PRODUTOS. Projetamos todos os equipamentos descritos ou fabricamos mediante projetos de terceiros.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRODUTOS. Projetamos todos os equipamentos descritos ou fabricamos mediante projetos de terceiros."

Transcrição

1

2

3

4 PRODUTOS Hilo mecânico móvel ou fixo com capacidade de 25 a 50 toneladas; Mesa alimentadora de 15º a 45º, simples ou conjugada totalmente vedada; Esteira de cana; Cush-cush de palha; Picadores; Desfibradores; Espalhadores; Esteira de cana desfibrada; Sustentação para eletroímã com carro móvel; Chute donelly; Esteira entre moendas - Arraste; Transportadores de corrente ou correia; Dosadores de bagaço (moega); Transportadores tipo redler; Elevadores de canecas para açúcar com corrente ou correia; Roscas transportadoras; Silos de estocagem com comportas hidráulicas ou eletrônicas; Sistema de acionamento em geral; Sistemas rodantes; Correntes transportadoras e de transmissão; Engrenagens lisas e bipartidas; Mancais ( de deslizamento e de rolamento); Eixos; Luvas de acoplamento rígida ou elástica; Taliscas; Reservatório de materiais; Galpões (com ou sem cobertura); Estrutura metálica em geral. Projetamos todos os equipamentos descritos ou fabricamos mediante projetos de terceiros.

5

6 2 MESA ALIMENTADORA TIPO A B C D E F G H I LS 1525 L2 152,4 63,5 28,57 19,05 41,20 9,52 44,45 98,40 45,6 50,4 120,6 16, LS 1532 L2 152,4 76,2 28,57 19,05 36,60 7,94 50,80 139,70 41,0 44,0 165,1 19, LS 9911 L2 152,4 76,2 31,75 22,22 36,60 9,52 57,15 136,53 43,5 49,5 165,1 21, LS 9912 L2 152,4 76,2 31,75 22,22 36,60 12,7 57,15 136,53 50,0 56,0 165,1 23, As correntes LS 9911 L2 e LS 9912 L2 poderão ser fornecidas com rolos Ø81mm. J K f

7 3 MESA ALIMENTADORA TIPO A B C D E F G H I J K L M N O LS 2100 F1 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 9,52 63,5 140,0 43,5 49,5 171,75 97,00 63,5 63,5 31,75 12,7 25, LS 2100 L2 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 9,52 63,5 140,0 43,5 49,5 171, , LS 2110 L2 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 12,7 63,5 140,0 50,0 56,0 171, , LS 1131 F1 203,2 81,0 31,75 22,22 36,6 9,52 63,5 98,25 43,5 49,5 165,00 98,25 76,2 80,0 31,75 12,7 23, LS 1132 F2 203,2 81,0 31,75 22,22 36,6 12,7 63,5 98,25 50,0 56,0 165,00 98,25 76,2 80,0 31,75 12,7 26, A medida "K" poderá ser alterada conforme a necessidade do cliente. P f

8 4 MESA ALIMENTADORA TIPO LS 2120 A1 D A B C D E F G H I J K L N O P f 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 9,52 63,5 46,25 43,5 49,5 55,55 115,0 85,0 20,0 50,0 24, LS 2120 A1 S 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 9,52 63,5 46,25 43,5 49,5 55,55 115,0 85,0 20,0 50,0 23, LS 2121 A1 D 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 12,70 63,5 46,25 50,0 56,0 55,55 115,0 85,0 20,0 50,0 26, LS 2121 A1 S 152,4 81,0 31,75 22,22 36,6 12,70 63,5 46,25 50,0 56,0 55,55 115,0 85,0 20,0 50,0 25,

9

10 6 MESA ALIMENTADORA TIPO A C D E F G H I J K L M N O P LS 1215 F1 203,20 49,0 25,4 40,0 12,7 69,85 265,07 56,4 64,60 300,00 100,0 120,0 76,20 36,50 15,87 30, LS 1218 F1 203,20 49,0 25,4 50,0 12,7 69,85 130,00 56,4 64,60 164,90 88,00 88,90 63,50 36,50 15,87 29, A aplicação da solda dura nas laterais, será executada em nossa fábrica opcionalmente. f

11 7 MESA ALIMENTADORA TIPO A C D E F G H I J K L M LS 1218 F B 203,20 49,0 25,4 50,0 12,7 69,85 136,00 56,4 64,60 170,90 91,00 35,00 29, A aplicação da solda dura nas laterais, será executada em nossa fábrica opcionalmente. f

12 8 ESTEIRA ENTRE MOENDAS TIPO A C D E F G H I J K M O P Q R LS 1455 F1 153,67 49,0 25,40 50,0 12,70 63,50 137,0 56,4 64,6 168,75 88,90 36,50 12,7 60,0 40,0 * 29, LS 1456 F1 153,67 49,0 25,40 50,0 12,70 69,85 137,0 56,4 64,6 171,90 88,90 36,50 12,7 60,0 40,0 * 32, LS 1457 F1 153,67 49,0 25,40 50,0 12,70 76,20 133,8 56,4 84,6 171,90 88,90 36,50 12,7 60,0 35,0 * 34, LS 1459 F1 153,67 49,0 30,00 50,0 12,70 76,20 137,0 56,4 64,6 175,10 88,90 36,50 15,87 60,0 40,0 * 37, LS 1557 F1 153,67 49,0 25,40 50,0 15,87 70,00 140,0 64,0 68,0 175,00 101,6 36,50 12,7 60,0 40,0 36, * LS 1501 F1 152,40 40,0 22,22 36,6 9,52 57,15 135,0 43,5 49,5 164,00 88,90 31,75 9,52 65,0 35,0 * 19, LS 1502 F1 152,40 40,0 22,22 36,6 12,70 57,15 135,0 50,0 58,0 166,00 101,6 31,75 12,7 65,0 35,0 23, * A aplicação da solda dura nas laterais, será executada em nossa fábrica opcionalmente. *Ângulo do aditamento. S f

13 9 ESTEIRA DE BAGAÇO TIPO A B C D E F G H I J K L M N O LS C S 101,60 50,80 25,40 15,87 33,00 7,94 41,27 50,80 38,30 42,70 80,00 110,00 76,20 9,53 13,50 40,0 12,70 15, LS 6 ESP 2C R 152,40 76,20 28,57 19,05 36,60 7,94 50,80 76,20 40,80 44,20 92,00 127,00 88,90 9,53 13,50 50,80 15, LS C R 152,40 81,00 31,75 22,22 36,60 9,52 57,15 76,20 43,50 49,50 92,00 127,00 88,90 9,53 13,50 50,80 15,87 25, P Q f LS 439 2C R 152,40 81,00 31,75 22,22 36,60 9,52 63,50 76,20 43,50 49,50 92,00 127,00 88,90 9,53 13,50 50,80 15,87 26, LS C S 152,40 81,00 31,75 22,22 36,60 9,52 57,15 76,20 43,50 49,50 92,00 127,00 88,90 9,53 13,50 50,80 15,87 25, LS C S 152,40 81,00 31,75 22,22 36,60 12,70 57,15 76,20 50,00 56,00 92,00 127,00 88,90 12,70 13,50 50,80 15,87 26, LS K50 2C S 152,40 81,00 31,75 22,22 36,60 9,52 63,50 76,20 43,50 49,50 92,00 127,00 88,90 9,53 13,50 50,80 15,87 26, LS K51 2C S 152,40 81,00 31,75 22,22 36,60 12,70 63,50 76,20 50,00 56,00 92,00 127,00 88,90 12,70 13,50 50,80 15,87 28, LS C S 203,20 81,00 31,75 22,22 36,60 12,70 63,50 101,60 50,00 56,00 92,00 170,00 120,00 12,70 13,50 50,80 15,87 28, As correntes LS C, LS C e LS C poderão ser fornecidas com rolo Ø 76,2mm. As correntes acima poderão ser fornecidas com suporte sem aditamento 2C.

14 10 ESTEIRA DE BAGAÇO TIPO A B C D E F G H I J K L M N O P Q LS C R 203,2 101,60 38,00 25,40 46,00 12,70 80,00 101,6 54,50 60,50 140,00 170,00 120,00 15,87 17,50 60,00 19,05 95,00 40, R f LS C S 203,2 101,60 38,00 25,40 46,00 12,70 80,00 101,6 54,50 60,50 140,00 170,00 120,00 15,87 17,50 60,00 19,05 95,00 40, As correntes acima, poderão ser fornecida com suporte sem aditamento 3C.

15 11 CUSH CUSH TIPO A C D E F G H I J K L M O P Q LS 7103 F2 78,1 28,57 19,05 30,00 7,94 41,27 15,0 37,0 41,0 54,4 90,0 56,0 10,90 9,52 56,0 75,0 12, R f

16 12 CUSH CUSH TIPO A C D E F G H I J K L M N O P LS 1030 F3 152,4 29,5 19,05 36,6 7,94 50, ,0 45,0 98, ,9 9,52 57,4 25,0 12, LS 1030 F4 152,4 38,0 19,05 36,6 7,94 50, ,0 45,0 105, ,8 10,9 9,52 55,4 33,5 12, LS 1031 F4 152,4 38,0 22,22 36,6 9,52 57, ,5 49,5 105, ,8 10,9 9,52 55,4 33,5 16, LS 1032 F4 152,4 38,0 22,22 36,6 12,7 57, ,0 56,0 105, ,8 14,3 9,52 55,4 33,5 20, Q R f

17 13 ELEVADOR DE CANECAS TIPO A C D E F G H I J K L M N O LS C102 B K2 101,6 35,0 19,05 55,0 9,52 44,45 33,78 52,5 58,50 66,67 76,00 44,45 82,5 15,00 15, f

18 14 TRAÇÃO PARA SECADOR DE AÇÚCAR TIPO A B C D E F G I J LS ,45 45,24 34,00 23,80 49,20 15,87 63,50 65,00 69,00 27, LS ,30 57,15 38,00 27,80 52,40 15,87 76,20 67,00 70,00 38, LS ,00 63,50 44,00 31,75 70,00 15,87 90,00 75,00 80,00 54, f

19 15 ESTEIRA DE FULIGEM VISTA POR A TIPO A C D E F G H I J K L M N O LS 7001 F2 150,0 29,50 19,05 29,0 7,94 50,80 32,30 37,0 41,0 75,30 74,50 173,5 7,94 14,30 11, LS 7002 F2 152,4 31,75 22,22 29,0 9,52 57,15 32,30 40,0 46,0 75,30 74,50 173,5 9,52 14,30 19, f

20 16 REDLER - INOX TIPO LS 7003 A C D E F G G1 H I J N T U f 150,00 38,00 22,22 40,00 7,94 63,50-32,50 48,00 45,00 213,00 426,00 300,0 13, LS ,00 38,00 22,22 40,00 7,94 63,50 101,60 27,00 49,00 43,00 220,00 440,00 300,0 19, LS ,00 35,00 22,22 35,00 5,00 100,00-25,00 43,00 37,00 190,00 380,00 200,00 12, LS ,60 38,00 22,22 45,00 5,00 70,00 100,00 28,40 44,00 43,00 203,20 406,00 203,20 15,

21 17 REDLER - INOX TIPO LS 7006 A C D E F G I J N T U V f 200,0 45,00 25,00 35,00 5,0 150,0 45,50 50,00 280,0 560,0 200,0 75,0 41,

22 18 TALISCA PARA ESTEIRA DE CANA O perfil acima poderá ser fabricado com ou sem mata-juntas. E com ou sem solda dura. As furações para fixação da corrente serão conforme solicitadas pelo cliente.

23 19 TALISCA PARA ESTEIRA DE BAGAÇO Comprimento, largura e espessura da chapa conforme solicitação do cliente.

24 20 TALISCA PARA ESTEIRA ENTRE MOENDAS As furações para fixação da corrente serão conforme solicitadas pelo cliente.

25

26

PASSO PASSO MANUAL TÉCNICO

PASSO PASSO MANUAL TÉCNICO MANUAL TÉCNICO Com sede em Piracicaba-SP, a Prolink Correntes é reconhecida no Brasil e América Latina como principal fabricante de correntes e equipamentos transportadores. Detém experiência e tecnologia

Leia mais

Apresentação. Segmentos de Atuação

Apresentação. Segmentos de Atuação Apresentação Desde sua fundação em 1991, a EQUIPAMENTOS LTDA, atua nos principais segmentos que movimentam a economia nacional. No início obteve êxito nas indústrias de suco e no decorrer dos anos foi

Leia mais

EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO BRIQUETE EQUIPAMENTOS: EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO DE BRIQUETE.

EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO BRIQUETE EQUIPAMENTOS: EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO DE BRIQUETE. EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO DE BRIQUETE. 1 SUMARIO 1.1 Sistema de exaustão... 3 1.2 Moega de carvão... 6 1.3 Redler 1... 7 1.4 Moinho de martelos... 8 1.5 Rosca transportadora embaixo do moinho de martelos...

Leia mais

- FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS PARA INDÚSTRIA DE RAÇÃO E DERIVADOS; - FABRICAÇÃO DE ESTRUTURAS METÁLICAS.

- FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS PARA INDÚSTRIA DE RAÇÃO E DERIVADOS; - FABRICAÇÃO DE ESTRUTURAS METÁLICAS. - FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS PARA INDÚSTRIA DE RAÇÃO E DERIVADOS; - FABRICAÇÃO DE ESTRUTURAS METÁLICAS. Máquinas Para Agroindústrias METALÚRGICA LTDA ME A empresa Metalúrgica Maggisan foi fundada no ano de

Leia mais

OS PAINÉIS DE CONTROLE E COMANDO DOS EQUIPAMENTOS ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA PROPOSTA

OS PAINÉIS DE CONTROLE E COMANDO DOS EQUIPAMENTOS ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA PROPOSTA Rio de Janeiro, 02 de dezembro de 2011. UNIDADE TRIAGEM E RECICLAGEM E INCLUSÃO SOCIAL E VALORIZAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS. 01. Proposta Simplificada PRODUTO QUANTIDADE VALOR UNITÁRIO VALOR TOTAL

Leia mais

TRANSPORTADORES DE CORREIA - ZL EQUIPAMENTOS

TRANSPORTADORES DE CORREIA - ZL EQUIPAMENTOS . 1. DESCRIÇÃO Os Transportadores de correia projetados e fabricados pela ZL Equipamentos são uma solução ideal para o transporte de materiais a granel a um custo muito baixo. Sua construção é compacta

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais

Sistema de Limpeza de Cana

Sistema de Limpeza de Cana Sistema de Limpeza de Cana Edgar S Tsunoda, Elias Vicente, Lucas Glad, Reginaldo K Shiguedomi, Sérgio L Corinto, Tiago J R Alves Introdução: A matéria prima cana-de-açúcar vem mudando com a introdução

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS SISTEMA DE ARQUIVO DESLIZANTE ORGÃO GERENCIADOR:

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS SISTEMA DE ARQUIVO DESLIZANTE ORGÃO GERENCIADOR: ATA DE REGISTRO DE PREÇOS SISTEMA DE ARQUIVO DESLIZANTE ORGÃO GERENCIADOR: Código UASG: 393003 Pregão Eletrônico SRP n 511/14 Vigência: 26/11/2014 a 25/11/2015 Sr. Luciano Sacramento Fone: (61) 3315-4241/4601

Leia mais

USADOS atualização 09.10.15

USADOS atualização 09.10.15 biomassa Marca: Vanmaq. Largura da boca de 500 mm, altura de passagem de 150 mm. Esteira de entrada de 3500 mm. Polia para motor principal. 1 chave reversora, com correias torque team. 2 redutores e 2

Leia mais

As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras

As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras APRESENTAÇÃO As esteiras porta cabos Selftrak proporcionam movimentação eficiente e segura de cabos e mangueiras em unidades móveis de máquinas e equipamentos. Protegem cabos e mangueiras contra abrasão,

Leia mais

4 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes

4 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes 3 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes Este capítulo apresenta os resultados gerais obtidos para duas pontes rolantes de áreas distintas da empresa, a ponte rolante 6 e a 2 (risco

Leia mais

CORRENTES. A transmissão por corrente de rolo é um meio altamente eficiente e versátil para transmitir potência mecânica em aplicações industriais.

CORRENTES. A transmissão por corrente de rolo é um meio altamente eficiente e versátil para transmitir potência mecânica em aplicações industriais. CORRENTES Definição A transmissão por corrente de rolo é um meio altamente eficiente e versátil para transmitir potência mecânica em aplicações industriais. A corrente de rolo é tão flexível como as correias

Leia mais

COTIP Colégio Técnico e Industrial de Piracicaba (Escola de Ensino Médio e Educação Profissional da Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba)

COTIP Colégio Técnico e Industrial de Piracicaba (Escola de Ensino Médio e Educação Profissional da Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba) 1 MOENDAS 1. Moendas Conjunto de 04 rolos de moenda dispostos de maneira a formar aberturas entre si, sendo que 03 rolos giram no sentido horário e apenas 01 no sentido antihorário. Sua função é forçar

Leia mais

Para peças de reposição e Discos de Plantio acesse nossa Loja Virtual: www.knapik.com.br

Para peças de reposição e Discos de Plantio acesse nossa Loja Virtual: www.knapik.com.br Para peças de reposição e Discos de Plantio acesse nossa Loja Virtual: www.knapik.com.br INDÚSTRIA MECÂNICA KNAPIK LTDA - EPP Rua Prefeito Alfredo Metzler, 480 - Bairro Santa Rosa - Porto União - SC Site:

Leia mais

CORREIA TRANSPORTADORA FACULDADE CAMPO REAL ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 4º SEMESTRE

CORREIA TRANSPORTADORA FACULDADE CAMPO REAL ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 4º SEMESTRE CORREIA TRANSPORTADORA FACULDADE CAMPO REAL ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 4º SEMESTRE ACADÊMICOS: ANDERSON GOMES EVERSON SCHWAB JOSÉ OSMAR GERSON NESTOR DE SOUZA Dados Históricos Data do século 17, utilizadas

Leia mais

Prestamos serviços de instalação de correias, emendas vulcanizadas,

Prestamos serviços de instalação de correias, emendas vulcanizadas, APRESENTAÇÃO. A União Correias é uma empresa especializada em CORREIAS TRANSPOTARDORAS E TRANSMISSÃO para os diversos seguimentos industriais e agrícolas. Fornecendo correias resistentes a diversos fatores

Leia mais

TRANSPORTADORES DE CORREIA

TRANSPORTADORES DE CORREIA 1. DESCRIÇÃO Os Transportadores de correia é a solução ideal para o transporte de materiais sólidos a baixo custo. Sua construção é compacta e com excelente desempenho funcional. Sua manutenção é simples

Leia mais

Local:, de 2.011. Nome por Extenso: RG nº ASSINATURA

Local:, de 2.011. Nome por Extenso: RG nº ASSINATURA COMPROVANTE RETIRADA DA RETIFICAÇÃO DO EDITAL FIRMA: ENDEREÇO: CIDADE: ESTADO: FONE: ( ) e-mail MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL Nº 024/2011 PROCESSO Nº 058/2011 OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DIVERSOS:

Leia mais

SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E MONTAGENS DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS

SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E MONTAGENS DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E MONTAGENS DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS A garante a qualidade máxima do produto que fabrica garantido pelas normas internacionais. Oferece, além disso, uma equipe de profissionais

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros Instrução Técnica Nº 027/2010 EM REVISÃO Armazenamento em Silos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação

Leia mais

Mecânica I (FIS-14) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá Sala 2602A-1 Ramal 5785 rrpela@ita.br www.ief.ita.br/~rrpela

Mecânica I (FIS-14) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá Sala 2602A-1 Ramal 5785 rrpela@ita.br www.ief.ita.br/~rrpela Mecânica I (FIS-14) Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá Sala 2602A-1 Ramal 5785 rrpela@ita.br www.ief.ita.br/~rrpela Onde estamos? Nosso roteiro ao longo deste capítulo A equação do movimento Equação do movimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP Nº 02/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de fornecimento, entrega e instalação

Leia mais

Transmissão de Movimento

Transmissão de Movimento Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03204 Mecânica Aplicada * Transmissão de Movimento 1. Introdução A transmissão

Leia mais

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES

Pregão 003/2006 Alteração 01 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES Pregão 003/2006 Alteração ESPECIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE ARQUIVAMENTO COMPOSTO DE MÓDULOS DE ARQUIVOS DESLIZANTES ITEM O1 Sistema de arquivamento composto de módulos de arquivos deslizantes, com acionamento

Leia mais

ANEXO ÚNICO MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ITEM QTD. DISCRIMINAÇÃO NCM AQUECEDORES PARA TRATAMENTO DE CALDO PARA FÁBRICA

ANEXO ÚNICO MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ITEM QTD. DISCRIMINAÇÃO NCM AQUECEDORES PARA TRATAMENTO DE CALDO PARA FÁBRICA Decreto nº 2.740/06 ANEXO ÚNICO MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ITEM QTD. DISCRIMINAÇÃO NCM 1 02 AQUECEDORES PARA TRATAMENTO DE CALDO PARA FÁBRICA 8438.30.00 2.9 FÁBRICA DE AÇÚCAR PLANUSI - 8000 SACOS/DIA 2.1

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 27/2010 Armazenamento em silos SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

2 Montagem do Eixo X

2 Montagem do Eixo X 2 Montagem do Eixo X Lista de componentes Eixo X 2 x Haste lisa cromada Ø 8 mm x 370 mm 4 x Parafuso M3 x 10 mm - DIN-912 classe 8.8 preto 2 x Parafuso M3 x 16 mm - DIN-912 classe 8.8 preto 2 x Parafuso

Leia mais

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom

CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom CATÁLOGO Network, Datacom e Telecom 20 GABINETES Linha EF São diversas opções de gabinetes tanto para ambientes limpos quanto para o chão de fábrica, que comportam de a 1.000 de equipamentos. GABINETES

Leia mais

DTGHV_20130524. Características e especificações técnicas sujeitas a alterações sem prévio aviso./ Fotos meramente ilustrativas. pág.

DTGHV_20130524. Características e especificações técnicas sujeitas a alterações sem prévio aviso./ Fotos meramente ilustrativas. pág. DT_20130524 GUILHOTINA HIDRÁULICA DE ÂNGULO VARIÁVEL MARCA NEWTON LINHA Características e especificações técnicas sujeitas a alterações sem prévio aviso./ Fotos meramente ilustrativas. pág. 1/5 DT_20130524

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS 1. ESTRUTURA E BLINDAGEM DOS MODULOS 1.1 - Estruturas Laterais Externas Deverão ser confeccionadas em chapa de aço SAE1010 #18, com varias dobras formando colunas, sem quinas ou

Leia mais

Introdução. elementos de apoio

Introdução. elementos de apoio Introdução aos elementos de apoio A UU L AL A Esta aula - Introdução aos elementos de apoio - inicia a segunda parte deste primeiro livro que compõe o módulo Elementos de máquinas. De modo geral, os elementos

Leia mais

SUPORTE LATERAL componentes. VARANDA componentes. SUPORTE LATERAL componentes. Tel: 55 11 4177-2244 plasnec@plasnec.com.br l www.plasnec.com.

SUPORTE LATERAL componentes. VARANDA componentes. SUPORTE LATERAL componentes. Tel: 55 11 4177-2244 plasnec@plasnec.com.br l www.plasnec.com. VARANDA 5 6 9 SUPORTE LATERAL 12 4 7 10 8 Código: 17010101 Descrição: Conjunto suporte lateral regulável Ø 13mm: 1 - Manopla - PA rosca M10 SS 304 2 - Arruela - M12 24mm SS 304 3 - Olhal - M10 PA M10 SS

Leia mais

Empresa...02. Segmentos de Mercado...03. Completa Gama de Fornecimento em Elos de Esteira...04. Elos de Esteira para Grãos...05

Empresa...02. Segmentos de Mercado...03. Completa Gama de Fornecimento em Elos de Esteira...04. Elos de Esteira para Grãos...05 COMPLEXO GRÃOS Índice Empresa...02 Segmentos de Mercado...03 Completa Gama de Fornecimento em Elos de Esteira...04 Elos de Esteira para Grãos......05 Outros Componentes para Grãos......06 Peças de Reposição......07

Leia mais

A MELHORIA CONTÍNUA PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA

A MELHORIA CONTÍNUA PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA A MELHORIA CONTÍNUA PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA Compromisso da Diretoria A GTECC tem como foco atender às expectativas do cliente de forma planejada, oferecendo soluções de Engenharia, Construção

Leia mais

RESISTÊNCIA À FLEXÃO EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

RESISTÊNCIA À FLEXÃO EXERCÍCIOS RESOLVIDOS CONTROLE DE QUALIDADE INDUSTRIAL RESISTÊNCIA À FLEXÃO EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Claudemir Claudino 2014 1 Semestre 4) Dimensionar a estrutura representada a seguir com relação à flexão, considerando que a

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS BARBOSA SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS BARBOSA SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: MÓVEIS PARA SECRETARIA DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS RUA ASSIS BRASIL, 11, CENTRO CARLOS BARBOSA GENERALIDADES O presente documento tem por objetivo: Instruir as condições que

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Oferecemos a nossos clientes máquinas e equipamentos econômicos e eficientes, com atenção personalizada segundo suas necessidades.

APRESENTAÇÃO. Oferecemos a nossos clientes máquinas e equipamentos econômicos e eficientes, com atenção personalizada segundo suas necessidades. PORTFÓLIO Mecânica APRESENTAÇÃO A ProjeCrea é uma empresa que desenvolve soluções personalizadas integrais para: agroindústrias, metalúrgicas, indústrias e locais comerciais gerais. Temos parcerias com

Leia mais

BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO

BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO BOMBA CENTRÍFUGA FBRL20B MONO-ESTÁGIO MANUAL TÉCNICO Série: FBRL20B Aplicação Desenvolvida para trabalhar com líquidos limpos ou turvos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas,

Leia mais

LIMPEZA DE CANA A SECO TECNOLOGIA EMPRAL

LIMPEZA DE CANA A SECO TECNOLOGIA EMPRAL LIMPEZA DE CANA A SECO TECNOLOGIA EMPRAL 1 Novas necessidades da indústria - Redução do consumo de água - Proibição da queimada da cana de açúcar - Mecanização da colheita de cana de açúcar 2 Interferência

Leia mais

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha Cursos Eletrônica e Mecânica. Projeto Eólico

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha Cursos Eletrônica e Mecânica. Projeto Eólico Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha Cursos Eletrônica e Mecânica Projeto Eólico DARLAN ROSA DA SILVA GUILHERME GRÜN GUILHERME LEMOS DE CAMPOS PEDRO HEPS ORIENTADORES: FÍSICA E PROJETOS

Leia mais

Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Ø30mm. Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência

Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Ø30mm. Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Acessórios p/ Pessoas Portadoras de De iciência Ø30mm Barra recta 300 Inox 304 Barra recta 450 Inox 304 Barra recta 600 Inox 304 Barra recta 800 Inox 304 Barra recta 1000 Inox 304 Barra apoio ângulo 130⁰

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Técnico em Mecânica A respeito das bombas centrífugas é correto afirmar: A. A vazão é praticamente constante, independentemente da pressão de recalque. B. Quanto

Leia mais

Usinas de Asfalto LINTEC-IXON, soluções completas para seu negócio.

Usinas de Asfalto LINTEC-IXON, soluções completas para seu negócio. USINAS DE ASFALTO Usinas de Asfalto LINTEC-IXON, soluções completas para seu negócio. Lintec-Ixon Ind. e Com. de Máquinas e Equipamentos Ltda Santa Rosa - RS +55 55 3511 9700 comercial@lintec-ixon.com.br

Leia mais

KRC-4000 KRC-3000 KRC-30 KRC-50

KRC-4000 KRC-3000 KRC-30 KRC-50 KRC-4000 Capacidade de Carga: 4.000kg De medição: Diam. Mín. = 2,5mm² - Diam. Máx. = 500mm² De Bobinas: Diam. Máx. = 2.500mm - Largura = 1.500mm Comprimento: 500mm cada cavalete Largura: 2.500mm cada cavalete

Leia mais

A LINTEC-IXON foi fundada em 1995, sediada na cidade de Santa Rosa, no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

A LINTEC-IXON foi fundada em 1995, sediada na cidade de Santa Rosa, no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. HISTÓRIA A LINTEC-IXON foi fundada em 1995, sediada na cidade de Santa Rosa, no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Ao longo dos anos, vem investindo na qualificação de seus colaboradores

Leia mais

Miguel C. Branchtein, Delegacia Regional do Trabalho no Rio Grande do Sul

Miguel C. Branchtein, Delegacia Regional do Trabalho no Rio Grande do Sul DETERMINAÇÃO DE CONDIÇÃO DE ACIONAMENTO DE FREIO DE EMERGÊNCIA TIPO "VIGA FLUTUANTE" DE ELEVADOR DE OBRAS EM CASO DE QUEDA DA CABINE SEM RUPTURA DO CABO Miguel C. Branchtein, Delegacia Regional do Trabalho

Leia mais

Dimensionamento dos Transformadores

Dimensionamento dos Transformadores BEV.LAS.00..0 Data execução.0.0 Revisão 00 Dimensionamento dos Transformadores Localização: Geral Cliente: Aliança Engenheiros Associados S/S Ltda Projetista: CEA Av. de Maio,, andar, salas 0/0 Eng. Resp.:

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Buchas Guias Mancais de Deslizamento e Rolamento Buchas Redução de Atrito Anel metálico entre eixos e rodas Eixo desliza dentro da bucha, deve-se utilizar lubrificação.

Leia mais

Obrigado por adquirir os produtos Formare. Você escolheu qualidade e a Formare Metais preza por isso.

Obrigado por adquirir os produtos Formare. Você escolheu qualidade e a Formare Metais preza por isso. Obrigado por adquirir os produtos Formare. Você escolheu qualidade e a Formare Metais preza por isso. TERMOS UTILIZADOS VÃOS 1- VÃOS TRANSPORTE, RECEBIMENTO E ARMAZENAGEM 1.1 - TRANSPORTE 1 - TRANSPORTE,

Leia mais

Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada

Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada Simples aspiração Dupla aspiração Duplex Rotores de alumínio Rotores chapa galvanizada Fábrica: Av. Brasil, 20.151 Coelho Neto Rio de Janeiro CE 21.530-000 Telefax: (21) 3372-8484 vendas@trocalor.com.br

Leia mais

Automatizadores Sistema DC

Automatizadores Sistema DC 2 A Atron é uma marca jovem do grupo Atriumdesign que atua á mais de duas décadas no segmento de construção, decoração e engenharia, da qual fabrica portas especiais e também importa ferragens de altíssima

Leia mais

INFRA-ESTRUTURA DE FÁBRICA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE USINAGEM

INFRA-ESTRUTURA DE FÁBRICA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE USINAGEM INFRA-ESTRUTURA DE FÁBRICA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE USINAGEM Com uma área construída de mais de 20.000m 2, a FEZER conta com equipamentos de usinagem computadorizados e convencionais dos mais variados

Leia mais

FIXADORES ASTM A325 FORÇA DE PROTENSÃO MÍN. FORÇA DE RUPTURA MÍN. LBF kgf LBF 1/2-13 UNC 5/8-11 UNC

FIXADORES ASTM A325 FORÇA DE PROTENSÃO MÍN. FORÇA DE RUPTURA MÍN. LBF kgf LBF 1/2-13 UNC 5/8-11 UNC Fixadores de alta resistência, empregados em ligações parafusadas estruturais e indicados em montagens de maior responsabilidade. Fabricados em aço de alta resistência e tratados termicamente, os parafusos

Leia mais

Introdução. Mudanças na forma de utilizar

Introdução. Mudanças na forma de utilizar Introdução Para você que já possuía e já conhecia os produtos Modelix, existe uma novidade na área de mecânica. Agora as polias Modelix evoluíram e, ao invés de serem de metal e com furo redondo, elas

Leia mais

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE

BOMBA DE ENGRENAGENS EXTERNAS FBE MANUAL TÉCNICO Série: FBE Aplicação Desenvolvida para trabalhar com fluidos viscosos, em inúmeras aplicações, tais como indústrias químicas, petroquímicas, papel, polpa, siderúrgica, mineração, alimentícia,

Leia mais

SISTEMA DE ESTANTES MOVIPACK

SISTEMA DE ESTANTES MOVIPACK SISTEMA DE ESTANTES MOVIPACK MOVIPACK é um sistema de estantes móveis deslizando sobre carris. A vantagem óbvia do sistema é o aproveitamento de espaço em comparação com as estantes fixas que requerem

Leia mais

4 pólos (n = 1800 rpm) 8 pólos (n = 900 rpm) 1,5 2,2 3,0 3,7 4,4 5,5 7,5 9,2 11,0 15,0 18,5 22,0 30,0 37,0 45,0 55,0 75,0 92,0 110,0

4 pólos (n = 1800 rpm) 8 pólos (n = 900 rpm) 1,5 2,2 3,0 3,7 4,4 5,5 7,5 9,2 11,0 15,0 18,5 22,0 30,0 37,0 45,0 55,0 75,0 92,0 110,0 VULBRAFLEX VB GENERALIDADES O VULBRAFLEX é um acoplamento flexível e torcionalmente elástico. Sua flexibilidade permite desalinhamentos radiais, axiais e angulares entre os eixos acoplados e ainda, sendo

Leia mais

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais DRIVESYSTEMS. Sistema modular para maior flexibilidade

Intelligent Drivesystems, Worldwide Services. Redutores industriais DRIVESYSTEMS. Sistema modular para maior flexibilidade Intelligent Drivesystems, Worldwide Services BR PT Sistema modular para maior flexibilidade NORD Intelligent Drivesystems, Worldwide Services As vantagens dos redutores industriais NORD n Maior precisão

Leia mais

11º SBA SEMINÁRIO BRASILEIRO AGROINDUSTRIAL 27 E 28 DE OUTUBRO DE 2010 IMPUREZAS DA CANA

11º SBA SEMINÁRIO BRASILEIRO AGROINDUSTRIAL 27 E 28 DE OUTUBRO DE 2010 IMPUREZAS DA CANA 11º SBA SEMINÁRIO BRASILEIRO AGROINDUSTRIAL 27 E 28 DE OUTUBRO DE 2010 IMPUREZAS DA CANA IMPUREZAS DA CANA SEPARAÇÃO DAS IMPUREZAS EM MESA E ESTEIRA DE CANA PICADA POTÊNCIAS INSTALADAS E CONSUMIDAS EFICIÊNCIA

Leia mais

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS CONTROLE DE QUALIDADE INDUSTRIAL Aula 06 CISALHAMENTO

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS CONTROLE DE QUALIDADE INDUSTRIAL Aula 06 CISALHAMENTO CONTROLE DE QUALIDADE INDUSTRIAL Cálculo de solda de filete Resistências de cálculo a solicitação de cálculo é igual à resultante vetorial de todas as forças de cálculo na junta que produzam tensões normais

Leia mais

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO Equipamento: COLETOR COMPACTADOR DE LIXO 10 m³ Modelo : CCL-10 Aplicação: Coleta de resíduos domésticos e/ou industriais,selecionados ou não Fabricante: VEMAQ - Indústria Mecânica de Máquinas Ltda 1 -

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2

CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 CATÁLOGO TÉCNICO 2013-2 PRODUTO CONTRA PONTO MESA DIVISORA HV-240 TAMBOR GRADUADO - Pode ser acoplado no lugar do disco perfurado sendo possível fazer divisões de 2 em 2 minutos. FLANGE PORTA PLACA - Para

Leia mais

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS

UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS VENTILADORES AXIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA DE VENTILADORES AXIAL Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: EAFN 500 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação G = Gabinete

Leia mais

COMO REDUZIR AS PERDAS INDUSTRIAIS ATUANDO SOBRE A LIMPEZA DE CANA. Carlos A. Tambellini

COMO REDUZIR AS PERDAS INDUSTRIAIS ATUANDO SOBRE A LIMPEZA DE CANA. Carlos A. Tambellini COMO REDUZIR AS PERDAS INDUSTRIAIS ATUANDO SOBRE A LIMPEZA DE CANA. Carlos A. Tambellini 1 1.0 COLHEITA / TRANSPORTE / RECEPÇÃO DE CANA - HISTÓRICO 1ª FASE (1960/ 70): Cana queimada Corte manual Carregamento

Leia mais

FIXAÇÃO EIXO-EIXO ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS PMR 2201 1. FUNÇÕES:

FIXAÇÃO EIXO-EIXO ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS PMR 2201 1. FUNÇÕES: PMR 2201 FIXAÇÃO EIXO-EIXO 1. FUNÇÕES: Permitir a montagem, desmontagem e/ou manutenção de equipamentos Compensar e/ou absorver desalinhamentos entre eixos Absorver ou isolar vibrações e choques Permitir

Leia mais

Linha de MOVIMENTAÇÃO

Linha de MOVIMENTAÇÃO Linha de MOVIMENTAÇÃO 2010 Empilhadeira Elétrica MEE 1.5 Ton MEE 2.0 Ton As Empilhadeiras Elétricas Menegotti são totalmente automatizadas, possuem controles de velocidade para deslocamento do equipamento

Leia mais

VENTILADOR INDUSTRIAL

VENTILADOR INDUSTRIAL VENTILADOR INDUSTRIAL UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES INDUSTRIAIS Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: E L D I 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³

UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³ UNIDADE DE TAPA - BURACO MAR 9000-5m³ A Unidade de Tapa Buraco da Marelli modelo MAR-9000, é um equipamento compacto, com vários acessórios que permite um melhor desempenho, agilidade, eficácia, atendendo

Leia mais

LINHA SUPER LEVE. Modelo: PSL. Proger/Leasing/CDC/Finame/Cartão BNDES. Av. Um, 142 - Parque Veneza Santana do Paraíso - MG CEP 35167-000

LINHA SUPER LEVE. Modelo: PSL. Proger/Leasing/CDC/Finame/Cartão BNDES. Av. Um, 142 - Parque Veneza Santana do Paraíso - MG CEP 35167-000 LINHA SUPER LEVE Proger/Leasing/CDC/Finame/Cartão BNDES Modelo: PSL Av. Um, 142 - Parque Veneza Santana do Paraíso - MG CEP 35167-000 (31) 3618 9001 (31) 3822 8193 contato@helpcarplataformas.com.br LINHA

Leia mais

Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral.

Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral. 2 A Empresa Há mais de 10 anos, a OMNI CS faz um trabalho diferenciado no campo da mineração e tratamento mineral. Isso mostra porque, hoje é uma referência no mercado nacional, com clientes em vários

Leia mais

PROJETO / PROJECT - OFFICE USA 9801, Westheimer, Suite 302, Houston. Texas - Zip: 77042. (977) 399-0250 - Code 143*732231*17

PROJETO / PROJECT - OFFICE USA 9801, Westheimer, Suite 302, Houston. Texas - Zip: 77042. (977) 399-0250 - Code 143*732231*17 Página 1 de 7 ROLETES MOTRIZES e BERÇOS PARA APOIO PERMANENTE DE LINHAS, UTILIZADOS NA CONTRUÇÃO DE DUTOS EM PIPE-SHOP COM LANÇAMENTO POR DESPACHO DOS TUBOS INTEGRALMENTE SOLDADOS FORA DE AMBIENTES CONFINADOS

Leia mais

Calibradores de Minerais

Calibradores de Minerais uma Companhia Astec Industries Calibradores de Minerais Calibradores de Minerais/Calibradores de Rolos para Aplicações Primárias/Secundárias e Terciárias A gama Osborn de Calibradores de Rolos de Eixo

Leia mais

ESQUADREJADORA. Princípios principais de utilização e precauções:

ESQUADREJADORA. Princípios principais de utilização e precauções: ESQUADREJADORA A esquadrejadora é uma máquina de serra circular que permite realizar cortes rectos de precisão, vazados ou interrompidos, de peças de grande dimensão. É constituída por um corpo com mesa

Leia mais

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!!

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! D I S T R I B U I D O R Introdução Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! A NEW AUTOMATIZADORES atua no mercado nacional há 1 ano, distribuindo para todo Brasil e America Latina.

Leia mais

JATEAMENTO - INTRODUÇÃO APLICAÇÃO

JATEAMENTO - INTRODUÇÃO APLICAÇÃO www.sinto.com.br JATEAMENTO - INTRODUÇÃO APLICAÇÃO O Jateamento com abrasivo é um método de trabalho a frio que consiste no arremesso de partículas contra uma determinada superfície, a elevadas velocidades,

Leia mais

Tudo no Brasil favorece a produção da sua usina: o clima, o solo e o inox.

Tudo no Brasil favorece a produção da sua usina: o clima, o solo e o inox. Tudo no Brasil favorece a produção da sua usina: o clima, o solo e o inox. Criada em 2011, como resultado do desmembramento do setor inox da ArcelorMittal, a Aperam surgiu como um player global em aços

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Definição Eixos e Árvores Cabos Definição Função: Transmissão de potênica e movimento (direção). Definição As transmissões entre os elementos podem se realizar: Por

Leia mais

Você já pensou o que seria do ser humano

Você já pensou o que seria do ser humano A UU L AL A Eixos e árvores Você já pensou o que seria do ser humano sem a coluna vertebral para lhe dar sustentação. Toda a estrutura de braços, pernas, mãos, pés seria um amontoado de ossos e músculos

Leia mais

EQUIPAMENTO AGRÍCOLA

EQUIPAMENTO AGRÍCOLA EQUIPAMENTO AGRÍCOLA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Aproveite a força do seu trator! Práticos, versáteis e seguros, os equipamentos com alternadores da linha Agribam, do grupo Bambozzi, são ideais para propriedades

Leia mais

Robustez e alta velocidade com a garantia de cortes de alta precisão.

Robustez e alta velocidade com a garantia de cortes de alta precisão. METAL MECÂNICA AUTOCUT 4.0P HDX/2HDX Robustez e alta velocidade com a garantia de cortes de alta precisão. AutoCut 4.0P HDX/2HDX A AutoCut 4.0P é uma máquina CNC para corte de chapas de aço-carbono, aço

Leia mais

Casp. Soluções completas em equipamentos para o agronegócio.

Casp. Soluções completas em equipamentos para o agronegócio. INSTITUCIONAL INSTITUCIONAL Casp Soluções completas em equipamentos para o agronegócio. A Casp é considerada no mercado brasileiro como uma das maiores indústrias de máquinas e equipamentos para avicultura,

Leia mais

Eletroduto de PVC Rígido Roscável

Eletroduto de PVC Rígido Roscável Eletroduto de PVC Rígido Roscável Localização no Website TIGRE: Obra Predial Eletricidade Eletroduto roscável Função: Proteção mecânica para instalações elétricas embutidas. Aplicação: instalações elétricas

Leia mais

Semeadoras. Plantadora de linha, hidráulica, plantio direto, pequena propriedade. Moderna, versátil e resistente. Planta soja, milho, feijão e sorgo.

Semeadoras. Plantadora de linha, hidráulica, plantio direto, pequena propriedade. Moderna, versátil e resistente. Planta soja, milho, feijão e sorgo. Semeadoras 1. Semeadora MAX Seed Line Plantadora de linha, hidráulica, plantio direto, pequena propriedade. Moderna, versátil e resistente. Planta soja, milho, feijão e sorgo. Características: Distribuição

Leia mais

Ampla estrutura para melhor atendê-lo.

Ampla estrutura para melhor atendê-lo. Ampla estrutura para melhor atendê-lo. A Usimarch Equipamentos Industriais é uma empresa que vem crescendo constantemente, pois está baseada na experiência de seus diretores, que atuam no setor industrial

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Correias e Polias Correntes Definição Polia: São peças cilíndricas, movimentadas pela rotação do eixo do motor e pelas correias. Correias: É o elemento da máquina que,

Leia mais

COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL LAR UIA - UIS CATÁLOGO DE MÁQUINAS/EQUIPAMENTOS PARA VENDA

COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL LAR UIA - UIS CATÁLOGO DE MÁQUINAS/EQUIPAMENTOS PARA VENDA COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL LAR UIA - UIS CATÁLOGO DE MÁQUINAS/EQUIPAMENTOS PARA VENDA 2014 2 SUMÁRIO Sumário ALIMENTADOR CHOAITEC... 5 BALANÇA CLASSIFICADORA... 5 BALANÇA E EMBALADORA - SPEED BATCHER...

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Curso de Engenharia de Produção Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Introdução: Um rebite compõe-se de um corpo em forma de eixo cilíndrico e de uma cabeça. A cabeça pode ter vários formatos. Os rebites

Leia mais

Avaliação de Desempenho de Equipamentos Eletrorrurais

Avaliação de Desempenho de Equipamentos Eletrorrurais XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Avaliação de Desempenho de Equipamentos Eletrorrurais Frederico Stark Rezende Gutemberg

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 10 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais

Cana Crua X Extração. A Usina em números 13º Seminário Brasileiro Agroindustrial Ribeirão Preto SP 24 e 25/10/2012

Cana Crua X Extração. A Usina em números 13º Seminário Brasileiro Agroindustrial Ribeirão Preto SP 24 e 25/10/2012 Cana Crua X Extração A Usina em números 13º Seminário Brasileiro Agroindustrial Ribeirão Preto SP 24 e 25/10/2012 Índice Evolução do Sistema de Limpeza...03 Influência da Limpeza na Extração...29 Avaliação

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO DO: APARELHO PARA CONTROLE DE MOENDA MODELO: MD-RT-1000

DESCRITIVO TÉCNICO DO: APARELHO PARA CONTROLE DE MOENDA MODELO: MD-RT-1000 QUEM FAZ A VENDA É DEUS NÓS SOMENTE EXECUTAMOS OS SERVIÇOS COM A AJUDA DELE RUN TIME Automação Industrial & Metrologia Rua Francisco da Silva, 140 Jardim Cajubá Sertãozinho/SP CEP: 14177-105 Telefax: 16-2105-6600

Leia mais

Divisão Construção Civil PUR/PIR Av. Nações Unidas, 12551 conj. 2404 - WTC 04578-903 São Paulo - SP - Brasil Fone: +55 11 3043-7883 Fax: +55 11

Divisão Construção Civil PUR/PIR Av. Nações Unidas, 12551 conj. 2404 - WTC 04578-903 São Paulo - SP - Brasil Fone: +55 11 3043-7883 Fax: +55 11 1 Por que usar termoisolamento em PUR/PIR? 2 Soluções para canteiro de obra Danica. 3 Premissas construtivas 2.2.2 - COBERTURAS: A cobertura terá telhas termoisolantes com espessura de 30 mm com isolamento

Leia mais

Visão geral do processamento de cimento. Produtos e soluções de transmissão de potência para o processamento de cimento

Visão geral do processamento de cimento. Produtos e soluções de transmissão de potência para o processamento de cimento Visão geral do processamento de cimento Produtos e soluções de transmissão de potência para o processamento de cimento Escolha a Rexnord para ajudá-lo a produzir hoje o cimento de amanhã. Da especificação

Leia mais

BrikStar CM. Prensa hidráulica de briquetagem D GB. Sempre uma idéia a frente

BrikStar CM. Prensa hidráulica de briquetagem D GB. Sempre uma idéia a frente BrikStar CM Prensa hidráulica de briquetagem Sempre uma idéia a frente D GB BrikStar Prensa hidráulica de briquetagem BrikStar CM BrikStar CM de 4 até 11 kw As prensas de briquetagem da série BrikStar

Leia mais

TUBOS EM AÇO CARBONO COM SOLDA HELICOIDAL CONFORME NORMA NBR 5622

TUBOS EM AÇO CARBONO COM SOLDA HELICOIDAL CONFORME NORMA NBR 5622 TUBOS EM AÇO CARBONO COM SOLDA HELICOIDAL CONFORME NORMA NBR 5622 APRESENTAÇÃO Atuando no mercado desde 1988, a DRAGTEC, empresa conceituada no mercado de tubos, apresenta sua linha de produtos para comercialização,

Leia mais

PPMEC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PROCESSO SELETIVO DO SEGUNDO SEMESTRE DE 2014

PPMEC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PROCESSO SELETIVO DO SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI PPMEC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PROCESSO SELETIVO DO SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 PROVA DE SIMULAÇÃO NUMÉRICA DO COMPORTAMENTO DOS MATERIAIS

Leia mais

Sempre presente nos melhores momentos da sua vida.

Sempre presente nos melhores momentos da sua vida. Sempre presente nos melhores momentos da sua vida. Linha de Dobradiças AL2 Modul Design atualizado. Braço com técnica de montagem por deslizamento. Ajuste lateral e ajuste de profundidade. Ângulo de abertura

Leia mais

catálogo de PRodutos

catálogo de PRodutos catálogo de PRodutos Linhas de trabalho Equipamentos como os fabricados pela eixomaq reduzem o esforço físico, tornando a jornada de trabalho muito mais prática e produtiva, além de, na maioria das vezes,

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 9 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais