ão: modelagem e técnicas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ão: modelagem e técnicas"

Transcrição

1 Curso de Especialização em Gestão Empresarial (MBA Executivo Turma 15) Disciplina: Pesquisa Operacional Prof. Dr. Álvaro José Periotto 3. Otimização ão: modelagem e técnicas de resolução Passando da daetapa de de Modelagem para os ostestes Como já foi visto, o processo de busca de soluções para um problema de otimização envolve a construção e a experimentação de um modelo. Obviamente para que o modelo represente o sistema real ele precisa ser validado, ou seja ter sua aceitação quando submetido a testes. Um teste elementar é submeter o modelo construído a uma análise de contexto. Entendido o enunciado e definidos os elementos constitutivos - variáveis, objetivo e restrições - faça uma revisão crítica, verificando, por exemplo: se as todas as informações enunciadas estão contempladas no modelo; se ficou claro o horizonte de planejamento; se há coerência entre as unidades de medida; se não há conflito entre restrições. Portanto, ainda há muita subjetividade! A própria experimentação do modelo também representa um teste,com o intuito de melhor ajustá-lo ao enunciado e à otimização pretendida. 1

2 Método Empírico: Métodos de de Resolução de de um um PPL Na falta de condições de se aplicar uma técnica ou método exato (ver sequência), no método empírico organizamos as equações de forma que ao atribuir sucessivamente valores às variáveis, passamos a ter referências sobre o consumo dos recursos (em relação aos limites das restrições) e sobre o correspondente valor objetivo. O processo de cálculo pode ser agilizado com ajuda de uma planilha eletrônica. Método Gráfico: Quando o PPL envolve apenas 2 variáveis, usamos o plano cartesiano para representar a direção de otimização (vetor objetivo) e a região de soluções viáveis (intersecção das regiões definidas pelas restrições). Método Simplex: È o método clássico para resolução de PPLs, desenvolvido em 1947, por George Dantzig. Trata-se de um método matemático, atualmente implantado em software aplicativo, como é o caso do LINDO (Linear, INteractive, and Discrete Optimizer). Criação de de Modelo orientado pela P.L. Trajetória da criação de um modelo de P.L. através de um problema-exemplo: Considere que frente a um pequeno empreendimento seja necessário estabelecer o planejamento da produção de um mesmo produto comercializado através de duas embalagens diferenciadas: a embalagem standard retorna um lucro unitário de R$3,70 e emprega 300g de um ingrediente Alfa e 180g de um ingrediente Beta (ambos limitados em sua disponibilidade); a embalagem luxo retorna um lucro unitário de R$5,00 mas emprega 350g do ingrediente Alfa e 300g do ingrediente Beta. Para esse planejamento deseja-se considerar apenas as limitações de estoque dos ingredientes Alfa (50kg) e Beta (30Kg), embora outros ingredientes e outras limitações possam ser consideradas em outras circunstâncias. 2

3 Modelagem GRÁFICA: Criação de de Modelo orientado pela P.L. 350 g Lucro unitário = R$5, g Luxo Estoque = 50 Kg ALFA 180 g 300 g Lucro unitário = R$3,70 Estoque = 30 Kg BETA Standard Criação de de Modelo orientado pela P.L. Modelagem Matemática: Maximizar LUCRO = 3,70 3,70 ST ST + 5,00 5,00 LX LX sujeito a ST ST LX LX ST ST LX LX ST ST,,,, LX LX 0 0 Elementos da formulação: Variáveis de decisão: ST (qtdade. de embalagens standard a ser produzida no horizonte de planejamento) e LX (qtdade. de embalagens luxo a ser produzida no horizonte de planejamento) Objetivo: lucratividade máxima Restrições: limitações de estoque dos ingredientes ALFA e BETA Horizonte de Planejamento: até o esgotamento do estoque (de ALFA ou de BETA) 3

4 Método Empírico O Método Empírico consiste em repetir exaustivamente 1. Atribuir valores às variáveis e calcular os valores do objetivo e do consumo de cada recurso escasso. Para Para ST=10 e LX=10 LUCRO = 3,70 3,70 ST ST + 5,00 5,00 LX LX = 37, ,00 = 87,00 Consumo do do ingrediente ALFA ALFA = ST ST LX LX = = Consumo do do ingrediente BETA BETA = ST ST LX LX = = Avaliar a viabilidade da alternativa considerada Para Para ST=10 ST=10 e LX=10 LX=10 Consumo do do ingrediente ALFA ALFA = Alternativa Viável Viável Consumo do do ingrediente ALFA ALFA = Alternativa Viável Viável 3. Se a alternativa é solução viável (não viola nenhuma restição) avalie o valor objetivo com relação a outros considerados. Para Para ST=0 ST=0 e LX=0 LX=0 LUCRO = 0,00 0,00 Para Para ST=10 ST=10 e LX=10 LX=10 LUCRO = 87,00 87,00 Alternativa Ótima Ótima (entre (entre as as analisadas) Elementos do do Excel para implementar o Método Empírico Na situação ilustrada, usamos as colunas para trabalhar os elementos da formulação, implantamos as fórmulas da linha 5 e as arrastamos para as demais linhas para experimentar diversas combinações de ST e LX: 4

5 Considerações sobre o Método Empírico com Excel É importante lembrar que o uso do aplicativo elimina imprecisões de cálculo, acelera as análises e, pela possibilidade de repetição exaustiva, permite um aprendizado sobre o comportamento do modelo. Entretanto, nem tudo é automático. Na situação ilustrada, usamos um destaque para a melhor alternativa entre as analisadas. Nessa implementação, isso é uma condição da percepção humana, assim, como o é também a decisão de prosseguir ou interromper a análise de alternativas, considerando uma solução satisfatoriamente ótima. Método Gráfico O Método Gráfico, aplicável somente quando o PPL tem apenas 2 variáveis, é trabalhdo no lano cartesiano, definido um fator de escala. Procura-se enfatizar o 1º quadrante, em função dasexigências de nãonegatividade das variáveis. 5

6 Método Gráfico Cada restrição matemática (desigualdade) define uma região (no plano cartesiano), cuja reta base é, portanto, uma igualdade linear. Ex: A restrição de uso do ingrediente ALFA define a região do semi-plano com reta base: 300 ST LX = Para representá-la graficamente precisamos de 2 pontos dela: para ST=0, LX=50000/350 e, portanto LX=142 para LX=0, ST=50000/300 neste caso ST=166 De maneira análoga, a restrição de uso do ingrediente BETA define a região do semi-plano com reta base: 180 ST LX = Com a estratégia de atribuir valor a uma variável e calcular a outra, obtemos 2 pontos para a representação gráfica: para ST=0, LX=30000/300 e sai que LX=100 para LX=0, ST=30000/180 neste caso ST=166 Método Gráfico Observe que os pontos do plano cartesiano que satisfazem às restrições de não-negatividade e, simultaneamente, às restrições que limitam o uso de ingredientes ALFA e BETA, estão na região do 1º quadrante e abaixo da reta azul (BETA). 6

7 Método Gráfico A Programação Linear visa uma solução extrema (de máximo lucro ou de mínimo custo), portanto as alternativas viáveis candidatas a solução ótima estão associadas aos pontos extremos da Região Viável. Pontos extremos (alternativas viáveis) candidatos à solução ótima. Observe que cada ponto extremo pode ser determinado em função de posicionar-se no cruzamento de uma reta com um dos eixos ou no cruzamento de duas retas. Isso sugere que o cálculo exato de suas coordenadas resulte de um sistema de 2 equações (de retas) à 2 variáveis. Região Viável Contaremos com a ajuda do objetivo para determinar qual deles é ótimo Método Gráfico O objetivo será representado por um vetor (gradiente) no plano cartesiano, indicando a direção de otimização. No caso em estudo, o objetivo é Maximizar LUCRO = 3,70 ST + 5,00 LX e, portanto, o vetor gradiente (3,70, 5,00) indica a direção de Maximização. Considerando a escala trabalhada, esse vetor será representado por uma seta que sai da origem na direção do ponto (37, 50). 7

8 Método Gráfico Para (ST,LX)=(0,0) o LUCRO = 0,00. Deslocando na região viável na direção do vetor gradiente, percebe-se que o LUCRO Maximiza. Para (ST,LX)=(0,100) o LUCRO = 500,00, mas ainda é possível deslocar na região viável na direção do vetor gradiente para obter LUCRO maximizado. Observe que para (ST,LX)=(100,0) o LUCRO = 614,00 e qualquer deslocamento na direção do vetor gradiente nos tira da região viável. Conclui-se, então, que esse ponto extremo é a solução ótima do PPL. Criação de de Modelo orientado pela P.L. Modelagem Matemática: Maximizar LUCRO = 3,70 3,70 ST ST + 5,00 5,00 LX LX sujeito a ST ST LX LX ST ST LX LX ST ST,,,, LX LX 0 0 Elementos da formulação: Variáveis de decisão: ST (qtdade. de embalagens standard a ser produzida no horizonte de planejamento) e LX (qtdade. de embalagens luxo a ser produzida no horizonte de planejamento) Objetivo: lucratividade máxima Restrições: limitações de estoque dos ingredientes ALFA e BETA Horizonte de Planejamento: até o esgotamento do estoque (de ALFA ou de BETA) 8

9 Criação de de Modelo orientado pela P.L. Modelagem Computacional: Max Max LUCRO = ST ST LX LX subject to to ST ST LX LX <= <= ST ST LX LX <= <= End End A versão desta formulação deve ser salva em arquivo tipo texto. Sugere-se identificador do tipo PLAN01.txt O modelo computacional foi especificado para uso do aplicativo LINDO (Linear, Interactive, Discrete Optimizer). 9

Métodos e Medidas II

Métodos e Medidas II Métodos e Medidas II Disciplina: 1 Prof. Álvaro José Periotto ajperiotto@uem.br 2. Conceitos e Etapas de para Programação Linear 2 Relação linear... Aditividade + TOTAL = 1,70 X 1 + 1,80 X 2 + 1,60 X 3

Leia mais

PROBLEMA DE TRANSPORTE: MODELO E MÉTODO DE SOLUÇÃO

PROBLEMA DE TRANSPORTE: MODELO E MÉTODO DE SOLUÇÃO PROBLEMA DE TRANSPORTE: MODELO E MÉTODO DE SOLUÇÃO Luciano Pereira Magalhães - 8º - noite lpmag@hotmail.com Orientador: Prof Gustavo Campos Menezes Banca Examinadora: Prof Reinaldo Sá Fortes, Prof Eduardo

Leia mais

Resolução da Lista 2 - Modelos determinísticos

Resolução da Lista 2 - Modelos determinísticos EA044 - Planejamento e Análise de Sistemas de Produção Resolução da Lista 2 - Modelos determinísticos Exercício 1 a) x ij são as variáveis de decisão apropriadas para o problemas pois devemos indicar quantos

Leia mais

Pesquisa Operacional

Pesquisa Operacional Faculdade de Engenharia - Campus de Guaratinguetá Pesquisa Operacional Livro: Introdução à Pesquisa Operacional Capítulo 2 - Programação Linear Fernando Marins fmarins@feg.unesp.br Departamento de Produção

Leia mais

Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões. Conteúdos do Capítulo. Programação Linear. Lindo. s.t. Resolvendo Programação Linear Em um Microcomputador

Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões. Conteúdos do Capítulo. Programação Linear. Lindo. s.t. Resolvendo Programação Linear Em um Microcomputador ª Edição Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões Resolvendo Programação Linear Em um Microcomputador Gerson Lachtermacher,00 Programação Linear Software Versão Windows e comandos Formulação do problema

Leia mais

Programação Linear com o Microsoft Excel R

Programação Linear com o Microsoft Excel R Programação Linear com o Microsoft Excel R Adriano Verdério 1, Clezio A. Braga 1 1 Colegiado do Curso de Matemática - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Leia mais

Pesquisa Operacional. Função Linear - Introdução. Função do 1 Grau. Função Linear - Exemplos Representação no Plano Cartesiano. Prof.

Pesquisa Operacional. Função Linear - Introdução. Função do 1 Grau. Função Linear - Exemplos Representação no Plano Cartesiano. Prof. Pesquisa Operacional Prof. José Luiz Prof. José Luiz Função Linear - Introdução O conceito de função é encontrado em diversos setores da economia, por exemplo, nos valores pagos em um determinado período

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL: UMA ABORDAGEM À PROGRAMAÇÃO LINEAR. Rodolfo Cavalcante Pinheiro 1,3 Cleber Giugioli Carrasco 2,3 *

PESQUISA OPERACIONAL: UMA ABORDAGEM À PROGRAMAÇÃO LINEAR. Rodolfo Cavalcante Pinheiro 1,3 Cleber Giugioli Carrasco 2,3 * PESQUISA OPERACIONAL: UMA ABORDAGEM À PROGRAMAÇÃO LINEAR 1 Graduando Rodolfo Cavalcante Pinheiro 1,3 Cleber Giugioli Carrasco 2,3 * 2 Pesquisador - Orientador 3 Curso de Matemática, Unidade Universitária

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ASSUNTO PESQUISA OPERACIONAL. O que é Pesquisa Operacional?

INTRODUÇÃO AO ASSUNTO PESQUISA OPERACIONAL. O que é Pesquisa Operacional? INTRODUÇÃO AO ASSUNTO PESQUISA OPERACIONAL O que é Pesquisa Operacional? Denomina-se Management Sciences (Ciência de Negócios) a área de estudos que utiliza computadores, estatística e matemática para

Leia mais

O USO DA FERRAMENTA SOLVER DO EXCEL NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR

O USO DA FERRAMENTA SOLVER DO EXCEL NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR O USO DA FERRAMENTA SOLVER DO EXCEL NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR João Batista de Jesus FATEC-JAHU Célio Favoni 2 FATEC-JAHU Resumo Este trabalho expõe de maneira sintetizada as funcionalidades

Leia mais

Unidade III FINANÇAS EM PROJETO DE TI. Prof. Fernando Rodrigues

Unidade III FINANÇAS EM PROJETO DE TI. Prof. Fernando Rodrigues Unidade III FINANÇAS EM PROJETO DE TI Prof. Fernando Rodrigues Quando se trabalha com projetos, é necessária a utilização de técnicas e ferramentas que nos auxiliem a estudálos, entendê-los e controlá-los.

Leia mais

Notas de aula número 1: Otimização *

Notas de aula número 1: Otimização * UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DISCIPLINA: TEORIA MICROECONÔMICA II Primeiro Semestre/2001 Professor: Sabino da Silva Porto Júnior

Leia mais

Dificuldades de Modelos de PNL. Onde está a solução ótima? Outro exemplo: Condição ótima Local vs. Global. 15.053 Quinta-feira, 25 de abril

Dificuldades de Modelos de PNL. Onde está a solução ótima? Outro exemplo: Condição ótima Local vs. Global. 15.053 Quinta-feira, 25 de abril 15.053 Quinta-feira, 25 de abril Teoria de Programação Não-Linear Programação Separável Dificuldades de Modelos de PNL Programa Linear: Apostilas: Notas de Aula Programas Não-Lineares 1 2 Análise gráfica

Leia mais

1. Método Simplex. Faculdade de Engenharia Eng. Celso Daniel Engenharia de Produção. Pesquisa Operacional II Profa. Dra. Lílian Kátia de Oliveira

1. Método Simplex. Faculdade de Engenharia Eng. Celso Daniel Engenharia de Produção. Pesquisa Operacional II Profa. Dra. Lílian Kátia de Oliveira Faculdade de Engenharia Eng. Celso Daniel Engenharia de Produção. Método Simple.. Solução eata para os modelos de Programação Linear O modelo de Programação Linear (PL) reduz um sistema real a um conjunto

Leia mais

Pesquisa Operacional

Pesquisa Operacional Pesquisa Operacional Tópicos em Programação Linear e Inteira Prof. Dr.Ricardo Ribeiro dos Santos ricr.santos@gmail.com Universidade Católica Dom Bosco - UCDB Engenharia de Computação Roteiro Introdução

Leia mais

Lista 2 - Modelos determinísticos

Lista 2 - Modelos determinísticos EA044 - Planejamento e Análise de Sistemas de Produção Lista 2 - Modelos determinísticos Exercício 1 A Companhia Ferroviária do Brasil (CFB) está planejando a alocação de vagões a 5 regiões do país para

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM PLANO DE COMPRAS EM UMA PIZZARIA UTILIZANDO A PROGRAMAÇÃO LINEAR

DESENVOLVIMENTO DE UM PLANO DE COMPRAS EM UMA PIZZARIA UTILIZANDO A PROGRAMAÇÃO LINEAR DESENVOLVIMENTO DE UM PLANO DE COMPRAS EM UMA PIZZARIA UTILIZANDO A PROGRAMAÇÃO LINEAR Yvelyne Bianca Iunes Santos (UEPA) yvelyne@superig.com.br Fabiano Pereira Correa (UEPA) fabiano_pcorrea@hotmail.com

Leia mais

OTIMIZAÇÃO VETORIAL. Formulação do Problema

OTIMIZAÇÃO VETORIAL. Formulação do Problema OTIMIZAÇÃO VETORIAL Formulação do Problema Otimização Multiobjetivo (também chamada otimização multicritério ou otimização vetorial) pode ser definida como o problema de encontrar: um vetor de variáveis

Leia mais

Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 18 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré Matemática Essencial: http://www.mat.uel.

Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 18 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré Matemática Essencial: http://www.mat.uel. Matemática Essencial Equações do Primeiro grau Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 18 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré Matemática Essencial: http://www.mat.uel.br/matessencial/ Resumo: Notas de

Leia mais

GABARITO OTM 09 [ ] [ ] ( ) [ ] O que mostra que e, logo o sistema não possui solução. [ ]

GABARITO OTM 09 [ ] [ ] ( ) [ ] O que mostra que e, logo o sistema não possui solução. [ ] GABARITO OTM 09 Questão 1 a) Observe que o, deste modo o sistema não possui única solução ou não possui solução. Como [ ] [ ] [ ] [ ] O que mostra que e, logo o sistema não possui solução. b) Sim. Basta

Leia mais

1. Resolução de problemas de Programação Linear utilizando Excel

1. Resolução de problemas de Programação Linear utilizando Excel 1. Resolução de problemas de Programação Linear utilizando Excel O software Excel resolve problemas de Programação Linear através da ferramenta Solver. Retomando um problema de Programação Linear já citado,

Leia mais

2. A FERRAMENTA SOLVER (EXCEL)

2. A FERRAMENTA SOLVER (EXCEL) Faculdade de Engenharia Eng. Celso Daniel Engenharia de Produção 2. A FERRAMENTA SOLVER (EXCEL) Diversas ferramentas para solução de problemas de otimização, comerciais ou acadêmicos, sejam eles lineares

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL

PESQUISA OPERACIONAL Universidade Castelo Branco PESQUISA OPERACIONAL Prof. Cláudio H. S. Grecco RIO DE JANEIRO, RJ - BRASIL ii ÍNDICE. INTRODUÇÃO À PESQUISA OPERACIONAL. O Desenvolvimento da Pesquisa Operacional. Modelagem.3

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PESQUISA OPERACIONAL

ESTRATÉGIAS DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PESQUISA OPERACIONAL ESTRATÉGIAS DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE PESQUISA OPERACIONAL André Luis Trevisan Universidade Tecnológica Federal do Paraná andrelt@utfpr.edu.br Magna Natalia Marin Pires Universidade Estadual de Londrina

Leia mais

Análise da sensibilidade

Análise da sensibilidade Análise da Sensibilidade Bertolo, L.A. UNIUBE Análise da sensibilidade Em todos os modelos de programação linear, os coeficientes da função objetivo e das restrições são considerados como entrada de dados

Leia mais

PROGRAMAÇÃO LINEAR. Resolução de problemas de programação linear usando o comando Solver, no Excel.

PROGRAMAÇÃO LINEAR. Resolução de problemas de programação linear usando o comando Solver, no Excel. PROGRAMAÇÃO LINEAR Resolução de problemas de programação linear usando o comando Solver, no Excel. Para além da resolução pelo método gráfico e/ou outros métodos, é possível resolver um problema de PL

Leia mais

Modelos lineares de otimização aos quais eventualmente se incorporam restrições

Modelos lineares de otimização aos quais eventualmente se incorporam restrições Capítulo 2 Programação Linear 21 Introdução Modelos lineares de otimização aos quais eventualmente se incorporam restrições de integralidade das variáveis de decisão são os mais utilizados em planejamento

Leia mais

1. Resolução de problemas de Programação Linear utilizando Excel

1. Resolução de problemas de Programação Linear utilizando Excel 1. Resolução de problemas de Programação Linear utilizando Excel O software Excel resolve problemas de Programação Linear através da ferramenta Solver. Retomando um problema de Programação Linear já citado,

Leia mais

Resolver os problemas do item 4.5 pelo simplex

Resolver os problemas do item 4.5 pelo simplex Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Pesquisa Operacional Exemplo 4.6.4 Uso de softwares Prof. Dr. José Arnaldo Barra Montevechi Resolver os problemas do item 4.5

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Introdução Modelos de Processo de Desenvolvimento de Software Os modelos de processos de desenvolvimento de software surgiram pela necessidade de dar resposta às

Leia mais

Modelo para Análise de Custos no Desenvolvimento de Sistemas

Modelo para Análise de Custos no Desenvolvimento de Sistemas Modelo para Análise de Custos no Desenvolvimento de Sistemas Cilene Araújo da Cruz Moro Mestre em Ciências em Engenharia de Produção, Área de Gerência da Produção (UNIFEI) e doutorando em Computação Aplicada

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES NA RESOLUÇÃO DE UM PROBLEMA DE PROGRAMAÇÃO LINEAR. Cintia da Silva Araújo, Tiago de Souza Marçal, Magda Aparecida Nogueira

UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES NA RESOLUÇÃO DE UM PROBLEMA DE PROGRAMAÇÃO LINEAR. Cintia da Silva Araújo, Tiago de Souza Marçal, Magda Aparecida Nogueira UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES NA RESOLUÇÃO DE UM PROBLEMA DE PROGRAMAÇÃO LINEAR Cintia da Silva Araújo, Tiago de Souza Marçal, Magda Aparecida Nogueira 1 Centro de Ciências Agrárias-Universidade Federal do Espírito

Leia mais

6. Programação Inteira

6. Programação Inteira Pesquisa Operacional II 6. Programação Inteira Faculdade de Engenharia Eng. Celso Daniel Engenharia de Produção Programação Inteira São problemas de programação matemática em que a função objetivo, bem

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD)

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) AULA 07 MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 286 à 294 1 AULA 07 SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES 2 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD)

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Pesquisa Operacional na tomada de decisão Referencia LACHTERMACHER, Gerson. Pesquisa Operacional na Tomada de Decisões: modelagem em Excel. 2ªed. Elsevier. 2004 Problemas

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL. Fabiano F. T. dos Santos. Instituto de Matemática e Estatística

PESQUISA OPERACIONAL. Fabiano F. T. dos Santos. Instituto de Matemática e Estatística PESQUISA OPERACIONAL Fabiano F. T. dos Santos Instituto de Matemática e Estatística Origens da Pesquisa Operacional O termo pesquisa operacional é atribuído a A. P. Rowe, que, em 1938 na Grã-Bretanha,

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS NO ENSINO DA DISCIPLINA DE ENGENHARIA ECONÔMICA

A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS NO ENSINO DA DISCIPLINA DE ENGENHARIA ECONÔMICA A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS NO ENSINO DA DISCIPLINA DE ENGENHARIA ECONÔMICA Álvaro Gehlen de Leão Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Departamento

Leia mais

Faculdade de Engenharia Optimização. Prof. Doutor Engº Jorge Nhambiu

Faculdade de Engenharia Optimização. Prof. Doutor Engº Jorge Nhambiu 1 Programação Linear (PL) Aula 5: O Método Simplex. 2 Algoritmo. O que é um algoritmo? Qualquer procedimento iterativo e finito de solução é um algoritmo. Um algoritmo é um processo que se repete (itera)

Leia mais

Ano III Número 05 Agosto de 2006 Periódicos Semestral

Ano III Número 05 Agosto de 2006 Periódicos Semestral ESTUDO DE CASO BASEADO NA SOLUÇÃO DE PROBLEMA HIPOTÉTICO DE ALOCAÇÃO DE RECURSOS LIMITADOS COM TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR ATRAVÉS DA FERRAMENTA SOLVER DO MICROSOFT EXCEL 1 Pedro Henrique Marana Bim;

Leia mais

Utilização do SOLVER do EXCEL

Utilização do SOLVER do EXCEL Utilização do SOLVER do EXCEL 1 Utilização do SOLVER do EXCEL José Fernando Oliveira DEEC FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO MAIO 1998 Para ilustrar a utilização do Solver na resolução de

Leia mais

Aula 03 - Modelagem em PPLIM

Aula 03 - Modelagem em PPLIM Thiago A. O. 1 1 Universidade Federal de Ouro Preto 1 Componentos do modelo 2 3 4 5 6 Componentes de uma modelagem matemática Elementos; Conjuntos; Parâmetros; Variáveis; Objetivo; Restições; Elementos

Leia mais

Investigação Operacional e Gestão de Projectos

Investigação Operacional e Gestão de Projectos Investigação Operacional e Gestão de Projectos Victor Lobo, Maria do Carmo Lucas, Miguel Loureiro Programa 0 Introdução 1 - Programação Linear. Método Simplex e variantes 2 Problemas de Transportes 3 Problemas

Leia mais

As fases na resolução de um problema real podem, de modo geral, ser colocadas na seguinte ordem:

As fases na resolução de um problema real podem, de modo geral, ser colocadas na seguinte ordem: 1 As notas de aula que se seguem são uma compilação dos textos relacionados na bibliografia e não têm a intenção de substituir o livro-texto, nem qualquer outra bibliografia. Introdução O Cálculo Numérico

Leia mais

Nesta aula iremos continuar com os exemplos de revisão.

Nesta aula iremos continuar com os exemplos de revisão. Capítulo 8 Nesta aula iremos continuar com os exemplos de revisão. 1. Exemplos de revisão Exemplo 1 Ache a equação do círculo C circunscrito ao triângulo de vértices A = (7, 3), B = (1, 9) e C = (5, 7).

Leia mais

Investigação Operacional e Gestão de Projectos

Investigação Operacional e Gestão de Projectos Investigação Operacional e Gestão de Projectos Victor Lobo, Maria do Carmo Lucas, Miguel Loureiro Programa 0 Introdução 1 - Programação Linear. Método Simplex e variantes 2 Problemas de Transportes 3 Problemas

Leia mais

ANÁLISE GRÁFICA DOS RESULTADOS EXPERIMENTAIS

ANÁLISE GRÁFICA DOS RESULTADOS EXPERIMENTAIS ANÁLISE GRÁFICA DOS RESULTADOS EXPERIMENTAIS Após a realização de um experimento, deseja-se estabelecer a função matemática que relaciona as variáveis do fenómeno físico estudado. Nos nossos experimentos

Leia mais

Fundamentos em Teste de Software. Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com

Fundamentos em Teste de Software. Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Fundamentos em Teste de Software Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Objetivos do treinamento 1. Expor os fundamentos de Teste de Software; 2. Conceituar os Níveis de Teste; 3. Detalhar sobre

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA IF SUDESTE MG REITORIA Av. Francisco Bernardino, 165 4º andar Centro 36.013-100 Juiz de Fora MG Telefax: (32) 3257-4100 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

Leia mais

MÉTODO GRÁFICO MAXIMIZAÇÃO DO LUCRO

MÉTODO GRÁFICO MAXIMIZAÇÃO DO LUCRO TÓPICO 2 MÉTODO GRÁFICO MAXIMIZAÇÃO DO LUCRO 1- Pesquisa Operacional a)a origem da Pesquisa Operacional 2 a Guerra Mundial; Serviço militar do Reino Unido e EUA recrutaram diversos cientistas p/ realizar

Leia mais

Complemento IV Introdução aos Algoritmos Genéticos

Complemento IV Introdução aos Algoritmos Genéticos Complemento IV Introdução aos Algoritmos Genéticos Esse documento é parte integrante do material fornecido pela WEB para a 2ª edição do livro Data Mining: Conceitos, técnicas, algoritmos, orientações e

Leia mais

Como consolidar dados nas planilhas utilizando o comando CONSOLIDAR do Excel

Como consolidar dados nas planilhas utilizando o comando CONSOLIDAR do Excel Como consolidar dados nas planilhas utilizando o comando CONSOLIDAR do Excel! Como utilizar o comando Consolidar do Excel?! Quais são os diferenciais em relação ao cálculo aritmético normal?! Quais são

Leia mais

Introdução a IO V 1.1, V.Lobo, EN/ISEGI, 2007

Introdução a IO V 1.1, V.Lobo, EN/ISEGI, 2007 Investigação Operacional e Gestão de Projectos Victor Lobo Maria do Carmo Lucas Programa 0 Introdução 1 - Programação Linear. Método Simplex e variantes 2 Problemas de Transportes 3 Problemas de Afectação

Leia mais

Investigação Operacional

Investigação Operacional Sumário Victor Lobo Investigação Operacional Introdução Programa da cadeira Bibliografia Horário de dúvidas e contactos Avaliação O que é Investigação Operacional? Investigar as operações da empresa, embora

Leia mais

Integrais Duplas e Coordenadas Polares. 3.1 Coordenadas Polares: Revisão

Integrais Duplas e Coordenadas Polares. 3.1 Coordenadas Polares: Revisão Cálculo III Departamento de Matemática - ICEx - UFMG Marcelo Terra Cunha Integrais Duplas e Coordenadas Polares Nas primeiras aulas discutimos integrais duplas em algumas regiões bem adaptadas às coordenadas

Leia mais

O Problema do Troco Principio da Casa dos Pombos. > Princípios de Contagem e Enumeração Computacional 0/48

O Problema do Troco Principio da Casa dos Pombos. > Princípios de Contagem e Enumeração Computacional 0/48 Conteúdo 1 Princípios de Contagem e Enumeração Computacional Permutações com Repetições Combinações com Repetições O Problema do Troco Principio da Casa dos Pombos > Princípios de Contagem e Enumeração

Leia mais

Gerenciamento de Tempo: MS Project

Gerenciamento de Tempo: MS Project Gerenciamento de Tempo: MS Project Fevereiro/2014 Garante o planejamento e execução do projeto em um prazo adequado, consistindo na definição, seqüenciamento e estimativa de duração das atividades, com

Leia mais

Utilizando o EXCEL Solver

Utilizando o EXCEL Solver Utilizando o EXCEL Solver Outubro de 2000 2 A opção Solver no Excel pode ser utilizada para resolver problemas de otimização lineares e nãolineares. As restrições de inteiros podem ser colocadas nas variáveis

Leia mais

Pesquisa Operacional Programação em Redes

Pesquisa Operacional Programação em Redes Pesquisa Operacional Programação em Redes Profa. Alessandra Martins Coelho outubro/2013 Modelagem em redes: Facilitar a visualização e a compreensão das características do sistema Problema de programação

Leia mais

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro.

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. PLANO DE MARKETING Andréa Monticelli Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. 1. CONCEITO Marketing é

Leia mais

Conheça as capacitações e consultorias do Sebrae para gestão empresarial SALVADOR MERCÊS CAPACITAÇÃO PERÍODO INVESTIMENTO HORÁRIO

Conheça as capacitações e consultorias do Sebrae para gestão empresarial SALVADOR MERCÊS CAPACITAÇÃO PERÍODO INVESTIMENTO HORÁRIO SALVADOR MERCÊS Cursos para Microempresa Gestão Financeira 16/11 a 20/11 200,00 18h às 22h xx Dialogo Empresarial Otimização: Perspectiva Financeira Registro de Marca Protegendo E Valorizando a Sua Como

Leia mais

O Método Simplex para

O Método Simplex para O Método Simplex para Programação Linear Formas de Programas Lineares O problema de Programação Matemática consiste na determinação do valor de n variáveis x 1, x 2,, x n que tornam mínimo ou máximo o

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA SOVER PARA MAXIMIZAR O LUCRO EM UMA PRODUÇÃO DE GASOLINA Ana Carolina Borges Silva 1 ; Ana Paula Silva 2 1,2 Universidade de Uberaba carolina.borges87@gmail.com, msanapaulas@gmail.com

Leia mais

ExemResumo parcial da última. 15.053 Quinta-feira, 28 de fevereiro. Os preços-sombra podem ser encontrados ao se examinar os quadros inicial e final!

ExemResumo parcial da última. 15.053 Quinta-feira, 28 de fevereiro. Os preços-sombra podem ser encontrados ao se examinar os quadros inicial e final! 15.053 Quinta-feira, 28 de fevereiro Análise de Sensibilidade 2 Mais sobre pricing out Efeitos sobre os quadros finais Apostilas: Notas de Aula ExemResumo parcial da última O preço-sombra é a alteração

Leia mais

Tecnologias da Informação e da Comunicação Aula 01

Tecnologias da Informação e da Comunicação Aula 01 Tecnologias da Informação e da Comunicação Aula 01 Douglas Farias Cordeiro Universidade Federal de Goiás 31 de julho de 2015 Mini-currículo Professor do curso Gestão da Informação Professor do curso ESAMI

Leia mais

Projeto e Análise de Algoritmos Projeto de Algoritmos Tentativa e Erro. Prof. Humberto Brandão humberto@bcc.unifal-mg.edu.br

Projeto e Análise de Algoritmos Projeto de Algoritmos Tentativa e Erro. Prof. Humberto Brandão humberto@bcc.unifal-mg.edu.br Projeto e Análise de Algoritmos Projeto de Algoritmos Tentativa e Erro Prof. Humberto Brandão humberto@bcc.unifal-mg.edu.br Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento Universidade Federal de Alfenas versão

Leia mais

ficha 3 espaços lineares

ficha 3 espaços lineares Exercícios de Álgebra Linear ficha 3 espaços lineares Exercícios coligidos por Jorge Almeida e Lina Oliveira Departamento de Matemática, Instituto Superior Técnico 2 o semestre 2011/12 3 Notação Sendo

Leia mais

Finanças em. Profa. Liliam Sakamoto Aula 7

Finanças em. Profa. Liliam Sakamoto Aula 7 Finanças em Projetos de TI Profa. Liliam Sakamoto Aula 7 Estudo de Viabilidade Técnico-econômica (EVTE) Determina a melhor solução técnica para determinado problema, avaliando a questão econômica; Considerando

Leia mais

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução A energia é algo intangível e, portanto, as medidas de energia envolvem, necessariamente, processos de medidas indiretas. Em outras palavras, para medir energia, medimos outras grandezas

Leia mais

CAPÍTULO 9 RISCO E INCERTEZA

CAPÍTULO 9 RISCO E INCERTEZA CAPÍTULO 9 9 RISCO E INCERTEZA 9.1 Conceito de Risco Um fator que pode complicar bastante a solução de um problema de pesquisa operacional é a incerteza. Grande parte das decisões são tomadas baseando-se

Leia mais

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados

Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Especialização em Engenharia de Software e Banco de Dados Disciplina: Engenharia de Software Tópico: Modelos de Ciclo de Vida Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br Ciclo de Vida A Engenharia de

Leia mais

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Universidade Federal Rural de Pernambuco Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal Área de Biofísica Traçando Gráficos Prof. Romildo Nogueira 1. Introduzindo o tema No trabalho experimental lida-se

Leia mais

8. Mercado de Trabalho, Emprego e Desemprego

8. Mercado de Trabalho, Emprego e Desemprego 8. Mercado de Trabalho, Emprego e Desemprego 8.1. Introdução 8.3. Interpretação Estática do Desemprego 8.4. Interpretação Dinâmica do Desemprego Burda & Wyplosz, 5ª Edição, Capítulo 5 1 8.1. Introdução

Leia mais

Utilização do Solver na solução de problemas de PL

Utilização do Solver na solução de problemas de PL Utilização do Solver na solução de problemas de PL Solver é um programa para otimização linear, nãolinear e inteira. Vantagens: implementado na planilha Excel; várias funções algébricas do Excel são aceitas

Leia mais

O caso estacionário em uma dimensão

O caso estacionário em uma dimensão O caso estacionário em uma dimensão A U L A 6 Meta da aula Aplicar o formalismo quântico no caso de o potencial ser independente do tempo. objetivos verificar que, no caso de o potencial ser independente

Leia mais

O ESPAÇO NULO DE A: RESOLVENDO AX = 0 3.2

O ESPAÇO NULO DE A: RESOLVENDO AX = 0 3.2 3.2 O Espaço Nulo de A: Resolvendo Ax = 0 11 O ESPAÇO NULO DE A: RESOLVENDO AX = 0 3.2 Esta seção trata do espaço de soluções para Ax = 0. A matriz A pode ser quadrada ou retangular. Uma solução imediata

Leia mais

Investigação Operacional- 2009/10 - Programas Lineares 3 PROGRAMAS LINEARES

Investigação Operacional- 2009/10 - Programas Lineares 3 PROGRAMAS LINEARES Investigação Operacional- 2009/10 - Programas Lineares 3 PROGRAMAS LINEARES Formulação A programação linear lida com problemas nos quais uma função objectivo linear deve ser optimizada (maximizada ou minimizada)

Leia mais

Método Simplex - Exemplos. Iteração 1 - variáveis básicas: y 1, y 2, y 3. Exemplo 1. Facom - UFMS. Exemplo. Edna A. Hoshino.

Método Simplex - Exemplos. Iteração 1 - variáveis básicas: y 1, y 2, y 3. Exemplo 1. Facom - UFMS. Exemplo. Edna A. Hoshino. Tópicos Método Simplex - s Edna A. Hoshino 1 Facom - UFMS março de 2010 E. Hoshino (Facom-UFMS) Simplex março de 2010 1 / 21 E. Hoshino (Facom-UFMS) Simplex março de 2010 2 / 21 1 Iteração 1 - variáveis

Leia mais

Problemas de Mistura. Prof. Gustavo Peixoto Silva Departamento de Computação Univ. Federal de Ouro Preto

Problemas de Mistura. Prof. Gustavo Peixoto Silva Departamento de Computação Univ. Federal de Ouro Preto Problemas de Mistura Prof. Gustavo Peixoto Silva Departamento de Computação Univ. Federal de Ouro Preto Problemas de Mistura Problemas deste tipo consistem em combinar materiais obtidos na natureza (ou

Leia mais

UNIDADE 4. Introdução à Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

UNIDADE 4. Introdução à Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas UNIDADE 4. Introdução à Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas 4.1 Motivação Sistemas de Informação são usados em diversos níveis dentro de uma organização, apoiando a tomada de decisão; Precisam estar

Leia mais

Sistemas ERP. A Interdisciplinaridade dos

Sistemas ERP. A Interdisciplinaridade dos A Interdisciplinaridade dos Sistemas ERP CLEBER DE CARVALHO OLIVEIRA CLEVER LOPES RODRIGUES LEANDRO SILVA CAMPOS LILIANE VERÔNICA MICHELLE GOMES SAINÇA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL INSTITUTO LUTERANO

Leia mais

Grande parte dos planejadores

Grande parte dos planejadores ARTIGO Fotos: Divulgação Decidindo com o apoio integrado de simulação e otimização Oscar Porto e Marcelo Moretti Fioroni O processo de tomada de decisão Grande parte dos planejadores das empresas ainda

Leia mais

Pesquisa Operacional

Pesquisa Operacional Pesquisa Operacional Prof. José Luiz Resolver um problema de Programação Linear significa basicamente resolver sistemas de equações lineares; Esse procedimento, apesar de correto, é bastante trabalhoso,

Leia mais

Na medida em que se cria um produto, o sistema de software, que será usado e mantido, nos aproximamos da engenharia.

Na medida em que se cria um produto, o sistema de software, que será usado e mantido, nos aproximamos da engenharia. 1 Introdução aos Sistemas de Informação 2002 Aula 4 - Desenvolvimento de software e seus paradigmas Paradigmas de Desenvolvimento de Software Pode-se considerar 3 tipos de paradigmas que norteiam a atividade

Leia mais

Fundamentos da PESQUISA OPERACIONAL

Fundamentos da PESQUISA OPERACIONAL Andréa Cardoso Fundamentos da PESQUISA OPERACIONAL Março 200 2 0. Lista de Problemas 6. O quadro a seguir mostra o processo de resolução de um PPL. A partir dos dados fornecidos, responda às seguintes

Leia mais

1 Revisão: Construção de fórmulas

1 Revisão: Construção de fórmulas 1 Revisão: Construção de fórmulas Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução...3 Como efetuar uma operação...3 Construindo

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL NA TOMADA DE DECISÃO

PESQUISA OPERACIONAL NA TOMADA DE DECISÃO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS CCE DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA Curso de Especialização Lato Sensu em Engenharia de Produção com enfoque em Pesquisa Operacional PESQUISA OPERACIONAL NA TOMADA DE DECISÃO Professores:

Leia mais

Uma lei que associa mais de um valor y a um valor x é uma relação, mas não uma função. O contrário é verdadeiro (isto é, toda função é uma relação).

Uma lei que associa mais de um valor y a um valor x é uma relação, mas não uma função. O contrário é verdadeiro (isto é, toda função é uma relação). 5. FUNÇÕES DE UMA VARIÁVEL 5.1. INTRODUÇÃO Devemos compreender função como uma lei que associa um valor x pertencente a um conjunto A a um único valor y pertencente a um conjunto B, ao que denotamos por

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

Lista de exercícios: Modelagem matemática Otimização Combinatória

Lista de exercícios: Modelagem matemática Otimização Combinatória Lista de exercícios: Modelagem matemática Otimização Combinatória Nas questões abaixo: i) Formule e apresente o modelo matemático. Caso não esteja, coloque na forma padrão. ii) Especicar as variáveis,

Leia mais

SAD orientado a MODELO

SAD orientado a MODELO Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry SAD orientado a MODELO DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão SAD Orientado a Modelo De acordo com ALTER

Leia mais

PRODUÇÃO - Conceitos Iniciais

PRODUÇÃO - Conceitos Iniciais PRODUÇÃO - Conceitos Iniciais 1. Conceito - é a atividade de transformação (processo) de matéria-prima em utilidades necessárias ao consumidor. * Nenhuma organização sobrevive, a menos que produza alguma

Leia mais

Tópico 11. Aula Teórica/Prática: O Método dos Mínimos Quadrados e Linearização de Funções

Tópico 11. Aula Teórica/Prática: O Método dos Mínimos Quadrados e Linearização de Funções Tópico 11. Aula Teórica/Prática: O Método dos Mínimos Quadrados e Linearização de Funções 1. INTRODUÇÃO Ao se obter uma sucessão de pontos experimentais que representados em um gráfico apresentam comportamento

Leia mais

Requisitos de Software

Requisitos de Software Requisitos de Software Prof. José Honorato F.N. Prof. José Honorato F.N. honoratonunes@gmail.com Requisitos de Software Software é o conjunto dos programas e dos meios não materiais que possibilitam o

Leia mais

Como dimensionar o investimento em um projeto PARTE II

Como dimensionar o investimento em um projeto PARTE II Como dimensionar o investimento em um projeto PARTE II Como elaborar a programação dos investimentos? Existe um método alternativo para o cálculo do Capital de Giro de uma empresa ou projeto? Como elaborar

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS AVANÇADOS DO EXCEL TABELA

UTILIZAÇÃO DE RECURSOS AVANÇADOS DO EXCEL TABELA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS AVANÇADOS DO EXCEL TABELA! Fazendo simulações rapidamente! Comparando resultados na análise de sensibilidade! Relacionando variáveis e gerando valores para uma tomada de decisão!

Leia mais

À DESCOBERTA DE SOFTWARE

À DESCOBERTA DE SOFTWARE À DESCOBERTA DE SOFTWARE PARA EXPLORAR A PROGRAMAÇÃO LINEAR NO ENSINO SECUNDÁRIO Paula Maria Barros (1), Ana Isabel Pereira (1), Ana Paula Teixeira (2) (1) Instituto Politécnico de Bragança, (2) Universidade

Leia mais

Lista 1 para a P2. Operações com subespaços

Lista 1 para a P2. Operações com subespaços Lista 1 para a P2 Observação 1: Estes exercícios são um complemento àqueles apresentados no livro. Eles foram elaborados com o objetivo de oferecer aos alunos exercícios de cunho mais teórico. Nós sugerimos

Leia mais

MÉTODOS DE ANÁLISE DE INVESTIMENTO COM A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA CALCULADORA HP12C E PLANILHA ELETRÔNICA

MÉTODOS DE ANÁLISE DE INVESTIMENTO COM A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA CALCULADORA HP12C E PLANILHA ELETRÔNICA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 MÉTODOS DE ANÁLISE DE INVESTIMENTO COM A UTILIZAÇÃO PRÁTICA DA CALCULADORA HP12C E PLANILHA ELETRÔNICA Amanda de Campos Diniz 1, Pedro José Raymundo 2

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04 Fazendo Gráficos de Seus Dados Uma planilha calcula e apresenta as diferenças e semelhanças entre os números e suas modificações ao longo do tempo. Mas os dados em si não

Leia mais

EQUAÇÕES E INEQUAÇÕES DE 1º GRAU

EQUAÇÕES E INEQUAÇÕES DE 1º GRAU 1 EQUAÇÕES E INEQUAÇÕES DE 1º GRAU Equação do 1º grau Chamamos de equação do 1º grau em uma incógnita x, a qualquer expressão matemática que pode ser escrita sob a forma: em que a e b são números reais,

Leia mais