Manual do Usuário WEB Versão 1.0

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual do Usuário WEB Versão 1.0"

Transcrição

1 Manual do Usuário WEB Versão 1.0 GSI / SRA Novembro de 2007

2 Sistema de Rede de Apoio Manual do Usuário Web 1. OBJETIVOS ACESSANDO O SISTEMA OPÇÕES DISPONÍVEIS PARA CATEGORIA PESSOA FÍSICA Dados pessoais Experiência Profissional Formação acadêmica Currículo Sintético Experiência em atividades relacionadas ao PNCF Disponibilidade para atuar no PNCF Atuações no PNCF Atividades Pretendidas OPÇÕES DISPONÍVEIS PARA CATEGORIA PESSOA JURÍDICA Dados institucionais Equipe / Experiência Equipe Experiência em atividades relacionadas ao PNCF Disponibilidade para atuar no PNCF Atuações no PNCF Atividades Pretendidas

3 1. OBJETIVOS O SREDE permite o cadastro e a habilitação de técnicos e instituições que integram a Rede de Apoio do PNCF. Esse cadastro fornece uma visão da capilaridade e da qualificação da Rede de Apoio. Através do módulo de usuário web, é possível que os próprios técnicos e instituições cadastrem seus dados no sistema. 2. ACESSANDO O SISTEMA O módulo de Cadastro WEB do Sistema de Rede de Apoio do Programa Nacional de Crédito Fundiário (SREDE) está disponível para acesso a partir do Portal do PNCF, na seção de Tutoriais, opção Cadastre-se na rede de apoio do PNCF. 3

4 4

5 O cadastro de técnicos ou instituições pela web também pode ser acessado diretamente pelo endereço Em seguida, a tela de acesso ao sistema será exibida. Nessa tela, devem ser informados a UF e senha, fornecidos pela UTE, e a categoria do técnico ou instituição. ATENÇÃO: Para acessar o SREDE pela web, o usuário e a senha devem ser solicitados a UTE do seu Estado. 3. OPÇÕES DISPONÍVEIS PARA CATEGORIA PESSOA FÍSICA Após o login no sistema, as opções disponíveis podem ser acessadas a partir dos botões apresentados na tela a seguir: 5

6 Clicando em CADASTRAR, o sistema apresentará a tela de cadastro de técnico. Três grupos de informação podem ser cadastrados a respeito de um técnico: os dados pessoais, a experiência profissional e a disponibilidade atual para trabalhar no Programa Nacional de Crédito Fundiário. A seguir, detalharemos cada um desses grupos. 3.1 Dados pessoais A primeira aba do cadastro do técnico é a aba Dados Pessoais. Nela, são cadastradas as informações básicas para contato com o técnico como nome, CPF, endereço. Caso sejam conhecidos, deve-se informar também os telefones, fax, e site. 6

7 No início do cadastramento de um técnico, somente a aba Dados Pessoais estará disponível, sendo necessário, após preencher todos os campos obrigatórios (campos com cor de fundo AMARELA), acionar o botão AVANÇAR, fazendo com que o sistema armazene os dados já preenchidos e avance para a aba Perfil/Experiência. 7

8 3.2 Experiência Profissional A aba de Perfil/Experiência resume a experiência profissional do técnico. A experiência profissional é dividida em formação (escolaridade), currículo sintético e experiência adquirida em atividades relacionadas ao Programa Nacional de Crédito Fundiário. O funcionamento da tela em cada um dos grupos é semelhante: a inclusão de novos itens deve ser realizada clicando-se no botão INCLUIR, ao final de cada grupo. Alterações em itens já cadastrados podem ser realizadas clicando-se no item desejado. A exclusão, por sua vez, é efetuada ao clicar sobre o ícone da lixeira. Se desejar concluir o cadastro, clique no link Concluir. Apenas as informações digitadas até o momento serão salvas. Se desejar sair do cadastro, clique no botão CANCELAR. A seguir, será detalhada a inclusão/alteração de cada um dos grupos Formação acadêmica 8

9 Para cadastrar a formação acadêmica do técnico, é necessário informar o nível de escolaridade e a situação (completo ou incompleto). Outras informações serão solicitadas, a depender do nível de escolaridade e da situação informada. Se o nível selecionado é 2º grau ou superior, deve ser selecionado também o nome do curso. Quando, independentemente do nível, a situação do curso é concluído, deve-se informar o ano de conclusão e o registro profissional em entidade de classe referente à sua formação, caso exista Currículo Sintético O currículo sintético corresponde ao cadastro dos vínculos profissionais que o técnico possui ou já possuiu. Para cada entidade ou programa onde o técnico já atuou, devem ser informados a função ou cargo exercido e o período de atuação. 9

