BuscaLegis.ccj.ufsc.br

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BuscaLegis.ccj.ufsc.br"

Transcrição

1 BuscaLegis.ccj.ufsc.br Obrigações de meio e de resultado Publicado desde 8/8/2005 Érica Novas Da formação do contrato odontológico é que derivam obrigações para as partes contratantes. Todavia, apenas a uma das partes, o cirurgião dentista, está adstrita a obrigação de fazer, que se relaciona com a sua técnica ou especialidade profissional. Esse comprometimento se subdivide em obrigações de meio e de resultado, dispondo sobre a responsabilidade que o dentista terá acerca do tratamento odontológico que se obrigou. Explica Araújo (1989, p. 161) sobre as obrigações do dentista: As prestações que devem ser cumpridas pelo dentista no exercício de sua profissão possuem um caráter técnico já definido. Sua atividade está regulada pelas regras da arte de sua profissão, pelo que certas obrigações inerentes à especialização profissional se incorporam necessariamente ao contrato. Dessa forma, o dentista possui obrigações específicas devido à sua profissão, que dizem respeito a seus conhecimentos técnicos e que fazem parte do contrato. Essas obrigações contratuais se subdividem em obrigações de meio e de resultado. As obrigações de meio são aquelas em que o obrigado deve se utilizar de todos os meios possíveis para alcançar um objetivo, porém, sem se vincular ao resultado. Para que haja o cumprimento da obrigação, basta que ele se utilize dos meios necessários. Já na obrigação de resultado, o obrigado deve atingir o resultado almejado para que a obrigação se consume. Venosa (2004, p.79) explica a diferença entre as obrigações de meio e as de resultado:

2 Na primeira modalidade, obrigações de resultado, o que importa é a aferição se o resultado colimado foi alcançado. Só assim a obrigação será tida como cumprida. Na segunda hipótese, obrigações de meio, deve ser aferido se o devedor empregou boa diligência no cumprimento da obrigação. Entretanto, há quem entenda que não há diferenças entre as obrigações de meio e de resultado. Assim explica Lopez (2004, p.71): Na verdade, também essa diferença entre obrigação de meio e de resultado está sendo posta em cheque pela moderna doutrina. Philippe Remy diz que tal diferença é apenas retórica e com valor sugestivo, pois em ambas tem o devedor que executar o que prometeu e em ambas há uma obrigação preexistente. O que se discute, na verdade, é saber se a obrigação assumida pelo dentista é apenas de meio ou se existem obrigações de resultado. Araújo (1989, p.162) se posiciona acerca do assunto: Apesar da maioria dos doutrinadores afirmarem o contrário, entendo que, dentro das especialidades odontológicas, existem especialidades que têm por finalidade a cura direta do paciente e por conseguinte geram uma obrigação de resultado (ex.:dentística restauradora, odontologia legal, prótese dental, radiologia), inclusive algumas delas mexem mais com diagnóstico e prevenção do que com restauração. Portanto, há quem entenda que as obrigações de resultado preponderam sobre as de meio, já que acham que a maioria tem como finalidade a cura direta do paciente. Porém, é importante definir cada uma dessas obrigações para que se possa perceber qual delas se encaixará em cada caso. Oliveira (1999, p.73) explica como pode ser feita essa definição: Existem, assim, dois momentos a serem considerados para a perfeita distinção entre uma obrigação de meio ou de resultado. Num primeiro momento, é preciso verificar a forma como a obrigação foi contratada. Se o contratado se obrigou, no momento da contratação da obrigação, a atingir determinado resultado e esta promessa realizada ao contratante foi o móvel determinante para a celebração do contrato, a obrigação é inquestionavelmente de resultado, devendo o devedor responder por sua inexecução, caso não obtenha o resultado prometido. Sendo assim, é necessário saber, no momento da formação do contrato, que tipo de obrigação o dentista se obrigou a assumir. A partir desta definição, tem-se a modalidade de obrigação travada na relação contratual. Além disso, Oliveira (2004, p.73) explicita mais uma definição: Para determinar se uma obrigação é de meio ou de resultado há que se avaliar, também, o grau da possível obtenção do resultado almejado dentre as

