DÉCADAS. :: Ganhadores PRÊMIO SUCESU 40 ANOS. Parabenizamos todos os ganhadores do Prêmio. Fato Premiado Motivo DÉCADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DÉCADAS. :: Ganhadores PRÊMIO SUCESU 40 ANOS. Parabenizamos todos os ganhadores do Prêmio. Fato Premiado Motivo DÉCADA 1966-1975"

Transcrição

1 :: Ganhadores PRÊMIO SUCESU 40 ANOS Parabenizamos todos os ganhadores do Prêmio. DÉCADAS Fato Premiado DÉCADA Construção do "Patinho Feio" Criação da Serpro - Serviço Federal de Processamento de Dados Criação do Departamento de Informática da PUC- Rio Primeiro bacharelado em computação do país Primeira transmissão de dados via modem no Brasil Fundação da SUCESU-RJ (1965) Fundação da Procergs em 1972 Fundação da COBRA USP - ESCOLA POLITÉCNICA SERPRO PUC-Rio UNICAMP USP SUCESU-RJ PROCERGS COBRA O Patinho Feio é tido como o primeiro computador, documentado e com estrutura de computação clássica, desenvolvido no Brasil. O Patinho feio se tornou um marco inicial porque gerou massa crítica para a consolidação da indústri de informática no Brasil. Empresa pública criada para modernizar e dar agilidade a setores estratégicos da administração pública O Departamento de Informática da PUC-Rio foi o primeiro a ser criado no país. Como também fora na PUC-Rio que foi instalado, em 1960, o primeiro computador de grande porte da América Latina. Foi cirado em 1969 o Primeiro bacharelado em computação do país pela Unicamp. O curso foi idealizado pelo Professor Rubens Murillo Marques e incentivado por Zeferino Vaz - o fundador da Unicamp. Ao longo de sua história, a USP foi pioneira nas opções que fez para a sua informatização, foi a primeira transmissão de dados via modem no Brasil Fundação da SUCESU-RJ, que deu origem a todo o movimento subseqüente... e à própria festa dos 40 Anos Participação da empresa em praticamente todos os fatos relevantes do desenvolvimento do mercado de TIC no RS. A COBRA teve participação muito grande nos projetos do computador brasileiro e ajudou a criar uma geração de

2 Criação da Rede Nacional de Comunicação de Dados Realização do I Congresso Nacional de Informática EMBRATEL SUCESU-RJ pesquisadores que depois migrou para diversas outras funções no governo e na iniciativa privada, influenciando todo o movimento tecnológico poster. Iniciou-se aí, um salto qualitativo na formação de redes de computadores e a conseqüente disponibilização de serviços digitais. Foi o primeiro evento de grande porte dedicado à área e que inclusive sobrevive até os dias de hoje. Foi, durante algum tempo, o ponto de encontro dos profissionais de todo o país, fonte de conhecimento e troca de experiências. Fato Premiado DÉCADA Fundação SBC - Sociedade Brasileira de Computação URNA ELETRÔNICA Primeiro microcomputador nacional Criação da Assespro Primeira versão do WINDOWS SBC DESEMBARGADOR CARLOS PRUDÊNCIO COBRA ASSESPRO Microsoft A SBC é uma instituição acadêmica que incentiva e desenvolve pesquisa científica na área da computação no Brasil. A urna eletrônica nasceu em 1982 de uma idéia do Desembargador Carlos Prudêncio e, em 1988, foi inserida em um projeto conjuntamente com o irmão Roberto na cidade de Brusque, quando ainda era Juiz de Direito e Juiz Eleitoral. Lançado o COBRA 300, primeiro microcomputador nacional. ASSESPRO, Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet foi fundada em 23 de junho de 1976 para representar mercadologicamente e politicamente as empresas de processamento eletrônico de dados. A Microsoft lança a primeira versão do Windows, que seria o programa operacional mais famoso do mundo.

3 Primeiro CAIXA ELETRÔNICO do Brasil Dados por Telefone Publicação do primeiro livro sobre o tema Redes e Comunicação de Dados Criaçao da DATASUL Introdução da Informática na Engenharia de Projetos e Construção Civil BRADESCO EMBRATEL Professora Liane Tarouco DATASUL Nicolo Mazzola Devido ao pioneirismo tecnológico do Bradesco, Marília teve o primeiro CAIXA ELETRÔNICO do Brasil, que ficava localizado na Rua Prudente de Moraes, ao lado da saída do estacionamento do banco. Em início de junho a EMBRATEL lançou o novo serviço de comunicações de dados, que permitirá acesso a banco de dados diversos, tais como os de bolsa de valores, reservas de passagens e verificações de crédito A década de 70 viu surgir e se desenvolver o Teleprocessamento no Brasil. Grandes mainframes eram instalados no país e terminais começavam a ser interconectados via linhas telefônicas e usando modem de baixa velocidade (300 BPS, 1200 BPS). Fundou em 1978 a Datasul com foco em sistemas de manufatura e, em 1985, reescreveu seus sistemas para os PC s aumentando o número de usuários. Coordenou a área informática dos projetos do Metrô-SP, Barragem de Sobradinho, Aeroporto Internacional do Galeão, Itaipú entre outros.

4 Fato Premiado DÉCADA Exploração comercial da INTERNET Criação do Comitê Gestor da Internet no Brasil Lançamento do Projeto RNP- Rede Nacional de Pesquisa Declaração de Imposto de Renda por meio eletrônico Nascimento da internet acadêmica no Brasil 1º FENASOFT Primeiro provedor comercial de internet no Brasil Criação do CDI MCT CGI Tadao Takahashi Secretaria da Receita Federal Fapesp Idealizador da 1ª FENASOFT, Max Gonçalves Aleksandar Mandic Comitê para Democratização da Informática Somente em 1995 é que foi possível, pela iniciativa do Ministério das Telecomunicações e Ministério da Ciência e Tecnologia, a abertura ao setor privado da Internet para exploração comercial da população brasileira. Para tornar efetiva a participação da Sociedade nas decisões envolvendo a implantação, administração e uso da Internet, constitui-se o CGI. Termos acesso à rede mundial de computadores se deve a este projeto pioneiro no Brasil. Em 1991 a Receita Federal atraves do Serpro, instituiu o programa de preenchimento da Declaração de Rendimento do Imposto de Renda a ser utilizado por micro computadores e gravada em disquete. Atualmente é transmitida via Internet. Nasce a Internet Acadêmica no Brasil É inaugurado primeiro link de conexão com o exterior, interligando Fapesp e Universidade de Chicago EUA. Feira Nacional do Software, no Riocentro, Rio de Janeiro. Aleksandar Mandic, de São Paulo, conhecido pelo Sr. Internet no Brasil, transforma a Mandic BBS no provedor de acesso Mandic, o primeiro provedor comercial de internet no Brasil. As bases para o surgimento do CDI começaram a se consolidar em 1993, quando o então empresário e professor de informática Rodrigo Baggio idealizou o uso do computador como um canal de comunicação entre jovens de diferentes grupos sociais.

5 Fundação da ABES Lançamento do serviço definitivo de acesso comercial da Internet ABES EMBRATEL Fundada em São Paulo a ABES - Associação Brasileira das Empresas de Software. Lançamento do serviço definitivo de acesso comercial à Internet abrindo as portas da comunicação on line a população brasileira. Fato Premiado DÉCADA Imposto de Renda via Internet Medida Provisória 2.200/01 que institui o documento eletrônico como tendo mesmo valor que o em papel Google Acesso a Internet grátis URNAS - votação eletronica Criação da Frente Parlamentar de Informática Receita Federal Ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso Google IG Tribunal Superior Eleitoral Dep. Júlio Semeghine Em 1997, mais um marco tecnológico do imposto de renda: a entrega via internet. Para facilitar ainda mais o cumprimento de obrigações tributárias, foi criado um programa específico para transmissão de declarações, o Receitanet. Com a medida, a desmaterialização dos processos na esfera pública e privada passa a ser possível e inicia-se um processo inexorável de transformação da sociedade em uma sociedade sem papel. As inovadoras tecnologias de busca do Google conectam milhões de pessoas ao redor do mundo, com informações diárias. Fundado em 1998 pelos estudantes de doutorado em Stanford, Larry Page e Sergey Brin, o Google é hoje um dos buscadores mais valorizados do mundo. Primeiro provedor gratuito de acesso à internet no Brasil. Com a implantação das urnas eletronicas em 1996, as eleições passaram a ser mais ágeis, rápidas e a apuração transparente e segura. Com a Missão de organizar a discussão dos assuntos de interesse das empresas de tecnologia é criada a Frente Parlamentar de Informática com 55 deputados e 15 senadores.

6 Cirurgia através do Computador Backbone da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa Criação da ANATEL Internet Banking Incor RNP Rede Nacional de Ensino a Pesquisa ANATEL BRADESCO Um paciente submete-se a um eletrocardiograma em um hospital e recebe o diagnóstico feito pelo especialista de outro centro médico. Outro é operado pela equipe residente enquanto a cirurgia é acompanhada, em tempo real, por profissionais instalados em outro local. Com o backbone da RNP entra em operação também em formato comercial, permitindo o surgimento de milhares de provedores de acesso. Criada a Agência Nacional das Telecomunicações Anatel A primeira aplicação de Internet Banking foi desenvolvida pelo Bradesco, caminho trilhado a seguir pela grande maioria dos bancos brasileiros. JÚRI POPULAR HARDWARE IBM PC Há 40 anos, ninguém poderia imaginar que haveria, pelo menos nas empresas, um computador em cada mesa. É só lembrarmos do início dos anos 60, quando computador era coisa de gênios encastelados em CPDs gelados. ENTIDADE/EMPRESA Secretaria da Receita Federal - SERPRO Inovadora na Declaração de Imposto de Renda. Elaboração, armazenamento, criptografia e envio, recibo. SOFTWARE GOOGLE O Google se tranformou em um ícone para busca de conteúdo diversos na internet. PERSONALIDADE LIANE TAROUCO A década de 70 viu surgir e se desenvolver o Teleprocessamento no Brasil. Publicou o primeiro livro sobre o tema redes e comunicação de dados.

Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação. Parte 4 - Programas Prioritários em Informática

Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação. Parte 4 - Programas Prioritários em Informática Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação Parte 4 - Programas Prioritários em Informática Rede Nacional de Pesquisa Ministério da Ciência e Tecnologia Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação

Leia mais

INTERNET E PROGRAMAÇÃO WEB

INTERNET E PROGRAMAÇÃO WEB História da Internet A Internet surgiu a partir de pesquisas militares do governo dos Estados Unidos nos períodos áureos da Guerra Fria. Na década de 1960, quando dois blocos ideológicos e politicamente

Leia mais

26/2/2014. Numero de Web Sites no mundo. 1993 1996 1999 Agosto/2002

26/2/2014. Numero de Web Sites no mundo. 1993 1996 1999 Agosto/2002 História da Internet? No final dos anos 50, os EUA formaram uma instituição de investigação, a qual designaram por ARPA (Advanced Research Projec Agency). O objectivo desta instituição, parte integrante

Leia mais

Estudo de Caso Mandic BBS. 2. Mandic BBS

Estudo de Caso Mandic BBS. 2. Mandic BBS Estudo de Caso Mandic BBS 2. Mandic BBS Aleksandar Mandic nasceu no Brasil em 1954, filho de emigrantes sérvios. Cursou escola técnica, em São Paulo e ingressou na Siemens Brasil em 1975, onde atuou na

Leia mais

Apresentação: Félix Valois TRE-TO fvalois@tre-to.gov.br

Apresentação: Félix Valois TRE-TO fvalois@tre-to.gov.br Solução de Software Livre para Transmissão de Boletins de Urnas via Internet Apresentação: Félix Valois TRE-TO fvalois@tre-to.gov.br O que é a Solução? É uma solução de software livre que possibilita o

Leia mais

mudanças qualitativas radicais na vida econômica, social e política das nações.

mudanças qualitativas radicais na vida econômica, social e política das nações. PRONUNCIAMENTO DO MINISTRO EDUARDO CAMPOS NA SOLENIDADE DE INSTALAÇÃO DA III ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE PARLAMENTARES PARA A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (IPAIT), NA CÂMARA DOS DEPUTADOS,

Leia mais

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo Data:17 de Julho de 2009 Índice 01 Evolução da Internet - História (comercialização dos Backbones)

Leia mais

III Assembléia Geral da IPAIT. As Tecnologias da Informação e Comunicação a serviço da inclusão social: o panorama brasileiro

III Assembléia Geral da IPAIT. As Tecnologias da Informação e Comunicação a serviço da inclusão social: o panorama brasileiro III Assembléia Geral da IPAIT As Tecnologias da Informação e Comunicação a serviço da inclusão social: o panorama brasileiro Dep. Luiz Piauhylino Câmara dos Deputados Brasil Panorama brasileiro das TI

Leia mais

Julio Semeghini. porta-voz do setor

Julio Semeghini. porta-voz do setor Julio Semeghini porta-voz do setor de TIC há 12 anos. Vamos avançar juntos! Participe! Tecnologia: ferramenta estratégica para promover o emprego qualificado e o desenvolvimento do Brasil Mário Covas e

Leia mais

PROCERGS O Uso Estratégico de TIC para suporte aos Objetivos do Governo RS

PROCERGS O Uso Estratégico de TIC para suporte aos Objetivos do Governo RS PROCERGS O Uso Estratégico de TIC para suporte aos Objetivos do Governo RS Antônio Ramos Gomes Diretor Presidente Agosto 2015 Agenda........... 1. Quem somos? 2. Governo Eletrônico e Governo Integrado

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Introdução Auditoria e Segurança da Informação(GSI521) Segurança da informação Visão Geral Expansão e disseminação do uso

Leia mais

Nunca foi tão fácil utilizar

Nunca foi tão fácil utilizar Nunca foi tão fácil utilizar o Conectividade Social da CAIXA O que antes era feito com a autenticação de disquetes e precisava do antigo programa CNS para o relacionamento com a CAIXA e prestação de informações

Leia mais

P&D A Chave do Sucesso na Indústria de TI

P&D A Chave do Sucesso na Indústria de TI P&D A Chave do Sucesso na Indústria de TI Março/2006 Grande Empresa Brasileira de Soluções Integradas Automação Bancária Automação Comercial Soluções Software Micros e Mobiles Servidores e Redes Auto-atendimento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 21.740 CAPÍTULO I DA ASSINATURA DIGITAL

RESOLUÇÃO Nº 21.740 CAPÍTULO I DA ASSINATURA DIGITAL RESOLUÇÃO Nº 21.740 INSTRUÇÃO Nº 85 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Fernando Neves. Dispõe sobre a assinatura digital dos programas fontes e programas executáveis que compõem

Leia mais

INTERNET, INTRANET E EXTRANET INTERNET

INTERNET, INTRANET E EXTRANET INTERNET INTERNET, INTRANET E EXTRANET 1 INTERNET Rede de computadores que interliga milhões de usuários em todo o mundo. Não é uma rede única, mas um grupo de redes hierarquizadas. Pessoas e computadores trocando

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

Sinopse... 2. Saudação... 3. Internet... 6 a 11. Usenet... 12 a 13. Protocolo... 14 a 15. Navegador... 16 a 19. Web... 20

Sinopse... 2. Saudação... 3. Internet... 6 a 11. Usenet... 12 a 13. Protocolo... 14 a 15. Navegador... 16 a 19. Web... 20 ÍNDICE Sinopse... 2 Saudação... 3 Internet... 6 a 11 Usenet... 12 a 13 Protocolo... 14 a 15 Navegador... 16 a 19 Web... 20 Internet explorer... 21 a 27 Download.... 28 a 32 E-mail... 33 a 38 Exercícios...

Leia mais

Conjunto de soluções garante uma série de benefícios aos mais de 27 milhões de contribuintes do IRPF

Conjunto de soluções garante uma série de benefícios aos mais de 27 milhões de contribuintes do IRPF Conjunto de soluções garante uma série de benefícios aos mais de 27 milhões de contribuintes do IRPF Perfil A Secretaria da Receita Federal do Brasil RFB desempenha funções essenciais para que o Estado

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Ministério das Comunicações Desafios para a melhoria da infraestrutura: Ampliação das comunicações móveis Diagnóstico Fonte: Cetic.br Tic Domicílios Diagnóstico Fonte: Cetic.br Tic Domicílios Diagnóstico

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Conceitos Gerais. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br

Introdução à Tecnologia Web. Conceitos Gerais. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br IntroduçãoàTecnologiaWeb ConceitosGerais ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ConceitosGerais Índice 1 História da Internet... 2 a) No Mundo...

Leia mais

Telebras Institucional

Telebras Institucional Telebras Institucional Ibirubá-RS, Setembro 2011 A Telebrás Quem somos A TELEBRAS é uma S/A de economia mista, vinculada ao Ministério das Comunicações, autorizada a usar e manter a infraestrutura e as

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60

EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60 INTRODUÇÃO REDES EVOLUÇÃO DOS SIST. DE COMPUTAÇÃO DÉC. DE 50 E 60 Computadores eram máquinas grandes e complexas, operadas por pessoas altamente especializadas; Não havia interação direta entre usuários

Leia mais

CONCEITOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

CONCEITOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONCEITOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Referência Tecnologia da Informação para Gestão : Transformando os negócios na Economia Digital. Bookman, sexta edição, 2010. The Economics Of The Cloud, Microsoft,

Leia mais

Telecomunicações e Teleprocessamento

Telecomunicações e Teleprocessamento Telecomunicações e Teleprocessamento Telecomunicações Telecomunicações podem ser definidas como comunicações por meios eletrônicos, normalmente a grandes distâncias. Como veículos de transmissão podem

Leia mais

Uma História de Sucesso

Uma História de Sucesso Uma História de Sucesso O terminal que garante a escolha de todo cidadão eleitor no Brasil. Produto 100% desenvolvido no Brasil, a Urna eletrônica foi projetada e produzida para enfrentar as variadas condições

Leia mais

O P apel do Governo Federal nas Cidades Digitais

O P apel do Governo Federal nas Cidades Digitais O P apel do Governo Federal nas Cidades Digitais Mercado Mundial de Banda Larga Fonte: I DC/ Barômetro Cisco Mercado de Banda Larga no Brasil Distribuição Geográfica Dez/ 2007 7,49 milhões conexões crescimento

Leia mais

InternetSul. Associação dos Provedores de Serviços de Internet da Região Sul. Fabiano André Vergani Presidente InternetSul

InternetSul. Associação dos Provedores de Serviços de Internet da Região Sul. Fabiano André Vergani Presidente InternetSul Porto Alegre Wireless Junho/2009 InternetSul Associação dos Provedores de Serviços de Internet da Região Sul Fabiano André Vergani Presidente InternetSul Organização 1. Conapsi Quem somos; 2. Breve Histórico

Leia mais

DIREITOS HUMANOS INCLUSÃO DIGITAL Ernivan Fernandes BALIEIRO 1. Palavras Chave: Direitos Humanos; inclusão social; politicas públicas.

DIREITOS HUMANOS INCLUSÃO DIGITAL Ernivan Fernandes BALIEIRO 1. Palavras Chave: Direitos Humanos; inclusão social; politicas públicas. DIREITOS HUMANOS INCLUSÃO DIGITAL Ernivan Fernandes BALIEIRO 1 Resumo Os Direitos Humanos fundamentais compreende uma vicissitude de aspectos das necessidades humanas, e a inclusão digital, como um direito,

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web 2010

Introdução à Tecnologia Web 2010 IntroduçãoàTecnologiaWeb2010 Internet ÓrgãosRegulamentadores ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger Internet Órgãosregulamentadores Índice 1 Breve Histórico da Internet... 2 2 Surgimento

Leia mais

CidadesDigitais. A construção de um ecossistema de cooperação e inovação

CidadesDigitais. A construção de um ecossistema de cooperação e inovação CidadesDigitais A construção de um ecossistema de cooperação e inovação CidadesDigitais PRINCÍPIOs 1. A inclusão digital deve proporcionar o exercício da cidadania, abrindo possibilidades de promoção cultural,

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle com o auxílio do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público

Leia mais

ABRANET Associação Brasileira de Provedores Internet

ABRANET Associação Brasileira de Provedores Internet ABRANET Associação Brasileira de Provedores Internet APRESENTAÇÃO PARA O SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA Audiência Pública

Leia mais

Apresentação. Grupo Edumed

Apresentação. Grupo Edumed Apresentação Grupo Edumed O Grupo Edumed Grupo empreendedor na área de tecnologias de ponta em educação e saúde Fundado por Renato M.E. Sabbatini, em agosto de 2000 Entidade sem fins lucrativos, de ensino,

Leia mais

Certificado Digital Usos e Aplicações

Certificado Digital Usos e Aplicações Certificado Digital Usos e Aplicações Certificado Digital: Onde usar? O certificado digital é um documento eletrônico que proporciona agilidade em muitas das atividades realizadas atualmente por seu titular.

Leia mais

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Informática Instrumental Aula 1 Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Ementa da disciplina 1. Apresentação do sistema operacional windows e linux; 2. Aprendendo a operar o teclado e principais teclas

Leia mais

NAVEGANDO NA INTERNET

NAVEGANDO NA INTERNET UNIDADE 2 NAVEGANDO NA INTERNET OBJETIVOS ESPECÍFICOS DE APRENDIZAGEM Ao finalizar esta Unidade você deverá ser capaz de: Definir a forma de utilizar um software de navegação; Debater os conteúdos disponibilizados

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática) Institui o Fundo de Aval para Pequenos Provedores de Internet, com a finalidade de garantir

Leia mais

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro e a Internet Brasileira

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro e a Internet Brasileira Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro e a Internet Brasileira Por Antonio M. Moreiras e Demi Getschko A Internet é uma construção coletiva que integra milhares de redes pelo mundo afora. Os brasileiros

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Sumário 1. Perfil do país 2. Dados Setoriais 3. Programa Nacional de Banda Larga 4. Marco Civil da Internet Perfil do País 30,0% Taxa de analfabetismo (população com mais de 15 anos de idade) 20,0% 10,0%

Leia mais

ANEXO I-a ARQUITETURA DA REDE INFOSUS II

ANEXO I-a ARQUITETURA DA REDE INFOSUS II ANEXO I-a ARQUITETURA DA REDE INFOSUS II 1. Descrição da rede INFOSUS II A Rede INFOSUS II, Infovia Integrada do Sistema Único de Saúde (SUS), consistirá em infra-estrutura de telecomunicações, a ser utilizada

Leia mais

Diretoria de Informática

Diretoria de Informática Diretoria de Informática Estratégia Geral de Tecnologias de Informação para 2013-2015 EGTI 2013-2015 Introdução: Este documento indica quais são os objetivos estratégicos da área de TI do IBGE que subsidiam

Leia mais

A RNP e as Mudanças na Internet

A RNP e as Mudanças na Internet Seminário Serviços e Sistemas de Informação Tecnológica Junho de 1998 Ari Frazão Jr. Consultor de Redes da RNP A Índice: Rede Internet A RNP A Nova Geração da Internet O Brasil Rumo à Internet2 A Ação

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE COMO FUNCIONA UM PC? Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE COMO FUNCIONA UM PC? Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE COMO FUNCIONA UM PC? A arquitetura básica de qualquer computador completo, seja um PC, um Machintosh ou um computador de grande porte, é formada por apenas 5 componentes básicos:

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios Histórico da Revisão Data Versão

Leia mais

SUMÁRIO. Informática Informação X Comunicação Sistemas de Informação Tipos de computadores

SUMÁRIO. Informática Informação X Comunicação Sistemas de Informação Tipos de computadores A ERA DA COMPUTAÇÃO SISTEMAS DE COMPUTADOR Wagner de Oliveira SUMÁRIO Informática Informação X Comunicação Sistemas de Informação Tipos de computadores Computadores de grande porte Computadores de médio

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS 15/08

PROCESSAMENTO DE DADOS 15/08 PROCESSAMENTO DE DADOS 15/08 Coletar Informática Armazenar Disseminar Dados DADOS Elementos conhecidos de um problema INFORMAÇÃO Um conjunto estruturado de dados transmitindo conhecimento. Novas Tecnologias

Leia mais

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic. Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais

Leia mais

Manual do Módulo de PC Online

Manual do Módulo de PC Online do Módulo de PC Online Agilis Conteúdo Introdução... 4 Acesso à Funcionalidade... 5 1. Internet Explorer 6.x... 7 2. Internet Explorer 7.x... 9 3. Netscape Navigator 7.x... 10 4. Netscape Navigator 7.2x...

Leia mais

INTERNET. George Gomes Cabral

INTERNET. George Gomes Cabral INTERNET George Gomes Cabral HISTÓRICO 1966 Um pesquisador da Agência de Projetos Avançados de Pesquisa (Arpa) chamado Bob Taylor consegue US$ 1 milhão para tocar um projeto de interligação dos laboratórios

Leia mais

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor Rede de Computadores Arquitetura ClienteServidor Coleção de dispositivos de computação interconectados que permitem a um grupo de pessoas compartilhar informações e recursos É a conexão de dois ou mais

Leia mais

IPTV UMA INOVAÇÃO PARA O VALE DO SÃO LOURENÇO RESUMO

IPTV UMA INOVAÇÃO PARA O VALE DO SÃO LOURENÇO RESUMO IPTV UMA INOVAÇÃO PARA O VALE DO SÃO LOURENÇO AMADIO Renato Arnaut 1 RESUMO A região do Vale do São Lourenço já está inserida na era digital, ela se caracteriza pela economia sustentada na agropecuária,

Leia mais

Experiência: Concessão de bolsas de doutorado no CNPq: o primeiro julgamento sem papel

Experiência: Concessão de bolsas de doutorado no CNPq: o primeiro julgamento sem papel Experiência: Concessão de bolsas de doutorado no CNPq: o primeiro julgamento sem papel CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Ministério da Ciência e Tecnologia Conselho Nacional

Leia mais

Plano Nacional. de Banda Larga. Brasília, 05 de maio de 2010

Plano Nacional. de Banda Larga. Brasília, 05 de maio de 2010 Plano Nacional de Banda Larga Brasília, 05 de maio de 2010 Sumário 1. Importância Estratégica 2. Diagnóstico 3. Objetivos e Metas 4. Ações 5. Investimento 6. Governança e Fórum Brasil Digital 2 1. Importância

Leia mais

DIGITALCRED. www.credifibra.com.br

DIGITALCRED. www.credifibra.com.br DIGITALCRED www.credifibra.com.br A CREDIFIBRA inova mais uma vez e disponibiliza aos seus clientes de varejo uma solução de crédito pioneira! O DIGITALCRED O DIGITALCRED O DIGITALCRED é uma ferramenta

Leia mais

Ata da Reunião de 10 de maio de 2001

Ata da Reunião de 10 de maio de 2001 Ata da Reunião de 10 de maio de 2001 Reunião de 10 de maio de 2001 Local: São Paulo - SP Participantes: Membros: Ivan Moura Campos; Artur Nunes de Oliveira Filho; Manuel Fernando Lousada Soares; Eduardo

Leia mais

,Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Comunicação Social

,Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Comunicação Social ,Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Comunicação Social Aline Camargo Fabiana Fernandes Ledinara Cesília Censi Luciane Padilha Aragon Patrícia Lima da Silva Vera Pitta Análise

Leia mais

ABRANET Associação Brasileira de Provedores Internet

ABRANET Associação Brasileira de Provedores Internet ABRANET Associação Brasileira de Provedores Internet APRESENTAÇÃO PARA O SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO e INFORMÁTICA Audiência Pública sobre Conteúdo Audiovisual

Leia mais

Audiência Pública "Plano Nacional de Banda Larga

Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga Audiência Pública "Plano Nacional de Banda Larga Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal 09 de março de 2010 Plenário nº 03 da Ala Senador Alexandre Costa Imagine

Leia mais

Prodasen - 33 anos de história

Prodasen - 33 anos de história 70 Informática e parlamento Mário Simões Prodasen - 33 anos de história A SERVIÇO DA MODERNIZAÇÃO DO SENADO E DO LEGISLATIVO BRASILEIRO No início eram trevas e Deus disse: faça-se o bit. E todos viram

Leia mais

Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno

Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno Exclusão Digital: Desafios no Contexto Internacional e Ações no Contexto Interno Ivan Moura Campos Coordenador, Comitê Gestor da Internet Brasil Director, ICANN Sócio-Diretor, Akwan Information Technologies

Leia mais

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1, Tiago Piperno Bonetti 1, Ricardo Germano 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

Por Érica Barcelos Fevereiro, 2012

Por Érica Barcelos Fevereiro, 2012 Por Érica Barcelos Fevereiro, 2012 2 INTRODUÇÃO Com a informatização dos sistemas nas empresas veio também o aumento da competitividade e isso fez com que a qualidade dos serviços fosse questionada. O

Leia mais

SPED-Fiscal ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Perguntas mais freqüentes

SPED-Fiscal ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Perguntas mais freqüentes SPED Versão 1.0.1 A. Conceito, uso e obrigatoriedade do SPED Fiscal: 1. O que é o SPED fiscal? Resp: A sigla SPED significa Sistema Público de Escrituração Digital. O SPED Fiscal ou Escrituração Fiscal

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EM EDUCAÇÃO Prof. Me. Eduardo Fernando Mendes Fundamentos da tecnologia da informação Os conteúdos abordados neste módulo são: Componentes da Tecnologia

Leia mais

CATEGORIAS E TIPOS DE TI

CATEGORIAS E TIPOS DE TI CATEGORIAS E TIPOS DE TI 1 SISTEMAS INFORMÁTICOS 1.1 MAINFRAMES Um mainframe é um computador de grande porte, dedicado normalmente ao processamento de um volume grande de informações. Os mainframes são

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Tecnologia de Informação

Tecnologia de Informação Tecnologia de Informação Fernando S. Meirelles Professor Titular de TI e Fundador do GVcia Fernando.Meirelles @ fgv.br 26ª Pesquisa Anual do Uso de TI, 2015 Pesquisa Pesquisa anual realizada pelo CIA -

Leia mais

INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO

INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFLUÊNCIAS E POSSIBILIDADES DO USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO Gustavo Cançado de Azevedo O autor relaciona educação e tecnologia, tomando como ponto de partida a maneira com que os avanços

Leia mais

CASES DE SUCESSO. Case: ONS - SGIPMO. A instituição. O desafio. A solução

CASES DE SUCESSO. Case: ONS - SGIPMO. A instituição. O desafio. A solução CASES DE SUCESSO Case: ONS - SGIPMO A instituição Criado em 1998, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é a entidade responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração

Leia mais

ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO INTRODUÇÃO O PROJETO NEXTEL

ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO INTRODUÇÃO O PROJETO NEXTEL ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO A necessidade de reflexão para propostas de geração de valor, através da presença digital da marca Nextel, deu início ao processo apresentado neste caso, desenvolvido entre

Leia mais

Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações

Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações Documento de Referência do Projeto de Cidades Digitais Secretaria de Inclusão Digital Ministério das Comunicações CIDADES DIGITAIS CONSTRUINDO UM ECOSSISTEMA DE COOPERAÇÃO E INOVAÇÃO Cidades Digitais Princípios

Leia mais

II Semana de Informática - CEUNSP. Segurança da Informação Novembro/2005

II Semana de Informática - CEUNSP. Segurança da Informação Novembro/2005 II Semana de Informática - CEUNSP Segurança da Informação Novembro/2005 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos sobre Segurança da Informação Foco não é técnico Indicar onde conseguir informações

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional. Tecnologia. Tecnologia. Tecnologia 29/07/2009

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional. Tecnologia. Tecnologia. Tecnologia 29/07/2009 Núcleo de Pós Graduação Pitágoras A Tecnologia da Informação no contexto Organizacional MBA Gestão em TI Disciplina: Administração de Suporte e Automação Professor: Fernando Zaidan Agosto - 2009 Tecnologia

Leia mais

Desenvolvimento da ReMAV-Curitiba Perspectivas Novos parceiros e alianças Institucionalização

Desenvolvimento da ReMAV-Curitiba Perspectivas Novos parceiros e alianças Institucionalização ,,:RUNVKRS :RUNVKRSGD513 %HOR+RUL]RQWHGHPDLRGH 5(0$9&XULWLED ([SHULPHQWRVGH*HVWmRH$SOLFDo}HV HP5HGHVGH$OWD9HORFLGDGH &HQWUR,QWHUQDFLRQDOGH7HFQRORJLDGH6RIWZDUH &HQWUR)HGHUDOGH(GXFDomR7HFQROyJLFDGR3DUDQi,QVWLWXWRGH7HFQRORJLDGR3DUDQi

Leia mais

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais as relações possíveis

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

II Seminário Resultados da Lei da Informática

II Seminário Resultados da Lei da Informática II Seminário Resultados da Lei da Informática Rodrigo Pinto Diretor de P&D 29 de março de 2006 Agenda A Solectron Estratégia Organização Realizações Resultados entre 1998 2003 Resultados entre 2004-2005

Leia mais

Avanços importantes na Educação com o advento da Banda Larga

Avanços importantes na Educação com o advento da Banda Larga Avanços importantes na Educação com o advento da Banda Larga Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica da Camara dos Deputados Carlos Bielschowsky Secretário de Educação a Distância - MEC Em 16

Leia mais

Os empresários e a educação (Artigo) Data:27/09/2011 Veículo: BRASIL ECONÔMICO. Joaquim Castanheira, Diretor de Redação

Os empresários e a educação (Artigo) Data:27/09/2011 Veículo: BRASIL ECONÔMICO. Joaquim Castanheira, Diretor de Redação Os empresários e a educação (Artigo) Data:27/09/2011 Veículo: BRASIL ECONÔMICO Joaquim Castanheira, Diretor de Redação Pergunte a dez empresários brasileiros quais são os principais gargalos para o desenvolvimento

Leia mais

Ata da Reunião de 04 de novembro de 1998

Ata da Reunião de 04 de novembro de 1998 Ata da Reunião de 04 de novembro de 1998 Reunião de 04 de novembro de 1998 Local: São Paulo - SP Participantes: Membros: Roberto Pinto Martins, Airton Aragão, Demi Getschko, Raphael Mandarino, Fabio Marinho,

Leia mais

Apresentação do APL de TI de Fortaleza 26/11/2008

Apresentação do APL de TI de Fortaleza 26/11/2008 Apresentação do APL de TI de Fortaleza 26/11/2008 Jorge Cysne Alexandre Galindo Roteiro - Panorama do Setor de TI - Principais Realizações - Caracterização do APL - Plano de Desenvolvimento do APL Panorama

Leia mais

Guia de instalação para conexão GPRS Windows XP. CRC 10, CRC 40, CF 4000 e CF 5002

Guia de instalação para conexão GPRS Windows XP. CRC 10, CRC 40, CF 4000 e CF 5002 Guia de instalação para conexão GPRS Windows XP CRC 10, CRC 40, CF 4000 e CF 5002 Atenção: para configurar o aparelho CF4000 e CF5002 como modem GPRS, é necessário adquirir o acessório KIT AC401 (vendido

Leia mais

POLÍTICA DE INOVAÇÃO DA SOFTEX

POLÍTICA DE INOVAÇÃO DA SOFTEX POLÍTICA DE INOVAÇÃO DA SOFTEX Março de 2009 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...4 1.1 Objetivos...4 1.2 Público alvo deste documento...4 2 GLOSSÁRIO...5 3 POLÍTICA DE INOVAÇÃO DA SOFTEX...7 3.1 Em relação aos ambientes

Leia mais

I M P L E M E N TA Ç Ã O D O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X

I M P L E M E N TA Ç Ã O D O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X I M P L E M E N TA Ç Ã O D O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X T E C N O L O G I A D A I N F O R M A Ç Ã O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X PROCESSOS E

Leia mais

Ata da Reunião. 1. Criação do Site em um servidor de uma EFS, com conexões das demais EFS através da Internet.

Ata da Reunião. 1. Criação do Site em um servidor de uma EFS, com conexões das demais EFS através da Internet. 1º Reunião Técnica entre as Entidades Fiscalizadoras Superiores do Mercosul e a Contraloría General de la República de Bolivia, sobre a criação da Intranet do Mercosul Ata da Reunião Nos dias 04 e 05 de

Leia mais

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA PARQUE TECNOLÓGICO DA BAHIA ÁREAS DE ATUAÇÃO BIOTECNOLOGIA E SAÚDE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ENERGIAS E ENGENHARIAS TECNOCENTRO

Leia mais

Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos

Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos I D C C A S E S T U D Y Embratel como provedora de infraestrutura para Grandes Eventos Janeiro, 2015 João Paulo Bruder, Coordenador de Telecomunicações, IDC Brasil Patrocinado pela Embratel A eficiência

Leia mais

Dia das Meninas nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) 2014 Girls in ICT Day 2014. 24 de abrilde 2014 Brasília DF Brasil

Dia das Meninas nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) 2014 Girls in ICT Day 2014. 24 de abrilde 2014 Brasília DF Brasil Dia das Meninas nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) 2014 Girls in ICT Day 2014 24 de abrilde 2014 Brasília DF Brasil Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações A Agência Nacional de Telecomunicações

Leia mais

PLATAFORMA DIGITAL DE INFORMAÇÕES: ESTUDO DE CASO NO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU

PLATAFORMA DIGITAL DE INFORMAÇÕES: ESTUDO DE CASO NO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU ISSN 1984-9354 PLATAFORMA DIGITAL DE INFORMAÇÕES: ESTUDO DE CASO NO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU Simone Aparecida Pinto Romero, Jhonny Marcos Acordi Mertz, Marcos Daniel de Moraes Insfran, Rodrigo Bueno Otto

Leia mais

Introdução aos Sistemas de Computação (ISC) Curso de Administração de Negócios Eletrônicos Professor :

Introdução aos Sistemas de Computação (ISC) Curso de Administração de Negócios Eletrônicos Professor : Introdução aos Sistemas de Computação (ISC) Curso de Administração de Negócios Eletrônicos Professor : Marco Antônio Chaves Câmara Lista de Exercícios 3 Nome do Aluno : 1. Sobre as unidades de disco rígido

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Programação de Computadores Computadores: Ferramentas para a Era da Informação Material Didático do Livro: Introdução à Informática Capron,, H. L. e Johnson, J. A Pearson Education Componentes de um Sistema

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Trilha 3 Banda larga no Brasil e inclusão digital: o que fazer?

Trilha 3 Banda larga no Brasil e inclusão digital: o que fazer? e inclusão digital: o que fazer? Coordenador da Trilha Eduardo Fumes Parajo (CGI.br, Abranet) Oradores iniciais indicados pelo setores do CGI.br: 3º Setor Beá Tibiriçá (Coletivo Digital) e Paulo Lima (Saúde

Leia mais

Guia de instalação para conexão GPRS Windows Vista, Windows Seven e Windows 8. CRC 10, CRC 40, CF 4000 e CF 5002

Guia de instalação para conexão GPRS Windows Vista, Windows Seven e Windows 8. CRC 10, CRC 40, CF 4000 e CF 5002 Guia de instalação para conexão GPRS Windows Vista, Windows Seven e Windows 8 CRC 10, CRC 40, CF 4000 e CF 5002 Atenção: para configurar o aparelho CF4000 e CF5002 como modem GPRS, é necessário adquirir

Leia mais