PROJETO GEOIDEA SAÚDE E RURAL: GEOINFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO GEOIDEA SAÚDE E RURAL: GEOINFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO BÁSICA"

Transcrição

1 PROJETO GEOIDEA SAÚDE E RURAL: GEOINFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO BÁSICA Bruno Martins Peixoto 1 Juliana Marques de Souza 1 Renata Maciel Ribeiro 1 Angelica C. Di Maio 1 1 Universidade Federal Fluminense Instituto de Geociências RESUMO O principal objetivo do trabalho foi gerar um conjunto de atividades voltadas para o ensino fundamental e médio com apoio das geotecnologias. O enfoque das atividades foram as questões ambientais e sua relação com as atividades agrícolas e a distribuição de algumas doenças no Brasil. Foi utilizado o SIG EduSPRING na proposição das atividades que estão disponíveis em Foram gerados os Bancos de dados para o GEOIDEA (Geotecnologia para inclusão digital e educação ambiental) SAÚDE (Dengue, Esquistossomose, Febre Amarela, Leishmaniose e Malária) com dados referentes aos anos de 2010 e 2011 e para o GEOIDEA RURAL (incluindo informações sobre Unidades de Conservação e Bacias Hidrográficas) com dados da produção agrícola das culturas de café, cana-de-açúcar e soja, nos moldes do material gerado no Projeto GEOIDEA BIOMAS. Os dados foram obtidos, principalmente, junto ao IBGE e Ministério da Saúde e EMBRAPA. O Portal educativo GEODEN (Geotecnologias Digitais no Ensino) foi atualizado, inclusive com a incorporação das atividades do Projeto GEOIDEA, que tinha acesso anteriormente apenas por meio de CD-ROM. As atividades elaboradas foram, preliminarmente, aprovadas por um grupo de professores da rede pública de ensino, que sugeriram aumentar a variedade de assuntos a serem abordados com o auxílio das geotecnologias e mais uma vez reforçaram a necessidade de melhorar o acesso dos professores e dos alunos aos computadores e à Internet nas escolas públicas. Palavras chaves: Geotecnologias no ensino, SIG na escola, Educação Ambiental. ABSTRACT The main objective this work was to generate a set of activities for elementary and high school with the support of the geotechnologies. The activities focus was on environmental issues and their relationship to agricultural activities and to the distribution of some diseases in Brazil. EduSPRING GIS was used in the proposition of the activities that are available at The databases were generated for GEOIDEA (Geotechnology for digital inclusion and environmental education) HEALTH (dengue, schistosomiasis, Yellow Fever, Malaria and Leishmaniasis) for 2010 and 2011 years, and for the GEOIDEA RURAL (including Conservation Units and Watershed informations) with data from the agricultural production of coffee, sugar cane and soybeans crops, with the structure similar to the material generated in the Project GEOIDEA BIOMES. The data were obtained mainly by the IBGE and Ministry of Health and EMBRAPA. The Educational Portal GEODEN (Digital Geotechnologies in Education) has been updated, including the incorporation of GEOIDEA Project s activities, which previously only had the access via CD- ROM. The elaborated activities were preliminarily approved by a group of teachers from public schools, which suggested increasing the range of issues to be addressed with the help of geotechnologies and again stressed the need to improve access for teachers and students to computers and to Internet in public schools. Keywords: Geotechnology, GIS in School, Environmental Education. 1

2 1. INTRODUÇÃO A elaboração e organização do GEOIDEA Rural e Saúde foi baseada nas diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), com o objetivo de atender à abordagem da temática ambiental de forma transversal no ensino público. O GEOIDEA Rural e Saúde foram estruturados nos moldes do Projeto GEOIDEA Biomas (Di Maio et al., 2009). Desta forma, para o GEOIDEA Rural, foram abordadas curiosidades e informações histórico-culturais sobre as culturas de café, cana-de-açúcar, soja, e milho contemplados no banco de dados. As atividades deste bloco também englobam questões referentes ao sistema de integração lavoura-pecuária, sistema de produção de plantio direto, assoreamento e erosão, desmatamento e alimentação transgênica, sempre buscando associação com a cultura específica abordada na questão. Os exercícios do GEOIDEA Rural buscaram também explorar a análise, por parte dos alunos, de imagens de satélite de um mesmo município em diferentes datas, de forma que os mesmos pudessem perceber as mudanças do uso do solo e no meio ambiente. Na elaboração do banco de dados e exercícios do bloco GEOIDEA Saúde foram abordadas curiosidades, métodos de prevenção e tratamento de doenças relacionadas com as condições ambientais de um determinado lugar, tais como Dengue, Esquistossomose, Febre Amarela e Malária. Buscou-se então fazer uma breve apresentação de cada doença e criar atividades onde os alunos pudessem analisar e relacionar o número de casos das doenças nos anos de 2010 e 2011, com fatores climáticos e regionais que podem facilitar a propagação dessas doenças. Foram utilizados também mapas (resultantes de pesquisas de órgãos oficiais) obtidos nos portais governamentais da saúde, nos quais os alunos podem avaliar as áreas do Brasil com maior ou menor potencial de ocorrência da Febre Amarela, e em outro mapa, os diferentes sorotipos de Dengue distribuídos espacialmente no território nacional. Por exemplo, o mapa de vegetação foi inserido no banco de dados, o que permitiu mostrar a relação entre a ocorrência de determinada doença e o tipo de vegetação onde há grandes desmatamentos. Além disso, são apresentadas, em ambos os blocos, curiosidades relacionadas aos temas abordados. Como uma forma preliminar de avaliação, foi enviado um questionário para um grupo de doze professores, para críticas e sugestões sobre os tópicos abordados no GEOIDEA. Os temas Saúde e Rural haviam sido sugeridos por professores da rede pública de ensino do Rio de Janeiro quando foi avaliado, por meio de um curso de extensão, o GEOIDEA Biomas. 2. METODOLOGIA Para o desenvolvimento do projeto, no primeiro ano, foram gerados novos bancos de dados referentes ao bloco GEOIDEA SÁUDE (englobando dados sobre as doenças, nos anos de 2010 e 2011) e GEOIDEA RURAL (englobando dados de Bacias Hidrográficas, Produção Agrícola das culturas escolhidas e Unidades de Conservação) e para o abastecimento desses bancos no sistema, fez-se necessário o levantamento das bases de dados disponíveis, georreferenciamento, rasterização e vetorização, além de processamento digital de imagens de sensoriamento remoto. Os dados originais foram obtidos, principalmente, junto ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e Ministério da Saúde. Com base nesses bancos de dados, foi possível o desenvolvimento das atividades associadas aos novos bancos de dados gerados para o GEOIDEA SAÚDE e GEOIDEA RURAL. Todas as atividades elaboradas durante o projeto estão disponíveis no website do GEODEN (www.geoden.uff.br), onde jovens, crianças, e professores podem acessar e propor as atividades como forma complementar do aprendizado e inserção da temática ambiental na grade curricular das disciplinas de geografia, biologia e correlatas. A partir da elaboração das atividades do banco de dados do GEOIDEA Saúde e Rural, foi concebido o novo layout do website do projeto com incorporação de dados e conteúdos ao sistema online. O segundo ano de desenvolvimento do projeto foi dedicado ao aperfeiçoamento do trabalho com a transferência dos dados e conteúdos disponíveis do antigo sítio (Di Maio, 2004, 2007) para o novo portal do GEODEN (www.geoden.uff.br) e aplicação de Pesquisa de Opinião aos professores do ensino público para avaliação de aspectos como conteúdo, design, navegação, funcionalidade, variedade dos assuntos abordados e utilidade das informações apresentadas no portal e conteúdos disponíveis para download. Todos os professores convidados para realizar a avaliação já haviam participado de cursos de extensão com a utilização do site GEODEN no formato antigo, bem como com o uso do CD-ROM do GEOIDEA Biomas. 3. DESENVOLVIMENTO GEOIDEA SAÚDE Através de pesquisas realizadas no site do DATASUS (http://www2.datasus.gov.br/datasus/index.php), foram coletadas informações dos anos de 2010 e 2011 (Figura 1), de todos os estados do Brasil, referentes às doenças: dengue, esquistossomose, febre amarela, leishmaniose e malária. Com base nessas informações, foram criados, dentro do banco de dados Doenças, planos de informação de cada uma das doenças de interesse do projeto (Figura 2). 2

3 Além disso, do site do Ministério do Meio Ambiente (http://mapas.mma.gov.br/i3geo/datadownload.htm), foi obtido o mapa (no formato shape) de vegetação brasileira. Este mapa foi inserido no banco de dados (Figura 3), o que permite mostrar a relação entre a ocorrência de determinada doença, o tipo de vegetação na qual apresenta maiores incidências e a ocorrência de desmatamentos, quando houver a imagem de satélite correspondente. Figura 1 - Sítio do Ministério da Saúde Datasus. Fonte: Figura 2 Plano de informação com a representação da doença dengue no Brasil. Fonte: Projeto GEOIDEA 3

4 Figura 3 Plano de informação com o mapa de vegetação do Brasil. Fonte: Projeto GEOIDEA. GEOIDEA RURAL Em relação ao GEOIDEA RURAL, primeiramente, foi pesquisado no site da Agência Nacional das Águas (http://hidroweb.ana.gov.br/), no sistema Hidroweb (Figura 4) as informações sobre cada bacia hidrográfica. Estes dados foram utilizados para criação de um Mapa Cadastral das Bacias Brasileiras (Figura 5). Figura 4 Sistema Hidroweb. Fonte: Agência Nacional das Águas. Fonte: 4

5 Figura 5 Plano de informação de Bacias Brasileiras. Fonte: Projeto GEOIDEA Através do PAM 2010 (Produção Agrícola Municipal), obtido no IBGE (http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/pam/2010/default.shtm), foi criado o Mapa Cadastral da Produção Agrícola das culturas de café, cana-de-açúcar e soja, referente à produção anual de cada estado, em toneladas (Figura 6). Figura 6 Representação da Produção Agrícola de Soja no País. Fonte: Projeto GEOIDEA. Com base nos dados do PAM 2010, foi pesquisado o município que mais produziu soja (Sorriso MT), canade-açúcar (Morro Agudo SP) e café (Patrocínio MG) e através do site Global Land Cover Facility (http://glcf.umd.edu/), foram inseridas no banco de dados, imagens orbitais georreferenciadas dos municípios de Patrocínio e Morro Agudo, do ano de 2001 (Figura 7). 5

6 Figura 7 Global Land Cover Facility. Fonte: De forma análoga, foram obtidas imagens mais recentes (2012) dos mesmos municípios, através do site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE (http://www.dgi.inpe.br/cdsr/), que precisaram ser georreferenciadas. Para obtenção das imagens foi necessário realizar um cadastro para fazer a solicitação de todas as bandas das imagens Landsat/TM de interesse, que foram enviadas então para o endereço eletrônico cadastrado. Na Figura 8 é possível observar o sistema de solicitação de imagens do INPE. De posse das imagens, foi criada a composição das Bandas 3,4 e 5. Para isto, foi utilizado o software ENVI 4.5 (Figura 9). A próxima etapa, referente às imagens, foi o georreferenciamento das imagens de 2012 com base nas mais antigas (2001) que já estavam georreferenciadas. Este processo também foi realizado no software ENVI 4.5 e pode ser observado na Figura 10. A última etapa foi recortar a imagem original apenas na área de interesse, ou seja, o município produtor de determinada cultura. Esta etapa foi realizada no software ENVI 4.5 e na Figura 11 pode-se observar, em 2001 e 2012, a área que abrange um dos municípios em questão. Figura 8 Sistema de solicitação de imagens de satélite. Fonte: 6

7 Figura 9 Composição colorida das bandas 3, 4 e 5 no ENVI 4.5 Figura 10 Georreferenciamento de imagens no ENVI 4.5. Figura 11 Recorte do município Patrocínio-MG em 2001 e Fonte: GEOIDEA RURAL. 7

8 Após a realização da composição colorida, georreferenciamento e recorte das imagens, as mesmas foram inseridas no banco de dados (Figura 12). Figura 12 Imagens inseridas no banco de dados do GEOIDEA Rural. Fonte: GEOIDEA RURAL. NOVO PORTAL GEODEN Nesta etapa do projeto, o sítio GEODEN com acesso anteriormente no endereço (Figura 13), teve sua estrutura modernizada pela equipe do Projeto, juntamente com o apoio do Setor STI (Superintendência de Tecnologia da Informação) da Universidade Federal Fluminense. 8

9 Figura 13 - Antigo Portal GEODEN. Fonte: Figura 14 Novo Portal GEODEN. Fonte: O sitio GEODEN teve todo o seu layout modernizado, passando a obter uma nova roupagem digital. Apesar das mudanças feitas no portal, o seu conteúdo original foi mantido e atualizado e transposto para o novo endereço, que 9

10 encontra-se em (Figura 14), com a incorporação dos bancos de dados do GEOIDEA BIOMAS, RURAL e SAÚDE (Figura 15). Sendo que, anteriormente, só era possível acessar o GEOIDEA BIOMAS (Di Maio et al., 2009) por meio do CD-ROM, distribuído gratuitamente para escolas da rede pública. Figura 15 Incorporação dos bancos de dados GEOIDEA BIOMA, SAÚDE E RURAL ao novo Portal GEODEN. Fonte: 4. RESULTADOS E DISCUSSÕES Como produto da pesquisa, foram criados bancos de dados para o GEOIDEA SAÚDE (Figura 16) e GEOIDEA RURAL (Figura 17), proporcionando um conjunto maior de dados georreferenciados e informações. Essas duas bases de dados atendem a demanda instrumental da pesquisa, servindo como um método de observação e análise de diferentes dados secundários, que quando sobrepostos possibilitam uma determinada mensagem. Através desta mensagem emitida pela compilação destes dados, o usuário pode relacionar as informações visualizadas no sistema com a reflexão para a resolução das questões propostas. Figura 16 Banco de dados GEOIDEA Saúde. Fonte: Projeto GEOIDEA 10

11 Figura 17 Banco de dados GEOIDEA Rural. Fonte: Projeto GEOIDEA Os bancos de dados estão disponibilizados no novo Portal GEODEN (www.geoden.uff.br) para serem utilizados no software gratuito EduSPRING 1, versão Windows, que também pode ser baixado no mesmo site. Os professores, os quais já conheciam os projetos anteriores (GEODEM, GEODEF, GEOIDEA Biomas-CD- ROM) integrantes do GEODEN antigo, que preencheram a Pesquisa de Opinião, testaram o novo Portal GEODEN e fizeram avaliações positivas do novo site. Foi possível sintetizar, a partir da resposta dos professores, a necessidade de incrementar ainda mais a variedade dos assuntos abordados. Foi mencionado como a maior dificuldade para a utilização do GEODEN, o acesso restrito por parte dos professores e dos alunos aos computadores existentes na rede de ensino público. É de fundamental necessidade o acesso dos alunos e dos professores a computadores que estejam conectados à internet, já que todo conteúdo desenvolvido nos projetos encontra-se na rede. Em função do calendário atípico, observado no primeiro semestre de 2014, está planejado para o segundo semestre, um teste do portal GEODEN em condições de aula normal, o que permitirá avaliar mais detalhadamente os projetos e o conteúdo disponibilizado. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS No desenvolvimento do GEOIDEA SAÚDE, foram encontradas dificuldades na aquisição de informações referentes às doenças. A Fundação FIOCRUZ não forneceu as informações mais detalhadas e pretendidas das doenças. Tais informações foram obtidas no site do DATASUS (http://www2.datasus.gov.br/datasus/index.php), não espacializadas e em registro numérico apenas, e transferidas para uma planilha digital. Outra dificuldade foi fazer a associação dos dados adquiridos com o shape (Plano de informação no SIG) dos estados brasileiros, em função de compatibilização de versões do SPRING/INPE (Câmara et al., 1996) e do EduSPRING. No desenvolvimento do GEOIDEA Rural, também foram encontradas dificuldades para obtenção de dados. Em relação à produção agrícola das culturas café, cana-de-açúcar e soja, no âmbito estadual, as informações mais atualizadas disponíveis foram de 2010, através do PAM (Produção Agrícola Municipal) realizado pelo IBGE (http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/pam/2010/pam2010_publicacao_completa.pdf). O objetivo deste projeto foi apresentado para pesquisadores da EMBRAPA, objetivando aquisição de informações mais atuais da produção agrícola estadual para compor o banco de dados, mas não foi obtido êxito. Em relação ao mapa referente às Unidades de Conservação, a maior dificuldade foi na escolha das informações a serem utilizadas, pois no site do Ministério do Meio Ambiente (http://mapas.mma.gov.br/i3geo/datadownload.htm) e no site do IBAMA (http://siscom.ibama.gov.br/shapes/) havia muitas informações pertinentes. Portanto, foi necessário um estudo minucioso sobre quais informações seriam aproveitadas, sendo escolhidas as disponibilizadas pelo site do Ministério do Meio Ambiente. A atualização da versão do EduSPRING/2007 se faz muito necessária, não somente para disponibilizar uma versão em Linux, adequada a versão existente nos computadores as escolas públicas, mas também da versão Windows.. 1 O SIG EduSPRING foi desenvolvido no Projeto GEOIDEA Biomas FAPERJ Proc. Nº E-26/ /2007, com base no SPRING/INPE. A coordenadora do Projeto, Profa. Angelica C. Di Maio, está em processo de estruturação de nova versão para o EduSPRING. 11

12 O projeto GEOIDEA objetiva desenvolver material voltado para educação através da utilização das geotecnologias, em especial de softwares livres e gratuitos como é o caso do SIG EduSPRING. Para facilitar o uso do software e das atividades, há um tutorial no Portal GEODEN para auxiliar professores e alunos nas interações básicas com o aplicativo EduSPRING. O material elaborado teve como principal tema de abordagem as questões ambientais, por meio da criação dos bancos de dados e a formulação de exercícios e curiosidades sobre os temas saúde e rural. Dentre as etapas estabelecidas nesse projeto foi concluída a renovação do layout da estrutura e do novo Portal GEODEN, a geração de base de dados geocodificados na área ambiental com os bancos de dados relacionados à temática saúde e rural e o desenvolvimento de atividades educacionais. A inclusão do Projeto GEOIDEA no portal do GEODEN foi de suma importância, tornando mais viável e mais acessível a sua disponibilização, não só nas escolas públicas, como também para qualquer aluno ou docente que possui acesso remoto a internet. O material produzido destina-se ao ensino na educação básica com acesso livre e gratuito, sendo os professores os responsáveis por fazer a mediação do material gerado com seus alunos e promover assim, o uso dos avanços científicos tecnológicos em sala de aula. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Câmara G, Souza RCM, Freitas UM, Garrido J. "SPRING: Integrating remote sensing and GIS by object-oriented data modelling". Computers & Graphics, 20: (3) , May-Jun Di Maio, A. C. Geotecnologias Digitais do Ensino Médio: Avaliação Prática de seu potencial. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação. UNESP. Rio Claro Prêmio como Projeto de destaque no INELAM Prêmio de Inovação Educativa das Américas, no V Encontro Internacional sobre Educação, Capacitação Profissional e Tecnologias da Informação, Virtual Educa, Barcelona, Espanha, junho de Di Maio, A. C GEODEN: geotecnologias digitais no ensino básico por meio da Internet. In: XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR), 13, 2007, Florianópolis, Anais. São José dos Campos: INPE, p Di Maio, A. C.; Francisco, C.N.; Levy, C. H.; Pinto, C.A.L.; Nunes, E.A. ; Carvalho, M. V. A. ; Dornelas, T.S. GEOIDEA - Geotecnologia como instrumento da inclusão digital e educação ambiental. In: XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2009, Natal. Anais do XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. São José dos Campos: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), v. 1. p. 2397,

Uma Viagem Virtual pelos Biomas Brasileiros

Uma Viagem Virtual pelos Biomas Brasileiros Uma Viagem Virtual pelos Biomas Brasileiros Angelica Carvalho Di Maio1 Cristiane Nunes Francisco1 Cláudia Andréa Lafayette Pinto2 Eusébio Abreu Nunes3 Marcus Vinícius Alves de Carvalho1 1 Universidade

Leia mais

GEOIDEA - Geotecnologia como instrumento da inclusão digital e educação ambiental

GEOIDEA - Geotecnologia como instrumento da inclusão digital e educação ambiental GEOIDEA - Geotecnologia como instrumento da inclusão digital e educação ambiental Angelica Carvalho Di Maio 1 Cristiane Nunes Francisco 1 Carlos Henrique Levy 2 Cláudia Andréa Lafayette Pinto 3 Eusébio

Leia mais

GEODEN: geotecnologias digitais no ensino básico por meio da Internet. Angelica Carvalho Di Maio

GEODEN: geotecnologias digitais no ensino básico por meio da Internet. Angelica Carvalho Di Maio GEODEN: geotecnologias digitais no ensino básico por meio da Internet Angelica Carvalho Di Maio Universidade Federal Fluminense - UFF Av. Litorânea s/n IG-GAG Campus da Praia Vermelha - 24.210-340 Niterói

Leia mais

Geotecnologias no ensino escolar: uma abordagem com o tema transversal meio ambiente

Geotecnologias no ensino escolar: uma abordagem com o tema transversal meio ambiente Geotecnologias no ensino escolar: uma abordagem com o tema transversal meio ambiente Marcus Vinícius Alves de Carvalho 1,2 Angelica Carvalho Di Maio 2 1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO E CONTROLE DO DESMATAMENTO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE POR MEIO DE IMAGENS DO SATÉLITE CBERS

SISTEMA DE MONITORAMENTO E CONTROLE DO DESMATAMENTO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE POR MEIO DE IMAGENS DO SATÉLITE CBERS SISTEMA DE MONITORAMENTO E CONTROLE DO DESMATAMENTO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE POR MEIO DE IMAGENS DO SATÉLITE CBERS CRUZ, P. F. 1 ; BEZERRA, I. DE M. 2 RESUMO: O projeto desenvolvido teve como objetivo

Leia mais

SIG aplicado ao Ensino de Geografia GIS applied to the teaching of Geography

SIG aplicado ao Ensino de Geografia GIS applied to the teaching of Geography SIG aplicado ao Ensino de Geografia GIS applied to the teaching of Geography Liane Maria Azevedo Dornelles Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ Departamento de Geografia Física - Instituto de

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS QUE UTILIZAM GEOPROCESSAMENTO E TECNOLOGIA BIM PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA CIVIL

ESTUDO COMPARATIVO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS QUE UTILIZAM GEOPROCESSAMENTO E TECNOLOGIA BIM PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA CIVIL ESTUDO COMPARATIVO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS QUE UTILIZAM GEOPROCESSAMENTO E TECNOLOGIA BIM PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA CIVIL 1. INTRODUÇÃO E REFERENCIAL TEÓRICO A área de geoprocessamento

Leia mais

OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO ROGER TORLAY 1 ; OSVALDO T. OSHIRO 2 N 10502 RESUMO O sensoriamento remoto e o geoprocessamento trouxeram importantes avanços

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL Maria Cecília Bonato Brandalize maria.brandalize@pucpr.br Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curso

Leia mais

A dinâmica do desmatamento em duas cidades amazônicas: Rio Branco e Cruzeiro do Sul, Acre, no período de 1985 a 2003 uma análise preliminar.

A dinâmica do desmatamento em duas cidades amazônicas: Rio Branco e Cruzeiro do Sul, Acre, no período de 1985 a 2003 uma análise preliminar. A dinâmica do desmatamento em duas cidades amazônicas: Rio Branco e Cruzeiro do Sul, Acre, no período de 1985 a 2003 uma análise preliminar. Letícia Palazzi Perez 1 Homero Fonseca Filho 1 Tatiana Mora

Leia mais

10 FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM COMPARAÇÃO DE FUSÃO ENTRE AS IMAGENS DO SATÉLITE RAPID EYE, CBERS E SPOT.

10 FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM COMPARAÇÃO DE FUSÃO ENTRE AS IMAGENS DO SATÉLITE RAPID EYE, CBERS E SPOT. 10 FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM COMPARAÇÃO DE FUSÃO ENTRE AS IMAGENS DO SATÉLITE RAPID EYE, CBERS E SPOT. Thalita Dal Santo 1 Antonio de Oliveira¹ Fernando Ricardo dos Santos² A técnica de fusão

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE BANCOS DE DADOS ESPACIAIS COM IMAGENS DE SATÉLITE

CONSTRUÇÃO DE BANCOS DE DADOS ESPACIAIS COM IMAGENS DE SATÉLITE CONSTRUÇÃO DE BANCOS DE DADOS ESPACIAIS COM IMAGENS DE SATÉLITE Renzo Joel Flores Ortiz e Ilka Afonso Reis Laboratório de Estatística Espacial (LESTE) Departamento de Estatística Universidade Federal de

Leia mais

ERMAC 2010: I ENCONTRO REGIONAL DE MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL 11-13 de Novembro de 2010, São João del-rei, MG; pg 251-257 251

ERMAC 2010: I ENCONTRO REGIONAL DE MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL 11-13 de Novembro de 2010, São João del-rei, MG; pg 251-257 251 ERMAC 2010: I ENCONTRO REGIONAL DE MATEMÁTICA APLICADA E COMPUTACIONAL 11 13 de Novembro de 2010, São João delrei, MG; pg 251 257 251 ANÁLISE DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA CIDADE DE VITÓRIAES USANDO A COMPOSIÇÃO

Leia mais

PROJETO EDUCA SeRe II - Atlas de Ecossistemas da América do Sul e Antártica através de Imagens de Satélite-Um ano de difusão

PROJETO EDUCA SeRe II - Atlas de Ecossistemas da América do Sul e Antártica através de Imagens de Satélite-Um ano de difusão PROJETO EDUCA SeRe II - Atlas de Ecossistemas da América do Sul e Antártica através de Imagens de Satélite-Um ano de difusão Tania Maria Sausen 1 João Ávila 1 Ieda Machado 1 Sandra Maria da Silva 1 Gustavo

Leia mais

ANALISE TEMPORAL DA EVOLUÇÃO URBANA DO MUNICÍPIO DE NITERÓI RJ, USANDO O PROGRAMA SPRING.

ANALISE TEMPORAL DA EVOLUÇÃO URBANA DO MUNICÍPIO DE NITERÓI RJ, USANDO O PROGRAMA SPRING. ANALISE TEMPORAL DA EVOLUÇÃO URBANA DO MUNICÍPIO DE NITERÓI RJ, USANDO O PROGRAMA SPRING. RODRIGUES, Caroline Gomes 1, COSTA, Bruno Lopes ², CORREIA, Mariana Ribeiro³ 1 Universidade do Estado do Rio de

Leia mais

I SIMPÓSIO DE CIÊNCIA & TECNOLOGIA Soluções Integradas para uma Gestão Compartilhada

I SIMPÓSIO DE CIÊNCIA & TECNOLOGIA Soluções Integradas para uma Gestão Compartilhada I SIMPÓSIO DE CIÊNCIA & TECNOLOGIA Soluções Integradas para uma Gestão Compartilhada OS ATLAS ELETRÔNICOS E O DESENVOLVIMENTO DO APLICATIVO PARA A PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL TerraViewWeb

Leia mais

SENRORIAMENTO REMOTO E SIG. Aula 1. Prof. Guttemberg Silvino Prof. Francisco das Chagas

SENRORIAMENTO REMOTO E SIG. Aula 1. Prof. Guttemberg Silvino Prof. Francisco das Chagas SENRORIAMENTO REMOTO E SIG Aula 1 Programa da Disciplina 1 CONCEITOS, HISTÓRICO E FUNDAMENTOS (8 aulas) 2 Sensoriamento remoto. Histórico e definições 3 Domínios do Sensoriamento Remoto 4 Níveis de Coleta

Leia mais

Modelo de Formulário

Modelo de Formulário Formulário Pessoa Jurídica: Organização / Empresa 1. Identificação da Organização CNPJ.. / - Razão Social Nome Fantasia Endereço Número Complemento Bairro Cidade UF CEP País Telefones ou Fax E-mail Página

Leia mais

Georreferenciamento de Informações Econômicas

Georreferenciamento de Informações Econômicas Georreferenciamento de Informações Econômicas Utilizando o sistema de informações georreferenciadas (SIG) para analisar padrões econômicos espaciais PROF.VLADIMIR FERNANDES MACIEL NÚCLEO DE PESQUISA EM

Leia mais

Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT

Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT Paula Bernasconi Ricardo Abad Laurent Micol Maio de 2008 Introdução O município de Alta Floresta está localizado na região norte do estado de Mato

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

EXPANSÃO DA SOJA PARA A PORÇÃO NORTE DO BIOMA CERRADO NO ESTADO DO PIAUÍ

EXPANSÃO DA SOJA PARA A PORÇÃO NORTE DO BIOMA CERRADO NO ESTADO DO PIAUÍ EXPANSÃO DA SOJA PARA A PORÇÃO NORTE DO BIOMA CERRADO NO ESTADO DO PIAUÍ Resumo Patrícia Ladeira Pinheiro¹ Gabriel Pereira² (patricia.ladeira@gmail.com; pereira@ufsj.edu.br) Graduanda em Geografia - UFSJ

Leia mais

Mesquita, M. 1 ; Silva Neto, J.C.A. 2 ; Aleixo, N.C.R. 3 ; Email:natachaaleixo@yahoo.com.br;

Mesquita, M. 1 ; Silva Neto, J.C.A. 2 ; Aleixo, N.C.R. 3 ; Email:natachaaleixo@yahoo.com.br; SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA APLICADAS À ANÁLISE DA Mesquita, M. 1 ; Silva Neto, J.C.A. 2 ; Aleixo, N.C.R. 3 ; 1 UEA Email:nsacj@hotmail.com; 2 UEA Email:joaokandido@yahoo.com.br; 3 UEA Email:natachaaleixo@yahoo.com.br;

Leia mais

EduSPRING: uma geotecnologia auxiliando o processo ensino-aprendizagem em Montes Claros/MG

EduSPRING: uma geotecnologia auxiliando o processo ensino-aprendizagem em Montes Claros/MG Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil, 30 de abril a 05 de maio de 2011, INPE p.3272 EduSPRING: uma geotecnologia auxiliando o processo ensino-aprendizagem em

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL MOURA, A. L. A. 1 ; SÁ, L. A. C. M 2 RESUMO - A presente pesquisa está sendo desenvolvida com o objetivo de formular uma base de dados espaciais

Leia mais

A DIVERSIDADE DA GEOGRAFIA BRASILEIRA: ESCALAS E DIMENSÕES DA ANÁLISE E DA AÇÃO DE 9 A 12 DE OUTUBRO

A DIVERSIDADE DA GEOGRAFIA BRASILEIRA: ESCALAS E DIMENSÕES DA ANÁLISE E DA AÇÃO DE 9 A 12 DE OUTUBRO UTILIZAÇÃO DE GEOPROCESSAMENTO PARA ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE A EQUIPAMENTOS PÚBLICOS DE ENSINO FUNDAMENTAL EM ÁREAS DE EXPANSÃO URBANA: BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO DO SALSO PORTO ALEGRE/RS PEDRO GODINHO

Leia mais

Georreferenciamento de Informações Econômicas

Georreferenciamento de Informações Econômicas Georreferenciamento de Informações Econômicas Utilizando o sistema de informações georreferenciadas (SIG) para analisar padrões espaciais PROF.VLADIMIR FERNANDES MACIEL NÚCLEO DE PESQUISA EM QUALIDADE

Leia mais

1. Identificação da Organização

1. Identificação da Organização Formulário Pessoa Jurídica: Organização / Empresa Este formulário é idêntico ao eletrônico! Se sua opção for pelo preenchimento manual desta pesquisa, sugerimos que imprima este formulário e envie-o para

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE SOFWARES GRATUITOS DE GEOPROCESSAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA

ESTUDO COMPARATIVO DE SOFWARES GRATUITOS DE GEOPROCESSAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA ESTUDO COMPARATIVO DE SOFWARES GRATUITOS DE GEOPROCESSAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA 1. Introdução Nos últimos anos, a área de geotecnologias ganhou maior visibilidade através da popularização

Leia mais

ESTUDO DA EXPANSÃO DO DESMATAMENTO DO BIOMA CERRADO A PARTIR DE CENAS AMOSTRAIS DOS SATÉLITES LANDSAT

ESTUDO DA EXPANSÃO DO DESMATAMENTO DO BIOMA CERRADO A PARTIR DE CENAS AMOSTRAIS DOS SATÉLITES LANDSAT ESTUDO DA EXPANSÃO DO DESMATAMENTO DO BIOMA CERRADO A PARTIR DE CENAS AMOSTRAIS DOS SATÉLITES LANDSAT Elaine Barbosa da SILVA¹ Laerte Guimarães FERREIRA JÚNIOR¹ Antonio Fernandes dos ANJOS¹ Genival Fernandes

Leia mais

SOLUÇÃO PARA SOCIALIZAÇÃO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICOS E ANÁLISE DE APTIDÃO DO SOLO UTILIZANDO O SOFTWARE I3GEO

SOLUÇÃO PARA SOCIALIZAÇÃO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICOS E ANÁLISE DE APTIDÃO DO SOLO UTILIZANDO O SOFTWARE I3GEO INSTITUTO DE ESTUDOS SUPERIORES DA AMAZÔNIA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ANDERSON CARLOS SOUSA CALIL NILMA JOSY SILVA DA SILVA SOLUÇÃO PARA SOCIALIZAÇÃO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICOS E ANÁLISE DE APTIDÃO

Leia mais

VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO IVDN NO MUNICIPIO DE ÁGUAS BELAS-PE COM BASE EM IMAGENS TM LANDSAT 5

VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO IVDN NO MUNICIPIO DE ÁGUAS BELAS-PE COM BASE EM IMAGENS TM LANDSAT 5 VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO IVDN NO MUNICIPIO DE ÁGUAS BELAS-PE COM BASE EM IMAGENS TM LANDSAT 5 Maurílio Neemias dos Santos 1, Heliofábio Barros Gomes 1,, Yasmim Uchoa da Silva 1, Sâmara dos Santos

Leia mais

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL

PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE EDITAL DE SELEÇÃO PARA O V CURSO GEOTECNOLOGIA APLICADA À GESTÃO E ORDENAMENTO TERRITORIAL Porto Velho/RO 20 a 22 de março de 2014 INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 10/03/2014 Porto

Leia mais

CONFLITO DE COBERTURA DE TERRAS EM REGIÃO DE FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL, EM RELAÇÃO À APLICAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL EM VIGOR 1

CONFLITO DE COBERTURA DE TERRAS EM REGIÃO DE FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL, EM RELAÇÃO À APLICAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL EM VIGOR 1 CONFLITO DE COBERTURA DE TERRAS EM REGIÃO DE FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL, EM RELAÇÃO À APLICAÇÃO DO CÓDIGO FLORESTAL EM VIGOR 1 PIAZZA, Eliara Marin 2 ; GONSALVEZ, Lilian Mariano 2 ; BREUNIG, Fábio Marcelo

Leia mais

Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor

Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor e conservação de água mediante adequação ambiental em propriedades rurais na Região Metropolitana

Leia mais

Sistema de Cadastro Ambiental Rural. Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas

Sistema de Cadastro Ambiental Rural. Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas Sistema de Cadastro Ambiental Rural Diretoria de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas CAR - Lei 12.651/2012: Cadastro Ambiental Rural Lei 12.651/2012 É criado o Cadastro Ambiental Rural - CAR,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO HEMERÓBICA DAS UNIDADES DE PAISAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARÁ-CARÁ, PONTA GROSSA PR

CLASSIFICAÇÃO HEMERÓBICA DAS UNIDADES DE PAISAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARÁ-CARÁ, PONTA GROSSA PR V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 CLASSIFICAÇÃO HEMERÓBICA DAS UNIDADES DE PAISAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CARÁ-CARÁ, PONTA GROSSA PR Andreza

Leia mais

Alta disponibilidade de imagens satélites georreferenciadas de alta resolução para o monitoramento dos recursos naturais renováveis.

Alta disponibilidade de imagens satélites georreferenciadas de alta resolução para o monitoramento dos recursos naturais renováveis. Alta disponibilidade de imagens satélites georreferenciadas de alta resolução para o monitoramento dos recursos naturais renováveis. Luiz Pacheco Motta¹ Paulo Marcos Coutinho dos Santos² José Itama da

Leia mais

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações.

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações. PROCESSO 014-2014 ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA Declaração de trabalho, serviços e especificações. A Contratada deverá executar o trabalho e realizar os serviços a seguir, indicados de acordo com as especificações

Leia mais

Marcus Vinícius Alves de Carvalho 1,2 Angelica Carvalho Di Maio 2

Marcus Vinícius Alves de Carvalho 1,2 Angelica Carvalho Di Maio 2 Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil, 30 de abril a 05 de maio de 2011, INPE p.3351 Proposta para a difusão de dados e informações geoespaciais disponíveis

Leia mais

Geografia e Infraestrutura As Geotecnologias no ensino médio

Geografia e Infraestrutura As Geotecnologias no ensino médio Geografia e Infraestrutura As Geotecnologias no ensino médio Luiz Antonio Ugeda Sanches Presidente Doutorando em Geografia (UnB) Mestre em Direito e em Geografia (PUC/SP) A tecnologia nos Parâmetros Curriculares

Leia mais

SIG como uma ferramenta de análise espacial Um estudo de caso da saúde no RN

SIG como uma ferramenta de análise espacial Um estudo de caso da saúde no RN SIG como uma ferramenta de análise espacial Um estudo de caso da saúde no RN Adeline M. Maciel, Luana D. Chagas, Cláubio L. L. Bandeira Mestrado em Ciência da Computação (MCC) Universidade do Estado do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIOAMBIENTAIS LABORATÓRIO DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS E GEOPROCESSAMENTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIOAMBIENTAIS LABORATÓRIO DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS E GEOPROCESSAMENTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIOAMBIENTAIS LABORATÓRIO DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS E GEOPROCESSAMENTO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PÁGINA WEB DO LAPIG WANESSA CAMPOS SILVA Goiânia Junho

Leia mais

Izabel Cecarelli. GEOAMBIENTE Sensoriamento Remoto

Izabel Cecarelli. GEOAMBIENTE Sensoriamento Remoto Izabel Cecarelli GEOAMBIENTE Sensoriamento Remoto A GEOAMBIENTE, atuante no mercado há 10 anos, presta serviços em aplicações de sensoriamento remoto e desenvolvimento / integração de sistemas de informações

Leia mais

15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto

15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto 15- Representação Cartográfica - Estudos Temáticos a partir de imagens de Sensoriamento Remoto O Sensoriamento Remoto é uma técnica que utiliza sensores, na captação e registro da energia refletida e emitida

Leia mais

Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território

Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território SEMINÁRIO VALOR ECONÔMICO AGRICULTURA COMO INSTRUMENTO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território Gestão da propriedade e governança do território

Leia mais

INFLUÊNCIA DA OCUPAÇÃO URBANA NO MEIO AMBIENTE DA PLANÍCIE COSTEIRA DO CAMPECHE SC, COM O USO DE GEOPROCESSAMENTO

INFLUÊNCIA DA OCUPAÇÃO URBANA NO MEIO AMBIENTE DA PLANÍCIE COSTEIRA DO CAMPECHE SC, COM O USO DE GEOPROCESSAMENTO INFLUÊNCIA DA OCUPAÇÃO URBANA NO MEIO AMBIENTE DA PLANÍCIE COSTEIRA DO CAMPECHE SC, COM O USO DE GEOPROCESSAMENTO PROFª MSC. MARIANE ALVES DAL SANTO MAURICIO SILVA Laboratório de Geoprocessamento - GeoLab

Leia mais

Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS-1.

Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS-1. Aplicações de Dados de Satélites com Ênfase em Imagens CBERS-1. Paulo Roberto Martin ATUS-Atendimento a Usuários de Imagens Divisão de Sensoriamento Remoto-DSR/OBT III Encontro com

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

Sustainable Viticulture: geotechnology for characterization of land use and identification of permanent preservation areas in the Serra Gaúcha, Brazil

Sustainable Viticulture: geotechnology for characterization of land use and identification of permanent preservation areas in the Serra Gaúcha, Brazil Sustainable Viticulture: geotechnology for characterization of land use and identification of permanent preservation areas in the Serra Gaúcha, Brazil Vitivinicultura sustentável: geotecnologias para caracterização

Leia mais

DELIMITAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE EM TOPO DE MORRO. ESTUDO DE CASO: SUB-BACIA DO RIO CANOAS, MONTES CLAROS - MG

DELIMITAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE EM TOPO DE MORRO. ESTUDO DE CASO: SUB-BACIA DO RIO CANOAS, MONTES CLAROS - MG DELIMITAÇÃO DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE EM TOPO DE MORRO. ESTUDO DE CASO: SUB-BACIA DO RIO CANOAS, MONTES CLAROS - MG Felipe Aquino Lima 1, Diego Brito de Oliveira 2, Rodrigo Praes de Almeida 3,

Leia mais

Natália da Costa Souza. Ana Paula Camargo Larocca

Natália da Costa Souza. Ana Paula Camargo Larocca USO DE GEOTECNOLOGIAS APLICADO AO ESTUDO DA SUSCETIBILIDADE E ANÁLISE DE RISCO DE PROCESSOS EROSIVOS EM FAIXAS DE DOMÍNIO DE LINHAS FÉRREAS - SUBSÍDIO AOS PROCESSOS DE LICENCIAMENTO OPERACIONAL E AMBIENTAL

Leia mais

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos - Criação e Estruturação da Moratória da Soja - Realizações da Moratória da Soja - A Prorrogação da Moratória - Ações Prioritárias Relatório Apresentado pelo

Leia mais

EMBRAPA GADO DE LEITE SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO TERRITORIAL PARA SUPORTE A CADEIA PRODUTIVA DO LEITE NO ESTADO DE MINAS GERAIS

EMBRAPA GADO DE LEITE SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO TERRITORIAL PARA SUPORTE A CADEIA PRODUTIVA DO LEITE NO ESTADO DE MINAS GERAIS EMBRAPA GADO DE LEITE SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO TERRITORIAL PARA SUPORTE A CADEIA PRODUTIVA DO LEITE NO ESTADO DE MINAS GERAIS Roberto Carlos Soares Nalon Pereira Souza, Marcos Cicarini Hott, Vitor

Leia mais

TF096767 Projeto Políticas para o Cerrado e Monitoramento do Bioma Iniciativa Cerrado Sustentável MMA TERMO DE REFERÊNCIA N 2013.0122.

TF096767 Projeto Políticas para o Cerrado e Monitoramento do Bioma Iniciativa Cerrado Sustentável MMA TERMO DE REFERÊNCIA N 2013.0122. TF096767 Projeto Políticas para o Cerrado e Monitoramento do Bioma Iniciativa Cerrado Sustentável MMA TERMO DE REFERÊNCIA N 2013.0122.00032-0 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PESSOA FÍSICA ESPECIALIZADA

Leia mais

GERAÇÃO DE CARTA IMAGEM DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO-PR

GERAÇÃO DE CARTA IMAGEM DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO-PR GERAÇÃO DE CARTA IMAGEM DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO-PR Ana Laura Reichert CENTENARO 1, Danielli BATISTELLA 1 Gabriela SUZIN 1, Morgana Gabriela RAYMUNDI 1 1 Universidade Tecnológica Federal do Paraná,

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O MUNICÍPIO DE TERESÓPOLIS, EM LABORATÓRIO DO UNIFESO José Roberto de C. Andrade Professor do Centro de Ciências e Tecnologia, UNIFESO Sergio Santrovitsch

Leia mais

Aqui u sição ã d e e ima m g a en e s n de sat a él é ite Suely Franco S. Lima

Aqui u sição ã d e e ima m g a en e s n de sat a él é ite Suely Franco S. Lima Aquisição de imagens de satélite Suely Franco S. Lima http://www.dsr.inpe.br/vcsr http://www.dsr.inpe.br/vcsr/ /apresentacoes.html apresentacoes.html Formatos JPEG e TIF Dois formatos mais comuns: JPEG

Leia mais

Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig

Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig Metodologia para elaboração de diagnóstico físico e ambiental no Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias com uso do gvsig Autores: Milton Satoshi Matsushita 1 e Reinaldo Tadeu O. Rocha 2 1 Engenheiro

Leia mais

MAPEAMENTO DA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA EM VINTE E SEIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE ALFENAS, MINAS GERAIS

MAPEAMENTO DA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA EM VINTE E SEIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE ALFENAS, MINAS GERAIS MAPEAMENTO DA ESQUISTOSSOMOSE MANSÔNICA EM VINTE E SEIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE ALFENAS, MINAS GERAIS Lucas Emanuel Servidoni 1 Ericson Hideki Hayakawa 2 lucas_servidoni@hotmail.com, ericson_geo@yahoo.com.br

Leia mais

Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade

Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade N T I Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade SISTEMAS DE CONTROLE E MONITORAMENTO AMBIENTAL SEIAM Sistema Estadual de Informações Ambientais Sistema Estadual de Informações Ambientais

Leia mais

Bruno Rafael de Barros Pereira 1 Venerando Eustáquio Amaro 1,2 Arnóbio Silva de Souza 1 André Giskard Aquino 1 Dalton Rosemberg Valentim da Silva 1

Bruno Rafael de Barros Pereira 1 Venerando Eustáquio Amaro 1,2 Arnóbio Silva de Souza 1 André Giskard Aquino 1 Dalton Rosemberg Valentim da Silva 1 Análise de dados orbitais multitemporais para avaliação de linha de costa nas áreas adjacentes ao município de Areia Branca/RN, com enfoque na região próxima ao estuário do Rio Apodí-Mossoró. Bruno Rafael

Leia mais

"Protegendo as nascentes do Pantanal"

Protegendo as nascentes do Pantanal "Protegendo as nascentes do Pantanal" Diagnóstico da Paisagem: Região das Cabeceiras do Rio Paraguai Apresentação O ciclo de garimpo mecanizado (ocorrido nas décadas de 80 e 90), sucedido pelo avanço das

Leia mais

LEVANTAMENTO DO USO DAS TERRAS DO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DO CARIRI-PB COM BASE EM IMAGENS DO TM/LANDSAT 5

LEVANTAMENTO DO USO DAS TERRAS DO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DO CARIRI-PB COM BASE EM IMAGENS DO TM/LANDSAT 5 LEVANTAMENTO DO USO DAS TERRAS DO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DO CARIRI-PB COM BASE EM IMAGENS DO TM/LANDSAT 5 MADSON T. SILVA 1, VICENTE DE P. R. DA SILVA 2, RONILDO A. PEREIRA 3, JOSÉ A. B. DO AMARAL 4 1 Meteorologista,

Leia mais

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental 15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental Comparação da temperatura de brilho de superfície do período seco com o chuvoso no Distrito Federal calculada a partir de imagens do Landsat

Leia mais

Palavras chave: Expansão Urbana;Sensoriamento Remoto; SIG e Supressão da vegetação.

Palavras chave: Expansão Urbana;Sensoriamento Remoto; SIG e Supressão da vegetação. SENSORIAMENTO REMOTO E SIG APLICADOS NA ANÁLISE DA EXPANSÃO URBANA NA REGIÃO SUDOESTE DA CIDADE DE MONTES CLAROS MG E A SUPRESSÃO DA VEGETAÇÃO NOS ANOS DE 2000 Á 2011 OLIVEIRA, Gustavo Henrique Gomes de

Leia mais

CAPACITAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE CADASTRO TÉCNICO MULTIFINALITÁRIO EM MUNICÍPIOS DA PARAÍBA

CAPACITAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE CADASTRO TÉCNICO MULTIFINALITÁRIO EM MUNICÍPIOS DA PARAÍBA CAPACITAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE CADASTRO TÉCNICO MULTIFINALITÁRIO EM MUNICÍPIOS DA PARAÍBA XAVIER, Ana Paula Campos 1 COSTA, Antônio Carlos Brito Vital 2 DANTAS, José Carlos 3 OLIVEIRA, Nádja Melo 4 SILVA,

Leia mais

USO DE GEOTECNOLOGIAS PARA ESPACIALIZAÇÃO DE DADOS DE PRECIPITAÇÃO

USO DE GEOTECNOLOGIAS PARA ESPACIALIZAÇÃO DE DADOS DE PRECIPITAÇÃO USO DE GEOTECNOLOGIAS PARA ESPACIALIZAÇÃO DE DADOS DE PRECIPITAÇÃO Resumo O conhecimento da precipitação tem grande importância para a realização de projetos nas áreas agrícola e hidráulica e outras. Tendo

Leia mais

Kosmo SIG. Revista FOSSGIS Brasil Janeiro 2012 www.fossgisbrasil.com.br

Kosmo SIG. Revista FOSSGIS Brasil Janeiro 2012 www.fossgisbrasil.com.br Kosmo SIG Personalizando o Kosmo Desktop para Aplicações Portable Por Gilberto Pessanha Ribeiro, Ícaro Brito e Luiz Moreno Através da parceria recente firmada junto à Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

Monitoramento dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica

Monitoramento dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica Monitoramento dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica Realização: Patrocínio: Execução Técnica: PRIMEIRO MAPEAMENTO DA MATA ATLÂNTICA SOS Mata Atlântica INPE e IBAMA Escala: 1:1.000.000 CONCLUÍDO:

Leia mais

Sistema de Informações Geográficas: Uma Ferramenta para Gestão de Pesquisa Agrícola

Sistema de Informações Geográficas: Uma Ferramenta para Gestão de Pesquisa Agrícola Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil, 30 de abril a 05 de maio de 2011, INPE p.8704 Sistema de Informações Geográficas: Uma Ferramenta para Gestão de Pesquisa

Leia mais

ANÁLISE DA EFETIVIDADE DA ZONA DE AMORTECIMENTO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO POR SENSORIAMENTO REMOTO

ANÁLISE DA EFETIVIDADE DA ZONA DE AMORTECIMENTO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO POR SENSORIAMENTO REMOTO ANÁLISE DA EFETIVIDADE DA ZONA DE DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO POR SENSORIAMENTO REMOTO OTÁVIO AUGUSTO CARVALHO NASSUR 1, JOÃO GABRIEL NOTEL DE SOUZA 2, ELIZABETH FERREIRA 3, ANTONIO AUGUSTO AGUILAR DANTAS

Leia mais

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão 01 Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão Rodrigo G. Trevisan¹; José P. Molin² ¹ Eng. Agrônomo, Mestrando em Engenharia de Sistemas Agrícolas (ESALQ-USP); ² Prof. Dr. Associado

Leia mais

ANÁLISE ESPACIAL INTEGRADA NO BONFIM, PETROPÓLIS, RJ, APLICADO AO USO DA TERRA E COBERTURA VEGETAL, COM SUPORTE DE GEOTECNOLOGIAS

ANÁLISE ESPACIAL INTEGRADA NO BONFIM, PETROPÓLIS, RJ, APLICADO AO USO DA TERRA E COBERTURA VEGETAL, COM SUPORTE DE GEOTECNOLOGIAS RELATÓRIO TÉCNICO PROJETO DE PESQUISA FAPERJ AUXÍLIO À PESQUISA APQ1 PROCESSO E-26/111.893/2012 RESPONSÁVEL: GILBERTO PESSANHA RIBEIRO ANÁLISE ESPACIAL INTEGRADA NO BONFIM, PETROPÓLIS, RJ, APLICADO AO

Leia mais

SIG - Sistemas de Informação Geográfica

SIG - Sistemas de Informação Geográfica SIG - Sistemas de Informação Geográfica Gestão da Informação Para gestão das informações relativas ao desenvolvimento e implantação dos Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica

Leia mais

EXPLORANDO O SOFTWARE GOOGLE EARTH NAS AULAS DE GEOGRAFIA NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II

EXPLORANDO O SOFTWARE GOOGLE EARTH NAS AULAS DE GEOGRAFIA NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II EXPLORANDO O SOFTWARE GOOGLE EARTH NAS AULAS DE GEOGRAFIA NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II Karine de Freitas Amaral Mestranda em Geografia UNESP Rio Claro karine.geografia@outlook.com Resumo Este estudo

Leia mais

O USO DE CARTAS TOPOGRÁFICAS E IMAGENS DO GOOGLE EARTH EM ESTUDOS DE IDENTIFICAÇÃO DE TURFAS NOS MUNICIPIOS DE GUARAPUAVA E PINHÃO-PR

O USO DE CARTAS TOPOGRÁFICAS E IMAGENS DO GOOGLE EARTH EM ESTUDOS DE IDENTIFICAÇÃO DE TURFAS NOS MUNICIPIOS DE GUARAPUAVA E PINHÃO-PR O USO DE CARTAS TOPOGRÁFICAS E IMAGENS DO GOOGLE EARTH EM ESTUDOS DE IDENTIFICAÇÃO DE TURFAS NOS MUNICIPIOS DE GUARAPUAVA E PINHÃO-PR Machado, F. (UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE - UNICENTRO) ; Pelegrina,

Leia mais

O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS EM SISTEMA CONDOMINIAL DE ESGOTO - MUNICÍPIO DO NATAL/RN

O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS EM SISTEMA CONDOMINIAL DE ESGOTO - MUNICÍPIO DO NATAL/RN p. 001-005 O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA IDENTIFICAÇÃO DE PONTOS CRÍTICOS EM SISTEMA CONDOMINIAL DE ESGOTO - MUNICÍPIO DO NATAL/RN ELIEZER MAZZETTI ROSA *Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico

Leia mais

DECRETO Nº 25974. de 15 de dezembro de 2008.

DECRETO Nº 25974. de 15 de dezembro de 2008. DECRETO Nº 25974 de 15 de dezembro de 2008. Institui o GEOPARQUE CICLO DO OURO DE GUARULHOS e dá diretrizes para sua estruturação com o objetivo de implantação e forma de gestão. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Cálculo da área de drenagem e perímetro de sub-bacias do rio Araguaia delimitadas por MDE utilizando imagens ASTER

Cálculo da área de drenagem e perímetro de sub-bacias do rio Araguaia delimitadas por MDE utilizando imagens ASTER Cálculo da área de drenagem e perímetro de sub-bacias do rio Araguaia delimitadas por MDE utilizando imagens ASTER Murilo R. D. Cardoso Universidade Federal de Goiás, Instituto de Estudos Sócio-Ambientais/GO

Leia mais

Boas vindas!!! Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014

Boas vindas!!! Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014 Boas vindas!!! Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014 Dinâmica Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014 Arquivos & Certificados Webinar 10 Mitos Geo Resultados

Leia mais

O USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO

O USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO O USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO Marcos Roberto Martines mmartines@ufscar.br 2045 Curso: Geografia Ricardo Vicente Ferreira rcrdvf@gmail.com Curso: Geografia Resumo O uso de imagens de satélites e

Leia mais

Bruno C. Morais¹; Ricardo de O. Figueiredo 2 Nº 13402

Bruno C. Morais¹; Ricardo de O. Figueiredo 2 Nº 13402 SISTEMATIZAÇÃO DE DADOS BIBLIOGRÁFICOS RELACIONADOS AOS IMPACTOS AMBIENTAIS DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA SOBRE AS ÁGUAS FLUVIAS NO CORREDOR DE NACALA, MOÇAMBIQUE Bruno C. Morais¹; Ricardo de O. Figueiredo 2 1

Leia mais

UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O CAMPUS CENTRAL DA UFRN

UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O CAMPUS CENTRAL DA UFRN UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O CAMPUS CENTRAL DA UFRN GOMES, C. 1 ; CUELLAR, M. 2 ; COSTA, A. M. B. 3 ; AMORIM, R. F. 4 ; RAMOS, A. E. S. 5 ; NASCIMENTO, K. C. do 6 RESUMO: A criação de um

Leia mais

Programa CBERS. Infra-estrutura de Dados & Benefícios Sociais

Programa CBERS. Infra-estrutura de Dados & Benefícios Sociais Programa CBERS Infra-estrutura de Dados & Benefícios Sociais Observação da Terra e benefícios sociais NASA Conhecimento em Observação da Terra John McDonald (MDA) A questão fundamental Como garantir capacitação

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica (SIG) e base de dados geoespaciais do projeto Geodegrade

Sistema de Informação Geográfica (SIG) e base de dados geoespaciais do projeto Geodegrade Sistema de Informação Geográfica (SIG) e base de dados geoespaciais do projeto Geodegrade Gustavo Bayma Siqueira da Silva 1 Luciana de Araújo Spinelli 1 Sandra Furlan Nogueira 1 Edson Luís Bolfe 1 Daniel

Leia mais

AS BASES DE DADOS EM SAÚDE COMO FERRAMENTAS DE BUSCA DA INFORMAÇÃO: um relato de experiência da Biblioteca Central Julieta Carteado

AS BASES DE DADOS EM SAÚDE COMO FERRAMENTAS DE BUSCA DA INFORMAÇÃO: um relato de experiência da Biblioteca Central Julieta Carteado PÔSTER IMPACTO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NA GESTÃO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA Uso estratégico das tecnologias em informação documentária AS BASES DE DADOS EM SAÚDE COMO FERRAMENTAS DE BUSCA DA INFORMAÇÃO:

Leia mais

Rafael Galvan Barbosa Ferraz 1 Carla Maria Maciel Salgado 1 Reginaldo Brito da Costa 1

Rafael Galvan Barbosa Ferraz 1 Carla Maria Maciel Salgado 1 Reginaldo Brito da Costa 1 Análise de Uso do Solo e Topografia do Município de Dois Irmãos de Buriti para elaboração de uma proposta de criação de Área de Proteção Ambiental (APA) Rafael Galvan Barbosa Ferraz 1 Carla Maria Maciel

Leia mais

Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE

Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE Guia Como Baixar e Usar Dados Geográficos do IBGE Este guia vai ajudar você a pesquisar e encontrar dados geoespaciais no Portal de Mapas do Instituto

Leia mais

Análise temporal do crescimento urbano em bacias hidrográficas e seus reflexos na macrodrenagem com suporte das geotecnologias

Análise temporal do crescimento urbano em bacias hidrográficas e seus reflexos na macrodrenagem com suporte das geotecnologias Análise temporal do crescimento urbano em bacias hidrográficas e seus reflexos na macrodrenagem com suporte das geotecnologias Mario Valério Filho 1 Marcello Alves 2 Madalena Niero Pereira 3 Cláudia Durand

Leia mais

ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE

ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE Este guia vai ajudar você a como fazer download, e a visualizar as imagens de satélite

Leia mais

Ensino Aprendizagem de Processamento de Imagens CBERS na modalidade a Distância

Ensino Aprendizagem de Processamento de Imagens CBERS na modalidade a Distância 1. Introdução. I Jornada de Educación em Percepción Remota en el ámbito de Centro América y el Caribe Título da Palestra: Ensino Aprendizagem de Processamento de Imagens CBERS na modalidade a Distância

Leia mais

Nota 3 Técnica. Sistemas computacionais utilizados na estruturação do SITE MATOPIBA. Carlos Alberto de Carvalho 1 Jaudete Daltio 2

Nota 3 Técnica. Sistemas computacionais utilizados na estruturação do SITE MATOPIBA. Carlos Alberto de Carvalho 1 Jaudete Daltio 2 Nota 3 Técnica Campinas, SP dezembro, 2014 Sistemas computacionais utilizados na estruturação do SITE MATOPIBA Carlos Alberto de Carvalho 1 Jaudete Daltio 2 1 Mestre em ciência da computação e analista

Leia mais

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências.

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências. TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS Tecnologia Geoprocessamento Sistemas de Informações Geográficas Sensoriamento Remoto Geociências Geofísica www.hexgis.com PIONEIRISMO E INOVAÇÃO Idealizada a partir

Leia mais

Capítulo 5 INTERNET E NOVAS TECNOLOGIAS

Capítulo 5 INTERNET E NOVAS TECNOLOGIAS Capítulo 5 INTERNET E NOVAS TECNOLOGIAS 5.1 - GEOPROCESSAMENTO E INTERNET...2 5.2 - BIBLIOTECAS DIGITAIS...4 5.2.1 - Introdução...4 5.2.2 - Natureza dos Dados Geográficos...4 5.2.3 - Apresentação dos Dados...5

Leia mais

O uso do gvsig em projetos de geoprocessamento no setor corporativo e na GAUSS Geotecnologia

O uso do gvsig em projetos de geoprocessamento no setor corporativo e na GAUSS Geotecnologia O uso do gvsig em projetos de geoprocessamento no setor corporativo e na GAUSS Geotecnologia Carlos Aluísio Mesquita de Almeida GAUSS Geotecnologia e Engenharia LTDA Tópicos Introdução Aprendizado do gvsig

Leia mais

FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA GEOPROCESSAMENTO EM PROJETOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO

FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA GEOPROCESSAMENTO EM PROJETOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA GEOPROCESSAMENTO EM PROJETOS DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO Marina Vendl Craveiro mari_e_mari@hotmail.com Sergio Vicente Denser Pamboukian sergio.pamboukian@mackenzie.br

Leia mais