3 técnicas existentes, em determinada atividade. Desta forma, aquilo que hoje é tratado como uma obrigação de meio, pode num futuro breve, em razão do avanço da técnica, representar uma obrigação de resultado. Devido a isto, para saber que tipo de obrigação o dentista irá assumir deverá ser analisada as técnicas que corresponderão à atividade exercida, sendo que elas podem sofrer modificações devido ao avanço da área odontológica e da medicina. Assim, a títulos de exemplos, a obrigação que anteriormente era considerada de meio em razão da técnica utilizada, hoje pode ser considerada de resultado devido às mudanças e avanços nesta técnica. No entendimento de Matielo (1998, p.52), a obrigação do médico é considerada, em regra, como de meio: A existência de obrigação de meios é a única solução que pode justificar a liberdade de atuação do profissional da saúde, pois, se fosse ele jungido a um resultado específico, fatalmente estaria derrubada até mesmo a teoria da contratualidade nas relações médico/paciente, haja vista o fato de que muitas doenças são ainda incuráveis e todo esforço contra elas despendido nada mais será do que tentativa de minimizar o sofrimento e melhorar a qualidade durante o tempo de vida que resta. O compromisso de curar definitivamente um canceroso em etapa terminal, ou um aidético nas mesmas condições é carga insustentável face ao estado atual de evolução da ciência. Aceitar o encargo de curar, em casos dessa envergadura, equivaleria a estabelecer no contrato obrigação juridicamente impossível, o que não prosperaria como norma a ser seguida pelas partes. Deste modo, pode-se perfeitamente fazer uma analogia com a área odontológica uma vez que a odontologia é espécie, da qual a medicina é gênero. Considera-se então que, em regra, as obrigações assumidas pelo dentista são de meio pelo fato da maioria dos tratamentos odontológicos visarem a tentativa de cura o paciente, fazendo com que o dentista se utilize dos meios necessários para que a obrigação se consume. Porém, apesar de ser a maioria, isto não quer dizer que não existam obrigações de resultado, que se configuram quando o que se busca é a melhoria da estética do paciente, ou seja, um fim exato a ser alcançado que é o de embelezamento. Assim se posiciona Matielo (1998, p.56): Existem algumas modalidades de cirurgias que admitem enquadramento como geradoras de obrigação de resultado, pois se traduzem em intervenções ditadas mais pela vaidade ou por complexos psicológicos do paciente do que pela concreta necessidade orgânica. É o que ocorre com as cirurgias plásticas e com as destinadas a eliminar varizes, contanto que umas e outras não tenham indicação terapêutica, eis que, se a tiverem, deixarão de caracterizar a assunção, pelo médico, de um plus obrigacional em comparação com as cirurgias realmente imprescindíveis para a saúde do indivíduo. A obrigação de

4 resultado deriva, então, da expectativa criada pelo profissional no sentido de que a aparência irá sofrer alterações positivas após a intervenção, destinandose esta tão-somente ao propósito embelezador. Portanto, quando o dentista tem como finalidade o embelezamento do paciente assumirá obrigação de resultado, uma vez que se preocupa em atingir um objetivo travado na relação contratual, e, somente chegando a este objetivo é que a obrigação irá se consumar. Sendo assim, é possível perceber que a maioria das especialidades da odontologia configura obrigação de meio, já que só será de resultado quando visar a estética do paciente, ou seja, um fim exato a ser alcançado. Feita essa análise, cumpre observar o quadro demonstrativo abaixo (OLIVEIRA, 2000), que avalia as especialidades odontológicas relacionando-as com as obrigações de meio e de resultado para uma breve comparação e análise: ESPECIALIDADE NATUREZA OBRIGACIONAL Dentística restauradora Resultado Ortodontia Resultado Patologia bucal Resultado Prótese dentária Resultado Odontologia em saúde coletiva Resultado Radiologia Resultado Endodontia Resultado Cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial Meios Odontologia legal Resultado e meios Odontopediatria Resultado e meios Periodontia Resultado e meios Prótese buco-maxilo-facial Resultado e meios Estomatologia Resultado e meios Implantodontia Resultado e meios O quadro em questão dita que especialidades como as de periodontia e a prótese buco-maxilo-facial, dependendo do caso concreto podem ser obrigações de meio ou de resultado. Isso que dizer que dependendo do caso, se visar ou não a estética do paciente, a obrigação pode variar. Por outro lado, a ortodontia e a prótese dentária seriam essencialmente de resultado no entendimento de Oliveira (2000). Todavia, por exemplo, no que tange à ortodontia, o paciente pode se dirigir ao dentista com intuito de colocar aparelho nos dentes, por exemplo, pelo fato de seus dentes serem tortos o bastante, dificultando a mastigação. Neste caso, a obrigação assumida pelo dentista será de meio já que o que se busca é a tentativa de cura do paciente, para que ele venha a melhorar a mastigação, sem se preocupar se seus dentes vão ficar bonitos ou não. Na situação do paciente colocar aparelho por simples questão de estética, já que sua arcada dentária não dificulta ou obstrui a mastigação, será assumida pelo dentista obrigação de resultado, uma vez que visa apenas o embelezamento. Logo, todas as especialidades consideradas como obrigação de resultado por Oliveira (2000), não podem ser assim consideradas, já que é necessária a análise do caso concreto para saber que tipo de obrigação será assumida pelo dentista.

5 No caso da única obrigação que é considerada de meio por Oliveira (2000), e que se refere à especialidade que mais se aproxima da medicina, que é a cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial,, a obrigação propõe a tentativa de cura do paciente. Portanto, difícil será no caso concreto que essa especialidade configure obrigação de resultado, pois, à primeira vista, não visa a questão da estética. Destarte, conclui-se que, no que tange a área odontológica, a maioria das obrigações são de meio. Porém, dependendo do caso concreto a sua modalidade pode ser de resultado se tratar de questão estética. Sendo assim, não há como definir que a obrigação do dentista é essencialmente de meio, já que existem casos em que ela pode ser de resultado. O que se pode concluir é que o caso concreto deverá ser analisado e, a partir desse momento, será construída a modalidade de obrigação no contrato firmado. Notas e observações: MATIELO, Fabrício Zamprogna. Responsabilidade Civil do Médico. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, ARAÚJO, André Luis Maluf de Araújo. Responsabilidade Civil dos Cirurgiões Dentistas. [S.I.:s.n.], NOVAS, Érica. Obrigações de meio e de resultado. Disponível em: < =000315&SubSecaoID=1 >. Acesso em: 01/07/2006.

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO Dra. Thaissa Taques A responsabilidade civil tem o seu nascimento sempre que houver violação de um dever jurídico preexistente, e dessa violação resultar um certo dano

Leia mais

Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no

Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no processo saúde/doença, com sólida formação técnico-científica,

Leia mais

Conselho Federal de Odontologia. Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil

Conselho Federal de Odontologia. Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Luciano M Sampaio Barreto ( Gerente de Tecnologia e Informação ) Conselho Federal de Odontologia - CFO Dezembro/2013 Histórico das Especialidades

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Anatomia geral 1º período Básica Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18 90 Políticas de Saúde Anatomia e

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 51/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ODONTOLOGIA, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil

Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil José Mário Morais Mateus Conselheiro Federal - MG Julho/2014 Histórico das Especialidades Odontológicas Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

INCLUSÃO E ALTERAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS

INCLUSÃO E ALTERAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Circular 275/2013 São Paulo, 3 de Julho de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) INCLUSÃO E ALTERAÇÃO DE PROCEDIMENTOS DA TABELA DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS Diário Oficial da União Nº 126,

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) OBRIGATÓRIAS: 264 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS

MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) OBRIGATÓRIAS: 264 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) TOTAL DE CRÉDITOS: 278 TOTAL DE HORAS: 4448 HORAS OBRIGATÓRIAS: 2 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS SEMESTRE 01 Módulo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS

GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS GOVERNO DO ESTADO DE RORAIMA SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO ESTRATÉGICA E ADMINISTRAÇÃO AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR- CONCURSO

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção.

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção. RESOLUÇÃO CONSEPE 91/2000 ATERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ODONTOLOGIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CCBS. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. Plano Empresarial. A solução definitiva em odontologia

MANUAL DO ASSOCIADO. Plano Empresarial. A solução definitiva em odontologia MANUAL DO ASSOCIADO Plano Empresarial A solução definitiva em odontologia MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo

Leia mais

Graduação em Odontologia pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações - INCOR. Conclusão do curso: 1993

Graduação em Odontologia pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações - INCOR. Conclusão do curso: 1993 Graciene Mesquita Odontologia Estética G Formada em Odontologia pelo Instituto Superior de Ciências, Letras e Artes de Três Corações (INCOR) em dezembro de 1993, aos 21 anos de idade, a Dra. Graciene Mesquita

Leia mais

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS INSTRUÇÕES PARA PREPARAÇÃO DO RESUMO (PAINEL E COMUNICAÇÃO ORAL)

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS INSTRUÇÕES PARA PREPARAÇÃO DO RESUMO (PAINEL E COMUNICAÇÃO ORAL) NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS 1- REGRAS GERAIS: SERÃO ACEITOS TRABALHOS EM DUAS CATEGORIAS: - Painel: Poderão concorrer pesquisas científicas, relatos de caso e revisão de literatura. - Comunicação oral:

Leia mais

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd Conselho Universitário - CONSUNI Câmara de Ensino Curso de Graduação em Odontologia da UNIPLAC Quadro de Equivalência para Fins de Aproveitamento de Estudos entre duas Estruturas Curriculares Modulares

Leia mais

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA!

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! INTRODUÇÃO Um sorriso bonito, saudável e harmônico faz toda a diferença! Na autoestima traz diversos benefícios, pois quem sorri abertamente acredita em si mesmo

Leia mais

Doutorado na área de saúde. Registro Profissional no Conselho de Classe.

Doutorado na área de saúde. Registro Profissional no Conselho de Classe. Doutorado na área de saúde. ODONTOLOGIA 1 Radiologia (4 h/a) Estágio Clínico B (4 h/a) Estágio de Estomatologia, Cirurgia e Radiologia (4 h/a) 1 Estágio Clínico F (12 h/a) Estágio Clínico D (8 h/a) Avaliação

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral

Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral Resumo O Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral, com ênfase em cirurgia dos dentes retidos, tem como objetivo capacitar

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas.

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA RESOLUÇÃO CFO-160, DE 2 DE OUTUBRO DE 2015 Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. O presidente do Conselho Federal

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos Comunicado A Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas da Prefeitura do Recife comunica a todos os interessados a reabertura do processo de inscrição no Concurso Público para provimento de cargos

Leia mais

ODONTOLOGIA ESTÉTICA

ODONTOLOGIA ESTÉTICA ODONTOLOGIA ESTÉTICA O sorriso enaltece os dentes que podem assim como outros elementos da face denunciar a idade cronológica do ser humano por meio de desgastes ou mesmo pela alteração da cor. Nesse contexto,

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO E-mail: odontologia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 228 Objetivos do Curso Formar Odontólogo para atuar em todos os níveis de atenção

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Dentistas-Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia-Alteração RESOLUÇÃO

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM Caro dentista, agora você faz parte da Turma do Bem! É com grande satisfação que preparamos esse manual com informações sobre o Projeto DENTISTA DO BEM.

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL VOLUNTÁRIO DENTISTAS GUIA DO VOLUNTÁRIO. www.fundacaoromi.org.br

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL VOLUNTÁRIO DENTISTAS GUIA DO VOLUNTÁRIO. www.fundacaoromi.org.br MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL DENTISTAS GUIA DO www.fundacaoromi.org.br MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL DENTISTAS O dentista deverá atuar em ações educativas e preventivas de saúde bucal,

Leia mais

Profissionais Amil Dental - Rede Credenciada. www.amildentalplanos.com.br UF CIDADE BAIRRO ESPECIALIDADE NOME DO CREDENCIADO

Profissionais Amil Dental - Rede Credenciada. www.amildentalplanos.com.br UF CIDADE BAIRRO ESPECIALIDADE NOME DO CREDENCIADO Profissionais Amil Dental - Rede Credenciada www.amildentalplanos.com.br UF CIDADE BAIRRO ESPECIALIDADE NOME DO CREDENCIADO MA BACABAL CENTRO CIRURGIA CLAUDIENO MONTEIRO DE OLIVEIRA MA BACABAL CENTRO ODONTOPEDIATRIA

Leia mais

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período Matriz Curricular Período 1º Unidades Acadêmicas UAI: Introdução ao Estudo da Odontologia Conhecer a estrutura do indivíduo nas suas bases biomoleculares e celulares quanto às propriedades e interrelações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO ADMINISTRAÇÃO DIRETA, AUTÁRQUICA E FUNDACIONAL GABARITO OFICIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIÂNIA CONCURSO PÚBLICO ADMINISTRAÇÃO DIRETA, AUTÁRQUICA E FUNDACIONAL GABARITO OFICIAL ANALISTA EM SAÚDE I MÉDICO: CARDIOLOGISTA 16 17 18 19 20 B B B B B B D B C B D D B C A B C C D D 41 42 43 44 45 C A C D A B D B D C ANALISTA EM SAÚDE I MÉDICO: CLÍNICO GERAL A B D B D C D C B D A D D B

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2007 O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, ESTADO DA BAHIA,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 099/CAEn/2013. RESOLVE:

RESOLUÇÃO Nº 099/CAEn/2013. RESOLVE: RESOLUÇÃO Nº 099/CAEn/2013. Dispõe sobre Adequação da Descrição dos Estágios Curriculares na Matriz Curricular Curso de Retroativo ao ano de 2010. O Reitor da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai

Leia mais

Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas Urubatan Medeiros Doutor (USP) - Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária (UERJ/UFRJ) - Consultor do Ministério da Saúde I - Introdução A Odontologia

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA FÍSICA

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA FÍSICA INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA FÍSICA OPERADORA: LIFE EMPRESARIAL SAÚDE LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.558.034/0001-57, registrada na Agência Nacional de Saúde

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha MANUAL DE DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PACIENTES www.ocm.mar.mil.br MARINHA DA BRASIL ODONTOCLÍNICA

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista

Assessoria ao Cirurgião Dentista Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição IV agosto de 2014 Escrito por: Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 076, DE 08 DE JANEIRO DE 2013. Aprova a distribuição de cargos, por função e especialidade, do Quadro Permanente de Pessoal da Administração Direta

Leia mais

ODONTOLOGIA PESQUISA EXAME NACIONAL DE CURSOS

ODONTOLOGIA PESQUISA EXAME NACIONAL DE CURSOS EXAME NACIONAL DE CURSOS Esta pesquisa é parte integrante do Exame Nacional de Cursos o Provão e tem por objetivo não só levantar informações que permitam traçar o perfil do conjunto de graduandos, mas

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Compra e venda com reserva de domínio Raquel Abdo El Assad * Através da compra e venda com reserva de domínio, não se transfere a plena propriedade da coisa ao comprador, pois ao

Leia mais

SALVADOR SAÚDE NUCLEARES GABARITO OFICIAL DA MULTIDISCIPLINAR 2016.1 GRUPO UNIRB

SALVADOR SAÚDE NUCLEARES GABARITO OFICIAL DA MULTIDISCIPLINAR 2016.1 GRUPO UNIRB SALVADOR SAÚDE NUCLEARES ANTROPOLOGIA E SOCIEDADE B B A D E A B E C D DIREITOS HUMANOS N N N N N N N N N N FILOSOFIA E ÉTICA B A C D B C D E C B GESTÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO B A C E E A B C D E HISTORIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 Define o currículo do Curso de Graduação em Odontologia. O REITOR

Leia mais

Por isso, neste e-book, descrevemos 7 critérios importantes para você escolher o melhor serviço odontológico.

Por isso, neste e-book, descrevemos 7 critérios importantes para você escolher o melhor serviço odontológico. Todos nós precisamos das clínicas odontológicas seja para fazer uma restauração, limpeza, clareamento de dentes e outros serviços, que em determinados momentos pode ser até uma cirurgia. Já sabemos também

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO COMARCA DO RIO DE JANEIRO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE REGISTROS PÚBLICOS S E N T E N Ç A

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO COMARCA DO RIO DE JANEIRO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE REGISTROS PÚBLICOS S E N T E N Ç A ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO COMARCA DO RIO DE JANEIRO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DE REGISTROS PÚBLICOS Proc. 0131032-43.2011.8.19.0001 Consulente: REGISTRADOR DO RCPJ DA CAPITAL Vistos, etc.

Leia mais

Benefício Plano Odontológico

Benefício Plano Odontológico ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 3.1. Planos do Benefício Odontológico... 2 3.1.1. Dental I... 2 3.1.2. Dental II... 2 3.1.3. Dental II Plus E (com porcelana)... 2

Leia mais

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA JURÍDICA

INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA JURÍDICA INSTRUMENTO CONTRATUAL DE PRÉ-CREDENCIAMENTO ODONTOLÓGICO PESSOA JURÍDICA OPERADORA: LIFE EMPRESARIAL SAÚDE LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.558.034/0001-57, registrada na Agência Nacional de Saúde

Leia mais

Altera a Deliberação CONSEP Nº 172/2012, que Altera o Currículo do Curso de Odontologia, para regime seriado semestral.

Altera a Deliberação CONSEP Nº 172/2012, que Altera o Currículo do Curso de Odontologia, para regime seriado semestral. DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 154/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 172/2012, que Altera o Currículo do Curso de Odontologia, para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do

Leia mais

CIRURGIA DO NARIZ (RINOPLASTIA)

CIRURGIA DO NARIZ (RINOPLASTIA) CIRURGIA DO NARIZ (RINOPLASTIA) Anualmente milhares de pessoas se submetem a rinoplastia. Algumas destas pessoas estão insatisfeitas com a aparência de seus narizes há muito tempo; outras não estão contentes

Leia mais

Glossário dental. Consulta - Exame clínico ao paciente, tratamento a realizar e orçamento.

Glossário dental. Consulta - Exame clínico ao paciente, tratamento a realizar e orçamento. Glossário dental (rev.060118) Consulta - Exame clínico ao paciente, tratamento a realizar e orçamento. Odontologia preventiva - Tratamento que visa evitar patologias futuras. A prevenção evita posteriormente

Leia mais

Plano Brasil de Saúdepara os Servidores em Educação. Modelo de Assistência à Saúde

Plano Brasil de Saúdepara os Servidores em Educação. Modelo de Assistência à Saúde Plano Brasil de Saúdepara os Servidores em Educação Modelo de Assistência à Saúde Acordo de Parceria MEC e Aliança Administradora A Aliança Administradora firmou Acordo de Parceria com o Ministério da

Leia mais

EDITAL 01 NÍVEL SUPERIOR

EDITAL 01 NÍVEL SUPERIOR EDITAL NÍVEL SUPERIOR Quantidade de empregos por ocupação Concurso 25 Fundasus Emprego Público de Nível Superior Médico 100h 200h Médico Acupuntura 02 - em Saúde Anestesiologia 02 - Angiologia 03 - Antroposofia

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 105/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 105/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 105/2014 Dispõe sobre o Currículo do Curso de Odontologia, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº ODO- 077/2012, aprovou e eu promulgo

Leia mais

CENTROS DE ESPECIALIDADES

CENTROS DE ESPECIALIDADES CENTROS DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS (CEO): Um estudo linha de base para a avaliação e monitoramento dos serviços para o Brasil. METODOLOGIA 2ª ETAPA Visita i em loco aos serviços cerca de 10% dos CEO

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

Avaliação dos Docentes Odontologia Uberaba. Modelo Equalizador Comissão Própria de Avaliação Novembro / 2010-2

Avaliação dos Docentes Odontologia Uberaba. Modelo Equalizador Comissão Própria de Avaliação Novembro / 2010-2 Avaliação dos Docentes Odontologia Uberaba Modelo Equalizador Comissão Própria de Avaliação Novembro / 2010-2 1. ALAN CARLOS DA SILVA - 20290 - ERGONOMIA E ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL 2. ALAN CARLOS DA SILVA

Leia mais

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE 1 ATENÇÃO PRIMÁRIA 1.1 MÉDICO CLINICO GERAL Medicina. ATRIBUIÇÕES: Atendimento aos pacientes em área

Leia mais

ATO NORMATIVO n.º 007, de 13 de junho de 2013.

ATO NORMATIVO n.º 007, de 13 de junho de 2013. ATO NORMATIVO n.º 007, de 13 de junho de 2013. Divulga REVOGAÇÃO de quadros de disciplinas do Ato Normativo nº 006/2013, de 10 de junho de 2013, sobre processo de seleção de professores para ministrar

Leia mais

Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424 ncguerra@terra.com.br

Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424 ncguerra@terra.com.br Currículo Natalia Comerlato Guerra Hecher Cirurgiã Dentista Especialista em Dentística Restauradora Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 172/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 172/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 172/2012 Altera o Currículo do Curso de Odontologia, para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo ODO Nº 077/2012, aprovou e eu promulgo

Leia mais

- Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, promovido pela PUCRS, Porto Alegre, setembro de 1979.

- Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, promovido pela PUCRS, Porto Alegre, setembro de 1979. PARTICIPAÇÃO EM CURSOS - Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, promovido pela PUCRS, Porto Alegre, setembro de 1979. - Prótese Fixa; Prótese Removível, promovido pela ABO/RS, em Porto Alegre, julho,

Leia mais

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus Manual sinônimo do Dentista de excelência Credenciado em

Leia mais

Apresentação do Plano de Saúde -2013

Apresentação do Plano de Saúde -2013 Apresentação do Plano de Saúde -2013 Planos Modulares H L Hospitais Laboratórios R Reembolso Diferenciais de serviços Acomodação em apartamento Reembolso desburocratizado e ágil Rede credenciada diferenciada

Leia mais

Programação Dia 06/09/2012

Programação Dia 06/09/2012 Programação Dia 06/09/2012 HORÁRIO TIPO LOC 10:00-11:00 11:00-12:00 10:00-11:00 11:00-12:00 CD E TPD 1 2 TEMA CENTR IMPLANTODONTIA PRÓTESE: LABORATÓRIO LEG ODONTOGERIATRIA DISFUNÇÃO TEMPORO- MANDIBULAR

Leia mais

DA RESPONSABILIDADE CIVIL EM ODONTOLOGIA

DA RESPONSABILIDADE CIVIL EM ODONTOLOGIA DA RESPONSABILIDADE CIVIL EM ODONTOLOGIA Autor: Neri Tadeu Camara Souza Para se responsabilizar juridicamente um cirurgião-dentista por um fato danoso a um paciente, deve-se concluir pela presença dos

Leia mais

Seminário sobre introdução à credenciação dos profissionais da área da Medicina

Seminário sobre introdução à credenciação dos profissionais da área da Medicina Seminário sobre introdução à credenciação dos profissionais da área da Medicina 1. Pergunta: O curso em Medicina Clínica está disponível nas modalidades de 5 e 7 anos, qual é a diferença? A modalidade

Leia mais

Especialidade. Descrição. Código

Especialidade. Descrição. Código 1311.20 Gerente de serviços sociais 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços médicos 1312.05 Diretor de unidade assistencial 1312.05 Diretor de

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS EM RAZÃO DE PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS

RESPONSABILIDADE CIVIL DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS EM RAZÃO DE PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS RESPONSABILIDADE CIVIL DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS EM RAZÃO DE PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS HERIBERTO PAIVA ALBUQUERQUE JÚNIOR 1 1. NOÇÕES BASILARES O Direito, ciência na qual a razão transforma-se em lógica,

Leia mais

CARGOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE, FUNDAÇÃO CULTURAL DE JOINVILLE E INSTITUTO DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DE JOINVILLE

CARGOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE, FUNDAÇÃO CULTURAL DE JOINVILLE E INSTITUTO DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DE JOINVILLE PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚLICO - EDITAL 005/2014 ANEXO 1 - CARGOS/ESPECIALIDADES/FUNÇÕES, VAGAS, LOCAL, CARGA HORÁRIA E VENCIMENTOS BASE CARGOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE,

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul

Estado do Rio Grande do Sul Município de Caxias do Sul DECRETO Nº 17.028, DE 18 DE JUNHO DE 2014. Altera dispositivos do Decreto nº 14.029, de 23 de dezembro de 2008, que regulamenta a Lei Complementar nº 298, de 20 de dezembro de 2007, que trata do Plano

Leia mais

Indique Anuncie Assine Contato Central de Relacionamento Login Novo cadastro

Indique Anuncie Assine Contato Central de Relacionamento Login Novo cadastro Indique Anuncie Assine Contato Central de Relacionamento Login Novo cadastro home Seções Beleza e Estética Cabelos Celulite Cirurgia Plástica Envelhecimento Estética Corporal Estética Facial Fisioterapia

Leia mais

A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO

A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO Lorem. 2 A PREVISIBILIDADE DIGITAL FACILITOU MUITO A COMUNICAÇÃO ENTRE O PROFESSIONAL E O PACIENTE EVITANDO-SE SURPRESAS NO FINAL DO TRATAMENTO TÉCNICA DE HARMONIA DENTAL UTILIZANDO A PROPORÇÃO ÁUREA DIGITAL,

Leia mais

Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul

Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul Reabilitação oral e estética Amamos reconstruir sorrisos Protocolo Branemark

Leia mais

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Muito se discute hoje acerca das contribuições compulsórias destinadas aos Sindicatos, em especial das contribuições assistencial e confederativa.

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior RESOLUÇÃO Nº CNE/CES 3, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior RESOLUÇÃO Nº CNE/CES 3, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior RESOLUÇÃO Nº CNE/CES 3, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002 Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. O Presidente

Leia mais

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG Bradesco Dental SPG Plano para pequenas empresas Mercado de Planos Odontológicos Ranking das Operadoras Características Produto desenvolvido para pequenos grupos Compulsório:

Leia mais

REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS DO COMPLEXO REGULADOR DE FLORIANÓPOLIS

REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS DO COMPLEXO REGULADOR DE FLORIANÓPOLIS TÍTULO DA PRÁTICA: REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS DO COMPLEXO REGULADOR DE FLORIANÓPOLIS CÓDIGO DA PRÁTICA: T66 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Complexo Regulador caracteriza-se

Leia mais

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE Quem somos A nossa equipa apresenta um atendimento personalizado ao nível da Osteopatia através de uma abordagem multidisciplinar de qualidade, avaliação, diagnóstico e

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 93/2006-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 15/08/2006 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 93/2006-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 15/08/2006 I RELATÓRIO: INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PERNAMBUCO - FOP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO DO CURSO DE ODONTOLOGIA RELATORA: CONSELHEIRA NELLY MEDEIROS DE CARVALHO PROCESSO

Leia mais

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Prezados (as) Cooperados (as), A presentamos a edição 2014 da Tabela de Atos Odontológicos Local e Intercâmbio, de acordo com a Terminologia Unificada em Saúde

Leia mais

Tabela 5.88 - Distribuição numérica dos estudantes matriculados nos cursos de especialização da UFJF no 2º semestre, 1999-2008

Tabela 5.88 - Distribuição numérica dos estudantes matriculados nos cursos de especialização da UFJF no 2º semestre, 1999-2008 Nível / Curso 1999 Ações Institucionais e Saúde Pública Coletiva 27 Administração Hoteleira 33 Alfabetização e Linguagem 22 Área da Infância e da Juventude 40 Arte em Educação Infantil 86 Ativ. Motoras

Leia mais

SulAmérica Odonto Empresarial

SulAmérica Odonto Empresarial SulAmérica Odonto Empresarial O sorriso dos seus colaboradores está em nossos planos. A partir de 100 vidas sulamerica.com.br Sobre a SulAmérica A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos, com 116

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL SUB- PATOLOGIA GERAL E ORAL Estomatologia Métodos de Diagnóstico I e II Processos Patológicos PROGRAMA SUGERIDO (PROVA ESCRITA / DIDÁTICA / PRÁTICA) - TEMAS 1. Cistos dos maxilares. 2. Neoplasias benignas

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 1 DE 01 DE ABRIL DE 2013*

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 1 DE 01 DE ABRIL DE 2013* UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 1 DE 01 DE ABRIL DE 2013* 1. Em 03 de abril de 2013: autorização de novos cursos nos campi Brasília, Campinas Swift, São José do Rio Preto

Leia mais

Manual de Orientação: BRADESCO DENTAL. Produto: Seguro Odontológico. 1 Descrição do Produto:

Manual de Orientação: BRADESCO DENTAL. Produto: Seguro Odontológico. 1 Descrição do Produto: Manual de Orientação: BRADESCO DENTAL Produto: Seguro Odontológico 1 Descrição do Produto: O Produto BRADESCO DENTAL é um seguro de despesas de assistência odontológica e atendimento em rede referenciada

Leia mais

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica 1.25. CBO-S (especialidade) Código Descrição 1312.05 Diretor clínico 1312.05 Diretor de departamento de saúde 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços

Leia mais

DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO por Jackson Domenico e Ana Ribeiro - RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA E SUBJETIVA

DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO por Jackson Domenico e Ana Ribeiro - RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA E SUBJETIVA DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO por Jackson Domenico e Ana Ribeiro - RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA E SUBJETIVA A responsabilidade civil tem como objetivo a reparação do dano causado ao paciente que

Leia mais

Transplante Dental* Coordenador: MACEDO, Sérgio Bruzadelli

Transplante Dental* Coordenador: MACEDO, Sérgio Bruzadelli Transplante Dental* Coordenador: MACEDO, Sérgio Bruzadelli LIMA, Richard Presley 1 ; DOS SANTOS, Mateus Veppo 2 ; DE MOURA, Cariacy Silva 3 ; GUILLEN, Gabriel Albuquerque 4 ; MELLO, Thais Samarina Sousa

Leia mais

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO DIAS, Larissa Nadine Silva 1 FARIAS, Luciana Lombardi Pedrosa de 2 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 3 RESUMO A adolescência

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

PARÂMETROS PARA EVOLUÇÃO E

PARÂMETROS PARA EVOLUÇÃO E PARÂMETROS PARA EVOLUÇÃO E ACOMPANHAMENTO DOS CASOS CLÍNICOS Drª. Elizabeth Valente e Dr. Erasto Luiz de Souza As dificuldades e as soluções encontradas nos respectivos casos apresentados nos possibilitam

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA MANUAL DO ALUNO

CURSO DE ODONTOLOGIA MANUAL DO ALUNO Trata-se de admissão solicitada por pessoas já graduadas para ingresso em novo curso, cujo deferimento depende da existência de vagas no curso pretendido e de processo seletivo. CURSO DE ODONTOLOGIA MANUAL

Leia mais

Deontologia Médica. Deontologia Médica. Conceito

Deontologia Médica. Deontologia Médica. Conceito Medicina Legal Professor Sergio Simonsen Conceito A deontologia médica é a ciência que cuida dos deveres e dos direitos dos operadores do direito, bem como de seus fundamentos éticos e legais. Etimologicamente,

Leia mais

Consultoria! O que é e como usar?

Consultoria! O que é e como usar? Consultoria! O que é e como usar? Luciano Terra Afinal, o que é consultoria? Percebe-se que, para muitos, o termo Consultoria, assim como Marketing, Rightsizing, Merchandising, Downsizing e tantos outros,

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de Tratamento Odontológico Versão eletrônica atualizada em Janeiro 2009 A EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA UTMO Fernanda de Paula Eduardo Letícia Mello Bezinelli Pacientes que

Leia mais