10 3.2.3 Experiência em atividades relacionadas ao PNCF O Programa Nacional de Crédito Fundiário prevê as seguintes atividades para a Rede de Apoio: assistência técnica; cálculo das prestações; definição do projeto produtivo; elaboração de propostas; negociação do preço; organização de assentamentos, e; vistoria e avaliação do imóvel. O grupo Experiência permite que seja cadastrada a experiência do técnico na execução dessas atividades, independentemente de terem sido realizadas no Programa Nacional de Crédito Fundiário ou não. Para cada tipo de experiência, devem ser informados o tempo de atuação (anos e meses) e uma descrição sucinta do que foi executado. 3.3 Disponibilidade para atuar no PNCF 10

11 A aba Disponibilidade permite o cadastro da experiência de trabalho do técnico no Programa Nacional de Crédito Fundiário, bem como a disponibilidade atual para participar da Rede de Apoio. Três grupos de informação compõem essa aba: atuações no PNCF, Disponibilidade e Atividades Pretendidas. O funcionamento da tela nos grupos atuações no PNCF e atividades pretendidas é semelhante: a inclusão de novos itens pode ser realizada clicando-se no botão INCLUIR, ao final de cada grupo. Alterações em itens já cadastrados podem ser realizadas clicando-se no item desejado. A exclusão, por sua vez, é efetuada ao clicar sobre o ícone da lixeira. O grupo Disponibilidade requer apenas que a quantidade de horas semanais que o técnico se propõe a dedicar ao PNCF seja preenchida e o botão SALVAR seja ativado, fazendo com que o sistema armazene os dados. Se desejar concluir o cadastro, clique no link Concluir. Apenas as informações digitadas até o momento serão salvas. Se desejar sair do cadastro, clique no botão CANCELAR. A seguir, detalharemos os outros dois grupos Atuações no PNCF 11

12 Nesse grupo são informadas as atuações do técnico, presentes ou já realizadas, no Programa Nacional de Crédito Fundiário. Devem ser informados os municípios de atuação, o período em que as atividades foram realizadas, o número de famílias atendidas e um resumo das ações realizadas. Ao selecionar uma Unidade da Federação, a lista de municípios disponíveis (à esquerda) é preenchida. A segunda lista (municípios vinculados) armazena os municípios onde o técnico atuou. Na figura a seguir, o técnico atuou nos municípios de Amaralina e Planaltina, em Goiás. Para mover os municípios de uma lista para outra, deve-se utilizar as setas localizadas entre as duas listas, que funcionam da seguinte maneira: move todos os municípios para a lista de municípios vinculados. move apenas os municípios selecionados para a lista de municípios vinculados; de modo análogo à segunda, move os municípios selecionados da lista de vinculados para a lista de disponíveis, retirando seu vínculo, e; esvazia a lista de municípios vinculados, movendo-os todos para a lista de municípios disponíveis Atividades Pretendidas Nesse grupo são informadas as atividades que o técnico pretende executar no Programa Nacional de Crédito Fundiário, como parte da Rede de Apoio. O primeiro item a ser preenchido compreende as atividades disponibilizadas pelo Programa, a saber: 12

13 assistência técnica; cálculo das prestações; definição do projeto produtivo; elaboração de propostas; negociação do preço; organização de assentamentos; vistoria, e; avaliação do imóvel. Assim, para cada atividade que o técnico pretende realizar, devem ser informados os municípios nos quais ele pretende atuar e, se possível, o número de famílias pretendidas. 4. OPÇÕES DISPONÍVEIS PARA CATEGORIA PESSOA JURÍDICA Após o login no sistema, as opções disponíveis podem ser acessadas a partir dos botões apresentados na tela a seguir: 13

14 Clicando em CADASTRAR, o sistema apresentará a tela de cadastro da instituição. Três grupos de informação podem ser cadastrados a respeito de uma instituição: os dados institucionais, a equipe/experiência da instituição e a disponibilidade atual da mesma para trabalhar no Programa Nacional de Crédito Fundiário. A seguir, detalharemos cada um desses grupos. 4.1 Dados institucionais A primeira aba do cadastro da instituição é a aba Dados Institucionais. Nela são cadastradas as informações básicas da instituição, como a sigla, o nome, o CNPJ, dentre outros. Neste caso, vale ressaltar que todos os campos de cor de fundo AMARELA são campos obrigatórios para preenchimento. 14

15 Se desejar sair do cadastro, clique no botão CANCELAR. 15

16 4.2 Equipe / Experiência A aba de Equipe/Experiência exibe as informações relacionadas à equipe que a instituição disponibiliza para execução de trabalhos para o Programa Nacional de Crédito Fundiário, como também, a experiência da instituição decorrente de trabalhos já realizados para o PNCF. O funcionamento da tela em cada um dos grupos é semelhante: a inclusão de novos itens é realizada clicando-se no botão INCLUIR, ao final de cada grupo. Alterações em itens já cadastrados podem ser realizadas clicando-se no item desejado. A exclusão, por sua vez, é efetuada acionando o ícone da lixeira. Se desejar concluir o cadastro, clique no link Concluir. Apenas as informações digitadas até o momento serão salvas. Se desejar sair do cadastro, clique no botão CANCELAR Equipe A seguir, será detalhada a inclusão/alteração de cada um dos grupos. Para cadastrar um membro da equipe é necessário informar o nome, CPF, Função/Cargo que o mesmo ocupa na instituição, tempo que presta serviços na mesma e sua formação, englobando a escolaridade e o curso. Caso a formação selecionada seja 2º grau ou superior, deve ser selecionado também o nome do curso. 16

17 4.2.2 Experiência em atividades relacionadas ao PNCF O Programa Nacional de Crédito Fundiário prevê as seguintes atividades para a Rede de Apoio: assistência técnica; cálculo das prestações; definição do projeto produtivo; elaboração de propostas; negociação do preço; organização de assentamentos, e; vistoria e avaliação do imóvel. O grupo Experiência permite que seja cadastrada a experiência da instituição na execução dessas atividades, independentemente de terem sido realizadas no Programa Nacional de Crédito Fundiário. Para cada tipo de experiência, devem ser informados o tempo de atuação (anos e meses) e uma descrição sucinta do que foi executado. 4.3 Disponibilidade para atuar no PNCF A aba Disponibilidade permite o cadastro da experiência de trabalho da instituição no Programa Nacional de Crédito Fundiário, bem como a disponibilidade atual para participar da Rede de Apoio. Três grupos de informação compõem essa aba: atuações no PNCF, disponibilidade e atividades pretendidas. 17

18 O funcionamento da tela nos grupos atuações no PNCF e atividades pretendidas é semelhante: a inclusão de novos itens pode ser realizada através do botão INCLUIR, ao final de cada grupo. Alterações em itens já cadastrados podem ser realizadas clicando-se no item desejado. A exclusão, por sua vez, é efetuada acionando o ícone da lixeira. O grupo Disponibilidade requer apenas que a quantidade de horas semanais que o técnico se propõe a dedicar ao PNCF seja preenchida. Se desejar concluir o cadastro, clique no link Concluir. Apenas as informações digitadas até o momento serão salvas. Se desejar sair do cadastro, clique no botão CANCELAR. A seguir, detalharemos os outros dois grupos Atuações no PNCF Nesse grupo são informadas as atuações da instituição, presentes ou já realizadas, no Programa Nacional de Crédito Fundiário. Devem ser informados os municípios de atuação, o período em que as atividades foram realizadas, o número de famílias atendidas e um resumo das ações realizadas. Ao selecionar uma Unidade da Federação, a lista de municípios disponíveis (à esquerda) é preenchida. A segunda lista (municípios vinculados) armazena os municípios onde a instituição atuou. Na 18

19 figura a seguir, a instituição atuou nos municípios de Amaralina e Planaltina, em Goiás. Para mover os municípios de uma lista para outra, deve-se utilizar as setas localizadas entre as duas listas, que funcionam da seguinte maneira: move todos os municípios para a lista de municípios vinculados. move apenas os municípios selecionados para a lista de municípios vinculados; de modo análogo à segunda, move os municípios selecionados da lista de vinculados para a lista de disponíveis, retirando seu vínculo, e; esvazia a lista de municípios vinculados, movendo-os todos para a lista de municípios disponíveis Atividades Pretendidas Nesse grupo são informadas as atividades que a instituição pretende executar no Programa Nacional de Crédito Fundiário, como parte da Rede de Apoio. O primeiro item a ser preenchido compreende as atividades disponibilizadas pelo Programa, a saber: assistência técnica; cálculo das prestações; definição do projeto produtivo; elaboração de propostas; negociação do preço; organização de assentamentos; 19

20 vistoria, e; avaliação do imóvel. Assim, para cada atividade que a instituição pretende realizar, devem ser informados os municípios nos quais ele pretende atuar e, se possível, o número de famílias pretendidas. Ao clicar em Concluir, as informações digitadas e salvas serão guardadas no banco de dados para posterior consulta. O sistema apresenta a tela a seguir: 20

21 O sistema informa que o cadastro foi efetuado com sucesso e disponibiliza o link para o Portal Nacional de Crédito Fundiário. 21

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento SEBRAE-GO 1 Sumário Introdução... 3 1) Acesso ao Sistema... 4 1.1. LOGIN... 4 1.2. ALTERAR SENHA... 7 1.3. RECUPERAR SENHA...

Leia mais

http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/

http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/ http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/ 1. Para registrar-se, na página principal do Portal SAPI clique no banner Registre-se, posicionado logo abaixo dos dados de login. O Sistema pergunta se a instituição

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML DIGITAÇÃO DE GUIAS PARA ENVIO ELETRÔNICO VIA WEB RECIFE - 2015 1 1. ACESSANDO O PORTAL TISS Para acessar o Portal TISS Digitação, o credenciado deverá acessar o

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Manual de Utilização Perfil Beneficiário 1. 2. Objetivo do Manual... 2 Siglas e Abreviações... 2 3. Perfil do Usuário... 2 4. Descrição Geral do Sistema...

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

ÍNDICE. Página 2 de 21

ÍNDICE. Página 2 de 21 Página 1 de 21 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. MINHA CONTA... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Telas do Menu Minha Conta... 4 2.2.1. Tela de Dados Cadastrais... 4 2.2.2. Tela Gerenciar Contatos... 5 2.2.3. Tela

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Credenciamento de Proponente

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Credenciamento de Proponente Portal dos Convênios SICONV Orientações/Passo a Passo Credenciamento de Proponente Administração Pública Estadual, Municipal ou do Distrito Federal, Consórcio Público, Entidade Privada sem fins lucrativos

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno 7 de Novembro de 04 Acesso ao SGE Ao efetuar o login no Sistema de Gestão Acadêmico (SGA), acesse a aba

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E USUÁRIOS - NOTIVISA PERGUNTAS FREQUENTES 01. Como cadastrar uma... 2 02. Quem é o Responsável Legal de uma... 2 03. Como associar o Responsável Legal a uma... 2 04. Como Desassociar

Leia mais

Relatório de Notas e Comentários

Relatório de Notas e Comentários Relatório de Notas e Comentários MT-611-00007 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Consultar um relatório de notas e seus comentários II. Conceitos

Leia mais

Utilizando o SISPC para efetuar Registros

Utilizando o SISPC para efetuar Registros Utilizando o SISPC para efetuar Registros 1. Registros O b j e t i v o Através do módulo de registros do sistema serão executadas as operações de inclusão de pessoas inadimplentes na base de dados do SPC.

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

Manual do Usuário SisFAPERJ

Manual do Usuário SisFAPERJ Manual do Usuário SisFAPERJ SisFAPERJ - Manual do Usuário Página 1 Sumário Manual do Usuário... 1 SisFAPERJ... 1 1. Tela inicial Login... 3 1.1. Este é meu 1º acesso... 3 1.2. Esqueci minha senha... 4

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

Portal Acadêmico Manual Técnico Renovação de Matrícula 2015/1

Portal Acadêmico Manual Técnico Renovação de Matrícula 2015/1 A rematrícula poderá ser feita acessando o site da Multivix e clicando no link Portal Acadêmico, ou digitando diretamente no seu navegador o endereço http://portal.. Na tela de login, entre com seus dados

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES.

Material de apoio. Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Material de apoio Disponível no site: : www.justica.gov.br, no link: Entidades Sociais >> CNES. Portaria

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Credenciamento de Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Credenciamento de Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios - SICONV Credenciamento de Proponente

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRONATEC Matrícula de Estudante do SISUTEC Manual do Usuário Acesso ao módulo de Matrícula de Estudante do SISUTEC Descrição Este documento visa apresentar ao Gestor Responsável pela Unidade de Ensino, ao Assessor

Leia mais

Utilização do Webmail da UFS

Utilização do Webmail da UFS Universidade Federal de Sergipe Centro de Processamento de Dados Coordenação de Redes de Computadores Utilização do Webmail da UFS Procedimento Com o intuito de facilitar a execução dos passos, este tutorial

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2. 1 Manual do Usuário VEXPRESSCRM Automação da força de vendas MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.0 2 Acesso Para acessar o sistema VEXPRESS-CRM é necessário

Leia mais

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Atualizado em 29/01/2013 Este documento orienta sobre a utilização do aplicativo Web Viewer para acesso ao sistema PACS (Sistema de

Leia mais

SUAP Módulo Protocolo Manual do Usuário DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE PROJETOS, SISTEMAS E PROCESSOS DE NEGÓCIO

SUAP Módulo Protocolo Manual do Usuário DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE PROJETOS, SISTEMAS E PROCESSOS DE NEGÓCIO SUAP Módulo Protocolo Manual do Usuário DTI DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEÇÃO DE PROJETOS, SISTEMAS E PROCESSOS DE NEGÓCIO SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. ACESSO AO SISTEMA... 1 1.2. TELA INICIAL

