Introdução. Definição de Rede de Computadores. Exemplos de Redes de Computadores. a Rede de Computadores

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução. Definição de Rede de Computadores. Exemplos de Redes de Computadores. a Rede de Computadores"

Transcrição

1

2 Apostila criada pelo professor Geyson Silva Todos os direitos reservados Copyright

3 Introdução a Rede de Computadores Definição de Rede de Computadores Uma rede de computadores consiste de dois ou mais computadores e outros dispositivos conectados entre si de modo a poderem compartilhar seus serviços, que podem ser: dados, impressoras, mensagens ( s), etc. A Internet é um amplo sistema de comunicação que conecta muitas redes de computadores. Existem várias formas e recursos de vários equipamentos que podem ser interligados e compartilhados, mediante meios de acesso, protocolos e requisitos de segurança. Exemplos de Redes de Computadores 3

4 Dados Os dados referem-se a uma recolha de informações organizadas, normalmente o resultado da experiência ou observação de outras informações dentro de um sistema de computador, ou um conjunto de instalações. Dados analógicos: Apresentam variação contínua de intensidade e sua semântica é determinada pela passagem do tempo. Exemplos: temperatura pressão, áudio, vídeo, etc. Dados digitais: Assumem somente valores discretos, que podem ser representados pelos símbolos binários 0 e 1. Exemplo: codificação binária de textos (ASCII). Codificação A codificação é o processo de transformação de um dado analógico ou digital em um sinal elétrico/eletromagnético, analógico ou digital, para fins de transmissão. Sinais Dados são transmitidos de um dispositivo a outro sob a forma de sinais. Os sinais são a codificação elétrica/eletromagnética dos dados. Os sinais são modulados e demodulados por equipamentos destinados a este fim chamados modems. Tipos de Transmissões de Sinais Transmissão Síncrona: Utiliza modems síncronos. Esse tipo de transmissão é mais eficiente, porém necessita de clock de sincronismo e de um meio de transmissão mais confiável em virtude de os dados serem transferidos em blocos. Exemplo de Transmissão Síncrona 4

5 Transmissão Assíncrona: Utiliza modems assíncronos. É mais adaptável à velocidade e qualidade da linha e não necessita de sincronismo. Devido ao processamento de caracteres de controle, é menos eficiente que a transmissão síncrona. Exemplo de Transmissão Assincrona 5

6 Relacionamento de Redes O termo relacionamento de rede se refere a dois conceitos diferentes sobre como um computador utiliza os recursos de outro computador pela rede. As redes peer-to-peer e cliente/servidor exigem que certas camadas da rede sejam comuns a elas. Ambas exigem uma conexão de rede física entre os computadores e os mesmos protocolos de rede utilizados, e assim por diante. Sob este aspecto, não há diferenças entre os dois tipos de relacionamentos de rede. A diferença provém do fato de você distribuir os recursos de rede compartilhados por todos os computadores da rede, ou utilizar servidores de rede centralizados. Rede Peer-to-Peer (Ponto-a-Ponto) O Relacionamento de rede peer-to-peer define um conceito no qual os computadores da rede se comunicam entre si como similares. Cada computador é responsável por disponibilizar seus próprios recursos a outros computadores da rede. Cada computador também é responsável por definir e manter sua própria segurança para esses recursos. Vantagens das Redes Peer-to-Peer Utiliza hardwares mais baratos: Os recursos são distribuídos por muitos outros computadores não havendo, portanto, necessidade de um computador servidor de topo de linha; Fácil de administrar: Cada máquina realiza a sua própria administração e o trabalho de administrar a rede é distribuído entre diversas pessoas; Não exige NOS(Sistema Operacional de Rede): Poderá ser construido uma rede peer-to-peer usando apenas o Windows 98, Windows 2000, Windows XP, Windows 2003, Windows Vista em todas as estações de trabalho ou computadores Macintosh para este caso; Maior redundância incorporada: Caso você possua uma rede de pequeno porte, com estações de trabalho, cada uma delas contendo dados importantes e uma delas falhe, ainda poderá dispor da maior parte de seus recursos compartilhados. Desvantagens de Redes Peer-to-Peer Pode prejudicar o desempenho do usuário: Caso algumas estações de trabalho tenham seus recursos utilizados com freqüência, esta utilização através da rede poderia afetar o usuário. Pouca segura: Redes peer-to-peer são muito menos seguras que as redes cliente/servidor, porque você não pode garantir que os usuários administrem suas máquinas de forma adequada, não importa quanto sejam competentes. Fazer cópias de segurança(backup) é complicado: Fazer cópias de segurança de todas as informações espalhadas pelas diversas estações de trabalho é complicado, e não seria sensato deixar que este trabalho seja feito pelos usuários de cada máquina. Mantém o controle de versão com dificuldade: Gerenciar as diferentes versões dos documentos pode se tornar extremamente difícil. Exemplo de Peer-to-Peer 6

