Trabalho Realizado por; Carla Nascimento. Ano lectivo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Trabalho Realizado por; Carla Nascimento. Ano lectivo"

Transcrição

1 Trabalho Realizado por; Carla Nascimento Ano lectivo 2006/

2 Televisão Interactiva Índice 1 - Introdução à Televisão Interactiva A Publicidade Interactiva QUIZZ T-COMMERCE BANNERS TV site 2 - A Evolução da TV em Portugal 2.1- A introdução da TV Interactiva em Portugal 2.2- Noticias recentes sobre TV Interactiva 3- A televisão interactiva Espanhola Quiero TV 4- Vantagens da utilização da televisão interactiva em relação ao computador 5- Conclusão 2

3 1 - Introdução à Televisão Interactiva A televisão sofreu ao longo dos anos uma constante transformação, desde que apareceu há mais de 50 anos. Tem acompanhado a evolução tecnológica. O preto/branco deu lugar à cor, o analógico ao digital e o som mono, ao dolby. Neste século surge um novo conceito a Televisão Interactiva. Um sistema que alia a transmissão tradicional à informação via Internet. A televisão interactiva contribui para uma participação mais activa do telespectador Enquanto assiste ao seu programa favorito pode subitamente ser convidado a participar, a dar a sua opinião, sem sequer precisar de telefonar ou afastar-se do televisor. Se tem dúvidas sobre o horário de um filme, mas não quer perder pitada da emissão? Se quer participar nas sondagens A Televisão Interactiva resolve esse dilema e muitos outros, informando-o de tudo aquilo que precisa saber, em tempo real. A Televisão Interactiva embora seja emergente em Portugal é já uma realidade em alguns países do mundo e está disponível em transmissão analógica, digital por cabo e satélite Em Portugal vai ser disponibilizada nas emissões que utilizem fibra óptica da Tv Cabo. Esta tecnologia não é mais do que um conjunto de serviços e aplicações interactiva, disponibilizados através de um televisor e uma caixa descodificadora, denominada de set-top-box. A Televisão Interactiva pode também vir a significar para muitas pessoas a sua entrada na internet, pois podem vir a ter acesso a diversos conteúdos informativos. Passam a ter informação actualizada e em tempo real. Até a consulta do pode ser feita através do ecrã da sua televisão enquanto assistem aos programas de televisão. 1.1 A Publicidade Interactiva 3

4 A publicidade interactiva é uma nova forma de publicidade que pretende estimular a acção do público sobre o anúncio superando o conceito de público receptor, que está no sofá ociosamente sem que o anunciante obtenha qualquer feedback ao anúncio que desenvolveu e pagou. Uma acção interactiva não acaba enquanto a aplicação não chega ao fim. A partir da publicidade interactiva, os anunciantes podem desenvolver estratégias comerciais e de comunicação posteriores rentabilizando aquela que é uma das mais fortes armas comerciais. Existem distintos formatos de publicidade interactiva, dos quais podemos destacar os seguintes: ANÚNCIOS INTERACTIVOS: Os anúncios interactivos são a fusão de um spot de televisão convencional com uma aplicação interactiva. Os anúncios interactivos possuem 2 partes: 4

5 Anúncio convencional: Relativamente aos anúncios convencionais podem existir duas situações distintas: por um lado, alguns anunciantes utilizam spots que já foram exibidos na televisão e limitam-se a incorporar uma aplicação interactiva. Contudo, dáse também o caso de outros anunciantes produzirem spots específicos para a campanha interactiva. Mas em ambos os casos, o spot convencional contém a informação de que se trata de um spot interactivo e apela à interactividade dos telespectadores. Aplicação interactiva: Através da aplicação interactiva podem ser executados diversos tipos de acções: pedidos de informação, consulta de catálogos, participação em sorteios e concursos, etc. A utilização de prémios como estimulo à interactividade do telespectador é bastante frequente e sempre com resultados muito positivos QUIZZ Os Quizz são aplicações interactivas que permitem ao utilizador participar em determinados concursos. Até hoje registaram-se quizz com diferentes formatos e modalidades: Quizz interactivo integrado num canal mas não no conteúdo do canal: são simples concursos em que o utilizador participa em sorteios. Esses concursos não estão relacionados com o programa que está a ser emitido naquele momento. 5

6 1.3- T-COMMERCE O t-commerce ou o comércio electrónico através do televisor é cada vez mais frequente nos países onde a televisão interactiva já é uma realidade. O utilizador pode a qualquer momento, mesmo sem deixar de ver o programa televisivo, comprar a partir do seu sofá directamente sem realizar qualquer chamada telefónica, através do comando da Set Top Box que por sua vez deverá estabelecer uma ligação por cable modem ou por modem digital. O t-commerce pode apresentar-se sob diferentes abordagens estratégicas, e muitas destas abordagens procuram uma reacção imediata do telespectador, ou seja, a compra por impulso. Existem estudos de consultoras internacionais de alguma credibilidade que afirmam ter recolhido opiniões junto de utilizadores das plataformas de televisão interactiva, simultaneamente utilizadores de Internet, que dizem ser mais fácil, cómodo e de maior confiança a realização de compras através da televisão. 6

7 As acções mais frequentes de T- commerce são: Merchandising - Durante a emissão de um programa são oferecidos produtos próprios da marca do programa. Considere-se o exemplo do programa americano Judge Judy, em que no decorrer do programa surgem convites de compra de livros e vídeos do programa. Product Placement - Venda de produtos num determinado programa, evento desportivo, musical, etc. A exploração do conceito de product placement sobre canais de televisão é muito rica graças à diversidade de oferta de canais e à sua especialização temática, o que permite desenvolver acções muito coerentes e eficazes. 7

8 TV Lojas O desenvolvimento de lojas virtuais na TV pode ser explorado sob diferentes perspectivas estratégicas, desde lojas permanentes até ao desenvolvimento de lojas para eventos pontuais, tais como lançamento de novos produtos ou lançamento de campanhas. Considere.. o exemplo do Canal Satélite Digital que oferece aos seus clientes o CANAL CLUB, participado pelo El Corte Inglês e com uma oferta de produtos muito variada. Muitas TV lojas também estão disponíveis na Internet, aliás, tem sido quase uma evolução natural e uma facilidade tecnológica, a transição de lojas disponíveis na Internet para as plataformas de televisão digital interactiva. Outras acções - Por outro lado, alguns spots interactivos também são claras acções de t-commerce. Geralmente os spots interactivos têm claros objectivos informativos e, por vezes levam a cabo sorteios e campanhas junto dos seus clientes, existem spots que também executam transacções económicas. Como por exemplo, o spot interactivo de Anesvad (Vía Digital 2001) que permitia o donativo de dinheiro a ONG's. 8

9 1.4- BANNERS Este formato publicitário que se utiliza com grande regularidade em Internet também se está a usar, cada vez mais, em televisão interactiva. Os banners podem aparecer em inúmeras situações, desde simples quizz interactivos até em microsites TV site Uma TV site é uma aplicação interactiva acessível 24 horas por dia na qual se comunica as características e funcionalidade de um ou vários produtos, em função do critério editorial do anunciante. Também permite operações, simulações, concursos, acções de fidelização - Canal Satélite Digital. A acção do sector da Banca na produção e desenvolvimento de TV sites tem sido bastante intensa. Desde a realização de operações e consultas pessoais como divulgação de novos serviços... o conceito de TV site tem sido amplamente explorado. 9

10 2- A Evolução da TV em Portugal Na década de 90 Portugal sofreu grandes alterações, pois em Junho de 1989,a Assembleia Nacional permitiu a existência de canais de televisão privados. No dia 13 de Junho de 1990 é aprovada uma nova lei no parlamento, surgem as candidaturas, que só são aprovadas passados dois anos. E assim surgem a SIC (Sociedade Independente de Comunicação) e a TVI (Televisão Independente). Começa então aqui a oportunidade de escolha do telespectador por outros canais, perdendo a RTP o monopólio da televisão. Quando se pensa que a televisão atingiu o seu auge surgem os canais por cabo. Que aumenta ainda mais o leque de escolhas. A TV Cabo, uma empresa de Portugal Telecom lançou em 1994 os seus serviços e viu a sua actividade favorecida aquando do surgimento da nova lei da televisão lei 31A/98. Passou a ser possível criar canais regionais, temáticos e locais. No entanto surge em 2001 a Televisão Digital Interactiva surge da união entre a TV e o computador, permitindo aos telespectadores a possibilidade de interagir com qualquer programa, assim como aceder à Internet e a todos os serviços que esta disponibiliza. Deixa-se para trás uma programação una e geral, dando a possibilidade ao espectador de personalizá-la, definindo o que vai ver, como vai ver e quando vai ver A TV CABO PORTUGAL, através da sua participada TV CABO INTERACTIVA, vem então oferecer aos seus clientes a nova forma de ver televisão. A plataforma, desenvolvida pela Microsoft, vem tornar então possível que as casas portuguesas possam usufruir deste serviço assim como das suas potencialidades. A empresa está fortemente empenhada no lançamento desta nova indústria em Portugal, que criará novas oportunidades de negócio para as empresas de conteúdos, agências de publicidade, empresas de desenvolvimento de aplicações, estações de televisão, e 10

11 todas as empresas em geral que estão a apostar na Internet através da televisão para vender os seus produtos e serviços. A PT Inovação tem vindo a participar activamente no projecto de TV Interactiva da TV Cabo, onde tem tirado partido do seu know-how e experiência para oferecer serviços de consultoria, testes e desenvolvimento de ferramentas, como é o caso do itvclic, ferramenta que assegura a inserção e gestão de links e triggers nos canais interactivos. Segundo Carlos Picoto, Director da Divisão. NET e de Apoio aos Programadores, o programa Microsoft TV Developer proporciona, aos seus membros, a capacidade de rapidamente aprenderem quais os passos necessários para tornar a televisão interactiva num sucesso. A entrada da PT Inovação no programa, continuando o trabalho desenvolvido por esta empresa, representa um reconhecimento claro do importante papel da PT Inovação para o desenvolvimento deste projecto. A PT Inovação, que obteve já o estatuto de Microsoft Certified Partner, tem vindo a trabalhar em parceria com a Microsoft desde 1995 em torno das suas tecnologias para Video on Demand e streaming de vídeo, nomeadamente através do programa Insight no âmbito do projecto MITV e posteriormente com o produto Microsoft Netshow Theater, sobre o qual foram construídos protótipos antecipando e demonstrando em diversos eventos o que hoje é a realidade da Televisão Interactiva. 11

12 2.1- A introdução da TV Interactiva em Portugal A RTP já contou com alguns programas interactivos. Um bom exemplo disso era o Agora Escolha, neste programa era contada uma história onde o final era votado pelo público via telefone. O final que obtivesse uma maior votação era o que era transmitido. Posteriormente surgiu um programa infantil, O Hugo as crianças telefonavam e jogavam uma espécie de jogo de computador mas com as teclas do telefone. Ambos tiveram uma boa aceitação mas tiveram sempre que recorrer ao telefone para poderem interagir. Em 2001 a TVCabo propôs-se a lançar serviços interactivos com canal de retorno próprio e lançou em 2001 o primeiro canal de jogos interactivos por televisão, denominado Two Way Tv. Este serviço é o segundo mais usado na Inglaterra nos serviços de televisão interactiva. Lançou também um serviço interactivo permitindo a gravação digital de vídeo numa set-top-box com canal de retorno, com o sistema Microsoft TV Advanced. Em 2002 podia-se dividir a oferta da Tv Cabo em 2 áreas principais: - Walled Garden - Canais com aplicações interactivas 12

13 Walled Garden no mundo dos média significa um conjunto fechado ou exclusivo de serviços de informação disponibilizado a um conjunto de utilizadores. A TV Cabo fornecia nesta altura 72 serviços nesta área sendo os mais usados o Electronic Program Guide/Personal Video Recorder (EPG/PVR), e jogos, especialmente multiplayer. Quanto aos canais interactivos, existiam em 2002 aplicações interactivas em 39 canais, sendo os mais vistos a Sport Tv, TVI com versões interactivas dos programas Big Brother e Star Academy que permitiam visualizar diferentes ângulos e votar nos concorrentes e o Telecine. O primeiro programa inteiramente interactivo intitulado Noites Interactivas surgiu em 2002, como oferta promocional do canal 21 da TV Cabo. As acções do talk-show decorriam em 2 estúdios diferentes: no principal, o apresentador falava com os convidados sobre determinado tema, e no segundo estúdio outro apresentador discutia com outros convidados cujas opiniões eram comentadas por espectadores interactivos através de opiniões expressas no fórum. Os espectadores podiam ainda escolher diferentes ângulos, votar nos convidados que deveriam ir para o estúdio principal e escolher o tópico a debater nos últimos 30 minutos do programa. Podiam ainda enviar questões e opiniões que muitas vezes apareciam no ecrã do televisor durante a emissão. A inovação deste programa era a fusão de gráficos de vídeo com convites interactivos aos utilizadores para participarem no programa. 13

14 A Televisão interactiva concede ao telespectador um serviço singular, que lhe permite personalizar a sua experiência televisiva, concedendo-lhe a oportunidade de optar pelos conteúdos que mais de adaptam aos seus desejos e necessidades. A televisão tradicional generalista, após ter representado o esplendor da comunicação televisiva, começa a cair na saturação. Na verdade estamos a passar de uma sociedade de massas para uma sociedade em que as relações individuais são colocadas em evidência. O Telespectador passa a usufruir de total liberdade, escolhe aquilo que quer ver e quando quer ver. No entanto não quer dizer que todos estamos preparados para ter um papel activo e cooperativo. Neste momento foi adoptado por quase todos os canais passatempos via telefone, para o telespectador fazer a sua escolha ou para ganhar um prémio, mas sempre via telefone. Vote numa figura pública portuguesa e coloque-a no Top do Só Visto! 14

15 2.2- Noticias recentes sobre TV Interactiva EMPRESAS Publicado 24 Novembro 2006 Mobile TVI emite em digital com a Vodafone A TVI anunciou hoje que está, em parceria com a Vodafone e em fase experimental, a emitir televisão digital para o telemóvel, recorrendo à tecnologia DVB-H. Daniel Vaz A TVI anunciou hoje que está, em parceria com a Vodafone e em fase experimental, a emitir televisão digital para o telemóvel, recorrendo à tecnologia DVB-H. O projecto permite a recepção de canais em DVB-H em zonas da Grande Lisboa e é suportado na única plataforma privada de emissão televisiva em Portugal, a rede da Media Capital (RETI), com emissores semelhantes aos utilizados para difusão de serviços de televisão digital ou TDT (televisão digital terrestre). A atribuição de licenças para a televisão digital móvel (DVB-H) apenas será efectuada após o concurso de televisão digital terrestre. Só após a atribuição destas licenças será possível a disponibilização comercial de televisão digital móvel para os consumidores portugueses. 15

16 EMPRESAS Publicado 14 Novembro 2006 Diz Paulo Campos Consulta Pública da TDT arranca de imediato A consulta pública sobre a Televisão Digital Terrestre (TDT) vai arrancar de imediato avançou o secretário de estado das Comunicações Paulo Campos acrescentando que o concurso será lançado no primeiro trimestre do próximo ano. Ana Torres Pereira A consulta pública sobre a Televisão Digital Terrestre (TDT) vai arrancar de imediato avançou o secretário de estado das Comunicações Paulo Campos acrescentando que o concurso será lançado no primeiro trimestre do próximo ano. Paulo campos, na sessão de abertura do 16º Congresso das Comunicações, promovido pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), anunciou que "a consulta pública vai arrancar de imediato" acrescentando que "este é um concurso muito importante". O governante reiterou que este concurso está condicionado à Oferta Pública de Aquisição lançada sobre a Portugal Telecom. No entanto, o governo quer iniciar a consulta pública para que "logo que possível seja lançado o concurso". Mário Freitas, responsável da TDT, avançou na semana passada, em entrevista ao Jornal de Negócios que a Anacom já foi abordada por mais de dez interessadas na Televisão Digital Terrestre (TDT), revelou ao Jornal de Negócios o responsável da TDT na Anacom, Mário Freitas. PT, Sonaecom, AR Telecom, a francesa TDF, a Retevisión, RTP, Impresa, Media Capital, Cofina, Controlinveste são algumas das entidades. "É uma panóplia de potenciais interessados que de forma directa ou indirecta já me perguntaram como está o processo da TDT e quais são os timings. São as mesmas questões, porque são aquelas que vão permitir definir estratégias e alianças", acrescenta. Correio da Manhã Televisão Digital Terrestre Melhores imagens e mais canais 16

17 Até 2012, o território português estará totalmente coberto pelas emissões terrestres TDT, o que determinará o termo da actual televisão analógica. Um passo indispensável para a alta definição No segundo semestre do próximo ano, em Portugal, muitos telespectadores poderão dispor nos seus televisores de imagens mais nítidas que as actualmente captadas através de antena. Para sintonizar as futuras emissões digitais nos actuais televisores analógicos, terão que adquirir um descodificador (set-top box), cujo preço rondará entre os 50 e os 100 euros, segundo estimativa feita à Correio TV por Mário de Freitas, responsável pelo Departamento de Convergência e Desenvolvimento da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). A previsão da data de arranque da televisão digital terrestre (TDT), avançada por este responsável, não é a única novidade sobre o tema. Dois concursos vão ser abertos para a atribuição de licenças de TDT, englobando um número máximo de 48 canais. Uma das licenças, que será gratuita, compreenderá um máximo de oito canais, entre os quais figurarão as actuais quatro estações generalistas. A outra licença, que será paga, facultará, no cenário mais favorável, 40 canais, 24 dos quais de âmbito regional. É o gestor da plataforma digital que decidirá o número de canais, em função, designadamente, do conteúdo das propostas que lhe forem apresentadas, esclarece Mário de Freitas. O elevado número de canais proporcionados por esta nova tecnologia decorre da capacidade da televisão digital associar vários canais na respectiva transmissão (multiplex), utilizando o espaço de um só canal analógico. CANAIS EM ALTA DEFINIÇÃO No caso de algum concorrente pretender incluir na sua oferta ao público um ou mais canais em alta definição, formato em expansão acelerada nos EUA, no Japão e na Grã-Bretanha, o número de canais desta concessão deverá ser menor que o do cenário máximo atrás referido. Com efeito, este tipo de emissão, assim como os que incluem serviços interactivos, também previstos na TDT, fará reduzir, devido a condicionalismos técnicos, o número de canais transmissíveis. A televisão digital, cuja instalação deverá culminar com o abandono definitivo da tecnologia analógica entre 2010 e 2012, constitui um instrumento estruturante para a sociedade de informação em Portugal, afirma Mário de Freitas. Os serviços interactivos, alguns idênticos aos actualmente facultados por um computador ligado à internet, como a consulta de um saldo bancário, possibilitarão a muitos cidadãos dispor de um importante meio de acesso aos padrões de de-senvolvimento europeu. VANTAGENS DA TV DIGITAL - Maior número de canais - Melhor qualidade de imagem - Serviços interactivos - Compatibilidade com computadores e internet DESCODIFICADOR CONVERSÃO A set-top box que será necessário ligar aos televisores de tecnologia analógica, para receber a emissão digital terrestre, tem semelhanças com a powerbox actualmente fornecida pela TV Cabo aos assinantes do pacote digital Funtastic Life. José Luís Feronha Notícia > AR Telecom prossegue a construção da rede TMAX de acordo com os planos anunciados em Setembro de

18 AR Telecom prossegue a construção da rede TMAX de acordo com os planos anunciados em Setembro de Avenidas Novas, Avenida da Liberdade, Bairro Azul e Estefânia já estão abrangidas com a nova rede digital sem fios TMAX. Durante o mês de Maio estarão cobertos lares. A AR Telecom prossegue a bom ritmo a concretização do seu plano de expansão da rede TMAX. Após a instalação este mês das infra-estruturas que permitem cobrir as zonas das Avenidas Novas, Av. da Liberdade, Bairro Azul e Estefânia - a AR Telecom prepara-se para iniciar o trabalho comercial juntos dos potenciais novos clientes do serviço tv.net.tel. Nas zonas de Benfica, Luz, Telheiras, Lumiar e Campo Grande a AR Telecom já iniciou a comercialização dos seus serviços sendo a elevada qualidade dos serviços, aliada a preços atractivos e bom apoio a clientes, os principal atributos que têm a diferenciado e suportado a sua expansão. Já no próximo mês de Maio, a empresa estenderá a sua cobertura à zona do Ramalde - na cidade do Porto e às zonas da Expo, Olivais, Moscavide e Portela, na capital. Até ao final de 2006, a AR Telecom mantém os seus objectivos de cobrir a grande Lisboa e uma parte significativa do Porto. Recorrendo a uma tecnologia única a nível mundial e desenvolvida pela AR Telecom, a Plataforma TMAX fornece serviços triple play digital com banda larga simétrica, televisão digital terrestre, imagem e voz através de wireless de alta-frequência. De acordo com o presidente da Comissão Executiva da AR Telecom, Miguel Martins: «A extensão da nossa Plataforma TMAX vai ser efectuada de uma forma faseada, rápida e de acordo com os nossos objectivos comerciais e estratégicos». «Até ao final do ano, a maioria dos habitantes da grande Lisboa - bem como os residentes na cidade do Porto - poderão beneficiar de um serviço integrado de televisão digital, Internet e telefone que recorre a uma tecnologia de última geração, completamente digital e independente das redes existentes», conclui o mesmo responsável. 18

19 19

20 20

21 21

22 22

23 23

24 3- A televisão interactiva Espanhola Quiero TV Quiero Tv é o novo fornecedor de serviços televisivos digitais Espanhóis. O slogan publicitário desta empresa espanhola é Quiero TV, a televisão digital com Internet, o que por si só indica aos possíveis consumidores quais as diferenças em relação aos televisores analógicos habituais. Na maioria dos projectos estudados existe a necessidade da utilização do cabo, mas esta empresa mostra grande ambição e compromete-se a fazer a ligação através da antena de recepção de sempre, sendo somente como extra necessária uma set-topbox para a sua descodificação. A Quiero TV apresenta-se então como um projecto completamente viável e em plena actividade. 24

25 Tem uma selecção de conteúdos temáticos para toda a família, desde informações (notícias, desporto, etc.), entretenimento e serviços de informação e comunicação muito úteis. A Programação da Quiero TV apresenta diversas opções: Recomendações do mês, destaques por Canal, a opção de aceder directamente ao resumo do melhor do mês em termos da programação, para que não se tenha sempre de estar a procurar o que mais desejamos visualizar. Aqui temos acesso a uma selecção dos melhores filmes, documentários, competições desportivas, concertos musicais, etc. A opção Clube Quiero destina-se à subscrição numa ou mais de entre 3 opções à escolha: Cinema, DXT e Privado. A primeira opção tem os filmes mais recentes em exibição, a segunda os jogos e a ultima os campeonatos de futebol. No entanto, para a sua utilização é pago á parte pois são considerados serviços especiais. Exemplo das funcionalidades da rubrica cinema; após termos escolhido o tema do qual pretendemos obter informações, existe um serviço que nos proporciona toda a informação necessária relativamente ao tema seleccionado, desde informações de realização do programa em causa até à sua data e hora de transmissão. La Televisión en Directo 25

26 4- Vantagens da utilização da televisão interactiva em relação ao computador A maioria dos portugueses têm mais de um televisor em suas casas, o mesmo já não se passa com os computadores, que por vezes até são inexistentes devido ao seu valor e à dificuldade de utilização por parte das pessoas mais velhas. Por este motivo qualquer classe ou faixa etária tem acesso ao televisor, as pessoas sentem-se familiarizadas com este aparelho, a sua utilização não oferece qualquer segredo. Além disso apesar de os televisores sofrem alterações a nível tecnológico os computadores têm alterações quer a nível de hardware e software com muita regularidade. Segundo a Anacom 95,24 % dos lares portugueses possuem televisão e só 40,92 % possui Internet, dá para concluir pelos factores a cima referidos que a televisão tem o papel extremamente marcante no nosso quotidiano. 26

27 5- Conclusão A televisão actualmente é uma comunicação de massas e as mensagens comerciais baseiam-se na técnica da repetição. Com o aparecimento de vários canais e a possibilidade de efectuar zapping entre eles, este modelo ficou saturado. Com o aparecimento da Televisão Interactiva esta vai passar a ser mais individual, depende das escolhas de cada um de nós. Esta era da Televisão Pessoal é marcada por três factores essenciais: a) Aparelhos inteligentes uma variedade de set-top-boxes com interfaces apelativos e ligação constante à internet. Concebidos de forma a permitir a interacção do consumidor com os conteúdos transmitidos. 27

28 b). Consumo de conteúdos costumizados os aparelhos inteligentes como os PVR (personal video recorders) irão aprender com os comportamentos dos seus utilizadores e com a informação que estes vão fornecendo. Deixam também de ter significado os constrangimentos causados pelo horário a que determinados programas são transmitidos. E os anúncios que cada consumidor vai ver serão apenas aqueles que de facto lhe interessam. c). Modelos de negócio baseados em impulsos respostas e não impressões suportarão os novos modelos de negócios. Os publicitários vão conceber anúncios televisivos destinados a grupos específicos. Passando os telespectadores a consumir por impulso, pedir informações sobre o que estão a ver no programa. Apesar de todas as tentativas a Televisão interactiva ainda não faz parte do nosso quotidiano. Para a sua total implementação é necessário grandes alterações a nível dos conteúdos, pois ainda não revelaram serem capazes de despertar entusiasmo no consumidor. É necessário preparar os consumidores para a entrada de novas tecnologias e quais as suas potencialidades. Têm de incutir no telespectador um estímulo que o torne activo aos desafios lançados. Em Portugal a televisão digital interactiva evoluiu através da TV Cabo, que lançou a Smart Box (caixa descodificadora para cabo) e foi um dos primeiros a nível mundial a oferecer a funcionalidade de gravação vídeo digital numa Set-top Box por cabo com bidireccionalidade, numa plataforma Microsoft TV Advanced. 28

29 Neste momento as principais operadoras móveis investem na TV Digital Mobile Aplicação desenvolvida para WAP e GPRS que permite a interacção com o telespectador através do telemóvel: - Aceder a guias de programação; - Ver trailers de filmes - Ver vídeos e notícias - Ver jogos de futebo; - Votar em sondagens - Homebanking - Etc Depois deste estudo chego á conclusão que o investimento por parte dos fornecedores tem sido notável, quer a nível económico como a nível de estruturas, mas também insuficiente pois ainda não foi despertado nos consumidores o desejo de entrar a 100% nesta nova era da interactividade. 29

30 Bibliografia

31 Bernardo, N- O Guia prático de televisão interactiva Negroponte, N- Ser Digital Junqueiro, R- A idade do conhecimento, a nova era digital Quico, C- O desafio de adequar a oferta às necessidades e preferências dos utilizadores. Correia, C- Televisão Interactiva, a convergência dos média Abrantes, J Televisão das audiências ao publico Bourdieu, P- Sobre a televisão Cadima, F.R História e critica da comunicação Cadima, F.R- Televisão Light rumo ao digital AAVV- Televisão Interactiva conteúdos APL Gougenheim,I- Televisão Mcquail, D- Teoria da comunicação de massas 31

Tecnologias de Informação e Comunicação Trabalho de Projecto O Mundo da TV

Tecnologias de Informação e Comunicação Trabalho de Projecto O Mundo da TV Dedicamos o trabalho a todos aqueles a que, neste país, fazem tudo para existir uma melhor televisão e àqueles que trabalham horas a fio para dar continuidade a uma emissão. Dedicamo-lo também àqueles

Leia mais

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer!

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer! GUIA TDT PREPARE-SE para a televisão digital terrestre saiba o que fazer! MENSAGEM DO PRESIDENTE José Amado da Silva Presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (ICP-ANACOM) Num momento crucial para

Leia mais

Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República

Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República Regime do Canal Parlamento e do Portal da Assembleia da República Resolução da Assembleia da República n.º 37/2007, de 20 de agosto com as alterações introduzidas pela Resolução da Assembleia da República

Leia mais

DIREÇÃO COMERCIAL 11.05.2015. INFORMAÇÃO COMERCIAL 173/15 APP Você na TV

DIREÇÃO COMERCIAL 11.05.2015. INFORMAÇÃO COMERCIAL 173/15 APP Você na TV DIREÇÃO COMERCIAL 11.05.2015 INFORMAÇÃO COMERCIAL 173/15 APP Você na TV 2 APP VOCÊ NA TV A EXPERÊNCIA 360º DO VOCÊ NA TV 3 A App A partir do dia 18 de Maio 2015, o telespectador da TVI vai poder começar

Leia mais

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer!

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer! GUIA TDT PREPARE-SE para a televisão digital terrestre saiba o que fazer! MENSAGEM DO PRESIDENTE Num momento crucial para a modernização tecnológica de Portugal, é com grande empenho que o(a) alerto para

Leia mais

Televisão digital terrestre: o serviço público e a experiência portuguesa

Televisão digital terrestre: o serviço público e a experiência portuguesa Televisão digital terrestre: o serviço público e a experiência portuguesa Pedro Jorge Braumann Director do Centro de Estudos e Documentação da RTP, S. A. Professor da Escola Superior de Comunicação Social

Leia mais

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer!

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer! GUIA TDT PREPARE-SE para a televisão digital terrestre saiba o que fazer! MENSAGEM DO PRESIDENTE Num momento crucial para a modernização tecnológica de Portugal, é com grande empenho que o(a) alerto para

Leia mais

Pretendemos aqui analisar as melhores peças publicitárias concebidas e produzidas para o meio rádio.

Pretendemos aqui analisar as melhores peças publicitárias concebidas e produzidas para o meio rádio. Televisão Acção Especial / Brand Entertainment Nesta categoria pretendemos premiar as acções comerciais que, extravasando o âmbito do spot convencional, utilizam de forma criativa o meio televisão e também

Leia mais

Televisão Interactiva

Televisão Interactiva Televisão Interactiva Impacto e procura de um novo perfil de utilizador Enquadramento teórico OBJECTO DO TRABALHO Estudar um novo meio de comunicação, resultante da convergência dos media Abordar a TVDI

Leia mais

Neste documento passaremos a justificar e contrapor os nossos argumentos aos fundamentos sumariados pela PTC:

Neste documento passaremos a justificar e contrapor os nossos argumentos aos fundamentos sumariados pela PTC: A Televes Electrónica Portuguesa, Lda com sede na Via Dr. Francisco Sá Carneiro, Lote 17, Zona Industrial Maia I, Sector X, Concelho da Maia titular do cartão de identificação de pessoa colectiva nº 500

Leia mais

Acessibilidade na TDT em Portugal Sugestões do CERTIC/UTAD Documentação complementar disponível em: http://www.acessibilidade.

Acessibilidade na TDT em Portugal Sugestões do CERTIC/UTAD Documentação complementar disponível em: http://www.acessibilidade. ACESSIBILIDADE PARA CIDADÃOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NOS REGULAMENTOS DA TELEVISÃO DIGITAL TERRESTRE EM PORTUGAL Documento Técnico 7 de Junho de 2007 1/13 Índice POPULAÇÃO-ALVO E ADAPTAÇÃO DE CONTEÚDOS...

Leia mais

ACESSIBILIDADE PARA CIDADÃOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NOS REGULAMENTOS DA TELEVISÃO DIGITAL TERRESTRE EM PORTUGAL

ACESSIBILIDADE PARA CIDADÃOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NOS REGULAMENTOS DA TELEVISÃO DIGITAL TERRESTRE EM PORTUGAL Enviado por: Eng.º Francisco Godinho Email: godinho@utad.pt Telefone: 259350376 Fax: 259350300 ACESSIBILIDADE PARA CIDADÃOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NOS REGULAMENTOS DA TELEVISÃO DIGITAL TERRESTRE EM

Leia mais

Resposta à consulta pública ao projecto de decisão sobre preço praticado pela PT Comunicações no âmbito da TDT (MUX A)

Resposta à consulta pública ao projecto de decisão sobre preço praticado pela PT Comunicações no âmbito da TDT (MUX A) Resposta à consulta pública ao projecto de decisão sobre preço praticado pela PT Comunicações no âmbito da TDT (MUX A) Como o blogue TDT em Portugal já afirmou, desde há 20 anos que a televisão portuguesa

Leia mais

FEUP 2006/2007 Mestrado em Tecnologias Multimédia Doc. Apresentação V0

FEUP 2006/2007 Mestrado em Tecnologias Multimédia Doc. Apresentação V0 FEUP 2006/2007 Mestrado em Tecnologias Multimédia Doc. Apresentação V0 TÍTULO: Animatic - Marionetas Digitais Interactivas ORIENTADORES: Professor Doutor Aníbal Ferreira Professor Doutor Rui Torres ALUNO:

Leia mais

A TVDI em 2020, uma consequência do Programa Cidades Digitais

A TVDI em 2020, uma consequência do Programa Cidades Digitais PRESSUPOSTOS E OBJECTIVOS DO TRABALHO. Com o presente trabalho pretendeu-se criar um cenário do que será a TVDI em 2020, com base naquilo que sabemos hoje sobre os objectivos de Programas como o das Cidades

Leia mais

YTV. Porque o mundo evoluiu. YCommerceTV. Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online

YTV. Porque o mundo evoluiu. YCommerceTV. Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online YTV YCommerceTV Plataforma de Desenvolvimento de Televisoes online Porque o mundo evoluiu. O Projecto A empresa PARTTEAM foi fundada em 2000 e é uma empresa global de soluções web e multimédia. Em 2001

Leia mais

PT Wi-Fi: Internet em Movimento

PT Wi-Fi: Internet em Movimento PT Wi-Fi: Internet em Movimento Clipping de Media (05 a 09 de Dezembro de 2003) Meio: Diário Económico Data: 09 de Dezembro de 2003 Pág.: 6 Meio: Jornal de Negócios Data: 09 de Dezembro de 2003 Pág.: 8

Leia mais

A Comissão autoriza uma operação de concentração entre a Stream e a Telepiù mediante determinadas condições

A Comissão autoriza uma operação de concentração entre a Stream e a Telepiù mediante determinadas condições IP/03/478 Bruxelas, 2 de Abril de 2003 A Comissão autoriza uma operação de concentração entre a Stream e a Telepiù mediante determinadas condições A Comissão Europeia autorizou o projecto de aquisição

Leia mais

Zeinal Bava. Presidente Executivo. Diário Económico III Fórum Telecom & Media

Zeinal Bava. Presidente Executivo. Diário Económico III Fórum Telecom & Media Zeinal Bava Presidente Executivo Diário Económico III Fórum Telecom & Media Lisboa, 22 de Setembro de 2004 TV Cabo I novos desafios melhorar I qualidade de serviço de referência TV Digital para mais conteúdos

Leia mais

instituições de comprovada valia social, o qual visa concretizar, especificando, o compromisso a que está vinculada.

instituições de comprovada valia social, o qual visa concretizar, especificando, o compromisso a que está vinculada. DECISÃO relativa ao programa para a atribuição de subsídio à aquisição de equipamentos de recepção das emissões de TDT por parte de cidadãos com necessidades especiais, grupos populacionais mais desfavorecidos

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO Big Brother Vip (Prémio Semanal)

REGULAMENTO CONCURSO Big Brother Vip (Prémio Semanal) REGULAMENTO CONCURSO Big Brother Vip (Prémio Semanal) Concurso publicitário nº 81/2013, autorizado pela Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna. 1. OBJECTIVOS. 1.1. O Big Brother - Vip

Leia mais

nada se perde tudo se transforma

nada se perde tudo se transforma Do Analógico Ao Digital nada se perde tudo se transforma Lavoisier XIV CONGRESSO APODEMO 27 Maio 2009 Analógico Anos 80 Introdução sistemas de medição electrónica de audiências de televisão. Substituição

Leia mais

Jornadas sobre Regulação dos Mercados de Telecomunicações. Lisboa, 6 de Novembro de 2002

Jornadas sobre Regulação dos Mercados de Telecomunicações. Lisboa, 6 de Novembro de 2002 Telecom Televisão Digital Jornadas sobre Regulação dos Mercados de Telecomunicações Lisboa, 6 de Novembro de 2002 Televisão Digital Terrestre na Europa Aposta clara da UE na Televisão Digital Terrestre

Leia mais

. Substituição dos pacotes FIBRA pelos novos pacotes Fibra IRIS. Beneficios dos Pacotes Fibra IRIS. Comparativo com concorrência

. Substituição dos pacotes FIBRA pelos novos pacotes Fibra IRIS. Beneficios dos Pacotes Fibra IRIS. Comparativo com concorrência CAMPANHA PROMOCIONAL NOVIDADES CABO IRIS by ZON Fibra. Substituição dos pacotes FIBRA pelos novos pacotes Fibra IRIS. Beneficios dos Pacotes Fibra IRIS. Comparativo com concorrência CABO TV. Novos preços

Leia mais

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS

REGULAMENTO REGRESSO À CASA I. PREÂMBULO. Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGRESSO À CASA Concurso para a selecção da REDACÇÃO e CONSELHO EDITORIAL do JORNAL ARQUITECTOS REGULAMENTO I. PREÂMBULO O Jornal Arquitectos (adiante designado por JA), é um projecto editorial que integra

Leia mais

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Outras conclusões: Recrutamento na área de Marketing Digital registou crescimento de 15%. Área de E- commerce cresceu 6% Remuneração dos profissionais

Leia mais

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHC Mensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS CS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

Esta sessão explora o papel das TIC (parte do problema ou da solução?), debatendo, nomeadamente, as seguintes questões:

Esta sessão explora o papel das TIC (parte do problema ou da solução?), debatendo, nomeadamente, as seguintes questões: CONGRESSO DAS COMUNICAÇÕES 08 - TIC E ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS - 11 NOVEMBRO 09H00 10H30 ABERTURA OFICIAL DO CONGRESSO ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E O FUTURO Segundo o Relatório Stern, caso nada seja feito, os

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS PARA UMA REDE DE INOVAÇÃO EM AVEIRO (INOVARIA) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS

ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS PARA UMA REDE DE INOVAÇÃO EM AVEIRO (INOVARIA) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS ASSOCIAÇÃO DE EMPRESAS PARA UMA REDE DE INOVAÇÃO EM AVEIRO (INOVARIA) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Fevereiro 2014 Para aderir ou obter mais informações: Consulte o seu gestor PT Empresas Envie

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Barómetro. OberCom MEDIA E COMUNICAÇÃO: TENDÊNCIAS 2007/2008. Investigação e Saber em Comunicação

Barómetro. OberCom MEDIA E COMUNICAÇÃO: TENDÊNCIAS 2007/2008. Investigação e Saber em Comunicação OberCom Investigação e Saber em Comunicação Barómetro MEDIA E COMUNICAÇÃO: TENDÊNCIAS 2007/2008 Este trabalho está licenciado para Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License. Barómetro Media

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

Concurso para a Televisão Digital terrestre POSIÇÃO DA APRITEL

Concurso para a Televisão Digital terrestre POSIÇÃO DA APRITEL Concurso para a Televisão Digital terrestre POSIÇÃO DA APRITEL 1. Introdução Relativamente ao concurso da Televisão Digital Terrestre, a APRITEL apresenta as suas principais preocupações relativamente

Leia mais

NEGÓCIO FIBRA CAMPANHA PROMOCIONAL 28 FEVEREIRO 2015. Em VIGOR ATÉ Campanha valida apenas para territorio continental

NEGÓCIO FIBRA CAMPANHA PROMOCIONAL 28 FEVEREIRO 2015. Em VIGOR ATÉ Campanha valida apenas para territorio continental CAMPANHA PROMOCIONAL Gestor Comercial - Pedro Ferreira - 933824242 - p.ferreira.nos@gmail.com Para conhecer as condições especiais para o serviço, contacte-me! NEGÓCIO FIBRA Em VIGOR ATÉ Campanha valida

Leia mais

INFORMAÇÃO COMERCIAL 254/15

INFORMAÇÃO COMERCIAL 254/15 INFORMAÇÃO COMERCIAL 254/15 DIREÇÃO COMERCIAL 07.08.2015 AS CRIANÇAS MAIS TALENTOSAS DE PORTUGAL VÃO ESTAR NESTE VERÃO, NA TVI! ESTREIA 2ª QUINZENA DE AGOSTO 2015 DOMINGO PRIME TIME 21H30 6 EPISÓDIOS 120

Leia mais

2008 Crescimento líquido de RGUs de 144,4 mil no 4T08 100 mil ZON Boxes instaladas

2008 Crescimento líquido de RGUs de 144,4 mil no 4T08 100 mil ZON Boxes instaladas ZON Multimédia Serviços de Telecomunicações e Multimédia, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Av. 5 de Outubro, n.º 208, Lisboa Capital Social: 3.090.968,28 Euros Número de Matrícula na Conservatória do

Leia mais

INFORMAÇÃO COMERCIAL 024/16. Direção Comercial e Marketing 28.12.2015

INFORMAÇÃO COMERCIAL 024/16. Direção Comercial e Marketing 28.12.2015 INFORMAÇÃO COMERCIAL 024/16 1 Direção Comercial e Marketing 28.12.2015 TUDO SOBRE AS CONTRATAÇÕES DO FUTEBOL Jornal diário Comentadores residentes: Rui Pedro Braz, Pedro Sousa e José Manuel Freitas A apresentação

Leia mais

o SEU clube de aluguer de DVD s na internet. BluePlanetDVD.com Study Case 2003 - IDEF/ISEG www.blueplanetdvd.com 1

o SEU clube de aluguer de DVD s na internet. BluePlanetDVD.com Study Case 2003 - IDEF/ISEG www.blueplanetdvd.com 1 BluePlanetDVD.com Study Case www.blueplanetdvd.com 1 A Ideia Necessidades não satisfeitas para o cliente; Uma IDEIA; Dois anos a amadurecer a ideia, de forma a ser inovadora, tecnologicamente avançada,

Leia mais

Escolas de Pentatlo Moderno

Escolas de Pentatlo Moderno Escolas de Pentatlo Moderno ÍNDICE O que é o franchising PENTAKID? 3 Serviços PENTAKID 5 Marketing 6 Recursos Humanos 7 Financiamento 8 Processo de aquisição 9 Ficha técnica 10 Carta de resposta 11 2 O

Leia mais

Eng.º Mário Lino. por ocasião da Apresentação das Iniciativas. e.escola e.professor e.oportunidades

Eng.º Mário Lino. por ocasião da Apresentação das Iniciativas. e.escola e.professor e.oportunidades INTERVENÇÃO DO MINISTRO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Eng.º Mário Lino por ocasião da Apresentação das Iniciativas e.escola e.professor e.oportunidades Escola Secundária Eça de Queiroz,

Leia mais

índice Equipamentos Comando Ver TV Pausa TV Guia TV Gravador Videoclube Passou na TV Fotos e Música Controlo Parental Compra de Canais

índice Equipamentos Comando Ver TV Pausa TV Guia TV Gravador Videoclube Passou na TV Fotos e Música Controlo Parental Compra de Canais índice 01 04 03 02 05 06 10 09 08 07 11 12 13 p.05 Boas-vindas / Vantagens p.06 p.08 p.11 p.12 p.13 p.14 p.15 p.16 p.16 p.18 p.19 p.19 Equipamentos Comando Ver TV Pausa TV Guia TV Gravador Videoclube Passou

Leia mais

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL 21º Congresso Quantificar o Futuro Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL Programa Data Hora Actividade 23/Nov. 11:30 Inauguração Oficial Innovation Lounge Visita efectuada ao Venture Lounge por Sua

Leia mais

O futuro da Banda Larga em Portugal

O futuro da Banda Larga em Portugal O futuro da Banda Larga em Portugal Dr. Miguel Horta e Costa Presidente Executivo da Portugal Telecom Lisboa, 5 de Fevereiro de 2004 Quadro 1 Portugal encontra-se hoje particularmente bem posicionado para

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS

PHC Mensagens SMS CS PHC Mensagens SMS CS O potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC O envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo. Uma comunicação com sucesso: ganhos de tempo e de dinheiro

Leia mais

Projecto Netliga. Proposta de desenvolvimento de jogo interactivo multiutilizador. Ruido Visual Telecomunicações Interactivas 24/11/2000 MV

Projecto Netliga. Proposta de desenvolvimento de jogo interactivo multiutilizador. Ruido Visual Telecomunicações Interactivas 24/11/2000 MV Projecto Netliga Proposta de desenvolvimento de jogo interactivo multiutilizador Ruido Visual Telecomunicações Interactivas 24/11/2000 MV 0. INTRODUÇÃO... 3 1.OBJECTIVOS... 4 2.DESCRIÇÃO... 5 3.CONCORRÊNCIA...

Leia mais

UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COMÉRCIO E SERVIÇOS (UACS) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Março 2014

UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COMÉRCIO E SERVIÇOS (UACS) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Março 2014 UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COMÉRCIO E SERVIÇOS (UACS) CONDIÇÕES EXCLUSIVAS PARA ASSOCIADOS Março 2014 Para aderir ou obter mais informações: Consulte o seu gestor PT Empresas Envie email para protocoloseparceriasptempresas@telecom.pt

Leia mais

Famílias Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação 2003

Famílias Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação 2003 Famílias Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação 2003 Instrumento de Notação Instrumento de notação do Sistema Estatístico Nacional (Lei n.º 6/89, de 15 de Abril), de resposta

Leia mais

Televisão MARKTEST A U D I M E T R I A MARKTEST A U D I M E T R I A

Televisão MARKTEST A U D I M E T R I A MARKTEST A U D I M E T R I A Televisão Seminário APODEMO Comunicação e Media Fragmentação e Convergência Lisboa, 27 de Outubro 2009 Joelma Garcia Era da Narrativa Era do Registo IATV Bareme Audímetria Cabo DTH Set-Top Boxes Analógico

Leia mais

MEDIA CENTER EDITION 2005

MEDIA CENTER EDITION 2005 ARTIGO MEDIA CENTER EDITION MEDIA CENTER EDITION 2005 O MICROSOFT WINDOWS XP MEDIA CENTER EDITION 2005, OU SIMPLESMENTE MCE, PROPORCIONA O MAIS AVANÇADO ENTRETENIMENTO DOMÉSTICO DA COMPUTAÇÃO ACTUAL. COM

Leia mais

THE MONEY DROP (NOME FINAL A CONFIRMAR) INFORMAÇÃO COMERCIAL 084A/15

THE MONEY DROP (NOME FINAL A CONFIRMAR) INFORMAÇÃO COMERCIAL 084A/15 THE MONEY DROP (NOME FINAL A CONFIRMAR) INFORMAÇÃO COMERCIAL 084A/15 DIREÇÃO COMERCIAL 10.02.2015 2 UM JOGO DE ELEVADO RISCO ONDE SE PODE GANHAR MUITO E PERDER TUDO! DESCRIÇÃO The Money Drop (nome final

Leia mais

Solução de digital signage / corporate tv / instore tv

Solução de digital signage / corporate tv / instore tv Solução de digital signage / corporate tv / instore tv RAVI é um inovador sistema de software multimédia que possibilita a gestão e operação de emissões de TV Corporativa, através da Internet ou Intranet,

Leia mais

Manual de Utilizador Acesso e Navegação na Plataforma de Web TV da Assembleia da República

Manual de Utilizador Acesso e Navegação na Plataforma de Web TV da Assembleia da República Manual de Utilizador Acesso e Navegação na Plataforma de Web TV da Assembleia da República Índice 1 Página de Entrada / Home 1.1 Endereço Internet de Acesso ao Interface WEB 3 2 Transmissões em Direto

Leia mais

O PLANO DE COMUNICAÇÃO INTERNA

O PLANO DE COMUNICAÇÃO INTERNA O PLANO DE COMUNICAÇÃO INTERNA O plano de Comunicação Interna è a tradução operacional da estratégia. É um instrumento de gestão cujo objectivo é traduzir a política de comunicação interna da empresa num

Leia mais

Entrevista sobre o Programa Kulto

Entrevista sobre o Programa Kulto Entrevista sobre o Programa Kulto Ficha de Identificação Nome: Rute Gil Empresa: Estado do Sítio Cargo/Função: Produtora e Guionista Programa: Kulto Questões 1. Qualidade - Na sua opinião, o que pode ser

Leia mais

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS O PROJECTO COMO NASCEU O CARTÃO SOLIDÁRIO O projecto Cartão Solidário nasceu da vontade de responder de forma contínua e sustentável às necessidades das Instituições

Leia mais

Histórico. Quem Somos

Histórico. Quem Somos Campanha Parcerias Novembro de 2013 Histórico Quem Somos A Cabovisão iniciou a sua atividade em 1993 e é atualmente o segundo maior operador de rede por cabo em Portugal, com mais de 900 mil casas cabladas,

Leia mais

O DIVIDENDO DIGITAL: DESAFIOS DO MERCADO E OBJECTIVOS DE INTERESSE PÚBLICO

O DIVIDENDO DIGITAL: DESAFIOS DO MERCADO E OBJECTIVOS DE INTERESSE PÚBLICO O DIVIDENDO DIGITAL: DESAFIOS DO MERCADO E OBJECTIVOS DE INTERESSE PÚBLICO Miguel Gil, Administrador da TVI Lisboa, 16 de abril de 2009 Boa tarde a todos, Falar a esta hora, tão perto do encerramento,

Leia mais

Internet de Banda Larga pré-paga da Netcabo. Clipping de Media (10 e 11 de Maio de 2004) Direcção de Comunicação Corporativa

Internet de Banda Larga pré-paga da Netcabo. Clipping de Media (10 e 11 de Maio de 2004) Direcção de Comunicação Corporativa Internet de Banda Larga pré-paga da Netcabo Clipping de Media (10 e 11 de Maio de 2004) Meio: Jornal de Notícias Data: 11 de Maio de 2004 Pág.: 27 Meio: Diário Económico Data: 11 de Maio de 2004 Pág.:

Leia mais

Luís Magalhães Presidente, UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento

Luís Magalhães Presidente, UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento A Internet, os computadores, ostelefones móveis, a TV digital estão a transformar profundamente a maneira como as pessoas vivem - como aprendem, trabalham, ocupam os tempos livres e interagem, tanto nas

Leia mais

Principais Introduções Tecnológicas Vodafone Portugal

Principais Introduções Tecnológicas Vodafone Portugal Principais Introduções Tecnológicas Vodafone Portugal A Vodafone tem estado sempre na linha da frente da introdução de novas tecnologias e desenvolvimento de serviços de dados móveis. Foi pioneira em Portugal

Leia mais

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer!

GUIA TDT PREPARE-SE PARA A televisão digital terrestre SAibA o que fazer! GUIA TDT PREPARE-SE para a televisão digital terrestre saiba o que fazer! MENSAGEM DO PRESIDENTE José Amado da Silva Presidente da Autoridade Nacional das Comunicações (ICP-ANACOM) Num momento crucial

Leia mais

Adesão ao Serviço MB WAY

Adesão ao Serviço MB WAY Adesão ao Serviço MB WAY 1) Objecto Pelo presente contrato, o Banco Santander Totta SA obriga-se a prestar ao Utilizador o Serviço MB WAY, nas condições e termos regulados nas cláusulas seguintes, e o

Leia mais

5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais

5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais 5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais 5.1 A Rede Globo A Rede Globo é uma das maiores redes de televisão do mundo, com milhões de espectadores

Leia mais

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2008

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2008 Sociedade da Informação e do Conhecimento 04 de Novembro 2008 Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2008 Banda larga presente em 86% dos agregados domésticos

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS CS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS CS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso:

Leia mais

XOPVision Cloud Digital Signage

XOPVision Cloud Digital Signage XOPVision Cloud Digital Signage O que é o Digital Signage? Conceito O XOPVISION é uma ferramenta de comunicação que utiliza televisores, monitores, smartphones ou tablet s, estrategicamente localizados

Leia mais

Todos nós temos pelo menos uma coisa em casa a que chamamos televisão. E

Todos nós temos pelo menos uma coisa em casa a que chamamos televisão. E 1 2 Todos nós temos pelo menos uma coisa em casa a que chamamos televisão. E muitas vezes falamos, eu tenho cabo e referimo-nos aos canais cabo, quando apenas se tem um serviço pago, mas muitas vezes a

Leia mais

BoxOffice Perguntas Frequentes

BoxOffice Perguntas Frequentes BoxOffice Perguntas Frequentes GERAL 1. O que é o BoxOffice? O BoxOffice é um serviço de Vídeo a Pedido que lhe permite alugar e assistir no conforto da sua sala aos mais recentes filmes de sucesso de

Leia mais

Protecção do Consumidor

Protecção do Consumidor Protecção do Consumidor na Era 2.0 Fevereiro 2010 Fevereiro 2009 Protecção do Consumidor na Era 2.0 Protecção do Consumidor na Era 2.0 Destaques 3 Atitudes em Relação à Publicidade... 4 O Consumidor face

Leia mais

Concurso de Ideias para uma Nova Imagem da Associação Desportiva - BJWHF e das Secções Desportivas de Rugby DH e de Volley - LC. Artigo 1º (Objecto)

Concurso de Ideias para uma Nova Imagem da Associação Desportiva - BJWHF e das Secções Desportivas de Rugby DH e de Volley - LC. Artigo 1º (Objecto) Concurso de Ideias para uma Nova Imagem da Associação Desportiva - BJWHF e das Secções Desportivas de Rugby DH e de Volley - LC Artigo 1º (Objecto) O concurso de ideias para uma nova imagem dos Logótipos

Leia mais

MUDE PARA A TELEVISÃO DIGITAL

MUDE PARA A TELEVISÃO DIGITAL MUDE PARA A TELEVISÃO DIGITAL O SEU TELEVISOR ESTÁ PREPARADO? NÃO FIQUE SEM VER TELEVISÃO O QUE É A TELEVISÃO DIGITAL? A televisão digital é uma evolução natural da televisão que temos hoje, com melhor

Leia mais

PUBLICIDADE DIGITAL E NEW MEDIA 2009-2010 / 6º SEMESTRE

PUBLICIDADE DIGITAL E NEW MEDIA 2009-2010 / 6º SEMESTRE PUBLICIDADE DIGITAL E NEW MEDIA 2009-2010 / 6º SEMESTRE PRÓXIMA AULA: APRESENTAÇÃO DE PLANO DE COMUNICAÇÃO E O FILME DO YOUTUBE? AULA 12 A. EMAIL MARKETING - Objectivos e problemas - Ideias - Vantagens

Leia mais

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso: ganhe

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA PLANO DE COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO Deliverable 4 Fase 2 Novembro 2008 1 P á g i n a Índice 1. Objectivos... 3 2. Públicos-alvo... 4 3. Estratégia de Comunicação... 5 3.1

Leia mais

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 03 de Dezembro de 2007 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 77% DOS AGREGADOS DOMÉSTICOS COM LIGAÇÃO À INTERNET

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 1/AUT-TV/2008

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 1/AUT-TV/2008 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 1/AUT-TV/2008 Pedido de autorização para o exercício da actividade de televisão através de um serviço de programas televisivo

Leia mais

KidZania Lisboa Portugal

KidZania Lisboa Portugal KidZania Lisboa Portugal Acrescentando valor à indústria de entretenimento com soluções de Self-Service Este projecto representava um desafio real para nós, por isso, era necessário encontrar não só uma

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

A Tecnologia a Serviço sdas Ideias

A Tecnologia a Serviço sdas Ideias sua A Tecnologia a Serviço sdas Grandes Ideias 1 Entre os 10 maiores integradores do Brasil Destaques Operacionais Mais de 10,000 equipamentos gerenciados de LAN e WAN 9.000 sites em mais de 700 clientes

Leia mais

CARACTERÍSTICAS OBJETIVOS PRODUTOS

CARACTERÍSTICAS OBJETIVOS PRODUTOS INTRODUÇÃO Niterói - cidade considerada digital já em 1999 é uma das mais conectadas em banda larga do país. Na cidade conhecida por seus belos casarões, museus e centros culturais, foi criada em agosto

Leia mais

PROJECTO DE COMUNICAÇÃO

PROJECTO DE COMUNICAÇÃO PROJECTO DE COMUNICAÇÃO VITÓRIA SPORT CLUBE Visão O objectivo e desafio do Departamento de Comunicação visa ajudar a congregar os actos comunicativos de todos aqueles que fazem parte do Clube e transmitir

Leia mais

Radiografia do Sector das Telecomunicações de Cabo Verde

Radiografia do Sector das Telecomunicações de Cabo Verde Radiografia do Sector das Telecomunicações de Cabo Verde Associação Empresarial de Telecomunicações Radiografia do Sector das telecomunicações de Cabo Verde 2 Radiografia do Sector das telecomunicações

Leia mais

NET revoluciona oferta de HD com novos produtos e conteúdos em alta definição

NET revoluciona oferta de HD com novos produtos e conteúdos em alta definição NET revoluciona oferta de HD com novos produtos e conteúdos em alta definição Pioneira em alta definição no Brasil, NET lança novo decodificador HD e novos pacotes de canais neste formato, disponíveis

Leia mais

DBL/BLM 01.08.2012. Banda Larga Móvel

DBL/BLM 01.08.2012. Banda Larga Móvel DBL/BLM 01.08.2012 Índice Banda Larga O que é? Abordagem Comercial O que é o 4G Evolução Tecnológica Uma Oferta duas marcas Tarifários Campanha de Adesão Equipamentos Serviços Adicionais Argumentário de

Leia mais

Decisão sobre processo de controlo prévio da concentração Sonaecom/PT

Decisão sobre processo de controlo prévio da concentração Sonaecom/PT Decisão sobre processo de controlo prévio da concentração Sonaecom/PT Abel M. Mateus Presidente Autoridade da Concorrência Lisboa, de 22 Dezembro de 2006 A decisão Decisão de não oposição acompanhada da

Leia mais

We Do. You Sell. A sua loja online (A You Sell Iniciative) Solução de Parceria Lojas Online

We Do. You Sell. A sua loja online (A You Sell Iniciative) Solução de Parceria Lojas Online Largo da Codiceira 74, 1º Tr. We Do. You Sell. A sua loja online (A You Sell Iniciative) Solução de Parceria Lojas Online // VALORVISUAL_SOLUÇÕES GLOBAIS DE COMUNICAÇÃO WE DO, YOU SELL. A SUA LOJA ONLINE

Leia mais

Regulamento do Passatempo

Regulamento do Passatempo Regulamento do Passatempo Artigo 1.º - Objeto O presente Regulamento visa estabelecer os termos aplicáveis ao passatempo "Ídolos do Volante by SEAT", que é uma iniciativa da Impresa Publishing e do programa

Leia mais

Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing

Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing Planeamento de Campanha de E-Marketing Cada variável, a nível de marketing tem normas próprias, em função dos meios de comunicação através dos quais se veiculam

Leia mais

3. Oferta de produtos e serviços ZON

3. Oferta de produtos e serviços ZON AGENDA 1. A Empresa e a sua história 2. Contexto do mercado de Telecomunicações e Entretenimento em Portugal 3. Oferta de produtos e serviços ZON 4. Novos projectos e iniciativas estratégicas 12 REDE AVANÇADA

Leia mais

UM ELEMENTO PARA A VIDA

UM ELEMENTO PARA A VIDA 1 Nasceu o novo MEO. A única marca em Portugal com uma oferta verdadeiramente integrada de telecomunicações e entretenimento: Televisão, Internet, Telefone e Telemóvel 2 UM ELEMENTO PARA A VIDA TELEVISÃO

Leia mais

UNL, 19 de Novembro de 2005. A Inovação em Portugal Contributo das Empresas e das Universidades

UNL, 19 de Novembro de 2005. A Inovação em Portugal Contributo das Empresas e das Universidades UNL, 19 de Novembro de 2005 A Inovação em Portugal Contributo das Empresas e das Universidades 1 Foco numa oportunidade clara Convergência Digital Imagem uma nova dimensão Estrangulamento no acesso (last

Leia mais

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias BANDA LARGA

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias BANDA LARGA 03 DE DEZZEMBRO 2007 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 77% DOS AGREGADOS DOMÉSTICOS COM LIGAÇÃO À INTERNET

Leia mais

Internet de banda larga para todos os europeus: Comissão lança debate sobre o futuro do serviço universal

Internet de banda larga para todos os europeus: Comissão lança debate sobre o futuro do serviço universal IP/08/1397 Bruxelas, 25 de Setembro de 2008 Internet de banda larga para todos os europeus: Comissão lança debate sobre o futuro do serviço universal Como é que a UE vai conseguir que todos os europeus

Leia mais

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade Regulamento 2015 1. Objectivo Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2015 é um concurso que resulta da conjugação de esforços e vontades do Crédito Agrícola, aqui representado pela Caixa Central

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD 1 de 9 Desde o nascimento do telemóvel e o seu primeiro modelo vários se seguiram e as transformações tecnológicas que estes sofreram ditaram o nascimento de várias gerações. O Motorola DynaTac 8000X é

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BPstat manual do utilizador Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BANCO DE PORTUGAL Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

OECD Communications Outlook 2009. Uma visão sobre as comunicações na OCDE 2009. Summary in Portuguese. Sumário em Português

OECD Communications Outlook 2009. Uma visão sobre as comunicações na OCDE 2009. Summary in Portuguese. Sumário em Português OECD Communications Outlook 2009 Summary in Portuguese Uma visão sobre as comunicações na OCDE 2009 Sumário em Português Esta decima edição da bienal Uma Visão sobre as Comunicações na OCDE destaca transformações

Leia mais

Tecnologias de Informação e Comunicação Trabalho de Projecto O Mundo da TV

Tecnologias de Informação e Comunicação Trabalho de Projecto O Mundo da TV Dedicamos o trabalho a todos aqueles a que, neste país, fazem tudo para existir uma melhor televisão e àqueles que trabalham horas a fio para dar continuidade a uma emissão. Dedicamo-lo também àqueles

Leia mais

O Modelo DX sumário executivo

O Modelo DX sumário executivo White Paper O Modelo DX sumário executivo INTRODUÇÃO 2 O MODELO BROADCAST 3 MODELO TRADICIONAL DE BROADCAST 3 O MODELO DX 4 NOVOS MODELOS DE RECEITA 5 O MODELO DX PARA TELAS COLETIVAS 6 1 www.dx.tv.br

Leia mais