Daciane de Oliveira Silva

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Daciane de Oliveira Silva www.daciane.wordpress.com"

Transcrição

1 Daciane de Oliveira Silva

2 Marketing direto e mediação eletrônica Como a internet criou novos meios de intermediação entre as pessoas e as organizações? O que é marketing direto? Esforço promocional praticado por um ofertante orientado para clientes de forma direta, ou seja, dispensando intermediários no processo de distribuição e comunicação. Principais meios de comunicação do marketing direto: mala direta, catálogo, telemarketing, venda pessoal.

3 Dimensões do Marketing direto Venda pessoal: visita do cliente Mala direta: contato através de mensagem Venda por catálogo: envio de material promocional de linha de produtos, como mais detalhamento em termos de portfólio. Telemarketing: contato telefônico com operadores treinados

4 Potencialidade do Marketing direto Penetração: a abrangência é alta, principalmente pelos canais eletrônicos Conveniência: redução de esforço para acesso aos produtos/serviços; Informação: a disponibilidade de acesso a informações aumentam as chances de valor percebido pelo cliente; Orientação de negócio: o marketing direto propicia interatividade e relacionamento com o público-alvo; Redução de custo: com as forças de vendas, instalações e estoque.

5 Limitações do Marketing direto (MD) O MD principalmente o marketing digital possui algumas limitações: Contato remoto: contra-indicado para transações que exige experimentação; Competência logística: compras online requer competências logísticas diferenciais do vendedor Incerteza na decisão: o acesso e a existência de uma infinidade de informações Satisfação pessoal e social associada a compras físicas Condições de segurança: pagamento antecipado sem reconhecimento da entrega e o sigilo dos dados pessoais

6 Marketing direto e internet Alguns principais conceitos de marketing digital: E-business: negócio eletrônico, refere-se à operação de uma organização- como produção, estoque e desenvolvimento de produto. E-Commerce: comércio eletrônico, realização de negócio por meio da internet. EX: Dell, Amazon.com

7 Marketing digital: tendências e perspectivas Conceito Refere-se ao contato entre organizaçãomercado/clientes suportado pelo meio digital, a internet. Este fato remete a importância dos canais de marketing eletrônico(cme). CME- é a plataforma digital que suporta oferta e acesso a produtos e compra lógica pelo mercado-alvo.

8 Tendências do Marketing digital Intermediários: redução x aumento Velocidade: produto x informação Transação: eletrônica x física Variáveis a serem consideradas: O CLIENTE: Perfil do cliente, frequência e tendência de utilização, motivação para realização de compras, natureza dos produtos comprados e uso de canais eletrônicos.

9 Tendências do Marketing digital Variáveis a serem consideradas: O INTERMEDIÁRIO: a presença ainda é limitada, apenas 10% O FABRICANTE: a presença ainda é discreta, mas o incremento das vendas relacionado a diferenciação e relacionamento vem sendo avaliados

10 PERFIL DO CLIENTE ON LINE BRASILEIRO Identificação do e-consumidor brasileiro: Renda do cliente brasileiro 31%: entre 1000 e %: entre 3001 e %: entre 5001 e 8000 Idade do cliente: a idade média é de 34 e 35 anos 36%: entre 34 a 49 anos 31%: entre 25 a 34 anos 14%: entre 50 e 54 anos 13%: entre 18 e 24 anos Escolaridade Superior completo: 36% Superior incompleto: 21% Pós-graduação: 21% 10% dos internautas brasileiros têm o hábito de realizar compras pela rede mundial de computadores.

11 PERFIL DO CLIENTE ON LINE BRASILEIRO Identificação do e-consumidor brasileiro: Renda do cliente brasileiro 31%: entre 1000 e %: entre 3001 e %: entre 5001 e 8000 Idade do cliente: a idade média é de 34 e 35 anos 36%: entre 34 a 49 anos 31%: entre 25 a 34 anos 14%: entre 50 e 54 anos 13%: entre 18 e 24 anos Escolaridade Superior completo: 36% Superior incompleto: 21% Pós-graduação: 21% 10% dos internautas brasileiros têm o hábito de realizar compras pela rede mundial de computadores.

12 MARKETING DIGITAL: GESTÃO E DECISÃO ESTRATÉGICA Os canais eletrônicos, com sua indiscutível eficiência em termos de velocidade de transporte de informação, podem significar contribuição diferencial nos 4 P s. Entre as características do marketing digital ligadas ao relacionamento com o cliente, pode-se citar: * PRESENÇA GLOBAL * OFERTA ININTERRUPTA *REDUÇÃO DE CUSTOS NA OFERTA DOS PRODUTOS * FLEXIBILIDADE DE OFERTA * ORIENTAÇÃO E PERSONALIZAÇÃO DE OFERTA

13 MODALIDADES E NOMENCLATURA Diferentes alternativas de relacionamento têm se desenvolvido com o advento da internet e estas modalidades foram concebidas de acordo com a natureza de clientes e fornecedores: 1. B2B(business-to-business): operação de compra e venda mediada eletronicamente entre empresas. Ex: Eletronic Data Interchange (troca de informações eletrônicas). No Brasil, grandes empresas trocam informações financeiras, comerciais e de transporte.

14 MODALIDADES E NOMENCLATURA 2. B2C/C2B (business-to-consumer/consumer-tobusiness): operação envolvendo empresas e consumidores finais Ex: Supermercados que vendem pela internet ou portais como Amazon.com 3. B2G/G2B(business-to-government/government-tobusiness): operações cujo agentes são governo e empresas Ex: Processos licitatórios via internet

15 MODALIDADES E NOMENCLATURA 4. C2C (consumer-to-consumer): operações de compra e venda entre consumidores finais. Ex: Sites de leilões ou classificados on line, nos quais o anunciante não é uma organização constituída. 5. G2C/C2G(government-to-consumer/consumer-togovernment): transações entre governo e consumidores finais. 6. G2G(government-to-government): operações de compra e venda, e/ou transferência de produtos, dados, informações entre diferentes esferas do governo.

16 TROCAS ELETRÔNICAS: MODALIDADES E AGENTES AGENTES Presença na relação de troca EMPRESA demanda CONSUMIDOR demanda GOVERNO demanda EMPRESA fornece B2B * MP, serviços B2C Produtos, informações, etc. B2G * Bens, serviços, licitações, etc. CONSUMIDOR fornece C2B * Dados e informações C2C * Serviços pessoais C2G * Pagamento de taxas, impostos,etc. GOVERNO fornece G2B *Informações ( índices, posições de contrato) G2C * Serviços G2G * Dados e informações de gestão, serviços, etc.

17 TRANSAÇÕES E TROCAS MEDIADAS ELETRONICAMENTE As possibilidades para as operações de troca de produtos e informações por via eletrônica são inúmeras, porém são dividas em categorias: * ENTRE EMPRESAS- extranet * ENTRE ÁREAS, DEPTOS OU DIVISÕES DA MESMA ORGANIZAÇÃO: intranet * ENTRE EMPRESAS E CONSUMIDORES FINAIS: varejo eletrônico

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Comércio Eletrônico Um breve histórico Comércio compra, venda, troca de produtos e serviços; Incrementado pelos Fenícios, Árabes, Assírios e Babilônios uso

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre

COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre E-COMMERCE x E-BUSINESS E-COMMERCE processos pelos quais consumidores, fornecedores e

Leia mais

AULA 1 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS. Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho

AULA 1 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS. Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho AULA 1 SOLUÇÕES EM NEGÓCIO ELETRÔNICOS Prof. Adm. Paulo Adriano da Silva Carvalho Adm. Paulo Adriano da S. Carvalho Formado em Administração; MBA em Gestão Empresarial; Formado em Ciências da Computação;

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda

NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda NORMALIZAÇÃO Comércio Electrónico e a sua Importância na Cadeia de Distribuição 14 de Dezembro 2010 Nuno Miranda The global language of business O que é ecommerce? Da perspectiva de processo de negócio,

Leia mais

FACULDADE UNIÃO COMÉRCIO ELETRÔNICO PROFESSOR LUCIANO ROCHA

FACULDADE UNIÃO COMÉRCIO ELETRÔNICO PROFESSOR LUCIANO ROCHA 1 Conteúdo Evolução da Comunicação Entre Computadores... 2 Evolução do Processamento e Transferência Eletrônica de Informações... 2 INTERNET E COMÉRCIO ELETRÔNICO ASPECTOS... 3 PESQUISAS SOBRE O MERCADO

Leia mais

E-commerce Fundamentos

E-commerce Fundamentos E-commerce Fundamentos Flávio Augusto Martins Wanderley Professor flavio@mwan.com.br 1 / 65 Conteúdo desta aula Conceitos. Evolução do comércio eletrônico. Modalidades. O que vem no futuro. 2 / 65 Conceito

Leia mais

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Comércio Eletrônico FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Definição Toda atividade de compra e venda realizada com recursos eletrônicos; Uso de mecanismos eletrônicos para a

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik

Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik Muito ALÉM de uma simples LOJA VIRTUAL. Vanessa Kupczik Mestre em Design (UFPR). MBA e pós-graduação em Marketing (UFPR). Pós-graduada em Web Design (PUCPR). Graduação em Desenho Industrial (UFPR). Técnico

Leia mais

Tecnologia e Sistemas de Informações Empresa Digital

Tecnologia e Sistemas de Informações Empresa Digital Universidade Federal do Vale do São Francisco Tecnologia e Sistemas de Informações Empresa Digital Prof. Ricardo Argenton Ramos Aula 7 Desafios para a Administração Comercio eletrônico e negócios eletrônicos

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico. Grau de digitalização. Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização:

Comércio Eletrônico. Comércio Eletrônico. Grau de digitalização. Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização: Comércio Eletrônico FTS Faculdade Taboão da Serra Curso de Administração de Sistemas de Informações Disciplina: Comércio Eletrônico Comércio Eletrônico Caracteriza-se Comércio eletrônico pelo grau de digitalização:

Leia mais

Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com

Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Comércio Eletrônico e-commerce Aula 5 Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Introdução Mudança no ambiente empresarial; Ligação com o desenvolvimento de tecnologia da informação. Características

Leia mais

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos

A empresa digital: comércio e negócios eletrônicos Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 06 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

SISTEMAS PARA INTERNET

SISTEMAS PARA INTERNET Unidade II SISTEMAS PARA INTERNET E SOFTWARE LIVRE Prof. Emanuel Matos Sumário Unidade II Comércio Eletrônico Tecnologia de Comércio Eletrônico Categorias do Comércio Eletrônico M-commerce Comércio eletrônico

Leia mais

Trabalho Final. Apresentação do site de Comércio Eletrônico (.ppt) : Elaborar o Site de Comércio Eletrônico proposto:

Trabalho Final. Apresentação do site de Comércio Eletrônico (.ppt) : Elaborar o Site de Comércio Eletrônico proposto: Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br) Apresentação

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DE UM COMÉRCIO ELETRÔNICO

CLASSIFICAÇÃO DE UM COMÉRCIO ELETRÔNICO CLASSIFICAÇÃO DE UM COMÉRCIO ELETRÔNICO Classificação dos Tipos de CE Consumidor Empresa Governo Consumidor Empresa Governo CLASSIFICAÇÃO DO CE Business-to-business (empresa-empresa - B2B): Modelo de CE

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DE UM COMÉRCIO ELETRÔNICO

CLASSIFICAÇÃO DE UM COMÉRCIO ELETRÔNICO CLASSIFICAÇÃO DE UM COMÉRCIO ELETRÔNICO Classificação dos Tipos de CE Consumidor Empresa Governo Consumidor Empresa Governo CLASSIFICAÇÃO DO CE Business-to-business (empresa-empresa - B2B): Modelo de CE

Leia mais

Sistemas. ções Gerenciais

Sistemas. ções Gerenciais Sistemas Como elaborar seu currículo? de Informaçõ 04/2006 ções Gerenciais Um currículo bem feito não garante sua contratação mas um currículo mal elaborado elimina-o do processo seletivo. Novas Tecnologias...

