CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MATO GROSSO CRCMT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MATO GROSSO CRCMT"

Transcrição

1 CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MATO GROSSO PRÊMIO CONTADOR AECIM TOCANTINS REGULAMENTO GERAL CUIABÁ MT, MAIO / 2013

2 PRÊMIO CONTADOR AECIM TOCANTINS REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO CAPÍTULO I DO PRÊMIO... 3 CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS... 4 CAPÍTULO III DOS PARTICIPANTES... 4 CAPÍTULO IV DA COMISSÃO DE PROMOÇÃO E JULGAMENTO... 5 SEÇÃO I DA COMPOSIÇÃO E ATRIBUIÇÕES... 5 SEÇÃO II DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E JULGAMENTO DOS ARTIGOS... 5 CAPÍTULO V DAS NORMAS GERAIS... 6 SEÇÃO I DA INSCRIÇÃO... 6 SEÇÃO II DA APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS... 7 CAPÍTULO VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

3 CAPÍTULO I DO PRÊMIO Art. 1º - O prêmio, instituído pelo CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO (CRCMT) pela Resolução nº 177/92 de 22 de abril de 1992, na gestão da Presidente e Contadora Acy Castrillon Ferreira, passa a ser denominado PRÊMIO CONTADOR AECIM TOCANTINS, em homenagem aos serviços prestados com dedicação à Classe Contábil Matogrossense pelo primeiro Presidente do CRCMT, Contador e Professor AECIM TOCANTINS. Art. 2º - No Ano da Contabilidade no Brasil, o CRCMT lança o Prêmio CONTADOR AECIM TOCANTINS mediante a Certificação de Artigos Científicos, selecionados sobre o estudo e o desenvolvimento da CONTABILIDADE, especialmente, no estado de Mato Grosso, julgado e classificado por Comissão constituída segundo critérios definidos neste Regulamento: I - os artigos deverão versar sobre temas que contribuam para o estudo e o desenvolvimento da Contabilidade no estado de Mato Grosso; II - os artigos deverão ser originais e inéditos, assim entendidos aqueles que não constituírem traduções, adaptações ou resumos de artigos nacionais, estrangeiros, bem como, artigos não publicados, nem submetidos a concursos, tampouco apresentados em congressos ou outros eventos; III - os artigos devem ser elaborados individualmente ou em conjunto por no máximo 4 (quatro) pessoas, sendo vedado, todavia, ao autor ou coautores apresentarem mais de um artigo por edição do prêmio; IV - os artigos, nos quais haja mais de um autor, serão considerados com de autoria do primeiro nome indicado, para fins de premiação; V - os artigos deverão ser elaborados dentro das especificações técnicas, divulgadas neste Regulamento. Art. 3º - Os certificados da premiação serão concedidos em (2) duas categorias PROFISSIONAIS e ESTUDANTES, com a classificação dos 3 (três) primeiros lugares na ÁREA PRIVADA e na ÁREA PÚBLICA, os quais serão entregues em Sessão Pública e Solene na 9ª CONVENÇÃO MATO-GROSSENSE DE CONTABILIDADE, em 04 de outubro de 2013: I a certificação dos primeiros lugares será definida pela Comissão de Promoção e Julgamento, em conjunto com a Presidência do CRCMT; II os artigos científicos classificados a partir do 3º lugar, tanto na área privada, quanto na área pública receberão certificado de Menção Honrosa. 3

4 CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS Art. 4º - Constituem objetivos do prêmio CONTADOR AECIM TOCANTINS : I) divulgar o 2013 Ano da Contabilidade no Brasil ; II) incentivar estudos e pesquisas da Ciência Contábil; II) incentivar estudos e pesquisas sobre o desenvolvimento do campo de atuação dos profissionais de Contabilidade; III) estimular a ampliação dos conhecimentos científicos e técnicos dos Profissionais da Contabilidade do estado de Mato Grosso; IV) promover a divulgação dos posicionamentos e responsabilidades sociais dos Estudantes e Profissionais de contabilidade no estado de Mato Grosso; V) reconhecer e prestigiar o esforço, a competência e a dedicação de quem busca valorizar a profissão e difundir a Contabilidade; VI) propiciar a Educação Continuada. CAPÍTULO III DOS PARTICIPANTES Art. 5º - Poderão participar do PRÊMIO CONTADOR AECIM TOCANTINS : I Profissionais da Contabilidade, com registro ativo em Conselho Regional de Contabilidade; II Bacharéis em Ciências Contábeis formados há menos de 2 (dois) anos da data deste regulamento, mediante comprovação; III Estudantes do curso superior em Ciências Contábeis, devidamente matriculados em Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo MEC, mediante comprovação. Art. 6º - Os participantes serão inscritos mediante a remessa do Artigo Científico para o endereço eletrônico: até às 18h00 do dia 09 de Setembro de 2013, nos termos do Artigo 18º deste Regulamento. Art. 7º - A inscrição importará, por parte do candidato, na aceitação plena de todas as condições e exigências contidas neste Regimento Geral e, o não cumprimento de quaisquer das suas disposições poderá, a critério da Comissão de Promoção e Julgamento, implicar na sua desclassificação. Art. 8º - É permitida a participação de Conselheiros Efetivos ou Suplentes e Funcionários do CRCMT, assim como Membros da Comissão de Promoção e Julgamento, observado o Art. 5º. 4

5 CAPÍTULO IV DA COMISSÃO DE PROMOÇÃO E JULGAMENTO SEÇÃO I DA COMPOSIÇÃO E ATRIBUIÇÕES Art. 9º - O Plenário do CRCMT homologará a constituição da Comissão de Promoção e Julgamento, que será composta no mínimo por 7 (sete) membros, sempre em número ímpar na sua totalidade, nomeados por ato da Presidência. I - Na escolha dos membros da Comissão, a Presidência do CRCMT fará a indicação de nomes para membros de Contadores, detentores de títulos de Doutores, Mestres ou Mestrandos, das seguintes Entidades: a) Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso; b) Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso; Art A Comissão de Promoção e Julgamento escolherá entre os seus membros, na reunião de sua instalação, o Presidente e o Secretário. Art Constituem atribuições da Comissão: I - tomar conhecimento deste Regulamento; II - escolher e propor substituição, dos seus membros; III - desenvolver suas atividades em consonância com este Regulamento; IV - programar seus artigos de promoção e divulgação do Concurso; V - organizar seus artigos em relação aos critérios de julgamento dos concorrentes, priorizando o exame crítico dos artigos apresentados pelos concorrentes ao prêmio: VI - propor ao CRCMT, alterações neste Regulamento que visem sua atualização e melhoria; VII - Apresentar relatório conclusivo das atividades desenvolvidas. SEÇÃO II DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E JULGAMENTO DOS ARTIGOS Art Os Membros da Comissão deverão examinar os artigos inscritos, remetidos pela Assessoria do CRCMT, aos quais conferirão pontos de grau 0 (zero) a 10 (dez), conforme os critérios de avaliação, julgamento e normas fixadas pela Comissão: I os artigos científicos encaminhados na forma deste artigo serão distribuídos a membros da banca examinadora para análise e conferência, confidencialmente e individualizados, com vistas a manter o sigilo da autoria, os quais serão pontuados por no mínimo 3 (três) membros; 5

6 II havendo divergências sobre a análise do artigo haverá o encaminhamento para outros membros; III - os membros da banca examinadora não tomarão conhecimento dos outros componentes a receberem o artigo científico para análise e conferência dos artigos. Art A Comissão deverá cumprir os prazos previstos por ocasião de sua composição, quanto ao exame e apresentação de Relatório. Art Não caberá recurso contra decisão da Comissão de Promoção e Julgamento. Art O resultado do concurso será comunicado oficialmente aos vencedores e divulgados em evento programado pelo CRCMT. Art É permitida a divulgação dos artigos premiados ou dos classificados com Menção Honrosa, desde que seja mencionado: Obra vencedora do concurso PRÊMIO CONTADOR AECIM TOCANTINS, realizado pelo CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MATO GROSSO. Parágrafo Único Ocorrendo renúncia do recebimento da premiação por qualquer dos concorrentes, o seu destino será definido pelo CRCMT, vedado ao renunciante qualquer reivindicação a respeito. Art Os artigos classificados poderão ser objeto de publicação pelo CRCMT ou por Instituição de Ensino Superior pelo CRCMT designada, a fim de divulgá-los e promover a capacitação, educação e valorização da Classe Contábil. Parágrafo Único Da publicação não caberá ao premiado reivindicar direito de autoria. CAPÍTULO V DAS NORMAS GERAIS SEÇÃO I DA INSCRIÇÃO Art. 18 Poderão inscrever-se ao Prêmio Contador Aecim Tocantins os participantes de que trata o Artigo 5º, depois de efetivada sua inscrição na 9ª Convenção Mato-grossense de Contabilidade mediante a remessa do Artigo Científico por , para o CRCMT, no endereço eletrônico: observado o seguinte: I) no da remessa deve ser indicado no ASSUNTO: a) PRÊMIO CONTADOR AECIM TOCANTINS CRCMT - EDIÇÃO: 2013 Ano da Contabilidade II) no texto do deve ser informado: a) Nome completo do Autor: b) Nome completo do(s) Coautor(es): c) PSEUDÔNIMO: 6

7 d) Modalidade: PROFISSIONAL ou ESTUDANTE e) Área: PRIVADA ou PÚBLICA f) Nº de registro no CRC ou Instituição de Ensino Superior (IES), se graduado há menos de 2 (dois) anos (com documentação comprobatória) ou ESTUDANTE (encaminhando, anexo, cópia de documentação comprobatória): g) endereço postal (Rua, nº, Bairro, Cidade e telefones) e endereço eletrônico ( ); h) sob a forma de anexo, encaminhar breve currículo, com no máximo 20 linhas, que qualifique o(s)/a(s) autor(es)/a(as) na área de conhecimento do artigo; i) encaminhar, anexo, fotografia digitalizada do(s) autor(es) tamanho 3x4 cm ou 6x9 cm; III) o Artigo Científico deve ser encaminhado exclusivamente em arquivo pdf, sob a forma de anexo ao , presentes as seguintes informações: a) o autor deve ser identificado tão somente por seu pseudônimo, sendo proibida qualquer divulgação a identificar a autoria no Artigo Científico, aspecto a desclassificar o concorrente; b) o Artigo Científico deverá ter de 20 a 30 páginas; c) havendo mais de um autor do artigo, será utilizado um único pseudônimo. Art. 19 Os autores serão informados por se seus artigos foram classificados. SEÇÃO II DA APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS Art Os artigos apresentados deverão obedecer a normas de padrões técnicos constantes das Normas Brasileiras de Referências- NBR, da Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT, assim definidos: I - A NBR 6022:2003 estabelece um sistema para a apresentação de elementos de um artigo em publicação periódica impressa. II - Para o Prêmio Contador AECIM TOCANTINS, edição 2013, o artigo científico deve ser inédito, apresentando os relatos de experiência de pesquisa, estudo de caso etc., e abordem temas relacionados com a Ciência Contábil. III - O artigo científico deve ter entre 20 (vinte) e 30 (trinta) páginas, configuradas em 3 (três) cm à esquerda e em 2 (dois) cm à direita, superior e inferior, numeradas na parte superior e à direita, em papel A-4, branco, em espaço 1,5 (um e meio) linha, com deslocamento na primeira linha do parágrafo de 1,5 (um e meio) cm, sem espaçamento entre os parágrafos, porém com espaçamento duplo entre as seções e subseções: 7

8 a) a impressão deve ser na cor preta em uma face da folha (anverso); outras cores podem ser utilizadas somente para ilustrações. São indicadas as letras tipo arial, times new roman ou calibri, nos tamanhos (pitch) A) 12 (doze) para o corpo do texto; B) 11 (onze) para o texto de citação longa, em recuo de 4 cm; C) 10 (dez) para as notas explicativas, de legenda, ilustrações ou tabelas; IV - A estrutura de um artigo científico é constituída de elementos pré-textuais, textuais e póstextuais. a) Os títulos sem indicativos numéricos (introdução; conclusão; referências; abreviatura, ilustrações e símbolos, apêndice, anexos e índices) devem ser centralizados. V - Constituem os elementos pré-textuais (figurando na primeira página): a) título e subtítulo (se houver), destacado em letra maiúscula, negrito, borda superior, centralizado; b) pseudônimo(s) do(s)/da(s) autor(es)/autora(as); c) resumo na língua do texto, com o mínimo de 100 e o máximo de 250 palavras; d) palavras-chave na língua do texto, em ordem alfabética, separadas por ponto VI - Os elementos textuais são (iniciando na segunda página e sem separação de página entre os tópicos), sendo os títulos que recebem indicativos numéricos alinhados à esquerda: a) introdução; b) desenvolvimento; c) conclusão. VII - Fazem parte dos elementos pós-textuais, na sequência abaixo, sendo obrigatórias no artigo científico as alíneas a, b, c e e : a) título e subtítulo (se houver) em língua estrangeira; b) resumo em língua estrangeira; c) palavras-chave em língua estrangeira; d) nota(s) explicativa(s); e) referências; f) glossário; g) apêndice(s); h) anexo(s). VIII - Na apresentação escrita deve ser observado o seguinte: 8

9 a) o título e subtítulo (se houver) devem figurar na página de abertura do artigo, diferenciados tipograficamente ou separados por dois pontos (:) e na língua do texto; b) o(s) pseudônimo(s) do(s)/da(s) autor(es)/autora(as); c) resumo na língua do texto, constituído de uma seqüência de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos, não ultrapassando 250 palavras, seguido, logo abaixo, das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, as quais devem figurar logo abaixo do resumo, antecedidas da expressão Palavras-chave:, em ordem alfabética, separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto. Exemplo: Palavras-chave: Balanço Patrimonial. Ciências Contábeis. Demonstrações Financeiras. IX - A introdução é a parte inicial do artigo, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, os objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do artigo. X - O desenvolvimento é a parte principal do artigo, contendo a exposição ordenada e pormenorizada do assunto tratado. Divide-se em seções (1, 2, 3 etc.) e subseções (1.1, 1.2, 1.3 etc.), as quais variam de acordo com a abordagem do tema e do método. a) tabela: elemento demonstrativo de síntese que constitui unidade autônoma. Exemplo: Tabela 1 Pessoas residentes em domicílios particulares, por sexo e situação do domicílio Brasil 1980 Situação do domicílio Total Mulheres Homens Total Urbana Rural Fonte: Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Nota: Observe ser a tabela apresentada somente com linhas horizontais (sem linhas na vertical), e ela tem número, nome e fonte. b) Ilustrações: desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos etc. tem sua identificação na parte inferior (negrito pelo autor), precedida da palavra designativa, seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, do respectivo título e/ou legenda explicativa, bem assim, logo abaixo, a fonte. Exemplo: 9

10 Foto 1 - Painel da Sessão Solene no Plenário do Senado Federal Lançamento do Ano da Contabilidade no Brasil Autoria: Divulgação: disponível em: XI - Na conclusão parte final do artigo são apresentadas as conclusões correspondentes aos objetivos e hipóteses. XII - o título e subtítulo (se houver) em língua estrangeira, diferenciados tipograficamente ou separados por dois pontos (:), precedem o resumo em língua estrangeira, o qual é elemento obrigatório e se refere à versão do texto, para idioma de divulgação internacional, mantidas suas características: Abstract, em inglês; Resumen, em espanhol e Résumé em francês. A seguir, como elemento obrigatório, insere-se a versão das palavras-chave da língua do texto para àquela do resumo em língua estrangeira; Keywords, em inglês; Palabras clave, em espanhol e Most-clés, em francês. XIII - As notas explicativas têm numeração única e consecutiva no artigo, sendo feita em algarismos arábicos. XIV - O conjunto das Referências é elemento obrigatório, elaborado conforme a NBR XV - O glossário, anexo(s) e apêndice(s) são elementos opcionais. XVI - Devem ser observadas as demais normas da ABNT quanto ao indicativo de seção, numeração progressiva, citações, siglas, equações e fórmulas, ilustrações e tabelas. 10

