Destaques do Período. Resultados Financeiros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Destaques do Período. Resultados Financeiros"

Transcrição

1 Resultados 2T09 14 de Agosto de

2 Agenda Foto: Unidade de Paulínia -SP Destaques do Período 2T09 1S09 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Vendas e Distribuição por Cultura da Heringer LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO Base de Clientes e Participação de Mercado Evolução dos Produtos Especiais Despesas (receitas) que não afetam o caixa Resultados Financeiros Redução (aumento) nas contas de ativos (5.944) DRE Aumento (redução) nas contas de passivos Dias de Capital de Giro ( ) ( ) Fluxo de Caixa Fluxo de caixa das atividades operacionais Composição Acionária (45.557) (40.328) FHER3 - Performance Fluxo de caixa das atividades de investimentos (21.140) (23.273) Mercado e Perspectivas para 2009 Fluxo de caixa das atividades de financiamentos (1.251) Preços de Matérias-Primas no Mercado Internacional Caixa Gerado (Consumido) no Período Relação de troca de prod. (67.948) Agrícolas vsfertilizantes (53.609) Commodities Demonstração Caixa Financiamento da Safra 2009/10 no Brasil Caixa no início do período Fundamentos para Demanda Caixa no final do período Área Plantada e Mercado Brasileiro de Fertilizantes Variação do caixa no exercício (67.948) (53.609)

3 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Entregas Trimestre Semestre (em milhares de toneladas) +83,1% ,4% ,9% ,9% ,4% ,5% (em milhares de toneladas) 2T06 2T07 2T08 2T09 1S06 1S07 1S08 1S09 No 2T09 as entregas do mercado brasileiro de fertilizantes caíram 28,9% em relação ao 2T08, enquanto a Heringer apresentou queda de 15,7% A queda das entregas de fertilizantes no 2T09 indica o retorno à sazonalidade histórica Fonte: Anda 3

4 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Produção Local Trimestre Semestre (em milhares de toneladas) +5,1% +10,3% -15,6% ,0% +12,1% -21,2% (em milhares de toneladas) 2T06 2T07 2T08 2T09 1S06 1S07 1S08 1S09 No 2T09 a produção caiu 15,6% em relação ao 2T08 indicando o ajuste a um mercado que se apresentou mais ofertado no final de 2008 e também no decorrer do 1S09 No 1S09 o total da produção de fertilizantes foi menor que em anos anteriores Fonte: Anda 4

5 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Importação Trimestre Semestre +13,3% (em milhares de toneladas) +7,3% +81,1% -42,9% ,0% ,1% (em milhares de toneladas) 2T06 2T07 2T08 2T09 1S06 1S07 1S08 1S09 Queda das importações no 1S09 devido ao nível dos estoques e do retorno à sazonalidade histórica Fonte: Anda 5

6 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Estoques Queda de 17,7% em Junho/2009 em comparação a Junho/ ,7% (em milhões de toneladas) DEZ/07 JUN/08 DEZ/08 JUN/09 Fonte: Anda 6

7 Vendas e Distribuição por Cultura da Heringer A diversificação de vendas por cultura se manteve no período Trimestre Semestre (em milhares de toneladas) Σ ,4% Σ ,7% Σ T07 2T08 2T09 Mercado -28,9% (em milhares de toneladas) ,9% Σ ,4% Σ1.300 Σ Mercado -26,5% S07 1S08 1S09 Soja Milho Café Reflor. Demais Culturas Cana 7

8 Base de Clientes e Participação de Mercado Crescimento da base de clientes e de participação de mercado no 2T09 e no 1S09 Mais de 38,7 mil clientes nos últimos 12 meses Participação da Heringer no Mercado 2T09 14,6% 2T08 12,3% 1S09 15,4% 1S08 13,1% 2T07 12,7% 1S07 12,7% Número de Clientes - Trimestre Número de Clientes - Semestre 29,5% 21,9% 28,4% 13,9% T07 2T08 2T09 1S07 1S08 1S09 8

9 Produtos Especiais Linha de Produtos Especiais Participação dos Produtos Especiais Σ1.501 Σ ,4% Σ744 Σ627-15,7% ,7% ,9% -24,2% ,4% 2T08 2T09 1S08 1S09 23% 31% 21% 26% 77% 69% 79% 74% Convencional Especial Crescimento das vendas de 12,9% no 2T09 e 9,7% no 1S09 Crescimento da participação de 23% para 31% no 2T09 e de 21% para 26% no 1S09 Importante contribuição dos produtos especiais para as margens da Companhia e fidelização dos clientes 9

10 Agenda Destaques do Período Mercado Brasileiro de Fertilizantes Vendas e Distribuição por Cultura da Heringer Base de Clientes e Participação de Mercado Evolução dos Produtos Especiais Resultados Financeiros DRE Dias de Capital de Giro Fluxo de Caixa Composição Acionária FHER3 - Performance Mercado e Perspectivas para 2009 Preços de Matérias-Primas no Mercado Internacional Relação de troca de prod. Agrícolas vs fertilizantes Commodities Financiamento da Safra 2009/10 no Brasil Fundamentos para Demanda Área Plantada e Mercado Brasileiro de Fertilizantes Foto: Unidade de Catalão -GO

11 DRE 2T09 e 1S09 (R$ M ) Evidência da volta da sazonalidade histórica aliada à queda dos preços das matérias primas e ao câmbio valorizado A queda das margens bruta e EBITDA foi resultado dos preços praticados no período em um mercado ainda muito ofertado aliada à queda dos preços das matérias primas Relevante receita financeira líquida provocada pela valorização do câmbio no 2T09 Resultado líquido do 1S09 menor que o 1S08, porém bem superior ao do 1S07 11

12 Dias de Capital de Giro Dias de Contas a receber Dias de Estoques Dias de Contas a Pagar - ajustado pelo FINIMP T06 2T06 3T06 4T06 1T07 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 Dias de Capital de Giro

13 Fluxo de Caixa (R$ M ) 2T09 1S09 LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO Despesas (receitas) que não afetam o caixa Redução (aumento) nas contas de ativos (5.944) Aumento (redução) nas contas de passivos ( ) ( ) Fluxo de caixa das atividades operacionais (45.557) (40.328) Fluxo de caixa das atividades de investimentos (21.140) (23.273) Fluxo de caixa das atividades de financiamentos (1.251) Caixa Gerado (Consumido) no Período (67.948) (53.609) Demonstração Caixa Caixa no início do período Caixa no final do período Variação do caixa no exercício (67.948) (53.609) Manutenção do caixa em patamares adequados às necessidade do período 13

14 Composição Acionária da Heringer Estrutura Acionária e Free-Float Estrangeiros e Brasileiros no Free-Float Grupo Controlador 67,6% Free-Float 32,4% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 67% 33% % Estrangeiros % Brasileiros Nº Estrangeiros Nº Brasileiros 55% 45% 49% 51% 43% 57% 47% 53% 44% 59% 52% 48% % % 500 0% jun/08 ago/08 out/08 dez/08 fev/09 abr/09 jun/09 0 Está entre as 100 empresas mais líquidas da Bovespa participando dos índices IBRX, INDX, IGC, SMLL e ITAG Grupo Controlador elevou sua participação de 62% para 67% no decorrer do 2T09 59 estrangeiros e mais de brasileiros em 31/07/09 no free-float 14

15 FHER3 Valorização da FHER3 186 % em 2009 ( ) Volume médio diário de R$ em 2009 Número médio diário de negócios de 326 em 2009 (em reais) 9,03 7,40 3,05 4,76 3,39 5,35 4,25 2,75 MARKET CAP 494,9 MILHÕES 3,51 6,96 5,01 6,72 9,40 10,21 MARKET CAP 170,1 MILHÕES OUT/08 DEZ/08 FEV/09 ABR/09 JUN/09 JUL/09 15

16 Agenda Destaques do Período Mercado Brasileiro de Fertilizantes Vendas e Distribuição por Cultura da Heringer Base de Clientes e Participação de Mercado Evolução dos Produtos Especiais Resultados Financeiros DRE Dias de Capital de Giro Fluxo de Caixa Composição Acionária FHER3 - Performance Mercado e Perspectivas para 2009 Preços de Matérias-Primas no Mercado Internacional Relação de troca de prod. Agrícolas vs fertilizantes Commodities Financiamento da Safra 2009/10 no Brasil Fundamentos para Demanda Área Plantada e Mercado Brasileiro de Fertilizantes Foto: Unidade de Viana -ES

17 Perspectivas para 2009 Preços de matérias-primas de fertilizantes menores em média para 2009, gerando uma melhor relação de troca adubo x produtos agrícolas Maior renda agrícola em função de menores custos de produção Retorno à sazonalidade histórica ao redor de 36% das vendas no 1S09 e 64% no 2S09 Mercado de brasileiro de fertilizantes estimado em 23 milhões de toneladas 17

18 Preço Matérias-Primas no Mercado Internacional Os preços das matérias-primas para 2009 devem apresentar menor volatilidade que MAP/DAP-CFR TSP - CFR KCL Granulado-CFR Ureia Granulada - CFR Nitrato de Amônio-FOB Sulfato de Amônio-CFR out/06 dez/06 fev/07 abr/07 jun/07 ago/07 out/07 dez/07 fev/08 abr/08 jun/08 ago/08 out/08 dez/08 fev/09 abr/09 jun/09 Preços em dólar. Fonte: Revistas especializadas do setor 18

19 Relação de Troca de Prod. Agrícolas x Ton. de Fertilizante Soja PR (sc/60kg) Milho PR (sc/60kg) 47,2 102,2 64,1 23,2 19,2 21,8 43,6 52,4 Cana SP (t) Café R$/sc (BR) 53,5 Café Arabica (sc 60kg) Café Robusta(sc 60kg) 6,6 4,8 4,1 6,3 4,4 27,0 14,8 28,1 2,6 3,3 3,6 Fonte: Agroconsult 19

20 Commodities Agrícolas - Preços Soja R$/sc (60kg/PR) 50,6 49,2 PROJEÇÃO Milho R$/sc (60kg/SP) 33,8 PROJEÇÃO 29,3 33,0 17,6 18,9 20,5 Açúcar R$/sc (50kg/SP) Café Arábica R$/sc (60kg/BR) 47,8 48,4 PROJEÇÃO 291,5 283,8 PROJEÇÃO 36,7 23,6 238,6 246,7 Fonte e projeção : Agroconsult 20

21 Financiamento da Safra 2009/10 no Brasil A participação de recursos próprios na safra de 2009/10 tende a se manter em patamares elevados Maior volume de crédito rural para a safra 2009/10: R$92,5 bilhões para a agricultura comercial; 42% a mais do que a safra anterior Tendência de aumento da participação das tradings na safra 2009/10 SOJA - Safra 2007/08* SOJA - Safra 2008/09* SOJA - Safra 2009/10* Defensivos 12% Tradings 32% Fertilizantes 5% Recursos Próprios 18% Bancos 31% Sementes 2% Fertilizantes 3% Defensivos 12% Tradings 17% Recursos Próprios 39% Bancos 27% Sementes 2% Fertilizantes 2% Defensivos 12% Tradings 19% Recursos Próprios 35% Bancos 30% Sementes 2% Fonte: * Estimativa Agroconsult 21

22 Fundamentos para Demanda de Commodities Agrícolas Produção e Consumo de Grãos no Mundo Relação Estoque-Uso de Grãos no Mundo (%) Milhões Ton Produção Consumo 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 115 dias de estoque 76 dias de estoque Consumo ajustado à produção Baixo nível de estoques globais de grãos Renda per capitados países emergentes cresceu fortemente nos últimos anos, gerando uma demanda inercial por alimentos Aumento populacional no mundo Fonte: USDA/ Agroconsult 22

23 Área Plantada e Mercado Brasileiro de Fertilizantes Projeção de crescimento de 0,5% da área plantada brasileira na safra 2009/2010* Incremento na utilização de fertilizantes por hectare Estimativa de aumento em 2,5% nas entregas de fertilizantes para 2009 (em milhares de toneladas e de hectares) / / /2009* 2009/2010* Produção de Grãos Área Plantada Mercado Brasileiro de Fertilizantes Fonte: CONAB ; IBGE ; IEA-SP; SEAB-PR; EMATER-RS; Agroconsult/ *Projeção Agroconsult/Estimativa da Companhia 23

24 Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários, brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com sua experiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos do setor de fertilizantes, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções e outros fatores assim descritos em Fatores de Risco no Prospecto Definitivo de Oferta Pública de Distribuição Primária e Secundária de Ações, arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. Em 28 de dezembro de 2007, foi promulgada a Lei no , alterada pela Medida Provisória -MP no. 449, de 4 de dezembro de 2008, que modificaram e introduziram novos dispositivos à Lei das Sociedades por Ações. Essa Lei e a referida MP tiveram como principal objetivo atualizar a legislação societária brasileira para possibilitar o processo de convergência das práticas contábeis adotadas no Brasil com aquelas constantes nas normas internacionais de contabilidade que são emitidas pelo "International Accounting Standards Board-IASB". A aplicação das referidas Lei e MP é obrigatória para demonstrações financeiras anuais de exercícios iniciados em ou após 1o. de janeiro de 2008.A partir de 31 de dezembro de 2009, a Companhia divulgará nota explicativa reconciliando as diferenças entre as demonstrações financeiras em BRGAAP e o IFRS e a partir de 2010, a Companhia elaborará as demonstrações financeiras completas de acordo com os padrões internacionais, conforme a obrigatoriedade do Regulamento do Novo Mercado. 24

25 Dalton Carlos Heringer CEO e Membro do Conselho Wilson Rio Mardonado Diretor de Controladoria e de Relações com Investidores Flávia Von Zastrow de Moraes Supervisora de Relações com Investidores Laís Cristina de Sá Bortolozzo Assistente de Relações com Investidores Relações com Investidores Telefone:

26 MUITOOBRIGADO! 26

Receita líquida de vendas de R$ 1.222,8 milhões e lucro líquido de R$ 64,9 milhões no 1S09

Receita líquida de vendas de R$ 1.222,8 milhões e lucro líquido de R$ 64,9 milhões no 1S09 São Paulo, 13 de Agosto de 2009 Fertilizantes Heringer (Bovespa: FHER3) anuncia hoje os resultados do segundo trimestre de 2009. Teleconferência 2T09-14 de Agosto de 2009 Português 12h00 BR (11:00 am U.S.

Leia mais

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto 1 Destaques 2009 OvolumedaALLnoBrasilcresceu5,8%em2009para35.631bilhõesdeTKU,apesardo difícil cenário de mercado, com forte queda na produção industrial e redução de 12% na produção de produtos agrícolas

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 1T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

Fertilizantes Heringer S.A.

Fertilizantes Heringer S.A. Fertilizantes Heringer S.A. Visão Geral da Empresa e Mercado aonde esta inserida Resultados do 4º trimestre e do ano de 2007 Dalton Carlos Heringer Jaime Rebelo - CEO e Membro do Conselho - CFO e Diretor

Leia mais

Mercado Mundial e Brasileiro de Fertilizantes. Março 2012. Visão Geral da Companhia. Resultados do 4T11 e 2011

Mercado Mundial e Brasileiro de Fertilizantes. Março 2012. Visão Geral da Companhia. Resultados do 4T11 e 2011 Março 2012 Mercado Mundial e Brasileiro de Fertilizantes Visão Geral da Companhia Resultados do 4T11 e 2011 CONSUMO MUNDIAL DE FERTILIZANTES POR NUTRIENTES 157,0 159,6 170,4 176,8 181,0 2011 TOTAL N P2O5

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. Relatório da Administração Parecer dos Auditores Independentes. Em 31 de dezembro de 2008 e de 2007

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. Relatório da Administração Parecer dos Auditores Independentes. Em 31 de dezembro de 2008 e de 2007 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2008 Relatório da Administração Parecer dos Auditores Independentes Em 31 de dezembro de 2008 e de 2007 Senhores acionistas, R E L A T Ó R I O D A A D M I N I S T R A Ç Ã O No

Leia mais

Empreendimentos Florestais Santa Cruz Ltda. Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2009 e relatório dos auditores independentes

Empreendimentos Florestais Santa Cruz Ltda. Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2009 e relatório dos auditores independentes Empreendimentos Florestais Santa Cruz Ltda. Demonstrações financeiras em 30 de setembro de 2009 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores independentes Aos Administradores e Quotistas

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

HERINGER DAY. 30 de Outubro de 2008

HERINGER DAY. 30 de Outubro de 2008 HERINGER DAY 30 de Outubro de 2008 Aviso Legal e IFRS Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO Teleconferência e Webcast de Resultados Sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Horário: 12:00 p.m. (Brasil) 10:00 a.m. (US EDT) Telefone: +55 (11) 4688.6361 Código:

Leia mais

MAIO 2012 VISÃO GERAL DA COMPANHIA

MAIO 2012 VISÃO GERAL DA COMPANHIA MAIO 2012 VISÃO GERAL DA COMPANHIA CONSUMO MUNDIAL DE FERTILIZANTES POR NUTRIENTES 157,0 159,6 170,4 176,8 181,0 2011 TOTAL N P2O5 99 101 103 107 109 60% 29% 24% K2O 34 36 40 41 42 24 23 27 29 30 2008

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago Deiro Gerente Financeiro & de

Leia mais

Divulgação de Resultados 2014

Divulgação de Resultados 2014 São Paulo - SP, 10 de Fevereiro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity

Leia mais

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

CSU CARDSYSTEM SA. investidorescsu@csu.com.br

CSU CARDSYSTEM SA. investidorescsu@csu.com.br CSU CARDSYSTEM SA investidorescsu@csu.com.br 2 Considerações Iniciais Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação

Leia mais

MARÇO Mercado Brasileiro de Fertilizantes

MARÇO Mercado Brasileiro de Fertilizantes MARÇO 2016 Mercado Brasileiro de Fertilizantes Resultados do 4T15 e 2015 Mercados Mundial e Brasileiro de Fertilizantes A Companhia e Destaques Financeiros Perspectivas Em milhares de toneladas de produtos

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 3T09

Teleconferência de Resultados do 3T09 Teleconferência de Resultados do 3T09 2 Destaques do trimestre O forte resultado do 3T09 demonstrou nossa confortável posição competitiva na indústria de proteínas e confirmou os resultados esperados de

Leia mais

Teleconferência de resultados

Teleconferência de resultados Teleconferência de resultados 2 Aviso importante Este material foi preparado pela Linx S.A. ( Linx ou Companhia ) e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros.

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 2T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

Destaques do 3º trimestre de 2015

Destaques do 3º trimestre de 2015 Destaques do 3º trimestre Principais Destaques Manutenção dos níveis de EBITDA consolidado e de margem EBITDA, apesar da sobreoferta de aço mundial e das adversidades econômicas no Brasil. Redução de 5,9%

Leia mais

Relatório de Resultados 2T 2015

Relatório de Resultados 2T 2015 MMX - Resultados Referentes ao 2º trimestre de 2015 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2015 A MMX Mineração e Metálicos S.A. ( Companhia ou MMX ) (Bovespa: MMXM3) anuncia seus resultados referentes ao 2º

Leia mais

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Fabio Dutra Diretor Comercial e de Desenvolvimento de Mercados 16/06/2015 1 AGENDA DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO MERCADO DE CAPITAIS

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

Agronegócios: momento e perspectivas.

Agronegócios: momento e perspectivas. Agronegócios: momento e perspectivas. Perfil das propriedades rurais brasileiras. Familiares Patronais Região Estabelecimentos Familiares (a) Norte 380.895 Nordeste 2.055.157 Centro-Oeste 162.062 Sudeste

Leia mais

A Mangels Industrial S.A. anuncia EBITDA de R$ 96,2 milhões em 2008

A Mangels Industrial S.A. anuncia EBITDA de R$ 96,2 milhões em 2008 A Mangels Industrial S.A. anuncia EBITDA de R$ 96,2 milhões em 2008 São Paulo, 27 de março de 2009. A Mangels Industrial S.A. (Bovespa: MGEL4), empresa líder em praticamente todos os segmentos de mercado

Leia mais

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO NO 3º TRIMESTRE E 9 MESES DE 2002 Desempenho Em ambiente de queda da atividade na indústria automobilística, a Iochpe-Maxion apresentou um crescimento de 8,4% nas vendas no terceiro

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 156.512.000,00 Resultados do RESULTADOS São Paulo, 14 de maio de 2010 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

NUTRIPLANT ON (NUTR3M)

NUTRIPLANT ON (NUTR3M) NUTRIPLANT ON (NUTR3M) Cotação: R$ 1,79 (18/06/2014) Preço-Alvo (12m): R$ 2,10 Potencial de Valorização: 18% 4º. Relatório de Análise de Resultados (1T14) Recomendação: COMPRA P/L 14: 8,0 Min-Máx 52s:

Leia mais

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda 02/06/2010 YARA BRASIL FERTILIZANTES S.A. A Companhia A Yara International ASA é uma empresa global especializada em produtos agrícolas e agentes de proteção ambiental. A empresa, sediada em Oslo, tem

Leia mais

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A.

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. BRF RESULTADOS 2T14 Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa,

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

AMA BRASIL ASSOCIAÇÃO DOS MISTURADORES DE ADUBOS DO BRASIL

AMA BRASIL ASSOCIAÇÃO DOS MISTURADORES DE ADUBOS DO BRASIL ASSOCIAÇÃO DOS MISTURADORES DE ADUBOS DO BRASIL PROJETOS DE LEI DO SENADO Nº 237/2008 E 114/2009 SENADO FEDERAL ISENÇÃO DO ADICIONAL DE FRETE PARA RENOVAÇÃO DA MARINHA MERCANTE SOBRE FERTILIZANTES CARLOS

Leia mais

A Crise Internacional e os Desafios para o Brasil

A Crise Internacional e os Desafios para o Brasil 1 A Crise Internacional e os Desafios para o Brasil Guido Mantega Outubro de 2008 1 2 Gravidade da Crise Crise mais forte desde 1929 Crise mais grave do que as ocorridas nos anos 1990 (crise de US$ bilhões

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Teleconferência Resultados 1T10

Teleconferência Resultados 1T10 Teleconferência Resultados 1T10 18 de maio de 2010 Visão Geral da Administração Venda da estrutura de Varejo + Foco no segmento de crédito a Empresas Transferência das atividades de originação e crédito

Leia mais

APIMEC 3T10 Novembro de 2010

APIMEC 3T10 Novembro de 2010 APIMEC Novembro de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos ou incertezas

Leia mais

Reunião Pública Dezembro de 2015

Reunião Pública Dezembro de 2015 Reunião Pública Dezembro de 2015 Cenário Macroeconômico Arlindo de Azevedo Moura CEO 2 Cenário Macroeconômico 3 COMMODITIES Pressão de queda nos preços Menor preço dos últimos 16 anos TAXA DE CÂMBIO RESTRIÇÃO

Leia mais

AGENDA. Destaques do Período Rede de Lojas e Desempenho de Vendas Desempenho Econômico Financeiro

AGENDA. Destaques do Período Rede de Lojas e Desempenho de Vendas Desempenho Econômico Financeiro 1 Aviso Legal Bento Gonçalves, RS, 20 de março de 2015. A Unicasa Indústria de Móveis S.A. (BM&FBOVESPA: UCAS3, Bloomberg: UCAS3:BZ, Reuters: UCAS3.SA), uma das maiores empresas do setor de móveis planejados

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 3T14 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago A. Deiro Gerente Financeiro &

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 300,1 361,1 20,3% EBITDA AJUSTADO 56,5 68,7 21,6% MARGEM EBITDA AJUSTADO 1 17,9% 18,4% 0,5 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 24 de abril de 2015

Teleconferência de Resultados 1T15. 24 de abril de 2015 Teleconferência de Resultados 1T15 24 de abril de 2015 Aviso Legal As informações contidas nesta apresentação poderão incluir afirmações que representem "forward looking statements" nos termos do disposto

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010 Divulgação de Resultados do 4 de agosto de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Mercado Financeiro e de Capitais. Taxas de juros reais e expectativas de mercado. Gráfico 3.1 Taxa over/selic

Mercado Financeiro e de Capitais. Taxas de juros reais e expectativas de mercado. Gráfico 3.1 Taxa over/selic III Mercado Financeiro e de Capitais Taxas de juros reais e expectativas de mercado A meta para a taxa Selic foi mantida durante o primeiro trimestre de 21 em 8,75% a.a. Em resposta a pressões inflacionárias

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

22 de novembro de 2007. Apresentação dos Resultados 4T07

22 de novembro de 2007. Apresentação dos Resultados 4T07 22 de novembro de 2007 Apresentação dos Resultados 4T07 Aviso Importante Declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas dos negócios da Companhia, projeções de resultados operacionais

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 23 de julho de 2015

Teleconferência de Resultados 2T15. 23 de julho de 2015 Teleconferência de Resultados 2T15 23 de julho de 2015 Aviso Legal As informações contidas nesta apresentação poderão incluir afirmações que representem "forward looking statements" nos termos do disposto

Leia mais

Visita à UTE PecémI. 23 de setembro de 2013 23 de setembro de 2013 Fortaleza (CE)

Visita à UTE PecémI. 23 de setembro de 2013 23 de setembro de 2013 Fortaleza (CE) Visita à UTE PecémI 23 de setembro de 2013 23 de setembro de 2013 Fortaleza (CE) Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de

Leia mais

TELECONFERÊNCIA 4T08

TELECONFERÊNCIA 4T08 TELECONFERÊNCIA 4T08 5 de agosto de 2008 1 08/07 09/07 10/07 11/07 12/07 01/08 02/08 03/08 Cenário Preço de Commodities 04/08 05/08 06/08 07/08 08/08 Preço das Commodities 220.0 200.0 180.0 160.0 140.0

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

CASO 7 A evolução do balanço de pagamentos brasileiro no período do Real

CASO 7 A evolução do balanço de pagamentos brasileiro no período do Real CASO 7 A evolução do balanço de pagamentos brasileiro no período do Real Capítulo utilizado: cap. 13 Conceitos abordados Comércio internacional, balanço de pagamentos, taxa de câmbio nominal e real, efeitos

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 04 de Maio de 2015 Prezado(a) FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 01/04/2015 a 30/04/2015 Panorama Mensal Abril 2015 No cenário internacional, o mês de abril foi marcado por surpresas negativas em

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO . COMUNICADO AO MERCADO Convergência às Normas Internacionais de Contabilidade IFRS Apresentamos as principais alterações em nossas demonstrações contábeis decorrentes da adoção do padrão contábil internacional

Leia mais

Resultados do 1T14 09 de Maio de 2014

Resultados do 1T14 09 de Maio de 2014 Resultados do T4 09 de Maio de 204 Destaques do T4 x T3 FINANCEIROS Receita Bruta: R$ 287,6 milhões 7,6% Lucro Líquido Ajustado (cash earnings): R$ 33,3 milhões 4,7% Unidade de Títulos e Valores Mobiliários:

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CLIC FUNDO DE INVEST. EM ACOES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CLIC FUNDO DE INVEST. EM ACOES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Informações referentes a Novembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

Webcast 2T12 Agosto 2012

Webcast 2T12 Agosto 2012 Webcast 2T12 Agosto 2012 Apresentação da Administração Apresentadores Sílvio Ernesto Zarzur Diretor Presidente Flávio Ernesto Zarzur Diretor Vice-Presidente A. Emílio C. Fugazza Diretor Financeiro e de

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011 RESULTADOS 2T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 26 de julho de 2011 DESTAQUES DO 2T11 Impacto macroeconômico > IPCA 12 meses: +6,7% > Crescimento real GPA Alimentar: +2,3% > Aumento taxa Selic

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Informações referentes a Setembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015

RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 RELATÓRIO DE MERCADO JULHO DE 2015 COMMODITIES AGRÍCOLAS RESUMO DOS PRINCIPAIS INDICADORES DO MERCADO DE COMMODITIES AGRÍCOLAS SUMÁRIO OFERTA 4 8 VARIAÇÕES HISTÓRICAS E FORECAST 6 DEMANDA 9 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais

CEO Conference Março 2009

CEO Conference Março 2009 CEO Conference Março 2009 Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações materiais

Leia mais

1T09 Divulgação de Resultados

1T09 Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados Relações com Investidores: Frederico Dan Shigenawa Diretor de RI ir@tig.bm Sobre a TIG: A TIG Holding Ltd. (nova denominação da Tarpon Investment Group Ltd.) investe em companhias

Leia mais

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda. Suas unidades de negócio estão divididas em:

- Assessoria de Mercado de Capitais e Empresarial Ltda - Consultores Ltda. Suas unidades de negócio estão divididas em: 23/04/2010 FERTILIZANTES FOSFATADOS S.A. - FOSFERTIL A Companhia COMPRA Código em Bolsa FFTL4 Setor FERTILIZANTES Cotação em 08/04/10 R$ 17,27 Preço Alvo R$ 28,43 Potencial de Valorização 64,61% Valor

Leia mais

MUDANÇAS NO GERADOR DE DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS

MUDANÇAS NO GERADOR DE DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS MUDANÇAS NO GERADOR DE DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS Visando a redução de riscos nos investimentos internacionais, além de ter mais facilidade de comunicação internacional no mundo dos negócios, com o uso de

Leia mais

IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil

IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil Ano X - Nº 77 - Julho/Agosto de 2014 IFRS A nova realidade de fazer Contabilidade no Brasil Profissionais da Contabilidade deverão assinar prestações de contas das eleições Ampliação do Simples Nacional

Leia mais

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014

Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta. Novembro de 2014 Resultado da Oferta Pública Voluntária de Permuta Novembro de 2014 OFERTA VOLUNTÁRIA DE PERMUTA DE AÇÕES No dia 30 de outubro realizamos o leilão da oferta voluntária. A adesão dos minoritários do Santander

Leia mais

Resumo Quinzenal do Biodiesel

Resumo Quinzenal do Biodiesel Tel: (21) 3547-1539 / (21) 9565-0444 Resumo Quinzenal do Biodiesel 16/06 à 30/06/11 Este relatório é confidencial e de uso exclusivo do destinatário, e não pode ser enviado ou compartilhado com terceiros

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 A exportação se consolida como perspectiva positiva para os próximos meses A Sondagem industrial, realizada junto a 162 indústrias catarinenses no mês de março, mostrou

Leia mais

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 1 I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 2 Crédito ainda em Expansão, mas Desacelerando 30,7% Crescimento do Crédito 15,1% 20,6% 18,8% 16,4% 14,7% 11,7% 2008

Leia mais

Esse incremento no consumo alimentar se deve principalmente ao processo de urbanização e o aumento da renda per capita

Esse incremento no consumo alimentar se deve principalmente ao processo de urbanização e o aumento da renda per capita Segundo estimativas da ONU, A população mundial atingirá 9,3 bilhões de habitantes em 2050; O maior crescimento populacional ocorrerá nos países em desenvolvimento, onde é esperado incremento do consumo

Leia mais

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira APIMEC RIO Resultados do 1T12 Diretoria Econômico-Financeira e de Relações com Investidores Aviso Esta apresentação pode conter considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - FERTILIZANTES HERINGER SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - FERTILIZANTES HERINGER SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 São Paulo, 07 de Novembro de 2005 - O Submarino S.A. (Bovespa: SUBA3), empresa líder dentre aquelas que operam exclusivamente no varejo eletrônico

Leia mais

Resultados 2014 Fevereiro, 2015

Resultados 2014 Fevereiro, 2015 Resultados Fevereiro, 2015 Destaques do e Afluência na região SE/CO em de 69% da MLT 1 (vs. 102% em ) Hidrologia Nível de reservatórios das usinas da AES Tietê encerraram em 34,7% vs. 51,1% em Rebaixamento

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 008 PIB avança e cresce 6% Avanço do PIB no segundo trimestre foi o maior desde 00 A economia brasileira cresceu mais que o esperado no segundo trimestre, impulsionada

Leia mais

Custo de Produção da Cultura da Soja Safra 2011/2012

Custo de Produção da Cultura da Soja Safra 2011/2012 11 Custo de Produção da Cultura da Soja Safra 2011/2012 Dirceu Luiz Broch Roney Simões Pedroso 1 2 11.1. Introdução Os sistemas de produção da atividade agropecuária cada vez mais requerem um grau de conhecimento

Leia mais

Divulgação dos Resultados 1T15

Divulgação dos Resultados 1T15 Divulgação dos Resultados 1T15 Sumário Resultado Itens Patrimoniais Índices Financeiros e Estruturais Guidance 2 Resultado Margem Financeira (em e %) * 1T15 / 1T14 1T15 / 4T14 1T15 / 1T14 21,1% 5,4% 21,1%

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T15

Divulgação de Resultados 3T15 São Paulo - SP, 4 de Novembro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012

B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012 Estar Mais Próximo do Cliente B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais