PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA O TRATAMENTO COSMÉTICO DA ACNE VULGAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA O TRATAMENTO COSMÉTICO DA ACNE VULGAR"

Transcrição

1 PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA O TRATAMENTO COSMÉTICO DA ACNE VULGAR Luíza Hochheim 1 Priscila Caron Dalcin 2 Fátima Cecília Poleto Piazza 3 Resumo: A acne é a mais comum das doenças crônicas do folículo pilossebáceo da pele humana, causada por múltiplos fatores e que leva ao aparecimento de algumas lesões características. Podem ser apontados quatro pontos fundamentais como responsáveis para o desenvolvimento da acne: hipersecreção sebácea; hiperqueratinização folicular; colonização bacteriana e a conseqüente inflamação folicular e dérmica subjacente. Há uma variedade de tipos de acne, mas a mais comum é a acne vulgar. Do ponto de vista clínico a acne classifica-se em nãoinflamatória e inflamatória, de acordo com o tipo de lesão predominante. As lesões clínicas da acne não inflamatória se subdividem em microcomedões, comedões abertos e fechados; já as lesões da acne inflamatória são as pápulas, pústulas, e as lesões mais graves são os cistos e nódulos. Classificar a acne é importante, pois determina a escolha do protocolo estético personalizado ideal que atue nas diversas formas de apresentação das lesões e em todas as fases do desenvolvimento das mesmas. Nesse sentido, este artigo científico tem por objetivo destacar os princípios básicos para o tratamento cosmético da acne vulgar numa perspectiva direcionada aos profissionais da estética facial. Caracteriza-se por ser uma pesquisa bibliográfica do tipo descritiva com caráter qualitativo, com base em referências teóricas já publicadas: artigos científicos e livros. Diante do exposto percebe-se a necessidade de identificar as lesões presentes na pele do portador da acne e a fase do desenvolvimento da mesma para, a partir dessas informações, fazer a escolha de princípios ativos mais indicados que atue controlando as alterações fisiopatológicas da acne personalizando assim o tratamento para que se alcance o resultado desejado. Palavras-chaves: Acne. Lesões de acne. Princípio Ativo. Tratamento da acne. 1 INTRODUÇÃO A acne é a mais comum das doenças crônicas do folículo pilossebáceo da pele humana, causada por múltiplos fatores e que leva ao aparecimento de vários tipos de lesões. No entanto, Ribeiro (2010) sugere que apenas 10% a 20% dos portadores de acne precisam de tratamento medicamentoso, que divide-se em interno (via oral) e externo (via tópica). 1 Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. 2 Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. 3 Orientadora, Professora do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina.

2 São vários os tipos de acne, entre elas destaca-se a acne da mulher adulta (tardia), acne cosmética, acne medicamentosa, mas a mais comum é a acne vulgar, que acomete jovens na fase da puberdade (BORELLI, 2004). Para Baumann (2004), a puberdade é caracterizada por ser uma fase em que ocorrem picos hormonais intensos, com isso o corpo muda significativamente, podendo surgir lesões de acne em algumas regiões do corpo, especialmente na face. Essas alterações causam impacto expressivo na qualidade de vida dos adolescentes, uma vez que afeta o bem-estar emocional e as relações sociais. O autor ainda afirma que, sua natureza altamente visível torna-se uma queixa muito comum em adolescentes, os quais estão, por definição, preocupados com a sua aparência e com a estética. Classificar a acne é importante, pois determina a escolha do protocolo estético personalizado que atue nas diversas formas de apresentação das lesões, visto que em cada lesão ou fase necessita de técnicas e/ou princípios ativos (PA) específicos. A combinação de técnica utilizadas no tratamento dependerá do quão grave se manifesta a doença e de quais as lesões mais aparentes. Vários são os PA disponíveis no mercado cosmético veiculados em formulações destinadas ao tratamento da acne, além da possibilidade do uso associado de recursos manuais como a drenagem linfática e uma gama enorme de técnicas eletroterápicas. Nesse sentido, os tratamentos estéticos indicados para a acne podem ser associados à terapêutica médica, com combinações que utilizam princípios ativos, manobras manuais, e também o uso de equipamentos eletroterápicos atuando nas diferentes lesões, contribuindo assim para uma melhora significativa do quadro. Em vista dos fatores apresentados acima, este artigo científico tem por objetivo destacar os princípios básicos para o tratamento cosmético da acne vulgar numa perspectiva direcionada aos profissionais da estética facial, facilitando desta forma a elaboração e aplicação de protocolos para o tratamento da acne.

3 2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA A acne é uma dermatose crônica comum em adolescentes e de acordo com Gomes; Damazio (2009) é uma afecção crônica, universal, multifatorial, inflamatória, ou não inflamatória, que surge na puberdade. 2.1 Etiologia da acne A acne é uma afecção da pele que ocorre por um transtorno da unidade pilossebácea e dentre os fatores desencadeantes, além do fator genético, o fator hormonal contribui para que ocorra a hipersecreção sebácea que leva a obstrução do folículo piloso e conseqüente proliferação de microrganismos (GOMES; DAMAZIO, 2009). A evolução etiopatogênica é um processo definido por quatro pontos fundamentais como responsáveis para o desenvolvimento da acne: excessiva produção de sebo, hiperqueratinização folicular, presença da bactétia Propionibacterium acnes e a produção subseqüente de ácidos graxos livres no folículo que causam a inflamação (SOUZA; ANTUNES JUNIOR, 2006). A evolução do quadro da acne pode ser dividida em quatro principais fatores interligados: 1. Hipersecreção sebácea: é um fator fundamental para o desenvolvimento da acne associado à produção excessiva de queratina do folículo. As glândulas sebáceas são glândulas holócrinas, ou seja, a célula inteira morre e se destaca, participando da constituição da própria secreção da glândula, e os sebócitos são continuamente repostos pela atividade mitótica da camada basal. Quando explodem, seu conteúdo é liberado para o canal do folículo piloso. Este processo da mitose até a ruptura pode levar aproximadamente duas a três semanas, e o sebo produzido na glândula pode levar até uma semana para atingir a superfície da pele (HARRIS, 2003). As glândulas sebáceas no entendimento de Du Vivier (2004) sofrem influencia direta dos hormônios estrógenos e andrógenos que passam por desequilíbrio na fase da

4 puberdade, tanto nos homens quanto nas mulheres. Os hormônios produzidos pelas glândulas adrenais ocasionam o mau funcionamento da glândula sebácea, que por conseqüência produz maior quantidade de sebo ocasionando a formação de comedões (GOMES; DAMAZIO, 2009). 2. Hiperqueratinização folicular: na região mais superficial do folículo ocorre uma queratinização em excesso, que obstrui o orifício folicular, dificultando a saída do sebo produzido pelas glândulas sebáceas, formando o comedão. Inicialmente este microcomedão é invisível clinicamente, constituído por corneócitos (células que produzem a queratina) acumulados nesta região superficial. O contínuo aumento da produção de queratina leva à formação do comedão fechado, ou cravo branco, com o orifício central dificilmente visível, a lesão é esbranquiçada, ou cor da pele, e similar a um milium, sendo mais bem identificada quando a pele é distendida. O aumento de corneócitos e sebo, e da colonização da Propionibacterium acnes por hipersecreção sebácea ocasionam a formação do comedão aberto, ou cravo preto, com cor escura na extremidade (PIMENTEL, 2008; UDA, WANCZINSKI, 2008). 3. Colonização bacteriana infundibular: a presença de microrganismos é um fator que contribui para a formação da acne. A Propionibacterium acnes é uma bactéria gram-positiva, anaeróbia, do gênero Corynebacterium, que faz parte da biota normal residente da pele, sendo o principal microrganismo envolvido na etiopatogenia da acne vulgar. Quando há hiperprodução sebácea pela glândula, há proliferação dessa bactéria, favorecendo o aparecimento de lesões inflamatórias (COSTA; ALCHORNE; GOLDSCHMIDT, 2008). Na concepção de Gomes; Damazio (2009) o P. acnes é a bactéria mais comum, mas podemos encontrar em menor número a P. granulosum, e mais raramente a P. parvum. Com a retenção sebácea, esse microrganismo prolifera com facilidade na presença de material oleoso (triglicerídeos), hidrolisando e liberando ácidos graxos livres, comedogênicos que são irritantes para a parede folicular e que induzem a queratinização desta. Uda; Wanczinski (2008) destacam que esta irritação leva a inflamação e ao extravasamento para a derme, desencadeando o processo inflamatório local observado clinicamente como pápulas-eritematosas.

5 4. Inflamação folicular e dérmica subjacente: na fase inicial da reação inflamatória Pimentel (2008) afirma que ocorre uma reação metabólica com a presença dos linfócitos T, macrófagos, neutrófilos e linfoquinas, nos quadros mais graves. A pressão do sebo acumulado pode romper o epitélio folicular e os ácidos graxos, resultando em lesões caracterizadas como pústulas. Os fatores descritos acima desencadeiam o aparecimento de lesões específicas, caracterizando desta forma clinicamente cada grau de acne. 2.2 Morfologia das lesões e classificação da acne Do ponto de vista clínico a acne classifica-se em não-inflamatória e inflamatória, de acordo com o tipo de lesão predominante. As lesões clínicas da acne se subdividem em: comedões, pápulas, pústulas, e as lesões mais graves são os cistos e nódulos. Souza (2005) afirma que o comedão é sempre a lesão básica inicial da acne nãoinflamatória, que advêm da hiperqueratinização folicular e da diminuição dos grânulos que revestem a membrana. Essa queratinização folicular alterada forma o comedão, manifestação mais característica da acne. Conforme Pimentel (2008), os comedões podem ser de três tipos: microcomedão, comedão fechado e comedão aberto. O microcomedão segundo Mezzomo (2007) é o acúmulo de células de queratina na superfície do folículo, que produz uma dilatação folicular não visível, mas encontrada histologicamente. A queratose folicular, que eventualmente se observa em jovens no início da puberdade, na fronte ou dorso do nariz, pode ser considerada um fator que indica a presença do microcomedão. O comedão fechado é caracterizado por elevação cutânea de cor esbranquiçada ou amarelada, sendo mais bem identificado quando a pele é distendida. Ocorre devido ao aumento de corneócitos no infundíbulo folicular que adquire forma esférica. O orifício folicular é, eventualmente, visível no centro do comedão (CERQUEIRA; AZEVEDO, 2009).

6 Outro tipo de comedão é o aberto, que segundo Vaz (2003) caracteriza-se por ser uma lesão plana ou ligeiramente elevada visível a superfície da pele como ponto acastanhado ou negro que pode atingir 5 mm de diâmetro. Já Cerqueira e Azevedo (2009) destacam que este é o resultado do acúmulo de células queratinizadas e sebo no infundíbulo folicular. Com a evolução do quadro da acne surgem as lesões inflamatórias como as pápulas e pústulas. A pápula ocorre quando os ácidos graxos livres difundem-se pelo folículo pilossebáceo e a inflamação gera uma pápula eritematosa que aumenta de volume, atingindo até 4 mm de tamanho, é dolorida à palpação e apresenta saliências róseas não-pustulosas. É uma lesão relativamente superficial, pois o início do processo inflamatório está próximo da superfície da pele, podendo cicatrizar em alguns dias, normalmente sem deixar marcas (SOUZA; ANTUNES JUNIOR, 2006). Quando há evolução da pápula surge a pústula. Esta lesão apresenta uma elevação cutânea com bolsões de pus, dor e coceira. São formadas mais profundamente na derme, com liberação de grande quantidade de material queratinoso para os tecidos adjacentes. A pele apresenta uma inflamação intensa, podendo manter-se por várias semanas, evoluindo para o rompimento dessas lesões, com formação de crostas e possíveis cicatrizes (CERQUEIRA; AZEVEDO, 2009). Conseqüente à grande intensidade do processo inflamatório torna-se aparente na pele os nódulos e cistos. Os nódulos são formações sólidas (composta por pus e sebo), esféricas, muito dolorosas, causadas por espessamento epidérmico, infiltração inflamatória dérmica ou do tecido subcutâneo com reação intensa, atingindo a profundidade do folículo pilossebáceo e rompendo a parede folicular, tem a cor vermelho-violácea e em geral deixam cicatrizes (BARROS, 2009). O resultado da drenagem da secreção no interior dos nódulos, composto de células epiteliais e pus, caracteriza-se como cistos, lesões ainda mais profundas que os nódulos, extremamente dolorosas, inflamadas, pustulosas e de tamanhos variados. Essas lesões se não tratadas, ou, tratadas inadequadamente podem resultar em cicatrizes (CERQUEIRA; AZEVEDO, 2009). Essas cicatrizes estão associadas a um

7 aumento ou diminuição do colágeno, da destruição do mesmo e dos tecidos elásticos subjacentes devido à inflamação dérmica (PLEWIG; KLIGMAN, 2000). Baseado nos tipos de lesões e na quantidade das mesmas, presente na pele do portador de acne, pode-se classificar seu grau. Diversas lesões compõem o quadro clínico da acne vulgar, conforme anteriormente citado. Lacrimanti (2008) e Menezes e Bouzas (2009) defendem que a acne pode ser classificada em 4 graus: Grau I também chamada de comedogênica não inflamatória, é a forma mais leve de acne, caracterizada pela predominância de comedões abertos e fechados. Grau II acne pápulo-pustulosa, nesse grau identificam-se além dos comedões, lesões inflamatórias como pápulas e pústulas de conteúdo purulento. Grau III acne inflamatória nodular e cística quando se somam nódulos mais exuberantes, cistos, e intensa inflamação. Grau IV acne severa ou conglobata presença de cicatrizes profundas, severa reação inflamatória e lesões anteriormente citadas. Podem existir casos com lesões queloidianas, inestéticas e permanentes. O conhecimento dessa classificação é de extrema importância para o profissional de estética facial na definição dos princípios básicos para o tratamento cosmético da acne vulgar. Destaca-se que em casos mais graves é fundamental que o profissional indique ao cliente portador de acne um médico dermatologista. 2.3 Princípios ativos utilizados no tratamento da acne Princípios ativos são substâncias químicas ou biológicas (sintéticas ou naturais) que atuam sobre as células teciduais. Enquanto o veículo é responsável pelo transporte, pela forma cosmética e finalmente por garantir a melhor penetração na pele. O PA em uma formulação pode ter efeito cosmético e possuir propriedades antiinflamatórias, anti-sépticas, cicatrizantes, hidratantes entre outros (GOMES; GABRIEL, 2006).

8 Os PA juntamente com as formas veiculares, segundo Borges (2006), precisam apresentar uma afinidade e uma estabilidade química, ou seja, quando um átomo consegue ter a estabilidade eletrônica de um gás nobre, que não se liga a nenhum outro elemento, pois, tem sua camada de valência completa, o que lhes garante estabilidade, para garantir a eficácia do produto e o sucesso do tratamento. Partindo da idéia de Ribeiro (2010), é aconselhável para uma pele acneica a inclusão de PA que atuem em todas as fases da formação das lesões e controlem as alterações fisiopatológicas da acne. O tratamento da acne deve ser ajustado individualmente, de acordo com as características da pele do acometido, para que se alcance o resultado desejado. 2.4 Seqüência para elaboração de protocolos de tratamento da acne O atendimento ao cliente portador de acne exige cuidados específicos e o primeiro passo, de acordo com Oliveira e Perez (2008) é preencher a ficha de avaliação, que tem por objetivos coletar informações sobre a saúde do cliente, seus hábitos de vida, bem como saber se o mesmo faz uso de cosméticos ou medicamentos, caracterizar seu biotipo cutâneo e possíveis contra-indicações ao tratamento que será proposto. A avaliação clinica deverá ser a mais completa possível, pois as informações colhidas nesta entrevista possibilitarão que o profissional da estética efetue o diagnóstico do problema a tratar, em função da alteração verificada e suas manifestações básicas, estabelecendo dessa forma um plano de tratamento personalizado a partir da seleção da terapêutica adequada (SORIANO et al, 2002). Os princípios básicos para montar um protocolo de tratamento da acne vulgar devem ser ajustados individualmente obedecendo alguns passos que serão destacadas a seguir Higienizar A seqüência dos tratamentos estéticos inicia com a aplicação do higienizante que devem atuar na superfície para eliminar os produtos por arraste, mediante soluções

9 que solubilizam os componentes aderidos, eliminar impurezas de origem externa, sem desengordurar excessivamente e sem alterar o ph cutâneo. Utiliza-se tensoativos menos agressivos para a pele da face, evitando os sabonetes com ph muito alcalino. Quanto aos excipientes, é necessário evitar os corpos graxos comedogênicos (óleos minerais) (HERNANDEZ; MERCIER- FRESNEL, 1999). Aplica-se o higienizante com os dedos, em movimentos circulares, e retira-se com algodão embebido em água, deslizando o algodão no sentido de baixo para cima (LACRIMANTI, 2008). Para Dal Gobbo (2010) a higienização da face é realizada com toques e movimentos suaves, sem fricção para que não ocorra irritação. Os cosméticos higienizantes indicados para pele acneica devem possuir princípios ativos que atuem na hipersecreção sebácea, fator fundamental no desenvolvimento da acne, inibindo a secreção do sebo sem irritar a glândula consequentemente reduzindo a oleosidade. O valor do ph é um fator a ser analisado, pois dependendo do tipo de higienizante, como exemplo o sabonete sólido, que possui ph alcalino (9,0-10,0) teoricamente altera-se o ph cutâneo. Já o sabonete líquido com ph ácido (4,5-6,5), não altera o ph cutâneo. Existe uma grande variedade de tensoativos, no quadro 1 apresentam-se alguns dos menos agressivos para a pele. Quadro 1 - Princípios ativos higienizantes CLASSE PROPRIEDADES ATIVOS COSMÉTICOS Higienizantes Devem atuar na superfície para eliminar os produtos por arraste, mediante soluções que solubilizam os componentes aderidos, eliminar impurezas de origem externa, sem desengordurar excessivamente e sem alterar o ph cutâneo. Fonte: Adaptado pelas autoras de Rebello (2005) e Fonseca; Prista (2000) Anfóteros (Betaínas de coco). Não- Iônicos, aquil poliglicosídeos, lauril poliglicosídeos. Após a higienização, é necessário esfoliar a pele para refinar a camada córnea com o objetivo de reduzir a hiperqueratinização e facilitar os procedimentos seguintes.

10 2.4.2 Esfoliar Os esfoliantes cosméticos podem ser classificados em químicos, físicos/mecânicos e enzimáticos. No entendimento de Ribeiro (2010) os produtos cosméticos esfoliantes atuam muito superficialmente, ou seja, na camada córnea sem atingir a epiderme e a derme. A esfoliação química consiste na aplicação de um ou mais agentes esfoliantes/queratolíticos na pele, que podem ser substâncias sintéticas ou vegetais, geralmente ácidos orgânicos. Dependendo do tipo de esfoliante químico, concentração do ativo e de seu ph, o procedimento pode deixar de ser muito superficial, que atinge apenas a camada córnea, e se tornar um peeling médio ou profundo que pode atingir até a derme reticular (GOMES; GABRIEL, 2006). Já a esfoliação física/mecânica utiliza substâncias abrasivas para o refinamento da camada córnea. Age por atrito da ação mecânica provocada pela pressão entre a pele e as mãos. Neste caso o produto pode ser veiculado em creme, gel e gelcreme. Os esfoliantes que atuam nesse mecanismo podem ser naturais de origem vegetal, mineral, marinha, derivados orgânicos sintéticos, formadores de filme e carboidratos (RIBEIRO, 2010; GOMES; GABRIEL, 2006). Há ainda a esfoliação física/mecânica realizada por meio de equipamentos eletroterápicos. Já a esfoliação enzimática é definida como uma esfoliação realizada pela ação de enzimas que hidrolisam proteínas da camada córnea da pele (queratina), facilitando assim a remoção de camadas superficiais de corneócitos. As enzimas mais utilizadas são papaínas, extraída do mamão, e a bromelina, extraída do abacaxi (RIBEIRO, 2010). Para cada grau de acne há indicações específicas de esfoliação. Souza (2004), afirma que em casos de acne moderada a grave, deve-se evitar a esfoliação física para não agravar o quadro clínico, pois no ato da esfoliação pode ocorrer ruptura das pápulas e pústulas, havendo riscos de infectar glândulas sebáceas e folículos não acometidos.

11 A seguir no quadro 2 apresentam-se os esfoliantes e sua propriedade e alguns ativos utilizados no tratamento da acne. Quadro 2 - Princípios ativos esfoliantes e queratolíticos CLASSE PROPRIEDADE ATIVO COSMÉTICO Esfoliantes químicos (queratolíticos) Substâncias capazes de desorganizar quimicamente a molécula de queratina, promovendo uma descamação das células epidérmicas por meio de ação química. Alfahidroxiácidos (AHA): ácido glicólico, ácido mandélico, ácido lático, ácido málico. Betahidroxiácidos (BHA): ácido salicílico. Polihidroxiácidos (PHA): gluconolactona e ácido lactobiônico. Esfoliantes físicos/mecânicos Esfoliantes enzimáticos Substâncias que promovem uma leve descamação das células epidérmicas por meio componentes físicos e com ação mecânica. Substâncias que promovem uma leve descamação das células epidérmicas por meio de ação enzimática. Fonte: Adaptado pelas autoras de Rebello (2005) e Fonseca; Prista (2000) Origem vegetal: pó de semente de frutas (damasco, franboesa, amêndoas, oliva, uva e guaraná) Origem mineral: pedras pomes em pó, quartzo em pó, areia e argilas. Origem marinha: pó de ostras, cloreto de sódio, algas diatomáceas e madrepérola. Derivados orgânicos sintéticos: esferas de polietileno coloridas ou braças e granulo poliamida. Formadores de filme: álcool polivinílico e polivinilpirrolidana (PVP) Carboidratos: açúcar mascavo e açúcar cristal. Bromelina (extraída do abacaxi); Papaína (extraída do mamão) Emoliência Se o objetivo do procedimento é fazer uma higienização com retirada de comedões, aplica-se em seguida o emoliente, que em cosmetologia, são substâncias alcalinas. O princípio ativo mais utilizado é a trietanolamina, que descontrae, amolece e suaviza a camada superficial da epiderme (córnea), dilatando os poros e facilitando o processo de extração, porém, podem ser associados outros emolientes como aloe vera, macadâmia, calêndula e extrato de camomila, com o intuito de diminuir a agressão à pele. (BARATA,1995). Os cremes amolecedores ou a loção emoliente pode ser associado ao vapor de ozônio, e/ou filme osmótico por aproximadamente 15 minutos (DAL GOBBO, 2010; LACRIMANTI, 2008).

12 Vale lembrar que a emoliência e extração são etapas que podem ser necessárias ou não, depende de que forma a pele do cliente se apresenta Extração Após a emoliência inicia-se o processo de extração mecânica das lesões, procedimento este exclusivo do profissional de estética. Para cada tipo de lesão há uma técnica adequada. A extração manual é indicada para microcomedões e comedões abertos. O extrator só é indicado em locais de difícil realização de manobra manual. Para facilitar a retirada do conteúdo dos comedões fechados (massa esbranquiçada), é indicado o uso da agulha de insulina de forma superficial, somente para facilitar a retirada do conteúdo sólido, impedindo desta forma, a evolução para uma lesão inflamatória (CERQUEIRA; AZEVEDO, 2009). Em casos de pústulas é aconselhado exercer uma leve pressão sobre o local, drenando o conteúdo purulento, facilitando o esvaziamento da lesão. As lesões internas como a pápula, nódulo e o cisto não deve ser manipuladas. É importante frisar que após a utilização da agulha, esta deve ser descartada no coletor de perfuro-cortante evitando contágio. Inácio et al (2010) ressaltam que os procedimentos de estética facial devem ser executado por profissionais qualificados, seguindo as normas de Biossegurança, afim de minimizar os riscos biológicos provenientes desta atividade Equilíbrio do ph cutâneo A etapa seguinte compreende o equilíbrio do ph da pele, o qual foi alterado pelo uso da substância amolecedora e dos outros cosméticos. O produto cosmético que tem essa capacidade é o tônico, que além de equilibrar o ph, complementa a limpeza e retira os últimos vestígios de impurezas da pele. Conhecer o ph dos produtos a serem utilizados é de extrema importância, pois a partir da obtenção dessa informação é que poderá ser feita a escolha apropriada do produto a ser utilizado,

13 assim variando de acordo com a função e utilização de cada cosmético (GROSSKOPF; ALBRECHT, 2009 apud NOVICKI; SOUZA, 2009). Esse produto cosmético veiculado em forma de tônicos deve promover a sensação de frescor e bem-estar, sem irritar a pele, nem sensibilizá-la. A propósito, importa salientar que a literatura não relata qual o ph ideal para os produtos cosméticos destinados à tonificação (BOMBASSARO; FERNANDES, 2009), em contrapartida os autores descrevem que a maioria dos produtos cosméticos deve ter como ph ideal o mais próximo ao da pele, para que não ocorram modificações nos mecanismos de defesa (KADUNC, 2009; REBELLO, 2005; GOMES, 2006; PERIOTO 2008). Nem todos os tipos de pele apresentam as mesmas características, motivo pelo qual a composição dos tônicos faciais se adapta à variabilidade do substrato sobre os quais vai ser aplicado, o que inclui diferentes substâncias em função do tipo de pele a que se destinam. Dependendo dos constituintes poderá ter funções específicas como hidratantes, adstringentes, calmantes, anti-sépticos entre outros, depende dos princípios ativos que os compõe (LACRIMANTI, 2008). Perioto (2008) afirma ainda que o tônico pode apresentar diversas atividades, que é dependente de sua composição, geralmente são substâncias aquosas ou hidroalcoólicas que podem apresentar umectantes como os glicóis (propilenoglicol, glicerina, butilenoglicol, sorbitol). Hernandez e Mercier-Fresnel (1999), afirmam que a loção equilibradora de ph tem por função normalizar a secreção do sebo (tônicos adstringentes), equilibrar a flora microbiana cutânea e ajudar a contração normal do óstio folicular. A seguir no quadro 3 apresentem-se a classe, propriedade e ativos cosméticos encontrados nas formulações de tônicos faciais

14 Quadro 3 - Princípios ativos reequilibradores de ph Classe Propriedade Ativo cosmético Adstringente Substâncias capazes de contrair, estreitar e apertaros tecidos orgânicosdiminuindo assim as secreções da glândula. Hidratante Calmante Os PA hidratantes cumprem a função de indutores no processo de reposição da água. Destinam-se a diminuir a perda de água transepidérmica deixando a pele macia, suave e com aparência mais saudável. Tem por finalidade eliminar, ou pelo menos atenuar, o estado inflamatório da pele, diminuir o eritema, devido a vasoconstrição e pela desidratação dos tecidos edemasiados. Hortelã pimenta, alúmen de potásseo, extrato de hamamelis, sulfatp de zinco, Extrato de amora, manteiga de karité, uréia, sorbitol, alantoína, lactato de sódio. Azuleno, extrato de camomila,, óleo essencial de lavanda. Refrescante Retirar o calor da pele e promover refrescância. Extrato de aloe vera, alecrim, extrato de mentol. Fonte: Adaptado pelas autoras de Rebello (2005) e Fonseca; Prista (2000) Tratamento Os PA utilizados nessa etapa terão uma função específica e muito importante. Neste momento a apresentação do cosmético mais utilizado é em forma de máscara, que atuará na pele por um bom tempo e facilitará a permeação. As máscaras faciais segundo Zague, Velasco e Baby (2008), são definidas como formulações cosméticas, destinadas a aplicação na face, em camada mais ou menos espessa, por período de tempo determinado, podendo variar de 10 a 30 minutos, dependendo da composição química e as ações pretendidas. Os autores supracitados ainda afirmam que segundo a legislação brasileira, máscaras faciais são enquadradas na categoria de produtos cosméticos destinados a limpar, amaciar, estimular ou refrescar a pele, constituídas essencialmente de substâncias coloidais ou argilosas que, aplicadas sobre o rosto, devem sofrer endurecimento para posterior remoção.

15 Para Ribeiro (2010), as máscaras adstringentes e redutoras de oleosidade são substâncias que, temporariamente obstruem os poros e óstios, reduzindo a produção exacerbada de sebo na pele. Na finalização do procedimento para pele acneica, serão selecionadas máscaras específicas para acne não inflamatória e acne inflamatória, as máscaras mais utilizadas são as que contem princípios ativos cicatrizantes, antiinflamatórios, descongestionantes, anti-sépticos, adstringentes, anti-seborréicos, absorventes e/ou adsorventes. A seguir no quadro 4 os princípios ativos utilizados para o tratamento da acne. Quadro 4 - Princípios ativos utilizados para tratamento CLASSE PROPRIEDADES ATIVOS COSMÉTICOS Cicatrizantes Regeneradores do epitélio Alantoína, Aloe Vera, Própolis, Calêndula. Antiinflamatórios e descongestionantes Tem por finalidade eliminar, ou pelo menos atenuar, o estado inflamatório da pele, diminuir o eritema, devido a vasoconstrição e pela desidratação dos tecidos edemasiados. Alfa-bisabolol, azuleno, bardana, camomila Anti-sépticos Adstringentes São formulações destinadas a promover a assepsia da pele encontrando aplicação principalmente em peles acneicas. São substancias capazes de contrair, estreitar e apertar os tecidos orgânicos, formando assim uma capa protetora de proteína na pele. Inibindo o proliferamento de microorganismos na superfície da pele. Chá verde, hortelã e própolis. Taninos (hamamélis, gerânio,alecrim). Óleo de melaleuca, sopholiance.alume, óxido de zinco Anti-seborréicos, absorventes e adsorvedoras Remove pelas propriedades de adsorção e absorção a oleosidade excessiva. Geralmente são utilizados sob a forma de máscaras Fonte: Adaptado pelas autoras de Rebello (2005) e Fonseca; Prista (2000) Tiolisina, Silicato de alumínio, Enxofre, Sebonormine. Kaolin, Argila, Bentonita, As máscaras com propriedades hidratantes segundo Ribeiro (2010) têm por função repor à pele substâncias fundamentais para manter a água na camada córnea. Podem ser aditivas com substâncias hidratantes ativas e/ou umectantes. Conforme o tratamento da acne for evoluindo, poderá ser necessária a utilização dessas máscaras. Lembrando que deverão estar veiculadas em bases não oleosas.

16 2.4.7 Finalização A escolha do produto cosmético finalizador dependerá de como a pele se apresenta no momento, sendo que este deverá ser escolhido de forma correta para evitar reações adversas, pois este produto permanecerá na pele do cliente. Há uma variedade de produtos cosméticos destinados a finalização do procedimento de tratamento da acne, entre eles pode-se citar os que possuem propriedades secativas, cicatrizantes que complementarão o tratamento. Após a aplicação do cosmético finalizador, há sempre a necessidade do uso de protetor solar. Essas formulações são usadas topicamente para proteger a pele, evitando ou retardando os efeitos nocivos do sol. No mercado cosmético os protetores solares indicados para pele acneica são veiculados na forma de géis, loções livres de óleo, soluções contendo filtros solares que conferem proteção dos raios Ultravioleta A e B (LEONARDI, 2008). Leonardi (2008) orienta que o portador de acne reduza sua exposição às radiações solares, pois essa em excesso causa um espessamento da camada córnea facilitando a obstrução do folículo pilosebáceo, contribuindo assim, para o agravamento da acne. Há a necessidade de conscientizar o cliente sobre a importância de seu comprometimento ao tratamento e a utilização de cosméticos diariamente (home care) para se obter um resultado satisfatório. 3 METODOLOGIA Esta pesquisa caracterizou-se como bibliográfica do tipo descritiva e explicativa, com abordagem qualitativa. Uma pesquisa bibliográfica segundo Gil (1991) é elaborada a partir de referências teóricas já publicadas, artigos científicos e sites a base de dados, já a pesquisa descritiva explicativa, segundo Cervo; Bervian (1996) observa, analisa, registra e correlaciona os fatos sem manipulá-los.

17 Para Denzin e Lincoln (2006) a pesquisa qualitativa é em si mesma, um campo de investigação. Ela envolve o estudo do uso e a coleta de uma variedade de materiais, experiência pessoal e introspecção. O presente estudo teve como objetivo destacar os princípios básicos para o tratamento cosmético da acne vulgar numa perspectiva direcionada aos profissionais da estética facial, facilitando desta forma a elaboração e aplicação de protocolos para o tratamento da acne, explicando sua etiologia com base em livros e artigos científicos, relacionando sua evolução, para assim, identificar o tratamento mais adequado a cada cliente, auxiliando no atendimento do profissional de Estética e suprindo a necessidade de material informativo no mercado de trabalho. 4 CONSIDERAÇÕES FINAIS Considerando o levantamento bibliográfico feito neste estudo pode-se constatar que a acne é considerada uma dermatose que afeta principalmente os adolescentes pela alteração hormonal que ocorre nesse período da vida, levando ao surgimento de lesões de acne na pele do portador. Essas alterações causam impacto expressivo na qualidade de vida dos adolescentes, com isso é comum a procura por tratamentos estéticos. Para que o profissional de estética facial possa montar um protocolo personalizado para o tratamento da acne é preciso conhecer e identificar os tipos de lesões presentes na pele do portador e a fase do desenvolvimento da mesma para que a partir dessas informações, faça a escolha de princípios ativos indicados no controle dessas alterações. Os princípios básicos que compreendem o tratamento cosmético da acne vulgar, numa perspectiva direcionada aos profissionais da estética facial, tem por base a seqüência que inicia com a higienização, em seguida a esfoliação, uso do tônico para equilibrar o ph, das máscaras de tratamento e para finalizar o procedimento, é indicado o uso de produtos escolhidos a partir de como a pele se apresenta no momento e quais suas necessidades.

18 Com relação a esta patologia, o profissional de estética facial deverá orientar o cliente para a utilização diária de produtos cosméticos adequados e específicos para cada uma das manifestações apresentadas, sendo ele o responsável por esta indicação. É importante salientar ainda que, com base nos estudos realizados, em alguns casos o uso de terapêutica medica é necessário, visto a gravidade das lesões, nesse sentido o profissional deve ficar atento para indicar ao seu cliente a procura de um médico dermatologista para acompanhamento. REFERÊNCIAS BAUMANN, Leslie. Dermatologia cosmética: princípios e práticas. Rio de Janeiro: Revinter, BARATA, Eduardo A. F. A cosmetologia: princípios básicos. São Paulo: Tecnopress, BARROS, Lídia Almeida. Dicionário de dermatologia. São Paulo: Cultura Acadêmica, Disponível em: <http://repositorio.aev.edu.br/files/1e57d0d48fb4149ed0a9e9c6a7fd.pdf >. Acesso em: 29 set BOMBASSARO, Hedymara Moretto.; FERNANDES, Bárbara.; FRANÇA, Ana Júlia von Borell Du Vernay. Análise dos produtos tônicos faciais quanto a sua formulação e real função. Trabalho de Conclusão de Curso Curso de Tecnologia em Cosmetologia e Estética, da Universidade Vale do Itajaí (Univali), Balneário Camboriú, Santa Catarina, BORELLI, Shirlei. As idades da pele: orientação e prevenção. 2. ed. São Paulo: Senac, BORGES, Fábio dos Santos. Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo: Phorte, CERQUEIRA, Ana Maria Mósca de; AZEVEDO, Joana Orle Coutinho de. Acne. In: KEDE, Maria Paulina Villarejo; SABATOVICH, Oleg (orgs.). Dermatologia estética. 2. ed. São Paulo: Atheneu, Cap. 6.1, p CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia científica. 4. ed. São Paulo: Makron Books, COSTA, Adilson; ALCHORNE Maurício Motta de Avelar; GOLDSCHMIDT Maria Cristina Bezzan. Fatores etiopatogênicos da acne vulgar. An Bras Dermatol, v.83,

19 n. 5, p , Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/abd/v83n5/v83n05a10.pdf >. Acesso em: 29 set DAL GOBBO, Priscila. Estética facial essencial: orientação para o profissional de estética. São Paulo: Atheneu, DENZIN, Norman K.; LINCOLN, Yvonna. S. O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, DU VIVIER, Anthony. Atlas de dermatologia clínica. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, FONSECA, Aureliano da; PRISTA, L. Nogueira. Manual de terapêutica dermatológica e cosmetologia.1. ed. São Paulo: Roca, GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3 ed. São Paulo: Atlas, GOMES, Rosaline Kelly; DAMAZIO, Marlene Gabriel. Cosmetologia: descomplicando os princípios ativos. 3. ed. São Paulo: Livraria Médica Paulista, GOMES, Rosaline Kelly; GABRIEL, Marlene. Cosmetologia: descomplicando os princípios ativos. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Livraria Médica Paulista, HARRIS, Maria Inês Nogueira de Camargo. Pele: estrutura, propriedades e envelhecimento. 3. ed. São Paulo: Senac, HERNANDEZ, Micheline; MERCIER- FRESNEL, Marie- Madeleine. Manual de cosmetologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Revinter, INÁCIO, Anali; et al. Biossegurança em estética facial: adequando condutas Trabalho de iniciação científica (TIC) - Universidade do Vale do Itajaí. Balneário Camboriú, KADUNC, Bogdana Victoria. Cicatrizes de acne. In: KEDE, Maria Paulina Villarejo; SABATOVICH, Oleg. Dermatologia estética. São Paulo: Atheneu, Cap. 6.5, p LEONARDI, Gislaine Ricci. Cosmetologia aplicada. 2. ed. São Paulo: Santa Isabel, 2008) MENEZES, Celise; BOUZAS, Isabel. Acne Vulgar e Adolescência. Adolesc. Saúde. v.6, n.3, p.21-23, Disponível em: <http://www.adolescenciaesaude.com/detalhe_artigo.asp?id=16#>. Acesso em: 2 out MEZZOMO, Aline Cristhia. Incidência de acadêmicos da FAG que procuram à fisioterapia dermato funcional para o tratamento da acne f. Trabalho

20 acadêmico (graduação) Faculdade Assis Gurgacz. Cascavel, Disponível em: <www.fag.edu.br/tcc/2007/fisioterapia/indice_de_academicos_da_fag_que_procura m_a_fisioterapia_dermato_funcional_para_o_tratamento_da_acne.pdf>. Acesso em: 15 set MICHALANY, Jorge; MICHALANY, Nílceo Schwery. Anatomia e histologia da pele. São Paulo: Lemos, NOVICKI, Catia Simone; SOUZA, Samandra Batista. Avaliação do ph dos tônicos faciais. [2009]. 14 f. Trabalho acadêmico (Graduação) Curso Superior de Tecnologia em Cosmetologia e Estética, Universidade do Vale do Itajaí, [2009]. Disponível em: <http://siaibib01.univali.br/pdf/catia%20simone%20novicki%20e%20samandra%20batista %20de%20Souza.pdf>. Acesso em: 08 dez OLIVEIRA, Andrea Lourenço de; PEREZ, Erika. Estética Facial. In: LACRIMANTI, Lígia Marini. Curso didático de estética. 2. ed. São Caetano do Sul, SP: Yendis, Cap. 1, p PERIOTO, Deise Kella. Cosmetologia aplicada: princípios básicos. 1. ed PIMENTEL, Arthur dos Santos. Peeling, máscara e acne: seus tipos e passo a passo do tratamento estético. São Paulo: Livraria Médica Paulista, PLEWIG, Gerd.; KLIGMAN, Albert, M. Acne e rosácea. 3. ed. Berlin: Espringer- Verlag, REBELLO, Tereza. Guia de produtos cosméticos. 6. ed. São Paulo: SENAC, RIBEIRO, Cláudio de Jesus. Cosmetologia aplicada a dermoestética. 2. ed. São Paulo: Pharmabooks, SORIANO, M.C.D.; PÉREZ, S.C.; BAKUÉS, M.I.C. Electroestética profissional aplicada: teoria e prática para a utilização de correntes em estética. 2.ed. Saint Quirze Del Valles: Sorisa, SOUZA, Maria Valéria de. Ativos dermatológicos: guia de ativos dermatológicos utilizados na farmácia de manipulação para médicos e farmacêuticos. São Paulo: Pharmabooks, v.2. SOUZA, Maria Valéria de. Ativos dermatológicos: guia de ativos dermatológicos utilizados na farmácia de manipulação para médicos e farmacêuticos. São Paulo: Tecnopress, v.3. SOUZA, Maria Valéria de; ANTUNES JÚNIOR, Daniel. Ativos dermatológicos: guia de ativos dermatológicos utilizados na farmácia de manipulação para médicos e farmacêuticos. São Paulo: Pharmabooks, v.4.

21 UDA, Carla Fernanda; WANCZINSKI, Bruna Juliana. Principais ativos empregados na farmácia magistral para tratamento tópico da acne. Infarma. v. 20, n. 9/10, p , Disponível em: <http://www.cff.org.br/sistemas/geral/revista/pdf/67/infarma67.pdf>. Acesso em: 05 out VAZ, Lucia Ana. Acne vulgar: bases para o seu tratamento. Rev Port Clin Geral. Porto, v.19, p , out ZAGUE, Vivian; VELASCO, Maria Valéria Robles; BABY, André Rolim. Máscaras Faciais. In: LEONARDI, Gislaine Ricci. Cosmetologia aplicada. 2. ed. São Paulo: Santa Isabel, Cap. 7, p

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR INTRODUÇÃO Zeferina Alexandra Trizotti da Silva Talita de Oliveira da Silva A acne é uma das alterações cutâneas mais comuns, sua

Leia mais

Tratamento cosmetológico da pele

Tratamento cosmetológico da pele A pele Considerada o maior órgão do corpo humano, constituindo 16% do peso corporal. Funções de: Revestir as superfícies externas do corpo protegendo contra: Raios UV; Poluição; Mudanças climáticas controle

Leia mais

Dica: O visitador pode acompanhar a manipulação dos produtos, bem como sua aditivação com os ativos para melhor entendimento desta forma cosmética.

Dica: O visitador pode acompanhar a manipulação dos produtos, bem como sua aditivação com os ativos para melhor entendimento desta forma cosmética. Acne e Hidratação. Objetivo da Escolha do Tema A hidratação da pele é de fundamental importância para a manutenção dos mecanismos fisiológicos e bioquímicos da pele como os mecanismos celulares de proteção

Leia mais

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria Acne Como Podemos Tratar em Parceria Ademir Júnior - Médico Fabiana Padovez Esteticista Espaço de Medicina e Saúde Dr Ademir Júnior Universidade Anhembi Morumbi Acne Nome popular: Cravos e Espinhas Doença

Leia mais

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral:

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral: Geral: TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - Profa. Ms. Priscila Torres ACNE: síndrome cutânea exteriorizada clinicamente por elementos eruptivos, onde podem estar presente comedões,

Leia mais

Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne

Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne 1 Ana Paula Wippel - Acadêmica do Curso de Tecnologia em Cosmetologia e Estética, da Universidade do Vale do Itajaí, Balneário

Leia mais

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são:

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são: Acne Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), em 2009, acne é o problema dermatológico mais comum na população brasileira, afetando 56,4% das pessoas, além de ser o motivo

Leia mais

MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA FACIAL

MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA FACIAL Lançamento MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA FACIAL Higienização, esfoliação, revitalização e hidratação: o básico para tratamentos faciais em tamanhos econômicos e free parabenos HIGIENIZAÇÃO, ESFOLIAÇÃO

Leia mais

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Gomagem e Esfoliação Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Membrana que recobre toda a superfície corpórea Maior órgão do corpo humano (2m² e 4kg) Resistente e flexível

Leia mais

Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay

Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay O que é Acne? Acne é uma condição da pele que ocorre quando os pelos ficam obstruídos por sebo e células mortas, ficando colonizados por bactérias

Leia mais

www.lakma.com.br Protocolo Facial Limpeza de Pele D e r m o c o s m é t i c o s

www.lakma.com.br Protocolo Facial Limpeza de Pele D e r m o c o s m é t i c o s Limpeza de Pele Indicação Pele acneica Grau 1, 2 e 3 Pele com oleosidade excessiva Home Care: Sabonete Facial anti-acne (2x ao dia) Loção Tônica Adstringente (1x ao dia) Serum Hidratante e Secativo (uso

Leia mais

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. Histórico A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. A pele bronzeada tornou-se moda, sinal de status e saúde. Histórico

Leia mais

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO Marcela Altvater canaldoprofissional@buonavita.com.br DEFINIÇÃO A Acne é uma afecção da pele que atinge a unidade pilossebácea e é caracterizada

Leia mais

Limpeza de Pele. Limpeza de Pele. Etapas da Limpeza de Pele 09/03/2015. Indicada para todos os tipos de pele. Remove todos os tipos de impurezas

Limpeza de Pele. Limpeza de Pele. Etapas da Limpeza de Pele 09/03/2015. Indicada para todos os tipos de pele. Remove todos os tipos de impurezas Limpeza de Pele Indicada para todos os tipos de pele Remove todos os tipos de impurezas Tonifica, hidrata e nutri a pele, facilitando assim uma maior absorção de princípios ativos Ft. Elaine C. S. Ovalle

Leia mais

PROTOCOLO FACIAL PARA: PRÉ E PÓS LIMPEZA DE PELE

PROTOCOLO FACIAL PARA: PRÉ E PÓS LIMPEZA DE PELE PROTOCOLO FACIAL PARA: PRÉ E PÓS LIMPEZA DE PELE Indicação Pele oleosa, acnecia. Pode ser feito após 5 dias da limpeza de pele, como uma sessão de retorno. Pele áspera, grossa e desvitalizada. Frequência:

Leia mais

- CURSO DE MAQUIAGEM -

- CURSO DE MAQUIAGEM - - CURSO DE MAQUIAGEM - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610). A PELE CONHECENDO

Leia mais

Limpeza de Pele 4 Passos Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera

Limpeza de Pele 4 Passos Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Limpeza de Pele 4 Passos Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Você verá nesta aula: Aspectos Atuais Tratamento Esteticos; Limpezade Pele em4 Passos; Indicações e Contra-Indicações; Protocolo;

Leia mais

Prática Nutrição Externa

Prática Nutrição Externa Prática Nutrição Externa Demonstração prática de uso dos produtos de nutrição externa e seus efeitos imediatos. Como a pele é o maior órgão do corpo os produtos são recomendados tanto para homens quanto

Leia mais

ARTIGO CIENTÍFICO. Análise dos produtos tônicos faciais, quanto a sua formulação e real função

ARTIGO CIENTÍFICO. Análise dos produtos tônicos faciais, quanto a sua formulação e real função ARTIGO CIENTÍFICO Análise dos produtos tônicos faciais, quanto a sua formulação e real função 1 Bárbara Fernandes - Acadêmica do Curso de Tecnologia em Cosmetologia e Estética, da Universidade do Vale

Leia mais

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5%

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Creme: apresentado em bisnagas com 25 g. USO TÓPICO. USO ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS. Cada g de creme contém: Peróxido de Benzoíla... 50 mg Enxofre...

Leia mais

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO MACIEL, D. 1 ; OLIVEIRA, G.G. 2. 1. Acadêmica do 3ºano do Curso Superior Tecnólogo em Estética

Leia mais

Peelings cosméticos Nova abordagem conceitual e técnica

Peelings cosméticos Nova abordagem conceitual e técnica Peelings cosméticos Nova abordagem conceitual e técnica Prof. Paschoal Rossetti Filho Março/2012 Fatores que influenciam na profundidade e conseqüente a classificação do peeling: 1. Escolha do agente queratolítico

Leia mais

abscessos interconectados e cicatrizes.

abscessos interconectados e cicatrizes. Tabela 1. Tipologia da acne e suas características clinicas TIPO DE ACNE CARACTERÍSTICA Acne Vulgar ou Juvenil Forma mais comum da acne, de elevada prevalência na adolescência (85%) acomete ambos os sexos.

Leia mais

ACNE: COMEDÕES OU ARACNÍDEOS?

ACNE: COMEDÕES OU ARACNÍDEOS? ACNE: COMEDÕES OU ARACNÍDEOS? Bruna Moreira Rodrigues 1 - Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. Nicoli Sousa 2 - Acadêmica

Leia mais

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO Adriana Arruda sac@buonavita.com.br DEFINIÇÃO A Acne é uma afecção da pele que atinge a unidade pilossebácea e é caracterizada pela presença

Leia mais

PROTOCOLO FACIAL 4 EM 1

PROTOCOLO FACIAL 4 EM 1 PROTOCOLO FACIAL 4 EM 1 Indicação Pele Desvitalizada e oleosa/ acneica. Pele com melasmas e rugas finas de expressão Duração: 1 hora Passo 1. Assepsia. Aplicar o Spray Higienizante Lakma nas mãos e punhos.

Leia mais

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos A etnia confere características herdadas que devem ser valorizadas na indicação de procedimentos e tratamentos e na avaliação de

Leia mais

Sinta-se bem, sinta-se Bella!

Sinta-se bem, sinta-se Bella! Sinta-se bem, sinta-se Bella! Sinta-se bem, sinta-se Bella! CATÁLOGO DE PRODUTOS 2015 PRÉ-DEPILAÇÃO DEPILAÇÃO PROFISSIONAL HIGIENIZA A PELE E OTIMIZA A DEPILAÇÃO DEPILAÇÃO COM EXCELENTE RENDIMENTO, PRATICIDADE

Leia mais

UMA NOVA FORMA DE TRATAR

UMA NOVA FORMA DE TRATAR UMA NOVA FORMA DE TRATAR CATÁLOGO DE PRODUTOS 2015 VENDA EXCLUSIVA PARA PROFISSIONAIS Desfrute dos benefícios damaçã e encante a todos com uma pele perfeita APPLE SKI N Uma linha completa de limpeza de

Leia mais

Acneless Tratamento Cosmético da Acne

Acneless Tratamento Cosmético da Acne INCI: Water (and) Salvia officinalis (and)quillaya saponaria (and) Zizyphus joazeiro (and) Alcohol (and) Glycerin (and) Saccharomyces silicon ferment (and) Saccharomyces magnesium ferment (and)saccharomyces

Leia mais

Semissólidos ERIKA LIZ

Semissólidos ERIKA LIZ Semissólidos ERIKA LIZ Ação As preparações são aplicadas à pele por seus efeitos físicos, ou seja, sua capacidade de agir como protetores, lubrificantes, emolientes, secantes, ou devido ao efeito específico

Leia mais

Betacariofileno: é um germicida natural obtido do óleo essencial da Copaifera officinalis, sendo excelente para prevenção de infecções e inflamações.

Betacariofileno: é um germicida natural obtido do óleo essencial da Copaifera officinalis, sendo excelente para prevenção de infecções e inflamações. TRIPLE A SYSTEM TRIPLO NO COMBATE CONTRA A ACNE Redução de 30% dos comedões e de 65% da oleosidade Aprovado por mais de 85% dos pacientes TRIPLE A SYSTEM é um sistema triplo no combate à acne, formado

Leia mais

O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO.

O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO. O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO. THE USE OF COMBINATED THERAPY BETWEEN ADCOS ACTIVES COSMETICS AND KLD HYGIALUX

Leia mais

PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS

PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS Existem fatores extrínsecos e intrínsecos que predispõem a ocorrência das estrias. O principal fator extrínseco é o trauma mecânico ( estresse mecânico), porém, ainda mais

Leia mais

ciência cosmética PORTFOLIO Marcas e Produtos

ciência cosmética PORTFOLIO Marcas e Produtos ciência cosmética PORTFOLIO Marcas e Produtos Eficácia e qualidade aliadas à tecnologia e inovação. Esse é o nosso compromisso. Há 15 anos, a Bioclean promove beleza e autoestima através de suas linhas

Leia mais

NANOMATERNITY QUAIS SÃO OS ATIVOS?

NANOMATERNITY QUAIS SÃO OS ATIVOS? NANOMATERNITY QUAIS SÃO OS ATIVOS? Ø Nanomaternity care Óleo de Amêndoas Doce Óleo de Semente de Uva Óleo de Linhaça Vitamina E Ø Colágeno Hidrolisado Ø Plantec Olive Active Ø Óleo de Rosa Mosqueta Ø Manteiga

Leia mais

PRODUTOS PARA A PELE Formas Cosméticas. Professora: ERIKA LIZ

PRODUTOS PARA A PELE Formas Cosméticas. Professora: ERIKA LIZ PRODUTOS PARA A PELE Formas Cosméticas Professora: ERIKA LIZ Produtos para pele Sequência do Tratamento Cosmético 1º Passo : Limpeza Por que a limpeza diária da pele é importante? Higiene A limpeza é um

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC no 433 de 21/10/11 DOU de 24/10/11

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC no 433 de 21/10/11 DOU de 24/10/11 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC no 433 de 21/10/11 DOU de 24/10/11 Componente Curricular: Estética Facial Código: -- Pré-requisito: -- Período Letivo:

Leia mais

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo The Use of Vitamin C and Peeling Diamond in the Treatment of Facial Melasma: a comparative study

Leia mais

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC Índice de Massa Corporal Classificação quanto a Distribuição de Gordura: Difusa: distribuição generalizada por todo o corpo Androide: relacionada a

Leia mais

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista Um novo conceito em peeling sequencial Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista O QUE É O PEELING 3D? Método diferenciado e patenteado de peeling superficial sequencial

Leia mais

Cosméticos com. Argila Branca. Manganês: ação específica na formação do colágeno. Anti-infeccioso, cicatrizante, antialérgico.

Cosméticos com. Argila Branca. Manganês: ação específica na formação do colágeno. Anti-infeccioso, cicatrizante, antialérgico. Cosméticos com Argila Branca Utilizando como base de seus produtos a argila branca, a Clay Beleza da Terra preocupa-se com o bem estar de sua pele e inova em sua nova linha de cosméticos, trazendo para

Leia mais

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG).

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG). APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG). Cintia Tosoni Leonardo Ribeiro (*) Monia Luci Pawlowski (*) Tatiane Costa de Sousa (*) (*) Acadêmicas do CST em Estética

Leia mais

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Promove o rejuvenescimento da pele Atenua rugas e linhas finas Eficaz no tratamento de estrias Altamente indicado no tratamento de cicatrizes de acne

Leia mais

Protocolos de Tratamentos Faciais

Protocolos de Tratamentos Faciais Protocolos de Tratamentos Faciais A Missão da La Vertuan é: Desenvolver cosméticos com alto padrão de qualidade, eficácia assegurada e resultados comprovados, que proporcionem bem-estar, auto-estima e

Leia mais

PROTOCOLOS LIMPEZA DE PELE Um procedimento eficaz para cada necessidade da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS

PROTOCOLOS LIMPEZA DE PELE Um procedimento eficaz para cada necessidade da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS S Um procedimento eficaz para cada necessidade da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS SUPORTE AO PROFISSIONAL Um canal exclusivo para você Com o objetivo de reforçar o trabalho do profissional de

Leia mais

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

ativa e segura NEW LINE aloedermal.com

ativa e segura NEW LINE aloedermal.com Linha dermocosmética ativa e segura NEW LINE aloedermal.com + Princípios ativos naturais + Emulsificantes e agentes de superfície naturais + Sem corantes nem conservantes + Excipientes naturais + Isento

Leia mais

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele A cosmetologia atualmente vem ganhando notoriedade,

Leia mais

DESCUBRA O PODER DO ALOÉ

DESCUBRA O PODER DO ALOÉ DESCUBRA O PODER DO ALOÉ O que é a Coleção de Aloé Vera? A Coleção de Aloé Vera consiste em produtos de alta qualidade com fórmulas delicadas, criada com base em aloé certificado, que dá um amplo cuidado

Leia mais

MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA CORPORAL

MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA CORPORAL Lançamento MATERIAL TÉCNICO LINHA ECONÔMICA CORPORAL Massagem, drenagem, esfoliação e eletroterapia: o básico para tratamentos corporais em tamanhos econômicos e free parabenos CREMES PARA MASSAGEM CREMES

Leia mais

1. Ato de esfoliar ou descamar a pele. 2. Denominada esfoliação ou peeling. 3. Técnica utilizada em adição à limpeza da pele.

1. Ato de esfoliar ou descamar a pele. 2. Denominada esfoliação ou peeling. 3. Técnica utilizada em adição à limpeza da pele. 1. Ato de esfoliar ou descamar a pele. 2. Denominada esfoliação ou peeling. 3. Técnica utilizada em adição à limpeza da pele. 4. São preparações cosméticas que aceleram a descamação natural dos corneócitos

Leia mais

Falando sobre o 10/6/2010

Falando sobre o 10/6/2010 Falando sobre o C 1 Cosméticos: Tudo que muda a aparência 2 Skin Care Conhecimentos básicosb 3 O que é Skin Care? É uma categoria formada por produtos, de alta tecnologia, destinados ao tratamento da pele;

Leia mais

Bio Clean System. Limpeza de pele é sempre igual? Não, seja Premium!

Bio Clean System. Limpeza de pele é sempre igual? Não, seja Premium! Bio Clean System Limpeza de pele é sempre igual? Não, seja Premium! Linha desenvolvida com a finalidade de atender a todas as necessidades dos profissionais da estética durante o procedimento de limpeza

Leia mais

MICRODERMOABRASÃO ATUAÇÃO NAS CICATRIZES DE ACNE. Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina.

MICRODERMOABRASÃO ATUAÇÃO NAS CICATRIZES DE ACNE. Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. MICRODERMOABRASÃO ATUAÇÃO NAS CICATRIZES DE ACNE 1 Ângela Dall Agnol - Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário Camboriú, Santa Catarina. 2 Fernanda

Leia mais

Acnase Avert Laboratórios Ltda. Creme Dermatológico. Enxofre + Peróxido de benzoíla. 20mg/g + 50 mg/g

Acnase Avert Laboratórios Ltda. Creme Dermatológico. Enxofre + Peróxido de benzoíla. 20mg/g + 50 mg/g Acnase Ltda. Creme Dermatológico Enxofre + Peróxido de benzoíla 20mg/g + 50 mg/g IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Acnase enxofre peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES: Creme dermatológico com 20 mg/g de enxofre

Leia mais

ACNE DIFERENTES TIPOLOGIAS E FORMAS DE TRATAMENTO

ACNE DIFERENTES TIPOLOGIAS E FORMAS DE TRATAMENTO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ACNE DIFERENTES TIPOLOGIAS E FORMAS DE TRATAMENTO Ana Paula Serra de Araújo 1 ; Daniela Cardoso Delgado 2 ; Regiane Marçal 3 RESUMO: O presente estudo

Leia mais

Produtos de beleza e higiene para homens por até 30 reais

Produtos de beleza e higiene para homens por até 30 reais Data: 07/07/2015 Cliente: PAULA BELLOTTI Endereço: http://vejario.abril.com.br/ Site: VEJA RIO ONLINE Assunto: PRODUTOS PARA HOMENS Produtos de beleza e higiene para homens por até 30 reais Pós-barba,

Leia mais

Introdução à cosmetologia. Prof. Msc. Mayara Peron Pereira

Introdução à cosmetologia. Prof. Msc. Mayara Peron Pereira Introdução à cosmetologia Prof. Msc. Mayara Peron Pereira Cosmetologia Conceitos e definições Ciência que serve de suporte à fabricação de produtos voltados à arte do cuidado e melhoria das condições estéticas

Leia mais

Produtos Naturais SHINSEI, o melhor para Você em sua Essência

Produtos Naturais SHINSEI, o melhor para Você em sua Essência Produtos Naturais SHINSEI, o melhor para Você Essência A EMPRESA A Phytos Essence traz para você a tecnologia e a qualidade dos produtos SHINSEI para o bem estar e cuidado diário do corpo. Com estrutura

Leia mais

D E R M A T I T E S HISTÓRIA

D E R M A T I T E S HISTÓRIA D E R M A T I T E S As dermatoses ocupacionais, conhecidas como dermatites de contato, manifestam-se através de alterações da pele e decorrem direta ou indiretamente de certas atividades profissionais.

Leia mais

BARRAL. Uma marca com mais de 170 anos de história

BARRAL. Uma marca com mais de 170 anos de história BARRAL Uma marca com mais de 170 anos de história A história de Barral já conta com mais de 170 anos e remonta ao ano de 1835, data em que os irmãos Barral, prestigiados Professores da Escola Médica, fundaram

Leia mais

PROTOCOLOS. O poder dos ácidos no tratamento intenso de recuperação da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS

PROTOCOLOS. O poder dos ácidos no tratamento intenso de recuperação da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS S O poder dos ácidos no tratamento intenso de recuperação da pele MATERIAL EXCLUSIVO PARA PROFISSIONAIS SUPORTE AO PROFISSIONAL Um canal exclusivo para você Com o objetivo de reforçar o trabalho do profissional

Leia mais

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO Disciplina: Microbiia e Parasitia Patrícia de Lima Martins INTRODUÇÃO O que é Microbiota? MICROBIOTA São os microrganismos (bactérias, fungos, vírus e protozoários)

Leia mais

Tratamento Premium Antiacne

Tratamento Premium Antiacne Tratamento Premium Antiacne www.maquel.com.br Entendendo a Pele - Camadas e Anexos Cutâneos A PELE Folículo Pilosebáceo Pelo Epitélio Ducto sebáceo Glândula sebácea A pele se divide em 3 camadas: epiderme,

Leia mais

Cosmecêutico. multifuncional. com. Azeloglicina

Cosmecêutico. multifuncional. com. Azeloglicina Cosmecêutico multifuncional com Azeloglicina Azeloglicina Diglicinato de azeloi-potássio Anti-acneico Anti-seborreica Anti-micótica Clareadora Azeloglicina Anti-acneico Interfere na patogenesia da acne

Leia mais

Despigmentantes ou agentes clareadores:

Despigmentantes ou agentes clareadores: Despigmentantes ou agentes clareadores: Na pele os melanócitos estão presentes na camada basal da epiderme,na junção dermoepiderme e são responsáveis pela produção de melanina. Ocorrem numa taxa de aproximadamente

Leia mais

Especial Melanodermias Diversidade de ativos seguros e completos que tratam as hipercromias faciais nos mais diversos estágios

Especial Melanodermias Diversidade de ativos seguros e completos que tratam as hipercromias faciais nos mais diversos estágios Especial Melanodermias Diversidade de ativos seguros e completos que tratam as hipercromias faciais nos mais diversos estágios Bioafinidade dermo epidérmica para o Clareamento & Controle da pele hiperpigmentada.

Leia mais

Academia de Produtos. Módulo I

Academia de Produtos. Módulo I Academia de Produtos Módulo I Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como classificar diferentes tipo de pele. O que causa o envelhecimento da pele. Cinco

Leia mais

24 Alimentos para Combater a CELULITE

24 Alimentos para Combater a CELULITE 24 Alimentos para Combater a CELULITE Agradecimento e Informações Muito obrigado por baixar nosso guia com orientações sobre a prevenção e combate a celulite. Nosso objetivo é colaborar com a divulgação

Leia mais

CONHEÇA A LINHA MED PROTECTION E SURPREENDA-SE COM O MELHOR CUSTO/BENEFÍCIO DO MERCADO.

CONHEÇA A LINHA MED PROTECTION E SURPREENDA-SE COM O MELHOR CUSTO/BENEFÍCIO DO MERCADO. Produtos MED PROTECTION CONHEÇA A LINHA MED PROTECTION E SURPREENDA-SE COM O MELHOR CUSTO/BENEFÍCIO DO MERCADO. Profissionais que lidam diariamente com substâncias nocivas à pele estão sujeitos a doenças

Leia mais

Óleo de melaleuca no tratamento da acne

Óleo de melaleuca no tratamento da acne 1 Óleo de melaleuca no tratamento da acne Wilza Maria Cordeiro Franco wilzafranco@hotmail.com Dayna Priscila Maia Meija Pós-graduação em Estética e Cosmetologia Faculdade Bio Cursos Resumo A acne é uma

Leia mais

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Indicadas para modelar o corpo e reduzir medidas; além de ser importante no combate contra a celulite; TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Esta técnica,

Leia mais

Benefício do ácido salicílico na acne grau I

Benefício do ácido salicílico na acne grau I 1 Benefício do ácido salicílico na acne grau I Maria Sonia Rolimd Fonseca 1 sonia_rolimd@hotmail.com Dayana Priscila Maia Mejia 2 Pós-graduação em Estética e Cosmetologia Faculdade Sul Americana / FASAM

Leia mais

Lauril éter sulfato de sódio

Lauril éter sulfato de sódio Material Técnico Identificação Fórmula Molecular: Não aplicável Peso molecular: Não aplicável DCB/ DCI: 05177 - lauriletersulfato de sódio CAS: 1335-72-4 INCI: Sodium laureth-2 sulfate Sinonímia: LESS

Leia mais

OS SEGREDOS DOS CUIDADOS COM A PELE

OS SEGREDOS DOS CUIDADOS COM A PELE OS SEGREDOS DOS CUIDADOS COM A PELE COPYWRITE Autor: Ana Lucia Pinheiro Médica - CRMSP 98.484 Copywrite 2016 [Todos os direitos reservados] Proibida distribuição, cópia ou alteração sem consentimento do

Leia mais

ciência cosmética PORTFOLIO Marcas e Produtos

ciência cosmética PORTFOLIO Marcas e Produtos ciência cosmética PORTFOLIO Marcas e Produtos Eficácia e qualidade aliadas à tecnologia e inovação. Esse é o nosso compromisso. Há 15 anos, a Bioclean promove beleza e autoestima através de suas linhas

Leia mais

higiene & cuidado Peles oleosas e de tendência acneica

higiene & cuidado Peles oleosas e de tendência acneica higiene & cuidado Peles oleosas e de tendência acneica L a b oratoires D ermatologi q ues A - D e r m a AF ADM Folder 3ºCiclo2014.indd 4 7/28/14 5:40:45 PM A ACne Uma patologia que atinge 80% dos adolescentes

Leia mais

Quando a investigação se inspira nos tesouros do oceano

Quando a investigação se inspira nos tesouros do oceano GAMA SOLAR Quando a investigação se inspira nos tesouros do oceano Quando a investigação se inspira nos tesouros do oceano A nova geração de protectores solares Filtro 100% mineral: pó de pigmento muito

Leia mais

Tratamento com Bandagens e Cosméticos

Tratamento com Bandagens e Cosméticos Tratamento com Bandagens e Cosméticos Argilaterapia A argila é uma terra especial que absorve os princípios vitais do sol, da água e do ar, constituindo-se em um poderoso agente de recuperação física.

Leia mais

Manual de Instrução 1

Manual de Instrução 1 Manual de Instrução 1 HAIKAI EQUILIBRIUM Buscamos na cultura oriental, ativos que cuidam da beleza respeitando o equilíbrio natural do corpo. O EXTRATO DE SHITAKE, na cultura oriental, simboliza imortalidade

Leia mais

delicatto CATÁLOGO DE PRODUTOS

delicatto CATÁLOGO DE PRODUTOS delicatto CATÁLOGO DE PRODUTOS Fundada em 2009, a DELICATTO é composta por uma equipe de profissionais especializados em formulações cosméticas veterinárias com atuação na área de desenvolvimento de fórmulas

Leia mais

Ecologie agora é Bril Cosméticos

Ecologie agora é Bril Cosméticos Ecologie agora é Bril Cosméticos Diversidade de produtos será reforçada na Beauty Fair Nasce uma nova empresa de cosméticos no mercado brasileiro. A Bril Cosméticos surgiu a partir da aquisição da Ecologie,

Leia mais

Relatório Especial de Milagre Para A Acne

Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 1 A Acne: Chega de Mentiras Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 2 Existem pessoas que, durante toda sua vida, nunca sofrem de acne, enquanto outras

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos.

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos. ANATOMIA HUMANA II Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema tegumentar Conceito Estruturas Pele Anexos Funções 1 CONCEITO Estudo Microscópico Maior orgão do corpo humano Proporciona

Leia mais

MODELO DE TEXTO DE BULA

MODELO DE TEXTO DE BULA MODELO DE TEXTO DE BULA Azelan ácido azeláico Forma Farmacêutica: Gel Via de administração: Uso tópico (não oftálmico) Apresentação: Cartucho com bisnaga de 15 g (10 e 30g) Uso Adulto Composição: Cada

Leia mais

Tahitian Beauty. Pele Saudável com os Segredos de Beleza do Taiti

Tahitian Beauty. Pele Saudável com os Segredos de Beleza do Taiti Tahitian Beauty Pele Saudável com os Segredos de Beleza do Taiti Tendências Medidas extremas em nome da beleza O ambiente pode ser agressivo à pele Sol, poluição, fumaça, poeira, etc. Tratamentos caseiros

Leia mais

TÓNICOS GEL DE LIMPEZA DESMAQUILHANTE

TÓNICOS GEL DE LIMPEZA DESMAQUILHANTE facial line DESMAQUILHANTE GEL DE LIMPEZA TÓNICOS SILKWATER solução líquida em duas fases, permite limpar em profundidade qualquer resto de maquilhagem nos olhos e lábios, mesmo quando resistente à água,

Leia mais

Opções de tratamento - um guia simples

Opções de tratamento - um guia simples Guia Opções de tratamento - um guia simples Para poder decidir qual é o melhor tratamento para si, é importante começar por saber quais as opções de tratamento existentes e quais as suas vantagens e desvantagens.

Leia mais

Palavras-chaves: Peeling químico; Cosméticos; Esfoliação; Princípios Ativos; Renovação celular.

Palavras-chaves: Peeling químico; Cosméticos; Esfoliação; Princípios Ativos; Renovação celular. 1 PEELINGS QUÍMICOS FACIAIS UTILIZADOS EM PROTOCOLOS ESTÉTICOS Bruna de Souza Pinto1 1 Samanta Fernanda da Rosa 2 2 Daniela da Silva 3 A procura por procedimentos estéticos vem em um constante crescente

Leia mais

A indústria cosmética e a medicina contam com as mais diversas fórmulas para combater o envelhecimento e os sinais faciais presentes com a idade.

A indústria cosmética e a medicina contam com as mais diversas fórmulas para combater o envelhecimento e os sinais faciais presentes com a idade. A indústria cosmética e a medicina contam com as mais diversas fórmulas para combater o envelhecimento e os sinais faciais presentes com a idade. Cremes, loções, preenchimento, peelings, máscaras e lasers

Leia mais

Desde massagens de relaxamento a tratamentos de rosto e corpo, o The Spa, criou uma gama variada de opções que se adaptam às mais diversas

Desde massagens de relaxamento a tratamentos de rosto e corpo, o The Spa, criou uma gama variada de opções que se adaptam às mais diversas Desde massagens de relaxamento a tratamentos de rosto e corpo, o The Spa, criou uma gama variada de opções que se adaptam às mais diversas necessidades dos nossos clientes. Massagens Massagem The Spa Massagem

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLÓGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11

CURSO SUPERIOR DE TECNOLÓGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 CURSO SUPERIOR DE TECNOLÓGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Tratamentos Alternativos na Estética e Spas Código: --- Pré-requisito:

Leia mais

Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Facial Prof a. Bianca. Lesões elementares

Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Facial Prof a. Bianca. Lesões elementares Lesões elementares Modificações da pele determinadas por processos inflamatórios, circulatórios, metabólicos, degenerativos, tumorais, defeitos de formação. Lesões Elementares Lesões Primárias Alteração

Leia mais

Celulite. O que é? LIPO = relativo a gordura DISTROFIA = demonstra desordem nas trocas metabólicas do tecido. GINÓIDE = gino = mulher Oide = forma de

Celulite. O que é? LIPO = relativo a gordura DISTROFIA = demonstra desordem nas trocas metabólicas do tecido. GINÓIDE = gino = mulher Oide = forma de MOISKIN Corporal O que é? Celulite Conjunto de alterações no tecido conjuntivo subcutâneo em conjunto com alterações na microcirculação e consequentemente aumento do tecido fibroso. Conhecida como lipodistrofia

Leia mais

2- Causas A Acne é causada por alteração em 4 fatores principais

2- Causas A Acne é causada por alteração em 4 fatores principais ACNE Autor: Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Mestre e Doutor em Cirurgia Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas Professor do Curso de Pós-Graduação em Medicina Estética da Universidade

Leia mais

Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele 1 Benefícios: Duração: Preço: 2. Limpeza de Pele 2 Duração: Preço:

Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele 1 Benefícios: Duração: Preço: 2. Limpeza de Pele 2 Duração: Preço: Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele para rosto e pescoço com extracção manual de impurezas com vapor. 2. Limpeza de Pele para rosto e pescoço com aplicação de mousse. 3. Limpeza de Pele com peeling

Leia mais

Limpeza de Pele para todos os tipos de pele (exceto acneica)

Limpeza de Pele para todos os tipos de pele (exceto acneica) Limpeza de Pele para todos os tipos de pele (exceto acneica) Marezi Tulípia. Remover com lenço de papel ou algodão umedecido em água. 2 - Esfoliação: Aplicar Creme Esfoliante Tulípia em toda a face, realizando

Leia mais

APOSTILA DE PROTOCOLOS

APOSTILA DE PROTOCOLOS APOSTILA DE PROTOCOLOS Rua: Capitão Macedo, 217 São Paulo SP Telefone: (11) 5579-3862 TRATAMENTOS FACIAIS LIMPEZA DE PELE Passo 1: Aplicar a EMULSÃO DE LIMPEZA, em todo o rosto, pescoço e colo. Remova

Leia mais

tratamento estético quente da beleza! Por Cibele Carbone

tratamento estético quente da beleza! Por Cibele Carbone O quente Por Cibele Carbone da beleza! Atire o primeiro pote de creme quem nunca pensou em abandonar as sessões de massagem e de outros tratamentos no inverno. Mas para você não passar frio e colocar em

Leia mais