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web Internet: negócios eletrônicos, novas tendencias e tecnologias

Tópicos de Ambiente Web Internet: negócios eletrônicos, novas tendencias e tecnologias Tópicos de Ambiente Web Internet: negócios eletrônicos, novas tendencias e tecnologias Professora: Sheila Cáceres Uma mensagem enviada em internet é dividida em pacotes de tamanho uniforme. Cada pacote

Leia mais

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Sistemas web e comércio eletrônico Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Tópicos abordados Arquitetura do e-commerce Aspectos importantes do e-commerce Modelos de negócios Identificação do modelo

Leia mais

Gestão de Mercados e Estratégia de Marketing Administrando o Composto de Marketing: Os 4P s Aula 3

Gestão de Mercados e Estratégia de Marketing Administrando o Composto de Marketing: Os 4P s Aula 3 Gestão de Mercados e Estratégia de Marketing Administrando o Composto de Marketing: Os 4P s Aula 3 Prof. Me. Dennys Eduardo Rossetto. Objetivos da Aula 1. O composto de marketing. 2. Administração do P

Leia mais

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico.

Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. Aula 7 Aplicações e questões do Comércio Eletrônico. TENDÊNCIAS NO COMÉRCIO ELETRÔNICO Atualmente, muitos negócios são realizados de forma eletrônica não sendo necessário sair de casa para fazer compras

Leia mais

Comércio Eletrônico. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Comércio Eletrônico. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Comércio Eletrônico Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

Ambientes de Mercado

Ambientes de Mercado INFORMAÇÃO O sucesso ou fracasso organizacional muitas vezes pode depender de se saber de qual deles precisamos, com o qual deles contamos e o que podemos ou não fazer com cada um deles PLANO DE AÇÃO Fornecedores

Leia mais

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas. O Varejo 16 Aula 16/5/2008 Objetivos da aula Explicar como os varejistas podem contribuir para o processo de criar valor. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

Leia mais

Ádrian da Silva Barbosa Raimunda Mônica Oliveira Correia Rosiney Costa Bezerra Silvia Leticia Tavares Suelen Castillo Coelho EMPREENDEDORISMO

Ádrian da Silva Barbosa Raimunda Mônica Oliveira Correia Rosiney Costa Bezerra Silvia Leticia Tavares Suelen Castillo Coelho EMPREENDEDORISMO Ádrian da Silva Barbosa Raimunda Mônica Oliveira Correia Rosiney Costa Bezerra Silvia Leticia Tavares Suelen Castillo Coelho EMPREENDEDORISMO MACAPÁ-AP, 04/09/13 Ádrian da Silva Barbosa Raimunda Mônica

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS

A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS 1 OBJETIVOS 1. Como a tecnologia de Internet mudou propostas de valor e modelos de negócios? 2. O que é comércio eletrônico?? Como esse tipo de comércio

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS 1. Sabe-se que o conceito de Sistema de Informação envolve uma série de sistemas informatizados com diferentes características e aplicações, os quais, porém, têm em comum

Leia mais

Comércio Eletrônico AULA 05. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis

Comércio Eletrônico AULA 05. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis Comércio Eletrônico AULA 05 Professora Ms Karen Reis 2011 Sistemas para Internet 1 Estudo de Caso Apresentação 2 Cases - Mercado de Chocolate 2 ESTUDO DE CASO Ler o CASE A HAWORTH REVISA O GERENCIAMENTO

Leia mais

O COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL

O COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL O COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL MARCOS MENDES. MBA em Tecnologia da Informação e da Comunicação na Educação (PUC-RS). Docente das Faculdades IESAP e CEAP. Professor das disciplinas Computação Gráfica,

Leia mais

Fundamentos do Comércio Eletrônico

Fundamentos do Comércio Eletrônico Administração e Finanças Uniban Notas de Aula Comércio (e-commerce) Prof. Amorim Fundamentos do Comércio Comércio Mais do que a mera compra e venda de produtos on-line. Engloba o processo on-line inteiro:

Leia mais

Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso

Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso 1. Muitas organizações estão utilizando tecnologia da informação para desenvolver sistemas

Leia mais

Comércio Eletrônico. Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com. Comércio Eletrônico 1

Comércio Eletrônico. Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com. Comércio Eletrônico 1 Comércio Eletrônico Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com Comércio Eletrônico 1 31/03/2014 Introdução Por proporcionar uma série de vantagens,

Leia mais

A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E ELETRÔNICOS

A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E ELETRÔNICOS Capítulo 4 A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS 4.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Como a tecnologia de Internet mudou propostas de valor e modelos de negócios? O que é comércio eletrônico?

Leia mais

II. Visão Geral do e-business

II. Visão Geral do e-business II. Visão Geral do e-business 1. e-commerce X e-business 2. Vantagens do e-business 3.Problemas na Internet 4. Tipos de e-business 5. Categorias de e-business 6. Ferramentas de Comércio Eletrônico 7. Dimensões

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 4.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 4.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 4.1 4 OBJETIVOS OBJETIVOS A EMPRESA DIGITAL: COMÉRCIO E NEGÓCIOS ELETRÔNICOS Como a tecnologia de Internet mudou propostas de valor e modelos de negócios

Leia mais

Vendas Coletivas e publicidade nas indústrias criativas. Laura Fragomeni

Vendas Coletivas e publicidade nas indústrias criativas. Laura Fragomeni Vendas Coletivas e publicidade nas indústrias criativas Laura Fragomeni Agenda Crescimento do E-commerce Modelos de negócio Breve histórico das Vendas Coletivas Vendas Coletivas e o Marketplace Novas Tendências

Leia mais

Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Intranet e Extranet Rede privada baseada na mesma tecnologia utilizada na internet, sendo sua única diferença o objetivo por trás

Leia mais

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes?

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes? Escola Superior de Gestão e Tecnologia Comércio eletrônico Mercados digitais, mercadorias digitais Prof. Marcelo Mar3ns da Silva Objetivos de estudo Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem Capítulo 6 1 Telecomunicações e redes 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Identificar as principais tendências e os grandes desenvolvimentos nas empresas, nas tecnologias e nas aplicações de negócio, das telecomunicações

Leia mais

ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS

ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Tecnológicas CCT Engenharia de Produção e Sistemas Sistemas de Informação (SIN) ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS Profº Adalberto J. Tavares Vieira

Leia mais

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente 1. Quais os componentes de um sistema cliente-servidor? Clientes e servidores 2. Na visão do hardware, defina o que é cliente e o que é servidor: Clientes. Qualquer computador conectado ao sistema via

Leia mais

16/02/2010. Relação empresa-cliente-consumidor. Distribuição física do produto final até ponto de venda final

16/02/2010. Relação empresa-cliente-consumidor. Distribuição física do produto final até ponto de venda final Logística de Distribuição e Reversa MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues paulo.rodrigues@usc.br Mestre em Engenharia de Produção Conceito Relação empresa-cliente-consumidor Distribuição física do produto final

Leia mais

E-BUSINESS AGENDA. Profª. Kelly Hannel

E-BUSINESS AGENDA. Profª. Kelly Hannel E-BUSINESS Profª. Kelly Hannel AGENDA Evolução da internet nos negócios Conceitos de E-BUSINESS e COMÉRCIO ELETRÔNICO Identificando tendências do E-BUSINESS Quadro das interações possíveis no meio eletrônico

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

Como o Distribuidor pode aumentar as suas vendas com Comércio Eletrônico

Como o Distribuidor pode aumentar as suas vendas com Comércio Eletrônico Como o Distribuidor pode aumentar as suas vendas com Comércio Eletrônico O quê o Cliente procura quando liga para um Distribuidor? Onde estão os meus pedidos?!!! Qual é o preço/o quê o produto faz?!!!

Leia mais

A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo.

A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo. A Logística de Cargas Fracionadas e Novas Configurações do Mercado de Varejo. Cristian Carlos Vicari (UNIOESTE) viccari@certto.com.br Rua Engenharia, 450 Jd. Universitário C.E.P. 85.819-190 Cascavel Paraná

Leia mais

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014

Boas-vindas ao Comércio Eletrônico. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 Boas-vindas ao Comércio Eletrônico André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes Jan.2014 SOBRE A TRAY Sobre a Tray + 10 anos de atuação em e-commerce + 4.500 lojas virtuais + 3MM pedidos processados em

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI Internet, Negócio e Redes Sociais

Leia mais

AULA 6 SISTEMAS DE COMÉRCIO ELETRÔNICO

AULA 6 SISTEMAS DE COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 6 SISTEMAS DE COMÉRCIO ELETRÔNICO Conceituação O comércio eletrônico ou e-commerce é um tipo de transação comercial feita por um equipamento eletrônico, como um computador. O comércio eletrônico (e-commerce)

Leia mais

E-Business. Parte 2. Prof. Marcílio Oliveira marcilio.oliveira@gmail.com

E-Business. Parte 2. Prof. Marcílio Oliveira marcilio.oliveira@gmail.com Parte 2 Prof. Marcílio Oliveira marcilio.oliveira@gmail.com As dimensões do E-Commerce (Comércio Eletrônico). SCM - Supply Chain Management (Gerenciamento de Cadeia de Fornecimento) ERP - Enterprise Resourse

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade III DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Canais de distribuição Canal vertical: Antigamente, os canais de distribuição eram estruturas mercadológicas verticais, em que a responsabilidade

Leia mais

Administração Mercadológica

Administração Mercadológica Organização Competitiva e Estratégias de Branding Administração Mercadológica Os elementos do mix de marketing Marketing-mix = Composto de MKt = 4P s Estratégia de produto Estratégia de preço Estratégia

Leia mais

Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet. jairolm@sebraesp.com.br

Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet. jairolm@sebraesp.com.br Site Empresarial Uma oportunidade de negócios na Internet jairolm@sebraesp.com.br O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Consultorias SEBRAE Mais Programas setoriais Palestras Trilha de aprendizagem

Leia mais

O comércio eletrônico (CE) é, basicamente, a realização de transações empresariais vida rede de telecomunicações, especialmente a Internet.

O comércio eletrônico (CE) é, basicamente, a realização de transações empresariais vida rede de telecomunicações, especialmente a Internet. E-commerce Prof Marcus Regenold Disciplina Negócios pela Internet O comércio eletrônico (CE) é, basicamente, a realização de transações empresariais vida rede de telecomunicações, especialmente a Internet.

Leia mais

24/05/2013. Comércio Eletrônico. Prof. João Artur Izzo

24/05/2013. Comércio Eletrônico. Prof. João Artur Izzo Comércio Eletrônico 1 A evolução do sistema mercadológico tem exigido das organizações grande esforço para a assimilação e utilização das tecnologias de informação referentes a comércio eletrônico, em

Leia mais

Objetivos. Universo. Transformação. Administração 10/10/2012. Entender as definições de e-business e e- commerce;

Objetivos. Universo. Transformação. Administração 10/10/2012. Entender as definições de e-business e e- commerce; Objetivos Administração Profª Natacha Pouget Módulo: Gestão de Inovação e Ativos Intangíveis Tema da Aula: E-Business e Tecnologia da Informação I Entender as definições de e-business e e- commerce; Conhecer

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 13 E-commerce Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative Commons 15 de Outubro

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Internet promoveu: Transformação Novos padrões de funcionamento Novas formas de comercialização. O maior exemplo desta transformação é o E- Business

Leia mais

Comércio eletrônico. Conceitos:

Comércio eletrônico. Conceitos: Comércio eletrônico Conceitos: O comércio eletrônico é a transação realizada por meio eletrônico de dados, normalmente internet. Situação em que a empresa vendedora cria um site, que funciona como uma

Leia mais

E-COMMERCE: EVOLUÇÃO, PROCESSO DE COMPRA

E-COMMERCE: EVOLUÇÃO, PROCESSO DE COMPRA E-COMMERCE: EVOLUÇÃO, PROCESSO DE COMPRA E O DESAFIO DA ENTREGA RAIMUNDA EUNICE DA SILVA ALMEIDA 1 VIVIAN BRENDLE 2 NOELIO DANTASLÉ SPÍNOLA 3 Resumo lativo ao E-commerce e e-commerce dada a importância

Leia mais

Comércio Eletrônico. Loja Virtual de Sucesso Profissionais de E-commerce e Marketing Digital. Ricardo Moreira

Comércio Eletrônico. Loja Virtual de Sucesso Profissionais de E-commerce e Marketing Digital. Ricardo Moreira Comércio Eletrônico Loja Virtual de Sucesso Profissionais de E-commerce e Marketing Digital Ricardo Moreira Pode Confiar! Introdução Todo mês centenas de novas lojas virtuais entram no ar! Todo mês outras

Leia mais

Uma visão dos aspectos regulatórios da Tecnologia da Informação

Uma visão dos aspectos regulatórios da Tecnologia da Informação Uma visão dos aspectos regulatórios da Tecnologia da Informação Edição e Produção: Fabiano Rabaneda Advogado, professor da Universidade Federal do Mato Grosso. Especializando em Direito Eletrônico e Tecnologia

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. Vendas, Loja Virtual e Gestão de Comissões

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. Vendas, Loja Virtual e Gestão de Comissões Bloco Comercial Vendas, Loja Virtual e Gestão de Comissões Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos Vendas, Loja Virtual e Gestão de Comissões, que se encontram no Bloco

Leia mais

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242.

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242. 1 2 Apresentação O Portal Brasil Postos é uma plataforma digital desenvolvida para a geração de negócios, relacionamento e informação para o segmento de postos de combustíveis, lubrificação e Lojas de

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING Sumário Parte um Conceitos e tarefas da administração de marketing CAPITULO I MARKETING PARA 0 SÉCULO XXI A importância do marketing O escopo do marketing 0 que é marketing? Troca e transações A que se

Leia mais

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 FSI capítulo 2 Referências bibliográficas: Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010 Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 Porter M., Competitive

Leia mais

OCEL001 Comércio Eletrônico Módulo 04: Mecanismos

OCEL001 Comércio Eletrônico Módulo 04: Mecanismos OCEL001 Comércio Eletrônico Módulo 04: Mecanismos Prof. Charles Christian Miers e-mail: charles.miers@udesc.br Mercados eletrônicos Os mercados facilitam a troca de: Informações Bens Serviços Pagamentos

Leia mais

CURSO DE DATAWAREHOUSE TRABALHO FINAL

CURSO DE DATAWAREHOUSE TRABALHO FINAL CURSO DE DATAWAREHOUSE TRABALHO FINAL GRUPO I &- COMMERCE 1 REVISÃO 2 1/6/2000 Foram revistos os itens : Introdução Problemas e soluções propostas REVISÃO 3/4 19/6/2000 E 27/04/2000 versão final Foram

Leia mais

Capítulo 3 Sistemas de E-Commerce

Capítulo 3 Sistemas de E-Commerce Capítulo 3 Sistemas de E-Commerce 3.1 Fundamentos do Comércio Eletrônico Introdução O comércio eletrônico é mais do que a mera compra e venda de produtos online. Em lugar disso, ele engloba o processo

Leia mais

Este capítulo tem por objetivo apresentar os principais modelos de aplicações de comércio eletrônico e exemplos de aplicação dos mesmos.

Este capítulo tem por objetivo apresentar os principais modelos de aplicações de comércio eletrônico e exemplos de aplicação dos mesmos. 1 2 Este capítulo tem por objetivo apresentar os principais modelos de aplicações de comércio eletrônico e exemplos de aplicação dos mesmos. O comércio eletrônico é um gigante que movimentou no comércio

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

Tecnologia da Informação. Aula 3 e-business. Prof. Adrian Kemmer Cernev. Prof. Adrian Cernev. Tec. da Informação

Tecnologia da Informação. Aula 3 e-business. Prof. Adrian Kemmer Cernev. Prof. Adrian Cernev. Tec. da Informação Tecnologia da Informação Aula 3 e-business Prof. Adrian Kemmer Cernev Questão-chave Como eu faço, então, esse negócio online deslanchar? Nascimento e evolução da Internet 1969 ARPAnet - rede baseada em

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO. Prof. Flávio Dias

COMÉRCIO ELETRÔNICO. Prof. Flávio Dias COMÉRCIO ELETRÔNICO Prof. Flávio Dias - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Sistemas de Informações e o Uso comercial

Sistemas de Informações e o Uso comercial ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ASI Elabora por Prof.Mestra Rosimeire Ayres Conectan a Empresa à Rede Intranet Internet Extranet B2B B2C B2E C2C As empresas estão se tornan empresas conectadas

Leia mais

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO.

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. São Paulo - SP 2016 RENAN ROCHA ALVES - RA: 6448758 E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING

Leia mais

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce?

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce? E-Commerce O que é e-commerce? Comércio electrónico ou e-commerce é um conceito aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet.

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 09 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

Profa. Ma. Solimar Garcia. Unidade II GERENCIAMENTO DO WEB

Profa. Ma. Solimar Garcia. Unidade II GERENCIAMENTO DO WEB Profa. Ma. Solimar Garcia Unidade II GERENCIAMENTO DO WEB MARKETING Apresentação Nesta unidade abordaremos o comércio eletrônico - e-commerce, o e-business e suas ferramentas mais utilizadas, como o marketing

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

Comércio Eletrônico AULA 06. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis

Comércio Eletrônico AULA 06. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis Comércio Eletrônico AULA 06 Professora Ms Karen Reis 2011 Sistemas para Internet 1 APRESENTAÇÃO ESTUDOS DE ESTUDOS DE CASOS B2B B2C B2G G2C G2G C2C 2 Os emarketplaces podem ser classificados em verticais

Leia mais

VISÃO GERAL DO COMÉRCIO ELETRÔNICO

VISÃO GERAL DO COMÉRCIO ELETRÔNICO VISÃO GERAL DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Profº Celio Conrado Sumário 1.1 - Definições e conceitos do Comércio Eletrônico... 4 COMÉRCIO ELETRÔNICO... 4 E-BUSINESS... 4 ESTATÍSTICA DO DESEMPENHO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO

Leia mais

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1 Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais slide 1 Nexon Games: o comércio eletrônico torna-se social Problema: concorrência com outras empresas de jogos on-line e off-line; aumentar

Leia mais

Unidade I: Visão Geral do Comércio Eletrônico

Unidade I: Visão Geral do Comércio Eletrônico Disciplina: Negócios e Comércio Eletrônico Professora: Claudio Célio G. Conrado : Visão Geral do Comércio Eletrônico 1.1 Definições e conceitos do Comércio Eletrônico COMÉRCIO ELETRÔNICO Por comércio eletrônico

Leia mais

Sociedade e Tecnologia

Sociedade e Tecnologia Unidade de Aprendizagem 15 Empresas em Rede Ao final desta aula você será capaz de inovações influenciam na competitividade das organizações, assim como compreender o papel da Inteligência Competitiva

Leia mais

72h/a Teórica Prática Total Teórica Prática Total. 2h/a 2h/a 4h/a 36h/a 36h/a 72h/a 4

72h/a Teórica Prática Total Teórica Prática Total. 2h/a 2h/a 4h/a 36h/a 36h/a 72h/a 4 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Disciplina Negócios e Comércio Eletrônico Curso Administração Professor (a) Msc. Adolfo F. de O. Colares Carga Horária Semanal Carga Horária Semestral 4h/a 72h/a Teórica

Leia mais

NEGÓCIOS E COMÉRCIO ELETRÔNICO

NEGÓCIOS E COMÉRCIO ELETRÔNICO NEGÓCIOS E COMÉRCIO ELETRÔNICO UNIDADE I: INTRODUÇÃO AO E-COMMERCE Prof. Adolfo Colares E-commerce - Conceito E-commerce - Evolução E-commerce - Processos de Negócios Para viabilizar o comércio eletrônico,

Leia mais

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis:

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Canais de marketing Prof. Ricardo Basílio ricardobmv@gmail.com Trade Marketing Trade Marketing Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Distribuidores; Clientes; Ponto de venda.

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ - CEAP CURSO: ADMINISTRAÇÃO 5º ADN DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO PROFESSORA: NAZARÉ ALUNO: ALÉXS SANDRO ALEMEIDA

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ - CEAP CURSO: ADMINISTRAÇÃO 5º ADN DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO PROFESSORA: NAZARÉ ALUNO: ALÉXS SANDRO ALEMEIDA CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ - CEAP CURSO: ADMINISTRAÇÃO 5º ADN DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO PROFESSORA: NAZARÉ ALUNO: ALÉXS SANDRO ALEMEIDA O comércio eletrônico (e-commerce) oferece ao empreendedor

Leia mais

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA

A ERA DIGITAL E AS EMPRESA A ERA DIGITAL E AS EMPRESA Em 1997 o Brasil já possuia 1,8 MILHÕES de usuários Brasil O 5 Maior país em extensão territorial Brasil 5 Vezes campeão do Mundo Brasil O 5 Maior país em número de pessoas conectadas

Leia mais

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja.

com seu consumidores e seu fornecedores. Trazemos para aqui 40 dicas que vão ajudar no amadurecimento, crescimento e no sucesso da sua loja. Com a consolidação do comércio eletrônico no Brasil e mundo, fica cada vez mais claro e a necessidade de estar participando, e mais a oportunidade de poder aumentar suas vendas. Mas é claro que para entrar

Leia mais