CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA /07/2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA 2009 17/07/2009"

Transcrição

1 CARNE BOVINA DESEMPENHO DE 2008 E PERSPECTIVAS PARA /07/2009 MERCADO INTERNACIONAL O Brasil teve uma performance impressionante na produção de carnes nos últimos anos: tornou-se o maior exportador de carne bovina e de carne de frango, sem mencionar o quarto lugar na exportação de carne suína. Para chegar a primeira posição na carne bovina foi preciso ultrapassar os Estados Unidos, que era, e ainda é, o maior produtor e exportava em 2002, 8,9% da sua produção (Tabela 1). A Austrália era, em 2002, o maior exportador e colocava no comércio mundial 67,3% da sua produção. O Brasil exportava 12,4% do que produzia. Os Estados Unidos foram ultrapassados em 2003, por uma leve diferença, que se acentuou nos anos seguintes, tendo-se atenuado depois até 2008.A Austrália foi superada pelo Brasil em 2004 e como manteve sua produção nos anos seguintes e o Brasil cresceu, a distância aumentou a ponto de, em 2007, o Brasil superar as exportações dos Estados Unidos e da Austrália somadas. Com a recuperação parcial dos Estados Unidos e a queda das exportações do Brasil tal fato não se repetiu em 2008 e nem deverá acontecer em 2009, mas o Brasil continuará a frente com sobra (mais que o dobro da exportação americana e 325 mil toneladas a mais do que a Austrália) Tabela 2. O Brasil tem vantagens naturais para a produção a pasto e menores custos. Os Estados Unidos tiveram problemas com a doença da vaca louca e têm maiores custos por causa do confinamento. A Austrália tem limitações por carência de água no seu país que em certos anos se acentua ainda mais. Os Estados Unidos também são importantes importadores (maiores que a Rússia, que é a segunda). A União Européia é grande produtora, mas também importa. A China, que é a quarta produtora e quarta consumidora, quase não participando do mercado internacional (Tabela 2) Estas estimativas do USDA prevêem para 2009 uma queda de 4,4% nas exportações mundiais de carne bovina, depois de ter aumentado 9% em Tabela 1 - Carne Bovina - Comparação Brasil, Estados Unidos e Austrália no mercado internacional (mil t) BRASIL Produção Exportação 0, ESTADOS UNIDOS Produção Exportação AUSTRÁLIA Produção Exportação Fonte: USDA

2 Tabela 2 - Carne bovina - Principais países do mercado (mil t) País Produtor Consumidor Importador Exportador USA Brasil União Européia China Argentina Índia Austrália México Venezuela Canadá Federação Russa Paquistão Nova Zelândia Japão Coréia do Sul Filipinas Egito Uruguai Chile Paraguai Colômbia Outros Total (*)Em equivalente carcaça. Fonte: Usda. MERCADO NACIONAL Agora que estão disponíveis os números do Censo do IBGE de 2006, pode-se ter mais claro a diferenciação que aconteceu no rebanho nacional de bovinos. De 1996 a 2006 o rebanho nacional cresceu 11%, mas as evoluções dos estados variam de 17% ate acréscimo de 120% (Tabela 3). Minas Gerais manteve até 2006 o maior rebanho estadual, mas cresceu só 4,7% entre os censos. Mato Grosso, que era o quarto, passou para segundo em 2006 e, se manteve o crescimento, agora deverá estar em primeiro, pois cresceu 35%. Mato Grosso do Sul, que era segundo em 2006 foi terceiro, pois caiu 11,9 %. Goiás agora é quarto, tendo crescido pouco (1,2%).Dos grandes produtores o Pará foi o que mais cresceu (110,6%) e a Bahia aumentou 19,6%. São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná tiveram decréscimo de rebanho. O

3 único estado sulino que cresceu foi Santa Catarina (15,8%), mas sua expansão foi principalmente no gado leiteiro. Os abates de bovinos no Brasil em 2008 diminuíram 8,5%, tendo sido os piores meses os de março, maio, agosto e novembro. Nos quatro meses iniciais de 2009, as quedas foram ainda maiores, variaram de 7% a 21,6%, com média de 14,8% (Tabela 4). Os abates, que configuram a produção, caíram em decorrência da diminuição de matrizes, que ocorreu por abate, por questão de preços ao produtor reduzidos em 2006 até meados de O rebanho estimado para 2006 era muito maior do que o verificado pelo censo e isso pode ter produzido resultados negativos nos abates do último trimestre de 2007 e em Da queda da produção em 2008, decorreu a diminuição das exportações e da disponibilidade interna e do consumo per cápita (Tabela 5), tendo sido mais afetadas as exportações (-17,4%). Isto quanto ao volume exportado, mas os resultados monetários foram melhores, pois os preços internacionais estavam em elevação e o produto brasileiro estava agregando valor, pois neste ano a carne industrializada correspondeu a 25,4% do total exportado, enquanto que nos anos anteriores ficara entre 18 e 19,5% (Tabela 6). Os principais importadores da carne brasileira foram Rússia, Hong Kong, Venezuela e Irã (Tabela 7). O Egito e o Reino Unido perderam importância em 2008, tendo a União Européia levantado problemas quanto à rastreabilidade: descredenciou a maioria das fazendas produtoras, que depois foram liberadas, mas num número muito inferir ao anterior. Houve uma maior distribuição das exportações para pequenos importadores. O número total ultrapassou a 200 países.

4 Tabela 3 - Carne bovina - Rebanho dos principais estados produtores - Dados censitários (cabeças) Estado % 2006/1996 Minas Gerais ,7 Mato Grosso ,6 Mato Grosso do Sul ,9 Goiás ,2 Pará ,6 Rio Grande do Sul ,7 Bahia ,6 São Paulo ,0 Paraná ,5 Rondônia ,7 Tocantins ,8 Maranhão ,7 Santa Catarina ,8 Ceará ,8 Pernambuco ,7 Rio de Janeiro ,5 Subtotal ,7 Outros ,1 Total ,0 Fonte: IBGE Tabela 4 - Brasil - Abates mensais de bovinos (*) (mil cabeças) Período %08/ (**) %09/08 Janeiro , ,4 Fevereiro , ,4 Março , ,0 Abril , ,6 Maio ,6 Junho ,4 Julho ,9 Agosto ,4 Setembro ,4 Outubro ,8 Novembro ,1 Dezembro ,1 Total ,5 (*) abates sob inspeção federal, estadual e municipal (**) preliminar. Fonte: Safras & Mercado.

5 Tabela 5/I. Brasil - Carne bovina: Balanço de oferta e demanda (mil t/equiv. carcaças) Situação (*) Produção 7.641, , , , , ,0 Exportação 1.259, , , , , ,4 Importação 65,5 54,9 107,7 27,2 100,0 8,2 Disponibilidade 6.317, , , , ,4 Kg/habitante/ano 35,7 38,3 39,1 34,6 39,7 37,9 (*)Preliminar. Fonte:Conab, CNPC,MDIC/Secex Tabela 6/I. Carne bovina - Participação do tipo de produto na exportação da carne Brasil (%) Tipo de produto Carne in natura 80,5 81,9 81,3 74,6 Carne industrializada 19,5 18,1 18,7 25,4 Total Fonte: MDIC/Secex. Tabela 7/I. Carne bovina - Principais países importadores - Brasil (%) País Rússia ,5 Egito ,4 Reino Unido ,1 Chile ,3 Venezuela 5-3 7,8 Hong Kong ,1 Itália ,7 USA ,7 Holanda ,2 Argélia ,1 Irã ,0 Arábia Saudita ,6 Subtotal ,4 Outros ,6 Total ,0 Fonte: MDIC/Secex.

6 MERCADO ESTADUAL Os dados do censo do IBGE de 2006 quando comparados aos de 1996 revelam que Santa Catarina aumentou o rebanho num percentual maior que o do Brasil (15,8% contra 11%), mas os percentuais foram muito diferenciados por mesorregião, microrregião e município (Tabela 8). O oeste catarinense (35,6%), o vale do Itajaí (17,3%), o sul catarinense (10,1%) e a grande Florianópolis (44,8%) tiveram aumentos expressivos de rebanho bovino. O norte catarinense e a região serrana tiveram decréscimos de rebanho (21,7% e 12,7%). Não por coincidência as regiões de crescimento são preponderantemente produtoras de leite e nas descendentes prevalece a produção de carne. Há diferenças expressivas também entre as microrregiões dentro da mesma mesorregião. Na região sul e no vale do Itajaí há diferenças expressivas em sentidos opostos. Isso ocorreu pois muitos pequenos agricultores saídos da suinocultura e do cultivo de grãos dedicam-se ao leite, que promove renda mensal e não semestral ou anual, ao passo que a bovinocultura de corte do estado tem desvantagens naturais quando comparada aos estados do centro-oeste brasileiro. A diminuição de rebanho, como se viu, ocorreu também com estados importantes como Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. Minas Gerais cresceu, mas lá também há domínio da exploração leiteira. Os dados dos efetivos de bovinos já são significativos, mas os números são ainda mais expressivos quando comparados com os estabelecimentos com bovinos. Os dados revelam que, entre 1996 e 2006, estabelecimentos deixaram de ter bovinos, enquanto o número total de estabelecimentos diminuiu em (de para cabeças). Portanto, mesmo que se desconte estes últimos estabelecimentos do número que deixou de ter bovinos, tem-se ainda estabelecimentos que com certeza deixaram de ter bovinos. As quedas percentuais foram de 4,3% no total de estabelecimentos e de 18,3% nos estabelecimentos com bovinos. Em resumo, em 2006 tem-se mais animais num número bem menor de estabelecimentos, ou seja, a produção se concentrou e se profissionalizou e isto aconteceu mais com o gado leiteiro, que foi entre as explorações da agropecuária a que mais cresceu neste período e nos anos mais recentes. Como no caso brasileiro, em decorrência da queda de produção, caiu também a disponibilidade interna e o consumo per cápita de carne bovina em Santa Catarina (Tabela 9), mas não nas mesmas proporções, pois o estado de Santa Catarina importou 37,6% do seu consumo em 2008 (Tabela 10), enquanto o Brasil exportou 20 % da sua produção. As exportações expressivas de Santa Catarina são as de frango (exporta 55,6% da produção) e de carne suína (23,4%). Por outro, lado há toda uma racionalidade econômica no consumo de proteína animal no estado. Santa Catarina consome mais carne de frango e carne suína do que a média nacional e menos carne bovina. No total consome mais do que a média brasileira, porque tem situação econômica melhor do que a média nacional, mas também porque, sendo a carne de frango e suína mais barata que a bovina, com o mesmo custo pode-se consumir mais (Tabela 11).

7 Visto pelo lado do produtor, os preços do boi gordo em 2008 aumentaram R$20,00 por arroba de janeiro a setembro/outubro e caíram depois, incluído os primeiro seis meses de 2009 (Figura 1). Isto ocorreu porque a crise mundial diminuiu as quantidades exportadas e também os preços internacionais, derrubando os preços internos, mesmo que tenha havido decréscimo de produção. Este foi o comportamento geral dos preços, mas sempre pode haver diferenciações por praça. Por exemplo, a praça de Rio do Sul, onde fica o único frigorífico que abate para exportação (SIF), os preços sempre estiveram mais altos e não caíram tanto nos últimos meses -queda de R$8,00 por arroba contra R$ 14,50 por arroba- (Figura 2). Quanto à comparação dos custos com o preço do boi gordo e o preço do atacado, verifica-se que partindo de um ponto comum, os preços do boi e do meio boi evoluem praticamente em paralelo, enquanto que o preço do bezerro tem comportamento diferenciado. Quando o preço do boi está baixo, o do bezerro cai mais ainda, pois não há interesse de investimento na atividade e a demanda e o preço do bezerro caem, mas com a reação do preço do boi, o do bezerro também acompanha, mas num nível mais baixo e, agora em maio/2009, os crescimentos se aproximam, o que indica que, na última safra de bezerro, houve mais interesse dos criadores, ou seja mais determinação para investir (Figura 3). O USDA prevê para o Brasil em 2009 uma queda de produção de 1% e diminuição das exportações de 7%, enquanto o CNPC/CNA é mais otimista e prevê um aumento de produção de 2% e exportações iguais as de Em comum tem a previsão que as exportações devem ter comportamento pior do que a produção. Isto, analisando-se as quantidades exportadas, porque o caso do valor das exportações é mais grave, tendo em vista a queda dos preços internacionais (da média de 2008 para a do primeiro semestre de 2009, as cotações das exportações brasileiras sofreram decréscimo de 19,1% em dólar). Santa Catarina de 2002 para 2008 teve queda de produção, fato que somado ao aumento da população tem aumentado o déficit estadual na produção de carne bovina. Não há fato relevante na produção que autorize a reversão desta tendência ainda em 2009.

8 Tabela 8 /I. Efetivos de bovinos, segundo as mesorregiões, microrregiões e municípios de Santa Catarina 1996 e 2006 Mesorregião, Censo agropecuário Censo agropecuário Variação do microrregião e Diferença efetivo município N Efetivo N Efetivo de % Informantes total Informantes total informantes 2006/1996 (cabeça) (cabeça) % 2006/1996 Santa Catarina ,8 Grande Florianópolis ,8 Florianópolis ,1 Tabuleiro ,1 Tijucas ,7 Norte Catarinense ,7 Canoinhas ,9 Joinville ,8 São Bento do Sul ,3 Oeste Catarinense ,6 Chapecó ,5 Concórdia ,4 Joaçaba ,1 São Miguel d'oeste ,5 Xanxerê ,3 Serrana ,7 Campos de Lages ,0 Curitibanos ,0 Sul Catarinense ,1 Araranguá ,5 Criciúma ,5 Tubarão ,3 Vale do Itajaí ,3 Blumenau ,3 Itajaí ,0 Ituporanga ,3 Rio do Sul ,5 Fonte: IBGE.

9 Tabela 9 - Carne bovina Oferta e demanda Santa Catarina (1.000 t) Situação Produção 124,0 122,0 123,0 120,0 121,5 113,1 112,9 Importação 55,0 60,0 62,0 66,0 66,6 68,9 68,2 Disponib. Interna 179,0 182,0 185,0 187,0 188,1 182,0 181,13 Kg/habitante/ano 32,0 32,0 32,1 31,9 32,2 31,0 30,7 Fonte: Sindicarne, MDIC/Secex e IBGE. Tabela 10 - Carne bovina - Valor, volume e preço das exportações - Brasil e Santa Catarina BRASIL (*) Valor (milhões US$) 3146,3 4017,3 4556, ,60 Volume (milhões t) 1.463, , ,9 1400,3 628,1 Preço (U$/kg) 2,15 2,51 2,69 3,83 3,10 Preço (R$/kg) 5,22 5,45 5,23 7,17 6,78 SANTA CATARINA Valor (milhões US$) 16,6 7,2 6,2 13,1 6,4 Volume (milhões t) 9,7 4,1 3,2 4,0 2,8 Preço (U$/kg) 1,71 1,76 1,94 3,28 2,29 Preço (R$/kg) 4,16 3,82 3,77 6,12 5,01 Fonte: MDIC/Secex (*) até junho Tabela 11 - Suprimento de carnes em Santa Catarina (mil t) Carne Situação %/Produção de 2008 Carne bovina Importação 66 66,6 68,9 68,2 37,6 Carne de frango Exportação ,6 Carne suína Exportação ,4 Fonte:CNPC, UBA, ABIPECS, MDIC/Secex e Epagri/Cepa

10 Tabela 12 - Comparação do consumo brasileiro e catarinense de carnes ( kg/habitante/ano) Brasil Carne bovina 38,3 39,1 34,6 39,7 37,9 Carne de frango 33,7 35,8 35,6 37,2 38,6 Carne suína 11,7 11,4 12,9 12,5 12,7 Total 83,7 86,3 83,1 89,4 89,2 Santa Catarina Carne bovina 32,1 31,9 32,2 31,0 30,7 Carne de frango 41,1 41,1 42,0 41,5 42,1 Carne suína 23,0 23,2 22,9 23,2 23,5 Total 96,2 96,2 97,1 95,7 96,3 Fonte: CNPC, UBA, Abipecs e Epagri/Cepa Figura 1 Preço médio do boi gordo recebido pelo produtor R$/arroba 95,00 90,00 85,00 80,00 75,00 70,00 65,00 60,00 55,00 50,00 45,

11 Figura 2 - Bovino de corte - Preço médio ao produtor em Chapecó e Rio do Sul 100,00 90,00 R$/ arroba 80,00 70,00 60,00 50,00 40,00 jan/08 fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez jan/09 fev mar abr mai jun Fonte: Epagri-Cepa Chapecó Rio do Sul Figura 3 - Índice de preços do Boi gordo, Bezerro e Carcaça bovina 180,0 170,0 160,0 Mar/08= ,0 140,0 130,0 120,0 110,0 100,0 90,0 80,0 fev/06 maio/06 ago/06 nov/06 fev/07 maio/07 ago/07 nov/07 fev/08 maio/08 ago/08 nov/08 fev/09 maio/09 Boi Bezerro Meio boi Julio Alberto Rodigheri

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO Produção de carnes NACIONAL - USDA - mil ton DO COMPLEXO CARNES - 2014 Carne Bovina

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE ISS 36-9 BOVINOCULTURA DE CORTE Os preços médios da arroba do boi e da vaca, em Mato Grosso do Sul, no mês de fevereiro, foram de R$8,8 e R$,99, respectivamente. Em relação ao mês anterior, houve um avanço

Leia mais

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015 JURANDI MACHADO - DIRETOR Cenário Carnes 2014/2015 Oferta e Demanda de Carne Suína CARNE SUÍNA 2014 (a)* no Mundo (Mil toneladas) 2015 (b)* Var % (b/a) PRODUÇÃO 110.606 111.845 1,12 CONSUMO 109.882 111.174

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL

A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL A SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIAL DA PRODUÇÃO DE FRANGOS E SUÍNOS EM SANTA CATARINA E NO BRASIL Jonas Irineu dos Santos Filho Pesquisador da Embrapa Suínos e Aves O consumo de proteína animal no mundo

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Suinocultura - Análise da Conjuntura Agropecuária fevereiro de 2013. 1 - Considerações Iniciais A Suinocultura é uma das atividades da agropecuária mais difundida e produzida no mundo. O porco, espécie

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Rural 05. Habitantes no

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Março/2013 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População ocupada 06. PIB Mundial 07. PIB per capita Mundial 08. Exportação Mundial

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos LEITE E DERIVADOS NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS 0,5% Exportação 46% Leite 41% Leite Condensado e Creme de Leite 55% Venezuela 11% Argélia Leite Fluido 34

Leia mais

Perspectivas para as Carnes Bovina, de Frango e Suína 2013-2014

Perspectivas para as Carnes Bovina, de Frango e Suína 2013-2014 Perspectivas para as Carnes Bovina, de Frango e Suína 2013-2014 Brasil PARTICIPAÇÃO NO SUPRIMENTO MUNDIAL DE CARNES 2013 Bovino Frango Suíno Produção 2º 3º 4º Consumo 2º 3º 5º Exportação 2º 1º 4º Fonte:

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR. Eng. Agr. Breno Kirchof

PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR. Eng. Agr. Breno Kirchof PRODUÇÃO E PERPECTIVAS DA CADEIA DO LEITE NA AGRICULTURA FAMILIAR Eng. Agr. Breno Kirchof SITUAÇÃO MUNDIAL PRODUÇÃO MUNDIAL LEITE VACA - 599,6 bilhões de litros leite/ano CRESCIMENTO PRODUÇÃO - 1% a 2%

Leia mais

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro Em fevereiro de 215, o Brasil apresentou um déficit na balança comercial de, aproximadamente, US$ 2,8 bilhões. No acumulado dos últimos 12 meses, o montante é um déficit de US$ 3,8 bilhões (Figura 1),

Leia mais

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14

Figura 1 Principais índices de inflação, em variação % jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 Conjuntura Econômica A conjuntura econômica do último mês e da primeira quinzena de agosto foi marcada por redução do IPCA no Mato Grosso do Sul e estabilidade no Brasil. Além disso, acertou-se a expansão

Leia mais

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria VII Seminário ABMR&A da Cadeia Produtiva de Carne Bovina Feicorte 2007 Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria Médica Veterinária Andréa Veríssimo M. Appl. Sc. Farm Management Lincoln

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

A produção mundial e nacional de leite - a raça girolando - sua formação e melhoramento

A produção mundial e nacional de leite - a raça girolando - sua formação e melhoramento A produção mundial e nacional de leite - a raça girolando - sua formação e melhoramento Duarte Vilela chgeral@cnpgl.embrapa.br Audiência Pública - 18/05/2010 Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A. Desafio da Industria Brasileira

Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A. Desafio da Industria Brasileira Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A Desafio da Industria Brasileira Carlos Eduardo Rocha Paulista Zootecnista FAZU Msc. Melhoramento Genético UNESP MBA em Marketing FEA USP AUSMEAT Curso de Formação

Leia mais

Leite de Cabra Departamento de Ciências Econômicas UFSJ. Orientador.: Prof. Ívis Bento de Lima

Leite de Cabra Departamento de Ciências Econômicas UFSJ. Orientador.: Prof. Ívis Bento de Lima Leite de Cabra Departamento de Ciências Econômicas UFSJ Orientador.: Prof. Ívis Bento de Lima Leite de Cabra Uma função social no Município de Coronel Xavier Chaves Aluno: Alexandre Rodrigues Loures A

Leia mais

As mudanças que o Investment grade pode trazer para o setor agropecuário

As mudanças que o Investment grade pode trazer para o setor agropecuário As mudanças que o Investment grade pode trazer para o setor agropecuário JOSÉ VICENTE FERRAZ JULIANA MORETTI ANGELO 20 de Junho 2008 Investment Grade Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil (milhões

Leia mais

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009.

Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Conjuntura Anual do Sorgo em 2008 e um possível cenário para 2009. Para os produtores de sorgo o ano de 2008 pode ser considerado como bom. As condições climatológicas foram favoráveis durante todo o ciclo

Leia mais

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões.

Figura 01 - Evolução das exportações de suínos de Santa Catarina no período de 2010 a 2014 - US$ Milhões. Crise na Ucrânia: dificuldades e potencialidades para o setor de carne suína e milho em Santa Catarina Glaucia Padrão, Dr.ª Analista de Economia, Epagri/Cepa Reney Dorow, Msc. Analista de Mercado, Epagri/Cepa

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

Emprego Industrial Março de 2015

Emprego Industrial Março de 2015 Emprego Industrial Março de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de março de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina cresceu em relação ao estoque de fevereiro (3.948 postos e variação de 0,2%). A indústria

Leia mais

INDICE DE CONFIANÇA DAS MICRO E PEQUENAS. Outubro/2012 (dados até setembro)

INDICE DE CONFIANÇA DAS MICRO E PEQUENAS. Outubro/2012 (dados até setembro) INDICE DE CONFIANÇA DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (ICMPE) NO BRASIL Outubro/2012 (dados até setembro) Características da pesquisa Objetivo: - medir o impacto da conjuntura econômica nas MPE brasileiras

Leia mais

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção

Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Alta do dólar reforça aumento dos custos de produção Por Prof. Dr. Sergio De Zen e Graziela Correr; Equipe Pecuária de Corte Se, de um lado, a forte alta do dólar frente ao Real tem contribuído para elevar

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

O potencial da carne bovina brasileira nos circuitos não aftósicos

O potencial da carne bovina brasileira nos circuitos não aftósicos O potencial da carne bovina brasileira nos circuitos não aftósicos Professor: Raphael Rocha Formado em Administração, especialista em Marketing, pela UFRJ, com MBA em Gestão de Negócios, Comércio e Operações

Leia mais

A escalada dos preços e as cadeias do complexo carnes

A escalada dos preços e as cadeias do complexo carnes A escalada dos preços e as cadeias do complexo carnes A carne bovina, preferida dos brasileiros, costuma puxar os preços das outras duas. São Paulo, como maior mercado, habitualmente costuma conduzir os

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina. Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR

O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina. Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR O Complexo Agroindustrial da Carne Bovina Prof. Dr. João Batista Padilha Junior Departamento de Economia Rural - UFPR Aspectos abordados Carne no mundo (Visão Geral) Histórico: ambiente institucional e

Leia mais

Indicadores IBGE. Estatística da Produção Pecuária. Junho de 2015. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE

Indicadores IBGE. Estatística da Produção Pecuária. Junho de 2015. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Indicadores IBGE Estatística da Produção Pecuária Junho de 2015 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Presidenta da República Dilma Roussef Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Nelson

Leia mais

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Maio de 2015 Benefício do câmbio mais depreciado sobre as exportações de carnes será limitado pela queda da demanda de mercados relevantes Regina Helena Couto Silva Departamento de Pesquisas e Estudos

Leia mais

Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos. Luiz G Murat Jr.

Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos. Luiz G Murat Jr. Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos Luiz G Murat Jr. Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos Amazônia legal 350 Milhões ha 41% Área útil 350 Milhões hectares

Leia mais

75,4. 1,95 mulher, PNAD/08) Taxa de analfabetismo (15 anos ou mais em %) 4,4% População urbana 5.066.324

75,4. 1,95 mulher, PNAD/08) Taxa de analfabetismo (15 anos ou mais em %) 4,4% População urbana 5.066.324 SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHOEMSANTA DE EM CATARINA CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS CARACTERÍSTICA GERAIS DE SANTA CATARINA Área

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

Perspectivas de Mercado

Perspectivas de Mercado Perspectivas de Mercado Estratégico Nível Gestão Gerencial Nível Caixa Nível Operacional Pecuária Custos de Corte Tecnologia do uso da informa ção Alcides Torres Insumos Bens de Fabiano R. Tito Rosa Scot

Leia mais

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária

Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Milho - Análise da Conjuntura Agropecuária Outubro de 2012. MUNDO O milho é o cereal mais produzido no mundo. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção média do

Leia mais

Mudança do cenário internacional e reflexos para o setor externo brasileiro

Mudança do cenário internacional e reflexos para o setor externo brasileiro Mudança do cenário internacional e reflexos para o setor externo brasileiro Irailton Silva Santana Júnior 1 Vinícius de Araújo Mendes 1 Introdução O presente relatório concentra a análise da economia brasileira

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. VI SIMCORTE - Marketing da Carne Bovina no Contexto do Mercado Internacional

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. VI SIMCORTE - Marketing da Carne Bovina no Contexto do Mercado Internacional ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES Viçosa - MG, Maio, 2008 VI SIMCORTE - Marketing da Carne Bovina no Contexto do Mercado Internacional Monique S. Morata TÓPICOS DO DIA O mercado

Leia mais

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.

Agronegócio. Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ. Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze. 41 3379 8719 brandalizze@uol.com. Agronegócio Realidade e Perspectivas Foco no ARROZ Araranguá SC, Fevereiro de 2014 Vlamir Brandalizze 41 3379 8719 brandalizze@uol.com.br GRÃOS Produção (milhões de T. USDA - Fevereiro de 2014; Projeções

Leia mais

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira Localização da Suinocultura Norte e Nordeste Abates: 2% Exportações: 0% Matrizes

Leia mais

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento agronegócio brasileiro em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento 2010 ranking Ranking Brasileiro da Produção e Exportação Fonte: USDA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

CONJUNTURA ECONÔMICA

CONJUNTURA ECONÔMICA CONJUNTURA ECONÔMICA A conjuntura econômica do último mês foi marcada por aceleração dos principais índices de inflação em todo Brasil. Em janeiro, o IPCA avançou 1,24% em nível de Brasil, esta foi a maior

Leia mais

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO

VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO VALOR E PARTICIPAÇÃO DAS EXPORTAÇÕES, POR FATOR AGREGADO E PAÍS DE DESTINO 1 - CHINA 2 - ESTADOS UNIDOS 2014 34.292 84,4 4.668 11,5 1.625 4,0 6.370 23,6 5.361 19,8 13.667 50,6 2013 38.973 84,7 5.458 11,9

Leia mais

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA O uso da terra no Brasil Evolução das Áreas de Produção Milhões de hectares 1960 1975 1985 1995 2006 Var.

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. ICPN Outubro de 2015

ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL. ICPN Outubro de 2015 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Outubro de 2015 ÍNDICE DE CONFIANÇA DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL ICPN Outubro de 2015 Sumário Executivo Indicadores de confiança são indicadores

Leia mais

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg.

Preço Médio da Soja em Mato Grosso do Sul - Junho de 2011 - Em R$ por saca de 60 kg. 1 2 NORTE Os preços pagos aos Produtores Rurais na região Norte do Estado neste mês de junho variaram entre a mínima de R$ 38,5 no dia 3/6 no município de São Gabriel do Oeste e a máxima de R$ 4, no dia

Leia mais

CARNE BOVINA Período: JULHO/2011

CARNE BOVINA Período: JULHO/2011 CARNE BOVINA Período: JULHO/2011 MERCADO INTERNO BOVINO Quadro I - PREÇOS PAGOS AOS PRODUTORES - R$/unidade PERÍODOS ANTERIORES PRAÇA UF UNID 12 MESES 6 MESES 1 MÊS Barretos SP @ 81,55 104,88 100,70 97,27

Leia mais

A CADEIA PRODUTIVA DE CARNE BOVINA NO BRASIL MERCADO INTERNACIONAL E NACIONAL

A CADEIA PRODUTIVA DE CARNE BOVINA NO BRASIL MERCADO INTERNACIONAL E NACIONAL A CADEIA PRODUTIVA DE CARNE BOVINA NO BRASIL MERCADO INTERNACIONAL E NACIONAL José Alberto de Àvila Pires Engenheiro Agrônomo, Coordenador Técnico/Bovinocultura de Corte da EMATER/MG Avenida Raja Gabaglia,

Leia mais

PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA E CONSUMO INTERNO BRASILEIRO

PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA E CONSUMO INTERNO BRASILEIRO PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA E CONSUMO INTERNO BRASILEIRO WESP-GUTERRES, Caroline 1 ; TEIXEIRA, José Domingos Lemos 1 ; ARALDI,Daniele Furian 2 Palavras-Chave: Brasil. Consumo de carne. Bovinocultura. Introdução

Leia mais

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA

VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Ano 6 - Edição 25 Agosto 2014 VALORIZAÇÃO DO BEZERRO ATRAI ATENÇÃO PARA A CRIA Por Prof. Dr. Sergio De Zen, Pesquisador; Equipe Pecuária de Corte As cotações praticadas em todos os elos da cadeia pecuária

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

- Corr. de comércio: US$ 38,9 bi, 2º maior valor para meses de abril, (1º abr-13: US$ 42,3 bi);

- Corr. de comércio: US$ 38,9 bi, 2º maior valor para meses de abril, (1º abr-13: US$ 42,3 bi); Abril / 2014 Resultados de Abril de 2014 - Exportação: US$ 19,7 bi em valor e média de US$ 986,2 milhões, 5,2% acima da média de abr-13 (US$ 937,8 milhões); 2ª maior média de exportação para abril (1º

Leia mais

Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades. Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015

Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades. Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015 Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015 Cenário Macro Econômico Brasileiro 2015 Economia em forte e crescente desequilibrio Deficit Fiscal 2014

Leia mais

Indicadores IBGE. Estatística da Produção Pecuária. Dezembro de 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE

Indicadores IBGE. Estatística da Produção Pecuária. Dezembro de 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Indicadores IBGE Estatística da Produção Pecuária Dezembro de 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE Presidenta da República Dilma Roussef Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão

Leia mais

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo.

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Comércio exterior Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Janeiro 2015 Sindusfarma Gerência de Regulação de Mercados Índice Brasil...

Leia mais

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.)

(Agroconsult, Ministério da Agricultura e Conab, 2004.) 25 c No Brasil, no período 1990-91 a 2003-04, a produção de grãos apresentou crescimento de 125%, enquanto a área plantada aumentou apenas 24%, conforme mostra o gráfico. (Agroconsult, Ministério da Agricultura

Leia mais

DESEMPENHO DA CARNE DE FRANGO EM 2007 E PERSPECTIVAS PARA 2008

DESEMPENHO DA CARNE DE FRANGO EM 2007 E PERSPECTIVAS PARA 2008 DESEMPENHO DA CARNE DE FRANGO EM 2007 E PERSPECTIVAS PARA 2008 MERCADO INTERNACIONAL O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frangos, precedido pelos Estados Unidos e pela China e é o quarto consumidor,

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CIMENTO SETEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CIMENTO SETEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CIMENTO SETEMBRO DE 2015 PRODUTOS MERCADO DE CIMENTO NO BRASIL - 2012 26 mil toneladas EXPORTADO (0,05%) 53% Paraguai 34% Bolívia 68,8 MILHÕES DE TONELADAS

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 19/03/2015 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO

CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO Leonardo Sologuren Céleres Junho de 2008 Cresce o consumo de proteína animal no BRIC BRASIL RÚSSIA 108 4,000 60 3.000 kg/habitante/ano 90 72 54 36 18 3,800

Leia mais

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado Políticas Públicas Lélio de Lima Prado Política Cambial dez/03 abr/04 ago/04 dez/04 abr/05 ago/05 Evolução das Reservas internacionais (Em US$ bilhões) dez/05 abr/06 ago/06 dez/06 abr/07 ago/07 dez/07

Leia mais

Commodities Agrícolas

Commodities Agrícolas Commodities Agrícolas CAFÉ CAFÉ Bolsas BM&F ICE FUTURES Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação Contrato Fechamento Máxima Mínimo Variação SET13 136,80 136,50 135,80-1,80 SET 113,50 115,70 113,25-1,45

Leia mais

Dados do Censo Agropecuário Confirmam Concentração da Atividade Leiteira no Brasil

Dados do Censo Agropecuário Confirmam Concentração da Atividade Leiteira no Brasil Dados do Censo Agropecuário Confirmam Concentração da Atividade Leiteira no Brasil Ézio José Gomes Os dados do último Censo Agropecuário do IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, de 2006

Leia mais

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14 Soja Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro de 2013 MUNDO A economia mundial cada vez mais globalizada tem sido o principal propulsor responsável pelo aumento da produção de soja. Com o aumento do

Leia mais

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO Paulo Magno Rabelo (1) A análise de desempenho da produção de trigo no mundo desperta apreensões fundamentadas quanto aos indicadores de área

Leia mais

- 300. Saldo BC Importações Importações s/gás Exportações

- 300. Saldo BC Importações Importações s/gás Exportações Carta de Conjuntura nº2 Dezembro de 2015 Setor Externo As cotações do dólar recuaram em relação aos últimos meses, chegando a taxa média em novembro a ficar em R$ 3,77, cerca de 2,77% abaixo da taxa média

Leia mais

Analfabetismo no Brasil

Analfabetismo no Brasil Analfabetismo no Brasil Ricardo Paes de Barros (IPEA) Mirela de Carvalho (IETS) Samuel Franco (IETS) Parte 1: Magnitude e evolução do analfabetismo no Brasil Magnitude Segundo estimativas obtidas com base

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Junho de 2014

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV Junho de 2014 Nº 27 Oferta restrita e preços firmes no mês da Copa Frigoríficos, supermercados e churrascarias já têm motivos para comemorar com os resultados da Copa do churrasco. Ainda que não seja um movimento capaz

Leia mais

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014

BOLETIM EMPREGO Setembro 2014 Introdução A seguir são apresentados os últimos resultados disponíveis sobre o emprego no Brasil, com foco no ramo Metalúrgico. Serão utilizadas as bases de dados oficiais, são elas: a RAIS (Relação Anual

Leia mais

Balança Comercial 2003

Balança Comercial 2003 Balança Comercial 2003 26 de janeiro de 2004 O saldo da balança comercial atingiu US$24,8 bilhões em 2003, o melhor resultado anual já alcançado no comércio exterior brasileiro. As exportações somaram

Leia mais

Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul

Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul Diretoria de Planejamento Superintendência de Planejamento Comportamento de Preços Pagos aos Produtores de Leite, Frangos e Suínos da Região Sul NT 20-02 JUNHO / 20 1 1) Tendo em vista a Resolução BACEN

Leia mais

Ano V - Edição 34 Agosto 2014

Ano V - Edição 34 Agosto 2014 da pecuária de leite Ano V - Edição 34 Agosto 2014 PODER DE COMPRA AUMENTA NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 Por Pedro de Lima, equipe Gado de Leite Cepea O poder de compra do pecuarista de leite esteve maior,

Leia mais

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus

ANGUS: Fábio Schuler Medeiros. Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus ANGUS: Rentabilidade e mercado Fábio Schuler Medeiros Médico Veterinário, D. Sc Gerente Nacional do Programa Carne Angus Certificada Associação Brasileira de Angus Nossos Questionamentos... Como está a

Leia mais

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil

Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil Revista Ovinos, Ano 4, N 12, Porto Alegre, Março de 2008. Panorama Geral da Ovinocultura no Mundo e no Brasil João Garibaldi Almeida Viana 1 Os ovinos foram uma das primeiras espécies de animais domesticadas

Leia mais

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil

FACT-SHEET. Cana-de-Açúcar, Milho e Soja. Programa Agricultura e Meio Ambiente. WWF - Brasil FACT-SHEET Cana-de-Açúcar, Milho e Soja Programa Agricultura e Meio Ambiente WWF - Brasília Março 28 WWF- Secretaria Geral Denise Hamú Superintendência de Conservação de Programas Temáticos Carlos Alberto

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r?

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r? A CRISE MUNDIAL DOS ALIMENTOS: O que o Brasil pode fazer? Geraldo Barros USA: Inflation, Interest Rates, GDP Int rates Infl 12 14 16 18 6% 8% 1% GDP -4-2 2 4 6 8 1 198 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 23/01/15 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Maio 2012 As exportações em maio apresentaram aumento de +39,13% em relação a abril, continuando a superar a marca de US$ 1 bilhão, agora pela décima-sexta vez

Leia mais

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014.

Exportações no período acumulado de janeiro até abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do Sul. 2015 com abril de 2014. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio internacional do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de abril de 2015. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

Integração Agricultura - Pecuária. Produção de Carne em Confinamento

Integração Agricultura - Pecuária. Produção de Carne em Confinamento Integração Agricultura - Pecuária Produção de Carne em Confinamento Integração Agricultura Pecuária. Agricultor Pecuarista. Agricultura 1990 2006 IBGE, Elaboração MB Agro IBGE, Elaboração MB Agro Porque

Leia mais

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE realizou, em outubro, o primeiro prognóstico para

Leia mais

Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013. Por Roberto Vertamatti*

Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013. Por Roberto Vertamatti* Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013 Por Roberto Vertamatti* Brasil recua novamente para a 15ª posição por não melhorar índices de saúde, educação e renda e piorar em relação a pobreza e desigualdade

Leia mais

RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA BOVINOCULTURA FEVEREIRO / 2009

RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA BOVINOCULTURA FEVEREIRO / 2009 Instituto Mato Grossense de Economia Agrícola RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA BOVINOCULTURA FEVEREIRO / 2009 Presidente: Rui Carlos Ottoni Prado Superintendente: Seneri Kernbeis Paludo Elaboração: Otávio L. M.

Leia mais

17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA

17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA 17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA PALESTRA FALTA DE COMPETITIVIDADE DO BRASIL FRENTE AO MERCADO EXTERNO JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO Porto Alegre, 24 de JUNHO de 2015 2 - TEORIAS No

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro JULHO DE 2014 BRASIL O mês de julho de 2014 fechou com um saldo líquido positivo de 11.796 novos empregos em todo país, segundo dados do Cadastro

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Junho 2010

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Junho 2010 Depenho do Comércio Exterior Paranaense Junho 2010 As exportações em junho apresentaram redução de 8,57% sobre maio após expansão por quatro meses consecutivos. Desta forma, supera a marca de US$ 1 bilhão

Leia mais

CAFÉ. Conab Companhia Nacional de Abastecimento SGAS Quadra 901, Bloco 901, Bloco A, Lote 69 70390-010 Brasília-DF Tel 61 3312 6000 www.conab.gov.

CAFÉ. Conab Companhia Nacional de Abastecimento SGAS Quadra 901, Bloco 901, Bloco A, Lote 69 70390-010 Brasília-DF Tel 61 3312 6000 www.conab.gov. CAFÉ Jorge Queiroz 1. MERCADO INTERNACIONAL Segundo o USDA, a produção mundial de café deverá atingir no ano 2009/2010, um total de 127,4 milhões de sacas. Entretanto, a OIC (Organização Internacional

Leia mais

Análise da Conjuntura Agropecuária

Análise da Conjuntura Agropecuária Análise da Conjuntura Agropecuária Ano 2012/13 PECUÁRIA DE CORTE MUNDO No ano de 2011 o Brasil perdeu a condição de maior exportador mundial de carne bovina para os Estados Unidos. Neste ano, os EUA exportaram

Leia mais

Paulo do Carmo Martins Economista (UFJF) Mestre em Economia Aplicada (UFV) Doutor em Economia Aplicada (USP) Pesquisador Embrapa Gado de Leite

Paulo do Carmo Martins Economista (UFJF) Mestre em Economia Aplicada (UFV) Doutor em Economia Aplicada (USP) Pesquisador Embrapa Gado de Leite Tendências para o Setor Lácteo do Brasil e da América Latina Paulo do Carmo Martins Economista (UFJF) Mestre em Economia Aplicada (UFV) Doutor em Economia Aplicada (USP) Pesquisador Embrapa Gado de Leite

Leia mais

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 14 de maio de 2014 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico da América Latina¹ O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 O indicador

Leia mais

Cenário Econômico para 2014

Cenário Econômico para 2014 Cenário Econômico para 2014 Silvia Matos 18 de Novembro de 2013 Novembro de 2013 Cenário Externo As incertezas com relação ao cenário externo em 2014 são muito elevadas Do ponto de vista de crescimento,

Leia mais

InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27

InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27 21 de Dezembro de 2015 InfoCarne Informativo Sinduscarne: Notícias do setor da carne Edição 27 Nesta Edição Destaque Guia para o Exportador é lançado na FIEMG / apoio do Sinduscarne A FORÇA DA INDÚSTRIA

Leia mais