O ITI e a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O ITI e a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira"

Transcrição

1 O ITI e a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira Viviane Regina Lemos Bertol Coordenadora-Geral de Normalização e Pesquisa

2 O ITI Autarquia Federal, ligada à Casa Civil da Presidência da República Criada para ser a AC-Raiz da ICP-Brasil em 2001 MP Composta de: Diretor-Presidente Diretoria de Infra-estrutura de Chaves Públicas Diretoria de Auditoria, Fiscalização e Normalização Procuradoria Especializada

3 ICP-Brasil AC-Raiz Instituto Nacional de Tecnologia da O ITI Auditoria e Fiscalização Normalização e Pesquisa Projeto João-de-Barro Homologação de HW e SW Software Livre Inclusão Digital Casa Brasil

4 ICP-Brasil Criada a partir da percepção do Governo Federal da importância de regulamentar as atividades de certificação digital no País Compõe-se de: (1) Entidades, (2) Padrões técnicos e (3) Regulamentos para suportar um sistema criptográfico de certificados digitais

5 Entidades da ICP-Brasil COMITÊ GESTOR AC RAIZ Auditoria COTEC LEA AR AC 1º. Nível AR AC 1º. Nível AR Titulares PSS AC 2º. Nível AR AC 2º. Nível AR Titulares Titulares

6 Entidades da ICP Brasil Comitê Gestor Responsável pela implantação da ICP-Brasil Estabele políticas, critérios e normas de funcionamento Audita e fiscaliza a AC Raiz Cotec Dá assessoria técnica ao CG Propõe criação / alteração de regulamentos

7 AC Raiz Instituto Nacional de Tecnologia da Entidades da ICP Brasil Credencia, audita e fiscaliza entidades da ICP-Brasil Assina seu próprio certificado e os certificados das AC imediatamente abaixo dela AC Autoridade Certificadora Emite, renova ou revoga certificados digitais de outras AC ou de titulares finais Publica LCR

8 Entidades da ICP Brasil AR Autoridade de Registro Identifica e cadastra usuários na presença destes Encaminha solicitações de certificados às AC Mantém registros de suas operações PSS Prestador de Serviços de Suporte Infra-estrutura física e lógica Mão-de-obra especializada

9 Titular de Certificado Entidades da ICP Brasil É aquele que é identificado pelo certificado digital Pode ser: pessoa física / jurídica ou equipamento LEA Laboratório de Ensaios e Auditoria Homologação de equipamentos e sistemas de certificação digital Auditoria Independente / Auditoria Interna Autorizada pelo ITI Contratada pelas AC

10 ICP-Brasil - Padrões Técnicos FIPS segurança dos módulos criptográficos X-509 formato do certificado PKCS formato de arquivos para solicitação e entrega dos certificados RFC 3280 interpretação das extensões do certificado RFC 2527 estrutura das declarações de práticas de certificação

11 Regulamentos da ICP-Brasil MP-2200/2, de criação da ICP-Brasil Decreto 4.689, de estrutura do ITI Resoluções do Comitê-Gestor Instruções Normativas do ITI Códigos Civil, Penal, Tributário, Direito do Consumidor

12 Por que usar certificados da ICP-Brasil Validade Jurídica dos documentos assinados Padrões Internacionais de segurança nas instalações e procedimentos Declaração Pública de Práticas Identificação Presencial do titular do certificado Seguro de responsabilidade civil Guarda dados por tempo ilimitado Auditoria prévia e anual nas entidades Interoperabilidade

13 Interoperabilidade Pessoa Física e Pessoa Jurídica

14 Exemplos de Uso de certificados ICP-Brasil Sistema Brasileiro de Pagamentos SPB DCTF, DIRPF, DIRPJ, e-cac, PAF (SRF/MF) Escrituração Fiscal Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco NF-e Nota Fiscal Eletrônica (SRF/MF, SP,GO,MA,BA,SC,RS) Contratos de Câmbio - Apólices de Seguros Pregões Eletrônicos (SP,SC,MG) e COMPRASNET (Federal) Sistemas Estruturadores do Governo Federal e SCPD Internet Banking e Mobile Banking

15 Exemplos de Uso de certificados ICP-Brasil PROUNI - MEC e-doc do TRT 4a. Região e outros cases na esfera do judiciário (TJ-RS, TJ-RJ, e-jus, Diário da Justiça On- Line, Revista de Jurisprudência do STJ) DETRAN - MG Licenças Ambientais CETESB/SP INPI Contadores, Odontólogos, Médicos, Corretores de Seguros Servidores do Judiciário Federal, Auditores-fiscais da Receita

16 Pré-operacional Credenciar Não credenciar Auditoria da ICP-Brasil Operacional anual ou intempestiva Manter credenciamento Suspender emissão de certificados Descredenciar

17 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AC Segurança Pessoas Contratação: verificação antecedentes, termos de sigilo, perfil Treinamento, Avaliação Desempenho Desligamento: revogação acessos, assinatura termos Segurança Física 6 Níveis de Segurança Sala Cofre Monitoramento permanente: alarmes, câmaras vídeo Sistemas proteção de incêndio, redundância energia

18 Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 HSM

19 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AC Segurança Lógica Controle de acesso: somente funcis autorizados Guarda / troca senhas administrador e usuários Geração e guarda de logs com os registros obrigatórios Geração e guarda de backups Controle softwares instalados nos servidores críiticos: versão usada, testes de homologação, atualizações de segurança etc

20 IDS HSM AR SERV WEB SERV AUT SERV CERT

21 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AC Segurança Rede Topologia, segmentação da rede Regras de Firewall, IDS Uso de VPN em intranets e extranet Monitoramento de ataques Testes periódicos de vulnerabilidade Disponibilidade do repositório de LCR

22 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AC Segurança Análise de logs Classificação da Análise de Risco Plano de Continuidade de Negócios Plano de Extinção da AC Gerenciamento de Mudanças Administração dos procedimentos operacionais da AC

23 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AC Gerenciamento da Chave da AC Instalação dos sistemas de certificação Geração de chaves da Ac e Solicitação de certificado Recepção de certificado da AC Raiz e instalação no sistema Revogação de certificado da AC Guarda da chave privada partições n/m, cofre, gabinetes

24 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AC Gerenciamento dos certificados de titulares Geração de certificados para tipo de PC Revogação dos certificados Geração e publicação de LCR Log dos eventos

25 Itens verificados numa Auditoria Pré- Operacional de AR Segurança física, lógica e de pessoal Testes de: Validação do solicitante Geração de certificados para tipo de PC Revogação dos certificados Guarda da Documentação Ênfase no treinamento dos agentes de registro

26 Resultados das Auditorias Exemplos de problemas solucionados Sala-cofre sem estanqueidade Bases de dados corrompidas Não realização das análises de logs obrigatórias Emissão de certificados sem respectiva documentação Emprego de agentes de registro despreparados Perda de imagens das câmaras de vídeo

27 Projeto João-de-Barro MOTIVAÇÃO Independência de fornecedores (caixa preta) Autonomia Tecnológica Resgate Acadêmico Nacionalização da Plataforma Tecnológica

28 Projeto João-de-Barro OBJETIVOS Criptossistema da AC-Raiz da ICP-Brasil Massa crítica em certificação digital, auditoria de infra- estrutura de chaves públicas e criptografia

29 Projeto João-de-Barro PARTICIPANTES ITI Gerência CASNAV Especificação Técnica do Projeto ITA - Módulo de Segurança Criptográfica CEPESQ Gerador de Números Aleatórios LABSEC UFSC - Sistema de Gerência de Certificados SERPRO Metodologia de Desenvolvimento FINEP Financiadora do Projeto

30 Projeto João-de-Barro CRONOGRAMA SET 2006 Integração entre sw SGC e sw MSC FEV 2007 Integração entre sw SGC e sw + hw MSC AGO 2007 Implantação em produção

31 Normalização e Pesquisa Normalização sobre Carimbo de Tempo Atualização dos algoritmos e padrões técnicos Manual de Condutas Técnicas para homologação de sw e hw

32 Sites para consulta ITI e CEF PR SRF SERASA SERPRO CERTISIGN

33 Muito Obrigada VIVIANE REGINA LEMOS BERTOL Coordenadora Geral de Normalização e Pesquisa

Infra estrutura de Chaves Públicas Brasileira. Componentes: Badio Gomes Rafael Neves Roger Luis Wilson Junior

Infra estrutura de Chaves Públicas Brasileira. Componentes: Badio Gomes Rafael Neves Roger Luis Wilson Junior Infra estrutura de Chaves Públicas Brasileira Componentes: Badio Gomes Rafael Neves Roger Luis Wilson Junior INTRODUÇÃO Instituto Nacional de Tecnologia da Informação Infra estrutura de Chaves Públicas

Leia mais

Presidência da República do Brasil Casa Civil Instituto Nacional de Tecnologia da

Presidência da República do Brasil Casa Civil Instituto Nacional de Tecnologia da Presidência da República do Brasil Casa Civil Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) Supremo Tribunal Federal 1º Seminário de Gestão da Informação Jurídica em Espaços Digitais 12 a 14 de

Leia mais

25/01/2015 PROF. FABIANO TAGUCHI. http://fabianotaguchi.wordpress.com CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DE DADOS AULA 12 ICP-BRASIL

25/01/2015 PROF. FABIANO TAGUCHI. http://fabianotaguchi.wordpress.com CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DE DADOS AULA 12 ICP-BRASIL 25/01/2015 PROF. FABIANO TAGUCHI http://fabianotaguchi.wordpress.com CRIPTOGRAFIA E SEGURANÇA DE DADOS AULA 12 ICP-BRASIL 1 CONFIAR EM CERTIFICADOS DIGITAIS? ITI O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação

Leia mais

Agenda. A ICP-Brasil e suas Entidades. Certificado Digital. Assinatura Digital em Documento Eletrônico. Carimbo do tempo

Agenda. A ICP-Brasil e suas Entidades. Certificado Digital. Assinatura Digital em Documento Eletrônico. Carimbo do tempo Agenda A ICP-Brasil e suas Entidades Certificado Digital Assinatura Digital em Documento Eletrônico Carimbo do tempo ICP-Brasil O Governo Federal percebeu a importância de regulamentar as atividades de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CG ICP-BRASIL COMITÊ GESTOR DA ICP-BRASIL

TERMO DE REFERÊNCIA CG ICP-BRASIL COMITÊ GESTOR DA ICP-BRASIL Presidência da República Casa Civil da Presidência da República TERMO DE REFERÊNCIA CG ICP-BRASIL COMITÊ GESTOR DA ICP-BRASIL 1 1. Introdução O Comitê Gestor da ICP-Brasil (CG ICP-Brasil) é a entidade

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL LADO BOM Conecta milhões de pessoas pelo mundo Uso diversificado Conforto e agilidade Internet LADO RUIM Risco aos usuários Ataque de hackers Falsificação de documentos Incerteza quanto

Leia mais

Certificação Digital a forma segura de navegar na rede

Certificação Digital a forma segura de navegar na rede Certificação Digital a forma segura de navegar na rede O que é o Certificado Digital ICP-Brasil? É um certificado emitido em conformidade com as regras e legislações da Infra-estrutura de Chaves Públicas

Leia mais

I T I. AC Raiz. Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, órgão do Governo Federal. Receita Federal SERASA SERPRO CAIXA CERT PRIVADA

I T I. AC Raiz. Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, órgão do Governo Federal. Receita Federal SERASA SERPRO CAIXA CERT PRIVADA I T I AC Raiz Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, órgão do Governo Federal Receita Federal SERASA SERPRO CAIXA CERT AC PRIVADA AR Autoridade Registradora AR Autoridade Registradora Certificado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 26, DE 24 DE OUTUBRO DE 2003

RESOLUÇÃO Nº 26, DE 24 DE OUTUBRO DE 2003 Casa Civil da Presidência da República Presidência da República Comitê Gestor da Infra-Estrutura de Chaves Públicas Secretaria Executiva RESOLUÇÃO Nº 26, DE 24 DE OUTUBRO DE 2003 Altera os Critérios e

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO CERTIFICADO DIGITAL O certificado digital é um arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. Este arquivo pode

Leia mais

SINFOR - Sindicato das indústrias da informação do distrito federal [ s i n f o r. o r g. b r ]

SINFOR - Sindicato das indústrias da informação do distrito federal [ s i n f o r. o r g. b r ] 1 SINFOR - Sindicato das indústrias da informação do distrito federal [ s i n f o r. o r g. b r ] Resolução CAMEX nº 8, de 29.03.2004 Altera para 2% (dois por cento), até 31 de dezembro de 2005, as alíquotas

Leia mais

Segurança e Privacidade nas Comunicações do Governo. Palestrante: Marcos Martins Mello

Segurança e Privacidade nas Comunicações do Governo. Palestrante: Marcos Martins Mello Segurança e Privacidade nas Comunicações do Governo Palestrante: Marcos Martins Mello Introdução Decreto nº 8.135 / 2013 2 / 33 Art. 1º As comunicações de dados da administração pública federal direta,

Leia mais

Sumário. Parte I Introdução... 19. Capítulo 1 Fundamentos da infra-estrutura de chave pública... 21. Capítulo 2 Conceitos necessários...

Sumário. Parte I Introdução... 19. Capítulo 1 Fundamentos da infra-estrutura de chave pública... 21. Capítulo 2 Conceitos necessários... Agradecimentos... 7 O autor... 8 Prefácio... 15 Objetivos do livro... 17 Parte I Introdução... 19 Capítulo 1 Fundamentos da infra-estrutura de chave pública... 21 Introdução à ICP... 21 Serviços oferecidos

Leia mais

Desenvolvimento e Implantação do Criptossistema da Autoridade Certificadora Raiz da ICP-Brasil

Desenvolvimento e Implantação do Criptossistema da Autoridade Certificadora Raiz da ICP-Brasil Programa 1109 Massificação da Certificação Digital ICP-Brasil Ações Orçamentárias Número de Ações 18 72640000 Produto: Sistema implantado Desenvolvimento e Implantação do Criptossistema da Autoridade Certificadora

Leia mais

Impacto da Certificação Digital nas Empresas. Francimara T.G.Viotti Diretoria de Gestão da Segurança Banco do Brasil Julho/2011

Impacto da Certificação Digital nas Empresas. Francimara T.G.Viotti Diretoria de Gestão da Segurança Banco do Brasil Julho/2011 Impacto da Certificação Digital nas Empresas Francimara T.G.Viotti Diretoria de Gestão da Segurança Banco do Brasil Julho/2011 Tópicos Certificação Digital InfraInfraestrutura de Chaves Públicas Brasileira

Leia mais

Certificado Digital. Passaporte 10 anos. AC MRE Autoridade Certificadora do Ministério das Relações Exteriores

Certificado Digital. Passaporte 10 anos. AC MRE Autoridade Certificadora do Ministério das Relações Exteriores Certificado Digital AC MRE Autoridade Certificadora do Ministério das Relações Exteriores Passaporte 10 anos Data: 09/2015 Líder em soluções de TI para governo O SERPRO atua no atendimento ao Ministério

Leia mais

PORTARIA TC Nº 382, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. CAPÍTULO I

PORTARIA TC Nº 382, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. CAPÍTULO I PORTARIA TC Nº 382, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. Disciplina a utilização dos certificados digitais no âmbito interno, pelos funcionários do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco TCE-PE e demais usuários

Leia mais

Esfera: 10 Função: 04 - Administração Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 20204 - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - ITI

Esfera: 10 Função: 04 - Administração Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 20204 - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - ITI Programa 1109 Massificação da Certificação Digital ICP-Brasil Numero de Ações 14 Ações Orçamentárias 09HB Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos

Leia mais

Soluções e aplicação prática

Soluções e aplicação prática Outubro/2012 Certificação Digital Soluções e aplicação prática Cynthia Aurora Moura Anzanello Analista de Sistemas DTI/STD cynthia@procergs.rs.gov.br Certificação Digital Por que utilizar certificado digital?

Leia mais

POLÍTICA DE CARIMBO DO TEMPO DA AUTORIDADE DE CARIMBO DO TEMPO VALID (PCT da ACT VALID)

POLÍTICA DE CARIMBO DO TEMPO DA AUTORIDADE DE CARIMBO DO TEMPO VALID (PCT da ACT VALID) POLÍTICA DE CARIMBO DO TEMPO DA AUTORIDADE DE CARIMBO DO TEMPO VALID (PCT da ACT VALID) Versão 1.0 de 09/01/2014 Política de Carimbo do Tempo da ACT VALID - V 1.0 1/10 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Visão

Leia mais

Assinatura e Certificação Digital

Assinatura e Certificação Digital e Certificação Digital Por Rafael Port da Rocha 2006 Versão: 07/04/06 20:28 Notas de ula - 2006 Rafael Port da Rocha 1 Características Básicas para um Processo de Comunicação I B C utenticidade: O usuário

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 3: Políticas e Declaração de

Leia mais

Certificados Digitais - Perguntas Frequentes

Certificados Digitais - Perguntas Frequentes Certificados Digitais - Perguntas Frequentes O que é um certificado digital? O certificado, na prática, equivale a uma carteira de identidade, ao permitir a identificação de uma pessoa, quando enviando

Leia mais

www.e-law.net.com.br certificação digital 1 de 5 Introdução

www.e-law.net.com.br certificação digital 1 de 5 Introdução www.e-law.net.com.br certificação digital 1 de 5 Introdução Cada pessoa cria sua assinatura de forma totalmente livre e a utiliza com significado de expressa concordância com os conteúdos dos documentos

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 018/2013

NOTA TÉCNICA Nº 018/2013 NOTA TÉCNICA Nº 018/2013 Brasília, 09 de maio de 2013. ÁREA: Finanças TÍTULO: Certificado Digital e a Importância para os Municípios. REFERÊNCIA(S): Cartilha SIOPS; Comunicado CGSN/SE nº 3, de 10 de março

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.381 Institui Regime Especial para dispensa da guarda e arquivo das Notas Fiscais de Serviços, condicionada à guarda e ao arquivo, pelo período decadencial, dos respectivos

Leia mais

Sumário. Introdução... 1

Sumário. Introdução... 1 Sumário Introdução... 1 Capítulo 1. Números e Estatísticas da Internet... 3 Número de usuários...3 Internautas residenciais ativos...3 Comércio eletrônico...6 A Certificação Digital e o Judiciário...7

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO VII DA ORDEM ECONÔMICA E FINANCEIRA CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS DA ATIVIDADE ECONÔMICA Art. 170. A ordem econômica, fundada na valorização

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO N. 20 DE 9 DE AGOSTO DE 2012. Dispõe sobre a certificação digital no Superior Tribunal de Justiça e dá outras providências. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, usando da atribuição

Leia mais

O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet.

O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet. Prezado(a) cliente, Você acaba de adquirir um Certificado Digital ICP BRASIL. O Certificado Digital é um documento eletrônico que permite a identificação segura do autor de uma transação feita na Internet.

Leia mais

Política de Carimbo do Tempo da Autoridade de Carimbo do Tempo Certisign

Política de Carimbo do Tempo da Autoridade de Carimbo do Tempo Certisign Política de Carimbo do Tempo da Autoridade de Carimbo do Tempo Certisign PCT DA ACT Certisign Versão 1.0-09 de Outubro de 2013 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 1.1. VISÃO GERAL... 3 1.2. IDENTIFICAÇÃO... 4 1.3.

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Jurídica CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Jurídica CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC- Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DERUS- Departamento de Relacionamento com o

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC- Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DERUS- Departamento de Relacionamento com o DERUS- Departamento de Relacionamento com o Usuário DERUS- Departamento de Relacionamento com o Usuário Sumário: Gerando um arquivo PDF 3 Como assinar digitalmente um documento PDF 17 O Assinador Livre

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO CERTIFICADO DIGITAL O certificado digital é um arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. Este arquivo pode

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS 3.CNES - LEGISLAÇÃO EM VIGOR PARA UTILIZAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO DIGITAL 4.CERTIFICAÇÃO DIGITAL - COMO OBTER E INICIAR UMA SOLICITAÇÃO 5.CNES - COMO INICIAR

Leia mais

Política de Certificados. SERPROACF do tipo A1 (PC SERPROACFA1)

Política de Certificados. SERPROACF do tipo A1 (PC SERPROACFA1) Política de Certificados SERPROACF do tipo A1 (PC SERPROACFA1) Credenciada pela ICP-Brasil Versão 1.2 de 12 de dezembro de 2005 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 7 1.1 Visão Geral... 7 1.2 Identificação... 7 1.3

Leia mais

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2.1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2.1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 28 2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2.1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Definir o que é a Tecnologia da Informação é algo complicado. O seu conceito é mais abrangente do que os conceitos de processamento de dados, sistemas

Leia mais

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1

Autoridade Certificadora CAIXA Pessoa Física CONTRATO DE ASSINANTE A1 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CERTIFICAÇÃO DIGITAL que entre si fazem, de um lado, como contratada a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, Empresa Pública de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO GSI/PR NA

A EXPERIÊNCIA DO GSI/PR NA A EXPERIÊNCIA DO GSI/PR NA IMPLANTAÇÃO DO SEI 29 JUN 2015 Agenda O GSI/PR Cronogramas de implantação do SEI Normativos criados Estratégias de implantação Desafios e dificuldades Contribuições do GSI/PR

Leia mais

Projeto de Desenvolvimento Institucional de. Gestão Documental

Projeto de Desenvolvimento Institucional de. Gestão Documental 01 02 Projeto de Desenvolvimento Institucional de Gestão Documental O Archive é um projeto de desenvolvimento institucional de gestão documental com fornecimento de suporte de infra-estrutura tecnológica

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS Orientador Empresarial CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF nº 580/2005

Leia mais

Portal Cidadão - Governo

Portal Cidadão - Governo Portal Cidadão - Governo A Certisign Manaus Recife Brasília Goiânia Belo Horizonte São Paulo Rio de Janeiro Porto Alegre A Certisign Pioneira no mercado Certificação na América Latina Única com foco exclusivo

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial. DPC DA AC Imprensa Oficial

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial. DPC DA AC Imprensa Oficial Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial DPC DA AC Imprensa Oficial Versão 1.1-21 de Outubro de 2011 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6 1.1. VISÃO GERAL...6 1.2. IDENTIFICAÇÃO...6

Leia mais

PROVIMENTO Nº, DE DE AGOSTO DE 2015. A CORREGEDORA NACIONAL DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais e regimentais:

PROVIMENTO Nº, DE DE AGOSTO DE 2015. A CORREGEDORA NACIONAL DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais e regimentais: PROVIMENTO Nº, DE DE AGOSTO DE 2015 Estabelece diretrizes gerais para o sistema de registro eletrônico de títulos e documentos e civil de pessoas jurídicas. A CORREGEDORA NACIONAL DA JUSTIÇA, no uso de

Leia mais

Cartilha: Certificado Digital

Cartilha: Certificado Digital Certificação de Entidades Beneficientes de Assistência Social - CEBAS - 1 - Ministério da Educação Secretaria Executiva Secretaria de Educação Continuada, Alfabetizada e Diversidade Diretoria de Tecnologia

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora SINCOR DPC DA AC SINCOR

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora SINCOR DPC DA AC SINCOR Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora SINCOR DPC DA AC SINCOR Versão 5.1 30 de Novembro de 2011 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6 1.1. VISÃO GERAL...6 1.2. IDENTIFICAÇÃO...6 1.3. COMUNIDADE

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora Instituto Fenacon. DPC DA AC Instituto Fenacon

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora Instituto Fenacon. DPC DA AC Instituto Fenacon Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Instituto Fenacon DPC DA AC Instituto Fenacon Versão 2.3-24 de Julho de 2014 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 7 1.1. VISÃO GERAL... 7 1.2. IDENTIFICAÇÃO...

Leia mais

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013

Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 Padrão TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2013 SUMÁRIO Questão 1 - Valor dos eventos de atenção à saúde, por grupo e origem... 4 Questão 2 Quantitativo e valor dos eventos de atenção à saúde por prestador...

Leia mais

Política de Certificados. Serpro-SRF. Certificados tipo A3. (PCSerpro-SRFA3)

Política de Certificados. Serpro-SRF. Certificados tipo A3. (PCSerpro-SRFA3) Política de Certificados Serpro-SRF Certificados tipo A3 (PCSerpro-SRFA3) Credenciada pela ACSRF e ICP-Brasil ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 7 1.1 Visão Geral... 7 1.2 Identificação... 7 1.3 Comunidade e Aplicabilidade...

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL. Certificado Digital Assinatura Digital

CERTIFICAÇÃO DIGITAL. Certificado Digital Assinatura Digital CERTIFICAÇÃO DIGITAL Certificado Digital Assinatura Digital CERTIFICADO e ASSINATURA DIGITAL CERTIFICADO Éo documento eletrônico de identidade emitido por Autoridade Certificadora credenciada pela AC Raiz

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora. Imprensa Oficial SP

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora. Imprensa Oficial SP Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP DPC DA AC Imprensa Oficial - SP Versão 1.0-09 de Março de 2005 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6 1.1. VISÃO GERAL... 6 1.2.

Leia mais

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL G4)

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL G4) IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL G4) DECLARAÇÃO DE VERSÃO 2.2 23/10/2014 Página 1 / 68 HISTÓRICO DE VERSÕES Data Versão Observações 23/10/2014 2.2 Redação Inicial AVISO LEGAL Copyright

Leia mais

Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira

Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira DECLARAÇÃO DE PRÁTICAS DE CERTIFICAÇÃO DA AUTORIDADE CERTIFICADORA RAIZ DA ICP-BRASIL DOC-ICP-01 - versão 4.3 09 de outubro de 2013 Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Raiz

Leia mais

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas Manual de Registro de Saída Procedimentos e Especificações Técnicas Versão 1.0 Dezembro 2010 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO GERAL... 3 2 INTRODUÇÃO AO MÓDULO REGISTRO DE SAÍDA - SIARE... 3 2.1 SEGURANÇA... 4 2.2

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora Certisign para a Secretaria da Receita Federal do Brasil. DPC da Certisign RFB

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora Certisign para a Secretaria da Receita Federal do Brasil. DPC da Certisign RFB Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Certisign para a Secretaria da Receita Federal do Brasil DPC da Certisign RFB Versão 4.0-17 de Junho de 2009 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB DPC DA AC OAB Versão 6.0-30 de Outubro de 2012 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 7 1.1. VISÃO GERAL... 7

Leia mais

Assinatura Digital: problema

Assinatura Digital: problema Assinatura Digital Assinatura Digital Assinatura Digital: problema A autenticidade de muitos documentos, é determinada pela presença de uma assinatura autorizada. Para que os sistemas de mensagens computacionais

Leia mais

Certificação Digital do Pregoeiro e Ordenador de Despesas v1.8

Certificação Digital do Pregoeiro e Ordenador de Despesas v1.8 Certificação Digital do Pregoeiro e Ordenador de Despesas v1.8 Brasília, 09 de Outubro de 2006 1 Sumário Certificação Digital - Apresentação...3 Descrição do processo de Certificação Digital...4 Procedimentos

Leia mais

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO TUTORIAL BÁSICO SOBRE CERTIFICAÇÃO DIGITAL

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO TUTORIAL BÁSICO SOBRE CERTIFICAÇÃO DIGITAL PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO TUTORIAL BÁSICO SOBRE CERTIFICAÇÃO DIGITAL http://www.frameworkpinhao.pr.gov.br/ TUTORIAL SOBRE CERTIFICAÇÃO DIGITAL Tópicos que serão abordados: PARA QUÊ UTILIZAR ASPECTOS

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Brasileira de Registros para a Secretaria da Receita Federal do Brasil

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Brasileira de Registros para a Secretaria da Receita Federal do Brasil Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Brasileira de Registros para a Secretaria da Receita Federal do Brasil DPC da AC BR RFB Versão 5.0-06 de Setembro de 2010 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...7

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora do PRODERJ (DPC ACPRODERJ)

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora do PRODERJ (DPC ACPRODERJ) Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora do PRODERJ () Controle de Versão Versão Data Motivo Descrição 1.0 01/04/2009 Criação Versão Inicial 2.0 22/09/2011 Atualizações e Criação

Leia mais

Smart Card Virtual e Autoridade Certificadora Distribuída. Jeroen van de Graaf Laboratório de Computação Científica UFMG jvdg@lcc.ufmg.

Smart Card Virtual e Autoridade Certificadora Distribuída. Jeroen van de Graaf Laboratório de Computação Científica UFMG jvdg@lcc.ufmg. Smart Card Virtual e Autoridade Certificadora Distribuída Jeroen van de Graaf Laboratório de Computação Científica UFMG jvdg@lcc.ufmg.br Programa O que é uma ICP? O que é ICP-EDU Qual é a proposta do GT-ICP-EDU

Leia mais

ÍNDICE. DPC da AC BR SRF v2.0 2/62

ÍNDICE. DPC da AC BR SRF v2.0 2/62 Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Brasileira de Registros para a Secretaria da Receita Federal DPC DA AC BR SRF Versão 2.0-20 de Setembro de 2007 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6

Leia mais

Certificado Digital Co C mo u sar? r

Certificado Digital Co C mo u sar? r Certificado Digital Como usar? Certificado Digital Documento eletrônico que identifica pessoas físicas e jurídicas e cuja validade é garantida por uma terceira parte de confiança Garante a identidade do

Leia mais

Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo S4 da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP

Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo S4 da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo S4 da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP PC S4 DA AC Imprensa Oficial SP Versão 2.0-10 de Agosto de 2006 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6 1.1.VISÃO

Leia mais

Tiago Maciel Sidney Medeiros

Tiago Maciel Sidney Medeiros 2º Encontro dos membros do projeto de pesquisa em E-commerce/B2B Tiago Maciel Sidney Medeiros 2º Encontro dos membros do projeto de pesquisa em E-commerce e B2B Objetivos Expor modelagem inicial do sistema

Leia mais

Manual de Credenciamento para Emissão de NF-e

Manual de Credenciamento para Emissão de NF-e Manual de Credenciamento para Emissão de NF-e Versão 1.6 Abril/2011 Manaus/AM Sumário Apresentação... 2 Requisitos... 3 Credenciamento... 4 Fase de Homologação... 5 o Fase de Testes... 5 o Fase de Emissão

Leia mais

Certificado Digital Usos e Aplicações

Certificado Digital Usos e Aplicações Certificado Digital Usos e Aplicações Certificado Digital: Onde usar? O certificado digital é um documento eletrônico que proporciona agilidade em muitas das atividades realizadas atualmente por seu titular.

Leia mais

Definição. Certificado. Digital. 1 tido ou dado como certo. 2 Diacronismo: antigo. que se fez ciente de

Definição. Certificado. Digital. 1 tido ou dado como certo. 2 Diacronismo: antigo. que se fez ciente de Certificado Digital Definição Certificado 1 tido ou dado como certo 2 Diacronismo: antigo. que se fez ciente de 3 documento no qual se atesta a existência de certo fato e dele se dá ciência - Autenticar;

Leia mais

Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo A3. da Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil PC A3 DA AC OAB

Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo A3. da Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil PC A3 DA AC OAB Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo A3 da Autoridade Certificadora da Ordem dos Advogados do Brasil PC A3 DA AC OAB Versão 1.0-03 de Outubro de 2007 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...6 1.1.VISÃO GERAL...6

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e Informações Gerais 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência

Leia mais

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ ÍNDICE 1. Emissão dos Certificados... 3 2. Documentos Necessários para Emissão dos Certificados... 3 3. Responsabilidades... 3 4. Agendamento da Validação

Leia mais

Aplicações da Informática na Odontologia

Aplicações da Informática na Odontologia Aplicações da Informática na Odontologia Introdução Qualquer base de conhecimento, fixada materialmente e disposta de maneira que se possa utilizar para consulta. Qualquer registro gráfico. Documento Entende-se

Leia mais

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL SP G4)

IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL SP G4) IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA IMESP (AC IMPRENSA OFICIAL SP G4) DECLARAÇÃO DE VERSÃO 5.2 23/10/2014 Página 1 / 65 HISTÓRICO DE VERSÕES Data Versão Observações 23/10/2014 5.2 Redação Inicial AVISO LEGAL

Leia mais

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o credenciamento de empresas de tecnologia para geração de códigos de segurança cifrados (CSC) inseridos em códigos bidimensionais de resposta rápida

Leia mais

ESTRUTURA NORMATIVA ICP-BRASIL

ESTRUTURA NORMATIVA ICP-BRASIL Autenticidade Digital ESTRUTURA NORMATIVA ICP-BRASIL Estrutura Normativa ICP-Brasil Comitê Gestor da ICP-Brasil 1 Estrutura Normativa ICP-Brasil É um documento que explica como são organizados e criados

Leia mais

AC CNDL RFB Declaração de Práticas de Certificação

AC CNDL RFB Declaração de Práticas de Certificação Autor: CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE DIRIGENTES E LOGISTAS SPC BRASIL Edição: 20/10/2014 Versão: 1.0 1. INTRODUÇÃO 1.1 Visão Geral 1.1.1. As informações contidas neste documento estabelecem os requisitos mínimos,

Leia mais

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS

Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar PADRÃO TISS RADAR TISS Operadoras Edição 2014 ERRATA Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS. Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 10, DE 15 DE SETEMBRO DE 2006

INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 10, DE 15 DE SETEMBRO DE 2006 INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº. 10, DE 15 DE SETEMBRO DE 2006 Aprova a versão 1.1 do documento CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS DE SEGURANÇA PARA AS AR DA ICP-BRASIL O DIRETOR-PRESIDENTE

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora SINCOR DPC DA AC SINCOR

Declaração de Práticas de Certificação. da Autoridade Certificadora SINCOR DPC DA AC SINCOR Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora SINCOR DPC DA AC SINCOR Versão 6.0 27 de Setembro de 2012 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 6 1.1. VISÃO GERAL... 6 1.2. IDENTIFICAÇÃO... 6 1.3.

Leia mais

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DOCUMENTAÇÃO ELETRONICA NO BRASIL. Aula 4 - Documentos eletrônicos 07/mai/2012. Prof. Apresentador: José Maria Ribeiro

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DOCUMENTAÇÃO ELETRONICA NO BRASIL. Aula 4 - Documentos eletrônicos 07/mai/2012. Prof. Apresentador: José Maria Ribeiro EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DOCUMENTAÇÃO ELETRONICA NO BRASIL Aula 4 - Documentos eletrônicos 07/mai/2012 Prof. Apresentador: José Maria Ribeiro Agenda Anterior: Conceitos da NF-e Objetivo Histórico Modelo Operacional

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora da RFB DPC AC - RFB. Secretaria da Receita Federal do Brasil

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora da RFB DPC AC - RFB. Secretaria da Receita Federal do Brasil Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora da RFB DPC AC - RFB Secretaria da Receita Federal do Brasil Versão 5.0 de 22/11/2012 Controle de Versão Versão Data Motivo Descrição 3.0

Leia mais

Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. Fórum Segurança da Informação SISTEMA ICP-BRASIL

Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. Fórum Segurança da Informação SISTEMA ICP-BRASIL Instituto Nacional de Tecnologia da Informação Fórum Segurança da Informação SISTEMA ICP-BRASIL Agenda: FÓRUM SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Segurança da informação sobre as comunicações de governo vulnerabilidades;

Leia mais

Política de Certificado de Sigilo Tipo S1 da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP

Política de Certificado de Sigilo Tipo S1 da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP Política de Certificado de Sigilo Tipo S1 da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP PC S1 DA AC IMPRENSA OFICIAL SP POLÍTICA DE CERTIFICADO DE SIGILO TIPO S1 DA AUTORIDADE CERTIFICADORA IMPRENSA

Leia mais

Certificado Digital e-cpf

Certificado Digital e-cpf Certificado Digital e-cpf Parabéns! Ao ter em mãos esse manual, significa que você adquiriu um certificado digital AC Link. Manual do Usuário 1 Índice Apresentação... 03 O que é um Certificado Digital?...

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Segurança da Informação Norma: ISO/IEC NBR 27001 e ISO/IEC NBR 27002 Norma: ISO/IEC NBR 27001 e ISO/IEC NBR 27002 Histórico O BSi (British Standard Institute) criou a norma BS 7799,

Leia mais

Manual de Credenciamento para Emissão de NF-e

Manual de Credenciamento para Emissão de NF-e Manual de Credenciamento para Emissão de NF-e Versão 1.4 Agosto/2008 Manaus/AM Sumário Apresentação... 2 Requisitos... 3 Credenciamento... 4 Fase de Homologação... 5 o Fase de Testes... 5 o Fase de Emissão

Leia mais

DIGITALSIGN CERTIFICAÇÃO DIGITAL LTDA. (AC DIGITALSIGN RFB)

DIGITALSIGN CERTIFICAÇÃO DIGITAL LTDA. (AC DIGITALSIGN RFB) DIGITALSIGN CERTIFICAÇÃO DIGITAL LTDA. (AC DIGITALSIGN RFB) DECLARAÇÃO DE PRÁTICAS VERSÃO 1.1 25/06/2013 Página 1 / 77 HISTÓRICO DE VERSÕES Data Versão Observações 25/07/2012 0.0 Redação Inicial 31/01/2013

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Certisign Soluções Corporativas

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Certisign Soluções Corporativas Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Certisign Soluções Corporativas DPC DA AC Certisign Soluções Corporativas Versão 1.0-20 de Julho de 2014 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 7 1.1.

Leia mais

Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo A3. da Autoridade Certificadora SAT SEFAZ SP PC A3 DA AC SAT SEFAZ SP

Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo A3. da Autoridade Certificadora SAT SEFAZ SP PC A3 DA AC SAT SEFAZ SP Política de Certificado de Assinatura Digital Tipo A3 da Autoridade Certificadora SAT SEFAZ SP PC A3 DA AC SAT SEFAZ SP Versão 1.2-30 de março de 2015 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 5 1.1.VISÃO GERAL... 5 1.2.IDENTIFICAÇÃO...

Leia mais

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP para a Secretaria da Receita Federal do Brasil

Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP para a Secretaria da Receita Federal do Brasil Declaração de Práticas de Certificação da Autoridade Certificadora Imprensa Oficial SP para a Secretaria da Receita Federal do Brasil DPC da AC Imprensa Oficial SP RFB Versão 7.0-24 de Julho de 2014 ÍNDICE

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 5: Certificado Digital e Nota

Leia mais

PRESIDÊNCIA 29/07/2013 RESOLUÇÃO Nº 103/2013

PRESIDÊNCIA 29/07/2013 RESOLUÇÃO Nº 103/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA PRESIDÊNCIA 29/07/2013 RESOLUÇÃO Nº 103/2013 Assunto: Estabelece

Leia mais

RECEITA FEDERAL COTEC

RECEITA FEDERAL COTEC Sistema de Informações ao Judiciário InfoJud Rogério Nascimento Auditor Fiscal Coordenação de Tecnologia 1 Agenda Fluxo Atual e Fluxo pelo Infojud Benefícios Situação Atual do Projeto Serviços Funções

Leia mais

M3D4 - Certificados Digitais Aula 4 Certificado Digital e suas aplicações

M3D4 - Certificados Digitais Aula 4 Certificado Digital e suas aplicações M3D4 - Certificados Digitais Aula 4 Certificado Digital e suas aplicações Prof. Fernando Augusto Teixeira 1 Agenda da Disciplina Certificado Digital e suas aplicações Segurança Criptografia Simétrica Criptografia

Leia mais