇS D ÇÚC E D ET DTD DST FEC SE E QED EQT QE S PEÇS D ET D CTE E D DTD CTE FEC SE E T PSÇÃ: Semana de 09 a 13/06/ Preços médios do açúcar no mercado SPT e do etanol, anidro e hidratado, levantados pelo CEPE/ESQ. SE VÇÃ PDT 02 a 06/06/ a 13/06/2014 $ $/kg T $ $/kg T $ % $/saco 50,51 0, ,78 0,5249-0,73-1,45 EC $/m3 1323,70 0, ,50 0,4702 0,80 0,06 EC $/m3 1207,10 0, ,60 0,4504 8,50 0,70 E $/m3 1245,90 0, ,60 0, ,30-0,83 Dólar $ 2,2697 2,2309-0,0388-1,71 Figura 1. Comportamento dos preços do kg de T do, EC, EC, E e do D no mês de unho de ,3 2,2 2,1 2,0 1,9 1,8 1,7 1,6 1,5 1,4 1,3 1,2 1,1 1,0 0,9 0,8 0,7 0,6 2,2697 2,2309 0,5 0,4 0,3 0,2 0,5326 0,5249 0,4699 0,4702 0,4472 0,4504 0,4616 0,4578 0,1 0,0 EC EC E Dólar - $ $/kg T - 02/06 a 06/06/2014 $/kg T - 09 a 13/06/ Preço líquido do açúcar ao produtor 02 a 06/06/ a 13/06/2014 VÇÃ PDT $/t $/saco $/t $/saco $/t $/saco % 939,41 46,97 925,82 46,29-13,60-0,68-1,45 preço do açúcar no mercado SPT apresenta na safra uma queda 1,34% ($ 0,63/t ou $ 12,59/saco). 3. Projeção de preços semanal s preços da safra 2014/2015 apresentada a seguir, foi elaborada com base nos preços do açúcar e do etanol praticados no mercado interno, divulgados pelo CEPE/ESQ e da cotação de preços médios de açúcar branco e VP, projetados com base na olsa de ova York. de 1

2 $ P SC DE ÇÚC SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: ês PEÇÃ SE 1ª 2ª 3ª 4ª Fechamento bril/14 0,4775 0,4775 0,4775 0,4775 0,4802 0,4802 aio 0,4697 0,4745 0,4619 0,4700 0,4572 0,4674 0,4551 0,4662 0,4608 0,4697 unho 0,4598 0,4669 0,4582 0, ercado Futuro o mercado futuro, os preços do açúcar na olsa de ova York, o Etanol idratado posto Paulínia (SP) e a cotação do Dólar, fecharam em queda na semana de 09 a 13/06/2014, em relação à semana anterior (02 a 06/06/2014). 5. Figura 2 - Comportamento dos preços do açúcar de mercado interno () e externo (E e VP), nos meses de abril e maio e os projetados para o mês de junho de SF 2014/ TPS DE ÇÚC Variação dos preços líquidos do etanol anidro carburante (EC), do etanol hidratado carburante (EC) e industrial (E), devidos ao produtor, praticados no mês de unho de Safra 2014/2015. VÇÃ % EC EC E Safra -3,5% 0,1% 0,1% ês 0,1% 0,7% -0,8% 2

3 $/m3 de anidro $/m3 de hidratado SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: 7. Figura 3 - Comparação entre os preços do çúcar de ercado nterno (), expresso em preço do etanol anidro e do hidratado de todos os tipos, nos meses de abril e maio e os projetados para o mês de junho de 2014 da SF 2014/ EC E EE 1000 EC E EE çúcar x Etanol nidro çúcar x Etanol idratado TVDDES D SE Dias 11 e 13 Presidente participou da eunião da WCG, que foi realizada em russels, élgica, onde fez uma apresentação sobre rasil rumo a um novo processo de reestruturação. Participou também aria Christina C. G. Pacheco, conselheira da P e Presidenta da ssociação de Fornecedores de Cana de Capivari. Dia 13 - ssessoria Técnica participou da reunião do Conselho Deliberativo da P, que será realizada na Sede da P, em Piracicaba/SP, para tratar dos seguintes assuntos: 1. provação da T da eunião de 16/05/2014; 2. ndicação para a CTEC; 3. ndicação para a Câmara Setorial; 4. Problemas com recolhimento de taxas em algumas regiões Procedimento para resolvê-los; 5. tividades da Diretoria; 6. Safra 2014/ Produção de cana, açúcar e etanol; Qualidade da atéria Prima: tualização das informações; Projeção de preço do kg de T para unho; Custos de Produção aio de 2014; 6. utros assuntos GED D PÓX SE Dias 16 ssessoria Técnica deverá participar de reunião do CSEC que será realizada na Sede da C, em São Paulo/SP. TÍC D SE Dois cenários - rnaldo uiz Corrêa mercado de açúcar em Y fechou a semana em baixa de 46 pontos no vencimento julho/2014 refletindo a falta de demanda crônica que invalida - pelo menos temporariamente - a ideia de que os preços internacionais vão se recuperar e considerar a menor moagem no Centro-Sul. vencimento julho/2014 encerrou sexta-feira, negociado a centavos de dólar por libra-peso. Todos os demais meses de vencimento fecharam no vermelho mostrando quedas entre 2 e 10 dólares por tonelada. 3

4 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: que impressiona são os spreads negociados em Y. Em especial o julho/outubro e o outubro/março que apresentam um desconto anualizado de 20,13% e 14,79%, respectivamente. Das vezes que vimos tamanho desconto, o mercado acabou reagindo dramaticamente estreitando a diferença para níveis compatíveis com o custo financeiro médio do mercado e as despesas de armazenagem. 80 pontos de desconto entre os vencimentos julho e outubro é convidativo para os consumidores finais anteciparem suas compras. final, o açúcar para entrega em outubro está 18 dólares por tonelada mais caro que o açúcar para entrega em julho. ssumindo que o consumidor tem como antecipar o recebimento, condições de armazenagem e principalmente fluxo de caixa, ele contaria com 18 dólares por tonelada para pagar armazenagem e custo financeiro de 3 meses!!! Se ele não antecipa é porque a demanda do seu lado também está desanimadora. Para as tradings, desde que possível realocar compras e casar recebimentos e entregas na bolsa nos livros, o jogo pode ser lucrativo. mercado de açúcar convive com dois cenários contraditórios. m, a imutável agonia atual das negociações de açúcar para a exportação, cujos volumes minguam e ocorrem a passos de tartaruga sob os olhares de indiferença dos compradores e, o outro, a vida cor-de-rosa de melhores preços para o segundo semestre, pelos motivos já discutidos aqui nas últimas semanas. Quando o mercado carece de ventos altistas, qualquer resfriadinho vira pneumonia. C divulga um número de moagem de 39 milhões de toneladas, 4 milhões acima do mesmo período do ano passado, com pouca alteração no quadro geral, mas os baixistas potencializam as notícias e o que se viu foi o vencimento julho/2014 visitar as baixas das últimas seis semanas. etanol lá fora também ajudou. contrato de etanol de Chicago derreteu seguindo o milho que apenas nos últimos 30 dias se desvalorizou em 12%. real também contribuiu para pressionar Y. valor de Y em reais por tonelada equivalente F Santos caiu para $ 871,35. uito baixo se olharmos as perspectivas nos próximos meses (moagem, El iño, etc) e principalmente vendo que a média do ano é de $ 885,39 e a média das fixações das usinas é $ 925,59 por tonelada F. gência acional do Petróleo divulgou o consumo mensal de combustíveis no mês de abril de Foi o segundo maior volume de consumo da história, só perdendo para o mês de dezembro/2013. Em abril, foram consumidos 4,726 bilhões de litros, dos quais, 1,902 bilhão de litros de etanol e 2,824 bilhões de litros de gasolina (sem mistura). acumulado de doze meses recorde alcançou 53,897 bilhões de litros, um crescimento anual de 8,40%. Esse crescimento deu-se praticamente no etanol, ou seja, dos 4,177 bilhões de litros adicionais do produto consumidos nesse período de doze meses. oje, o etanol representa 40,8% do combustível consumido no país (Ciclo tto). á um ano, esse percentual era de 35,7%. ma curiosidade sobre o mercado futuro de açúcar em Y: em 2010, o número de pregões cuja oscilação diária ultrapassara 2% (para cima ou para baixo) foi de 135. Sem dúvida, um ano de grandes oscilações. Em 2011, esse número caiu para apenas 96 pregões. Em 2012, menos oscilações ainda: 51. o ano passado, o mercado teve apenas 17 pregões com oscilações maiores que 2%, ou seja, até assistir partida de dominó pela TV era mais estimulante. Esse ano, até aqui, já temos 22 pregões. modelo desenvolvido pela rcher Consulting apurou que até dia 31 de maio, 16,2 milhões de toneladas de açúcar da safra 2014/2015 estavam fixadas pelas usinas (cerca de 60% do volume estimado de exportação por parte do rasil). valor médio das fixações é de 17,52 centavos de dólar por libra-peso, sem o prêmio de polarização. modelo informa também que o valor médio de fixação em reais por libra-peso, sem prêmio de polarização, é de 40,35. valor médio da taxa de 4

5 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: câmbio conseguida pelas usinas no período é de 2,3036. Esse percentual é inferior ao dos últimos dois anos quando vimos 70% fixados em 2012/2013 e 67% em 2013/2014. Duas coisas podem estar motivando esse atraso : menor janela para fixação em função de restrições creditícias, ou seja, as tradings só deixam fixar mais próximo do embarque para não correrem risco de eventual inadimplência, e com maior magnitude o fato de as usinas estarem esperando o mercado contabilizar a percepção que se tem de menor moagem de cana e menor disponibilidade de açúcar. conferir. rcher está promovendo o Curso vançado de pções grícolas, atendendo a pedidos de vários segmentos do agronegócio. Serão dois dias de curso focados exclusivamente em opções sobre commodities agrícolas. curso ocorre dias 29 e 30 de julho em São Paulo (rnaldo uiz Corrêa é diretor da rcher Consulting - ssessoria em ercados de Futuros, pções e Derivativos tda.) Etanol hidratado sobe 1,1% e anidro cai 1,09% na semana em SP preço do litro etanol hidratado comercializado pelas usinas paulistas subiu de $ 1,1939 para $ 1,2071, em média, alta de 1,1% nesta semana, de acordo com o indicador do Centro de Estudos vançados em Economia plicada (Cepea/Esalq) divulgado nesta sexta-feira, 06. á o preço do anidro recuou 1,09% no período, de $ 1,3383 para $ 1,3237 o litro, em média. s preços não incluem impostos (gência Estado, 6/6/14) Saindo da curva em "" - anoel rtolan Sob qualquer ótica, os fundamentos do futuro do setor são positivos. E esta não é uma visão ufanista. o contrário, é realista e bastante crítica. o momento, tudo nos indica estarmos saindo da curva em "" no qual a crise nos colocou. Se é verdade que a partir de 2007, quando se esgotaram os pedidos de usinas "greenfield" junto à indústria de base e o crédito até então farto, sumiu do mercado e levou a cadeia produtiva sucroenergética a viver um dos piores ciclos da sua história, também é verdade que a demanda para os subprodutos da cana cresceram de forma consistente e significativa. Vale lembrar que entre 2005 e 2010, o Centro-Sul recebeu S$ 50 bilhões de investimentos na construção de 100 usinas e a capacidade de moagem dobrou para 600 milhões de toneladas/ano. Projeções indicam que até 2020, teremos que construir número semelhante de usinas e dobrar a moagem para 1,2 bilhão de toneladas/ano. s incentivos de crédito oferecidos para a compra de veículos ampliaram significativamente o mercado para combustíveis. Projeções de consumo até 2020 indicam aumento de 20 bilhões de litros de gasolina pura, que terão que ser importados. que é melhor para o rasil: transformar recursos acumulados principalmente com a exportação do agronegócio em combustível para movimentar a frota de automóveis ou estimular a produção de biocombustível através da construção de novas usinas reativando os negócios da indústria de base, criando 600 mil novos empregos e gerando renda para os brasileiros? sto nos remete a conclusão, lógica de que, ou a Petrobras continuará importando gasolina, com todas as implicações provocadas pelo acúmulo de prejuízos a partir dos subsídios, ou o combustível para movimentar esta frota, que não para de crescer, deverá ser produzido pelas nossas usinas. Diferentemente o que ocorreu em outras crises, formadores de opinião e representantes da academia têm defendido publicamente a correção na política de preços imposta à Petrobras com o objetivo de segurar os níveis de inflação. sto 5

