Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a construção sustentável

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a construção sustentável"

Transcrição

1 Seminário: Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a construção sustentável Hugo da Costa Rodrigues Filho Hugo da Costa Rodrigues Filho Associação Brasileira de Cimento Portland, ABCP

2 Tópicos Construção sustentável. Conceito e evolução Insumo, produto e sistema construtivo. Diferenciação e contribuição Características de sustentabilidade dos produtos e sistemas à base de cimento Construção sustentável e os sistemas à base de cimento Comunicação. Ferramenta de esclarecimento e posicionamento Reflexões

3 Construção sustentável. Conceito e evolução Definição Cuidar dos recursos de hoje para que as gerações futuras também m possam usufruir Desenvolvimento sustentável: desenvolvimento que atende às s necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atenderem suas próprias prias necessidade Comissão Mundial sobre Ambiente e Desenvolvimento (Comissão Brundtland) 1987

4 Construção sustentável. Conceito e evolução Definição Sustentabilidade É viver dentro da capacidade de suporte do planeta Desenvolvimento sustentável É aquele desenvolvimento que conduz a sustentabilidade Construção sustentável É a materialização de obras da engenharia alinhadas com o desenvolvimento sustentável

5 Construção sustentável. Conceito e evolução Cuidar dos recursos de hoje significa... Economia de energia (fontes não renováveis) veis) Preservação de jazidas (fontes de matérias primas) Combate / Controle das emissões (GEE) Redução de desperdícios (resíduos / entulhos) Conscientização da mão de obra (capacitação) Promoção da qualidade (produção e execução corretas) Prática do reaproveitamento (reciclagem e reuso) Importância da longevidade (durabilidade) Geração de mercado de trabalho ( emprego( verde )...

6 Construção sustentável. Conceito e evolução Os pés p s da sustentabilidade... SOCIAL Suportável Justo AMBIENTAL SUSTENTÁVEL Viável ECONÔMICO

7 Construção sustentável. Conceito e evolução Evolução 1992 Earth Summit / ECO 92 Rio de Janeiro Agenda U S Green Building Council (USGBC) 1999 LEED, Leadership in Energy and Environmental Design (USGBC) 2000 Brasil integra Green Building Challenge, GBC (Canadá,1998); Sustainable Buildings (SB) Conferences Implementação de avaliação de edifícios sob o enfoque da construção sustentável 2002 Universidades e empresas brasileiras tratam juntas o tema Empresa brasileira (MÉTODO ENGENHARIA) filia-se a USBCG Fonte: EPUSP; UNICAMP; ANTAC; IBRACON

8 Construção sustentável. Conceito e evolução Evolução 1992 Earth Summit / ECO 92 Rio de Janeiro Agenda U S Green Building Council (USGBC) 1999 LEED, Leadership in Energy and Environmental Design (USGBC) 2000 Brasil integra Green Building Challenge, GBC (Canadá,1998); Sustainable Buildings (SB) Conferences Implementação de avaliação de edifícios sob o enfoque da construção sustentável 2002 Universidades e empresas brasileiras tratam juntas o tema Empresa brasileira (MÉTODO ENGENHARIA) filia-se a USBCG 2007 CBCS, Conselho Brasileiro da Construção Sustentável Fonte: EPUSP; UNICAMP; ANTAC; IBRACON

9 Construção sustentável. Conceito e evolução

10 Construção sustentável. Conceito e evolução de agosto de de agosto de 2009 Recente..

11 Construção sustentável. Conceito e evolução Veja agora os itens de sustentabilidade exclusivos de seu edifício Ecolife Folheto de venda 2008

12 Construção sustentável. Conceito e evolução Selo Verde criado pela U S Green Building Council (USGBC) Certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) Desempenho em 6 grandes itens SUSTENTABILIDADE DO LOCAL EFICIÊNCIA NO CONSUMO DE ÁGUA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA MATERIAIS E FONTES Gerenciamento de resíduos Uso de materiais reciclados Origem local dos materiais QUALIDADE AMBIENTAL INTERNA PROJETO INOVADOR Focado em economia de energia e e (re)aproveitamento de água em edificações...por ões...porém m aumenta a atenção e foco nos materiais de construção...

13 Construção sustentável. Conceito e evolução Em que a construção civil mais agride o meio ambiente? Edifícios consomem muita energia e água Concepção voltada para o custo da construção e não da operação!!!! Edifícios empregam materiais com alto consumo de energia e alta emissão de CO 2 Desperdício durante a construção Geração de entulho em reformas e demolição Fonte: Luiz Henrique Ceotto Tishman Speyer Properties Palestra Evento PINI,

14 Construção sustentável. Conceito e evolução Edifício comercial em 50 anos (vida útil de projeto) Possibilidade de interferência no custo total 100% 80% 15% atuação da indústria junto aos especificadores, projetistas e construtores 5% % 50 anos Custo total 0,2% 0,8% 14% 5% Fonte: Luiz Henrique Ceotto Tishman Speyer Properties Palestra Evento PINI, Idealização Concepção e Projeto Construção 1 3 Uso e operação Adaptação Para reuso 50 anos

15 Construção sustentável. Conceito e evolução VENTILAÇÃO DE VERÃO COLETA DE ÁGUA DE CHUVA PARA DESCARGA DE VASO SANITÁRIO Fonte: Prof. Dr Miguel Aluysio Satler Casa mais sustentável Programa de Pós-Graduação UFRS 2003 / 2004 USO DE ENERGIA SOLAR

16 Insumo, produto e sistema construtivo In all markets the cement and concrete is under threat......sustainability Ian Cox The Concrete Center Inglaterra Palestra no Brasil em 2007

17 Insumo, produto e sistema construtivo Ian Cox The Concrete Center Inglaterra Palestra no Brasil em 2007

18 Consumo de energia dos materiais de construção MATERIAL DE CONSTRUÇÃO Alumínio Aço Vidro Cimento Concreto armado Madeira Cerâmica Concreto Agregados CONSUMO DE ENERGIA GJ/T , ,4 0,25 Fonte: PENTTALA,ACI Materials Journal, set-out 1997

19 Emissão dos materiais de construção MATERIAL DE CONSTRUÇÃO CO 2 kg/t CO kg/t SO 2 kg/t NO X kg/t CH kg/t Pó kg/t Madeira 124 1,2 0,1 0,5 Concreto 147 0,2 0,6 0,1 Vidro ,7 9,3 1,6 Plástico ,0 5,0 1,0 Metais ,0 5,0 0,5 Fonte: PENTTALA,ACI Materials Journal, set-out 1997

20 Insumo, produto e sistema construtivo Insumo Produto Sistema Mercado Cimento Bloco Alvenaria Residencial Produção + Aplicação e uso Ciclo de vida do material

21 Insumo, produto e sistema construtivo Análise do Ciclo de Vida (ACV) Desconstrução Extração Demolição Reciclabilidade Material tem política de gestão de resíduos Energia incorporada em cada etapa Utilização Energia incorporada na construção Toxicidade Vida útil Manutenção Fonte de insumos Avaliar fornecedor Distância Qualidade Disponibilidade de matéria prima Energia incorporada na extração Fabricação Processo Energia incorporada Gases liberados Estudos e comprovações seguem sendo desenvolvidos...

22 Características de sustentabilidade dos produtos e sistemas Insumos e produtos eco-eficientes eficientes Sistemas e produtos duráveis Sistemas e produtos reutilizáveis cimento CONCRETO em todas as suas formas e tecnologias Sistemas e produtos recicláveis

23 Construção sustentável e os sistemas à base de cimento Alvenarias de blocos de concreto Parede de concreto Pavimento de concreto Pisos intertravados Pré-fabricados de concreto Empregam insumo nacional que consome resíduos de outros setores Apresentam elevada durabilidade Apresentam baixa manutenção São recicláveis Minimizam a temperatura ambiente Economizam energia Minimizam a geração de resíduos Reduzem o impacto ambiental São recuperáveis Geram economia pela produtividade Apresentam alta resistência com dimensões reduzidas Podem ser drenantes Utilizam resíduos da construção São reutilizáveis

24 Construção sustentável e os sistemas à base de cimento 2007 SUSTENTABILIDADE DOS MATERIAIS Uso de materiais com conteúdo reciclado: blocos, britas, areia e piso intertravado Utilização de concreto e cimento CP III (de alto forno) que leva escória de altos fornos siderúrgicos rgicos

25 Construção sustentável e os sistemas à base de cimento Projetos das áreas de atua Autoconstrução Cidades Edificações Indústria da pré-fabricação Infraestrutura Institucional reas de atuação da ABCP Acelerar o desenvolvimento do mercado orientado para a melhora das condições das habitações das populações Além de reforçar de baixa renda os sistemas á Implantar e multiplicar modelos de programas base de acessibilidade de cimento com a como utilização de sistemas à base de cimento. sustentáveis, destaca-se o Melhoria de desempenho dos processos à DESENVOLVIMENTO SOCIAL base de cimento e implementação de novas tecnologias de grande produtividade um dos pés do tripé da Desenvolvimento Sustentabilidade de sistema de produção de artefatos à base de cimento em fábricas de cerâmica vermelha dos projetos na GERAÇÃO DE EMPREGO, CAPACITAÇÃO Consolidação do emprego de pavimentos PROFISSIONAL de concreto no País. E QUALIDADE DE VIDA. Apoio à cadeia e ao Governo na soluções de problemas nacionais (infraestrutura e habitação)

26 A Comunicação no esclarecimento e posicionamento Folheto Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a sustentabilidade da construção civil

27 A Comunicação no esclarecimento e posicionamento Sustentabilidade com tema de estande

28 A Comunicação no esclarecimento e posicionamento

29 A Comunicação no esclarecimento e posicionamento O objetivo da Plataforma Européia de Concreto é mostrar o concreto como material mais adequado para soluções construtivas sustentáveis

30 Reflexões Será possível uma sociedade sustentável sem uma construção sustentável? A indústria da construção destrói i montanhas, mas constrói i qualidade de vida. O concreto é um material essencial, com um consumo mundial estimado em 2006 entre 21 e 31 bilhões de toneladas, sendo o segundo material mais consumido na Terra, depois da água. Um mundo sem concreto é quase inconcebível! Sustainable Benefits of Concrete Structures

31 Reflexões Existem inúmeros exemplos de construção sustentável pelo mundo. Cada um é único, um produto do seu criador, da sua função, clima, orçamento, posição, materiais locais, cultura local e outros fatores. Embora as especificidades sejam diferentes, os princípios pios da construção sustentável se aplicam universalmente, apesar do clima, da cultura ou da situação econômica. A idéia ia é alcançar ar duradouros benefícios ambientais, sociais e econômicos por intermédio de bem projetados edifícios e cidades. Aplicada essa idéia ia pode-se fazer um marcante edifício ou construção. Aplicada mundialmente seria um imenso passo em direção a sustentabilidade global. Bruno Stagno,, Arquiteto Edifício sede da Holcim na Costa Rica

32 Seminário: Obrigado

33 Seminário:

34 Concreto de alto desempenho Dimensões reduzidas Economia em matéria prima Elevada durabilidade Baixa manutenção Emprega insumo nacional Reduz o impacto ambiental

35 Artefatos de concreto Elevada durabilidade Reciclável Reduz o impacto ambiental Minimiza a geração de resíduos Reutilizável

36 Alvenaria com blocos de concreto Reciclável Minimiza a geração de resíduos Reduz o impacto ambiental Elevada durabilidade Economia pela produtividade

37 Paredes de concreto Elevada durabilidade Economia pela produtividade Minimiza a geração de resíduos Reduz o impacto ambiental Alta resistência com dimensões reduzidas

38 Pavimento de concreto Emprega insumo nacional Elevada durabilidade Minimiza a temperatura ambiente Economiza energia Recuperável Reciclável Duplicação BR 101 / NE

39 Piso intertravado Reciclável Drenantes (depende projeto) Minimiza a temperatura ambiente Economiza energia Elevada durabilidade Emprega insumo nacional Reutilizável

40 Pré-fabricados de concreto Minimiza a geração de resíduos Economia de recursos naturais Reciclável Elevada durabilidade Baixa manutenção Reutilizável Reduz o impacto ambiental

Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a. sustentabilidade da construção civil

Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a. sustentabilidade da construção civil Sistemas construtivos à base de cimento. Uma contribuição efetiva para a sustentabilidade da construção civil A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL É TEMA DESTE SÉCULO, E PORQUE NÃO DIZER DESTE MILÊNIO REDUZA REUTILIZE

Leia mais

Construção Sustentável

Construção Sustentável Formação de recursos humanos: Desafio para Construção Sustentável Vanderley M. John Prof. Dr., Depto. Eng. Construção Civil Diretor do CBCS Conteúdo Implicações do desenvolvimento sustentável na engenharia

Leia mais

TECNOLOGIAS E PRODUTOS SUSTENTÁVEIS

TECNOLOGIAS E PRODUTOS SUSTENTÁVEIS TECNOLOGIAS E PRODUTOS SUSTENTÁVEIS ENGº. MARCOS CASADO Gerente Técnico LEED Tópicos a serem abordados: Objetivos Conceitos: ECOPRODUTOS - Produtos recomendados - Produtos corretos - Produtos aceitáveis

Leia mais

Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis

Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis Viabilidade, Projeto e Execução Análise de Investimento em Empreendimentos Imobiliários Sustentáveis São Paulo, 19 de agosto de 2008 Luiz Henrique Ceotto Tishman

Leia mais

Desafios de Seleção de Materiais e Fornecedores

Desafios de Seleção de Materiais e Fornecedores Desafios de Seleção de Materiais e Fornecedores VERA FERNANDES HACHICH Conselho Brasileiro da Construção Sustentável CBCS TESIS Tecnologia de Sistemas em Engenharia 5 de novembro 2009 Tópicos Palestra

Leia mais

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL CDES GT MATRIZ ENERGÉTICA PARA O DESENVOLVIMENTO COM EQUIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL COLÓQUIO EMPREGOS VERDES E CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS 20.08.2009

Leia mais

ARQUITETANDO O FUTURO

ARQUITETANDO O FUTURO ARQUITETANDO O FUTURO Arq. Emílio Ambasz T J D F T ASSESSORIA DA SECRETARIA GERAL DA PRESIDÊNCIA Objetivos do TJDFT Cumprir o mandamento constitucional de defesa e preservação do meio ambiente para as

Leia mais

Gestão Sustentável da Construção Civil

Gestão Sustentável da Construção Civil Gestão Sustentável da Construção Civil UMA VISÃO PRAGMÁTICA DO TEMA São Paulo, 28 de maio de 2008 Luiz Henrique Ceotto Tishman Speyer Properties Preço de venda Que preço interessante!!! CLIENTE Custo de

Leia mais

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL IMPLANTAÇÃO DA AGÊNCIA GRANJA VIANA

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL IMPLANTAÇÃO DA AGÊNCIA GRANJA VIANA IMPLANTAÇÃO DA AGÊNCIA GRANJA VIANA CONCEITO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CONSTRUÇÃO ECOLÓGICA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PROMOVE INTERVENÇÕES CONSCIENTES SOBRE O MEIO AMBIENTE, ADAPTANDO-O PARA AS NECESSIDADES

Leia mais

ALTERNATIVAS DE DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS. Apresentação: Ana Rosa Freneda Data: 17/10/2014

ALTERNATIVAS DE DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS. Apresentação: Ana Rosa Freneda Data: 17/10/2014 ALTERNATIVAS DE DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS Apresentação: Ana Rosa Freneda Data: 17/10/2014 3 Elos Soluções Ambientais Alternativa para otimizar a destinação de resíduos: Crescente necessidade das

Leia mais

Sustentabilidade em Edificações Públicas Entraves e Perspectivas

Sustentabilidade em Edificações Públicas Entraves e Perspectivas Câmara dos Deputados Grupo de Pesquisa e Extensão - Programa de Pós-Graduação - CEFOR Fabiano Sobreira SEAPS-NUARQ-CPROJ-DETEC Valéria Maia SEAPS-NUARQ-CPROJ-DETEC Elcio Gomes NUARQ-CPROJ-DETEC Jacimara

Leia mais

Projeto ACV Modular para Construção Brasileira

Projeto ACV Modular para Construção Brasileira MODULAR Projeto ACV Modular para Construção Brasileira Vanderley M. John (Poli USP) Flávio Pacca (EACH USP) Universidade de São Paulo A proposta a ser apresentada foi elaborada pelo Comitê de Materiais

Leia mais

Gestão Sustentável da Construção

Gestão Sustentável da Construção Gestão Sustentável da Construção Vanderley M. John Membro do Conselho Professor da Poli USP www.cbcs.org.br Conteúdo O que é a cadeia da construção Impacto ambiental da construção Impacto social da construção

Leia mais

Sustentabilidade em Edificações Resultados Práticos

Sustentabilidade em Edificações Resultados Práticos Sustentabilidade em Edificações Resultados Práticos Luiz Henrique Ceotto lhceotto@tishmanspeyer.com.br Nelson Faversani Junior nfaversa@tishmanspeyer.com.br O mundo em que vivemos Clima pode levar a guerras

Leia mais

Acordo de Cooperação Técnica entre o Brasil e a Alemanha GTZ

Acordo de Cooperação Técnica entre o Brasil e a Alemanha GTZ PROJETO COMPETIR Projeto COMPETIR Acordo de Cooperação Técnica entre o Brasil e a Alemanha SENAI GTZ SEBRAE OBJETIVO Ampliar a competitividade das empresas da cadeia produtiva da Construção Civil, visando:

Leia mais

PEC I - Primeiro Painel Temático de Pesquisa da Engenharia Civil da UNIJUÍ 14 de Outubro de 2014

PEC I - Primeiro Painel Temático de Pesquisa da Engenharia Civil da UNIJUÍ 14 de Outubro de 2014 PEC I - Primeiro Painel Temático de Pesquisa da Engenharia Civil da UNIJUÍ 14 de Outubro de 2014 NOME: AVALIAÇÃO DO USO DE AGREGADO MIÚDO OBTIDO ATRAVÉS DA RECICLAGEM DE ENTULHOS EM CONCRETO DE CIMENTO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jaboticabal

Prefeitura Municipal de Jaboticabal LEI Nº 4.715, DE 22 DE SETEMBRO DE 2015 Institui a Política Municipal de estímulo à produção e ao consumo sustentáveis. RAUL JOSÉ SILVA GIRIO, Prefeito Municipal de Jaboticabal, Estado de São Paulo, no

Leia mais

Soluções sustentáveis para a vida.

Soluções sustentáveis para a vida. Soluções sustentáveis para a vida. A Ecoservice Uma empresa brasileira que está constantemente em busca de recursos e tecnologias sustentáveis para oferecer aos seus clientes, pessoas que têm como conceito

Leia mais

Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq

Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO QUÍMICA PILARES FUTURO FUTURO DA DISTRIBUIÇÃO AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO

Leia mais

SUSTENTABILIDADE 2014

SUSTENTABILIDADE 2014 SUSTENTABILIDADE 2014 Rutivo de no CONSTRUIR, PLANTAR E TRANSFORMAR Nosso objetivo vai além de ser responsável pelo processo construtivo de nossas obras, procuramos estimular e disseminar o conceito de

Leia mais

INTEGRAÇÃO ENTRE OS SEGMENTOS DA CADEIA PRODUTIVA, DA PRODUÇÃO DO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO ATÉ O USUÁRIO FINAL

INTEGRAÇÃO ENTRE OS SEGMENTOS DA CADEIA PRODUTIVA, DA PRODUÇÃO DO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO ATÉ O USUÁRIO FINAL Cadeia Produtiva da Construção Civil - PlanHab INTEGRAÇÃO ENTRE OS SEGMENTOS DA CADEIA PRODUTIVA, DA DO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO ATÉ O USUÁRIO FINAL Prof. Alex Abiko Escola Politécnica USP 09 de Abril de

Leia mais

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL Building a Sustainable Future "Desenvolver a indústria da construção sustentável no país, utilizando as forças Visão de mercado do GBC para conduzir Brasil a adoção (Sonho

Leia mais

SELO CASA AZUL CAIXA Seminário Construções Sustentáveis

SELO CASA AZUL CAIXA Seminário Construções Sustentáveis SELO CASA AZUL CAIXA Seminário Construções Sustentáveis 19/OUT/2011 Mara Luísa Alvim Motta Gerência Nacional de Meio Ambiente CAIXA EVOLUÇÃO DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO 2003-2010 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

Leia mais

A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil.

A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. 1. Quem somos A StraubJunqueira tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. Nossa política é agir com ética, consciência, transparência,

Leia mais

Materiais de Construção. Prof. Aline Fernandes de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010

Materiais de Construção. Prof. Aline Fernandes de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010 Materiais de Construção de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010 APLICAÇÕES DOS MATERIAIS NA ARQUITETURA O ENVELOPE MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRAS MADEIRA E FIBRAS NATURAIS FIBRAS NATURAIS CONCRETO

Leia mais

Otimização do uso do solo

Otimização do uso do solo Otimização do uso do solo Criamos uma cidade compacta, adensada, próxima de meios de transporte de alta capacidade, paisagens e ecossistemas visualmente atraentes e que agregam valor à comunidade. Urbanização

Leia mais

ECOEFICIÊNCIA DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE CIMENTO: Gestão de carbono para a sustentabilidade. Yushiro Kihara Associação Brasileira de Cimento Portland

ECOEFICIÊNCIA DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE CIMENTO: Gestão de carbono para a sustentabilidade. Yushiro Kihara Associação Brasileira de Cimento Portland ECOEFICIÊNCIA DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE CIMENTO: Gestão de carbono para a sustentabilidade Yushiro Kihara Associação Brasileira de Cimento Portland Sumário Introdução Desafios da mitigação de Gases de

Leia mais

Introdução à Construção Sustentável

Introdução à Construção Sustentável Introdução à Construção Sustentável Origem do conceito Desenvolvimento Sustentável O conceito de Desenvolvimento Sustentável teve origem em 1987 pela Comissão Mundial sobre Ambiente e Desenvolvimento em

Leia mais

concreto É unir economia e sustentabilidade.

concreto É unir economia e sustentabilidade. concreto É unir economia e sustentabilidade. A INTERBLOCK Blocos e pisos de concreto: Garantia e confiabilidade na hora de construir. Indústria de artefatos de cimento, que já chega ao mercado trazendo

Leia mais

Qualidade e Sustentabilidade na Construção Civil

Qualidade e Sustentabilidade na Construção Civil Qualidade e Sustentabilidade na Construção Civil Série ISO 9000: Modelo de certificação de sistemas de gestão da qualidade mais difundido ao redor do mundo: Baseada na norma ISO 9000 No Brasil: a ABNT

Leia mais

Clean Working Clean Living. Green Paper. O que faz o mundo mudar não são pensamentos, idéias ou palavras... São atitudes! *

Clean Working Clean Living. Green Paper. O que faz o mundo mudar não são pensamentos, idéias ou palavras... São atitudes! * Green Paper O que faz o mundo mudar não são pensamentos, idéias ou palavras... São atitudes! * * Albert Einstein millicare: um parceiro em manutenção para construções já existentes. Operação e Manutenção

Leia mais

Gestão de Resíduos nos Canteiros: Resultados e Continuidade. Engª Tatiana G. de Almeida Ferraz, MSc. SENAI - BA

Gestão de Resíduos nos Canteiros: Resultados e Continuidade. Engª Tatiana G. de Almeida Ferraz, MSc. SENAI - BA Gestão de Resíduos nos Canteiros: Resultados e Continuidade Engª Tatiana G. de Almeida Ferraz, MSc. SENAI - BA Impacto dos Resíduos de Construção Resíduos nas obras Impacto dos Resíduos de Construção Resíduos

Leia mais

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática A Abiquim e suas ações de mitigação das mudanças climáticas As empresas químicas associadas à Abiquim, que representam cerca

Leia mais

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental

Eco Houses / Casas ecológicas. Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental Eco Houses / Casas ecológicas Juliana Santos Rafaela Castilho Sandra Aparecida Reis Sislene Simões Curso:Tecnologia em Gestão Ambiental IDHEA - INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA HABITAÇÃO ECOLÓGICA Conceito:

Leia mais

A Construção Sustentável e o Futuro

A Construção Sustentável e o Futuro A Construção Sustentável e o Futuro Victor Ferreira ENERGIA 2020, Lisboa 08/02/2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção Equipamentos Outros fornecedores

Leia mais

Resíduos de Construção e. Vanderley M. John Dr.Eng., Prof. Associado Depto. Eng. Construção Civil Escola Politécnica da USP

Resíduos de Construção e. Vanderley M. John Dr.Eng., Prof. Associado Depto. Eng. Construção Civil Escola Politécnica da USP Resíduos de Construção e Demolição Vanderley M. John Dr.Eng., Prof. Associado Depto. Eng. Construção Civil Escola Politécnica da USP Roteiro Desenvolvimento sustentável Resíduos e desenvolvimento sustentável

Leia mais

ENTECA 2003 IV ENCONTRO TECNOLÓGICO DA ENGENHARIA CIVIL E ARQUITETURA

ENTECA 2003 IV ENCONTRO TECNOLÓGICO DA ENGENHARIA CIVIL E ARQUITETURA 614 LEVANTAMENTO E ANÁLISE COMPARATIVA DA CONSTITUIÇÃO DO RCD DE OBRAS DE REFORMA E DEMOLIÇÃO NA CIDADE DE LONDRINA-PR MENDES, Thiago Melanda 1 & MORALES, Gilson 2 1.Aluno de Iniciação Científica e bolsista

Leia mais

21/03/2012. Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental

21/03/2012. Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental Arquitetura e Urbanismo Tópicos Especiais em Preservação Ambiental Prof. João Paulo O LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é um sistema de certificação e orientação ambiental de edificações.

Leia mais

Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa. Prof. Dr. Douglas Wittmann. São Paulo - 2015

Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa. Prof. Dr. Douglas Wittmann. São Paulo - 2015 Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa Prof. Dr. Douglas Wittmann São Paulo - 2015 Prof. Dr. Douglas Wittmann Doutor em Ciências (USP). Mestre em Engenharia de Produção (UNIP). Pós-graduado em

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS ESTRUTURAIS PARA EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS

A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS ESTRUTURAIS PARA EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS A CONTRIBUIÇÃO DOS SISTEMAS ESTRUTURAIS PARA EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS NOSSOS SERVIÇOS: Serviços de consultoria para Certificação LEED ; Projetos técnicos de sistemas integrados; Produtos e soluções tecnológicas

Leia mais

Valéria D ria D Amico. Amico Casa Civil Governo do Estado de São Paulo. March, 2005 1

Valéria D ria D Amico. Amico Casa Civil Governo do Estado de São Paulo. March, 2005 1 Valéria D ria D Amico Amico Casa Civil Governo do Estado de São Paulo March, 2005 1 COMITÊ DE QUALIDADE DA GESTÃO PÚBLICAP CASA CIVIL - FAZENDA - PLANEJAMENTO - PGE March, 2005 2 OBJETIVO introduzir critérios

Leia mais

Implantação de modelo sustentável para centrais dosadoras de concreto

Implantação de modelo sustentável para centrais dosadoras de concreto Implantação de modelo sustentável para centrais dosadoras de concreto Redução do volume de resíduos com o uso de estabilizador de pega em centrais dosadoras de concreto Luiz de Brito Prado Vieira Outubro/2010

Leia mais

O que é Arquitetura sustentável?

O que é Arquitetura sustentável? Área Arquitetura sustentável, reciclagem e ecologia Por decisão da diretoria do IBDA - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Arquitetura, definiu-se que SUSTENTABILIDADE e ACESSIBILIDADE serão os

Leia mais

O Desafio da Sustentabilidade no Setor Petroquímico

O Desafio da Sustentabilidade no Setor Petroquímico Seminário Nacional de Gestão Sustentável nos Municípios Relato de Experiências O Desafio da Sustentabilidade no Setor Petroquímico Porto Alegre, 28 de Março de 2008 Roteiro Empresa Cenários Conceitos Dimensão

Leia mais

Otimização do uso do solo

Otimização do uso do solo Otimização do uso do solo Criamos uma cidade compacta, adensada, próxima de meios de transporte de alta capacidade e de paisagens e ecossistemas visualmente atraentes que agregam valor à comunidade. Urbanização

Leia mais

NORMAS DE DESEMPENHO: Alinhamento da Arquitetura Brasileira aos Padrões Mundiais de Projeto

NORMAS DE DESEMPENHO: Alinhamento da Arquitetura Brasileira aos Padrões Mundiais de Projeto 38 a. ASSEMBLEIA & 1º FORUM ANUAL 21 de Maio de 2010 NORMAS DE DESEMPENHO: Alinhamento da Arquitetura Brasileira aos Padrões Mundiais de Projeto Arquiteta Ana Maria de Biazzi Dias de Oliveira anabiazzi@uol.com.br

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

A Straub Sustentabilidade tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil.

A Straub Sustentabilidade tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. 1. Quem somos A Straub Sustentabilidade tem como missão prestar consultoria em sustentabilidade para Greenbuildings e toda a cadeia da construção civil. Nossa política é agir com ética, consciência, transparência,

Leia mais

Eficiência Energética x Certificações Ambientais: Uma abordagem prática. Lenita Pimentel Rafael M. Laurindo

Eficiência Energética x Certificações Ambientais: Uma abordagem prática. Lenita Pimentel Rafael M. Laurindo Eficiência Energética x Certificações Ambientais: Uma abordagem prática Apresentação A Método Estrutura Organizacional Certificações Ambientais LEED HQE Exemplos Práticos Cenário Contexto de atuação Cadeia

Leia mais

Construção Civil e Sustentabilidade

Construção Civil e Sustentabilidade CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 07 maio de 2014 Organização:

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM CONDOMINIOS

SUSTENTABILIDADE EM CONDOMINIOS EM CONDOMINIOS Miguel Tadeu Campos Morata Engenheiro Químico Pós Graduado em Gestão Ambiental Considerações Iniciais Meta - A sobrevivência e perpetuação do seres humanos no Planeta. Para garantir a sobrevivência

Leia mais

10 anos de atuação para oferecer blocos de concreto de qualidade ao mercado.

10 anos de atuação para oferecer blocos de concreto de qualidade ao mercado. : 10 anos de atuação para oferecer blocos de concreto de qualidade ao mercado. 1 , a associação a serviço da qualidade da construção 2 A Associação Brasileira da Indústria de Blocos de Concreto- foi fundada

Leia mais

A Produção de Empreendimentos Sustentáveis

A Produção de Empreendimentos Sustentáveis A Produção de Empreendimentos Sustentáveis Arq. Daniela Corcuera arq@casaconsciente.com.br www.casaconsciente.com.br A construção sustentável começa a ser praticada no Brasil, ainda com alguns experimentos

Leia mais

O ECODESIGN e o Desenvolvimento Sustentável

O ECODESIGN e o Desenvolvimento Sustentável O ECODESIGN e o Desenvolvimento Sustentável Haroldo Mattos de Lemos Presidente, Instituto Brasil PNUMA Vice Presidente, Comitê Técnico 207 da ISO (ISO 14000) Presidente, Conselho Técnico da ABNT Presidente,

Leia mais

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 Critérios Descrições Pesos 1. Perfil da Organização Breve apresentação da empresa, seus principais produtos e atividades, sua estrutura operacional

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2010 22 a 26 de novembro. São Paulo - SP - Brasil

XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica. SENDI 2010 22 a 26 de novembro. São Paulo - SP - Brasil XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2010 22 a 26 de novembro São Paulo - SP - Brasil Título do Trabalho: Reciclagem de Porcelanas danificadas para confecção de placas de concreto

Leia mais

SBCS 08 I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável O PROFISSIONAL DE FACILITIES E A GESTÃO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS EM USO.

SBCS 08 I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável O PROFISSIONAL DE FACILITIES E A GESTÃO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS EM USO. SBCS 08 I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável O PROFISSIONAL DE FACILITIES E A GESTÃO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS EM USO Amilcar João Gay Filho Associação Brasileira de Facilities Fórum de Conhecimento

Leia mais

Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos. domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos.

Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos. domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos. Materiais consumidos e resíduos gerados pelos novos domicílios construídos no Brasil nos últimos 12 anos. Em 2010, existiam 57,3 milhões de domicílios permanentes no Brasil. Desse total, 12,5 milhões são

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental. Seis Sigma. Eco Six Sigma

Sistema de Gestão Ambiental. Seis Sigma. Eco Six Sigma Eco Six Sigma Nos dias de hoje, em que os requisitos de compra dos consumidores vão além do preço do produto, conquistar os consumidores torna-se um grande desafio. Características como a qualidade da

Leia mais

I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável

I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável I Simpósio Brasileiro de Construção Sustentável Balanço e perspectivas no Brasil Beneficios para as construtoras e consumidores finais São Paulo, 19 de agosto de 2008 Luiz Henrique Ceotto Tishman Speyer

Leia mais

ROBERTO DE SOUZA. Sustentabilidade Conceitos gerais e a realidade no mercado brasileiro da construção

ROBERTO DE SOUZA. Sustentabilidade Conceitos gerais e a realidade no mercado brasileiro da construção ROBERTO DE SOUZA Sustentabilidade Conceitos gerais e a realidade no mercado brasileiro da construção SUSTENABILIDADE www.cte.com.br Roberto de Souza roberto@cte.com.br Empresa atuando há 19 anos na cadeia

Leia mais

SELO CASA AZUL. Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva Meio Ambiente

SELO CASA AZUL. Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva Meio Ambiente SELO CASA AZUL Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva Meio Ambiente SELO CASA AZUL CAIXA CATEGORIAS E CRITÉRIOS CATEGORIA CONSERVAÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS Avalia o uso racional de materiais de construção

Leia mais

Critérios de Sustentabilidade Ambiental de Produtos. Luciana Betiol FGVCes Centro de Estudos em Sustentabilidade Outubro/2007

Critérios de Sustentabilidade Ambiental de Produtos. Luciana Betiol FGVCes Centro de Estudos em Sustentabilidade Outubro/2007 Critérios de Sustentabilidade Ambiental de Produtos Luciana Betiol FGVCes Centro de Estudos em Sustentabilidade Outubro/2007 Agenda Origem do estudo de Critérios de Sustentabilidade Ambiental de Produtos

Leia mais

RELAÇÃO DE TRABALHOS - MOSTRA TÉCNIO-CIENTÍFICA

RELAÇÃO DE TRABALHOS - MOSTRA TÉCNIO-CIENTÍFICA Nº MODALIDADE ÁREA TÍTULO RESULTADO 001 Oral Engenharia Sistema de Esgotamento Sanitário- Uma Revisão de Literatura REPROVADO 002 Pôster Engenharia Utilização De Madeira Plástica Como APROVADO Alternativa

Leia mais

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil

Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Conjunto de indicadores de sustentabilidade de empreendimentos - uma proposta para o Brasil Texto Preliminar Completo - Agosto 2011 INTRODUÇÃO Começam a existir no Brasil um bom número de edifícios com

Leia mais

Gerenciamento dos Resíduos da Construção

Gerenciamento dos Resíduos da Construção Gerenciamento dos Resíduos da Construção Resíduos da Construção e Demolição Engenheiro Civil e Doutor em Engenharia Ambiental Joácio Morais Júnior João Pessoa - 2013 Problemática 2 ANÁLISE DO CICLO DE

Leia mais

Eficiência energética de edificações e sua contribuição para a redução dos gases de efeito estufa

Eficiência energética de edificações e sua contribuição para a redução dos gases de efeito estufa Eficiência energética de edificações e sua contribuição para a redução dos gases de efeito estufa Contexto Perfil de emissões MCTI Ministério do Meio Ambiente Objetivos Ampliar e aprimorar a participação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC)

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) 1 JUSTIFICATIVA Este Termo de Referência tem como finalidade orientar os grandes e pequenos geradores

Leia mais

GESTÃO INTELIGENTE DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO

GESTÃO INTELIGENTE DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO GESTÃO INTELIGENTE DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO Problema transformado em oportunidade Hewerton Bartoli Presidente hewerton@abrecon.org.br Panorama da apresentação O que é RCC Legislação

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas

INCA. coleta seletiva de lixo e gestão de resíduos, coletor solar para pré-aquecimento da água, células fotovoltaicas Durante a execução dos projetos de hospitais como Sírio-Libanês, Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Santa Catarina, a MHA instituiu a sua área de Gerenciamento de Obras, até hoje um importante serviço oferecido

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL E AS NOVAS DEMANDAS DE CONSUMO. Belém/ Pará Outubro/ 2010 Luzia Aquime

DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL E AS NOVAS DEMANDAS DE CONSUMO. Belém/ Pará Outubro/ 2010 Luzia Aquime 1 DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL E AS NOVAS DEMANDAS DE CONSUMO Belém/ Pará Outubro/ 2010 Luzia Aquime Desafios que o mundo enfrenta hoje CRESCIMENTO POPULACIONAL 6 10 11 INsustentabilidade Como responde

Leia mais

superações o espetáculo das bate-papo Marco Lentini, presidente do FSC O esporte como protagonista da sustentabilidade

superações o espetáculo das bate-papo Marco Lentini, presidente do FSC O esporte como protagonista da sustentabilidade SET/OUT 2013 ANO II Nº 07 R E V I S TA A REVISTA DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL o espetáculo das O esporte como protagonista superações da sustentabilidade bate-papo Marco Lentini, presidente do FSC Retrofit

Leia mais

Infinity Tower características de projeto e tecnologia de sistemas prediais para a sustentabilidade.

Infinity Tower características de projeto e tecnologia de sistemas prediais para a sustentabilidade. Realização: Parceiro: Infinity Tower características de projeto e tecnologia de sistemas prediais para a sustentabilidade. Cesar Ramos - Gerente de projetos da Yuny Incorporadora Daniel Gallo - Gerente

Leia mais

construímos a inovação POR

construímos a inovação POR construímos a inovação POR construímos a inovação 2 3 Compact Habit, uma iniciativa da empresa de Manresa, Constructora d Aro S.A., foi criada em 2004 para atender à necessidade de inovação na construção.

Leia mais

Processo de seleção de materiais em uma construção sustentável em estrutura metálica - estudo de caso: a ampliação do Cenpes

Processo de seleção de materiais em uma construção sustentável em estrutura metálica - estudo de caso: a ampliação do Cenpes UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - PROPEC Processo de seleção de materiais em uma construção sustentável em estrutura metálica

Leia mais

PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE NAS UNIDADES DE SAÚDE

PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE NAS UNIDADES DE SAÚDE PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE NAS UNIDADES DE SAÚDE 118 IABAS Relatório de Gestão Rio de Janeiro 2010/2011/2012 Programa de Sustentabilidade nas Unidades de Saúde O Programa de Sustentabilidade promove

Leia mais

PRECON, A MARCA DA CONSTRUÇÃO

PRECON, A MARCA DA CONSTRUÇÃO PRECON, A MARCA DA CONSTRUÇÃO Em 1963, foi fundada a Precon, uma pequena fábrica que após quase 50 anos de atuação tornou-se um grupo, que tem uma história de empreendedorismo, inovação, compromisso com

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 307, DE 5 DE JULHO DE 2002 Publicada no DOU nº 136, de 17/07/2002, págs. 95-96

RESOLUÇÃO N o 307, DE 5 DE JULHO DE 2002 Publicada no DOU nº 136, de 17/07/2002, págs. 95-96 RESOLUÇÃO N o 307, DE 5 DE JULHO DE 2002 Publicada no DOU nº 136, de 17/07/2002, págs. 95-96 Correlações: Alterada pela Resolução nº 448/12 (altera os artigos 2º, 4º, 5º, 6º, 8º, 9º, 10 e 11 e revoga os

Leia mais

Seminário FIESP. Política Estadual de Mudanças Climáticas

Seminário FIESP. Política Estadual de Mudanças Climáticas Seminário FIESP Política Estadual de Mudanças Climáticas Coordenadoria de Planejamento Ambiental SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Casemiro Tércio Carvalho São Paulo, 4 de maio de 2010 Novo Paradigma Princípios,

Leia mais

Automação para desempenho ambiental e desenho universal

Automação para desempenho ambiental e desenho universal Automação para desempenho ambiental e desenho universal 58 pontos providos por sistemas de e equipamentos periféricos Eng. Gabriel Peixoto G. U. e Silva Selos verdes AQUA (selo francês HQE) Alta Qualidade

Leia mais

Em 20 anos, Brasil poderá gerar 280 MW de energia do lixo

Em 20 anos, Brasil poderá gerar 280 MW de energia do lixo Em 20 anos, Brasil poderá gerar 280 MW de energia do lixo Fabíola Ortiz - 28/02/13 Potencial de produção de energia vinda dos aterros pode dobrar em 20 anos, se a lei de resíduos sólidos for cumprida.

Leia mais

Responsabilidade Socioambiental e Sustentabilidade

Responsabilidade Socioambiental e Sustentabilidade Responsabilidade Socioambiental e Sustentabilidade - Uma Estratégia Empreendedora - Roberta Cardoso Abril/2008 Por que o mundo inteiro fala em Sustentabilidade? AQUECIMENTO GLOBAL Evidências: Aumento

Leia mais

ASBEA GRUPO DE TRABALHO DE SUSTENTABILIDADE. RECOMENDAÇÕES BÁSICAS PARA PROJETOS DE ARQUITETURA. INTRODUÇÃO

ASBEA GRUPO DE TRABALHO DE SUSTENTABILIDADE. RECOMENDAÇÕES BÁSICAS PARA PROJETOS DE ARQUITETURA. INTRODUÇÃO ASBEA GRUPO DE TRABALHO DE SUSTENTABILIDADE. RECOMENDAÇÕES BÁSICAS PARA PROJETOS DE ARQUITETURA. INTRODUÇÃO O Grupo de Trabalho de Sustentabilidade da AsBEA, às vésperas de completar seu primeiro ano de

Leia mais

GREENBUILDING BRASIL 2014:

GREENBUILDING BRASIL 2014: REVISTA ANO1 / Nº2 / 2014 GBCBRASIL CONSTRUINDO UM FUTURO SUSTENTÁVEL GREENBUILDING BRASIL 2014: POSIÇÃO DO BRASIL CONSOLIDA-SE NO CENÁRIO MUNDIAL Centro Empresarial Senado: arquitetura que revitaliza

Leia mais

Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável de. fomentar o empreendedorismo no Estado do Espírito Santo.

Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável de. fomentar o empreendedorismo no Estado do Espírito Santo. MISSÃO SEBRAE/ES Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável de micro e pequenas empresas e fomentar o empreendedorismo no Estado do Espírito Santo. UNIDADE DE PROJETOS INDUSTRIAIS Promover

Leia mais

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar Gizelma de A. Simões Rodrigues SBS Hospital Sírio Libanês Instituição Filantrópica de saúde, ensino e pesquisa. Hospital de alta complexidade Matriz 172.000 m² 5.900

Leia mais

Coberturas duráveis, com galvanização

Coberturas duráveis, com galvanização Coberturas duráveis, com galvanização A Fifa definiu que a Copa do Mundo de Futebol no Brasil, em 2014, deverá perseguir o que chamou de Green goals, ou seja, metas verdes, numa alusão à desejada sustentabilidade

Leia mais

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL

CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL SOLUÇÕES EFICIENTES HOJE, A NOSSA RIQUEZA DE AMANHÃ www.construcaosustentavel.pt ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Apoio: AS CIDADES SÃO O NOSSO DESAFIO 50% da população

Leia mais

Seminário Ambientronic

Seminário Ambientronic Seminário Ambientronic 27/04/2011 11.06.2010 Perfil da Empresa PERFIL Empresa de Tecnologia 100% nacional, controlada pelo Grupo Itaúsa Mais de 30 anos de presença no mercado brasileiro Possui 5.891 funcionários

Leia mais

A Importância da reciclagem

A Importância da reciclagem Texto 1 A Importância da reciclagem Vanessa Minuzzi Bidinoto Reciclar é economizar energia, poupar recursos naturais e trazer de volta ao ciclo produtivo o que jogamos fora. Para compreendermos a reciclagem

Leia mais

ZANETTINI ARQUITETURA

ZANETTINI ARQUITETURA Reconhecido como um dos principais escritórios do segmento no Brasil, com mais de 50 anos de história, a Zanettini Arquitetura é uma empresa de excelência em design arquitetônico contemporâneo, planejamento

Leia mais

Estado da Técnica Gravação binaural dos eventos;

Estado da Técnica Gravação binaural dos eventos; Nosso Olhar sem Fronteiras, com Sustentabilidade e Inovação V+2RS (Verde, Reconhecido e com Responsabilidade Social) Estado da Técnica Gravação binaural dos eventos; Radio com inserções do som 3D com VJ

Leia mais

Secretaria Municipal de meio Ambiente

Secretaria Municipal de meio Ambiente PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL O presente Programa é um instrumento que visa à minimização de resíduos sólidos, tendo como escopo para tanto a educação ambiental voltada

Leia mais

II Jornadas do Curso do de Engenharia do Ambiente e Biológica Sustentabilidade, Recursos e Resíduos

II Jornadas do Curso do de Engenharia do Ambiente e Biológica Sustentabilidade, Recursos e Resíduos II Jornadas do Curso do de Engenharia do Ambiente e Biológica Sustentabilidade, Recursos e Resíduos Humberto Marques e Humberto Gonçalves Tomar, 3 de Março 2012 INDUSTRIA DA CONSTRUÇÃO A indústria da construção

Leia mais

Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS

Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS 4 2º INVENTÁRIO BRASILEIRO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA 5 PERSPECTIVAS E DESAFIOS 6

Leia mais

Curso - Materiais ecológicos e tecnologias sustentáveis para arquitetura e construção civil

Curso - Materiais ecológicos e tecnologias sustentáveis para arquitetura e construção civil Curso - Materiais ecológicos e tecnologias sustentáveis para arquitetura e construção civil Materiais Ecológicos e Tecnologias Sustentáveis para Arquitetura e Construção Civil é o primeiro curso no Brasil

Leia mais

Ações de Ecoeficiência na Caixa

Ações de Ecoeficiência na Caixa Ações de Ecoeficiência na Caixa Marcos Históricos 2003 Adesão ao Pacto Global 2004 Aprovada Política Ambiental CAIXA 2005: Instalação do Comitê de Política Ambiental; 2007 Criação das GN Meio Ambiente

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL Reciclagem e Valorizaçã ção o de Resíduos Sólidos S - Meio Ambiente UNIVERSIDADE DE SÃO S O PAULO "PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL" Associação sem fins lucrativos, o CEMPRE se dedica à promoção

Leia mais