CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 3ª TURMA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 3ª TURMA"

Transcrição

1 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENGENHARIA DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 3ª TURMA Promovido pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO BRASÍLIA, em parceria com o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO UNICEUMA PARCERIA COM O PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE DO DISTRITO FEDERAL (PMI DF). Desconto de 10% aos filiados do PMI-DF PERÍODO: INÍCIO PREVISTO DO CURSO: 15 DE MARÇO DE 2010 CARGA HORÁRIA: 380 Horas/aula OBJETIVOS GERAIS: Conhecer os conceitos e técnicas da Engenharia de Software, com ênfase na qualidade de software e melhores práticas de desenvolvimento. Capacitar profissionais de projetos de desenvolvimento a modelar produto de software com qualidade baseado em padrões e nas melhores práticas da orientação a objetos e componentes com utilização da linguagem UML (Unified Modeling Language). Oferecer um conjunto de conhecimentos para projetar software, compreendendo as fases do ciclo de vida do produto, aplicado de forma metodológica. Prover uma capacitação técnica para Elaboração do Escopo do Produto, Especificação dos Requisitos, Análise e Design da solução, Projeto da Arquitetura e Garantia da Qualidade do Produto.

2 Fornecer aos participantes um processo de desenvolvimento que considere os riscos e tenha uma abordagem Iterativa e incremental para a entrega de artefatos de software. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Capacitar graduados em informática e outros profissionais de áreas afins a computação, no desenvolvimento de habilidades que lhes permitam formular e implementar projetos de software; Oferecer aos graduados em informática e outros profissionais de áreas afins que atuam na área de engenharia de software, programação, suporte a produtos e desenvolvimento de soluções, oportunidade de complementação e atualização de conhecimentos; Oferecer aos alunos conhecimentos totalmente voltados para as necessidades do mercado, bem como a produção eficiente de software de alta qualidade com base nas melhores práticas da indústria de software. PÚBLICO ALVO: Profissionais graduados e ou de Curso de Formação Específica das áreas de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, Gerentes de Projetos de Tecnologia e profissionais de áreas afins desde que devidamente habilitados. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 1) Análise e Gerencia de Requisitos 40 Horas/ Aula: Introdução a Análise e Gerência de Requisitos, Melhores Práticas, Análise do problema, Compreensão da necessidade dos envolvidos, Definição do problema, Gerenciamento do escopo do problema, Refinamento da definição do sistema, Gerenciamento dos requisitos mutáveis, Técnicas para o levantamento de requisitos (entrevista, workshop, brainstorming, storyboarding, roleplaying, prototipação, etc.). Elaboração dos principais artefatos (Visão, Especificação de Requisitos, Glossário, Especificação Suplementar, Diagrama de Caso de Uso, etc.) Identificação dos atores envolvidos, Rastreabilidade de requisitos, Tipos de requisitos (funcionais e nãofuncionais), Levantamento de Requisitos baseado no RUP. 2) Análise e Projeto Orientado a Objetos: UML 40 Horas/Aula: Introdução a Orientação a Objetos. Conceitos Básicos de Orientação a Objetos (classes, objetos, atributos, operações, herança, abstração, representação, encapsulamento, reuso e comunicação entre objetos). História da Análise Orientada a Objetos (evolução). Visão Geral da UML: Vocabulário da UML, Diagramas, Regras e Mecanismos Comuns (notas, estereótipos, valores atribuídos). O Ciclo do Desenvolvimento de Software Orientado a Objetos. O Processo Unificado. Modelagem da Arquitetura de um Sistema. Artefatos usados pelo Processo Unificado: Casos de Uso, Diagrama de Caso de Uso, Modelo Conceitual, Diagramas de Seqüência, Atividades, Execução e Componentes, Contratos, Diagrama de Classes, Diagrama de Interação. Desenvolvimento de Estudos de Caso em uma Ferramenta de Modelagem.

3 3)Programação Orientada a Objetos com Java: 1ª Parte 40 Horas/Aula: Fundamentos da linguagem Java. Tipos primitivos de dados. Variáveis e constantes. Instruções de controle. Métodos e atributos. Métodos construtores. Introdução a classes e objetos. Arrays. Programação orientada a objetos em Java. Herança: superclasses e subclasses. Polimorfismo: sobrecarga de métodos. Encapsulamento: modificadores de acesso. Membros de classe estáticos. Membros protected. Classes Abstratas e métodos abstratos. 4)Programação Orientada a Objetos com Java: 2ª Parte 40 Horas/Aula: Interface Gráfica com Usuário (GUI). Tratamento de exceções. Arquivos e fluxos. Acesso a Bancos de dados. Programação Multi-thread. 5)Engenharia de Software com Swebok e Métricas de Software 40 Horas/Aula: Princípios básicos e conceitos, fases de desenvolvimento e áreas de conhecimento do modelo Swebok (Requisitos de Software; Projeto de Software, Construção de Software, Teste de Software, Manutenção de Software, Gerência de Configuração de Software, Gerência da Engenharia de Software, Processo de Engenharia de Software, Ferramentas e Métodos da Engenharia de Software e Qualidade de Software). Princípios básicos e conceitos relativos a Métricas de Software. 6)Design Pattern, Frameworks e Componentes 40 Horas/Aula: Conceitos Básicos de Padrões de Projeto. Padrão para atribuir responsabilidades: Expert. Padrão para atribuir responsabilidades: Creator. Padrão para atribuir responsabilidades: Baixo Acoplamento. Padrão para atribuir responsabilidades: Alta Coesão. Padrão básico: Interfaces e Polimorfismo. Padrão básico: Herança versus Composição. Padrões de Projeto Arquitetural. Projeto de uma Arquitetura de Software. Padrão Layers (Camadas). Estruturas de Controle. Padrão Observer. Padrão Model-View-Controller (MVC). Opções de Persistência. Padrões de Projeto Detalhado. Facetas da Reusabilidade de Software. Elementos essenciais de um Design Pattern. Design Pattern: Factory Method. Design Pattern: Singleton. Design Pattern: Abstract Factory. Design Pattern: Iterator. Design Pattern: Composite. Design Pattern: Visitor. Design Pattern: Strategy. Design Pattern: Command. Design Pattern: Decorator. Design Pattern: Template Method. Software Baseado em Componentes. Aspectos técnicos do desenvolvimento baseado em componentes. Frameworks. Tipos de frameworks. Uma lista de frameworks. Detalhamento de um Frameworks horizontal: JUNIT. Construção de frameworks: Um processo evolutivo. 7)Verificação de Software: Ênfase em Testes 40 Horas/Aula: Fundamentos do Teste de Software: O que é teste, Porque teste é necessário, contexto dos sistemas de software, causas dos defeitos, teste e qualidade. Verificação e Validação de Software: Fases dos testes de verificação e validação, métodos e técnicas aplicados a verificação e validação de software. Níveis de Teste: Unidade, Integração, Sistema e Aceite. Cobertura dos testes: Cobertura de requisitos, cobertura dos testes funcionais e estruturais. Processo de Teste de Software: Fundamentos do processo de teste, fases, atividades, artefatos, papéis e responsabilidades. Formalização de processos de testes, customizações e melhores práticas. Ferramentas e Automatização de Testes: Classificação das ferramentas, ferramentas de gerenciamento, especificação, performance e monitoração dos testes. Automatização dos Testes: Testes manuais x Testes automatizados e decisões sobre automatização de testes. 8) Qualidade de Software 40 Horas/Aula: Introdução a Qualidade de Software. Controle da Qualidade Total, Processo de Garantia de Qualidade do Software, Garantia da Qualidade do Processo e Garantia da Qualidade do Produto. CMM, CMMI, Melhoria de processos individuais e de equipe, MPS. BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro, Normas ISO e Ferramentas. 9)Gerência de Projetos com PMI 40 Horas/Aula: Definição de Projeto. Definição de Gerenciamento de Projetos. Estruturas Organizacionais. Ciclos do Projeto e Processos do Gerenciamento (Iniciação, Planejamento, Execução, Controle e Encerramento). Áreas de Conhecimento do Gerenciamento de Projetos.

4 10)Orientação de Monografia 20 Horas/Aula: Elaboração da monografia de trabalho de conclusão de curso de acordo com o manual da Instituição e do curso. COORDENAÇÃO: Prof.ª MSc. Edna Dias Canedo Doutoranda em Engenharia Elétrica pela UNB. Mestre pela Universidade Federal da Paraíba UFPB. Área de concentração: Sistemas de Software. Área Especifica: Engenharia de Software, título concedido em Graduada em Análise de Sistemas pela Universidade Salgado de Oliveira; Goiás (1999). Atua na área de desenvolvimento de sistemas desde 1998, tendo trabalhado como Analista de Sistemas na Empresa de Processamento de Dados do Estado de Goiás Prodago, até o ano de Em Brasília atuou na Poliedro Como Consultora de Desenvolvimento e Gerência de Projetos de 2005 a agosto de Atualmente é Analista de Sistemas Pleno em Desenvolvimento na ECT Empresa de Correios e Telégrafos. Desde 2000 dedica-se a atividades de docência universitária nos cursos de graduação e pós graduação. Atualmente é professora titular do Centro Universitário Unieuro nos cursos de Graduação e Pós-Graduação. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Software, atuando principalmente nos seguintes temas: Redes de Petri, Engenharia de Software, Orientação a Objetos, Gerência de Projetos, Teste de Software e Governança de TI. DOCENTES: Edna Dias Canedo. Doutoranda em Engenharia Elétrica pela UNB. Mestre pela Universidade Federal da Paraíba UFPB. Área de concentração: Sistemas de Software. Área Especifica: Engenharia de Software, título concedido em Graduada em Análise de Sistemas pela Universidade Salgado de Oliveira; Goiás (1999). Atua na área de desenvolvimento de sistemas desde 1998, tendo trabalhado como Analista de Sistemas na Empresa de Processamento de Dados do Estado de Goiás Prodago, até o ano de Em Brasília atua na Poliedro Como Consultora de Desenvolvimento e Gerência de Projetos e como Analista de Sistemas Pleno em Desenvolvimento na ECT Empresa de Correios e Telégrafos. Desde 2000 dedica-se a atividades de docência universitária nos cursos de graduação e pós graduação. Atualmente é professora titular do Centro Universitário Unieuro nos cursos de Graduação e Pós-Graduação. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Software, atuando principalmente nos seguintes temas: Redes de Petri, Engenharia de Software, Orientação a Objetos, Gerência de Projetos, Teste de Software e Governança de TI. Cleziana de Freitas Costa. Possui MBA em Engenharia de Software com ênfase em Gestão de Projetos pela Faculdades Integradas UPIS (2006). Graduada em Ciência da Computação pela FIPLAC (2000). Certificada CBTS (2007). Certificada ISTQB (2008). Experiência de 04 anos como Analista de Testes. Experiência como Líder de Teste. Trabalha atualmente como Analista de Requisitos, Consultora de Teste, Auditora da Qualidade ISO e Facilitadora da Qualidade. Delano Brandes Marques - Mestre em Engenharia de Eletricidade (área de concentração em Ciência da Computação) pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA. Graduado em Processamento de Dados pelo Centro Universitário do Maranhão - UNICEUMA. Atuou como docente do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação e do Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Sistemas no UNICEUMA. No Centro Universitário UNIEURO foi Coordenador Geral do CEAD (Coordenação de Educação a Distância) e Gestor de Tecnologia da Informação (NTI). Atualmente atua na instituição como docente (Graduação e Pós-Graduação) e coordenador do CeTI (Centro de Tecnologia da

5 Informação), onde são ofertados os cursos de Bacharelado em Sistemas de Informação e o Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. José Gonçalo dos Santos-Doutor em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004). Graduado em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso (1994). Especialização em Matemática Computacional pela Universidade Federal de Mato Grosso (1996). Mestre em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001).. Atualmente é professor titular do Centro Universitário Unieuro e Analista de Sistemas da Companhia de Águas e Esgotos de Brasília. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Computação. Atuando principalmente nos seguintes temas: Sistemas de Apoio à Decisão, Data Mining, Conjuntos Difusos. Lucas Paes Moreira - Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade de Brasília (2005). Graduado em Engenharia Elétrica, com ênfase em eletrônica digital e processamento digital de sinais, pela Universidade de Brasília. Trabalhou como engenheiro e desenvolvedor de sistemas embarcados no Observatório Sismológico da UNB e como desenvolvedor de sistemas de software no Núcleo de Tecnologia da Informação do Departamento de Engenharia Elétrica da mesma universidade. Atualmente é professor e pesquisador da UNB e do Centro Universitário Unieuro, onde leciona disciplinas de graduação e pós-graduação em Engenharia Elétrica e Sistemas de Informação. Luciano da Silva Oliveira: Possui especialização em Gestão de Projetos de Software pelo Uniceuma (2009) e Especializando em Governança de TI pelo Uniceuma. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Católica de Brasília (UCB) em Atualmente é analista de sistemas do Banco do Brasil. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Desenvolvimento de Sistemas de Computação. Paulo Fachinetti - Especialista em Análise Orientada a Objetos pela Universidade Católica de Brasília, Graduado em Processamento de Dados pela Universidade Católica de Brasília. Possui certificação SCJP (Sun Java Certified Programmer). É funcionário do Banco do Brasil, trabalha na área de Tecnologia, atua como consultor técnico e desenvolvedor de componentes de integração utilizando as tecnologias JCA, JMS e Web Services, também atua como líder no projeto de Automação dos processos de negócio do Banco do Brasil. Rodrigo Pinheiro dos Santos Mestre em Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação também pela UCB em 2007.Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Católica de Brasília (UCB) em Atuou por seis anos em projetos de desenvolvimento e qualidade de software. Atualmente dedica-se ao planejamento de infraestrutura de TI core e de projetos em uma grande empresa de telecomunicações. Seus interesses são: qualidade de software, testes de software, arquitetura de computadores e tecnologias de armazenamento e virtualização. Obs.: Caso venha a ocorrer eventuais mudanças no quadro docente previsto, será providenciada a inclusão de outros professores com titulação e experiência profissional equivalentes. CRONOGRAMA: 09 módulos disponibilizados mensalmente aos alunos, sendo todo o curso oferecido à Distância com avaliação e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no formato presencial. Início do curso: MARÇO/2010 Término previsto: JUNHO/2011.

6 TÍTULO: Especialista em Engenharia de Software INVESTIMENTO: 15 PARCELAS DE R$ 250,00 (DESCONTOS JÁ INCLUÍDOS). OBSERVAÇÃO: OBS: NÃO INCINDIRÁ NENHUM DESCONTO SOBRE O VALOR DO CURSO O UNIEURO SOMENTE IRÁ INICIAR O CURSO DE SE FOR COMPLETADO O NÚMERO MÍNIMO DE ALUNOS DEFINIDO PELA DIREÇÃO DO CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU. Razão Social: Instituto Euro Americano de Educação Ciência e Tecnologia Endereço: SCES Trecho 0 conjunto 05 Avenida das Nações Sul, Brasília DF. CEP CNPJ: / Número de Inscrição: /001-77

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM Arquitetura Orientada a Serviços SOA a Distância

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM Arquitetura Orientada a Serviços SOA a Distância CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM Arquitetura Orientada a Serviços SOA a Distância PARCERIA COM O PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE DO DISTRITO FEDERAL (PMI DF). PERÍODO: INÍCIO PREVISTO DO CURSO: 07

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM TESTE DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 4ª Turma

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM TESTE DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 4ª Turma CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM TESTE DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 4ª Turma PARCERIA COM O PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE DO DISTRITO FEDERAL (PMI DF). PERÍODO: INÍCIO PREVISTO DO CURSO: 15 DE FEVEREIRO

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 7ª Turma A DISTÂNCIA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 7ª Turma A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 7ª Turma A DISTÂNCIA PARCERIA COM O PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE DO DISTRITO FEDERAL (PMI DF). PERÍODO: INÍCIO PREVISTO DO CURSO: 05 DE OUTUBRO

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 7ª Turma

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 7ª Turma CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 7ª Turma PARCERIA COM O PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE DO DISTRITO FEDERAL (PMI DF). PERÍODO: INÍCIO PREVISTO DO CURSO: 01

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 8ª Turma A DISTÂNCIA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 8ª Turma A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 8ª Turma A DISTÂNCIA Promovido pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO BRASÍLIA, em parceria com o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO UNICEUMA PARCERIA

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 8ª Turma

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 8ª Turma CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 8ª Turma Promovido pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO BRASÍLIA, em parceria com o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO UNICEUMA

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 12ª Turma

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 12ª Turma CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE A DISTÂNCIA 12ª Turma Promovido pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO BRASÍLIA, em parceria com o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO UNICEUMA

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 11ª Turma A DISTÂNCIA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 11ª Turma A DISTÂNCIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GOVERNANÇA DE TI 11ª Turma A DISTÂNCIA Promovido pelo CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO BRASÍLIA, em parceria com o CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO UNICEUMA PARCERIA

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr.

Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr. Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr. Novatec Sumário Agradecimentos... 17 Sobre o autor... 18 Prefácio... 19 Capítulo 1 Desenvolvimento de software para o valor de negócios... 20 1.1 Qualidade

Leia mais

Treinamento BPM e BPMN Apresentação Executiva

Treinamento BPM e BPMN Apresentação Executiva Apresentação Executiva 1 O treinamento de BPM e BPMN tem como premissa capacitar o aluno a captar as atividades relativas a determinado processo da empresa, organizá-las, gerando um fluxograma de atividades/processos,

Leia mais

Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software

Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software O curso vai propiciar que você seja um especialista para atua atuar na área de Arquitetura de Software em diferentes organizações, estando apto a:

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER Objetivo dessa aula é descrever as características e a simbologia dos diagramas UML e MER na modelagem de sistemas de informação de uma forma a permitir a comunicação entre técnicos e gestores. Modelagem

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC DCC Departamento de Ciência da Computação Joinville-SC

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC DCC Departamento de Ciência da Computação Joinville-SC CURSO: Bacharelado em Ciência da Computação DISCIPLINA: ANPS Análise e Projeto de Sistemas AULA NÚMERO: 3 DATA: PROFESSOR: Murakami Sumário 1 APRESENTAÇÃO...1 2 DESENVOLVIMENTO...1 2.1 Revisão...1 2.1.1

Leia mais

Projeto Integrador. Faculdade Senac

Projeto Integrador. Faculdade Senac Projeto Integrador Faculdade Senac Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás adota o Projeto Integrador nos cursos da área de Tecnologia da Informação com o intuito de possibilitar ao aluno criação de um produto

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. CURSO: Sistemas de Informação PERÍODO LETIVO: 2009-1 SEMESTRE: 4º. C/H SEMANAL Análise, Projeto e Implementação de Sistemas I

PLANO DE ENSINO. CURSO: Sistemas de Informação PERÍODO LETIVO: 2009-1 SEMESTRE: 4º. C/H SEMANAL Análise, Projeto e Implementação de Sistemas I 1 PLANO DE ENSINO CURSO: Sistemas de Informação PERÍODO LETIVO: 2009-1 SEMESTRE: 4º CÓDIGO DISCIPLINA HORÁRIO C/H SEMESTRAL C/H SEMANAL Análise, Projeto e Implementação de Sistemas I 3CD-4AB 80h 04h PROFESSOR(A):

Leia mais

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2

CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV CURSO: GESTÃO DE DATACENTER E COMPUTAÇÃO EM NUVEM 2013.2 NÚMERO DE VAGAS: 25 (Vinte e Cinco) Vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS 01 de Novembro de 2013 CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA VISCONDE DE CAIRU CEPPEV APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA A Fundação Visconde

Leia mais

Pólo de TIC Jequié GT de Capacitação

Pólo de TIC Jequié GT de Capacitação Pólo de TIC Jequié GT de Capacitação PROPOSTA DE CAPACITAÇÃO TÉCNICA Autoria: UESB Jequié, 29 de novembro de 2007 Proposta de Curso de Capacitação Técnica Tendo em vista a necessidade de capacitação técnica

Leia mais

Proposta. ITIL V3 2011 Fundamentos. Apresentação Executiva. ITIL V3 2011 - Fundamentos

Proposta. ITIL V3 2011 Fundamentos. Apresentação Executiva. ITIL V3 2011 - Fundamentos ITIL V3 2011 Fundamentos Apresentação Executiva 1 O treinamento de ITIL V3 Foundations, tem como premissa capacitar o aluno a entender a aplicação da metodologia do ITIL e contato com as suas principais

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis Objetivo do curso:

Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso de Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma

Leia mais

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação 1. Público Alvo Este curso de Pós-Graduação Lato Sensu é destinado principalmente a alunos graduados em cursos da área de Educação (Pedagogia

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3.

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3. 02m Conteúdo Apresentação do PMBOK Brasília, 25 de Junho de 2015 Fase 01 1.PMBOK e PMI 2. Conceitos 3.Processos Fase 02 4. Áreas de Conhecimento 10m Gerenciamento de Projetos Projeto A manifestação da

Leia mais

Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619

Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619 Tópicos em Engenharia de Software (Optativa III) AULA 2 Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com (81 )9801-6619 Engenharia de Software Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma revisão sobre o

Leia mais

Uma Abordagem usando PU

Uma Abordagem usando PU Uma Abordagem usando PU Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Baseada em: Rational Software Corpotation G. Booch, Ivar Jacobson,

Leia mais

! Introdução. " Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do Processo Unificado

! Introdução.  Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP)  Definições  RUP x USDP  Características do Processo Unificado Agenda! Introdução " Motivação para Processos de Software! (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do! Descrição detalhada do! Processos Derivados! Templates simplificados! Conclusões 2 Processo

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia de Software

Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia de Software FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: JOÃO ROBERTO LORENZETT COORDENAÇÃO DA FACULDADE: PRISCILA FAGUNDES COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: JANICE DETERS

Leia mais

Faculdade Barddal Apresentam a parceria que enriquecerá sua equipe de desenvolvimento

Faculdade Barddal Apresentam a parceria que enriquecerá sua equipe de desenvolvimento Apresentam a parceria que enriquecerá sua equipe de desenvolvimento Faculdade Barddal Curso de Pós Graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

EDITAL Nº. 027, DE 14 DE AGOSTO DE 2009.

EDITAL Nº. 027, DE 14 DE AGOSTO DE 2009. INSTITUTO FEDERAL GOIÁS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS EDITAL Nº. 027, DE 14 DE AGOSTO DE 2009. A

Leia mais

MBA EM ARQUITETURAS DE REDES E CLOUD COMPUTING

MBA EM ARQUITETURAS DE REDES E CLOUD COMPUTING MBA EM ARQUITETURAS DE REDES E CLOUD COMPUTING Você é um profissional de infraestrutura capaz de integrar Redes, Sistemas/Software e Banco de Dados em datacenters e utilizar técnicas de virtualização em

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2011 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2015.1 Banco de Dados I Estudo dos aspectos de modelagem

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Desenvolvendo o Plano de Gerenciamento do Projeto. Coletando Requisitos. Declarando

Leia mais

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 02 Áreas e Profissionais de TI Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos

Leia mais

do grego: arkhé (chefe ou mestre) + tékton (trabalhador ou construtor); tekhne arte ou habilidade;

do grego: arkhé (chefe ou mestre) + tékton (trabalhador ou construtor); tekhne arte ou habilidade; 1 ARQUITETURA E DESIGN DE SOFTWARE O que é Arquitetura? do grego: arkhé (chefe ou mestre) + tékton (trabalhador ou construtor); tekhne arte ou habilidade; do dicionário: Arte de projetar e construir prédios,

Leia mais

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Departamento de Sistemas de Informação PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE Denise Xavier Fortes Paulo Afonso BA Agosto/2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PERFIS FUNCIONAIS...

Leia mais

Processo de Desenvolvimento Unificado

Processo de Desenvolvimento Unificado Processo de Desenvolvimento Unificado Processo de Desenvolvimento de Software? Conjunto de atividades bem definidas; com responsáveis; com artefatos de entrada e saída; com dependências entre as mesmas

Leia mais

Engenharia de Software. Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr

Engenharia de Software. Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr Engenharia de Software Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 12/08/2014 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr Agenda Introdução à Engenharia

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO DO ESTADO DE MATO GROSSO INSTRUÇÃO NORMATIVA STI Nº 01/2011 Versão: 01 Publicação: DJE nº de / /2011 Unidade Responsável: Coordenadoria de Tecnologia da Informação - CTI I FINALIDADE Instituir a Metodologia

Leia mais

Sociedade para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro - SOFTEX

Sociedade para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro - SOFTEX Sociedade para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro - SOFTEX QUALIFICACAO DE PROFISSIONAIS NO MODELO SEI/CMMI CHAMADA PÚBLICA SOFTEX No. CPS/01/2004 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA IMPLANTACAO

Leia mais

PÓS -GRADUAÇÃO EM SISTEMAS WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS

PÓS -GRADUAÇÃO EM SISTEMAS WEB E DISPOSITIVOS MÓVEIS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: João Roberto Lorenzett COORDENAÇÃO DA FACULDADE: Priscila Basto Fagundes COORDENAÇÃO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: Fernanda

Leia mais

Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software

Metodologia e Gerenciamento do Projeto na Fábrica de Software .:: Universidade Estadual de Maringá Bacharelado em Informática Eng. de Software III :. Sistema de Gerenciamento de Eventos - Equipe 09 EPSI Event Programming System Interface Metodologia e Gerenciamento

Leia mais

Especialização em Qualidade e Governança de TI

Especialização em Qualidade e Governança de TI Especialização em Qualidade e Governança de TI Apresentação CAMPUS STIEP Inscrições em Breve Turma 06 --> A demanda por implantação de melhores práticas de gestão na área de TI tem se ampliado de forma

Leia mais

Agenda. Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria

Agenda. Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria Agenda Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria Introdução Processo de software é o conjunto de ferramentas, métodos

Leia mais

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral 9.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) O Processo Unificado (RUP) Processo Unificado: Visão Geral 9.2 Encaixa-se na definição geral de processo:

Leia mais

O Rational Unified Process (RUP) é um processo de desenvolvimento de software inspirado no

O Rational Unified Process (RUP) é um processo de desenvolvimento de software inspirado no 1.1 RATIONAL UNIFIED PROCESS (RUP) O Rational Unified Process (RUP) é um processo de desenvolvimento de software inspirado no processo que atende pelo nome de Processo Unificado (ou UP do inglês Unified

Leia mais

Centro de Trabalho Indigenista CTI

Centro de Trabalho Indigenista CTI Centro de Trabalho Indigenista CTI Termo de Referência para Contratação de Consultoria Técnica Junho de 2015 Projeto Proteção Etnoambiental de Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato na Amazônia

Leia mais

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura OEI/TOR/MEC/DTI nº 003/2009 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Projeto: OEI/BRA/09/004

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

Projeto de curso / ação de capacitação

Projeto de curso / ação de capacitação Projeto de curso / ação de capacitação 1. Título: Modelagem e Análise de Processos Organizacionais 2. Identificação 2.1. Coordenador do curso/ação de capacitação: Vinicius Sobreira Braga 2.2. Período de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Curso: Engenharia de Software com Ênfase em Padrões de Software (UECE Universidade Estadual do Ceará) RUP

Curso: Engenharia de Software com Ênfase em Padrões de Software (UECE Universidade Estadual do Ceará) RUP Conceitos RUP RUP, abreviação de Rational Unified Process (ou Processo Unificado da Rational), é um processo de Engenharia de software criado pela Rational Software Corporation(a qual foi incorporada pela

Leia mais

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS As qualificações técnicas exigidas para os profissionais que executarão os serviços contratados deverão ser comprovados por meio dos diplomas, certificados, registros

Leia mais

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário

Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL. Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Reutilização no MPS.BR e no projeto Cooperativa MPS.BR SOFTSUL Porto Alegre, Agosto de 2008. Sumário Apresentação Programa MPS.BR Reutilização no MPS.BR Gerência de reutilização Desenvolvimento para reutilização

Leia mais

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11ª REGIÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SETI Versão 1.0 MANAUS-AM (2010) MDS Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Introdução à Engenharia de Software

Introdução à Engenharia de Software Introdução à Engenharia de Software Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br Imagem Clássica Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma visão sobre o que é a engenharia

Leia mais

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Versão 1 MDS Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas 1 Presidente INCRA Rolf Hackbart Diretor de Gestão Estratégica DE - INCRA Roberto Kiel Coordenador Geral

Leia mais

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Engenharia de SoftwareLuiz Carlos Aires de Macêdo. Gestão de Projeto de Software

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Engenharia de SoftwareLuiz Carlos Aires de Macêdo. Gestão de Projeto de Software Gestão de Projeto de Software Gestão de Projeto de Software: Trata de práticas para entregar um software que respeite os custos, padrões e o tempo. Padrões Custos Engenheiro de Software Projeto de Software

Leia mais

Histórico da Orientação a Objetos Ciclo de vida de Desenvolvimento de SW

Histórico da Orientação a Objetos Ciclo de vida de Desenvolvimento de SW Histórico da Orientação a Objetos Ciclo de vida de Desenvolvimento de SW Baseado nos materiais dos profs: Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br Edna Canedo Marcio de Carvalho Victorino Brasília-DF,

Leia mais

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Modelagem OO com UML Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Modelos Maneira

Leia mais

Proposta. ISO 20.000 / 2011 Fundamentos. Apresentação Executiva. ISO 20.000 / 2011 - Fundamentos

Proposta. ISO 20.000 / 2011 Fundamentos. Apresentação Executiva. ISO 20.000 / 2011 - Fundamentos ISO 20.000 / 2011 Fundamentos Apresentação Executiva 1 O treinamento de ISO 20.000 Foundation tem como premissa fornecer uma visão geral da publicação da norma ISO/IEC 20000 capacitando o aluno a entender

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA/1123 FNDE -EDITAL Nº 01/2009 1. Perfil: Consultor ESPECIALISTA EM PLANO DE METAS ANALISTA PROGRAMADOR DELPHI - Código 1 - CGETI. 2. Nº de vagas:

Leia mais

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes.

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes. De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos

BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos BPM Uma abordagem prática para o sucesso em Gestão de Processos Este curso é ideal para quem está buscando sólidos conhecimentos em como desenvolver com sucesso um projeto de BPM. Maurício Affonso dos

Leia mais

Sistemas Web e Dispositivos Móveis (Curso em Parceria com o SENAI Tubarão)

Sistemas Web e Dispositivos Móveis (Curso em Parceria com o SENAI Tubarão) FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI FLORIANÓPOLIS EM PARCERIA COM O SENAI TUBARÃO DIREÇÃO GERAL DA FACULDADE: João Roberto Lorenzett COORDENAÇÃO DA FACULDADE: Priscila Basto Fagundes COORDENAÇÃO DO CURSO DE

Leia mais

3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA 3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA (ISO 9001:2008; ISO 14001:2004 E OHSAS 18001:2007) Período: 28 de junho a 02 de julho de 2010. Das 8:30 às 17:00 horas Auditório do CREA-RJ:

Leia mais

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos COBIT Fundamentos Apresentação Executiva 1 O treinamento de Cobit Fundamentos tem como premissa capacitar o participante a compreender e controlar os riscos associados, mantendo o equilíbrio entre os investimentos

Leia mais

Unified Modeling Language UML - Notações

Unified Modeling Language UML - Notações Unified Modeling Language UML - Notações Prof. Ms. Elvio Gilberto da Silva elvio@fmr.edu.br UML Ponto de Vista É gerada com propósito geral de uma linguagem de modelagem visual usada para especificar,

Leia mais

Preparatório Certificação PMP

Preparatório Certificação PMP Preparatório Certificação PMP Apresentação Executiva 1 O curso Preparatório para Certificação PMP tem como premissa preparar o participante para o Exame PMP do Project Management Institute (PMI ) e oferecer

Leia mais

Aplicando Avaliações de Contextualização em Processos de Software Alinhados ao nível F do MR-MPS V1.2

Aplicando Avaliações de Contextualização em Processos de Software Alinhados ao nível F do MR-MPS V1.2 Aplicando Avaliações de Contextualização em Processos de Software Alinhados ao nível F do MR-MPS V1.2 IV Workshop de Implementadores W2-MPS.BR 2008 Marcello Thiry marcello.thiry@gmail.com Christiane von

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 02 Análise e Projeto OO Edirlei Soares de Lima Análise A análise modela o problema e consiste das atividades necessárias para entender

Leia mais

SIGECO07 Sistema Integrado de Gestão de Contas Universidade Federal de Lavras PLANO DE PROJETO 23/09/2007 SIGECO07/GERENCIA/PROJETOS/

SIGECO07 Sistema Integrado de Gestão de Contas Universidade Federal de Lavras PLANO DE PROJETO 23/09/2007 SIGECO07/GERENCIA/PROJETOS/ SIGECO07 Sistema Integrado de Gestão de Contas Universidade Federal de Lavras PLANO DE PROJETO 23/09/2007 SIGECO07/GERENCIA/PROJETOS/ ModeloPlanoProjeto_2007_04_24 SIGECO07_PlanoProjeto_2007_09_23 Página

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu em Sistemas Web e Dispositivos Móveis

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu em Sistemas Web e Dispositivos Móveis Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu em Sistemas Web e Dispositivos Móveis A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis, informa

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da

Leia mais

UML 01. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan

UML 01. Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED UML 01 Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional 1 Prof.: Fernando Hadad Zaidan Referências BARBIERI, Carlos. Análise e Programação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Professor: Curso: Disciplina:

Professor: Curso: Disciplina: Professor: Curso: Disciplina: Aula 1 Turma: Esp. Marcos Morais de Sousa Sistemas de informação Engenharia de Software I Dinâmica da disciplina, plano de curso e avaliação 03º semestre Prof. Esp. Marcos

Leia mais

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de

Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de Um relato dos desafios encontrados e dos benefícios conseguidos com a implantação das práticas propostas pelo nível F do modelo de referência de processo MPS.BR OUTUBRO 2009 FELÍCIO NASSIF / GUSTAVO NASCIMENTO

Leia mais

VANT-EC-SAME. Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0

VANT-EC-SAME. Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0 VANT-EC-SAME Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 17/0/07 1.0 Versão Inicial Douglas Moura Confidencial VANT-EC-SAME, 2007

Leia mais

PROGRAMAÇÃO AVANÇADA -CONCEITOS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

PROGRAMAÇÃO AVANÇADA -CONCEITOS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br PROGRAMAÇÃO AVANÇADA -CONCEITOS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO 1. Conceitos de Orientação a Objetos Introdução O paradigma da POO Classes

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu em Sistemas Web e Dispositivos Móveis

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu em Sistemas Web e Dispositivos Móveis Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu em Sistemas Web e Dispositivos Móveis A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis informa

Leia mais

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004

Introdução ao RUP Rational Unified Process. por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 Introdução ao RUP Rational Unified Process por Denize Terra Pimenta Outubro/2004 1 Contexto Não é suficiente apenas a presença de desenvolvedores altamente treinados: Precisamos de uma linguagem para a

Leia mais

WWW.RJN.COM.BR. Av. Paulista, 1159. 8.º andar. cj 817/818. Cerqueira César. São Paulo/SP (11) 3141.0507 /. (11) 3266.7441

WWW.RJN.COM.BR. Av. Paulista, 1159. 8.º andar. cj 817/818. Cerqueira César. São Paulo/SP (11) 3141.0507 /. (11) 3266.7441 Introdução Com o crescimento acelerado do setor de construção e o surgimento de grandes projetos no Brasil, o mercado profissional de engenharia apresenta uma elevada demanda de profissionais, principalmente

Leia mais

CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas SÉRIE: 3º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: ANÁLISE DE SISTEMAS ORIENTADA A OBJETOS

CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas SÉRIE: 3º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: ANÁLISE DE SISTEMAS ORIENTADA A OBJETOS CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas SÉRIE: 3º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: ANÁLISE DE SISTEMAS ORIENTADA A OBJETOS CARGA HORÁRIA: 60 horas I - Ementa Modelagem de Processos

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software

Processos de Desenvolvimento de Software Processos de Desenvolvimento de Software Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e

Leia mais

Sumário. Prefácio...14. Capítulo 1 O que é qualidade?...17. Capítulo 2 Normas e organismos normativos...43. Capítulo 3 Métricas: visão geral...

Sumário. Prefácio...14. Capítulo 1 O que é qualidade?...17. Capítulo 2 Normas e organismos normativos...43. Capítulo 3 Métricas: visão geral... Prefácio...14 Capítulo 1 O que é qualidade?...17 1.1 História... 17 1.2 Uma crise de mais de trinta anos...20 1.3 Qualidade e requisitos...25 1.4 Papel da subjetividade...27 1.5 Qualidade e bugs I: insetos

Leia mais

MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE

MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE Como a sua empresa estrutura informações estratégicas? Como as decisões são tomadas? São considerados, dados, informações e tendências, de macroambientes? O quanto você conhece

Leia mais

Planejamento da disciplina: Modelagem de processos de negócio

Planejamento da disciplina: Modelagem de processos de negócio UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS / INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Planejamento da disciplina: Modelagem de processos de negócio Professor: Clarindo Isaías Pereira

Leia mais

Sumário. Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais... 2. Perfi s Profissionais... 2

Sumário. Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais... 2. Perfi s Profissionais... 2 ANEXO 5 - DO PROJETO BÁSICO Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais disponibilizadas para a execução dos serviços Sumário Especificações de experiência e conhecimento

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Dados de Identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Conceitos de Software Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Objetivo da aula Depois desta aula você terá uma visão sobre o conceitos

Leia mais