7 Rede cliente/servidor Um relacionamento de rede cliente/servidor é aquele em que existe distinção entre os computadores que disponibilizam os recursos de redes(servidores) e aqueles que usam os recursos (clientes ou estações de trabalho). Uma rede puramente cliente/servidor é aquela na qual todos os recursos de rede disponíveis, como arquivos, diretórios, aplicativos e dispositivos compartilhados são gerenciados e hospedados centralizadamente e, em seguida acessados pelos computadores clientes. Vantagens das Redes Cliente/Servidor Bastante segura: Primeiramente, devido aos recursos compartilhados estarem localizados em uma área centralizada, eles podem ser administrados naquele ponto. Segundo, os servidores normalmente residem fisicamente em local seguro, como em uma sala fechada. Terceiro, os sistemas operacionais, onde em um deles roda uma rede cliente/servidor, são projetados para serem seguros. Melhor desempenho: Embora os servidores dedicados sejam mais caros que as estações de trabalho padronizadas, eles também oferecem desempenho consideravelmente superior e são otimizados para lidar simultaneamente com as necessidades de vários usuários. Backup centralizado: Fazer Backup dos dados importantes de uma empresa é muito mais fácil quando os mesmos estão localizados num servidor central. Além de ser mais fácil, são também mais rápidos que os descentralizados. Bastante confiáveis: Embora haver mais redundância integrada a uma rede peer-to-peer, também é verdade que uma boa rede cliente/servidor pode ser mais confiável. Devido o servidor dedicado ter somente uma simples tarefa a cumprir, sua complexidade é reduzida e sua confiabilidade aumentada. Desvantagens das Redes Cliente/Servidor Exige uma administração profissional: Redes cliente/servidor normalmente precisam de uma administração profissional, mesmo para redes pequenas. Utilização mais intensa do hardware: Além dos computadores clientes, você precisará também de um computador servidor que, normalmente, precisa ser um computador robusto, com bastante memória e espaço em disco. Utilização mais intensa do hardware: Além dos computadores clientes, você precisará também de um computador servidor que, normalmente, precisa ser um computador robusto, com bastante memória e espaço em disco. Exemplo de Rede Cliente/Servidor 7

8 Arquitetura de Rede É um conjunto de camadas e protocolo. A especificação de uma arquitetura deve conter informações suficientes para permitir que um implementador desenvolva o programa ou construa o hardware de cada camada, de forma que ela obedeça corretamente ao protocolo adequado. Modelo ISO/OSI de Rede O modelo OSI (Open Systems Interconnection) define todos os métodos e protocolos necessários para conectar dois computadores pela rede. O modelo ISO/OSI é um modelo conceitual, normalmente usados em projetos de rede e na engenharia de soluções de rede. O modelo ISSO/OSI divide os métodos e protocolos exigidos para uma conexão de rede em sete camadas diferentes. Cada camada depende dos serviços fornecidos por uma camada inferior. Camada Física A primeira camada, a camada física, determina as propriedades do meio físico utilizado para uma conexão de rede. As especificações da camada física resultam de um meio físico um cabo de rede que pode uma corrente de bits entre os nós de rede física. A conexão física tanto pode ser: Ponto-a-Ponto ou Simplex - entre dois pontos Duplex - em uma única direção Full-Duplex em ambas as direções Camada de Enlace A camada de Enlace ou Link de Dados define os padrões que determinam o propósito dos bits transportados pela camada física. 8

9 A camada de Enlace é normalmente nte subdivida em duas subcamadas, chamadas logical link control (LLC) e media acess control (MAC). Caso seja utilizada, a subcamada LLC realiza tarefas como geração e término de chamada e transferência de dados. A subcamada MAC manipula a montagem e desmontagem do frame, detecção e correção de erros e endereçamento. Camada de Rede A camada de rede determina como o os pacotes de dados são transportados de um ponto para outro em uma rede e o conteúdo de cada um. A camada de rede define os diferentes pacotes de protocolos, como o Internet Protocol (IP) e o Internet Protocol Exchange (IPX). Estes s pacotes d protocolos incluem a origem e o roteamento da informação. O roteamento da informação contida em cada pacote informa à rede qual o destino do pacote e comunica ao computador receptor a origem do mesmo. Camada de Transporte Gerencia o fluxo das informações de um nó de rede a outro. Ela assegura que os pacotes sejam decodificados na seqüência correta e também que sejam recebidos. Camada Sessão Define a conexão de um usuário para um servidor de rede ou de um peer em uma rede a outro peer. Camada de Apresentação Recebe os dados fornecidos pelas camadas inferiores e transforma-os de modo que possam ser apresentados ao sistema. Camada de aplicativo Controla a maneira como os sistemas operacionais e seus aplicativos interagem com a rede. Entendendo como os dados são transmitidos através das camadas OSI Conforme mencionado anteriormente nesta seção, os dados fluem de um programa aplicativo ou de um sistema operacional. Depois passam pelos protocolos e dispositivos que compõem as sete camadas do modelo ISO/OSI, uma por uma, até que os dados dos cheguem à camada física e sejam transmitidos pela conexão de rede. Modelo TCP/IP O TCP/IP tem apenas quatro camadas e dessa forma algumas camadas do protocolo TCP/IP representam mais de uma camada do modelo OSI. 9