11 XVII - Em termos gerais, apresentam-se alguns exemplos para o conjunto de referências, no quadro abaixo (específico para este exemplo), com digitação em espaçamento simples e com um espaço a mais entre uma e outra referência, a saber: REFERÊNCIAS: COLLI, José Alexandre & FONTANA, Marino. Contabilidade Bancária. 5. ed. São Paulo, Atlas, FORTUNA, Eduardo. Mercado Financeiro: produtos e serviços. 6. ed. Rio de Janeiro, Qualitymark, ECHEVERRIA, Ivan. Mercado Financeiro: aplicações, produtos e serviços bancários. In: Coleção Série Monográfica, ano 1, n.1. Cuiabá: UNIC, jan/jun, p LEITE, Luiz Lemos. Factoring no Brasil. São Paulo: Atlas, MANGABEIRA, P. de Azevedo. Prática de Contabilidade Bancária. Rio de Janeiro, Tecnoprint, SILVESTRE, Antonio Aparecido; RUSSO, Francisco; MAEDA, Luiz Kinti. Contabilidade Bancária. 5. ed. São Paulo, Atlas, CAPÍTULO VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 22 Os casos omissos e as propostas a modificar este regulamento, feitas pela Comissão de Promoção e Julgamento serão resolvidos pela Presidência, homologados pelo Plenário do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso. Art. 23 O encaminhamento de artigo científico para a concorrência implica no aceite de todos os termos deste regulamento. Cuiabá MT, 20 de maio de Contador IVAN ECHEVERRIA Presidente do CRCMT 11

PRÊMIO ESTADUAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNO- CIENTÍFICA CONTADOR AECIM TOCANTINS REGULAMENTO GERAL

PRÊMIO ESTADUAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNO- CIENTÍFICA CONTADOR AECIM TOCANTINS REGULAMENTO GERAL PRÊMIO ESTADUAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNO- CIENTÍFICA CONTADOR AECIM TOCANTINS REGULAMENTO GERAL CUIABÁ MT, MAIO / 2015 Rua 05, Qd. 13, Lote 02, Centro Político Administrativo Cuiabá MT 1 PRÊMIO ESTADUAL

Leia mais

FACULDADE DE TIMBAÚBA Avenida Antonio Xavier de Morais, 03/05, Sapucaia -Timbaúba- PE CEP 55870-000,TELEFAX: (0xx81) 3631-0752

FACULDADE DE TIMBAÚBA Avenida Antonio Xavier de Morais, 03/05, Sapucaia -Timbaúba- PE CEP 55870-000,TELEFAX: (0xx81) 3631-0752 FACULDADE DE TIMBAÚBA Avenida Antonio Xavier de Morais, 03/05, Sapucaia -Timbaúba- PE CEP 55870-000,TELEFAX: (0xx81) 3631-0752 PROPOSTA (considerando a necessidade de adequação dos artigos construídos

Leia mais

NBR 14724/2011 ABNT NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 19/10/2011. Objetivo

NBR 14724/2011 ABNT NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 19/10/2011. Objetivo Objetivo ABNT Normas para elaboração de trabalhos científicos Esta Norma especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos, visando sua apresentação à instituição Estrutura Parte

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003)

PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) PROCEDIMENTOS PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGO EM PUBLICAÇÃO PERIÓDICA CIENTÍFICA (NBR 6022:2003) Maio de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. 2 NORMAS

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA ANEXO da Norma 004/2008 CCQ Rev 1, 28/09/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE QUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Salvador 2009 2 1 Objetivo Estabelecer parâmetros para a apresentação gráfica

Leia mais

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA A elaboração da monografia deve ter como referência a ABNT NBR 14724/ 2006, a qual destaca que um trabalho acadêmico compreende elementos pré-textuais,

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO. REVISTA DiCA!

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO. REVISTA DiCA! CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO REVISTA DiCA! Biblioteca - FAAG Tel. (14) 3262-9400 Ramal: 417 Email: biblioteca@faag.com.br http://www.faag.com.br/faculdade/biblioteca.php

Leia mais

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica:

Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Apresentação e formatação de artigo em publicação periódica científica: Conforme NBR 6022:2003 Seção de atendimento ao usuário - SISBI Outubro 2013 Normas técnicas Norma técnica é um documento estabelecido

Leia mais

FACULDADE DE TIMBAÚBA Avenida Antonio Xavier de Morais, 03/05, Sapucaia -Timbaúba- PE CEP 55870-000,TELEFAX: (0xx81) 3631-0752

FACULDADE DE TIMBAÚBA Avenida Antonio Xavier de Morais, 03/05, Sapucaia -Timbaúba- PE CEP 55870-000,TELEFAX: (0xx81) 3631-0752 FACULDADE DE TIMBAÚBA Avenida Antonio Xavier de Morais, 03/05, Sapucaia -Timbaúba- PE CEP 55870-000,TELEFAX: (0xx81) 3631-0752 MODELO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Considerando a necessidade de adequação

Leia mais

RESOLUÇÃO CRCRJ Nº 441/2014

RESOLUÇÃO CRCRJ Nº 441/2014 RESOLUÇÃO CRCRJ Nº 441/2014 APROVA NOVO REGULAMENTO DO PRÊMIO CONTADOR AMÉRICO MATHEUS FLORENTINO O Plenário do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (CRCRJ), no uso de suas atribuições

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Andersown Becher Paes de Barros * Ideraldo Bonafé ** RESUMO Este trabalho apresenta

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico As orientações abaixo estão de acordo com NBR 14724/2011 da Associação

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Modelo de Artigo de periódico baseado na NBR 6022, 2003. Título do artigo, centralizado. COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO Maria Bernardete Martins Alves * Susana Margaret de Arruda ** Nome do (s) autor

Leia mais

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS:

NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT TRABALHOS ACADÊMICOS: MANUAL PARA TCC www.etecmonteaprazivel.com.br Estrada do Bacuri s/n Caixa Postal 145 Monte Aprazível SP CEP 15150-000 Tel.: (17) 3275.1522 Fax: (17) 3275.1841 NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ABNT

Leia mais

OBRIGATÓRIO= + OPCIONAL= *

OBRIGATÓRIO= + OPCIONAL= * Lombada* UFRGS FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS BIBLIOTECA GLÁDIS W. DO AMARAL ORIENTAÇÃO SOBRE A ESTRUTURA DO TRABALHO ACADÊMICO Elementos póstextuais INDICES * PARTE INTERNA ANEXOS * APENDICES * GLOSSARIO

Leia mais

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE REVISTA PROPAGARE A Revista PROPAGARE, publicação da Faculdade Campo Real, criada em 2010, é dirigida à comunidade científica. A PROPAGARE reúne, debate coopera e propaga conhecimento para o progresso

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO RESUMO. Palavras-chave: Artigo Científico. Normalização. NBR 6022/03.

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO RESUMO. Palavras-chave: Artigo Científico. Normalização. NBR 6022/03. ARTIGO CIENTÍFICO Texto com autoria declarada que apresenta e discute ideias, métodos, técnicas, processos e resultados de diversas áreas do conhecimento (ABNT/NBR 6022:2003). 2.1.1 Modelo de artigo COMO

Leia mais

ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO

ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO Nome Sobrenome 1 Nome Sobrenome 2 RESUMO Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura do relato de experiência para o programa de apoio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais CCHS Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado MANUAL DE DEFESA Exame de Qualificação: banca examinadora

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 1ª REGIÃO DISTRITO FEDERAL - GOIÁS - MATO GROSSO - TOCANTINS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 1ª REGIÃO DISTRITO FEDERAL - GOIÁS - MATO GROSSO - TOCANTINS IV PRÊMIO CIENTÍFICO HELENA FEIJÓ 2011 REGULAMENTO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO DO PRÊMIO SEÇÃO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O IV PRÊMIO CIENTÍFICO HELENA FEIJÓ, promovido pelo Conselho Regional de Nutricionistas

Leia mais

FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE -FCJ EDITAL Nº EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHOS DESTINADOS À REVISTA FCJ SCIENTIA

FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE -FCJ EDITAL Nº EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHOS DESTINADOS À REVISTA FCJ SCIENTIA FACULDADE CENECISTA DE JOINVILLE -FCJ EDITAL Nº EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHOS DESTINADOS À REVISTA FCJ SCIENTIA 5 a Edição Número 2/2013 A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade, pessoa jurídica

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA

Leia mais

EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA.

EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA. EDITAL 001/2015 - ARTIGOS CIENTÍFICOS A SEREM SUBMETIDOS NA III SEMANA DE ENGENHARIA DO ESTADO DO MARANHÃO - III SENGE MA. 1 - DISPOSIÇÕES INICIAIS Este edital tem por objetivo, organizar, divulgar e orientar

Leia mais

DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS ACADÊMICOS

DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS ACADÊMICOS DISCIPLINA: PRÁTICA PROFISSIONAL E ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II E III CIÊNCIAS CONTÁBEIS APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROF. DR. MARCOS FRANCISCO R. SOUSA PROF. Me. CELSO LUCAS COTRIM APRESENTAÇÃO

Leia mais

1 Objetivo Esta Norma estabelece um sistema para a apresentação dos elementos que constituem o artigo em publicação periódica científica impressa.

1 Objetivo Esta Norma estabelece um sistema para a apresentação dos elementos que constituem o artigo em publicação periódica científica impressa. MAIO 2003 NBR 6022 ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas Informação e documentação - Artigo em publicação periódica científica impressa - Apresentação Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio,

Leia mais

ABNT NBR 14724 [terceira edição atualizada em 2011]

ABNT NBR 14724 [terceira edição atualizada em 2011] ABNT NBR 14724 [terceira edição atualizada em 2011] Professora Alcione Mazur 25/07/11 Cancela e substitui a edição anterior. ABNT NBR 14724: 2005 Não houve alterações na estrutura do trabalho, mas em uma

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ GESTÃO2010/2012 ESCOLASUPERIORDOMINISTÉRIOPÚBLICO(Art.1ºdaLei11.592/89) Credenciada pelo Parecer 559/2008, de 10/12/08, do CEC (Art. 10, IV da Lei Federal n.º 9.394, de 26/12/1996 - LDB) NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS MONOGRAFIA Trata-se de uma construção intelectual do aluno-autor que revela sua leitura, reflexão e interpretação sobre o tema da realidade. Tem como base a escolha de uma unidade ou elemento social, sob

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO O trabalho deve ser digitado e impresso em papel formato A4. O texto deve ser digitado, no anverso das folhas, em espaço 1,5, letra do tipo

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA São Paulo 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 ELEMENTOS EXTERNOS 1.1 CAPA 1.2 LOMBADA 2 ELEMENTOS INTERNOS PRÉ-TEXTUAIS

Leia mais

EDITAL PRÊMIO CRA-RS DE ADMINISTRAÇÃO Edição 2013 MODALIDADES: Artigo Acadêmico, Livro e Empresa Cidadã.

EDITAL PRÊMIO CRA-RS DE ADMINISTRAÇÃO Edição 2013 MODALIDADES: Artigo Acadêmico, Livro e Empresa Cidadã. EDITAL PRÊMIO CRA-RS DE ADMINISTRAÇÃO Edição 2013 MODALIDADES: Artigo Acadêmico, Livro e Empresa Cidadã. O Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul, tendo em vista o disposto na Resolução

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO BANCO CENTRAL DE ECONOMIA E FINANÇAS 2015

REGULAMENTO DO PRÊMIO BANCO CENTRAL DE ECONOMIA E FINANÇAS 2015 REGULAMENTO DO PRÊMIO BANCO CENTRAL DE ECONOMIA E FINANÇAS 2015 Disposições Gerais Art. 1º O Banco Central do Brasil (BCB), com o apoio da Federação Nacional de Associações de Servidores do Banco Central

Leia mais

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO Este capítulo visa a orientar a elaboração de artigos científicos para os cursos de graduação e de pós-graduação da FSG. Conforme a NBR 6022 (2003, p. 2),

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO- CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ

REGULAMENTO DO PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO- CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ REGULAMENTO DO PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO- CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ. Edição: 2015 TEMA - CONTABILIDADE: INFORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADE DISPOSIÇÕES GERAIS Art.

Leia mais

A Direção-Geral da Escola Superior do Ministério Público do Ceará, no uso de suas atribuições estatutárias, Resolve

A Direção-Geral da Escola Superior do Ministério Público do Ceará, no uso de suas atribuições estatutárias, Resolve Normas para Submissão de Artigos na Revista Eletrônica da ESMP A Direção-Geral do Ceará, no uso de suas atribuições estatutárias, Resolve Art. 1º - Promover a Revista Acadêmica do Ceará, padronizando o

Leia mais

Normas para Apresentação dos Trabalhos no VI Congresso de Contabilidade do Sudoeste da Bahia - FAINOR

Normas para Apresentação dos Trabalhos no VI Congresso de Contabilidade do Sudoeste da Bahia - FAINOR Estão abertas, no período de 20 de Agosto a 10 de Setembro de 2013, as inscrições para submissão de Trabalhos no VI Congresso de Contabilidade do Sudoeste da Bahia, em conformidade com as disposições que

Leia mais

MANUAL Mostra de Responsabilidade Social

MANUAL Mostra de Responsabilidade Social MANUAL Mostra de Responsabilidade Social 1. REGRAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO/TEXTO Após pesquisas sobre Responsabilidade Social, escrever um artigo entre 3 a 5 páginas, seguindo os itens abaixo: 1 elementos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. Capítulo I. Disposições gerais. Capítulo II. Finalidade. Capítulo III. Características da produção técnico-científica

REGULAMENTO GERAL. Capítulo I. Disposições gerais. Capítulo II. Finalidade. Capítulo III. Características da produção técnico-científica REGULAMENTO GERAL Capítulo I Disposições gerais Art. 1º O regulamento estabelece as normas para publicação dos artigos técnico-científicos da Revista Contabilidade e Amazônia a serem apresentados na VII

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO HOSPITALAR PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Elaborar um estudo acerca Estrutura e Funcionamento do Sistema de Saúde Pública e Privada no Brasil.

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA (ABNT - NBR 15287- válida a partir de 30.01.2006) 1 COMPONENTES DE UM PROJETO DE PESQUISA (itens em negrito são obrigatórios) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS Capa

Leia mais

PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA

PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: O aluno deverá escolher uma empresa de qualquer porte ou segmento e, com base no cenário

Leia mais

Título do trabalho: subtítulo do trabalho

Título do trabalho: subtítulo do trabalho Título do trabalho: subtítulo do trabalho Resumo Este documento apresenta um modelo de formatação a ser utilizado em artigos e tem como objetivo esclarecer aos autores o formato a ser utilizado. Este documento

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA

Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA Objetivo: Estas diretrizes têm por objetivo padronizar a apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) dos Cursos Técnicos

Leia mais

MANUAL DE NORMATIZAÇÃO PARA ARTIGOS CIENTÍFICOS

MANUAL DE NORMATIZAÇÃO PARA ARTIGOS CIENTÍFICOS CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DOS CAMPOS GERAIS - CESCAGE FACULDADES INTEGRADAS DOS CAMPOS GERAIS COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DE NORMATIZAÇÃO PARA ARTIGOS CIENTÍFICOS PONTA GROSSA 2010 2 SUMÁRIO 1

Leia mais

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 1 Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 Pré-textuais Textuais Pós-textuais Estrutura Elemento OK Capa (obrigatório) Anexo A (2.1.1) Lombada (obrigatório) Anexo H Folha

Leia mais

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I

REGULAMENTO DA III MOSTRA CIENTÍFICA DA FACULDADE ESTÁCIO VILA VELHA ANEXO I Diretrizes para Autores das áreas de GESTÃO E FINANÇAS / LICENCIATURAS/ ENGENHARIAS: Os trabalhos deverão seguir a seguinte extensão: - artigos: entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) páginas, incluindo as

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1)

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) 1 COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO (1) SOBRENOME, Nome Aluno 1 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV SOBRENOME, Nome Aluno 2 Graduando em Administração de Empresas Decision/FGV RESUMO Este

Leia mais

NORMAS INTERNAS PARA ELABORAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES E TESES

NORMAS INTERNAS PARA ELABORAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES E TESES UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS NORMAS INTERNAS PARA ELABORAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES E TESES Material de apoio para elaboração padronizada

Leia mais

CONCURSO ANUAL DO CBAR DE MONOGRAFIAS

CONCURSO ANUAL DO CBAR DE MONOGRAFIAS CONCURSO ANUAL DO CBAR DE MONOGRAFIAS 1 ÍNDICE I - Objetivos II Organização dos Concursos III Inscrições IV Requisitos de Apresentação dos Trabalhos V Comissão Julgadora VI Julgamento dos Trabalhos VI

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO CAMPINA GRANDE 2015 1 DISSERTAÇÃO A defesa pública da dissertação

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CET/UnB

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CET/UnB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Centro de Excelência em Turismo MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CET/UnB Por: Jakeline V. de Pádua APRESENTAÇÃO As páginas que se seguem especificam os princípios gerais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Título

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Título UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E HUMANAS Programa de Pós-Graduação em Biotecnociência Título Santo André dd/mm/aaaa Normas para Dissertações Mestrado em Biotecnociência - UFABC.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC ANEXO A TERMO DE COMPROMISSO DE ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE Nome do Aluno: Matricula: Título do TCC CONCLUSAO DE CURSO (TCC) Solicito que seja designado como meu Orientador do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores Tecnológicos G. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Trabalho

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA APRESENTAÇÃO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS O trabalho deve ser digitado e impresso em papel

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA Normas para elaboração de Dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais MODELO

Leia mais

AÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE ARTIGO TEXTO RETIRADO E ADAPTADO DO MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LA SALLE.

AÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE ARTIGO TEXTO RETIRADO E ADAPTADO DO MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LA SALLE. AÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE ARTIGO TEXTO RETIRADO E ADAPTADO DO MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LA SALLE. CANOAS/2014 A estrutura deste manual foi elaborada com base

Leia mais

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC)

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) compreende a elaboração de trabalho de caráter individual teórico, projetual ou aplicativo, com observância de exigências

Leia mais

DIRETRIZES PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENGENHARIA

DIRETRIZES PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENGENHARIA 1 DIRETRIZES PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENGENHARIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor do trabalho, ou seja, o que não consta no texto destas

Leia mais

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Faculdade de Educação UAB/UnB Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA Parceria MEC/SECAD NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL)

Leia mais

Diretrizes para Elaboração de Projeto para Apresentação ao Programa de Iniciação Científica da FAAL (Pic-FAAL)

Diretrizes para Elaboração de Projeto para Apresentação ao Programa de Iniciação Científica da FAAL (Pic-FAAL) Diretrizes para Elaboração de Projeto para Apresentação ao Programa de Iniciação Científica da FAAL (Pic-FAAL) O projeto de pesquisa deverá ser elaborado de maneira clara e concisa em, no máximo, 15 páginas,

Leia mais

MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS

MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS MODELO DE INSTRUÇÕES PARA A PREPARAÇÃO E SUBMISSÃO DE TRABALHOS PARA CONGRESSOS BRASILEIROS TÍTULO DO TRABALHO Primeiro Autor e-mail Instituição de Ensino Endereço CEP Cidade Estado Segundo Autor e-mail

Leia mais

REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICOS - XVI COBREAP

REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICOS - XVI COBREAP REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICOS - XVI COBREAP CAPÍTULO I - NATUREZA DOS TRABALHOS Art. 1º - Os trabalhos deverão representar uma contribuição ao desenvolvimento da Engenharia de Avaliações

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PONTA GROSSA 2011 LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Leia mais

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL

1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL EDITAL DE CHAMADA DE ARTIGOS PARA PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO DE DIREITO EMPRESARIAL: REGULAÇÃO JURÍDICA E INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ATIVIDADE EMPRESARIAL 1 - Sobre o I CONGRESSO HISPANO-BRASILEIRO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO CAPÍTULO I DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

Guia para apresentação do trabalho acadêmico:

Guia para apresentação do trabalho acadêmico: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para apresentação do trabalho acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos 2011 Guia para apresentação do trabalho acadêmico As orientações abaixo são de acordo com NBR

Leia mais

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos

Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Padrão FEAD de normalização Manual para normalização de trabalhos técnicos científicos Objetivo Visando padronizar os trabalhos científicos elaborados por alunos de nossa instituição Elaboramos este manual

Leia mais

Normas para Redação da Dissertação/Tese

Normas para Redação da Dissertação/Tese Normas para Redação da Dissertação/Tese Estrutura A estrutura de uma dissertação, tese ou monografia compreende três partes fundamentais, de acordo com a ABNT (NBR 14724): elementos prétextuais, elementos

Leia mais

ABNT NBR 15287 NORMA BRASILEIRA. Informação e documentação Projeto de pesquisa Apresentação

ABNT NBR 15287 NORMA BRASILEIRA. Informação e documentação Projeto de pesquisa Apresentação NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 15287 Primeira edição 30.12.2005 Válida a partir de 30.01.2006 Informação e documentação Projeto de pesquisa Apresentação Information and documentation Research project Presentation

Leia mais

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC

Escola de Administração Biblioteca. Normas para elaboração do TCC Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Biblioteca Normas para elaboração do TCC O que é um Trabalho de Conclusão de Curso? O TCC, é um trabalho acadêmico feito sob a coordenação

Leia mais

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA FIMCA

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA FIMCA NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA FIMCA A Revista FIMCA é dirigida a acadêmicos e profissionais de Saúde, destinada às publicações inéditas de trabalhos de pesquisa básica e aplicada, revisões científicas,

Leia mais

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO

TÍTULO CLARO E OBJETIVO QUANTO ÀS PRETENÇÕES RELATIVAS AO OBJETO DE ESTUDO FORMATAÇÃO GERAL PAPEL: A4 MARGEM: 3 cm à esquerda e superior e 2 cm à direita e inferior ESPAÇAMENTO: 1,5 texto corrido; entre parágrafo 6pts antes e depois FONTE: Times New Roman ou Arial TAMANHO DA

Leia mais

2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA

2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA 2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA ISSN 2358-2995 Normas para submissão de trabalhos Cronograma: 31/03/15 início das inscrições dos trabalhos

Leia mais

Guia para apresentação do trabalho acadêmico:

Guia para apresentação do trabalho acadêmico: BIBLIOTECA COMUNITÁRIA Guia para apresentação do trabalho acadêmico: de acordo com NBR 14724/2005 São Carlos 2010 Guia para apresentação do trabalho acadêmico As orientações abaixo são de acordo com a

Leia mais

ESCOLA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTÍFICA NÚCLEO DE EXTENSÃO 06/2015 VII CONCURSO DE ARTIGOS

ESCOLA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTÍFICA NÚCLEO DE EXTENSÃO 06/2015 VII CONCURSO DE ARTIGOS ESCOLA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTÍFICA NÚCLEO DE EXTENSÃO Edital 06/2015 VII CONCURSO DE ARTIGOS A Escola de Ciências Jurídicas e Sociais da Faculdade

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ALTA FLORESTA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E AGROECOSSISTEMAS

Leia mais

PRÊMIO IBRAC COMERCIO INTERNACIONAL 2015

PRÊMIO IBRAC COMERCIO INTERNACIONAL 2015 PRÊMIO IBRAC COMERCIO INTERNACIONAL 2015 REGULAMENTO CONCURSO DE MONOGRAFIAS SOBRE COMÉRCIO INTERNACIONAL O Instituto Brasileiro de Estudos de Concorrência, Consumo e Comércio Internacional ( IBRAC ) promoverá

Leia mais

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO Finalidade de um Artigo Científico Comunicar os resultados de pesquisas, idéias e debates de uma maneira clara, concisa e fidedigna. Servir de medida da produtividade

Leia mais

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO MATERIAL DIDÁTICO DA ABNT

METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO MATERIAL DIDÁTICO DA ABNT METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO MATERIAL DIDÁTICO DA ABNT www.abnt.org.br Objetivos da normalização Comunicação Simplificação Níveis de normalização Menos exigente (Genérica) INTERNACIONAL REGIONAL

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS DE ACORDO COM A NBR 6022 DA ABNT/MAIO 2003 Elaborado por Maria Regina Trevizan Baccarelli Bibliotecária CRB-8/7149 Jaguariúna 2009 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO. Apresentação gráfica

TRABALHO ACADÊMICO. Apresentação gráfica 2012 2 Núcleo de Apoio à Pesquisa na Graduação- NAP/UNIMAR Projeto de Pesquisa; Apresentação gráfica TRABALHO ACADÊMICO Apresentação gráfica Segundo normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas

Leia mais

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT

Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Apresentação de Trabalhos Acadêmicos ABNT Editoração do Trabalho Acadêmico 1 Formato 1.1. Os trabalhos devem ser digitados em papel A-4 (210 X297 mm) apenas no anverso (frente) da folha. 2 Tipo e tamanho

Leia mais

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição

Leia mais

BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO

BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO Art. 1º - O Fundo Garantidor de Créditos FGC concederá, nos termos deste Regulamento, auxílio bolsa de estudos para os melhores projetos de monografia de conclusão de curso,

Leia mais

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM

EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM EDITAL DE TEMAS LIVRES XXVI ECAM 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Poderão ser inscritos no XXVI Encontro Científico dos Acadêmicos de Medicina (XXVI ECAM), a ser realizado entre os dias 24 e 26 de setembro de

Leia mais

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 Paula Carina de Araújo paulacarina@ufpr.br 2014 Pesquisa Pesquisa Atividade básica da ciência

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5. Formatação do Texto

TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5. Formatação do Texto TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5 Antes de iniciar a digitação de seu trabalho acadêmico configure seu documento com as especificações a seguir, facilitando a visualização e sua

Leia mais

ESCOLA DE NEGÓCIOS I CONCURSO DE REDAÇÃO CONTÁBIL DA ESCOLA DE NEGÓCIOS 1º SEMESTRE DE 2015 EDITAL 01/2015 I CONCURSO DE REDAÇÃO CONTÁBIL

ESCOLA DE NEGÓCIOS I CONCURSO DE REDAÇÃO CONTÁBIL DA ESCOLA DE NEGÓCIOS 1º SEMESTRE DE 2015 EDITAL 01/2015 I CONCURSO DE REDAÇÃO CONTÁBIL ESCOLA DE NEGÓCIOS I CONCURSO DE REDAÇÃO CONTÁBIL DA ESCOLA DE NEGÓCIOS 1º SEMESTRE DE 2015 EDITAL 01/2015 I CONCURSO DE REDAÇÃO CONTÁBIL CAPÍTULO I DO OBJETO Art. 1º - A Escola de Negócios com o intuito

Leia mais

III CONJUR CONGRESSO JURÍDICO E ENCONTRO TÉCNICO-CIENTÍFICO EM DIREITO NO MATO GROSSO DO SUL. Edital de Chamada de Trabalhos Científicos

III CONJUR CONGRESSO JURÍDICO E ENCONTRO TÉCNICO-CIENTÍFICO EM DIREITO NO MATO GROSSO DO SUL. Edital de Chamada de Trabalhos Científicos III CONJUR CONGRESSO JURÍDICO E ENCONTRO TÉCNICO-CIENTÍFICO EM DIREITO NO MATO GROSSO DO SUL Edital de Chamada de Trabalhos Científicos O III Congresso Jurídico e III Encontro Técnico-Científico em Direito

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO CAPÍTULO I DO PRÊMIO HONRA AO MÉRITO DO SALÃO DE ENSINO E DE EXTENSÃO Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

1 Edital para submissão de materiais para o Congresso

1 Edital para submissão de materiais para o Congresso DIGICONGRESS 2014 Congresso de Comunicação e Marketing Digital 1 Edital para submissão de materiais para o Congresso 1.1 Informações gerais - O DIGICONGRESS (Congresso de Comunicação e Marketing Digital)

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO

EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO EDITAL DE INSCRIÇÃO DE TRABALHO CIENTÍFICO REGULAMENTO PARA ENVIO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS Poderão ser inscritos trabalhos científicos de todo o território brasileiro que se enquadrem na área temática

Leia mais

EDITAL nº 03/2015. A Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel UNIVEL através do Centro de Pesquisa e Extensão CPE,

EDITAL nº 03/2015. A Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel UNIVEL através do Centro de Pesquisa e Extensão CPE, Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel Av. Tito Muffato, 2317 Bairro Santa Cruz 85806-080 Cascavel PR Fone: (45) 3036-3653 - Fax: (45) 3036-3638 http://www.univel.br jornadacientifica2015@univel.br

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO OESTE DONA LINDU GUIA PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UFSJ DIVINÓPOLIS MG 2009 O Trabalho de

Leia mais