COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer n 410/2008 Processo SE nº /19.00/07.7

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer n 410/2008 Processo SE nº 94.098/19.00/07.7"

Transcrição

1 COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer n 410/2008 Processo SE nº /19.00/07.7 Indefere o pedido de credenciamento da Escola de Educação Profissional Liceu, em Santa Cruz do Sul, para a oferta do curso de ensino médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, na forma de Educação a Distância. Indefere o pedido de autorização para a oferta do curso de ensino médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, na forma de Educação a Distância, nessa Escola. A Secretaria da Educação encaminha à apreciação deste Conselho processo contendo pedido de credenciamento da Escola de Educação Profissional Liceu, para a oferta do curso de ensino médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, na forma de Educação a Distância, e de autorização para o funcionamento desse Curso, nessa Escola, localizada na Rua Tenente Coronel Brito n 596, em Santa Cruz do Sul, sob a jurisdição da 6ª Coordenadoria Regional de Educação. 2 - A entidade mantenedora, Associação Educacional Liceu, encontra-se cadastrada neste Conselho sob a Matrícula nº RELATÓRIO 3 O processo instruído contém, entre outras, as seguintes peças: Ofício nº 1.193, de 27 de novembro de 2007, da 6ª Coordenadoria Regional de Educação, com o pedido de autorização para funcionamento do Curso; OF.Nº 84/2007, datado de 8 de novembro de 2007, da Coordenação Pedagógica da Escola com a justificativa do pedido; Alvará expedido pela Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul; Contrato de Locação; 2002; 3.5 Fichas nºs 1, 2, 4, 5, 6 e 12 do Anexo II da Resolução CEED nº 266, de 20 de março de

2 Parecer n 410/ p Declaração nº 233, de 27 de novembro de 2007, da 6ª Coordenadoria Regional de Educação de que há disponibilidade de recursos humanos com titulação e/ou habilitação para atender o pedido nos termos da LDB e da Resolução CNE/CEB nº 04/99, Resolução CEED nº 258/00 e Resolução nº 266/02; mapeamento das salas de aula; Alvará de Prevenção e Proteção Contra Incêndio, expedido pelo 6º CMDO Regional de Bombeiros; Projeto de Formação Continuada de Docentes com curso de 10 horas de duração com ênfase na melhoria da qualidade do ensino profissional; quadro demonstrativo de ocupação das salas de aula; relação dos equipamentos audiovisuais; 3.12 relação do pessoal docente com13 professores, envolvendo as diferentes disciplinas; Plano de Estudos do Ensino Médio EJA EaD; listagem de livros que compõem o acervo bibliográfico; Projeto de Capacitação para Professores; Regimento Escolar; Termo de compromisso onde a Escola compromete-se em prover condições para que os docentes do Curso de EJA Modalidade EaD recebam a devida formação pedagógica, caso não tenham (...); Relatório de Visita da 6ª Coordenadoria Regional de Educação; Proposta para Educação Profissional Projeto Liceu Educação Presencial e EaD; 3.20 quadro com pessoal para o Apoio Técnico; plataforma de acesso à rede de comunicação e Sistemas de Informação; Ofício nº 06/08, datado de 23 de janeiro de 2008, do Diretor Presidente, informando que a Escola não possui parceiros para o desenvolvimento do Curso; Ofício nº 07/08, datado de 23 de janeiro de 2008, informando que o acervo eletrônico está disponível no site da Escola; 3.24 novas fichas do Anexo II da Resolução CEED nº 266/2002. ANÁLISE DA MATÉRIA 4 As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação a Distância na Educação de Jovens e Adultos e para a Educação Básica na etapa do Ensino Médio, sistematizadas no Parecer CNE/CEB nº 41, publicado no Diário Oficial da União, em 24 de dezembro de 2002, entre outras fundamentações para esse tipo de oferta, expressa: A tecnologia da informação nos coloca no centro de uma nova revolução industrial. Entramos no que se convencionou chamar sociedade da informação e podemos facilmente prever que as grandes mudanças constituirão novos desafios de adaptação. (...) De início, a educação a distância foi definida pelo que não era, tomando-se um referencial externo ao seu próprio

3 Parecer n 410/ p. 3 paradigma, estabelecendo comparação imediata com a educação presencial (...) No Brasil, até hoje, muitos costumam seguir o mesmo caminho, preferindo tratar a educação à distância a partir da comparação com a modalidade presencial. Esse comportamento não é de todo incorreto, mas promove um entendimento parcial do que é a educação à distância e, em alguns casos, estabelece termos de comparação pouco científicos. (...) Pelas determinações legais e pelas próprias características da EAD, descritas nesse Parecer, o controle, pelo poder público, da qualidade dos cursos e supervisão das condições de instalação e oferta da Educação a Distância não podem ocorrer da mesma forma com que se procede, até o momento, na chamada educação presencial. (...) A linguagem, os instrumentos e os recursos da educação a distância não são os mesmos, pois o termo à distância remete ao emprego de meios de comunicação não presenciais, tornando essa forma de educação substancialmente diversa, metodologicamente, do regime escolar em que a relação aluno-professor é imediata e direta. (...) Entretanto, as normas para a realização da educação a distância não deverão ser menos rigorosas do que as da educação presencial, devendo elas assegurar a promoção e consolidação da educação a distância de qualidade e com credibilidade junto à comunidade. (...) 5 A oferta de Educação a Distância no Sistema Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul, com a edição da Resolução CEED nº 293, de 22 de agosto de 2007, passa a ser regulamentada de uma forma mais rigorosa, a fim de garantir que esse tipo de oferta respeite as suas características específicas, assim como os referenciais de qualidade dispostos nas normas vigentes, considerando as diretrizes mandatórias exaradas pelo Conselho Nacional de Educação. 6 A caracterização da Educação a Distância estabelece as suas diferenciações em relação à educação presencial quando expressa: Art. 1º - Nos termos do Decreto federal nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005, Educação a Distância EaD é entendida como modalidade educacional na qual a mediação didáticopedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares e tempos diversos (...). 7 A análise do processo, a partir do disposto na Resolução CEED nº 293/2007, permite as seguintes considerações: 7.1 a Escola de Educação Profissional Liceu informa que está localizada no andar térreo e conta com rampa externa. No entanto, não foram identificados outros elementos que atendam o disposto no Art. 8º sobre os princípios da educação inclusiva; 7.2 no aspecto de infra-estrutura, observa-se que a sala dos professores e a biblioteca possuem dimensões reduzidas; não há exclusividade de uso na sala de supervisão escolar; nenhuma das janelas com incidência de sol nas salas apontadas nas fichas do Anexo II da Resolução CEED nº 266/2002 possuem proteção adequada. O processo não evidencia, ainda, a existência de laboratórios para a oferta do ensino médio; 7.3 quanto à biblioteca, a Mantenedora declara a existência de 157 volumes, sendo que, desses, 71 são livros editados há mais de dez anos e 9 deles não trazem informações a esse respeito. O componente curricular de Física, por exemplo, não possui nenhum livro com edição de menos de dez anos. O acervo virtual informado é o existente no portal Domínio Público do Governo Federal, disponível de forma genérica, sobre diversas áreas de interesse e, na sua ampla maioria, em língua estrangeira, não configurando um acervo escolar específico para o ensino médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos e adequado ao público que a Escola deseja atender, conforme está apresentado no seu Plano de Estudos e Regimento Escolar; 7.4 as instalações, os equipamentos e os recursos audiovisuais informados são os mesmos oferecidos no ensino presencial. O processo não acrescenta incrementos para a oferta de Educação a

4 Parecer n 410/ p. 4 Distância, considerando suas especificidades e características próprias, deixando de atender o disposto no Art. 1º e no Art. 26, V; 7.5 quanto aos profissionais do quadro técnico e pedagógico, observa-se que nenhum dos docentes possui qualificação para atuar na EaD, como dispõe o Art. 26, I, assim como não é apresentada a tipificação da equipe multidisciplinar prevista no Art. 39; 7.6 o Projeto de Capacitação para Professores, com carga horária de 40 horas, possui objetivos e conteúdo importantes, mas carece de temas específicos sobre a oferta de Educação a Distância para a qual a Escola está se propondo; 7.7 a Resolução CEED nº 236, de 21 de janeiro de 1998, que regula a elaboração de regimentos escolares, expressa, no Art. 1º, que o regimento Escolar é o documento que define a organização e o funcionamento do estabelecimento de ensino quanto aos aspectos pedagógicos (...). Nesse sentido, o Regimento Escolar apresentado evidencia algumas ambigüidades entre os cursos de educação profissional que a Escola já oferta e o cursos de Educação a Distância que estão solicitando. Mesmo sendo apresentado como Regimento Escolar Educação de Jovens e Adultos Modalidade EAD, o texto apresenta no item objetivos do Curso a seguinte formulação: A Educação Profissional tem por objetivo a formação do jovem e adulto providenciando-lhe em especial: a) Oportunizar ao aluno não só o acesso, mas também sua permanência na Escola. (sic) (...); 7.8 ainda sobre o Regimento Escolar, destaca-se a ênfase dada ao material didático escrito (apostilas) que, mesmo com a relevância pedagógica que possui, não pode ser o centro da organização do processo de Educação a Distância, pois essa modalidade exige um aparato especial de tecnologia de informação e comunicação e sua adequada abordagem pedagógica que transcendem as já utilizadas no ensino presencial, conforme se depreende do Art. 1º da Resolução CEED nº 293/2007; 7.9 a Escola apresenta o Plano de Estudos para o Curso solicitado, no entanto, não apresenta o Plano de Desenvolvimento Escolar (PDE), nos termos do Art. 26, XIII. 8 É no mínimo estranha a inclusão, no processo em apreciação, do Termo de Compromisso firmado pela Escola junto a este Conselho, referindo que (...) compromete-se em prover condições para que os docentes do Curso de EJA Modalidade EAD recebam a devida formação pedagógica, caso não tenham, durante a realização do curso em questão, mediante curso de formação específico, em uma universidade, para a complementação de sua formação, tendo em vista que é inadmissível a oferta do ensino médio sem a contratação exclusiva de professores habilitados para tal, conforme dispõe o Art. 62 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 9 - As considerações aqui realizadas permitem constatar que o conjunto da proposta apresentada pela Escola de Educação Profissional Liceu necessita ser retomada. Tanto o Plano de Desenvolvimento Escolar como o projeto pedagógico e as instalações físicas e infra-estrutura tecnológica de suporte a atendimento aos alunos e professores para esse tipo de oferta devem comprovar que a Escola se apropriou das exigências que a Educação a Distância apresenta, levando em consideração suas características específicas que se diferem na essência e na forma dos cursos presenciais. CONCLUSÃO Face ao exposto, a Comissão de Ensino Médio e Educação Superior propõe que este Conselho:

5 Parecer n 410/ p. 5 a) indefira o pedido de credenciamento da Escola de Educação Profissional Liceu, em Santa Cruz do Sul, para a oferta do curso de ensino médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, na forma de Educação a Distância; b) indefira o pedido de autorização para a oferta do curso de ensino médio na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, na forma de Educação a Distância, nessa Escola. A Escola, para obter o credenciamento e a autorização ora indeferidos, deve instruir novo processo e encaminhá-lo a este Conselho demonstrando atender plenamente o disposto na Resolução CEED nº 293/2007 e, naquilo que couber, na Resolução CEED nº 266/2002. Em 08 de julho de Maria Eulalia Pereira Nascimento relatora Ruben Werner Goldmeyer Carlos Vilmar de Brum Cecília Maria Martins Farias Érico Jacó Maciel Michel Indiara Souza Richer Almeida Kniest Aprovado, por unanimidade, pelo Plenário, em sessão de 16 de julho de Jorge Renato Johann Presidente

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO E NORMAS E COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Parecer nº 217/2005 Processo SE nº 64.436/19.00/04.0 Constata a oferta

Leia mais

COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 428/2007 Processo UERGS nº 1.673/19.50/06.9

COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 428/2007 Processo UERGS nº 1.673/19.50/06.9 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 428/2007 Processo UERGS nº 1.673/19.50/06.9 Reconhece o Curso de Pedagogia Educação Infantil,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 137/2006 Processo UERGS nº 1.388/19.50/05.1 RELATÓRIO Reconhece o Curso de Administração

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR E COMISSÃO DE ENSINO FUNDAMENTAL Parecer nº 26/2006 Processo SE n 6.599/19.00/05.1 Indefere o pedido

Leia mais

PROCESSO N 85/2009 PROTOCOLO N.º 9.953.393-5 PARECER CEE/CEB N.º 75/09 APROVADO EM 31/04/09 INTERESSADO: INSTITUTO EDUCACIONAL DE DRACENA - IED

PROCESSO N 85/2009 PROTOCOLO N.º 9.953.393-5 PARECER CEE/CEB N.º 75/09 APROVADO EM 31/04/09 INTERESSADO: INSTITUTO EDUCACIONAL DE DRACENA - IED PROTOCOLO N.º 9.953.393-5 PARECER CEE/CEB N.º 75/09 APROVADO EM 31/04/09 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: INSTITUTO EDUCACIONAL DE DRACENA - IED MUNICÍPIO: DRACENA ASSUNTO: Pedido de Credenciamento

Leia mais

RESOLVE: CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS. Os objetivos gerais da EAD na Universidade Federal do Paraná (UFPR) são:

RESOLVE: CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS. Os objetivos gerais da EAD na Universidade Federal do Paraná (UFPR) são: RESOLUÇÃO Nº 28/08-CEPE Fixa normas básicas de controle e registro da atividade acadêmica dos Cursos de Aperfeiçoamento e Especialização na modalidade de Educação a Distância da Universidade Federal do

Leia mais

DELIBERAÇÃO CEE N 314, DE 08 DE SETEMBRO DE 2009.

DELIBERAÇÃO CEE N 314, DE 08 DE SETEMBRO DE 2009. Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DELIBERAÇÃO CEE N 314, DE 08 DE SETEMBRO DE 2009. Estabelece

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO Nº: E-03/100.324/2008 (apenso E-03/100.021/2009) INTERESSADO:

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 11/2/2004, publicado no DODF de 12/2/2004, p. 18. Portaria nº 33, de 11/2/2004, publicada no DODF de 12/3/2004, p. 18. Parecer nº 22/2004-CEDF Processo

Leia mais

PARECER CEE N o 211/2010

PARECER CEE N o 211/2010 Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSOS N o: E-03/100.298/2008 e E-03/100.342/2008 INTERESSADO: CENTRO

Leia mais

DELIBERAÇÃO N.º 008/00 APROVADA EM 15/12/00 CÂMARAS DE LEGISLAÇÃO E NORMAS, ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

DELIBERAÇÃO N.º 008/00 APROVADA EM 15/12/00 CÂMARAS DE LEGISLAÇÃO E NORMAS, ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROCESSO: N.º 651/00 DELIBERAÇÃO N.º 008/00 APROVADA EM 15/12/00 CÂMARAS DE LEGISLAÇÃO E NORMAS, ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO INTERESSADO: SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO ESTADO DO PARANÁ ASSUNTO: : Estabelece

Leia mais

RESOLUÇÃO N 262, de 03 de outubro de 2001.

RESOLUÇÃO N 262, de 03 de outubro de 2001. RESOLUÇÃO N 262, de 03 de outubro de 2001. Estabelece normas para a organização e funcionamento de cursos de Educação a Distância no Sistema Estadual de Ensino do Estado do Rio Grande do Sul. O Conselho

Leia mais

Art. 2º - Para efeito desta Resolução, considerar-se-á a seguinte nomenclatura e respectivas definições:

Art. 2º - Para efeito desta Resolução, considerar-se-á a seguinte nomenclatura e respectivas definições: RESOLUÇÃO N.º 180/2000-CEE/MT Fixa normas para a oferta da Educação de Jovens e Adultos no Sistema Estadual de Ensino. O CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições, e com

Leia mais

PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica

PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica PDI 2012-2016 Implementação da Instituição e Organização Acadêmica Pró-Reitoria de Ensino do IFG Gilda Guimarães Dulcinéia de Castro Santana Goiânia_ 2012/1 1- PARÂMETROS LEGAIS LEI Nº 11.892, DE 29 DE

Leia mais

MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 02/2010 Estabelece Normas Operacionais Complementares em conformidade com o Parecer CNE/CEB nº 06/2010, Resoluções CNE/CEB nº 02/2010

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO 1 CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO 1. APRESENTAÇÃO É com satisfação que apresentamos este

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 12/05/2008 (*) Portaria/MEC nº 561, publicada no Diário Oficial da União de 12/05/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

XLIII PLENÁRIA NACIONAL DO FÓRUM DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE

XLIII PLENÁRIA NACIONAL DO FÓRUM DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE XLIII PLENÁRIA NACIONAL DO FÓRUM DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO - FNCE O Futuro da Educação a Distância na Educação Básica Francisco Aparecido Cordão facordao@uol.com.br Dispositivos da LDB e DECRETOS

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Universidade Aberta do Nordeste EMENTA: Recredencia a Universidade Aberta do Nordeste como instituição de educação profissional de nível técnico na modalidade a distância e renova o reconhecimento

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Diretrizes para a elaboração, pelo INEP,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, Publicado no Diário Oficial da União de 21/12/2006 (*) Portaria/MEC nº 2012, publicada no Diário Oficial da União de 21/12/2006 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Parecer nº 288/2001-CEDF Processo nº 030.008745/99 Interessado: Escola CETEB de Jovens e Adultos

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. Parecer nº 288/2001-CEDF Processo nº 030.008745/99 Interessado: Escola CETEB de Jovens e Adultos CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 10/1/2002, publicado no DODF de 11/1/2002, p. 16. Portaria nº 68, de 8/2/2002, publicada no DODF de 15/2/2002, p.13. Parecer nº 288/2001-CEDF Processo

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal do Rio Grande Conselho Municipal de Educação INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2011

Estado do Rio Grande do Sul Prefeitura Municipal do Rio Grande Conselho Municipal de Educação INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2011 Assunto: Educação Infantil 1. Propósito Fixar instruções para o pedido de autorização de funcionamento de Escolas que ofertam exclusivamente Educação Infantil, bem como

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudo e Pesquisa em Eletrônica Profissional e Informática Ltda. - CEPEP EMENTA: Credencia a sede do Centro de Estudo e Pesquisa em Eletrônica Profissional e Informática Ltda. -

Leia mais

PROCESSO N 333/15 PROTOCOLO Nº 13.451.439-6 PARECER CEE/CEMEP Nº 182/15 APROVADO EM 21/05/15

PROCESSO N 333/15 PROTOCOLO Nº 13.451.439-6 PARECER CEE/CEMEP Nº 182/15 APROVADO EM 21/05/15 PROTOCOLO Nº 13.451.439-6 PARECER CEE/CEMEP Nº 182/15 APROVADO EM 21/05/15 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO GRAU TÉCNICO UNIDADE CURITIBA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARA CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO CEARÁ CÂMARA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL

GOVERNO DO ESTADO DO CEARA CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO CEARÁ CÂMARA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL INTERESSADA: Escola Técnica de Maracanaú Ceará EMENTA: Recredencia a Escola Técnica de Maracanaú e reconhece o curso Técnico em Higiene Dental, até 31.12.2008. RELATOR: José Carlos Parente de Oliveira

Leia mais

2 Instruem o Processo, dentre outros, os seguintes documentos:

2 Instruem o Processo, dentre outros, os seguintes documentos: PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Comissão de Educação Infantil Parecer n.º 003/2015 CME/PoA Processo nº 001.033993.13.0 Credencia/autoriza

Leia mais

O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica

O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica O Ensino a Distância nas diferentes Modalidades da Educação Básica Francisco Aparecido Cordão Conselheiro da Câmara de Educação Básica do CNE facordao@uol.com.br 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT.

RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT. RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT. Fixa normas complementares, para o Sistema Estadual de Ensino, à lmplementação das Diretrizes Curriculares para a Formação de Professores da Educação Infantil e dos anos iniciais

Leia mais

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007.

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. SIC 56/07 Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. 1. DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO, PELO INEP, DOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PARA O CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E SEUS PÓLOS DE APOIO

Leia mais

ASDFASDF Câmara de Educação Superior e Profissional

ASDFASDF Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Escola Técnica MRH MRHTECH EMENTA: Credencia a Escola Técnica MRH MRHTECH, nesta capital, e reconhece o curso técnico em Transações Imobiliárias Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios na modalidade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 334, DE 28 DE JANEIRO DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº 334, DE 28 DE JANEIRO DE 2016. RESOLUÇÃO Nº 334, DE 28 DE JANEIRO DE 2016. Estabelece normas para a oferta de Educação a Distância EaD no Sistema Estadual de Ensino. Dá nova redação ao artigo 5º da Resolução CEEd nº 320/2012. O CONSELHO

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda/CEPEP EMENTA: Credencia o Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda/CEPEP, na

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Escola Técnica Padrão EMENTA: Recredencia a Escola Técnica Padrão e reconhece o curso Técnico em Edificações Eixo Tecnológico: Infraestrutura, ofertado na modalidade presencial em sua sede

Leia mais

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira.

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira. INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Administração Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, do Centro de Estudos

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Segurança do Trabalho, oferecido pelo Centro de Estudos e Pesquisas em

Leia mais

Prática Docente em EAD

Prática Docente em EAD Prática Docente em EAD Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Prática Docente em EAD R E V I S Ã O... Antes da avaliação Programação da Disciplina 22/Agosto: Bases teóricas da prática docente em

Leia mais

http://www.sinpro-rs.org.br/ead/resolucao262.asp

http://www.sinpro-rs.org.br/ead/resolucao262.asp Page 1 of 5 Capa Legislação Notícias Opine Opiniões Textos Links relacionados Mirante RESOLUÇÃO CEED Nº 293, de 22 de agosto de 2007 - Estabelece normas e regulamenta a oferta da Educação a Distância EaD

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO I- DA EXIGÊNCIA - Resolução CNE/CP 1/ 2002, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura,

Leia mais

PROCESSO N 1154/14 PROTOCOLO Nº 12.150.961-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 900/14 APROVADO EM 02/12/2014

PROCESSO N 1154/14 PROTOCOLO Nº 12.150.961-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 900/14 APROVADO EM 02/12/2014 PROCESSO N 1154/14 PROTOCOLO Nº 12.150.961-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 900/14 APROVADO EM 02/12/2014 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: COLÉGIO ENSITEC ENSINO

Leia mais

NOME DO CURSO: Atendimento Educacional Especializado na Perspectiva da Educação Inclusiva Nível: Especialização Modalidade: A distância

NOME DO CURSO: Atendimento Educacional Especializado na Perspectiva da Educação Inclusiva Nível: Especialização Modalidade: A distância NOME DO CURSO: Especializado na Perspectiva da Educação Inclusiva Nível: Especialização Modalidade: A distância Parte 1 Código / Área Temática Código / Nome do Curso Etapa de ensino a que se destina Nível

Leia mais

PROCESSO N. 515/08 PROTOCOLO N.º 5.673.675-1 PARECER N.º 883/08 APROVADO EM 05/12/08 INTERESSADA: SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES

PROCESSO N. 515/08 PROTOCOLO N.º 5.673.675-1 PARECER N.º 883/08 APROVADO EM 05/12/08 INTERESSADA: SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES PROCESSO N. 515/08 PROTOCOLO N.º 5.673.675-1 PARECER N.º 883/08 APROVADO EM 05/12/08 CÂMARA DE LEGISLAÇÃO E NORMAS INTERESSADA: SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES MUNICÍPIO: ITAIPULÂNDIA

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Instrumentos de avaliação para credenciamento

Leia mais

INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores

INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores EMENTA: Credencia o Instituto de Educação Profissional SOS Computadores, nesta Capital, e reconhece o curso de educação profissional técnica

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº 195- CEPEX/2007

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº 195- CEPEX/2007 RESOLUÇÃO Nº 195- CEPEX/2007 APROVA O REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS - UNIMONTES O Reitor e Presidente do CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

A Educação Básica no Sistema Estadual de Ensino de Sergipe. II Encontro Estadual dos Conselhos de Educação

A Educação Básica no Sistema Estadual de Ensino de Sergipe. II Encontro Estadual dos Conselhos de Educação A Básica no Sistema Estadual de Ensino de Sergipe 1 LDB - Da organização Art. 8º A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios organizarão, em regime de colaboração, os respectivos sistemas de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 24/8/2009, Seção 1, Pág. 16. Portaria n 816, publicada no D.O.U. de 24/8/2009, Seção 1, Pág. 16. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. - Área de Comunicação: Técnico em Propaganda e Marketing

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. - Área de Comunicação: Técnico em Propaganda e Marketing CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 24/7/2001, publicado no DODF de 27/7/2001, p. 40. Portaria nº 353, de 14/8/2001, publicada no DODF de 16/8/2001, p. 16. Parecer nº 136/2001-CEDF Processo

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

PROCESSO N. 429/11 PROTOCOLO N.º 5.673.964-5 PARECER CEE/CEB N.º 291/11 APROVADO EM 04/05/11

PROCESSO N. 429/11 PROTOCOLO N.º 5.673.964-5 PARECER CEE/CEB N.º 291/11 APROVADO EM 04/05/11 PROTOCOLO N.º 5.673.964-5 PARECER CEE/CEB N.º 291/11 APROVADO EM 04/05/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: ESCOLA DE FORMAÇÃO EDUCACIONAL A DISTÂNCIA RESIDÊNCIA SAÚDE FORMAÇÃO TÉCNICA, ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III SIC 38/10* Belo Horizonte, 3 de dezembro de 2010. MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III O MEC publicou a Portaria nº 1326, de 18/11/2010 (ver íntegra do texto abaixo). É preciso ser mágico

Leia mais

PROCESSO N.º 1053/11 PROTOCOLO N.º 10.402.586-2 PARECER CEE/CEB N.º 1046/11 APROVADO EM 10/11/11

PROCESSO N.º 1053/11 PROTOCOLO N.º 10.402.586-2 PARECER CEE/CEB N.º 1046/11 APROVADO EM 10/11/11 PROTOCOLO N.º 10.402.586-2 PARECER CEE/CEB N.º 1046/11 APROVADO EM 10/11/11 CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO SENAC EM IRATI MUNICÍPIO: IRATI ASSUNTO: Pedido de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 78, DE 20 DE JUNHO DE 2007.

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 78, DE 20 DE JUNHO DE 2007. RESOLUÇÃO Nº 78, DE 20 DE JUNHO DE 2007. Dispõe sobre instrução de processos para a regulamentação das escolas indígenas do Estado do Tocantins. O Conselho Estadual de Educação do Tocantins, no uso das

Leia mais

PROCESSO Nº 604/15 PROTOCOLO Nº 13.399.921-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 314/15 APROVADO EM 30/07/15

PROCESSO Nº 604/15 PROTOCOLO Nº 13.399.921-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 314/15 APROVADO EM 30/07/15 PROTOCOLO Nº 13.399.921-3 PARECER CEE/CEMEP Nº 314/15 APROVADO EM 30/07/15 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: COLÉGIO ENSITEC ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO N o : E-03/100.029/2008 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO APLICADO A PROFISSIONAIS LTDA

COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO N o : E-03/100.029/2008 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO APLICADO A PROFISSIONAIS LTDA Governo do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROCESSO N o : E-03/100.029/2008 INTERESSADO: CENTRO DE ENSINO E TREINAMENTO

Leia mais

Revogada pela Resolução nº 300, de 15 de setembro de 2009.

Revogada pela Resolução nº 300, de 15 de setembro de 2009. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Revogada pela Resolução nº 300, de 15 de setembro de 2009. RESOLUÇÃO CEED Nº 293, de 22 de agosto de 2007. Estabelece normas e regulamenta a oferta

Leia mais

Comissão de Ensino Médio, Modalidades e Normas Gerais Indicação nº 010/2015

Comissão de Ensino Médio, Modalidades e Normas Gerais Indicação nº 010/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Comissão de Ensino Médio, Modalidades e Normas Gerais Indicação nº 010/2015 Define critérios para oferta

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Instituto Educacional da Bahia Ltda. (IEB) UF: BA ASSUNTO: Credenciamento da Faculdade de Tecnologia de Valença,

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Casa de Nossa Senhora da Paz Ação Social Franciscana UF: SP ASSUNTO: Credenciamento da Universidade São Francisco,

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Instituto de Educação Profissional SOS Computadores EMENTA: Recredencia o Instituto de Educação Profissional SOS Computadores como instituição de Ensino Profissional de Nível Técnico, altera

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Resolução nº 014/2014, de 24 de julho de 2014. Determina publicação no Diário oficial de Porto Alegre do

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO (*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 04/12/2007. (*) Portaria / MEC n 1.151, publicada no Diário Oficial da União de 04/12/2007. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

TÍTULO I DAS ENTIDADES

TÍTULO I DAS ENTIDADES RESOLUÇÃO Nº 444 DE 27 DE ABRIL DE 2006. 1205 Ementa: Dispõe sobre a regulação de cursos de pós-graduação lato sensu de caráter profissional. O Conselho Federal de Farmácia, no uso das atribuições que

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Programa 0049 DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Objetivo Ampliar e melhorar a oferta de atendimento aos portadores de necessidades educativas especiais. Público Alvo Alunos com necessidades educativas

Leia mais

PROGRAMA SELO DE QUALIDADE

PROGRAMA SELO DE QUALIDADE CONSELHO REGIONAL DE QUÍMICA IV REGIÃO (SP) COMISSÃO DE ENSINO TÉCNICO PROGRAMA SELO DE QUALIDADE PARA CURSOS TÉCNICOS DA ÁREA QUÍMICA CRITÉRIOS PARA A RECERTIFICAÇÃO VERSÃO 1 - NOVEMBRO DE 2010 WWW.CRQ4.ORG.BR

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO COORDENAÇÃO DE ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO ESCOLAR

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO COORDENAÇÃO DE ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO ESCOLAR ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO COORDENAÇÃO DE ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO ESCOLAR ORIENTAÇÕES PARA A INSTRUÇÃO DE PROCESSOS E ATIVIDADES QUE ENVOLVEM A ESTRUTURA

Leia mais

EDITAL Nº 077/ 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS EJA NA DIVERSIDADE

EDITAL Nº 077/ 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS EJA NA DIVERSIDADE EDITAL Nº 077/ 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS EJA NA DIVERSIDADE A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do, da

Leia mais

Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014.

Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014. Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014. Dispõe sobre o processo de escolha para a designação de Professor para exercer a função gratificada de Vice-Diretor de Escola e Coordenador Pedagógico, nas Unidades

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe Sumário Título I Dos Cursos de Pós Graduação e suas finalidades...1 Título II Dos Cursos de Pós Graduação em Sentido Lato...1 Título III Dos Cursos de

Leia mais

PROCESSO Nº 583/14 PROTOCOLO Nº 13.041.446-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 817/14 APROVADO EM 05/11/2014

PROCESSO Nº 583/14 PROTOCOLO Nº 13.041.446-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 817/14 APROVADO EM 05/11/2014 PROTOCOLO Nº 13.041.446-0 PARECER CEE/CEMEP Nº 817/14 APROVADO EM 05/11/2014 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: COLÉGIO COMPANHIA DA CRIANÇA EDUCAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA OS ATOS REGULATÓRIOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO DO PARANÁ VOLUME I MANUAL

PROCEDIMENTOS PARA OS ATOS REGULATÓRIOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO DO PARANÁ VOLUME I MANUAL PROCEDIMENTOS PARA OS ATOS REGULATÓRIOS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO SISTEMA ESTADUAL DE ENSINO DO PARANÁ VOLUME I MANUAL DELIBERAÇÕES CEE/PR nº s 03/98, 10/99, 02/03, 02/05, 03/06, 08/06, 01/07, 05/10,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.622, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2005. Vide Lei n o 9.394, de 1996 Regulamenta o art. 80 da Lei n o 9.394, de 20 de dezembro

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL / À

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL / À EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / À distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e Adultos

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC 1 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO - PPC O PPC, Projeto Pedagógico de Curso, é o instrumento de concepção de ensino e aprendizagem de um curso e apresenta características de um projeto, no qual devem ser definidos

Leia mais

PROCESSO Nº 702/06 PROTOCOLO Nº 8.894.983-8 PARECER Nº 203/06 APROVADO EM 14/07/06

PROCESSO Nº 702/06 PROTOCOLO Nº 8.894.983-8 PARECER Nº 203/06 APROVADO EM 14/07/06 PROTOCOLO Nº 8.894.983-8 PARECER Nº 203/06 APROVADO EM 14/07/06 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR INTERESSADA: FACULDADE UNILAGOS MUNICÍPIO: MANGUEIRINHA ASSUNTO: Pedido de reconhecimento do curso de graduação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Portaria/MEC nº 2.689, publicada no Diário Oficial da União de 02/08/2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Associação de Ensino Versalhes UF:

Leia mais

PROCESSO Nº 102/2004 APROVADO PELO PLENÁRIO EM 21/09/2004 PARECER CEE/PE Nº 88/2004-CEB I - RELATÓRIO:

PROCESSO Nº 102/2004 APROVADO PELO PLENÁRIO EM 21/09/2004 PARECER CEE/PE Nº 88/2004-CEB I - RELATÓRIO: INTERESSADO: CENTRO GESTÃO TÉCNICA PERNAMBUCO LTDA ASSUNTO : CRENCIAMENTO E AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICOS EM ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDA RELATOR : CONSELHEIRO JOSIAS SILVA ALBUQUERQUE PROCESSO 102/2004

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen 1 SUMÁRIO Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O CURSO... 3 3. PERFIL DO TECNÓLOGO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL... 3 4. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 3 5. CONDIÇÕES GERAIS DO ESTÁGIO... 5 6. MATRÍCULA...

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação

Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação 1 Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria Municipal de Educação PROCESSO Nº: 6602342/2008 INTERESSADO(A): ASSUNTO: RELATORA: PARECER Nº.: 05/2014 CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCARTE PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPITULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPITULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPITULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE Art. 1º. O objetivo das Atividades Complementares é fomentar complementação

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE TERESINA

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE TERESINA CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE TERESINA Rua Lizandro Nogueira, 1536 - Centro. Telefone: (0xx86)3215-7639 CEP.: 64.000-200 - Teresina Piauí E-Mail: semec.cme@teresina.pi.gov.br PARECER CME/THE Nº. 002/2009

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO - FCAP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DO RECONHECIMENTO DO CURSO SUPERIOR SEQUENCIAL DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM GESTÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 15/03/2004 (*) Portaria/MEC nº 552, publicada no Diário Oficial da União de 15/03/2004 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 21/08/2008

PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 21/08/2008 PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 21/08/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Centro Educacional e Desportivo Santa

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 CONSUC Parecer 12/2008 Aprovado em 02/12/2008 RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno O DIRETOR GERAL DA FACULDADE DAS AMÉRICAS,

Leia mais

PROCESSO N 1037/15 PROTOCOLO N 13.751.805-8 PARECER CEE/CEMEP Nº 664/15 APROVADO EM 08/12/15

PROCESSO N 1037/15 PROTOCOLO N 13.751.805-8 PARECER CEE/CEMEP Nº 664/15 APROVADO EM 08/12/15 PROTOCOLO N 13.751.805-8 PARECER CEE/CEMEP Nº 664/15 APROVADO EM 08/12/15 CÂMARA DO ENSINO MÉDIO E DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO INTERESSADO: COLÉGIO ESTADUAL PROFESSOR SALVADOR ALVES

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 4.106, DE 2012 I RELATÓRIO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 4.106, DE 2012 I RELATÓRIO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N o 4.106, DE 2012 Regulamenta o exercício da profissão de Supervisor Educacional, e dá outras providências. Autor: Deputado ADEMIR CAMILO Relator: Deputado ARTUR BRUNO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 453, de 28 de abril de 2005. Conselho Nacional de Educação de Minas Gerais.

RESOLUÇÃO Nº 453, de 28 de abril de 2005. Conselho Nacional de Educação de Minas Gerais. SIC 01 /05 - CEE/MG Belo Horizonte, 25 de maio de 2005. PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 453, de 28 de abril de 2005. Conselho Nacional de Educação de Minas Gerais. Estabelece normas

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 3, DE 15 DE JUNHO DE 2010

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 3, DE 15 DE JUNHO DE 2010 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 3, DE 15 DE JUNHO DE 2010 Institui Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos nos aspectos relativos à duração dos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DELIBERAÇÃO CEE/MS N 9000, de 6 de janeiro de 2009. Dispõe sobre a educação a distância no Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso

Leia mais

Cursos de Graduação EAD - UNINASSAU Perguntas e Respostas - Comunicação Interna

Cursos de Graduação EAD - UNINASSAU Perguntas e Respostas - Comunicação Interna Cursos de Graduação EAD - UNINASSAU Perguntas e Respostas - Comunicação Interna INFORMAÇÕES GERAIS 1. Sobre os Cursos EAD da UNINASSAU Celebramos mais um momento de conquistas, a UNINASSAU a partir deste

Leia mais

GUIA DO PÓS-GRADUANDO ON-LINE

GUIA DO PÓS-GRADUANDO ON-LINE GUIA DO PÓS-GRADUANDO ON-LINE UNIASSELVI-PÓS Programa de Pós-Graduação APRESENTAÇÃO Seja bem-vindo ao programa de pós-graduação UNIASSELVI-PÓS! Aqui você encontra, de forma simples e ágil, todas as orientações

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve:

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve: >PORTARIA Nº 2.051, DE 9 DE JULHO DE 2004 Regulamenta os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004.

Leia mais