6 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: denota que conseguimos conquistar importantes defensores do nosso biocombustível junto ao governo e na mídia. utra pressão, muito forte, vem sendo exercida a partir do aumento de poluição nos centros urbanos o que provoca sérios problemas de saúde pública. este contexto, opiniões como de Paulo Saldiva, médico especialista em poluição atmosférica e professor da Faculdade de edicina da niversidade de São Paulo são conclusivas: "proximadamente 12% das internações respiratórias em São Paulo são atribuíveis à poluição do ar. m em cada dez infartos do miocárdio são o produto da associação entre tráfego e poluição. s níveis atuais de poluição do ar respondem por 4 mil mortes prematuras ao ano na cidade de São Paulo. Trata-se, portanto, de um tema de saúde pública". Se os fundamentos são positivos, também é verdade que temos problemas pela frente que devem ser enfrentados e superados. primeiro deles, é buscar maior eficiência e produtividade. o mesmo tempo em que usinas estão deixando de moer, há importantes investimentos sendo feitos em logística com a construção de etanoldutos, modais de transporte e melhoria nos portos. ossos centros de pesquisa e desenvolvimento buscam a viabilização, em um curto espaço de tempo a para a produção em escala comercial do E2G e da química verde. transgenia e as novas variedades de cana têm sido priorizados e apontam para importantes ganhos de produtividade. Também precisamos reconhecer que o setor precisa se organizar melhor e atuar como cadeia produtiva, conceito que viabilizou culturas como as da soja e do milho ainda na década de 50 nos Estados nidos. ovimentos como o da formação da "Frente Parlamentar Em Defesa do Setor Sucroenergético", mostram o compromisso que estamos assumindo levando às câmaras municipais, assembleias legislativas e Congresso acional nossas demandas. Estamos construindo mecanismos de pressão, todos absolutamente legítimos e democráticos, para sensibilizar governos e a opinião pública. ociosidade da indústria de base, que já ultrapassa os 50%, a brutal queda na arrecadação dos municípios canavieiros, não podem ficar limitados aos fóruns setoriais de discussão. É preciso que os problemas que já têm merecido destaque na mídia nacional, sejam discutidos com a sociedade e, neste contexto, a inserção desta crise na agenda dos prefeitos, governadores e parlamentares é vital para sensibilizar os governantes (anoel rtolan é engenheiro agrônomo formado pela Esalq/SP e presidente da rplana rganização dos Plantadores de Cana da egião Centro Sul e da Canaoeste rganização dos Plantadores de Cana da egião este do Estado de São Paulo; ornal Paraná, maio/2014) á mais de 20 usinas de cana que ainda não iniciaram a moagem diretor técnico da nião da ndústria de Cana-de-açúcar (nica), ntonio de Pádua odrigues, afirmou que até 1º de junho mais de 20 usinas do Centro-Sul ainda não tinham entrado em operação na região nesta safra 2014/15. a mesma época do ano passado, 17 usinas não tinham iniciado a safra, segundo odrigues. té a primeira quinzena de maio, o número de unidades operando era de 249, contra 268 até a mesma data da safra passada. esta semana, a entidade deve divulgar novo balanço parcial da safra 2014/15. esta temporada, cerca de dez usinas não vão moer cana. Esse número pode até crescer, disse odrigues. executivo da nica afirmou ainda que nesta semana as chuvas interromperam a moagem na região, mas com ocorrências localizadas no Paraná, nas regiões paulistas de ssis e Presidente Prudente, além de ato Grosso do Sul. 6

7 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: diretor da Somar eteorologia, Paulo Etchichury, afirmou que o mês de junho deve ser seco para as regiões canavieiras do Centro-Sul (Valor, 10/6/14) çúcar: produção da safra 2014/15 está 60% fixada, estima rcher fixação antecipada de preços do açúcar para a safra 2014/15, iniciada em abril, estava em cerca de 60% até o dia 31 de maio, de acordo com estimativa da rcher Consulting. porcentual equivale a 16,2 milhões de toneladas do total estimado de exportação. inda segundo a consultoria, o preço médio fixado foi de 17,52 centavos de dólar por libra-peso F Santos, sem prêmio de polarização, igual a $ 40,35 por libra-peso. o mesmo período das safras 2012/13 e 2013/14, o porcentual de fixação atingia 70% e 67%, respectivamente. Duas coisas podem estar motivando esse atraso : menor janela para fixação em função de restrições creditícias, ou seja, as tradings só deixam fixar mais próximo do embarque para não correrem risco de eventual inadimplência, e - com maior magnitude - o fato de as usinas estarem esperando o mercado contabilizar a percepção que se tem de menor moagem de cana e menor disponibilidade de açúcar, disse o diretor da rcher, rnaldo uiz Corrêa, em comunicado (gência Estado, 9/6/14) Etanol cai em 16 Estados e no DF e sobe em 9, diz P bomba Etanol s preços do etanol hidratado nos postos brasileiros caíram em 16 Estados e no Distrito Federal, subiram em outros nove e ficaram estáveis em Pernambuco na semana encerrada no sábado, 7. a semana anterior, o hidratado havia caído em 17 Estados e no Distrito Federal, subido em quatro e permanecido estável em cinco. s dados são da gência acional de Petróleo, Gás atural e iocombustíveis (P) e mostram que no período de um mês os preços do etanol subiram em 14 Estados e no Distrito Federal, caíram em 10 e também permaneceram estáveis em Pernambuco. ão há dados sobre o cre, pois o período engloba uma semana em que não foi possível apurar os preços no Estado por causa das fortes chuvas. Em São Paulo, principal Estado consumidor, a cotação caiu 0,83% na última semana, para $ 1,920 o litro. o período de um mês, acumula queda de 4,90%, a maior entre todos os Estados. a semana, o maior recuo das cotações foi registrado no ato Grosso do Sul (-1,62%), enquanto a maior alta ocorreu no io Grande do orte (0,87%). o mês, a maior alta foi observada no mapá (2,14%). o rasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de $ 1,599 o litro, no Estado de São Paulo, e o máximo foi de $ 3,17/litro, no mazonas. a média, o menor preço foi de $ 1,920 o litro, em São Paulo. maior preço médio foi verificado no cre, de $ 2,947 o litro. Competitividade a última semana o etanol voltou a ser competitivo no Estado de Goiás, além de São Paulo e do Paraná, onde já era vantajoso. os outros Estados e no Distrito Federal a gasolina continua mais competitiva. Segundo o levantamento, o etanol equivale a 69,89% do preço da gasolina em Goiás. o Paraná, a relação está em 69,53% e em São Paulo, em 66,64%. gasolina está mais vantajosa principalmente no mapá, onde o etanol custa o equivalente a 97,18% do preço da gasolina - a relação é favorável ao biocombustível quando está abaixo de 70%. preço médio da gasolina em São Paulo está em $ 2,881 o litro. a média da P, o preço do etanol no Estado ficou em $ 1,920 o litro (gência Estado, 9/6/14) 7

8 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: ldo Sauer acusa Delcídio de gerar prejuízos de S$ 2,5 bilhões Combustíveis ldo Sauer ex-diretor de Gás e Energia da Petrobras, professor ldo Sauer, responsabilizou o pré-candidato a governador de ato Grosso do Sul, senador Delcídio do maral (PT), por prejuízos bilionários à estatal. Sauer sucedeu Delcídio para consertar os erros e prejuízos realizados durante a gestão do petista. informação é do jornal Correio do Estado. Conforme a publicação, em visita a Campo Grande, Sauer relatou diversas irregularidades herdadas das mãos de Delcídio na estatal. ma delas, segundo Sauer, foi o rombo de quase $ 2,5 bilhões de dólares que a Petrobras teria tido com três contratos firmados pelo antecessor. reportagem de Tavane Ferraresi afirma que esse enorme desfalque só não ocorreu porque os erros contratuais realizados durante gerência do senador foram identificados e corrigidos a tempo. s três mais danosos contratos foram com a El Paso, Enro e a PX do senhor Eike atista. eles, a Petrobras dava garantia de rentabilidade e receita de maneira que em 60 meses, mesmo com todo investimento, as usinas continuariam sendo deles, disse. u seja, nos acordos feitos pelo antigo diretor, mesmo com o pagamento exorbitante de quase $ 2,5 bilhões de dólares, as empresas beneficiadas continuariam sendo de seus proprietários (Correio do Estado, 9/6/14) a Copa das vaias Dilma já é campeã onaldo Knack "ão é a política que faz o candidato virar ladrão. É o seu voto que faz o ladrão virar político" - nônimo "osso quadro de funcionários foi reduzido de 16 mil para 15 mil. indústria automotiva dá férias coletivas para 2 mil pessoas e o governo se mobiliza imediatamente. ão dá para entender isso uiz de endonça, presidente da debrecht groindustrial. mundo inteiro assistiu e ouviu, na abertura da Copa, a presidente do rasil Dilma ousseff, ser vaiada várias vezes. mídia nacional e internacional também abriu generoso espaço dividido entre o talento dos pupilos de Felipão em campo com os protestos violentos que, como já era esperado, se espalharam país afora. soberba e a arrogância da nossa presidente e os sucessivos e vergonhosos escândalos envolvendo cardeais dos partidos da sua base partidária, parecem aumentar na mesma proporção em que as pesquisas apontam sua queda na corrida presidencial. Em abril Dilma foi recebida com hostilidade e vaiada em evento pecuário em beraba. Dias antes, na última hora, se acovardou e não foi à grishow em ibeirão Preto. Teve o mesmo comportamento em evento promovido pelos usineiros na Capital Paulista e mostrou que não está nem aí para os seus críticos, certa de que sua reeleição também já se constitui em favas contadas. o mesmo tempo em que aumenta a repugnância dos brasileiros em relação ao governo que aí está e à roubalheira institucionalizada pelo partido que chegou ao poder com um discurso completamente oposto ao que se vê, a semana foi marcada pelo início das negociações no Palácio do Planalto em relação ao aumento da mistura do etanol anidro à gasolina. medida não resolve a crise que o governo impôs à cadeia produtiva sucroenergética e que, de quebra, atingiu predatoriamente a Petrobras e a Eletrobras. as, com efeito, pode ajudar a amenizar os fortes e pesados prejuízos que se somam pelos produtores e que já provocou a extinção de mais de 100 mil postos de trabalho nos 14 Estados produtores de cana-de-açúcar do país. Sugerimos a leitura atenta da matéria publicada na edição de hoje do e transcrita do Valor Econômico que revela a opinião do 8

9 SEDE/ESCTÓ TÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP Piracicaba/SP - Fone (019) STE: presidente da debrecht groindustrial, uiz de endonça, em relação a crise do setor sucroenergético. o final do texto, ele afirma não compreender como é que a indústria automobilística consegue sensibilizar o governo federal quando ameaça demitir 2 mil funcionários enquanto que o setor sucroenergético sangra com a demissão de dezenas de milhares de trabalhadores. resposta, simples é verdade, poderá ser obtida pelo sr. uiz de endonça junto aos dirigentes da nião da ndústria da Cana-de-çúcar (Única) que, desde o início da crise em 2007 e agravada em 2008 com os efeitos da crise financeira internacional, têm se negado a dialogar com os representantes dos trabalhadores. Todas, repetimos com ênfase, todas as manifestações como passeatas e protestos feitas pelos metalúrgicos tem sido combinadas com os empresários ligados à nfavea. á na cadeia produtiva sucroenergética, os empresários procuram, a seu modo exclusivo, tentar impor as mudanças ao governo federal e não conseguem aglutinar nestas ações os outros elos da cadeia produtiva. Se a crise já levou anéis e em muitos casos amputou dedos e braços dos empresários, ainda está em tempo de reverem suas estratégias de negociação. E, para piorar, se não o fizerem isto rapidamente, correm o sério risco de verem extinta a atividade produtiva que representa o maior e mais bem sucedido programa de produção de energia limpa e renovável do planeta (onaldo Knack é ornalista e graduado em dministração de Empresas e Direito. É também fundador e presidente do rasilgro; 9

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO

AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 07/setembro/2015 n. 591 AÇÚCAR EM NOVA YORK ASSUME VANTAGEM SOBRE PREÇOS DO HIDRATADO EM RIBEIRÃO PRETO A finalização da primeira semana de setembro

Leia mais

ÁREA DE MILHO CRESCEU 4,9% NA SAFRA 2012/2013, A MAIOR DESDE 1937, INDICANDO QUE O PAÍS COLHERIA UMA SAFRA RECORDE ESTE ANO

ÁREA DE MILHO CRESCEU 4,9% NA SAFRA 2012/2013, A MAIOR DESDE 1937, INDICANDO QUE O PAÍS COLHERIA UMA SAFRA RECORDE ESTE ANO GRÃOS: SOJA, MILHO, TRIGO e ARROZ TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 NO BRASIL E NO MUNDO Carlos Cogo Setembro/2012 PRODUÇÃO MUNDIAL DEVE RECUAR 4,1% NA SAFRA 2012/2013 ESTOQUES FINAIS MUNDIAIS DEVEM

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2014 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

Edição 44 (Abril/2014)

Edição 44 (Abril/2014) Edição 44 (Abril/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação tem maior alta desde janeiro de 2013 O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial,

Leia mais

Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético

Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético 23 de julho de 2015 Situação atual e perspectivas para o setor sucroenergético Antonio de Padua Rodrigues Diretor técnico ROTEIRO I. Perspectivas para a safra 2015/2016 II. Mercados de açúcar e de etanol

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 39 01 de Outubro de 2012

ORPLANA INFORMA N 39 01 de Outubro de 2012 D/CÓ ÉCNC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-232 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: PN@PN.com.br : www.pn.com.br PN NF N 39 01 de utubro de 2012 PÇ D ÇÚC, D N ND DD CN DD ND N QD PÇÃ: emana de 24

Leia mais

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10%

GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 0613/julho/2015 n. 583 GANHOS DO ETANOL HIDRATADO SUPERAM AÇÚCAR BRUTO EM NOVA YORK EM QUASE 10% O encerramento de junho foi marcado por mais um período

Leia mais

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO

VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 13/agosto/2015 n. 458 VENDAS DE ETANOL HIDRATADO CRESCEM 56% NO BRASIL EM JUNHO Os dados mais atualizados disponibilizados pela ANP sobre a venda de combustíveis

Leia mais

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO

RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 07/maio/2015 n. 444 RENTABILIDADE DO ETANOL HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR CAI NA PRIMEIRA SEMANA DE MAIO A finalização da primeira semana de maio mostrou uma

Leia mais

Fonte: MAPA e RFA/USA. Elaboração: INTL FCStone

Fonte: MAPA e RFA/USA. Elaboração: INTL FCStone Commodity Insight Agosto de 2013 Analistas Thadeu Silva Diretor de Inteligência de Mercado Thadeu.silva@intlfcstone.com Pedro Verges Analista de Mercado Pedro.verges@intlfcstone.com Natália Orlovicin Analista

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2014/2015 São Paulo, 23 de abril de 2014 ROTEIRO I. Safra 2013/2014 na região Centro-Sul: dados finais Condições climáticas e agronômicas Moagem e produção Mercados

Leia mais

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO

DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 17/agosto/2015 n. 588 DADOS DA CONAB TRAZEM AJUSTES E INDICAM MUDANÇA NA TENDÊNCIA DO MERCADO A quinta-feira foi iniciada com a atualização de um importante

Leia mais

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo.

Açúcar: Informativo Quinzenal. Oferta se acentua e preços cedem. Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada CEPEA/ESALQ/USP 25 de maio de 2011 Volume 1, Edição 22 Açúcar: Informativo Quinzenal Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq Estado de São Paulo DATA Valor

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA O mês de março de 2015 foi marcado pelo anúncio dos principais resultados da economia de 2014 e deste início de 2015. Dentre eles destacaramse o PIB, taxa de desemprego nas principais

Leia mais

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK

AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 31/agosto/2015 n. 590 AGOSTO DEVE SER MARCADO POR QUEDA ANUAL DE 33% EM NOVA YORK A finalização do mês de agosto traz consigo mais um registro de forte

Leia mais

N 047-16 de Novembro de 2009

N 047-16 de Novembro de 2009 D/CÓ ÉCC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-125 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: orplana@orplana.com.br : www.orplana.com.br 047-16 de ovembro de 2009 PÇ D ÇÚC D D C PÇ D DD PÇÃ: emana de 09 a

Leia mais

$ $ À espera da competitividade

$ $ À espera da competitividade etanol À espera da competitividade foi mais um ano de sufoco para o setor sucroalcooleiro, que ainda sente os reflexos da crise de 2008, que deixou as usinas sem crédito, justamente quando haviam assumido

Leia mais

VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO

VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados VANTAGEM DO HIDRATADO SOBRE O AÇÚCAR DE NOVA YORK TENDE A CAIR ATÉ O FINAL DO ANO Diante da acentuada depreciação das cotações do açúcar em Nova York, que no

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 17 19 de MAIO de 2014

ORPLANA INFORMA N 17 19 de MAIO de 2014 SEDE/ESCTÓ TÉCNC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP 13405-232 Piracicaba/SP - Fone (019) 3423-3690 E-mail: PN@PN.com.br STE: www.pn.com.br PN NF N 17 19 de de 2014 QUED NS PEÇS D ÇÚC E D ETN ND CUNTE E HDTD

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO

EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 16/março/2015 n. 566 EXPORTAÇÕES DE AÇÚCAR CAEM 42% EM FEVEREIRO Os dados mais recentes de exportação de açúcar disponibilizados pela Secretaria de

Leia mais

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*)

Quadro II - PREÇO DO AÇÚCAR CRISTAL COLOCADO NO PORTO DE SANTOS - SP NA CONDIÇÃO SOBRE RODAS - (Em R$/Saca de 50kg*) CANA-DE-AÇÚCAR Período: Janeiro/2016 Quadro I - PREÇO NA USINA EM SÃO PAULO (Em R$/unidade*) Produtos Unidade 24 12 1 Mês Mês Atual Açúcar Cristal Cor ICUMSA 130 a 180 Saco/50 kg 50,20 51,05 80,57 83,75

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: JULHO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a

Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a Edição 24 (Novembro/2013) Cenário Econômico A ECONOMIA BRASILEIRA EM 2013: UM PÉSSIMO ANO Estamos encerrando o ano de 2013 e, como se prenunciava, a economia nacional registra um de seus piores momentos

Leia mais

Preços médios da tonelada de cana para pagamento - Safra 2010/2011 - A

Preços médios da tonelada de cana para pagamento - Safra 2010/2011 - A Edição nº 20 maio de 2011 EDIÇÃO ESPECIAL DE FECHAMENTO SAFRA O Informe Especial da Canaoeste tem como objetivo, transmitir aos associados todas as informações relevantes da safra 2010/2011, encerrada

Leia mais

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País o que é O QUE É. Lançado em Brasília em dezembro de 2011, o Movimento Mais Etanol visa detalhar e disseminar políticas públicas e privadas indispensáveis para: w O restabelecimento da competitividade do

Leia mais

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES

ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XVII 08/junho/2015 n. 578 ÍNDIA ATUALIZA SUAS PERSPECTIVAS DE PRODUÇÃO E FRUSTRA RECUPERAÇÃO EM NOVA YORK E LONDRES O segundo maior produtor mundial da

Leia mais

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS

CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 30/abril/2015 n. 443 CONSUMO DE ETANOL CRESCE APENAS 2% EM 2014 NOS ESTADOS UNIDOS A disponibilidade de dados feita pela Secretaria de Energia Ambiental

Leia mais

Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise

Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise Pedro Mizutani acredita que setor sucroenergético deve sentir uma recuperação mais acelerada da crise A crise econômica afeta o setor sucroenergético principalmente, dificultando e encarecendo o crédito

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: MARÇO/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação SET13 136,80 136,50 135,80-1,80 SET 113,50 115,70 113,25-1,45

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 19 02 de JUNHO de 2014

ORPLANA INFORMA N 19 02 de JUNHO de 2014 SEDE/ESCTÓ TÉCNC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP 13405-232 Piracicaba/SP - Fone (019) 3423-3690 E-mail: PN@PN.com.br STE: www.pn.com.br PN NF N 19 02 de JUNH de 2014 S PEÇS D ÇÚC E D ETN HDTD CUNTE FECH SEN

Leia mais

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado

AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência: ABRIL/2011 CEPEA - SOJA I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Diferenciais de preços 2. Estimativa do valor das alternativas

Leia mais

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA

3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA BOLSA DE CHICAGO 3,8 milhões de hectares de lavouras ruins nos EUA Chuvas diminuíram nesta semana, mas ainda acumularam grandes volumes em pontos já muitos úmidos do Meio-Oeste 3 EUA Lavouras De Soja Ruins

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 05 06 de fevereiro de 2012

ORPLANA INFORMA N 05 06 de fevereiro de 2012 D/CÓ ÉCC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-125 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: P@P.com.br : www.p.com.br P F 05 06 de fevereiro de 2012 PÇ D ÇÚC, D D D DD C QD PÇ D D. PÇÃ: emana de 30/01 a 03/02/2012

Leia mais

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores

Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Projeções de custos e rentabilidade do setor sucroenergético na região Nordeste para a safra 2013/14: o desafio de sobrevivência dos fornecedores Essa publicação apresenta as projeções de custos de produção

Leia mais

Milho Período: 11 a 15/05/2015

Milho Período: 11 a 15/05/2015 Milho Período: 11 a 15/05/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0203 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014

Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2013/2014 São Paulo, 29 de abril de 2013 ROTEIRO I. Safra 2012/2013 na região Centro-Sul: dados finais Moagem e produção Mercados de etanol e de açúcar Preços e

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 50 23 de DEZEMBRO de 2013

ORPLANA INFORMA N 50 23 de DEZEMBRO de 2013 /CÓ ÉCC: v. ona aria lisa, 283 CP 13405-232 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: P@P.com.br : www.p.com.br P F 50 23 de de 2013 C PÇ ÇÚC C PÇÃ: emanas de 09 a 13/12/2013 e 16 a 20/12/2013 1. Preços

Leia mais

Cana de açúcar para indústria: o quanto vai precisar crescer

Cana de açúcar para indústria: o quanto vai precisar crescer Cana de açúcar para indústria: o quanto vai precisar crescer A demanda crescente nos mercados interno e externo por combustíveis renováveis, especialmente o álcool, atrai novos investimentos para a formação

Leia mais

Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar

Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 547 Ano XVI 20/outubro/2014 Desvalorização do petróleo compromete rentabilidade do hidratado e mina alta no açúcar A recente desvalorização observada nas

Leia mais

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA

03/10/2014. Roteiro da Apresentação FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE TÉCNICA E DE CICLOS OFERTA E DEMANDA OS MERCADOS DE SOJA, MILHO E TRIGO EM 2015 FERNANDO MURARO JR. Engenheiro agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas OCEPAR Curitiba (PR), 02/out/14 www.agrural.com.br A INFORMAÇÃO

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL

EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 14/maio/2015 n. 445 EXPORTAÇÕES DE ETANOL PARA OS ESTADOS UNIDOS CAEM 82% EM ABRIL Dando continuidade á análise dos dados de exportação de abril, disponibilizados

Leia mais

HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA

HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 395 Ano IX 08/maio/2014 HIDRATADO ACUMULA QUEDA DE 18,79% EM 30 DIAS. EXPECTATIVA DE QUEDA AINDA CONTINUA No mercado físico de etanol a segunda semana de

Leia mais

N 03-18 de Janeiro de 2010

N 03-18 de Janeiro de 2010 D/CÓ ÉCC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-125 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: orplana@orplana.com.br : www.orplana.com.br 1 03-18 de aneiro de 2010 PÇ D ÇÚC D D DD PÇÃ: emana de 11 a 15/01/2010

Leia mais

CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo

CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo CONSECANA - Conselho de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol do Estado de São Paulo CIRCULAR Nº 02/12 DATA: 17 de abril de 2012 Ref.: Nova metodologia de apuração dos indicadores de preço do açúcar

Leia mais

N 04-31 de Janeiro de 2011

N 04-31 de Janeiro de 2011 D/CÓ ÉCC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-125 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: orplana@orplana.com.br : www.orplana.com.br 1 04-31 de aneiro de 2011 PÇ D ÇÚC QD PÇ D L D DD PÇÃ: emana de 24 a

Leia mais

UMA SOLUÇÃO PARA O ETANOL BRASILEIRO

UMA SOLUÇÃO PARA O ETANOL BRASILEIRO UMA SOLUÇÃO PARA O ETANOL BRASILEIRO O Brasil tem o programa mais bem sucedido de substituição de combustível fóssil por combustível renovável no mundo. Esse resultado só foi possível pela resposta do

Leia mais

EXPORTAÇÕES DE ETANOL CAEM 45% EM JUNHO

EXPORTAÇÕES DE ETANOL CAEM 45% EM JUNHO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 16/julho/2015 n. 454 EXPORTAÇÕES DE ETANOL CAEM 45% EM JUNHO O mês de junho foi marcado por um forte retrocesso nas exportações de etanol que caíram de

Leia mais

FUTUROS DE AÇÚCAR E ÁLCOOL

FUTUROS DE AÇÚCAR E ÁLCOOL FUTUROS DE AÇÚCAR E ÁLCOOL Bolsa de Mercadorias & Futuros Apresentação Este folheto tem por objetivo apresentar aspectos técnicos e operacionais ligados aos mercados futuros de açúcar e álcool negociados

Leia mais

N 24-20 de junho de 2011

N 24-20 de junho de 2011 N 24-20 de junho de 2011 PREÇS D ÇÚCR D ETNL NDR CRBURNTE E HDRTD, CRBURNTE E NDUSTRL, SBEM PSÇÃ: Semana de 13 a 17/06/2011 1. Preços médios do açúcar e do etanol levantados pela ESLQ/CEPE SEMN VRÇÃ 13

Leia mais

Milho Período: 16 a 20/03/2015

Milho Período: 16 a 20/03/2015 Milho Período: 16 a 20/03/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,2434 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Edição 28 (Dezembro/2013)

Edição 28 (Dezembro/2013) Edição 28 (Dezembro/2013) Cenário Econômico: O fato de maior importância que ocorreu durante essa semana foi a noticia do FED, banco central dos EUA, que declarou a diminuição dos incentivos financeiros

Leia mais

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8%

Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 519 Ano XVI 05/maio/2014 Nova York segue dentro do atual canal lateral. Margem de ganho mensal supera 8% Nos mercados futuros internacionais, a última semana

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 06 13 de Fevereiro de 2013

ORPLANA INFORMA N 06 13 de Fevereiro de 2013 D/CÓ ÉCC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-232 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: P@P.com.br : www.p.com.br P F 06 13 de Fevereiro de 2013 PÇ D ÇÚC QD PÇ D D D DD C D DD D PÇÃ: emana de 04 a 08/02/2013

Leia mais

Contratos Derivativos. Futuro de Soja Brasil

Contratos Derivativos. Futuro de Soja Brasil Contratos Derivativos Futuro de Soja Brasil Futuro de Soja Brasil Proteja o seu preço e administre os riscos da produção O produto A produção de soja atende a uma cadeia de diversos produtos acabados derivados

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quarta-feira, 18 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 133,50 0,00 0,00-4,85 SET13 111,05 114,75 111,10-3,75

Leia mais

VENDAS DE HIDRATADO CRESCEM 10,5% EM 2014

VENDAS DE HIDRATADO CRESCEM 10,5% EM 2014 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 19/fevereiro/2015 n. 433 VENDAS DE HIDRATADO CRESCEM 10,5% EM 2014 Compilados os dados finais de 2014 pela ANP foi possível analisar claramente o crescimento

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA. A informação é nossa, a decisão é sua! GR. Boi Gordo Mercado Físico RS Período Gráfico DIÁRIO PANORAMA RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO SEMANA DE 10 A 14 DE AGOSTO de 2009 Semana de nova estabilidade no preço do Boi Gordo no mercado físico do Rio Grande do Sul, fechando a semana em R$ 5,28/kg

Leia mais

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM)

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Boletim n.º 05 1º trimestre de O AMBIENTE ECONÔMICO Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Atividade econômica A economia brasileira, medida pelo desempenho do Produto Interno

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais m³ ANÁLISE MENSAL DO MERCADO DE BIODIESEL: EDIÇÃO Nº 6 - JULHO DE 2013 A, documento elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ABIOVE, possui o intuito de levar ao mercado informações

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 20 20 de MAIO de 2013

ORPLANA INFORMA N 20 20 de MAIO de 2013 SEDE/ESCTÓ TÉCNC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP 13405-232 Piracicaba/SP - Fone (019) 3423-3690 E-mail: PN@PN.com.br STE: www.pn.com.br PN NF N 20 20 de de 2013 PEÇS D ÇÚC E D ETN ND E HDTD CUNTE E HDTD NDUST

Leia mais

REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR

REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR REUNIÃO TÉCNICA DE ECONOMIA O SETOR SUCROALCOOLEIRO UMA RADIOGRAFIA DO SETOR CELSO FUJIOKA Março de 2014 DIRETORIA DE ECONOMIA DA ANEFAC POTENCIAL DE CULTIVO O plantio da cana-deaçúcar ocupa menos de 1%

Leia mais

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS

APRESENTAÇÃO SUMÁRIO BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS Ministério de Minas e Energia Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Combustíveis Renováveis BOLETIM MENSAL DOS COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS EDIÇÃO N o 76 Maio/2014 SUMÁRIO

Leia mais

Assunto: falta de recursos do governo federal para agricultura do Paraná

Assunto: falta de recursos do governo federal para agricultura do Paraná Assunto: falta de recursos do governo federal para agricultura do Paraná A FAEP tem solicitado ao governo federal que libere os recursos anunciados de R$ 5,6 bilhões na Política de Garantia de Preços Mínimos

Leia mais

GUSTAVO ROBERTO CORRÊA DA COSTA SOBRINHO E JOSÉ MACIEL DOS SANTOS EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA GLOBAL SOBRE A AGRICULTURA BRASILEIRA.

GUSTAVO ROBERTO CORRÊA DA COSTA SOBRINHO E JOSÉ MACIEL DOS SANTOS EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA GLOBAL SOBRE A AGRICULTURA BRASILEIRA. EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA GLOBAL SOBRE A AGRICULTURA BRASILEIRA. GUSTAVO ROBERTO CORRÊA DA COSTA SOBRINHO E JOSÉ MACIEL DOS SANTOS Consultores Legislativos da Área X Agricultura e Política Rural MARÇO/2009

Leia mais

GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015

GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015 Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 406 Ano IX 24/julho/2014 GOVERNO INDICA QUE EVENTUAL ELEVAÇÃO DA MISTURA PODE SAIR SOMENTE APÓS 2015 Nos últimos dias começaram a ocorrer no mercado boatos

Leia mais

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis

Biocombustíveis. Também chamados de agrocombustíveis Biocombustíveis Também chamados de agrocombustíveis Biomassa É o combustível obtido a partir da biomassa: material orgânico vegetal ou animal Uso tradicional: lenha, excrementos Etanol: álcool combustível.

Leia mais

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO

ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 390 Ano IX 03/abril/2014 ABRIL INICIA COM QUEDA SUPERIOR A 9% PARA O HIDRATADO No mercado físico de etanol, a primeira semana de abril foi marcada pelo abrandamento

Leia mais

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região.

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região. O presente boletim analisa algumas variáveis chaves na atual conjuntura da economia sertanezina, apontando algumas tendências possíveis. Como destacado no boletim anterior, a indústria é o carro chefe

Leia mais

MERCADO DO ETANOL BRASILEIRO: COMPOSIÇÃO DE PREÇOS E PERSPECTIVAS

MERCADO DO ETANOL BRASILEIRO: COMPOSIÇÃO DE PREÇOS E PERSPECTIVAS MERCADO DO ETANOL BRASILEIRO: COMPOSIÇÃO DE PREÇOS E PERSPECTIVAS Sara Lucia da Silva Ribas (UFOP) saraluribas@yahoo.com.br Bruna de Fatima Pedrosa Guedes Flausinio (UFOP) brunafpguedes@gmail.com Este

Leia mais

HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP

HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano X 15/janeiro/2015 n. 428 HIDRATADO CONTINUA PERDENDO COMPETITIVIDADE FRENTE A GASOLINA EM SP Os dados mais recentes referentes aos preços dos combustíveis

Leia mais

O que esperar do mercado de leite no Brasil e no mundo

O que esperar do mercado de leite no Brasil e no mundo O que esperar Desenvolver do do mercado de de leite no no e fortalecer Brasil e o e no agronegócio no mundo O que esperar do mercado de leite no Rafael Ribeiro de Lima Filho zootecnista Scot Consultoria

Leia mais

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO

O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O MERCADO DE CAFÉ 1. INTRODUÇÃO O presente boletim tem o objetivo de apresentar a situação atual do mercado, por meio dos dados disponibilizados pelo USDA, CONAB e MAPA. Apresenta-se, posteriormente, a

Leia mais

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 1 Senhores Associados: RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 Temos a satisfação de apresentar o Relatório da Gestão e as Demonstrações Contábeis da CREDICOAMO Crédito Rural Cooperativa, relativas às atividades desenvolvidas

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 29 11 de AGOSTO de 2014

ORPLANA INFORMA N 29 11 de AGOSTO de 2014 EDE/ECÓ ÉCC: v. Dona aria Elisa, 283 CEP 13405-232 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 E-mail: P@P.com.br E: www.p.com.br P F 29 11 de de 2014 PEÇ D ÇÚC E QED E PEÇ D E D E DD CE E D E DD D E PÇÃ: emana

Leia mais

Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional. Detalhamento Metodológico

Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional. Detalhamento Metodológico Indicadores de Preços de Açúcar para o Mercado Internacional Detalhamento Metodológico Submetido em Abril de 2012 Aplica-se aos Indicadores de Preços do Açúcar para o Sistema Consecana do Estado de SP

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas segunda-feira, 23 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 134,55 0,00 0,00 0,00 DEZ13 117,75 121,95 121,50-1,25

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com História do Milho - Os primeiros registros do cultivo datam de 7.300 anos - Origem Americana: litoral do México - Nome, de origem indígena, significa "sustento

Leia mais

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS

MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Nº 398 Ano IX 29/maio/2014 MAIO É FINALIZADO COM PREÇOS ESTÁVEIS, AINDA EVITANDO QUEDAS SAZONAIS No mercado físico de etanol a última semana de maio foi encerrada

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013 As exportações em março apresentaram aumento de +27,85% em relação a fevereiro. O valor exportado superou novamente a marca de US$ 1 bilhão, atingindo

Leia mais

Milho Período: 22 a 26/06/2015

Milho Período: 22 a 26/06/2015 Milho Período: 22 a 26/06/2015 Câmbio: Média da semana: U$ 1,00 = R$ 3,0885 Nota: A paridade de exportação refere-se ao valor/sc desestivado sobre rodas, o que é abaixo do valor FOB Paranaguá. *Os preços

Leia mais

Segunda-feira 01 de Dezembro de 2014. DESTAQUES

Segunda-feira 01 de Dezembro de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa tem queda, mas encerra mês em alta Mercado vê inflação maior e PIB baixo em 2015 Casino vai acelerar expansão do Pão de Açúcar Minério de ferro cai 48% e tem pior cenário Brokers fecha

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Reunião Pública 2013 Safra 13/14

Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Grupo São Martinho 300.000 ha Área agrícola de colheita 4 usinas São Martinho, Iracema, Santa Cruz e Boa Vista 21 milhões de tons Capacidade de processamento de cana de

Leia mais

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30

Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 1 Entrevistado: Almir Barbassa Entrevistador: - Data:11/08/2009 Tempo do Áudio: 23 30 Entrevistador- Como o senhor vê a economia mundial e qual o posicionamento do Brasil, após quase um ano da quebra do

Leia mais

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2014 MERCADO INDUSTRIAL

Açúcar Relatório de Mercado Março de 2014 MERCADO INDUSTRIAL Açúcar MERCADO INDUSTRIAL PRODUÇÃO CANA, AÇÚCAR E ETANOL As unidades produtoras do Centro-Sul processaram 149.271 toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de fevereiro, volume 3,8% menor ante as

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

20 de agosto de 2013. Xisto muda geopolítica da energia

20 de agosto de 2013. Xisto muda geopolítica da energia 20 de agosto de 2013 Xisto muda geopolítica da energia A "revolução do xisto" em curso nos Estados Unidos, que já despertou investimento de US$ 100 bilhões na indústria americana, vai resultar em uma nova

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas quinta-feira, 12 de setembro de 2013 CAFÉ CAFÉ Bolsas Venc Ajuste Máx BM&F Mín Variação Venc Ajuste ICE FUTURES Máx Mín Variação SET13 140,25 0,00 0,00 4,40 SET13 116,45 116,00 114,00

Leia mais

CLIPPING COMBUSTÍVEIS

CLIPPING COMBUSTÍVEIS CLIPPING COMBUSTÍVEIS 19/setembro/2012 1. PETRÓLEO FECHA EM QUEDA COM RUMOR SOBRE ERRO EM OPERAÇÃO Agência Estado Álvaro Campos Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Fechamento Máxima Mínimo Variação set/13 144,45 150,00 143,95-4,05 120,60 124,25 119,35-2,85 dez/13 148,50

Leia mais

A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS

A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS Prof. Drº Nilton Cesar Lima Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Universidade Federal de Alagoas AGENDA Objetivos

Leia mais

ORPLANA INFORMA N 38 13 de OUTUBRO de 2014

ORPLANA INFORMA N 38 13 de OUTUBRO de 2014 D/CÓ ÉCC: v. Dona aria lisa, 283 CP 13405-232 Piracicaba/P - Fone (019) 3423-3690 -mail: P@P.com.br : www.p.com.br P F 38 13 de de 2014 PÇ D ÇÚC D D C DD D PÇ D DD C C. PÇÃ: emana de 06 a 10/10/2014 1.

Leia mais

O IMPACTO DO ETANOL NO DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS

O IMPACTO DO ETANOL NO DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS CICLO DE DEBATES O IMPACTO DO ETANOL NO DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS LUIZ CUSTÓDIO COTTA MARTINS PRESIDENTE ASSSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS BELO HORIZONTE - MG 29/10/2009 A CANA COMO

Leia mais

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais