Nova lei traz mudanças para a profissão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nova lei traz mudanças para a profissão"

Transcrição

1 Nós contabilizamos o progresso Revista do A Tribuna do Contabilista Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano I nº 7 maio / junho 2010 Distribuição gratuita Eventos Encontro estimula Integração dos Órgãos de Controle no Rio pág. 5 Nova lei traz mudanças para a profissão Entre as novidades, o Exame de Suficiência volta a ser obrigatório para obtenção do registro págs. 12 e 13 Registro Conheça em detalhes a carteira do contabilista com chip eletrônico pág. 10 Fiscalização Esclareça dúvidas sobre o Termo de Transferência de Responsabilidade pág. 15 Entrevista Vereador Roberto Monteiro fala sobre criação da lei do Código do Contribuinte pág. 16

2 Revista do Revista do CRCRJ A Tribuna do Contabilista Índice Editorial Ouvidoria Eventos Homenagem Desenvolvimento Profi ssional Interior Opinião Registro...10 Passo a Passo Capa Perguntas e Respostas Fiscalização Entrevista...16 Diversos Entidades Congraçadas Empresa Cidadã Perfi l Presidente: Diva Maria de Oliveira Gesualdi Vice-Presidente: Vitória Maria da Silva VP de Pesquisa e Desenvolvimento Profissional: Francisco José dos Santos Alves VP Operacional: Regina Célia Vieira Ferreira VP de Fiscalização, Ética e Disciplina: João Bosco Lopes VP de Registro: Carlos Alberto do Nascimento VP de Interior: Claudio Vieira Santos VP de Controle Interno: Ana Cláudia Lima Corrêa VP de Ouvidoria: Vicente de Paulo Muniz Câmara de Pesquisa e Desenvol vimento Profissional Presidente: Francisco José dos Santos Alves Integrantes: Aroldo José Planz, Josir Simeone Gomes, João Figueira e Mauro Moreira Câmara de Controle Interno Presidente: Ana Cláudia Lima Corrêa Integrantes: Mauro Moreira, Flávio da Silva Poggian e Lygia Maria Vieira Sampaio Câmara de Registro Presidente: Carlos Alberto do Nascimento Integrantes: Adriano Luiz Medina, Ester Pildervasser, Neide Peres Ferreira e João Figueira Câmara de Fiscalização, Ética e Disciplina Presidente: João Bosco Lopes Integrantes: Aroldo José Planz, Ester Pildervasser, Flávio da Silva Poggian, Gil Marques Mendes, Irany Onofre Rodrigues, Jorge Leite Falcão, Lílian Lima Alves, Lygia Maria Vieira Sampaio, Maria Alípia Maia de Almeida e Rosimeri Moreira de Andrade Conselho Editorial Coordenadora: Diva Maria de Oliveira Gesualdi Integrantes: Adriano Medina, Ana Cláudia Lima Corrêa, João Figueira, Neide Peres Ferreira, Vitória Maria da Silva Conselheiros Efetivos Contadores: Ana Cláudia Lima Corrêa, Aroldo José Planz, Carlos Alberto do Nascimento, Claudio Vieira Santos, Diva Maria de Oliveira Gesualdi, Flávio da Silva Poggian, Francisco José dos Santos Alves, Gil Marques Mendes, João Bosco Lopes, Josir Simeone Gomes, Lygia Maria Vieira Sampaio, Lilían Lima Alves, Mauro Moreira, Regina Célia Vieira Ferreira, Vicente de Paulo Muniz, Vitória Maria da Silva Técnicos em Contabilidade: Adriano Luiz Medina, Ester Pildervasser, Irany Onofre Rodrigues, João Figueira, Jorge Leite Falcão, Maria Alípia Maia de Almeida, Neide Peres Ferreira, Rosimeri Moreira de Andrade Conselheiros Suplentes Contadores: Aluízio Beserra de Mendonça, Carlos Eduardo Inácio Ribeiro, Carlos Magno Caetano, Celso Barbosa de Lima, João Antonio da Silva Cardoso, Joper Padrão do Espírito Santo, Jorge Ribeiro dos Passos Rosa, José Ribamar do Amaral Cypriano, Josuel Batista Ferreira, Marcia Tavares Sobral de Sousa, Nilza Corrêa dos Santos, Paulo Cesar de Castro, Ril Moura, Sérgio Gonçalves da Costa, Waldir Jorge Ladeira dos Santos Técnicos em Contabilidade: Damaris Amaral da Silva, Eronildo Pereira Fernandes, Fernando Antonio Viana Mendes, José da Silva Puglia, Juércio de Oliveira Neves, Renata de Lima Haydt da Silva, Vagner Moreira Quito, Valéria Maria da Silva Coordenação: Fernanda Ribeiro e Daniel Garrido Boletim Informativo Atualidades Produção editorial / diagramação: Cajá Agência de Comunicação Jornalista responsável: Leonardo Mancini (Mtb /84/40V) Banco de imagens: Stock.xchng: Flávio Takemoto, Jade Colley e Stewe Woods (pág. 2), Fotolia: Joannis Kounadeas (pág. 14) Impressão: Aquarius Gráfica Editora Periodicidade bimestral. Entrega dirigida. Tiragem: exemplares por edição Rua Primeiro de Março, nº 33 Centro Rio de Janeiro RJ CEP: Tel.: (21) Fax: Os artigos e matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores. O CRCRJ não se responsabiliza pelos serviços e produtos oferecidos pelos anunciantes. Revista do CRCRJ maio & junho

3 A modernização da contabilidade *Diva Gesualdi Prezado Contabilista: Completamos agora seis meses do primeiro ano de minha gestão como Presidente do nosso Conselho. Eu e minha equipe de conselheiros e funcionários estamos satisfeitos em já ter implantado alguns dos projetos e compromissos fi rmados durante a campanha. Dentre eles, gostaria de destacar o ensino à distância, que acontece em um momento extraordinariamente oportuno: a volta da exigência do Exame de Sufi ciência, que aumentará a competição entre os profi ssionais contábeis no mercado de trabalho. O projeto de educação à distância, um sonho antigo do Conselho, foi iniciado na gestão de Antonio Miguel Fernandes, quando eu atuava como vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Profi ssional. Por meio de parceria fi rmada com o Instituto EA- D24h Cursos e Treinamento e da TV CRCRJ, vamos levar educação de qualidade aos contabilistas, estejam onde estiverem, com a possibilidade de escolherem o melhor momento para estudar, 24h por dia, sem perda de tempo com deslocamentos. Para atender ainda mais à s necessidades da classe, contamos com sua participação, enviando-nos sugestões de assuntos sobre os quais desejam estudar, através do Outro sonho antigo que se tornou realidade foi a volta do Exame de Suficiência, que será obrigatório em todo o território nacional para os registros de Técnicos e Bacharéis em Contabilidade efetuados a partir de 1º de novembro de Acreditamos que esta medida trará um futuro ainda mais positivo para a nossa profissão, uma vez que a sociedade e o empresariado poderão contar com profissionais de contabilidade ainda mais bem selecionados e mais aptos a realizar seus serviços. A aplicação do Exame está prevista na Lei nº /10, que, entre outras providências, altera dispositivos do Decreto-lei nº 9.295/46, que regulamenta nossa profi ssão. O objetivo da reformulação é proteger e atualizar a classe contábil diante das novas realidades de mercado e do novo cenário legislativo. A partir do dia 2 de junho de 2015, somente serão feitos registros de Contadores (com nível superior). Os Técnicos em Contabilidade já registrados e os que venham a fazê-lo até 1 o de junho de 2015 têm assegurado o seu direito ao exercício da profi ssão, com todas as prerrogativas garantidas pela legislação em vigor. No editorial passado, perguntei se seria exagero dizermos que a contabilidade brasileira estaria em meio a uma revolução. A cada dia, fi camos mais tendentes a dizer que sim. Tantas novidades técnicas, tecnológicas e legislativas, em quantidade sem precedentes, a nova economia mundial exigindo padrões internacionais e a informação contábil cada vez mais rápida e acessível estão transformando a contabilidade e consequentemente seu profi s- sional. Diante dessas transformações, será aplicada a lei da seleção natural. Sobreviverão no mercado, cada vez mais competitivo, os profi ssionais que souberem se atualizar e se adaptar às mudanças que não param de surgir. Neste novo mundo, o profi ssional contábil será cada vez mais exigido e, acima de tudo, mais necessário. *Diva Gesualdi Presidente do CRCRJ Editorial Cartas e s SOS Receita Parabéns por nos informar a respeito da publicação que adia o prazo da DIPJ O site da Receita não está suportando tantos acessos e está impossível enviar qualquer declaração, sendo que eles não avisam se vão prorrogar ou não. Já estava dando como certa a não entrega da declaração. Obrigado, me aliviou um pouco. Tenho orgulho de pertencer a esta classe. Leandro Macedo Nova diretoria É com orgulho e satisfação que tomo conhecimento, através da revista, da posse de colegas. Assim permita-me dizer na nova diretoria do CRCRJ, profissionais inteligentes que tive prazer de compartilhar cursos, que sempre nos proporcionou anos de conhecimentos, enriquecendo-nos profissionalmente na ciência do saber contábil. Congratulo com orgulho nossa querida Sra. Diva Gesvaldi - Presidente do CRC-RJ, recem empossado e a Sra. Vitória Maria da Silva - Vice-Presidente, desejo-lhe felicidade e uma boa gestão administrativa a frente do Conselho. Parabenizo também toda a sua equipe, e as funcionárias Sra. Maria de Fátima Bacelo e Sra. Telma, ambas no setor de cursos. Que Deus ilumine a todas. Cleiton de Souza Machado 3 março & abril 2010 Revista do CRCRJ

4 Ouvidoria Velho ou idoso, qual a diferença? Diploma de honra ao mérito * Vicente Muniz O Profi ssional regularmente inscrito e Ativo, ao completar 70 anos de idade, na forma regimental, fi ca isento da Anuidade, conservando porém todas as prerrogativas e direitos, que lhe são assegurados, inclusive votar, de que, apesar de obrigatório, fi ca excepcionalmente dispensado, e ser votado. A Diretoria deste Conselho, por proposta do Vice-Presidente de Registro, Conselheiro Carlos Alberto do Nascimento, aprovou, como complementação da Isenção da Anuidade, a concessão do Diploma de Honra ao Mérito a todo Profi ssional que, ao atingir o limite regimental, não tenha cometido nenhuma infração ética ou disciplinar, homologado pela Egrégia Plenária. Presente em nosso Auditório, por ocasião dessa homologação, o ilustre Conselheiro do Conselho Federal e colega Antonio Miguel Fernandes, nosso ex-presidente e atualmente Vice-Presidente de Registro do Conselho Federal, propôs e foi aprovado que se retroagisse a concessão desse Diploma aos que já estão usufruindo dessa prerrogativa, para que tenham os mesmos direitos. Sensibilizado com a iniciativa de nossa Diretoria e especialmente com a do colega Carlos Alberto de prestar essa homenagem aos Idosos que continuam em atividade, entre os quais nos incluímos, é que fi zemos as considerações abaixo, que originaram o título de nossa coluna. Ser Idoso é um estado de espírito. Quando se tem uma mente jovem e um corpo são, por que não agir como tal? IDOSO Tenha sempre sua atenção voltada para as técnicas de rejuvenescimento, e mesmo quando aposentado procure manter-se ativo, ora exercendo funções de consultoria, ou como presidente de Conselhos empresariais, empresário comercial ou industrial, profi ssional liberal, diretor ou conselheiro de entidades de classe, artista, jornalista e muitas outras atividades, artísticas, literárias ou científi cas. O Idoso não envelhece, recusa-se a parecer envelhecido, para não ser expulso do mercado profi ssional, sexual e de consumo. O Idoso ativo exerce em sua plenitude a cidadania, vota, representa, circula, decide, participa e age. Alguns exemplos de Idoso ativo: Roberto Marinho (In Memoriam), Dercy Gonçalves (In Memoriam), Oscar Niemeyer, Bernard Shaw (In Memoriam), que só assistiu a sua glorifi cação aos 70 anos. Mascagni (In Memoriam), que produziu Cavaleria Rusticana, lançou aos 72 anos a ópera Nero, de assombrosa dramaticidade e surpreendente harmonia. Goethe (In Memoriam) escreveu o Fausto aos 80 anos. Pirandelo (In Memoriam) só aos 80 anos conquistou o Prêmio Nobel, e Vitor Hugo (In Memoriam) tinha quase 70 anos quando publicou seus mais belos versos. VELHO Nada melhor para definir o velho do que a tirinha do jornal O Globo Segundo Caderno, de autoria de A. Silvério: URBANO o aposentado. É a antítese total e completa do Idoso, aposentadoria compulsória, descartabilidade, discriminação, solidão, pobreza. Estão na terceira idade, feliz idade, e com isso são infantilizados, desqualificando-os. O ator Chico Anysio criou um personagem que bem identifica o velho: Professor Bartolomeu Guimarães. Quando se fala em velho, pensa-se logo no vovô que vai para a praça dar milho aos pombos ou jogar cartas com outros velhinhos. Informática, Internet, , Orkut, Google e Twitter: Não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe. Eurípedes Cardoso de Menezes escreveu certa vez: Esta vida é apenas um noviciado para a que se lhe há de seguir. O fi m de nossa jornada não é um túmulo; não cremos na vida eterna?? O que chamamos de morte é de fato o nascimento para uma nova vida. * Vicente Muniz Vice-presidente de Ouvidoria do CRCRJ VOCÊ PODE PAGAR O SEU DÉBITO PARCELADAMENTE Revista do CRCRJ maio & junho

5 Evento discute IFRS Com o objetivo de conscientizar os pequenos e médios empresários e seus contabilistas sobre a importância da convergência das informações contábeis com as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS), o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) realizou no dia 4 de maio o Seminário IFRS para Pequenas e Médias Empresas. O evento, promovido no Rio de Janeiro em parceria com o BNDES, Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ibracon, Sebrae, Fenacon e International Accounting Standards Board, demonstrou a importância das Normas para o desenvolvimento e o crescimento da economia. Segundo o presidente do CFC, Juarez Domingues, o seminário é um passo inicial para sensibilizar empresas, organizações e profi ssionais da contabilidade em relação à adoção das IFRS. Os pequenos e médios empresários devem levar em conta que a sua inserção no mercado globalizado e a possibilidade de competir em igualdade de condições com empresas em qualquer parte do mundo dependem da adoção de uma linguagem única, que são as IFRS. O ex-presidente do CRCRJ e atual Vice-Presidente de Registro do Conselho Federal, Antonio Miguel Fernandes, exemplifi cou como a adoção de uma padronização é importante para o crescimento das micro, pequenas e médias empresas. As instituições A presidente do CRCRJ, Diva Maria Gesualdi, entre o presidente do CFC, Juarez Domingues, e o vice-presidente de Registro do Conselho Federal, Antonio Miguel Fernandes fi nanceiras são rigorosas em relação à contabilidade. Se a empresa não tem uma contabilidade dentro de um padrão considerado confi ável, não terá crédito. Se hoje a empresa é pequena, amanhã vai querer subir para média e, um dia, vai querer ser grande. Com a contabilidade padronizada, as difi culdades serão menores do que partir do zero, explicou. Sobre a posição do país no cenário internacional, o presidente do CFC acredita que o Brasil ocupa hoje uma posição de destaque. Por isso, não pegamos e simplesmente transcrevemos as Normas. Estamos estudando, analisando, criticando e nos posicionando. Nós colocamos junto aos grupos de trabalho a realidade brasileira. Trata-se de um processo de convergência responsável, avalia. Eventos CRCRJ defende aproximação no 1º ENINTE-RIO A presidente do CRCRJ, Diva Maria Gesualdi, em discurso na abertura do 1º ENINTE RIO Fotos: Reynaldo Dias Na abertura do 1º Encontro de Integração dos Órgãos de Controle (1º Eninte Rio), a presidente do CRCRJ, Diva Maria Gesualdi, defendeu a aproximação entre os profi ssionais contábeis e os controladores do Tribunal de Contas da União, do Estado e do Município e outros órgãos de controle. O evento, promovido pela Controladoria-Geral da União no Rio de Janeiro (CGU-Regional/RJ), em parceria com a Controladoria-Geral do Município, contou com o apoio do Grupo de Trabalho para o Controle Social do Estado (GTCS) e foi realizado no Centro de Convenções Sul América, localizado na Cidade Nova, Rio de Janeiro, nos dias 22 e 23 de junho. Além do bom relacionamento com os Tribunais de Contas, a presidente Diva destacou a importância do profi ssional contábil no ciclo da arrecadação tributária do país. Disse que a aproximação entre os profi ssionais de contabilidade e os órgãos de controle reforça o compromisso social da categoria e a busca constante de aperfeiçoamento dos métodos contábeis. Temos de ser cidadãos cumprindo as determinações legais e cobrando do governo o controle dos gastos públicos para vermos aqueles tributos que nós pagamos aplicados corretamente. É sonho de todos nós termos retorno do valor que entregamos aos órgãos do governo, uma contrapartida que traga benefício para a sociedade, enfatizou a presidente do CRCRJ. O encontro, que reuniu profi ssionais do setor público, teve como objetivo a troca de experiências entre os diversos órgãos de controle interno e externo das três esferas de poder (Municipal, Estadual e Federal) e está inserido no âmbito do Programa de Fortalecimento da Gestão Pública (FGP), desenvolvido pela CGU, e do Programa de Integração de Controles, promovido pela CGM. 5 maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

6 Homenagem Homenagem a dois ícones No início deste ano, a classe contábil sofreu duas grandes perdas. A primeira foi a de Ruy Furtado de Oliveira, o funcionário mais antigo do CRCRJ. Em junho, deixou-nos o Prof. Dr. Antônio Lopes de Sá, referência acadêmica e histórica da contabilidade brasileira e internacional. Lopes de Sá: unanimidade acadêmica e profissional Antônio Lopes de Sá morreu no último dia 7 de junho, no Rio de Janeiro, aos 83 anos. Doutor em Ciências Contábeis pela Faculdade Nacional de Ciências Econômicas da Universidade do Brasil (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro), o professor se dedicou à contabilidade por 63 anos e deixa, como parte de seu legado, 157 livros publicados no Brasil, Espanha e Argentina. O saudoso professor Lopes de Sá foi o catedrático de maior cultura contábil que se tem notícia na história mundial da contabilidade. Este cientista contemporâneo deixa uma herança cultural de extraordinária utilidade à Escola Brasileira de Contabilidade, ancorada na teoria geral e avançada, criada por ele à luz do neopatrimonialismo, afi rma o professor Wilson Alberto Zappa Hoog. Para a presidente do CRCRJ, Diva Gesualdi, Antônio Lopes era um cientista da contabilidade, reconhecido por sua humildade. O professor se destacava por sua capacidade de atender a todos com carinho e estar sempre presente na vida do Conselho. Além das atividades na Academia Brasileira de Ciências Econômicas, Políticas e Sociais e na Academia Brasileira de Ciências Contábeis, Lopes de Sá participou de trabalhos da Academie des Sciences Commerciales, da França, e da Real Academia de Ciências Económicas y Financieras, da Espanha. Antônio Lopes de Sá nasceu em 1927 em Belo Horizonte, Minas Gerais. Além de doutor em Ciências Contábeis e Letras, era administrador, economista e historiador. Foi indicado ao prêmio Nobel da Paz e, durante sua carreira, recebeu diversas honrarias, entre as quais a medalha João Lyra, a maior homenagem concedida a um profi ssional contábil. Casado com a professora e pedagoga Édila Márcia, foi vítima de um aneurisma cerebral. O professor deixou quatro fi lhos e netos. De acordo com Wilson Alberto, o carisma de Lopes de Sá era uma característica memorável. Convivi com o professor durante algum tempo e pude perceber o quanto ele valorizava as relações humanas. Quando ia a algum encontro, cumprimentava a todos e fazia questão de conhecer os contadores dos locais onde estavam sendo realizados os eventos. Com a família era amoroso, e sua esposa Édila era uma companheira que estava sempre presente, comenta. Ruy Furtado: dedicação de 47 anos ao Conselho No dia 13 de maio, deixou-nos o chefe de gabinete da Presidência do CRCRJ, Ruy Furtado de Oliveira. Funcionário do Conselho desde 1963, ele deixa saudade entre os amigos, que organizaram uma missa solene em sua homenagem após um mês de falecimento. Falar sobre o Ruy será sempre com muita emoção. A ele devo boa parte dos resultados alcançados pela nossa administração, revela o ex-presidente do Conselho Carlos de La Rocque. Ruy formou-se técnico em contabilidade, depois cursou Ciências Contábeis, Direito e Administração. Aos 63 anos de idade, 47 deles dedicados ao CRCRJ, acumulava histórias das principais fases do Conselho, como as da época em que o Estado do Rio de Janeiro e o Estado da Guanabara possuíam entidades representativas independentes. Em 2008, foi homenageado pelo então presidente do CRCRJ, Antonio Miguel Fernandes, que o ofereceu uma placa pela valiosa contribuição à classe. Meu pai era grato ao Conselho, pois acreditava tudo o que conseguira na vida tinha sido fruto de seu trabalho na entidade. O CR- CRJ era a coisa mais importante para ele, conta o fi lho Vagner Furtado. De acordo com a presidente Diva Gesualdi, Ruy tinha papel de destaque na adminis- tração da entidade. Ele buscava o conhecimento de todo o sistema contábil brasileiro, trazendo uma visão geral e facilitando a tomada de decisões. É uma grande falta que sentimos de um parceiro que teve sua vida dedicada ao CRC. O ex-presidente Antonio Miguel reforça a ligação afetiva entre Ruy e o Conselho. Ao longo do tempo, ele deixou de ser apenas um profi ssional para se tornar um amigo. Era um tipo de profi ssional que você não tem à disposição no mercado. Ninguém é insubstituível, mas eu diria que teremos difi culdade para encontrar alguém próximo à sua capacidade. Revista do CRCRJ maio & junho

7 Publicação valoriza produção científica Preocupado com a qualificação dos estudantes e profissionais contábeis, desde a década de 1990 o Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ) investe continuamente na produção e divulgação de artigos científicos e se esforça para oferecer à categoria um material de pesquisa de qualidade. A revista Pensar Contábil é um exemplo desse trabalho. Sua criação, em 1998, foi motivada pela falta de publicações científicas do Rio de Janeiro focadas na área contábil. Com artigos atualizados, a revista é classificada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) como QUALIS/CAPES B4, o que comprova sua relevância no meio acadêmico. Os artigos da revista atendem a critérios científicos e devem ser lidos por quem valoriza a Contabilidade como ciência, destaca o vice-presidente do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Profissional, Francisco José dos Santos Alves. Segundo o vice-presidente, todos podem enviar artigos para avaliação, desde que cumpram os critérios de formatação e conteúdo. O processo de seleção inclui a dupla revisão cega, na qual dois avaliadores analisam o artigo e o pontuam. Em seguida, o conselho editorial decide que artigos serão publicados. Os que não forem escolhidos retornam aos autores, com sugestões de melhorias que permitam que tais artigos sejam analisados novamente no futuro. Durante o ano, são publicadas três edições, com uma tiragem de exemplares. Para ter acesso ao periódico, basta fazer uma assinatura pagando uma taxa anual de R$16,00, estando o formu- lário disponível no portal do CRC (www.crc.org.br). O conteúdo da revista também pode ser visto no site Atena (www.atena.org. br), uma base de dados que contém, na íntegra, periódicos sobre Contabilidade. Criado em 2008, seu objetivo é facilitar o acesso dos contabilistas ao conteúdo científico das revistas impressas. Atualmente, o site disponibiliza quatro periódicos: a Revista Sociedade, Contabilidade e Gestão, da UFRJ, a Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, a Revista Brazilian Business BBR, da FUCAPE, e a revista Pensar Contábil. De acordo com o vice-presidente, o Atena é uma ferramenta importante para o engrandecimento da profissão. Quando compramos um livro, ele está, em média, com cinco anos de defasagem em termos de informação. Os artigos, por outro lado, nos permitem conhecer o que de mais atual se discute no meio científico, ressalta. O vice-presidente diz ainda que os acessos no primeiro semestre deste ano comprovam o sucesso do projeto, que está sendo bem recebido pelos alunos de Ciências Contábeis. Encaminhamos aos coordenadores do curso de Ciências Contábeis informações a respeito do portal para que os estudantes tenham acesso a publicações científicas de qualidade. Os artigos ajudam os alunos em suas pesquisas acadêmicas e em seus trabalhos, afirma. O acesso ao Atena é livre. Não há necessidade de cadastro, de pagamento ou de autorização prévia. Quem quiser publicar seus artigos na revista Pensar Contábil deve seguir as orientações no site do CRCRJ e enviá-los para o Desenvovimento Profissional Encontro discute negócios no Rio Sérgio Cavalieri, desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, fala sobre responsabilidade civil aos participantes do evento Foto: Alcyr Cavalcanti O 1º Encontro Profissional de Negócios Contábeis aconteceu em maio, no Hotel Intercontinental, e contou com a presença de autoridades e renomados profissionais do setor contábil. Com o tema Análise crítica da convergência internacional o novo perfil da contabilidade e do contabilista, foram discutidos assuntos como mercado de trabalho e os desafios que a profissão enfrenta atualmente. Para dar início ao evento, o presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Juarez Carneiro, e a presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro, Diva Maria Gesualdi, falaram sobre a importância da realização de encontros como este. Para o presidente do CFC, as mudanças que ocorrem no setor contábil seguem, hoje, um fluxo mais intenso. Segundo ele, o contabilista precisa estar atento a esse processo para se tornar competitivo e agregar valor a sua profissão. Nunca houve tanta mudança na área contábil como estamos presenciando. Isso exige uma atenção maior e uma capacitação constante de profissionais. A formação continuada passa a ser o grande alicerce do contabilista, afirmou. Em seu discurso, a presidente do CRCRJ, Diva Gesualdi, reconheceu que o setor vem sofrendo mudanças. O encontro é uma oportunidade para os profissionais se atualizarem, trocarem experiências e fazer negócio. Participaram do encontro o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cavalieri, o sócio da Deloitte Touche Tohmatsu Marcelo Cavalcanti, o vice-coordenador de Relações Internacionais do CPC, Haroldo Neto, o Controlador Geral do Município do Rio de Janeiro de 2001 a 2008, Lino Martins da Silva, e o vice-presidente do Instituto Atlântico, Paulo de Castro. 7 maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

8 Delegacias Interior Angra dos Reis Parati e Rio Claro Resp. Célia Pereira Santos Av. José Elias Rabha, 280 lj. 132, Angra Shopping Center Parque das Palmeiras CEP: telefax: (24) e- mail: Bangu Barra de Guaratiba, Campo Grande, Cosmos, Guaratiba, Inhoaíba, Magalhães Bastos, Paciência, Padre Miguel, Pedra de Guaratiba, Realengo, Santa Cruz, Santíssimo, Senador Camará, Senador Vasconcelos e Sepetiba Resp. Célia Maria Gama da Silva Rua Francisco Real, 1065 sls 201/203 Bangu CEP: tel. :(21) , (21) fax: (21) Barra do Piraí Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Miguel Pereira, Paty do Alferes, Piraí, Rio das Flores, Santanésia, Valença e Vassouras Resp. Maria Elizabeth Soares da Cunha Rua Barão de Santa Cruz, 103, Centro CEP: telefax.: (24) crcrj.org.br Cabo Frio Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Iguaba Grande, São Pedro d Aldeia e Saquarema Resp. Francisco Antonio de Azevedo Rosa Rua Teixeira e Souza, 278, s/ 105 Centro CEP: telefax: (22) Campos Cardoso Moreira, Italva, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra e São Joaquim Resp. Maria José Rosa Rua Dr. Lacerda Sobrinho, 132 lj. 4 Ed. Gallery 132 Centro CEP: tel.: (22) ; fax: (22) Duque de Caxias Guapimirim e Magé Sendra e Koscheck Assessoria e Consultoria Contábil Ltda. Resp. Francisco Carlos Rubens Sendra e Rogério Koscheck da Silva Rua Ailton da Costa, 115, sls 405 a 412 Centro CEP: telefax: (21) Itaperuna Aperibé, Bom Jesus de Itabapoana, Cambuci, Itaocara, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá e Varre-Sai Resp. Jader Barbosa da Silva Av. Cardoso Moreira, 841 slj./21 Centro CEP: tel.: (22) ; telefax: (22) Jacarepaguá Anil, Cidade de Deus, Curicica, Freguesia, Gardênia Azul, Pechincha, Praça Seca, Tanque, Taquara e Vila Valqueire Unicon Contabilidade Ltda. Resp. Luiz Carlos Rigoni Duarte e Ana Paula Pádua de Carvalho Estrada dos Bandeirantes, 320 Taquara CEP: telefax: (21) Macaé Barra de São João, Carapebus, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Quissamã, Rio das Ostras e Trajano de Moraes Resp. Jussara Murteira Célem Garcia Vidal Av. Ruy Barbosa, 698, sala 608, Ed. Tropical Plaza Centro CEP: tel.: (22) ; fax: (22) Niterói Maricá Resp. Jorge Luiz Rodrigues de Almeida Rua José Clemente, 94 Grupo 1304 Centro CEP: tel.: (21) ; fax: (21) Nova Friburgo Bom Jardim, Cachoeira de Macacu, Cantagalo, Carmo, Cordeiro, Duas Barras, Macuco, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto e Sumidouro G. Contabilidade Ltda. Resp. Guiomar Rodrigues Peres da Silva e Carlos Alberto Pereira da Silva Rua Monsenhor José Antonio Teixeira, 25 s/101/103 Centro Ed. Mariana de Brito CEP: tel.: (22) telefax: (22) End. para correspondência: Caixa Postal Agência Serrana CEP: Nova Iguaçu Belford Roxo, Engenheiro Pedreira, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Queimados e Paracambi Resp. José Américo Moretti Rua Athaide Pimenta de Moraes, 211 s/ 505 Centro CEP: telefax.: (21) Petrópolis Consenso Consultoria Contábil Ltda. Resp. Flavio Ottero Licht e Carolina Kronemberg Licht Rua Irmãos D Angelo, 48 s/401 Centro CEP: tel.: (24) telefax: (24) Resende Itatiaia, Porto Real e Quatis Resp. Ubirajara Garcia Ritton Praça Dr. Oliveira Botelho, 148 sls/ 2 a 5 Centro CEP: tel.: (24) e telefax: (24) crcrj.org.br Rio Bonito Itaboraí, Silva Jardim e Tanguá Resp. José Américo dos Santos Travessa Alexandre Ferreira, 30 Centro CEP: telefax: (21) São Gonçalo Resp. Bianca dos Santos Motta Rua Dr. Feliciano Sodré, 214 s/205, Centro CEP: tel.: (21) / telefax: (21) São João de Meriti Escritório Contábil Fontex Ltda. Resp. Sinésio Fonseca de Sousa Av. Comendador Teles, 2401, 4º piso Vilar dos Teles CEP: tel.: (21) ; telefax: (21) Teresópolis São José do Vale do Rio Preto Resp. Magda Medeiros Fonseca Rua Coronel Claussen, 30 Várzea CEP: tel.: (21) ; telefax: (21) Três Rios Areal, Comendador Levy Gasparian, Paraíba do Sul e Sapucaia Pedro Caldas Contabilidade S/S Ltda. - Resp. Pedro Paulo Moreira Caldas e Cristiano Silva Caldas Pça. da Autonomia, 66 s/3 Centro CEP: Caixa Postal telefax: (24) Volta Redonda Barra Mansa e Pinheiral Resp. Luiz Gonzaga Pedrosa da Silva Rua Norival de Freitas, 60 conj. 103 Aterrado CEP: tel.: (24) telefax: (24) Valdemar da Silva (esq.) ao lado da esposa, Célia Maria, da presidente do CRC, Diva Gesualdi, e do vice-presidente de Interior Claudio Vieira Santos Delegacia de Bangu atende a profissionais de quinze bairros Há três anos, a Delegacia do CRCRJ de Bangu atende aos profissionais de uma área extensa, que vai de Mangaratiba a Deodoro. De acordo com a delegada Célia Maria Gama da Silva, o objetivo da representação é prestar serviços aos profissionais da área, já que muitos precisavam se deslocar, por exemplo, do Centro até Santa Cruz para obter uma etiqueta de Decore (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos). Com dois funcionários um para o atendimento e a responsável Célia Maria e uma rotina de trabalho intensa, muitas vezes impulsionada pela visita da fiscalização do CRCRJ nas áreas próximas, a delegacia atende de oito a dez profissionais por dia. Célia explica que a demanda às vezes aumenta significativamente: Quando a fiscalização visita Campo Grande, a semana seguinte é marcada pela incidência de defesas de quem foi autuado fora o movimento cotidiano. Inicialmente instalada na Rua Doze de Fevereiro, a representação foi transferida, há quatro meses, para a Rua Francisco Real, n 65, sala 201. Gerida por Célia Maria há quase quatro anos, a delegacia do CRC já atendeu a profissionais desde que foi instalado no local, anteriormente ocupado pelo escritório de contabilidade de Célia Maria. São muitos os serviços prestados, que incluem de todos os tipos de registros a parcelamento de anuidade, inscrição de CEI (Cadastro de Escritório Individual), prorrogação de notificação, solicitação de etiquetas para Decore, baixa de escritório para pessoas físicas e jurídicas, declaração de extravio de DHP (Declaração de Habilitação Profissional), entrada de defesa de auto de infração, carteira de CFC/CRC (profissional), alvará, alteração contratual, entre outros. Revista do CRCRJ maio & junho

9 Simplificação no registro de comércio *Carlos de La Rocque Desde que assumimos a direção da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), buscamos a melhora no atendimento e a descentralização de nossos serviços. Temos hoje treze delegacias funcionando no Estado do Rio de Janeiro e um novo protocolo na Rua Sete de Setembro, com melhores condições de atendimento do que as que temos em nossa sede. Nossa meta agora é agilizar, com a ajuda da tecnologia, o processo de obtenção de certidões e de registro de empresas. A emissão de certidão, por exemplo, já está implantada em nosso site (www.jucerja.rj.gov.br). O processo é fácil, rápido e confortável para os nossos usuários. A guia de pagamento é automaticamente preenchida e pode ser paga através da Internet ou em banco conveniado. Assim que confi rmado o pagamento, a certidão requerida é enviada para o do solicitante. Em caso de dúvidas, há um passo a passo detalhado no portal. Estes documentos são certifi cados digitalmente e têm o mesmo valor dos obtidos através do nosso protocolo. Eventualmente, um documento mais antigo pode não estar digitalizado e temos de buscá-lo e digitalizá-lo para atender os requerimentos. Outra novidade é o Registro Mercantil Integrado (Regin), um sistema que integra Jucerja, Receita Federal, Secretaria Estadual e Prefeituras e permite, através do nosso portal, a inscrição no CNPJ, a obtenção do DOCAD e o Alvará da Prefeitura. É importante que todos utilizem o Regin e nos deem sua opinião para que realizemos os ajustes necessários e sigamos em nossa busca da simplifi cação de procedimentos. No futuro, quando esse sistema estiver ajustado, vamos implantar o contrato padrão com preenchimento praticamente automático dos itens específi cos. A utilização deste contrato padrão, pré-aprovado pela nossa Procuradoria ensejará a inexistência de exigências no exame do Contrato Social. *Carlos de La Rocque Conselheiro do CFC e presidente da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro Opinião BOLETIM VIRTUAL CENOFISCO O Boletim Virtual Cenofisco é um produto inédito e único no mercado, apresentado no mesmo formato do Manual de Procedimentos impresso e de periodicidade semanal. Essa inovação representa uma agilização inigualável no recebimento do seu boletim semanal que está em total sintonia e linkado com o mais completo banco de dados sobre legislação e tributos do País, o Cenofisco BD On-line. BD on-line BD on-line Voce terá acesso, ao mais completo Banco de Dados sobre Legislação e Tributos BD CENOFISCO. O CENOFISCO TIRA SUAS DÚVIDAS O Cenofisco disponibiliza ainda, opcionalmente, por telefone e s, a mais completa e experimentada consultoria nas áreas Trabalhista e Previdenciária, Imposto de Renda, Pis/Cofins e ICMS/IPI/ISS e outros impostos. Entre em contato e saiba mais. Acesse Rio de Janeiro-RJ: São Paulo-SP: Outras regiões: Se a sua região ainda não é atendida pelo serviço 4000, disque 0xx maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

10 Nova carteira inclui certificação digital e dados biométricos Registro Em outubro de 2007, o formato da carteira de identifi cação do profi ssional contábil mudou. A antiga carteira de papel foi substituída por um cartão contendo um chip, parecido com os cartões de crédito atuais. O objetivo da nova identidade é padronizar a apresentação do profi ssional contábil e permitir a adoção do certifi cado digital, que possibilita fazer transações, procedimentos contábeis e trocas de documentos em meio digital de maneira segura. A certificação digital vai ser obrigatória em breve. Por isso, queremos deixar nossos profissionais atualizados para que não sejam surpreendidos, alerta José Vicente de Paula, chefe do Departamento de Registro do CRCRJ. Segundo ele, a Receita Federal, as Juntas Comerciais e os car tórios já estão exigindo a cer tificação digital para diversos procedimentos. Além do chip, outro motivo para a atualização do documento é a diminuição dos enganos devido aos diferentes formatos do número de registro. Até 1994, as carteiras do CRCRJ eram emitidas sem o dígito fi nal, somente com 10 números. Quem tenta utilizar esse formato sem acrescentar o dígito não consegue completar diversos procedimentos, como a solicitação do DOCAD, documento de cadastro do ICMS. Para trocar a carteira, o profi ssional deve acessar o site do CRCRJ (www.crc.org.br) e seguir as instruções descritas no passo a passo desta revista, na página 11. A nova carteira custa R$37,00 e fi ca pronta em 30 dias. Na primeira emissão, o profi ssional tem direito a um certifi cado digital, válido por um ano, desde que realizado pela Fenacom. A carteira não tem prazo de validade. Ainda há um contingente grande de profi ssionais que possui carteiras antigas. Embora não seja obrigatória, recomendamos a troca para a nova carteira por sua segurança e atualização, ressalta Vicente. Como é o formato do número de registro da nova carteira do CRCRJ A nova carteira do CRC agora apresenta o número completo do registro do contabilista, que é composto pela sigla do estado de origem do registro, mais seis números seguidos pela letra O (originário) ou P (provisório), e um dígito, que varia de zero a nove. Duas letras representam o estado de origem O (originário) ou P (provisório) Nº DO REGISTRO RJ /P-9 Dígito varia de 0 a 9 Revista do CRCRJ maio & junho

11 Nova identidade sai em 30 dias Conheça as etapas necessárias para obter a nova Carteira de Identidade Profissional do Contabilista Para solicitar a carteira profissional do contabilista, é necessário acessar o site 1. No endereço eletrônico, você clica no ícone em verde do lado esquerdo da tela, onde está escrito Nova carteira de identidade profissional. Solicite aqui! 2. Na nova página, clique no primeiro link. 3. Você será direcionado para a página do CFC e deverá clicar no ícone ao lado da foto ilustrativa da nova carteira 4. Depois de ler as orientações, clique no link Solicitar carteira. 5. A seguir, informe seu número de registro e a senha cadastrada no site do CRCRJ. 6. Imprima a guia e leve o comprovante de pagamento ao CRCRJ ou delegacia mais próxima, junto com uma foto 3x4, conforme orientado na tela Passo a Passo maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

12 Nova lei moderniza regras e Capa Lei autoriza CFC a regular princípios contábeis e adequar a classe aos novos desafios. Exame de Suficiência passa a ser obrigatório para a obtenção do registro nos conselhos regionais de contabilidade Sancionada pelo presidente Lula em julho, a lei nº /10, que altera o Decreto nº 9.295, de 1946, está sendo considerada um marco na qualificação e modernização da profissão contábil. A principal novidade é a obrigatoriedade do Exame de Suficiência para a obtenção dos novos registros nos Conselhos Regionais, a partir de 1º de novembro de 2010, nos moldes da prova aplicada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O Exame estava suspenso havia mais de cinco anos por causa de uma ação pública, que argumentava que a exigência não constava no decreto que regulamenta a profissão. Para a presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ), Diva Maria Gesualdi, a volta do Exame é uma vitória, já que ele é uma garantia de que os profissionais contábeis só entrarão no mercado de trabalho caso estejam realmente preparados. A aplicação do Exame de Suficiência faz com que somente contabilistas com maior qualificação acadêmica possam exercer a profissão. Dessa forma, eles estarão mais bem preparados para atender às demandas da sociedade e poderão contribuir para o crescimento do país, afirmou. Em plenária no dia 23 de julho, o Conselho Federal de Contabilidade A partir do Exame saberemos que profissionais qualificados estarão exercendo a função (CFC) decidiu que os registros somente poderão ser concedidos sem o Exame de Suficiência até o dia 29 de outubro de A previsão é de que a prova seja aplicada em março do ano que vem. Para a presidente Diva Gesualdi, as alterações serão fundamentais para o aprimoramento da classe contábil. Todas as modificações são relevantes e trazem maior segurança para darmos continuidade ao trabalho que fazemos junto à sociedade. Quando o profissional contábil faz um bom trabalho, ele ajuda a tornar a sociedade mais justa, ressaltou. De acordo com Carlos Alberto do Nascimento, vice-presidente de Registro, é possível que haja um aumento nos pedidos de registro nos próximos meses. Até a publicação da lei, havia uma demanda de 150 registros por mês, mas acredito que esse número deve aumentar até outubro, afirmou. Outra mudança importante é o fim do registro para os técnicos em contabilidade a partir de 1º de junho de Carlos Alberto acredita que essa é uma evolução natural, dada a demanda por especialização, mas seus efeitos demorarão a ser sentidos, já que os técnicos com registro continuarão tendo o direito de exercer a profissão. Hoje, as empresas dão preferência a quem tem formação superior. Os dois profissionais são distintos, já que há funções que o técnico de contabilidade não pode exercer, como auditoria, perícia e revisão de balanço, afirmou. Há ainda outras mudanças importantes trazidas pela nova lei, como o cadastro de qualificação técnica, os programas de educação continuada e a elaboração das Normas Brasileiras de Contabilidade de natureza técnica e profissional. Estas englobam as orientações emitidas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), baseadas nas Normas Internacionais de Contabilidade (International Financial Reporting Standards ou IFRS). Na prática, o órgão já emitia as normas havia décadas, o que não constava como direito do CFC no Decreto-Lei 9.295/46. A nova Lei prevê, ainda, a fixação do valor da anuidade a ser paga aos Conselhos Regionais. Pela antiga lei, o valor ainda era calculado em cruzeiros. Segundo Carlos Alberto, o valor determinado tornou-se ínfimo e era necessária uma nova regulamentação. Revista do CRCRJ maio & junho

13 assegura mais qualificação O CFC não recebe ajuda de custo de nenhum órgão. Todo o custeio fica por conta dos profissionais contábeis. Agora, está definido que o valor a ser cobrado de pessoas físicas será R$380,00, e R$950,00 de pessoas jurídicas, reajustado anualmente pelo índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA). Também deverão pagar a anuidade as empresas e organizações que exploram o ramo de serviços contábeis. Com a lei /10 ficaram estabelecidas, também, penalidades para os profissionais que não cumprirem as novas regras. As penas variam desde pagamento de multas, passando por suspensão do exercício da profissão, até cassação do exercício profissiona, quando comprovada a incapacidade técnica no desempenho da função, falsificação de documentos, crime contra a ordem econômica e tributária, produção de falsa prova de qualquer dos requisitos para registro profissional e apropriação indevida de valores de clientes confiados a sua guarda quando comprovada incapacidade técnica de natureza grave. Para que as novas medidas sejam colocadas em prática, o CFC compôs três comissões específicas relacionadas ao Exame de Suficiência, à anuidade e à fiscalização. Conheça as principais mudanças: O Exame de Suficiência se torna novamente obrigatório para os novos registros nos conselhos regionais de contabilidade. Interessados em se registrar sem prova têm até 29 de outubro. O primeiro Exame de Suficiência está previsto para março de Técnicos em Contabilidade não poderão mais solicitar o registro a partir de 1º de junho de O valor da anuidade dos Conselhos Regionais foi fixada em R$380,00 para pessoas físicas e em R$950,00 para pessoas jurídicas e deverão ser pagos até o dia 31 de março de cada ano. Determinadas novas penalidades para os que não cumprirem as regras ou para casos de comprovada incapacidade técnica, crimes econômicos e tributários ou condutas indevidas. Quando o profissional contábil faz um bom trabalho, ele ajuda a tornar a sociedade mais justa No dia 18 de agosto, será realizado o seminário Novas Diretrizes da Profissão Contábil Brasileira, cujo tema principal é a nova lei. A previsão é que as comissões apresentem, durante o evento, um esboço do estudo que vem sendo feito para a implantação das mudanças. Depois de definidas, as ações a serem realizadas serão enviadas ao plenário do CFC para avaliação e aprovação. 13 maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

14 Perguntas e Respostas O que é Certificação Digital Criada em 2001 pela medida provisória para possibilitar as transações na Internet, o Certificado Digital tem se tornado cada vez mais importante para os contabilistas. Para sanar as dúvidas a respeito de sua utilização, conversamos com o chefe do Departamento de Registro José Vicente de Paula sobre suas vantagens e seu funcionamento. O que é esse novo sistema? O Certificado Digital é um arquivo eletrônico, emitido por uma Autoridade Certificadora, que comprova a identidade de pessoas ou empresas. Ele permite ao usuário se comunicar e efetuar transações digitais de forma rápida, sigilosa e com validade jurídica. Nele estão contidas a identificação da pessoa ou empresa, sua chave pública e a assinatura digital de uma Autoridade Certificadora. Assinatura Digital e Certificado Digital são a mesma coisa? Não. O Certificado Digital é um documento que comprova a identidade de uma pessoa ou empresa. A Assinatura Digital é uma tecnologia, um conjunto de operações criptográficas que autentica e garante a integridade de um arquivo eletrônico. Essas operações levam em consideração o documento a ser assinado, o que garante que, em caso de modificações, a Assinatura Eletrônica se torne inválida. O que é uma chave pública? A chave pública é um código criptografado distribuído livremente para permitir a validação das assinaturas. Funciona da seguinte maneira: a Autoridade Certificadora emite dois arquivos, uma chave pública e outra privada, que são únicos. A chave privada é de posse e responsabilidade exclusiva de seu dono. Quando o dono assina digitalmente um documento, ele aplica uma função matemática que gera uma espécie de impressão digital daquele conteúdo, chamada hash, que é criptografada com a chave privada. Só a chave pública é capaz de descriptografar o arquivo gerado a partir da chave privada e vice-versa, o que garante a autenticidade da assinatura. Todo o processo, apesar de aparentar complexo, acontece automaticamente e de maneira transparente para o usuário. Quais as vantagens do Certificado? Além de assegurar a validade de transações digitais, a Certificação Digital garante agilidade em processos burocráticos, valida legalmente documentos digitais, elimina a necessidade de documentos impressos e, considerando tudo isso, reduz custos. Os documentos em papel, depois de digitalizados, poderão ser eliminados? Se forem cópias, sim. Caso sejam originais, não. Apesar da tendência a utilizar cada vez menos papel, é necessário manter os registros existentes, mesmo se forem digitalizados posteriormente. Sempre existe a possibilidade de um documento ter sofrido alterações antes de ser digitalizado. Em caso de questionamentos, só com o original se pode averiguar a autenticidade do conteúdo. Qualquer pessoa pode solicitar o certificado? Sim. Tanto pessoas jurídicas quanto físicas podem ter um Certificado Digital. Basta fazer a solicitação às Autoridades Certificadoras, como Fenacom, Serasa, Imprensa Oficial, Autoridade Certificadora da Justiça, Autoridade Certificadora da Presidência da República, Casa da Moeda do Brasil, Correios, Certisign, Serpro, Receita Federal ou Caixa Econômica Federal. A assinatura digital confere sigilo ao documento eletrônico? A assinatura digital não torna o documento eletrônico sigiloso. Apenas garante sua integridade e comprova sua autoria. Na prática, o sistema já está sendo utilizado? Sim. Cada vez mais os órgãos de governo, como a Receita Federal, exigem a certificação eletrônica em seus processos. A tendência é que em pouco tempo tudo seja feito digitalmente. Hoje, por exemplo, a certificação já é obrigatória para: cadastro do CNPJ, cadastro do CPF e fontes pagadoras, além das operações para comércio exterior. Esse é o cenário do futuro. Qual o prazo de validade? O certificado digital possui um período de validade de um a três anos. Após o vencimento, basta solicitar uma renovação em alguma Autoridade Certificadora. Qual o custo para obtê-lo? O custo da certificação depende de cada Autoridade Certificadora, pois há vários tipos de certificados. É possível obter um certificado digital, com validade de um ano, por um valor a partir de R$100,00. Quais as recomendações para um uso seguro do sistema? A senha de acesso não deve ser compartilhada com ninguém e deve ser guardade em local seguro, cuja localização só seja conhecida pelo titular. Revista do CRCRJ maio & junho

15 Como usar o Termo de Transferência de Responsabilidade Quando um profi ssional de contabilidade transmite suas responsabilidades técnicas de uma empresa para um novo contabilista, deve lançar mão do Termo de Transferência de Responsabilidade Técnica. Esse instrumento, além de assegurar a conduta ética e profi ssional da classe contábil, ajuda no trabalho de fi scalização nas organizações contábeis. O CRCRJ já faz um trabalho de orientação para que seja utilizado o termo. Quando o contabilista nos solicita, enviamos o modelo para ele, com as informações necessárias. Alguns utilizam esse termo para se resguardar da entrega da documentação para outro profi ssional. O Termo de Transferência é um modelo que pode ser adaptado às necessidades do contabilista, explica Mara Ferreira Freitas, gerente de fi scalização do Conselho. No Manual de Fiscalização do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) existe um modelo do termo, no qual o profi ssional deverá informar os dados da empresa, a situação dos serviços contábeis e os dados do contabilista anterior e do novo contabilista que irá assumir as responsabilidades. Embora seja uma ferramenta importante para os profi ssionais, alguns desconhecem o seu uso. É necessário criar o hábito de utilizá-lo para se resguardar de futuras ações na justiça, caso venha a ser intimado para alguma situação, porque o termo esclarece até quando vai a responsabilidade técnica do contabilista, o que ele entregou de trabalho pronto para a empresa, o que ele devolveu de documentação, entre outras informações, destaca Mara. O documento se encontra disponível na página do CR- CRJ (www.crc.org.br). O responsável técnico anterior deverá preencher o termo em três vias: uma para ele mesmo, outra para o cliente e a terceira para o novo responsável técnico. Não há necessidade de envio para o Conselho. Ao realizar a transferência, o responsável técnico anterior deverá entregar ao novo responsável os documentos, livros fi scais, livros contábeis e arquivos magnéticos. O Termo de Transferência de Responsabilidade está de acordo com as disposições do Código de Ética do Profi s- sional Contábil (CEPC CFC 803/96), nos artigos 7º ( O contabilista poderá transferir o contrato de serviços a seu cargo a outro contabilista, com a anuência do cliente, sempre por escrito. ) e 11º, inciso IV ( O contabilista deve, com relação à classe, observar as seguintes normas de conduta: acatar as resoluções votadas pela classe contábil, inclusive quanto a honorários profi ssionais. ). Fiscalização 15 maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

16 Entrevista Foto: Fernanda Ribeiro O Rio de Janeiro caminha para ser a primeira capital brasileira a ter um código de defesa dos contribuintes. Um dos autores da proposta substitutiva ao projeto de lei 1702/99, em tramitação na Câmara Municipal, o vereador Roberto Monteiro conversou com a Revista do CRCRJ sobre o assunto durante a visita feita pelo vice-presidente da Ouvidoria, Vicente Muniz (à direita). Código do Contribuinte do Rio pode ser votado ainda este ano O que é o Código de Defesa do Contribuinte? Roberto Monteiro O projeto começou através de uma iniciativa da Comissão de Assuntos Tributários da OAB-RJ, na qual elaboraram um esboço. Havia um projeto de lei na Câmara, sobre um código do contribuinte na gestão do César Maia, há mais de dez anos. O projeto nunca foi à votação e não tinha apoio da sociedade. Em função da minha atuação, sou advogado, sabia dessa demanda da Ordem e que a comissão já trabalhava no tema. Eu fui me inteirar do assunto e a comissão resolveu me encaminhar o projeto para que eu apresentasse na Câmara. Este ano, o prefeito Eduardo Paes resolveu retomar a discussão e formou uma nova comissão, composta de representantes da Comissão de Assuntos Tributários da OABRJ, da Secretaria Municipal de Fazenda, da Procuradoria Geral do Município e por mim. O objetivo é elaborar uma proposta substitutiva ao projeto. O prefeito deu o prazo de até agosto para fi nalizarmos a nova sugestão. A criação do código determina a consolidação das normas tributárias, em um único local de acesso, onde será possível a consulta e, assim, o contribuinte entender do processo como um todo. Hoje, a pessoa não tem mecanismos para pleitear os seus direitos. Esse é o espírito da lei em tramitação. Em que fase está a análise do projeto na comissão formada pelo prefeito? RM Estamos em uma fase de discussão e negociação. O projeto já foi votado em primeira discussão na Câmara e devemos colocar em segunda. Os atores principais têm de ter uma participação, e com isso o projeto vai sair com grandes avanços. Em agosto, devemos resgatar a discussão para o fechamento do projeto e o prefeito já concordou. A minha sugestão é que no início do mês que vem, ou até setembro, já esteja na pauta para votação. O código terá medidas de interesse dos contribuintes, como direitos e prazos estipulados. Em que o CRCRJ pode ajudar nesse processo? RM O CRCRJ pode ajudar com sugestões, o que demonstra o interesse da sociedade civil. Estou passando para o Sr. Muniz o projeto. E a ideia é que o Conselho reúna pessoas que entendam do tema, possam estudar a situação e sugerir modifi cações. O prazo fi nal é o mês de julho. Eu ainda posso fazer novas emendas na segunda discussão. O Senado já tem um projeto sobre o tema que pode servir de base para as sugestões vindas do Conselho. Em que a criação do código de defesa do contribuinte vai beneficiar a cidade, seus cidadãos e empresas? RM O código evidencia a transparência da legislação, unifi cando diversas delas. Determina que haja uma consolidação das normas tributárias do município, já que algumas são antigas. Atualmente, um dos grandes problemas do contribuinte é não encontrar esse material para entender a tramitação. É um marco zero nos processamentos tributários da cidade do Rio de Janeiro. O código vai diminuir as longas fi las de atendimento, e não terá taxas. Estamos começando agora e com as regras do jogo estabelecidas. O projeto deverá ser votado este ano? RM Acho que sim, mas, com as novas discussões na Câmara, pode ser que não. A sociedade já conhece, participa, e o prefeito também, o que é um ponto positivo para a capital, que será a primeira a ter um código de defesa do contribuinte. Revista do CRCRJ maio & junho

17 Regin agiliza abertura de empresas Para acelerar a abertura e o fechamento de empresas, a Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (JUCERJA) criou o Registro Mercantil Integrado (REGIN). O objetivo do programa é reduzir o tempo dos processos de 152 dias para 48 horas. O sistema funciona através de convênios, assinados com a Receita Federal, a Fazenda Estadual, as Prefeituras e o SEBRAE, que permitem que todos os processos sejam avaliados pela Junta. Para abrir uma empresa, basta preencher o Pedido de Viabilidade no site e seguir as instruções. A nova empresa já recebe CNPJ, Inscrição Estadual, protocolo do Alvará de Funcionamento, do Alvará Sanitário, da Vistoria do Corpo de Bombeiros, entre outros. Para o superintendente de Informática da JUCERJA, José Luciano da Silva, o contabilista será o maior beneficiado do RE- GIN. Além de facilitar o cadastro, o programa permite ainda a verificação da viabilidade do processo no site, em vez de se ter de ir à Prefeitura e fazer a busca prévia, ressaltou. Hoje, 52 prefeituras do estado fazem parte do programa, mas a previsão é que até o fim do ano todos os municípios estejam integrados ao REGIN. Cont-Ação Semente da vida Pela manhã, semeia a tua semente e, à tarde, não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará; se esta ou aquela ou se ambas igualmente serão boas. Eclesiastes de Salomão 11.6 Em muitos momentos temos a oportunidade de semear para colher o melhor da vida, porém a semeadura é um processo trabalhoso e de paciência: o mais fácil é dar o fruto colhido. É importante para matar a fome de nosso semelhante dar o alimento, mas também precisamos ensiná-los a semear. Quem planta colhe com alegria o fruto do seu trabalho. Plantemos sempre que for possível: Caridade, Fraternidade e Solidariedade. Nesses dois últimos meses, nossas contribuições foram destinadas às seguintes instituições: LUZ DE ESCOL, em Nova Iguaçu, e Associação Beneficente Projeto ELIKIA, em Ramos. Se você deseja conhecer melhor as instituições beneficiadas, entre em contato conosco. Dando oportunidades iguais a quem a vida deu caminhos diferentes. Ingresse nesta luta, entre em contato conosco pelo Diversos 17 maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

18 Entidades Congraçadas Rotary Companheirismo a celebração das relações profissionais A facilidade das comunicações proporcionada pela Internet tem feito com que uma grande maioria dos contabilistas adote as redes de relacionamento como facilitadores do contato profissional. Cada vez mais é comum aderirmos ao LinkedIn, Plaxo, Messenger e Skype, por exemplo. Até mesmo o Facebook, o Twitter e o Orkut passam a fazer parte do nosso cotidiano. Listas de afinidade profissional também facilitam a aproximação seja para o intercâmbio de informações acadêmicas, seja para as práticas tributárias, previdenciárias e fiscais. No entanto, esses espaços virtuais jamais suprirão a importância do contato pessoal, do momento do abraço fraterno entre pessoas que escolheram a mesma profissão, ou com parceiros em seus negócios. Este é um dos propósitos dos clubes de serviços como os Rotary Clubs, que propiciam encontros constantes para que profissionais e empresários possam manter suas redes de relacionamentos e que são conhecidos pelos Rotarianos como COMPANHEIRISMO. A celebração da amizade fortalece a aproximação de pessoas voltadas para o bem comum, e os contabilistas precisam, sempre mais, se fazer presentes nesses espaços de saudável encontro profissional. Contador Joper Padrão do Espirito Santo Governador do Distrito 4570 do Rotary International Coordenador da Comissão da Imagem Pública do Rotary Club RJ Tijuca Sindicont-Rio Sindicato dos Contabilistas do Município do Rio de Janeiro A casa do contabilista Na fachada do prédio-sede do SINDICONT-Rio há uma placa que diz: A CASA DO CONTABILIS- TA, e esta continua a ser a meta da atual gestão, sob a presidência da contabilista Damaris Amaral: a de mobilizar os profissionais da Contabilidade para participar do trabalho que está sendo desenvolvido e para se sentir, realmente, em casa. Para maior entendimento em relação às alterações trazidas pela IFRS, pelo SPED e NFe, o Sindicato tem realizado uma série de palestras esclarecedoras para ajudar os contabilistas a acompanhar essas mudanças tão radicais. Em ano eleitoral, o Sindicato dos Contabilistas do Município do Rio de Janeiro se propõe a ter uma atuação efetiva, colocando-se à disposição dos contabilistas candidatos para que compareçam e apresentem a sua plataforma de governo. Entretanto, ninguém se engaja em qualquer instituição se não conhecer o que está sendo feito e discutido. Por essa razão, o SINDICONT-Rio convida todos os contabilistas a vir enriquecer este trabalho que só tem sentido com a sua participação. Que venham divulgar as suas mensagens que sejam favoráveis à categoria. Sescon-RJ Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Estado do Rio de Janeiro Novo triênio para realizações No dia 1º de julho, a presidente eleita do Sescon-RJ, Márcia Tavares, tomou posse para o triênio 2010/2013, junto com sua diretoria. A sétima presidente do Sescon-RJ apresentou as metas pelas quais se pautará o seu mandato: valorizar a gestão empresarial junto aos associados e filiados; ser referência de qualidade e ética; e ter representatividade perante a categoria e a sociedade. O nosso foco terá como base a capacitação dos representados pelo Sindicato para que nossa categoria possa ser referência e ter representatividade. O resultado de todas as nossas ações será o fortalecimento da classe contábil, afirmou Márcia Tavares, a primeira mulher a se tornar presidente no Sindicato. Além do projeto de capacitação, o novo vice-presidente, Alexandre Andrade, abordou a necessidade de continuar a valorização institucional perante os órgãos públicos e de formação de opinião. Diretoria Sescon-RJ para a gestão 2010/2013, empossada em 1º de julho maio & junho

19 Empresa Cidadã comemora oito anos e ampliação do projeto Estão abertas as inscrições para a oitava edição do Certificado Empresa Cidadã. Organizações de todos os portes e regiões do país têm até o dia 31 de agosto para se inscrever. Para enviar seus relatórios, as empresas devem seguir as instruções contidas no site do CRCRJ (www.crc.org.br). Há oito anos reconhecendo empresas engajadas em projetos sociais e ambientais, o Certifi cado Empresa Cidadã está ampliando sua área de atuação. O projeto, que tem alcance nacional, está ganhando espaço na agenda anual do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRCRJ). A cada edição, o número de empresas certifi cadas cresce, o que demonstra a preocupação das instituições com as questões socioambientais. Para o coordenador da Comissão de Balanço Social, responsável pelo projeto, Jorge Ribeiro dos Passos Rosa, o Certificado tornou-se relevante para as empresas por ser um reconhecimento do trabalho social por elas promovido. Só no ano passado, 61 empresas de todo o país se candidataram. Ganhamos foro nacional em pouco tempo porque as organizações perceberam a importância do Certificado Empresa Cidadã como uma forma de mostrar o quanto são socialmente responsáveis, ressaltou. A Presidente do CRCRJ, Diva Gesualdi, que fez parte da Comissão na gestão an- terior, destaca a importância do Certificado para o contabilista: Para o profissional de contabilidade, este é um projeto que incentiva seu envolvimento nas ações sociais da empresa para o qual trabalha. Permite deixar a sua marca registrada na história dessas empresas comprometidas com o bem comum, a sociedade e o meio ambiente, declarou a presidente. E para consagrar a participação dos contabilistas, os profissionais responsáveis pelas informações das empresas certificadas receberão o Diploma de Mérito Contábil Empresa Cidadã. Formada pelos conselheiros Jorge Ribeiro dos Passos Rosa, Carlos Magno Caetano, Eronildo Fernandes e Joper Padrão e pela professora da UFRJ Aracéli Cristina Ferreira, a comissão tem como objetivo principal orientar o processo de análise dos Balanços Sociais das empresas. O Certifi cado, entretanto, visa incentivar a realização, a publicação e a valorização dos balanços sociais das organizações, bem como o trabalho dos profi ssionais de contabilidade, que passaram a receber o prêmio a partir de De acordo com o conselheiro Joper Padrão, o contabilista, como elaborador do balanço social das empresas, deve ter seu trabalho devidamente reconhecido. Aqui no CRC, não consideramos somente o que a empresa faz, mas especialmente a função do profissional de contabilidade neste processo. Ainda segundo ele, o Certificado Empresa Cidadã exerce ação significativa para o Conselho, pois gera a oportunidade de os profissionais contábeis terem uma visão ampla do seu papel na sociedade. O processo de avaliação das informações das empresas é feito por um grupo de alunos do Mestrado em Ciências Contábeis da UFRJ, coordenado pela professora Aracéli. Junto com meus alunos de mestrado, analisamos os relatórios enviados e observamos se as empresas cumprem os critérios definidos pela comissão, entre eles, que práticas socioambientais se destacaram durante o ano, afirmou a professora. O projeto, que teve início em 2003, mantém parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a Federação do Comércio do Estado do Rio Janeiro (Fecomércio-RJ) e a Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Neste ano, a TV CRCRJ (www.tvcrc. com.br) também se conveniou ao projeto na parte de divulgação. Empresa Cidadã V Fórum da Mulher Contabilista Para discutir o espaço da mulher no mundo contábil, o V Fórum da Mulher Contabilista acontecerá nos dias 7 e 8 de outubro no Auditório do Sindicont-Rio, na Rua Buenos Aires, nº 283, 6º andar. O objetivo do encontro é debater o lugar da mulher no ambiente profi ssional e social, em face das mudanças ocorridas nos dois cenários. A previsão dos organizadores é que cerca de 250 participantes irão comparecer ao V Fórum. Todos os contabilistas e estudantes de contabilidade podem participar do encontro, mas é preciso se inscrever pelo portal do CRCRJ (www.crc.org.br) e informar o número do registro do profi ssional contábil. No dia 7, o evento começará às 17h com a palestra de abertura Cidadania Fiscal e Controle Social, de Rony Enara, do Observatório Social. No segundo dia, o encontro terá início às 9h30min com um painel sobre o tema Violência conta a mulher, apresentado por Cecília Teixeira Soares, presidente da Campanha Educativa sobre Direitos da Mulher. Haverá ainda uma palestra sobre assédio moral, ministrada pelo vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Profi ssional Francisco José dos Santos Alves. O encontro terminará às 17h30min, com um show de encerramento. 19 maio & junho 2010 Revista do CRCRJ

20 Uma história voltada para o bom atendimento Perfil Izínia da Costa Agda Lima é uma funcionária exemplar. No setor de Registro de Cadastro há 34 anos, ela se orgulha da função que desempenha no CRCRJ e guarda boas lembranças de sua trajetória pelo Conselho. Juntamente com outros funcionários, Izínia busca oferecer ao contabilista um bom atendimento. Desde que comecei a trabalhar no Conselho, minha principal preocupação é fazer com que o profi ssional contábil seja bem atendido e saia daqui satisfeito. Dedico-me a eles porque o CRC representa muito para mim. É a minha vida, a minha casa. Tenho muito orgulho de ser funcionária desta instituição. Para ela, o crescimento do Conselho trouxe benefícios para os con- tabilistas e para os funcionários: O CRCRJ sempre busca capacitar seus colaboradores, da mesma maneira que investe nos contabilistas. É frequente a oferta de cursos, tanto aos profissionais contábeis quanto aos funcionários do Conselho, o que nos deixa sempre atualizados. As histórias de dedicação ao Conselho marcaram a vida de Izínia. Apesar de muito trabalho, ela se lembra com carinho do período destinado ao envio das guias de anuidade aos profi ssionais: Precisávamos checar as informações e enviar os boletos aos contabilistas de dezembro a março. Como o trabalho era manual, todos se esforçavam bastante para entregar as cartas no tempo certo. Foi uma batalha muito grande para chegarmos à posição que ocupamos hoje, afi rma. E, quando o assunto é a nova presidência do Izínia da Costa: 34 anos de serviços exemplares CRCRJ, Izinia é só elogios. Ela acredita que a presidente, Diva Maria Gesualdi, trará ao CRCRJ muitos projetos para melhorar ainda mais a classe contábil. Ela é a primeira mulher a ocupar esse cargo e acredito que será uma ótima dirigente. Tenho esperança de que a Diva fará o Conselho crescer cada vez mais, concluiu. VOCÊ PODE PAGAR O SEU DÉBITO PARCELADAMENTE Revista do CRCRJ maio & junho

Situação de estados e municípios em relação à meta nacional

Situação de estados e municípios em relação à meta nacional Construindo as Metas Situação de estados e municípios em relação à meta nacional Região: Sudeste; UF: Mesorregião: Município: Angra dos Reis; Aperibé; Araruama; Areal; Armação dos Búzios; Arraial do Cabo;

Leia mais

Sindicato das Misericórdias e Entidades Filantrópicas e Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro.

Sindicato das Misericórdias e Entidades Filantrópicas e Beneficentes do Estado do Rio de Janeiro. Circular 16/2015 Rio de Janeiro, 16 de abril de 2015. Ref: Orientações para o Recolhimento da Contribuição Sindical Ilmo Provedor / Presidente / Diretor A contribuição sindical está prevista nos artigos

Leia mais

CONVENÇÕES COLETIVAS EMPREGADOS EM CONDOMÍNIOS. Sindicato Profissional Base Territorial PISO CCT PISO REGIONAL 1. Sind. Empreg. Edifícios Teresópolis

CONVENÇÕES COLETIVAS EMPREGADOS EM CONDOMÍNIOS. Sindicato Profissional Base Territorial PISO CCT PISO REGIONAL 1. Sind. Empreg. Edifícios Teresópolis CONVENÇÕES COLETIVAS EMPREGADOS EM CONDOMÍNIOS Sindicato Profissional Base Territorial PISO CCT PISO REGIONAL 1. Sind. Empreg. Edifícios Teresópolis Teresópolis a) R$ 500,00 (quinhentos reais): Porteiro,

Leia mais

EMPRESA DE ASSISTENCIA TECNICA E EXTENSAO RURAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESCA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

EMPRESA DE ASSISTENCIA TECNICA E EXTENSAO RURAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESCA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UF Municipio RJ Angra dos Reis RJ Angra dos Reis RJ Angra dos Reis RJ Angra dos Reis RJ Angra dos Reis RJ Angra dos Reis RJ Aperibé RJ Aperibé CNPJ Razão Social FUNDAÇÃO INSTITUTO DE DO ESTADO DO RIO DE

Leia mais

TABELA DAS PROMOTORIAS COM ATRIBUIÇÃO EM EDUCAÇÃO atualizada em jul/2015

TABELA DAS PROMOTORIAS COM ATRIBUIÇÃO EM EDUCAÇÃO atualizada em jul/2015 TABELA DAS PROMOTORIAS COM ATRIBUIÇÃO EM EDUCAÇÃO atualizada em jul/2015 s Centro Regional de Apoio Administrativo Institucional MUNICÍPIOS Promotorias de Justiça ÚNICAS, CÍVEIS e de Proteção à INFÂNCIA

Leia mais

Resolução Normativa RN 259

Resolução Normativa RN 259 Resolução Normativa RN 259 (Publicada em 17/06/11, alterada pela RN 268 de 20/10/11 e complementada pela IN/DIPRO nº n 37 de 07/12/11) Gerência de Regulação 27 de janeiro de 2012 Apresentação da Norma

Leia mais

Angra dos Reis Barra do Piraí Barra Mansa Engenheiro Paulo de Frontim Itatiaia Mendes Miguel Pereira Parati Paty dis Alferes

Angra dos Reis Barra do Piraí Barra Mansa Engenheiro Paulo de Frontim Itatiaia Mendes Miguel Pereira Parati Paty dis Alferes Jurisdição das cidades da 7ª Região. Delegacia Cidade/Bairro* Angra dos Reis Barra do Piraí Barra Mansa Engenheiro Paulo de Frontim Itatiaia Mendes Miguel Pereira Parati Paty dis Alferes Pinheiral Pirai

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Presidente DESEMBARGADOR LUIZ ZVEITER. Vice - Presidente DESEMBARGADORA LETICIA DE FARIA SARDAS

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Presidente DESEMBARGADOR LUIZ ZVEITER. Vice - Presidente DESEMBARGADORA LETICIA DE FARIA SARDAS Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Presidente DESEMBARGADOR LUIZ ZVEITER Vice - Presidente DESEMBARGADORA LETICIA DE FARIA SARDAS Corregedor JUIZ ANTONIO AUGUSTO DE TOLEDO GASPAR Diretora -

Leia mais

Abrangência. Niterói Petrópolis Teresópolis Nova Friburgo Armação dos Búzios Cabo Frio Arraial do Cabo Rio das Ostras Macaé Casimiro de Abreu

Abrangência. Niterói Petrópolis Teresópolis Nova Friburgo Armação dos Búzios Cabo Frio Arraial do Cabo Rio das Ostras Macaé Casimiro de Abreu Apresentação: Lançado pelo SEBRAE RJ, é um roteiro turístico composto por 10 municípios do Estado do Rio de Janeiro; 3 Regiões turísticas: Metropolitana, Serra Verde Imperial, Costa do Sol - integradas

Leia mais

1/14. Polícia Civil Principais Ocorrências Vítimas Estado RJ por DPs 2010 Números Absolutos

1/14. Polícia Civil Principais Ocorrências Vítimas Estado RJ por DPs 2010 Números Absolutos 1/14 1a. DP 4a. DP 5a. DP 6a. DP 7a. DP 9a. DP 10a. DP 12a. DP 13a. DP Totais Praça Mauá Praça da República Mem de Sá Cidade Nova Santa Teresa Catete Botafogo Copacabana Ipanema Homicídio doloso (total)

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TCE/RJ ESCOLA DE CONTAS E GESTÃO - ECG EDITAL N O 02/2014

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TCE/RJ ESCOLA DE CONTAS E GESTÃO - ECG EDITAL N O 02/2014 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TCE/RJ ESCOLA DE CONTAS E GESTÃO - ECG EDITAL N O 02/2014 Fixa as normas do Processo Seletivo para ingresso na 3ª Turma do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu

Leia mais

LEI Nº 4.914, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2006. CAPÍTULO XIV

LEI Nº 4.914, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2006. CAPÍTULO XIV LEI Nº 4.914, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2006. 1 CAPÍTULO XIV Dos Juízes de Direito nas Comarcas de Angra dos Reis, Araruama, Armação dos Búzios, Barra do Piraí, Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Cabo Frio,

Leia mais

O estado do Rio de Janeiro no Censo 2010

O estado do Rio de Janeiro no Censo 2010 O estado do Rio de Janeiro no Censo 2010 Documento preliminar Coordenação: Luiz Cesar Ribeiro Responsável: Érica Tavares da Silva Colaboração: Juciano Rodrigues e Arthur Molina 1 P á g i n a Introdução

Leia mais

CRAAI RIO DE JANEIRO Travessa do Ouvidor nº 38-6º andar, Centro Tel.: 2550-9000

CRAAI RIO DE JANEIRO Travessa do Ouvidor nº 38-6º andar, Centro Tel.: 2550-9000 CRAAI RIO DE JANEIRO Travessa do Ouvidor nº 38-6º andar, Centro Tel.: 2550-9000 Comarcas: Promotorias de Justiça da Infância e Juventude da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso e Promotorias de Justiça

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GABINETE DO CONSELHEIRO JOSÉ GOMES GRACIOSA

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GABINETE DO CONSELHEIRO JOSÉ GOMES GRACIOSA RUBRICA: FLS.: 657 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GABINETE DO CONSELHEIRO JOSÉ GOMES GRACIOSA VOTO GC-2 1593/2014 PROCESSO: TCE-RJ N o 238.182-1/13 ORIGEM: COORDENADORIA DE AUDITORIA E

Leia mais

CONSELHOS TUTELARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CONSELHOS TUTELARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSELHOS TUTELARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DEMAIS MUNICÍPIOS CT 2 MUNICÍPIO ENDEREÇO TELEFONE CEP ANGRA DOS REIS RUA QUARESMA JÚNIOR, 38 / 202 (22) 9836-0136 / 9830-0136 FAX: (22) 2664-1513 23.900-000

Leia mais

O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Pontos positivos da Rede de Atendimento no Estado do Rio de Janeiro entre 2007/2012: O número de serviços especializados que prestam

Leia mais

Ministério Público do Rio de Janeiro Av. Marechal Câmara, 370 Centro CEP 20020-080 (em frente ao Protocolo)

Ministério Público do Rio de Janeiro Av. Marechal Câmara, 370 Centro CEP 20020-080 (em frente ao Protocolo) Pontos de coleta Rio de Janeiro Clube Naval Av. Rio Branco, 180 Centro Rio de Janeiro Primeira Igreja Batista do Recreio Rua Helena Manela, 101, Recreio, Rio de Janeiro Superintendência Regional da Receita

Leia mais

II O Concurso destina-se ao preenchimento de 200 vagas, bem como daquelas que surgirem no decorrer do prazo de validade do Concurso.

II O Concurso destina-se ao preenchimento de 200 vagas, bem como daquelas que surgirem no decorrer do prazo de validade do Concurso. DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO COORDENAÇÃO GERAL DO ESTÁGIO FORENSE XXXIX CONCURSO PARA ADMISSÃO AO ESTÁGIO FORENSE DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EDITAL *A Coordenadora

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO POR MEIO DO SiSU NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 O Reitor da Universidade

Leia mais

Municípios em Dados. SUBSECRETÁRIA DE PLANEJAMENTO Cláudia Uchôa Cavalcanti

Municípios em Dados. SUBSECRETÁRIA DE PLANEJAMENTO Cláudia Uchôa Cavalcanti Municípios em Dados SUBSECRETÁRIA DE PLANEJAMENTO Cláudia Uchôa Cavalcanti Equipe da Dimensão Territorial do Planejamento: Haidine da Silva Barros Duarte Francisco Filomeno Abreu Neto Paulo Cesar Figueredo

Leia mais

Sistema de cobrança chega para ajudar o profissional contábil

Sistema de cobrança chega para ajudar o profissional contábil Nós contabilizamos o progresso Revista do www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br A Tribuna do Contabilista Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano I nº 8 julho /

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014

1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014 A Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Desembargadora LEILA MARIA CARRILO CAVALCANTE RIBEIRO MARIANO, no uso das atribuições

Leia mais

Determinação de Mercados Relevantes no Setor de Saúde Suplementar. 25 de junho de 2008

Determinação de Mercados Relevantes no Setor de Saúde Suplementar. 25 de junho de 2008 Determinação de Mercados Relevantes no Setor de Saúde Suplementar 25 de junho de 2008 Estrutura da Apresentação I Objetivo do Trabalho; II Metodologia; e III Estudos de Caso. I Objetivo do Trabalho O objetivo

Leia mais

1159 18 OFICIO DE NOTAS - SUCURSAL - BARRA DA TIJUCA RIO DE JANEIRO 1096 18 OFICIO DE NOTAS - SUCURSAL ILHA GOVERNADOR RIO DE JANEIRO 1097 22 OFICIO

1159 18 OFICIO DE NOTAS - SUCURSAL - BARRA DA TIJUCA RIO DE JANEIRO 1096 18 OFICIO DE NOTAS - SUCURSAL ILHA GOVERNADOR RIO DE JANEIRO 1097 22 OFICIO Código Serventia Nome da Serventia Município 1214 RCPN 02 DISTRITO CASIMIRO DE ABREU (BARRA S. JO 1216 02 OFICIO DE JUSTICA CASIMIRO DE ABREU 1217 RCPN 01 DISTRITO CASIMIRO DE ABREU 1221 OFICIO UNICO CONCEICAO

Leia mais

Nome da Unidade Endereço da Unidade Telefone da Unidade E-mails funcionais dos Membros

Nome da Unidade Endereço da Unidade Telefone da Unidade E-mails funcionais dos Membros PROMOTORIA DE JUSTIÇA JUNTO ÀS TURMAS RECURSAIS CRIMINAIS DA CAPITAL AVENIDA MARECHAL CÂMARA 350 7º ANDAR 20020080 CENTRO RIO DE carlara@mprj.mp.br PROMOTORIA DE JUSTIÇA JUNTO AO XVIII JUIZADO ESPECIAL

Leia mais

O CONSELHO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS, instituído pela Lei nº 3.239, de 02 de agosto de 1999,no uso de suas atribuições legais, considerando:

O CONSELHO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS, instituído pela Lei nº 3.239, de 02 de agosto de 1999,no uso de suas atribuições legais, considerando: RESOLUÇÃO CERHI-RJ Nº 107 DE 22 DE MAIO DE 2013 APROVA NOVA DEFINIÇÃO DAS REGIÕES HIDROGRÁFICAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E REVOGA A RESOLUÇÃO CERHI N 18 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2006 O CONSELHO ESTADUAL

Leia mais

Melhorando o ambiente de negócios no Brasil: ações para reduzir a burocracia

Melhorando o ambiente de negócios no Brasil: ações para reduzir a burocracia Janeiro/2014 Melhorando o ambiente de negócios no Brasil: ações para reduzir a burocracia Diretoria de Desenvolvimento Econômico e Associativo Gerência de Competitividade Industrial e Investimentos Expediente

Leia mais

Melhorando o ambiente de negócios no Brasil: ações para reduzir a burocracia

Melhorando o ambiente de negócios no Brasil: ações para reduzir a burocracia Janeiro/2014 Melhorando o ambiente de negócios no Brasil: ações para reduzir a burocracia Diretoria de Desenvolvimento Econômico e Associativo Gerência de Competitividade Industrial e Investimentos Expediente

Leia mais

Sistema DCP. Provimento CGJ 63/2012. Alvará de Soltura Interior

Sistema DCP. Provimento CGJ 63/2012. Alvará de Soltura Interior Sistema DCP Provimento CGJ 63/2012 Alvará de Soltura Interior Índice 1. Informações Iniciais... 3 2. Utilização do Texto Alvará de Soltura... 3 2.1. Andamento 52 - Digitação de Documentos... 3 3. Recebimento

Leia mais

CURSOS TÉCNICOS OFERECIDOS PELA SECRETARIA:

CURSOS TÉCNICOS OFERECIDOS PELA SECRETARIA: CURSOS TÉCNICOS OFERECIDOS PELA SECRETARIA: Curso CE Local Tel ADMINISTRAÇÃO ALMIRANTE TAMANDARÉ Japeri (21) 2670-1250 2667-4924 AURELINO LEAL Niterói 2717-2802 2620-2319 AYDANO DE ALMEIDA Nilópolis 3760-2475

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA. EDITAL Nº 017 /2015, de 14 de abril de 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA. EDITAL Nº 017 /2015, de 14 de abril de 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA EDITAL Nº 017 /2015, de 14 de abril de 2015 O Diretor-Geral do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow

Leia mais

DIRETORIA GERAL DE LOGÍSTICA DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA OPERACIONAL DIVISÃO DE MOVIMENTAÇÃO DE EXPEDIENTES

DIRETORIA GERAL DE LOGÍSTICA DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA OPERACIONAL DIVISÃO DE MOVIMENTAÇÃO DE EXPEDIENTES DIRETORIA GERAL DE LOGÍSTICA DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA OPERACIONAL DIVISÃO DE MOVIMENTAÇÃO DE EXPEDIENTES MANUAL PARA POSTAGEM DE CORRESPONDÊNCIA DATA DE VIGÊNCIA 01/10/2013 SUMÁRIO 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Novas estimativas do IBGE para a população do Rio de Janeiro

Novas estimativas do IBGE para a população do Rio de Janeiro ISSN 1984-7203 C O L E Ç Ã O E S T U D O S C A R I O C A S Novas estimativas do IBGE para a população do Rio de Janeiro Nº 20080101 Janeiro - 2008 Fernando Cavallieri, Fabrício Leal de Oliveira - IPP/Prefeitura

Leia mais

Sistema DCP Provimento CGJ 63/2012

Sistema DCP Provimento CGJ 63/2012 Sistema DCP Provimento CGJ 63/2012 Alvará de Soltura Fórum Central e Regionais Índice 1. Informações Iniciais...3 2. Utilização do Texto Alvará de Soltura...3 2.1. Andamento 52 - Digitação de Documentos...3

Leia mais

INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Rio de Janeiro - 2010 Lista de Abreviaturas e Siglas FOB Significa livre a bordo (free on board) o vendedor encerra suas obrigações quando a mercadoria

Leia mais

ATO DO PRESIDENTE PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1231, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2015.

ATO DO PRESIDENTE PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1231, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2015. Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Transportes Departamento de Transportes Rodoviários ATO DO PRESIDENTE PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1231, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2015. REAJUSTA AS TARIFAS

Leia mais

Contabilistas assumem papel ativo na Consocial

Contabilistas assumem papel ativo na Consocial Nós contabilizamos o progresso www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Revista do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano IV nº 17 Distribuição gratuita A Tribuna

Leia mais

A contabilidade em destaque como uma das profissões mais importantes no Rio, no Brasil e no mundo

A contabilidade em destaque como uma das profissões mais importantes no Rio, no Brasil e no mundo Nós contabilizamos o progresso Revista do www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano IV nº 18 Distribuição gratuita págs. 8 e

Leia mais

Revista do. A Tribuna do Contabilista

Revista do. A Tribuna do Contabilista Nós contabilizamos o progresso www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Revista do A Tribuna do Contabilista Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano IV nº 19 Distribuição

Leia mais

Nota fiscal de serviços eletrônica chega ao Rio

Nota fiscal de serviços eletrônica chega ao Rio Nós contabilizamos o progresso Revista do www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br A Tribuna do Contabilista Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano I nº 6 março / abril 2010 Distribuição

Leia mais

Motivação. Capacitar para transformar. O desempenho do agronegócio no Brasil tem apresentando rendimentos significativos na

Motivação. Capacitar para transformar. O desempenho do agronegócio no Brasil tem apresentando rendimentos significativos na FAZENDA LEGAL Motivação O desempenho do agronegócio no Brasil tem apresentando rendimentos significativos na formação do PIB nacional. Grande parte desses resultados credita-se aos produtores e trabalhadores

Leia mais

Livro Adicional Eletrônico XML

Livro Adicional Eletrônico XML PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA Diretoria Geral de Fiscalização e Apoio às Serventias Extrajudiciais Divisão de Monitoramento Extrajudicial Livro Adicional Eletrônico

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PANORAMA ECONÔMICO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PANORAMA ECONÔMICO SOMANDO FORÇAS Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços ESTADO DO RIO DE JANEIRO: PANORAMA ECONÔMICO Localização: Região Sudeste 57% do PIB Nacional Área: 43.696

Leia mais

Imposto de Renda. Revista do. Conheça as mudanças no IRPF 2011 Págs. 12 e 13. Passo a passo

Imposto de Renda. Revista do. Conheça as mudanças no IRPF 2011 Págs. 12 e 13. Passo a passo Nós contabilizamos o progresso Revista do www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano II nº 11 Distribuição gratuita A Tribuna

Leia mais

QUEM SÃO OS DESAPARECIDOS? UM ESTUDO DO PERFIL DAS VÍTIMAS DE DESAPARECIMENTO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

QUEM SÃO OS DESAPARECIDOS? UM ESTUDO DO PERFIL DAS VÍTIMAS DE DESAPARECIMENTO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO QUEM SÃO OS DESAPARECIDOS? UM ESTUDO DO PERFIL DAS VÍTIMAS DE DESAPARECIMENTO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Resumo: Vanessa Campagnac Thaís C. Ferraz Thiago Soliva Poucas pesquisas foram realizadas objetivando

Leia mais

DEFINIÇÃO DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

DEFINIÇÃO DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. DEFINIÇÃO DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Gláucio José Marafon 1 João Rua 1 Adriana Paula da Silva Galhardo 2 Alvaro Henrique de Souza Ferreira 2 Ivan Luiz de Oliveira

Leia mais

DISPÕE SOBRE POLÍTICA DE RECUPERAÇÃO INDUSTRIAL REGIONALIZADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

DISPÕE SOBRE POLÍTICA DE RECUPERAÇÃO INDUSTRIAL REGIONALIZADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO LEI Nº 5636, DE 06 DE JANEIRO DE 2010. DISPÕE SOBRE POLÍTICA DE RECUPERAÇÃO INDUSTRIAL REGIONALIZADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa

Leia mais

INTERNADOS INVOLUNTARIAMENTE

INTERNADOS INVOLUNTARIAMENTE 2012 RELATÓRIO do MÓDULO DE SAÚDE MENTAL - 2012 O Módulo de Saúde Mental - MSM é um sistema informatizado desenvolvido para o envio das notificações de internações psiquiátricas involuntárias, bem como

Leia mais

CUSTEIO 339093. Total: 12.860,57. Total: 6.513,13. Total: 8.272,46. Total: 10.317,23 33909302 RESTITUIÇÕES

CUSTEIO 339093. Total: 12.860,57. Total: 6.513,13. Total: 8.272,46. Total: 10.317,23 33909302 RESTITUIÇÕES CREDORES - R.P. e Realizadas - /INVESTIMENTO - Página: Page 1 of 16 02 RESTITUIÇÕES 2º DISTRITO DA COMARCA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES CNPJ/CPF: 23064378000154 2º RCPN DA COMARCA DA CAPITAL CNPJ/CPF: 23407222000129

Leia mais

CENTROS DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CREAS

CENTROS DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CREAS CENTROS DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - MUNICÍPIOS NOMES ENDEREÇOS TELEFONES EMAILS Angra dos Reis Aperibé Araruama Areal Armação de Búzios Arraial do Cabo Barra do Piraí Barra Mansa

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL. Gisele Helena MARTINEZ 1 - RGM 73616 Renato Francisco Saldanha SILVA 2 Thiago Lopes da SILVA 3

CERTIFICAÇÃO DIGITAL. Gisele Helena MARTINEZ 1 - RGM 73616 Renato Francisco Saldanha SILVA 2 Thiago Lopes da SILVA 3 CERTIFICAÇÃO DIGITAL Gisele Helena MARTINEZ 1 - RGM 73616 Renato Francisco Saldanha SILVA 2 Thiago Lopes da SILVA 3 Resumo A informação é considerada o maior valor de uma empresa ou de uma pessoa. A velocidade

Leia mais

PROGRAMA O Drama MAIS da Inclusã EDUCAÇÃO - o PME Perversa

PROGRAMA O Drama MAIS da Inclusã EDUCAÇÃO - o PME Perversa PROGRAMA MAIS O Drama EDUCAÇÃO da Inclusão - PME Perversa Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Currículos e Educação Integral Construção da Política de Educação Integral no

Leia mais

CENTRO DE INTERNET COMUNITÁTRIA - CICS

CENTRO DE INTERNET COMUNITÁTRIA - CICS Araruama Rua Dr. Bernardo Vasconcelo, nº 425 - Centro CENTRO DE INTERNET COMUNITÁTRIA - CICS RELAÇÃO DOS ENDEREÇOS DOS CICS - MUNICÍPIOS Arraial do Cabo Rua Duque de Caxias, n 37 Praia dos Anjos Centro

Leia mais

Em dia com o Leão. Revista do. 56º Concerj será realizada em Búzios, entre 19 e 21 de setembro Página 18 Revista do CRCRJ 1

Em dia com o Leão. Revista do. 56º Concerj será realizada em Búzios, entre 19 e 21 de setembro Página 18 Revista do CRCRJ 1 Nós contabilizamos o progresso www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Revista do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano V nº 23 Distribuição gratuita A Tribuna do

Leia mais

Coordenadoria Regional Metropolitana I E/CR19.R. Coordenadoria Regional Metropolitana II E/CR23.R. Coordenadoria Regional Metropolitana III E/CR26.

Coordenadoria Regional Metropolitana I E/CR19.R. Coordenadoria Regional Metropolitana II E/CR23.R. Coordenadoria Regional Metropolitana III E/CR26. Coordenadoria Regional Metropolitana I E/CR19.R Endereço: Rua: Profª Venina Correa Torres, nº 41 Bairro: Centro Município: Nova Iguaçu CEP: 26.220-100 Abrangência: Nova Iguaçu, Japeri, Mesquita, Nilópolis,

Leia mais

2º SEMINÁRIO NACIONAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO TERRITORIAL, POLÍTICAS PÚBLICAS

2º SEMINÁRIO NACIONAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO TERRITORIAL, POLÍTICAS PÚBLICAS 2º SEMINÁRIO NACIONAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ÁREA TEMÁTICA: PLANEJAMENTO TERRITORIAL, POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCAÇÃO BÁSICA NO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES: contradições e fracassos Resumo

Leia mais

Aeconômica que nosso país

Aeconômica que nosso país 2 Informativo Sescon - Ano V - n 9 - Setembro 2015 A palavra do Presidente Caro leitor, instabilidade política e Aeconômica que nosso país atravessa neste ano, tem c a u s a d o p r e o c u p a ç õ e s,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL

CONCURSO PÚBLICO DE ARQUITETURA EDITAL 1. DO OBJETO DO CONCURSO EDITAL 1.1. O presente Concurso tem por objeto a seleção, dentre as propostas inéditas que forem apresentadas, da solução arquitetônica mais adequada para a PRAÇA DO NATAL, com

Leia mais

Pronatec No Senar pág 01. Sistema Faerj Fevereiro 2013 Ano 04 - nº11. Novo termo de contrato de rescisão de trabalho. Sindicado Rural de Barra Mansa

Pronatec No Senar pág 01. Sistema Faerj Fevereiro 2013 Ano 04 - nº11. Novo termo de contrato de rescisão de trabalho. Sindicado Rural de Barra Mansa Sistema Faerj Fevereiro 2013 Ano 04 - nº11 Pronatec No Senar pág 01 Novo termo de contrato de rescisão de trabalho pág 05 Sindicado Rural de Barra Mansa fecha 2012 com 31 cursos realizados pág 08 Portaria

Leia mais

CEJA ENDEREÇOS TELEFONES

CEJA ENDEREÇOS TELEFONES CEJA ENDEREÇOS TELEFONES Araruama CIEP Brizolão 148 Professor Carlos Élio Vogas da Silva Rua Oscar Clark, s/nº - Parque Mataruna - Araruama - RJ (22) 2665-5953 (22) 2665-5431 Arraial do Cabo Maricá CEJA

Leia mais

CADASTRO PARA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - LISTA DE DOCUMENTOS - INSTRUÇÕES

CADASTRO PARA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - LISTA DE DOCUMENTOS - INSTRUÇÕES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÓREITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS CADASTRO PARA PROGRAMAS DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL LISTA DE DOCUMENTOS INSTRUÇÕES Prezado Estudante,

Leia mais

Colunagem Standard e Tablóide (Pág. Standard: 6 col x 52 cm - Pág. Tabloide: 5 col x 29cm)

Colunagem Standard e Tablóide (Pág. Standard: 6 col x 52 cm - Pág. Tabloide: 5 col x 29cm) Colunagem e Tablóide (Pág. : 6 col x 52 cm Pág. Tabloide: 5 col x 29cm) Primeiro Caderno, Segundo Caderno, Prosa e Verso, Morar Bem, Carro Etc., Boa Chance e Ela Primeiro Caderno Vida Ganha Tablóide Jogo

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3362 Data: 21/08/2012 Folha: 01/02

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3362 Data: 21/08/2012 Folha: 01/02 Ata da Sessão Plenária nº 3362 Data: 21/08/2012 Folha: 01/02 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Carlos Roberto Fernandes de Araujo V.P. de Administração e Finanças

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SISU 1ª EDIÇÃO DE 2016 COMUNICADO OFICIAL Nº 4

PROCESSO SELETIVO SISU 1ª EDIÇÃO DE 2016 COMUNICADO OFICIAL Nº 4 UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAD PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DAE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR COSEAC COORDENAÇÃO DE SELEÇÃO ACADÊMICA PROCESSO SELETIVO SISU 1ª EDIÇÃO DE 2016 COMUNICADO

Leia mais

MANUAL DO CONTRIBUINTE. S I S T E M A E L E T R Ô N I C O ISSQN d e T e r e s ó p o l i s

MANUAL DO CONTRIBUINTE. S I S T E M A E L E T R Ô N I C O ISSQN d e T e r e s ó p o l i s MANUAL DO CONTRIBUINTE S I S T E M A E L E T R Ô N I C O d e T e r e s ó p o l i s S NI OS T VE OM A S IE SL TE T ER MÔ AN I DC O E Prezado Contribuinte, A Secretaria Municipal de Fazenda tem como prioridade

Leia mais

Dia da Consciência Negra - feriados municipais

Dia da Consciência Negra - feriados municipais Nº UF Município 1 AL UNIAO DOS PALMARES 2 AM MANAUS 3 GO FLORES DE GOIAS 4 MG ITAPECERICA 5 MT ACORIZAL 6 MT AGUA BOA 7 MT ALTA FLORESTA 8 MT ALTO ARAGUAIA 9 MT ALTO DA BOA VISTA 10 MT ALTO GARCAS 11 MT

Leia mais

A Contabilidade no combate à corrupção. Revista do. A importância do seu voto nas eleições de novembro Página 18 Revista do CRCRJ 1

A Contabilidade no combate à corrupção. Revista do. A importância do seu voto nas eleições de novembro Página 18 Revista do CRCRJ 1 Nós contabilizamos o progresso www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Revista do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano V nº 25 Distribuição gratuita A Tribuna do

Leia mais

Seja a mudança que você quer ver no mundo.

Seja a mudança que você quer ver no mundo. C E N S O D A P O P U L A Ç Ã O I N F A N T O J U V E N I L A B R I G A D A N O E S T A D O D O R I O D E J A N E I R O 3 4 C E N S O D A P O P U L A Ç Ã O I N F A N T O J U V E N I L A B R I G A D A N

Leia mais

26.03.10 29.03.10 018216

26.03.10 29.03.10 018216 1 CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ C129 Caderno de turismo do Estado do Rio de Janeiro : passaporte para o desenvolvimento do Estado / [João Carlos Gomes,

Leia mais

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3310 Data: 07/02/2012 Folha: 01/03

ATA DE REUNIÃO. Ata da Sessão Plenária nº 3310 Data: 07/02/2012 Folha: 01/03 Ata da Sessão Plenária nº 3310 Data: 07/02/2012 Folha: 01/03 1. PRESENÇAS: 1.1. Conselheiros Titulares: Adm. Wagner Siqueira Presidente Adm. Carlos Roberto Fernandes de Araujo V.P. de Administração e Finanças

Leia mais

20/10/2015 Por Jair Sampaio Pelo segundo ano consecutivo, Senac RN é uma das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil

20/10/2015 Por Jair Sampaio Pelo segundo ano consecutivo, Senac RN é uma das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil VEÍCULO: BLOG DO JAIR SAMPAIO DATA: 20.10.15 20/10/2015 Por Jair Sampaio Pelo segundo ano consecutivo, Senac RN é uma das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil Instituição vinculada ao Sistema

Leia mais

Seção Nº Linha/Seção Cat Tipo. Tarifa (R$)

Seção Nº Linha/Seção Cat Tipo. Tarifa (R$) Seção Nº Linha/Seção Cat Tipo Tarifa (R$) RJ 101 AUTO ÔNIBUS FAGUNDES LTDA. 0 430 M Niterói - São José SA O 3,60 0 431 M Niterói - Monjolos SA C 3,60 0 701 M Alcântara - Itaboraí (via Bernardino) SA O

Leia mais

COMENTANDO O CRESCIMENTO POPULACIONAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Fany Davidovich *

COMENTANDO O CRESCIMENTO POPULACIONAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Fany Davidovich * COMENTANDO O CRESCIMENTO POPULACIONAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Fany Davidovich * Como introdução ao tema, algumas observações se fazem necessárias. Primeiro, deve ser considerado que se trata de um

Leia mais

Vantagens que todo advogado precisa conhecer. Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil

Vantagens que todo advogado precisa conhecer. Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil Certificado Digital OAB Vantagens que todo advogado precisa conhecer Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil A Justiça brasileira está cada vez mais digital. A rotina do advogado não

Leia mais

Secretaria Municipal da Fazenda Serviço de Cadastro Mobiliário. 1. Documentação necessária para Inscrição e Alteração

Secretaria Municipal da Fazenda Serviço de Cadastro Mobiliário. 1. Documentação necessária para Inscrição e Alteração Cartilha Micro Empreendedor Individual (MEI) Alvará de Licença para Localização e Funcionamento Micro empreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno

Leia mais

O futuro está em nossas mãos

O futuro está em nossas mãos Nós contabilizamos o progresso www.crc.org.br crcrj@crcrj.org.br www.tvcrc.com.br Revista do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro ano V nº 26 Distribuição gratuita A Tribuna do

Leia mais

Distribuição Eletrônica de Execuções Fiscais

Distribuição Eletrônica de Execuções Fiscais Distribuição Eletrônica de Execuções Fiscais Requisitos: Para que a distribuição eletrônica ocorra são necessários: 1. Um sistema apto a criar um arquivo de texto cujos dados estejam de acordo com a formatação

Leia mais

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital

A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para. Certificado Digital A rede de dados mais confiável do país. Proposta de Parceria para Certificado Digital 1. Objetivo Esta proposta tem por objetivo realizar a emissão e validação do Certificado Digital da Serasa Experian.

Leia mais

M3D4 - Certificados Digitais Aula 4 Certificado Digital e suas aplicações

M3D4 - Certificados Digitais Aula 4 Certificado Digital e suas aplicações M3D4 - Certificados Digitais Aula 4 Certificado Digital e suas aplicações Prof. Fernando Augusto Teixeira 1 Agenda da Disciplina Certificado Digital e suas aplicações Segurança Criptografia Simétrica Criptografia

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

INTRODUÇÃO Perguntas e Respostas sobre Decore, taxativo www.receita.fazenda.gov.br/pessoafisica/carneleao/2014/java/default.ht m

INTRODUÇÃO Perguntas e Respostas sobre Decore, taxativo www.receita.fazenda.gov.br/pessoafisica/carneleao/2014/java/default.ht m INTRODUÇÃO Atualmente, tem aumentado a solicitação de emissão de comprovação de rendimentos por meio da Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) por diversas instituições financeiras,

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda

Secretaria de Estado da Fazenda ESTADO DO ACRE Secretaria de Estado da Fazenda Guia do Usuário setembro 2012 Apresentação A Secretaria de Estado da Fazenda no intuito de facilitar o cumprimento das obrigações acessórias e oferecer maior

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 018/2013

NOTA TÉCNICA Nº 018/2013 NOTA TÉCNICA Nº 018/2013 Brasília, 09 de maio de 2013. ÁREA: Finanças TÍTULO: Certificado Digital e a Importância para os Municípios. REFERÊNCIA(S): Cartilha SIOPS; Comunicado CGSN/SE nº 3, de 10 de março

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade.

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

ARCTURO MAT. DE CONSTR. LTDA AV. JOSE B R DANTAS, 5550 LJ A B MANGUINHOS ARMAÇÃO DOS BÚZIOS - RJ - 28950-000 Tel.: 22 2623-2785 Fax: 22 2623-2785

ARCTURO MAT. DE CONSTR. LTDA AV. JOSE B R DANTAS, 5550 LJ A B MANGUINHOS ARMAÇÃO DOS BÚZIOS - RJ - 28950-000 Tel.: 22 2623-2785 Fax: 22 2623-2785 Veja abaixo onde você encontra o SikaFill Rápido. RIO DE JANEIRO USETEC MAT. CONST. R. PEDRO LUIZ PEREIRA DE SOUZA, 101 ARARUAMA - RJ - 28970-000 Tel.: 22 2665-7015 Fax: 22 2665-7015 usetec@veloxmail.com.br

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE - SEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE - INEA

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE - SEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE - INEA GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE - SEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE - INEA RESOLUÇÃO INEA Nº 15 DE 23 DE SETEMBRO DE 2010 ESTABELECE OS PROCEDIMENTOS A SEREM ADOTADOS

Leia mais

9h às 17h 10/11/15 10/11 a 01/12 10/11 a 04/12 (22) 26231640 rjacabuzios@correios.com.br

9h às 17h 10/11/15 10/11 a 01/12 10/11 a 04/12 (22) 26231640 rjacabuzios@correios.com.br ARMAÇÃO DE BÚZIOS AC ARMAÇÃO DE BUZIOS ESTRADA DA USINA VELHA 360 9h às 17h 10/11/15 10/11 a 01/12 10/11 a 04/12 (22) 26231640 rjacabuzios@correios.com.br BOM JESUS DE ITABAPOANA AC BOM JESUS DE ITABAPOANA

Leia mais

Sumário 1. INTRODUÇÃO

Sumário 1. INTRODUÇÃO Registro profissional dos contabilistas Em face da publicação da Resolução CFC nº 1.461/2014 - DOU 1 de 17.02.2014, este procedimento foi atualizado. Tópico atualizado: 1.1 Sujeição e aprovação em exame

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA 01 O que é preciso para me registrar no CRC-CE? Realizar o exame de suficiência e ser aprovado, fazer o pré-registro no site do CRC-CE, efetuar o pagamento das taxas

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 51

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 51 Requerimento Eletrônico Página 1 / 51 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

Vantagens que todo advogado precisa conhecer

Vantagens que todo advogado precisa conhecer Certificado Digital OAB Vantagens que todo advogado precisa conhecer A Justiça brasileira está cada vez mais digital. A rotina do advogado não vai ficar atrás. Está ocorrendo um fato inédito na Justiça

Leia mais

Consultoria e Assessoria Técnica de Engenharia à SEA para Elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS)

Consultoria e Assessoria Técnica de Engenharia à SEA para Elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE SEA Consultoria e Assessoria Técnica de Engenharia à SEA para Elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) VOLUME 2 Diagnóstico

Leia mais

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica sumário >> Introdução... 3 >> Nota fiscal eletrônica: o começo de tudo... 6 >> Nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e)... 10 >> Quais as vantagens

Leia mais