EC PINHEIROS OLÍMPICO AQUÁTICOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EC PINHEIROS OLÍMPICO AQUÁTICOS"

Transcrição

1 EC PINHEIROS OLÍMPICO AQUÁTICOS

2 ESPORTE CLUBE PINHEIROS NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 112 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais de primeiro nível m² de área útil: o maior clube poliesportivo da América Latina m² de área verde, uma ilha de natureza incrustada em uma cobiçada área nobre de São Paulo, revelando a responsabilidade ambiental e respeito a fauna e flora em uma das maiores cidades do mundo associados presente e participantes, são os maiores ativos do Clube pessoas é o público indireto atingido pela estrutura e atividades do Clube, auxiliando com que a estrutura funcione 365 dias por ano com organização e excelência.

3 ESPORTE CLUBE PINHEIROS NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM pessoas é a circulação média diária nas dependências do Pinheiros carros é a quantidade de veículos que o Clube recebe em um ano. 16 modalidades olímpicas as quais o Pinheiros e referência no Esporte Brasileiro, constantemente fornecendo atletas e técnicos para as seleções nacionais atletas distribuídos pelas modalidades olímpicas e sendo treinados, aperfeiçoados e educados através do esporte. R$ ,00 é o orçamento anual para o pleno funcionamento de toda a estrutura esportiva, social e cultural.

4 ESPORTE CLUBE PINHEIROS INFRAESTRUTURA ESPORTIVA 52 mil m² de quadras esportivas construídas, incluindo o Ginásio Poliesportivo, sede de grandes eventos do esporte nacional, em diversas modalidades como Vôlei, Basquete, Handebol, Judô, Ginástica Artística, entre outros. 2 piscinas olímpicas de Natação, 1 piscina oficial de Pólo Aquático e 1 plataforma oficial de Saltos Ornamentais, que tornam o Pinheiros o local de disputa das principais competições aquáticas do país. O maior complexo de tênis do Brasil, com 24 quadras oficiais entre saibro e quadra rápido, abrigando competições como o Troféu Brasil de Tênis, o internacional Banana Bowl e sendo a casa do Brasil em edições da Copa Davis. Pista de Atletismo recém-reformada com a melhor tecnologia mundial, utilizada nas principais pistas européias, sendo local diário de treinamento de atletas e associados.

5 O CLUBE MAIS OLÍMPICO DO BRASIL

6 ESPORTE CLUBE PINHEIROS O BRILHO DAS MEDALHAS O Pinheiros conquistou 10% de todas as medalhas olímpicas da história do Brasil Roma 1976 Montreal 1984 Los Angeles Manuel dos Santos Jr Barcelona João do Pulo 1996 Atlanta Douglas Vieira 2008 Pequim Gustavo Borges Gustavo Borges César Cielo Leandro Guilheiro

7 ESPORTE CLUBE PINHEIROS FORMANDO CAMPEÕES O trabalho Pinheirense acontece não apenas quando os atletas já estão prontos, vencendo. A história mostra que o Clube é um verdadeiro celeiro formador de atletas, transformando-os, em casa, em verdadeiros campeões. Pelas quadras, piscinas e pistas do Clube, em mais de 111 anos de história, diversos atletas de destaque nacional e internacional, como Gustavo Borges, Douglas Vieira, João do Pulo, entre outros, aprenderam tudo que precisaram para tornar-se vencedores na vida e no esporte. O caso mais recente é ganhador da primeira medalha de ouro olímpica da história da natação brasileira Cesar Cielo chega desconhecido de Sta. Bárbara e inicia treinamento no Pinheiros com 15 anos de idade. Em 2004, vai a seu primeiro mundial, sendo uma aposta da equipe brasileira, e conquista prata no revezamento Cesão já dá mostras do seu potencial, quebrando o recorde sul-americano de Fernando Scherer, que durava desde No Pan do Rio, Cielo conquista 3 medalhas de ouro e uma de prata e classifica-se para os jogos de Pequim Cielo conquista o mundo ao ser o primeiro Brasileiro da história a conquistar uma medalha de ouro olímpica na natação. Já campeão olímpico e mundial, César Cielo presenteia o Pinheiros com a quebra o recorde mundial dos 50m na piscina do Clube. 2009

8 ESPORTE CLUBE PINHEIROS HISTÓRIA OLÍMPICA Desde 1932, o Pinheiros esteve ausente apenas nos jogos de Melbourne, consolidando-se como o Clube mais olímpico do Brasil, com 142 participações LOS ANGELES 1 Atleta 1968 MEXICO CITY 4 Atletas e 1 Membro da Comissão Técnica 1992 BARCELONA 12 Atletas e 6 Membros da Comissão Técnica 1936 BERLIN 1 Atleta 1972 MUNCHËN 3 Atletas e 2 Membros da Comissão Técnica 1996 ATLANTA 9 Atletas e 4 Membros da Comissão Técnica 1948 LONDON 7 Atletas 1976 MONTREAL 1 Atleta e 2 Membros da Comissão Técnica 2000 SYDNEY 4 Atletas 1952 HELSINKI 2 Atletas 1980 MOSCOW 4 Atletas e 2 Membros da Comissão Técnica 2004 ATHENS 15 Atletas e 4 Membros da Comissão Técnica 1960 ROME 4 Atletas 1984 LOS ANGELES 4 Atletas e 2 Membros da Comissão Técnica 2008 BEIJIN 29 Atletas e 9 Membros da Comissão Técnica 1964 TOKYO 4 Atletas 1988 SEOUL 4 Atletas e 2 Membros da Comissão Técnica

9 ESPORTE CLUBE PINHEIROS DESEMPENHO PAN-AMERICANO Desde a primeira edição dos Jogos Pan-americanos, em Buenos Aires (1951), o clube já forneceu 291 atletas para as seleções nacionais, acumulando 195 medalhas. Se o Esporte Clube Pinheiros fosse um país ocuparia a nona colocação no Quadro Geral de Medalhas.

10 ESPORTE CLUBE PINHEIROS DESEMPENHO PAN-AMERICANO Na última edição dos Jogos Pan-Americanos 2011 realizada em Guadalajara no México, apesar da queda de 12% no desempenho Brasileiro, o desempenho de atletas pinheirenses continuou crescendo. Com 5% no geral e 240% em medalhas de ouro. DESEMPENHO BRASILEIRO BRONZE PRATA OURO DESEMPENHO PINHEIRENSE BRONZE PRATA OURO RIO 2007 GUADALAJARA RIO 2007 GUADALAJARA 2011

11 ESPORTE CLUBE PINHEIROS LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE HISTÓRICO A história da Lei Federal de Incentivo ao Esporte tem o Esporte Clube Pinheiros com um dos seus principais personagens. Em dezembro de 2007, com a aprovação da Lei, o Clube foi o primeiro a ter um projeto aprovado, mostrando seu pioneirismo e profissionalismo ao fazer esporte. A Lei ajudou a fomentar o trabalho que o Pinheiros faz desde a sua fundação, em 3 principais projetos multiesportivos distintos, focados tanto na formação de atletas, como no alto rendimento, fortalecendo sua estrutura campeã já conhecida mundialmente. Com isso o EC Pinheiros aumenta ainda mais sua participação no desenvolvimento do esporte no Brasil.

12 ESPORTE CLUBE PINHEIROS CICLO OLÍMPICO 2016 Com a realização dos Jogos Olímpicos em 2016 na cidade do Rio de Janeiro, os atletas que hoje o Esporte Clube Pinheiros trabalha e desenvolve serão os possíveis representantes brasileiros nos Jogos, e para tanto, o planejamento está voltado para a perfeita formação e treinamento com vistas ao alto rendimento, originando uma nova empreitada do Pinheiros nos Jogos Olímpicos mais importantes da história do país. + PARCEIROS =

13

14 ESPORTE CLUBE PINHEIROS O PROJETO O QUE É? O Projeto Olímpico do EC Pinheiros foi desenvolvido para viabilizar a captação de recursos financeiros através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal. Com muito sucesso em edições anteriores, o projeto conta com um novo formato de captação que é dividido em duas categorias; Esportes Aquáticos e Esportes Terrestres. Contando com 250 atletas de alto rendimento, muitos deles com grande possibilidades de conquistas olímpicas, nas modalidades Canoagem, Natação (olímpica e paraolímpica), Pólo Aquático, Remo e Saltos Ornamentais no Projeto Olímpico Aquático e Atletismo, Boxe, Esgrima (olímpica e paraolímpica), Ginástica Artística, Judô, Levantamento de Peso e Triathlon no Projeto Olímpico Terrestre.

15 ESPORTE CLUBE PINHEIROS O PROJETO OBJETIVOS Oferecer aos atletas as melhores condições para treinamento; Viabilizar a participação dos atletas do EC Pinheiros nas principais competições nacionais e internacionais; Classificar o maior número de atletas para Campeonatos Mundiais em 2013 e 2015, Jogos Panamericanos em 2015 e Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016; PRINCIPAIS AÇÕES Manutenção de equipes técnica e multidisciplinar de alto nível; Aquisição de materiais e equipamentos esportivos; Pagamento de despesas com transporte, hospedagem e alimentação;

16 ESPORTE CLUBE PINHEIROS O PROJETO Principais empresas, que acreditam no futuro do esporte olímpico brasileiro e pinheirense, incentivadoras dos Projetos Olímpicos:

17 ESPORTES AQUÁTICOS

18 ESPORTE CLUBE PINHEIROS O PROJETO O QUE É? BENEFICIADOS: 100 Atletas. MODALIDADES: Canoagem, Maratona Aquática, Natação, Pólo Aquático, Remo e Saltos Ornamentais. PERÍODO: Agosto de 2012 à Julho de 2013 VALOR ESTIMADO: R$ ,00

19 A CANOAGEM PINHEIRENSE NOVOS HORIZONTES FERNANDO FERNANDES DE PADUA é o primeiro atleta de canoagem do Esporte Clube Pinheiros. Conquistou o Bicampeonato Mundial de Paracanoagem 2010 / 2011, foi Bicampeão Brasileiro de Paracanoagem / 2011 e se classificou para o Campeonato Pan-americano de Canoagem 2012

20 A NATAÇÃO PINHEIRENSE HEGEMONIA OLÍMPICA O Pinheiros é o maior campeão brasileiro de natação da história, vencendo um total de 26 títulos nacionais, incluindo as 19 competições seguidas, superando tradicionais agremiações do Brasil. Os destaques são: Felipe França medalhista de ouro nos 50m nado de peito no Mundial de Xangai em 2010 e medalha de ouro nos 50 e 100m peito nos Jogos Pan-Americanos em Guadalajara Outra joia da natação Pinheirense é Bruno Fratus, medalhista de ouro e prata nos 100m livre e 50m livre respectivamente no Troféu Maria Lenk em Também foi um dos destaques brasileiro no Pan-Americano de Guadalajara em 2011, conquistando a prata no 50m livre e ouros nos 4x100 livre e 4x100 medley.

21 O PÓLO AQUÁTICO PINHEIRENSE TRADIÇÃO NAS PISCINAS O EC Pinheiros é o maior fornecedor de atletas para a seleção da história do esporte no Brasil, é também o maior campeão paulista da história com 25 títulos. Cerca de 150 atletas Pinheirenses competem em 7 categorias do Pólo Aquático Brasileiro. E 88% dos atletas das equipes de pólo são associados do clube.

22 O REMO PINHEIRENSE ANOS E ANOS DE CONQUISTAS ANOS E ANOS DE CONQUISTAS O Remo Pinheirense conta com 100 atletas distribuídos entre 3 categorias: Competitivo, Recreativo e Máster. Dentre eles, vários integrantes das seleções brasileiras, representantes do país nos Jogos Panamericanos 2011

23 O SALTOS ORNAMENTAIS PINHEIRENSE UM TRAMPOLIM PARA AS VITÓRIAS O Pinheiros já se sagrou campeão do Troféu Brasil 12 vezes e Pentacampeão da Taça Brasil.

24 ESPORTE CLUBE PINHEIROS CONTATOS Rua Angelina Maffei Vita, 493 Jardim Europa São Paulo/SP CEP Presidência LUIS EDUARDO DUTRA RODRIGUES Gerência de Marketing BRUNO AVENTURATO DEPARTAMENTO DE MARKETING ESPORTIVO

EC PINHEIROS OLÍMPICO TERRESTRES

EC PINHEIROS OLÍMPICO TERRESTRES EC PINHEIROS OLÍMPICO TERRESTRES ESPORTE CLUBE PINHEIROS NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 112 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais

Leia mais

ESPORTE CLUBE PINHEIROS

ESPORTE CLUBE PINHEIROS EC PINHEIROS 2012 NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 113 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais de primeiro nível. 170.000 m² de

Leia mais

PINHEIROS NO PAN-AMERICANO UMA HISTÓRIA VITORIOSA

PINHEIROS NO PAN-AMERICANO UMA HISTÓRIA VITORIOSA PINHEIROS NO PAN-AMERICANO UMA HISTÓRIA VITORIOSA Presente em todas as edições dos Jogos Pan-Americanos, o Pinheiros tem sua história esportiva associada diretamente com a competição. Para relembrar e

Leia mais

E.C. PINHEIROS FORMAÇÃO III

E.C. PINHEIROS FORMAÇÃO III E.C. PINHEIROS FORMAÇÃO III ESPORTE CLUBE PINHEIROS NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 113 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais

Leia mais

柔 道 パウリスタ. Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016:

柔 道 パウリスタ. Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: Informações sobre valores, favorecidos e contratantes de convênios e pagamentos relativos aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016: Convênios Número do Convênio SIAFI: 755940 Situação: Aguardando Prestação

Leia mais

COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO

COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO COMPLEXO ESPORTIVO DE DEODORO Legado dos Jogos Pan-americanos de 2007 e futuro Parque Olímpico de Deodoro nos Jogos Rio 2016, o complexo tem uso intensivo desde a inauguração, com cerca de 300 eventos

Leia mais

PROJETO OLÍMPICO - RIO 2016 -

PROJETO OLÍMPICO - RIO 2016 - A MVP é uma agência de Comunicação e Marketing Esportivo que atua de forma diferenciada no mercado, gerenciando a imagem de grandes atletas do esporte nacional desde 2006, passando pelos ciclos olímpicos

Leia mais

ATLETAS DOS ESPORTES AQUÁTICOS NA BOLSA PÓDIO

ATLETAS DOS ESPORTES AQUÁTICOS NA BOLSA PÓDIO ATLETAS DOS ESPORTES AQUÁTICOS NA BOLSA PÓDIO CESAR AUGUSTO CIELO FILHO 10/01/1987 Santa Bárbara d Oeste SP 1,94m e 84kg 4x100 livre e 50m livre RANKING 1º PRINCIPAIS CONQUISTAS: Ouro (50m, 100m e 4x100m

Leia mais

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais.

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais. ABIG / JEQUIÁ BASQUETE * Localizado na Ilha do Governador * Há 40 anos participando das competições de Basquete no Estado do Rio de Janeiro * Equipes participando de 5 categorias nesta temporada Crianças

Leia mais

PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016

PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016 PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016 QUEM SOMOS A Associação Atlética Pé de Vento é uma organização não governamental. Considerada hoje uma das maiores equipes de corrida de longa distância da América

Leia mais

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO PROJETO TREINAMENTO OLÍMPICO DE PÓLO AQUÁTICO PROCESSO: 58701.000695/2010-92 SLIE: 1000.112-33 Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA ATIVIDADES DO PROFESSOR

Leia mais

Natação Calendário Anual

Natação Calendário Anual Natação Calendário Anual O Clube Paineiras Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua programação sociocultural, com grandes shows

Leia mais

III Seminário Gestão e Otimização dos Espaços de Cultura, Esporte e Lazer

III Seminário Gestão e Otimização dos Espaços de Cultura, Esporte e Lazer III Seminário Gestão e Otimização dos Espaços de Cultura, Esporte e Lazer Unidades SESI 94 Unidades em 77 Municípios: 30 unidades escolares 43 unidades multioperacionais 6 Clubes 4 Centros de Cultura 6

Leia mais

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Governo federal e governo do Estado de São Paulo constroem o maior legado dos Jogos Paraolímpicos de 2016 para

Leia mais

Comitê Olímpico Brasileiro Planejamento Estratégico Rio 2016

Comitê Olímpico Brasileiro Planejamento Estratégico Rio 2016 Comitê Olímpico Brasileiro Planejamento Estratégico Rio 2016 Meta - O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) trabalha pela transformação e manutenção do Brasil em uma potência olímpica, e a participação nos

Leia mais

CURRICULUM DE VITÓRIAS. Campeonato mundial de Natação Ilha de Malta / Itália

CURRICULUM DE VITÓRIAS. Campeonato mundial de Natação Ilha de Malta / Itália CURRICULUM DE VITÓRIAS ANO: 1992 1. IX Paraolimpiada de Barcelona ESPANHA Premiação: 01 Medalhas de Bronze ANO: 1993 Campeonato mundial de Natação Ilha de Malta / Itália Premiação: 01 medalha de Ouro 200

Leia mais

Centro de Formação Olímpica do Nordeste é legado dos Jogos Olímpicos de 2016 para 26 modalidades e deve ser entregue neste semestre

Centro de Formação Olímpica do Nordeste é legado dos Jogos Olímpicos de 2016 para 26 modalidades e deve ser entregue neste semestre Centro de Formação Olímpica do Nordeste é legado dos Jogos Olímpicos de 2016 para 26 modalidades e deve ser entregue neste semestre Algumas estruturas já foram entregues: a pista de skate foi a primeira,

Leia mais

Lei Federal de Incentivo ao ESPORTE

Lei Federal de Incentivo ao ESPORTE Lei Federal de Incentivo ao ESPORTE PATROCINE os Esportes do Paineiras! O Clube Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua ampla

Leia mais

PROGRAMA ATLETA PARCEIRO

PROGRAMA ATLETA PARCEIRO PROGRAMA ATLETA PARCEIRO Contexto: O Programa Atleta Parceiro é uma ação da Pedro Baldo Escola de Natação que oferece bolsas integrais e parciais para atletas que se comprometem com as estratégias de treinamento

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2010 / 2016 RICARDO DE MOURA

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2010 / 2016 RICARDO DE MOURA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2010 / 2016 NATAÇÃO RICARDO DE MOURA APRESENTAÇÃO O Planejamento Estratégico 2010-2016 é o estudo e um roteiro de trabalho orientado para aumentar a probabilidade de resultados

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA TORONTO 2015

COLETIVA DE IMPRENSA TORONTO 2015 COLETIVA DE IMPRENSA TORONTO 2015 24/07/2015 A Importância do Pan: COMPETIÇÃO MAIS IMPORTANTE DO CONTINENTE AMERICANO TORONTO: MAIS DE 50% DE RECORDES PAN-AMERICANOS BATIDOS VIVÊNCIA FUNDAMENTAL PARA ATLETAS

Leia mais

PAUTA DA 51ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE 07 DE AGOSTO DE 2012

PAUTA DA 51ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE 07 DE AGOSTO DE 2012 MINISTÉRIO DO ESPORTE COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE INSTITUÍDA PELA PORTARIA Nº 172 DE 28 DE SETEMBRO DE 2009 E PORTARIA Nº 130 DE 05 DE JULHO DE 2010. LEI Nº 11.438/06, REGULAMENTADA

Leia mais

AAARP PROJETO ATLETISMO. Acreditamos no poder da transformação através do esporte. E CIDADANIA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO

AAARP PROJETO ATLETISMO. Acreditamos no poder da transformação através do esporte. E CIDADANIA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO Acreditamos no poder da transformação através do esporte. Foto: Matheus urenha PROJETO ATLETISMO E CIDADANIA AAARP ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO Troféu Brasil de Atletismo, Equipe

Leia mais

Exposição de marca Além de obter maior visibilidade na mídia, através da associação com equipes e atletas de alto rendimento, a marca da instituição

Exposição de marca Além de obter maior visibilidade na mídia, através da associação com equipes e atletas de alto rendimento, a marca da instituição Os jogos olímpicos mais diretamente possuem vinculação com o ensino superior por ter a participação de atletas oriundos de disputas universitárias. Conforme aponta estimativa da Koch Tavares, empresa especializada

Leia mais

PROJETO REAÇÃO OLÍMPICO VI

PROJETO REAÇÃO OLÍMPICO VI PROJETO REAÇÃO OLÍMPICO VI Temporada 2016/2017 Breve Histórico Criado pelo medalhista olímpico Flávio Canto em 2003, o Instituto Reação é uma organização não governamental que promove o desenvolvimento

Leia mais

Audiência no Senado Federal Comissão de Educação, Cultura e Esporte Brasília, 2 de Dezembro de 2008

Audiência no Senado Federal Comissão de Educação, Cultura e Esporte Brasília, 2 de Dezembro de 2008 Audiência no Senado Federal Comissão de Educação, Cultura e Esporte Brasília, 2 de Dezembro de 2008 O Comitê Olímpico Brasileiro e suas responsabilidades O COB é uma entidade de direito privado sem fins

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER. Lançamento oficial dos programas, projetos e ações do esporte e Lazer 2013

SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER. Lançamento oficial dos programas, projetos e ações do esporte e Lazer 2013 SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER Lançamento oficial dos programas, projetos e ações do esporte e Lazer 2013 Equipe Smel 2013 Programas e ações de Esporte e Lazer de Uberaba em 2013 Programa Esporte

Leia mais

Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento

Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Maior programa de infraestrutura para iniciação à prática esportiva PAC 2 Equipamento multiuso para identificação de talentos e formação

Leia mais

Proponente: Organização Não Governamental Saúde Esporte Projeto: Programa de Fomento e Inclusão Social no Rugby em Cadeira de Rodas

Proponente: Organização Não Governamental Saúde Esporte Projeto: Programa de Fomento e Inclusão Social no Rugby em Cadeira de Rodas MINISTÉRIO DO ESPORTE COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE INSTITUÍDA PELA PORTARIA Nº 267, DE 24 DE OUTUBRO DE 2013. LEI Nº 11.438/06, REGULAMENTADA PELO DECRETO 6.180/07. PAUTA DA 67ª REUNIÃO

Leia mais

SELEÇÃO MASCULINA COMISSÃO TÉCNICA

SELEÇÃO MASCULINA COMISSÃO TÉCNICA SELEÇÃO MASCULINA COMISSÃO TÉCNICA Presidente CBHb: Manoel Luiz Oliveira Técnico: Jordi Ribera Romans Assistente-técnico: Washington Nunes Preparador Físico: Luis Antonio Luisi Turisco Fisioterapeuta:

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 3 A categorização dos esportes Olímpicos e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Compreender a categorização dos esportes Olímpicos e por similaridade de movimentos, ações ou local

Leia mais

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO Projeto Olímpico de Natação Ano I Processo: 58000.002149/2009-50 SLIE: 090203909 Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA CONSECUÇÃO DO OBJETO As ações contidas

Leia mais

Esportes Compe..vos Clube Paineiras do Morumby

Esportes Compe..vos Clube Paineiras do Morumby Patrocínio Espor.vo Incen.vado Com base na Lei de Incen.vo ao Esporte. Esportes Compe..vos Clube Paineiras do Morumby O Paineiras Fundado no início da década de 60, hoje com 50 anos, o Paineiras é um dos

Leia mais

FUTSAL HISTÓRICO ORIGEM DO FUTSAL BRASIL URUGUAI 1940 ACM 1930 ACM

FUTSAL HISTÓRICO ORIGEM DO FUTSAL BRASIL URUGUAI 1940 ACM 1930 ACM A exemplo de vários outros esportes, - basquetebol, Handebol tentar entender a origem do futebol de salão, é um caminho muito difícil, devido aos escassos documentos que nos possam esclarecer a origem

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO

MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO PUBLICAÇÃO DAS PROPOSTAS HABILITADAS - EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 06/2013 CALENDÁRIO 2014 Aos oito dias do mês de maio de dois

Leia mais

A melhor equipe de natação universitária do Brasil é da UNIP!

A melhor equipe de natação universitária do Brasil é da UNIP! A melhor equipe de natação universitária do Brasil é da UNIP! Oito vezes campeã das Olimpíadas Universitárias Brasileira, time de natação da UNIP quebra recordes de conquistas e torna-se referência de

Leia mais

III Curso de atualizações em Lutas. II Workshop Internacional de Lutas. www.workshopdelutas.com CONVITE

III Curso de atualizações em Lutas. II Workshop Internacional de Lutas. www.workshopdelutas.com CONVITE III Curso de atualizações em Lutas II Workshop Internacional de Lutas www.workshopdelutas.com CONVITE Será realizado em Maringá-PR de 23 a 25 de Agosto de 2013 o III Curso de Atualizações em Lutas e II

Leia mais

Previsão de Hospedagem Por Dia

Previsão de Hospedagem Por Dia Chegada - 1º dia 28/out Comis. Organizad. 1 2 0 0 2 2 28/out 2º dia Comis. Organizad. 1 2 0 0 2 29/out Chegada - 1º dia Comis. Organizad. 2 6 0 0 6 8 29/out 3º dia Comis. Organizad. 1 2 0 0 2 2º dia 30/out

Leia mais

SELEÇÃO MASCULINA JOGOS PAN-AMERICANOS DE GUADALAJARA COMISSÃO TÉCNICA

SELEÇÃO MASCULINA JOGOS PAN-AMERICANOS DE GUADALAJARA COMISSÃO TÉCNICA SELEÇÃO MASCULINA JOGOS PAN-AMERICANOS DE GUADALAJARA COMISSÃO TÉCNICA Presidente CBHb: Manoel Luiz Oliveira Técnico: Javier Garcia Cuesta Assistente-técnico: Valmir Fassina Preparador Físico: Marcos Cézar

Leia mais

Associação de Ginástica Rítmica Universidade Positivo Secretaria do Centro Esportivo Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 - Curitiba PR

Associação de Ginástica Rítmica Universidade Positivo Secretaria do Centro Esportivo Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 - Curitiba PR Projeto Clube AGIR ANO 6 Nome: ASSOCIAÇÃO DE GINÁSTICA RÍTMICA AGIR CNPJ: 08.004.169/0001-21 - Fone: +55 41 3079-4842 E-mail: Universidade Positivo Centro Esportivo Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza,

Leia mais

TRANSFORMA JULIO BUENO

TRANSFORMA JULIO BUENO TRANSFORMA JULIO BUENO UM CLUBE VENCEDOR FORMADO POR APAIXONADOS ENTRA COM TUDO NA BRIGA PELO BRASIL OLÍMPICO A contribuição do Fluminense para o Coração Olímpico de todos os Brasileiros PROPOSTA. Implementação

Leia mais

1. Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos os atletas da delegação da Grécia são sempre os primeiros que desfilam. Está informação está correta?

1. Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos os atletas da delegação da Grécia são sempre os primeiros que desfilam. Está informação está correta? 1. Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos os atletas da delegação da Grécia são sempre os primeiros que desfilam. Está informação está correta? Sim, os atletas da Grécia são sempre os primeiros a

Leia mais

vvencendo Oportunidade. Superação. Transformação. no esporte e na vida.

vvencendo Oportunidade. Superação. Transformação. no esporte e na vida. o Oportunidade. Superação. Transformação. Poucos recursos, muitos obstáculos e uma grande vontade de vencer. As adversidades que desde cedo aprendeu a enfrentar só fizeram fortalecer a sua garra e a sua

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 55 Discurso na cerimónia de abertura

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO Data :04 A 07 DE NOVEMBRO DE 2015 Inscrição: 28 de outubro

Leia mais

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio.

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto I Futebol de rua Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar do que a pelada. É o futebol de

Leia mais

PROJETO ATLETISMO EQUIPE PÉ DE VENTO RUMO AOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016

PROJETO ATLETISMO EQUIPE PÉ DE VENTO RUMO AOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016 PROJETO ATLETISMO Alto Rendimento EQUIPE PÉ DE VENTO RUMO AOS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016 PROPONENTE Proponente: Associação Atlética Pé de Vento CNPJ: 07.344.299\0001-40 E-mail: pedeventobra@gmail.com Site:

Leia mais

Trilha para o Mundial

Trilha para o Mundial esporte patinação Trilha para o Mundial É grande a expectativa da equipe do Iate para o Mundial de Patinação Artística 2011. Pela primeira vez, o campeonato será realizado no Brasil, de 14 a 27 de novembro.

Leia mais

Resultados em Destaque

Resultados em Destaque Perfil O ATLETA Data e Local de Nascimento: 18/01/1991, Campo Grande - MS Altura e peso: 1,75 m e 70 kg Clube: Sport Club Corinthians Paulista Provas: 200m borboleta, 200m costas, 200m e 400m livre, revezamentos

Leia mais

Políticas para o Esporte de Alto Rendimento. Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento

Políticas para o Esporte de Alto Rendimento. Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Políticas para o Esporte de Alto Rendimento Ricardo Leyser Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento Oportunidade histórica III Conferência Nacional do Esporte Junho de 2010: Por Um Time Chamado

Leia mais

Voleibol. Bernardo Rezende

Voleibol. Bernardo Rezende Voleibol Histórico e Desenvolvimento Bernardo Rezende d Voleibol Amador Panorama Histórico Anos 70 Início do desenvolvimento profissional Influência da Escola Japonesa Planejamentoamédioelongoprazo Planejamento

Leia mais

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Visão Ser uma referência na excelência no desenvolvimento do basquetebol no Brasil até 2016. Pilares Capacitação Qualificação

Leia mais

Quem será o campeão? Dinâmica 2. Aluno Primeira Etapa Compartilhar Ideias. 9º Ano 4º Bimestre

Quem será o campeão? Dinâmica 2. Aluno Primeira Etapa Compartilhar Ideias. 9º Ano 4º Bimestre Reforço escolar M ate mática Quem será o campeão? Dinâmica 2 9º Ano 4º Bimestre DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Fundamental 9º Tratamento da Informação. Análise de gráficos e tabelas. Aluno

Leia mais

FÁBIO SCCHENA D. RODRIGUES

FÁBIO SCCHENA D. RODRIGUES FÁBIO SCCHENA D. RODRIGUES Brasileiro, solteiro, 19 anos Rua Carlos Sbaraini, 700, CEP 85863-756 Jardim Polo Centro - Foz do Iguaçu Paraná Telefone: (45) 35223757 Cel: (45) 9916-1749 E-mail: fabinhoschena@hotmail.com

Leia mais

O desafio da Integração de Políticas Esportivas. Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP

O desafio da Integração de Políticas Esportivas. Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP O desafio da Integração de Políticas Esportivas Eduardo Augusto Carreiro SESI-SP 1. Base de investimento do esporte no Brasil Investimento x Produção (numero de participantes) 2. Sistema federações/confederações

Leia mais

Andrew PARSONS Presidente Comitê Paraolímpico Brasileiro Membro do Conselho Executivo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Para Membro do Comitê

Andrew PARSONS Presidente Comitê Paraolímpico Brasileiro Membro do Conselho Executivo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Para Membro do Comitê Andrew PARSONS Presidente Comitê Paraolímpico Brasileiro Membro do Conselho Executivo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Para Membro do Comitê Executivo Comitê Paraolímpico Internacional Presidente

Leia mais

Seleção Brasileira Feminina de Handebol COMISSÃO TÉCNICA

Seleção Brasileira Feminina de Handebol COMISSÃO TÉCNICA Seleção Brasileira Feminina de Handebol COMISSÃO TÉCNICA Técnico: Morten Soubak é o técnico da Seleção Brasileira Adulta Feminina de Handebol para o ciclo olímpico 2009-2012. Morten é natural de Fodby,

Leia mais

CHARLES FERNANDO CORRÊA

CHARLES FERNANDO CORRÊA CHARLES FERNANDO CORRÊA Brasileiro, solteiro, 20 anos Rua Ida Piacenzo Galhardo,100, CEP 18800-000 Bairro José Maria Arbex - Piraju São Paulo Telefone: (14) 3351 4492 Cel: (45) 9995 5264 E-mail: charlescorrea0910@hotmail.com

Leia mais

Pólo Aquático Calendário Anual

Pólo Aquático Calendário Anual Pólo Aquático Calendário Anual O Clube Paineiras Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua programação sociocultural, com grandes

Leia mais

Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Rio de Janeiro, 30 de junho de 2011

Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Rio de Janeiro, 30 de junho de 2011 Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016 Rio de Janeiro, 30 de junho de 2011 1 AGENDA 1. Os Jogos em números 2. Partes interessadas e estrutura jurídica 3. Orçamentos dos Jogos Rio

Leia mais

PROJETOS ESPORTIVOS DO CLUB ATHLETICO PAULISTANO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CLUBES - CBC

PROJETOS ESPORTIVOS DO CLUB ATHLETICO PAULISTANO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CLUBES - CBC PROJETOS ESPORTIVOS DO CLUB ATHLETICO PAULISTANO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CLUBES - CBC Clique aqui e confira a LEI Nº 9.615, DE 24 DE MARÇO DE 1998. Atualizado em 21.01.2016 PROJETOS ESPORTIVOS RESUMO

Leia mais

Jogos Pan-Americanos Toronto 2015: uma competição estratégica para o Brasil

Jogos Pan-Americanos Toronto 2015: uma competição estratégica para o Brasil Jogos Pan-Americanos Toronto 2015: uma competição estratégica para o Brasil Os Jogos Pan-Americanos são a maior competição multiesportiva do continente e um dos maiores eventos do esporte mundial. Desde

Leia mais

A HISTÓRIA DA MODALIDADE EM INDAIATUBA

A HISTÓRIA DA MODALIDADE EM INDAIATUBA 1 A HISTÓRIA DA MODALIDADE EM INDAIATUBA O handebol é praticado em Indaiatuba há 20 anos. Nos primeiros anos sem um forte trabalho de base, os times foram montados com atletas migrados de outros esportes

Leia mais

Esporte na Educação. Maria Alice Zimmermann

Esporte na Educação. Maria Alice Zimmermann Esporte na Educação Olimpismo O Olimpismo é uma filosofia de vida que defende a formação de uma consciência pacifista, democrática, humanitária, cultural e ecológica por meio da prática esportiva. COB

Leia mais

O Movimento Paralímpico. Aula 2 Esportes Paralímpicos Parte 1

O Movimento Paralímpico. Aula 2 Esportes Paralímpicos Parte 1 O Movimento Paralímpico Aula 2 Esportes Paralímpicos Parte 1 Objetivos 1 2 Apresentar a classificação funcional dos esportes Paralímpicos. Conhecer os seguintes esportes Paralímpicos: atletismo, halterofilismo,

Leia mais

Transformação. social e marketing. Globo: Projeto Esporte-Educa. Carlos Veloso V EMEPRO

Transformação. social e marketing. Globo: Projeto Esporte-Educa. Carlos Veloso V EMEPRO Transformação social e marketing esportivo podem caminhar juntos? A visão das Organizações Globo: Projeto Esporte-Educa Educação Carlos Veloso V EMEPRO Viçosa osa/mg, 1º 1 de maio de 2009 Conceitos-chave

Leia mais

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa CURRICULUM IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Nome: Daniela Bassi Naturalidade: Quatigua PR Data de Nascimento: 01/11/79 Idade: 33 anos Estado Civil:

Leia mais

Histórico de Medalhas e Modalidades Paralímpicas - Portugal

Histórico de Medalhas e Modalidades Paralímpicas - Portugal Histórico de Medalhas e Modalidades Paralímpicas - Portugal Igualdade, Inclusão & Excelência Desportiva Departamento Técnico, Fevereiro de Índice Introdução... Medalhas... Gráficos de Medalhas... Atletas

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 5ºAno 1.5 MATEMÁTICA 3º período 11 de setembro de 2015 Cuide da organização da sua avaliação. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais

EIXOS DA POLÍTICA PÚBLICA DO ESPORTE PARA JUVENTUDE

EIXOS DA POLÍTICA PÚBLICA DO ESPORTE PARA JUVENTUDE MINISTÉRIO DO ESPORTE EIXOS DA POLÍTICA PÚBLICA DO ESPORTE PARA JUVENTUDE APOLINÁRIO REBELO DANIELLE FERMIANO DOS SANTOS GRUNEICH Representantes do Ministério do Esporte no CONJUVE Marco no Governo Lula:

Leia mais

AÇÕES DE FORMAÇÃO CREDITADAS PARA TREINADORES 2015 - Leiria

AÇÕES DE FORMAÇÃO CREDITADAS PARA TREINADORES 2015 - Leiria AÇÕES DE FORMAÇÃO CREDITADAS PARA TREINADORES 2015 - Leiria Ações Creditadas pelo PNFT 2015 Preços de Inscrição: 1) Ações de 1,4 créditos - 30,00 a. Preço para Filiados - 20,00 2) Ações de 0,8 créditos

Leia mais

Proponente: Associação dos Pais e Amigos dos Atletas de Voleibol de Caxias do Sul Projeto: Polo de Formação do Voleibol Gaúcho - Ano IV

Proponente: Associação dos Pais e Amigos dos Atletas de Voleibol de Caxias do Sul Projeto: Polo de Formação do Voleibol Gaúcho - Ano IV MINISTÉRIO DO ESPORTE COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE INSTITUÍDA PELA PORTARIA Nº 267, DE 24 DE OUTUBRO DE 2013. LEI Nº 11.438/06, REGULAMENTADA PELO DECRETO 6.180/07. PAUTA DA 45ª REUNIÃO

Leia mais

MÍDIA IMPRESSA E INTERNET CLIPPING FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PIAUÍ-FIEPI

MÍDIA IMPRESSA E INTERNET CLIPPING FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PIAUÍ-FIEPI MÍDIA IMPRESSA E INTERNET CLIPPING FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PIAUÍ-FIEPI 17/09/2014 VEÍCULO: Portal AZ EDITORIA/SEÇÃO: Esporte Local DATA: 16/09/2014 13:59 Jogos do SESI: Piauienses voltam

Leia mais

Patins. Tudo começou no ano de 1976, quando o empresário Iloir Fasolo, Pioneira na fabricação de patins na América Latina

Patins. Tudo começou no ano de 1976, quando o empresário Iloir Fasolo, Pioneira na fabricação de patins na América Latina MATÉRIA DE CAPA FOTOS: DIVULGAÇÃO Pioneira na fabricação de patins na América Latina Patins Tudo começou no ano de 1976, quando o empresário Iloir Fasolo, um grande apreciador da patinação, adquiriu a

Leia mais

PLURI Especial O faturamento das Confederações Esportivas do Brasil

PLURI Especial O faturamento das Confederações Esportivas do Brasil PLURI Especial O faturamento das Confederações Esportivas do Brasil PLURI Consultoria Pesquisa, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook.com/pluriconsultoria Fernando

Leia mais

Praça Engenheiro José Rebouças Ponta da Praia Santos SP CEP 11030-000 Tel. 3269 8080 gab.semes@santos.sp.gov.br

Praça Engenheiro José Rebouças Ponta da Praia Santos SP CEP 11030-000 Tel. 3269 8080 gab.semes@santos.sp.gov.br Praça Engenheiro José Rebouças Ponta da Praia Santos SP CEP 11030-000 Tel. 3269 8080 gab.semes@santos.sp.gov.br ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO 1. Título do Projeto: Educando com o Taekwondo 2. Manifestação:

Leia mais

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012

REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADA ESCOLAR DE NOVO HAMBURGO 2012 OBJETIVO GERAL Formação para o pleno exercício da cidadania de crianças e adolescentes por meio do esporte. CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO

Leia mais

A NATAÇÃO NO PIAUÍ: DO SURGIMENTO ÀS PRIMEIRAS COMPETIÇÕES Manoel Lima Neto 1 Ana Maria da Silva Rodrigues 2

A NATAÇÃO NO PIAUÍ: DO SURGIMENTO ÀS PRIMEIRAS COMPETIÇÕES Manoel Lima Neto 1 Ana Maria da Silva Rodrigues 2 A NATAÇÃO NO PIAUÍ: DO SURGIMENTO ÀS PRIMEIRAS COMPETIÇÕES Manoel Lima Neto 1 Ana Maria da Silva Rodrigues 2 1 Graduando de Educação Física, UFPI 2 Docente do Departamento de Educação Física, UFPI ams_rodrigues@hotmail.com

Leia mais

Trabalhando pela transformação

Trabalhando pela transformação Trabalhando pela transformação Trabalhando pela transformação O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) vem trabalhando intensamente pelo desenvolvimento do esporte olímpico no Brasil. Nos últimos anos, o COB

Leia mais

Pernambuco na Surdolimpíada

Pernambuco na Surdolimpíada Federação Pernambucana Desportiva de Surdos Pernambuco na Surdolimpíada Recife, março de 2013. Apresentação A Federação Pernambucana Desportiva de Surdos (FPEDS) é uma entidade sem fins lucrativos, com

Leia mais

Conheça as opções de publicidade no Grêmio Náutico União. Contato Staniara Kniphoff Relação com Investidores (51) 3025.3807 staniara@gnu.com.

Conheça as opções de publicidade no Grêmio Náutico União. Contato Staniara Kniphoff Relação com Investidores (51) 3025.3807 staniara@gnu.com. Conheça as opções de publicidade no Grêmio Náutico União 5 Contato Staniara Kniphoff Relação com Investidores (51) 3025.3807 staniara@gnu.com.br Apresentação Em 2015, o Grêmio Náutico União completa 109

Leia mais

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015 P1. Implantação e manutenção de unidades gerenciais na CBR Aumentar o nível de maturidade gerencial da CBR A melhoria do gerenciamento da CBR causará impacto positivo em todas as partes interessadas Captação

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE

REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE SEÇÃO I - DA COMPETIÇÃO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Campeonato Brasileiro Paraolímpico de Tiro

Leia mais

CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2014 E SELEÇÃO DE ATLETAS PARA O CENTRO DE TREINAMENTO

CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2014 E SELEÇÃO DE ATLETAS PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Versão 2-08/12/2013 CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2014 E Sumário 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVO...3 3. ELEGIBILIDADE...3 4. CALENDÁRIO DE EVENTOS INTERNACIONAIS E PRIORIDADES

Leia mais

DIÁRIO PAN-AMERICANO Informativo da Missão Brasileira

DIÁRIO PAN-AMERICANO Informativo da Missão Brasileira DIÁRIO PAN-AMERICANO 04 HANDEBOL MASCULINO MIRA OURO E VAGA EM LONDRES 2012 A seleção brasileira de handebol masculino está em Guadalajara com um objetivo bem definido: o ouro e a conquista da vaga para

Leia mais

Patinação brilha nos EUA

Patinação brilha nos EUA Patinaçăo Patinação brilha nos EUA Patinadoras vencem competição internacional e adquirem mais experiência para 2009 A patinação do Iate teve uma participação destacada nos EUA e ainda ganhou um reforço

Leia mais

Aberto do Brasil reunirá atletas de onze países na Arena Santos

Aberto do Brasil reunirá atletas de onze países na Arena Santos Aberto do Brasil reunirá atletas de onze países na Arena Santos Com a participação de 72 atletas de 11 países, será disputado entre os dias 08 e 11 desse mês o Aberto do Brasil, etapa do Circuito Mundial

Leia mais

PLANEJAMENTO TORONTO 2015 E RIO 2016

PLANEJAMENTO TORONTO 2015 E RIO 2016 PLANEJAMENTO TORONTO 2015 E RIO 2016 PAUTA 1. TORONTO 2015 INFORMAÇÕES GERAIS TIME BRASIL NOS JOGOS 2. RIO 2016 INFORMAÇÕES GERAIS ESTÁGIOS ATÉ OS JOGOS OLÍMPICOS 2016 DETALHAMENTO DOS ESTÁGIOS DE PREPARAÇÃO

Leia mais

AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE

AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE REALIDADE AS DIMENSÕES HUMANAS DO ESPORTE Prof. Dr. Elio Carravetta ESPORTE PRÁTICA REALIDADE JOGO REGRAS EXERCICIOS FÍSICOS COMPETIÇÃO ESTRUTURA DE DESENVOLVIMENTO FEDERAÇÕES TENIS BASQUETEBOL VELA JUDÔ

Leia mais

Roteiro Procedimental

Roteiro Procedimental Prezado (a) Atleta (a), Informamos que é de grande importância para a análise de seu pleito, que encaminhe os documentos para o Programa Bolsa Atleta de uma única vez, ou seja, envie a ficha de inscrição

Leia mais

Líder absoluto em vendas, líder em lembrança de marca e líder nas quadras e nas pistas, a OLYMPIKUS ainda preparava mais um grande salto.

Líder absoluto em vendas, líder em lembrança de marca e líder nas quadras e nas pistas, a OLYMPIKUS ainda preparava mais um grande salto. Olympikus. História. A marca foi criada em 1975 pela Azaléia, empresa fundada em 1958, aproveitando a época em que foi aprovada uma lei federal que instituiu a obrigatoriedade da prática de educação física

Leia mais

Natação Principais Resultados da Base: No Estadual Junior, o clube conquistou um total de 8 ouros, 6 pratas e 5 bronzes.

Natação Principais Resultados da Base: No Estadual Junior, o clube conquistou um total de 8 ouros, 6 pratas e 5 bronzes. Resultados 2014 Natação 2014 Principais Resultados da Base: No Estadual Junior, o clube conquistou um total de 8 ouros, 6 pratas e 5 bronzes. Francisco Lobo nos jogos escolares conquistou 2 medalhas de

Leia mais

Proposta Comercial. Depto. de Marketing 01/Abr/10

Proposta Comercial. Depto. de Marketing 01/Abr/10 Proposta Comercial Depto. de Marketing 01/Abr/10 16/Jun/10 A REDE RECORD e a RECORD NEWS oferecem ao Mercado Publicitário o patrocínio dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude, que acontecerão em CINGAPURA.

Leia mais

COMISSÃO DO ESPORTE DILIGÊNCIA VISITA TÉCNICA ÀS OBRAS DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016

COMISSÃO DO ESPORTE DILIGÊNCIA VISITA TÉCNICA ÀS OBRAS DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016 Não é possível exibir esta imagem no momento. COMISSÃO DO ESPORTE DILIGÊNCIA VISITA TÉCNICA ÀS OBRAS DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016 13 DE ABRIL DE 2015 Sumário Apresentação... 2 1. Visita

Leia mais

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA. APRESENTAÇÃO SEMINARIO INTERNACIONAL ABCE - FEPAC SINAENCO Rio de Janeiro, 17 de abril de 2012

APO AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA. APRESENTAÇÃO SEMINARIO INTERNACIONAL ABCE - FEPAC SINAENCO Rio de Janeiro, 17 de abril de 2012 APRESENTAÇÃO SEMINARIO INTERNACIONAL ABCE - FEPAC SINAENCO Rio de Janeiro, 17 de abril de 2012 O BRASIL AVANÇA COM INVESTIMENTOS DE INFRAESTRUTURA Planejamento de longo prazo para captação de grandes eventos

Leia mais

Proponente: Associação Mineira de Desenvolvimento Humano Projeto: Projeto SERF (Sistema Esportivo de Rendimento em Futebol) 2 - continuidade

Proponente: Associação Mineira de Desenvolvimento Humano Projeto: Projeto SERF (Sistema Esportivo de Rendimento em Futebol) 2 - continuidade MINISTÉRIO DO ESPORTE COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE INSTITUÍDA PELA PORTARIA Nº 30 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009, ALTERADA PELA PORTARIA Nº 130 DE 05 DE JULHO DE 2010, ALTERADA PELA PORTARIA

Leia mais

Proponente: Associação Cidade Unida Pelo Esporte de Base e Ligas Amadoras Projeto: Sexto Campeonato Paulista de Futebol Amador

Proponente: Associação Cidade Unida Pelo Esporte de Base e Ligas Amadoras Projeto: Sexto Campeonato Paulista de Futebol Amador MINISTÉRIO DO ESPORTE COMISSÃO TÉCNICA DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE INSTITUÍDA PELA PORTARIA Nº 30 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009, ALTERADA PELA PORTARIA Nº 130 DE 05 DE JULHO DE 2010, ALTERADA PELA PORTARIA

Leia mais

NEWSLETTER 01/2011. Fórum de Esporte no RJ. Esporte como legado para a transformação social. Rio de Janeiro, 16 de maio de 2011

NEWSLETTER 01/2011. Fórum de Esporte no RJ. Esporte como legado para a transformação social. Rio de Janeiro, 16 de maio de 2011 Fórum de Esporte no RJ Representantes de 18 estados brasileiros estiveram presentes na primeira reunião do Fórum Nacional de Secretários e Gestores Estaduais de Esporte e Lazer coordenada pela Secretária

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2015 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

Entendendo o tamanho dos Jogos

Entendendo o tamanho dos Jogos Entendendo o tamanho dos Jogos Copa X Olimpíadas 32 nações 204 nações 723 atletas 15 mil atletas 15 em trânsito no Rio seleções todas no Rio olímpicos e paralímpicos X 15 mil voluntários 1 esporte futebol

Leia mais