10 A idéia por trás do TCP/IP é exatamente a mesma que explicamos para o modelo de referência OSI: na transmissão de dados, os programas se comunicam com a camada de Aplicação, que por sua vez se comunica com a camada de Transporte, que se comunica com a camada de Rede, que se comunica com a camada de Interface com a Rede, que então envia quadros para serem transmitidos pelo meio (cabo, ar, etc). Camada Interface com a Rede Esta camada é responsável por enviar os dados para o meio de transmissão. O que há dentro desta camada dependerá do seu tipo de rede. Se você está usando uma rede Ethernet (o tipo mais comum) você encontrará as três camadas do Ethernet (LLC, MAC e Física LLC significa Controle do Link Lógico e MAC significa Controle de Acesso ao Meio) dentro desta camada do TCP/IP. A camada Física da rede Ethernet corresponde à camada Física do modelo de referência OSI, enquanto que as outras duas camadas (LLC e MAC) correspondem à camada de Link de Dados do modelo OSI. Camada Internet ou Rede Tudo o que dissemos sobre a camada de Rede do modelo de referência OSI é válido para a camada de Rede do TCP/IP. Vários protocolos podem ser usados nesta camada e o mais comum deles é o protocolo IP. Camada Transporte Tudo o que dissemos sobre a camada de Transporte do modelo de referência OSI é válido para a camada de Transporte TCP/IP. Dois protocolos diferentes podem ser usados nesta camada, TCP (Transmission Control Protocol) e UDP (User Datagram Protocol). O primeiro usa o esquema de confirmação de recebimento, enquanto que o UDP não usa. O TCP é usado para transmitir dados do usuário (como páginas da web e s) enquanto que o UDP é mais usado para transmitir dados de controle. Camada Aplicação Como mencionamos, os programas se comunicam com esta camada. Vários protocolos diferentes podem ser usados nesta camada, dependendo do programa que você estiver usando. Os mais conhecidos são HTTP (navegação web), SMTP (para envio de s), POP3 (para o recebimento de s) e o FTP (para transferência de arquivos). 10

11 Topologias de Cabeamento A palavra topologia significa basicamente configuração, o termo topologia de rede se refere à configuração de rede a forma como todos os nós (pontos) de uma rede são conectados juntos. Existem diversas topologias diferentes nas quais as redes são conectadas, e a escolha de uma topologia será uma das mais importantes que você fará ao planejar uma rede. As diferentes topologias possuem custos variados (tanto para instalar quanto para manter), diferentes níveis de desempenho e de confiabilidade. Rede em Barramento Rede em barramento é uma topologia de rede em que todos os computadores são ligados em um mesmo barramento físico de dados. Apesar de os dados não passarem por dentro de cada um dos nós, apenas uma máquina pode escrever no barramento num dado momento. Todas as outras escutam e recolhem para si os dados destinados a elas. Quando um computador estiver a transmitir um sinal, toda a rede fica ocupada e se outro computador tentar enviar outro sinal ao mesmo tempo, ocorre uma colisão e é preciso reiniciar a transmissão. Essa topologia utiliza cabos coaxiais. Para cada barramento existe um único cabo, que vai de uma ponta a outra. O cabo é seccionado em cada local onde um micro será inserido na rede. Com o seccionamento do cabo formam-se duas pontas e cada uma delas recebe um conector BNC. No micro é colocado um "T" conectado à placa que junta as duas pontas. Embora ainda existam algumas instalações de rede que utilizam esse modelo, é uma tecnologia obsoleta. Conector T 11

12 Placa de rede com NBC Vantagem: Se um cabo for cortado, não serão todos que perderão a conexão com a rede. Desvantagem: Essa arquitetura é muito antiga, ou seja, é uma tecnologia pouco aceita. Rede Anel Na topologia em anel os dispositivos são conectados em série, formando um circuito fechado (anel). Os dados são transmitidos unidirecionalmente de nó em nó até atingir o seu destino. Uma mensagem enviada por uma estação passa por outras estações, através das retransmissões, até ser retirada pela estação destino ou pela estação fonte. Os sinais sofrem menos distorção e atenuação no enlace entre as estações, pois há um repetidor em cada estação. Há um atraso de um ou mais bits em cada estação para processamento de dados. Há uma queda na confiabilidade para um grande número de estações. A cada estação inserida, há um aumento de retardo na rede. É possível usar anéis múltiplos para aumentar a confiabilidade e o desempenho. 12

13 Repetidor de sinais Vantagem: Rede fácil de ser instalada. Desvantagem: Deixa a transmissão de dadosdos um pouco lenta, pois para enviar um certo arquivo para uma máquina que não esteja diretamente conectada com a primeira, o arquivo terá de passar por outras máquinas, deixando a conexão lenta. Rede em Estrela A mais comum atualmente, a topologia em estrela utiliza cabos de par trançado e um concentrador como ponto central da rede. O concentrador se encarrega de retransmitir todos os dados para todas as estações, mas com a vantagem de tornar mais fácil a localização dos problemas, já que se um dos cabos, uma das portas do concentrador ou uma das placas de rede estiver com problemas, apenas o nó ligado ao componente defeituoso ficará fora da rede. Esta topologia se aplica apenas a pequenas redes, já que os concentradores costumam ter apenas oito ou dezesseis portas. Em redes maiores é utilizada a topologia de árvore, onde temos vários concentradores interligados entre si por comutadores ou roteadores. Vantagens: Velocidade muito maior; Se um cabo for cortado, apenas um PC ficará sem a conexão. Desvantagens: Preço dos equipamentos; Se o Hub ou Switch queimar ou estragar, r, toda a rede cairá. Topologia em Árvore Rede com várias topologias unidas. Pode utilizar ponto-a-ponto, anel, estrela e barramento. Geralmente existe uma barra central onde outros ramos menores se conectam. Esta ligação é realizada através de derivadores e as conexões das estações realizadas do mesmo modo que no sistema de barra padrão. 13

14 Vantagem: Pode-se usar qualquer tipo de topologia, podendo aumentar a velocidade da conexão. Desvantagens: Dependendo das topologias usadas, pode ser um tipo de rede mais caro; Instalação mais complicada. 14

15 Componentes de Hardware de Rede Servidores Um servidor é qualquer computador que execute as funções de rede para outros computadores. Estas funções incorrem em algumas categorias, que incluem: Servidores de arquivo e de impressoras que proporcionam o compartilhamento de arquivos e os serviços de compartilhamento de impressoras. Servidores de aplicativos que forneçam serviços de aplicativos específicos a um aplicativo. Por exemplo, um servidor que rode um banco de dados utilizado por um aplicativo distribuído. Servidores de que fornecem armazenamento de e serviços de interconexão com computadores clientes Servidores de rede que podem suprir um host com vários serviços de rede. Estes serviços incluiriam a distribuição automática de endereços TCP/IP, roteamento de pacotes de um rede para outra, criptografia/decodificação e outros serviços de segurança, etc. Servidores de Internet que fornecem serviços Web, Usenet News(NNTP), Internet e . Servidores de acesso remoto que fornecem acesso à rede local para usuários remotos. Servidores normalmente executam alguma espécie de NOS, como Windows 2000 Server, Novell NetWare ou Linux Hubs, Roteadores e Switches Hub É um dispositivo que conecta uma série de cabos de rede do computador cliente à rede. Todas as conexões de rede em um hub compartilham de um único Domínio de Colisão, que é um meio sofisticado de se dizer que todas as conexões em um hub conversam através de um único cabo lógico e estão sujeitas à interferência de outros computadores conectados ao mesmo HUB. Switch A conexão de um switch é bastante parecida com a de um hub, tem praticamente a mesma aparência que um hub. No entanto, em um switch, todas as conexões de rede estão em seus próprios domínios de colisão. O switch transforma cada conexão de rede em uma conexão privada e, em seguida, coleta os dados de cada uma das conexões e os encaminha ao backbone de rede, que normalmente roda a uma velocidade muito maior que as conexões de switch individuais. 15

16 Roteador Um roteador direciona pacotes de dados de uma rede para outra. As duas redes se conectam ao roteador usando seus próprios cabos e conexões. Cabeamento Cabo Coaxial O cabo coaxial é formado por dois condutores separados e envoltos por um material isolante. O primeiro condutor, normalmente o cobre, é mais rígido e está envolto pelo segundo condutor, este em forma de malha e normalmente de alumínio. Este segundo condutor, além de ajudar na transmissão é também responsável por proteger o primeiro condutor contra interferências magnéticas. O cabo coaxial pode ser classificado de duas formas dependendo do material do condutor em malha. Conectores Cabo Coaxial 16

17 Cabo de Par Trançado O cabo de par trançado é formado por pares de fios condutores entrelaçados separados por material isolante. Cada par é composto por um positivo e um negativo. Isso é o que garante a proteção contra interferências eletromagnéticas. Os cabos de par trançado também podem ser divididos em duas subcategorias de acordo com a blindagem externa. Os cabos de par trançado sem blindagem externa são chamados de UTP. Os que possuem essa blindagem são os STP. Esse meio de transmissão é muito utilizado em redes de computadores. Conector RJ 45 17

18 Cabos de Fibra Óptica Os cabos de fibra óptica são filamentos de vidro ou de materiais poliméricos com capacidade de transmitir sinais digitais sob a forma de sinais luminosos. Tal filamento pode apresentar diâmetros variáveis, dependendo da aplicação, indo desde diâmetros ínfimos, da ordem de micrômetros (mais finos que um fio de cabelo) até vários milímetros. Os cabos de fibra óptica são filamentos de vidro ou de materiais poliméricos com capacidade de transmitir sinais digitais sob a forma de sinais luminosos. Tal filamento pode apresentar diâmetros variáveis, dependendo da aplicação, indo desde diâmetros ínfimos, da ordem de micrômetros (mais finos que um fio de cabelo) até vários milímetros. Graças a essa característica, são cabos que conseguem ter uma velocidade ilimitada, se comparados com cabos elétricos. Também torna seu uso desejável quando existe a necessidade de transmitir dados a grandes distâncias. Outra característica interessante destes tipos de cabos é que eles não sofrem interferência de campos eletromagnéticos. São cabos com custo mais alto, e com certa dificuldade de manuseio. Entretanto, seu uso vem se disseminando cada vez mais, com a necessidade cada vez maior de velocidades mais altas. Os cabos de fibra óptica são compostos por dois fios(um para a recepção e outro para a transmissão) formados por minúsculos cilindros de vidro. Possui duas camadas: Núcleo (vítreo) e Revestimento (Silicone). Conectores Fibra Óptica 18

19 Planta de Cabeamento Refere-se à completa instalação de todos os cabos de sua rede. Inclui não somente os cabos que passam pelo prédio, mas também conectores, tomadas de parede, painéis de ligações e assim por diante. Hardware de Estações de Trabalho Qualquer computador em uma rede usado por pessoas, normalmente é conhecido como uma estação de trabalho em rede. Estações de trabalho em rede podem ser PCs baseados em Intel rodando alguma versão do Windows, Apple Macintosh ou algum tipo de computador baseado em Unix. Exemplos de Rede 19

20 20

21 Recursos de Redes Compartilhamento de Arquivos O compartilhamento de arquivos foi a razão principal para se ter uma rede. O compartilhamento de arquivos exige um diretório ou uma unidade de disco compatilhada que os usuário possam acessar através da rede, junto com a lógica necessária para assegurar que mais de um pessoa, ao mesmo tempo, não faça modificações conflitantes em um arquivo. O motivo de não querer que sejam feitas várias modificações em um arquivo, ao mesmo tempo, é que poderão estar fazendo simultaneamente modificações conflitantes, sem que seja percebido o problema. A maioria dos softwares não tem a capacidade de permitir modificações múltiplas em um único arquivo e, ao mesmo tempo, solucionar problemas que poderão surgir(exceção à regra é que a maioria dos programas de banco de dados permite que os usuários acessem simultaneamente o banco de dados). Além disso, os sistemas operacionais de rede que compartilham arquivos (praticamente todos) também administram a segurança desses arquivos compartilhados. Esta segurança pode controlar, com um nível sutil de detalhamento, quem tem acesso a determinados arquivos e que tipos de acesso. Por exemplo, alguns usuários poderiam ter permissão apenas para visualizar certos arquivos compartilhados, enquanto outros teriam permissão para editá-los ou até mesmo apagá-los. Compartilhamento de Impressora O Segundo lugar em importância é o compartilhamento de impressora, pelo simples fato de redução de custos na rede. O compartilhamento de impressoras pode ser feito de diversas maneiras diferentes. O mais comum é usar as filas de impressão no servidor. A fila de impressão consegue segurar um trabalho até que as impressões em andamento tenham acabado, quando então os outros trabalhos serão automaticamente impressos. O uso da fila de impressão é eficiente para as estações de trabalho, pois podem rapidamente enviar um documento para a fila de impressão e depois ficar aguardando até que a impressora processe os trabalhos. Outra maneira de compartilhar impressoras em rede é permitir que cada estação de trabalho acesse diretamente a impressora, mas cada uma deverá aguardar a sua vez, caso muitos usuários estejam concorrendo por uma mesma impressora ao mesmo tempo. Serviços de Aplicativos Da mesma forma que é compartilhado arquivos em uma rede, também pode-se compartilhar os aplicativos. Exemplo: Programas que utilizem Banco de Dados; Aplicativos em geral; Instalação de programas hospedados no servidor. Um recurso de rede extremamente valioso e importante atualmente. É de grande auxilio não somente para a comunicação interna da empresa, mas também vem se tornando o veículo preferido de comunicação entre pessoas fora da empresa. Os sistemas de são basicamente divididos em dois tipos: baseado em arquivo e cliente/servidor. Os sistemas de baseados em arquivo, consistem em um conjunto de arquivos mantidos em localização compartilhada na rede. O servidor não faz nada além de fornecer acesso aos arquivos. Um sistema de cliente/servidor é aquele no qual o servidor de contém mensagens e manipula todas as interconexões de da empresa, tanto interna quanto externamente. Acesso Remoto Outro serviço importante para a maioria das redes é o acesso remoto aos recursos de rede. Os usuários utilizam este recurso para acessar seus arquivos e o quando viajam ou quando estão trabalhando em lugares distantes, como em suas residências. Existem vários tipos de acesso remoto. Alguns dos métodos usados para fornecer o acesso remoto incluem: Instalar uma simples conexão de serviço de acesso remoto em um servidor Windows 2000, que pode variar desde usar um único modem até um banco de modems. 21

22 Usar um sistema dedicado de acesso remoto que manipula vários modems e normalmente inclui muitos computadores, cada um com sua placa independente. Empregar uma estação de trabalho na rede e fazer com que os usuários disquem através de um programa de controle remoto como PC Anywhere. Como funciona o PC Anywhere Acesso Remoto Instalar uma conexão de rede privativa virtual(vpn) à Internet através da qual os usuários possam acessar os recursos na rede da empresa de forma segura através da Internet. 22

23 Exemplo de VPN Instalar o Windows Terminal Services(no Windows 2000) ou Citrix MetaFrame, ambos permitem que um único Windows 2000 Server hospede múltiplas sessões clientes, cada uma se apresentandondo ao usuário final como um computador independente. 23

24 Exemplo Windows Terminal Services Exemplo de Metaframe 24

25 Rede Remota(WAN) WAN é simplesmente a conexão de muitas redes locias (LAN) juntas. Isto pode ser executado de diversas maneiras, dependendo da frequência com que as LANs precisam ser conectadas umas às outras, capacidade de dados exigida(largura de banda) e a distância entre as LANs. WANs são criadas quando os usuários de uma LAN necessitam de acesso frequente aos recursos em outra LAN. Exemplo: O sistema corporativo de planejamento de recursos (ERP) de uma empresa pode estar rodando na matriz, mas o depósito precisa acessá-lo para usar as funções de inventário e remessa. Exemplo de Wan Internet e Intranet A Internet tornou-se vital para a produtividade dos negócios e manipular a conectividade da internet em uma rede é sempre um serviço importante. Diversos tipos de serviços estão disponíveis pela internet, incluindo , a Web e os grupos de discussão Usenet. Uma intranet, como sugere o nome, é uma rede especificamente interna que imita a internet. Segurança de Rede A segurança de rede é determinada por uma combinação de fatores, incluindo os recursos do NOS, a planta física do cabeamento, como a rede se conecta a outras redes, os recursos das estações de trabalho clientes, as ações dos usuários, as políticas de segurança da administração e como os recursos são implementados e administrados. 25

26 Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças a esses endereços, as informações podem trafegar pela rede até chegar ao destino correto. Endereços IP são formados por quatro bytes. Cada byte pode representar um número decimal de 0 a 255. Portanto um endereço IP é formado por quatro números, entre 0 e 255. Por exemplo, na figura abaixo, o computador em teste está usando o endereço IP: Todos os computadores na Internet que operam como hosts, ou sejam que têm algum conteúdo hospedado ou cujas informações possam ser acessadas por outros computadores, utilizam endereços IP externos. Por exemplo, o site está hospedado em um servidor cujo endereço IP é: Outros exemplos: Google: Microsoft: MP3.com: OBS: Para descobrir o endereço IP do servidor onde está hospedado um site, use o comando PING. Por exemplo: PING 26

27 Endereços IP em rede local Em meados dos anos 90 tornou-se comum o uso do protocolo TCP/IP em redes locais. A estrutura das redes locais passa a ser semelhante à estrutura da Internet, o que traz vários benefícios. Computadores de uma rede local utilizam endereços IP, porém com uma diferença: normalmente usam endereços IP internos, que são válidos apenas na rede local. É como ter por exemplo, números de ramais internos de uma central telefônica. Esses números existem apenas na central em questão. Exemplo: OBS: Note como em uma rede local os computadores usam endereços parecidos. Esta é uma regra a ser seguida, como explicaremos adiante. DHCP Todos os equipamentos de uma rede baseada em TCP/IP precisam ter um endereço IP. Esses endereços não são aleatórios. Existem regras que os definem. O método mais comum para a definição desses s endereços é o uso de um servidor DHCP. Trata-se de um computador ou um equipamento de rede capaz de distribuir endereços IP para os demais computadores. No exemplo abaixo, o computador recebeu o IP , que foi definido por um servidor DHCP existente na rede, cujo endereço é

28 Funcionamento do DHCP Um servidor DHCP simplesmente mantém uma tabela contendo os nomes dos diversos computadores da rede e atribui a eles IPs dentro de uma faixa de endereços. No exemplo abaixo, esta tabela seria: Nome do computador IP SERVIDOR PC PC PC PC PC PC PC Digamos que acabamos de ligar o computador PC03. Ele enviará então a seguinte mensagem pela rede: Eu sou PC03, tem algum DHCP nesta rede?. O DHCP receberá esta mensagem, consultará esta tabela e descobrirá que PC03 já recebeu anteriormente um IP. Enviará então a mensagem: PC03, você ficará com o IP

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Endereços IP Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP Estudos complementares 3 Estudos complementares Consulte os capítulos 5 e 12 do livro: Capítulo

Leia mais

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc. Endereços IP Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças

Leia mais

Introdução. Arquitetura de Rede de Computadores. Prof. Pedro Neto

Introdução. Arquitetura de Rede de Computadores. Prof. Pedro Neto Introdução Arquitetura de Rede de Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Ementa da Disciplina 1. Introdução i. Conceitos e Definições ii. Tipos de Rede a. Peer To Peer b. Client/Server iii. Topologias

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Conceito de Redes Redes de computadores são estruturas físicas (equipamentos) e lógicas (programas, protocolos) que permitem que dois ou mais computadores

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Rede É um conjunto de computadores chamados de estações de trabalho que compartilham recursos de hardware (HD,

Leia mais

REDES INTRODUÇÃO À REDES

REDES INTRODUÇÃO À REDES REDES INTRODUÇÃO À REDES Simplificando ao extremo, uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Ex: Se interligarmos

Leia mais

Evolução na Comunicação de

Evolução na Comunicação de Evolução na Comunicação de Dados Invenção do telégrafo em 1838 Código Morse. 1º Telégrafo Código Morse Evolução na Comunicação de Dados A evolução da comunicação através de sinais elétricos deu origem

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes e Sistemas Distribuídos. Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação. Redes de comunicação de dados

Estrutura de um Rede de Comunicações. Redes e Sistemas Distribuídos. Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação. Redes de comunicação de dados Estrutura de um Rede de Comunicações Profa.. Cristina Moreira Nunes Tarefas realizadas pelo sistema de comunicação Utilização do sistema de transmissão Geração de sinal Sincronização Formatação das mensagens

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Tecnologia da Informação Apostila 02

Tecnologia da Informação Apostila 02 Parte 6 - Telecomunicações e Redes 1. Visão Geral dos Sistemas de Comunicações Comunicação => é a transmissão de um sinal, por um caminho, de um remetente para um destinatário. A mensagem (dados e informação)

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias de Redes; Meios de Transmissão; Arquitetura de Redes; Conteúdo deste

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Kurose Redes de Computadores e a Internet Uma Abordagem Top-Down 5ª. Edição Pearson Cap.: 1 até 1.2.2 2.1.2 2.1.4 Como funciona uma rede? Existem princípios de orientação e estrutura?

Leia mais

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1.

Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. Exercícios de Redes de Computadores Assuntos abordados: Conceitos gerais Topologias Modelo de referência OSI Modelo TCP/IP Cabeamento 1. (CODATA 2013) Em relação à classificação da forma de utilização

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Noções de redes de computadores e Internet

Noções de redes de computadores e Internet Noções de redes de computadores e Internet Evolução Redes de Comunicações de Dados Sistemas Centralizados Características: Grandes Centros de Processamentos de Dados (CPD); Tarefas Científicas; Grandes

Leia mais

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores ATIVIDADE 1 Definição de redes de computadores As redes de computadores são criadas para permitir a troca de dados entre diversos dispositivos estações de trabalho, impressoras, redes externas etc. dentro

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - III 1 REDE DE COMPUTADORES III 1. Introdução MODELO OSI ISO (International Organization for Standardization) foi uma das primeiras organizações a definir formalmente

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores... 1 Mobilidade... 1 Hardware de Rede... 2 Redes Locais - LANs... 2 Redes metropolitanas - MANs... 3 Redes Geograficamente Distribuídas - WANs... 3 Inter-redes... 5 Software de Rede...

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Redes Noções de Redes: Estrutura básica; Tipos de transmissão; Meios de transmissão; Topologia de redes;

Leia mais

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof.

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof. Aula 04 Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware:

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Redes de Computadores Possibilita a conexão entre vários computadores Troca de informação Acesso de múltiplos usuários Comunicação de dados

Leia mais

switches LAN (rede de comunicação local)

switches LAN (rede de comunicação local) O funcionamento básico de uma rede depende de: nós (computadores) um meio de conexão (com ou sem fios) equipamento de rede especializado, como roteadores ou hubs. Todas estas peças trabalham conjuntamente

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações Internet, Internet2, Intranet e Extranet 17/03/15 PSI - Profº Wilker Bueno 1 Internet: A destruição as guerras trazem avanços tecnológicos em velocidade astronômica, foi assim também com nossa internet

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES REDE DE COMPUTADORES Tipos de classificação das redes de acordo com sua topologia Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Ao longo da historia das redes, varias topologias foram

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática Aula 06 Redes de Computadores francielsamorim@yahoo.com.br 1- Introdução As redes de computadores atualmente constituem uma infraestrutura de comunicação indispensável. Estão

Leia mais

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Se interligarmos

Leia mais

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes Tecnologia e Infraestrutura Conceitos de Redes Agenda Introdução às Tecnologias de Redes: a) Conceitos de redes (LAN, MAN e WAN); b) Dispositivos (Hub, Switch e Roteador). Conceitos e tipos de Mídias de

Leia mais

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme Profª: Luciana Balieiro Cosme Revisão dos conceitos gerais Classificação de redes de computadores Visão geral sobre topologias Topologias Barramento Anel Estrela Hibridas Árvore Introdução aos protocolos

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 08/2013 Material de apoio Conceitos Básicos de Rede Cap.1 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica.

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Topologias Tipos de Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 REDES LOCAIS LAN -

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores é um conjunto de equipamentos que são capazes de trocar informações e compartilhar recursos entre si, utilizando protocolos para se comunicarem e

Leia mais

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas

5.2 MAN s (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas MÓDULO 5 Tipos de Redes 5.1 LAN s (Local Area Network) Redes Locais As LAN s são pequenas redes, a maioria de uso privado, que interligam nós dentro de pequenas distâncias, variando entre 1 a 30 km. São

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Por que redes de computadores? Tipos de redes Componentes de uma rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 Quando o assunto é informática, é impossível não pensar em

Leia mais

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral

RCO2. LANs, MANs e WANs Visão geral RCO2 LANs, MANs e WANs Visão geral 1 LAN, MAN e WAN Classificação quanto a alcance, aplicação e tecnologias Distâncias: WAN: : distâncias arbitrariamente longas MAN: : distâncias médias (urbanas) LAN:

Leia mais

REDES DE 16/02/2010 COMPUTADORES

REDES DE 16/02/2010 COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Delfa M. HuatucoZuasnábar 2010 2 A década de 50 - Uso de máquinas complexas de grande porte operadas por pessoas altamente especializadas e o enfileiramento de usuários para submeter

Leia mais

Processamento de Dados

Processamento de Dados Processamento de Dados Redes de Computadores Uma rede de computadores consiste de 2 ou mais computadores e outros dispositivos conectados entre si de modo a poderem compartilhar seus serviços, que podem

Leia mais

Rede de Computadores

Rede de Computadores Escola de Ciências e Tecnologia UFRN Rede de Computadores Prof. Aquiles Burlamaqui Nélio Cacho Luiz Eduardo Eduardo Aranha ECT1103 INFORMÁTICA FUNDAMENTAL Manter o telefone celular sempre desligado/silencioso

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

Meio Físico. Mensagem. Protocolo. Emissor e Receptor. Data Terminal Equipment Data Communications Equipment

Meio Físico. Mensagem. Protocolo. Emissor e Receptor. Data Terminal Equipment Data Communications Equipment Emissor Receptor Meio Físico Mensagem Protocolo Emissor e Receptor Data Terminal Equipment Data Communications Equipment (DTE) + (DCE) Meio Físico Mensagem ( pacote ) O meio físico É o elemento que transmite

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

ALGUNS CONCEITOS. Rede de Computadores

ALGUNS CONCEITOS. Rede de Computadores ALGUNS CONCEITOS Rede de Computadores Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 OBJETIVO 1. Compartilhar recursos computacionais disponíveis sem considerar a localização física

Leia mais

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro Introdução às Redes de Computadores Por José Luís Carneiro Portes de computadores Grande Porte Super Computadores e Mainframes Médio Porte Super Minicomputadores e Minicomputadores Pequeno Porte Super

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Redes Wireless / Wi-Fi / IEEE 802.11 Em uma rede wireless, os adaptadores de rede em cada computador convertem os dados digitais para sinais de rádio,

Leia mais

Introdução. ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como:

Introdução. ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Introdução ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Correio Eletrônico; Hospedagem de sites; Blogs; DNS; Voip. Introdução

Leia mais

Introdução. ISP Local

Introdução. ISP Local Introdução ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Correio Eletrônico; Hospedagem de sites; Blogs; DNS; Voip. Introdução

Leia mais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

15/02/2015. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES www.professormarcelomoreira.com.br falecom@professormarcelomoreira.com.br Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Topologias

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Introdução Redes de Computadores. Filipe Raulino

Introdução Redes de Computadores. Filipe Raulino <filipe.raulino@ifrn.edu.br> Introdução Redes de Computadores Filipe Raulino Introducão A comunicação sempre foi uma necessidade básica da humanidade. Como se comunicar a distância? 2 Evolução da Comunicação

Leia mais

Introdução à redes de computadores

Introdução à redes de computadores 1/8 Introdução à redes de computadores Faz todo o sentido ligar os computadores em rede. Você não precisa ter uma impressora, um HD de grande capacidade, um gravador de DVDs e conexão via ADSL para cada

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Uma LAN proporciona: Topologias. Tipos de rede:

Uma LAN proporciona: Topologias. Tipos de rede: Tipos de rede: Estritamente falando, uma rede local ou LAN (Local Area Network) é um grupo de computadores que estão conectados entre si dentro de uma certa área. As LANs variam grandemente em tamanho.

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com RESUMO 1 COMUTAÇÃO DE CIRCUITOS Reservados fim-a-fim; Recursos são dedicados; Estabelecimento

Leia mais

Unidade 1. Bibliografia da disciplina 15/11/2008. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores

Unidade 1. Bibliografia da disciplina 15/11/2008. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1 Conceitos básicos de Redes de Computadores 2

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I Redes de Computadores I Introdução a Redes de Computadores Prof. Esbel Tomás Valero Orellana Usos de Redes de Computadores Uma rede de computadores consiste de 2 ou mais computadores e/ou dispositivos

Leia mais

Unidade 1. Bibliografia da disciplina. Introdução. O que compartilhar? Exemplo 12/10/2009. Conceitos básicos de Redes de Computadores

Unidade 1. Bibliografia da disciplina. Introdução. O que compartilhar? Exemplo 12/10/2009. Conceitos básicos de Redes de Computadores Faculdade INED Unidade 1 Conceitos básicos de Redes de Computadores Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados, Sistemas para Internet e Redes de Computadores Disciplina: Fundamentos de Redes Prof.:

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

1 Lista de exercícios 01

1 Lista de exercícios 01 FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ 2007 1 Lista de exercícios 01 1) No desenvolvimento e aperfeiçoamento realizado em redes de computadores, quais foram os fatores que conduziram a interconexão de sistemas abertos

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

Curso de extensão em Administração de Redes

Curso de extensão em Administração de Redes Curso de extensão em Administração de Redes Italo Valcy - italo@dcc.ufba.br Ponto de Presença da RNP na Bahia Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Administração de Redes,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES MEMÓRIAS DE AULA AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO, HISTÓRIA, EQUIPAMENTOS E TIPOS DE REDES Prof. José Wagner Bungart CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Definição de Redes de Computadores e Conceitos

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL. Curso Técnico em Informática

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL. Curso Técnico em Informática SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Curso Técnico em Informática Estrutura de Endereçamento IP e Mascara de Subrede Endereçamento IP e Classes Autoridade para Atribuição de Números da Internet http://www.iana.org/

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

Questionário 01 FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES

Questionário 01 FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Questionário 01 FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES 1- Questão: (CESPE/MPE-TO) Considere que, no processo de informatização de uma empresa, tanto na matriz quanto nas filiais, serão implantadas redes

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais