Projecto Website.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projecto Website. www.treelance.pt"

Transcrição

1 Projecto Website 1

2 Índice Conceito... 3 Finalidade... 3 Utilizadores... 4 Design... 6 SEO

3 Conceito O projecto consiste na criação de uma plataforma de freelance que reúna e ponha em contacto, numa só comunidade, empregadores (i.e., pessoas que procuram alguém com conhecimentos numa determinada área para um ou mais pequeno(s) trabalho(s)) e freelancers (i.e., pessoas dispostas a converter as suas competências e capacidades em serviços). O nome Treelance (tree + freelance) pretende ser uma alusão aos benefícios deste espírito comunitário: quanto mais a comunidade cresce, mais frutos pode extrair-se dela, sendo benéfico para todos os seus membros integrantes. Finalidade Tendo o Treelance como finalidade o fomento do contacto entre pessoas com vista à realização de pequenos trabalhos, é importante que se defina desde logo o modo como essa interacção é feita. O funcionamento do site, tal como já foi referido, terá por base duas perspectivas distintas: a do empregador e a do freelancer: 3

4 O mesmo utilizador tanto poderá colocar-se tanto no papel do Empregador como no do Freelancer. Pretende-se que o funcionamento do site seja, portanto, muito semelhante ao de um vulgar site de leilões (Ex.: Miau, Ebay), com a substancial diferença de serem transaccionados serviços ao invés de artigos. Para além disso, esta duplicidade de perspectivas Empregador e Freelancer, sendo que em cada um há duas formas de encontrar o que se procura possibilitará que haja uma dinâmica que poucas plataformas do género revelam ter. Ex.: Uma plataforma de referência na área do freelance é o Freelancer.com, cujo modo de funcionamento vai predominantemente no sentido do empregador: é aberto um projecto e os freelancers vão ao seu encontro. Outra plataforma de referência é o Fiverr, cujo modo de funcionamento vai predominantemente no sentido do freelancer: cada freelancer abre um negócio (ou gig ) e os empregadores vão ao seu encontro. Ao conjugar-se estas duas vertentes na mesma plataforma, estar-se-á a promover uma comunidade tão dinâmica quanto possível, na qual Empregadores procuram Freelancers e vice-versa, tanto de forma activa como passiva. Sistema de Transacções e Comunicação Entre os Utilizadores Outra característica central do website foi já mencionada num contacto anterior via correio electrónico: 4

5 O sistema é de pagamentos é, portanto, parecido ao existente em plataformas como o Freelancer.com. Um Empregador poderá carregar a sua conta pessoal, podendo depois utilizar essa quantia para efectuar o pagamento a um determinado Freelancer; de semelhante modo, um Freelancer pode carregar a sua conta pessoal (ou utilizar dinheiro já existente na conta) e servir-se da quantia para adquirir, p. ex., destaques especiais. O dinheiro existente na conta pessoal de um user poderá, a qualquer momento, ser retirado para uma conta bancária ou PayPal. Aqui fica um exemplo prático de como este sistema poderá funcionar: O utilizador A irá fazer um pequeno trabalho de jardinagem na casa do utilizador B, sendo de 20 o valor acordado. Suponhamos os três seguintes cenários (nota: o valor das comissões mencionado é meramente indicativo): i. Se B não tem dinheiro na conta: os utilizadores não estão permitidos a contactarem-se enquanto B não fizer um carregamento de 20,50 (20 do negócio + 0,50 de comissão), quantia que ficará na posse do Treelance até o trabalho ficar concluído. Posteriormente, A recebe 19,50 (20 do negócio - 0,50 de comissão). ii. Se B tem 20 na conta: os utilizadores têm imediato acesso um ao outro, podendo acertar os pormenores via mensagem privada. Os 20 são retirados da conta na hora e ficam na posse do Treelance até o trabalho ficar concluído. O utilizador B fica com saldo negativo (- 0,50 ), devendo efectuar novo carregamento num prazo de X dias. 5

6 Nota: A ideia é que a plataforma seja 100% gratuita numa primeira fase, mas que tanto o sistema de pagamentos como o de destaques especiais estejam prontos a ser activados assim que se decidir fazê-lo. Design O esboço que se segue representa uma ideia geral de como a Home Page poderá aparentar: 6

7 7

8 1. Logótipo Contém hiperligação para a Home Page. 2. Menu de Funcionalidades Resumo das principais acções que o utilizador pode efectuar: Login Registo Criar Tarefa Oferecer Serviço Blog Criar Tarefa: Permite ao utilizador criar um negócio sob a perspectiva do Empregador. Oferecer Serviço: Permite ao utilizador criar um negócio sob a perspectiva do Freelancer. Blog: Link para o blog do site (externo). 3. Botões Social Media Opção do utilizador fazer Like, Tweet ou +1 à Home Page. Ex.: 4. Novidade Em Destaque Espaço de destaque a anúncios relacionados com a plataforma, como concursos, ofertas ou promoções. 5. Barra de Pesquisa Pesquisa geral por termo. O que se pretende é que a página de resultados exiba todos os negócios (tanto os de procura de freelancer como os de oferta) que incluam a(s) palavra(s)-chave introduzida(s), havendo depois a possibilidade de ir afinando a pesquisa. Ex.: 8

9 Preferencialmente, a primeira opção deverá permitir que o utilizador filtre os resultados mediante a sua principal necessidade, ou seja, a procura de um freelancer ou a procura de um trabalho. Assim, pegando no exemplo acima, onde se lê Platform poder-se-á ler O que procuro?, sendo os dois filtros disponíveis Freelancer e Empregador. Outras duas categorias de filtros importantes seriam a listagem por preço e por distrito. 6. Acesso Rápido Para Criar Negócio Pretende-se que esta seja a primeira coisa a chamar a atenção ao visitante, dando-lhe de imediato a possibilidade de juntar-se à comunidade através da abertura de um negócio. O utilizador é desde logo confrontado com as duas perspectivas: Procuro Freelancer e Sou Freelancer, sendo convidado a seleccionar de imediato uma categoria. Ex.: 9

10 Clicando no Botão Seleccionar Categoria aparecem as principais categorias, sendo o visitante, após escolhida a pretendida, encaminhado para a página de abertura do negócio. Ex.: 7. Menu de Categorias Inclui as principais áreas de trabalho, tais como (lista meramente provisória): Outros Serviços Construção, Reparações e Jardinagem Ensino e Explicações 10

11 Escrita e Tradução Beleza e Estética Informática e Webdesign Limpezas e Domicílios Marketing e Publicidade Nota: É importante que o menu não seja estático, i.e., que vá apresentando as respectivas subcategorias à medida que a pesquisa é efectuada. Ex.: Amazon. 11

12 8. Pesquisa Geográfica O utilizador poderá também listar todos os negócios por distrito, bastando seleccioná-los no mapa. Ex.: 9. Breve Explicação do Funcionamento da Plataforma Espaço no qual, de forma sucinta e chamativa, é resumido o funcionamento do site. É aqui que são respondidas perguntas tais como o registo é gratuito?, o que tenho de fazer para abrir um negócio?, etc. Ex.: 12

13 10. Espaço Advertising Espaço destinado à exibição de anúncios, sejam eles para sites externos ou para alguma página específica da própria plataforma. 11. Tarefas a Terminar Breve listagem das tarefas ainda sem freelancer seleccionado cujo prazo esteja em vias de terminar. Para além do título do negócio, deverá ter a indicação do número de licitações (i.e., o número de freelancers que se candidataram à tarefa) e o valor médio das licitações. 12. Ícones de Ligação às Redes Sociais O visitante é aqui convidado a seguir o Treelance nas redes sociais, tais como Facebook, Twitter ou Google+. Ex.: 13. Em Destaque Aqui são exibidos alguns negócios em destaque, tanto da perspectiva do empregador como do freelancer. A ideia é que este espaço venha a ser um destaque especial; porém, até à disponibilização dos mesmos, deverá adoptar-se um critério alternativo, tais como os negócios com mais licitações ou pura e simplesmente com base num sistema de random. 13

14 Para além do título do negócio, é exibido o número de licitações, o valor médio das mesmas e a imagem de destaque (caso o utilizador a tenha disponibilizado). Ex.: 14. Os Mais Recentes Listagem dos últimos negócios abertos na plataforma. 15. Freelancer da Semana Espaço no qual todas as semanas é dado destaque a um freelancer. O critério de selecção do mesmo, numa primeira fase, terá como base, p. ex., o número de tarefas realizadas com sucesso ou o user com melhor feedback recebido nessa semana. No entanto, assim que o sistema de pagamento da plataforma for activado, o ideal será que a plataforma esteja preparada para tratar isto como um destaque especial. Ao contrário dos restantes destaques especiais que podem ser adquiridos pelo utilizador aquando da abertura do negócio, este seguirá a lógica de um leilão: a ideia é que, a partir de certa fase, este destaque especial seja atribuído ao utilizador que, nessa respectiva semana, submeteu a licitação mais alta. Ex.: No leilão Freelancer da Semana da semana 1 há dois participantes, A e B. Visto que a licitação de A é no valor de 10 e a de B no valor de 15, o freelancer da semana 1 será B. Nota: Pretende-se que o valor das licitações seja privado, ou seja, nenhum utilizador poderá ter conhecimento do valor das licitações alheias. 14

15 O pagamento deste destaque especial funcionará de modo semelhante a qualquer outro pagamento através do sistema interno da plataforma: o utilizador faz um carregamento e usa esse dinheiro para fazer a licitação. Na eventualidade de ser o vencedor do leilão, a quantia não lhe é devolvida; caso não tenha vencido o leilão, a quantia é-lhe devolvida ao cash balance, ficando disponível para outros pagamentos no site ou para ser novamente retirado para a conta bancária/paypal. 16. Espaços Advertising Semelhante ao ponto 10, mudam somente as dimensões. 17. Footer Inclui um resumo das principais funcionalidades do site, bem como outras informações: Ajuda, Contactos, Programa de Afiliados (eventualmente), Termos e Condições, etc. Ex.: SEO - Procurar não exibir o anúncio 10 above the fold - Questão da velocidade de navegação - treelance.pt --> 301 Redirect --> - Criar uma página de erro 404 especial. Ex.: Fiverr (http://blog.fiverr.com/tag/fiverr-404/) 15

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Termos Básicos Pesquisa Registo Fazendo Propostas A Minha Conta Pedindo Cotações Ajuda: Geral Bem-vindo! No texto que se segue iremos transmitir noções básicas sobre os termos e modos

Leia mais

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo

Plataforma de Benefícios Públicos Acesso externo Índice 1. Acesso à Plataforma... 2 2. Consulta dos Programas de Beneficios Públicos em Curso... 3 3. Entrar na Plataforma... 4 4. Consultar/Entregar Documentos... 5 5. Consultar... 7 6. Entregar Comprovativos

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

M a n u a l d o C a n d i d a t o

M a n u a l d o C a n d i d a t o Para efectuar o processo de candidatura deverá aceder ao site abaixo indicado. Link: http://ff.academicos.ul.pt/cssnetff Para iniciar o processo é necessário clicar no tipo de curso que se pretende candidatar,

Leia mais

BLOG ESTRATÉGIA DIGITAL TABELA DE PUBLICIDADE. Outubro / Dezembro 2015

BLOG ESTRATÉGIA DIGITAL TABELA DE PUBLICIDADE. Outubro / Dezembro 2015 BLOG ESTRATÉGIA DIGITAL TABELA DE PUBLICIDADE Outubro / Dezembro 2015 TABELA DE PUBLICIDADE ESTRATÉGIA DIGITAL (OUTUBRO DEZEMBRO 2015) PORQUÊ ANUNCIAR NO BLOG ESTRATÉGIA DIGITAL? O Blog Estratégia Digital

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Configuração Índice Criar conta de Administrador... 3 Criar Negócio... 5 Back office... 7 Criar Locais... 11 Criar Menu... 13 Itens complexos... 18 One Click... 19 Painel de Pedidos... 20 QR

Leia mais

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL

Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Guia de Acesso/Apresentação de Pedidos de Apoio Sistema de Informação RURAL Índice 1. Introdução...3 2. Home Page...3 3. Pedido de Senha...4 3.1 Proponente...5 3.2 Técnico Qualificado...5 3.3 Proponente/Técnico

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

Vodafone Conferencing Como criar uma reunião

Vodafone Conferencing Como criar uma reunião Vodafone User Guide Vodafone Conferencing Como criar uma reunião Um guia passo-a-passo sobre como configurar uma reunião através do serviço Vodafone Conferencing. Visão geral Pode utilizar a Vodafone Conferencing

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário

PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário PDR2020 Manual do Balcão do Beneficiário Versão 1.0 Data última alteração 15-11-2014 Página 1/28 Índice 1 Introdução... 5 1.1 Organização do manual... 5 2 Acesso ao Balcão... 5 3 Registo de entidade...

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Configuração do cliente de e-mail (Microsoft Outlook)

Configuração do cliente de e-mail (Microsoft Outlook) De modo a melhorar os serviços informáticos disponibilizados à comunidade do ISMT foi melhorado o sistema de correio electrónico (e-mail). Esta reestruturação implica algumas alterações no acesso a estes

Leia mais

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação Ministério das Finanças Instituto de Informática Departamento de Sistemas de Informação Assiduidade para Calendários Específicos Junho 2010 Versão 6.0-2010 SUMÁRIO 1 OBJECTIVO 4 2 ECRÃ ELIMINADO 4 3 NOVOS

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Ementas : Email e SMS. v2011 Manual Avançado Ementas : Email e SMS v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. INICIAR O ZSRest FrontOffice... 3 1 4. CONFIGURAÇÃO INICIAL... 4 b) Configurar E-Mail... 4 c) Configurar SMS... 5 i. Configurar

Leia mais

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital Conteúdo PRIMEIROS PASSOS COM BLOG:... 3 Primeiro:... 3 Segundo:... 4 Terceiro:... 5 Quarto:...

Leia mais

Apresentar Propostas vortalgov

Apresentar Propostas vortalgov Guia de utilização Apresentar Propostas Janeiro 2008 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 3 Área de Trabalho... 4 PPA / C. Públicos... 4 Funcionalidades da pasta PPA / C. Públicos - Activos...

Leia mais

Portal da Imprensa Regional. Actualizações e Correcções

Portal da Imprensa Regional. Actualizações e Correcções Portal da Imprensa Regional Actualizações e Correcções Índice Versão: 3.1.3... 3... 3 BackOffice... 3 Versão: 3.0.1... 3... 3 BackOffice... 3 Versão: 3.0.0... 4... 4 BackOffice... 4 Histórico de Versões...

Leia mais

Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic

Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic Tutorial Novo Sistema de Negociação da Ligamagic Índice (ctrl+f + código do item para localizar) Introdução [RF201] Painel de Negociações [RF202] Painel de Referências [RF203] Começando uma Negociação

Leia mais

GeoMafra SIG Municipal

GeoMafra SIG Municipal GeoMafra SIG Municipal Nova versão do site GeoMafra Toda a informação municipal... à distância de um clique! O projecto GeoMafra constitui uma ferramenta de trabalho que visa melhorar e homogeneizar a

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. FrontOffice (ponto de venda)

ZS Rest. Manual de Iniciação. FrontOffice (ponto de venda) Manual de Iniciação FrontOffice (ponto de venda) 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Início de Operador... 5 b) Fazer login de Empregado:... 5 c) Botões de Acção:...

Leia mais

Manual de Utilização. GESTOR DE METADADOS DOS AÇORES (GeMA) Setembro de 2015. Versão 4.0

Manual de Utilização. GESTOR DE METADADOS DOS AÇORES (GeMA) Setembro de 2015. Versão 4.0 Manual de Utilização GESTOR DE METADADOS DOS AÇORES (GeMA) Setembro de 2015 Versão 4.0 FICHA TÉCNICA TÍTULO: Manual de Utilização do Gestor de Metadados dos Açores (GeMA) AUTORIA: Grupo de Trabalho INSPIRE

Leia mais

Guia de utilização. Acesso Universal

Guia de utilização. Acesso Universal Guia de utilização Março de 2009 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho... 5 Apresentar Propostas... 12 Classificar Documentos... 20 Submeter a Proposta... 21 Solicitação de Esclarecimentos/Comunicações...

Leia mais

http://dinheiroganhe.com

http://dinheiroganhe.com Você pode distribuir, imprimir, compartilhar por e-mail ou citar em seu site ou blog, desde que o conteúdo não seja alterado e que a fonte original seja citada. http://dinheiroganhe.com SUMÁRIO 1. Introdução...3

Leia mais

Serviços de Ecommerce

Serviços de Ecommerce Amen ecommerce 1 Serviços de Ecommerce Ideal para iniciar o seu negócio on-line; ou Complementar as vendas da sua loja física; Os Serviços Ecommerce são soluções poderosas fáceis e acessíveis para criar

Leia mais

Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line

Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line Manual básico do Utilizador Software de Facturação e Gestão Comercial On-line Level 7 Basic, Light & Premium Este Software é fornecido com um número de

Leia mais

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores CGA Directa Manual do Utilizador Acesso, Adesão e Lista de Subscritores Versão 1.00 de 10 de Março de 2008 Índice Pág. Introdução 3 Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Acesso Acesso 4 Adesão Adesão 5 2.1

Leia mais

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC www.estagiostic.gov.pt 1 Índice 1 Introdução 3 1.1 Programa de Estágios TIC 3 1.2 Objectivo da plataforma 3 1.3 Perfis 4 1.3.1 Escola 4 1.3.2 Empresa 4 1.3.3

Leia mais

Guia de Apoio ao Fornecedor. Introdução:

Guia de Apoio ao Fornecedor. Introdução: Guia de Apoio ao Fornecedor Introdução: A Feira Viva, EEM ao abrigo do Código dos Contratos Públicos adquiriu o acesso a uma plataforma electrónica, construlink, para elaboração dos procedimentos necessários

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice Manual de Iniciação BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar o ZSRest... 3 a) BackOffice:... 4 b) Acesso BackOffice:... 4 4. Zonas... 6 c) Criar Zona:... 7 d) Modificar Zona:... 8 e) Remover

Leia mais

MOODLE: actividade LIÇÃO

MOODLE: actividade LIÇÃO MOODLE: actividade LIÇÃO Documentos de apoio à utilização educativa do Moodle Tipo de actividade (Moodle): LIÇÃO 1. Introdução A lição é uma das actividades mais interessantes. Basicamente, uma lição é

Leia mais

MAIL DINÂMICO O QUE É? . É UM MÓDULO DO SIGARRA QUE PRETENDE FACILITAR A COMUNICAÇÃO

MAIL DINÂMICO O QUE É? . É UM MÓDULO DO SIGARRA QUE PRETENDE FACILITAR A COMUNICAÇÃO MAIL DINÂMICO O QUE É?. É UM MÓDULO DO SIGARRA QUE PRETENDE FACILITAR A COMUNICAÇÃO. PERMITE O ENVIO DE MENSAGENS DE CORREIO ELECTRÓNICO PARA UM OU PARA VÁRIOS DESTINATÁRIOS EM SIMULTÂNEO. FUNCIONA DE

Leia mais

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2º Semestre, 2007/2008 Departamento Engenharia Informática Enunciado do projecto: Loja Virtual Fevereiro de 2008 Índice Índice...2 Índice de Figuras...3 1 Introdução...4

Leia mais

Guia de Utilização. Acesso Universal

Guia de Utilização. Acesso Universal Guia de Utilização Índice PREÂMBULO...3 ACESSO À PLATAFORMA...3 ÁREA DE TRABALHO...4 APRESENTAR PROPOSTAS...9 RECEPÇÃO DE ADJUDICAÇÃO...18 PARAMETRIZAÇÃO DA EMPRESA...19 Acesso universal Proibida a reprodução.

Leia mais

Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES. Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde. Contacto: taxa.04@infarmed.

Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES. Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde. Contacto: taxa.04@infarmed. Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde Contacto: taxa.04@infarmed.pt 2008/Setembro NOTAS EXPLICATIVAS 1. As Declaração de Vendas a que se referem

Leia mais

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador MATRÍCULA ELECTRÓNICA Manual do Utilizador ÍNDICE 1 PREÂMBULO... 2 2 UTILIZAÇÃO PELOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO... 3 2.1 Matrícula Electrónica - Acesso através do Portal das Escolas... 3 2.2 Registo de

Leia mais

Como Ativar o Certificado de Segurança

Como Ativar o Certificado de Segurança Como Ativar o Certificado de Segurança 1ª etapa: É NECESSÁRIO ESTAR COMO ADMINISTRADOR DO SISTEMA; Abra o navegador de internet; Digite no link o endereço do site da Prefeitura, ; Clique no menu de acesso

Leia mais

Índice 1 INTRODUÇÃO...2 2 PESQUISA DE ENTIDADES...8 3 CRIAÇÃO DE ENTIDADES...12 4 DEPENDÊNCIAS...17 5 BANCOS, SEGURADORAS E CONSERVATÓRIAS...

Índice 1 INTRODUÇÃO...2 2 PESQUISA DE ENTIDADES...8 3 CRIAÇÃO DE ENTIDADES...12 4 DEPENDÊNCIAS...17 5 BANCOS, SEGURADORAS E CONSERVATÓRIAS... Índice 1 INTRODUÇÃO...2 1.1 JANELA ÚNICA DE ENTIDADES...3 1.2 PERMISSÕES POR UTILIZADOR...4 1.3 RESTRIÇÕES À VISUALIZAÇÃO/MANIPULAÇÃO...6 2 PESQUISA DE ENTIDADES...8 2.1 CRITÉRIOS DE PESQUISA...8 2.2 LISTA

Leia mais

Manual de Utilizador Documentos de Transporte. TOConline. Suporte. Página - 1

Manual de Utilizador Documentos de Transporte. TOConline. Suporte. Página - 1 TOConline Suporte Página - 1 Documentos de Transporte Manual de Utilizador Página - 2 Índice Criação de um documento de transporte... 4 Definições de empresa- Criação de moradas adicionais... 9 Comunicação

Leia mais

Guião para as ferramentas etwinning

Guião para as ferramentas etwinning Guião para as ferramentas etwinning Registo em etwinning Primeiro passo: Dados de quem regista Segundo passo: Preferências de geminação Terceiro passo: Dados da escola Quarto passo: Perfil da escola Ferramenta

Leia mais

Sumário. Vipexpress Plataforma web para intermediação de vendas online entre usuários

Sumário. Vipexpress Plataforma web para intermediação de vendas online entre usuários Sumário... 1 Sobre o Vipexpress... 2 Vantagens do Marketplace... 2 Funcionalidades destaques da plataforma... 2 Categorias... 2 Anúncios... 3 Módulo de pedidos do administrador... 3 A combinar com o vendedor...

Leia mais

PROPOSTA ELETRÔNICA DA INVESTORS TRUST PARA CONSULTORES

PROPOSTA ELETRÔNICA DA INVESTORS TRUST PARA CONSULTORES PROPOSTA ELETRÔNICA DA INVESTORS TRUST PARA CONSULTORES GUIA DO USUÁRIO www.investors-trust.com f Acessando a Plataforma de Proposta Eletrônica para Consultores Para acessar a plataforma de Proposta Eletrônica

Leia mais

Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL

Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Acesso Universal Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho...

Leia mais

MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS

MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS O relacionamento com os prestadores convencionados tem vindo a sustentar-se na utilização de transferências electrónicas de dados (TED) que permitem alterar

Leia mais

A Brisa Concessão Rodoviária em colaboração com a Via Verde Portugal.

A Brisa Concessão Rodoviária em colaboração com a Via Verde Portugal. Perguntas frequentes Campanha Brisa, o caminho mais seguro 1) Quem promove a campanha? A Brisa Concessão Rodoviária em colaboração com a Via Verde Portugal. 2) Quem pode participar? Podem participar no

Leia mais

Apresentação. Sistema de E-Commerce

Apresentação. Sistema de E-Commerce Apresentação de Sistema de E-Commerce vtec Shopping Engine v2.0 Novembro 2009-1 - Apresentação da vtec Com mais de 12 anos de experiência de desenvolvimento de tecnologias para websites, softwares de gestão,

Leia mais

www.segredodosblogueiros.com.br Como Escrever Artigos Que Convertem?

www.segredodosblogueiros.com.br Como Escrever Artigos Que Convertem? Como Escrever Artigos Que Convertem? Sumário www.segredodosblogueiros.com.br Introdução... 03 Como Criar Conteúdo de Qualidade?... 05 Menos é Mais... 09 Gatilhos Mentais... 11 SEO Morreu?... 14 Técnicas

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

1.1 Candidaturas on-line

1.1 Candidaturas on-line 1.1 Candidaturas on-line Para efectuar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal do ICS e clicar na informação com a

Leia mais

1 2 3 W O R K S H O P 4 5 6 W O R K S H O P 7 W O R K S H O P 8 9 10 Instruções gerais para a realização das Propostas de Actividades Para conhecer em pormenor o INTERFACE DO FRONTPAGE clique aqui 11 CONSTRUÇÃO

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) /curriculum Julho de 2008 Versão 1.1 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador da Plataforma

Leia mais

Rua Latino Coelho, 37-B 1050-132 Lisboa Portugal T. +351 213 232 960 F. +351 213 232 999

Rua Latino Coelho, 37-B 1050-132 Lisboa Portugal T. +351 213 232 960 F. +351 213 232 999 Guia do Utilizador 1. Abertura de Conta... 3 1.1 Manual... 3 1.2 Online... 3 1.2.1 Introdução... 3 1.2.2 Titulares... 4 1.2.3 Confirmar dados... 6 1.2.4 Finalizar... 7 2 Iniciar sessão... 9 3 A Minha Conta...

Leia mais

E-books. Guia para Facebook Ads. Sebrae

E-books. Guia para Facebook Ads. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia para Facebook Ads Por que investir no facebook Ads? Tipos de anúncios Como funciona o sistema de pagamentos Criando anúncios Métricas Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO

Leia mais

A BDAP Passo a Passo. www.bdap.min-financas.pt

A BDAP Passo a Passo. www.bdap.min-financas.pt A BDAP Passo a Passo www.bdap.min-financas.pt Versão 1 BDAP passo a passo A BDAP Base de Dados dos Recursos Humanos da Administração Pública - é um repositório de informação sobre os Recursos Humanos da

Leia mais

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador

Sistema de Inscrições Automáticas na Internet. Manual do Utilizador Sistema de Inscrições Automáticas na Internet Manual do Utilizador Versão 1.6 Agosto de 2005 O Sistema de Inscrições Automáticas está disponível nos seguintes anos: 1ºano (repetentes), 2ºano, 3ºano e 4ºano

Leia mais

LinkCities MANUAL GESTOR DE CONTEÚDOS. Cities all together, make a better world. Copyright 2014 Link Think. Todos os direitos reservados.

LinkCities MANUAL GESTOR DE CONTEÚDOS. Cities all together, make a better world. Copyright 2014 Link Think. Todos os direitos reservados. LinkCities Cities all together, make a better world MANUAL GESTOR DE CONTEÚDOS Introdução Bem vindos ao LinkCities! O LinkCities é uma plataforma online dirigida aos profissionais e cidades que compõem

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

Fluxo de pagamento e cumprimento

Fluxo de pagamento e cumprimento Fluxo de pagamento e cumprimento Login de Membro Exibir declarações de ações Escolher opção de declaração Enviar Certificado físico de propriedade Criar conta de negociação de Ações com MLDS nomeado Corretora

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

Sistema de Informação de Licenciamento de Operações de Gestão de Resíduos

Sistema de Informação de Licenciamento de Operações de Gestão de Resíduos Sistema de Informação de Licenciamento de Operações de Gestão de Resíduos Indice Indice... 2 1. Introdução... 3 2. Sistema de Informação de Licenciamento de Operações de Gestão de Resíduos (SILOGR)....

Leia mais

1 - Imprimir documentos na rede da escola.

1 - Imprimir documentos na rede da escola. 1 - Imprimir documentos na rede da escola. 1.1 - Entrar no sistema interno da escola (escopal.edu) Inserir o seu Nome de Utilizador Inserir a sua Palavra - passe Seleccionar ESCOPAL 1.2 Instalar a impressora

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 09-06-2010 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Referências de tarefas de comunicação do Sametime

Referências de tarefas de comunicação do Sametime Referências de tarefas de comunicação do Sametime ii Referências de tarefas de comunicação do Sametime Índice Referências de tarefas de comunicação do Sametime............ 1 iii iv Referências de tarefas

Leia mais

Paulo Mota (versão 1.2)

Paulo Mota (versão 1.2) Paulo Mota (versão 1.2) 2007 C.N.E. Núcleo de S. Miguel Departamento de Formação 2 ÍNDICE 1. Aceder à aplicação SIIE... 3 2. Importar dados... 4 2.1. Dados gerais dos elementos... 4 2.2. Dados gerais do

Leia mais

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com Manual Gestix Guia do Utilizador Gestix.com Copyright Este documento é Copyright 2008 Westix TI Lda. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas referidas neste Manual são propriedade dos

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTM]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTM] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTM] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 17-09-2009 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto Como efetuo a mudança de ano do Ponto de Venda? No Programa Express aceda a Tabelas Pontos de Venda Postos de Venda abrir o separador Movimentos Caixa e: -

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA 2014 CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA Direcção Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social [DOCUMENTO DE APOIO À CANDIDATURA ON LINE ] Para mais esclarecimentos, ligue para 21 798 86 01/ 86 55 ou através

Leia mais

XD 2013 - Fase B - Novas Implementações

XD 2013 - Fase B - Novas Implementações XD 2013 - Fase B - Novas Implementações Novas funcionalidades - Fichas Técnicas Foram implementadas Fichas Técnicas na Ficha de Artigos para que os clientes possam já começar a organizar o seu sistema

Leia mais

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda?

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda? O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde Pedir Receitas A de pela Internet, no âmbito do Programa Simplex, surge no seguimento do

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático. Índice:

Conselho Geral da Ordem Dos Advogados Departamento Informático. Índice: Nota Introdutória: Este documento irá guiá-lo(a) através dos procedimentos necessários para obtenção correcta do seu Certificado Digital. Por favor consulte o índice de modo a encontrar, de uma forma mais

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

Guia do Signatário SAP DocuSign

Guia do Signatário SAP DocuSign Guia do Signatário SAP DocuSign Índice 1. Guia do Signatário SAP DocuSign... 2 2. Receber uma notificação por e-mail... 2 3. Assinar o documento... 3 4. Outras opções... 4 4.1 Terminar mais tarde... 4

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 10-07-2009 Controlo do Documento Autor

Leia mais

WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script

WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script WebSphere_Integration_Developer_D_Jan06 Script 1a Nesta demonstração, Will Dunlop, um programador de integração da JK, utiliza o IBM, [ IBM], ou WID para construir um novo serviço orientado para os processos

Leia mais

MANUAL DE MEMBRO COMUNIDADE DO AMIGO

MANUAL DE MEMBRO COMUNIDADE DO AMIGO SUMÁRIO Efetuando o Login na comunidade... 3 Esqueceu sua senha?... 3 Página Principal... 4 Detalhando o item Configurações... 5 Alterar Foto... 5 Alterar Senha... 5 Dados Pessoais... 6 Configurações de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO 1. Acesse através do navegador (preferencialmente Mozilla Firefox ou Google Chrome) o endereço web do sistema:

Leia mais

Novo Order Manager para o Software NobelProcera

Novo Order Manager para o Software NobelProcera Novo Order Manager para o Software NobelProcera Guia Rápido Versão 1 O novo Order Manager facilita mais os processos e procedimentos envolvidos nas encomendas através do sistema NobelProcera. Isto inclui

Leia mais

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE GestProcessos Online Manual do Utilizador GestProcessos Online GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EAmb Esposende Ambiente, EEM Rua da Ribeira 4740-245 - Esposende

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

SOOS. Manual do usuário. Para soos ver 1.02. 1 www.soos.pt

SOOS. Manual do usuário. Para soos ver 1.02. 1 www.soos.pt SOOS Manual do usuário Para soos ver 1.02 1 www.soos.pt Índice Pág. Índice 2 O que è a SOOS 3 Funcionalidades 3 Plataforma 4 Botões 4,5 Solicitar informações 6 Perfil do usuário 7 Utilizador ocasional

Leia mais

Plataforma de Inventários. Setembro de 2013

Plataforma de Inventários. Setembro de 2013 Plataforma de Inventários Setembro de 2013 Ligações externas Home Page * do site www.inventarios.pt Página inicial Acedendo a www.inventarios.pt no browser, a página inicial será parecida a esta. Página

Leia mais

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário http://controlweb.controlloc.com.br Control Loc 2007 Data: 19/06/2007 O QUE É O ControlWeb é uma aplicação de rastreamento e comunicação veicular que utiliza os mais

Leia mais

Passos do processo de Troca de Livros

Passos do processo de Troca de Livros Passos do processo de Troca de Livros 1. Criar um inventário de livros Adicionar Livro Aqui poderá introduzir os dados dos livros. Ao introduzir o nome do autor (1º campo), surge do lado direito um conjunto

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO TJMMG

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO TJMMG Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição. ITEM 1: Caso já possua o cadastro juntamente ao Centro de Integração Empresa Escola de Minas

Leia mais

COMISSÃO DA CARTEIRA PROFISSIONAL DE JORNALISTA

COMISSÃO DA CARTEIRA PROFISSIONAL DE JORNALISTA COMISSÃO DA CARTEIRA PROFISSIONAL DE JORNALISTA Manual para requisição de títulos profissionais e actos a eles associados (emissões, revalidações,...) por via electrónica www.ccpj.pt Com a entrada em funcionamento

Leia mais

Youtube Sign Up Sign Up Upload

Youtube Sign Up Sign Up Upload Youtube Através de sites que hospedam vídeos é possível permitir que estes sejam assistidos no seu blog. No YouTube, por exemplo, você pode fazer isso, basta apenas efectuar um registo e fazer o Upload

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX.

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. Como instalar a ferramenta Naviextras Toolbox? Antes de baixar o instalador da página de Downloads, por favor, verifique se seu computador se encaixa nos requisitos mínimos

Leia mais

1ª Edição Outubro de 2007

1ª Edição Outubro de 2007 1 Ficha Técnica Título: Manual de utilização da ELGG - Aluno Autoria: Célia Tavares Direcção Pedagógica e Técnica: Paula Peres Copyright: Projecto de Apoio On-line 1ª Edição Outubro de 2007 O Manual de

Leia mais

Introdução. I. Nova Mensagem

Introdução. I. Nova Mensagem Introdução A partir da plataforma do Geonaut é possível enviar mensagens aos recursos, este módulo é muito importante porque permite informar ou pedir informação a um recurso pretendido. Além de se poder

Leia mais

A sua empresa é uma Beta-Tester da Imoplataforma. Guia de Utilização

A sua empresa é uma Beta-Tester da Imoplataforma. Guia de Utilização 1. A sua Imoplataforma 2. O primeiro login 3. Página de acolhimento 4. Inserir imóveis A sua empresa é uma Beta-Tester da Imoplataforma Guia de Utilização 5. Editar imóveis 6. Gerir as exportações 7. Eliminar

Leia mais