Leia mais

TUTORIAL PARA CADASTRO E SUBMISSÃO DE ARTIGO NA PLATAFORMA BRASIL

TUTORIAL PARA CADASTRO E SUBMISSÃO DE ARTIGO NA PLATAFORMA BRASIL TUTORIAL PARA CADASTRO E SUBMISSÃO DE ARTIGO NA PLATAFORMA BRASIL Prezado (a) aluno (a) / professor (a), O objetivo deste manual é o de auxiliar no cadastro como pesquisador na Plataforma Brasil, assim

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual do Usuário. Programa de Avaliação de Desempenho PROAD

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual do Usuário. Programa de Avaliação de Desempenho PROAD UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual do Usuário Programa de Avaliação de Desempenho PROAD Versão 1.0 02/09/2009 Índice 1. Introdução 2. Plataforma

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO A marca do melhor atendimento. Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3.

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS COTAÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA Versão 05/05/2015 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 03 VISUALIZANDO A SOLICITAÇÃO... 05 DEMONSTRATIVO DAS VAGAS... 06 DESISTÊNCIA DA REMOÇÃO... 08 IMPRIMIR PROTOCOLO...

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS CTF/APP RECADASTRAMENTO PASSO-A-PASSO

CADASTRO TÉCNICO FEDERAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS CTF/APP RECADASTRAMENTO PASSO-A-PASSO CADASTRO TÉCNICO FEDERAL DE ATIVIDADES POTENCIALMENTE POLUIDORAS E UTILIZADORAS DE RECURSOS AMBIENTAIS CTF/APP RECADASTRAMENTO PASSO-A-PASSO INICIE PELO RECADASTRAMENTO DA PESSOA FÍSICA Acesse o site do

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

imprimir (http://pje.csjt.jus.br/manual/index.php?title=impressao_oficial_de_justiça&printable=yes)

imprimir (http://pje.csjt.jus.br/manual/index.php?title=impressao_oficial_de_justiça&printable=yes) Page 1 of 30 Impressao Oficial de justiça De PJe - Manual imprimir (http://pje.csjt.jus.br/manual/index.php?title=impressao_oficial_de_justiça&printable=yes) Tabela de conteúdo 1 Manual do Oficial de Justiça

Leia mais

SAP - Sistema de Avaliação de Projetos. Orientações para a inscrição de Projetos

SAP - Sistema de Avaliação de Projetos. Orientações para a inscrição de Projetos SAP - Sistema de Avaliação de Projetos Orientações para a inscrição de Projetos Versão 1 Página 1 Apresentação O Sistema de Avaliação de Projetos (SAP) tem a finalidade de concentrar informações referentes

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

CRIANDO O SEU CURRÍCULO LATTES

CRIANDO O SEU CURRÍCULO LATTES CRIANDO O SEU CURRÍCULO LATTES Aprenda a cadastrar e construir seu currículo Lattes Abra o navegador de internet Mozilla Firefox. Para isso, clique no Menu Iniciar/Programas/Mozilla Firefox e clique no

Leia mais

apresentação www.centroclinicogaucho.com.br

apresentação www.centroclinicogaucho.com.br apresentação Com o Agendamento Web, você conta com as mesmas facilidades do agendamento de consultas via telefone, porém com um processo on-line e ainda mais rápido. Basta acessar o site do Centro Clínico

Leia mais

Quinta Lista de Exercícios -

Quinta Lista de Exercícios - INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO COORDENADORIA DE INFORMÁTICA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Quinta Lista de Exercícios - INSTRUÇÕES: 1) Nesta lista de exercícios, vamos nos preocupar em implementar o comportamento

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB

SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB Conteúdo 1. ABERTURA DO SISTEMA... 3 1.1. Barra principal de Ferramentas... 4 1.2. Filtro de consultas... 5 2. VISÃO GERAL DO SISTEMA... 6 3. SELECIONAR ESCOLA... 7 4. SISTEMA

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

PORQUE SORRIR FAZ PARTE VIDA

PORQUE SORRIR FAZ PARTE VIDA PORQUE SORRIR FAZ PARTE DA VIDA PROCEDIMENTOS PARA CONSULTAS E CADASTROS DE ORÇAMENTOS VIA INTERNET Com mais de 10 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado

Leia mais

SEGURO DESEMPREGO ON-LINE.

SEGURO DESEMPREGO ON-LINE. SEGURO DESEMPREGO ON-LINE. GERAÇÃO DO ARQUIVO SEGURO DESEMPREGO NO SGRH: Depois de calcular a rescisão, acesse o menu Relatórios > Demissionais > Requerimento SD, selecione o empregado que será gerado

Leia mais

Guia operação site www.atu.com.br

Guia operação site www.atu.com.br Guia operação site www.atu.com.br OBS: as telas no site bem como no sistema de gestão poderão sofrer alguma alteração, com base nos exemplos ilustrativos deste manual. 1. Objetivo Este guia tem como objetivo

Leia mais

Manual do Módulo de PC Online

Manual do Módulo de PC Online do Módulo de PC Online Agilis Conteúdo Introdução... 4 Acesso à Funcionalidade... 5 1. Internet Explorer 6.x... 7 2. Internet Explorer 7.x... 9 3. Netscape Navigator 7.x... 10 4. Netscape Navigator 7.2x...

Leia mais

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES

Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Realizando Compras no Site do Cartão BNDES Comprador Atualizado em 30/06/2014 Pág.: 1/17 Introdução Este manual destina-se a orientar os portadores do Cartão BNDES que irão realizar compras de produtos

Leia mais

CIUCA Manual de Operação Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento)

CIUCA Manual de Operação Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento) Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Cadastro das Instituições e Comissões de Ética no Uso de Animais CIUCA Versão 2.02 (Módulos I Cadastro e II - Credenciamento) Versão 1.01 (Módulo I Cadastro)

Leia mais

Manual de uso PSIM Client 2010

Manual de uso PSIM Client 2010 MANUAL DE USO PSIM MESSENGER VERSÃO 2010 ÍNDICE Manual de uso PSIM Client 2010 INSTALAÇÃO...2 INSTALAÇÃO LOCAL...2 CONFIGURAÇÃO DE USUÁRIO NO PSIM CLIENT 2010...12 QUANDO O FUNCIONÁRIO JÁ ESTÁ CADASTRADO

Leia mais

Tutorial: SIGRH Para o Servidor marcar as suas férias.

Tutorial: SIGRH Para o Servidor marcar as suas férias. Tutorial: SIGRH Para o Servidor marcar as suas férias. Orientação para o servidor da UFABC marcar suas férias no Sistema Integrado de Gestão e de Recursos Humanos SIGRH, através da Operação: Inclusão de

Leia mais

P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR

P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR P á g i n a 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL UNIR P á g i n a 2 Sumário 1. Efetuar login... 3 2. Gerenciar Notícias... 5 2.1 Cadastrar Notícias... 6 2.2 Editar Notícia... 7 2.3 Excluir Notícia... 8 3.

Leia mais

GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS

GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS Diretoria Comercial Corporativa Página 2 de 14 Sumário 1 Introdução... 4 2 Acessando os serviços para Imobiliárias... 5 3 Gerenciando clientes... 8 4 Serviços...

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012

Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012 Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após completar este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Entender os conceitos envolvidos no processo de avaliação realizado

Leia mais

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E ACESSO AO SISTEMA CANAIS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E ACESSO AO SISTEMA CANAIS PERGUNTAS FREQUENTES Agência Nacional de Vigilância Sanitária CADASTRO DE INSTITUIÇÕES E ACESSO AO SISTEMA CANAIS PERGUNTAS FREQUENTES Brasília, 27 de setembro de 2011 www.anvisa.gov.br Página 1 de 8 CADASTRO DE INSTITUIÇÕES

Leia mais

1) Como acessar a aplicação

1) Como acessar a aplicação Guia de Uso V1.0.0 1) Como acessar a aplicação 2 1 2 3 3 4 Ao clicar em Banco de Necessidades, será aberta uma nova guia do navegador com o formulário mostrado abaixo, o qual possui dois botões : Consulta

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Diretor

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Diretor MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Diretor SUMÁRIO Introdução... 2 Como acessar o sistema - DIRETOR... 3 Seleção de CHE Regular - DIRETOR... 4 Seleção de CHE Profissionalizante - DIRETOR... 7

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB

CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB CADASTRO DE USUÁRIO PORTAL WEB SUMÁRIO 1. ACESSANDO PELA PÁGINA DEFAULT... 3 2. ACESSANDO PELA PÁGINA DE LOGIN... 3 3. ACESSANDO PELO MENU PRINCIPAL... 4 3.1. EFETUAR CADASTRO... 5 3.2. ALTERAR CADASTRO...

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Pampa Gestão Unificada de Recursos Institucionais GURI Módulo de Processo Seletivo

Ministério da Educação Universidade Federal do Pampa Gestão Unificada de Recursos Institucionais GURI Módulo de Processo Seletivo 1 Acesso ao GURI Acessar através do seu navegador de internet o endereço http://guri.unipampa.edu.br. Imagem 1 Página Principal do GURI 2 Processo Seletivo 2.1 Inscrições em Processos Seletivos Para se

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS IMPORTAÇÃO DE ARQUIVOS XML VIA WEB RECIFE - 2015 1 ÍNDICE 1. ACESSANDO O PORTAL TISS... 3 2. USUÁRIO E SENHA... 5 2.1. Usuário... 5 2.2. Senha... 5 2.3. Alteração de Senha...

Leia mais

GUIA DE REFERÊNCIA DO PORTAL DE SERVIÇOS DO INMETRO NOS ESTADOS PSIE

GUIA DE REFERÊNCIA DO PORTAL DE SERVIÇOS DO INMETRO NOS ESTADOS PSIE GUIA DE REFERÊNCIA DO PORTAL DE SERVIÇOS DO INMETRO NOS ESTADOS PSIE Para iniciar o uso do Portal, selecione o estado referente ao domicílio do proprietário. Figura 1.0. Figura 1.0 O Portal é dividido

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5

ÍNDICE. 2.1. Funcionalidades... 5 ÍNDICE 1. PRIMEIRO ACESSO AO SITE... 3 2. MAPA DO SITE... 4 2.1. Funcionalidades... 5 3. ENVIO DE COBRANÇAS ELETRÔNICAS... 5 3.1. Solicitações... 7 3.1.1. Internação... 7 3.1.2. Prorrogação... 8 3.1.3.

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

Material de apoio. Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo.

Material de apoio. Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo. Material de apoio Material de apoio Portaria SNJ nº 252, de 27/ 12/ 12, publicada no D.O.U. de 31/ 12 /12. Manual do usuário. Manual da nova comprovação de vínculo. Informações Gerais O sistema CNES/MJ

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Manual do REC. Sistema de Registro de Categorias

Manual do REC. Sistema de Registro de Categorias Manual do REC Sistema de Registro de Categorias (Usuário Externo) Atualizado em Dezembro/2013 Versão 2.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 6 2. FLUXO DO SISTEMA... 6 3. AUTENTICAÇÃO... 7 4. VINCULAR REPRESENTANTE/REPRESENTADO...

Leia mais

Manual do Sistema. SMARSA WEB Atendimento de Processos

Manual do Sistema. SMARSA WEB Atendimento de Processos Manual do Sistema SMARSA WEB Atendimento de Processos Módulo Atendimento ÍNDICE INTRODUÇÃO...1 OBJETIVOS...1 BEM VINDO AO SISTEMA SMARSA WEB MÓDULO ATENDIMENTO...2 TELA DE LOGIN...2 COMO UTILIZAR?... 2

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

Plataforma Brasil Versão 3.0

Plataforma Brasil Versão 3.0 Plataforma Brasil Versão 3.0 Histórico de Revisão do Manual Versão do Sistema 3.0 Autor Data Descrição Assessoria Plataforma Brasil 29/06/2015 Criação do Documento OBS: Para sugestões, a fim de aprimorar

Leia mais

SicoobNet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.0

SicoobNet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.0 SicoobNet Empresarial Manual do Versão 1.0 Manual do Data: 04/0/2008 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/2008 1.0 Criação do Manual Ileana Karla GECOQ Gerência de Controle e Qualidade Página: 2/122

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Execução Cotação Eletrônica de Preços. Entidades Privadas sem Fins Lucrativos. Manual do Usuário

Portal dos Convênios SICONV. Execução Cotação Eletrônica de Preços. Entidades Privadas sem Fins Lucrativos. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Cotação Eletrônica de Preços

Leia mais

Módulo de Extensão SIGAA. Cadastro de Cursos

Módulo de Extensão SIGAA. Cadastro de Cursos Módulo de Extensão SIGAA Cadastro de Cursos ÍNDICE Instruções gerais Pg. 04 Recomendações Pg. 04 Acessibilidade ao sistema Pg. 04 Acesso ao SIGAA Pg. 04 Acesso ao módulo Pg. 05 Acesso ao tipo de extensão

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Manual de Utilização SAGA Sistema de Avaliação de Gestão Acadêmica. Módulo Aluno

Manual de Utilização SAGA Sistema de Avaliação de Gestão Acadêmica. Módulo Aluno Manual de Utilização SAGA Sistema de Avaliação de Gestão Acadêmica Módulo Aluno Para acessar a tela inicial do Sistema de Avaliação SAGA clique em www.fatecguaratingueta.edu.br/saga, ou se preferir clique

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo SISRH

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo SISRH Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo SISRH Sistema de Gestão de Pessoas Versão 2.0a Manual de Operação

Leia mais

ÍNDICE 1. CADASTRO DE BOLSAS... 2

ÍNDICE 1. CADASTRO DE BOLSAS... 2 ÍNDICE 1. CADASTRO DE BOLSAS... 2 1.1. ACESSANDO A APLICAÇÃO... 2 1.2. GUIA : BOLSAS... 3 1.2.1. Instruções para preenchimento dos campos... 3 1.3. GUIA : OBSERVAÇÃO... 7 1.4. GUIA : UNIDADES... 8 1.4.1.

Leia mais

SERVIÇOS REQUERIMENTO

SERVIÇOS REQUERIMENTO 1 / 15 todos os direitos reservados. ÍNDICE Introdução... 3 Acesso Restrito... 4 Cadastro... 4 Serviços Requerimento... 6 Certidão Web... 7 Certidão Simplificada... 8 Certidão Específica... 10 Certidão

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.2

Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.2 Manual TDMax Web Commerce VERSÃO: 0.2 Sumário Visão geral Bilhetagem Eletrônica... 3 1. TDMax Web Commerce... 4 1.1 Requisitos e orientações gerais... 4 2. Acesso... 5 2.1 Interface inicial (Ambiente de

Leia mais

W o r d p r e s s 1- TELA DE LOGIN

W o r d p r e s s 1- TELA DE LOGIN S U M Á R I O 1Tela de Login...2 2 Painel......3 3 Post...4 4 Ferramentas de Post...10 5 Páginas...14 6 Ferramentas de páginas...21 7 Mídias...25 8 Links......30 1 1- TELA DE LOGIN Para ter acesso ao wordpress

Leia mais

Requerimento UNIVERSAL

Requerimento UNIVERSAL Requerimento UNIVERSAL 1 / 10 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 ACESSO RESTRITO... 4 CADASTRO... 4 REQUERIMENTO UNIVERSAL... 6 CONSTITUIÇÃO E ALTERAÇÃO... 7 OUTROS SERVIÇOS... 8 REIMPRESSÃO DE DOCUMENTOS...

Leia mais

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1 Manual do Usuário Central de Agendamento Versão 1.1 Maio, 2014 Central de Agendamento Manual de utilização Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Setor: Coordenação de Sistemas - COSIS Histórico de Revisões

Leia mais

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro

PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária PASSO A PASSO Cadastramento de Empresa Gerência-Geral de Gestão de Tecnologia da Informação Equipe de Cadastro www.anvisa.gov.br Para acessar o cadastro

Leia mais

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 03/2013

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 03/2013 PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 03/2013 Para se inscrever na CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 03/2013, clique em http://ancine.brde.com.br/ancine/login.asp Utilize preferencialmente

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 04/2013 - LABORATÓRIOS

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 04/2013 - LABORATÓRIOS PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 04/2013 - LABORATÓRIOS Para se inscrever na CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 04/2013, clique em http://ancine.brde.com.br/ancine/login.asp

Leia mais

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica APRESENTAÇÃO: Este Manual apresenta as telas que são utilizadas para a navegação no Sistema de Comissão Nacional de Residência Médica. Neste manual estão

Leia mais

Manual de Utilização Sistema de Gestão de Campanha Módulo Indústria

Manual de Utilização Sistema de Gestão de Campanha Módulo Indústria Manual de Utilização Sistema de Gestão de Campanha Módulo Indústria 2 Índice / Sumário 1. Introdução ao Sistema 2. Fluxo de Adesão 3. Email Cadastro 4. Email Convite 5. Acesso ao Sistema 6. Pagina Inicial

Leia mais

TUTORIAL COLEGIADOS EM REDE

TUTORIAL COLEGIADOS EM REDE TUTORIAL COLEGIADOS EM REDE Brasília/DF Agosto/2015 Sumário Introdução... 2 1 Sistema de Gestão Estratégica... 3 2 Colegiados Em Rede... 5 2.1 Menu Cadastro... 6 2.1.1 Dados do Colegiado... 7 2.1.2 Composição

Leia mais

Apresentação Figura 01:

Apresentação Figura 01: Apresentação O Sistema Online de Iniciação Científica da Universidade do Estado foi desenvolvido pela Pró- Reitoria de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG) com a finalidade de agilizar o processo de

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Manual Operacional para o Gestor Setorial do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Maio de 2008

Manual Operacional para o Gestor Setorial do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Maio de 2008 Manual Operacional para o Gestor Setorial do Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP Maio de 2008 Índice 1. Acesso ao Sistema Página 3 1.1 Acessar o Sistema de Concessão de Diárias e Passagens

Leia mais

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Atenção: Os requerimentos de segunda oportunidade, matrícula em disciplina, rematrícula, matrícula em dependência e trabalhos orientados só poderão ser abertos

Leia mais