O diorama integra em um espaço reduzido os seguintes elementos cénicos principais:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O diorama integra em um espaço reduzido os seguintes elementos cénicos principais:"

Transcrição

1 DIORAMA DA SERRA São José dos Campos (SP), 21 de maio de 2015 DE ROBERTO FALORNI Eu, Roberto Falorni, autorizo a publicação do presente documento, na forma integral em que está sendo submetido, no site do Cartel Caipira com o fim de participar do concurso de dioramas. As informações aqui apresentadas são de livre utilização para uso pessoal. Qualquer divulgação deste documento, na sua forma integral ou em forma de extrato, fora do contexto acima estabelecido deverá ser previamente comunicada e autorizada, restando todavia de minha propriedade todo e qualquer direito de imagem. Roberto Falorni CONCEITO O diorama apresentado foi idealizado como palco de apresentação para os meus modelos. Morando em apartamento, não disponho de espaço suficiente para ter uma vitrine onde guardar os modelos a vista, tendo que ficar eles dentro de um armário fechado. Surgiu a idea de criar um pequeno espaço no escritório onde trabalho em que pudesse manter em vista alguns dos modelos, sendo eles trocados com uma certa rotatividade. Além da possibilidade de exposição estática, o diorama deveria ter uma certa capacidade operacional, permitindo algumas manobras (para matar a saudade) e representando um cenário realista e quanto mais possível vário. Para tal foi escolhido o conceito de trecho de serra, onde a paisagem seria preponderante e espetacular quando comparada à simples presença de trilhos. O diorama integra em um espaço reduzido os seguintes elementos cénicos principais: Montanha Portal de tunel Muro de arrimo Cachoeira e córrego Ponte metálica Estação de carga DETALHES TÉCNICOS A idéia de fazer um diorama surgiu a partir da presença indesejada de uma prateleira interna de um armário de escritório que permaneceu inutilizada atrás do mesmo armário durante vários anos. Para nõ jogar fora, decidi usar como base do diorama. Medindo 90 X 45 X 2cm, constituida por aglomerado de madeira revestida de fórmica, julguei ser robusta o suficiente para suportar o diorama e ainda permitir um fácil transporte. Desejando representar um trecho de serra, foi preciso colocar os elementos em vários planos caracterizados por altimetria diferente. Para tal foi criada uma estrutura de compensado de 2mm Pág. 1 de 8

2 reciclado, criando uma elevação do plano dos trilhos de cerca de 10cm em relação à base. Foram utilizadas também caixas de leite de soja como preenchimento da base da montanha, junto com papel de jornal amassado para dar volume aos relevos. Uma vez definido o formato, com fita crepe fo revestida a estrutura das montanhas. Para dar o acabamento final, todas as superficies foram revestidas com duas camadas de papel toalha de tipo TNT fixado em cima da fita crepe com cola branca pura. O portal da galeria foi completamente autoconstruido usando uma bandejinha de frios (mortadela), que após ter sido lavada ccom detergente e igienizada para não apodrecer, foi riscada com uma caneta sem tinta para dar forma às pedras. Os vários elementos do portal foram recortados e colados com cola de isopor, pintados com cor cinza médio e envelhecido com uma lavagem de tinta acrílica preta bem rala para realçar a textura. O interior do túnel foi forrado com peças de isopor coladas e pintada com tinta acrílica cinza e marrom, deixando uma textura bem grossa a representar a excavaçao do tunel. O muro de arrimo que protege a terraplanagem na saída da galeria da erosão da cachoeira foi feito da mesma forma do portal. O leito da cachoeira e do riacho no final dela, foi preparado a partir de chapas de isopor coladas e modeladas com estilete. Para dar um acabamento melhor nas áreas molhadas, o isopor foi parcialmente derretido com um maçarico a gás. As superfícies foram em seguida borrifadas com uma mistura de água molhada (água+algumas gotas de detergente+algumas gotas de àgua sanitária) e pulverizadas com terra fina que foi colada com uma mistura 50/50 de água e cola branca (a mesma que uso para empedramento da linha) Uma vez seco, o leito do riacho foi decorado colando pedrinhas e pequenos galhos secos obtidos a partir de uma bucha natural tingida, e tudo foi pintado com as cores desejadas, deixando tons mais escuros no meio do riacho, mais claros nas beiras. A queda d água da cachoeira foi realizada espalhando silicone transparente em cima de uma folha de PVC estirável de cozinha, dando o formato desejado e procurando criar uma tesxtura de àgua caindo. Uma vez seco o silicone, foi recortado em tiras e adaptado ao local, sendo fixado com cola quente. Usando um pincel, tinta acrílica branca foi aplicada ao silicone para dar a ilusão da àgua espumando. O riacho foi realizado com resina epoxi crystal para encapsulamento, vertida a partir do ponto mais alto da cachoeira de forma que seguisse o curso natural da àgua e deixando que se acumulasse autonivelando-se. Com a resina parcialmente curada, foram riscados com um palito alguns redemoinhos na superfície para melhorar a textura, sendo aplicada tinta acrílica branca em alguns locais para dar a impressão do movimento da água. A superficie da montanha, após ter sido pintada em cor marrom, também foi pulverizada com terra fina colada com cola branca. No final foi aplicada grama estática com um aplicador caseiro feito a partir de uma raquete para mosquitos. Como acabamaento foram colocadas moitas feitas de espuma tingida e bombril revestido de serragem verde e pequenas plantas. As árvores são feitas com palitos de madeira e bucha natural, sendo a copa realizada revestindo com espuma de forração de sofá triturada e tingida de verde e serragem colorida, além de uma bananeira feita de fita crepe pintada. As construções da estação de carga são um kit de papel da Scalescenes, que pode ser baixado do site livremente (http://scalescenes.com/products/r002) e um modelo em resina de container de beira de linha da Anjoly. Pág. 2 de 8

3 Os trilhos, incluindo dois desvios, foram empedrados com cascalho cinza da Minitec sobre um leito de cortiça de 3mm, com exceção das áreas de movimentação das agulhas em que a cortiça foi simplesmente pintada de cinza. Como último elemento cénico, foi colocada uma ponte metálica da Frateschi, envelhecida com tinta òleo, passando por cima do córrego. Resumindo, as únicas peças comerciais que foram utilizadas no diorama são os trilhos (com dois desvios funcionais), a ponte, e o container. O resto foi todo feito por mim, usando como material específico para ferreomodelismo apenas a grama estática e o cascalho. Seguem algumas fotos do diorama. Pág. 3 de 8

4 Pág. 4 de 8

5 Pág. 5 de 8

6 Pág. 6 de 8

7 Pág. 7 de 8

8 Pág. 8 de 8

JÚNIOR JOSÉ MACHADO DIORAMA FERRÉO. Esse projeto contém informações simples e obejtivas com intuito de mostrar parte do meu trabalho e conhecimento.

JÚNIOR JOSÉ MACHADO DIORAMA FERRÉO. Esse projeto contém informações simples e obejtivas com intuito de mostrar parte do meu trabalho e conhecimento. JÚNIOR JOSÉ MACHADO DIORAMA FERRÉO Esse projeto contém informações simples e obejtivas com intuito de mostrar parte do meu trabalho e conhecimento. CONCEITO DO PROJETO Esse projeto a ser apresentado foi

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

CONTRATURNO ENSINO FUNDAMENTAL B e C (crianças que completam 7,8,9 e 10 anos de idade durante o ano letivo)

CONTRATURNO ENSINO FUNDAMENTAL B e C (crianças que completam 7,8,9 e 10 anos de idade durante o ano letivo) CONTRATURNO ENSINO FUNDAMENTAL B e C (crianças que completam 7,8,9 e 0 anos de idade durante o ano letivo) Material pessoal que é necessário IDENTIFICAR COM O NOME DA CRIANÇA, em especial UNIFORMES. A

Leia mais

MATERIAL ESCOLAR / 2016 PRIMEIRO SEMESTRE

MATERIAL ESCOLAR / 2016 PRIMEIRO SEMESTRE MATERNAL BABY 05 placas de E.V.A. (nas cores: amarela, laranja, azul, branca e preta) 04 folhas de papel cartão (nas cores: preta, verde, amarela, vermelha) 04 folhas de color set (nas cores: amarela,

Leia mais

VALOR UNITÁRIO R$ ITEM DESCRIMINAÇÃO QUANTID. UNIDADE APAGADORES PARA QUADRO (LOUSA) 1

VALOR UNITÁRIO R$ ITEM DESCRIMINAÇÃO QUANTID. UNIDADE APAGADORES PARA QUADRO (LOUSA) 1 ITEM DESCRIMINAÇÃO QUANTID. UNIDADE APAGADORES PARA QUADRO (LOUSA) 1 DIMENSÕES:15 X 7 X 3m 20 UNIDADES APONTADOR COM DEPOSITO GRANDE (4cm de 2 diâmetro x 6 cm de comprimento) 430 UNIDADES 3 BORRACHA BRANCA

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

Materiais Necessários:

Materiais Necessários: Materiais Necessários: Peça crua de madeira Pinceis chatos nos tamanhos 8 e 16 Pincel chanfrado tamanho 8 e 12 Pincel MOP Brochinha para stêncil Lixa para madeira 220 Rolinho Stêncil com motivo quadrados

Leia mais

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão Estações do Ano Procedimentos com ArteVerão Faixas de Verão (3º Dia) Leia o livro da turma No Verão. Discuta brevemente as coisas que acontecem no verão. Depois distribua folhas de papel branco para que

Leia mais

E-book. Passo-a-Passos Pintura em Madeira

E-book. Passo-a-Passos Pintura em Madeira E-book Passo-a-Passos Pintura em Madeira 1 Pintura em Madeira CAIXA COM ROSA Material necessário Pincel ref. 427 nº 8 e 18 Rolo de espuma 988 5 cm Esponja Abrasiva Duplla Ref. 860 Carbono Verniz acrílico

Leia mais

LISTA DE MATERIAL EDUCAÇÃO INFANTIL CSM 2015 NÍVEL I 1 ANO

LISTA DE MATERIAL EDUCAÇÃO INFANTIL CSM 2015 NÍVEL I 1 ANO NÍVEL I 1 ANO 1 lençolzinho (etiquetado) 1m de algodão cru 1 jogo de blocos (grande) para montar (peças apropriadas para a idade) para os meninos. 1 travesseiro pequeno - etiquetado ½ m de velcro Panelinhas

Leia mais

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER

MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER MANUAL PASSO A PASSO DE APLICAÇÃO: GS-SUPER 1. INTRODUÇÃO Este Manual de Aplicação do GS-Super demonstra passo a passo o procedimento correto para aplicação do material bem como os cuidados necessários

Leia mais

LISTA DE MATERIAL DE ARTE - 2012

LISTA DE MATERIAL DE ARTE - 2012 LISTA DE MATERIAL DE ARTE - 2012 ARTE - 6º ano 01 lápis 2B 01 Marcador para Porcelana Creative Marker na cor roxa. 01 Pote de 250 ml de tinta acrílica (cor vermelha ou amarela). 01 caixa de cola colorida

Leia mais

ESCOLA LUZ DO SABER. Av. Nicolau Copérnico Qd. 08 Lt. 11 Jardim da Luz Goiânia Goiás Fone: 3942 6368

ESCOLA LUZ DO SABER. Av. Nicolau Copérnico Qd. 08 Lt. 11 Jardim da Luz Goiânia Goiás Fone: 3942 6368 Av. Nicolau Copérnico Qd. 08 Lt. 11 Jardim da Luz Goiânia Goiás Fone: 3942 6368 LISTA DE MATERIAL - MATERNAL 04 - Pastas com trilho e com o nome da criança (transparente) 02 Caixas de lápis de cor (jumbo)

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Rejunta Já! Acrílico Código: RJA001 e RJA101

Ficha Técnica de Produto Rejunta Já! Acrílico Código: RJA001 e RJA101 1. Descrição: O é mais uma solução inovadora, que apresenta praticidade e agilidade para o rejuntamento de pisos, azulejos, pastilhas, porcelanatos em áreas internas, externas, molháveis, molhadas. O principal

Leia mais

COMO FAZER CAMISETAS USANDO STÊNCIL

COMO FAZER CAMISETAS USANDO STÊNCIL COMO FAZER CAMISETAS USANDO STÊNCIL por: Danelectro Olá, amigos! Como vocês já devem ter percebido, o mundo moderno está repleto de coisas iguais. Carros, computadores, móveis, comida: tudo é fabricado

Leia mais

Pavimento em tijoleira artesanal 30x30 cm, cor natural, com tratamento hidro-repelente e óleorepelente;

Pavimento em tijoleira artesanal 30x30 cm, cor natural, com tratamento hidro-repelente e óleorepelente; DADOS TÉCNICOS GERAIS DA CASA Estrutura de betão armado; Paredes exteriores de alvenaria dupla de tijolo com caixa de ar e isolamento térmico; Cobertura em telha de meia cana com isolamento térmico e sub-telha;

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL I 3 ANOS

EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL I 3 ANOS EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL I 3 ANOS LIVROS DIDÁTICOS Livro Interdisciplinar - Material Rede RCE educação e valores (Volumes 1 e 2) 2 Volumes por ano e Agenda personalizada. Livro: Playtime STARTER Autora:

Leia mais

Ribeirão Preto, de de 2011. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO I 1 o BIMESTRE. Lixo e desperdício: tudo se transforma

Ribeirão Preto, de de 2011. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO I 1 o BIMESTRE. Lixo e desperdício: tudo se transforma Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2 a série) AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO I 1 o BIMESTRE Eixo temático Preservar para ter Disciplina/Valor Português 4,0 Matemática 4,0 Hist./Geog.

Leia mais

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos;

:: Sabão Líquido :: Em um balde ou recipiente bem grande, despejar a soda e 1 litro de água, mexendo por ceca de 5 minutos; :: Sabão Líquido :: Para fazer 30 litros Ingredientes: 1,5 litros de azeite (morno) ½ quilo de soda cáustica 1,5 litros de álcool líquido 1 litro de água (1ª etapa) 27 litros de água (2ª etapa) 2 colheres

Leia mais

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905

KIT Nº 14 KIT Nº 2 0.905 KIT Nº 1 KIT Nº 2 01 Bandeja Grande Ref.0.2823 01 Rolo de Espuma Pop 23 cm Ref.0.13 com cabo Ref. 0.2072 01 Rolo de Espuma Pop 09 cm com cabo Ref. 0.1109. 01 Rolo de Espuma Pop 05 cm c/ cabo Ref. 0.1105

Leia mais

LISTA DE MATERIAL / 2016 PRÉ I

LISTA DE MATERIAL / 2016 PRÉ I LISTA DE MATERIAL / 2016 PRÉ I 01 apontadores com reservatório 01 borracha 01 brinquedo pedagógico próprio para a idade, de plástico ou madeira, para ficar na escola (jogos/animais/blocos) 01 caixa de

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

COLÉGIO SS.SACRAMENTO

COLÉGIO SS.SACRAMENTO COLÉGIO SS.SACRAMENTO GRUPO 3 ED. INFANTIL 01 mochila / 1 lancheira 02 caixas de lenço de papel 02 foto 3x4 Higiene ( deverá vir na mochila ) 01 short / 01 camiseta / 01 cueca ou calcinha / toalha de banho

Leia mais

ESCOLA BRANCA DE NEVE

ESCOLA BRANCA DE NEVE MATERNAL II 02 Folhas de papel cartão (vermelho) 02 Folhas de cartolina dupla face (estampada e azul) 04 Folhas de E.V.A. 40X60- (verde,preto,branco e estampado) 02 Folhas de papel crepom (azul e preto)

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO I RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Nr.: - PR Folha: 1/6 1 540,000 UN MEDALHA, MATERIAL FUNDIDO COMPOSTO DE 6,3000 3.402,0000 ZINCO, MAGNÉSIO E COBRE. DESENHO DAS BORDAS EM ALTO RELEVO 3D (2MM EXTRAS), INCLUINDO O DESENHO DOS LOUROS, ANO,

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS 2014 MATERNAL I

LISTA DE MATERIAIS 2014 MATERNAL I MATERNAL I 01 resma papel Chamex A4 01 caderno pequeno de capa dura amarelo (recados ) 01 avental plástico 01 brinquedo de areia 01 jogo lápis para pintura facial 01 jogo de gizão de cera 02 caixas de

Leia mais

LISTA DE MATERIAL 2016 ENSINO FUNDAMENTAL. Uso Coletivo - 1º Ano

LISTA DE MATERIAL 2016 ENSINO FUNDAMENTAL. Uso Coletivo - 1º Ano LISTA DE MATERIAL 2016 ENSINO FUNDAMENTAL Uso Coletivo - 1º Ano IMPORTANTE: O material de uso coletivo podera ser adquirido pelo Colégio mediante o pagamento de uma taxa de R$ 300,00 a ser paga na secretaria.

Leia mais

ANEXO V MÓDULOS AUDITÓRIO. 1600,00 mm. 400,00 mm. 725,00 mm VISTA FRONTAL VISTA LATERAL. 700,00 mm VISTA SUPERIOR

ANEXO V MÓDULOS AUDITÓRIO. 1600,00 mm. 400,00 mm. 725,00 mm VISTA FRONTAL VISTA LATERAL. 700,00 mm VISTA SUPERIOR ANEXO V 1600,00 mm 200,00 mm 490,00 mm 400,00 mm 725,00 mm VISTA FRONTAL 580,00 mm VISTA LATERAL MÓDULOS AUDITÓRIO 700,00 mm 03 - Mesas em MDF texturizado estrutura em MDF Cinza Cristal 2 faces de 15mm

Leia mais

SOBRAS REQUINTADAS REAPROVEITE RESTOS ALIMENTARES NA PREPARAÇÃO DE RECEITAS ORIGINAIS E SABOROSAS REDUZA O SEU DESPERD ÍCIO ALIMENTAR

SOBRAS REQUINTADAS REAPROVEITE RESTOS ALIMENTARES NA PREPARAÇÃO DE RECEITAS ORIGINAIS E SABOROSAS REDUZA O SEU DESPERD ÍCIO ALIMENTAR SOBRAS REQUINTADAS REAPROVEITE RESTOS ALIMENTARES NA PREPARAÇÃO DE RECEITAS ORIGINAIS E SABOROSAS REDUZA O SEU DESPERDÍCIO ALIMENTAR Legumes cozidos ( ± 0,5 kg, variados) 250 gr de farinha 2dl de leite

Leia mais

PINTURA DE KITS Caros modelistas!

PINTURA DE KITS Caros modelistas! PINTURA DE KITS Caros modelistas! Buscamos sempre em nossos trabalhos a representação da realidade em miniatura, e independente de estarmos utilizando materiais de laser cut, plástico, resina ou metal,

Leia mais

Vamos contar esta história usando lata e imã? Você irá precisar de: Prontinho, agora é só contar a história!

Vamos contar esta história usando lata e imã? Você irá precisar de: Prontinho, agora é só contar a história! Você irá precisar de: Lata de leite em pó, ou de panetone, limpa e sem o rótulo Folhas de papel de seda: laranja, bege claro e azul escuro ou cenários disponibilizados Lápis de escrever, caneta marcador

Leia mais

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo

Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo Montagem de Kit Loja de Bolos Passo a Passo (o kit pode ser adquirido na www.pequenasartes.com.br) O kit é bem completo e vem com praticamente tudo o que você vai precisar para montar, inclusive cola e

Leia mais

3242-7124/ 3246-5390. Agenda diária do aluno(a) será vendida na escola.

3242-7124/ 3246-5390. Agenda diária do aluno(a) será vendida na escola. / 3246-5390 LISTA DE MATERIAIS BEBÊS 2014 Agenda diária do aluno(a) será vendida na escola. 01 caixa plástica grande com tampa para colocar os materiais; 01 jogo de lençol com travesseiro e fronha com

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL I E II

EDUCAÇÃO INFANTIL I E II EDUCAÇÃO INFANTIL I E II 1 Algodão 1 Apontador 6 Borracha 1 Brinquedo pedagógico (peça grande) 1 Caixa de cola colorida 2 Tinta pinta kara (rollon) 2 Caixa de giz de cera (grosso) 1 Caixa de massinha para

Leia mais

Prefeitura Municipal de Piratini

Prefeitura Municipal de Piratini MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo visa estabelecer as condições de materiais e execução referentes à construção de um Vestiário Esportivo, localizado na Av. 6 de julho s/n, em Piratini/RS,

Leia mais

Ligue Grátis 210 461 786 Tel. 217 783 125 Fax: 217 783 364 E mail: c.miranda@mail.telepac.pt 1 LITRO. = 1200 grs. 04 LARANJA

Ligue Grátis 210 461 786 Tel. 217 783 125 Fax: 217 783 364 E mail: c.miranda@mail.telepac.pt 1 LITRO. = 1200 grs. 04 LARANJA Venda exclusiva para instituições de ensino e carácter social Estimado Cliente, TOME NOTA PARA A SUA PRÓXIMA COMPRA DE GUACHE - TINTAS CENOGRÁFICAS LIQUIDAS PRONTAS A USAR (NÃO TÓXICA) Tinta de muito boa

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS: 12/02/2014 18h 30min Educação Infantil As reuniões acontecerão no Salão de Atos do Colégio La Salle

REUNIÃO DE PAIS: 12/02/2014 18h 30min Educação Infantil As reuniões acontecerão no Salão de Atos do Colégio La Salle LISTA DE MATERIAL Berçário 2015 10 pratos de papelão tamanho médio (descartáveis) 40 folhas de papel fotográfico 20 folhas A4 colorida 100 folhas sulfite 60 02 folhas de E.V.A. ( 1 plush e 1 lisa) 01 tubo

Leia mais

PLANO DE HIGIENE ÍNDICE 1 HIGIENE PESSOAL 2 RECEPCÇÃO DE MERCADORIAS 3 ZONAS DE ARMAZENAGEM 4 ZONAS DE PREPARAÇÃO 5 ZONAS DE CONFECÇÃO

PLANO DE HIGIENE ÍNDICE 1 HIGIENE PESSOAL 2 RECEPCÇÃO DE MERCADORIAS 3 ZONAS DE ARMAZENAGEM 4 ZONAS DE PREPARAÇÃO 5 ZONAS DE CONFECÇÃO ÍNDICE 1 HIGIENE PESSOAL 2 RECEPCÇÃO DE MERCADORIAS 3 ZONAS DE ARMAZENAGEM 4 ZONAS DE PREPARAÇÃO 5 ZONAS DE CONFECÇÃO 6 REFEITÓRIO / CAFÉ 7 COPA 8 VESTUÁRIOS e / ou CASAS DE BANHO Elaborado: Aprovado:

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIMESTRAL III Trimestre / 2009. PROFESSORA: Bianca de Souza NÚCLEO 3 TURMA N3-8 OBJETIVOS 1

PLANEJAMENTO TRIMESTRAL III Trimestre / 2009. PROFESSORA: Bianca de Souza NÚCLEO 3 TURMA N3-8 OBJETIVOS 1 PLANEJAMENTO TRIMESTRAL III Trimestre / 2009 PROFESSORA: Bianca de Souza OBJETIVOS 1 Os objetivos para o terceiro trimestre com a turma N3-8 é o estudo e a construção de uma maquete da escola. Uma sequência

Leia mais

FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR

FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR Prepare seus alimentos com a energia do sol! FAÇA VOCÊ MESMO UM FOGÃO SOLAR www.sustentavelnapratica.net Elaborado por: Andrea Zimmermann e Fabio França FOGÃO SOLAR Características e vantagens: Uso de

Leia mais

MATERNAL. Material Individual. Obs.: Considerar as marcas citadas apenas como sugestão. Centro Educacional Católica de Brasília

MATERNAL. Material Individual. Obs.: Considerar as marcas citadas apenas como sugestão. Centro Educacional Católica de Brasília Material Individual MATERNAL ( ) 02 caixas de lápis de cor jumbo (Faber-Castell/Acrilex) ( ) 01 lancheira com: toalha de mão, escova de dente, creme dental e copo (todos identificados com nome e série/ano)

Leia mais

PRODUTOS ELABORADOS MADEIRA PLÁSTICA

PRODUTOS ELABORADOS MADEIRA PLÁSTICA MADEIRA PLÁSTICA A Madeira Plástica é uma opção sustentável para quem se preocupa com a causa ambiental. O grande diferencial deste produto é que sua fabricação dá-se a partir da reciclagem de toneladas

Leia mais

Colégio Universitário Professor Canísio Ignácio Lunkes LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I

Colégio Universitário Professor Canísio Ignácio Lunkes LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I Material de uso individual 01 Copo com tampa com nome do aluno Obs: Os materiais abaixo deverão ficar dentro da mochila do aluno 01 Caixa de

Leia mais

MATERNAL BABY MATERIAL ESCOLAR 2015 PRIMEIRO SEMESTRE

MATERNAL BABY MATERIAL ESCOLAR 2015 PRIMEIRO SEMESTRE MATERNAL BABY 01 brinquedo pedagógico 05 placas de E.V.A. (nas cores: amarela, laranja, azul escuro, branca e preta) 04 folhas de color set (nas cores: amarela, marrom, azul escuro e verde escuro) 04 folhas

Leia mais

MATERNAL MATERIAL INDIVIDUAL

MATERNAL MATERIAL INDIVIDUAL MATERNAL MATERIAL INDIVIDUAL 02 caixas de lápis de cor jumbo (Faber-Castell/Acrilex) (01 lancheira com: toalha de mão, escova de dente, creme dental e copo (todos identificados com nome e série) 01 mochila

Leia mais

7 fornos solares ÍNDICE

7 fornos solares ÍNDICE ÍNDICE constituição e tipologias -2 materiais -3 orientação do forno -4 concentração da radiação e armazenamento de calor -5 avaliação de desempenho -6 experiência 1 - experiência 2-8 experiência 3-9 para

Leia mais

Refª 2201.03.15010. Banco corrido, assento contraplacado e régua de cabides coloridos Ligue Grátis 210 461 786

Refª 2201.03.15010. Banco corrido, assento contraplacado e régua de cabides coloridos Ligue Grátis 210 461 786 Assentos em Sociedade de Equipamentos Escolares, Lda. geral Refª 2201.03.1668SB Refª 2201.03.1633 Refª 2201.03.15010 Cadeira 1ª série, contraplacado Refª 2201.03.1667PDC Cadeira Faia s/braços existe com

Leia mais

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL

LISTA DE MATERIAL ESCOLAR 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL OBSERVAÇÕES: 1. Todo o material deverá vir com nome, ano e professora; 2. Etiquetar cadernos, livros e pastas (do lado de fora) 3. O material de uso individual deverá ser reposto sempre que necessário;

Leia mais

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria

PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR. Automotiva Indústria PERFIL DE JUNÇÃO REHAU VEDAR, UNIR, DESTACAR www.rehau.com.br Construção Automotiva Indústria DESIGN PARA MÓVEIS DA REHAU: SOLUÇÕES INOVADORAS DE SISTEMAS NO MESMO LOCAL A REHAU se estabeleceu como a principal

Leia mais

Capítulo IV- Pinhole. Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A

Capítulo IV- Pinhole. Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A Capítulo IV- Pinhole Pinhole: Processo de se fazer fotografia sem a necessidade do uso de equipamentos convencionais. A câmera pode ser construída de forma artesanal utilizando materiais simples. O nome

Leia mais

Brinquedos ecológicos e experiências: estratégias para o ensino das descobertas sociocientíficas

Brinquedos ecológicos e experiências: estratégias para o ensino das descobertas sociocientíficas Brinquedos ecológicos e experiências: estratégias para o ensino das descobertas sociocientíficas Fabiana Chinalia Professora de Metodologia para o Ensino de Ciências Naturais e Meio Ambiente Data: 18/06/2011

Leia mais

RECICLANDO COM ARTE. Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta.

RECICLANDO COM ARTE. Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta. RECICLANDO COM ARTE OBJETIVO Discutir o problema ambiental trazido pelo excesso de lixo gerado em nosso planeta. METODOLOGIA Montamos uma oficina de reutilização e reciclagem de lixo em nosso Clube de

Leia mais

Material. 2 Cristiane Débora

Material. 2 Cristiane Débora Feltro : - Cor de pele - Verde claro - verde escuro - Branco - Cáqui - Marrom - Laranja - Bege Papelão Paraná Palito de churrasco Manta siliconada 2 mini botões/ 2 meio pérolas pretas Linhas das cores

Leia mais

A boa educação é moeda de ouro, em toda parte tem valore

A boa educação é moeda de ouro, em toda parte tem valore CENTRO EDUCACIONAL SÃO JOSÉ Maternal (2 anos) Material Individual ( ) 2 cadernos grande de 48 folhas brochura ( ) 1 avental ( ) 1 pasta portfólio com 50 folhas ( ) 1 Vidro de Cola branca 90g ( ) 1 lápis

Leia mais

Acostumado a buscar sempre

Acostumado a buscar sempre Técnica&Prática Casamento Iluminação criativa em fotos de casamento Luz de vídeo, de lanterna, natural ou flash. Saiba como é possível usar de tudo um pouco para fazer fotos sociais Vinícius Matos Por

Leia mais

Embalagens. O produto final

Embalagens. O produto final Embalagens O produto final Revisã o 2010 Massa base para sabonetes / Ricardo Mercadante e Lucilaine de Assumpçã o. Embalagens O produto final Nesta apostila serã o vistos as técnicas básicas para a construçã

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS CONSTRUÇÕES RURAIS Prof. Ricardo Brauer Vigoderis, D.S. Email: vigoderis@yahoo.com.br website: www.vigoderis.tk São tubos cerâmicos

Leia mais

::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente?

::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente? O Meio Ambiente ::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente? Seu João: Não sei não! Mas quero que você me diga direitinho pra eu aprender e ensinar todo mundo lá no povoado onde eu moro. : Seu João,

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

Recado aos Pais e Professores

Recado aos Pais e Professores Recado aos Pais e Professores A criança aprende fazendo. Um trabalho manual confeccionado logo após a história bíblica fixa os ensinos que a criança acabou de ouvir, e também é um lembrete visual do constante

Leia mais

Sobremesas Saudáveis Para Uma Semana - De Moura

Sobremesas Saudáveis Para Uma Semana - De Moura ÍNDICE Frutos Perfeitos 2 Pudim Moka 2 Banana Mexicana 2 Manga Gregalha 2 Quadrados de Sésamo 2 Bolo De Chocolate Fácil 2 Supresa! 2 FRUTOS PERFEITOS Esta refeição usa iogurte sem gordura para a sua textura

Leia mais

Lista de Material 2016 1º Ano do Ensino Fundamental I

Lista de Material 2016 1º Ano do Ensino Fundamental I Lista de Material 2016 1º Ano do Ensino Fundamental I MATERIAL DE USO PESSOAL 01 Agenda escolar simples (01 página por dia) 02 Apontadores com depósito 01 Avental ou camisetona 03 Borrachas brancas macias

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

Dia 1 Materiais necessários para decorar bolos com pasta americana

Dia 1 Materiais necessários para decorar bolos com pasta americana Materiais Básicos Dia 1 Materiais necessários para decorar bolos com pasta americana É uma pergunta muito comum entre aqueles que querem iniciar neste mundo doce. Há inúmeros materiais para decorar bolos

Leia mais

Relação de itens do Material Escolar 2016 Jardim Educação Infantil NÃO É PERMITIDO O USO DE MOCHILA DE RODINHA.

Relação de itens do Material Escolar 2016 Jardim Educação Infantil NÃO É PERMITIDO O USO DE MOCHILA DE RODINHA. Jardim Educação Infantil Quant. DESCRIÇÃO Quant. DESCRIÇÃO 1 Apontador com depósito 1 Pacote de bexiga 1 Avental para pintura 1 Pacote de pena grande 2 Borrachas 1 Pincel para pintura grosso 2 Cadernos

Leia mais

Aquecedor Solar de Baixo Custo SEM RESERVATÓRIO DE ÁGUA QUENTE

Aquecedor Solar de Baixo Custo SEM RESERVATÓRIO DE ÁGUA QUENTE Aquecedor Solar de Baixo Custo SEM RESERVATÓRIO DE ÁGUA QUENTE Projeto: Eng.º Thomas Ulf Nilsson Revisão 1. 20/01/2015 Aquecedor solar BC de cano grosso de PVC www.thomasnilsson.com.br 1 CONTEÚDO: 1. Base

Leia mais

Aplicação de Película em Carros Detalhes e imagens da instalação de película em vidros de carros

Aplicação de Película em Carros Detalhes e imagens da instalação de película em vidros de carros Aplicação de Película em Carros Detalhes e imagens da instalação de película em vidros de carros Os materiais ideais para a instalação da película Titanium são: uma bombinha sprayer; um rodo de borracha

Leia mais

Laudo de Vistoria Ambiental ÁREA DE ESTUDO

Laudo de Vistoria Ambiental ÁREA DE ESTUDO Laudo de Vistoria Ambiental I Identificação da Propriedade: Associação Condomínio Parque Primavera CNPJ 60.549.656/0001-90 Rua Eurico Gaspar Dutra 255 - Carapicuíba CEP 06342-200 ÁREA DE ESTUDO II Característica

Leia mais

Produçaõ de peixes. Adaptado de: "Better Farming Series 27 - FreshWater Fish Farming: How to Begin" (FAO, 1979)

Produçaõ de peixes. Adaptado de: Better Farming Series 27 - FreshWater Fish Farming: How to Begin (FAO, 1979) Produçaõ de peixes Adaptado de: "Better Farming Series 27 - FreshWater Fish Farming: How to Begin" (FAO, 1979) Onde pôr seu tanque de peixes 1. Você tem que escolher um lugar bom para sua tanque. 2. Lembra

Leia mais

Fundação Universidade Estadual de Maringá

Fundação Universidade Estadual de Maringá Fundação Universidade Estadual de Maringá PAD/DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL N 343/2007 PREGÃO PRESENCIAL PROC.: N 9323/2007 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA

Leia mais

USO E APLICAÇÕES Módulo 8 Vidros Especiais

USO E APLICAÇÕES Módulo 8 Vidros Especiais USO E APLICAÇÕES Módulo 8 Vidros Especiais VIDRO TEMPERADO SERIGRAFADO IMAGEM APLICADA COM TELA DE POLÍESTER ESMALTE CERÂMICO MEDIDAS 2200 x 3600 de 3 a 12mm PARA MEDIDAS DE 15 e 19 mm CONSULTE SEU FORNECEDOR

Leia mais

Sobremesas Saudáveis Para Uma Semana http://www.dietaeboasaude.com.br

Sobremesas Saudáveis Para Uma Semana http://www.dietaeboasaude.com.br ÍNDICE Frutos Perfeitos 2 Pudim Moka 2 Banana Mexicana 2 Manga Gregalha 2 Quadrados de Sésamo 2 Bolo De Chocolate Fácil 2 Supresa! 2 FRUTOS PERFEITOS Esta refeição usa iogurte sem gordura para a sua textura

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS E GESTÃO AMBIENTAL NO CANTEIRO DE OBRAS

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS E GESTÃO AMBIENTAL NO CANTEIRO DE OBRAS GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS E GESTÃO AMBIENTAL NO CANTEIRO DE OBRAS Conheça os personagens: Qualimestre: Ele está atento a tudo, sempre disposto a ensinar. Cuida do Canteiro de obras como fosse sua casa.

Leia mais

LISTA DE MATERIAL - 2014 Ensino Fundamental I 1º ano

LISTA DE MATERIAL - 2014 Ensino Fundamental I 1º ano LISTA DE MATERIAL - 2014 Ensino Fundamental I 1º ano 01 caderno de capa dura brochura pequeno -100 folhas (para português/matemática) 01 caderno de capa dura brochura pequeno 100 folhas (para atividades

Leia mais

dasmaosderosangela.com.br

dasmaosderosangela.com.br DOÇURAS E GOSTOSUAS CUPCAKES 1 Para executar as peças, alguns passos serão utilizados em vários modelos, mudando apenas a cor e tipo de placa de EVA. PASSO 1 - BASE DO CUPCAKE A altura da base poderá variar,

Leia mais

LISTA DE MATERIAL PARA 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL

LISTA DE MATERIAL PARA 2014 EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO INFANTIL 01 caderno de capa dura de 100 folhas (somente p/ o Pré II) 01 caderno de cartografia de 50 folhas 02 lápis pretos triangular 01 borracha 01 apontador com depósito 01 tesoura sem ponta

Leia mais

Lista de Materiais / 2016 1º ano Todos os materiais deverão estar identificados.

Lista de Materiais / 2016 1º ano Todos os materiais deverão estar identificados. 1º ano 1 tesoura sem ponta; 1 tubo de cola 90gr; 1 pasta com plásticos/30 saquinhos; 1 pasta simples com elástico; 1 régua 30 cm; 1 foto 3x4 atual para agenda ( a família deverá preencher os dados de identificação

Leia mais

TAPETES DE ENTRADA TAPETES personalizados TAPETES industriais

TAPETES DE ENTRADA TAPETES personalizados TAPETES industriais TAPETES DE ENTRADA TAPETES personalizados TAPETES industriais Sobre a Kleen-Tex do Brasil A Kleen-Tex é uma empresa americana, fundada em 1967 em LaGrange, Georgia, EUA. Em 1970 a Kleen-Tex inventou o

Leia mais

Impermeabilizantes Sempre Novo+

Impermeabilizantes Sempre Novo+ Impermeabilizantes Sempre Novo+ Vidro Líquido. Nanotecnologia na palma da mão! Proteção, brilho, comodidade e beleza por muito mais tempo! Sempre Novo +metal Sem sujeiras. Sem manchas. Sem pés molhados.

Leia mais

Catálogo Técnico. PLASTwall. PLASTsport. PLASTfloor. PLASTpiso. PLASTpaver. PLASTdeck. PLASTpot. PLASTwall fit. PLASTchamp.

Catálogo Técnico. PLASTwall. PLASTsport. PLASTfloor. PLASTpiso. PLASTpaver. PLASTdeck. PLASTpot. PLASTwall fit. PLASTchamp. Catálogo Técnico PLASTsport PLASTfloor PLASTpiso PLASTpaver PLASTdeck PLASTpot PLASTwall fit PLASTwall PLASTchamp PLASTtable PLASTfloor Piso Estrutural e Permeável PLASTfloor 30 PLASTfloor 50 PLASTfloor

Leia mais

ANEXO II ATA REGISTRO DE PREÇOS

ANEXO II ATA REGISTRO DE PREÇOS ANEXO II ATA REGISTRO DE PREÇOS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 001/2012/SENAR/AR/RO VINCULADA A LICITAÇÃO NA MODALIDADE CONCORRÊCIA, SOB A FORMA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 001/2012/SENAR/AR/RO, REGISTRAR

Leia mais

Nota: Se preparado na véspera, deve retirar-se do congelador uma hora antes de servir.

Nota: Se preparado na véspera, deve retirar-se do congelador uma hora antes de servir. Gelado de Doce de Leite 1 Pacote de Bolacha-Maria (200gr) 1 lata de Doce de Leite Condensado Cozido NESTLÉ 4 dl Natas LONGA VIDA 1.Bater as natas até obter ponto 'chantilly' (sem adicionar açúcar). 2.Juntar

Leia mais

Profa. Ana Luiza Veltri

Profa. Ana Luiza Veltri Profa. Ana Luiza Veltri EJA Educação de Jovens e Adultos Água de beber Como está distribuída a água no mundo? A Terra, assim como o corpo humano, é constituída por dois terços de água; Apenas 1% da quantidade

Leia mais

DICAS E ORIENTAÇÕES PARA REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET

DICAS E ORIENTAÇÕES PARA REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET DICAS E ORIENTAÇÕES PARA REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PET ORGANIZAÇÃO: Antes de começar a trabalhar é necessário um mínimo de organização. Pode-se nomear uma comissão para coordenar os trabalhos, distribuir

Leia mais

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa G eoff Rees Be neat h t he re ef, 199 2, s er igr af i a Fot o: Fau st o Fleur y O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa Com as proposições didáticas sugeridas, espera-se que os alunos possam

Leia mais

Maternal I 2016 - Lista de Materiais

Maternal I 2016 - Lista de Materiais Maternal I 2016 - Lista de Materiais - 02 CDs virgens - 02 DVDs virgens - 03 canetas de retroprojetor 2.0 (01 azul, 01 vermelha e 01 preta) - 01 kit Leoni tamanho n. 03 38 folhas A3-01 bloco de papel fluorescente

Leia mais

http://www.siliconesassel.com.br/borracha_silicone.htm

http://www.siliconesassel.com.br/borracha_silicone.htm Página 1 de 13 Tipo Forma física Propriedades especiais Usos básicos Elastômero á base de silicone, bicomponente Líquido viscoso. Resistência ao rasgo, alto poder copiativo. Confecção de moldes Nome comercial

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

Lista de Material - 2012. Educação Infantil Infantil I

Lista de Material - 2012. Educação Infantil Infantil I Lista de Material - 2012 Educação Infantil Infantil I 05 cartolinas guachadas (cores diferentes) 01 cartolina laminada dourada 05 cartolinas brancas 02 cartolinas pretas 02 rolos de papel crepom na cor

Leia mais

Álbum Sanfonado. Técnica utilizada: cartonagem com utilização de papel reciclado com sisal

Álbum Sanfonado. Técnica utilizada: cartonagem com utilização de papel reciclado com sisal Álbum Sanfonado 1 Técnica utilizada: cartonagem com utilização de papel reciclado com sisal Materiais 2 Papel reciclado com sisal. Papelão Paraná. Papel color plus gramatura 180 g/m² ou cartolina. Lápis

Leia mais

Receitas colesterol. Pizza marguerita de berinjela - Mariana e Priscila Ingredientes

Receitas colesterol. Pizza marguerita de berinjela - Mariana e Priscila Ingredientes Receitas colesterol Pizza marguerita de berinjela - Mariana e Priscila Ingredientes 2 berinjelas grandes (870g); 6 claras levemente batidas (180g); 2 dentes de alho grandes (15g); 12 colheres (sopa) de

Leia mais

ZONA DE CONFEÇÃO PRODUTO A UTILIZAR E RESPETIVA AÇÃO MÉTODO DE HIGIENIZAÇÃO DOSAGEM. Lavagem: De acordo com a rotulagem

ZONA DE CONFEÇÃO PRODUTO A UTILIZAR E RESPETIVA AÇÃO MÉTODO DE HIGIENIZAÇÃO DOSAGEM. Lavagem: De acordo com a rotulagem ZONA DE CONFEÇÃO ÁREA/EQUIPAMENTO PERIDIOCIDADE PRODUTO A UTILIZAR E RESPETIVA AÇÃO DOSAGEM MÉTODO DE HIGIENIZAÇÃO Bancadas, superfícies de laboração e cubas Após cada utilização - Aplicar a solução de

Leia mais

A qualidade que você precisa

A qualidade que você precisa Copyright 2010 América Serviços de Colocação de Quadros Procuramos atender as necessidades de nossos clientes com ética e profissionalismo de alto padrão. IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII Bem Vindo

Leia mais

MATERIAL COLETIVO TRAZER DIA 02/02/2016 NA REUNIÃO DE PAIS QUANTIDADE

MATERIAL COLETIVO TRAZER DIA 02/02/2016 NA REUNIÃO DE PAIS QUANTIDADE Lista de Material - 2016-1º ano do Ensino Fundamental 02/02/2016 - (Terça-Feira) - Reunião com pais às 13h15min na Reitoria. 03/02/2016 - (Quarta-Feira) - Início das aulas Todo material INDIVIDUAL deverá

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Rio Branco, Acre Brasil

MEMORIAL DESCRITIVO Rio Branco, Acre Brasil MEMORIAL DESCRITIVO Rio Branco, Acre Brasil ÍNDICE DO MEMORIAL DESCRITIVO 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROJETO 2. CONSTRUÇÃO 3. INSTALAÇÕES 4. COBERTURA 5. DISPOSIÇÕES FINAIS 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE

Leia mais

Abel Júlio Manuel Correia Djairosse Sairosse Mujanje DISPOSITIVO DE AQUECIMENTO DE ÁGUA USANDO A ENERGIA SOLAR. Mestrado Em Ensino de Física

Abel Júlio Manuel Correia Djairosse Sairosse Mujanje DISPOSITIVO DE AQUECIMENTO DE ÁGUA USANDO A ENERGIA SOLAR. Mestrado Em Ensino de Física Abel Júlio Manuel Correia Djairosse Sairosse Mujanje DISPOSITIVO DE AQUECIMENTO DE ÁGUA USANDO A ENERGIA SOLAR. Mestrado Em Ensino de Física Universidade Pedagógica de Moçambique. Beira 2011 Abel Júlio

Leia mais

TECNOLOGIAS SIMPLIFICADAS DE SANEAMENTO VASO SANITÁRIO DE CIMENTO

TECNOLOGIAS SIMPLIFICADAS DE SANEAMENTO VASO SANITÁRIO DE CIMENTO 1 TECNOLOGIAS SIMPLIFICADAS DE SANEAMENTO VASO SANITÁRIO DE CIMENTO Autor: Cláudio Cardoso* Técnico em Saneamento HISTÓRICO O primeiro Vaso Sanitário de Cimento foi desenvolvido pelo Sr. José Apurinan

Leia mais

Instruções para instalação das pastilhas Rivesti com cola de contato

Instruções para instalação das pastilhas Rivesti com cola de contato Instruções para instalação das pastilhas Rivesti com cola de contato As pastilhas Rivesti são muito fáceis de instalar. Contudo, requerem alguns cuidados indispensáveis para que você obtenha o acabamento

Leia mais

Clique aqui http://emagrecaki.com.br/dieta-balanceada-como-fazer-agora/

Clique aqui http://emagrecaki.com.br/dieta-balanceada-como-fazer-agora/ Clique aqui http://emagrecaki.com.br/dieta-balanceada-como-fazer-agora/ Clique aqui http://emagrecaki.com.br/dieta-balanceada-como-fazer-agora/ Clique aqui http://emagrecaki.com.br/dieta-balanceada-como-fazer-agora/

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROGRAMAÇÃO VISUAL EXTERNA

MEMORIAL DESCRITIVO PROGRAMAÇÃO VISUAL EXTERNA MEMORIAL DESCRITIVO PROGRAMAÇÃO VISUAL EXTERNA 1. FINALIDADE O presente memorial tem por finalidade orientar a elaboração de orçamento bem como a execução dos elementos componentes da PROGRAMAÇÃO VISUAL

Leia mais