Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework"

Transcrição

1 Introdução ao C# Microsoft.NET (comumente conhecido por.net Framework - em inglês: dotnet) é uma iniciativa da empresa Microsoft, que visa uma plataforma única para desenvolvimento e execução de sistemas e aplicações. Todo e qualquer código gerado para.net, pode ser executado em qualquer dispositivo que possua um framework de tal plataforma.. Visão geral do.net Framework O.Net Framework é um ambiente fortemente tipado para desenvolvimento e execução de aplicações. O.NET Framework gerencia todos os aspectos de execução de um programa. Ele aloca memória para armazenar dados e instruções, gerencia permissões para execução dos programas. O.NET Framework consistem em dois componentes mestres: A Common Language Runtime e a.net Framework Class Library. O CLR (Common Language Runtime) pode ser ainda o ambiente que gerencia a execução do código. Ele fornece os serviços core como compilação de código, alocação de memória, gerenciamento de thread e coleta de lixo. O CTS (Common Type System) força a tipagem de variáveis e garante que o código é executado em um ambiente seguro e também com segurança ao acesso ao código. A biblioteca de classes do.net Framework fornece uma coleção de tipos úteis e reutilizáveis que foram desenvolvidos para interagir com a Common Language Runtime.

2 Características do C# A Microsoft desenvolveu a linguagem C# em conjunto com a arquitetura.net, sendo assim uma linguagem de programação especialmente desenvolvida para esta plataforma. Todos sabemos que a plataforma.net suporta uma gama de linguagens de programação como C# (claro), VB.NET, J#, C++, Delphi for.net entre outras, o que torna essa arquitetura produtiva e independente de linguagem, ou seja, o desenvolvedor pode escolher, dentre as linguagens disponíveis, a que mais o agrada. Essa liberdade de escolha da linguagem de programação também aumenta a produtividade de um time de desenvolvimento, pois enquanto parte dos desenvolvedores estão construindo a interface gráfica em VB.NET um outro grupo pode estar desenvolvendo as classes de negócio com C#, por exemplo. Depois é só integrar as duas partes do projeto. Você deve estar se perguntando então, se posso usar qualquer uma dessas linguagens citadas acima porque vou escolher logo C#? Bem a resposta não é nenhuma máxima absoluta, pois acredito que linguagem é como um sapato, devemos usar um que nos deixa confortáveis e mais é adequado para ocasião, ou seja, não basta apenas gostarmos da linguagem, precisamos perceber qual a linguagem ou tecnologia mais se encaixa ao nosso projeto ou cliente. Acredito que não há uma linguagem que seja melhor para todo tipo de projeto, até porque, toda linguagem ou tecnologia é criada para um determinado segmento, mesmo que seja um segmento bem amplo, como é o caso da plataforma.net. C# sofre influência de várias linguagens, mais notadamente do Delphi, C++ e Java. A linguagem C# na verdade é a reunião das principais vantagens dessas linguagens, corrigindo seus defeitos e/ou limitações e acrescentando alguns outros recursos, o que faz do C# uma linguagem muito poderosa e atrativa aos desenvolvedores que desejam migrar para a plataforma Microsoft.NET, pois é fácil de assimilar pelos novatos no mundo do desenvolvimento de softwares e proporciona uma baixa curva de aprendizagem para os mais experientes. É comum escutarmos falar que o C# é tão poderosa quanto C++ e tão organizada, flexível e fácil de programar quanto o Delphi. Vejamos então algumas das características do C#, que é nossa linguagem foco nessa coluna: Como já citei antes, C# foi feita a partir do zero para funcionar especialmente na plataforma.net, sem a necessidade de compatibilidade com código já existente; A maior parte das classes do.net Framework foram desenvolvidos em C#; Primeira linguagem "orientada à componentes" da família C/C++; Segue os padrões de POO, onde tudo deriva de um ancestral comum, no caso System.Object, não existem atributos e métodos stand-alone, tudo é declarado dentro do escopo da classe, contudo é possível declarar tipos struct e enum fora do escopo de classes; Fortemente tipada, o que ajuda a evitar erros oriundos de uma manipulação imprópria de tipo e/ou atribuições;

3 Suporte à COM, COM+ ou outras DLLs escritas por linguagens que geram código não gerenciado; É case-sensitive, ou seja, faz diferenciação entre maiúsculas e minúsculas, por exemplo, rnet é completamente diferente de RNET; Os programas escritos em C# rodam sob um ambiente gerenciável, o que significa que todo o controle de memória é feito pelo.net Framework e não diretamente pelo programador, reduzindo assim falhas na programação enquanto a alocação e liberação de um objeto na memória. IDE's para desenvolver softwares em C# Por ser uma linguagem padronizada, a linguagem C# não se limita a ter apenas um fornecedor de IDE's. Várias empresas já estão distribuindo suas IDE's para C#, algumas de forma comercial, outras como OpenSouce ou simplesmente gratuitas. É possível inclusive desenvolver aplicações em C# apenas usando o bloco de notas e as ferramentas de linha de comando do Microsoft.NET Framework SDK v1.1. Algumas das mais conhecidas são: Microsoft Visual Studio.NET 2003; Borland Delphi 2005; ASP.NET WebMatrix; #develop (SharpDevelop); Eclipse for C#. Nosso primeiro programa em C# Agora que já sabemos um pouco sobre a linguagem Vamos então fazer nosso primeiro programa em C#, o famoso "Hello World". Logo após comentaremos seu código. using System; class HelloWorld{ public static void Main(string[] args){ Console.WriteLine("Hello World! Bem vindo ao RNET"); Console.ReadLine(); } } Comentando o código do nosso primeiro programa em C#. Na primeira linha temos o carregamento do namespace System que contém a classe Console que estamos utilizando no nosso programa. Em C# usamos a diretiva using seguida do nome do pacote que queremos utilizar. NameSpace no.net tem a função de organizar as classes, para que não se misturem com outras classes de mesmo nome. São equivalentes aos pacotes do Java. Logo a seguir temos a declaração da nossa classe, neste caso HelloWorld. Se você ainda não está familiarizado com o conceito de classes não se preocupe, falaremos sobre esse assunto nas próximas colunas, onde discutiremos POO, UML e Engenharia

4 de Software. Por enquanto vamos nos limitar a entender a estrutura do código e que, de forma sucinta, classes são tipos de dados abstratos usados para modelar e representar objetos do mundo real em nossas aplicações. Neste nosso exemplo só temos um método, o Main(). Todo programa C# deve ter uma classe que implemente o método Main(), que deve ser declarado com o modificador estático (static), que sinaliza que este é um método que opera sobre a classe e não sobre uma instância dessa classe (objeto). Sendo então, o método Main() o ponto de entrada de execução do programa. O método Main() pode ter algumas variantes com a seguir: Ex. 01: Retornando um vazio Ex. 02: Retornando um inteiro Ex. 03: Recebe argumentos por meio de um array de string e retornando um vazio public static void Main(string[] args) Ex. 04: Recebe argumentos por meio de um array de string e retornando um inteiro public static int Main(string[] args) Conclusão Neste nosso primeiro contato com C# percebemos que é uma linguagem promissora e que oferece uma séria de benefícios para o desenvolvimento na Plataforma.NET, seja para aplicações Windows Forms, Class Library, ASP.NET Web Application, Web Services, Smart Application entra outras. Não percam as próximas colunas, onde estaremos falando um pouco mais sobre essa linguagem do.net. Bibliografia e referências Livro C# E.NET - Guia do Desenvolvedor Editora Campus Edwin Lima, Eugênio Reis Artigo C#: A nova linguagem da arquitetura.net - Por Mauro Sant'Anna

5 Outras referências MSDN Brasil

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi Fundamentos da plataforma.net André Menegassi O que é o.net Framework?.NET é uma plataforma de software para desenvolvimento de aplicações que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos através

Leia mais

Professor: Douglas Sousa Cursos de Computação

Professor: Douglas Sousa Cursos de Computação Linguagem de Programação C# Professor: Douglas Sousa Cursos de Computação Agenda Conceitos Básicos; Principais Características; Visual Studio; Meu Primeiro Programa; A Linguagem C#; Sistemas de Tipos;

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1 DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE AULA 1 CAMPUS SANTO ANDRÉ CELSO CANDIDO SEMESTRE 2014 1 Características da Plataforma.NET A plataforma.net Framework 4.0 (.NET 4.0) é uma plataforma de softwares que fornece

Leia mais

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Willian Magalhães 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br Professor Apresentação Agenda Ementa, Objetivo, Conteúdo Programático, Bibliografia,

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

Alfamídia Programação: Desenvolvendo com C#

Alfamídia Programação: Desenvolvendo com C# Alfamídia Programação: Desenvolvendo com C# Todos os direitos reservados para Alfamídia Prow AVISO DE RESPONSABILIDADE As informações contidas neste material de treinamento são distribuídas NO ESTADO EM

Leia mais

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes Ambiente de Programação Visual Framework.NET Prof. Mauro Lopes 1-31 13 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net. Ao final desta aula, o aluno terá compreendido a Arquitetura de uma aplicação.net.

Leia mais

Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C#

Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C# Linguagem de Programação 3 Framework.NET, Microsoft Visual C# 2010 Express e Elementos da Linguagem C# Prof. Mauro Lopes 1-31 35 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net, o ambiente de desenvolvimento

Leia mais

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes

Ambiente de Programação Visual. Framework.NET. Prof. Mauro Lopes. Ambiente de Programação Visual Prof. Mauro Lopes Ambiente de Programação Visual Framework.NET Prof. Mauro Lopes 1-31 16 Objetivos Nesta aula iremos apresentar a tecnologia.net. Ao final desta aula, o aluno terá compreendido a Arquitetura de uma aplicação.net.

Leia mais

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET PADI 2015/16 Aula 1 Introdução à Plataforma.NET 1 Sumário 1. Framework.NET Arquitectura 2. Linguagem C# 2.0 Sintaxe C# vs. Java vs. C++ 3. IDE: MS Visual Studio 2005 ou superior Ferramentas Console/Win

Leia mais

Parte I Princípios básicos do Microsoft.NET Framework

Parte I Princípios básicos do Microsoft.NET Framework Sumário Parte I Princípios básicos do Microsoft.NET Framework Capítulo 1 A arquitetura da plataforma de desenvolvimento.net Framework.............................. 35 Compilando código-fonte em módulos

Leia mais

ASP.NET 2.0 e PHP. Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes

ASP.NET 2.0 e PHP. Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes ASP.NET 2.0 e PHP Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes Linguagens pesquisadas ASP.NET 2.0 e PHP. 1 - ASP.NET 2.0 ASP.NET não é nem uma linguagem de programação como VBScript, php, nem um servidor

Leia mais

UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C#

UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C# UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C# Robson Bartelli¹, Wyllian Fressatti¹. ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil robson_lpbartelli@yahoo.com.br,wyllian@unipar.br

Leia mais

Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP

Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP Programação Orientada a Objetos Prof. Rone Ilídio UFSJ/CAP 1) Introdução Programação Orientada a Objetos é um paradigma de programação bastante antigo. Entretanto somente nos últimos anos foi aceito realmente

Leia mais

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br

ASP.NET. Guia do Desenvolvedor. Felipe Cembranelli. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br ASP.NET Guia do Desenvolvedor Felipe Cembranelli Novatec Editora www.novateceditora.com.br 1 Introdução à plataforma.net A plataforma Microsoft.NET.NET é uma nova plataforma de software para desenvolvimento

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService

Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService Faculdade de Negócios e Administração de Sergipe Disciplina: Integração Web Banco de Dados Professor: Fábio Coriolano Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService Professor: Fabio

Leia mais

Seminário - C# DSO II. Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2. Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo

Seminário - C# DSO II. Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2. Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo Seminário - C# DSO II Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos 2 Equipe: Diorges, Leonardo, Luís Fernando, Ronaldo Roteiro Breve Histórico Plataforma.NET Características da Linguagem Sintaxe Versões

Leia mais

Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET

Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET Trabalho Prático Nº1 Introdução ao C#.NET 1. OBJECTIVOS - Entender o contexto da plataforma.net - Desenvolver programas simples em C#.NET - Saber efectuar entradas de dados em modo Consola e Windows Forms

Leia mais

Introdução a lógica de programação. Aula 02: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express

Introdução a lógica de programação. Aula 02: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express Introdução a lógica de programação Aula 02: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express Roteiro da aula Linguagem de Programação Visual C#: Introdução a C# através de comandos de entrada

Leia mais

PARTE I A Linguagem C#

PARTE I A Linguagem C# PARTE I A Linguagem C# Capítulo 1, C# 3.0 e o.net 3.5 Capítulo 2, Iniciando: Hello World Capítulo 3, Fundamentos da Linguagem C# Capítulo 4, Classes e Objetos Capítulo 5, Herança e Polimorfismo Capítulo

Leia mais

Introdução a Java. Hélder Nunes

Introdução a Java. Hélder Nunes Introdução a Java Hélder Nunes 2 Exercício de Fixação Os 4 elementos básicos da OO são os objetos, as classes, os atributos e os métodos. A orientação a objetos consiste em considerar os sistemas computacionais

Leia mais

2QRYR&ODULRQ1(73DUWH,

2QRYR&ODULRQ1(73DUWH, 2QRYR&ODULRQ1(73DUWH, 3RU-XOLR&pVDU3HGURVR Gosto de escrever sobre FRLVDV QRYDV, sobre QRYDV WHFQRORJLDV, enfrentar desafios e pesquisas sobre o assunto. Afinal, de velho, basta eu! Como assinante da Clarion

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud. Como aproveitar o melhor de cada programador?

Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud. Como aproveitar o melhor de cada programador? Como acompanhar a evolução dos aplicativos? Console >> Desktop >> Web >> Mobile >> Cloud Como aproveitar o melhor de cada programador? Clientes querem tudo pra ontem. Como atender essa necessidade? Microsoft.NET

Leia mais

Aula 01: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express

Aula 01: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express Aula 01: Linguagens de Programação e Introdução ao Visual C# Express EMENTA: Introdução ao Visual C#. Fundamentos da Linguagem. Estruturas de decisão e repetição. Modularização de Programas: Funções. Arrays

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente de Desenvolvimento Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.2/tcc-00.226

Leia mais

Infracontrol versão 1.0

Infracontrol versão 1.0 Infracontrol versão 1.0 ¹Rafael Victória Chevarria ¹Tecnologia em Redes de Computadores - Faculdade de Tecnologia SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) Rua Gonçalves Chaves 602-A Centro 96015-560

Leia mais

Linguagem de Programação Procedural (VB) Prof. MSc Eng Marcelo Bianchi AULA 01 - INTRODUÇÃO AO VB

Linguagem de Programação Procedural (VB) Prof. MSc Eng Marcelo Bianchi AULA 01 - INTRODUÇÃO AO VB Linguagem de Programação Procedural (VB) Prof. MSc Eng Marcelo Bianchi AULA 01 - INTRODUÇÃO AO VB Visão Geral do Visual Basic.NET Conceitos Básicos Antes de codificar um programa dentro do Visual Studio

Leia mais

Comparando Java e C#

Comparando Java e C# Por: Lincon Alexandre Marques Jonathan T. Dos Santos Ricardo Fumio Tanimoto Abril, 2009 Comparando Java e C# Introdução Escolhemos como tema deste artigo um comparativo entre as linguagens Java e C#, duas

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Qualidade de Software O software é algo abstrato, pois são as instruções que quando executadas atingem o propósito desejado no sistema computacional. (Algoritmo). As principais características são: Complexidade:

Leia mais

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 04 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 2 Prof. Cristóvão Cunha Implementando uma Classe

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

PROGRAMAÇÃODE COMPUTADORES I:C# LuizHenriqueC.Corêa

PROGRAMAÇÃODE COMPUTADORES I:C# LuizHenriqueC.Corêa PROGRAMAÇÃODE COMPUTADORES I:C# LuizHenriqueC.Corêa INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO PROGRAMAÇÃODE COMPUTADORES I:C# LuizHenriqueC.Corêa INFORMAÇÃOECOMUNICAÇÃO Autor Luiz Henrique C. Corrêa Profissional com mais

Leia mais

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da Java Laboratório Aula 1 Programação orientada a objetos Profa. Renata e Cristiane Introdução a Plataforma Java O que é Java? Tecnologia Linguagem de Programação Ambiente de Execução (JVM) Tudo isso é a

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1

Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1 Material elaborado pelo prof. Leandro A. F. Fernandes com contribuições dos profs. Anselmo A. Montenegro e Marcos Lage Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente

Leia mais

OOP - Java. Artur Duque Rossi Mestrado em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora

OOP - Java. Artur Duque Rossi Mestrado em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora OOP - Java Artur Duque Rossi Mestrado em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora 1 Sumário Java Aviso! História do Java Programação Orientada à Objetos Os quatro pilares da OOP Abstração

Leia mais

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Linguagem de Programação Orientada a Objeto Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Introdução a Orientação a Objetos No mundo real, tudo é objeto!; Os objetos se relacionam entre si

Leia mais

Programação Orientada a Objetos OOP. IFES Campus Vitória Engenharia Elétrica 2015-2 Professor: Danilo A. Silva

Programação Orientada a Objetos OOP. IFES Campus Vitória Engenharia Elétrica 2015-2 Professor: Danilo A. Silva Programação Orientada a Objetos OOP IFES Campus Vitória Engenharia Elétrica 2015-2 Professor: Danilo A. Silva Sobre a disciplina Carga horária : 60 horas (30 teóricas e 30 práticas) Material do curso estará

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Introdução ao Paradigma OO

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

Programação online em Java

Programação online em Java Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação Assunto: Programação online em Java Programação online em Java Conteúdo Conteúdo...1 Introdução... 1 1.1.Programas necessários... 1 1.2.Visão

Leia mais

Guia do Programador Joel Saade

Guia do Programador Joel Saade C# Guia do Programador Joel Saade Novatec Copyright 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial,

Leia mais

Ferramentas RAD e DELPHI

Ferramentas RAD e DELPHI Origem: http://my.opera.com/maicokrause/blog/ferramentas-rad-e-delphi Data: 17 Nov 2009 Autor: Maico Krause Ferramentas RAD e DELPHI Thursday, 16. July 2009, 14:27:40 Desenvolvimento, Delphi, Engenharia

Leia mais

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br

Tecnologia Java. Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Tecnologia Java Daniel Destro do Carmo Softech Network Informática daniel@danieldestro.com.br Origem da Tecnologia Java Projeto inicial: Oak (liderado por James Gosling) Lançada em 1995 (Java) Tecnologia

Leia mais

É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada pela Microsoft (Microsoft.NET).

É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada pela Microsoft (Microsoft.NET). C ( C-Sharp ) LPI 1. A Plataforma.NET (em inglês: dotnet) Visão Geral C é uma linguagem de programação. É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada

Leia mais

Definições. Parte 02. Java Conceitos e. Desenvolvimento de Programação Orientada a Objetos. Prof. Pedro Neto

Definições. Parte 02. Java Conceitos e. Desenvolvimento de Programação Orientada a Objetos. Prof. Pedro Neto Java Conceitos e Definições Parte 02 Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 2 O que é Java i. Java ii. Máquina Virtual iii. Java lento? Hotspot e JIT iv. Versões do Java e a confusão do Java2

Leia mais

EMENTA DO CURSO. Tópicos:

EMENTA DO CURSO. Tópicos: EMENTA DO CURSO O Curso Preparatório para a Certificação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer (Java Básico) será dividido em 2 módulos e deverá ter os seguintes objetivos e conter os seguintes

Leia mais

A interface do Microsoft Visual Studio 2005

A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Tarefa Orientada 1 A interface do Microsoft Visual Studio 2005 Objectivos: Introdução à framework.net Iniciar o Visual Studio 2005. Criar um novo projecto de Windows Forms em Visual Basic Introdução à

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel Ambiente de Desenvolvimento Orientação a Objetos É uma técnica de desenvolvimento de softwares que consiste em representar os elementos do mundo

Leia mais

Reuso com Herança a e Composiçã

Reuso com Herança a e Composiçã Java 2 Standard Edition Reuso com Herança a e Composiçã ção Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Como aumentar as chances de reuso Separar as partes que podem mudar das partes que não mudam. Exemplo:

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft

Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Desenvolvimento de Aplicações Locais na Plataforma Microsoft Profª. Angelina V.S. Melaré angelinamelare@gmail.com Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1ºsem/2008 Objetivo da Aula Saber diferenciar

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Introdução ao Visual Studio VB.Net. Programação Estruturada. Prof. Celso Candido ADS / REDES / ENGENHARIA

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Introdução ao Visual Studio VB.Net. Programação Estruturada. Prof. Celso Candido ADS / REDES / ENGENHARIA Introdução ao Visual Studio VB.Net Programação Estruturada 1 Nesse momento inicial não iremos programar em VB.Net, usando o Visual Studio, mas conhecer alguns comandos e variáveis usadas em uma linguagem

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo COMPILADORES Toda linguagem de programação

Leia mais

Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I. Carga horária: 32 Horas

Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I. Carga horária: 32 Horas Treinar - Cursos e Treinamentos C# Módulo I Carga horária: 32 Horas Pré-requisito: Para que os alunos possam aproveitar este treinamento ao máximo, é importante que eles tenham participado dos treinamentos

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Unidade 4 Ambiente de desenvolvimento Java QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática SUMÁRIO A LINGUAGEM JAVA... 3 JVM, JRE, JDK... 3 BYTECODE... 3 PREPARANDO O AMBIENTE

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java

Programação Orientada a Objetos em Java Programação Orientada a Objetos em Java Rone Ilídio da Silva Universidade Federal de São João del-rei Campus Alto Paraopeba 1:14 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos de Programção Orientada a

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 01 Orientação a Objetos Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA Introdução para Iniciantes Prof. M.Sc. Daniel Calife Índice 1 - A programação e a Linguagem Java. 1.1 1.2 1.3 1.4 Linguagens de Programação Java JDK IDE 2 - Criando o primeiro

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola Politécnica. MBA em Engenharia de Computação Avançada (MBCA)

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola Politécnica. MBA em Engenharia de Computação Avançada (MBCA) Universidade Federal do Rio de Janeiro Escola Politécnica MBA em Engenharia de Computação Avançada (MBCA) Programação Paralela utilizando o.net Framework 4 Autor: Martius Eduardo Rodriguez Disciplina:

Leia mais

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice Índice 1. Introdução... 2 1.1. O que é um ambiente de desenvolvimento (IDE)?... 2 1.2. Visão geral sobre o Eclipse IDE... 2 2. Iniciar o Eclipse... 3 2.1. Instalação... 3 2.2. Utilizar o Eclipse... 3 3.

Leia mais

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Programação OO em Java Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Sumário Classes abstratas Interfaces Tipos genéricos Coleções Introdução GUI Classes abstratas São classes que não podem ser instanciadas,

Leia mais

Padrões de projeto 1

Padrões de projeto 1 Padrões de projeto 1 Design Orientado Objeto Encapsulamento Herança Polimorfismo Design Patterns 2 Responsabilidades Booch e Rumbaugh Responsabilidade é um contrato ou obrigação de um tipo ou classe. Dois

Leia mais

Sobre o Professor Dr. Sylvio Barbon Junior

Sobre o Professor Dr. Sylvio Barbon Junior 5COP088 Laboratório de Programação Aula 1 Java Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior Sylvio Barbon Jr barbon@uel.br 1 Sobre o Professor Dr. Sylvio Barbon Junior Formação: Ciência e Engenharia da Computação (2005

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Programação

Conceitos de Linguagens de Programação Conceitos de Linguagens de Programação Aula 07 Nomes, Vinculações, Escopos e Tipos de Dados Edirlei Soares de Lima Introdução Linguagens de programação imperativas são abstrações

Leia mais

Projeto de Software Orientado a Objeto

Projeto de Software Orientado a Objeto Projeto de Software Orientado a Objeto Ciclo de Vida de Produto de Software (PLC) Analisando um problema e modelando uma solução Prof. Gilberto B. Oliveira Estágios do Ciclo de Vida de Produto de Software

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE II. Aula 07 A linguagem de programação C# e sua sintaxe

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE II. Aula 07 A linguagem de programação C# e sua sintaxe DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE II Aula 07 A linguagem de programação C# e sua sintaxe Na aula passada... Avaliamos o conceito de Integrated Development Environment (IDE); Aprendemos um pouco da evolução do

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Aula 01: Começando com Java Objetivos: Compreender o que é Java, OO e suas vantagens; Entender os procedimentos para criação

Leia mais

Lição 9 Trabalhando com bibliotecas de classes

Lição 9 Trabalhando com bibliotecas de classes Lição 9 Trabalhando com bibliotecas de classes Introdução à Programação I 1 Objetivos Ao final da lição, o estudante deverá estar apto a: Explicar o que é programação orientada a objetos e alguns de seus

Leia mais

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 2 DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Todo o processamento que um programa Java faz está definido dentro dos

Leia mais

Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura

Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura Dispositivos móveis e o mercado Mercado cresce a cada ano Muitos recursos Múltiplas plataforma Symbian

Leia mais

Programação Orientada a Objeto

Programação Orientada a Objeto Programação Orientada a Objeto Classes, Atributos, Métodos e Objetos Programação de Computadores II Professor: Edwar Saliba Júnior 1) Java é uma linguagem orientada a objetos. Para que possamos fazer uso

Leia mais

Plugins TerraView. Última revisão: 12/12/32006 Versão TerraLib: 3.1.4

Plugins TerraView. Última revisão: 12/12/32006 Versão TerraLib: 3.1.4 Plugins TerraView Última revisão: 12/12/32006 Versão TerraLib: 3.1.4 Requisitos Código completo da TerraLib na estrutura de diretórios sugerida no site da TerraLib 1. Código completo do TerraView na estrutura

Leia mais

Linguagem de Programação III

Linguagem de Programação III Linguagem de Programação III Aula-3 Criando Classes em Java Prof. Esbel Tomás Valero Orellana Da Aula Anterior Classes em Java, sintaxe básica Tipos básicos de dados em Java, como escolher o tipo apropriado

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto Programação para Dispositivos Móveis Aula 1 Prof. William Yamamoto Visual Studio É uma ferramenta de desenvolvimento completa que atende praticamente a todas as plataformas de desenvolvimento, como: Web

Leia mais

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes.

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes. De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Programação OO em Java Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Sumário Classes abstratas Interfaces Tipos genéricos Coleções Classes abstratas São classes que não podem ser instanciadas, porque representam

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Java Básico. Aula 1 por Thalles Cezar

Java Básico. Aula 1 por Thalles Cezar + Java Básico Aula 1 por Thalles Cezar + Histórico Green Project (1991) Desenvolver plataforma para eletrodomésticos inteligentes Tentaram usar C++ Mas resolveram desenvolver uma linguagem própria Oak

Leia mais

ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA

ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA ESTRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA JAVA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. // Primeiro programa em Java public class PrimeiroPrograma { public static void main(string [] args) { System.out.println("Programação

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Linguagem de Programação Visual

Linguagem de Programação Visual Linguagem de Programação Visual Unidade 1 Ambiente de desenvolvimento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 SOBRE O JAVA... 3 AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO... 5 RECURSOS DA FERRAMENTA NETBEANS...

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

Hardware (Nível 0) Organização. Interface de Máquina (IM) Interface Interna de Microprogramação (IIMP)

Hardware (Nível 0) Organização. Interface de Máquina (IM) Interface Interna de Microprogramação (IIMP) Hardware (Nível 0) Organização O AS/400 isola os usuários das características do hardware através de uma arquitetura de camadas. Vários modelos da família AS/400 de computadores de médio porte estão disponíveis,

Leia mais

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS Este anexo apresenta uma visão geral das seguintes plataformas: 1. Plataforma Microsoft.NET - VB.NET e C#; 2. Plataforma JAVA; 3. Plataforma Android, ios e Windows

Leia mais

AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP

AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP AULA 4 VISÃO BÁSICA DE CLASSES EM PHP Antes de mais nada, vamos conhecer alguns conceitos, que serão importantes para o entendimento mais efetivos dos assuntos que trataremos durante a leitura desta apostila.

Leia mais

Protótipo de ferramenta para monitoração de computadores utilizando o padrão de gerência WMI da Microsoft e a plataforma de desenvolvimento.

Protótipo de ferramenta para monitoração de computadores utilizando o padrão de gerência WMI da Microsoft e a plataforma de desenvolvimento. Protótipo de ferramenta para monitoração de computadores utilizando o padrão de gerência WMI da Microsoft e a plataforma de desenvolvimento.net Acadêmico:Rodrigo Jacobowski Orientador: Prof. Francisco

Leia mais

MedEl: Uma solução de E-Learning utilizando tecnologia Microsoft ASP.NET

MedEl: Uma solução de E-Learning utilizando tecnologia Microsoft ASP.NET MedEl: Uma solução de E-Learning utilizando tecnologia Microsoft ASP.NET Átila Correia Cunha 1, 2, Glaucon Henrique Mauricio Maia 1, 2, Waner Ferreira Tavares 1, 2, Jorge Bergson¹, Rui Gomes Patrício 3

Leia mais

Sistema para gestão de restaurante

Sistema para gestão de restaurante Sistema para gestão de restaurante Luciana Tavares Rosa luciana.rosa@inf.aedb.br AEDB Fábio Rezende Dutra fabio.dutra@inf.aedb.br AEDB Resumo:O sistema para gestão de restaurante é um software desenvolvido

Leia mais

Java Linguagem de programação

Java Linguagem de programação NASA INFORMÁTICA Pág. 1 O ambiente Java Como foi comentado anteriormente, o Java é uma linguagem independente de plataforma. Tal característica torna-se possível com o uso de um formato intermediário,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TECNICO EM INFORMATICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: REVISÃO DA INTRODUÇÃO A ORIENTAÇÃO

Leia mais

Introdução ao Veridis Biometrics SDK VERIDIS

Introdução ao Veridis Biometrics SDK VERIDIS Introdução ao Veridis Biometrics SDK Versão do SDK: 5.0 2013 Veridis Biometrics VERIDIS BIOMETRICS Versão do Documento Versão Data Modificações 1 2 3 4 5 23/mar/2011 17/mai/2011 29/jul/2011 3/out/2011

Leia mais

Web Services Novembro de 2011

Web Services Novembro de 2011 Web Services Novembro de 2011 1. Criação do Web Service Somar na plataforma.net. Colocação do serviço na máquina Dot. 2. Criação de uma aplicação de consola para teste deste serviço. 3. Criação de um Cliente

Leia mais

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Objetivo O objetivo do projeto é especificar o desenvolvimento de um software livre com a finalidade de automatizar a criação de WEBSITES através do armazenamento

Leia mais